Sermons

< Êxodo 28:36-43 > Santidade ao Senhor



< Êxodo 28:36-43 >

“Farás também uma lâmina de ouro puro e nela gravarás à maneira de gravuras de sinetes: Santidade ao SENHOR. Atá-la-ás com um cordão de estofo azul, de maneira que esteja na mitra; bem na frente da mitra estará. E estará sobre a testa de Arão, para que Arão leve a iniquidade concernente às coisas santas que os filhos de Israel consagrarem em todas as ofertas de suas coisas santas; sempre estará sobre a testa de Arão, para que eles sejam aceitos perante o SENHOR. Tecerás, quadriculada, a túnica de linho fino e farás uma mitra de linho fino e um cinto de obra de bordador. Para os filhos de Arão farás túnicas, e cintos, e tiaras; fá-los-ás para glória e ornamento. E, com isso, vestirás Arão, teu irmão, bem como seus filhos; e os ungirás, e consagrarás, e santificarás, para que me oficiem como sacerdotes. Faze-lhes também calções de linho, para cobrirem a pele nua; irão da cintura às coxas. E estarão sobre Arão e sobre seus filhos, quando entrarem na tenda da congregação ou quando se chegarem ao altar para ministrar no santuário, para que não levem iniquidade e morram; isto será estatuto perpétuo para ele e para sua posteridade depois dele”.



Êxodo 28:36 diz: “Farás também uma lâmina de ouro puro e nela gravarás à maneira de gravuras de sinetes: Santidade ao SENHOR”. Esta lâmina de ouro era presa com um cordão azul para que não caísse da mitra. 

O que Deus quer nos mostrar com esta mitra do Sumo Sacerdote? A mitra e seus adornos significam que Jesus Cristo levou sobre Si todos os nossos pecados através do batismo que recebeu de João Batista e, deste modo, purificou todos os nossos pecados. 

Para que vivamos pela fé perante Deus, temos que ter fé Nele antes de tudo. E para termos fé na verdade, primeiro temos que entendê-la corretamente. Nosso Senhor Jesus disse a todos nós: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. (João 8:32). Crer em Deus não é algo que fazemos apenas com as nossas emoções. É por isso que, em nossa fé, temos que ter um conhecimento correto da verdade, porque só depois a nossa força de vontade e emoções terão lugar. Porém, para fazermos isso, precisamos ter uma fé que conheça muito bem a verdade contida nos materiais usados na confecção das vestes do Sumo Sacerdote. Uma lâmina de ouro era presa à sua mitra com um cordão azul. E isso mostra claramente a verdade de que o Senhor Jesus levou sobre Si todos os nossos pecados ao vir a esta Terra e ser batizado. É por isso que a passagem bíblica acima diz: “E estará sobre a testa de Arão, para que Arão leve a iniquidade concernente às coisas santas que os filhos de Israel consagrarem em todas as ofertas de suas coisas santas”. (Êxodo 28.38). A fé que tinha o poder de resolver o problema dos pecados dos israelitas era representada na lâmina de ouro que havia na frente da mitra do Sumo Sacerdote e no cordão azul que a prendia. 



O Batismo de Jesus é Essencial para a Salvação de Todo Ser Humano


Assim como o Sumo Sacerdote usava em sua cabeça uma mitra com uma lâmina de ouro presa a ela com um cordão azul, se você de fato é um sacerdote espiritual hoje em dia, você tem que saber e crer que o Senhor Jesus veio a esta Terra, foi batizado por João Batista na forma de imposição de mãos, que é similar ao sistema sacrificial do Antigo Testamento, e, assim, purificou todos os nossos pecados. Nos dias do Antigo Testamento, o Sumo Sacerdote sabia que era pela oferta de sacrifício, dada segundo o sistema sacrificial, que todos os pecados eram apagados. No entanto, você e eu que vivemos nos dias do Novo Testamento temos que crer que o Senhor Jesus levou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista quando veio a esta Terra.

Através deste batismo, os pecados de todos neste mundo, sem exceção, foram passados para Jesus Cristo. Até os pecados de João Batista, o último Sumo Sacerdote e representante de toda a humanidade, foram passados para Jesus, pois faziam parte de todos os pecados do mundo.

