Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-36] A circuncisão é um sinal da aliança com Deus (Gênesis 17:1-15)

(Gênesis 17:1-15)
“Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o SENHOR a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito. E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente. Então caiu Abrão sobre o seu rosto, e falou Deus com ele, dizendo: Quanto a mim, eis a minha aliança contigo: serás o pai de muitas nações; e não se chamará mais o teu nome Abrão, mas Abraão será o teu nome; porque por pai de muitas nações te tenho posto; e te farei frutificar grandissimamente, e de ti farei nações, e reis sairão de ti; e estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti. E te darei a ti e à tua descendência depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão e ser-lhes-ei o seu Deus. Disse mais Deus a Abraão: Tu, porém, guardarás a minha aliança, tu, e a tua descendência depois de ti, nas suas gerações. Esta é a minha aliança, que guardareis entre mim e vós, e a tua descendência depois de ti: Que todo o homem entre vós será circuncidado. E circuncidareis a carne do vosso prepúcio; e isto será por sinal da aliança entre mim e vós. O filho de oito dias, pois, será circuncidado, todo o homem nas vossas gerações; o nascido na casa, e o comprado por dinheiro a qualquer estrangeiro, que não for da tua descendência. Com efeito será circuncidado o nascido em tua casa, e o comprado por teu dinheiro; e estará a minha aliança na vossa carne por aliança perpétua. E o homem incircunciso, cuja carne do prepúcio não estiver circuncidada, aquela alma será extirpada do seu povo; quebrou a minha aliança. Disse Deus mais a Abraão: A Sarai tua mulher não chamarás mais pelo nome de Sarai, mas Sara será o seu nome.”
 
 

Você precisa ser circuncidado espiritualmente

 
Em Gênesis 17, Deus nos ensina o que é a circuncisão. O dicionário Aurélio define a palavra circuncisão como ‘operação cirúrgica ou ritual que consiste na excisão do prepúcio.’ Para ser específico, é o que conhecemos como operação de fimose. E Deus disse que não apenas os israelitas, mas todos neste mundo deveriam ser circuncidados. Disse ainda que os que forem circuncidados pertencerão a ele, enquanto que quem não for não fará parte do seu povo.
Quando Abraão, o pai da fé, fez 99 anos, Deus apareceu para ele e disse:
– Eu sou o Deus todo-poderoso.
E ele é mesmo do Deus todo-poderoso, aquele que detém todo o poder. E eu estou dizendo isso porque Deus tornou Abraão um justo quando ele obedeceu à sua Palavra e creu totalmente nela. Vamos ver o que diz Gênesis 15. Abraão disse a Deus quando ele lhe visitou:
– O herdeiro da minha casa é Eliezer de Damasco.
Mas Deus disse:
– Este não será seu herdeiro, e sim aquele que for gerado por você.
Então Deus o levou para fora da tenda e lhe disse: “Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência. E creu ele no Senhor, e imputou-lhe isto por justiça”. (Gênesis 15:5-6). Ele então creu no Senhor e isso lhe foi reputado por justiça (Gênesis 15:5-6).
O que isso significa? Abraão creu na Palavra de Deus, que reputou isso como justiça e se tornou um justo. Deus tornou Abraão e seu filho homens justos através da sua Palavra. E depois de ter tornado Abraão um justo, ele mandou que todos os homens da sua casa fossem circuncidados. E Abraão obedeceu porque o Senhor Deus lhe explicou a importância da circuncisão e no que ela implicava.
 
 
Por que a circuncisão espiritual é tão importante?
 
Vamos examinar a Palavra de Deus com calma para descobrirmos por que a circuncisão é tão importante. Deus disse a Abraão: “Anda na minha presença e sê perfeito.” Ele queria que Abraão em tudo fosse pleno.
Ele também queria que ele fosse perfeito. Ele requer que sejamos plenos na fé. Se não tivermos fé, não poderemos ser plenos, embora o Senhor tenha nos dito que devemos ser. Mas todo aquele que crê em Deus da forma correta é pleno. Embora sejamos falhos, por sermos humanos, somos plenos porque temos fé em Deus. Quando obedecemos a Deus e procuramos ser perfeitos, ele opera isso em nós e nos leva a ter uma vida de retidão na sua presença. Nossa mente, é claro, é sempre falha e inconstante, mas podemos ser perfeitos se crermos em Deus. Você e eu podemos ser perfeitos e andar em santidade tendo fé em Deus, apesar de que nunca deixaremos de ser falhos e inconstantes.
Através de Abraão, Deus ensina o que é a circuncisão. E eu creio que este ensinamento é para nós que estamos ouvindo a Palavra agora. Deus disse a Abraão para ser perfeito. E isso significa que ele quer que sejamos perfeitos também. Vamos ver então por que Deus disse isso.
Deus diz em Gênesis 17:2: “E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente.” Deus disse que faria uma aliança com Abraão e o faria multiplicar. E esta aliança é uma Palavra profética de Deus. Depois de pôr “a minha aliança entre mim e ti,” Deus multiplicou a Abraão e seus descendentes como havia prometido. E esta promessa também vale para todos que possuem a fé de Abraão.
Mas o que foi esta aliança? Foi a circuncisão. Em outras palavras, a promessa de Deus estava baseada na circuncisão. Ele disse:
– Se forem circuncidados, você serão meu povo e eu serei seu Deus. Se seus descendentes forem circuncidados, eles também serão meu povo e eu lhes darei a terra de Canaã.
Já que é assim, não devemos ser circuncidados também, irmãos e irmãs? Será que não há problema se não formos circuncidados? O que significa exatamente esta ordenança de Deus? Vocês devem ser circuncidados? Claro que sim! É algo imprescindível sermos circuncidados. A circuncisão não é uma questão de escolha, mas um mandamento. Deus disse a todos, inclusive a Abraão, que faria uma aliança com ele e muito o multiplicaria. E ele disse que devemos ser circuncidados para que esta promessa se cumpra.
Irmãos, vocês podem imaginar como Deus nos multiplica? Ele é a fonte de todas as bênçãos e nos mostra isso de modo bem claro em sua Palavra. Deus nos confirma isso no texto bíblico deste capítulo. E tudo isso ele realiza através da aliança da circuncisão. Deus apareceu a Abraão, que recebeu a remissão de pecados crendo em sua Palavra. E ele disse a Abraão:
– Eu sou seu Deus e dos seus descendentes. E eu darei a vocês a terra de Canaã. Levantarei reis dentre seus descendentes. E o que ele disse que devemos fazer para que esta promessa se cumpra em nossa vida? Ele nos disse que devemos ser circuncidados para mostrar a ele que de fato o obedecemos e cremos nele.
 
