The New Life Mission

Sermões

Assunto 23: A Epístola aos HEBREUS

[Capítulo 4-2] (Hebreus 4:1-16) O que Devemos Fazer para Termos a Verdadeira Paz no Coração?

(Hebreus 4:1-16)
“Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu descanso, pareça que algum de vós fica para trás. Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a Palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram. Porque nós, os que temos crido, entramos no descanso, tal como disse:
‘Assim jurei na minha ira,
Que não entrarão no meu descanso,’
Embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo. Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo:
E descansou Deus de todas as suas obras no sétimo dia. E outra vez neste lugar: Não entrarão no meu descanso. Visto, pois, que resta que alguns entrem nele, e que aqueles a quem primeiro foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência, determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito:
Hoje, se ouvirdes a sua voz,
Não endureçais os vossos corações. Porque, se Josué lhes houvesse dado descanso, não falaria depois disso de outro dia. Portanto, resta ainda um descanso para o povo de Deus. Porque aquele que entrou no seu descanso, ele próprio descansou de suas obras, como Deus das suas. Procuremos, pois, entrar naquele descanso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar. Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno”.
 
 
O texto bíblico deste capítulo nos ensina que devemos confiar na Palavra de Deus. Hebreus 4:1 diz que quem não crê na justiça de Deus deve temer, pois ficará fora das bênçãos que Deus prometeu.
Há muitos neste mundo que estão pregando o evangelho da água e do Espírito que contém a justiça de Deus, e é uma bênção maravilhosa alguém ouvir este verdadeiro evangelho. Todos que ouvem o evangelho da água e do Espírito devem aceitá-lo em seu coração com alegria. Só assim o problema do pecado que há em seu coração será resolvido e a paz e o descanso finalmente entrarão nele. Apesar disso, há muitos cristãos que ainda se recusam a aceitar o evangelho da água e do Espírito em seu coração, e por isso são assolados pelo medo. No início da era da Igreja Primitiva, também havia esse tipo de pessoas entre os cristãos judeus que estavam espalhados pela região do Mediterrâneo.
Eu comecei minha série de sermões sobre a epístola aos Hebreus no capítulo 1, e hoje vamos analisar o capítulo 4. Enquanto o capítulo 1 de Hebreus nos ensina como Jesus Cristo é superior a qualquer anjo, o capítulo 4 nos ensina que aquele que está entre nós e ainda não crê no evangelho da água e do Espírito deve temer. Isso quer dizer que os que não creem podem ser encontrados até dentro da Igreja de Deus.
 
 
Os Cristãos de Hoje que Não Creem no Evangelho da Água e do Espírito de Todo o Coração Não Têm o Verdadeiro Descanso
 
Descanso significa a ausência de qualquer estresse ou ansiedade. Por isso, quando a Bíblia diz que todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito tem descanso, isso significa que eles têm paz de espírito. Nosso coração só pode achar o verdadeiro descanso quando cremos no evangelho da água e do Espírito de todo o coração. Mas está escrito no texto bíblico deste capítulo que devemos temer se formos achados entre os que não possuem esta fé. Isso mostra que apesar de o evangelho da água e do Espírito ter sido continuamente pregado no tempo da Igreja Primitiva, havia algumas pessoas nela que não criam realmente neste verdadeiro evangelho. Na verdade, o evangelho da água e do Espírito no qual cremos e estamos pregando hoje também foi insistentemente pregado nos dias da igreja primitiva. Na realidade, foi nesse tempo que ele foi ainda mais pregado.
