Sermões

Assunto 24: Sermões para Aqueles que são Nossos Colaboradores

[24-37] (Gênesis 19:23-29) Não olhe para trás, como fez a mulher de Ló

(Gênesis 19:23-29)
“Saiu o sol sobre a terra, quando Ló entrou em Zoar. Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; E destruiu aquelas cidades e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades, e o que nascia da terra. E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal. E Abraão levantou-se aquela mesma manhã, de madrugada, e foi para aquele lugar onde estivera diante da face do Senhor; e olhou para Sodoma e Gomorra e para toda a terra da campina; e viu, que a fumaça da terra subia, como a de uma fornalha. E aconteceu que, destruindo Deus as cidades da campina, lembrou-se Deus de Abraão, e tirou a Ló do meio da destruição, derrubando aquelas cidades em que Ló habitara.”
 
 
No texto bíblico acima, em Gênesis 19, vemos como Deus fez chover enxofre e fogo sobre Sodoma, a terra onde vivia Ló, sobrinho de Abraão, e a destruiu por completo. Como você sabe muito bem, Deus destruiu o mundo com as águas nos dias de Noé. Mas nos dias de Abraão, ele destruiu a terra de Sodoma com fogo. Ló, seu sobrinho, vivia em Sodoma naquela época, mas já que ela e outra cidade, Gomorra, eram tão vis, Deus decidiu destruí-las. Quando dois anjos enviados por Deus disseram a Ló sobre o juízo que viria sobre a cidade, ele contou aos membros da sua família. Sua mulher e suas filhas creram nele, mas seus genros não, pois pensaram que estava brincando.
O Deus todo-poderoso enviou dois anjos à terra de Sodoma e Gomorra para investigá-las, e ao ter certeza que de fato eram vis, Deus enviou enxofre e fogo do céu e as destruiu. Ao fazer chover enxofre e fogo sobre a terra de Sodoma e Gomorra, Deus fulminou todos os habitantes, animais e plantas que havia naquelas cidades, destruindo-as por completo. E este fato histórico, na qual Deus enviou fogo sobre Sodoma e Gomorra, é comprovado por evidências arqueológicas. Alguns arqueólogos fizeram pesquisas em alguns sítios e descobriram sementes enterradas no solo por milênios e que poderiam ter sido queimadas naquela época. Eles consideraram estas sementes uma prova de onde ficavam Sodoma e Gomorra.
E como foi provado pela arqueologia, Deus enviou fogo sobre a terra de Sodoma e Gomorra e as consumiu por completo. Mas antes disso acontecer, Ló, sobrinho de Abraão, escapou de Sodoma com sua mulher e filhas para uma pequena cidade nas redondezas chamada Zoar. Os anjos lhes disseram que não deveriam olhar para trás depois que deixassem a cidade, só para frente. Ló e suas filhas fizeram exatamente isso e seguiram adiante, mas sua mulher parou, olhou para trás e acabou se tornando uma estátua de sal. Quando o sol nasceu, Abraão olhou para Sodoma e Gomorra e viu uma densa fumaça que dela subia. A Bíblia diz que Deus salvou Ló por amor a Abraão.
 
