The New Life Mission

Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-12] (Romanos 3:19-28) Pelo que somos justificados?

(Romanos 3:19-28)
“Ora, nós sabemos que tudo o que a lei diz aos que estão debaixo da lei o diz, para que toda boca esteja fechada e todo o mundo seja condenável diante de Deus. Por isso, nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado. Mas, agora, se manifestou, sem a lei, a justiça de Deus, tendo o testemunho da Lei e dos Profetas, isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que creem; porque não há diferença. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus, ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus; para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus. Onde está, logo, a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não! Mas pela lei da fé. Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, sem as obras da lei.”
 
 
Como vão vocês todos? Eu acabei de chegar do encontro de avivamento da igreja de Chungju. Estive com os líderes da nossa igreja, pregando a Palavra de Deus com eles. Nós também conversamos sobre a criação de websites para cada país ao redor do mundo. Precisamos preparar um website para cada idioma, dar nome a eles segundo a nacionalidade ou idioma adicionando a abreviatura ‘nlm,’ que são as iniciais do nome da nossa organização em inglês, New Life Mission. Por exemplo, se o novo website for para os brasileiros, seu nome será www.nlmbrasil.com. Mas se for para as pessoas no mundo que falam Urdu, seu nome será www.nlmurdu.com. Pessoas de todo mundo encontrarão o evangelho da água e do Espírito solicitando nossos livros virtuais ou impressos quando anunciarmos este website na internet. Nós conseguiremos fazer isso tendo homepages em cada idioma do mundo.
Hoje vou pregar sobre a verdade que o Senhor falou em Romanos 3. E farei isso me atendo a Romanos 3:24: “Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.” E eu quero falar que a justiça de Deus, que nos salva de todos os pecados do mundo, é revelada no evangelho da água e do Espírito.
O Apóstolo Paulo disse em Romanos 3:19: “Ora, nós sabemos que tudo o que a lei diz aos que estão debaixo da lei o diz, para que toda boca esteja fechada e todo o mundo seja condenável diante de Deus.” Está escrito que a lei é para todos os pecadores. Deus nos deu a lei para que ninguém neste mundo diga: “Eu não tenho pecado perante Deus.” Melhor dizendo, a lei foi dada a todo homem para que ele entenda sua condição como pecador aos olhos de Deus e para que os pecadores não reivindiquem sua própria justiça perante ele.
A Bíblia diz que todo ser humano – judeus ou gentios, jovens ou idosos – não passam de pecadores perante Deus. Ele nos mandou obedecer à sua lei, mas não conseguimos guardá-la porque nascemos pecadores. Portanto, o texto bíblico que diz que “pela lei vem o conhecimento do pecado” é verdadeira. E também está escrito: “Por isso, nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado” (Romanos 3:20). Em suma, a lei nos permite ver como realmente somos pecadores. A melhor maneira de compreendermos o homem é começando no porquê Deus nos deu a lei. O conhecimento da lei de Deus é muito importante para nós.
Quando assistimos a filmes históricos na TV, há algumas cenas de tortura para obter a confissão de um suspeito. O motivo para torturar um suspeito é achar uma pista do crime que ele cometeu e levá-lo a confessar. No entanto, o ser humano não está atento ao fato de levar uma vida de pecado perante Deus. Talvez isso ocorra devido ao ponto de vista diferente que as pessoas têm. Alguns que já admitiram ter cometido pecado podem mudar de ideia com o passar do tempo. Como podemos ver, o conceito de pecado pode mudar com o tempo.
As pessoas podem pensar assim: “O que há de pecado nisso? Eu costumava pensar que isso era pecado, mas pensando bem, agora vejo que não é.” Todos tentam justificar a si mesmos com suas próprias desculpas. Em casos assim, somente a Palavra de Deus pode dizer se alguém é pecador ou não. A Palavra de Deus é o padrão que avalia nossas ações e o nosso coração. É verdade que pela lei vem o conhecimento do pecado. Todos nós somos pecadores inatos perante Deus. A lei de Deus é a série de ‘sim’ e ‘não’ do Senhor. Deus nos mandou: “Não terás outros deuses perante mim. Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão. Não matarás. Não adulterarás. Não roubarás. Honre seu pai e sua mãe.” Foi assim que ele nos mostrou o que devemos ou nao fazer. Os mandamentos de Deus mostram nossas responsabilidades para com ele e o nosso próximo. Portanto, precisamos analisar nosso coração sobre os mandamentos de Deus e reconhecer o que fizemos de bom e de ruim. É por isso que está escrito que pela lei vem o conhecimento do pecado.
É deste modo que todo homem reconhece seus pecados através da lei de Deus. Porém, muitos ainda dão desculpas, dizendo: “Por acaso eu cometi algum pecado grave para ir para o inferno?” Pouco depois admitem que pecaram segundo a lei de Deus. Você não está fazendo a mesma coisa? Então, só podemos discernir se estamos levando ou não uma vida justa quando julgarmos a nós mesmos baseados na lei de Deus. Julgar a nós mesmos baseados em nossas próprias emoções é o mesmo que nos enganar. Aos olhos de Deus, esta não é uma análise exata de nós mesmos.
 
