The New Life Mission

Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-4] (1 Reis 11:26-40) Como o pseudo-cristianismo foi criado?

(1 Reis 11:26-40)
“Até Jeroboão, filho de Nebate, efrateu, de Zereda, servo de Salomão (cuja mãe era mulher viúva, por nome Zerua), também levantou a mão contra o rei. E esta foi a causa por que levantou a mão contra o rei: Salomão tinha edificado a Milo, e cerrou as aberturas da cidade de Davi, seu pai. E o homem Jeroboão era forte e valente; e vendo Salomão a este jovem, que era laborioso, ele o pôs sobre todo o cargo da casa de José. Sucedeu, pois, naquele tempo que, saindo Jeroboão de Jerusalém, o profeta Aías, o silonita, o encontrou no caminho, e ele estava vestido com uma roupa nova, e os dois estavam sós no campo. E Aías pegou na roupa nova que tinha sobre si, e a rasgou em doze pedaços. E disse a Jeroboão: Toma para ti os dez pedaços, porque assim diz o Senhor Deus de Israel: Eis que rasgarei o reino da mão de Salomão, e a ti darei as dez tribos. Porém ele terá uma tribo, por amor de Davi, meu servo, e por amor de Jerusalém, a cidade que escolhi de todas as tribos deIsrael. Porque me deixaram, e se encurvaram a Astarote, deusa dos sidônios, a Quemós, Deus dos moabitas, e a Milcom, Deus dos filhos de Amom; e não andaram pelos meus caminhos, para fazerem o que é reto aos meus olhos, a saber, os meus estatutos e os meus juízos, como Davi, seu pai. Porém não tomarei nada deste reino da sua mão; mas por príncipe o ponho por todos os dias da sua vida, por amor de Davi, meu servo, a quem escolhi, o qual guardou os meus mandamentos e os meus estatutos. Mas da mão de seu filho tomarei o reino, e darei a ti, as dez tribos dele. E a seu filho darei uma tribo; para que Davi, meu servo, sempre tenha uma lâmpada diante de mim em Jerusalém, a cidade que escolhi para pôr ali o meu nome. E te tomarei, e reinarás sobre tudo o que desejar a tua alma; e serás rei sobre Israel. E há de ser que, se ouvires tudo o que eu te mandar, e andares pelos meus caminhos, e fizeres o que é reto aos meus olhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu serei contigo, e te edificarei uma casa firme, como edifiquei a Davi, e te darei Israel. E por isso afligirei a descendência de Davi; toDavia não para sempre. Assim Salomão procurou matar Jeroboão; porém Jeroboão se levantou, e fugiu para o Egito, a ter com Sisaque, rei do Egito; e esteve no Egito até que Salomão morreu”.
 
 
Como o pseudocristianismo foi criado?
 
Olá, irmãos! Eu estive recentemente num encontro de avivamento. Nos dias em que passei na cidade de Cheonan, eu também dei uma boa olhada em alguns imóveis para nossa nova igreja ali. A família do evangelista Choi irá para Cheonan e iniciará seu ministério ali essa semana. Também abriremos uma nova igreja na cidade de Jinjoo e faremos a obra nos arredores da cidade de Pyeongtaek.
Na última vez que preguei, meu sermão foi em 1 Reis 11. Hoje meditaremos na Palavra de Deus em I Reis 11:26-40 para ver como o pseudocristianismo foi criado.
Hoje o texto bíblico nos diz que Jeroboão, filho de Nebate, se rebelou contra Salomão. O filho de Davi, Salomão, adorava ídolos e desde que se tornou rei fazia coisas que Deus detestava. Melhor dizendo, um homem escolhido por Deus tomou mulheres gentias por esposa. Por causa disso, Israel ficou cheio de altares onde os gentios adoravam seus deuses.
Jerusalém é a maior cidade de Israel. Embora o Templo de Deus fosse em Jerusalém, muitos altares foram construídos pelas esposas gentias de Salomão nos montes que circundavam a cidade. Embora Salomão tenha se casado com mil mulheres, só uma era sua esposa oficial e o restante, suas concubinas. Salomão construiu muitos altares para suas mil esposas. Ele construiu altares para suas esposas adorarem os deuses gentios e permitiu que elas queimassem incenso e prestassem culto ali. Quantos altares você acha que foram construídos? Deveria haver milhares.
