The New Life Mission

Sermões

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 2-2] (Marcos 2:1-12) Resolva os Pecados do Seu Coração Crendo no Evangelho da Água e do Espírito

(Marcos 2:1-12)
“Alguns dias depois entrou outra vez em Cafarnaum, e soube-se que estava em casa. Logo se ajuntaram tantos, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam, e anunciava-lhes a palavra. Vieram ter com ele conduzindo um paralítico, trazido por quatro homens e, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o telhado onde estava e, fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o doente. Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados. Estavam ali assentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações: Por que profere Este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus? Jesus, conhecendo logo em seu espírito que assim arrazoavam entre si, lhes disse: Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Qual é mais fácil, dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico): A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa. Ele se levantou e, tomando logo o leito, saiu na presença de todos, de sorte que todos se admiraram e glorificaram a Deus, dizendo: ‘Nunca vimos tal coisa.’”
 
 
Antes de lermos a passagem bíblica de hoje eu quero falar para as pessoas que estão aqui pela primeira vez sobre o precioso evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu. Sejam bem-vindos em nome de Jesus Cristo, que é O Cabeça dessa igreja.
Em Efésios capítulo 5 está escrito: “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, a fim de apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível” (Efésios 5:25-27). Isso significa que o Senhor fez nascer de novo a nós que cremos no evangelho da água e do Espírito e nos amou tanto assim. Isso significa que o Senhor então ama, protege e abençoa a Sua igreja. Está escrito: “Vocês maridos e esposas em Cristo! Amem um ao outro assim como Cristo amou a igreja”. Essa é a essência dessa passagem.
Como você pode ver nessa passagem, Deus deu muitas bênçãos tanto materiais como físicas a você e a mim que somos membros da Igreja de Deus. Eu sou profundamente grato a Deus pelo fato de Ele nos amar tanto e abençoar a nós que viemos em Sua igreja regularmente. Deus ama e cuida da humanidade através da Sua igreja. É igual ao amor entre marido e mulher que cuidam um do outro e dão apoio um ao outro sem nenhuma mácula ou ruga. Então hoje através dessa passagem de Efésios, vimos mais uma vez que o nosso Deus verdadeiramente nos garante todas as bênçãos que precisamos tanto no corpo quanto no espírito de maneira abundante através de Sua igreja. Deus abençoou a você e a mim que vivemos em Sua igreja para que possamos pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo e também nos deu tudo o que precisamos para viver neste mundo tanto no corpo quanto no espírito.
Sim, o Senhor nos fez morar na Igreja de Deus e limpou a nossa alma tornando-a sem mácula nem ruga. Deus fez nossa alma nascer de novo e receber a benção preciosa dos Céus ao purificar nossos pecados de uma vez por todas pela água limpa do batismo que o Senhor recebeu. Eu fico imaginando como poderíamos ter nos tornado membros da Igreja de Deus se o Senhor não tivesse nos dado o evangelho da água e do Espírito. Nós que estamos na igreja somos pessoas que receberam o cuidado, o amor e as bênçãos do Senhor. Como poderíamos não crer nas preciosas bênçãos dos Céus para as nossas vidas já que o Senhor com tanta dedicação toma conta de nós através de Sua Palavra e vida. Esse texto de Efésios capítulo 5 fala sobre o relacionamento entre Jesus Cristo e a Igreja de Deus, e não sobre o relacionamento carnal entre marido e esposa. Isso significa que Deus abençoou muito a você e a mim através de Sua igreja. Temos que tornar em santos que crêem no amor e nas bênçãos do Senhor derramadas sobre nós e ainda dar graças por elas. Vamos louvar ao Senhor novamente por ter nos dado o evangelho da água e do Espírito e nos permitir pregar esse evangelho por todo o mundo.
Durante a era da Igreja Primitiva quando o apóstolo Pedro pregava, muitas pessoas, cerca de três mil pessoas por dia, se arrependiam e eram batizadas como prova de terem nascido de novo. Esse foi o tempo da primeira descida do Espírito Santo. Eu creio que esse tempo de bênçãos se manifestará da mesma forma nos dias que estamos vivendo agora. Esse tempo é mesmo o dos últimos dias, isto é, o tempo da segunda descida. Eu estou dizendo que esse é o tempo em que o evangelho da água e do Espírito se manifestará totalmente e as bênçãos do Espírito Santo serão abundantes. A obra do Espírito Santo se refere à obra do evangelho da água e do Espírito que estamos pregando agora. Você e eu devemos sempre entender isso claramente. Eu estou dizendo que a incrível manifestação da bênção de Deus durante a era da Igreja Primitiva está se repetindo da mesma forma hoje através do evangelho da água e do Espírito.