 
Então como podemos receber a remissão de pecados?
 
A Bíblia diz: “Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23). Não devemos nos esquecer que somos justificados gratuitamente pela graça de Deus através da redenção que está em Cristo Jesus. O texto bíblico que diz: “sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus,” quer dizer que nossos pecados foram tirados na prática, não apenas na teoria. Mas como nossos pecados foram remidos? É pela fé na redenção que está em Cristo Jesus, que veio pelo evangelho da água e do Espírito, que nos tornamos sem pecado.
A frase “em Cristo Jesus” significa que podemos ser salvos apenas pela sua justiça. Nosso Senhor nos salvou com seu ato de justiça. Ele pagou a pena por nossos pecados levando-os sobre seu corpo e morrendo na cruz.
Você e eu éramos pecadores desde o nascimento e enfrentaríamos o juízo inevitável de Deus por quebrarmos sua lei; mas pudemos receber a remissão de pecados porque cremos na obra da redenção que o Senhor cumpriu. A única razão de podermos receber a redenção dos pecados do mundo é Jesus Cristo; Deus o fez levar todos os nossos pecados com seu batismo e também a pena por todos eles ao verter seu sangue pendurado na cruz. O objetivo do Senhor era nos tornar sem pecado pela fé ao nos libertar de todos os pecados do mundo. Podemos dizer que nos tornarmos sem pecado de uma só vez por crermos no evangelho da água e do Espírito, graças à redenção em Jesus Cristo. Você e eu nos tornamos totalmente sem pecado, pois o preço por nossos pecados foi pago através da obra redentora de Jesus Cristo, que se cumpriu com seu batismo e seu sangue. Nosso Senhor foi batizado por João Batista para levar todos os nossos pecados, e entregou a si mesmo na cruz para pagar por todos eles. Ele morreu por nós, mas foi enterrado numa tumba escura para ressuscitar dos mortos e libertar do pecado nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. Por seu amor e justiça, o Senhor nos tornou pessoas sem pecado, sem nenhuma mancha, somente pela fé no evangelho da água e do Espírito.
Muitos cristãos sabem que não receberam a salvação por guardar a lei de Deus e foram privados de conhecer a verdade que nos torna libertos do pecado quando crermos no evangelho da água e do Espírito. Eles sabem que guardar lei de Deus não traz salvação, mas não conhecem a verdade que os leva a ser salvos crendo na justiça de Jesus Cristo. Isso significa que eles nunca ouviram alguém que verdadeiramente conhece a Palavra de Deus. E isso os tornou legalistas.
Quem então são os legalistas cristãos? Os cristãos legalistas dos quais estou falando são aqueles que creem que podem ter seus pecados purificados através de orações de arrependimento quando pecam contra Deus ou o homem. Eles têm certeza que receberam a remissão de pecados porque fazem suas orações de arrependimento e têm fé no precioso sangue de Jesus na cruz. Esta é uma fé legalista. Por isso que eles desperdiçam muito tempo fazendo obras virtuosas. Eles creem que merecem a salvação por se arrependerem de seus pecados ao invés de confiar na justiça do Senhor. Por isso podemos dizer que eles confiam em suas obras, e não na justiça de Deus. Eles não podem receber a remissão de pecados porque rejeitam o evangelho da água e do Espírito. Portanto, seu coração ainda está cheio de pecado.
 
 
O que se entende por “redenção em Cristo Jesus”?
 