No texto bíblico deste capítulo, muitos deuses gentios como Milcom, Astarote e Quemós são mencionados. Eu não sei exatamente quais eram esses deuses, mas as mulheres gentias que Salomão tomou por esposas construíram esses altares nos montes de Israel para que elas os adorassem como faziam em sua terra natal. Como suas esposas o forçaram a permitir sua idolatria, ele então deixou que adorassem esses deuses gentios. Foi assim que Jerusalém se tornou uma cidade que adorava deuses gentios. Provavelmente a cidade ficava inebriada com o cheiro do incenso. A Bíblia nos diz que Salomão fez cultos religiosos por suas esposas gentias. 1 Reis 11:8 diz: “E assim fez para com todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e sacrificavam a seus deuses.” Já que Salomão construiu altares e sacrificava aos deuses de suas esposas, ele deve ter construído milhares deles, já que cada uma delas tinha sua própria religião. Mesmo que nem todas tivessem levado sua própria religião, mas apenas um quarto delas o tenha feito, ainda assim são muitas religiões diferentes. Os altares para adorar os deuses gentios devem ter coberto os montes de Jerusalém.
Então o coração de Salomão já não estava mais em Deus e ele se tornou um rei que adorava ídolos. Ele se tornou o sacerdote dos ídolos e o líder dos que os adoravam. E Deus teve que mudar de ideia e abandonar Salomão. Então Deus incitou o povo a se rebelar contra ele. Hadade, o edomita, foi o primeiro a se rebelar contra Salomão. Depois, Deus fez Rezom, filho de Eliada, se rebelar contra ele, seguido por Jeroboão. Todos esses adversários de Salomão foram incitados por Deus. E Deus fez com que isso acontecesse para se livrar dele.
Já que Davi, pai de Salomão, pela fé agradou a Deus ao governar seu povo, ele não amaldiçoou Salomão, mas ao seu filho sim, para manter a promessa feita a Davi. Das doze tribos de Israel, Deus pegou dez e deu para outro homem, e não para os filhos de Salomão. E este homem foi Jeroboão. Deus tirou dez das doze tribos de Israel de Salomão porque ele adorava outros deuses. Os atos de Salomão, na verdade, trouxeram um grande infortúnio.
Deus incitou Jeroboão a se rebelar contra o rei Salomão. Este passou sete anos construindo o Templo de Deus e quatorze anos construindo seu próprio palácio. Durante os vinte e um anos de construção, ele mobilizou seu povo e os forçou a trabalhar. Jeroboão era quem estava encarregado da construção. Ele foi escolhido para supervisionar a construção do palácio de Salomão e o Templo em Jerusalém porque era esforçado. O texto bíblico deste capítulo diz assim: “E o homem Jeroboão era forte e valente; e vendo Salomão a este jovem, que era laborioso, ele o pôs sobre todo o cargo da casa de José” (1 Reis 11:28).
Mas há uma diferença clara entre dedicação e atos inspirados pela verdadeira fé. Dedicação é um traço carnal, enquanto a verdadeira fé em Deus é espiritual. A escolha de Salomão por Jeroboão apenas por sua dedicação, deixando de lado sua falta de fé, foi um dos elementos que aos poucos mataram a fé do povo de Israel.
Amados irmãos, por que a fé do povo de Israel foi morrendo aos poucos? Por causa de pessoas como Salomão e Jeroboão. Jeroboão não era alguém que reverenciava, temia, amava, respeitava, confiava e seguia a Deus. Ele era escravo de seus próprios desejos. Sua dedicação vinha do seu desejo de ter uma vida confortável.
 
 
O que causou o surgimento do pseudocristianismo de hoje?
 
A resposta para essa pergunta é bastante óbvia. Foram os líderes cristãos atuais que não adotaram o evangelho da água e do Espírito. E como não conheciam o evangelho da água e do Espírito e criam nele, eles só podiam adorar ídolos e bezerros de ouro; e foi assim que o pseudocristianismo foi criado.
