Sermones

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 2-12] Creia em Jesus Cristo de Todo o Seu Coração (Lucas 2:25-35)

(Lucas 2:25-35)
“Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor. E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, Ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse:
‘Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo,
Segundo a tua palavra;
Pois já os meus olhos viram a tua salvação,
A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;
Luz para iluminar as nações,
E para glória de teu povo Israel.’
E José, e sua mãe, se maravilharam das coisas que dele se diziam. E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: ‘Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado (E uma espada traspassará também a tua própria alma); para que se manifestem os pensamentos de muitos corações’”.
 
  

Aqueles que Sempre Esperaram pelo Salvador

 
O texto bíblico deste capítulo descreve o que aconteceu no oitavo dia depois do nascimento de Jesus, quando José e Maria foram ao templo para circuncidá-lo e oferecer sacrifício por ele a Deus. E assim como era no passado é hoje em dia também. Em toda a terra há pessoas que esperam por Deus e creem nele. E todas elas esperam a vinda do Salvador.
Havia em Israel um homem chamado Simeão, e este esperava ansiosamente a vinda do Salvador Jesus Cristo. E foi revelado a ele que ele não morreria antes de ver o Cristo quando ele nascesse nessa terra. Naquela ocasião então, cheio do Espírito Santo, Simeão foi ao templo em Jerusalém justamente quando Maria foi lá também para oferecer sacrifício diante de Deus. Este homem chamado Simeão viu o menino Jesus e o tomou em seus braços. Depois disso, ele deu glória a Deus e disse: “Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra; pois já os meus olhos viram a tua salvação, a qual tu preparaste perante a face de todos os povos; luz para iluminar as nações, e para glória de teu povo Israel” (Lucas 2:29-32).
Após abençoar Maria e seu bebê, ele continuou dizendo: “Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado (E uma espada traspassará também a tua própria alma)” (Lucas 2:34-35). Isso nos mostra que este homem chamado Simeão, que cria em Deus, reconheceu o menino Jesus quando ele nasceu nessa terra pelo poder do Espírito Santo de Deus. Ele também disse que a queda e a elevação de muitos em Israel, assim como de toda a humanidade, dependeria daquele bebê. Vemos aqui que Simeão profetizou essas palavras corretamente porque reconheceu o menino Jesus.
Simeão disse que Jesus foi posto por queda e elevação de muitos em Israel, e como um sinal que seria contraditado; e tudo aconteceu exatamente como ele disse. Deus criou tudo que há no universo. Ele é o Senhor de todas as coisas. Ele criou o homem à sua imagem também. Ele salvou o seu povo dos seus pecados e julga os que não creem. Por isso, quem crê que Deus é o Criador e o Rei dos reis é grato a ele por ter enviado Jesus como homem a essa terra. Nós, seres humanos, somos apenas simples criaturas. Mas apesar de sermos criaturas tão simples assim, nós sempre somos gratos a ele de todo o nosso coração quando nos lembramos que Jesus veio a essa terra por nós. Isso é algo tão glorioso que palavras não podem expressar.
As pessoas no mundo inteiro celebram o Natal por causa da emoção, pois não sabem realmente o verdadeiro significado do nascimento de Jesus. Assim como os pastores e Simeão nos mostram aqui, é um tempo de bênção quando alguém entende o verdadeiro significado da vinda do Senhor, mas só que os cristãos não entendem isso. O Cristianismo se tornou apenas mais uma religião do mundo, principalmente na Coreia, e é por isso que as pessoas não se interessam mais pelo que Deus está dizendo. Elas acham que só porque creem em Jesus e agora são pessoas do bem, não roubam e fazem boas obras está tudo bem. Se for assim, o Cristianismo é tão bem quanto o Budismo. As pessoas acham que toda a religião que busca a virtude é boa. É por isso que o Cristianismo hoje se secularizou.
Após 500 anos da secularização do Catolicismo Romano, o Protestantismo surgiu e os reformadores declararam: “Vamos voltar à Palavra de Deus. Vamos crer em Deus pela Palavra”. Desde então, alguns padres que adoravam a Deus e uns crentes conservadores começaram a clamar que as pessoas cressem no Senhor de modo correto. Assim, eles se sacrificaram muito por Deus e pelo evangelho. Mas hoje em dia, apesar da situação ser a mesma, há muitos que só se preocupam com o crescimento da igreja, como ter muitos membros e viver corretamente, além de ficar ricos, famosos e dirigir carros luxuosos.
E já que cremos em Deus neste tempo de declínio, temos que crer em Jesus Cristo de modo correto e de todo o coração. Deus veio a essa terra há cerca de 2,000 anos. Jesus Cristo, que é Deus, veio a essa terra, e temos que entender corretamente quem ele é e qual seu propósito ao vir aqui.
Antes de tudo, quem é Jesus?
Ele é o Senhor de toda a criação. Ele é o seu Deus e o meu. Mas apesar de ser Deus, ele mesmo se tornou uma criatura, isto é, um ser humano, por todos nós pecadores. Embora ele seja Deus, ele nasceu nessa terra como um ser humano através do corpo de uma mulher. Jesus nasceu como um ser humano num lugar miserável para nos salvar do pecado. Aqueles que creem que Jesus é Deus, o Juiz e também o Salvador que veio a essa terra para apagar seus pecados serão ressuscitados por ele e viverão para sempre ao seu lado, além de receber a bênção de se tornar filhos de Deus. No entanto, os que não crerem assim certamente perecerão.
 