A palavra ‘redenção’ significa a verdade do evangelho da água e do Espírito. Isso quer dizer que o Senhor foi batizado por João Batista, derramou seu sangue na cruz e ressuscitou ao terceiro dia para pagar a dívida de todos os nossos pecados para nos salvar. Também significa que Deus enviou seu Filho Jesus Cristo a essa terra para nos redimir pagando toda nossa dívida. Deus enviou seu Filho a essa terra, passou todos os pecados do mundo para ele, o fez receber a punição por esses pecados ao ser crucificado para que pudeste salvar aqueles que creem nessa verdade. Jesus recebeu um coroa de espinhos e foi gravemente ferido; ele se fez carne como nós e foi punido em nosso lugar. Embora nunca tenha cometido pecado algum, ele foi batizado por João Batista, se entregou na cruz e ressuscitou ao terceiro dia para libertar a todos. Graças a ele, todo o preço pelos nossos pecados foi pago e nos tornamos justos pela fé na justiça de Deus. Ele nos tornou plenos através de seu Filho. Portanto, o evangelho da água e do Espírito é a prova de que a nossa salvação foi completada.
No entanto, os cristãos de hoje não entendem esta verdade mesmo depois de ouvir o evangelho da água e do Espírito, pois foram enganados durante muitos anos pelas várias doutrinas cristãs. Sem compreender a verdade da água e do Espírito, eles não conseguem perceber a grande misericórdia da salvação que está no Pai. Se não compreendermos a salvação que o Senhor completou com o evangelho da água e do Espírito, não poderemos chamar Deus de ‘Aba Pai’ e nem conseguiremos entender o significado da redenção em Cristo Jesus. As palavras ‘redenção em Cristo Jesus’ podem ser entendidas somente pelos que verdadeiramente compreendem o evangelho da água e do Espírito. A ‘redenção’ é a palavra chave que todos nós precisamos compreender. Eu espero que você entenda totalmente o significado deste texto bíblico: “Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.”
Deus nos deu esse mandamento, mas não conseguimos guardá-lo. Por isso que está escrito: “Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença” (Romanos 3:21-22). A justiça de Deus é revelada no evangelho da água e do Espírito. E este é o evangelho da salvação que a lei e os profetas testificaram. O evangelho da água e do Espírito é o evangelho da verdade que foi profetizado milhares de anos antes de o Senhor vir a essa terra. Este é o evangelho que Deus prometeu como a maneira de remir pecados inserido no sistema sacrificial do Tabernáculo, ou seja, a imposição de mãos e o derramar do sangue. As pessoas não conhecem a verdade de que Deus já libertou os pecadores com o evangelho da água e do Espírito; por isso creem em Jesus em vão, sendo enganadas por muitas doutrinas cristãs falsas. É por isso que desejo tanto que você conheça a verdade da salvação de Jesus Cristo no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Nós estamos pregando o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro porque muitos estão morrendo enganados por falsas doutrinas cristãs
 
Devemos pregar o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo. Muitas pessoas têm nascido de novo crendo neste verdadeiro evangelho através do nosso ministério de literatura. Mas alguns ainda insistem em não aceitá-lo. Eles dizem que creem no que seus pastores pregam, quando seria tão simples admitir sua ignorância e aceitar o evangelho da água e do Espírito. Sua desculpa é que seus pastores disseram que eles precisam fazer orações de arrependimento e agora creem que é isso que devem fazer. Para eles, o que mais importa não é o que a Bíblia diz, mas o que seus pastores dizem. Eles se exaltam por causa do tamanho da sua denominação. É um absurdo o que eles dizem. Por exemplo: “Nossa igreja é a maior de todas as igrejas presbiterianas do mundo.” Mesmo assim, os líderes desta denominação precisam pregar o evangelho da água e do Espírito para os seus membros.
Eu tenho muito o que pregar sobre o evangelho da água e do Espírito, tanto no Antigo como no Novo Testamento. O livro de Romanos também tem muitas passagens que falam do evangelho da água e do Espírito. Eu geralmente prego o evangelho da água e do Espírito no livro de Romanos. Hoje eu continuo pregando neste livro. Por que eu continuo pregando o evangelho? Eu pretendo compartilhar meus sermões sobre o evangelho da água e do Espírito com pessoas do mundo todo através do nosso ministério de literatura.
Quando há uma ferida em nosso corpo, temos que tratá-la rapidamente. Do contrário, ela pode nos matar. E uma simples dose de penicilina pode parar a infecção. Há uma grande diferença entre os que tomaram um medicamento injetável e os que não tomaram. Do mesmo modo, há muitos cristãos que não conhecem o evangelho da água e do Espírito ou não creem nele, enquanto vocês e eu cremos neste verdadeiro evangelho e recebemos a remissão de pecados. Sendo assim, todo pecador precisa compreender o evangelho da água e do Espírito e pôr sua fé nele.
O Senhor disse que somos a luz do mundo. E o que ele chama de luz é o evangelho da água e do Espírito que cremos. Podemos viver como a luz do mundo distribuir alimento para ninguém, só pregando o evangelho da água e do Espírito. Para nos tornarmos a luz do mundo, precisamos compartilhar este verdadeiro evangelho com cada pecador do mundo. O que a Bíblia enfatiza nos dois Testamentos é que quem crê na justiça de Jesus será liberto de todos os pecados. Por isso que todos devem entender o evangelho da água e do Espírito e aceitar Jesus como seu Salvador.
 