Devido à primazia dada ao evangelho da água e do Espírito nos dias da igreja primitiva, o próprio fato de o escritor da epístola aos Hebreus ter dito estas duras palavras no texto bíblico deste capítulo nos mostra como este evangelho era considerado importante. Há muitos irmãos na Igreja de Deus, se alguns deles não crêem realmente no evangelho da água e do Espírito, isso mostra que ainda são pecadores. Estas pessoas ainda não fazem parte do povo de Deus. Pelo contrário, elas se tornarão definitivamente inimigas de Deus.
Então, devemos temer por haver alguém assim na Igreja de Deus. É desagradável para nós nos associarmos com alguém que não crê no evangelho da água e do Espírito, pois não temos comunhão com estas pessoas. Obviamente, nós que somos justos temos um pensamento totalmente diferente do delas. Os crentes do evangelho da água e do Espírito só podem ter contato entre si se tiverem comunhão uns com os outros. Mas nenhum crente verdadeiro pode ter comunhão com aquele que não crê, e é por isso que nosso coração fica tão turbado e inquieto quando os vemos na Igreja de Deus. Mesmo entre os que já chamamos de irmãos e consideramos filhos de Deus, há aqueles que conhecem o evangelho da água e do Espírito somente com seu entendimento, mas não creem nele de todo o coração. Isso não deve ser tolerado. Eles não apenas se opõem e machucam os verdadeiros crentes no evangelho da água e do Espírito, mas também tentam impedir que este evangelho seja pregado. Estas pessoas devem confessar seus pecados a Deus agora e crer no evangelho da água e do Espírito de todo o coração. Aquele que quiser ficar na Igreja de Deus tem que crer no evangelho da água e do Espírito de todo o coração, do contrário, sua alma será destruída no fim. Você precisa compreender como é importante crer no evangelho da água e do Espírito, pois é isso que vai determinar se você será abençoado ou amaldiçoado por Deus.
Hebreus 4:1 diz: “Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu descanso, pareça que algum de vós fica para trás”. A Bíblia nos manda temer pelos mesmos motivos que citei acima. Podemos ter comunhão com alguém que não crê no evangelho da água e do Espírito? Não, isso é impossível. Não importa o quanto esta pessoa pareça virtuosa, como ela não crê no evangelho da água e do Espírito de coração, é impossível ela ter uma comunhão sincera com os irmãos.
Por outro lado, se alguém crê realmente no evangelho da água e do Espírito de todo o coração, ele então não tem pecado. Aqueles que de fato creem no evangelho da água e do Espírito têm o Espírito Santo em seu coração, e por isso podem ter comunhão com aqueles que possuem a mesma fé. No entanto, não podemos ter comunhão com quem não crê no evangelho da água e do Espírito, já que alguém assim não tem o Espírito Santo no coração. Mesmo se algum ímpio disser que tem amizade com os verdadeiros crentes, isso é apenas superficial, já que eles não podem ter nenhuma comunhão e amizade verdadeiras com os santos. E é por isso que sua alma perecerá no fim.
Embora sejamos cheios de falhas perante Deus, já que todos nós cremos no evangelho da água e do Espírito, com o qual Deus apagou todos os nossos pecados, podemos ser salvos deles. Nós também podemos glorificar a Deus. Por outro lado, os que não creem na Palavra do evangelho da água e do Espírito não podem glorificar a Deus. Eles não têm nenhuma intenção de viver para a glória de Deus. E foi por isso que o escritor do livro de Hebreus disse no texto bíblico deste capítulo que a pior coisa para a Igreja de Deus é ter falsos crentes que não creem realmente no evangelho da água e do Espírito sentados em seus bancos.
 