É claro que eles são apaixonados e entusiasmados pelo que fazem. Mas apesar dessa paixão, eles não têm um conhecimento profundo da Palavra de Deus. Nada do que diz respeito a eles é justo. Apesar de sua aparência, eles não têm nada de justos. No entanto, são capazes de mexer com a emoção e pregar com eloquência como se estivessem dizendo a verdade. Ainda assim, tudo que defendem é falso. Do mesmo modo, os que não nasceram de novo ainda conseguem se comover com esse grande entusiasmo como se isso fosse bom para eles.
Deus prometeu a Jeroboão que lhe daria dez tribos de Israel. Então mandou seu servo Aías, o profeta, rasgar sua nova vestimenta em doze pedaços e dar dez a Jeroboão e dizer a ele: “Deus decidiu dar esse povo a você. Você será rei. Deus te escolheu.”
Então o que aconteceu? Jeroboão deveria ter crido na Palavra de Jeová e vivido pela fé segundo sua Palavra. Mas se entregou aos seus desejos. Como foi então a fé de Jeroboão depois de se tornar rei de Israel? Sua verdadeira intenção foi revelada depois que ele se tornou rei. Ele fez bezerros de ouro e os pôs desde Betel até Dã, declarando ao seu povo: “Vês aqui teus deuses, ó Israel, que te fizeram subir da terra do Egito!” (1 Reis 12:28). Ele também os levou para lá, para adorar os bezerros de ouro, mudando o Dia da Expiação do décimo dia do sétimo mês para o décimo quinto dia do oitavo mês, escolhendo qualquer um que quisesse para ser sacerdote, e fazendo a si mesmo sumo sacerdote. Ele mudou totalmente as leis de Deus. Assim, vemos aqui que o pseudocristianismo teve suas origens no tempo de Jeroboão.
O termo ‘pseudo’ se refere a algo que “não é verdadeiro, mas parece ser”. O pseudocristianismo se parece com o cristianismo em diversas áreas, mas são absolutamente diferentes. Como o pseudocristianismo de hoje foi criado então? Ele na verdade veio do rei Salomão e dos dias de Jeroboão e continuou a ser passado adiante durante os séculos até chegar aos dias atuais. Foi assim que o cristianismo de hoje se tornou o pseudocristianismo.
Um líder cristão leigo na Coreia fundou uma faculdade cristã particular quatro anos depois de ordenar a si mesmo pastor e se tornar presidente dela. Não demorou muito e ele concorreu às eleições presidenciais na Coreia. Ele concorreu duas vezes às eleições mas não venceu. Depois disso, pouco se ouvia da missão que ele havia fundado. Ele gastou todo o dinheiro da sua missão para concorrer às eleições só para ter sua própria glória. Manipulou seu povo para sua própria glória.
Os pastores de hoje estão trabalhando para sua própria glória sem conhecer o evangelho da água e do Espírito. Alguém pode até dizer: “Eu sou o pastor-presidente de uma igreja com três mil membros.” E outro diz: “Eu sou líder de uma igreja com cem mil membros.” A origem do pseudocristianismo atual pode ser atribuída a pessoas como o rei Salomão. Ele começou a se formar quando Salomão tomou mil esposas e concubinas que adoravam ídolos. Ele tomou mil mulheres gentias, e não esposas de seu próprio país. Além disso, conhecia todos os deuses que suas esposas e concubinas criam e permitiu que queimassem incenso e adorassem ídolos nos montes do redor do Templo em Jerusalém.
Embora Deus quisesse acabar com Salomão e suas esposas, ele os tolerava por lembrar de sua promessa a Davi. Foi por isso que ele deu dez tribos de Israel a Jeroboão. Depois então de Israel ser dividido em dois países, norte e sul, os reis das duas nações se tornaram falsos crentes que adoravam ídolos. Jeroboão começou a adorar bezerros de ouro e o rei Roboão, o filho de Salomão, também se tornou um falso crente que adorava bezerros de ouro e deuses gentios. Eles se tornaram falsos crentes por viver apenas para prosperar, ter conforto e firmar relacionamentos amigáveis com países vizinhos.
