Sermões

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 2-1] (Marcos 2:1-12) Jesus é Quem Pode Apagar Todos os Pecados do Mundo

(Marcos 2:1-12)
“Alguns dias depois entrou outra vez em Cafarnaum, e soube-se que estava em casa. Logo se ajuntaram tantos, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam, e anunciava-lhes a palavra. Vieram ter com ele conduzindo um paralítico, trazido por quatro homens e, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o doente. Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados. Estavam ali assentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações: Por que profere este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus? Jesus, conhecendo logo em seu espírito que assim arrazoavam entre si, lhes disse: Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Qual é mais fácil, dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico): A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa. Ele se levantou e, tomando logo o leito, saiu na presença de todos, de sorte que todos se admiraram e glorificaram a Deus, dizendo: ‘Nunca vimos tal coisa.’”
 
 
Através da passagem bíblica de hoje, eu quero que vocês compreendam no que devem crer a fim de receber a remissão dos seus pecados diante da presença de Deus.
Apesar de eu ter recebido a remissão dos meus pecados ao crer no evangelho da água e do Espírito, às vezes eu me lembro no que eu costumava crer antes de receber a salvação de todos os meus pecados. Eu não cria em Jesus desde o início. Eu costumava crer no Budismo porque essa era a religião da minha família. Mas por volta dos meus vinte anos, eu fiquei doente e vim a aceitar a Jesus como meu Salvador apenas para resolver meu problema com o pecado antes de eu morrer, porque eu pensava que iria morrer por causa daquela doença. Mas eu percebi que meus pecados aumentaram depois que passei a crer em Jesus como meu Salvador. Assim, eu comecei a pensar no que eu cri em minha vida de fé até então. Depois de passado muito tempo desde que eu tinha aceitado a Jesus como meu Salvador, eu passei a perceber através da Lei de Deus que eu tinha mais pecado agora e questionava se minhas orações de arrependimento tinham tido algum efeito. O quanto as minhas orações de arrependimento purificaram os meus pecados?
 
 
Antes de Eu Crer no Evangelho da Água e do Espírito
 
Antes de crer no evangelho da água e do Espírito, eu costumava fazer muitas orações de arrependimento depois de crer em Jesus, mas elas me ajudaram mesmo a receber a purificação dos meus pecados? Não, elas não me ajudaram. Essas orações não ajudaram a purificar nenhum dos meus pecados. Então, minha maneira de viver tão justa e correta ajudaram? Eu ajudei avós que estavam perdidas, ajudei crianças que choravam porque não conseguiam encontrar o caminho de casa, encontrei o dono do dinheiro que eu achei na rua e o devolvi, e eu era conhecido por todos da minha vizinhança como uma boa pessoa. Mas essas coisas me ajudaram a receber a purificação dos meus pecados? Não, não ajudaram. Agora que eu creio no evangelho da água e do Espírito, eu posso olhar para aquele tempo e ver que aquelas coisas não ajudaram em nada no que diz respeito a receber a purificação dos meus pecados.
Todo o meu conhecimento teológico me ajudou a receber a remissão de pecados? Quando eu penso sobre isso, os meus estudos não me ajudaram a receber a purificação dos pecados, mas eu não posso dizer que eles não me ajudaram em nada. Por outro lado, foi mais difícil para mim encontrar o evangelho da água e do Espírito registrado na Palavra de Deus devido ao conhecimento teológico que eu tinha antes de nascer de novo. Por que foi tão difícil? Foi porque o caos e o vazio encheram meu coração de tão forma que eu não pude receber a simples Palavra de Deus devido a todas essas doutrinas cristãs que eu aprendi enquanto estudava teologia. Essas doutrinas teológicas tornaram ainda mais difícil para mim receber a remissão dos meus pecados. Na verdade, o meu conhecimento teológico não me ajudou em nada a receber a remissão dos meus pecados. Muitos estão confusos e assim crêem nessas falsas doutrinas que dizem: “Nós recebemos a remissão do nosso pecado original quando cremos em Jesus, mas os nossos pecados pessoais permanecem intactos. Então nós recebemos a purificação dos nossos pecados pessoais a cada vez que fazemos orações de arrependimento por esses pecados.” Muitos líderes cristãos fizeram essas doutrinas confusas. Eles fizeram os crentes somente oferecerem fielmente orações de arrependimento para receberem a remissão de seus pecados pessoais. Por isso, eu teria crido que eu era um completo pecador se tivesse crido em Jesus segundo essas doutrinas cristãs confusas.
Ter vivido uma vida virtuosa, feito essas orações de arrependimento e até mesmo os meus conhecimentos teológicos não me ajudaram em nada a receber a salvação dos meus pecados. Nada nesse mundo me ajudou a receber a purificação dos meus pecados. Somente o evangelho da água e do Espírito dado a nós por Jesus Cristo me fez uma pessoa justa ‘de uma vez por todas’. Como o paralítico que apareceu na passagem bíblica de hoje, eu era uma pessoa que não podia fazer nada para apagar os meus pecados. Jesus Cristo veio a mim pela palavra do evangelho da água e do Espírito quando eu era ainda um paralítico espiritual. Eu pude receber a salvação de todos os meus pecados de uma vez por todas porque Jesus Cristo veio e me encontrou pela palavra do evangelho da água e do Espírito. Jesus Cristo me salvou ao me dar a palavra do evangelho da água e do Espírito. Eu pude receber a salvação de todos os meus pecados porque Deus veio e me encontrou pela palavra do evangelho da água e do Espírito. Aqui você pode ver que essas coisas como esforços, meus atos justos, minha vida virtuosa e meu conhecimento teológico não puderam me ajudar a receber a salvação de todos os pecados. Apesar desses vãos esforços, eu passei a perceber que eu não poderia fazer nada por mim mesmo, e que essa religião do mundo não poderia purificar os meus pecados. Mas esses foram os passos que me ajudaram a encontrar a palavra do evangelho da água e do Espírito que purificou todos os meus pecados definitivamente. Naquele momento, os meus pecados foram apagados de uma vez por todas quando eu cri na palavra do evangelho da água e do Espírito.
Eu não poderia ter encontrado esse Senhor justo até aquele momento mesmo se eu quisesse fazê-lo, e definitivamente eu não poderia tê-Lo encontrado com minhas próprias forças não importa o quanto eu tentasse, mas eu vim receber a salvação pela fé ao encontrar o evangelho da água e do Espírito através da palavra da justiça de Deus. E eu teria sido destruído para sempre se eu não tivesse conhecido esse evangelho da água e do Espírito que é manifestado na Palavra de Deus. Eu passei a perceber que eu era alguém que não podia guardar a lei e quanto mais eu cria em Jesus mais eu me tornava em um sério pecador, baseado no que eu costumava crer. O Senhor veio a alguém como eu e apagou todos os meus pecados de uma só vez pela palavra do evangelho da água e do Espírito. E enquanto eu me encontrava como alguém que não podia fazer nada além de orações de arrependimento para purificar os meus pecados, o Senhor veio até mim naquela hora e me libertou de todos eles e da pena por eles ‘de uma vez por todas’ pelo evangelho da água e do Espírito.
Jesus Cristo purificou não somente todos os meus pecados, mas também purificou os seus de uma vez por todos pelo evangelho da água e do Espírito. Todos os seus esforços para receber a remissão dos pecados ao fazer essas orações de arrependimento sem crer no evangelho da água e do Espírito, não o ajudaram em nada a purificar os seus pecados. Mas Jesus Cristo teve misericórdia de você e de mim ao encontrar a nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. Nós pudemos receber a salvação de todos os pecados do mundo de uma vez por todas porque Deus Pai planejou a salvação em Jesus Cristo e aperfeiçoou esse plano pelo evangelho da água e do Espírito.
Você recebeu a remissão dos seus pecados de uma só vez por crer no evangelho da água e do Espírito, o qual o Senhor nos deu? Você recebeu a remissão de pecados porque você é melhor que as pessoas desse mundo? Não, isso não é verdade. Nós éramos cegos espirituais que vagavam espiritualmente, e que eram espiritualmente mudos, surdos, coxos, atrofiados e paralíticos que nada podiam fazer, assim como os que vivem neste mundo. Mas Jesus Cristo veio e nos encontrou pelo evangelho da água e do Espírito porque Ele nos ama demais. Assim Ele nos salvou de todos os pecados do mundo. Nosso Senhor está nos falando sobre isso através da passagem bíblica de hoje.
 