 
Cabe a Você Crer no Evangelho da Água e do Espírito
 
Vamos voltar para Hebreus 4:2: “Porque também a nós foram pregadas as boas novas, como a eles, mas a Palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram”.
Decidir crer ou não crer no evangelho da água e do Espírito cabe totalmente a você. No entanto, se você crer neste evangelho e entendê-lo apenas como muitas das doutrinas cristãs, deixando de fora o fato que seu coração está em pecado, você acabará tendo uma fé totalmente inútil. Se você é alguém assim, ainda não é tarde para crer no evangelho da água e do Espírito com todo seu coração. E se você também aceitar este verdadeiro evangelho apenas como uma questão teológica ou algo sentimental, você não conseguirá resolver o problema do seu pecado. Agora é a hora de você deve crer no evangelho da água e do Espírito e ser liberto de todos os seus pecados. E depois que for salvo, você deve meditar nele o tempo todo.
Alguém mais pode resolver os problemas dos seus pecados? Não, é claro que não! Então, se alguém está pregando a Palavra de Deus para você, cabe a você crer neste evangelho. Em outras palavras, cabe totalmente a você encontrar a solução para o problema dos seus pecados. Por isso, você deve crer no evangelho dado por Deus neste exato momento. O Senhor nos salvou ao vir a essa terra, ao ser batizado para levar todos os nossos pecados, levou todos os pecados do mundo à cruz, morreu crucificado e ressuscitou dos mortos. Devemos crer nesta justa obra que o Senhor fez por nós. Você deve crer que a verdade da água e do Espírito foi cumprida por Jesus para ninguém mais além de você. E quando você passar a crer no evangelho da água e do Espírito, é fundamental crer nele de todo o coração. Nosso Senhor trouxe a remissão de pecados a cada um de nós de forma individual. Ele não resolveu o problema do pecado de forma coletiva. Por isso, a responsabilidade de crer no evangelho da água e do Espírito é toda sua. Afinal de contas, ninguém pode resolver seu problema com o pecado. A fé é uma questão muito pessoal, e ninguém pode resolver seu problema com o pecado sozinho.
Pense na sua família. Alguns membros da sua família podem crer no evangelho da água e do Espírito, outros não. Do mesmo modo, quando você decide crer na Palavra de Deus, esta é uma decisão totalmente pessoal; não é como se alguém pudesse crer por você. E já que ninguém pode crer no evangelho da água e do Espírito por você – nem mesmo seus pais, filhos ou irmãos – você deve confrontar seu problema espiritual e resolvê-lo sozinho. É por isso que a fé que salva de todos os pecados é puramente pessoal, e cada um deve receber a salvação através da sua própria fé. Contudo, se você se recusar a crer no evangelho da água e do Espírito de coração, você irá perecer. Se não crer no evangelho da água e do Espírito, você não terá nada a ver com Deus, e no fim será destruído por causa disso. Por isso é tão importante você mesmo crer no evangelho da água e do Espírito; é por isso que o livro de Hebreus enfatiza muito a fé individual. Este assunto não é tratado apenas em Hebreus capítulo 4, mas continua no capítulo 5 e 6, dando mais detalhes ainda.
O que aconteceria conosco se não crêssemos na Palavra de Deus, embora o Senhor tenha nos salvado com o evangelho da água e do Espírito? Todos nós seríamos destruídos. A Bíblia diz que o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados, mas você crê que isso significa que isso também diz respeito a você? Na verdade, o Senhor já apagou os pecados de cada um de nós.
O problema, contudo, é que ainda há pessoas na Igreja de Deus que não creem realmente no evangelho da água e do Espírito. As pessoas hoje estão sempre buscando coisas novas, até entre nós. Algumas delas só conhecem o evangelho da água e do Espírito como algo intelectualmente curioso ao invés de crer nele de todo o coração. Por causa disso, estes que vivem buscando por algo novo são na verdade tolos. Apesar de ouvir a Palavra com seus ouvidos, eles não creem quando acham que ela está fora da sua compreensão, e com isso estão indo rumo ao inferno. E se estas pessoas estão dentro da Igreja de Deus, elas não passam de raposas que sorrateiramente entraram na vinha (Cantares de Salomão 2:15). E permitir que elas passeiem livremente na igreja é o mesmo que permitir que as raposas entrem na nossa vinha e a destrua. Por isso que Deus nos disse para termos cuidado com estas pessoas.
No passado, havia um certo pastor que estava conosco apenas fingindo crer no evangelho da água e do Espírito, quando, de fato, não cria nele de todo o coração. Mas conseguíamos perceber que ele estava fingindo, pois seu fruto espiritual era diferente do nosso. O modo de ele pregar era diferente dos verdadeiros servos de Deus e seu jeito de servir à justiça do Senhor também era diferente. Ao invés de servir ao Senhor com sinceridade, estes falsos servos só agem pela emoção. Por outro lado, os justos que de fato creem no evangelho da água e do Espírito servem à justiça de Deus fielmente, embora não pareçam tão piedosos assim por fora. Eles servem a Deus e oram a ele com um coração sincero.
Havia algumas pessoas entre nós que não criam realmente no evangelho da água e do Espírito de todo o coração, apesar de terem estado na Igreja de Deus por mais de 10 anos. Embora reconhecessem com seu entendimento que o evangelho da água e do Espírito estava certo, elas não o aceitavam realmente em seu coração. Por outro lado, os que realmente creem no evangelho da água e do Espírito fazem estão confissão: “Senhor, quando eu estava destinado a ir para o inferno, tu levaste todos os meus pecados através do seu batismo, pois todos eles passaram para ti. Tu não apenas levaste os meus pecados, mas também derramaste seu precioso sangue na cruz por mim. Embora eu tivesse que morrer por meus pecados, tu os levaste e foste condenado por eles em meu lugar”.
 
