Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 1-2] (Lucas 1:1-17) Jesus é o Salvador dos Humildes

(Lucas 1:1-17)
“Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio; para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado. Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; e o seu nome era Isabel. E eram ambos justos perante Deus, andando sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Senhor. E não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e ambos eram avançados em idade. E aconteceu que, exercendo ele o sacerdócio diante de Deus, na ordem da sua turma, segundo o costume sacerdotal, coube-lhe em sorte entrar no templo do Senhor para oferecer o incenso. E toda a multidão do povo estava fora, orando, à hora do incenso. E um anjo do Senhor lhe apareceu, posto em pé, à direita do altar do incenso. E Zacarias, vendo-o, turbou-se, e caiu temor sobre ele. Mas o anjo lhe disse: ‘Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João. E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe. E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, e irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, ‘para converter os corações dos pais aos filhos,’ e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto’”.
 
 
Lucas, um dos discípulos de Jesus, pregou a Palavra do Senhor e escreveu sobre o que os apóstolos fizeram ao escrever o evangelho de Lucas e Atos dos apóstolos. Ele escreveu sobre o ministério de Jesus e seus ensinamentos no evangelho de Lucas. Além disso, ele registrou em detalhes a obra que os apóstolos e discípulos de Jesus fizeram através do Espírito Santo depois que ele voltou para o céu, pois queria deixar isso para as futuras gerações. Portanto, Lucas teve grande interesse em deixar registrado em seus escritos a obra do Senhor e dos seus discípulos e apóstolos. Sua intenção foi mostrar de modo bem claro que Jesus é o Salvador e toda obra que foi feita pelos apóstolos através do Espírito Santo. Para isso, ele escreveu sobre todos estes fatos minuciosamente em seus livros.
Ele escreveu: “Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio; para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado”. O que parece é que ele ensinou a um homem chamado Teófilo (alguém da alta classe, pois sua carta foi endereçada ao ‘excelente’ Teófilo) o evangelho e a Palavra. Mas ele estava muito preocupado que outros lessem pudessem ler o que ele escreveu e não entender bem o evangelho que ele contou a Teófilo, e que alguém mais tarde duvidasse dele ou o usasse erradamente para criar alguma religião, doutrina ou denominação.
De todo modo, muitos discípulos, inclusive João, Marcos e Mateus, o publicano, escreveram o evangelho de Jesus Cristo com a mesma intenção que eu citei antes. Lucas também viu que precisa conhecer bem o evangelho, pregá-lo e escrevê-lo em detalhes. Ele então pegou a pena, escreveu seu relato em detalhes e o enviou a alguém chamado Teófilo. E foi com os discípulos que ele ouviu sobre Jesus e aprendeu o evangelho. E já que queria enviar sua carta a este homem que possuía uma alta posição no governo, Lucas quis ser bem preciso sobre o evangelho desde o começo, a fim de mostrar que tudo aquilo de fato aconteceu e não era apenas superstição. Ele quis escrever algo que faria com que Teófilo tivesse a fé correta.
Então Lucas, o autor da carta, primeiro escreveu sobre João Batista ao dizer isso sobre Zacarias: “Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote chamado Zacarias, da ordem de Abias”. Ele começou falando sobre isso para mostrar que João era um mensageiro de Deus: o Elias que profetizou no Antigo Testamento é o João Batista que nasceu de Zacarias; Herodes era o rei da Judeia naquela época; João nasceu como filho de Isabel e do sumo sacerdote Zacarias; Deus enviou um anjo a Zacarias e, pelo poder da Palavra, sua esposa teve um filho que foi um grande profeta. Tudo isso não foi feito pelo poder do homem, mas de Deus. O anjo disse a Zacarias: “E Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João. E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe. E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, e irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, ‘para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto’”. Lucas quis escrever tudo isso em detalhes não somente a Teófilo, mas a todas as gerações futuras, para deixar claro que Jesus é o verdadeiro Salvador.
