The New Life Mission

Sermões

Assunto 8: O Espírito Santo

[8-5] (1 João 1:1-10) Você quer ter Comunhão com o Espírito Santo?

( 1 João 1:1-10 )
“O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos próprios olhos, o que contemplamos, e as nossas mãos apalparam, com respeito ao Verbo da vida (e a vida se manifestou, e nós a temos visto, e dela damos testemunho, e vo-la anunciamos, a vida eterna, a qual estava com o Pai e nos foi manifestada),
o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo. Estas coisas, pois, vos escrevemos para que a nossa alegria seja completa. Ora, a mensagem que, da parte dele, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma. Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós”.    
 

Qual é o pré-requisito
essencial para ter um
senso de Comunhão com
o Espírito Santo?
Primeiro devemos conhecer
e crer no evangelho da água e do
Espírito e nos limpar de todos os 
nossos pecados por meio da fé.

Se você quer ter comunhão com o Espírito Santo, primeiramente, deve saber que mesmo um pequeno pecado perante Deus torna impossível a comunhão. Você pode pensar, “Como um homem não teria nem um pecado perante o Senhor?”. Mas se realmente desejar ter comunhão com o Senhor Jesus, então não deverá haver nenhuma escuridão em seu coração. Portanto, a fim de ter comunhão com o Senhor Jesus, você precisa saber que deverá crer no evangelho da redenção e se limpar de todos os pecados.
Se você realmente deseja ter comunhão com o Espírito Santo, então, primeiro deverá conhecer e crer no evangelho da água e do Espírito e limpar seus pecados por meio da fé. Se não conhecer o evangelho da água e do Espírito e não colocá-lo em seu coração, você não deve nem pensar em ter comunhão com o Senhor Jesus. Ter comunhão com o Espírito Santo só é possível quando todos os seus pecados forem retirados de seu coração por meio do evangelho da água e do Espírito.
Todos os pecados podem ser limpos da mente de uma pessoa com a verdade da água e Espírito. O Senhor Jesus abençoará vocês com o Espírito Santo quando crerem no belo evangelho da água e do Espírito. Você realmente quer ter comunhão com o Senhor Jesus e com o Espírito Santo? Então reconheça seus pecados e creia no belo evangelho a fim de se purificar dos pecados. Depois disso você poderá realmente ter comunhão com o Senhor Jesus.
Se você deseja ter comunhão com o Senhor Jesus, primeiro creia no batismo que Ele recebeu de João Batista no Rio Jordão, e também creia em Seu sangue derramado na Cruz. As pessoas que verdadeiramente desejam ter comunhão com o Espírito Santo deverão, antes, saber quem Ele é. O Espírito Santo é único e Santo, e, portanto, Ele só pode habitar naqueles que creem no belo evangelho.
Vamos ver a confissão de alguém cujos pecados foram limpos pela crença no batismo de Jesus por João, e em Seu sangue, e que, agora, tem comunhão com o Espírito Santo.
“Existem tipos de pessoas diferentes no mundo e todos vivem com os seus próprios pensamentos e ideias”. Eu era um desses. Tive uma vida muito comum e desde a minha infância seguia minha mãe para a Igreja, e, assim, naturalmente eu vim a crer em Deus. Meu pai era ateu e frequentemente me criticava por minhas crenças, mas todo o resto da família ia à Igreja. Ir à Igreja foi o que fiz durante grande parte da minha vida.
Contudo, durante minha adolescência, vendo meu pai de cama, muitos pensamentos relativos a coisas como a morte e a vida, Céu e Inferno, vieram sobre mim. A maioria das pessoas dizia que, se eu acreditasse em Deus, estaria apto para entrar no Céu e tornar-se Seu filho, mas eu nunca estava certo disso, nunca estava certo se havia me tornado Seu filho. Eu tinha aprendido que, se fizesse o bem na Terra, poderia entrar no Céu, assim eu tentava fazer o bem para os necessitados.
Mas por um lado em meu coração, eu sabia que tinha pecados. Eu podia parecer uma boa pessoa para os outros, mas me sentia culpado por meus pecados. Naquele tempo, tinha o hábito de ir à Igreja para orar, e dizia: “Por favor, deixe-me ser realmente Seu filho. Por favor, me deixe conhecer a verdade”. Enquanto eu orava, desenvolvia uma nova necessidade em meu coração. Fosse lá quanto eu ouvisse os ensinamentos da Palavra, não compreendia e nem via as Suas Palavras. Eu estava cansado por causa do vazio da minha vida, dos meus pecados, morte, etc.
Eu tinha pensamentos como: “Eu quero nascer de novo. Se eu puder nascer de novo, não viverei mais dessa forma”. Mas, apesar desses pensamentos, ia à Igreja com menos frequência, e meus anos de adolescência passaram. Agora precisava encontrar um emprego, e era mais difícil do que eu pensava. Estava mais cansado e, não importando o quanto tentasse, não conseguia mais sorrir. Olhando para mim e vendo um coração vazio, cai em um estado de depressão. Naquele tempo, eu ouvia o evangelho do meu irmão mais velho.