Os livros do evangelho da água e do Espírito estão libertando muitos que vivem neste mundo e não estão sendo enviados por nós e simplesmente sumindo. Muitas pessoas passam nossos livros adiante, e outros também recebem a salvação ao entender e crer no evangelho da água e do Espírito. Assim, muitos que encontraram nossos livros receberam a purificação dos seus pecados ao crer no evangelho da água e do Espírito e se tornaram perfeitos filhos de Deus. Eu não posso deixar de agradecer a Deus quando eu leio os testemunhos de salvação enviados de todas as partes do mundo. Eu dou cada vez mais graças a Deus porque Ele tem suprido todas as necessidades da Igreja de Deus que serve ao evangelho da água e do Espírito. Você também é grato a Deus?
É uma preciosa bênção que o Senhor nos deu, Ele usar todos nós em Sua justa obra, isto é, a obra de pregar o evangelho da água e do Espírito nesse final dos tempos. Vamos pensar sobre isso mais uma vez. Quantas bênçãos Deus nos deu até agora enquanto estamos fazemos encontros de avivamento, ministramos em Sua igreja, e publicamos livros sobre o evangelho da água e do Espírito? Nosso Senhor não teria se agradado ou derramado bênçãos sobre nós se a obra que fizemos não fosse a obra de servir e pregar o evangelho da água e do Espírito.
Vamos supor que um determinado pastor para começar uma igreja tenha dado muito dinheiro às pessoas para criar o seu ministério e construído uma igreja com cerca de 12.000 metros quadrados. Já que ele fundou a igreja e a fez crescer construindo um templo tão grande, as pessoas o honrariam como o pastor mais bem sucedido. Contudo, você e eu não pensamos assim. Se nós tivéssemos que obrigar os membros dessa igreja a pedir um empréstimo junto ao banco para construir esse imenso templo para a igreja que custa aproximadamente 5 milhões de dólares, Deus realmente ficaria feliz com essa obra? Deus derramaria bênçãos sobre os santos que adorassem nesse lugar? Só porque eles levaram 50.000 pessoas para sua igreja e aumentaram o número de pessoas dela, porém não pregaram o evangelho da água e do Espírito, esse é um ministério bem sucedido? Não, não é. Sob o ponto de vista de Deus, esse é um ministério fracassado. Deus não se agrada nem um pouco desse ministério.
Na verdade, nós não podemos ir pessoalmente a todas as pessoas do mundo porque nos falta força física e condições para isso. Mas em breve nós poderemos pregar o evangelho de Deus para todos, já que aprontamos os livros impressos e os livros virtuais do evangelho da água e do Espírito para pregar para eles. Eu dou graças pelo fato de Deus ter nos dado essas bênçãos espirituais para nos ajudar a pregar continuamente o evangelho do Senhor dessa maneira. E mais do que tudo, eu sou profundamente grato a Deus pelo fato de termos a Sua igreja e fiéis colaboradores que estão fazendo a obra de Deus junto a nós.
Eu posso ver muitos rostos novos aqui hoje e sinceramente quero que todos vocês que estão aqui pela primeira vez ouçam a verdadeira Palavra de Deus e verdadeiramente a aceitem e venham a conhecer o Senhor que veio pela água e pelo Espírito. Eu quero sinceramente que vocês aceitem pela fé o evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu e recebam a remissão dos seus pecados e creiam nele com todo o seu coração. A única maneira de você e eu que nascemos de novo nesse final dos tempos alcançarmos uma vida bem sucedida é encontrar o evangelho da água e do Espírito através da Palavra da vida e crer nela com todo o nosso coração.
Aqueles que encontraram o evangelho da água e do Espírito e creram nele nesses últimos dias são pessoas verdadeiramente bem sucedidas espiritualmente. Não importa o quanto alguém conheça sobre as doutrinas do cristianismo, isso é inútil. É o mesmo que alguém usar um cordão com uma cruz e for sempre aos cultos da igreja. Isso é tudo uma fé inútil se eles crerem no Senhor sem o conhecimento da verdade do evangelho da água e do Espírito, o que verdadeiramente traz a remissão dos pecados do seu coração.