Ele começou a escrever seu evangelho no estilo de narrativa e como uma biografia. Se alguém quiser escrever a biografia de uma pessoa, ele precisa falar do fundo histórico da época em que ela viveu, do seu nascimento, da sua infância e juventude, e da história da sua família para dizer quem foram seus pais. Lucas escreveu tudo isso como uma biografia.
Nós podemos entender com detalhes que o Salvador Jesus Cristo veio e como ele veio através do relato biográfico da Bíblia. Irmãos, a melhor notícia para a humanidade foi que o Filho unigênito de Deus nasceu nessa terra como nosso Salvador para salvar aqueles que estavam em trevas e eram pecadores. Nós nascemos pecadores, mas depois nascemos e novo pela Palavra do evangelho de Jesus Cristo. Foi assim que nos tornamos povo de Deus. Desde o ventre de nossas mães já nascemos pecadores, mas depois Deus nos fez nascer de novo como justos. Ele fez a obra que nos tornou justos, fazendo-nos nascer primeiro nessa terra, e depois nascer de novo pela sua Palavra.
O Senhor é o Deus que veio a essa terra para fazer essa obra. Podemos dizer que a melhor notícia que já houve nessa terra é a que Jesus, que é Deus, veio a este mundo para salvar toda a humanidade. Muita coisa já aconteceu neste mundo e conosco também. Mas a melhor notícia para nós é que Jesus Cristo veio a essa terra para nos salvar. Isso é o que nos traz mais alegria. Jesus Cristo veio a essa terra num corpo humano para salvar a nós e a todos neste mundo. E esta é realmente a melhor notícia de todas; algo que devemos meditar sempre e jamais esquecer.
Mas por que Jesus Cristo veio a essa terra? Para quem ele veio? Eu, assim como Lucas, quero falar sobre isso agora. Eu quero dar graças ao Senhor que nos salvou do pecado e fez de nós povo de Deus. Deus enviou João Batista a essa terra antes que Jesus Cristo viesse. Ele primeiro enviou João Batista, e então enviou seu Filho unigênito através de Maria. Jesus Cristo, que é Deus, nasceu através do corpo da virgem Maria para nos salvar. O Espírito já havia profetizado pela boca de Maria que Jesus Cristo viria a essa terra num corpo carnal, e também disse a ela o que ele faria em breve depois de vir.
Vamos ler os versículos 49 e 50 de Lucas capítulo 1. “Porque me fez grandes coisas o Poderoso; e Santo é o seu nome. E a sua misericórdia é de geração em geração sobre os que o temem”. O Senhor da salvação veio a este mundo; e ele é Jesus Cristo. Está escrito: “E a sua misericórdia é de geração em geração sobre os que o temem”. Irmãos, Deus usa de misericórdia com aqueles que creem nele e o temem, e lhes dá a salvação de geração a geração. Deus veste com a salvação os que o temem. Jesus, o Salvador, veio a este mundo e disse que salvaria quem temesse a Deus.
Jesus, que é o Salvador de toda a humanidade, veio a essa terra e “com o seu braço, agiu valorosamente, dissipou os soberbos no pensamento de seu coração”. Irmãos, isso quer dizer que Jesus, o Salvador, veio a este mundo, mostrou o seu poder, dissipou os soberbos no pensamento do seu coração, e depôs do trono os poderosos. Ele elevou os humildes, encheu de bens os famintos e despediu vazios os ricos. Irmãos, isso quer dizer que o Salvador veio a este mundo, rejeita os que são soberbos de coração, os que confiam no poder deste mundo, os que confiam no dinheiro e não temem a Deus, e julga todos eles. Nosso Senhor Jesus Cristo foi aquele que veio a este mundo como o nosso Salvador.
Nosso Senhor veio a essa terra e não suporta os que são orgulhosos aqui e não temem a Deus. Deus julga todos estes e os destitui. E já que ele veio a essa terra como nosso Salvador, ele não deixa impune aqueles que são soberbos por causa da sua riqueza ou que jamais ficarão órfãos ou viúvos. Deus julga e amaldiçoa os que se exaltam, aqueles que não o reconhecem embora tenham sido criados por ele, e os que dizem que não precisam dele porque são ricos materialmente e de tudo que há neste mundo.
Para quem Jesus veio a este mundo então? Ele veio para salvar os pecadores, os simples e humildes de coração. Isso quer dizer que o Senhor veio salvar os humildes deste mundo. Ele veio para salvar os pobres, os que temem a Deus e os humildes. O Senhor é misericordioso com aqueles que usam de misericórdia com os outros, mas julga os que são soberbos e maus. Jesus, o Salvador que veio a essa terra, teve compaixão daqueles que usavam de compaixão, teve misericórdia de quem usava de misericórdia, e julgou os que precisam ser julgados. Este é Jesus Cristo, aquele que veio a este mundo.
Irmãos, vocês creem que Jesus Cristo é o Salvador que veio a este mundo? Foi uma dádiva maravilhosa ele ter vindo a essa terra. O Senhor não veio para salvar uma ou duas pessoas apenas; ele veio para salvar este mundo. O Senhor que veio para salvar este mundo é o Deus de poder. Ele não veio para salvar a vocês e a mim apenas; ele veio para salvar todos neste mundo. Jesus Cristo é aquele que veio para salvar o homem que havia caído em pecado por causa de Satanás e vivia em luta aqui.
Ele veio para salvar a todos neste mundo, mas há pessoas que não creem nele. Há pessoas que não reconhecem Jesus Cristo. Existem aqueles que são orgulhosos. Mas o Senhor irá julgar todos eles. Ele é Deus. Jesus Cristo é o nosso Salvador que nos tornou povo de Deus nos fazendo nascer de novo e nos salvando pessoalmente. Ele veio a essa terra e fez tudo isso. Irmãos, nosso Senhor veio para os que são pobres e humildes, para os que são simples e temem a Deus, e é seu Salvador.
Jesus Cristo nasceu numa pequena cidade chamada Belém quando Herodes era rei da Judeia e Augusto César, imperador de Roma. Ele nasceu numa humilde manjedoura onde ficavam os animais porque não havia lugar para ele na estalagem. O Salvador que veio a este mundo nasceu num lugar simples; uma manjedoura onde os animais eram alimentados e dormiam. Contudo, muitas pessoas naquela época não gostaram de Jesus Cristo, como hoje. Os soberbos especificamente não gostaram dele e não o aceitaram como seu Salvador. Eles julgaram Jesus Cristo pela aparência e não o aceitaram, embora ele tenha vindo para salvar sua alma do pecado.
Irmãos, como Jesus Cristo lida com essas pessoas que são tão soberbas assim? Ele as rejeita. Jesus só entra no coração e se torna o Salvador dos humildes. O Senhor veio para os que estão sujos pelo pecado, que não têm do que se orgulhar e com sinceridade esperam o Salvador que verá sua simplicidade. Ele veio para salvar os que eram cativos, maltratados e não tinham nenhuma esperança. Jesus Cristo não veio para os que são ricos materialmente e acham que podem viver sem Deus porque possuem muito neste mundo. E embora ele quisesse salvá-los, eles não o aceitaram.
Lucas 2 diz que Jesus nasceu num estábulo porque não havia lugar para ele na estalagem. E assim como ele não nasceu num lugar lindo e maravilhoso, ele não pode entrar no coração daqueles que acham que são alguma coisa e ricos de espírito. Ele não pode ser seu Salvador. Jesus veio como o Salvador de todos neste mundo, mas eles não o aceitarem como tal e o rejeitaram. Então, ele é o Salvador especialmente dos que são humildes neste mundo. Ele é o Salvador dos pobres, daqueles que desejam a Deus e pedem sua ajuda. Todos que vivem neste mundo, sejam eles quem forem, certamente terão um encontro com Jesus se o quiserem, buscá-lo e reconhecê-lo. Jesus Cristo é aquele que salva do pecado os que creem nele e o seguem.
Irmãos, Jesus Cristo é o nosso Salvador que veio a essa terra e salvou os humildes. É por isso que devemos ser gratos a ele e reconhecer que somos desprezíveis desde que nascemos, que não há nada de bom em nós, nada do que possamos nos orgulhar. Porém, se formos orgulhosos e acharmos que há algo de bom em nós, apesar de sermos desprezíveis, acabaremos rejeitando o Senhor quando ele vier a nós. Mas nós somos gratos a Deus por ter nos enviado o Senhor, por ele ter nascido no nosso coração, nos ter feito seu povo por sermos humildes neste mundo e por reconhecermos isso. Isso não é verdade? Claro que é.
Irmãos, nós também temos que ser gratos por não termos nascido num lar de pessoas que buscam poder nessa terra. Aos olhos de Deus, esse tipo de gente não é humilde. Quando têm algum poder nessa terra ou ficam ricos, todos eles se tornam soberbos e nada move seu coração. Irmãos, é fácil o filho do presidente rejeitar Jesus Cristo por causa do seu orgulho em ser filho do presidente e do poder deste mundo que o seduz. Há muitos que rejeitam Jesus de forma absurda dizendo que são descendentes dos heróis da nação, filhos e netos de generais. Mas nós, por outro lado, temos que dar graças por não termos gente assim na nossa família. Há muita gente famosa na nossa família? Irmãos, aqueles que têm gente famosa na sua família geralmente se apegam a essa fama e no fim acabam indo para o inferno. Portanto, temos que ser gratos por não haver pessoas assim entre nossos parentes mais chegados. O homem se torna soberbo com as mínimas coisas.
Jesus Cristo veio a este mundo para salvá-lo, mas nem todos o receberam. Mas os humildes sim. Os pobres de espírito receberam Jesus. Mas quem são os soberbos de quem estamos falando aqui, irmãos? São os ricos. Mas que ricos? Esses ricos e soberbos são aqueles que se sentem realizados sem Deus. No entanto, o Senhor os rejeita. Irmãos, por mais que alguém tenha posses, ele pode se sentir realizado sem Deus? Se não tivermos Deus, nós não temos nada. Quando pensamos nisso, vemos que de fato não somos nada. A vida para eles parece maravilhosa e linda, mas sem Deus a vida não é nada. A vida de quem não recebe a remissão de pecados não vale absolutamente nada.
Irmãos, nós somos gratos ao Senhor que salvou a nós, que não éramos nada neste mundo. Não há motivo algum para termos inveja das coisas deste mundo ou achar que elas são importantes. Por mais que alguém tenha posses neste mundo, no fim isso não vale nada. A honra deste mundo não é nada; a riqueza deste mundo não é nada; os soberbos que acham que possuem o mundo todo não é nada; e o poder deste mundo não é nada.
Irmãos, tem que gente que se acha o tal só por ser eleito como vereador de um município. E até seus filhos são soberbos por causa disso. É fácil ficar soberbo quando se tem o mínimo de poder neste mundo como, por exemplo, ser filho do prefeito, do delegado ou até mesmo do presidente da associação de moradores. Quando Jesus, o Salvador do mundo, bate na porta do seu coração, eles o rejeitam dizendo: “Eu estou bem. Por que você veio aqui? Por favor, não entre”. Eles não o aceitam e o rejeitam por causa do seu orgulho, embora a honra e o poder que possuem sejam mínimos. Irmãos, eles rejeitam Jesus por achar que são ricos. E quando têm muitas posses e status social, eles ficam soberbos e o rejeitam ainda mais. Pior ainda, os que creem em Jesus e nasceram de novo também ficam soberbos quando têm algumas posses, mas ficam desesperados quando perdem um pouco do que têm. Nós vemos pessoas levando uma vida de altos e baixos por causa dos seus bens materiais.