 
Se formos espiritualmente circuncidados, seremos justos e prósperos
 
Como vimos antes, a circuncisão significa a excisão do prepúcio. Abraão se tornou um justo porque creu na Palavra de Deus e a obedeceu.
– Eu farei seus descendentes tão numerosos com as estrelas do céu.
Deus reapareceu a Abraão e disse:
– Eu farei uma aliança entre mim e ti e muito o multiplicarei. Seja circuncidado, pois esta será a aliança entre mim e ti.
O que isso quer dizer? Deus aqui está reafirmando seu mandamento, que Abraão seria perfeito por meio da sua Palavra profética, ou seja, pela circuncisão. A Palavra profética era a promessa que se cumpriria pela circuncisão.
Depois que recebeu esta promessa então, Abraão foi circuncidado. E qual é a promessa de Deus para nós? Esta é sua promessa:
– Eu serei seu Deus se vocês deixarem seus pecados. Eu sou o Deus todo-poderoso. Eu farei com que vocês sejam perfeitos.
O fato de Abraão ter sido circuncidado nos mostra que ele se tornou alguém perfeito e justo crendo na Palavra profética de Deus. A bem da verdade, Abraão se tornou um homem honrado depois que creu e foi circuncidado segundo a Palavra profética que recebeu. E como Deus cumpre esta promessa na nossa vida hoje? Ele diz:
– Eu tirarei todos os seus pecados de uma vez. Eu serei seu Deus ao tirar todos os seus pecados, como prometi. Eu sou perfeito, o Deus todo-poderoso. Então eu posso tirar todos os seus pecados para sempre. Eu posso torná-los santos, a fim de que vocês possam herdar a terra de Canaã, que é o céu. Esta é a Palavra profética de Deus recebida após a circuncisão.
Deus disse que a circuncisão não é uma questão de escolha, mas uma ordenança que devemos obedecer. O sinal derradeiro da promessa de Deus é a circuncisão. Assim como uma das partes mais sensíveis do nosso corpo é tirada, Deus promete tirar todos os nossos pecados. Ele disse a Abraão: “E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente.” Isso quer dizer que ele tirará todos os nossos pecados e dará a bênção da remissão de pecados a todos que obedecerem à sua Palavra e crerem nela.
 
 

Todos os nossos pecados são tirados através da circuncisão do coração

 
Irmãos, por que estamos falando sobre circuncisão? Porque ela é um sinal da promessa de Deus. Deus nos deu uma Palavra profética e foi bem claro ao dizer que todos os nossos pecados serão tirados. Os que não são circuncidados não podem ser salvos. E os que não obedecem ao evangelho da água e do Espírito e não creem nele não podem entrar no reino de Deus.
Deus sempre fez promessas em sua Palavra. E esta é uma delas, que ele faz no livro de Gênesis:
“E porei inimizade entre ti e a mulher,
E entre a tua semente
E a sua semente;
Esta te ferirá a cabeça,
E tu lhe ferirás o calcanhar” (Gênesis 3:15).
Deus sempre cumpre suas promessas. E qual foi a promessa feita acima que ele cumpriu? Ele enviou Jesus Cristo, a semente da mulher, para tirar todos os nossos pecados e ter seus pés pregados na cruz. Em outras palavras, sua promessa era que o próprio Deus seria punido para tirar todos os pecados do seu povo, que havia sido enganado por Satanás. E ele cumpriu tudo que prometeu. Deus confirmou sua promessa de que daria o reino dos céus a todos que cressem na sua Palavra; e ele de fato cumpriu tudo que prometeu.
Irmãos, Deus prometeu que tiraria nossos pecados e nos levaria para o céu. E nos disse que o ‘prepúcio’ deveria ser cortado como sinal da sua promessa. Também nos disse que deveríamos ser circuncidados no coração (Deuteronômio 10:16; 30:6; Romanos 2:29; Atos 7:51). Deus prometeu em sua Palavra que tiraria todos os nossos pecados; e ele cumpre esta promessa na vida daqueles que creem nela. Sua promessa foi unilateral, assim como a remoção de todos os nossos pecados. Deus é o Deus criador, aquele que fez os céus e a terra com sua Palavra. E ele também nos criou e nos fez seus filhos pela sua Palavra.
Deus disse: “E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente.” Irmãos, vocês podem dizer ‘amém’ para esta Palavra? Sim, pois esta foi a promessa que Deus nos fez. Ele fez uma promessa bem clara a Abraão, que através da sua aliança como ele o multiplicaria. Todos neste mundo devem fazer esta confissão:
– Eu creio que Deus fez isso na minha vida. Eu creio em ti, Senhor.
Eu estou certo que Deus multiplicará os descendentes dos justos cujos pecados foram tirados quando foram circuncidados. Eu tenho certeza que ele multiplicará os justos, cujos pecados foram tirados, para que sejam tantos como as estrelas do céu.
 