Que tipo de fé devemos ter perante Deus hoje, então? Nós temos que ter a fé genuína que crê que Jesus Cristo foi batizado e, desta forma, levou sobre Si os pecados de todos. Além do conhecimento da verdade, também temos que ter a fé que nos leva a crer nesta verdade de todo o coração. Se fizermos a obra de Deus e pregarmos o evangelho da água e do Espírito, todos o ouvirão e crerão nele de todo o coração. Deste modo, eles também serão purificados dos seus pecados e se tornarão mais alvos do que a neve. Jesus Cristo deu a verdadeira remissão de pecados àqueles que creem nesta verdade de todo o coração.

Acima de tudo, a fé com que os sacerdotes espirituais de hoje creem no evangelho da água e do Espírito deve ser muito clara. Sem o conhecimento desta verdade e a fé nela, nós não poderemos cumprir as funções do nosso sacerdócio espiritual. Em outras palavras, somente aqueles que têm a fé que os leva a crer nos tecidos, azul, púrpura e carmesim – ou seja, na verdade da legítima remissão de pecados – podem cumprir as funções do seu sacerdócio espiritual. E mais, somente os que receberam a remissão de pecados crendo no batismo de Jesus Cristo e no Seu sangue na cruz é que podem cumprir a função de anunciar o evangelho. Sendo assim, todo sacerdote espiritual precisa ter conhecimento da verdade. É por isso que a Bíblia diz de modo bem claro: “Meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porque tu, sacerdote, rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos”. (Oséias 4:6). 

Quando o Sumo Sacerdote se achegava a Deus no Dia da Expiação, ele não podia entrar no Santo dos Santos sem usar sua mitra. Ele tinha que colocar na cabeça a sua mitra de linho fino retorcido que trazia uma lâmina de ouro amarrada a ela com um cordão azul, exatamente como havido sido ordenado por Deus. Como já sabemos muito bem, o tecido azul testifica do batismo que Jesus Cristo recebeu de João Batista. (Mateus 3:15; 1 Pedro 3:21).

Nós não temos como evitar os pecados em todos os dias das nossas vidas. Por isso, ninguém pode escapar da condenação, da morte e da destruição eterna por causa dos seus pecados. Mas o Senhor Jesus veio a esta Terra e levou os pecados do homem sobre o Seu corpo ao ser batizado por João Batista. Como Jesus mesmo disse: “Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça”. Através do batismo de Jesus Cristo, Deus permitiu que todos os pecados da humanidade fossem passados para o Seu Filho. O fato de Jesus Cristo ter sido batizado por João Batista significa que, por meio dele, Jesus recebeu todos os pecados do mundo sobre Si de uma vez por todas. Portanto, os seus e os meus pecados já foram passados para Jesus naquela ocasião.

Já que todos pecaram, todos carecem da Glória de Deus (Romanos 3:23). A Bíblia diz que “como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos”. (Romanos 5:19). Por acaso existe alguém que não cometa pecados? Não, claro que não! Qual será o nosso destino, então? Deus disse que se tivermos algum tipo de pecado, não importa onde o tenhamos cometido, se em nossos pensamentos, atos ou no nosso coração, todos nós seremos destruídos. Já que Deus disse que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23), se tivermos algum pecado, mesmo que ele seja ínfimo como um grão de mostarda, de uma forma ou de outra, temos que ser purificados dele. Toda a humanidade pecou diante de Deus, e por isso ninguém pode evitar a condenação por causa dos seus pecados. Então, já que Deus disse que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23), Ele fez com que o Seu Filho fosse batizado e permitiu que Ele fosse crucificado. O preço do pecado é a morte. Mas o que a morte significa aqui? A morte é o mesmo que o inferno.

Hebreus 9:27 diz: “E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo”. O que Deus nos diz aqui é que o juízo espera por nós quando morrermos. Todas as pessoas, justas ou pecadoras, aqueles que receberam a remissão de pecados ou não, ainda viverão depois de suas mortes físicas. O fato de o ser humano ter sido criado à imagem e semelhança de Deus nos revela que já que Ele vive para sempre, todos nós viveremos eternamente também, querendo ou não. Mas o que você tem que entender é que há dois tipos de vidas eternas: uma é a vida eterna abençoada no Reino dos Céus, e a outra é a vida amaldiçoada no inferno.