O cristianismo de hoje é igual. Os cristãos atuais estão adorando bezerros de ouro ao invés de adorar a Deus. E eles gostam de recitar versículos bíblicos como: “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma” (3 João 1:2). Os líderes cristãos de hoje estão interessados apenas em crer em Jesus para ter prosperidade, promover suas igrejas, atrair mais pessoas para elas, e fazem de tudo para que elas sejam admiradas pelo povo da sua cidade ou até do país inteiro. Essas igrejas são pseudodenominações que expressam o que é na verdade o pseudocristianismo.
Os verdadeiros cristãos são aqueles que agradam a Deus. Você acha que Deus aprova aqueles que só demonstram entusiasmo? É claro que não. No entanto, em algumas igrejas, as pessoas tocam a bateria com força dizendo: “Oh, Senhor,” enquanto oram com fervor. Quando você ouve essa batida, seu coração fica motivado. Então suas emoções ficam à flor da pele e você fica frenético, começa a orar como louco e acaba num êxtase incompreensível. Você já passou por isso? Se alguém começa a tocar e diz: “Vamos orar clamando pelo nome de Jesus bem alto três vezes,” os sãos se levantarão e saem, mas os demais começam a orar e louvar. As pessoas começam a gritar mais alto que aquele que está ao seu lado só porque não querem ficar para trás, e os que estão perto gritam ainda mais alto pelo mesmo motivo até que ambos caiam num estado de transe. Eles perdem os sentidos, gritam e se comportam de maneira grosseira.
Quem opera nessas horas? O diabo. Quando Deus opera? O Espírito de Deus opera quando ensinamos sua Palavra, a ouvimos e aceitamos. Satanás opera quando o sentido das pessoas fica descontrolado dessa maneira. É assim que o pseudocristianismo é criado. É assim que o pseudocristianismo atual nasce dentro da igreja, e não vem de fora dela. Ele foi criado porque os líderes das igrejas querem ser prósperos e ricos, mas sem conhecer a vontade e a verdade de Deus que é revelada no evangelho da água e do Espírito.
Por que o cristianismo atual se tornou falso? Por causa dos cristãos de hoje que só buscam os desejos carnais. O cristianismo deveria honrar o nome que tem, mas hoje perdeu seu sentido original. Quando as pessoas vão à igreja, o evangelho da água e do Espírito deve ser pregado para elas a fim de que recebam a redenção. Quando as pessoas vão à igreja para que seus pecados sejam expiados, o evangelho da água e do Espírito, a própria Palavra de Deus, deve ser pregado para elas a fim de que possam ser purificadas de seus pecados e seu problema com isso seja resolvido. Mas as igrejas atualmente não estão fazendo isso. Quando as pessoas vão à igreja, elas só falam como melhorar seu negócio, como receber os dons do Espírito Santo e as bênçãos de Deus. E o pseudocristianismo é justamente isso.
Havia uma diaconisa que criou muitos de seus filhos para serem pastores. Quando eles eram jovens, o pastor-presidente foi até sua casa para uma visita pastoral. Os tempos eram difíceis, mas a diaconisa matou sua única galinha para preparar uma refeição para aquele pastor. Ele então comeu a galinha e foi embora. Enquanto isso, os filhos daquela mulher se esconderam esperando para ver se o pastor deixaria um pequeno pedaço da galinha, mas ele comeu tudo. Então seus filhos começaram a chorar. Naquela hora, eles tomaram uma decisão: todos eles decidiram se tornar pastores quando crescessem. E anos depois, isso aconteceu.
Qual foi então a lição que a mulher ensinou a seus filhos? “Pastores comem bem. Pastores são bem tratados. Pastores são ricos.” Isso mesmo. Foi isso que ela ensinou com seu ato. E depois de aprender isso, seus filhos se tornaram pseudopastores. E agora, eles pregam assim: “Hoje eu sou próspero com as bênçãos de Deus.” Eles ensinam sua igreja que serão abençoados se servirem bem os servos de Deus. É por isso que o cristianismo hoje está cheio de pseudocristãos. E eles não vieram de fora da igreja, mas foram formados dentro dela. As pessoas fora da igreja não sabem nada sobre a justiça de Jesus. Os chamados pastores, diáconos e presbíteros nem conhecem direito a Palavra de Deus. Eles nem sequer conhecem o evangelho da água e do Espírito.