“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados”. (Atos 3:19). Isto era exatamente o evangelho da água e do Espírito. Tudo o que eu nas reuniões da Igreja era que Jesus havia morrido na Cruz por nossos pecados. Mas este evangelho me disse que Jesus foi batizado por João Batista para levar os nossos pecados e, por isso, foi julgado por nossos pecados na Cruz.
Eu tinha ido à Igreja durante toda a minha vida e fingia ser um filho de Deus, mas falhava. Tentei entender o sentido de Suas Palavras, mas falhei. Contudo, depois que eu ouvi o belo evangelho da água e do Espírito e acreditei nele, os pecados em mim, e todas as coisas que me atormentavam, desapareceram e meu coração ficou em paz.
Eu pensava que apenas acreditando em Deus, e, com zelo e entusiasmo, fosse à Igreja, que eu iria para o Céu. Mas Deus me enviou o evangelho da água e do Espírito e meus pecados foram perdoados. Ele me deu o dom do Espírito Santo. Antes de receber a Sua redenção, eu não sabia sobre o Espírito Santo ou sobre o falar em línguas. Eu apenas ia para a Igreja e acreditava que, se eu vivesse corretamente e servisse na minha Igreja, Deus me abençoaria. Mas eu percebi que só poderia receber o Espírito Santo quando meus pecados fossem perdoados por meio do belo evangelho da água e do Espírito.
Na minha vida anterior, eu ainda estava em pecado, apesar de crer em Deus. E vivia uma vida morna, não sabendo da importância de receber o Espírito Santo. Mas, por intermédio de Seu servo, que pregou o belo evangelho segundo a Bíblia, eu acreditei e cri, e soube que o Espírito Santo também habitava em mim.
Após receber a redenção, primeiramente, eu não estava convicto de que o Espírito Santo estava ou não em mim, mas estudava constantemente a Sua Palavra e, assim, pude perceber que no meu coração uma nova fé estava surgindo e que eu havia recebido o Espírito Santo. Agora era verdade, eu estava convicto de que o Espírito Santo habitava em mim! Quando Ele perdoou os meus pecados, soube que só aqueles que estão livres de pecados podem se tornar filhos de Deus e receber o Espírito Santo.
Eu também sabia que meus esforços para parecer perfeito aos Seus olhos ou viver perfeitamente nunca me permitiriam receber o Espírito Santo. Deus vê aqueles que admitem que são pecadores e ainda não sabem o que fazer sobre isso. Ele encontra aqueles que ansiosamente O procuram e necessitam Dele.
Ele me fez ver que fazer o bem e crer em Deus com irresponsabilidade não me levaria ao Céu, e que Jesus Cristo veio a este mundo para me salvar dos meus pecados por meio do belo evangelho da água e do Espírito. Ele me deu o Espírito Santo para habitar em mim para sempre.
Eu agradeço ao Senhor Jesus por me fazer Seu filho e me abençoar com a habitação do Espírito Santo. “Se não fora Ele, ainda teria pecados em meu coração e seria condenado a uma vida eterna de aprisionamento no Inferno”.
Dessa forma, eu acreditava apenas no sangue vertido na Cruz e não podia receber o Espírito Santo mesmo se quisesse. Naquele tempo, eu cria em Jesus, mas o pecado que tinha em meu coração não permitia que eu recebesse o Espírito Santo. Um pecador não pode receber o Espírito Santo em seu coração. Mas muitos pecadores tentam recebê-Lo mesmo quando seus corações estão cheios de pecados.
Se você realmente deseja receber o Espírito Santo e ter comunhão com Ele, precisa crer no belo evangelho da água e do Espírito e obter a redenção. Você ainda é um pecador? Então deverá ouvir o verdadeiro evangelho daqueles que já receberam o Espírito Santo. Aqueles que desejam ter comunhão com o Espírito Santo devem ter um coração sedento e confiar no belo evangelho da água e do Espírito.
Apenas os justos podem ouvir as Palavras do Espírito Santo por intermédio da Igreja. Eles podem viver suas vidas fiéis ouvindo o verdadeiro evangelho, mas os pecadores vivem suas vidas amaldiçoadas, destinados ao Inferno, sem nunca ouvir o evangelho.
Portanto, você deve aprender sobre o evangelho da água e do Espírito. Por que você precisa crer no evangelho? Porque é necessário escapar das religiões da Lei e construir sua fé no belo evangelho, baseado na Palavra de Deus. Os discípulos de Jesus seguiam este belo evangelho, que agora pertence àqueles que receberam o Espírito Santo. O belo evangelho da água e do Espírito é exatamente o mesmo seguido pelos Apóstolos na época da Igreja primitiva. Todos os cristãos devem receber o Espírito Santo, sabendo que apenas assim podem se tornar filhos de Deus.
Aqueles que ainda não creem no evangelho da água e do Espírito têm pecados em seus corações, e não podem ter comunhão com o Espírito Santo. A fim de ter comunhão com Ele, primeiro precisam crer no evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu e receber o Espírito Santo.
 