 
 
Os Cristãos que Dizem que Receberam a Salvação mas Têm Uma Falsa Salvação
 
Há muitos freqüentadores de igreja que falam do cristianismo como uma das muitas religiões desse mundo sem conhecer o evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu. Uma ‘religião’ está longe da verdadeira fé. A religião é algo feito por homens; o ser humano por si próprio crê nessas religiões feitas por homem e as descartam se elas não mais o satisfazem. É disso que trata a religião. Podemos encontrar muitas dessas religiões nesse mundo.
O que incomoda é que a maioria dos cristãos de hoje tem essa fé errada. Os que encontram o Senhor através dessa fé religiosa ao invés da verdadeira fé pensam que receberam a salvação. Como o caso de uma gravidez imaginária, muitos cristãos hoje crêem que receberam a salvação apesar de não terem recebido de verdade a salvação de Deus. Como você sabe muito bem, não somente os humanos, mas também os animais podem ter uma falsa gravidez. É claro que o homem não pode ter uma gravidez imaginária mesmo que queira, mas existem casos em que algumas mulheres têm uma falsa gravidez porque todas as mulheres têm um instinto natural de ter seu próprio filho. Incrivelmente, quando uma mulher tem uma gravidez imaginária ela começa a passar mal de manhã. Ela também sente náusea e vômito e seus seios aumentam como se ela estivesse mesmo grávida. Uma mulher que tem uma gravidez imaginária é enganada porque ela passa pelos mesmos sintomas que uma mulher que está grávida de verdade passa. Mas qual é a realidade disso? Ela não tem um bebê em seu ventre. Embora ela pense que realmente tem um bebê e também sinta os sinais de vida do feto, e ainda sinta todos os sintomas que uma mulher grávida sente, quando ela faz um ultrasom para ver se a gravidez é real ou não, ela descobre que nunca houve um bebê dentro dela.
Há muitos cristãos hoje que tem uma falsa gravidez em questão de salvação. Então quantas pessoas você acha que crêem que receberam a salvação de Deus apesar de não a terem recebido ainda e estão somente passando por uma falsa gravidez da salvação? Eu pessoalmente acho que seria impossível contar, pois são muitas. Na minha mocidade, todos os membros da minha família costumavam crer no Budismo, mas eu fiquei doente e isso me levou a encontrar Jesus. Mas antes eu era como alguém que tinha uma falsa gravidez durante todos os dez anos em que cri em Jesus. Eu tive esse tipo de fé por dez anos, dizendo: “Jesus me escolheu antes da fundação do mundo e me encontrou no tempo certo. Ele antes de me encontrar me mostrou as visões, milagres e maravilhas. Além disso, Jesus responde as minhas orações quando eu oro a Ele. Então Jesus é mesmo o meu Salvador”.
Naquela época eu realmente pensava que tinha encontrado o Jesus da verdade. Não importava o que as pessoas diziam, durante aqueles dias, mesmo se alguém ameaçasse me matar com uma faca, eu tinha muita fé em Jesus como meu Salvador e nunca neguei essa fé. Eu era tão grato pelo sangue que o Senhor derramou na cruz, se sacrificando, padecendo e recebendo o julgamento pelos meus pecados. Eu estava verdadeiramente com o coração cheio de ação de graças e derramava lágrimas quando pensava nesse sangue da cruz. Por isso eu nem queria me casar. O casamento carnal parecia tão insignificante diante da presença de Deus, e por isso não havia nenhuma razão em particular para eu me casar. Eu amava e adorava a Jesus tanto assim.
Mas eu comecei a ver um grande obstáculo na minha fé. Eu ainda tinha pecado em meu coração apesar de crer em Jesus de forma profunda durante um bom tempo. Eu tentei resolver o problema dos meus pecados purificando-os através das minhas orações de arrependimento e também por crer e depender do precioso sangue de Jesus, mas a verdade é que eu ainda tinha pecado em meu coração. Naquele tempo, eu estudava a teologia do Calvinismo e também conhecia as doutrinas do Cristianismo de forma profissional. Eu também cria firmemente na doutrina da santificação. Mas contrário a essa doutrina, eu ainda tinha pecado. Apesar de dizer que eu cria em Jesus e estudava teologia, eu ainda era um completo pecador.