O que eles conhecem então? Eles são levados a crer que ficarão ricos se crerem em Jesus. Veja bem, você pode ser rico até se for budista. Se trabalhar bastante, você ganhará dinheiro. Os falsos líderes cristãos são maus. São impostores. São ladrões. Ao invés de cometer fraude material, eles cometem fraude espiritual. Os falsos líderes cristãos são aqueles que fraudam a igreja. Eles se escondem atrás do nome de Jesus e enganam muitos crentes mal informados. Eles são charlatães espirituais, e há muitos deles neste mundo.
 
 
A verdade é que o pseudocristianismo se parece com o verdadeiro cristianismo e vice versa, pois os pseudoscristãos exercem uma grande influência sobre o mundo
 
A verdade é que muitos veem as igrejas que pregam o evangelho da água e do Espírito e creem nele como heréticas; eles preferem as igrejas que ensinam a ter riqueza e sucesso, ao invés de ver o evangelho da água e do Espírito como ortodoxo (teologicamente correto) ou como o autêntico cristianismo. As pessoas tendem a ver muita gente reunida e poder como sinal de veracidade. Porém, 99,9% dos cristãos de hoje são pseudocristãos. Por que isso aconteceu? Por causa de pessoas como Jeroboão. Deus o abençoou com o reinado e lhe entregou a maior parte dos israelitas. Ele deveria tê-los ensinado a vontade de Deus a fim de fazê-los adorá-lo, prosperar e ser protegidos por ele. Foi por isso que Deus tornou Jeroboão rei. Ele não o tornou rei de Israel para que o povo o adorasse. Essa não foi a intenção de Deus.
O mesmo acontece com os pastores. É dever dos pastores guiar os crentes para que adorem a Deus e sejam abençoados. Seu dever pastoral é proteger as ovelhas dos lobos, guiá-las à vontade de Deus, levá-las a ser abençoadas tanto no corpo como na alma, e a salvar outros também. Mas alguns deles dizem: “Sirva-me mais ainda. Eu sou o pastor-presidente dessa igreja de três membros.” Eles fazem a igreja servi-los bem e lhes pagar um alto salário. Assim é um pseudopastor. Eles são enganadores. Jesus nos diz essa gente mercenária e falsos mestres. Em Mateus 7, Jesus nos diz que pessoas assim são na verdade hipócritas e sepulcros caiados. Por isso que não devemos seguir o exemplo de Jeroboão ou de Salomão.
O mundo de hoje é bem deprimente. A política na Coreia também é bem deprimente. O presidente Lee está levando para seu governo membros da igreja que congrega. Por isso que as pessoas estão debochando e chamando o governo de igreja. É compreensível que ele queira nomear seus amados irmãos a altas posições no governo. Mas como presidente de uma nação, seu dever é nomear pessoas que tenham a qualificação necessária para o cargo. Não faria mais sentido mobilizar as pessoas mais capazes do país a fim de deixar o trabalho do governo mais eficiente? Dê só uma olhada nos reis que a Coreia teve no passado. Eles não enviavam mensageiros reais para convidar estrategistas talentosos e homens com habilidades especiais para compor seu governo? Eles não os colocaram como seus conselheiros para ajudá-los com seus compromissos? Nem o rei Davi tomava decisões sozinho. Ele tinha o profeta Natã que era seu mentor e o ajudava a dirigir o país. Ele se cercava de profetas para saber a vontade de Deus e ouvir seus conselhos sobre como dirigir o país. De todo modo, eu espero que nosso país fique estável novamente.
Amados irmãos, o presidente está aqui pelo povo. Ele é servo do povo. Ele mesmo não fala que é servo de todos os cidadãos? Ele não diz que nenhum servo dorme até tarde, mas acorda cedo para trabalhar? Seguindo essa linha de pensamento, um pastor é alguém que segue faz a vontade de Deus. Independente do que os membros da igreja digam, ele deve seguir a vontade de Deus e deve guiá-los a essa vontade. Esse é o dever dos evangelistas também. Por outro lado, os pseudopastores estão prontos a mudar seus princípios conforme as circunstâncias.