A Bíblia menciona repetidamente o Espírito Santo
 
A habitação do Espírito Santo começou depois da ressurreição de Jesus. Agora é o dia da salvação, e, hoje, é o tempo de Sua Graça sem limites; mas será realmente muito triste se nós não recebermos o evangelho da água e do Espírito e se vivermos sem comunhão com o Espírito Santo.
Você tem comunhão com o Espírito Santo? Você está sendo impedido de ter comunhão com o Espírito Santo em razão de seus pecados? Então aprenda sobre o evangelho da água e do Espírito que Deus deu a você e creia nele. Se você crer no evangelho da água e do Espírito, o Espírito Santo habitará em seu coração e será sua companhia. Ele só habita nos corações daqueles que creem no evangelho da água e do Espírito, e frequentemente revela Sua vontade nos corações dos justos. O ministério de Paulo com o Espírito Santo foi o de espalhar o belo evangelho.
Como você pode reconhecer alguém que recebeu o Espírito Santo? O que é a marca? A marca é se a pessoa crê ou não no belo evangelho da água e do Espírito. Se a pessoa conhece e crê nisso, então esta pessoa terá a habitação do Espírito Santo.
O Espírito de Deus não habita naqueles que não creem no belo evangelho, habita apenas naqueles que creem no perdão dos pecados, que vem do batismo que Jesus recebeu de João e do Seu sangue vertido na Cruz. Você deseja ter comunhão com o Espírito Santo?
Você sabe que tipo de evangelho você precisa, a fim de receber o Espírito Santo e ter comunhão com Ele? O belo evangelho é encontrado dentro da fé no batismo de Jesus por João e no Seu sangue na Cruz. Se você não crê no evangelho da água e do Espírito, seus pecados não podem ser perdoados e, portanto, o Espírito Santo não pode habitar em você. Ele exige que as pessoas creiam no evangelho da água e do Espírito a fim de recebê-Lo.
O Espírito Santo não pode habitar no coração de pecadores. Se você quer receber o Espírito Santo, primeiro deverá crer no belo evangelho a fim de limpar todos os seus pecados. Se você deseja ter comunhão com o Espírito Santo, deverá ser fiel na pregação do belo evangelho. Se você quer ser guiado pelo Espírito Santo, deverá sempre amar o belo evangelho e espalhá-lo onde você estiver. O Espírito Santo está com aqueles que pregam o evangelho da água e do Espírito.
A habitação do Espírito Santo é dada apenas aos justos, que são aqueles que creem no belo evangelho. Apenas esses podem ter comunhão com o Espírito Santo. O belo evangelho, que o Espírito Santo testifica, é o evangelho que foi cumprido pelo batismo de Jesus por João e Seu sangue. (1 João 5:3-7).
Pedro também creu no belo evangelho e disse: “a qual, figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo”. (1 Pedro 3:21). Na Bíblia, “água” frequentemente representa o batismo que Jesus recebeu de João Batista.
Aqueles que estão aptos a receber o Espírito Santo receberão a redenção por meio do belo evangelho, e estarão livres de todos os pecados. Aqueles que creem no belo evangelho podem adorar ao Pai em espírito e em verdade pela liderança do Espírito. (João 4:23). O Espírito Santo auxilia os justos a viver suas vidas cheias Dele, e aqueles que têm a Sua habitação poderão viver para sempre louvando ao Senhor Jesus. Ele garante que nós somos filhos de Deus e que, assim, poderemos viver para sempre com o evangelho da água e do Espírito e, também, com o Espírito Santo.
 