 
Vamos Ler Novamente Essa Passagem Bíblica
 
“Alguns dias depois entrou outra vez em Cafarnaum, e soube-se que estava em casa. Logo se ajuntaram tantos, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam, e anunciava-lhes a palavra. Vieram ter com ele conduzindo um paralítico, trazido por quatro homens e, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o doente. Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados. Estavam ali assentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações: Por que profere este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus? Jesus, conhecendo logo em seu espírito que assim arrazoavam entre si, lhes disse: Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Qual é mais fácil, dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico): A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa. Ele se levantou e, tomando logo o leito, saiu na presença de todos, de sorte que todos se admiraram e glorificaram a Deus, dizendo: ‘Nunca vimos tal coisa’” (Marcos 2:1-12).
Nós lemos hoje: “Estou fazendo isso porque eu quero que vocês saibam que Eu tenho o poder para perdoar os pecados desse mundo”. Como nosso Senhor disse aqui, Ele veio até nós e apagou de uma vez por todas todos os pecados daqueles que vivem nesse mundo. Em outras palavras, nosso Senhor veio a este mundo pelo evangelho da água e do Espírito a fim de remir todos os nossos pecados. Então, devemos pensar primeiro no tipo de pessoa que realmente recebe a remissão de pecados do Senhor por crer no evangelho da água e do Espírito.
Quantas pessoas estavam ao redor de Jesus aqui no texto? A passagem bíblica de hoje descreve que havia muitas pessoas na casa onde Jesus estava e que não havia lugar para receber a todas. Quando vamos a um mercado numa área rural na Coréia que abre apenas cinco dias, vemos que muitas pessoas vão lá também. E o número de pessoas é muito maior que o daquelas que estavam onde Jesus estava, tornando difícil até pôr um pé lá dentro.
Muitas pessoas vivem neste mundo. E muitas dessas pessoas querem receber a salvação dos seus pecados por conhecerem e crerem na justiça de Jesus. Mas vemos que nem todos recebem a salvação dos seus pecados. Que tipo de pessoas receberam de Deus a remissão dos seus pecados, e puderam entrar no Reino dos Céus totalmente purificados? Não são outros além dos paralíticos espirituais. Que tipo de pessoas são paralitícas? São aqueles que apesar estarem sãos mentalmente não agem segundo a sua vontade porque seu corpo está paralizado. Esses paralíticos estão sofrendo porque seus nervos se tornaram dormentes devido ao dano causado ao seu cérebro.
Muitos foram a Jesus quando Ele estava naquela casa em Cafarnaum. Ele estava falando de como se pode entrar no Reino dos Céus. No meio da multidão também estava um paralítico. Deus se concentrou nessa pessoa. Muitos como os escribas, os fariseus, os líderes religiosos e pessoas de boa reputação estavam ali, mas o Senhor estava interessado nesse paralítico. Essa é a verdade que o Senhor quer ensinar a você e a mim.
Muitas pessoas vivem neste mundo. E muitos estão tentando mesmo receber a remissão dos seus pecados e ganhar a vida eterna. Eles estão tentando de verdade fazer isso. Por exemplo, a maioria dos cristãos está fielmente fazendo orações de arrependimento para purificar os seus pecados. Eles crêem que recebem a remissão de pecados se oferecerem orações de arrependimento, mas isso pode ser verdade mesmo?
 
 
O Senhor Perdoará os Seus Pecados se Você Oferecer Orações de Arrependimento por Eles?
 
Algumas pessoas crêem em Jesus muito emocionalmente, mas com essa fé essas pessoas podem ser aprovadas pelo Senhor? Muitos líderes religiosos que apareceram no Novo Testamento criam em Deus de maneira fervorosa. Por isso muitos cristãos hoje crêem e pregam aos outros que os pecados deles serão apagados quando eles fizerem orações de arrependimento. Como seria maravilhoso se os pecados do nosso coração e os pecados que praticamos fossem purificados só por confessá-los e nos arrependermos deles através de orações de arrependimento! O Senhor realmente purifica os nossos pecados se fizermos orações de arrependimento? Se pudéssemos receber a remissão dos nossos pecados admitindo e confessando-os com a nossa boca, por que o Senhor precisou ser batizado e ter derramado Seu sangue na cruz para apagar todos eles? Em outras palavras, por que o Senhor viria a esta terra em forma humana, seria batizado por João Batista, passaria pela Paixão que O levou até a Sua morte na cruz, e ressuscitaria em três dias se Ele perdoa os nossos pecados somente quando os confessamos a Ele? Isso é uma ilusão absurda daqueles que crêem que podem receber a remissão de seus pecados somente por fazer essas orações de arrependimento sem conhecer o evangelho da água e do Espírito. Contudo, essas doutrinas são totalmente diferentes dos ensinamentos da bíblia, já que ela não declara que a purificação dos pecados se dá ao se fazer essas orações de arrependimento ou praticando boas obras.
Os cristãos que defendem a eficácia das orações de arrependimento geralmente usam especificamente 1 João 1:9 que diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça”. Esse texto realmente significa que somos perdoados dos nossos pecados quando fazemos orações de arrependimento? Não, absolutamente não! O Senhor está nos dizendo aqui que os pecadores devem primeiro admitir seu estado de pecado, e que eles podem receber a salvação de todos os seus pecados pela fé já que o Senhor os purificou pelo evangelho da água e do Espírito. Todavia, isso é um problema já que a maioria dos cristãos crê que seus pecados são purificados quando eles simplesmente os confessam ao Senhor. Mas a bíblia declara que somente esse paralítico recebeu a remissão de pecados dentre os muitos religiosos que estavam ali.
Mais uma vez devemos pensar profundamente sobre o evangelho da água e do Espírito. Jesus não teria vindo a este mundo, recebido o batismo de João Batista, sido crucificado até a morte na cruz se nós pudéssemos receber a remissão dos nossos pecados ao fazermos essas orações de arrependimento. Se pudéssemos receber a remissão dos nossos pecados ao oferecermos essas orações de arrependimento, por que o Senhor teria se tornado o nosso Salvador ao ressuscitar dos mortos? Por que Jesus teria que receber o batismo de João Batista, derramado o sangue na cruz, e ressuscitado dos mortos? Por que Ele teria que fazer isso? Por que Jesus teve que receber o batismo de João Batista, derramado Seu sangue e morrido na cruz se nós poderíamos receber a remissão dos nossos pecados somente fazendo fervorosamente essas orações de arrependimento?
Por isso precisamos conhecer a Lei de Deus. De acordo com ela, “O salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). Então um pecador deve pagar totalmente o salário do seu pecado com a morte, se ele tiver algum, é claro. Isso significa que todos os pecadores estão destinados a morrer por causa dos seus pecados. Essa era a Lei de Deus. Mas a maioria dos cristãos hoje não conhece o teor da Lei de Deus que foi estabelecida, e assim eles crêem que podem receber a remissão de pecados somente por fazer orações de arrependimento. Por exemplo, é errado alguém esfaquear uma pessoa até a morte e pensar que pode ser perdoado só por dizer: “Me desculpe. Eu não sabia que isso era errado. Por favor, me perdoe”. Essa pessoa está ignorando a justiça de Deus e pensa que seus pensamentos são mais altos que os de Deus. Essas pessoas pensam que seus pensamentos são melhores do que a Palavra de Deus. Essas pessoas se tornam cada vez mais arrogantes e caem no pecado do orgulho. E conseqüentemente, ele se torna um deus para si mesmo.
Nós seres humanos não podemos alcançar a remissão de pecados por nós mesmos. Somente Jesus Cristo que veio para apagar todos os nossos pecados é que pode fazer isso. Até a passagem bíblica de hoje declara: “Para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados”. Somente o Filho de Deus que veio a este mundo em forma humana e levou todos os pecados do homem ao receber o batismo de João Batista tem o poder de fazer verdadeiros crentes sem pecado. Os pecados de um homem não podem ser purificados por si mesmo. Não podemos receber a salvação dos nossos pecados não importa quanto esforço fizermos e quão fielmente oferecermos orações de arrependimento. Somente os que se tornaram como esse paralítico diante da presença de Deus é que podem receber a remissão de pecados ‘de uma vez por todas’ por crer no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Mas Muitos Teólogos Insistem em Vão que a Pessoa Recebe a Remissão de Pecados Quando Faz Orações de Arrependimento
 