Deus disse a Davi: “Seu coração está unido ao meu.” Por que ele disse isso? Porque Davi só fazia o que Deus queria que ele fizesse. Foi por isso que ele o tornou rei de Israel, por causa de seu amor, e também tornou reis todos os seus descendentes. Davi se levantava para lutar contra os inimigos de Deus, mesmo que tudo estivava contra ele, e se esforçava para glorificar a Deus mesmo que isso significasse sua morte.
Mas como era Salomão? Ele fez paz com outras nações para evitar a guerra. Como tratado de paz, ele tomava as princesas dos outros países como esposas. Como parentes iriam guerrear entre si? Não havia maneira melhor de fazer a paz. Foi assim que Salomão reinou e o pseudocristianismo começou.
Precisamos entender como o pseudocristianismo começou. Como esses pseudocristãos não conhecem sua origem, eles insistem que são cristãos ortodoxos. Eu não estou dizendo isso porque as pessoas não sabem como o pseudocristianismo foi criado, mas porque você precisa saber disso para entender perfeitamente a verdade. Eu também pretendo publicar um livro sobre o pseudocristianismo e distribuí-lo no mundo todo. Mas para fazê-lo, sermões como esse precisam ser pregados. Eu tenho que pregar e publicar livros sobre isso porque o pseudocristianismo existe. E é nossa responsabilidade levar as pessoas a entender isso claramente.
Mesmo nesse mundo sombrio, devemos fazer isso. Nós tivemos encontros de avivamento que foram um sucesso essa semana e Deus trabalhou para redimir muitas almas. Agora vamos trabalhar mais ainda e ganhar mais dinheiro para construirmos mais igrejas para Deus. Mas para fazermos isso, precisamos de mais trabalhadores fiéis. Colheremos frutos abundantes ano que vem, duas vezes mais do que aqueles que nasceram de novo esse ano com o número de obreiros que temos hoje. Afinal de contas, todos nós estamos destinados a servir ao evangelho, por isso devemos pregá-lo independente da nossa riqueza material.
Fundar novas igrejas e fazer encontros de avivamento em larga escala na Coreia pode nos levar a enfrentar grandes dificuldades. E também pode fazer com que nossa missão no exterior seja afetada. Por isso que temos que ser o mais sutis possível em nossa missão interna. De certo modo, os coreanos são parecidos com os judeus. Assim como os judeus perseguiram Paulo para denunciá-lo e maltratá-lo, os coreanos fazem o mesmo conosco. De todo modo, iremos implantar novas igrejas e fazer constantemente encontros de avivamento. Se precisarmos de mais gente para nosso trabalho, eu creio que Deus nos mandará seus obreiros. E creio também que ele nos enviará almas que receberão a remissão de pecados.
Como o pseudocristianismo foi criado? Devemos pensar em Salomão e Jeroboão para responder essa pergunta. Para o que eles viveram? Eles só viveram para sua carne e não buscaram a vontade de Deus. Foi por isso que se tornaram pseudoscrentes e o cristianismo atual está cheio de gente como eles. Devemos estar atentos para isso e tomar cuidado para não cair na mesma armadilha. Embora o mundo esteja se tornando um lugar sombrio, ainda devemos entender que Jesus Cristo morreu por nós e crer nisso, e que ele conta conosco para pregar o evangelho no nome dele. É assim que devemos viver. Breve o Senhor voltará para nós.
Amados irmãos, o mundo está em trevas. As Nações Unidas se reuniram para discutir o assunto da escassez de alimento no mundo. O mundo inteiro está agitado agora. Mas ainda assim Deus cuida de nós. Ele nos deu suas bênçãos. Devemos todos aprender uma lição através da Palavra lida hoje. Devemos aprender com pessoas como Salomão e Jeroboão e não sermos presas fáceis de falsos crentes, e sim pregar o evangelho da água e do Espírito com mais dedicação ainda. Assim Jesus em breve voltará pra nós novamente.