The New Life Mission

Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 1-9] (Lucas 1:26-38) Vamos Analisar Mais Detalhadamente a Fé de Maria

(Lucas 1:26-38)
“E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: ‘Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.’ E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: ‘Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pór-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.’ E disse Maria ao anjo: ‘Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?’ E, respondendo o anjo, disse-lhe: ‘Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus. E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; Porque para Deus nada é impossível.’ Disse então Maria: ‘Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra.’ E o anjo ausentou-se dela”.
 
 
Irmãos, através do texto bíblico deste capítulo, vamos ver a fé de Maria um pouco mais de perto. E embora ela não tenha entendido a princípio o que o anjo disse, ela negou seus pensamentos humanos e aceitou a mensagem que Deus que lhe trouxe. Foi assim que ela pôde participar do ministério de Deus e gerar seu Filho em obediência à sua Palavra.
Que tipo de fé em Deus é a correta? A fé correta começa quando cremos na Palavra de Deus e acaba quando damos frutos pela fé na sua justiça. Por essa razão, precisamos aceitar a Palavra de Deus e obedecê-la. Nós podemos alcançar a justiça de Deus crendo no que ele diz que é verdade. Isso quer dizer que só alcançaremos a justiça de Deus quando cremos na sua Palavra e a obedecermos. Não há como ter a fé correta sem obedecer à Palavra de Deus. Por exemplo, a fé em experiências corporais sobrenaturais como ter visões e falar em línguas é algo questionável em relação a se ter a fé correta. Deus disse a Maria que a fé correta é que nos leva à sua justiça. E quando vemos Maria aceitando a Palavra de Deus, isso nos dá uma dica do que seja a fé correta.
Maria era virgem naquela época e foi desposada por um homem chamado José. Um dia um anjo de Deus apareceu a ela subitamente trazendo uma Palavra de Deus, como está escrito: “E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: ‘Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.’ E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: ‘Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pór-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai’” (Lucas 1:28-32).
Maria então ouviu a Palavra de Deus que o anjo lhe disse. Só que foi difícil para Maria aceitar a mensagem de Deus que o anjo lhe trouxe. Ela estava em casa quando ao anjo apareceu e disse: “Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.” Disse-lhe, então, o anjo: “Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pór-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim” (Lucas 1:29-33).
Quando ouviu que Jesus Cristo nasceria dela, Maria não soube o que dizer de tão surpresa que ficou. Era algo quase que inacreditável ouvir que uma virgem teria um bebê, e mais aterrador ainda imaginar o que acontecia com ela. Ela disse que humanamente poderia ter um filho, mas não sabia como isso iria acontecer, haja vista que nunca tinha conhecido um homem em sua vida. O anjo então lhe disse que sua prima Isabel, que era estéril, havia concebido um filho pelo poder da Palavra de Deus e que para ele nada era impossível. Ela então negou a si mesma e aos seus pensamentos, aceitou a vontade de Deus e disse: “Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra”.
Nós, do mesmo modo, decidimos crer que a palavra do evangelho da água e do Espírito removeu os pecados de todos os crentes de uma vez, mesmo que em nossa mente resistamos um pouco à ideia de que nossos pecados foram apagados de uma vez por todas. Nós nascemos de novo quando rejeitamos nossos preconceitos e o modo arcaico de pensar e cremos no evangelho da água e do Espírito através de Jesus Cristo.
Meus irmãos, nós passamos a ter fé na justiça de Deus por meio da sua Palavra a partir do momento que negamos nossos pensamentos humanos, dúvidas e preconceitos. Mas nós só aceitamos isso quando obedecemos à Palavra da justiça de Deus. Já que o poder do Altíssimo cumpre a sua vontade, nós nos tornamos seus filhos pela fé no evangelho da água e do Espírito que purifica nossos pecados e os torna mais alvos que a neve. Irmãos, devemos rejeitar nossos pensamentos humanos e deixá-los para que possamos ter fé na justiça de Deus. Como podemos ver no texto bíblico deste capítulo, Maria rejeitou os seus pensamentos e aceitou a vontade de Deus em seu coração. E ao confessar sua fé dizendo: “Cumpra-se em mim segundo a tua palavra”, Jesus foi concebido em seu ventre e nasceu neste mundo.
Maria não podia aceitar a vontade de Deus por ela mesma, mas negou a si própria e obedeceu à Palavra. Esta é a fé na justiça de Deus pela qual podemos ter Jesus em nosso coração. Nós nos sentimos gratos pela Palavra de Deus que veio a nós pelo evangelho da água e do Espírito. Quem pode conceber Jesus em seu coração? Somente os que creem no evangelho da água e do Espírito podem conceber Jesus, e não os que creem segundo seus próprios pensamentos.
 