 

Nós nos tornamos justos crendo nas promessas de Deus

 
Deus prometeu a Abraão que seria seu Deus e lhe disse para ser circuncidado, pois isso seria um sinal de que ele cumpriria sua promessa. E eu creio que Deus está nos dizendo a mesma coisa hoje. Temos que crer nesta promessa também e circuncidar nossa alma, pois nos tornamos filhos de Deus quando cremos nela. Nós somos justos e filhos de Deus por causa desta promessa. E Deus a fez de modo bem claro. Nós recebemos a remissão de pecados e nos tornamos filhos de Deus segundo a promessa da salvação.
Alguns acham que a circuncisão é algo opcional, mas a Bíblia diz claramente: “Circuncisão a que é do coração” (Romanos 2:29). Deus adverte Abraão que seus descendentes seriam rejeitados por ele se não fossem circuncidados. Vemos aqui então a importância que tinha a circuncisão. Mas o que isso quer dizer? Que a circuncisão não é opcional. Todo aquele que quer fazer parte do povo de Deus e ir para o céu precisa receber a remissão de pecados em seu coração. Apenas aqueles cujos pecados foram tirados pela circuncisão podem entrar no céu. É mentira dizer que podemos ser abençoados e ir para o céu só porque cremos em Jesus, apesar de ainda haver pecado em nosso coração. A circuncisão do coração é um mandamento. Todo aquele que quer ir para o céu precisa ter todos os seus pecados removidos pela circuncisão do coração. E Deus está nos dizendo que devemos receber a remissão de pecados crendo nesta promessa.
 
 

O céu pertence àqueles que são circuncidados

 
A quem Deus diz que pertence o reino dos céus? Àqueles que foram circuncidados no coração. Quem não for circuncidado jamais poderá ser cidadão do reino dos céus. Em outras palavras, os pecados não podem entrar no reino dos céus, de jeito nenhum. Foi isso que Deus disse ao nosso pai na fé, Abraão. Nós vamos para o céu então, irmãos? Já que todos nós fomos circuncidados no coração e recebemos a remissão de pecados, sem dúvida alguma vamos para o céu. Isso é certo, não é verdade? Deus diz claramente que os que creem na sua Palavra profética e foram circuncidados são seu povo. Ele disse a Abraão:
– Eu farei uma aliança eterna entre mim e ti e seus descendentes. Eu serei o seu Deus e dos seus descendentes.
Do mesmo modo, quando somos circuncidados no coração, passamos a fazer parte do povo de Deus e podemos entrar no reino dos céus, como Abraão.
 
 

A circuncisão do coração é muito importante

 
Temos que ser circuncidados no coração. Melhor dizendo, temos que receber a remissão de pecados. Há muitos cristãos que nos questionam:
– O que é isso que vocês estão dizendo? Que ideia dúbia é essa que divide justos e pecadores? Não basta crer em Jesus como fazemos? Por que vocês dizem que somente sua fé é a verdadeira?
Eles até estariam certos se Deus não tivesse dito a Abraão em Gênesis 17 que ele deveria ser circuncidado. Seria como eles querem se Deus tivesse dito a Abraão que a circuncisão é opcional. Mas o que Deus disse? Ele disse que temos que ser circuncidados. E advertiu Abraão e seus descendentes que eles seriam ‘cortados’ do seu povo não se não fossem circuncidados.
Deus disse a Abraão: “Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.” O que isso quer dizer? Deus está dizendo aqui que nos tornamos perfeitos pela sua promessa. Podemos ser plenos pela promessa que ele fez de remir nossos pecados. Na verdade, Deus já purificou todos os nossos pecados com sua Palavra. Ele fez esta circuncisão em nosso coração. Irmãos, guardem isso na mente. Os que dentre vocês não forem circuncidados no coração se desviarão da jornada de fé e acabarão indo para o inferno. A consequência de não ser circuncidado é ir para o inferno. Mas, obviamente, não precisamos perguntar as pessoas se foram circuncidadas quando pregamos para elas. Alguém poderia então retrucar e dizer:
– O que é circuncisão?
E teríamos que responder:
– Se você não foi circuncidado, isso significa que ainda é um pecador.
Gênesis 17:14 diz: “E o homem incircunciso, cuja carne do prepúcio não estiver circuncidada, aquela alma será extirpada do seu povo; quebrou a minha aliança.” Se entrarmos por este caminho, iniciaremos uma discussão sem fim. A circuncisão do coração representa a remissão de pecados dos que creem na Palavra de salvação de Deus, ou seja, no evangelho da água e do Espírito.
Irmãos, como podemos ser perfeitos? Pela fé na Palavra profética de Deus. E isso não pode ser mudado. Deus fez uma promessa ao homem, e nos tornamos perfeitos quando somos circuncidados no coração, pois isso é algo irreversível. Muitos cristãos deste mundo dizem que não há um justo nessa terra, fazendo referência a Romanos, mas isso não é verdade. Assim como Deus prometeu a Adão e Eva que os salvaria, ele disse o mesmo aos descendentes de Abraão e a todos neste mundo que tiveram todos os seus pecados remidos, e se cremos nesta promessa, todos nós também o somos então. Abraão se tornou um justo quando disse ‘amém’ à promessa que Deus fez:
– Eu multiplicarei seus descendentes como as estrelas do céu.
Abraão se tornou um justo porque creu na Palavra profética.
Deus prometeu a Abraão:
– Eu multiplicarei seus descendentes como as estrelas do céu.
E quando ele creu nesta promessa de todo o coração, Deus reputou isso por justiça e lhe deu a bênção da remissão de todos os seus pecados. E quanto a nós? Ele prometeu que tornaria nosso pecado carmesim mais alvo que a neve. E nós cremos nesta promessa? É claro que cremos. A promessa de Deus se cumpriu em Jesus Cristo, e nós recebemos a remissão de pecados crendo nele.
O que significa a circuncisão então? Nossa circuncisão é crer na Palavra profética de Deus. Através dela, podemos nos tornar justos recebendo a remissão de pecados, ou seja, a circuncisão do coração. Você já se sentiu com se sua fé fosse imperfeita e inconstante ao longo da sua vida de fé? Se você já se sentiu assim, não precisa mais ser assim. Nós acabamos de ter a certeza absoluta que somos justos porque recebemos a remissão de pecados através da Palavra que Deus disse Abraão. Mas para termos uma fé correta em Jesus, temos que conhecer Abraão, entender o que Deus disse a ele e como ele se tornou um justo. Deus promete a Abraão em Gênesis 17 que muitos justos nasceriam dele, pois ele os multiplicaria. E por crer nesta Palavra profética, Deus o tornou um homem justo, o pai da fé.
 
