The New Life Mission

Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-6] (Mateus 4:12-25) Arrependa-se e volte para o evangelho da água e do Espírito

(Mateus 4:12-25)
“Jesus, porém, ouvindo que João estava preso, voltou para a Galiléia; e, deixando Nazaré, foi habitar em Cafarnaum, cidade marítima, nos confins de Zebulom e Naftali; para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta Isaías, que diz:
‘A terra de Zebulom, e a terra de Naftali,
Junto ao caminho do mar, além do Jordão,
A Galiléia das nações;
O povo, que estava assentado em trevas, viu uma grande luz;
Aos que estavam assentados na região e sombra da morte, A luz raiou’.
Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: ‘Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. E Jesus, andando junto ao mar da Galiléia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores; e disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no. E, adiantando-se dali, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, num barco com seu pai, Zebedeu, consertando as redes; e chamou-os; eles, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no. E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. E seguia-o uma grande multidão da Galiléia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judéia, e de além do Jordão.”
 
 
Quando o Senhor veio a essa terra, ele levou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista. Depois de ser batizado, foi levado pelo Espírito ao deserto, onde jejuou por quarenta dias e quarenta noites. E antes de terminar o jejum, foi tentado por Satanás. O Senhor resistiu a Satanás e o derrotou ao ser tentado por ele confiando na vontade de Deus e em sua Palavra.
Então ouviu que João Batista tinha sido preso por criticar o rei Herodes por causa dos seus pecados. Depois de ouvir essa notícia, Jesus deixou Nazaré, sua terra natal, e foi para Cafarnaum, uma cidade litorânea na região de Zebulom e Naftali. Isso aconteceu para que se cumprisse o que o profeta Isaías tinha profetizado:
“A terra de Zebulom, e a terra de Naftali,
Junto ao caminho do mar, além do Jordão,
A Galiléia das nações;
O povo, que estava assentado em trevas, viu uma grande luz; Aos que estavam assentados na região e sombra da morte,
A luz raiou” (Mateus 4:15-16).
Como esse texto mostra, o Novo Testamento registra o cumprimento das profecias do Antigo Testamento. Mas é bem provável não termos dado importância a isso, achando que é só um fato comum, e não levamos em consideração sua real importância. No entanto, não foi fácil para o Senhor completar a obra da salvação, embora tenha sido bem antes planejada meticulosamente. Mas no tempo certo o Senhor mesmo completou a obra da salvação.
O Senhor nasceu em Belém quando veio a essa terra, uma cidade pequena em Israel, e cresceu em Nazaré. Mas ao saber que que João Batista tinha sido preso, saiu de Nazaré e foi para Cafarnaum, uma cidade à margem do mar da Galileia, na região de Zebulom e Naftali. A região da Galileia era uma terra gentílica. Mas por que nosso Senhor foi então para a Galileia, se aquela era uma terra gentílica? Foi para salvar a nós gentios de todos os nossos pecados. Você pode até não dar muita importância ao fato de o Senhor ter ido à terra dos gentios, mas ele foi lá para procurar por nós, para nos salvar de todos os nossos pecados.
Na verdade, o povo de Israel não aceitou Jesus Cristo como seu Senhor. Eles não conseguiram reconhecer que Jesus era o Filho de Deus e o Salvador de toda humanidade, embora andasse entre eles. Ao se recusar a reconhecer Jesus Cristo como seu Salvador, o povo de Israel o rejeitou e adorava outros ídolos em seu lugar. O Senhor enviou muitos dos seus servos ao povo de Israel para adverti-los a se voltar para Deus, para que ele pudesse tomá-los em seus braços e os abençoar. Mas eles se recusaram a voltar para Deus. No entanto, nosso Senhor veio a essa terra num corpo carnal como Salvador de toda a humanidade; e por obediência à vontade do Pai, levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista. Melhor dizendo, o Senhor revelou a si mesmo nessa terra como Salvador de todo ser humano, e não apenas ao povo de Israel. Jesus revelou a si mesmo como Filho de Deus a todos os homens, e também foi tentado por Satanás como o Salvador de toda a humanidade. Mas ele venceu todas as tentações do diabo confiando na Palavra de Deus com toda a reverência. Depois foi para a terra pagã da Galileia na região de Zebulom e Naftali, e ali ficou para continuar a obra da salvação.