 
Você Sabe Como Mudou Depois de Crer no Evangelho da Água e do Espírito?
 
Quem recebeu a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito tem a verdadeira paz e descanso no coração. A fantástica obra da salvação foi realizada na vida de todos que creem no evangelho da água e do Espírito. Esta maravilhosa obra aconteceu em nossa vida porque tivemos um encontro com o Senhor. Embora ainda falhemos muito, nosso coração encontrou descanso por causa da justiça de Deus, que apagou todos os pecados do nosso coração. Por isso que agora é possível pensarmos sobre como podemos viver para a justiça do Senhor, ao invés de apenas nos preocuparmos conosco. Antes de crer no evangelho da água e do Espírito, não tínhamos descanso no coração, não importa o quanto tentássemos encontrá-lo. Mas agora que este problema foi resolvido, podemos todos viver para ajudar os outros.
O problema, entretanto, é que muitos cristãos não entendem isso. Estes cristãos não têm certeza que o evangelho da água e do Espírito é o verdadeiro evangelho, e acham que ele é igual a qualquer outro evangelho. Mas o evangelho da água e do Espírito é totalmente diferente de qualquer evangelho que crê apenas no sangue de Jesus na cruz. A Bíblia diz em Hebreus 4:3-4 que todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito já entrou no descanso dado por Deus, como está escrito: “Porque nós, os que temos crido, entramos no descanso, tal como disse:
‘Assim jurei na minha ira,
Que não entrarão no meu descanso’, embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo. Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: ‘E descansou Deus de todas as suas obras no sétimo dia’”.
Somente nestes dois versículos, a palavra ‘descanso’ é mencionada diversas vezes. Está escrito em Gênesis 2:2: “E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito”. Assim como Deus descansou depois de terminar sua obra da criação, também podemos alcançar este verdadeiro descanso crendo no evangelho da água e do Espírito. Todos os que creem no evangelho da água e do Espírito de coração já receberam o descanso que foi preparado por Deus e estão desfrutando dele.
As pessoas hoje em dia precisam entender que se quiserem encontrar o verdadeiro descanso para o seu coração, elas devem crer no evangelho da água e do Espírito. Os que já encontraram descanso para sua alma são os que creem no evangelho da água e do Espírito, enquanto os que ainda não encontraram este descanso são aqueles que não creem neste verdadeiro evangelho. Esta é a diferença que separa os justos dos demais. Por isso que todos os crentes no evangelho da água e do Espírito têm o verdadeiro descanso em seu coração. No entanto, este descanso ainda não chegou para aqueles que não creem neste evangelho. Portanto, se você quiser saber se seu coração tem ou não o verdadeiro descanso, você precisa examinar a si mesmo para ver se recebeu a remissão dos seus pecados através do evangelho da água e do Espírito.
Há de fato algum pecado em seu coração? Você continua vendo que seus pecados estão intactos e mesmo assim tentando se convencer que já foi salvo? Se é isso que acontece, então você não tem paz no coração, pois um coração cheio de pecado está sempre apreensivo. É por causa dos seus pecados que seu coração está oprimido. Por outro lado, se você realmente tem fé na verdade da salvação que apagou todos os seus pecados, você é mesmo uma pessoa feliz. Só desfrutam do verdadeiro descanso os que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Cada um de nós que crê no evangelho da água e do Espírito dado por Deus não tem como deixar de louvar a Jesus Cristo. Do mesmo modo, todos que nasceram de novo por crer neste verdadeiro evangelho levam sua vida de fé na Igreja de Deus. É impossível para eles não fazer isso. Eles reconhecem os verdadeiros servos de Deus e juntos estão felizes. Estes verdadeiros crentes conseguem reconhecer e discernir os nascidos de novo dos demais. Embora os cristãos nominais não consigam discernir quem nasceu de novo ou não, todo cristão nascido de novo pode ver isso claramente. As pessoas deste mundo conseguem até enganar umas às outras, mas não podem se esconder dos olhos dos nascidos de novo.
Portanto, todos nós devemos encontrar o verdadeiro descanso para o nosso coração crendo no evangelho da água e do Espírito, e viver neste descanso para o resto da vida. A Bíblia diz que quem crer no evangelho da água e do Espírito pode encontrar descanso para o seu coração, mas quantos hoje em dia realmente encontraram esta paz de espírito? Embora todos queiram achar este verdadeiro descanso, na verdade poucos o encontram. Quem encontrou o verdadeiro descanso para o seu coração então? Onde se encontra esta paz? Ela se encontra naqueles que creem no evangelho da água e do Espírito, nos verdadeiros crentes que estão na Igreja de Deus.
Jesus disse que se conhece a árvore por seus frutos. Isso significa que aqueles que realmente encontraram a solução para o problema dos seus pecados e alcançaram descanso para o seu coração são os que de fato tentam ajudar outros a resolver também o problema do pecado, pois eles já resolveram este assunto. E o resultado do seu esforço sempre é favorável.
Por outro lado, os que não receberam a remissão de pecados não podem ajudar ninguém, já que nem eles resolveram seus próprios problemas. Só lhes resta deixar os outros como estão, já que seu próprio estado permanece como pecador. Por isso que muitos cristãos do mundo todo não conseguem pregar de forma eficaz a Palavra, por mais que estejam engajados numa missão.
Ao contrário destes cristãos nominais, nós realmente nascemos de novo através do evangelho da água e do Espírito, e por isso podemos pregar sempre este verdadeiro no mundo inteiro. Como o problema dos nossos pecados já foi resolvido, agora podemos viver para ajudar os outros. Melhor dizendo, já que cada um de nós recebeu a remissão de pecados, todos nós podemos trabalhar também para levá-la aos outros. E realizamos esta obra de várias maneiras – através do nosso ministério de literatura, pregando o evangelho diretamente às almas perdidas, orando por elas de longe ou fazendo o possível para apoiar este ministério. E podemos fazer isso porque encontramos o verdadeiro descanso. Se não tivermos paz no coração, não faz sentido querermos viver para ajudar os outros. Isso seria simplesmente impossível. Se alguém disser que vive uma vida altruísta mesmo não tendo nenhuma paz em seu coração, essa pessoa não passa de um hipócrita.
 