 
Nós Temos que Reavaliar Nossa Fé
 
Qual é a verdadeira fé? Eu digo a vocês novamente que ela só pode ser conseguida se negarmos nossos pensamentos humanos, quando aceitamos a Palavra de Deus com obediência no coração. É assim que recebemos a verdadeira bênção da salvação pela fé. Irmãos, lembrem-se de Pedro, que pescou a noite inteira mas não pegou peixe algum. Quando ele disse: “Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede” (Lucas 5:5), e lançou a rede novamente, ele pescou muitos peixes, como o Senhor havia dito. Se você quiser ser um cristão que tem uma fé verdadeira, você tem que deixar seus pensamentos e crer no que está escrito na Palavra de Deus. Nós precisamos aceitar a Palavra de Deus em nosso coração como um todo. Só então Jesus poderá nascer em nós, crescer conosco e se tornar nosso Rei e o Pastor que nos guia.
Ninguém pode alcançar a justiça de Deus se não tiver fé na sua Palavra. Você acha que Maria iria aceitar a vontade de Deus e obedecê-la se tivesse agido segundo seus pensamentos humanos? De modo algum. Por acaso podemos ter Jesus no nosso coração rejeitando a Palavra de Deus e agindo pelas nossas próprias forças? Maria só teve que aceitar a Palavra de Deus para conceber Jesus. O que ela fez foi somente aceitar a Palavra de Deus, e foi justamente essa Palavra que a levou a conceber e dar à luz a Jesus.
Quando recebemos a Palavra de Deus em nosso coração pela fé no seu poder, ela se torna um poderoso instrumento para operar mudanças miraculosas em nós. Nossa vida de fé não está baseada em nossos pensamentos humanos, mas na Palavra de Deus que nos leva à sua presença e nos ajuda a seguir o Senhor.
Essa é a fé que nos leva a fazer a vontade de Deus. E o poder da Palavra também nos leva a fazer a obra de Deus quando vivemos por ela, e não pelo nosso padrão humano. Irmãos, nossos pecados são remidos quando cremos na Palavra de Deus ou pelas nossas próprias forças? Nós somos salvos de todos os nossos pecados quando cremos no evangelho da água e do Espírito tendo um coração obediente. Quando aceitamos a Palavra de Deus no coração exatamente como ela é, todos os nossos pecados se tornam mais alvos que a neve, e podemos assim levar uma verdadeira vida de fé. E ao passo que vamos aprendendo tudo isso, nos tornamos instrumentos da sua justiça e passamos a viver de acordo com ela. E sem perceber nos separamos do mundo.
Irmãos, nós só podemos ter a verdadeira fé conhecendo a Palavra de Deus. Ninguém pode ter a verdadeira fé pelas suas próprias forças. Melhor dizendo, ela começa quando aceitamos a Palavra de Deus no coração. E quando nossos pensamentos entram em conflito com a Palavra de Deus, temos sempre que negá-los e segui-la. Aí então, a fé que vem da justiça de Deus fará com que comecemos a dar frutos espirituais. A Palavra de Deus que cremos tem poder para fazer com que tenhamos a verdadeira fé. E pela fé podemos desfrutar de todas as bênçãos de Deus.
Maria se tornou uma mulher abençoada porque aceitou a Palavra de Deus que o anjo lhe disse. Foi assim que ela pôde conceber Jesus. Ele recebeu a graça de Deus e concebeu Jesus. Lucas 1:28 diz assim: “Salve, agraciada”.
 
 
Quem é a Agraciada de Deus?
 