 

Nossa Elevação e Queda Dependem de Jesus Cristo

 
Este homem chamado Simeão disse: “Este menino nasceu nessa terra para elevação e queda de muitos”. Do que depende então a elevação e queda de todos nós, seres humanos? Nossa elevação e queda dependem de aceitarmos ou não de coração a obra que Jesus realizou nessa terra. Jesus é o Filho de Deus e o próprio Deus que criou tudo no universo, quem nos libertou ao vir essa terra como um ser humano para nos salvar dos nossos pecados, que foi batizado e morreu na cruz em nosso lugar, e ressuscitou dentre os mortos. De quem depende o destino da humanidade? De ninguém mais além de Jesus Cristo. O que eu estou dizendo que este é o nosso destino.
A história de toda a humanidade é a própria história do Senhor. Foi ele quem pôs o universo em movimento e cumpriu tudo segundo seu desejo e seus planos. Por essa razão, no que diz respeito a todos neste mundo – se eles são ou não irmãos da igreja, se vivem ou não sob um governo comunista, se vivem em países budistas ou não – o que determinará sua elevação ou queda é o fato de eles crerem ou não em Jesus Cristo como seu Deus e Salvador. Está escrito que aquela criança nasceu para elevação e queda de muitos em Israel. Isso significa que nós só podemos nos tornar filhos de Deus se crermos que Jesus Cristo veio a essa terra e nos deu a vida eterna ao levar os pecados do mundo quando foi batizado, condenado por nossos pecados ao ser pregado na cruz, ao derramar seu sangue sobre ela e ressuscitar dos mortos. Todos nós podemos receber as bênçãos de Deus, ou, por outro lado, todas as suas maldições.
Não há nada com que possamos nos exaltar diante de Deus. Nós podemos até nos exaltar diante dos outros, mas só que, diante de Deus, não temos nada do que nos exaltar. E é isso mesmo. Eu não estou dizendo isso para mostrar que sou humilde, mas para mostrar que, muito pelo contrário, não há nada em nós para nos exaltarmos. Você acha mesmo que nós temos alguma coisa com que nos exaltarmos diante do Deus perfeito que criou o universo e tudo que nele há? Na verdade, o que temos não é nada. Nosso coração é falso, mesquinho e miserável. Nós somos imperfeitos, autossuficientes, queremos toda a atenção, mas não nos importamos nem um pouco com os outros.
Se você está tentando salvar a si mesmo através das suas virtudes, você está desafiando a Deus com sua soberba. Apesar de Deus ter nos dito para não termos outros deuses diante dele, muitas vezes nos tornamos nossos próprios ídolos. Apesar de sermos imperfeitos diante do verdadeiro Deus, o desafiamos assim como Buda, que tentou se exaltar acima dele ao dizer: “Eu sou meu próprio Senhor nos céus e na terra”. Para Deus, todos neste mundo, ou seja, todos que foram criados por ele, sem exceção, são imperfeitos. Nós somos seres imperfeitos, fracos, imundos, repugnantes, que sempre cometem pecados, têm pensamentos malignos e fazem o mal. O Senhor disse que o homem é o mais impuro de todas as coisas. Ele também disse que é do coração do homem que nasce doze tipos de pecado – maus pensamentos, homicídio, egoísmo, contendas, lascívia, orgulho, insensatez e daí por diante – e que as pessoas já nascem com estes pecados e os cometerão enquanto viver.
São pessoas assim blasfemam contra Deus e tentam ser maiores que ele criando suas próprias religiões e inventando doutrinas. Elas colocam suas doutrinas acima de todas as coisas, mas enquanto só olham para o cisco no olho dos outros, não percebem a trave no seu próprio olho.
 