 
“Senhor Deus, eu creio na tua promessa”
 
Os pensamentos do homem são imundos. No entanto, nos tornamos justos quando cremos em Jesus Cristo e na sua Palavra. Nos tornamos justos crendo nele. Nos tornamos filhos de Deus e entramos no reino dos céus crendo nesta promessa:
– Eu serei seu Deus.
Deus prometeu que nos multiplicaria muito. E eu creio que ele fará isso. Por isso que eu confesso:
– Amado Deus, eu creio em ti. Eu creio na tua promessa.
Todos nós que somos membros das Igrejas da Missão Nova Vida em toda a Coreia somos perfeitos por causa da aliança de Deus ou não? Sim, somos. Mas isso é uma realidade por causa de alguma doutrina cristã que inventamos? Não, isso jamais aconteceria se a tivéssemos inventado. Isso se cumpriu pela promessa feita por Deus a Abraão. Se cumpriu também pela promessa que Deus fez a Adão e Eva. Nós nos tornamos justos pela Palavra profética que Deus deu a Abraão e Moisés. E assim como ele prometeu, nós os verdadeiros cristãos nos tornamos justos e perfeitos. Embora sejamos em pequeno número hoje, nos multiplicaremos muito num futuro próximo. Irmãos, somos seres perfeitos. Somos perfeitos aos olhos de Deus. Deus fez uma promessa e a cumpriu em nossa vida; por isso não somos mais pecadores, pois recebemos a remissão de pecados crendo nesta promessa. Nós somos completamente perfeitos. E nossa fé neste mundo é plena.
Deus disse a Abraão que o faria pai de muitas nações.
– Eu faço uma aliança contigo e você será pai de muitas nações.
Irmãos, quem é o Senhor do universo? É o Deus todo-poderoso. E assim como Deus prometeu a Abraão que o faria pai de muitas nações, nós os santos nascidos de novo que recebemos a remissão de pecados também somos senhores deste mundo. O povo de Deus se tornou senhor deste mundo. E eu desejo que vocês se tornem senhores deste mundo também crendo nesta Palavra. Parem então de ser escravos deste mundo! Se você for senhor deste mundo, tudo aqui lhe estará sujeito. Se formos senhores deste mundo crendo na promessa de Deus, reinaremos sobre tudo que há aqui. Quem era o senhor do mundo antigo? Era Abraão. E hoje somos nós, que nascemos de novo crendo na Palavra de Deus. Somos os senhores do mundo atual. Deus declarou:
– Eu farei uma aliança entre mim e ti, e tu serás o pai de muitas nações.
Como vocês sabem muito bem, Abraão é o pai da fé. Aonde quer que ele fosse, as pessoas se submetiam a ele e o obedeciam. Ele reinou sobre todos os povos conhecidos da sua época. E se confiarmos em Deus de todo o coração, também poderemos ser assim. Vamos crer nisso então! Vamos orar:
– Amado Deus, nós confiamos em ti. Cremos que tu podes nos fazer reinar este mundo. Cremos que tu nos tornaste senhores deste mundo. Dai-nos uma fé ousada e poderosa.
 
 

Somos descendentes de Abraão

 
Todos os versículos da Bíblia que falam de Abraão se referem à fé. Vamos ler agora os versículos 7 e 8 do texto bíblico deste capítulo. Diz assim: “E estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti. E te darei a ti e à tua descendência depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão e ser-lhes-ei o seu Deus.”
Deus disse que estabeleceria uma aliança com Abraão e seus descendentes e para sempre seria seu Deus. E esta aliança está baseada na circuncisão. Melhor dizendo, ele fez esta promessa a Abraão quando ele recebeu a remissão de pecados crendo na sua Palavra. Deus disse que seria o Deus dos descendentes de Abraão por meio da circuncisão. Você e eu somos descendentes de Abraão também. O Deus criador fez esta aliança conosco e se tornou nosso Deus. O Deus todo-poderoso é o Deus de todos nós que recebemos no coração a remissão de pecados. Você crê que Deus é o Deus daqueles que recebem a remissão de pecados? Você crê que Deus é o nosso Deus? Deus é o nosso Deus, mas não daqueles que não receberam a remissão de pecados e cujo coração ainda não foi circuncidado do pecado. Ele é o Deus de cada um de nós que foi circuncidado crendo nesta Palavra profética. E como nossa fé é pura, eu creio que Deus é o nosso Deus, o Pastor que nos guia pelo caminho certo e cuida muito bem de nós.
Deus prometeu a Abraão: “E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente.” Abraão então se tornou justo e gerou Isaque, crendo nesta aliança. Isaque significa ‘aquele que sorri.’ E sorriso é o que há no rosto de todos que receberam a remissão de pecados no coração ao aceitar Deus como o seu Deus. Isso nos leva a sorrir com toda a alegria do nosso coração.
Deus prometeu a Abraão:
– Eu estabelecerei minha aliança eterna com você e serei o seu Deus e de seus descendentes.
E os descendentes aqui somos nós. Eu creio que Deus é o nosso Deus e nos tornamos justos pela sua Palavra. Eu creio que Deus é o Deus de todos nós que recebemos a remissão de todos os nossos pecados. E sou grato a ele por isso. Deus é mesmo o nosso Deus. Ele não é o Deus dos pecadores, apenas dos santos que creem nele de forma correta. Ele é o Deus dos que receberam a remissão de pecados crendo na verdade.
 