O Espírito Santo não tem Comunhão com aqueles que se enganam
 
O Espírito Santo, em 1 João 1:8, fala aos pecadores assim: “Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós”. O Espírito Santo não pode habitar naqueles que se enganam. Ele repreende os pecadores, dizendo: “por que você não crê no belo evangelho cumprido pelo batismo de Jesus e Seu sangue?”.
Nós veremos a confissão de um cristão nascido de novo, que acreditava haver recebido o Espírito Santo sem a evidência do batismo de Jesus e Seu sangue. Este homem agora crê no evangelho da água e do sangue, e recebeu o Espírito Santo. Aqui, nós devemos perceber em quem exatamente o Espírito Santo habita.
“Deus começou a habitar em meu coração quando eu percebi a razão de minha existência neste mundo. Olhando para mim, penso que a minha fraqueza, em viver sozinho neste mundo cruel, veio como um grande desejo para querer Deus. Eu não procurava por Deus, mas, naturalmente, aceitei a Sua existência, pois Ele não é visível, mas está lá. É claro que eu me perguntei se ‘Ele realmente estava lá’, mas este mesmo pensamento me aterrorizava, pois acreditava firmemente que Ele é o Criador de tudo.
Aqueles que rejeitavam a Deus pareciam estúpidos, mas, em alguns casos, pareciam muito mais poderosos do que eu. Pareciam poder enfrentar qualquer coisa por si mesmos e, por outro lado, eu me sentia como um bobo fraco. Mas eu tinha esperanças pela vida após a morte, e olhava para Deus com grande respeito. Eu me questionava se o Céu seria um lugar para pessoas como eu, que sentiam que estavam sempre fracos. E aquela questão me fez desejar mais intensamente o paraíso celestial.
Meus pais não eram pessoas religiosas e meus irmãos frequentavam a Igreja sem devoção. Eles pensavam que a minha devoção à Igreja iria em breve morrer, então não me impediam de ir à Igreja até mesmo enquanto eu cursava o ensino médio. Então, eu ia de Igreja em Igreja e, finalmente, comecei a frequentar uma pequena Igreja perto da minha casa até o segundo grau.
A razão pela qual eu escolhi frequentar essa Igreja foi por que colocavam grande ênfase no evangelho. O pastor da Igreja era um reavivador evangélico, que, aparentemente, não fazia nada que violasse as Palavras da Bíblia. Eu tinha razões para viver uma rigorosa vida religiosa, mesmo quando estava estressado e oprimido pelos estudos.
O motivo disso era que, quando as pessoas chamavam meus companheiros membros da Igreja de pagãos, eu acreditava que a Igreja estava correta e tinha convicção de que iria para o Céu. Aquela certeza estava baseada no evangelho. Eles diziam que os pecadores não poderiam entrar no Céu, mas as pessoas de outras Igrejas diziam que seus corações estavam cheios de pecados. Eu também pensava que as pessoas da minha Igreja eram pecadores antes de eu frequentar a Igreja, então eu não pensava muito neste criticismo.
Mas aqueles tão falados reavivadores evangélicos faziam coisas diferentes das que eu tinha experimentado no passado. Eles diziam que se nós crêssemos em Jesus da forma correta, ficaríamos sem pecados, e apenas aqueles que estão sem pecados poderiam ir para o Céu. Eles também diziam que Jesus nos trouxe justiça na Cruz e, portanto, não éramos mais pecadores, mas pessoas justas. Eu não acreditava nisto no início, mas quando pensei sobre o assunto, isto fez sentido. Eu era jovem e pensei que se eu quisesse ir para o Céu, Deus somente me deixaria entrar se eu não tivesse pecados, pois Ele despreza o pecado.
Essa Igreja tinha crenças diferentes das que eu estava acostumado e o ritual dos cultos de adoração era um pouco diferente também. Mas como o Céu é um lugar onde apenas os escolhidos podem entrar, parecia que as pessoas dessa Igreja tinham adotado as crenças corretas. Em razão de darem ênfase à carne e ao sangue de Jesus, em todos os domingos nós tomávamos um pouco de vinho e comíamos o pão e, por ser uma cerimônia baseada nas Palavras da Bíblia, eu a aceitava. Mas eu descobri, mais tarde, que as pessoas apenas participavam do ritual sem realmente entender o seu verdadeiro significado.
Eu acreditava que o Espírito Santo habitava nos corações dos crentes e nos corações dos justos, e que Ele ouvia todas as suas orações, então eu cria que o Espírito Santo habitava em mim. Estava certo de que Deus era minha companhia e nunca duvidei do evangelho em que eu acreditava. Quando atravessava momentos difíceis, eu falava com Deus como se Ele estivesse perto de mim. Acreditava que Ele me ouvia quando eu contava coisas que não podia contar para ninguém. Assim, eu confiava Nele e dependia Dele.