Os pecados de alguém não são apagados não importa quantas orações de arrependimento ele faça ao Senhor. É porque as Escrituras nos mostram a verdade da remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito. Se os pecados fossem apagados pelas orações de arrependimento como eles dizem, todas as pessoas neste planeta já teriam recebido a remissão de seus pecados e se tornado filhos de Deus. Não há um só dentre os cristãos que não tenha tentado purificar seus pecados ao fazer orações de arrependimento. Há muitas pessoas neste planeta que dizem crer em Jesus como seu Salvador. Em nosso páís, a Coréia, estima-se que cerca de 12 milhões de pessoas crêem em Jesus. A população da Coréia é de aproximadamente 48 milhões, e cerca de um quarto dessa população crê em Jesus. Isso é só uma estimativa, mas provavelmente há muitos outros além desses 12 milhões de crentes que foram à igreja regularmente por alguns anos e deixaram de ir depois. Provavelmente o número de pessoas que nunca tenha ido a uma igreja nesse tempo é muito pequeno. Estou dizendo que a maioria das pessoas, exceto por um número bem pequeno, provavelmente tenha ido à igreja por algum tempo. E todas elas tentaram purificar seus pecados ao orar juntas em voz alta e jejuar em oração pelo arrependimento dos seus pecados. Provavelmente elas fizeram tudo o que podiam para purificar os seus pecados.
Contudo, está claro que aqueles que dizem que seus pecados foram apagados ao fazerem essas orações de arrependimento, não receberam a remissão dos pecados. Seus pecados não foram apagados por nenhum tipo de método relacionado às orações de arrependimento. Eles clamam constantemente pela remissão dos pecados ao orarem juntos em alta voz e ao jejuarem com muita dedicação e fervor. Mas a bíblia nos diz que somente esse paralítico recebeu a remissão de seus pecados. Somente alguém que admite que não pode fazer nada para ser salvo é que pode receber a remissão de pecados. Somente alguém que admite que não pode fazer nada para apagar os seus pecados é que consegue encontrar a justiça de Jesus e receber a remissão de todos os seus pecados. Somente alguém que diz: “Eu posso receber a salvação se Jesus me salvar, mas irei para o inferno se Ele não me salvar”, é que pode receber a remissão de pecados pela fé através do evangelho da água e do Espírito que Jesus deu a ele.
Nós poderíamos ter recebido a remissão de pecados crendo na justiça de Deus se Jesus não tivesse apagado os pecados da humanidade ‘de uma vez por todas’ pelo evangelho da água e do Espírito? Não, não poderíamos. Não importa o que fizermos, se isso ou aquilo, será impossível receber a remissão de pecados pela fé se não tivermos o genuíno evangelho da água e do Espírito que Jesus nos deu. Não importa o quanto uma pessoa religiosa faça essas orações de arrependimento, se esforce para não cometer pecado, e tente servir a Deus fielmente, ela poderá realmente receber a remissão dos pecados através dessas obras? Não há nenhum meio de receber a remissão de pecados por nenhum outro tipo de fé se Deus não apagar todos os nossos pecados pelo evangelho da água e do Espírito. Queridos irmãos, isso não é verdade? A nossa salvação depende somente da justa obra de Jesus Cristo.
Amados irmãos, você e eu devemos receber a remissão dos nossos pecados enquanto vivermos nesse mundo, mas definitivamente não podemos receber a remissão deles por nenhum outro tipo de esforço que fizermos. Não há nenhum outro meio de receber a remissão de pecados a não ser crendo na justiça de Deus? Como podemos receber a remissão de pecados por esforços humanos? Antes, quando lia as escrituras eu pensava: “Provavelmente eu consigo receber a remissão dos meus pecados desde que eu busque a Jesus com afinco, faça fervorosamente orações de arrependimento, e também tente viver de maneira correta”. Em poucas palavras, eu pensava que “meus esforços somados a minha fé em Jesus Cristo” certamente produziriam a remissão dos meus pecados. Todavia, não importa o quanto tentasse, eu percebi que não poderia receber a salvação se Jesus Cristo não tivesse apagado todos os meus pecados. Depois eu vim saber que eu poderia receber a salvação de todos os meus pecados porque Ele já tinha me salvado perfeitamente pelo evangelho da água e do Espírito.
Quem quiser receber a salvação dos seus pecados não deve confiar em seus próprios pensamentos nem em seus próprios esforços. Pelo contrário, ele deve confiar somente em como Jesus cumpriu a obra da salvação por ele. Devemos nos concentrar nisso e pensar: “Como Deus me salvou de todos os meus pecados? O que o meu Salvador fez por mim? O que Jesus Cristo o Salvador fez por mim quando eu nada podia fazer para apagar nenhum dos meus pecados?” O que Ele fez foi para que eu pudesse coonhecer a verdade da água e do Espírito e receber essa genuína salvação. Somente assim poderemos receber a salvação de todos os nossos pecados.
Está escrito na bíblia: “Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8:32), e a que essa “verdade” se refere aqui? A nenhum outro senão a Jesus Cristo. Então essa passagem significa: “Então conhecereis a Jesus Cristo, e Ele vos libertará”. Devemos conhecer Jesus Cristo a fim de receber a verdadeira libertação de todos os nossos pecados. Não podemos receber a remissão dos nossos pecados, não importa o quanto tentemos se não conhecermos a verdade de que Deus já nos salvou.
 
 
Podemos Receber a Remissão dos Nossos Pecados se Não nos Tornarmos Paralíticos Espirituais?
 