 
Nós que fomos circundados e somos senhores deste mundo temos uma grande certeza
 
É maravilhoso saber que Deus é o nosso Deus e nos faz plenos. E é uma bênção ter esta confiança em Jesus, esta ousadia, esta certeza. Eu não tinha tanta certeza no coração no passado, mas a partir do momento que cri em Jesus e na sua Palavra profética de modo correto, tudo ficou bem claro para mim. Eu era muito indeciso e as pessoas que vendiam coisas nas ruas sempre tiravam vantagem disso. Como eu era indeciso, eu costumava comprar o que não precisava mais. E o mesmo acontecia na minha vida de fé. Eu não conseguia firmar minha fé em nada, e sempre que tentava, eu acha que estava sendo tolo. Mas agora não sou mais enganado porque tenho uma fé poderosa na Palavra de Deus e creio piamente que sou senhor deste mundo.
Irmãos, vocês jamais serão enganados se tiverem fé na Palavra de Deus. Como a Palavra de Deus é precisa! Está escrito: “E estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência depois de ti em suas gerações, por aliança perpétua, para te ser a ti por Deus, e à tua descendência depois de ti.” E como creu nesta Palavra profética, Abraão recebeu a remissão de pecados e se tornou justo. Depois ele provou sua fé sendo circuncidado.
O mesmo aconteceu comigo. Eu recebi a remissão de pecados e fui circuncidado pela Palavra de Deus. Eu tenho o sinal da fé, como Abraão. Os pecados do meu coração foram purificados e passados a Jesus Cristo quando ele foi batizado; ele tirou todos eles. Agora tenho uma marca em meu coração que mostra que todos os meus pecados foram purificados. E esta marca foi gravada pela justiça de Deus. Deus gravou sua justiça justamente onde meus pecados foram removidos, provando assim que agora sou seu filho perfeito através do batismo e do sangue de Jesus Cristo.
Eu espero que você creia de todo o coração que Deus é o seu Deus. E o que ele diz no versículo 8 refere-se a todos nós, não somente a Abraão: “E te darei a ti e à tua descendência depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão e ser-lhes-ei o seu Deus.” Este texto se refere a nós também. Assim como promete aqui, Deus nos deu a terra de Canaã, ou seja, o reino dos céus como herança eterna. A terra de Canaã na Bíblia representa o céu, a terra que mana leite e mel. Vemos na Bíblia que todos os homens de fé entraram na terra de Canaã. E o que isso quer dizer? Que os que creem no Senhor de modo correto receberam a remissão de pecados e vão para o céu. Foi assim que Deus criou o céu e permite que só os circuncidados no coração entrem nele. Ele também prometeu que seria o Deus de todos que tivessem a fé de Abraão, Isaque e Jacó, como era o deles. Eu creio que o Deus das bênçãos, que é o Deus de Abraão, é nosso Deus também. E eu sou grato a ele por me conceder esta fé.
“Disse mais Deus a Abraão: Tu, porém, guardarás a minha aliança, tu, e a tua descendência depois de ti, nas suas gerações. Esta é a minha aliança, que guardareis entre mim e vós, e a tua descendência depois de ti: Que todo o homem entre vós será circuncidado. E circuncidareis a carne do vosso prepúcio; e isto será por sinal da aliança entre mim e vós. O filho de oito dias, pois, será circuncidado, todo o homem nas vossas gerações; o nascido na casa, e o comprado por dinheiro a qualquer estrangeiro, que não for da tua descendência. Com efeito será circuncidado o nascido em tua casa, e o comprado por teu dinheiro; e estará a minha aliança na vossa carne por aliança perpétua’” (Gênesis 17:9-13).
O texto acima mostra que somente quem foi circuncidado é de fato justo. Deus diz a Abraão aqui que ele e seus descendentes deveriam guardar sua aliança. Mas quem são os descendentes de Abraão? Dizem que o homem é descendente de Adão, não é? E todos são mesmo descendentes de Adão. Em outras palavras, somos descendentes de um homem. Por isso Deus ordenou que todos os homens fossem circuncidados, pois esta circuncisão representa sua aliança com eles. E a aliança de Deus conosco é que ele tiraria os pecados do nosso coração e nos faria nascer de novo como justos. Todo ser humano nasceu como descendente de Adão, ou seja, pecador. Então, precisamos ser circuncidados para sermos descendentes de Abraão. Não podemos ser filhos de Deus somente pelo sangue. Isso não pode acontecer por vontade da carne ou do homem. Até um servo de Deus tem que ser circuncidado. Deus disse que todo macho deveria ser circuncidado, até os escravos.
Deus disse que todo macho deveria ser circuncidado, que eles tinham que fazer isso para guardar a aliança. E já que Deus disse isso, todo ser humano tem que ser circuncidado, sem exceção. Ninguém pode fazer parte do povo de Deus se não for circuncidado. Deus disse a Abraão que até seus descendentes deveriam ser circuncidados.
– Você tem que ser circuncidado, assim como todos os seus descendentes ao longo das gerações.
Isso quer dizer que só é possível receber a remissão de pecados através da circuncisão. Não importa quem seja, você tem que ser circuncidado para fazer parte do povo de Deus. Mas o aconteceria se você pensasse assim:
– Meu pai recebeu a remissão de pecados; então será que eu tenho mesmo que ser circuncidado? Todos os pecadores precisam mesmo receber a remissão de pecados? Será que não posso deixar de lado este negócio de circuncisão? Guardem isso em sua mente: Deus afirmou que somente quem recebe a remissão de pecados é que pode fazer parte do seu povo. E todo aquele que ainda tiver pecado será rejeitado no reino dos céus. Portanto, temos que ser circuncidados no coração perante Deus. Só poderemos fazer parte do povo de Deus se recebermos a remissão de pecados na sua presença. Vocês estão vendo como a circuncisão e a Palavra da aliança estão no mesmo nível? Podem estar certos que esta é a verdade. A circuncisão e a remissão de pecados são os sinais de que Deus nos salvou.
Abraão se tornou um justo quando creu na promessa de Deus. E ele então lhe disse que a circuncisão seria um sinal desta promessa. Esta é a promessa que Deus fez a Abraão:
– Eu farei com que seus descendentes sejam como as estrelas do céu e limparei seus pecados imundos e vis de uma vez por todas.
Esta promessa também foi para todos neste mundo. Deus quer que o Senhor circuncide nosso coração para que sejamos justos como Abraão. Ele purificou todos os pecados do nosso coração e os tirou de uma vez por todas. Você crê nisso?
Você precisa entender como é importante ser circuncidado. Deus disse:
– Você precisa ser circuncidado na carne, ou seja, cortar seu prepúcio. Este será um sinal da aliança entre mim e ti.
Amados irmãos, temos que cortar o prepúcio do nosso coração e os pecados que há dentro dele. E devemos crer que Jesus Cristo tirou todos os nossos pecados. Precisamos crer nisso para que todos os nossos pecados sejam remidos. Este é o sinal da aliança de Deus. A circuncisão é o sinal da aliança de Deus, de que ele tirou todos os nossos pecados. Em outras palavras, o sinal de que somos povo de Deus é que nossos pecados foram tirados do nosso coração; este é o sinal de que recebemos a remissão de pecados.
 