O anjo saudou Maria assim: “Salve, agraciada”. Mas quem pode receber essa graça de Deus? Nosso Senhor a concede àqueles que são pobres de espírito. Ele favorece àqueles que não se apegam à sua própria justiça, àqueles que abrem mão dela para seguir a sua justiça, àqueles que amam o evangelho da água e do Espírito e dão mais valor ao amor de Deus do que ao amor humano. Estes reconhecem que o Senhor é o Deus Altíssimo e aceitam sua Palavra porque creem no seu poder. Essas pessoas são pobres de espírito, e é por isso que ele derrama sua graça sobre elas.
Deus falou com Maria por meio do anjo. Maria, por sua vez, lhe respondeu esvaziando a si mesmo e dizendo: “Eu sou um simples serva, mas faça-se em mim segundo a tua Palavra”. Nosso Senhor visitou uma simples serva e concedeu a ela a graça da salvação. Deus abençoa com a salvação da paz os que reconhecem sua pequenez. Irmãos, será que somos pequenos perante Deus? Nós temos que entender como somos pequenos diante do Deus santo, embora muitos não estejam cientes da sua pequenez. Do que seres pequenos como nós podemos nos exaltar perante Deus?
Deus chamou Isaías de vermezinho (Isaías 41:14 – ARA). E todos nós somos mesmo como os vermezinhos que saem quando chove e se arrastam na lama. Deus também nos chama de vermezinhos (Jó 25:6). Nós somos como essas criaturas inferiores. Todavia, Deus derramou a graça da salvação sobre pessoas que eram como vermezinhos. Ele plantou sua justiça nos corações simples e se tornou a fonte do poder daqueles que dependem dela e vivem pela fé. Os que são amados por Deus sabem o quanto são pequenos. Mas aqueles que não receberam nenhum favor dele acham que são retos e justos.
No entanto, a justiça de Deus é maior do que qualquer um nessa terra. Deus é santo e justo; ele é o Deus de amor e justiça que tirou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao enviar seu próprio Filho para ser batizado por João Batista, a fim de que ele purificasse todos os nossos pecados. Portanto, nosso Senhor é o santo que cumpriu toda a justiça de Deus. Seu batismo e seu sangue são mais do que suficientes para provar a justiça de Deus, e os que creem na sua justiça são os justos de Deus. Irmãos, são pessoas assim que recebem a graça de Deus.
Nós somos basicamente como os vermes, embora sejamos muito orgulhosos para reconhecer nossa pequenez. A justiça do homem foi por demais exaltada pelo humanismo. Foi a partir do Renascimento que o humanismo começou a prevalecer. O humanismo prevaleceu por muito tempo porque se tornou uma reação ao teocentrismo, que enfatiza a autoridade de Deus e as limitações do homem. Só que, originalmente, a ideia correta é a do teocentrismo. A verdade é que o homem não passa de uma simples criatura, embora os líderes da Idade Média tenham errado muito em usar sua autoridade religiosa em benefício próprio. Não há comparação entre a pequenez do homem e a superioridade de Deus. A Palavra de Deus é a verdade absoluta, mas nós somos sempre inconstantes e cheios de fraquezas.
 