Eu não conseguia entender aqueles que iam aos encontros de reavivamento para falar em línguas, e ria daqueles que frequentavam as reuniões de oração e jejum. Olhando para aqueles esforços eu pensava, ‘por que eles fazem tantos esforços, sem sentido, para receber o Espírito Santo? O Espírito Santo vem sobre eles apenas quando estão sem pecados e, assim, fica com eles para sempre. Logo, eles deviam ser pecadores, e, sendo assim, Ele não viria sobre eles apesar de todos os seus esforços’. Eu sentia pena deles, achava que eram estúpidos. Com aquilo em mente, comecei a pensar que a minha crença no evangelho era a melhor, e que as crenças dos outros eram todas mentiras.
Meu coração arrogante alcançou o seu pico. Por 10 anos eu havia levado uma vida religiosa própria. Mas, com o passar do tempo, perguntas começaram a nascer em minha mente e coração. Eu pensei: ‘eu estou sem pecados devido ao evangelho do sangue vertido na Cruz, mas todos os outros crentes estão sem pecados também? Eles realmente creem neste evangelho também?’. Eu não sabia por que eu comecei a fazer estas perguntas. As perguntas apenas vinham à minha cabeça e eu não podia perguntar para ninguém. Esta era uma crença pessoal e não deveria ser violada. E teria sido uma questão rude para fazer a alguém.
Mas eu comecei a fazer estas perguntas para mim mesmo. Enquanto eu estava no segundo grau, comecei a fazer coisas que costumavam ser restritas aos preceitos religiosos e meu coração se tornou tão negro que minhas crenças começaram a diminuir. Eu não estava mais certo das minhas crenças. ‘Eu posso me considerar um homem justo?’. No meio de toda aquela confusão, eu me forcei a pensar no evangelho da Cruz e fiz uma lavagem cerebral em mim mesmo com isso. Mas quanto mais eu me pressionava, mais perdido ficava e não frequentava mais os cultos na Igreja. Eu usava minhas atividades do clube como desculpa.
Entre toda a confusão e o caos, eu, finalmente, encontrei a verdade. Ouvi sobre o evangelho da água e do Espírito e ele veio até mim como um facho de luz. O impacto foi tão grande que eu senti vontade de chorar. Mas, ao ouvir o evangelho, eu tive que admitir que tudo o que eu acreditara até então era falso.
Eu nunca havia transferido meus pecados para Jesus. Eu tinha acreditado vagamente que Ele havia levado os meus pecados e que eu era um homem sem pecados, mas isso não era o caso. Por que Jesus veio a este mundo para ser batizado? Foi por que queria nos mostrar que Ele era tão humilde quanto um cordeiro? Foi para provar que Ele veio como um homem? Ou foi para profetizar Sua morte inevitável? Eu nunca havia sequer sonhado, seja lá qual fosse o vago conhecimento do batismo, que ele fosse tão significativo. A verdade era que Jesus foi batizado por João, o representante de toda a humanidade e, com aquele batismo, todos os nossos pecados foram passados para Ele.
Oh! Foi por isso que Jesus tornou-se o Cordeiro de Deus e carregou com Ele todos os nossos pecados! Agora tudo faz sentido. ‘Jesus foi julgado por meus pecados na Cruz. É por isso que eu não tenho pecados em meu coração’. A partir do momento que eu conheci o evangelho da água (batismo de Jesus), do sangue (Cruz) e do Espírito Santo (Jesus é Deus), os pecados que eu sentia no meu coração desapareceram.
Agora, realmente eu sou um homem justo e sem pecados e o Espírito Santo finalmente habita em meu coração. A crença que eu tinha na Cruz não era suficiente para me limpar dos pecados que havia no meu coração. Se você não sabe exatamente como os seus pecados foram passados para Jesus, seus pecados não poderão ser perdoados e o Espírito Santo não poderá habitar em você. Eu agradeço a Deus, por ter recebido o Espírito Santo por meio do belo evangelho.
Sem nenhum esforço, eu fui perdoado por meio do evangelho da água e do Espírito, e o Espírito Santo habita em mim agora e para sempre. Agora, eu posso orgulhosamente me chamar de um homem sem pecados e posso me orgulhar de que o Reino dos Céus é meu. Eu aproveito esta oportunidade para agradecer ao Senhor por me dar tais bênçãos sem qualquer custo. Aleluias!”.
Aqueles que recebem o Espírito Santo podem dizer que estão sem pecados na presença de Deus. Não importa há quanto tempo você acredita em Jesus, se não crer no belo evangelho que Deus nos deu certamente tem pecados em seu coração. Pessoas com pecados no coração estão enganando a si mesmas e a Deus, pois elas nunca encontraram o Senhor Jesus. Se um pecador deseja ter comunhão com o Espírito Santo, primeiro deve parar de se enganar e confessar que tem pecados. Apenas assim será qualificado para crer no evangelho da água e do Espírito. Aqueles que creem neste belo evangelho merecem receber o Espírito Santo.
O que o Espírito Santo diz aos pecadores? Ele os aconselha a obter perdão por seus pecados crendo no belo evangelho que foi cumprido pelo batismo de Jesus e Seu sangue. Se você diz que não é um pecador enquanto tem pecados, nunca receberá o Espírito Santo. Aqueles, que não creem no belo evangelho e dizem que não têm pecados, enganam a Deus e a si mesmos. Os pecadores devem conhecer o belo evangelho da água e do Espírito e receber o Espírito Santo, apenas assim poderão ser libertos do severo julgamento de Deus.
 