Jesus Cristo é o Sumo Sacerdote celestial e eterno. E Ele veio a esta Terra como o Sumo Sacerdote do Reino dos Céus para apagar todos os pecados dos homens, mas não dando uma oferta de sacrifício terrena, e sim oferecendo o Seu próprio corpo (Hebreus 7:21; 8:11-12; 10:10). Foi o próprio Deus que veio a esta Terra e levou sobre Si todos os nossos pecados quando foi batizado, a fim de nos salvar dos pecados do mundo. Jesus Cristo, o Sumo Sacerdote do Reino dos Céus, veio a esta Terra encarnado como um homem e recebeu todos os pecados dos homens sobre o Seu corpo ao ser batizado. Deste modo, todos os nossos pecados foram passados para Ele de uma vez por todas. E Jesus Cristo só pôde ser crucificado e derramar o Seu sangue na cruz porque recebeu em Seu corpo todos os nossos pecados ao ser batizado. Foi por essa razão que Deus ordenou que o Sumo Sacerdote usasse em sua mitra uma lâmina com a inscrição: “SANTIDADE AO SENHOR”, e a amarrasse com cordão azul para que ela não caísse. Isso nos mostra que, já que Jesus Cristo lavou todos os pecados dos homens ao ser batizado, aqueles que creem nisso são santificados em seus corações e podem se achegar a Deus.



A Lâmina de Ouro Tinha que Estar na Frente da Mitra


Êxodo 28:37 diz: “Atá-la-ás com um cordão de estofo azul, de maneira que esteja na mitra; bem na frente da mitra estará”. Essa passagem quer dizer que temos que ter fé no batismo de Jesus Cristo. Temos que receber a remissão de pecados crendo que os pecados do mundo foram passados para Jesus Cristo. É errado dizer que Jesus levou sobre Si todos os nossos pecados ao ser batizado? Por que as pessoas são destruídas? Você e eu não somos abandonados ou destruídos por Deus porque pecamos. Nós somos destruídos porque não cremos nesta verdade tão óbvia e, por causa disso, temos pecados. Já que Jesus Cristo veio a esta Terra e levou sobre Si todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, e já que nossos pecados foram passados para Ele assim, nosso Senhor Jesus morreu em nosso lugar. Nós temos que entender isso muito bem e crer nisso de coração. Só então o batismo de Jesus ficará gravado em nossos corações, assim como a nossa fé. O ouro na Bíblia se refere à fé. E nós só podemos entrar no Céu crendo no verdadeiro evangelho.

Todas as religiões do mundo ensinam aos seus seguidores que eles devem despertar para o conhecimento de si mesmos. Por exemplo, o Budismo ensina aos seus adeptos a purificar os seus corações com exercícios de meditação que os leva a alcançar o Nirvana. Mas o objetivo, em outras palavras, é deixar de lado os pensamentos mundanos e enganosos fazendo com que as pessoas se aprofundem na meditação e, no fim, se tornem os seus próprios deuses. Mas a verdade é que ninguém consegue isso. Alguns religiosos tentam se tornar os seus próprios deuses se isolando nas montanhas. Por exemplo, até mesmo no Cristianismo, após a era da Igreja Primitiva, muitos se reclusaram em monastérios para buscar a autossantificação. Mas não há garantia alguma de que uma pessoa que viver reclusa nas montanhas não terá mais pensamentos impuros. É um grande erro alguém pensar que só por nos afastarmos do mundo e não termos mais contatos com os seres humanos, que isso nos livraria dos nossos desejos e emoções carnais. Ao contrário, a nossa carne é tão vil que, por mais que venhamos a viver reclusos, mais seremos perseguidos por nossos desejos carnais e pelos prazeres do mundo. Já que há pecados em nossos corações, é impossível escaparmos deles, por mais que desejemos isso. Foi por isso que Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida”. Nosso Senhor Jesus é o único caminho para o Reino dos Céus. Ele é a verdade e a vida. Jesus é o Senhor da vida. 

O que as pessoas mais querem encontrar é o caminho para o Céu. Mas para que possam entender qual é o caminho que as leva ao Reino dos Céus, elas precisam conhecer bem a verdade e crer nela. E a verdade é que o próprio Deus veio a esta Terra encarnado como um homem, e sendo batizado por João Batista levou sobre Si todos os pecados da humanidade. Todos nós poderemos entrar no Reino de Deus se conhecermos essa verdade e crermos que todos os nossos pecados já foram passados para Jesus Cristo. 

Mas, caso isso não aconteça, será impossível entrarmos no Céu pelos nossos próprios méritos, ou seja, fazendo boas obras. Por quê? Porque por mais que tenhamos feitos boas obras, se violarmos apenas um item do estatuto da Lei de Deus, isso provará que falhamos em cumprir toda a Sua Palavra. E já que uma pessoa se torna pecador diante de Deus por quebrar apenas um de Seus mandamentos, é impossível que alguém vá para o Céu por causa de suas obras. Nós temos que crer nesta verdade e passar os nossos pecados para Jesus Cristo por meio do batismo que Ele recebeu de João Batista. Jesus levou todos os pecados dos homens sobre o Seu corpo, inclusive os seus. Portanto, quando passamos todos os nossos pecados para Ele é que somos totalmente purificados.