 
Essa desgraça pode acontecer hoje também
 
Que lições podemos tirar do texto bíblico deste capítulo? Eu estou certo que você sabe que hoje estamos vivendo o princípio das dores. Que tipo de fé devemos ter hoje em dia então? É justamente isso que Deus está nos perguntando aqui.
Aos poucos, porém cada vez mais, este planeta está sendo assolado por desastres, epidemias, guerras e a fome. Este ano fez calor na Coreia do Sul como nunca antes. E esta onda de calor não se restringe apenas ao nosso país, pois em quase todos os países a temperatura tem passado dos 40 graus Celsius e matado muita gente. E como se não bastassem essas ondas de calor, tem chovido muito neste verão, sem falar nos grandes incêndios. Todos podem ver então que estes são dias de dores; e eu nem preciso falar muito sobre isso. O mundo tem sido assolado por vários desastres naturais – incêndios, inundações, terremotos – e isso tem levado as pessoas a sofrer muito. Mas isso não é tudo. Vírus incuráveis como o HIV e o Ebola provam que é o princípio das dores. E quando prestamos bastante atenção a esses sinais, não podemos negar que este realmente é “o princípio das dores” (Mateus 24:8).
A pergunta então que devemos nos fazer é esta: Como devemos viver nestes dias que são o princípio das dores? Assim como Deus destruiu as cidades de Sodoma e Gomorra com enxofre e fogo, essa terra em que vivemos também será destruída por causa dos seus pecados. O mundo está prestes a ser destruído por Deus, e para pregarmos o evangelho do Senhor agora, devemos ter uma fé firme e inabalável a qual nos adverte sua Palavra. E o que ele nos adverte no texto bíblico deste capítulo é que nosso coração jamais deve estar no mundo, como estava o da mulher de Ló. Está escrito que ela olhou para trás – ou seja, ela acabou virando uma estátua de sal porque ainda estava presa às coisas deste mundo. Jamais devemos ser como a mulher de Ló; esta é a lição que Deus quer nos ensinar no texto bíblico deste capítulo.
Na Bíblia, o sal diz respeito à Palavra de Deus. E o fato de a mulher de Ló não ter crido nesta Palavra é uma demonstração clara do que acontecerá com todos que não crerem nela. Melhor dizendo, isso nos ensina que todos devemos seguir a justiça de Deus, como ele nos mandou fazer. Embora os anjos de Deus tenham aparecido antes e revelado o que iria acontecer, a mulher de Ló não creu de todo o coração na Palavra de Deus trazida por eles. Mas isso não quer dizer que ela era totalmente descrente da Palavra de Deus. Ao contrário, ela tinha fé, só que sua fé era fraca. O problema era que a fé da mulher de Ló não era suficiente, e foi por esta razão que ela teve muitas dúvidas. E como sua fé na Palavra de Deus era imperfeita, ela olhou para Sodoma e Gomorra – embora Deus tenha dito claramente que ela não deveria fazer isso – e acabou virando uma estátua de sal.
Por que Deus fez a mulher de Ló virar uma estátua de sal? Como todos nós sabemos muito bem, o sal dissolve facilmente. Se colocarmos uma pitada de sal na água, na hora ele dissolve por completo. Deus fez a mulher de Ló virar uma estátua de sal para ensinar uma valiosa lição a todos nós que vivemos hoje em dia: que seremos destruídos como ela se não crermos em sua Palavra de todo o coração.
 
 
O princípio das dores será o prenúncio da Grande Tribulação
 
Nós sabemos muito bem que vivemos dias de destruição. A terra já está vivendo o princípio das dores. E quando estas dores aumentarem, virá a Grande Tribulação e o Anticristo surgirá. Quando isso acontecer, o mundo estará próximo do fim. Podemos dizer então que o princípio das dores será o prenúncio da Grande Tribulação. E desastres naturais como terremotos, inundações, mudanças climáticas bruscas, epidemias, guerras e pânico na população será algo comum. E em meio a todas estas dores, o Anticristo surgirá para subjugar a todos contra sua vontade, pela força mesmo, tanto os justos que creem em Jesus como os ímpios, e matará muitos também. A Palavra de Deus diz claramente que o Anticristo levará muitos com ele para o inferno. Até alguns santos se renderão ao Anticristo e acabarão no inferno com ele.
Está escrito no texto bíblico deste capítulo que a mulher de Ló virou uma estátua de sal quando as cidades de Sodoma e Gomorra foram destruídas porque não creu na Palavra de Deus. Mas o que isso quer dizer exatamente? O que a Bíblia quer nos ensinar aqui? Este relato nos mostra que no tempo do princípio das dores, já está às portas, todos que não receberem a remissão de pecados serão destruídos como a mulher de Ló, pois não creem no evangelho da verdade da justiça de Deus, ou seja, no evangelho da água e do Espírito. O texto bíblico deste capítulo nos ensina claramente que quem não crer na Palavra da justiça de Deus não pode receber a remissão de pecados e, por conseguinte, jamais poderá escapar da destruição que é certa.
Todos nós sabemos que nunca devemos ser como a mulher de Ló, que se recusou a crer na justiça de Deus. É verdade que alguns de nós têm dificuldade em seguir o Senhor com um coração puro, e alguns de fato têm se deixado levar por sua própria vontade. Mas ao invés disso, eles devem se submeter à justiça de Deus por vontade própria e aceitar a liderança dos seus pais na fé. Mas o que acontecerá se eles fizerem sua vontade e não aceitarem esta liderança? Eles logo voltarão para o mundo e acabarão sendo destruídos tanto física como espiritualmente. Eles serão mesmo destruídos, apesar de crer na Palavra de Deus com sinceridade.
Mas por que isso acontecerá? Porque o coração dessas pessoas ainda está preso às coisas do mundo, embora Deus tenha dito que o condenará e destruirá tudo com fogo. Por isso que elas perecerão com tudo que há neste mundo. O que acontecerá conosco, espiritualmente falando, se amarmos mais as coisas deste mundo, uma pessoa, alguém da nossa família ou as coisas materiais mais do que a Deus? Vamos acabar nos desviando totalmente. Mas Deus nos levou para sua igreja e criou uma maneira de escaparmos da destruição. E já que sabemos disso agora, temos que renovar nosso coração e seguir o Senhor fielmente crendo no evangelho da água e do Espírito. Não podemos esquecer que até os que conhecem a justiça de Deus serão destruídos no final se sua fé for fraca e eles se apegarem às coisas do mundo e sentirem falta delas.
Uma coisa que precisamos entender muito bem é que este mundo com certeza será destruído. O Deus todo-poderoso disse que o primeiro céu e a primeira terra passarão e este mundo será destruído. O Senhor nos prometeu que destruirá o primeiro céu e a primeira terra e nos dará novos céus e nova terra. E o que esta promessa significa? Que Deus dará novos céus e nova terra a todos que receberem a remissão de pecados e a bênção de viver para sempre no reino dos céus. E isso, amados irmãos, é a verdade, e não apenas uma promessa vazia. Portanto, não podemos esquecer a Palavra profética, pois a Palavra do Criador deste mundo é a própria Palavra que nos dá a vida eterna.
Dois anjos visitaram Ló, sobrinho de Abraão, antes da destruição da cidade de Sodoma. Eu vou separar um tempo agora falar sobre isso. A estrutura das cidades do Antigo Testamento era muito diferente das cidades hodiernas. As cidades daqueles dias eram construídas como um forte e sua única entrada era por um portão. Então, não havia outra forma de entrar em Sodoma e Gomorra senão por este portão. E quando os anjos foram a Sodoma, encontraram justamente Ló sentado na entrada da cidade. E quando viu os dois anjos, ele levantou e se curvou diante deles. Ló então os levou para sua casa e preparou uma refeição para eles.
Várias outras coisas aconteceram, mas para encurtar a história, foi isso o que Ló ouviu dos anjos:
– Deixe estas cidades de Sodoma e Gomorra. Deus disse que as destruirá. Viemos para ver a maldade destas cidades, e confirmamos que o clamor contra elas é verdadeiro. Portanto, Deus destruirá Sodoma e Gomorra como prometeu. Então você deve fugir daqui o quanto antes. Pegue toda a sua família, todos que você puder, e deixem esta cidade imediatamente.
 