Logo após crer em Jesus como meu Salvador, a alegria inundou o meu coração como um rio, mas o coração que estava cheio de alegria aos poucos foi secando ao longo de 5, 6 e 10 anos. Quanto mais o tempo passava, mais pecador eu me tornava e pude ver eu me tornar um fariseu espiritual, adorando inconscientemente no culto de maneira formal. Eu devo ser honesto e confessar que levar minha vida espiritual ficou muito difícil então. Contudo, mesmo em meio a esse sofrimento, eu não podia de forma alguma negar o fato de Jesus ter me salvado pela cruz. Eu não podia negar a salvação do Senhor, mas eu pensava que o meu problema era devido à minha fraqueza diante da presença dEle. Assim, eu cri em Jesus mais fervorosamente. Com mais dedicação eu fazia minhas orações de arrependimento, jejuava muito, e pregava com afinco o evangelho (apesar de não ser o verdadeiro evangelho), era um voluntário fiel para fazer muitas coisas, e servia ao Senhor fielmente.
Queridos irmãos, o que vocês acham que aconteceu comigo depois disso? Os pecados do meu coração não sumiram apesar de eu crer no Senhor com todas as minhas forças. Na minha mente eu pensava que tinha recebido a salvação do Senhor como uma mulher que tem uma gravidez imaginária. Eu pensava: “Eu serei consagrado como pastor quando me formar no seminário e ensinarei as Escrituras aos crentes, mas o que eu faço agora já que eu tenho pecado em meu coração? Como eu posso ensinar as palavras da bíblia para alguém se eu ainda sou um pecador diante da presença de Deus? O que eu faço com a minha alma?” Eu me ajoelhei e orei ao Senhor: “Senhor, eu tenho que sair pelo mundo para pregar, mas eu ainda tenho pecados em meu coração. Eu creio que Você me salvou do pecado e me escolheu. Porém, é mesmo verdade que Você me escolheu como um servo Seu?” Eu perguntei isso a Deus. “Deus, Você me chamou mesmo como um dos Seus servos? Ou eu simplesmente chamei a mim mesmo como Seu servo e quero sair para fazer a Sua obra?” Eu orei assim e sinceramente perguntei isso a Deus.
Então eu me lembrei da palavra no livro de Salmos que diz:
“Se o Senhor não edificar a casa
Em vão trabalham os que a edificam
Se o Senhor não guardar a cidade
Em vão vigia a sentinela” (Salmos 127:1). Como eu estava perguntando e respondendo por mim mesmo antes de ver a palavra no livro de Salmos, eu pude ouvir a voz dentro de mim, dizendo: “Você não está tentando fazer a obra por si mesmo embora Deus não tenha te chamado como Seu servo? Você não está fazendo isso de acordo com seus próprios desejos? E por fim, você não está tentando fazer da obra um meio de vida?”
Eu estava mesmo angustiado. Naquele tempo, eu não tinha nada que pudesse fazer no mundo e a única coisa que eu tinha estudado era teologia, e eu pensei que deveria parar com tudo e servir a Deus somente com coisas materiais se Ele não tivesse mesmo me chamado como um pastor. Mesmo assim, eu continuei no seminário com a decisão de terminar pelo menos o que eu estava estudando, mas minha alma se tornou ainda mais angustiada com o passar do tempo. A coisa mais angustiante foi que eu ainda tinha pecados em meu coração. Quando eu tentava orar ao Senhor, eu ficava muito angustiado por causa desses pecados. Eu sofria mais e mais em agonia ao passo que eu tentava fazer com que esses pecados fossem totalmente apagados e se tornassem alvos como a neve. Durante cinco anos eu fiz orações de arrependimento ao Senhor dessa forma, mas meus pecados nunca eram completamente apagados. Os pecados do meu coração continuavam da mesma maneira apesar de eu orar, pregar o evangelho e fazer a obra do Senhor para tentar me libertar desses pecados.
Por que eu ainda tinha pecados em meu coração se eu realmente cria em Jesus? No começo quando eu cri em Jesus, os pecados pareciam ter sido purificados e ficado alvos como a neve, mas por que esses pecados imundos permaneciam intactos no meu coração? Eu ainda não conseguia encontrar a resposta para essa pergunta. Por isso eu comecei a ter o desejo sincero em meu coração de parar com o pastorado e tudo o mais, e só desejava me tornar um ser limpo e servir ao Senhor com um coração puro, independente da posição que eu tivesse em alguma igreja.