 
Não Devemos Ter Outros Deuses Diante de Deus
 
Nós temos que entender que somos totalmente incapazes. E só quando entendermos isso corretamente é que poderemos receber a Jesus Cristo como nosso Salvador e crer que ele veio mesmo a essa terra, foi batizado por João Batista para nos salvar, morreu por nós na cruz e ressuscitou dentre os mortos. Jesus Cristo agora está assentado à destra do trono de Deus como o Rei dos reis.
Quem não reconhece que é imperfeito não pode receber a Jesus Cristo. E não receber a Jesus Cristo é o mesmo que não aceitar a obra da salvação que ele realizou para nos salvar quando veio a essa terra, levando todos os nossos pecados e sendo condenado em nosso lugar na cruz. Sendo assim, não aceitar de coração a obra que Jesus realizou é o mesmo que se tornar servo de Satanás perante Deus.
O diabo não foi criado assim no início. Ele se tornou o diabo depois de se rebelar contra Deus e ser castigado por ele. Todos se tornam filhos do diabo quando fazem o que é errado. Os que não entendem sua verdadeira natureza não reconhecem que são imperfeitos, e, por isso, acham que não precisam da ajuda de Deus e da obra da salvação que ele realizou. Por isso que eles se tornam filhos do diabo. Eles acham que são seres que estão bem perto da perfeição como se fossem uma imagem de Buda, que não têm fraquezas, que não podem ser afetados pelo frio no inverno nem pelo calor escaldante no verão.
Mas o ser humano não é assim. Deus disse que o homem é como a erva levada pelo vento. Nós, na verdade, somos seres fracos, indefesos, imperfeitos, imundos, corruptos. É por isso que precisamos do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Nós precisamos do Deus da salvação. Foi por isso que Deus veio como um ser humano para se tornar nosso Salvador. Foi por isso também que Jesus Cristo veio a essa terra como o Salvador, Deus e o Rei dos Deus. É por isso que o chamamos de Cristo. Ele veio a essa terra num corpo carnal como Deus e o Sumo Sacerdote do reino dos céus. Para nos salvar do pecado, ele veio pessoalmente como um ser humano, levou nossos pecados sobre seu corpo quando foi batizado, entregou seu corpo por nós na cruz e ali derramou seu sangue. E ao fazer isso, ele pôde nos salvar. Foi assim que ele nos salvou.
 
  

Você Quer Ser Próspero?