Vocês são paralíticos espirituais? Sim! Vocês têm alguma capacidade para apagar os seus próprios pecados? Não, vocês não têm esse poder. Então vocês acham que se confessarem os seus pecados e fizerem orações de arrependimento por eles será suficiente? Vocês fazem orações de arrependimento por todas as coisas que fizeram de errado? Os cristãos pecadores sempre citam essa passagem da primeira epístola de João capítulo 1 versículo 9 e dizem que recebem a remissão dos pecados se fizerem orações de arrependimento, mas isso não faz o menor sentido. Ao invés disso, você deveria confessar: “Eu sou um monte de pecado. Então, não posso evitar de cometer pecado mesmo que eu tente. Assim, não posso evitar de ir para o inferno se o Senhor não me salvar. Sendo assim Senhor, por favor, salve-me de todos os meus pecados e iniqüidades. Por favor, salve-me. Por favor, liberte-me de todos os meus pecados”. Então o Senhor lhe dirá que você deve crer no evangelho da água e do Espírito a fim de receber a salvação dos seus pecados.
Freqüentemente os cristãos dizem que fazem fielmente orações de arrependimento por seus pecados, mas o quanto eles se arrependem? Durante quanto tempo eles devem fazer orações de arrependimento por todos os seus pecados que normalmente cometem durante um dia inteiro? Sabe-se que a capacidade de memorização de um peixe é de 3 segundos aproximadamente, e a capacidade humana não é igual? Nós humanos esquecemos a maioria das coisas, menos as mais importantes. E mais, o parâmetro de pecado dos homens não é o mesmo de Deus porque eles são seres egocêntricos. Assim, eles se preocupam se algo é vantajoso ou não para eles e se lembram das coisas boas e proveitosas e se esquecem das más e prejudiciais. Mesmo durante pronunciamentos públicos que vemos na TV de vez em quando, provavelmente você já deve ter visto algum alto executivo responder: “Eu não me lembro”. Eles esquecem daquilo que não lhes interessa. Mas há horas que pecados enormes incomodam sua consciência fazendo-os se tornarem pecadores neste mundo, assim como grandes insetos igual a libélula são pegos em uma teia de aranha enquanto moscas e outros insetos menores escapam. Contudo, é produzido um arrependimento completo quando a pessoa só faz essas orações pelos pecados que apareceram em sua consciência, e não fazem nenhuma oração pelo resto dos seus pecados só porque não consegue se lembrar deles? Portanto, como alguém pode pôr para fora e fazer orações de arrependimento por pecados que nem sequer se lembra?
Os cristãos pecadores dizem que eles fazem orações de arrependimento por seus pecados a cada dia diante da presença de Deus, mas com que tipo de pecado e com quantos desses pecados eles lidam realmente em suas orações de arrependimento? Eles julgam a si mesmos e consideram a maioria dos seus pecados e iniqüidades aceitáveis, e fazem orações de arrependimento somente por aqueles pecados piores que surgem em sua consciência. Mas mesmo os menores pecados que o homem comete, são todos pecado diante da presença de Deus. Nosso Senhor disse: “Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último centavo” (Mateus 5:26). É um grande erro pensar que um pecado muito simples não é pecado. Com relação a receber a remissão de pecados, não significa que precisamos receber somente a remissão dos pecados mais terríveis, e não precisamos receber a remissão dos pecados mais leves. Dizer que alguém recebe a remissão de pecados ao orar se arrpendendo deles é um absurdo completo.
Qual seria a forma mais adequada para alguém orar por arrependimento mesmo se tentasse muito? As pessoas se lembram somente dos piores pecados que cometem de vez em quando e se esquecem dos mais simples depois de passados três ou quatro dias, mas a verdade aparece em poucos dias, não aparece? As pessoas se esquecem à noite das coisas ruins que fizeram de manhã, e se esquecem na manhã seguinte de todas as coisas ruins que fizeram de noite. Nossa memória funciona de tal forma que nos esquecemos de tudo em um dia ou dois. Então, falando honestamente, todos nesse planeta são um monte de pecado, e é por isso que ninguém pode evitar de ir para o inferno por causa desses pecados, que são tantos quanto uma nuvem densa.
Contudo, o Senhor declara: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados” (Atos 3:19). Ele está dizendo que através desse verdadeiro evangelho Ele apagou todos os nossos pecados ‘de uma vez por todas’ sendo eles pequenos ou grandes. Isso porque nós só podemos receber a remissão dos nossos pecados crendo que o Senhor levou sobre Si os pecados que cometemos durante toda a nossa vida ‘de uma vez por todas’ depois que Ele recebeu o batismo de João Batista, derramou Seu sangue na cruz, e ressuscitou dos mortos.
Porém muitos pensam que podem fazer algo sobre a remissão de seus pecados antes de se tornarem paralíticos espirituais. Existe um louvor na Coréia que diz: “O Senhor Deus diz que posso fazer todas as coisas”. O Senhor disse que poderíamos fazer todas as coisas exceto alcançar a remissão de pecados por nós mesmo. Assim o apóstolo Paulo também disse: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Filipenses 4:13). Contudo, o Senhor não nos deu o poder de purificar os nossos próprios pecados. Nós nos tornaríamos deuses e não precisaríamos de Deus e nem de um Salvador se pudéssemos purificar nós mesmos, os pecados que cometemos. Então não precisaríamos adorar a Deus; não precisaríamos crer em Jesus; e não precisaríamos viver sob as regras de Deus. O que aconteceria a nós então? Nós iríamos nos separar de Deus.
Todavia, Deus quer se unir a nós e viver junto conosco. Deus quer nos dar Suas bênçãos. Deus quer derramar Seu infinito amor sobre nós. E Deus quer vivamos dentro dEle. Por isso Deus não nos deu o poder para apagar os nossos próprios pecados. Um certo líder cristão chamado Robert Shuler escreveu muitos livros que não fazem nenhum sentido, dizendo que podemos fazer qualquer coisa. Mas se nós humanos tivéssemos o poder para purificar os nossos próprios pecados, nós não precisaríamos de Deus; Jesus não teria que ter vindo a este mundo; Ele não teria que ter sido batizado por João Batista; e mais ainda, Ele não teria que ter morrido na cruz. Resumindo, nós não precisaríamos das obras que Jesus cumpriu neste mundo e Ele não teria que ter sofrido aqui.
Pensar que alguém possa purificar os seus próprios pecados fazendo essas orações de arrependimento é algo satânico. O diabo não tentou Adão e Eva para comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal? O diabo disse a ela: “Você será como Deus se pegar o fruto e comê-lo. Vá em frente e coma-o. Deus disse-lhe para não comê-lo para que não fosse igual a Ele. Ele só quer mantê-la sob Seu poder. Seus olhos se abrirão e você será igual a Deus se comer isso. Então ande logo e coma-o”. Eva caiu na mentira que poderia ser igual a Deus e fazer tudo o que quisesse, e comeu do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.
Eva é a mãe de toda a humanidade. Ela é a nossa mãe. Adão é a representação daquEle que viria e Eva era a nossa representação. Eva comeu do fruto do conhecimento do bem e do mal e também o deu para Adão. Eva foi enganada por Satanás que lhe disse que ela seria igual a Deus se comesse do fruto do conhecimento do bem e do mal. Satanás continua insistindo em obras humanas, dizendo: “Você pode fazer isso. Experimente” e somente faz com que os humanos façam coisas que se opõem a Deus. Satanás nos diz coisas assim até hoje. Ele continua nos enganando: “Você pode fazer isso. Não há que você não possa fazer”.
 
 
Você Já Viu uma Pessoa que Sofre de Paralisia?
 