Assim, eu orei sinceramente a Deus com esse desejo no meu coração. Com esse desejo, eu li a Palavra de Deus vez após outra. Na verdade, eu pensava que tinha entendido a maior parte da bíblia quando a li pela primeira vez. Mas depois de ler a bíblia por dez anos, desejando que todos os meus pecados fossem purificados, eu percebi que havia muitas coisas que eu realmente não sabia. E li claramente essa palavra e agradecia a Deus, louvava e até derramava lágrimas, mas eu entendia cada vez menos o significado dela, comparado ao que eu tinha lido há muito tempo atrás. Então eu orava a Deus novamente: “Senhor Deus, eu não conheço a Sua Palavra que é manifesta na bíblia. Eu pensava que sabia tudo sobre a Palavra de Deus, mas agora eu me tornei em alguém que não sabe nada. Eu só poderei pregar se ler um comentário ou um livro de sermões já que eu estou assim. É claro que eu posso pregar assim. Mas que tipo de sermão seria? Alguns dizem que receberam graça depois de ouvir esse sermão. Contudo, a coisa mais importante é que primeiramente eu devo entender a Palavra de Deus”.
Amados irmãos, vocês conseguem entender a situação na qual eu estava? Era a seguinte: antes de ir para o seminário, eu li o evangelho de João capítulo 1 versículo 29 que diz: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” E eu entendi e cri exatamente no que estava escrito. Todavia, depois de ir para o seminário teológico e começar a aprender as várias doutrinas cristãs, eu interpretava esse texto segundo os dogmas das doutrinas cristãs que eu tinha aprendido. E como resultado disso eu passei a interpretar assim: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado original desse mundo!” Está escrito “o pecado do mundo”, mas eu tinha mudado e lido como “o pecado original”. Tudo isso porque eu tinha pecado em meu coração naquele tempo. Eu comecei até a ler a bíblia assim naquela época já que os pecados não eram apagados não importasse quantas orações de arrependimento eu fizesse.
E naquela época eu queria entender de novo a Palavra, a básica Palavra da vida que Deus nos falou, não as doutrinas cristãs que eu tinha aprendido no seminário. Contudo, mesmo isso foi impossível, pois eu tinha pecados em meu coração. Mas quanto mais eu lia menos eu conseguia entender. Finalmente, eu cheguei ao fim da estrada sem ter lugar para onde ir, então eu orei a Deus desesperadamente: “Deus, eu não consigo compreender essas Escrituras. Eu não entendo nada. Por favor, abra meus olhos para que eu possa entender as Escrituras”. Depois disso, eu me lembrei da Palavra de Deus no livro de Levítico no Antigo Testamento. Eu pensei: “Deus falou que os pecados das pessoas eram passados para a oferta de sacrifício pela imposição de mãos sobre ela. Deus disse que os pecados eram expiados uma vez que eles matassem o animal, colocassem o sangue nos chifres de oferta queimada e pusessem o resto dele no chão. Então, onde está a ligação disso no Novo Testamento?” Então e comecei a procurar por isso na bíblia. Eu procurei na bíblia tendo a certeza de que se Deus dissesse isso no Antigo Testamento, certamente isto estaria relacionado com os pecados do mundo que foram expiados exatamente como diz no Novo Testamento.
Entretanto, não foi fácil para mim encontrar uma palavra que provasse que o ritual de imposição do Antigo Testamento também foi realizado da mesma forma no Novo Testamento. Eu costumava interpretar a Palavra de Deus de acordo com as doutrinas teológicas, porque eu estudei teologia por muito tempo. Eu usava os comentários teológicos da Palavra de Deus mais do que a própria Palavra, embora eu quisesse esquecer completamente todo tipo de interpretações e entender somente a pura e verdadeira Palavra de Deus por ela mesma.
Aí então, depois de muito tentar, o Senhor finalmente me deu um entendimento tremendo. O Senhor me fez entender o evangelho da água e do Espírito através da Palavra no Antigo e no Novo Testamento. Através da Palavra da verdade, o Senhor apagou todos os pecados do meu coração que me angustiavam até então. O Senhor me ensinou o evangelho da água e do Espírito, e é por isso que eu posso estar aqui agora pregando a perfeita Palavra de Deus para vocês. Eu sou grato ao Senhor que me deu essas grandes bênçãos. Eu sou grato ao Senhor por ter me libertado dessa gravidez imaginária e ter me dado a verdadeira remissão de pecados e a salvação.
 
 
“Filho, Perdoados Estão os Teus Pecados”
 
Na passagem bíblica de hoje vemos quatro homens indo por entre uma multidão que estava reunida próxima a casa onde Jesus estava, tentando chegar até Ele com o único objetivo de curar um paralítico. Quando eles não conseguiram ir mais adiante por causa do grande número de pessoas, eles subiram no telhado daquela casa onde Jesus estava, o destelharam e baixaram o paralítico diante da presença de Jesus. Jesus vendo então a fé tão dedicada do paralítico e das pessoas que o trouxeram, disse: “Filho, perdoados estão os teus pecados”.