Mas os judeus rejeitaram nosso Senhor. Por isso que Jesus foi em busca dos gentios. Em outras palavras, Jesus voltou-se para os gentios porque foi rejeitado por seu próprio povo, o povo de Israel. A Bíblia relata que foi daí em diante que ele começou a pregar dizendo: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mateus 4:17). Isso aconteceu porque o povo de Israel rejeitou a vontade do Senhor. O Senhor veio procurar os gentios para ser seu Salvador, e foi exatamente isso que aconteceu. Por que então o Senhor veio a essa terra procurar por nós gentios, já que não éramos o povo escolhido de Israel? Ele fez isso porque o povo de Israel o rejeitou, assim como disse o apóstolo Paulo. Isso tem um significado muito importante, que mostra que até os gentios atualmente têm a oportunidade de alcançar a salvação, e qualquer um deles pode se tornar filho de Deus se simplesmente aceitar a justiça de Jesus Cristo.
Jesus Cristo cumpriu a justiça de Deus. Melhor dizendo, como Jesus Cristo levou todos os pecados do homem de uma vez por todas ao ser batizado, morrendo na cruz e ressuscitando dos mortos, todo aquele que crê na justiça de Deus de todo o coração pode ser salvo agora. O Senhor dá a chance e a bênção de se tornar parte de seu povo a todos que aceitam o evangelho da água e do Espírito em seu coração. Como o povo de Israel rejeitou Jesus Cristo, essa oportunidade de alcançar a verdadeira salvação foi garantida a nós gentios. Embora a lei de Deus tenha sua origem em Jerusalém, como o povo de Israel se recusou a aceitar Jesus Cristo, todos nós que vivemos no tempo atual temos a oportunidade de alcançar nossa verdadeira salvação crendo no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Deus nos chama ao arrependimento
 
Por que Deus nos chama ao arrependimento? Ele faz isso para que obedeçamos à sua vontade. Em outras palavras, Deus chama todo ser humano ao arrependimento porque eles serão todos destruídos se continuarem desobedecendo a ele e se recusando a aceitar sua vontade. Deus queria se tornar o Deus deles e os abençoar, mas muitos deles se recusaram a aceitar o seu amor e a sua justiça. Por isso que o Senhor os chama ao arrependimento. E ele garante suas bênçãos apenas aos que se arrependerem. E o verdadeiro arrependimento é voltar atrás, deixar seus próprios erros, sua justiça própria, e retornar para Deus.
Então, se você tem andado no caminho errado, você deve se arrepender sem duvidar, independente se você é judeu, gentio ou até mesmo cristão. Mesmo que você seja cristão, se não crer no evangelho da água e do Espírito, você tem ignorado a justiça de Deus e desobedecido à sua vontade todo esse tempo. Por isso, se realmente quer se arrepender, você deve reconhecer todos os seus erros e aceitar Jesus Cristo, que veio pela água e o Espírito, como seu Salvador. Você precisa compreender a justiça de Deus e aceitá-la em seu coração, pois a Bíblia diz: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome” (João1:12). Você precisa entender que pertence ao Senhor e que ele o salvou de todos os pecados deste mundo com o evangelho da água e do Espírito. E quando entender esse verdadeiro evangelho, você deve voltar para ele pela fé. Só assim você poderá ser realmente salvo.