 
Você já faz parte do povo de Deus?
 
Os pecados do seu coração já foram totalmente tirados? Deus disse que devemos ser circuncidados na carne, ou seja, nosso prepúcio deve ser cortado. Isso significa que devemos entender muito bem como fomos salvos. Jesus Cristo não tirou todos os nossos pecados ao ser batizado, morreu na cruz e ressuscitou dos mortos por nós? Sim, aleluia! Precisamos confirmar esta fé então. Devemos crer que Jesus Cristo tirou todos os nossos pecados e dizer ‘aleluia!’ Você não deve pensar assim:
– Será mesmo que Jesus tirou todos os meus pecados? Eu nunca ouvi ninguém falar sobre isso; por que então esta igreja trata deste assunto? E como nenhuma outra igreja cristã fala sobre isso, será que este não é um ensinamento apenas do pastor Paul Jong? Mas lembre-se do que o apóstolo Paulo disse sobre este assunto em Romanos 2: “Circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra” (Romanos 2:29).
Nós recebemos a remissão de pecados crendo que nossos pecados foram passados para Jesus quando ele foi batizado. Nos tornamos justos crendo nisso de coração. E esta é a circuncisão do coração. Receber a remissão de pecados é um sinal da aliança de Deus; é um sinal de que somos seus filhos. Eu recebi a remissão de todos os meus pecados. Mas e você? Você também já foi remido de todos os seus pecados? Você ainda tem pecado no coração? Eu espero que você creia nesta verdade de todo o coração, e não em algumas doutrinas cristãs estranhas. Não confie na sua intuição, mas na Palavra de Deus.
Deus disse: “Com efeito será circuncidado o nascido em tua casa, e o comprado por teu dinheiro; e estará a minha aliança na vossa carne por aliança perpétua. E o homem incircunciso, cuja carne do prepúcio não estiver circuncidada, aquela alma será extirpada do seu povo; quebrou a minha aliança” (Gênesis 17:13-14). Todos que não forem circuncidados não farão parte do povo de Deus. Estes não serão contados como filhos dele. Esta é a verdade. Aqueles que confessam crer em Deus ou que receberam a remissão de pecados, mas que não foram circuncidados, serão excluídos do povo de Deus. E ser expulso da família de Deus é a punição natural de todos que não creem na Palavra de Deus nem a guardam. Não crer na promessa de Deus é o mesmo que traí-la.
Deus prometeu que tiraria todos os pecados do homem. E Jesus Cristo, que é próprio Deus, veio a este mundo como havia prometido. E no rio Jordão resolveu o problema de todos os nossos pecados. Assim como o general Naamã foi curado da sua terrível lepra ao mergulhar sete vezes no rio Jordão, Jesus foi batizado para tirar todos os nossos pecados e purificar nossa alma. Melhor dizendo, ele purificou todos os nossos pecados e nossa maldade. Você não crê que Jesus já purificou todos os nossos pecados? Deus prometeu isso e cumpriu sua promessa, e você ainda está em dúvida se crê nisso ou não? Você não deve agir assim. Se rejeitar a circuncisão, você será contado entre os traidores de Deus. E ele também o considerará um seguidor de Satanás.
 