 
Por que a mulher de Ló virou uma estátua de sal?
 
Em quem você acha que Ló pensou na hora que ouviu tudo aquilo? É claro que ele pensou na sua família. E por isso foi correndo dizer à sua esposa, às suas filhas e aos seus genros a Palavra de Deus que ouviu dos anjos. Mas a Bíblia diz que os genros de Ló acharam que ele estava brincando. Podemos até imaginar como foi a conversa que Ló teve com seus genros e suas filhas.
– Amor, seu pai tem muito senso de humor. Ele é um idoso, mas ainda é muito engraçado.
– Mas ele não está brincando. O que meu pai está dizendo é o que ouviu da boca dos anjos.
– Sim, eu sei bem o que está acontecendo. Pode ir com ele se você acha que isso é serio. Eu vou ficar aqui um pouco mais e encontro vocês depois. Minhas pernas ainda não estão boas; se algo acontecer, eu dou um jeito de ir ao encontro de vocês. Não se preocupe comigo. Pode ir com seu pai.
A conversa pode não ter sido bem assim, mas nos dá uma boa ideia de como os genros de Ló receberam o que ele disse. E como os genros pensaram que Ló estava brincando, nenhum deles se preparou para escapar da iminente destruição.
E como até o fim seus genros não creram em Ló, ele não teve outra escolha senão fugir da cidade de Sodoma apenas com sua mulher, suas filhas e alguns pertences. Mas como eles estavam demorando, ao amanhecer, os anjos lhes pegaram pelas mãos e os tiraram da cidade. E o Senhor disse a Ló por meio dos anjos:
– Eu destruirei a cidade assim que vocês saírem. Mas você e sua família não podem se esquecer de uma coisa: de modo algum olhem para trás.
Na verdade, Ló não acreditava que Deus faria chover fogo sobre a cidade de Sodoma e a destruiria. Mas como Deus lhe disse para não olhar para trás, ele não tinha como ter certeza disso. E enquanto fugiam, Ló pediu aos anjos que o deixassem ir para uma pequena cidade próxima e não para as montanhas, pois temia o que poderia acontecer com ele lá. Deus então permitiu que ele fizesse isso e se estabelecesse ali. E ao longo do caminho ele ficou imaginando o que teria acontecido à cidade de Sodoma, mas teve que controlar sua curiosidade, por mais que isso fosse difícil. Ele insistiu que sua família fizesse o que Deus mandou e não olhasse para trás. Ló fez tudo que pôde para que sua família não olhasse para trás, já que sabia que a Palavra de Deus trazida pelos anjos com certeza se cumpriria. Só que sua mulher não lhe deu ouvidos. Ela deve até ter dito às filhas para não olhar para trás, já que seu marido tinha dito isso a ela. Mas ela mesma não resistiu e acabou olhando para trás.
Talvez a mulher de Ló tenha pensando:
– Eu só vou dar uma olhadinha para dizer a Ló o que está acontecendo. Eu tenho certeza que nada vai acontecer comigo.
Mas assim que olhou para trás, ela virou uma estátua de sal. E Ló não pôde fazer nada, pois já que sua esposa tinha virado uma estátua de sal, ele não tinha outra escolha senão deixá-la ali e continuar fugindo com suas duas filhas.
Quando chegaram a um lugar seguro, o sol já tinha raiado. Então fogo e enxofre desceram dos céus. Para ser sincero, é muito difícil entender como Deus enviou fogo e enxofre, quando procuramos entender isso pelo lado da razão. Será que ele derramou uma taça gigante cheia de enxofre? É assim que o homem pode pensar. E como a Bíblia nos diz que Deus enviou enxofre e fogo, ficamos imaginando que ele preparou uma enorme caldeira com enxofre, como aquelas usadas para produzir aço. Tudo isso vem à nossa mente.
Mas a Bíblia só diz o seguinte: “Então o Senhor fez chover enxofre e fogo” (Gênesis 19:24). Esta é a Palavra do Deus todo-poderoso que devemos somente aceitar e não ficar questionando. Como diz a Bíblia, Deus enviou uma chuva de enxofre e fogo. E com essa chuva consumiu as casas e todo ser vivente das cidades de Sodoma e Gomorra, destruindo-as assim.
 