Os justos podem ter Comunhão com o Espírito Santo confessando seus pecados
    
Eu falo para aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito e que, portanto, receberam o Espírito Santo. Vamos ver em 1 João 1:9, o que Deus falou para os justos: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. Este versículo significa que nós podemos limpar os pecados de nossos corações sujos, nos relembrando e crendo no belo evangelho, que declara que Jesus levou os nossos pecados quando Ele foi batizado e que Ele os expiou quando foi crucificado. Os justos precisam confessar seus pecados para Deus, pois apenas assim poderão ter comunhão com o Espírito Santo. Os justos devem confessar seus pecados e continuar crendo no belo evangelho.
Há muito tempo, o belo evangelho do batismo de Jesus e Seu sangue, limpou todos os nossos pecados e, portanto, os justos devem crer neste evangelho e ser libertos de todos os seus pecados. O Senhor Jesus já perdoou todos os pecados deles por meio do evangelho da água e do Espírito, e eles devem crer no belo evangelho para ser totalmente libertos. Os justos podem purificar seus corações crendo no belo evangelho da água e do Espírito quando eles estiverem poluídos com seus pecados diários atuais.
Nosso Senhor Jesus limpou todos os pecados dos justos há muito tempo com o Seu batismo e sangue. Portanto, aqueles que creem estão realmente livres de seus pecados. Contudo, devem confessar e admitir seus pecados na presença de Deus, para, então, retornar à fé do batismo de Jesus e Seu sangue, que forma o belo evangelho, a fim de serem libertos de todos eles. Portanto, os justos sempre poderão viver uma nova vida acompanhando o Espírito Santo. Aqueles que podem olhar para Deus, sem se importar com as suas fraquezas, podem ter a verdadeira comunhão com Deus, graças ao belo evangelho da água e do Espírito.
 

Como nós podemos obter um verdadeiro Senso de Comunhão com o Espírito Santo?
 