 
Se você quer ser próspero, você tem que crer na obra que Jesus Cristo realizou ao vir como nosso Salvador. Jesus Cristo é Deus e o nosso Salvador. Para ser específico, ele nos salvou do pecado ao vir a essa terra, foi batizado, levou sobre seu corpo nossos pecados, foi pendurado na cruz para nos purificar, sofreu uma crueldade terrível em nosso lugar e foi condenado pelos nossos pecados. Para sermos prósperos em nossa vida, tudo que temos a fazer é crer em Jesus, que nos torna filhos de Deus, pois é o nosso Salvador. No entanto, se não crermos em Jesus Cristo, nós fracassaremos. Se nós não crermos em Jesus Cristo, seremos destruídos. É isso o que nos diz a Bíblia.
A verdade de que Jesus nos salvou é muito simples, clara e direta. Não é algo difícil como a filosofia ou fútil como o zen budismo, que insiste em dizer que tudo volta a ser como era antes. A verdade de Jesus é clara e direta. Jesus disse que é “o caminho, a verdade, e a vida” (João 14:6), e ele de fato é a verdade, a vida e o caminho que leva para o céu. Jesus de fato é o nosso Salvador. Ao vir pela água e pelo sangue, ele se tornou o nosso Salvador.
Por que você não crê então? Seu coração está sofrendo? Você tem dúvida se Deus existe ou não? Você não é alguém que está condenado por Deus? Você não é alguém que nasceu condenado ao inferno? Você não pode dizer que, se existisse um Deus, ele não deixaria você passar por tudo que você está passando. Será que você pode de dizer algo assim? Seus pais nasceram em pecado e só te deixaram como herança pecados e maldições. E já que você nasceu assim, que direito você tem de dizer para Deus: “Por que tu me fizeste assim?” ou “se Deus existe mesmo, por que ele fez isso comigo?” Isso é culpa dos seus pais. É nossa culpa. Não é algo de podemos culpar a Deus. Nós só temos que ter fé em Deus e na obra que Jesus Cristo realizou. Como é que temos coragem de julgar a Deus? Isso não passa de soberba. E as pessoas são soberbas assim mesmo. Alguns dão muito valor às palavras de Sócrates: “Conhece a ti mesmo”. E são justamente estes que não creem em Deus. Nós temos que rejeitar toda dúvida e nosso orgulho a fim de que possamos crer em Deus.
Está escrito: “Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel”. Isso quer dizer que Jesus Cristo é um sinal para nós. Também está escrito que “a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome”. Mas, como está escrito aqui, o que significa crer no nome de Jesus Cristo? É crer que ele nasceu nessa terra, levou sobre si os nossos pecados ao ser batizado por João Batista quando tinha trinta anos, morreu na cruz por nós e se tornou nosso verdadeiro Salvador ao ressuscitar dentre os mortos. É justamente isso que significa aceitar Jesus Cristo de todo o coração.
E o que significa ter fé em Jesus? É verdade mesmo que todos nós temos que crer no nome de Jesus? Crer na obra que Jesus Cristo realizou é o mesmo que crer no seu nome; não olhar para um quadro na parede e dizer: “Eu creio em ti”. Eu fui à casa de um professor na Mongólia. Nessa casa, havia um retrato do líder do Lamaísmo na parede, e na outra parede, um retrato de Jesus. Apesar disso, eles me disseram que criam em Jesus.
Será que ter um retrato de Jesus na parede é o mesmo que ter fé nele e dizer que crê nele? Que mal Deus nos fez? Crer em Deus ou não só depende de nós, mas a verdade é que ele nunca nos fez mal algum. Deus é aquele que supre todas as nossas necessidades. Ele é misericordioso e suporta nossa impiedade por muito, muito tempo. Mas por que não cremos em um Deus assim, que é cheio de graça? Se não crermos nele, acabaremos caindo.