É claro que depois que eu cri no evangelho da água e do Espírito, minha fé assimilou essa Palavra da maneira como está escrita, porque antes de eu conhecer esse genuíno evangelho eu não conseguia entender o significado dela. Então, eu orei outras vezes a Deus naquele tempo para me dar o entendimento correto da Palavra de Deus. E finalmente, Deus que me ama e tem misericórdia de mim, respondeu minhas orações e me encontrou através do evangelho da água e do Espírito. Antes, eu conseguia entender até um certo ponto da Palavra que estava escrita em um determinado capítulo e versículo no Antigo e no Novo Testamento, mas não conseguia compreender o que Deus realmente estava dizendo em Sua Palavra. Mas logo eu comecei a entender toda a Palavra de Deus pela fé em meu coração depois de aceitar ao Senhor que veio devidamente da água e do Espírito.
Eu li a Palavra no evangelho de Mateus 3; ela relata o que o Senhor falou para João Batista enquanto recebia o batismo dele, e diz: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça. Então João consentiu. Assim que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Nesse instante abriram-se-lhe os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e pousando sobre Ele” (Mateus 3:15-16). Eu estava atento quando li essa Palavra, e pensei: “Aha! Foi assim que os pecados foram apagados! Essa foi a Palavra que cumpriu as profecias do Antigo Testamento”. Então, eu só me sentei por cerca de 30 minutos sem pensar em nada. Eu estava como um pequeno buraco no céu de uma noite escura e uma luz brilhante furando esse pequeno buraco. Eu senti como se algumas ondas serenas passassem pelo meu coração como o trajeto de uma pequena pedra lançada sobre a superfície de um lago calmo causando ondas e as propagando.
Eu pensei: “Ah! Isso é verdade. Jesus tomou todos os nossos pecados sobre Si ao receber o batismo de João Batista. Ele podia levar todos os pecados do mundo à cruz e morrer nela por causa desse batismo. Ele se tornou o Salvador para todos nós ao ressuscitar dos mortos depois de morrer na cruz. Impor as mãos sobre a oferta de sacrifício e transferir os pecados do povo para a oferta, tomar o sangue do animal e colocá-lo nos chifres do altar de oferta queimada e da Arca no Antigo Testamento, foi a mesma profecia sobre o batismo do Senhor. Jesus receber o batismo de João Batista, o representante da humanidade, no Novo Testamento foi o mesmo ritual de imposição de mãos do Antigo Testamento”. Como eu tive esse entendimento, eu pude encontrar o Senhor da maneira mais certa. Depois de encontrar o Senhor que veio pelo evangelho da água e do Espírito, eu finalmente recebi a remissão dos meus pecados que eu tanto desejava.
Então os questionamentos que estavam todos emaranhados como um espaguete dentro do meu coração se desenrolaram e eu comecei a entender toda a Palavra, começando do livro de Gênesis até o livro de Apocalipse. A brilhante luz da salvação chegou ao meu coração que estava tão sóbrio e triste até então. Um fio de luz penetrou em meu coração e não uma grande luz como uma explosão nuclear. Esse é o tipo de luz que fica no quarto logo depois que as lâmpadas são apagadas. Essa luz iluminou o meu coração. Essa luz estava falando comigo assim: “A expiação dos pecados no Antigo Testamento foi cumprida no Novo Testamento dessa maneira quando Jesus recebeu o batismo de João Batista. O Senhor me salvou pelo evangelho da água e do Espírito. Ele de forma perfeita também salvou a todos dos seus pecados.”
Eu pude ver claramente meu antigo eu depois de me encontrar com o Senhor através do evangelho da água e do Espírito. Eu pude perceber que eu que não conhecia o evangelho da água e do Espírito, tinha uma gravidez imaginária com relação à salvação. Porém, quando olhei em volta, eu vi que havia muitas pessoas com uma gravidez imaginária igual a mim com relação à salvação. Havia muitos cristãos que não tinham realmente recebido a salvação apesar de crerem em Jesus. Depois de receber a remissão dos meus pecados pelo evangelho da água e do Espírito, eu comecei a me preocupar com aqueles que tinham uma fé errada sobre Jesus.