 
Liberte-se de tudo que te prende ao mundo, pois já estamos vivendo o princípio das dores
 
Abraão, nosso pai na fé, orou ao Senhor Deus por seu sobrinho Ló. E ele só permitiu que Ló se salvasse porque amava muito Abraão. Vamos ver agora como Abraão intercedeu por Ló. Abraão disse:
– Senhor, se houver cinquenta justos nas cidades de Sodoma e Gomorra, tu as destruirás?
– Se houver cinquenta justos lá, eu não as destruirei – disse Deus.
Então disse Abraão:
– Tu as pouparás se houver pelo menos quarenta e cinco justos?
– Sim, eu as pouparei como tu disseste.
E Abraão continuou diminuindo o número de justos e Deus disse que não destruiria as cidades de Sodoma e Gomorra se houvesse justos ali, pelo menos dez.
O que isso quer dizer? Que as cidades de Sodoma e Gomorra seriam destruídas porque os justos que haviam ali não chegavam a dez. Vamos tentar contá-los então. Ló, sobrinho de Abraão, recebeu a remissão de pecados porque cria na Palavra da justiça de Deus, assim como sua esposa. Ambos tinham duas filhas. Só que se juntarmos todos dá somente quatro. Deus resolveu destruir as cidades de Sodoma e Gomorra, e Ló junto com elas. Mas Abraão intercedeu a Deus por seu sobrinho. E a Bíblia diz que Deus amava tanto Abraão que ouviu sua oração e poupou Ló e sua família. E eu tenho fé de que assim como Deus ouviu a oração de Abraão, ele também nos ouvirá quando orarmos a ele.
Sabemos que já estamos vivendo o princípio das dores. E se não deixarmos tudo que nos prende a este mundo, com certeza acabaremos sendo destruídos. Mas jamais devemos permitir que isso aconteça conosco. Deus disse claramente que destruirá este mundo com fogo. E se o Deus todo-poderoso disse isso, é exatamente o que vai acontecer. Quando a maldade nessa terra chegar ao nível que estava em Sodoma e Gomorra, Deus a destruirá com fogo, com toda a certeza. E sabemos que todos que não crerem na Palavra de Deus serão destruídos quando ele enviar seu juízo. Portanto, não podemos esquecer como é imprescindível crermos à risca na Palavra profética de Deus. Temos que crer na Palavra do juízo de Deus de todo o coração para escaparmos da condenação. Em outras palavras, temos que seguir o Senhor pela fé, pois este mundo será destruído pelo fogo como disse Deus.
Já que Jesus disse que é difícil um rico entrar no reino dos céus, ao invés de sermos cativos das riquezas materiais e da ganância, devemos estar satisfeitos com o que recebemos de Deus e servir ao Senhor, confiar nele e segui-lo. Precisamos nos preparar para o novo mundo que o Senhor nos dará, e não para este mundo atual. E é esse mundo novo que o Senhor preparou para nós que devemos buscar pela fé, pois é ali que viveremos felizes por toda a eternidade.
Se sua fé ainda é fraca e você é imaturo espiritualmente, você deve buscar ainda mais o evangelho da água e do Espírito e crer na Palavra de Deus de todo o coração. Se Deus disse que vai destruir este mundo com fogo, então será exatamente como ele disse. Então, você não deve estar preso a este mundo, como a mulher de Ló, pois assim será destruído. A falta de fé da mulher de Ló deve servir de exemplo para que não sejamos destruídos como ela. Esta mulher era uma pessoa miserável tanto física como espiritualmente não apenas porque foi destruída, mas porque toda a sua família acabou sendo arruinada por causa dela.
Veja o que aconteceu com Ló e suas filhas depois que eles escaparam de Sodoma. Se a mulher de Ló tivesse escapado ilesa com ele e suas filhas, e não virado uma estátua de sal, sua família não teria sido destruída, mas teria uma vida muito feliz. Ló e sua família poderiam ter ido até Abraão, pedido perdão a ele; suas filhas poderiam ter se casado e ele poderia ser próspero novamente cuidando dos rebanhos do seu tio.
Mas como a mulher de Ló olhou para trás e virou uma estátua de sal, ele e suas filhas tiveram que fugir para uma pequena cidade e não para as montanhas, como instruíram os anjos. Só que ali as filhas de Ló não encontraram marido, pois todos em Sodoma, Gomorra e nas redondezas foram mortos por causa do juízo de Deus. Elas então embebedaram seu pai, o fizerem pegar no sono e geraram filhos dele. Um dos filhos se tornou pai dos moabitas e o outro, pai dos amonitas. Essas tribos mais tarde foram os piores inimigos de Israel e viviam em luta com eles. E como os descendentes das filhas de Ló eram inimigos do povo de Israel, eles acabaram se tornando inimigos do próprio Deus. Isso tudo aconteceu por causa da mulher de Ló, porque ela não creu na Palavra de Deus e olhou para trás.
 