Mas para que isso aconteça em nossas vidas, primeiro temos que examinar a nós mesmos para vermos se há ou não pecados em nossos corações. Depois, então, temos que crer na remissão de pecados encontrada nos tecidos, azul, púrpura e carmesim para que a nossa fé seja aprovada por Deus. É crendo na oferta de sacrifico do corpo de Cristo Jesus que podemos entrar no Céu depois de termos sido salvos dos pecados de uma vez por todas. Não é por pecar que as pessoas não podem entrar no Céu, mas por não conhecerem nem crerem na verdade, ou seja, no evangelho encontrado nos tecidos, azul, púrpura e carmesim. Ao invés de dizermos que não conhecemos bem a Palavra de Deus por não termos muito contato com ela, nós temos que buscar a salvação ouvindo e crendo no evangelho da água e do Espírito. 

Assim como o Sumo Sacerdote oferecia sacrifício a Deus pela fé para santificar o povo, nós, os sacerdotes reais de hoje, temos que conhecer muito bem a verdade em nossa mente e buscar a santidade de Deus em nosso coração. Não importa quando, onde ou que alma nos peça para oferecer o sacrifício da fé por ela, primeiro temos que estar vestidos com a santidade de Deus. A lâmina de ouro gravada com a frase “SANTIDADE AO SENHOR” sempre estará em nossa testa, pois somos os Sumos Sacerdotes de hoje. 

A verdade da pura remissão de pecados é o evangelho que se encontra nos tecidos, azul, púrpura e carmesim e no tecido de linho fino retorcido. Este evangelho purificou todos os nossos pecados e nos tornou santos, puros e consagrados. Está mais do que claro que os nossos pecados foram passados para Jesus Cristo quando Ele foi batizado. Aqueles que creem em Jesus Cristo receberam a remissão de pecados e só podem viver pela fé porque Ele purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado. Além disso, ao passo que continuamos vivendo pela fé depois que recebemos a remissão de pecados, nós também temos que crer e meditar muito sobre a importância e a necessidade que o evangelho do batismo que Jesus Cristo recebeu de João Batista representa para as nossas vidas espirituais. 

A palavra do evangelho da água e do Espírito deve sempre estar em nossos corações. Por quê? Porque nós pecamos várias vezes todos os dias. Dentre todos os leitores dos meus livros, sempre há alguém que não sabe que Jesus Cristo foi condenado pelos nossos pecados ao ser batizado e crucificado. No entanto, esta verdade não valeria de nada se apenas a conhecêssemos. Nós temos que meditar no batismo de Jesus sempre que pudermos, pois todos os dias podemos ser manchados pelos pecados. Ter uma fé como esta é o mesmo que pegar os grãos no celeiro e trazer para casa para nos alimentarmos deles. Em outras palavras, meditar no verdadeiro evangelho da água e do sangue é o alimento espiritual para as nossas almas. Foi por isso que Jesus disse: “Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos. Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia”. (João 6:53-54). 

Nós temos que confirmar a nossa fé no batismo de Jesus todos os dias. E esta fé tem que estar mais firme ainda na vida de todos os sacerdotes. Só então eles poderão ter uma fé pura e determinada que os levará a guardar a própria salvação, assim como a ensinar a outros pecadores para que eles também sejam salvos. Isso não é verdade? Claro que é! O que nós precisamos a cada dia é ter fé em Jesus, que foi condenado por todos os nossos pecados. 

A mitra usada pelo Sumo Sacerdote não pode ser achada neste mundo. Existe alguma mitra neste mundo que tem uma lâmina de ouro presa a ela com um cordão azul? Só existe uma mitra como esta, e é a mitra do Sumo Sacerdote. Isso hoje nos revela uma verdade muito profunda: os sacerdotes reais têm que ficar firmes na fé no batismo de Jesus. Também nos mostra que só podemos cumprir as nossas funções sacerdotais quando temos uma fé poderosa nesta verdade. 

A nossa fé no batismo de Jesus Cristo deve ser mais profunda e clara a cada dia. Jesus morreu crucificado porque antes havia levado os nossos pecados sobre Si. Ele só pôde dizer: Está consumado!”(João 19:30), pouco antes de morrer na cruz porque havia levado todos os nossos pecados ao ser batizado. Mas depois Ele ressuscitou dos mortos e voltou à vida. E ao realizar estas obras da justiça, Jesus apagou todos os nossos pecados de um modo perfeito e se tornou o eterno Salvador dos que Nele creem. 