 
Algumas Pessoas Fazem Caridade Sem Nem Mesmo Ter Paz em Seu Coração
 
Os cristãos que não encontraram o verdadeiro descanso para o seu coração se dedicam à obra de caridade numa tentativa inútil de encontrá-lo. Muitos deles tentam fazer boas obras se voluntariando para cuidar de idosos, indo a orfanatos ou fazendo sopa para os pobres. Com isso, eles tentam alcançar alguma paz e descanso por um tempo. Mas esse tipo de descanso temporário é alcançado por meios religiosos, e é por isso que depois de alguns dias eles voltam a ficar sedentos. Já que nenhum deles consegue ser totalmente saciado por estas boas obras, eles continuam a fazer isso continuamente, pois estão sempre sedentos.
Toda paz que é alcançada dessa forma não é verdadeira. E já que esse tipo de paz é alcançada pelo esforço de alguém ao invés de vir de Deus, ela é uma falsa paz. É como se enganar encobrindo sua própria consciência. Isso na verdade é mau, pois se trata de estabelecer a própria justiça através das boas obras.
Do mesmo modo, vários religiosos neste mundo tentam encontrar paz para sua consciência fazendo boas obras. Mas só que eles não conseguem desfrutar de nenhuma paz. Embora se sintam bem fazendo essas obras de caridade, isso é passageiro, pois suas obras passam com o tempo. Mesmo assim eles se dedicam a fazer boas obras porque não têm paz em seu coração, nem nenhuma satisfação ou alegria. Não importa o quanto tentem construir sua própria virtude nessa terra, eles não podem ser salvos ou se tornar sem pecado. E como eles continuam no pecado, acabarão sendo lançados no inferno e sofrendo para sempre. Eles não chegarão nem perto do reino de Deus. Com isso, você pode ver como estas pessoas são miseráveis.
Na história da mulher samaritana, vemos que ela foi ao poço pegar água ao meio dia porque queria evitar as pessoas. Como era uma mulher adúltera, ela tinha medo de ser vista por alguém neste poço. Mas como precisava de água, ela foi ao poço na hora mais quente do dia, quando todos estavam descansando. E Jesus Cristo disse-lhe: “Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna” (João 4:13-14).
Muitos religiosos são como esta mulher samaritana. Eles bebem do poço da religião e por algum tempo matam sua sede. Mas depois voltam a ficar com sede e vão novamente ao poço para pegar mais água. Do mesmo modo, muitos hoje estão presos a sua religião, quer sejam cristãos ou não, e procuram se dedicar a ela no afã de encontrar descanso porque não têm paz em seu coração. Por isso que eles se esforçam para praticar sua religião com piedade e devoção. E embora encontrem alguma paz na hora, isso tudo é passageiro e desaparecerá assim que acabar suas atividades religiosas.
Mas a verdadeira paz é tão passageira assim, como se fosse uma miragem? Não, é claro que não! Como a religião só traz uma paz passageira, as pessoas ficam ainda mais sedentas com o tempo. Então, tentam mais ainda encontrar paz e acabam fazendo mais sacrifícios para alcançá-la. Porém, o pecado continua intacto no seu coração, não importa o quanto elas pratiquem sua religião. Embora esperem encontrar alguma paz, mesmo que falsa, com o passar do tempo isso se torna inalcançável.
Por outro lado, o Senhor já nos deu a verdadeira paz. Afinal de contas, ele nos deu o evangelho da água e do Espírito. E por crermos neste verdadeiro evangelho, recebemos a paz do Senhor. Esta não é uma bênção maravilhosa?
O Senhor não apagou todos os nossos pecados só porque queria demonstrar seu poder. Não foi por qualquer coisa que ele veio a essa terra como homem ou nos salvou por qualquer motivo ao levar todos os nossos pecados através de seu batismo, derramando seu sangue na cruz até a morte e ressuscitando dos mortos. Pelo contrário, o Senhor fez estas coisas justas porque realmente nos ama.
Então, o fato de sermos felizes ou não depende inteiramente se cremos na obra da salvação que o Senhor fez por nós. Na verdade, sua fé é o que faz a diferença, e as consequências da sua decisão serão enormes. Se decidir crer no evangelho da água e do Espírito de todo o coração, você será abençoado além do que possa imaginar, mas se escolher não crer neste evangelho, você será amaldiçoado para sempre e terá um sofrimento indescritível.
Embora Deus possa fazer todas as coisas por ser onisciente e onipotente, nós não somos como ele. Há muitas coisas que estão além do nosso alcance. Somos tão frágeis que nossa vida nessa terra dura apenas 70 ou 80 anos no máximo. E a não ser que recebamos a remissão dos nossos pecados, até esta vida curta será insuportável para nós. A própria vida é cheia de sofrimento, pois não temos nenhum descanso em nosso coração, nenhuma paz, nenhuma satisfação. Ninguém consegue encontrar qualquer satisfação neste mundo, não importa o que faça, se não receber a remissão de pecados.
Estou certo que todos nós aqui temos um sonho de infância e tentamos torná-lo realidade, dando nosso melhor para sermos bem sucedidos e prósperos neste mundo. Quando era criança, eu também queria me tornar um homem bem sucedido, queria crescer para ser um bom homem e ajudar os necessitados. Contudo, com o passar do tempo, quando cresci e comecei a estudar, eu comecei a me preocupar com a minha própria vida ao invés da dos outros, pensando que deveria me realizar e ter sucesso na vida enquanto ainda tinha condições físicas para isso.