O que significa cair? Quando nós lemos o livro de Ester, vemos a rainha Vasti. Um dia, quando o rei deu um banquete, ele disse a esposa, ou seja, a rainha Vasti, para estar ao seu lado, pois queria ostentar sua beleza. Ele a chamou para mostrar sua beleza aos seus oficiais. Só que a rainha também estava dando uma festa, e apesar de o rei ter insistido muito que ela fosse, ela disse: “Se o rei está dando um festa, eu também estou. Então, diga a ele que eu não posso ir”. O que aconteceu depois então? O rei destituiu sua rainha. Ele mandou despi-la de suas vestes reais e as lançou na rua. Amados irmãos, eu quero que vocês saibam que cair é algo parecido com isso.
O Senhor disse que muitos cairão dessa maneira, mas sabe o que eles dizem disso? “Não tem problema, pois se eu tiver que cair, que assim seja”. Amados irmãos, quando alguém cai, sua vida se torna miserável. Se vocês não sabem o que é cair, vocês podem até pensar assim: “Se Deus quiser que eu caia, que assim seja. Mas se ele quiser me honrar, que assim seja também”. Só que cair não é uma maldição simples: a morte é o caminho que leva à queda. Isso significa então que aqueles que não crerem nas obras de Jesus Cristo perderão tudo que têm. Eles perderão sua vida e sua alma será lançada no fogo que nunca se apaga. Eles perderão toda riqueza que têm, inclusive seus filhos, e não sobrará nada. Por causa da dureza de coração, eles serão amaldiçoados e morrerão sem nem mesmo saber o que está acontecendo.
Há muitas pessoas hoje que são muito teimosas e não querem entender a Palavra, mesmo quando a explicamos para elas. Se disséssemos a alguém cujo rim está todo deteriorado por causa da bebida: “Se você beber mais, você morrerá de cirrose hepática”, ele dirá: “Tudo bem. Eu não me importo”. Os que não ouvem a Palavra de Deus são como essas pessoas cuja mente já foi destruída pelo álcool. Jesus, que é Deus, veio a essa terra e se tornou nosso Salvador. Por isso, você precisa entender bem o que vai te acontecer se você não crer na sua graça e verdade. Se você não crer, você será destruído; mas se você crer, você será próspero. Você tem que entender que sua prosperidade ou sucesso na vida não dependem de fazer coisas boas ou ruins. Está escrito no livro de Romanos: “Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece” (Romanos 9:16). Seu sucesso na vida não depende de você fazer algo bom para os outros, nem algo mal, muito menos de fazer bem a obra e com sinceridade de coração. Você tem que crer em Jesus Cristo como seu Salvador, crer e aceitar as obras que ele realizou.
As pessoas acham que aceitar o que o Senhor fez significa pedir que ele lhes dê coisas grandes, embora tudo que tenham a fazer é somente crer. É simples assim. Amados irmãos, nossa queda ou elevação depende de crermos ou não em Deus. Eu já disse a vocês que não é difícil crer de coração. É algo simples. Tudo que vocês têm a fazer é abrir seu coração e aceitar o Senhor e a sua Palavra. Se vocês quiserem cair, não aceitem a Palavra; mas se quiserem ter prosperidade, tudo que vocês têm a fazer é aceitá-la.