Nós temos que nos lembrar do batismo de Jesus todos os dias. Mas por quê? Porque a nossa vida é cheia de falhas e erros. Você é muito imperfeito ou não? Com o passar do tempo, cada vez mais percebemos o quanto somos fracos e imperfeitos. E mesmo assim você ainda não crê no batismo de Jesus e no sangue da cruz? 

Que tipo de fé faz com que sejamos santos e sem pecados? A fé do tecido azul que nos leva a crer no batismo que Jesus recebeu de João Batista. Jesus recebeu os pecados dos homens ao ser batizado por João Batista e, assim, todos os nossos pecados foram passados para Ele. Quando cremos no batismo de Jesus, quando Ele recebeu em Seu corpo todos os nossos pecados, esta fé nos leva a ter a maravilhosa experiência de ser perdoados de todos os nossos pecados. Quando Jesus Cristo foi batizado por João Batista, os pecados dos homens foram passados para Ele. Então, já que os pecados de todo o mundo foram passados para Ele, os que creem nesta verdade já foram purificados de todos os seus pecados. Esta purificação de pecados está implícita na cor azul da confecção do Tabernáculo. Melhor dizendo, os pecados do seu coração são apagados pela fé quando você crê no batismo de Jesus e confessa: “Ah, os meus pecados, os seus pecados e os pecados de todos neste mundo foram passados para Jesus Cristo”. E se você tem esta fé também, seus pecados já foram totalmente passados para Jesus Cristo, então. 

Antes de conhecermos o batismo que Jesus Cristo recebeu de João Batista, os nossos corações com certeza tinham pecados. E não há ninguém neste planeta que tenha sido considerado sem pecados antes de conhecer esta verdade. Todos têm pecados e, por isso, estão destinados ao inferno. Mas para apagar todos os nossos pecados, Jesus veio a esta Terra e recebeu sobre Si todos os nossos pecados ao ser batizado. O batismo que Jesus recebeu é o mesmo que a imposição de mãos do sistema sacrificial do Antigo Testamento; os pecados do povo de Israel eram passados para a cabeça do animal do sacrifício pela imposição de mãos. É por isso que encontramos tantas frases com ‘impôs as mãos sobre a cabeça’ no Antigo Testamento, principalmente em Levítico. 

Seus pecados foram passados para Jesus Cristo quando Ele foi batizado? Ele disse: “Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça”. (Mateus 3:15). As palavras “porque, assim” é “hutos” em grego, e significa “deste modo”, “a forma mais correta”, “não há outra maneira além desta”. Esta palavra nos mostra que Jesus, de fato, recebeu todos os pecados do mundo sobre Si ao ser batizado por João Batista. E como o fato de Jesus ter levado todos os nossos pecados ao ser batizado é um momento decisivo, nunca devemos nos esquecer disso. Uma coisa que temos que guardar sempre na mente é como esta Palavra foi escrita no texto original. E temos que crer nisso de coração em todas as vezes que meditarmos no evangelho da água e do Espírito. 

Nós só podemos nos tornar sem pecados e entrar no Reino dos Céus crendo de coração que Jesus Cristo recebeu todos os nossos pecados e nos purificou por meio do Seu batismo. Por acaso nós podemos entrar no Céu de outra forma? Você pode até achar que vai ficar mais educado e sábio quando envelhecer, mas depois você acaba vendo que quanto mais envelhece, mais impuro você se torna. Se você acha que pode ficar mais calmo e se controlar mais com o passar do tempo, você vai descobrir logo que isso não acontece. A verdade é que quando ficamos mais velhos, nós ficamos ainda mais impacientes e incapazes de controlar a nossa ira. Se fosse o contrário, até que poderíamos entrar no Reino dos Céus guardando a Lei por meio do nosso agir. Porém, por não termos essa habilidade, somente o pecado, a maldade e a ira são os que vão cada vez mais tomando conta de nós. 