Quando alguém sofre de paralisia, é normal essa pessoa se aliviar em qualquer lugar. Quem gostaria de defecar por todo o chão dessa forma? Mesmo essa pessoa sabendo que deveria ir ao banheiro, ela se alivia ali mesmo onde está. Mas essa pessoa não pode controlar seu corpo apesar da sua mente saber o que deveria fazer. Ela não pode se mover ou controlar seu corpo conforme a sua vontade, e assim se alivia por todo o lugar, contrariando a sua intenção.
Queridos irmãos, em termos espirituais nós somos esses paralíticos que não podem fazer nada por si mesmos. Mas Deus salvou a nós que éramos incapazes de fazer alguma coisa. Nós não fomos salvos por nossos próprios esforços. Nós somos esses paralíticos espirituais. Assim não podemos apagar nenhum dos nossos pecados por nós mesmos. Nós temos o poder de fazer tudo se Deus nos permitir, mas não temos o poder para apagar nenhum dos nossos pecados. Foi por isso que Deus veio a este mundo e apagou todos os nossos pecados de uma só vez pelo evangelho da água e do Espírito.
Agora mesmo há muitos paralíticos espirituais nesse mundo. É impressionante observar que muitas pessoas não atentam para o fato de que são nitidamente paralíticos espirituais. Eles são enganados pelo diabo e por isso pensam que podem purificar seus pecados por si mesmos ao fazerem orações de arrependimento. O que podem fazer direito se seu corpo todo está paralizado? Assim que alguém recebe um pouco mais de força para continuar, ele vai contra a justiça de Deus pensando que pode fazer algo por si próprio apesar de nada poder fazer, e por isso é destruído no final.
Amados santos, diante da presença de Deus nós éramos todos paralíticos espirituais. Deus salvou a todos que eram assim de todos os seus pecados. Éramos pecadores que não podiam apagar nenhum dos nossos próprios pecados. Mas o Senhor apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas pelo evangelho da água e do Espírito.
Queridos irmãos, vocês crêem que podem fazer algo para receber a remissão dos seus pecados? Mesmo que pensem que podem, na verdade vocês não podem apagar nem um pouquinho de pecado. Eu chorei muito em meus esforços para acabar com meus pecados. Eu tentei mesmo apagar os meus pecados fazendo tudo o que podia. Eu até fui a uma sala isolada para fazer orações de arrependimento a fim de apagar os meus pecados. Às vezes eu fazia orações de confissão e as orações de arrependimento durante dias sem comer nada. As pessoas dizem que o falecido Seongchul Lee, um conhecido monge budista coreano, fez essa meditação em frente a uma parede por 10 anos. Apesar de eu não ter feito isso por 10 anos, eu geralmente orava como ele durante quantro a cinco dias direto. Eu fazia orações de arrependimento por alguns dias, dizendo: “Deus, por favor, me perdoe”. Eu sentia como se Deus me disesse: “Isso é o bastante. Eu te perdôo” Eu jejuava por um dia ou dois, orava muito e chorava também, e nem saía por vários dias, mas só fazia orações de arrependimento até ouvir a Sua voz em meu coração. Eu ficava com tanta fome quando orava assim. Contudo, eu sentia que não poderia comer se ouvisse Deus me dizer que eu tinha recebido a remissão dos meus pecados. Assim eu orava durante a noite até que eu pudesse ouvir o Seu perdão para então poder comer.
Uma vez o diabo me pregou uma peça. Um dia enquanto eu estava jejuando e fazendo essas orações de arrependimento durante três dias, eu ouvi em meu coração: “Tudo bem. Eu apaguei os seus pecados”. Essa foi a voz do diabo tentando me dar uma garantia, não a voz de Deus. Então eu parei de orar porque pensava que estava perdoado. Mas eu não cometi pecado depois disso? Sim, é claro que eu cometi pecado depois disso. Então comecei a jejuar novamente para fazer mais orações de arrependimento a Deus. E eu já não ouvia mais a voz do diabo, mas não poderia continuar com fome para sempre, então houve momentos que justifiquei a mim mesmo, dizendo: “Deus provavelmente me deixará passar já que eu fiz tanto. Mesmo alguém como eu seria perdoado, já que chorei e implorei tanto por perdão enquanto não comi nada por cinco dias. Então um Deus tão misericordioso não me perdoaria?” Quando eu não pude ouvir a voz de Deus e nem sentir uma sensação de alívio, eu pensava comigo mesmo que já era o bastante e saía, lavava meu rosto e comia alguma comida.
Depois de repetir esse processo por muitas vezes, eu fiquei com medo e cansado dos meus pecados. Como eu poderia cometer pecado enquanto jejuava por três, quatro, cindo dias, quando eu cometi algum pecado? Eu pensava em pecado como algo mais sujo que as fezes e eu tentava muito não cometer nenhum pecado. Eu evitava pecar tanto quanto podia e jamais olhava para uma mulher porque eu pensava: “Eu não posso cometer nenhum pecado. Eu tive que jejuar por cinco dias depois de cometer esse pecado da última vez”. Eu olhava em volta na direção do meu nariz como se eu fosse vesgo, já que eu teria que jejuar por cinco dias se não tivesse cuidado e cometesse o pecado de adultério se olhasse para uma mulher com malícia. Mas é natural você querer olhar algo ainda mais quando alguém lhe diz para não olhar. Eu também tinha o desejo ainda maior de olhar para as mulheres quando eu tentava não olhar para elas. Eu cometia pecado vez após outra dessa maneira, apesar de tentar não cometê-los. Então eu tinha que orar e jejuar novamente por alguns outros dias.
Mas com quem eu poderia falar que olhei para uma mulher com luxúria, cometendo adultério com ela em meu coração? Não havia ninguém além de Deus com quem eu pudesse ter essa conversa. Eu simplesmente jejuava de novo e fazia orações de arrependimento a Deus por mais alguns dias, já que esse tinha sido um pecado cometido contra o próprio Deus, dizendo: “Senhor, me perdoe. Eu cometi um pecado novamente”. E mesmo eu não poder me sentar confortavelmente em um travesseiro, eu me sentava no chão puro e orava dessa forma. Eu rasgava minhas calças intencionalmente desde o fundo até os joelhos e nem no inverno eu não vestia muitas roupas. Eu ficava assim porque parecia que estava faltando sinceridade se eu vestisse muitas roupas, e que Deus sentiria pena de mim se eu não me vestisse muito. Se eu tivesse me filmado naquele tempo, eu me pareceria como um miserável.
Todavia, queridos irmãos, vocês e eu não devemos pensar sobre Deus o mesmo que eu pensava. Do ponto de vista humano pode parecer que Deus perdoaria todos os meus pecados já que eu levei uma vida espiritual cheia dessas orações de arrependimento por 10 anos, mas eu ainda tinha pecado em meu coração. Como o monge budista Seongchul Lee que confessou que iria para o fogo do inferno apesar de ter morrido depois de fazer meditação encarando uma parede por dez anos, eu ainda tinha pecados em meu coração apesar de crer em Jesus segundo as doutrinas cristãs que eu tinha aprendido, e eu tinha oferecido orações de arrependimento por dez longos anos. Embora tivesse oferecido orações de arrependimento com tanta dedicação, às vezes eu ouvia uma voz me dizendo que eu tinha recebido a remissão de alguns dos meus pecados, mas eu não ouvia essa voz para outros pecados. Então, eu justificava a mim mesmo, parava de fazer orações de arrependimento e voltava à minha vida comum, dizendo: “Eu devo perdoar alguém que pecar contra mim e pedir perdão por isso, senão o Deus misericordioso não me perdoará?” Contudo, eu ainda estava angustiado porque aquele pecado vinha a minha mente quando eu me ajoelhava para adorar a Deus.
Está escrito no livro de Jeremias capítulo 17 versículo 1:
“O pecado de Judá está escrito com um estilete de ferro;
Gravado com ponta de diamante
Na tábua do seu coração,
E nas pontas dos seus altares.” Isso significa que cada pecado está gravado na tábua do seu coração e sem dúvida no Livro do Julgamento. Por isso é que cada pecado vem a mente quando tentamos orar a Deus. O pecado realmente angustia as pessoas.
Eu jejuava em oração tanto quanto podia, e também levava minha vida espiritual com todo meu coração até guardando o Dia do Senhor sem perder um sequer. Eu também pregava o evangelho a muitas pessoas e ia a todo lugar pregando o evangelho desde a minha vizinhança até os vilarejos vizinhos, isto é, em cada bairro em torno da cidade de Busan. Eu levava jovens, idosos, crianças, malandros, e todo mundo para a minha igreja. Mas a única coisa que restou em meu coração depois de levar essa vida espiritual por 10 anos foi o pecado. Não havia mais nada a fazer já que o pecado não desaparecia do meu coração apesar de eu ter feito tudo isso. Minha vida espiritual perdeu o entusiasmo e se tornou cansativa já que os pecados ainda permaneciam em meu coração não importasse o que eu fizesse para tirá-los de lá. Já que eu não podia fazer mais nada, eu desisti totalmente de fazer qualquer coisa, dizendo a mim mesmo: “Deus, faça o que você quiser. Meus pecados serão apagados se Você apagá-los, e meus pecados não serão apagados se Você não apagá-los”.
Mas eu tinha um refúgio naquela hora. Era essa doutrina cristã que dizia que Deus tinha me escolhido. Como eu via a mim mesmo crendo em Jesus e fazendo essas orações de arrependimento, eu vim a crer que “Deus me escolheu e me amou apesar de eu ser fraco e ter pecados em meu coração”. Essa era a doutrina da predestinação do Calvinismo. Ela dizia que aqueles que tinham sido escolhidos por Deus seriam salvos e aqueles que não tinham sido escolhidos iriam para o inferno. Isso foi o que João Calvino, o famoso teólogo conservador ensinou.
Crer assim é ter fé em Deus sob um ponto de vista humano. Os que têm esse tipo de fé se agarram em Deus com suas próprias forças, dizendo: “Deus, eu creio, estou firmado em Ti”. Mas depois eles caem quando perdem as forças. Eu também tinha esse tipo de fé antes de nascer de novo. Eu pensava: “Eu vou para o Céu apesar de ser falho e ter pecados já que eu creio em Jesus e porque Deus me escolheu”, e novamente repetia o processo de pecar, fazer essas orações de arrependimento e buscar a Deus, e novamente pecar, fazer mais orações de arrependimento e de novo buscar a Deus. Naquele tempo eu pensava e cria dessa forma. Está escrito: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo” (Efésios 1:4), e isso significa que Deus Pai nos escolheu em Jesus Cristo antes da criação do mundo. Antes quando eu não sabia como os meus pecados tinham sido apagados em Jesus Cristo, eu omitia partes que diziam “nEle” da frase “Pois nos elegeu nEle antes da fundação do mundo”. Então agora vamos ver como essa Palavra deve ser corretamente interpretada.
 