 
Temos que crer na Palavra de Deus e guardá-la no coração
 
Quem imaginava que aquilo fosse acontecer? Quem olharia para trás se soubesse qual seria o resultado disso? Ninguém olharia para trás. No entanto, a mulher de Ló acabou olhando para trás porque não conseguiu conter a curiosidade. Se você não consegue resistir à curiosidade e acha o mundo interessante, veja o que aconteceu com a mulher de Ló por ter olhado para trás. Quando é o homem que diz alguma coisa, não tem problema ouvi-lo ou não. Mas devemos sempre dar ouvidos à Palavra de Deus. Temos que crer nela e segui-la de um jeito ou de outro. Você viverá se crer na Palavra de Deus e segui-la, mas morrerá se não crer nela e olhar para trás, para o mundo. Isso está muito claro. A Palavra de Deus todo-poderoso é uma questão de vida ou morte e ainda assim você não vai dar muito importância a ela? Você jamais deve achar que a Palavra de Deus é brincadeira, como os genros de Ló, ou não dar muita importância a ela, como fez sua mulher. As consequências de não levar a sério a Palavra de Deus é a morte e a destruição eterna.
O exemplo da mulher de Ló é muito importante para os nascidos de novo. Através dele, Deus está mostrando que se olharem para o mundo e procurarem satisfazer seus desejos carnais nestes últimos dias, eles serão destruídos, sem exceção. Não teria sido tão ruim se a mulher de Ló tivesse perecido sozinha por causa da sua falta de fé na Palavra de Deus, só que ela não pereceu sozinha. Quem mais pereceu com ela? Seu marido e filhas também acabaram morrendo espiritualmente. É isso o que a Bíblia nos ensina no texto bíblico deste capítulo. Ao invés de não levar muito a sério a Palavra de Deus, todos nós temos que guardá-la no fundo do coração como algo vital para nossa vida. O exemplo da mulher de Ló é algo que nos chama a atenção. É um aviso de que se desprezarmos a Palavra de Deus nestes últimos dias, não apenas nós seremos destruídos, mas também toda a nossa família.
Todos nós temos que entender muito bem esta lição. Você e eu recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, mas o que acontecerá se amarmos o mundo, desistirmos da fé na Palavra de Deus e não mais segui-la? Somente nós pereceremos ou nossa família acabará sendo destruída também? Na verdade não estaremos destruindo várias pessoas neste mundo também? É imprescindível darmos muito valor a estas questões.
Como seres humanos, temos a tendência de pensar nas coisas de uma maneira simples. É assim que geralmente pensamos:
– A morte é o fim de tudo. Depois disso, nada mais importa.
No entanto, amados irmãos, todos nós estamos ligados uns aos outros de alguma forma. Por isso que temos a noção de família, sociedade e humanidade. Todos os seres humanos estão ligados. E nem tudo acaba quando morremos espiritualmente. Se você morrer espiritualmente, isso afetará de modo negativo os outros irmãos e será um mau testemunho para os que ainda não receberam a remissão de pecados. Quando entendi isso, eu resolvi me libertar de tudo que me prendia a este mundo e segui o Senhor de todo o coração.
 