O texto bíblico desse capítulo nos mostra que foi da vontade de Deus o Senhor vir a essa terra para salvar o povo de Israel, que estava adorando ídolos. Mas a maioria dos israelitas o rejeitou naqueles dias. E até hoje várias pessoas, judeus e gentios, continuam se recusando a aceitar que Jesus Cristo é, na verdade, seu Deus e Salvador. Todas essas pessoas terão o seu lugar no dia da destruição. É muito importante entendermos que a nós gentios também foi dada a oportunidade de alcançar a salvação pela fé no evangelho da água e do Espírito. Nós agora também temos a chance de conhecer a justiça de Deus e crer nela. Essa oportunidade de alcançar nossa salvação pela fé nos foi dada porque o povo de Israel rejeitou Jesus como seu Salvador. E isso aconteceu segundo o plano da infinita sabedoria de Deus. Como Deus ama a todos nesse mundo, ele fez todo ser humano à sua imagem e semelhança, independente de raça ou etnia. E ao fazer isso, Deus deu a todos a oportunidade de crer em seu amor. Como o Senhor quer que todos sejam salvos de todos os seus pecados, ele agora também veio nos procurar. Foi por esse mesmo motivo que ele foi até a Galileia enquanto os discípulos estavam pescando e disse: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mateus4:19). E isso também serviu para os outros discípulos.
 
 
O Senhor abençoou a nós que cremos no evangelho da água e do Espírito para fazermos sua obra
 
Nós que nascemos de novo agora temos o poder de salvar todos os pecadores dos seus pecados. O Senhor nos deu poder para salvar todo pecador, assim como ele mesmo disse: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mateus 4:19). Aqueles que moravam às margens do mar da Galileia viviam em uma terra de gentios. O Senhor foi até uma terra gentílica e chamou a Pedro e André, que estavam pescando no mar da Galileia, e disse-lhes: “Eu os farei pescadores de homens. Sigam-me.” Depois de ouvir isso, Pedro e André deixaram suas redes e seguiram Jesus. Isso mostra que Deus fez dos gentios discípulos de Jesus. Podemos ver aqui que a bênção de fazer a obra de Deus na verdade foi dada aos gentios, e não ao povo de Israel. Então hoje também podemos encontrar essa graça de Deus em nossa vida.
Eu não estou dizendo que Pedro não era judeu. Na verdade, ele era judeu, assim como o Senhor, humanamente falando. O que estou dizendo é que o Senhor foi até a região gentílica da Galileia, embora ele mesmo fosse judeu. Esse foi o cumprimento da profecia feita por um servo de Deus no Antigo Testamento: “A terra de Zebulom, e a terra de Naftali, junto ao caminho do mar, além do Jordão, a Galiléia das nações” (Mateus 4:15). Como vemos nesse texto, a terra da Galileia não era uma região judaica. Era uma terra gentílica, mas mesmo assim o Senhor foi até lá e chamou Pedro e André enquanto pescavam no mar da Galileia, e depois chamou Tiago e João. Ele então fez deles seus discípulos para que fizessem sua obra. Isso nos mostra como o Senhor se importa com os gentios, como ele deu-lhes o evangelho da salvação, e como ele quer pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo através de nós. Esse desejo de Deus é para todos nós.
Quando olhamos para a história do povo de Israel, podemos ver que na verdade sua fé tem um registro muito pobre. Eles adoravam muito a bezerros de ouro, e mesmo sendo punidos por sua idolatria, não se voltavam para Deus. Isso acontecia no tempo em que Jesus nasceu nessa terra na cidade de Belém. Belém era um pequeno vilarejo rural, e a região de Nazaré era considerada atrasada naqueles dias. Jesus nasceu e passou sua infância em cidades atrasadas assim.
Quando fez 30 anos, Jesus foi até o rio Jordão e levou todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista. Depois de levar todos os pecados do mundo pelo batismo que recebeu de João Batista, Jesus chamou doze discípulos, enquanto carregava esses pecados, e os fez pregar o evangelho primeiro aos israelitas. Mas frequentemente ia até a região gentílica para pregar o evangelho para eles também. Depois o Senhor escolheu o apóstolo Paulo como seu mensageiro aos gentios. E hoje nos faz pregar esse mesmo evangelho da água e do Espírito.