 
Nós Temos que Ter Compromisso com a Palavra de Deus para Recebermos Seu Favor
 
Que favor recebemos de Deus? Quem recebeu a graça da salvação quando Jesus nasceu em Belém? A maioria dos que pertenciam à alta classe naqueles dias como fariseus, escribas, sumos sacerdotes, reis e líderes religiosos não pôde receber a salvação. Mas os que reconheceram sua inferioridade, como Maria, por exemplo, receberam o favor de Deus. Os pastores também receberam esse favor. Enquanto eles cuidavam do seu rebanho no campo à noite, os exércitos celestiais de repente apareceram a eles louvando ao Deus e um anjo disse: “Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens” (Lucas 2:14).
Como temos visto até agora, quem recebeu o favor de Deus foram os que dependeram da sua justiça e confiaram na sua Palavra como um todo. Eles não confiaram na sua própria justiça. Irmãos, quem recebeu a salvação? Somente aqueles que reconheceram sua pequenez; os que reconheceram a grandeza de Deus e que ele os salvou dos seus pecados com o evangelho da água e do Espírito é que receberam o favor de Deus. Vocês creem nisso? Foram essas pessoas que receberam o favor de Deus.
Irmãos, temos que reavaliar agora nossa fé na Palavra de Deus. Vocês têm que perguntar a si mesmos: “Eu confio na Palavra de Deus realmente?” Se a resposta for ‘sim’, você é uma pessoa abençoada. Mas se você não crê na justiça de Deus por meio da sua Palavra, você está negando-a e seu lugar é junto aos ímpios. Deixe-me te fazer uma pergunta: ‘Quem é mais feliz, aqueles que receberam o favor de Deus ou os que não o receberam? É claro que são os que o receberam. Mas o que é o favor de Deus? É o dom gratuito dado por ele. A salvação é um dom gratuito dado por Deus. E por que não receber esse dom então? Eu quero que vocês saibam que o favor de Deus é para aqueles que gostam de receber as coisas gratuitas.
Você sabe como se alegram aqueles que perseveram e sempre buscam algo em Deus? Os que prezam o favor de Deus são purificados dos seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito e vão para o céu. Os que creem na graça de Deus e a buscam têm uma vida abençoada debaixo do seu amor. No entanto, a vida dos que não dão importância à graça de Deus, por outro lado, é totalmente o oposto. Os que rejeitam o favor de Deus irão para o lugar de tormento. Assim como Maria foi salva por crer na Palavra da graça de Deus, todos nós também podemos ser salvos dos nossos pecados pela fé na sua graça. Eu espero que todos vocês recebam a graça de Deus.
Irmãos, não podemos sobreviver sem a ajuda de Deus. Não podemos viver sem sua graça. Embora não possamos ver sua mão protetora sobre os problemas e lutas que passamos em nossa vida, com certeza precisamos dela. Todo ser humano precisa receber o favor de Deus. Não podemos nos esquecer do seu favor. Em tudo que diz respeito à nossa vida, devemos orar a Deus assim: ‘Deus, me ajude nessa questão.’ ‘Que o Senhor me abençoe!’ Os que buscam o favor de Deus até mesmo nas pequenas coisas são sábios e seus verdadeiros adoradores.
A quem Deus favorece? Os que recebem seu favor são: os que são realmente falhos, os que reconhecem suas fraquezas e imperfeições, os que são pobres de espírito, os que realmente precisam da sua ajuda, e os que desejam a sua graça. Deus quer que todos recebam dele o seu favor, mas somente os que são pobres de espírito podem recebê-lo.
 
 
A Palavra de Deus Tem Poder
 
O que o anjo disse a Maria? Ele disse que o poder do Altíssimo a cobriria. Ele disse que o poder de Deus, e não o próprio Deus, a cobriria. É algo similar a quando Deus criou a luz. Quando Deus disse: “Haja luz”, o poder da Palavra fez com que a luz viesse à existência a fim de que pudéssemos ver durante o dia. Com o poder da sua Palavra: “Haja luz”, a luz passou a existir no momento em que os céus e a terra foram criados, e ainda existe milhões de anos depois.
“Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus” (Lucas 1:35), disse o anjo. O Senhor cobriu Maria com seu poder, o que a levou a conceber, gerar, nutrir e cuidar do menino Jesus. Deus também nos disse através do anjo que seu poder salvaria Maria dos seus pecados, a tornaria sua filha numa pessoa abençoada por ser coberta por sua justiça.
O poder da Palavra de Deus que foi dada a virgem Maria pelo anjo a levou a conceber Jesus Cristo. Irmãos, aqueles que foram salvos por Deus são os que confiam nele e creem no poder da salvação que ele realizou. Jesus só pode nascer em quem recebe a remissão de pecados crendo na palavra da salvação de Deus e no seu poder. É no coração dessas pessoas que Jesus Cristo habita. Irmãos, crer no poder de Deus que tira nossos pecados carmesins de uma vez por todas pelo evangelho da água e do Espírito é o mesmo que receber Jesus Cristo no coração. Jesus Cristo já habita no coração dos que crêem no seu poder.
Deus faz crescer a fé e o conhecimento na sua Palavra no coração dos crentes no evangelho da água e do Espírito. A Bíblia diz que Jesus cresceu em sabedoria, estatura e graça para com Deus e os homens (Lucas 2:52). E é isso que acontece com nossa fé depois que recebemos Jesus Cristo como nosso Salvador.
Nossa fé não fica estagnada, mas cresce continuamente depois que nascemos de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Deus é aquele que nos faz crescer, nos fortalece, nos protege sempre com sua Palavra e cura nossas feridas. Mas por que ele faz isso? Porque Satanás e seus demônios estão sempre nos oprimindo e tentando nos ferir. Mas Deus é aquele que cura nossas feridas, cuida delas, nos fortalece e nos dá suas bênçãos. Irmãos, assim como o poder de Deus revestiu Maria para que Jesus nascesse dela, ele também tira todos os nossos pecados. A poderosa Palavra de Deus não apenas tira nossos pecados, mas também faz nossa fé crescer. Além disso, seu poder cura nossas feridas todo dia e nos fortalece para o seguirmos e servirmos. Vocês creem nisso, irmãos? Jesus Cristo nasceu nessa terra e ficou aqui trinta e três anos para realizar a obra da salvação por nós.
Jesus Cristo viveu trinta e três anos nessa terra. E ao longo da sua vida, ele salvou os crentes no evangelho da água e do Espírito dos seus pecados e lhes deu a salvação. Ele agora está assentado à destra de Deus, abencoando aqueles que são pobres e humildes de coração. Deus é aquele que vive para sempre, cura, supre e abençoa os nascidos de novo e os faz crescer segundo a sua vontade.
Queridos irmãos, a Palavra de Deus ainda está operando. O favor de Deus expressado no nascimento de Jesus ainda não acabou, e sua maravilhosa graça que salva vidas continuará amanhã, depois de amanhã e no futuro. Deus sempre nos envia suas bênçãos e faz nossa fé crescer. Irmãos, Jesus Cristo não ficou morto naquela cruz, mas ressuscitou dos mortos e agora está assentado à destra de Deus como Mestre dos céus e da terra. Ele também é o Juiz, o Rei dos reis e suas bênçãos duram para sempre. Ele abençoa a quem deseja abençoar e amaldiçoa a quem deseja amaldiçoar. Mas ele estará conosco como nosso Rei para sempre.
Os reis da terra, por mais que tenham muito poder, são meros seres humanos que no fim morrerão. Contudo, Deus é o Deus de poder e seu nome é Jeová. Jeová significa “Aquele que existe por si mesmo”. Quando Moisés perguntou a Deus o seu nome e o que ele diria ao povo de Israel, ele disse: “EU SOU O QUE SOU”. Eu não fui criado, não tenho começo nem fim. Eu sou o Deus Jeová”. Jesus Cristo é o Deus eterno e imortal. Nós não temos poder para isso, mas Deus tem. Você crê nisso? Isso é algo difícil de crer do ponto de vista humano. Mas já que foi Deus quem disse isso, deve ser verdade.
Tudo foi criado, menos Deus. Até o diabo, os demônios e os anjos foram criados por Deus, como nós. Só que Deus salva, abençoa, alimenta e cuida de nós. Irmãos, nós recebemos a remissão de pecados pela justiça do Senhor, e agora nossa fé é do tamanho de um grão de mostarda. Eu creio que Deus fará nossa fé crescer ainda mais. E eu espero que vocês creiam que Deus faz essa obra através de nós, salva muitos através de nós, serve e abençoa aos outros através de nós.
 