As pessoas que ficam perguntando por que sua vida é tão ruim e os que não sabem por que sua vida é tão miserável têm que olhar para trás e se perguntar: “Eu creio mesmo no Senhor? Por que eu estou passando por isso se creio nele?” Eu quero que vocês meditem nessas perguntas e vejam se creem mesmo em Jesus e de modo correto. Eu quero que vocês vejam se têm mesmo seguido o Senhor desde que se converteram a ele, se vocês têm seguido ou não a Palavra de Jesus Cristo pela fé. Todos os homens, do menor ao maior, precisam aceitar Jesus Cristo como seu Salvador. Eles precisam aceitar as obras que ele realizou para salvá-los. Só então eles poderão receber suas bênçãos. Todos podem receber as bênçãos celestiais e terrenas. Mas se vocês não aceitarem as obras do Senhor, eles serão destruídos e perderão tudo.
Já que estamos perto do Natal, temos que entender isso muito bem. O Natal não é apenas a celebração do nascimento do Deus santo nessa terra. Deus, que criou tudo no universo, assim como eu e você, veio a essa terra num corpo carnal. Ele veio para nos salvar. Você não pode esquecer que ele veio para nos salvar do pecado, da destruição e da maldição. Então, todos nós temos que aceitar Jesus pela fé. Se não o aceitarmos, nós seremos destruídos. Mas se o aceitarmos, nós prosperaremos. Já que o Natal está perto, temos que pensar sobre isso. Temos que meditar para ver se realmente cremos. Então, depois que fizermos isso, temos que analisar tudo para descobrirmos se cremos em Jesus corretamente. Quando meditarmos sobre isso, o Natal será uma festa muito importante para nós.
Não podemos achar que enviar alguns cartões de Natal e fazer boas obras nessa época é tudo que devemos fazer. Por acaso Deus fez algum mal a nós? Deus jamais fez algo mal a nós. Ele continua mantendo as quatro estações, fazendo a luz do sol brilhar, nos dando ar fresco e também estendendo sua misericórdia sobre nós. Embora sejamos imperfeitos, Ele nos trata com misericórdia. Mas se alguém não crê nele, o rejeita e não crê em Jesus Cristo como seu Salvador, ele certamente irá por um caminho de destruição, ou seja, o caminho da morte eterna. Ele perderá muito mais do que já ganhou até agora, além de ser amaldiçoado também.
No entanto, os homens de fé serão muito abençoados. Os que creem em Deus de coração creem na sua Palavra, seguem as palavras dos seus servos que os guiam e se tornam um só com a Igreja apesar das suas falhas. São essas pessoas que prosperam.
Está escrito que as palavras ditas por Jesus penetrariam nossa alma como uma espada. E eu espero que vocês se lembrem disso. E eu espero que quando isso acontecer, vocês sejam sinceros e reconheçam porque essas palavras estão penetrando seu coração assim. Não demorem para pensar no que está errado com vocês e no que vocês devem fazer. Eu espero que vocês não demorem muito para crer também. Eu não quero que vocês ouçam meu sermão e se esqueçam dele assim que levantar do banco.
Meus amados irmãos, vocês não querem ser prósperos? Vocês não querem ser ricos? Irmãos, vocês querem ser ricos ou não? Vocês só querem ser ricos materialmente? O Senhor disse que se alguém quer ser rico espiritualmente, primeiro ele tem que aceitá-lo como seu Salvador em seu coração. Deste modo, ele será rico materialmente também. Se você quer ser rico, isso é o que você deve fazer. O Senhor disse aos santos de sua Igreja: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6.33). Se alguém frequenta a igreja mas não conhece a verdade e a segue, ele com certeza é um deficiente mental. Todavia, se alguém frequenta nossa igreja mas diz que Jesus Cristo não o salvou pela água e pelo espírito, ele não é apenas um deficiente mental, mas está completamente louco.
 