É através de nós gentios que Deus está pregando o evangelho da água e do Espírito a todas as pessoas agora. Essa é a vontade de Deus. Então por que Deus decidiu fazer sua obra através de nós gentios, ao invés do povo de Israel? Tudo isso aconteceu segundo a sabedoria de Deus.
Geralmente dizem que os melhores e mais espertos comerciantes do mundo são judeus. É de senso comum que os judeus se destacam em empreendimentos comerciais, e para confirmar essa reputação, eles também ganharam fama de comerciantes frios e calculistas. O Mercador de Veneza é um típico exemplo desse esteriótipo dos judeus, que perdurou por muito tempo na história da Europa. Mas há uma base histórica para isso: os judeus escolheram o comércio porque eram discriminados quando optavam por outro meio de vida. O comércio em geral não tinha muito valor na Europa até o advento do capitalismo, e também havia inúmeros obstáculos que tornavam impossível aos judeus possuir uma profissão. Por isso eles foram forçados a migrar para a atividade comercial, particularmente para a área de finanças, como seu único meio de sobrevivência. Então seu sucesso se tornou fonte de ressentimento, que serviu de combustível para aumentar mais ainda a discriminação e a intolerância contra eles. Embora o antissemitismo não seja tão forte hoje como foi no passado, ele não foi totalmente extinto. Até nos Estados Unidos ainda há aqueles que não gostam dos judeus e da influência que exercem.
Outro motivo para Deus escolher os gentios para substituir os israelitas como servos é que os judeus não foram obedientes à sua Palavra, mesmo quando o próprio Deus foi até eles e os exortou a se arrepender dos seus maus caminhos. Eles adoravam bezerros de ouro enquanto fingiam adorar a Deus. Na verdade, eles estavam buscando valores mundanos como poder, prestígio e bens materiais, e esses eram seus bezerros de ouro. Por isso Deus quis pregar o evangelho da água e do Espírito através dos gentios. Assim como Jesus escolheu seus discípulos dos habitantes da região gentílica da Galileia e confiou-lhes sua obra, hoje também Deus nos chama para fazer sua obra.
Pregar o evangelho da água e do Espírito é na verdade uma bênção maravilhosa que Deus deu a todos nós. A maioria dos cristãos hoje em dia pensa que foi apenas uma simples coincidência Jesus ter ido às margens do mar da Galileia e ali ter chamado seus discípulos. Mas, na verdade, isso nos mostra que ele queria pregar o evangelho da água e do Espírito não somente aos israelitas, mas também a toda nação, e que ele estava mais interessado ainda nos gentios. O fato de Jesus se importar tanto assim com os gentios que viviam próximo ao mar da Galileia mostra que ele queria salvá-los e pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo através deles, E foi por isso que Deus nos fez pregar esse verdadeiro evangelho em todo o mundo. Deus tem um grande plano para você e para mim. Essa é uma bênção incrível e maravilhosa, e todos nós a recebemos de Deus.
Todos nesse mundo devem se arrepender. O povo de Israel também deve se arrepender, voltar atrás e buscar o Deus de seus pais na fé. Todo ser humano que vive nesse mundo deve aceitar Jesus Cristo, o Salvador da humanidade, como seu Salvador. Mesmo que alguém seja cristão, se ele crê em doutrinas inúteis e não na verdade da salvação, ele está adorando ídolos em vão. Esses cristãos enganados devem se arrepender de sua idolatria e voltar-se para a verdadeira fé cristã, aquela que está posta somente na justiça do Salvador da humanidade. O evangelho da água e do Espírito é a verdade da salvação, e todos devem crer nesse evangelho de todo o coração. Por isso que estamos pregando esse evangelho da verdadeira salvação, o evangelho da água e do Espírito. E essa é a vontade de Deus para todos nós.
Parece que o rio Jordão foi um lugar importante para o ministério de Jesus. Foi ali que Jesus levou todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista. E o Senhor só foi à cruz porque levou todos os pecados do mundo sobre seu corpo. Jesus foi batizado para iniciar seu ministério.