O que eu quero dizer aqui é que a salvação não pode ser alcançada por obras, mas apenas pela fé. Hebreus 11:1 diz que “a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem”. Embora não tenhamos visto a Deus, Ele existe assim mesmo. E já que Ele está vivo, Ele opera em nossas vidas. Deus criou o Universo que não está ao alcance dos nossos olhos, e, pela Sua Palavra, Ele nos mostrou a verdade da salvação. E nós podemos ser purificados de todos os pecados de nossos corações e salvos dos pecados crendo de coração nesta verdade da salvação. E isso continua valendo até hoje. Sendo assim, o que os pecadores precisam agora é ser salvos crendo de coração nesta verdade, em vez de tentarem ser salvos dos seus pecados fazendo boas obras.

O que significa o fato de uma lâmina de ouro ser amarrada na frente da mitra do Sumo Sacerdote com um cordão azul? Significa que temos que conhecer o evangelho da água e do Espírito e crer nele. Ao ser batizado, Jesus Cristo levou sobre Si todos os pecados do mundo, inclusive os seus e os meus. Foi assim que Jesus, o Todo-Poderoso, levou sobre Si todos os nossos pecados. Temos que saber disso e crer nisso também. O nosso coração é purificado quando ouvimos a Palavra de Deus com os nossos ouvidos, a entendemos com a nossa mente e cremos nela com o coração. Todos nós pecávamos antes e pecamos agora também, e como não podemos evitar os pecados no futuro, o Senhor Jesus veio a esta Terra para nos salvar de todos os nossos pecados e os levou sobre Si ao ser batizado.

Quando Jesus Cristo recebeu os pecados dos homens e purificou todos eles, os seus pecados também foram passados para Ele. E se você crer nesta verdade, você poderá ser remido de todos os seus pecados. Quando cremos no batismo que Jesus Cristo, que veio pela água e pelo Espírito, recebeu, nós somos purificados de todos os pecados do nosso coração; e quando cremos que Ele foi condenado pelos nossos pecados, nós podemos nos tornar os filhos de Deus. Portanto, é pela fé que nos leva a crer no evangelho da água e do Espírito que nós podemos nascer de novo e nos tornar os filhos de Deus. Foi este tipo de fé que o nosso Senhor Jesus nos deu.



Os Calções de Linho do Sumo Sacerdote


Deus ordenou que Moisés fizesse calções de linho para vestir o Sumo Sacerdote. Vestiam da cintura às coxas e cobriam a nudez dos sacerdotes. Deus disse que Arão e seus filhos deveriam usá-los para não morrerem quando entrassem na Tenda da Congregação para oferecer o sacrifício no átrio do Tabernáculo. Ele também disse que este deveria ser um estatuto perpétuo para Arão e todos os seus descendentes.

Os sacerdotes usavam vestes por baixo para cobrir a nudez. Revelar a nudez perante Deus era o mesmo que revelar a sua impureza perante Ele. Por isso é que todos os que tinham as suas impurezas reveladas perante Deus morriam. Foi por isso também que Deus ordenou que os sacerdotes cobrissem a sua nudez. Deus, em outras palavras, nos diz assim que devemos cobrir os nossos pecados e impurezas com a fé que nos leva a crer no perfeito evangelho da Sua justiça.

Então, o que as vestes de linho branco do Sumo Sacerdote representam? Representam a fé na justiça de Deus. Elas são a verdade da perfeita salvação pela qual Deus nos tornou sem pecados. Jesus Cristo, que é o próprio Deus (o tecido púrpura), veio a esta Terra, foi batizado (o tecido azul), derramou o Seu sangue e morreu na cruz (o tecido carmesim), ressuscitou dos mortos, e, assim, completou a nossa perfeita salvação. Crer que Deus apagou todos os nossos pecados com o Seu batismo e foi condenado para pagar o salário por todos eles em nosso lugar é o mesmo que vestir os calções de linho em nosso coração. É crendo de coração que podemos ser completamente salvos dos pecados, nos tornar filhos de Deus e entrar no Seu Reino.

A única maneira de purificarmos todas as impurezas do nosso coração é crermos no batismo que Jesus Cristo recebeu e no Seu sangue vertido na cruz. A fé do tecido azul, em particular, que Jesus recebeu todos os nossos pecados ao ser batizado, é a verdade central da nossa salvação que purifica todos os nossos pecados. E é crendo assim que todas as nossas impurezas são cobertas. Já que somos cheios de iniquidades e imperfeições, como é que podemos nos achegar a Deus sem hesitar? Isso só é possível quando cremos na justiça de Deus que cobre todas as nossas injustiças de uma maneira perfeita. Nós podemos cobrir todas as nossas iniquidades tendo fé que Deus nos salvou com a água e o sangue, ou seja, com os tecidos, azul, púrpura e carmesim. Jesus Cristo veio a esta Terra, nos tornou justos de um modo perfeito com as Suas obras de justiça, e, assim, se tornou o Senhor da nossa salvação eterna. Quando cremos nisso é que podemos alcançar um estado sem pecados. Quando cremos nas obras de justiça de Deus, pelas quais Ele nos amou e nos tornou sem pecados, nós podemos escapar da condenação dos pecados. E quando cremos de coração na justa salvação de Deus é que podemos receber a vida eterna. 