 
O que é mais importante: o que a Bíblia diz ou o que o pastor diz? 
 
De agora em diante vocês devem procurar na Bíblia se o que estou falando é verdade ou não. Vocês precisam examinar se estou pregando corretamente a Palavra de Deus. É pela fé no evangelho da água e do Espírito que vocês têm que entender a palavra ‘redenção’. Segundo o verdadeiro evangelho da água e do Espírito, Jesus, o Filho de Deus, veio a essa terra, levou os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, derramou seu sangue e morreu na cruz, ressuscitou ao terceiro dia, e nos libertou a todos dos nossos pecados. O que é redenção então? Redenção é o pagamento de todas as nossas dívidas através do batismo e da crucificação de Jesus. Esta palavra redenção significa que Deus pagou o preço por todos os nossos pecados através do batismo e do sangue de seu Filho para nos libertar do pecado. Todos nós pecaremos até morrer, mas Jesus, o Filho de Deus, veio a nós, foi batizado e derramou seu sangue em nosso lugar. Por causa disso, fomos salvos de todos os nossos pecados pela fé na justiça de Deus. Quem crê no evangelho da água e do Espírito pode se tornar justo. Nós agora somos libertos do pecado porque cremos que Jesus, o Filho de Deus, levou todos estes pecados com seu batismo, pagando o preço por eles na cruz.
Por isso que honramos a justiça de Deus e servimos ao evangelho da água e do Espírito fielmente e de bom grado. Todos nós precisamos fazer isso para pregar este verdadeiro evangelho em todo o mundo. Por que precisamos pregar o evangelho da água e do Espírito? Porque queremos pregar a redenção que há em Cristo Jesus.
Está escrito: “Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus; para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus” (Romanos 3:25-26).
O que o versículo acima está dizendo é que fomos salvos pelo evangelho da água e do Espírito; Jesus nos libertou de todos os nossos pecados. Quem é o nosso Libertador? Jesus é aquele que nos libertou dos pecados do mundo. Ele é o nosso Libertador. Quem é este Jesus? Ele é o Filho de Deus. Deus o enviou a nós encarnado como um homem como nosso Salvador.
 
