Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-23] (Mateus 6:5-8) A Maneira certa de orarmos a Deus

(Mateus 6:5-8)
“E, quando orares, não sejas como os hipócritas, pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que vê o que está oculto; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário antes de vós lho pedirdes.”
 
 
Como devemos orar a Deus?
 
Hoje eu gostaria de explicar a vocês como devemos orar ao Senhor. Primeiro, o Senhor disse aqui no texto bíblico deste capítulo que quando orarmos a Deus não devemos ser como os hipócritas. Isso significa que não devemos orar apenas para exibir nossa própria misericórdia aos outros, ficando parado na igreja, nas esquinas, só para ser visto. A quem devemos orar então? É claro que devemos orar ao justo Deus.
Como justos, existe algum tipo de cota que devemos cumprir quando orarmos a Deus? Não, a quantidade de oração não importa. O que realmente importa é orarmos a Deus com sinceridade e fidelidade. É natural todos nós orarmos a Deus fielmente. A questão é sobre como devemos orar. Devemos orar gritando de pé numa rua movimentada para todos verem? Não, como disse antes, não é assim que se faz. O Senhor nos disse para orarmos em silêncio a Deus, para que só ele possa nos ouvir. Deus então ouvirá nossas orações e responderá nossas petições.
Para orarmos a Deus da forma certa, a primeira coisa que devemos fazer é tirar todos os obstáculos entre Deus e nós. Somente assim poderemos ir perante sua presença. Isso significa que se houver algum obstáculo que impede de nos aproximar de Deus com uma consciência pura, primeiro devemos removê-lo. Esses obstáculos podem ser o que nos impedem de viver segundo os mandamentos de Deus, ou a hesitação em perdoar os erros dos nossos amados irmãos. Todas essas coisas que nos impedem de viver na luz são obstáculos, e antes de ir até a presença de Deus, primeiro devemos removê-los, pois o Pai vê tudo em secreto.
É, portanto, fundamental examinarmos a nós mesmos para ver se estamos na luz perante Deus, e se não há nada de errado em nossa vida. Devemos nos lembrar que todos esses pecados passaram para Jesus Cristo de uma vez por todas quando ele foi batizado por João Batista, e orar a ele pondo nossa fé na justiça de Deus. E para fazermos isso, ter fé na justiça de Deus é algo fundamental, mas também é necessário reconhecermos e confessarmos todas as nossas falhas. É dessa forma, colocando nossa fé na Palavra da verdade de Deus, que teremos todo o problema de transgressão resolvido.
Segundo, quando formos até Deus para orar, não devemos pedir apenas coisas para o nosso próprio bem. Essas orações são muito problemáticas. O livro de Tiago diz: “Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites” (Tiago 4:3). O que esse texto significa? Significa que Deus não responde qualquer oração que é feita por motivo errado. Nenhuma oração é respondida por Deus assim.
Portanto, quando formos até a presença de Deus, primeiro devemos ter nosso problema de pecado resolvido, e depois não devemos orar por nossos próprios deleites. Melhor dizendo, devemos orar apenas pelo bem do reino de Deus sem interesses particulares. Todos nós devemos pensar naquilo que agrada a Deus e orar por isso. Se, por outro lado, orarmos a Deus apenas pela satisfação de nossos próprios desejos carnais, então nossas orações não serão respondidas.
O problema que todos têm de pecado pode ser resolvido quando se puser a fé no evangelho da água e do Espírito que foi cumprido pelo Senhor. E isso só acontece crendo na Palavra de Deus. Nossos problemas atuais também serão resolvidos quando pedirmos a ajuda de Deus. Porém, até nós justos podemos passar por um problema quando formos diante da presença de Deus para orar. O pior que pode acontecer é orarmos somente pelas nossas necessidades ao invés de orarmos pela justiça de Deus. Essas orações obscurecem nosso pensamento. Elas fazem nós nos acovardarmos. Na verdade, elas realmente impedem que nosso coração tenha alguma coragem. É porque quando essas orações são feitas, nós vamos até a presença de Deus apenas por interesse. Por outro lado, o Senhor nos disse claramente em Mateus 6:33: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” O Senhor disse para primeiro orarmos pelo reino de Deus e por sua obra da salvação. É esse tipo de oração que Deus quer de nós. Quando orarmos, devemos ter o propósito certo que Deus quer que tenhamos. Deste modo, nossa oração não terá obstáculo algum.
Quando não existe nenhum obstáculo impedindo de nos aproximarmos de Deus, podemos orar com total confiança a ele, que vê em secreto. É assim que podemos orar a Deus com ousadia. E é daí em diante que todas as nossas necessidades são supridas. É dessa forma que todos os obstáculos existentes entre Deus e nós são removidos. Então podemos orar a Deus com sinceridade, podemos orar verdadeiramente por sua justiça.
 