Provavelmente na infância muitos sonharam em ser presidente. O sonho de outros deve ser se tornar um famoso jogador futebol, boxeador ou golfista. A maioria das pessoas tem sonhos ambiciosos quando são jovens, mas o que acontece com o passar do tempo? Muitos recém-formados ficam ansiosos para dar seus primeiros passos no mundo e cheios de sonhos ambiciosos e esperança com relação ao seu futuro. Mas com o tempo, eles veem seus sonhos se tornando cada vez menores. Quando estão prestes a se formar, se veem apenas desejando encontrar um emprego em qualquer lugar, e quando percebem que sua esperança se foi, ficam desesperados. Dali para frente sua vida se torna um inferno e o sofrimento cresce a cada dia. Muitos acabam vivendo de forma irresponsável e desperdiçam sua própria vida, enquanto reclamam sobre como ela é cheia de sofrimentos e perigos, como um barco lançado em alto mar, sempre lembrando como era maravilhoso quando eram criança. As pessoas lembram das histórias de sua infância com nostalgia porque sua situação atual é muito difícil. E é por isso que elas não têm paz em seu coração.
Mas Deus deu o evangelho da água e do Espírito para estes que não têm paz a fim de que eles creiam nele. E o Senhor garante a verdadeira paz aos que crerem neste evangelho. Não é uma maravilhosa bênção termos esta paz? Embora nunca tenhamos conseguido encontrar paz alguma em nosso coração, independente do quanto tenhamos tentado, o Senhor deu o evangelho da água e do Espírito a pessoas miseráveis como nós, e nosso coração encontrou esta paz celestial quando cremos neste evangelho. Como todos os nossos pecados desapareceram do nosso coração, podemos agora ter paz e renovar nossas forças. Não precisamos mais sofrer por causa dos nossos pecados, jejuar e orar por eles, ou tentar fazer boas obras para compensá-los. Isso não é uma grande bênção?
Hoje, embora muitos cristãos afirmem ter recebido a remissão de pecados quando aceitaram a Jesus, eles ainda tentam purificá-los a cada dia fazendo boas obras. Eu vejo pessoas assim o tempo todo, tentando purificar seus pecados com seu próprio esforço. Estes cristãos enganados fazem o que querem para servir a Deus e dedicam seu tempo e esforço a ele, desde ir a curtas viagens missionárias fora do país a visitar presídios e hospitais só para testificar de Jesus. Mas isso de modo algum pode apagar os pecados do seu coração. O que eles fazem é em vão e tudo o que conseguem com este esforço é um sentimento fugaz de realização. Por isso que eles não têm a verdadeira paz.
Esses tipos de religiosos são encontrados em todas as denominações cristãs no mundo inteiro. Eles também são encontrados em todas as religiões fora do Cristianismo. Provavelmente estes religiosos se sentem bem consigo mesmos quando tentam fazer boas coisas, segundo os ensinamentos de sua religião. Mas quando param de fazer isso, nem que seja por pouco tempo, eles ficam mais atormentados ainda. Geralmente, quando percebem que nada podem fazer sozinhos e olham para dentro do seu coração, eles veem que não sobra nada além dos seus pecados; e é por isso que tudo que os aguarda no fim é o sofrimento. Como seus pecados permanecem intactos, eles continuam sendo pecadores mesmo depois de crer em sua religião, assim como o eram antes dela. Isso não é inútil? Por isso que a devoção religiosa é algo completamente sem sentido.
A palavra “religião” vem do latim “religio”, que significa “religar”. A religião é um sistema de crenças feita por homens que prende seus seguidores com cadeias. Melhor dizendo, ser religioso é criar seu próprio Deus e doutrinas que prendem as pessoas a um falso sistema de crenças.
Mas a verdadeira fé cristã não é isso. A verdadeira fé cristã é crer nas obras de Deus e confiar nele com reverência. Deste modo, se as regras da religião são regidas pelo homem, as regras da fé são governadas por Deus. Ser religioso é tentar achar a verdade em si mesmo, e isso cabe totalmente àquele que a busca. Por outro lado, fé é crer no que Deus fez por nós segundo sua Palavra ao invés de crer na vontade de alguém; e isso depende unicamente de Deus. Por isso que os religiosos não têm paz, pois ninguém é perfeito para ficar diante de Deus sozinho. Se alguém disser que é cristão e crê em Jesus, mas leva uma vida religiosa, ele não tem paz, pois não pode receber o descanso de Deus.
Por outro lado, o povo da fé pode desfrutar da verdadeira paz porque sua fé é dada pelo Deus perfeito. Assim como a Bíblia diz que Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu Filho unigênito, fomos criados e postos nessa terra porque Deus nos amou primeiro. Foi por isso que Deus nos fez nascer nessa terra e pessoalmente veio aqui para nos salvar quando caímos em pecado. Além disso, Deus levou todos os nossos pecados ao ser batizado e nos salvou ao morrer na cruz e ressuscitar dos mortos. Foi isso que ouvimos com nossos ouvidos, confirmamos com nossos olhos e cremos com nosso coração. Isso é fé.
 