 
Podemos ser reconciliados com Deus através do evangelho da água e do Espírito
 
Romanos 3:26 diz: “Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.” Podemos aprender algo neste versículo com as palavras ‘justo’ e ‘justificador’. O Senhor apagou todos os nossos pecados com seu ato de justiça. Jesus levou todos os nossos pecados quando foi batizado por João Batista, pagou o preço por eles ao ser crucificado; e se tornou nosso Salvador quando ressuscitou ao terceiro dia. Seu ato de justiça foi derrubar a barreira que havia entre Deus e nós, sendo batizado por João Batista e morrendo na cruz para nos fazer seus Filhos.
O que acontece então com os pecados que cometemos depois que nos tornarmos Filhos de Deus? Ele ‘perdoa nossas transgressões’ e a palavra ‘perdoa’ aqui significa ‘não atentar para algo’. O que Deus quer dizer com isso: “Você crê no que meu Filho fez por você?” Como responderíamos a essa pergunta? Diríamos: “Sim, eu creio. Eu não estou mais em pecado, pois o Filho de Deus tirou todos eles.” É bem verdade que ainda pecamos mesmo depois de termos fé no evangelho da água e do Espírito. Mas Deus perdoa todos estes pecados. Como ele faz isso? Seu Filho pagou o preço por cada um dos nossos pecados futuros, levando-os sobre seu corpo através do batismo, e pagou o preço por todos eles ao ser crucificado.
Naquela época, o Senhor Jesus demonstrou sua justiça para que fosse o justo e o justificador dos que tivessem fé nele. Deus revelou sua justiça a nós. E como ele fez isso? Enviando seu Filho como nosso Salvador encarnado como um homem, fazendo-o receber o batismo para levar todos os nossos pecados e morrer na cruz. Eu sei que vocês já ouviram isso, mas eu estou falando àqueles que ainda não ouviram este evangelho.
Deus demonstrou sua justiça. E como ele fez isso? Ele o fez através do ato de justiça do seu Filho: Jesus, o Filho de Deus, levou consigo todos os pecados do mundo pelo seu batismo, pagou o preço por eles, morreu e ressuscitou ao terceiro dia. Portanto, Deus é justo, assim como os que creem em seu ato de justiça. Vocês concordam comigo? Deus nos amou tanto e nos fez plenos através de seu Filho. Então, quem são os justos dentre os que têm fé e os que não têm fé nele? Aqueles que aceitam a Palavra de Deus pela fé são justificados.
Deus, através de seu Filho, apagou todos os nossos pecados, nos libertou pelo seu batismo, seu sangue, sua morte na cruz e sua ressurreição. Quem é justificado, os que aceitam esta verdade ou que rejeitam este evangelho? Quem é justificado para Deus? Os que têm fé no evangelho da água e do Espírito é que são justificados. Deus nos salvou através do seu Filho, e somos justificados quando cremos nesta verdade. Deus nos tornou seus filhos santos. Então, por sermos filhos de Deus, nos tornamos justos crendo nesta verdade. Sendo assim, tanto Deus como nós somos justos.
Por isso que está escrito: “Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus” (Romanos 3:26). Deus não é santo e justo para nós? Assim somos nós que temos fé na justa obra da redenção através do evangelho da água e do Espírito. Ser justo perante Deus significa ser liberto de todos os pecados. Mas ser liberto de todos os pecados não significa ser considerado justo. Na verdade, nos tornamos justos porque cremos na justiça de Jesus. Embora cometamos pecados todos os dias, não temos mais pecado algum porque cremos que a justiça de Jesus de fato apagou todos estes pecados de modo perfeito.
No entanto, a maioria dos cristãos diz que Deus não considera mais pecadores todos que creem em Jesus, seja como for. Eles dizem que, só por crer em Jesus como seu Salvador, os pecadores são considerados justos. Este conceito é conhecido como a doutrina cristã chamada ‘doutrina da justificação pela fé’, mas para ser mais preciso, podemos chamar esta doutrina criada pelo homem de ‘o credo de ser considerado justo pela fé.’ Este tipo de doutrina é apenas uma ideia de um mero homem com um QI entre 100 e 130.
As palavras ‘para ser justo,’ que se encontra em Romanos 3:26, foi dita a nós por Deus, e isso significa que nos tornamos livres do pecado quando reconhecemos que Deus apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. até hoje Deus nos chama de justos quando recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Nós nos tornamos sem pecado desde que Deus nos libertou de todos eles com o evangelho da água e do Espírito. Ele fez isso porque este foi o único modo de nos tornarmos realmente sem pecado. No que diz respeito a Deus, fomos libertos por ele todos os nossos pecados; no que diz respeito a nós, somos justificados quando temos fé em sua obra. Então, somos justos como Deus é. Aqueles cujos pecados são removidos por Deus são justos! Deus, que não tem pecado, realizou a obra da justiça que apagou todos os nossos pecados. Então, quando aceitamos isso, nos tornamos justos. Aí conseguimos entender realmente João 3:16, que diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Deus nos ama tanto e se agrada quando aceitamos a verdade e nos tornamos seus filhos. Nós nos tornamos justos crendo na sua justiça. Fomos salvos de todos os nossos pecados pela fé na justiça de Deus. Nossa salvação foi realizada não por obras, somente pela fé. Deus nos tornou crentes no evangelho que não têm pecado. Por outro lado, ele não justifica quem não tem fé no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus.
Como somos salvos dos pecados do mundo? Somos salvos de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus.