The New Life Mission

Sermões

Assunto 25: CANTARES DE SALOMÃO

[25-1] (Cantares de Salomão 1:1-17) Você já beijou o Senhor?

(Cantares de Salomão 1:1-17)
“Cântico dos cânticos, que é de Salomão.
Beije-me ele com os beijos da sua boca;
Porque melhor é o teu amor do que o vinho.
Suave é o aroma dos teus unguentos;
Como o ungüento derramado é o teu nome;
Por isso as virgens te amam.
Leva-me tu;
Correremos após ti.
O rei me introduziu nas suas câmaras;
Em ti nos regozijaremos e nos alegraremos;
Do teu amor nos lembraremos, mais do que do vinho;
Os retos te amam.
Eu sou morena, porém formosa,
Ó filhas de Jerusalém,
Como as tendas de Quedar,
Como as cortinas de Salomão.
Não olheis para o eu ser morena,
Porque o sol resplandeceu sobre mim;
Os filhos de minha mãe indignaram-se contra mim,
Puseram-me por guarda das vinhas;
A minha vinha, porém, não guardei.
Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma:
Onde apascentas o teu rebanho,
Onde o fazes descansar ao meio-dia;
Pois por que razão seria eu como a que anda errante
Junto aos rebanhos de teus companheiros?
Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres,
Sai-te pelas pisadas do rebanho,
E apascenta as tuas cabras
Junto às moradas dos pastores.
Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó meu amor.
Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites,
O teu pescoço com os colares.
Enfeites de ouro te faremos,
Com incrustações de prata.
Enquanto o rei está assentado à sua mesa,
O meu nardo exala o seu perfume.
O meu amado é para mim como um ramalhete de
mirra,
Posto entre os meus seios.
Como um ramalhete de hena nas vinhas de En-Gedi,
É para mim o meu amado.
Eis que és formosa, ó meu amor,
Eis que és formosa;
Os teus olhos são como os das pombas.
Eis que és formoso, ó amado meu,
E também amável;
O nosso leito é verde.
As traves da nossa casa são de cedro, as nossas
varandas de cipreste”.
 
 
Para quem está direcionada a atenção de Deus?
 
Como diz o título do livro, Cantares foi escrito por Salomão e expressa o grande amor de Deus por seu povo. E ao lermos este livro, podemos ver que ele se refere aos obreiros de Deus que receberam a remissão de pecados. E estes obreiros são representados pela Sulamita. Este livro nos mostra como Deus ama seus obreiros, que decidiram dedicar seu coração para fazer a vontade do Senhor e viver para pregar o evangelho. Quando Deus olha para seus obreiros aprovados, eles parecem tão lindos aos seus olhos que ele não consegue esconder seus sentimentos.
Está escrito em Cantares de Salomão 1:2, “Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho”. Isso é o que Deus diz aos seus preciosos obreiros. E os obreiros de Deus aqui são aqueles que vivem para fazer a vontade do Senhor. Em outras palavras, o Senhor se agrada do coração e da fé destes obreiros. E quando eles dedicam seu coração para fazer a vontade do Senhor, isso é o mesmo que beijá-lo. Nós que somos obreiros de Deus e recebemos a remissão de pecados porque cremos no evangelho da água e do Espírito estamos fazendo a vontade de Deus e, por esta razão, recebemos seu amor e suas bênçãos. E são justamente estes que dão muita alegria ao coração do Senhor.
O Senhor disse que seu amor está com todos os seus obreiros que estão fazendo sua obra e confiam na justiça de Deus. Ele nos diz que seu amor é abundante na vida dos que fazem sua obra. O que precisamos entender aqui é que Deus ama muito os que fazem sua vontade. E os justos que fazem sua vontade receberam seu amor e sua graça. Melhor dizendo, a Noiva de Cristo, que trabalha na sua vinha, recebeu seu amor especial. Os obreiros de Deus são aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito e receberam a remissão de pecados; e são justamente estes que uniram seu coração ao Senhor e fazem sua obra. Todos os irmãos, jovens e adultos, que receberam o amor de Deus são seus obreiros. E o desejo destes irmãos é fazer a obra do Senhor e seguir os passos dos seus pais na fé.
 
 
Quem são aqueles que uniram seu coração ao Senhor para fazer sua obra?
 
Os que uniram seu coração ao Senhor para fazer sua obra e sua vontade negam seus pensamentos carnais. E eles são odiados pelas pessoas deste mundo porque fazem a obra do Senhor. A vinha na Bíblia se refere à Igreja de Deus. E como seus obreiros estão fazendo esta obra segundo a sua vontade, eles são morenos como a Sulamita. Mas embora sua pele esteja queimada pelo sol, ou seja, sua aparência não seja das melhores por estarem fazendo a obra de Deus, eles ainda continuam sendo belos aos seus olhos. Em outras palavras, embora as pessoas deste mundo não vejam os obreiros de Deus com bons olhos, eles são lindos para o Senhor como as cortinas de Salomão. Assim é o amor que há no coração de Deus pelos irmãos e obreiros da Igreja de Deus.
Os obreiros da Igreja de Deus parecem soldados no campo de batalha quando olhamos para sua aparência. Eles são diferentes das pessoas do mundo, pois carregam em seu corpo as marcas de Cristo. Como soldados feridos em batalha, suas marcas mostram o quanto eles têm trabalhado duro na obra de Deus. E quando olhamos mais atentamente para eles, vemos que eles são verdadeiros soldados da fé. Aí então sua fé e aparência os tornam lindos. Para a maioria de nós, estes obreiros são lindos física e espiritualmente. Mas nem todos os veem assim. Aos olhos dos novos convertidos da Igreja de Deus, estes obreiros parecem maltrapilhos. Os que são novos na Igreja de Deus geralmente dizem: “Esta igreja parece uma congregação de maltrapilhos!” Mas a verdade é bem diferente. Tanto para Deus como para os crentes maduros, os obreiros de Deus são lindos.
Estes obreiros estão fazendo a obra de Deus na igreja porque creem no evangelho da água e do Espírito; e por isso trazem em seu corpo as marcas do seu labor. Eu já ouvi muita gente dizendo como os obreiros de Deus são lindos. E eu concordo plenamente com eles, porque é verdade. Embora a pele dos obreiros de Deus fique queimada de sol como as tendas de Quedar quando fazem sua obra, não há como descrever sua beleza interior. O fato é que os obreiros de Deus não se preocupam com a aparência externa, como fazem as pessoas do mundo. Em outras palavras, eles não são hipócritas como elas. A verdade é que quando olhamos para os obreiros de Deus na igreja, vemos como eles são lindos.
 
 
Cantares de Salomão falam de amor
 
O Senhor nos explica no texto bíblico deste capítulo o quanto ele ama seus preciosos obreiros. Também fala do amor entre Deus e seu amado povo. Entre nossos irmãos há obreiros cheios de amor por Deus no coração; e são justamente estes os obreiros de Deus. Todos os obreiros de Deus são lindos, pois fazem parte da sua igreja e ela está usando-os para pregar sua justiça. E Deus nos diz que eles são tão lindos como as cortinas de Salomão. E eles, por sua vez, dizem a Deus: “Não olheis para o eu ser morena, porque o sol resplandeceu sobre mim; os filhos de minha mãe indignaram-se contra mim, puseram-me por guarda das vinhas” (Cantares de Salomão 1:6).
Na verdade, Deus escolhe a dedo seus obreiros entre os irmãos da sua igreja. E são estes que o mundo odeia, pois eles fazem a vontade do Senhor pela fé. Eles se afastaram do mundo e da hipocrisia religiosa e têm vivido para Deus como seus obreiros dedicados. Por isso que eles são tão fiéis à Igreja de Deus, embora sua aparência tenha sido prejudicada, pois sua pele fica exposta muito tempo à luz do sol quando estão fazendo a obra de Deus. Mas apesar disso, eles desejam cada vez mais fazer a obra de Deus para ser amados por ele.
Os obreiros de Deus são muito amados por ele, pois estão fazendo sua vontade. E já que beijaram o Senhor e dedicam sua vida para fazer sua vontade, eles são amados por Deus ainda mais. Por isso que são tão lindos para ele. Não há ninguém mais lindo para o Senhor do que seus obreiros. E jamais devemos esquecer o quanto Deus os ama.
Só que de vez em quando os obreiros de Deus esquecem seu amor. Por isso que às vezes eles não entendem o quanto ele os ama. Estes caíram num sono espiritual. Vez ou outra nos preocupamos tanto com a vida cotidiana que não sentimos mais o amor de Deus. Mas apesar deste deslize, o amor de Deus por nós continua sendo imutável. E até mesmo quando a aparência dos seus obreiros é como as tendas de Quedar, desgastada por causa da obra de Deus, aos olhos do Senhor eles continuam sendo como as cortinas de Salomão e muito amados por ele. Jamais devemos esquecer como Deus ama seus preciosos obreiros, cuida deles e os abençoa. Como o Senhor mesmo nos disse, precisamos crer que ele nos ama.
Nossa fé no amor de Deus é tão importante quanto à própria vida. E ter a certeza que o Senhor ama a todos nós é uma tremenda bênção. Se você não tiver fé, acabará caindo em desespero e deixando a Igreja de Deus, por mais que tenha feito a obra do Senhor por muito tempo. Agora, se crer que Deus o ama, sua fé então lhe dará grandes vitórias. Como obreiros de Deus, se tivermos fé nele, não importa onde estivermos, na igreja ou no mundo, poderemos levar uma vida aprovada por ele. Independente da nossa aparência, podemos viver à luz do brilhante evangelho da água e do Espírito e receber todas as bênçãos de Deus.
Cremos que o Senhor nos ama, assim como a todas as almas também. E ele ama seus obreiros como o rei Salomão amava a Sulamita, como vemos no livro de Cantares. Não há como expressar a importância de crermos em como Deus nos ama. O próprio Deus disse que nos ama, mesmo que nossa aparência seja como as tendas de Quedar. E isso se torna uma realidade em nossa vida quando olhamos para a justiça de Deus pelos olhos da fé, pois é assim que Deus vê seus obreiros. Não importa o que pensamos uns dos outros, pois para Deus ninguém neste mundo é tão amado e honrado como seus obreiros.
Deus se agrada daqueles cujo coração está voltado para a pregação do evangelho da água e do Espírito. Ele ama estas pessoas, e ainda mais aquelas que se dedicam. Os obreiros de Deus são aqueles que ele mais ama dentre todos os seus filhos. E quando ele olha para os justos, não há ninguém mais amado do que seus obreiros fiéis. Pelo lado humano, os obreiros de Deus não têm nada de diferente. Só que para Deus eles são diferentes sim, pois os vê à sua maneira. E o que há de mais importante para os justos é agradar a Deus. Na verdade é só o que nos importa.
A verdade é que enfrentamos dificuldades às vezes por pregarmos o evangelho da água e do Espírito pela fé. Mas isso só acontece quando nossos valores e julgamentos são diferentes dos de Deus. Só que algo que está muito claro para nós é que Deus nos ama e está ao lado de todos que nele confiam. É por causa da nossa fé no evangelho da água e do Espírito que fomos ungidos como seus obreiros. Todas as nossas dúvidas sobre Deus são sanadas quando entendemos o quanto ele nos ama; e isso também nos leva a nos orgulhar espiritualmente por termos a verdadeira fé. E a fé que nos dá poder para seguir o Senhor com um orgulho espiritual.
 
 
Você quer que o Senhor responda às suas orações?
 
Deus nos ama tanto que veio ao nosso encontro como o Senhor do evangelho da água e do Espírito. E é muito importante entendermos aqui que embora tenhamos sempre o amor de Deus, às vezes acabamos esquecendo dele. Então, algo imprescindível é meditarmos sempre que possível no amor de Deus para renovar nossa fé. Mas como podemos amar sempre o Senhor e fazer sua obra fielmente?
A resposta à esta pergunta encontra-se no capítulo1, nos versículos 7 e 8: “Dize-me, ó tu, a quem ama a minha alma: onde apascentas o teu rebanho, onde o fazes descansar ao meio-dia; pois por que razão seria eu como a que anda errante junto aos rebanhos de teus companheiros? Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores”.
Este texto nos ensina que devemos buscar o Senhor em oração. E como seguimos sua justiça pela fé, às vezes passamos por lutas e buscamos a ajuda de Deus em oração. No entanto, se quisermos realmente que o Senhor esteja conosco em tudo que fizermos, temos que buscá-lo em oração com fé. O Senhor não esconde sua face de nós quando o buscamos em oração; ao contrário, ele revela a nós sua justiça. Então, ao se revelar ao seu povo, ele nos mostra que está conosco e nos concede sua graça. O Senhor está sempre com seus obreiros quando eles se dedicam a servir à sua justiça. E quando oramos, ele se coloca ao nosso lado em tudo que fazemos. Todos nós temos que crer nisso.
  
 
Os que voltaram seu coração para o Senhor e fazem a obra de Deus precisam ter fé na sua justiça e viver por ela
 
Já que Deus sabe tudo sobre nós, ele gosta de nos ajudar. E se tudo que fizermos estiver de acordo com a obra de Deus e segundo o seu propósito, ele com certeza nos ajudará. É nisso que cremos. Se quisermos voltar nosso coração para o Senhor, andar com ele e servi-lo, precisamos buscá-lo e ter fé nele. Temos que entender que ele está conosco e nos ajuda. Temos que conhecê-lo bem e da maneira certa. Mas para isso, temos que seguir os passos dos nossos pais na fé, daqueles que se converteram antes de nós. Somente quando fizermos isso é que poderemos pregar o evangelho da água e do Espírito a todos que ainda não receberam a remissão de pecados.
Alguns dos nossos irmãos, embora confiem na justiça do Senhor e queiram segui-la, não conseguem fazer isso porque seu futuro é incerto. Mas o que eles têm que fazer é seguir os passos dos obreiros de Deus que se converteram antes deles. Eles devem deixar seus objetivos particulares, confiar nos líderes da igreja levantados por Deus e ali fazer sua obra. Se você seguir a justiça de Deus em sua igreja de coração, você poderá fazer parte deste importante ministério.
Na verdade, o que você precisa entender aqui é que se confiar em suas próprias forças, você jamais conseguirá seguir a justiça do Senhor. Por isso que todos nós temos que seguir a orientação dos nossos pais espirituais e ter a mesma fé que eles. Se está sendo difícil para você seguir a justiça do Senhor, são os desejos do seu coração que estão lhe atrapalhando. Seus desejos carnais são totalmente contrários à justiça de Deus, e é por isso que você não tem certeza se deve segui-la.
Mas se for guiado por um pastor, você poderá seguir a justiça do Senhor. Se buscar o Senhor e confiar no seu líder espiritual, você receberá as bênçãos de Deus. E se você quiser realmente beijar o Senhor e viver conforme a sua vontade, você tem que fazer parte da Igreja que Deus instituiu e seguir seus líderes. Assim você poderá seguir o Senhor até ele voltar. O Senhor está falando conosco aqui sobre o próprio fundamento da fé.
 
 
Se crermos de fato na justiça do Senhor pela fé, com certeza vamos querer segui-lo
 
Não há ninguém entre os justos que não tenha este desejo. Isso porque o Espírito Santo habita em seu coração; ou seja, caso você tenha mesmo recebido a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus. Todo crente no evangelho da água e do Espírito quer seguir a justiça de Deus pela fé até o fim. Mas como podemos fazer isso? A resposta é simples: só podemos seguir a justiça do Senhor se tivermos comunhão com nossos irmãos que compartilham da mesma fé. E também se nosso coração estiver ligado ao dos nossos líderes espirituais que nos guiam no Senhor. Nossa fé só pode ser fortalecida por aqueles cuja fé é maior do que a nossa. E quando analisamos isso pelo ângulo de Deus, vemos que é a mais pura verdade.
Podemos fazer a obra de Deus se nosso coração ainda estiver nas coisas do mundo? Por mais que seja de todo o nosso coração, podemos servir ao Senhor sozinhos? Claro que não, pois ninguém pode servir à justiça de Deus sozinho ou se seu coração ainda estiver no mundo. É um grande absurdo tentar servir ao Senhor assim. Para Deus, isso não passa de soberba.
Por isso que é muito importante que todos nós sigamos os passos dos nossos pais na fé. Só assim poderemos fazer a vontade de Deus. Será que algum de vocês acha que podemos fazer a vontade do Senhor se não seguirmos os servos Deus que se converteram antes de nós? Será que conseguiríamos viver pela fé se que nenhum pastor nos guiasse? Não, isso não aconteceria bem se quiséssemos seguir o Senhor até sua volta. Todos nós só poderemos seguir o Senhor se confiarmos na justiça de Deus e fizermos parte da sua igreja.
Alguns membros da Igreja de Deus acham que são mais espertos do que os outros. E como ainda estão presos a alguns padrões deste mundo, eles querem usar sua vara de medir dentro da igreja. Por conseguinte, se recusam a fazer algo na igreja se não estiver de acordo com seus padrões. Mas eles continuarem presos aos seus padrões e rejeitarem a orientação do Senhor, eles não poderão segui-lo. Ao contrário, seguirão apenas seus próprios desejos. Ao invés de ser guiados, eles pressionarão seu pastor a agir segundo sua vontade. Estes são enganadores espirituais, gente como Acabe e Jeroboão. E o que eles precisam é buscar a orientação de pastores separados por Deus e seguir a justiça do Senhor. Ninguém neste mundo pode seguir o Senhor se não crer na sua justiça. E ninguém pode seguir a justiça do Senhor se não estiver em comunhão com seus irmãos que fazem parte do povo de Deus.
Por outro lado, Deus torna possível a todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito de todo o coração seguir a justiça do Senhor gerando fé e desejo em nós para isso. E todos os irmãos e servos de Deus devem ter este desejo. Portanto, se quiser mesmo seguir a justiça do Senhor, você precisa seguir os passos do seu rebanho, estar junto a ele e ser guiado pelo Senhor.
Todos nós temos que fazer parte deste rebanho, viver segundo a vontade do Senhor e seguir a orientação dos nossos líderes espirituais. Só assim poderemos viver pela fé. E mesmo se tivermos habilidades especiais, não podemos seguir o Senhor sozinhos. Por isso que é importantíssimo aprendermos na Igreja de Deus o que é a verdadeira fé. Está escrito nos versículos 1 ao 8: “Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores”. Vemos aqui o Senhor falando conosco. Todos nós temos o desejo sincero de pregar o evangelho da água e do Espírito aos gentios, mas se quisermos fazer isso realmente, devemos unir nosso coração ao dos nossos líderes espirituais. Só assim jamais trairemos a justiça do Senhor, mas, ao contrário, a seguiremos até a sua volta.
A Sulamita queria ser beijada pelo rei Salomão, como vimos no texto bíblico deste capítulo, e ele a amou de todo o coração. Isso significa que devemos ter um desejo sincero de unir nosso coração ao do Senhor pela fé. Apesar de sermos cheios de falhas, nosso desejo deve ser o de unir nosso coração à justiça do Senhor e servir a ela fielmente. No entanto, por mais que tenhamos realmente este desejo pela fé, isso significa que decidimos viver para Deus realmente? Isso é possível?
Sim, todos nós podemos viver para a justiça do Senhor se fizermos parte da Igreja de Deus. E o Senhor disse que são estes que ele ama. Se quiser mesmo seguir a justiça do Senhor até ele voltar, você tem que permanecer na Igreja de Deus e seguir seus líderes espirituais. Eu creio que nenhum de nós conseguirá suportar sozinho o martírio que vamos passar, mas se permanecermos no rebanho de Deus junto aos nossos líderes espirituais, eu não tenho dúvidas de que conseguiremos seguir a justiça do Senhor até o fim.
Deus diz em Cantares de Salomão 1:8: “Se tu não o sabes, ó mais formosa entre as mulheres, sai-te pelas pisadas do rebanho, e apascenta as tuas cabras junto às moradas dos pastores”. As “cabras” aqui representam os que ainda não receberam a remissão de pecados. Deus disse que devemos alimentar essas almas junto às moradas dos pastores. É a isso que devemos dedicar nossa vida.
Talvez alguns irmãos aqui estejam preocupados com o que há de vir e temerosos pelo fim dos tempos, mas não devemos nos preocupar com isso. Os que não têm laço algum com este mundo sofrerão o martírio com alegria. E embora isso pareça impossível, humanamente falando, todos nós aceitaremos o martírio de bom grado graças ao Espírito Santo. Isso porque o Espírito Santo que habita em nosso coração testifica que o Senhor preparou um reino para nós. Por isso abriremos mão da nossa vida com coragem, pois nesta ocasião o Senhor nos chamará para a morada eterna.
O Senhor nos diz: “Eu amo vocês.” Mas como ele nos ama? Não há como descrever seu amor a não ser pelo fato de que ele cumpriu o evangelho da água e do Espírito especialmente para nós. Em suma, o Senhor sempre nos amou e nos amará eternamente.
 
 
Deus manifestou seu amor nos mínimos detalhes
 
A Bíblia diz em Cantares de Salomão 1:9: “Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó meu amor”. Faraó era o homem mais poderoso do mundo conhecido na sua época. E como ele possuía poder e riqueza, você pode imaginar como eram lindas as éguas dos seus carros. Os cavalos por si mesmos já são animais magníficos; e sem dúvida algum os melhores e mais extraordinários em toda a terra pertenciam ao seu haras. E o fato de Deus comparar os justos com as éguas dos carros de faraó indica como eles são lindos aos seus olhos. É assim que os obreiros de Deus parecem belíssimos aos olhos do Senhor.
Está escrito em Cantares de Salomão 1:10-11: “Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço com os colares. Enfeites de ouro te faremos, com incrustações de prata”. Deus diz aqui que fez enfeites de ouro com incrustações de prata. E ele na verdade preparou abundantes bênçãos para nós. E o versículo 12 continua: “Enquanto o rei está assentado à sua mesa, o meu nardo exala o seu perfume”.
O sentido deste texto é que quando estamos na presença de Deus, o perfume que exalamos é tão bom que ele não consegue deixar de nos amar. O Senhor disse que quando olha para nós, que unimos nosso coração ao dele, somos “um ramalhete de mirra” (Cantares de Salomão 1:13) e “um ramalhete de hena” (Cantares de Salomão 1:14). Como eu não sabia o que era um ramalhete de hena, eu teria que procurar numa enciclopédia de botânica. Só que não quis perder tempo com isso. Você pode procurar se quiser. No entanto, uma coisa que está bem clara para mim é que embora eu não saiba o que é um ramalhete de hena, com toda certeza é algo lindo. Isso quer dizer então que quando Deus olha para seus obreiros, todos parecem lindos para ele. É assim que ele ama os que fazem a obra em sua igreja. A Igreja de Deus existe nesta terra e seus obreiros fazem parte dela. Quando o Senhor vier e tirar sua igreja desta terra, ele viverá conosco no seu reino porque ele se agrada de nós. É assim que Deus nos ama e cuida de nós.
Todos os obreiros de Deus são especiais para ele. E apesar de haver muitos habitantes nesta terra, somente seus valiosos obreiros são sua Noiva. Embora haja muitas pessoas neste mundo, apenas os que estão fazendo a obra de Deus foram escolhidos para ser a Noiva de Jesus Cristo. Fomos nós que recebemos o amor especial de Deus.
Como podemos ter a paz em Deus então? Com certeza não é nas coisas do mundo. É verdade que às vezes nos sentimos exaustos neste mundo, mas ainda assim temos o amor de Deus em nossa vida. É verdade também que às vezes ficamos decepcionados, mas sempre teremos paz em Deus. Mas onde podemos encontrar esta paz? Onde podemos renovar nossa fé na justiça de Deus, recuperar nosso orgulho espiritual e ter nossa fé fortalecida para desfrutarmos de toda a glória e majestade de Deus? Isso só é possível quando cremos que o amor de Deus por nós é infinito e que ele com certeza já nos salvou. Já que recebemos todas as bênçãos de Deus, temos que recuperar nosso orgulho e a fé para que recebamos sua paz sempre que vacilarmos ou ficarmos desanimados.
Eu gosto muito de jogar futebol com vocês, apesar de não saber jogar muito bem. Eu sei que não sou bom o bastante para ganhar uma partida dos irmãos, e, para ser sincero, eu gosto mais de jogar com as irmãs, já que ganho delas facilmente. Mas isso agora não é tão verdade assim, pois as irmãs estão jogando tão bem que agora é muito difícil vencer uma partida delas. Só que eu me divirto muito quando jogo futebol com as irmãs, apesar de erramos passes e cairmos toda hora. Então eu fico pensando por que gosto tanto de jogar com as irmãs, já que a partida não é muito boa. É porque elas têm olhos como os das pombas. Todas elas são lindas porque estão no Senhor e são sua Noiva e suas pombas. Elas são maravilhosas para mim e para todos os irmãos, vocês não concordam? Todas as nossas irmãs são muito lindas.
Quando é que sentimos grande gozo no coração? Quando temos comunhão uns com os outros. E gostamos tanto de fazer isso que o simples fato de compartilharmos uma melancia já nos traz grande gozo e alegria. Mas é claro que não há nada demais em comer uma melancia juntos. No verão até que isso cai muito bem, embora o mais importante para nós seja a comunhão mesmo. Todos nós temos personalidades diferentes, até a Noiva do Senhor. Por isso é maravilhoso quando temos comunhão uns com os outros.
Eu fico muito feliz quando lembro como Deus nos ama. Por isso que eu desejo que vocês sejam gratos a ele e entendam o quanto ele nos ama. Eu tenho certeza que recebi o amor de Deus, e por isso creio de todo o coração que não poderia ser mais feliz em minha vida. Eu sempre me sinto em paz no coração quando lembro o quanto Deus nos ama – e me amará hoje, amanhã, até quando eu sofrer o martírio. Quando o dia do martírio chegar, o Senhor nos dará forças para suportá-lo segundo a sua sabedoria. Podemos ver agora como o Senhor tem nos fortalecido segundo a sua vontade, nos capacitando assim para fazermos muitas obras e nos abençoando com frutos abundantes.
Nos dias da Igreja Primitiva, mais de três mil pessoas se converteram de uma só vez e creram em Jesus como seu Salvador quando ouviram o sermão que o apóstolo Pedro pregou. E Deus continua fazendo maravilhas hoje em dia por meio da igreja. Apesar de enfrentarmos lutas agora, o evangelho da água e do Espírito tem sido pregado nos quatro cantos desta terra como jamais imaginamos. E o próprio Deus está nos usando para fazer isso. Não temos como ser gratos a ele por isso. Portanto, temos que crer como somos especiais aos olhos de Deus e o quanto ele nos ama de todo o coração. Devemos ter orgulho da nossa fé, beijar o Senhor e segui-lo com um só coração.
Aleluia!