A concepção de que alguém deve receber a purificação dos pecados pessoais que cometeu a cada dia apesar de já ter recebido a remissão do pecado original, é uma gravidez imaginária. A maioria dos cristãos diz que recebeu a salvação, que vai para o Céu e que são povo de Deus e que podem chamar Deus de Pai apesar de ainda terem pecado. Isso não é nada além de uma gravidez imaginária. Eles crêem que receberam a salvação apesar de não terem recebido a verdadeira salvação. Eles podem receber a verdadeira e eterna salvação se conhecerem e crerem no evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu, e foi muito frustrante para mim ver que eles ainda não sabem disso.
E então eu decidi procurar na literatura cristã a fim de começar a pregar o evangelho da água e do Espírito para aqueles que não receberam a remissão dos seus pecados. Eu queria encontrar a resposta para questões como: “Como nascemos de novo pelo evangelho da água e do Espírito? Como os teólogos interpretam o evangelho da água e do Espírito? E o que eles dizem sobre isso?” Logo eu comecei a separar muitos comentários, livros de sermão, e dissertações escritas por teólogos. Eu vi que eles diziam crer em Jesus até agora com esse pensamento errado e absurdo. Eu passei a perceber que muitos teólogos nunca conheceram mesmo o evangelho da água e do Espírito, embora pudessem testemunhar com confiança sobre a salvação se eles cressem nesse verdadeiro evangelho da maneira como ele se apresenta na bíblia. Eu estava tão frustrado, mas decidi procurar mais literatura cristã, já que até aquele momento eu não tinha muita convicção desse evangelho, porque o meu conhecimento ainda era pequeno. Então eu decidi ler muitos livros sobre as pessoas famosas desse mundo.
Parecia que meus pensamentos estavam corretos. Eu voltei ao período da reforma religiosa para procurar pelo que os reformadores religiosos disseram naquele tempo, mas não havia menção alguma sobre o evangelho da água e do Espírito em seus livros teológicos, seus livros de sermão, seus comentários ou quaisquer outras coisas. Essa era mesmo a verdade, apesar de Deus ter falado claramente sobre o evangelho da água e do Espírito nas Escrituras e apesar de Jesus e os apóstolos da Igreja Primitiva crerem nesse evangelho e pregarem o batismo de Jesus junto com o sangue da cruz.
Como pode não existir alguém que conheça esse evangelho da água e do Espírito do qual o Senhor falou claramente nas Escrituras? Como isso pode ser possível? Embora eu estivesse muito feliz por ter encontrado de verdade o Senhor através da bíblia, a pressão por causa dessa situação irônica era imensa. Mas apesar disso, minha fé no evangelho da água e do Espírito era total. Os pecados que estavam em meu coração foram apagados e ficaram alvos como a neve enquanto eu lia o evangelho de Mateus capítulo 3. Todos devem nascer de novo através dessa Palavra de Deus, isto é, por crer no evangelho da água e do Espírito de coração, assim como o apóstolo Pedro disse que se nasce de novo pela Palavra de Deus, não pelo ouro ou prata. A única forma dos que vivem neste mundo nascerem de novo é crendo no evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu. Eu estou dizendo que a pessoa nasce de novo pela fé ao crer na viva Palavra de Deus, não por falar em línguas enquanto ora ou ofertar toda a riqueza material que possui a Deus. O resultado é o mesmo não importa o quanto alguém creia fervorosamente em Jesus e nem o quanto ele creia no sangue da cruz. Ninguém pode receber a salvação ou nascer de novo se tiver pecado em seu coração, não importa o que faça nem que meios use.
Pergunte aos cristãos de hoje se eles não têm pecado em seu coração. Quando perguntamos a eles: “Como você crê em Jesus como seu Salvador? Diga-me no que você crê”, eles nunca dirão que nasceram de novo pelo evangelho da água e do Espírito como está escrito no Antigo e no Novo Testamento. Por causa disso eles não nasceram realmente de novo. Eles estão somente levando uma vida religiosa em uma igreja cristã. Eles são meros pecadores que, equivocados, pensam que receberam a salvação, como uma mulher que passa por uma falsa gravidez.
Essas pessoas ficam à vontade quando estão no meio de muitos cristãos pecadores, mas acabam vendo sua real natureza quando se deparam consigo mesmos e olham para dentro do seu coração. Elas duvidam de sua fé pensando assim: “Eu estou mesmo em Cristo ou não?” E depois elas percebem que estão sozinhas na imensidão sem Cristo e que estavam simplesmente se apoiando em Cristo. Uma pessoa pode ter essa consciência se for honesta perante Deus.