Jesus então foi para o mar da Galileia para iniciar seu ministério da salvação de fato. Por que Jesus foi ao mar da Galileia para iniciar seu ministério, já que ele viveu a maior parte de sua vida em Nazaré? As margens do mar da Galileia eram totalmente estranhas para ele. Foi nessa terra de gentios que Jesus chamou Pedro, André, João e Tiago. Isso significa que embora Deus tenha feito sua obra através do povo de Israel, ele acabou se interessando mais pelos gentios. Melhor dizendo, Deus queria que o evangelho fosse pregado em todo mundo através de nós gentios.
Quem estava em maior número, os judeus ou os gentios? Há mais gentios do que judeus. Presume-se que haja apenas 13,2 milhões de judeus no mundo inteiro. Comparado a esse numero, só a China tem cerca de 13 bilhões de pessoas, enquanto a população mundial é de aproximadamente 66 bilhões hoje em dia. E o Senhor ama cada um deles. Ele quer salvar a todos, independente de raça ou nacionalidade. Foi por isso que ele disse aos crentes no evangelho da água e do Espírito para dar testemunho desse evangelho na Judeia, Samaria e nos confins da terra. A pregação do evangelho da água e do Espírito começou em Israel, mas quando esse evangelho for totalmente pregado aos gentios, Jesus voltará novamente a Israel. Quando o povo de Israel finalmente aceitá-lo como seu Salvador, a vontade do Senhor será totalmente cumprida.
Mas como o povo de Israel foi muito teimoso, nós os gentios também tivemos a oportunidade de crer no evangelho. O Senhor garantiu a bênção da sua verdadeira salvação a todos os que creem em sua justiça, assim como está escrito em João 1:12: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome.”
O povo de Israel tem desobedecido a Deus por cerca de mil anos. Os gentios também desobedeceram a Deus. Mas apesar disso, ele ainda pregou o evangelho da água e do Espírito aos nós através de seus servos; e graças a isso eles alcançaram a salvação e receberam as bênçãos de Deus crendo nesse evangelho. Melhor dizendo, ao aceitar o batismo que Jesus recebeu de João Batista e o sangue que derramou na cruz, os gentios acabaram aceitando sua própria salvação. Deste modo, tanto seu coração como o coração de Deus ficam cheios de alegria. Foi assim que a vontade de Deus se cumpriu. E foi por isso que o Senhor disse: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Deus amou mesmo a todos neste mundo, sem exceção. Devemos sempre nos lembrar que nosso Senhor nos amou assim.
Vamos voltar para Mateus 4:23-25: “E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. E seguia-o uma grande multidão da Galiléia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judéia, e de além do Jordão.” Como mostra esse texto, a Galileia foi o local principal do ministério de Jesus enquanto ele estava na terra.
O Senhor cumpriu a salvação do homem enquanto estava nessa terra. A primeira coisa que o Senhor fez em seu ministério foi cumprir a justiça de Deus. A salvação de todos já estava preparada pelo Senhor. Portanto, deixar o mau caminho é o primeiro passo para voltar para Deus.
Mas por que devemos voltar para Deus? Antes de tudo, devemos mudar nossas crenças erradas e voltar para o evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, devemos deixar de adorar bezerros de ouro e nos voltar para Jesus Cristo, que veio pelo evangelho da água e do Espírito. De outro modo, ninguém será salvo de todos os seus pecados. Por isso que todos nós devemos voltar para o evangelho da água e do Espírito e crer nele. Devemos todos crer nesse evangelho que o Senhor nos deu. Foi com o evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor apagou todos os pecados do homem e do seu povo de uma vez por todas.
  
 
Hoje estamos pregando o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo
 
Assim como Jesus curou muitos que encontrou, também estamos curando espiritualmente muitas pessoas. Ao pregar o evangelho da água e do Espírito para todos que querem crer em Deus de todo o coração segundo sua Palavra, nós estamos curando-os da sua enfermidade do pecado.