 
Você será considerado um traidor de Deus se não crer na sua Palavra
 
Deus fez uma promessa em sua Palavra e a cumpriu vindo a essa terra e tirando todos os pecados do mundo. Então disse que aceitaria todos que cressem nesta verdade como seu povo e consideraria os que não creem como seus inimigos. Se você pensar assim:
– Deus vai me tratar bem, pois eu tenho trabalhado duro para ele. Eu abri cinco igrejas, então creio que ele certamente não levará em conta minhas falhas – eu quero te dizer que você está redondamente enganado. Eu conheço muitas pessoas que abriram mais de cinco igrejas. Só que não fizeram isso pregando a verdade às almas perdidas, mas apenas se exaltando perante elas. Eu quero lhe dizer que a salvação de Deus não tem nada a ver com as obras que fazemos. Você pode até pensar:
– Deus vai me salvar porque tenho negado a mim mesmo enquanto sirvo a ele.
Mas pensar assim é o mesmo que trair Deus. Se não crer na sua Palavra de maneira correta, você será tratado como um traidor, apesar de ter tido um encontro com ele.
Eu conheço uma pessoa que dirige um grande trabalho de oração. Ele costumava jejuar quarenta dias duas vezes ao ano. E se preparava para jejuar duas vezes por ano e beber somente água durante o jejum. Melhor dizendo, ele comia normalmente nove meses e dez dias, mas não comia nada dois meses e dez dias. Para mim, jejuar um dia já é um grande desafio, e quando vejo pessoas como ele então, eu fico maravilhado. É claro que há pessoas que jejuam só para se mostrar. Eles parecem se dedicar a isso de coração, mas na verdade são hipócritas. O diretor de um trabalho de oração, que estava com câncer na época, jejuou e orou de coração. E pessoas que oraram com ele no trabalho de oração me disseram que ele ficou agitado a noite inteira. Primeiro todos pensaram que ele estava sentindo dor, mas logo perceberam que na verdade ele passou a noite inteira pedindo perdão a Deus, enquanto se arrastava pelo chão da sala. Ele era um avivalista muito famoso que despertava a emoção de todos que o ouviam. Só que morreu ansioso e preocupado com seus pecados. Assim é a vida dos não-crentes.
Por que você acha que ele sofreu tanto até o momento da sua morte? Porque traiu a aliança de Deus e não recebeu a remissão de pecados. Você acha que Deus vai perdoar seus pecados se jejuar e orar por um longo tempo? Ele prometeu nos dar a salvação e a remissão de pecados se crêssemos na sua Palavra profética. Mas o homem em questão não recebeu a remissão de pecados porque não confiou em Deus, e sim nos jejuns que fazia duas vezes por ano. Não confiar totalmente na Palavra de Deus é o mesmo que trair ambos. O maior de todos os pecados é não crer na Palavra de Deus, e este não é outro senão o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo. Não se esqueçam disso. Todos os pecados podem ser perdoados, mas quem não for circuncidado, quem não receber a remissão de pecados e, ao contrário, quiser crer em Jesus do seu jeito, irá para o inferno.
 