 
O evangelho da água e do Espírito não é algo que devemos guardar em segredo no coração
 
Às vezes fico pensando o que teria acontecido se eu tivesse seguido outra direção quando compreendi a Palavra de Deus e conheci a verdade do evangelho da água e do Espírito. O que teria acontecido se eu tivesse sido egoísta e guardado o evangelho da água e do Espírito só para mim, mesmo sabendo que ele não era pregado em nenhum lugar deste mundo? O que aconteceria se eu nunca tivesse ensinado a verdade do evangelho da água e do Espírito, se eu pregasse apenas que podemos ser remidos dos nossos pecados só com o sangue de Jesus derramado na cruz, e que todos que creem nele assim não têm mais pecado? Com toda certeza eu seria honrado por muitos cristãos deste mundo, me destacaria entre eles e teria inúmeros deles sob meu controle. Houve ocasiões em que eu lutei muito para continuar minha vida de fé servindo ao evangelho da água e do Espírito. Foram dias difíceis em que sentia vontade de dizer a mim mesmo:
– Eu deveria desistir agora. Eu já fiz muito. Eu não sou o único homem dessa terra. Eu vou deixar que outra pessoa faça o trabalho duro que estou fazendo agora. Eu só quero parar, só isso. Eu vou parar por um longo tempo e me apresentar ao Senhor quando ele voltar. Então eu pensei no que aconteceria se eu parasse de pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo todo e me recusasse a continuar servindo a ele. E só de pensar nisso me deu um frio na espinha.
A dúvida se eu deveria servir ou não ao evangelho da água e do Espírito trouxe consequências pessoais à minha vida, mas eu tinha que pensar nos outros. Então eu perguntei a mim mesmo:
– Eu não vou acabar matando várias almas que Deus confiou a mim se fechar minha boca e não pregar mais o evangelho da água e do Espírito? Em outras palavras, eu entendi que minha recusa a servir ao evangelho da água e do Espírito não levaria à morte somente a mim, mas inúmeras pessoas neste mundo também.
Por isso que eu decidi pregar este evangelho para o máximo de pessoas que pudesse, por mais difícil que isso fosse. Embora eu fosse fraco e incapaz, eu decidi ficar firme e cumprir a função que Deus me deu. E o mesmo vale para você. O que aconteceria se você desistisse da sua fé agora, parasse de pregar o verdadeiro evangelho de Deus que está no seu coração e, ao contrário, pregasse um falso evangelho que afirma que todos podem se tornar justos e não ter mais pecado se crermos apenas no sangue da cruz? O que aconteceria, em outras palavras, se você desistisse totalmente da sua vida de fé porque ela é difícil? Você se lembra do que aconteceu com a mulher de Ló por causa da sua falta de fé? Ela não apenas se tornou inimiga de Deus, mas seu marido e filhas também. Todos eles foram amaldiçoados por atrair a maldição de Deus. Melhor dizendo, eles foram destruídos. Do mesmo modo, se a destruição vier sobre nós, não apenas nós seremos destruídos, mas nossa família também, assim como os que ouviram de nós o evangelho da água e do Espírito e receberam a remissão de pecados. Não devemos jamais nos esquecer disso.
Temos que pensar nas consequências dos nossos atos, já que estamos seguindo a Palavra da justiça de Deus. Temos que imaginar o que aconteceria se não pregássemos o evangelho da água e do Espírito. Acima de tudo, temos que crer de todo o coração que Deus nos confiou sua obra para salvar os pecadores e assim viver pela fé. Em suma, todos nós temos que entender muito bem a importante lição que aprendemos no relato em que a mulher de Ló vira uma estátua de sal.
O que prendia tanto a mulher de Ló a este mundo que a fez olhar para trás? Afinal de contas, tudo que ela tinha era uma casa e alguns bens, a maior parte deles em rebanho, já que a pecuária era o principal meio de subsistência naqueles dias. Essas coisas eram tão valiosas para ela que a fez perder sua vida por isso? Você ainda ama este mundo, embora Deus tenha dito que o destruirá com fogo? Ainda há algo que te prende a este mundo a ponto de você perder sua vida e ver sua esposa e filhos destruídos?
Amados irmãos, Deus nos disse claramente que destruirá este mundo com fogo e fará novos céus e nova terra para nós. Ele prometeu que nos abençoará para que reinemos no Reino Milenial. Os primeiros céus e a primeira terra deste mundo são tão imundos e vis que Deus não os suporta mais. Por isso que ele os consumirá e ninguém mais se lembrará deles. O Deus todo-poderoso disse que fará isso com certeza.
Nós recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, a Palavra da justiça de Deus. Nada mais natural então do que crermos que o Deus Criador e Senhor da salvação certamente destruirá este mundo, pois foi isso que ele disse. Todos nós temos que crer que tudo acontecerá exatamente como Deus disse. Embora nossa mente seja finita e não possamos entender tudo que Deus disse, tudo se cumprirá à risca.
Logo ouviremos notícias do início de alguma guerra. Veremos com nossos próprios olhos no noticiário bombas caindo do céu e explodindo. Logo chegará o tempo da guerra neste mundo. Chegará o dia em que nações se levantarão contra nações, reinos contra reinos. E como os registros históricos já provaram, não há acordo quando nacionalistas radicais travam uma guerra. E não pode mesmo haver acordo. E uma guerra total inevitavelmente levará a destruição completa de um dos lados. Embora todos queiram a paz, não tem como haver uma paz permanente e absoluta nessa terra.
 