 
Mensagem dos Efésios Capítulo 1 Versículos de 3 a 10
 
Está escrito: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nEle antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça, que ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra” (Efésios 1:3-10).
No início da epístola aos efésios, o apóstolo Paulo disse: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo”. Isso significa “Louve a Deus” e “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo” significa que Deus nos deu todas as bênçãos espirituais em Jesus Cristo. Precisamos entender bem o significado da seguinte passagem: “O qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nEle antes da fundação do mundo”. Está escrito: “Pois nos elegeu nEle antes da fundação do mundo”, e se tirarmos o “nele” dessa passagem, vai ficar assim: “Pois nos elegeu antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele”. A confusão nasce quando as pessoas começam a crer na Palavra sem o “em Cristo”. Por exemplo, vamos supor que houvesse 20 pessoas juntas. É possível dizer que Deus escolheu esta pessoa, mas não aquela, e que Ele escolheu essa pessoa ao invés daquela. Isso quer dizer que de maneira arbitrária, Deus escolheu algumas pessoas nesse planeta e não escolheu outras. Então Deus seria injusto se agisse dessa forma. Então Deus não seria visto como preconceituoso e de mente limitada que escolhe fazer Seus filhos somente alguns dentre tantos, e escolhe alguns outros para mandar para o inferno? Se alguns não fossem mesmo escolhidos por Deus mas destinados a ir para o inferno, eles amaldiçoariam a Deus. Eles não somente amaldiçoariam a Deus. Eles diriam todo tipo de ofensas a Deus. Eles diriam: “Deus? O que Você disse? Você é Deus?” e diriam todo tipo de insultos que aprenderam neste mundo. Já que iriam para o inferno de qualquer jeito mesmo, eles amaldiçoariam e falariam tudo aquilo que estivesse em seu coração. Mas o Santo Deus merece ouvir essas ofensas de nós, míseros seres humanos? Não, não merece. Absolutamente Ele não é um Deus que merece ouvir coisas ofensivas de Suas criaturas.
Assim Deus nos escolheu “em Cristo” antes da fundação do mundo. Deus enviou Jesus Cristo a este mundo e deu a remissão de todos os pecados do mundo ao transferi-los todos para Ele, porque Deus sabia que todos os humanos pecariam. Deus fez todo ser humano receber a remissão dos seus pecados através do evangelho da água e do Espírito por Jesus Cristo. Em outras palavras, Deus deu a todos a bênção de receber a remissão dos pecados em Cristo. Deus fez Jesus apagar todos os pecados desse mundo para que todos possam entrar no Reino dos Céus ao crer que Ele os salvou de todos os seus pecados. Deus fez isso para que todos possam entrar no Reino dos Céus ao crer em Jesus de coração, e para que eles recebam todas as bênçãos espirituais dos Céus. Por isso uma pessoa só vai para o inferno porque não crê em Jesus Cristo e nem na justa obra que Ele fez, e não porque ele não foi escolhido antes da fundação do mundo.
Todos são paralíticos espirituais diante da presença de Deus. Todos são como esse paralítico que não pode fazer nada com relação à sua salvação. O Senhor fala a esses paralíticos que não podem fazer nada por si mesmos: “Filho, perdoados estão os teus pecados” e “A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa”. Esses paralíticos que estavam na cama não podiam mesmo se mover, mas pegaram a sua cama e andaram. Nosso Senhor curou o paralítico que não podia fazer nada. Nosso Senhor apagou os pecados do paralítico que jamais poderia apagar os seus próprios pecados por si mesmo. E Ele disse: “Filho, perdoados estão os teus pecados”.
Da mesma forma, o nosso Senhor apagou todos os nossos pecados. Você sabe como Ele apagou todos esses pecados? Com certeza você sabe disso. Somente assim você pode receber a remissão dos seus pecados, receber a salvação e ir para o Céu. Deus é o Único que nos faz compreender essa Verdade; e essa igreja é o lugar certo para comunicá-la. Qualquer um pode ouvir claramente como Deus apagou todos os seus pecados e se encontrar com aqueles que receberam a remissão de pecados.
Muitos cristãos que não se vêem como paralíticos espirituais estão apegados às orações de arrependimento e crêem que Deus os escolheu antes da fundação do mundo. Eles dizem que podem ir para o Reino dos Céus porque Deus já os escolheu e que todos os demais irão para o inferno porque Deus não os escolheu, como os que crêem no Budismo. Você sabe quem disse isso? Um conhecido e famoso teólogo disse isso. Você mudaria as Escrituras para defender as palavras dos teólogos? As palavras de João Calvino são iguais as da Palavra de Deus? Ou é na Santa Bíblia que encontramos a Palavra de Deus? A Bíblia é a inegável Palavra de Deus. O que está escrito nela? Ela diz: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo”. E mais adiante ela diz: “Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens, para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens, para justificação e vida” (Romanos 5:18).
Desde o começo todos nós éramos pecadores diante da presença de Deus. Nascemos com muitos pecados desde o útero de nossa mãe porque éramos descendentes de Adão. Relativo ao conceito de pecado, eu vou explicar com um exemplo. Vamos supor que o nosso corpo é esse copo. Assim como a água que está dentro dele, nós nascemos também com pecado em nosso coração. Nós nascemos com esse coração imundo por cometermos assassinato, maus pensamentos, luxúria, inveja, brigas, furtos, ódio e estupidezas. Cometemos ou não cometemos esses pecados desde que nascemos? Certamente cometemos esses pecados. Andávamos cautelosos a fim de não cometermos esses pecados. Até falávamos com cuidado e sempre estávamos precavidos para que esses pecados do nosso coração não aparecessem. Contudo, esses pecados dentro de nós não apareciam de qualquer jeito mesmo sendo cautelosos, já que nós somos um monte de pecados? Quando balançamos esse copo com força, a água sai de dentro dele. Da mesma forma, o pecado sai de nós porque nós somos humanos mesmo. Apesar de evitarmos ver filmes eróticos, estamos apenas tentando não vê-los, mas na verdade nós estamos cheios de desejo de cometer adultério em nosso coração.
Por isso Deus nos deu os Dez Mandamentos a fim de sabermos que somos um monte de pecado. Ele nos ordenou: “Não matarás. Não furtarás. Não adulterarás. Não dirás falso testemunho. Não cobiçarás, etc”. Deus nos deu a lei para nos ensinar que somos seres que fazem coisas que Ele nos disse para não fazermos porque somos pessoas que matam, que cobiçam, que dão falso testemunho, que desobedecem aos pais, e que adoram ídolos diante da presença de Deus. Deus não precisaria nos mandar não cometer adultério se nós não cometêssemos adultério. Deus nos disse para não cometermos adultério para nos mostrar quem nós somos, porque cometemos adultério por natureza. Nós temos que saber que “Eu sou um pecador que comete adultério” porque Deus nos disse para não cometermos adultério. Passamos a saber que matar é errado porque Deus nos disse para não matarmos. E também passamos a saber que odiar alguém e desejar a morte de alguém é assassinato também.
 
 
Nós Temos que Entender que Somos Muito Bons em Roubar, Embora Deus Diga: “Não Roubarás”
 