 
“Cumpra-se em Mim Segundo a Tua Palavra”
 
Lucas 1:38 diz: “Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela”.
Está escrito na Bíblia que Maria disse: “Cumpra-se em mim segundo a tua palavra”. Quando Maria ouviu a mensagem do anjo, ela confiou no cuidado de Deus pela fé. Naquele momento, a palavra que Deus disse a ela foi cumprida e as bênçãos do Senhor vieram sobre ela. Dizer bem alto: “Cumpra-se em mim segundo a tua palavra” significa receber a Palavra de Deus e estar pronto para suas bênçãos. Já que foi Deus quem disse, Maria aceitou sua Palavra. E já que a Palavra de Deus é poder, ela a guardou em seu coração. ‘Cumpra-se em mim segundo a tua palavra’. Por causa do seu comprometimento, Maria recebeu todas as bênçãos celestiais. Vocês têm que saber disso.
Irmãos, nós também podemos ser abençoados como Maria foi crendo em toda a Palavra de Deus. Eu disse antes que, pela fé de Maria, tudo foi cumprido segundo a vontade de Deus e isso lhe trouxe muitas bênçãos. Ela então adorou a Deus, como podemos ver em Lucas 1:46-48:
“A minha alma engrandece ao Senhor,
E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,
Porque atentou na humildade de sua serva;
Pois eis que, desde agora, todas as gerações me chamarão bem-aventurada”.
Ela previu que todas as gerações a chamariam bem-aventurada. Maria pôde desfrutar de todas as bênçãos de Deus porque recebeu a sua Palavra e louvou ao Senhor com sua alma. Seu espírito se alegrou em Deus seu Salvador porque ela creu que Deus, em sua misericórdia, não se importou com sua condição humilde. Deus abençoa, exalta e concede seu favor de geração a geração aos que são humildes como Maria.
Nós não somos diferentes de Maria. Nós também ouvimos a Palavra de Deus assim como ela a ouviu de um anjo. Mas de quem ouvimos a Palavra de Deus? No passado, Deus enviava suas mensagens pelos anjos, mas hoje ele usa seu povo e seus servos. Era o anjo Gabriel que cumpria esse papel no passado. Gabriel era um anjo mensageiro.
Assim como Deus falou com Maria através do seu anjo mensageiro, são os cristãos nascidos de novo e os servos de Deus que hoje fazem isso. Então, tudo que você tem a fazer é receber a Palavra de Deus e confessar: “Cumpra-se em mim segundo a tua palavra”. Irmãos, vocês creem na Palavra de Deus quando seus servos pregam a vocês? Crer na mensagem que é pregada foi o que fez Maria. Se ela não tivesse crido na mensagem do anjo, ela não teria recebido as bênçãos de Deus. De todo modo, a Palavra de Deus não pode ser ouvida se não houver mensageiros. Por isso, a fé vem por ouvir a mensagem, e ela é ouvida através da Palavra de Cristo (Romanos 10:17). Se sua fé não está baseada na Palavra de Deus, ela nunca vai crescer, por mais que você empenhe todos os seus esforços para isso.
Se o anjo não tivesse aparecido a Maria ou se ela achasse que Deus a abençoaria de qualquer jeito, ela nunca receberia as bênçãos do Senhor. Foi somente pelo evangelho da água e do Espírito que ela pôde dizer: “Cumpra-se em mim segundo a tua palavra”, e receber a remissão de pecados e todas as bênçãos celestiais pelo seu comprometimento.
Jesus Cristo disse a João Batista: “Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Em outras palavras, ele estava dizendo que tinha que tirar os pecados de todo mundo. A palavra ‘justiça’ neste versículo é ‘Yi’ (義) em mandarim. Mas o interessante é que este caractere em mandarim na verdade é formado pela junção de dois caracteres: 羊 (yang, que significa ‘ovelha’) e 我 (wǒ, que significa ‘eu’). Este caractere retrata o sacrifício de Abel. Todos nós também podemos ser justos se buscarmos a Deus e exaltarmos o Cordeiro, Jesus Cristo.
Deus veio a essa terra para fazer o que é certo. Jesus tirou nossos pecados ao ser batizado e se entregou como sacrifício a Deus na cruz para pagar o preço pelos pecadores e os salvar. Caso contrário, o homem iria sofrer no inferno por causa dos seus pecados, se tornaria escravo de Satanás e seus demônios, e não poderia receber bênção alguma. Foi essa a mensagem de salvação que o senhor nos trouxe, pois o certo era Deus fazer isso conosco. Foi por isso que Jesus veio a essa terra.
Jesus, que é o próprio Deus, foi batizado. E no momento em que ele foi batizado no rio Jordão há dois mil anos, todos os nossos pecados foram passados para ele. Você crê que todos os pecados da sua vida foram passados para Jesus? Você crê que com o coração se crê para a justiça e com a boca se faz confissão para a salvação (Romanos 10:10)?
 
 
“Eis o Cordeiro de Deus, que Tira o Pecado do Mundo!”
 