Pessoas no mundo inteiro estão sofrendo de um mal cultural sem precendentes causado pelo pecado. Alguns até acham que cometeram pecados tão hediondos que nunca poderão ser remidos deles. É, portanto, nosso dever curar essas pessoas desesperadas de todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito. Nós temos a capacidade de curar todas elas de sua doença espiritual. Somos todos capazes disso como crentes no evangelho da água e do Espírito, pois somos discípulos de Jesus.
Assim como nosso Senhor se preocupou muito com os gentios, também devemos nos preocupar com eles. E assim como ele curou inúmeros enfermos de diversas doenças, também devemos curar os pecadores de sua doença espiritual. É exatamente essa obra que estamos fazendo agora. Embora estejamos fazendo essa obra de Deus até hoje, devemos ser mais zelosos nos dias que virão. Quando reconhecermos que é da vontade de Deus que façamos essa obra é que veremos o Espírito Santo trabalhando em nosso coração. É graças ao Espírito Santo que habita em nós que podemos pregar o evangelho da água e do Espírito a todos os enfermos espirituais que estão ao nosso redor.
Eu quero passar os próximos minutos relembrando alguns pontos para encerrar esse sermão. Nosso Senhor está realmente fazendo a obra de Deus através de nós, crentes do evangelho da água e do Espírito.
João Batista cumpriu fielmente todo o seu dever até ser recebido nos braços de Deus. O que João Batista fez nessa terra? Ele fez duas coisas importantes: primeiro, passou para Jesus Cristo todos os pecados não somente do povo de Israel, mas do mundo todo; segundo, testificou dessa verdade da salvação. O que ele testificou foi que Jesus era o Messias e o Filho de Deus. Através do seu testemunho, João Batista tornou conhecido em todo o mundo que Jesus veio a essa terra como o Cordeiro de Deus, levou todos os pecados do mundo ao ser batizado por ele, apagou todos esses pecados sacrificando a si mesmo, como o bode emissário do Antigo Testamento fazia expiação ao morrer pelos pecados do povo de Israel.
Outro papel que João Batista desempenhou foi apontar o pecado das pessoas. Ele repreendeu até o rei Herodes por seus pecados, e por isso foi martirizado. Ao mesmo tempo, João Batista foi tão humilde que quando seus discípulos lhe disseram que todos estavam seguindo Jesus, ele disse-lhes: “O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu. Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele. Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido. É necessário que ele cresça e que eu diminua” (João3:27-30). Desse modo, João Batista humilhou-se perante o Senhor e lhe deu toda a glória. Ele mereceu ser chamado por Deus como o representante de toda a humanidade para passar os pecados do mundo para Jesus Cristo.
O Senhor levou todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, morreu na cruz enquanto levava esses pecados e ressuscitou dos mortos. Foi assim que ele se tornou o Salvador de todos que creem nessa verdade. O Senhor nos levou a ser salvos de todos os nossos pecados crendo apenas em sua justiça. Melhor dizendo, todos nós podemos ser salvos se simplesmente aceitarmos Jesus Cristo como nosso Salvador. E foi para testificar disso que João Batista veio a essa terra.
Depois que João Batista acabou toda a sua obra, dali em diante Jesus começou a pregar próximo a mar da Galileia: “Arrependei-vos, pois é chegado o reino dos céus.” Todos precisam voltar para a justiça de Jesus pela fé. Quem fizer isso poderá entrar no reino dos céus. Quem crer na justiça do Senhor pode ir para o céu.
Mas e você? Você realmente crê na justiça de Jesus Cristo? Esse mundo está à beira de uma terrível tempestade. Embora ele esteja quieto agora, podemos todos sentir que está para acontecer vários tipos de catástrofes. Catástrofes naturais estão acontecendo cada vez mais em todo o mundo, e as consequências da fome que está acontecendo também certamente gerarão uma crise por causa da falta de alimento. Em pouco tempo muitas pessoas morrerão de fome. Também há várias doenças que ameaçam fugir do controle e se tornar pandemias como a SARS, a gripe aviária e até mesmo a malária. Estão aparecendo em todo mundo mais e mais sinais assustadores. Estamos vivendo um tempo de calmaria antes da tempestade.