Roubar não é somente tirar algo de alguém. Nós não cobiçamos pequenas coisas e geralmente não furtamos objetos insignificantes de vez em quando? Tudo isso é roubo à luz da Palavra de Deus. Há um tempo atrás quando não havia muita comida as pessoas faziam muito isso. As pessoas cometem um pouquinho de pecado aqui e ali enquanto tentam não cometê-los. E quando não tomam cuidado, acabam cometendo muitos pecados enormes. Portanto, Deus nos chama de “uma descendência de malignos” (Isaías 1:4). Nós somos mesmo pecadores sem esperança, e Deus disse que somos paralíticos espirituais já que não temos o poder para apagar os nossos próprios pecados. Roubar não é só nosso ato de roubar; cobiçar o que é do próximo, independente do tamanho, também é roubo. Quando algo entra no nosso estômago é bom e agradável. Contudo, a bíblia diz que somos pecadores.
Os teólogos atuais separam o “em Jesus Cristo” da frase “Ele nos escolheu”. Eles interpretam a Palavra de Deus segundo seus pensamentos carnais e crêem nisso. Queridos irmãos, vocês devem crer que “Deus nos escolheu em Cristo Jesus”. Deus nos escolheu em Jesus Cristo para que possamos dar graças. A glória, o amor e a graça de Deus foram revelados a nós como está escrito: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo... para louvor e glória da sua graça”. Isso significa que Deus nos predestinou antes da fundação do mundo e que Ele daria a remissão de pecados a nós que cremos na justiça de Jesus Cristo. Também significa que Deus decidiu fazer de nós que cremos na Sua justiça, Seus filhos em Cristo Jesus. Existe uma vontade de Deus para nós e é nos fazer Seus filhos.
Amados irmãos, que tipo de pessoa nós somos diante da presença de Deus? Nós somos paralíticos espirituais diante de Sua presença. Você tem certeza que não cometerá mais pecado de novo? Alguém que acredita que não cometerá mais nenhum pecado é um deus. Os religiosos que vivem uma vida de isolamento dizem que se tornaram deus quando foram libertos do mundo e dos desejos carnais por seus próprios esforços. Mas eles podem se tornar deus se tentarem muito mesmo? No caso de um certo monge budista, ele praticava o asceticismo comendo muito pouco. Ele comia muito pouco e lutava contra si mesmo para superar esses desejos perversos que vinham do fundo do seu coração constantemente. Muitos morreram ainda com pecado em seu coração depois de tentarem muito entrar nos Céus tentando vencer esses desejos. Os pecados podem ser apagados por vivermos uma vida ascética? Desejos infames surgem no coração das pessoas, e o ódio brota no coração quando esses desejos infames desaparecem, e a ambição e os maus pensamentos também aparecem. Os pecados surgem a todo o momento desse jeito.
Evitar os pecados a fim de entrar no Céu é como negar um fenômeno natural. Não importa o quanto um pé de caqui diga que não quer dar caqui, um pé de caqui dará caqui o ano todo. Desde a criação do universo, pés de caqui têm produzido caqui e pereiras têm produzido pêra. Se o homem é uma árvore de pecado, ele não pode evitar de produzir o fruto do pecado. E é inútil tentar não fazê-lo não importa o quanto você relute em dar os frutos do pecado. Outras coisas podem ser alcançadas com esforço, mas mesmo que tentemos muito, apagar os pecados não é uma delas.
Se você ainda é um pecador, você deve somente confessar: “Eu não posso mesmo purificar os meus pecados. Eu sou um monte de pecado” e desistir de tentar purificar você mesmo os seus pecados. E você deve buscar o Salvador, pedindo a Ele: “Por favor, salve-me. Eu desisti de tentar me salvar com meus próprios esforços. Deus, salve-me.” Você pode receber gratuitamente a remissão dos seus pecados por causa da obra que Jesus Cristo fez por você. E você pode se tornar um filho de Deus e ir para o Reino dos Céus quando buscar o Salvador que o salvou de todos os seus pecados. Você não precisa meditar encarando uma parede por 10 anos. E não precisa comer pequenas porções de comida. Nós que “fomos escolhidos em Cristo” recebemos a remissão dos nossos pecados pela fé sem fazer nada.
Ninguém pode ser tornar uma pessoa justa por se esforçar arduamente. Muitas religiões dizem às pessoas para se esforçarem para ser transformadas, mas você não pode receber a salvação se esforçando muito dessa forma. Se você ainda é um pecador, você deve saber que você é alguém com muitos pecados que não pode apagar esses pecados por si mesmo, porque você é um paralítico espiritual. Embora você não possa alcançar a salvação por si mesmo, você deve saber que somente o verdadeiro Deus pode salvá-lo de todos os seus pecados e que nós recebemos a salvação através da justiça de Jesus Cristo.
Todavia, é perturbador que haja tantos cristãos tolos nesse mundo. Mesmo hoje, eles apagam as luzes da igreja, chorando e clamando: “Senhor! Senhor! Me perdoe, por favor!” orando por arrependimento murmurando com sons estranhos fazendo com que as pessoas ao seu lado não entendam nada do que dizem mesmo que orem bem alto. Eles murmuram quando fazem orações de arrependimento para que ninguém entenda o que eles estão orando. Você sabe por que as pessoas tentam falar em línguas? O coração de todo o homem é igual, e nós podemos entender o que a outra pessoa está dizendo só de olhar para a sua boca, então as pessoas murmuram “sha-la-la-la sha-la-la-la” com uma pronúncia estranha. Por isso eles desejam falar em línguas para que os outros não consigam entender o que eles estão falando quando fazem isso. Além disso, os demônios os encorajam, dizendo: “Está muito bem! Isso é falar em línguas!” E eles enrolam a língua e fazem sons estranhos que nem mesmo eles entendem, tentando mostrar que eles podem falar em línguas melhor que qualquer um outro. Então os que estão à volta se maravilham, dizendo: “Uau! Ele recebeu o dom de falar em línguas!” Eles fazem isso sem saber que Satanás assim está enganando-as para fazê-las irem para o inferno. Eles falam “shala-shala-shala” apesar de terem pecado em seu coração, porque pensam que essa é a obra do Espírito Santo quando sentem alguma emoção forte ou sensações aparecem em seu corpo. Eles se esforçam tanto assim por toda a sua vida e acabam indo para o inferno.
Meu coração também era muito fervoroso quando eu cria de forma errada durante 10 anos antes de eu verdadeiramente nascer de novo. Meu coração sempre se enchia de calor quando eu ia à igreja. Eu tinha visões e também falava em línguas. Mas eu ainda tinha pecado em meu coração. Minha fé costumava subir e descer de acordo com as minhas emoções porque eu não estava como alguém sem pecado nascido de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Se alguém não recebe a salvação em Cristo, não pode evitar de viver como um escravo do demônio e acabar indo para o inferno, apesar de ir fielmente aos cultos da igreja ou experimentar fortes sensações.
O que o Senhor disse no evangelho de Mateus capítulo 7? Ele disse: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade!’” (Matthew 7:21-23).
 