Nós pecamos todos os dias. Então, temos que entender que todos os que buscam a Deus sem usar os calções de linho branco da salvação de Deus, que apagou todos os nossos pecados com os tecidos, azul, púrpura e carmesim, morrerão. No entanto, o tipo de fé que nos impede de morrer não é outra senão a fé na justiça de Deus. E a fé na justiça de Deus é a que nos leva a crer no evangelho da água e do Espírito. Como Deus nos disse para vestirmos os calções de linho branco, temos que fazer isso para recebermos a verdadeira remissão de pecados tendo a fé no coração.

Se nos achegarmos a Deus sem esta fé, nós morreremos. Por isso, as vestes do Sumo Sacerdote representam tudo o que diz respeito à verdade do evangelho da água e do Espírito. Não há uma veste sequer do Sumo Sacerdote que seja destituída de um significado espiritual. Nós, os Sumos Sacerdotes atuais, não podemos deixar de usar nenhuma das vestes que Deus ordenou que usássemos. O que aconteceria se o Sumo Sacerdote usasse suas vestes, mas esquecesse dos calções de linho? Ele com toda certeza morreria. Cabia às pessoas comuns usar ou não calções de linho, mas se o Sumo Sacerdote não os usasse, ele morreria porque a vergonha da sua nudez, ou seja, seus pecados e suas impurezas, não seriam totalmente cobertos. 

O que aconteceria se não tivéssemos a fé que crê de todo o coração na perfeita salvação de Deus? O que aconteceria se nos achegássemos a Deus sem crer de coração que Ele nos tornou sem pecados, sem usarmos as vestes da salvação em nosso coração? Nós continuaríamos sendo pecadores. E já que o “salário do pecado é a morte”, os pecadores que não forem remidos têm que ser condenados, devem morrer e ser lançados no fogo eterno do inferno. É por isso que o nosso coração tem que usar as vestes da salvação que Deus nos deu. É crendo na verdade encontrada nos tecidos, azul, púrpura e carmesim que nós podemos entrar no Reino de Deus.

A Bíblia diz que o ouro e os metais preciosos de um modo geral representam a “fé”. O ouro na Bíblia refere-se à fé, assim como o bronze refere-se à condenação. Nós podemos ver que fios de ouro geralmente eram usados na confecção das vestes do Sumo Sacerdote. Isso significa que temos que ter sempre uma fé poderosa no perfeito evangelho da salvação. Creia na verdade encontrada nos tecidos, azul, púrpura e carmesim! Deus disse que este é um estatuto que deveríamos guardar para todo o sempre.

Você e eu temos que crer na verdade irrevogavelmente, tanto em nossas mentes quanto em nossos corações. A verdadeira fé tem que vir acompanhada de conhecimento, sentimento e obras. Você tem este tipo de fé e crê nesta verdade? Você crê realmente de todo o coração na verdade encontrada nos tecidos, azul, púrpura e carmesim? Você crê que Deus te ama e que Ele apagou todos os seus pecados ao ser batizado, derramando o Seu sangue na cruz e ressuscitando dos mortos? Se você de fato crê nesta verdade, isso significa que você vestiu o seu coração e a sua alma com as vestes da salvação.

Deus repreendeu o povo de Israel através do Apóstolo Paulo dizendo: “Porquanto, desconhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se sujeitaram à que vem de Deus”. (Romanos 10:3). Deus não gosta daqueles que exaltam a sua própria justiça demonstrando as suas boas obras. Aqueles que não creem nas boas obras que Deus fez por nós por causa do Seu amor serão destruídos. No que você crê? Você crê na justiça de Deus ou na sua própria justiça? Você crê mesmo de todo o coração que Deus te ama e que Ele apagou todos os seus pecados com o batismo de Jesus e o Seu sangue na cruz? Você crê nesta verdade e é nisto mesmo que você confia? Você crê mesmo na verdade de coração e confia nela? Ou você ainda está tentando receber a remissão dos seus pecados se esforçando para levar uma vida correta?