 
Você precisa entender a importância da circuncisão espiritual
 
Você e eu só podemos ser filhos de Deus se formos circuncidados. Em outras palavras, só podemos nos tornar cidadãos do céu se recebermos a remissão de pecados. O amor de Deus nos deu a Palavra profética e a fé que nos leva a crer nesta promessa para que sejamos circuncidados no coração como sinal desta aliança. Nós passamos a ser legítimos descendentes de Abraão pela graça de Deus. Passamos a fazer parte do povo de Deus por esta Palavra profética. E isso é muito gratificante.
Eu quero ratificar que tudo que cremos é verdade. Nossa fé é uma rocha sólida. Nós somos o povo de Deus, circuncidados segundo sua Palavra. Antigamente os israelitas tratavam os que não eram circundados como párias; eles tratavam os gentios como meros animais. Mas fomos circuncidados espiritualmente crendo na aliança de Deus. Temos este sinal definitivo no coração de que fomos salvos por Jesus. Por isso somos os filhos perfeitos de Deus.
Quem é você? Você foi circuncidado e faz parte do povo de Deus. Você foi separado das pessoas deste mundo e agora faz parte do povo de Deus. Nós vamos fazer o Acampamento Bíblico Natanael neste verão, mas só para universitários que foram circuncidados. Nem todos os universitários poderão participar. Todos que quiserem fazer parte dele precisam ser circuncidados. Se não for circuncidado, você estará desobedecendo à vontade de Deus, e por isso não receberá suas bênçãos.
Você e eu fazemos parte do povo que herdou as bênçãos de Abraão. Servos de Deus como o apóstolo Pedro e João também herdaram a mesma fé. E fomos de fato circuncidados e consagrados como santos por Deus; recebemos a remissão de pecados e somos perfeitos aos seus olhos. Deus disse: “Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.” Deus, que fez esta declaração, apagou todos os nossos pecados e nos fez alvos como a neve. Irmãos, vocês não são como as pessoas deste mundo. Vocês acham que são como os cristãos pecadores que existem por aí e dizem:
– Eu sou cristão como vocês, só que nossa denominação é diferente.
Isso não é verdade. Você e eu somos muito diferentes dos outros cristãos deste mundo. Somos a semente de Deus. Somos os filhos de Deus. Somos a semente dos justos. Em outras palavras, somos a semente de Jesus Cristo.
Pode se orgulhar de ter sido circuncidado por Deus. Não abra mão desta singularidade. Quando aqueles que não foram circuncidados vierem à nossa igreja e quiserem fazer a obra conosco, dizendo que somos irmãos em Cristo, devemos dizer a eles:
– Vocês estão brincando?
Nos sentimos ultrajados quando eles sugerem que são iguais a nós. Temos nosso autorrespeito, como filhos de Deus que foram circuncidados. Não peça a qualquer pessoa para orar com imposição de mãos sobre você. Não faça a obra de Deus com fulano ou cicrano, mas mantenha sua identidade imaculada perante Deus. Não ande com quem não foi circuncidado. Não faz sentindo algum convidar os que não foram circuncidados para andar com vocês que já foram. Há alguma razão para nos sentirmos inferiores a eles? Claro que não. Devemos sim, dizer a eles com toda confiança que eles precisam ser circuncidados para que sejam tratados como nossos irmãos. Eles ainda são miseráveis que não foram circuncidados.
Obviamente, eles nos perguntarão:
– Que diferença há entre vocês e nós?
E devemos responder com toda a certeza:
– Vocês são diferentes. A Bíblia diz que todo macho que não for circuncidado deve ser tirado do povo de Deus porque quebrou sua aliança. Vocês já foram circuncidados? Sim ou não?
E se eles disserem:
– Como vocês sabem disso?
Então devemos perguntar a ele:
– Vocês ainda têm pecado no coração?
E eles responderão se forem sinceros:
– Eu creio que sim.
Aí devemos dizer:
– Por isso estou dizendo que vocês ainda não foram circuncidados. Leiam a Bíblia com atenção. Vejam como a aliança de Deus está relacionada à circuncisão. A palavra ‘circuncisão’ não significa cortar fora? Vocês já foram circuncidados no coração?
Aí Eles dirão:
– Ahh...
E devemos perguntar de novo:
– Vocês ainda têm pecado no coração?
E eles dirão:
– Sim.
Então diremos:
– Os pecados do seu coração ainda não foram tirados. Então vocês não foram circuncidados.
E eles dirão:
– Vocês também não têm pecados?
Aí diremos:
– Não, não temos.
Então eles dirão: “Vocês querem dizer que nunca tiveram pecado?”
No que diremos: “Não, nós tínhamos pecado sim, mas Deus tirou todos os pecados do nosso coração quando Jesus foi batizado e os levou todos à cruz.”
Eu espero que todos vocês se orgulhem de ser filhos de Deus. Aonde quer que você vá, não perca a oportunidade de dar testemunho de que você é filho de Deus. Deus nos fez uma promessa: “Eu estabelecerei minha aliança contigo e com seus descendentes e os multiplicarei muito.” Nosso Deus é o Deus da aliança que sempre cumpre suas promessas. Ele sempre cumpre todas elas. E como prometeu, ele irá cumprir.
 
 
Devemos nos orgulhar de termos sido circuncidados espiritualmente
 
Se ninguém vier até nós, devemos ir ao encontro das pessoas e fazer estudos bíblicos com elas. Também devemos ser gratos a Deus e dizer: “Obrigado por ter nos circuncidado” além de cantar hinos que falam da circuncisão do coração. Devemos agradecer a Deus que nos circuncidou e compartilhar o pão da vida, a Palavra de Deus. Também devemos orar a Deus baseados em sua promessa que diz: “E porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente,” e esperar com paciência o seu agir. Se você tiver uma fé poderosa e esperar firme em Deus, a promessa de que ele nos multiplicará muito se cumprirá em sua vida. E o número de pessoas que desejam ser circuncidadas aumentará bastante também.
Amados irmãos, somos ou não o povo de Deus? Fomos ou não circuncidados por ele? Nós fomos circuncidados realmente. E por isso somos diferentes das outras pessoas. Eu posso até parecer uma pessoa simples, mas posso dizer a qualquer um o que eu quiser. E eu não me misturo com as outras pessoas não porque não me acho à sua altura, mas porque me orgulho de ser circuncidado. Não há ninguém na cidade de Chuncheon com quem podemos fazer a obra juntos. Já que recebemos a remissão de pecados, a segunda maior bênção que recebemos de Deus é conviver com os justos em sua igreja. Deus prometeu nos dar a terra de Canaã. Ele nos deu o reino dos céus. Sim, a Igreja de Deus é o reino dos céus. Mas você pode questionar: “Como este lugar pode ser o reino dos céus?” Mas este é o reino dos céus. O céu é o lugar onde nosso coração se sente pleno e puro. E se estivermos num lugar celestial como este, no tempo certo Deus proverá tudo que precisamos.
Vocês e eu fomos circuncidados e fazemos parte do povo de Deus. Deus apareceu a Abraão e disse: “Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.” E vocês creem nisso? “Sim, cremos. Cremos que Tu, Senhor, é o nosso Deus e tirou todos os nossos pecados como havia prometido. Cremos que em ti somos plenos. E também cremos que suas promessas se cumprirão. Cremos que tu nos ouve quando oramos, nos multiplica e que recebemos suas bênçãos abundantes nessa terra. Cremos que tu cuidas de nós, nos guarda e trabalha em nós e através de nós. Cremos que tu nos abençoaste e nos abençoará ainda mais.” É assim que devemos professar nossa fé em Deus.
Eu creio piamente que todos os irmãos da nossa igreja serão ainda mais abençoados e felizes. E creio nisso porque Deus é o nosso Deus. Como disse o apóstolo Paulo: “As aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.” (Romanos 8:18). E eu creio fervorosamente que Deus dará a bênção do orvalho do céu e da fartura de trigo e mosto nessa terra (Gênesis 27:28) a nós, seus filhos circuncidados e que obedecem à sua Palavra de todo o coração.