 
Somente o Paralítico Recebe a Remissão de Pecados
 
Uma pessoa saudável, alguém que tenta cumprir bem a lei de Deus não pode receber a remissão de pecados. Mas alguém que sabe que é fraco e que não pode evitar de cometer pecado diante da presença de Deus e sabe que não pode fazer nada quanto a isso, esse recebe a remissão de pecados ao crer no evangelho da água e do Espírito. A remissão de pecados que o homem recebe de Deus é muito simples. Se você disser: “Deus, eu nada posso fazer. Eu não posso nem mesmo fazer bem qualquer oração de arrependimento e nada há que eu possa fazer bem feito”. Nosso Senhor então dirá: “Eu vim para salvar alguém como você. Eu vim para buscar um pecador pobre de espírito, não uma pessoa justa. É por isso que Eu recebi um corpo humano, vim a este mundo, e passei todos os seus pecados para o Meu corpo através do batismo que recebi de João Batista; e os seus pecados estão incluídos nestes pecados do mundo que foram passados pra Mim. Eu já paguei todo o preço pelos seus pecados na cruz. Eu apaguei todos os seus pecados”. Por isso nós aceitamos isso, cremos nisso de coração e fomos salvos de todos os nossos pecados. Somente alguém que reconhece que é como um paralítico que nada pode fazer é que pode receber a remissão de pecados.
Você é ou não é como um paralítico? Sim, você é como um paralítico. A verdade é essa. Por mais que você tenha boa aparência e cante muito bem, você é como um paralítico. Todos nós éramos paralíticos espirituais porque não podíamos apagar os nossos pecados.
Vamos ler a passagem bíblica de hoje mais uma vez para que eu acabe o meu sermão. Vamos ler a passagem bíblica começando dos versículos 3 ao 5 do capítulo 2 do evangelho de Marcos: “Vieram ter com ele conduzindo um paralítico, trazido por quatro homens e, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o doente. Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados” (Marcos 2:3-5).
Jesus, que é Deus, reuniu o povo e falou com eles sobre o caminho para o Reino dos Céus. Aí então, quatro homens que estavam carregando um paralítico destelharam o teto e desceram-no com sua cama até onde Jesus estava. O paralítico não teria sido curado ou recebido a remissão dos seus pecados se ele não fosse posto ali, pois havia muitas pessoas. Havia tanta gente ali que as pessoas mal podiam se mexer, mas ao invés de desistirem, aqueles quatro homens destelharam o telhado e baixaram o paralítico que queria muito ouvir a Palavra de Jesus.
Que tamanho você acha que era a cama do paralítico? Ela devia ser tão grande quanto as macas que os médicos usam no exército. No entanto, eles destelharam o telhado da casa de outra pessoa porque o paralítico queria muito ser curado da sua terrível doença. Jesus viu a grande fé do paralítico e disse a ele: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Esse é o principal segredo para se receber a remissão de pecados.
Para receber a salvação através da genuína remissão de pecados, primeiro você deve saber o que Deus fez por nós. Você deve desistir de seus esforços e aprender na bíblia como o Senhor o salvou e apagou todos os seus pecados. Você deve olhar no Antigo e no Novo Testamento e entender na Palavra de Deus o que Ele quer dar a você. Se você souber da obra que Deus fez por você, você também receberá a remissão dos seus pecados da mesma forma que aquele paralítico recebeu quando descia do telhado e o Senhor disse a ele: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Você receberá a remissão dos seus pecados quando souber como Deus o salvou, isto é, como Jesus Cristo em forma humana veio a este mundo e apagou todos os pecados do mundo para salvar a você e a mim.
Você deve olhar cuidadosamente a Palavra de Deus e conferirr como Deus apagou os pecados no Antigo Testamento e como Ele cumpriu essa Palavra no Novo Testamento para sempre. Somente então você poderá receber a remissão dos seus pecados. Você pode receber a remissão de pecados, assim como Deus disse ao paralítico: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Você deve verificar como o povo na época do Antigo Testamento recebia a remissão dos pecados e como nós, o povo do tempo do Novo Testamento pode receber a remissão dos nossos pecados.
Jesus disse: “Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8:32). Devemos entender o significado dessa Palavra. Uma pessoa não pode receber a remissão de pecados se não conhecer essa Palavra, não importa como um presbítero, um pastor ou um diácono seja importante. É porque a remissão de pecados não é baseada na situação da vida de ninguém. Por isso, se você ainda é um pecador, deve desistir de seus esforços e se assegurar de como o Senhor o salvou. Você pode ser curado da sua doença do pecado da mesma forma que o paralítico recebeu a remissão de todos os seus pecados, depois se levantou e carregou a cama em que estava deitado quando Jesus disse: “Filho, perdoados estão os teus pecados”.
O Senhor disse ao paralítico: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Naquele dia, os escribas e fariseus deveriam estar sentados ao lado de Jesus. Então eles devem ter ficado irados com Jesus assim que ouviram isso e disseram: “Que tolo arrogante. Quem além de Deus tem o poder para perdoar pecados?”
Jesus Cristo é Deus. Ele era Deus apesar de ter vindo em forma humana para nos salvar. Ele usou somente um ser humano para nos salvar. Ele é o nosso Salvador e o Criador que nos formou. Esse Deus tomou uma forma humana e veio a este mundo para nos salvar. Por isso, foi muito normal Jesus dizer: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Foi normal porque Ele tinha o poder para perdoar pecados. Contudo, os escribas e fariseus ouviram isso e pensaram que Jesus estava “blasfemando” contra Deus, e eles eram “arrogantes” porque não reconheciam Jesus como o Filho de Deus. Jesus sabia disso e disse: “Qual dos dois é mais fácil? Todavia, Eu quero que saibam que o Filho do homem tem o poder para perdoar pecados nesse mundo. Eu vim a este mundo para curar os pecados da sua alma, não para curar a doença do corpo. E Eu curei esta alma. Eu vim para apagar todos os seus pecados”. Em todo o universo Jesus é O único que pode dizer: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). Então, é normal o Senhor dizer: “Filho, perdoados estão os teus pecados”, por isso Jesus Cristo é O único que tem condição de dizer: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Somente Jesus pode apagar os nossos pecados.
Nosso Senhor apagou todos os pecados que as pessoas cometem. Somente o Senhor pode apagar o pecado das pessoas. Queridos irmãos, o Senhor veio a este mundo para nos fazer saber que Ele é o Salvador e que Ele é o Senhor que apagou todos os nossos pecados. E Ele apagou mesmo todos os nossos pecados. Não há ninguém nessa Terra cujos pecados não tenham sido apagados. Você acha que Adolph Hitler tinha pecado ou não? Não, ele não tinha. Ele assassinou 6 milhões de judeus no holocausto. Contudo, Hitler foi para o inferno porque ele não estava interessado em conhecer como Deus o salvou e nem mesmo abriu a bíblia para verificar isso. Não é verdade que Deus apagou os pecados de alguns escolhidos e não apagou de outros. Deus apagou todos os pecados de todos os seres humanos. Por isso, nós que recebemos a remissão dos pecados pela fé, devemos pregar esse verdadeiro evangelho.
Nosso Senhor perguntou aos escribas e fariseus: “Qual é mais fácil, dizer ao paralítico: ‘Estão perdoados os teus pecados,’ ou dizer-lhe: ‘Levanta-te, toma o teu leito, e anda’?” O que você acha que é mais fácil? Seria mais fácil curar a doença de alguém do que perdoar os seus pecados. Quem conhece a Jesus e O aceita, recebe a remissão de pecados. Todavia, receber a remissão dos pecados é mais difícil para as pessoas que não sabem que são paralíticos espirituais e não buscam conhecer a Jesus.
Jesus perdoou os pecados do paralítico e também curou a sua doença física. Como esse paralítico deveria querer ser saudável. Não há nada mais triste do que ser doente ou inválido fisicamente. Contudo, a doença da alma é pior do que a deficiência física. Você sabe o quanto a alma aprisionada deseja receber a remissão dos pecados? Eu quero que vocês cuidem mais da sua alma do que só do seu corpo. Primeiro, a sua alma deve receber de Deus a remissão dos pecados, e segundo, enquanto viver neste mundo, você deve receber de Deus a bênção material. Com relação à ordem de receber as bênçãos de Deus, você primeiro deve receber as bênçãos espirituais em sua alma, para depois então receber as bênçãos materiais em sua vida.
Mas infelizmente muitos cristãos só buscam as bênçãos carnais. Esse não é o verdadeiro cristianismo. Isso é superstição e um pseudo cristianismo. Hoje em dia há tantas pessoas ridículas entre os cristãos. Elas insistem em dizer que ser curado de enfermidade e ficar saudável depois de crer em Jesus é ter as bênçãos celestiais. Acaso isso significa que eles crêem corretamente só porque foram curados de uma doença física, enquanto ainda têm pecado em seu coração? Os cristãos pecadores deveriam saber que crêem em Jesus de forma errada. Crer que está bom ser curado por quem quer que seja, se por um demônio ou pelo verdadeiro Deus, não é a verdadeira fé. Pelo contrário, isso é uma superstição que crê em espíritos malignos. Disse o Senhor: “E conhecereis a verdade”. devemos conhecer esse Deus verdadeiro. Devemos receber a remissão dos nossos pecados compreendendo isso.
Deus deu a remissão de pecados ao paralítico. Amados irmãos, vocês e eu, e toda a humanidade somos todos paralíticos espirituais. Nenhum de nós pode fazer nada para obter a nossa própria salvação. Então, devemos somente abrir a Verdade e conferir o que Deus fez por nós e receber a remissão dos pecados crendo nela. Somente assim poderemos receber a salvação. Devemos admitir diante da presença de Deus que nada podemos fazer. E devemos receber a remissão de pecados confirmando e crendo no que Deus fez por nós.
Vamos reforçar a nossa fé depois de checarmos a palavra de Davi, nosso predecessor da fé. No livro de Salmos capítulo 51 dos versículos 3 ao 4, Davi confessou isso:
“Pois eu conheço as minhas transgressões,
E o meu pecado está sempre diante de mim.
Contra ti, contra ti somente pequei,
E fiz o que é mau diante de teus olhos,
De modo que és justificado quando falas,
E puro quando julgas.”
O que Davi fez? Ele cometeu adultério e também assassinato. Ele cometeu todos os pecados dos Dez Mandamentos. Ele blasfemou contra o nome de Deus, deu falso testemunho, e cometeu um assassinato. Quando alguém viola um dos estatutos da lei, ele viola todos eles (Tiago 2:10).
Como as pessoas oram quando cometem adultério? Os que não nasceram de novo oram chorando e clamando, dizendo: “Deus, perdoe esse pecado. Eu jamais cometerei esse pecado novamente”. Mas como Davi orou? Ele era um homem que tinha recebido a remissão dos seus pecados; ele era um homem de fé segundo o coração de Deus. Depois de cometer esse pecado de adultério e assassinato diante da presença de Deus, Davi confessou-se diante de Deus, dizendo:
“Pois eu conheço as minhas transgressões,
E o meu pecado está sempre diante de mim.
Contra ti, contra ti somente pequei,
E fiz o que é mau diante de teus olhos,
De modo que és justificado quando falas,
E puro quando julgas.”
Isso significa que o julgamento de Deus o inocentou quando Ele julgou Davi como justo. O que Davi estava realmente dizendo era: “Eu irei para o inferno se Deus disser que eu devo ir para o inferno, mas eu receberei a salvação se Deus disser que eu mereço receber a salvação. Tudo será feito segundo o Seu julgamento. A salvação não é algo que eu possa fazer por mim mesmo”.
 
 
O Nosso Julgamento Não Deve Ser o Padrão da Verdade
 
O nosso julgamento não deve ser o padrão da verdade, porque só o julgamento de Deus é a verdade. Somente Deus é a verdade. Somente o julgamento de Deus é puro e somente a Palavra do Senhor é justa. Davi teria ido para o inferno se o Senhor não tivesse apagado todos os seus pecados. Porém, o que o Senhor fez com os pecados de Davi? O Senhor apagou totalmente todos os seus pecados. Davi era uma pessoa fraca que tinha cometido pecado diante da presença de Deus, mas Ele apagou completa e totalmente todos os seus pecados. Jesus Cristo veio a este mundo e apagou até todos os pecados de Davi. Davi já cria antes nessa verdade. Por isso Davi falou de si mesmo e confessou:
“Certamente em iniqüidade fui formado,
E em pecado me concebeu a minha mãe.
Certamente tu amas a verdade no íntimo,
No oculto me fazes conhecer a sabedoria” (Salmos 51:5-6).
Davi não orou dizendo que jamais cometeria pecado novamente se Deus o perdoasse por aquele pecado. Pelo contrário, ele confessou: “Em iniqüidade fui formado e tinha pecado desde que estava no útero da minha mãe e em pecado me concebeu minha mãe. Eu sou alguém que não pode evitar de fazer o mal porque eu sou uma semente do mal que nasci em pecado”.
Devemos ser alguém que conhece a si mesmo dessa maneira e busca a salvação em Deus. Nós recebemos a salvação de Deus e a remissão dos pecados quando reconhecemos que somos paralíticos espirituais e ficamos diante da presença de Deus, analisamos a Palavra de Deus, conhecemos a Verdade e cremos nela de todo o coração.