É claro que você tem que levar uma vida correta. E depois de nascer de novo, você tem que levar uma vida mais correta ainda. No entanto, você tem que entender primeiro, no Espírito Santo, o que é realmente uma vida correta. A Bíblia diz: “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”. (1 Pedro 2:9). Para os sacerdotes de Deus atuais, levar uma vida correta significa servir ao verdadeiro evangelho. 

Coitados daqueles que não creem no evangelho e no amor de Deus por nós, que não creem que Deus apagou todos os seus pecados de modo perfeito com o batismo de Jesus e o Seu sangue na cruz! 

Certa vez, um grupo de pescadores que havia naufragado conseguiu chegar a um dos afluentes do Rio Amazonas, depois de lutar dez dias contra uma tempestade e o mar revolto. Todos eles estavam exaustos, pois não beberam nada por dez dias. No fim, eles chegaram a uma parte onde havia água doce. Todavia, o afluente do rio era tão grande que nenhum deles percebeu que já estavam em águas doces. Sendo assim, todos eles acabaram morrendo de sede cercados por água doce. Pobres pescadores! Analisando isso por um ponto de vista espiritual, quase todas as pessoas desta geração estão lutando desesperadamente para vencer os seus pecados, exaustos espiritualmente, mas sem saber este tempo todo que eles já foram apagados através do batismo de Jesus Cristo e do Seu sangue derramado na cruz.

Por ter amado você e a mim, Deus completou a Sua obra de justiça apagando todos os nossos pecados. E nós só podemos entrar no Reino de Deus crendo nesta verdade. É esta a fé que nos faz nascer de novo. E nascer de novo significa nascer como filho de Deus. Embora tenhamos nascido aqui como pecadores, nós nos tornamos justos pela obra do Espírito Santo quando confessamos crer no evangelho da água e do Espírito. Quando nascemos de novo sem nenhum pecado é que podemos entrar no Reino de Deus.

Você já vestiu a sua alma com a bondade e a justiça das vestes da salvação de Deus? Você realmente crê em sua alma neste evangelho? A coisa mais importante é se você crê ou não de coração neste verdadeiro evangelho. Em vez de tentar compreender a verdade por si mesmo ou crer nos ensinamentos deste mundo, você tem que crer na Palavra de Deus que é ensinada a você por aqueles que já receberam a remissão de pecados. O verdadeiro evangelho não é algo que você pode simplesmente entender com a sua mente, mas é algo que você deve crer de fato com o seu coração. E é crendo realmente nisso que você pode entrar no Céu. Maravilhosas são as bênçãos, amados irmãos, que Deus nos deu através do Seu Filho Jesus Cristo. Ao apagar todos os nossos pecados através do sacrifício do Seu único Filho, Deus nos tornou os seus filhos também.

As pessoas deste mundo querem fazer o que é certo e honram àqueles que conseguem fazer isso. Contudo, as obras de Jesus Cristo, que se sacrificou por toda a humanidade, não são mais justas do que estas? O evangelho da água e do Espírito não é algo criado pelo homem. É a obra mais virtuosa e justa que Deus cumpriu especialmente por nós. Já que Jesus foi batizado e se sacrificou na cruz por todas as pessoas, temos que reconhecê-Lo como o nosso verdadeiro Salvador. Ao longo de toda a história, só existiu uma pessoa justa, e esta pessoa é Jesus Cristo. Não há ninguém neste planeta que seja justo por si mesmo senão Jesus Cristo.

Vocês querem se tornar justos? Todos vocês podem se tornar justos crendo na obra de justiça que Jesus Cristo realizou por vocês. E a obra de justiça de Deus não é outra senão o próprio evangelho da água e do Espírito. Creiam em Jesus Cristo que fez esta obra de justiça! Deus apagou todos os nossos pecados porque Ele nos amou. E quando aceitamos pela fé o amor de Deus que há nesta verdade, nós também nos tornamos santos, como Deus é Santo. Deus disse: “Vós sereis santos, porque eu sou santo”. (Levítico 11:45). Deus nos disse que devemos levar uma vida de fé. Você crê de todo o coração nesta obra de justiça de Jesus que nos salvou de modo perfeito de todos os nossos pecados? Eu creio que a obra mais justa neste mundo já foi realizada pelo sacrifício eterno do nosso Senhor Jesus. Eu creio que tudo já foi cumprido por meio do batismo que Jesus Cristo recebeu, do Seu sangue na cruz e da Sua ressurreição dentre os mortos.

Eu sou grato a Deus pela fé e por tudo o que Ele me deu pela Palavra da verdade.