  
Devemos fazer as orações que Deus quer ouvir de nós
 
Quando orarmos, devemos dizer o seguinte: “Senhor, oramos pelos teus servos que pregam seu evangelho. Proteja-os e lhes dê poder para que sua maravilhosa obra de pregação do evangelho possa ser feita em todo o mundo. Te pedimos que leve as almas até eles, ajude-os a pregar o evangelho da água e do Espírito com mais ousadia ainda e salve do pecado todas as almas que ouvirem esse evangelho.” Quando oramos assim, a coragem surge em nosso coração e assim podemos fazer uma oração de fé. E também devemos orar assim: “Pai, por favor, guarde todos os nossos irmãos para que eles tenham saúde. Fortaleça todos os seus servos e os abençoe para que o evangelho da água e do Espírito possa continuar sendo pregado por todo o mundo.” Isso significa orar pela edificação e expansão do reino de Deus, sem buscar satisfazer nossos próprios desejos carnais. São essas as verdadeiras orações que devemos fazer a Deus.
Se quisermos orar pelo reino de Deus, então devemos orar confiando em sua Palavra. E para fazermos isso, devemos primeiro ter o problema dos nossos pecados resolvidos. E devemos deixar de lado nossos próprios desejos carnais antes de ir para a presença de Deus orar pelo seu reino. Então nossa oração será sincera, a fé se fortalecerá, e nosso coração se encherá de coragem. Devemos orar por outras almas, por nossos irmãos, pelos servos e obreiros de Deus, e devemos apresentar a Deus os problemas que as pessoas estão enfrentando e orar por elas. Resumindo, devemos fazer orações de justiça de Deus. É por isso que, quando oramos, devemos fazê-lo com confiança em Deus que vê em secreto e buscarmos somente a ele, ao invés de orarmos alto diante das pessoas.
É por isso que nossa esperança está no reino do céu. Acima de tudo, o propósito da nossa oração deve estar na justa obra de Deus. A nossa oração deve ser pela justa obra. E nossa justa oração deve ser respondida somente por Deus. É por isso que somente o justo Deus pode ouvir todas as nossas orações e respondê-las. Deixe-me repetir algo mais uma vez: antes de ir até a presença de Deus para orar, primeiro você deve resolver o seu problema com o pecado, e também não deve ter nenhum motivo egoísta. Você deve orar pela pregação do evangelho da água e do Espírito, pelos servos de Deus, pela salvação das almas perdidas e pelos problemas que seus irmãos estão enfrentando.
Quando você orar assim, na verdade é a sua própria alma e fé que estão sendo beneficiados. Definitivamente essas orações são feitas pelo reino de Deus. Você passa a orar assim: “Senhor, faça-me viver uma vida justa. Faça-me viver por sua justiça. Dá-me fé na Palavra de Deus. Encha-me com o Espírito Santo e dá-me poder para servir ainda mais o evangelho. Dá-me um coração justo.”
Aqueles que oram sinceramente não oram para se mostrar para os outros, mas para fazer suas petições conhecidas por Deus. Essas pessoas vão até a presença do justo Deus e pedem por sua ajuda numa conversa mais íntima com ele. Quando for pedir a ajuda de Deus, a coisa mais importante é ter primeiro o problema dos seus pecados resolvidos, e depois deixe de lado seus próprios desejos e ore pelo reino de Deus. Assim você pode fazer a oração certa. Na verdade todos nós devemos orar a Deus da forma certa.
Por isso é muito importante nós aprendermos que tipo de oração é a correta. Nosso Senhor disse no texto bíblico deste capítulo: “E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente” (Mateus 6:5-6). Portanto, assim como o Senhor nos ensina aqui, todos nós devemos orar com sinceridade e fidelidade pela justiça de Deus. E como servos de Deus, devemos aprender como fazer essas orações.
Quando orarmos, a coisa mais importante a fazer é resolver o problema dos nossos pecados crendo antes na Palavra de Deus que veio pelo evangelho da água e do Espírito. Devemos então deixar de lado nossos próprios desejos, orar pelo reino de Deus e finalmente orar por nossas necessidades. Orações feitas assim se tornam orações intercessórias que ecoam no mundo todo. E para isso acontecer, devemos primeiro orar pela expansão do reino de Deus.
 