 
No Que se Deve Crer Para Receber o Descanso de Deus?
 
Só podemos receber o descanso de Deus se crermos no evangelho da água e do Espírito. A verdadeira paz só é alcançada quando alguém recebe a remissão de pecados, e a verdadeira remissão de pecados só é recebida quando se crê no evangelho da água e do Espírito.
Algumas pessoas pensam que esta é uma doutrina nova, mas não é. O evangelho da água e do Espírito que estamos pregando não é uma simples doutrina. Se ele fosse apenas um dogma, seria impossível ficar falando a mesma coisa várias vezes dia após dia. Se o evangelho da água e do Espírito não fosse a verdade, seria impossível falarmos apenas dele e teríamos que achar algo novo para falar a cada dia. O escritor da epístola aos Hebreus também pregou o evangelho da água e do Espírito repetidas vezes em cada capítulo. Este evangelho da água e do Espírito nunca será chato, mesmo se o pregarmos um milhão de vezes. Isso porque ele é a verdade de Deus.
Deus nos pergunta aqui, na epístola aos Hebreus, se recebemos ou não seu descanso, se cremos verdadeiramente no evangelho da água e do Espírito e nosso coração está mesmo neste verdadeiro evangelho. Portanto, todos nós devemos agradecer a Deus por nos dar o evangelho da água e do Espírito, e com ação de graças aceitar seu descanso em nosso coração. Só assim conseguiremos entrar no reino dos céus. E é por isso que a Bíblia fala deste evangelho do descanso tantas vezes.
Embora Deus tenha salvado toda a humanidade e esteja oferecendo o verdadeiro descanso a quem crer no evangelho da água e do Espírito, há muitos que ainda não receberam este descanso. O problema é que nem todos podem ter fé. Só aqueles cujo coração é puro e sincero como uma criança, os que são pobres de espírito, e os que tentam de fato viver segundo a Palavra de Deus podem ter esta verdadeira fé e a aprovação de Deus. Você só pode ter esta verdadeira fé que lhe traz o descanso de Deus se aceitar com confiança sua Palavra como se fosse uma criancinha e crer nela sem duvidar. Mas se, por outro lado, você está cheio de desejos carnais e intenta usar a Palavra de Deus somente como um meio para alcançar seus objetivos, então você nunca conhecerá a verdade e será aprovado por Deus. Os que estão cheios de ganância egoísta acabam vendo o evangelho da água e do Espírito apenas como uma nova doutrina depois de ouvi-lo. Mas todos eles vão perecer em suas próprias ciladas. Você deve, contudo, ter um coração puro como o de uma criança, crer no evangelho da água e do Espírito dado por Deus, e assim receber o descanso.
Sua fé no evangelho da água e do Espírito deve ser confirmada a cada dia. Independente de quanto tempo tenha crido no evangelho da água e do Espírito, se não meditar nele hoje, você acabará perdendo sua fé e se esquecendo de tudo. Somente o evangelho da água e do Espírito traz paz e satisfação ao nosso coração nessa terra. Por isso que devemos meditar nele todos os dias e assim renovar nossa fé. Quando os servos de Deus pregarem o evangelho da água e do Espírito, devemos crer nele em total obediência. O maior pecado de todos é não crer nesta Palavra do evangelho da água e do Espírito depois de ouvi-la.
Vamos ler Hebreus 4:12-13: “Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar”.
Quando lemos a Palavra do evangelho da água e do Espírito, que está revelada na Bíblia, podemos sentir como a Palavra de Deus é penetrante. A verdade de Deus é tão penetrante que se entranha até a divisão da nossa mente, do nosso espírito e dos nossos pensamentos carnais a fim de manifestá-los claramente. Portanto, a Palavra de Deus nos mostra o que está errado com nossos pensamentos e o que é a verdadeira fé.
Tudo fica exposto perante o evangelho da água e do Espírito. Assim como não há ninguém que possa se esconder de Deus, tudo que somos fica exposto e aberto diante da sua Palavra, mostrando o que somos realmente, que iniquidades cometeremos no futuro e que tipo de pensamentos carnais temos. A Palavra de Deus nos ensina que tipo de coração devemos ou não ter. Ela não somente permite que entendamos como o Senhor apagou nossos inúmeros pecados quando veio a essa terra, mas também revela claramente no que devemos crer. Desde os nossos pensamentos até a nossa alma, tudo em nós é revelado em detalhes pela sua Palavra. E é com o evangelho da água e do Espírito que Deus expõe nosso espírito, alma e corpo para nos fazer receber a remissão de pecados. Portanto, não há nada mais penetrante que o evangelho da água e do Espírito.
Quando a pessoa vem para o evangelho da água e do Espírito, todos os seus pecados são revelados. Na verdade, este evangelho faz com que todos que estejam diante dele fiquem nus e todo o seu seja é exposto, tornando impossível eles esconderem algo, mesmo que queiram. Todos são revelados como pecadores diante do evangelho da água e do Espírito. Na verdade, este verdadeiro evangelho revela totalmente se seus pensamentos estão certos ou errados, e se seus atos são bons ou maus. Por fim, você é levado a compreender que o Senhor apagou todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito apenas. Quando isso acontecer, você deve se submeter ao evangelho da água e do Espírito e crer nele de todo o coração.
Vamos ler Hebreus 4:14: “Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão” . Como está escrito aqui, Jesus Cristo de fato é nosso Sumo Sacerdote no reino dos céus e Salvador; e é imprescindível crermos na sua encarnação, no batismo, na sua morte na cruz e na sua ressurreição. E temos que manter firme a nossa confissão e a nossa fé para que ninguém roube isso de nós.