Hoje mais cedo eu passei algum tempo escrevendo algumas palavras que ficarão na capa de rosto da quinta edição dos sermões no evangelho de Mateus, e nele eu falava sobre os desastres que acontecerão no fim dos tempos. Eu escrevi que o tempo atual é a era do cavalo preto descrito no livro de Apocalipse. Quatro eras são mencionadas no livro de Apocalipse: a era do cavalo branco, a era do cavalo vermelho, a era do cavalo preto e a era do cavalo amarelo, e de todas elas, estamos indo rumo ao fim da era do cavalo preto. Eu escrevi isso na capa de rosto da minha série de sermões no evangelho de Mateus, e disse agora estamos vivendo essa era perigosa. Estamos realmente vivendo essa era dificil e perigosa. Depois de pregarmos totalmente o evangelho da água e do Espírito, o que há de vir virá.
Agora é realmente a era do cavalo preto. O preço da cesta básica disparou recentemente. Uma das causas por trás disso é a elevação constante do preço do gás; o que tem feito vários países buscarem fontes alternativas de energia. O milho, por exemplo, tem tido muita demanda porque pode ser transformado em etanol. Por isso que o milho tem sido usado mais como combustível alternativo do que como fonte de alimento. Seu preço tem chegado às alturas, o que o torna inacessível aos pobres dos países em desenvolvimento. Mais preocupante do que a crise mundial de alimento é a crise do aquecimento global. Os cientistas advertem que, a não ser que alguma coisa seja feita para deter o aquecimento global, as variações climáticas resultarão em catástrofes. Nós realmente estamos vivendo em uma era perigosa.
Por isso que todos neste mundo devem voltar para Jesus Cristo e crer no evangelho da água e do Espírito, antes que seja tarde. Esse é o único modo de se livrar da destruição iminente. Todos nós devemos voltar para Jesus Cristo, que veio pelo evangelho da água e do Espírito, e crer nele. Só assim todos poderão entrar no reino dos céus e viver ali.
O Senhor está nos dizendo que o tempo atual será como nos dias de Noé. Esse mundo, melhor dizendo, será destruído de repente. Mas embora a destruição do mundo esteja às portas, as pessoas vivem tão ocupadas com seus próprios negócios que ainda não estão prontas para crer na salvação que o Senhor trouxe a elas através do evangelho da água e do Espírito. O Senhor disse que todas essas pessoas serão destruídas por não ter a fé que poderia libertá-las.
Mas o Senhor disse que não virá como um ladrão para os filhos de Deus. Nós crentes no evangelho da água e do Espírito podemos saber quando o Senhor virá. E como estamos pregando o evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus com relação ao fim dos tempos logo se cumprirá. Embora alguns creiam no evangelho da água e do Espírito, outros o rejeitam. No entanto, o Senhor está oferecendo a todos uma chance de crer nesse verdadeiro evangelho.
Agora a porta está aberta para pregarmos o evangelho em todo mundo. E não demorará muito até que o evangelho da água e do Espírito entre em cada país. Como os discípulos de Jesus, você e eu que cremos no evangelho da água e do Espírito devemos trabalhar duro para levar a remissão de pecados a todos nesse mundo. Nosso trabalho é curar a alma das pessoas. Melhor dizendo, devemos ajudar todos a receber a remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito. Assim é que eles irão para o céu.
É imprescindível que preguemos o evangelho da água e do Espírito a todos nesse mundo. Então vamos todos despertar para o chamado do Senhor e fazer sua obra pela fé no evangelho da água e do Espírito. Ao invés de olhar para esse mundo que logo será destruído, vamos todos olhar para o Senhor e completar fielmente cada obra que ele nos confiou.
Aleluia!