 
Muitas coisas acontecerão neste mundo como Deus revelou
 
Os dias atuais em que vivemos são o tempo das dores. E logo os eventos que antes descrevi neste sermão acontecerão e virá a era da Tribulação. Então o Anticristo surgirá, obrigará todos a receber uma marca com seu nome e destruirá os que se recusarem a recebê-la sem piedade. E aí é que os verdadeiros nascidos de novo se distinguirão dos outros. Mas independente se formos martirizados ou não após essa perseguição, o Senhor voltará a este mundo, o destruirá e fará novos céus e nova terra. Esta promessa se encontra na verdadeira Palavra de Deus.
O plano de Deus para estes eventos que acontecerão na era da Tribulação já foram totalmente cumpridos. E quando lemos estes planos na Bíblia, podemos ver que já passamos da era da criação, da lei e da graça e estamos vivendo o princípio das dores. E só há mais duas eras para se cumprir: a era da Tribulação e do eterno reino dos céus.
Em que era nos encontramos agora? Estamos vivendo o princípio das dores. Já passamos da era da criação, onde Adão e Eva viveram; a era da lei, que Deus iniciou com Moisés; e a era da Igreja Primitiva, iniciada após a ascensão de Jesus. E como a era da graça já passou também, estamos vivendo agora o princípio das dores, uma época que será marcada por catástrofes sem precedentes. Já que o Deus todo-poderoso disse que destruirá este mundo, o que podemos fazer para nos prevenir? Você ainda está preso a este mundo que será destruído por completo? Eu espero sinceramente que você não seja alguém assim e oro de todo o meu coração para que não esteja preso a este mundo. Não se esqueça: todo aquele que não receber a remissão de pecados será destruído.
O que nós que somos justos devemos fazer então quando alguém se recusar a aceitar o evangelho da água e do Espírito quando o pregarmos para ele? Não devemos aceitar esta recusa tão facilmente, achando que isso não tem importância. Temos que fazer com que as pessoas entendam bem que elas serão lançadas no inferno se não aceitarem o evangelho da água e do Espírito. A maioria delas não tem ideia da iminente destruição que está por vir. Para ter uma ideia, pense num porco que vai ser morto no final do dia. Ele acorda de manhã e não imagina que sua vida chegará ao fim, que será vendido e enviado ao matadouro. Ele então faz tudo que está acostumado: come pela manhã e depois vai rolar na lama, sem saber que será abatido no fim do dia e vendido aos pedaços.
Naturalmente, quando o dono do porco vai pegá-lo, ele sente por instinto que alguma coisa está errada. O dono está do mesmo jeito que antes, mas ele sente no ar que algo está errado e corre para fugir dele. A maneira mais fácil de se pegar um porco é lhe dar o que ele mais gosta de comer, talvez uma bacia de milho. Então o dono prepara uma bacia de milho para pegá-lo. E quando o porco vê o milho e sente seu cheiro, ele se esquece totalmente do que aconteceu poucos minutos antes e segue a trilha de milho até ser apanhado e amarrado pelo seu dono. Ele então o coloca no caminho e o leva para o matadouro, onde ele será abatido e cortado em pedaços para ser vendido no mercado. E o porco não tem ideia do que está acontecendo até o momento de ser abatido. Ele se sente bem ao seguir a trilha de milho, comendo-o sem parar, inconsciente de que ela o levará a um fim terrível. E como este porco, inúmeras pessoas não têm ideia da destruição que está por vir sobre elas.
 