Irmãos, onde estão os pecados do mundo agora? Quem levou todos eles? Jesus Cristo levou todos os nossos pecados quando foi batizado. E depois de ser batizado por João Batista e levar todos eles, ele pregou o evangelho por três anos. Jesus disse à mulher apanhada no ato de adultério: “Nem eu também te condeno; vai-te e não peques mais” (João 8:11). Jesus não condenou a mulher que foi apanhada no ato de adultério. Mas por quê? Porque ele já tinha levado todos os pecados do mundo e não podia julgá-la pelos padrões humanos.
Ela era uma mulher pobre de espírito. E além disso, ela estava totalmente ciente da sua pequenez, do seu pecado e do seu estado deplorável, que era como um vermezinho perante Jesus. Ela saiba que não tinha nenhuma justiça em si mesma e esperava ser condenada por Jesus. Mas ele disse: “Nem eu te condeno”. Mas por que ele não a condenou? Era isso o que ele estava dizendo a ela: “Eu tirei todos os seus pecados; por isso, você não tem mais pecado. Eu já sabia que você iria pecar”. Você crê nisso também? Como isso nos mostra, Jesus também é o nosso Salvador.
“Cumpra-se em mim segundo a tua palavra”. Já que nós recebemos Jesus em nosso coração com essa oração, e já que fomos salvos pela Palavra do Senhor e ele nos adotou como seus filhos, agora somos filhos de Deus. Jesus envia o Espírito Santo ao coração dos que são filhos de Deus. Ele faz nossa fé crescer por meio da Igreja assim como Jesus cresceu no ventre de Maria. Aí então, ele nos ajuda a ficar firmes com Deus e faz nossa fé crescer. Portanto, temos que entender que Jesus tem cuidado de nós, nos protegido e nos abençoado desde que nascemos de novo, embora pareça às vezes que ele não está muito presente em nossa vida. Irmãos, o fato de o próprio Deus ter se tornado Rei, nosso Senhor e cuidar de tudo em nossa vida está além da nossa compreensão.
Amados irmãos, há muitos frases na Bíblia além desta: “Cumpra-se em mim segundo a tua palavra”. Nossa vida não para depois que nascemos de novo e nos tornamos cristãos; ao contrário, é aí que ela começa. Sendo assim, temos que crescer espiritualmente, negar a nós mesmos e confiar em Deus, lutar contra o mundo e amar o Senhor mais do que tudo nessa terra. Nós podemos até amar o que há no mundo, mas temos que amar muito mais o Senhor. Seu amor é muito maior do que o amor deste mundo. Eu te amo, Senhor. Meus irmãos, apesar de cairmos constantemente e nos ferirmos, devemos nos lembrar sempre que Jesus Cristo tirou nossos pecados e nos abençoou. O Senhor é quem nos dá bênçãos e o verdadeiro descanso. Ele nos ama, irmãos. E quando entendemos seu amor e o buscamos com amor, ele transforma nossa vida com seu poder e nos dá maravilhosas bênçãos. Diz a Bíblia: “O teu princípio, na verdade, terá sido pequeno, mas o teu último estado crescerá em extremo” (João 8:7). O fim dos fiéis será mais próspero do que seu começo. Deus prometeu que nos abençoaria e nos faria prósperos. Vocês creem nisso?
Irmãos, Deus abençoou Maria e ela foi chamada de bem-aventurada por todas as gerações. Mas foi algo constrangedor para ela gerar Jesus. Ter um filho fora do casamento não era algo que a deixava muito orgulhosa. Mas durante o ministério de Jesus, uma mulher disse em alta voz: “Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste!”(Lucas 11:27). Maria foi sempre uma mulher muito simples. E todo ser humano em sua essência é simples assim. Eu quero dizer a vocês que Maria foi uma mulher muito abençoada e honrada por ter aceitado a palavra de Deus quando a ouviu.
Aceitar Jesus não parece ser grande coisa no começo, mas com o passar do tempo, Deus nos molda e nos torna vasos maiores e mais fortes para recebermos suas bênçãos. Irmãos, Deus nunca nos abandona; ele sempre nos protege. Ele sempre cuida de nós e derrama sobre nós bênçãos sem medida. Eu quero que vocês se lembrem sempre que Deus nunca rejeitou Abraão, não importa o que ele tenha feito. Deus nunca nos abandona, não importa como estamos na sua presença. E nunca se esqueçam que ele nos abençoa da mesma maneira. O que muda de vez em quando é a nossa mente, mas a Palavra de Deus e suas bênçãos sempre estarão conosco, independente da nossa situação. As bênçãos de Deus sempre estiveram sobre Maria. E eu espero que vocês creiam que as bênçãos de Deus estarão sobre nós para todo o sempre.
Eu vou concluir meu sermão agora. Eu espero que vocês não se esqueçam das fabulosas bênçãos de Deus neste Natal. Vamos fazer com que as bênçãos da Palavra de Deus sejam nossas pela fé. Toda a Palavra de Deus tem bênçãos. E é ele quem nos dá a fé para confiarmos na sua Palavra. Eu espero que vocês tenham um Natal maravilhoso e desfrutem de mais bênçãos do Senhor no ano vindouro. Eu espero que as bênçãos invisíveis do Senhor os alcancem e sua fé cresça com essas bênçãos espirituais. Vocês têm que entender que Deus faz com que tudo aconteça nessa terra conforme a sua vontade, a fim de que possamos crer na sua Palavra e confiar nela de todo o nosso coração. Eu oro para que a obra de Deus e toda a sua glória venha se manifestar através de nós, e que essa glória nos traga as suas bênçãos. Obrigado, Senhor!