 
Orações que são feitas pela expansão do reino de Deus
 
Jesus nos ensinou: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Então o que significa buscar primeiro o reino de Deus e sua justiça? Significa buscar os interesses do reino de Deus. Que tipo de oração então busca os interesses do reino de Deus? São as orações feitas assim: “Senhor, por favor, guarde os servos do seu reino e seja com eles. Faça com que o evangelho da água e do Espírito esteja em toda a terra, e faça com que ele seja testificado em cada tribo. Faça com que todos nesse mundo creiam no seu evangelho, até os confins da terra. Também abençoe as famílias de todos os justos para que sua alma seja salva do pecado. Senhor, também pedimos que nos abençoe em abundância para que possamos pregar seu evangelho com mais vigor ainda. Nos dê saúde para que possamos nos dedicar ainda mais ao seu reino. Abençoe a todos na sua obra que estamos fazendo. Encha-nos com o Espírito Santo. Fortaleça nossa fé mais ainda. Fortaleça a fé dos nossos irmãos. Seja sempre com eles e cuide de todos os seus problemas. Conforte-os, Senhor, e restaure sua saúde quando caírem doentes. Cure-os com seu poder. Também faça com que nossa família creia em ti, para que sua alma seja salva. Livre seus servos da tentação, os conforte, renove suas forças e os proteja para que nunca fiquem fracos e abandonem sua fé. E quando passarmos por lutas, nos dê sempre um modo de vencê-las. Em nome de Jesus nós oramos.”
Devemos orar assim porque o Senhor disse: “A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos” (Tiago 5:16). Na verdade, todos nós devemos orar de uma forma que agrade o nosso Senhor, e não há nada impossível para nós se nos fortalecermos com essas orações de fé. Não importa o quanto estejamos fracos, como Deus ouve a oração dos justos, podemos conseguir tudo através das nossas orações de fé. É por isso que devemos orar a Deus. E todos nós podemos orar a Deus, pois “sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido” (1 Pedro 2:9).
Nenhum de nós deve ficar desapontado com coisa alguma. Pelo contrário, todo justo deve orar a Deus pela fé. E todo justo deve saber como orar a Deus em profunda meditação, tendo uma conversa sincera e íntima com Deus. Somente assim conseguiremos sua ajuda, seu poder e receberemos suas bênçãos em nossa vida.
Deus ouve nossa oração quando oramos em secreto. Ele atende o anseio do nosso coração. Jesus Cristo está sempre conosco. Nós podemos orar a Deus graças à justiça de Jesus Cristo e somos o seu povo abençoado. É por isso que aqueles que oram a Deus com sinceridade podem viver pela justiça do Senhor. Ao crer na justiça de Deus, todos nós podemos orar a ele e levar uma vida justa.
Nós todos precisamos alcançar a maturidade espiritual. E com essa maturidade, devemos saber como orar corretamente a Deus com o pensamento e o sentimento certo, saber como buscar a justiça de Deus e seu reino, como orar por nossos irmãos, como orar pelos outros e como orar por nós mesmos. A Bíblia diz que se não soubermos pelo que orar, o Espírito Santo se torna nosso intercessor e ora a Deus por nós com gemidos inexprimíveis (Romanos 8:26).
É, portanto, muito importante aprendermos como orar. A oração correta é algo que todos nós devemos aprender. Como justos, devemos saber como mover o coração de Deus a nos ajudar em todas as coisas. Na verdade, todos nós devemos ser pessoas de oração que fazem suas petições conhecidas por Deus. Então devemos orar sem cessar.