 

Jesus Cristo Nem Sempre é o Deus de Amor

 
Se alguém ouvir e aceitar a verdade, Deus o abençoará segundo essa verdade. Mas se ele não aceitá-la, Deus será para ele então o Deus da ira, ao invés de ser o Deus de amor. Ele o fará em pedaços e o lançará no monturo, e ele nunca mais será o que era antes. E se alguém tentar pegá-lo para limpar, Deus também o abaterá para que ele nunca mais faça isso. Se alguém tentar reunir suas partes para usá-lo novamente, Deus não permitirá que isso aconteça e os lançará no lago de fogo e os queimará para que eles nunca mais voltem. Como podemos ver, Deus é o Deus da justiça também.
Já que estamos celebrando o Natal, temos que conhecer Jesus corretamente e crer nele do mesmo modo. Não devemos desprezar Jesus. O que eu estou dizendo é que não devemos fazer pouco caso dele, que não devemos vê-lo como alguém comum. Não devemos ver Jesus como o menino no colo de Maria. Jesus Cristo é o Deus que criou o homem, inclusive Maria. Amados irmãos, vocês jamais devem fazer pouco caso de Jesus Cristo. O que eu estou dizendo é que não podemos escolher se vamos crer em Jesus Cristo ou não. E também não devemos crer nele de qualquer jeito segundo a Palavra. “Tudo que eu tenho a fazer é crer, ir à igreja, levar uma vida de retidão e evitar o mal. Se eu viver assim, Deus me abençoará de todas as formas”. Será que não é assim que vocês pensam? Será que não é assim que vocês têm procurado viver na igreja? Se eu tivesse nascido nos dias do Antigo Testamento, eu diria a essas pessoas: “Arrependei-vos, raça de víboras. Seus filhos de Satanás!”
O Senhor veio a essa terra para nos libertar e nos salvar da destruição e da maldição. Mas embora tenha vindo em carne como nosso Salvador, ele jamais foi uma pessoa fraca. Ele é perfeito. Ele é justo, o Deus onisciente e onipotente. Ele é o Criador. Está escrito que seus olhos são como chamas de fogo. Ninguém pode se esconder dele; não podemos ocultar dele o que há em nosso coração e em nosso espírito. Nossos atos e pensamentos, passado, presente e futuro não estão ocultos a ele. Então, não poderemos evitar o juízo se estivermos diante dele, ou seja, se estivermos na sua presença sem crermos nele. Foi por isso que ele não teve outra escolha senão vir a essa terra para nos salvar do pecado e da destruição. Além disso, ele exortou seus servos para que cressem nele.
Amados irmãos, neste Natal, eu quero que vocês ouçam atentamente o que eu vou dizer sobre Jesus e a obra que ele fez, e creiam nisso. Eu quero que vocês deixem de lado a dureza de coração e creiam realmente. Há muitos que, embora tenham recebido a remissão de pecados e estejam na igreja há bastante tempo, ainda dão muito importância às coisas carnais e tentam impedir a pregação do evangelho. Não façam isso, por favor. Deus é o Deus de amor, mas quando alguém passa dos limites, ele deixa de ser tolerante com essa pessoa. Procurem estar diante de Deus todos os dias buscando sua misericórdia e creia nele. Saibam que crer em Deus é o mesmo que crer em Jesus? Vocês estão entendendo? E crer de coração é ter a verdadeira fé.
É isso o que o Senhor quer de nós realmente: “Creiam em mim de coração. Creiam que eu sou seu Salvador. Creiam que eu sou seu Deus”. Se vocês crerem nele e na sua Palavra, sua alma será guiada por ele. E se vocês forem guiados por ele, vocês sempre andarão pelo caminho correto, por mais que não queiram. Mas se vocês não crerem, vocês não serão guiados por Deus, por mais que queiram. É por isso que eu sempre peço a vocês que creiam nele.
Vocês acham que estou sendo muito duro hoje? Mas eu não estou. Eu quero que minhas palavras penetrem o fundo da sua alma para que vocês venham a se arrepender. Está escrito que a Palavra de Deus penetraria nossa alma como uma espada. Se sua alma for penetrada agora, tudo que vocês têm a fazer é meditar sobre tudo isso e crer na Palavra sem pensar. Se vocês fizerem isso, sua alma jamais será penetrada assim. O que vocês pensariam se alguém os esfaqueasse pelas costas? Com certeza isso não seria bom.
Deus também é paciente e espera por nós. Então, creia nele enquanto ele é longânimo. Enquanto ainda há chance, creia! O tempo propício que vivemos não durará para sempre. A paz na família, na sociedade e no mundo também não vai durar para sempre. Somente Deus sabe o que vai acontecer e quando.