Existem muitas pessoas que desejam ter comunhão com o Espírito Santo, mas não sabem como fazer este desejo se tornar realidade, apesar de crerem em Jesus. Todas as pessoas recebem o Espírito Santo crendo no evangelho da água e do Espírito e começam a ter comunhão com o Espírito Santo desse momento em diante.
Da mesma forma, o único modo, pelo qual uma pessoa justa pode ter comunhão com o Espírito Santo, é conhecer e crer na verdade do evangelho da água e do Espírito. A comunhão entre os justos e o Espírito Santo não pode ser alcançada sem o verdadeiro evangelho. Como podemos ter comunhão com o Espírito Santo? Isto só é possível crendo na verdade do belo evangelho.
 

Deus diz que o homem peca durante toda sua vida
 
Em I João 1:10, está escrito: “Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós”. Não existe ninguém que não tenha pecado perante Deus. A Bíblia mesmo diz: “Não há homem justo sobre a terra que faça o bem e que não peque”. (Eclesiastes 7:20). Todos os homens pecam diante de Deus e se alguém disser que não tem pecados, este é mentiroso. As pessoas pecam durante suas vidas inteiras até à morte, e, por isso, Jesus foi batizado por João, para tirar todos os seus pecados. Se nós não pecássemos, não precisaríamos crer em Deus como nosso Salvador.
O Senhor Jesus diz: “Minha palavra não está em vós”, àqueles que pensam que não têm pecados. Se uma pessoa não tem a fé no belo evangelho da água e do Espírito, ela merece a destruição. Se um homem justo ou um pecador, dizem que não têm pecados na presença de Deus, eles não merecem crer no belo evangelho.
O Senhor Jesus deu a todos o maravilhoso presente do belo evangelho. Nós confessamos os nossos pecados e nos arrependemos, a fim de recebermos o perdão deles com o belo evangelho. Nós devemos retornar ao belo evangelho, que Deus nos deu como perdão dos nossos pecados, e crer nele, a fim de ter comunhão com o Espírito Santo. Um verdadeiro senso de comunhão com o Espírito Santo está no evangelho da água e do Espírito, e apenas aqueles que o possuem pode ter comunhão com Deus.
A humanidade estava longe de Deus em razão dos pecados herdados de Adão e Eva. Mas, agora, nós, que herdamos a semente do pecado, podemos aguardar ansiosamente para termos comunhão com Deus novamente. Para isso, devemos retornar à fé no evangelho de Jesus Cristo da água e do Espírito, para receber o perdão dos pecados que nos afastaram de Deus.
Aqueles que creem no belo evangelho serão salvos de todos os seus pecados e Deus os encherá com o Espírito Santo. Os justos poderão ter comunhão com Deus, pois receberam o Espírito Santo. Portanto, aqueles que foram cortados por Deus, em razão de seus pecados, deverão retornar ao belo evangelho da água e do Espírito e crer nele. Apenas dessa forma eles começarão a ter a verdadeira comunhão com Ele.
A habitação do Espírito Santo vem com a fé do belo evangelho, que chega por meio da crença no evangelho da água e do Espírito. Crer nele é um novo caminho até Deus. O Senhor Jesus quebrou o muro que, em razão dos pecados antigos e atuais, nos separava Dele e nos permitiu ter comunhão com Deus por meio da nossa fé no belo evangelho da água e do Espírito.
Nós devemos estabelecer comunhão com o Espírito Santo novamente, sendo que a verdadeira comunhão é alcançada por meio do entendimento do evangelho da água e do Espírito e pela obediência à fé. Comunhão com o Espírito Santo ocorre quando temos fé no fato de que o perdão de nossos pecados veio do belo evangelho. Aqueles que não receberam perdão por seus pecados não podem ter comunhão com o Espírito Santo. Em outras palavras, ninguém pode ter comunhão com o Espírito Santo sem crer no evangelho da água e do Espírito.
Se é difícil para você ter comunhão com o Espírito Santo, então, primeiro deve admitir que não crê no evangelho da água e do Espírito e que seus pecados não foram perdoados. Você deseja ter comunhão com o Espírito Santo? Então creia no evangelho que foi cumprido pelo batismo de Jesus e Seu sangue. Apenas dessa forma você será perdoado de todos os seus pecados e, como recompensa, receberá o Espírito Santo em seu coração. Este belo evangelho certamente pode te garantir comunhão com Ele.