Todos os justos não tem escolha a não ser orar quando passam por aflições. A oração é uma das armas mais poderosas que temos. Assim como a Palavra de Deus é nossa arma poderosa quando lutamos contra o diabo, a oração fiel é outra arma poderosa que temos quando lutamos contra nossas dificuldades. Todo problema é resolvido quando vamos até a presença de Deus e oramos a ele com fé. É quando o justo ora que Deus ajuda. O povo de Deus e seus servos que sabem como confiar seus problemas a Deus nunca erram. Mesmo quando tropeçam, eles voltam a ficar de pé, pois Deus os restaura e os põe firmes.
Amados irmãos, para orar a Deus corretamente, primeiro você deve lidar com seus problemas pondo sua fé no evangelho da água e do Espírito. Se você crer nesse verdadeiro evangelho, que é a Palavra de Deus, seu coração certamente ficará sem pecado. Depois disso, você deve então buscar a justiça de Deus e orar por ela com um coração puro.
Vocês compreendem agora como devem orar? Agora vocês conseguem orar corretamente? Todos nós somos sacerdotes reais que podem orar a Deus pela fé.
Com o texto bíblico deste capítulo aprendemos como devemos orar. Existe algum obstáculo que o impede de orar a Deus? Se você tem pecado, esse é o primeiro obstáculo que você deve tirar. Então como você pode tirar esse obstáculo do pecado? Ao pôr sua fé na Palavra de Deus, você primeiro deve admitir para ele que pecou. E deve reconhecer pela fé que todos os seus pecados passaram para Jesus quando ele foi batizado e que ele foi totalmente condenado por todos os seus pecados na cruz. Você também deve crer que ele veio de volta à vida ao ressuscitar dos mortos ao terceiro dia. Então, seu problema com o pecado foi resolvido. Por isso você pode orar a Deus, mas não deve apenas orar pelos seus próprios desejos e ambição. Pelo contrário, você deve primeiro orar pelo reino de Deus. Então você poderá orar corretamente a Deus com sinceridade.
Pelo que devemos orar constantemente? Devemos orar pelo reino de Deus e sua justiça. Então o que é a justiça de Deus? Não é outra senão o evangelho da água e do Espírito. Você resolveu o problema dos seus pecados pondo sua fé no evangelho da água e do Espírito? Se sim, então é graças a sua fé no evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus, que você se tornou sem pecado. É por isso que você deve sempre meditar na verdade que Jesus já apagou todos os seus pecados ao ser batizado.
Hoje, alguns servos de Deus estão viajando para um país remoto para pregar o evangelho. Então é mais que justo nós terminarmos o sermão de hoje dando nossas mãos em oração. Então vamos todos orar a Deus: “Pai, seus servos estão indo para uma terra distante como estrangeiros para pregar seu evangelho. Pedimos que o Senhor os guarde e lhes dê saúde para que possam retornar seguros. Faça o evangelho ser proclamado e faça sua maravilhosa obra através destes servos. Senhor, alguns da nossa própria família ainda não foram salvos. Oramos por eles também, para que sua alma seja salva. Pedimos para que o Senhor proteja todos os nossos irmãos também. Livre-os da tentação e mostre-lhes o caminho quando passarem por aflições nesse mundo. Encha-os com o Espírito Santo. Faça-os pessoas de fé. Dê-lhes seu poder e abençoe a todos. Em nome de Jesus nós oramos. Amém.”