 
Todo ser humano está em honra perante Deus
 
Está escrito em Salmos 49 que embora o homem esteja em honra perante Deus, ele é como as animais que perecem. Como disse Deus, todo ser humano está em honra. O homem foi criado conforme a imagem de Deus. Mas apesar disso, a maioria não tem conhecimento da sua própria honra. E ao invés de receber a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, reinar para sempre com Deus e viver para toda eternidade em sua divina glória, eles só estão interessados em sua própria ganância e são como os animais que perecem. A verdade é que muitos hoje só estão interessados mesmo nas coisas carnais, como os animais que perecem. E você e eu sabemos que não devemos ser como os que estão interessados nas coisas carnais. Nenhum de nós deve buscar apenas as coisas deste mundo, pois isso nos levará a parecer como os animais. Ao contrário, precisamos entender como somos importantes para Deus e fixar nossos olhos no futuro, no mundo vindouro. Em outras palavras, temos que pensar como viveremos na luz no futuro e, tendo isso em mente, usar de sabedoria para lidar com tudo que passamos hoje em dia.
Além disso, não devemos pensar apenas em nós mesmos. Ao contrário, temos que pensar em como nossas ações podem afetar nossa família, a fim de que não a prejudiquemos. E devemos estender este cuidado com nossa família aos outros, tendo consciência de como nossas ações os afetarão também. Em suma, nossa vida deve ser guiada pelo altruísmo e um verdadeiro cuidado com os outros. Temos que nos preocupar com os outros. É muito importante que todos nós aprendamos esta lição na Palavra de Deus.
Qual o propósito da nossa vida nessa terra? Servir ao Senhor. A Bíblia nos ensina claramente que tudo que fazemos, seja comer ou beber, devemos fazer tudo para a glória de Deus (1 Coríntios 10:31). Isso significa que precisamos ter cuidado até com aquilo que comemos para servir ao evangelho do Senhor. E isso não tem a ver com nossa saúde ou prosperidade, mas com o nosso bem-estar de uma maneira geral. A verdade é que todos nós temos que viver para a glória de Deus e levar a remissão de pecados a todos. E não somente nós devemos obedecer à Palavra do Senhor e segui-la pela fé, mas nossos familiares, todos os que estão ao nosso redor e as pessoas deste mundo também.
 
 
Lembre-se do que Deus nos falou
 
Nosso Deus glorioso não fala diretamente conosco em pessoa. Como ele fala conosco então? Pela sua Palavra escrita. É pela sua Palavra que Deus fala comigo e com você.
O Senhor Deus destruiu as cidades de Sodoma e Gomorra por completo fazendo chover sobre elas fogo e enxofre. E a Palavra de Deus é mais do que suficiente para tirar toda dúvida e encerrar o assunto de uma vez. Deus disse que devemos ouvir atentamente sua Palavra em sua igreja e através do Espírito Santo ele fala com seus servos e seu povo em sua igreja. E cremos que nela podemos encontrar sua Palavra.
Alguns de vocês podem até pensar que a mulher de Ló serviu para alguma coisa depois que virou uma estátua de sal. Já que o sal tem múltiplas finalidades, como dar gosto e preservar, você pode até achar que foi algo bom ela ter virado uma estátua de sal. Mas não é bem assim. Longe disso, este relato mostra que quem ama o mundo e não consegue deixá-lo perecerá no reino espiritual. E se isso acontecer com alguém, seus familiares e inúmeras pessoas também serão destruídas. Todos nós temos que guardar esta lição no coração. Temos que aprender com esta lição que nossas ações erradas destruirão não somente a nós, mas a todos que amamos, e então viver pela fé.
Precisamos ter um entendimento perfeito em nossa vida agora de que estamos vivendo o princípio das dores. Eu já disse a todos vocês o que acontecerá no futuro. Também expliquei os eventos que se seguirão e como será a economia mundial. E já que expliquei tudo isso, não me resta muito a dizer agora. Eu jamais subi ao púlpito para pregar uma Palavra inventada por mim. É Deus quem governa meu coração através do Espírito Santo para que eu não pregue nada que vem de mim. Então não posso falar só o que vem à minha mente.
Já que o tempo do fim está muito próximo, você e eu temos que defender nossa fé, obedecer à Palavra de Deus e jamais olhar para trás, para as coisas deste mundo. Também temos que pregar o evangelho do Senhor para o máximo de pessoas que pudermos. Assim, quando ele voltar, seremos libertos da insegurança e da dor que temos neste mundo atual e passaremos a viver nos novos céus e na nova terra que o Senhor criou para nós. Viveremos felizes e regozijando por mil anos, e depois por toda a eternidade. Precisamos entender que há um lugar mais maravilhoso do que este mundo e viver pela fé, pois Deus nos disse que nos dará todas as suas bênçãos.
Volte logo, Senhor Jesus!