O homem é assim. Mas o Senhor é aquele que veio para salvar a todos. Nosso Senhor veio salvar o mundo inteiro dos seus pecados. Jesus veio para salvar a todos neste mundo, mas a maioria das pessoas não o recebeu. Eu fico sem palavras para explicar como sou grato por Jesus ter vindo nos salvar. E é pela graça de Deus que todos nós devemos ser gratos. Com é que eu e você poderíamos receber a salvação se o Salvador não tivesse vindo? Como poderíamos ser felizes? Como poderíamos ser cheios de alegria e clamar assim, irmãos? Como poderíamos sorrir? Se não fosse por ele, como teríamos a certeza da vida eterna? Como poderíamos ser libertos do pecado, irmãos? Nós só pudemos ser libertos do pecado porque Jesus Cristo veio a essa terra. E já que Jesus, que é Deus, veio a nós, acabou com nossos pecados, nos salvou deles e das ciladas e da maldição do diabo, nós podemos nos alegrar, ser gratos e viver em paz. Já que o Salvador veio a este mundo, nós agora fazemos parte do povo de Deus. Eu espero que todos vocês sejam gratos a Deus por isso.
E nós temos que ser gratos mesmo. Você e eu não somos diferentes de todos neste mundo que são humildes. Foi para estes que Jesus Cristo veio e os salvou. Irmãos, existe alguma coisa que devemos nos orgulhar além de Jesus Cristo? Há algo digno em nós que de alguma forma nos engrandece? Irmãos, há alguém mais lindo, maravilhoso e bondoso em nossa vida além de Jesus Cristo? Não, não há. Só Jesus Cristo, que veio a este mundo como o Salvador, é perfeitamente lindo, maravilhoso e bondoso. Irmãos, se conhecemos mesmo Jesus Cristo, sabemos que não somos nada diante dele. Se ele não tivesse vindo a este mundo como o Salvador, isso aqui seria um inferno. Se ele não tivesse vindo a nós como o Salvador, muitos já teriam morrido por não suportar. Só Jesus Cristo, que veio a este mundo, é de fato maravilhoso, glorioso, o Deus de amor. O homem não é nada realmente. Se olharmos bem, veremos que somos todos pobres e miseráveis. Quem entre nós é realmente rico? Quem entre nós é grande? Ninguém. Irmãos, Jesus é o Salvador de todos que são assim. Nós temos que pensar por um momento e reconhecer que não há nada grandioso em nós diante do Senhor, deixar nosso orgulho e ser gratos a ele.
Irmãos, Maria disse que era uma simples serva e adorou o Senhor. Vocês e eu não somos simples assim também? Irmãos, Jesus veio a este mundo como o Salvador e destituiu os ricos e os que achavam que tinham poder. Mas ele salvou os pobres e humildes. Vocês e eu não somos pobres e humildes? Vocês e eu de fato não somos pobres material e espiritualmente neste mundo? Não podemos esquecer que Jesus salvou pessoas como nós. Nós não recebemos a remissão de pecados por acharmos que somos alguma coisa. O Senhor viu que éramos miseráveis e nos salvou. Ele nos salvou da desonra, nos exaltou e nos fez sentar num trono de gloria porque somos simples. Já que Deus é glorioso e nós, ao contrário, somos simples, foi por amor que ele fez isso por nós. Se fôssemos importantes neste mundo, se achássemos que éramos maiores do que os outros por termos mais do que eles, nós não teríamos aceitado o Senhor, por mais que ele quisesse entrar no nosso coração. Mas já que vocês e eu não somos nada, nós aceitamos o Senhor humildemente por ele ter nos salvado. Nós temos que louvar ao Senhor que veio a este mundo como o Salvador, não é verdade? Faça isso então de coração.
Nós não somos nada, meus amados irmãos. Não queiram ter muito poder neste mundo. Meu medo é vocês se desviarem da presença do Senhor. O poder não pode nos dominar. Se as pessoas forem humildes, elas aceitarão a Deus mesmo tendo poder. Mas os soberbos não são assim. Estes são expulsos da presença do Senhor.
Nós temos que ser gratos ao Senhor por ele ter vindo a este mundo como o Salvador com sinceridade de coração e humildade. Eu quero dar graças mais uma vez e louvar a Jesus Cristo, que veio a este mundo como Senhor e Salvador.