Quando eu celebro o Natal, eu olho para mim mesmo e vejo como sou imperfeito. No entanto, eu creio que o Senhor veio a essa terra e se tornou nosso verdadeiro Salvador a fim de salvar a nós, que éramos tão falhos. Então, eu só tenho que dar graças por tudo. Eu sou muito grato por Jesus Cristo ter nos dado a grande bênção de termos nos tornado filhos de Deus e desfrutarmos da sua glória no futuro quando salvou a nós, que éramos imperfeitos, do pecado, da destruição e da maldição. E, além disso, eu sou muito grato a ele também por ter vindo a essa terra pessoalmente para realizar a obra da justiça para nos salvar.
Mas algo que ainda me entristece muito é que algumas pessoas não creem em Jesus Cristo como seu Deus e Salvador. Quando eu as vejo, meu coração dói muito. Mas eu acho que se conseguir levá-las a receber a remissão de pecados, eu poderei suportar qualquer dificuldade. Já que meu coração sofre tanto assim quando eu vejo essas pessoas, imagine como o coração de Deus fica ao vê-las também? Há duas coisas reservadas por Deus para o homem: bênção e maldição.
Como você acha que alguém se sentiria se soubesse que seria amaldiçoado? Por outro lado, como alguém se sentiria se soubesse que Deus quer abençoá-lo? Você acha que Deus não sofre ao ver o homem que ele criou à sua imagem morrer após seguir por um caminho de maldição, vivendo à sua maneira e sem ter fé nele?
Amados irmãos, vocês precisam entender o coração de Deus. Vocês precisam conhecer o coração misericordioso dos pregadores da Igreja de Deus. Nunca pense isso de mim: “Ele está fazendo ataques pessoais”. Minha função é fazer com que as pessoas recebam as bênçãos de Deus. E que bem eu faria se dissesse àqueles que não creem: “Tudo bem. Não se preocupe. Vamos aproveitar o Natal, comer e nos alegrar”. É claro que todos se alegariam e desfrutariam desse tempo mesmo se eu não dissesse nada disso a eles. Contudo, já que eu sou pregador do evangelho, eu tenho que mostrar a vocês o caminho. Se eu quiser que vocês recebam as bênçãos de Deus hoje e no futuro, eu tenho que ensinar a vocês o que agrada a Deus, a fim de que vocês recebam suas bênçãos, não importa como foi seu passado. Eu tenho que pregar a Palavra para vocês, e vocês precisam crer nela. Amados irmãos, já que estamos celebrando o Natal, eu peço a vocês que creiam no Senhor de todo o seu coração. E crer nele de todo o coração é justamente recebê-lo.
Amados irmãos, Jesus Cristo veio a essa terra para salvar a nós, que éramos seres falhos e imperfeitos e nunca fazíamos sua vontade. Foi por isso que ele veio nos salvar pela água e pelo sangue. Portanto, aqueles que creem na obra que ele fez ao vir a essa terra serão exaltados, mas os que não crerem cairão. Estes serão destruídos. Não há meio-termo.
Jesus Cristo é a nossa vida. E ele também é o Salvador e o doador das nossas bênçãos. Ele é quem nos concede todos os seus tesouros. Então, quando Jesus Cristo for ao seu encontro, receba-o de coração e creia nele.
Meus amados irmãos, creiam no Senhor e recebam suas bênçãos. Vocês e eu somos seres imperfeitos e não podemos fazer nada especial perante Deus. Por isso que vamos sempre depender das suas bênçãos em nossa vida. Vocês acham que poderíamos viver somente pelas nossas próprias forças se dispensássemos as bênçãos de Deus? Meus amados irmãos, eu espero de coração que vocês sejam vasos de bênção do Senhor e creiam na sua maravilhosa graça e na salvação que ele nos deu. Eu espero que todos os santos da Igreja da Coreia, nossos obreiros e os crentes em todo o mundo recebam as bênçãos de Deus crendo nele.
Eu hoje recebi uma mensagem do pastor Peter Lee do Vietnã. Ele disse que conheceu o evangelho da água e do Espírito lendo nossos livros e, por isso, passou a crer de modo correto agora. Ele também disse que agora está pregando este evangelho lá. Um jovem do Paquistão, que leu nossos livros e recebeu a remissão de pecados, nos enviou notícias e confessou sua fé. Ele disse que agora está distribuindo livretos em urdu do evangelho da água e do Espírito, e que quer traduzir nossos livros para o idioma urdu.
Os que encontraram o evangelho da água e do Espírito precisam compartilhar com os outros as bênçãos espirituais que receberam. Pode até parecer que se compartilharmos isso com outras pessoas não nos restará mais nada a fazer. Só que, na verdade, Deus sempre nos encherá de mais bênçãos. Até os que estão em lugares longínquos como Paquistão e Vietnã estão sendo abençoados e testemunhando essas bênçãos aos outros. Já que isso está acontecendo tão longe, não é triste saber que há pessoas perto de nós que não estão sendo abençoadas porque não creem?
Todos nós podemos receber as bênçãos do Senhor crendo nele de modo correto.