Muitos cristãos dizem que é possível receber a remissão de pecados crendo apenas no sangue de Jesus na cruz. Outros tentam roubar nossas bênçãos mentindo descaradamente, nos dizendo que não pecam mais porque já morreram e ressuscitaram com Cristo. Mas a verdade é que embora tenhamos sido salvos, ainda temos muitas falhas, e por isso ainda cometemos pecados. No entanto, como o Senhor apagou todos os nossos pecados e foi condenado por eles em nosso lugar, nós estamos sem pecado para sempre, apesar das nossas falhas. E o Senhor é o nosso Salvador eterno.
Já que cremos no evangelho da água e do Espírito, nós recebemos a remissão de pecados e encontramos o caminho para o reino dos céus. Todos nós devemos ficar firmes nesta fé. Devemos testificá-la a cada dia para que ninguém jamais consiga tirá-la de nós. Não há outro modo de defender nossa fé a não ser testificando do evangelho da água e do Espírito todos os dias. Quando testificamos e pregamos este verdadeiro evangelho é que podemos defender nossa fé.
Vamos ler agora Hebreus 4:15: “Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado”. Como está escrito aqui, nosso Senhor se compadece de nós porque veio num corpo carnal como o nosso. E o mesmo assunto é tratado no último versículo de Hebreus capítulo 2, que diz: “Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados” (Hebreus 2:18). Podemos ver claramente nesses dois textos que quando Jesus, nosso Salvador, veio a essa terra num corpo carnal, ele passou a conhecer tudo sobre nós ao longo dos seus 33 anos de vida e sabia muito bem que tinha nos salvado com o evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, Jesus conhece bem a natureza do homem e tem total consciência de que todos são cheios de falhas, que temos que comer para sobreviver, que ficamos doentes e sofremos. É exatamente por isso que devemos crer sem duvidar no evangelho da água e do Espírito que Jesus, nosso Sumo Sacerdote, nos deu. É de fundamental importância termos uma total convicção pela fé, crermos que o Senhor está vivo e nos ajudando em cada etapa da nossa caminhada. Foi Jesus Cristo quem nos salvou, e como ele sempre será nosso Deus e Salvador que está vivo até hoje, ele nos ajuda o tempo todo. Podemos então ficar firmes no Senhor e confiar sempre nele. E ao confirmarmos nossa fé nele, também podemos ter a certeza da remissão dos nossos pecados. Por isso que podemos orar ao Senhor para nos ajudar quando estivermos passando por tribulações. E ele nos ajudará em todo o tempo, pois sabe tudo sobre nós.
Hebreus 4:16 continua dizendo: “Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno”. Esse texto nos ensina que se cremos mesmo em Jesus Cristo, devemos procurar estar na sua presença pela oração e pela fé e buscar sua ajuda, pois ele é nosso Senhor e Salvador, que sempre ouve nossas orações. Na verdade, se você realmente crê que o Senhor apagou todos os seus pecados, busque sua presença com ousadia e ação de graças e peça sua ajuda pela fé. O Senhor lhe concedeu uma graça tão abundante que você pode pedir tudo a ele em oração, dizendo: “Senhor, eu preciso da sua ajuda para fazer sua obra. Me ajude, Senhor! Eu quero pregar o evangelho da água e do Espírito para edificar seu reino nessa terra, me tornar seu obreiro fiel e salvar todas estas almas que ainda não foram salvas. Então, Senhor, me ajude para que eu consiga fazer sua obra e salvar quantas almas eu puder”.
Como Jesus Cristo é fiel e responde todas as nossas orações, devemos pedir a ele suas bênçãos e receber sua paz em nosso coração, nunca nos esquecendo do evangelho da água e do Espírito dado por ele e sempre confiando nele. Portanto, agora que recebemos a remissão de pecados, vamos nos tornar obreiros de Deus, testemunhas do evangelho da água e do Espírito, e sempre meditar nele para nunca perdermos nossa fé neste verdadeiro evangelho. Do mesmo modo, todos nós devemos renovar nossa fé no evangelho da água e do Espírito a cada dia, pedir a Deus que supra nossas necessidades diárias e buscar sua ajuda. Em suma, devemos viver da ajuda de Deus agora e sempre.
O evangelho da água e do Espírito é o caminho e a verdade que todo o povo de Deus deve crer. Por isso, eu peço a todos vocês que vivam por esta fé inabalável neste verdadeiro evangelho. Nossos irmãos da Escola de Missões não aprendem apenas coisas seculares como inglês, grego ou hebraico, mas também a servir a justiça do Senhor e purificar seu coração perante Deus através do treinamento que recebem. Se você já terminou o curso na Escola de Missões, eu estou certo que você está levando uma vida espiritual próspera e honrada, pois agora aprendeu a pôr toda sua confiança no evangelho da água e do Espírito, ao invés de confiar em algum conhecimento humano, lançou fora todos os seus desejos maus, e não aceita nada além da Palavra de Deus no coração. Onde quer que você esteja, seja estudando na Escola de Missões ou servindo ao Senhor em seu ministério, é evangelho da água e do Espírito que você está pregando e servindo. Tudo o mais é supérfluo para nós. Se há alguém na Igreja de Deus que ainda está pregando algo além do evangelho da água e do Espírito, ele é um herege e um servo do diabo.
Nosso Deus nos salvou de todos os nossos pecados ao nos dar o evangelho da água e do Espírito. E ele também concedeu paz ao nosso coração, para que possamos servi-lo e orar a ele com confiança. Eu dou graças ao Senhor por nos dar estas bênçãos maravilhosas.