Existem muitos cristãos que não têm certeza de que irão para o Reino dos Céus porque ainda têm pecado em seu coração. Eles ainda têm pecado em seu coração porque não conhecem o evangelho da água e do Espírito que o Senhor realizou. Não importa o quanto um cristão creia no Senhor, os pecados do seu coração não podem ser apagados se ele não conhecer o evangelho da água e do Espírito, e o resultado disso é que esses cristãos pecadores não podem entrar pelas portas do Reino dos Céus. Alguns deles dizem que nasceram de novo, mas eles não sabem dizer claramente como eles nasceram de novo porque eles não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Eles simplesmente dizem que nasceram de novo enquanto crêem com toda dedicação, falando igual a todos os falsos mestres cristãos. Mas isso não é nascer de novo de verdade.
Recentemente nós tivemos encontros de avivamento em todas as nossas igrejas com o tema: “Vamos Obter a Certificação para Receber as Bênçãos Celestiais”. Existem tantas pessoas com essa fé errada que nós tivemos que fazer encontros de avivamento com esse tema. Obter essa certificação significa ter a fé correta, isto é, passar no teste da fé e receber a remissão dos pecados. Mesmo hoje os cristãos pecadores devem ler essa palavra e professar sua fé com o correto entendimento de como nascer de novo, já que Deus deu esse evangelho da água e do Espírito a toda a humanidade. O Senhor então ouvirá sua confissão de fé e decidirá o seu futuro. Se o Senhor disser que a pessoa passou no teste, ela passará, mas ela fracassará se o Senhor assim o disser, não importa quem ela seja.
Se você ainda tem pecado em seu coração, você deve obter a certificação da salvação que o liberta de todos os seus pecados pelo nome do Senhor. Você não será aprovado para ir para o Reino de Deus se não conseguir obter essa certificação do recebimento da salvação dos seus pecados, mesmo crendo em Jesus nessa terra. Se nós não recebermos a salvação nesse mundo, não iremos recebê-la também no Reino dos Céus. Essa é a verdade absoluta.
Você deve ouvir atentamente a palavra sobre o evangelho da água e do Espírito que o Senhor deu, se quiser obter a certificação da salvação que dá a remissão de todos os seus pecados. Você só pode receber a salvação dessa maneira; então você deve prestar bastante atenção na palavra da verdade, que é o evangelho da água e do Espírito e confirmá-la em seu coração. Contudo, não importa o quanto você oferte para a igreja, pois será um desperdício de dinheiro se você não atentar para o evangelho da água e do Espírito e simplesmente ignorá-lo. Qualquer fé que não conhece o evangelho da água e do Espírito é uma fé inútil.
Nós não queremos essas ofertas. Não traga um envelope de dinheiro e deixe no púlpito da nossa igreja enquanto estivermos em um encontro de avivamento que prega o evangelho da água e do Espírito. Você não está vindo a esse encontro para ofertar seu dinheiro. O pastor que está ministrando aqui não gosta de receber dinheiro. Mas você pode estar certo que os falsos pastores falarão sempre sobre dinheiro. A teoria deles é a seguinte: “Você pode receber bênçãos tanto físicas quanto espirituais se crer em Jesus. Você deve atentamente ouvir os ensinamentos da igreja e ofertar o seu dinheiro se quiser receber as bênçãos desse Deus”. Assim, eles são como os crentes que ofertam muito dinheiro. Eles ignoram mesmo aqueles que não ofertam dinheiro em seus encontros de avivamento. Em pensamento eles ridicularizam essas pessoas, pensando: “Como você pode vir diante de Deus com as mãos vazias, enquanto quer receber bênçãos materiais dEle?” Você pode imaginar o quanto eles gostam de dinheiro, já que alguns deles conseguem saber quanto há dentro do envelope só de tocá-lo, igual a um banqueiro perito.
Um tempo atrás eu estava vendo um programa de TV cristão, e um pastor que parecia com um pregador leigo avivado estava pregando sobre as milhares ofertas queimadas de Salomão. Durante aquela transmissão, muitas pessoas foram ofertar a Deus um envelope de dinheiro como se fosse as milhares ofertar queimadas de Salomão. O pregador disse: “O povo do Antigo Testamento trazia e ofertava um bode ou uma ovelha a Deus. Você deve ofertar hoje em dinheiro o equivalente a isso como eles faziam, mas existem algumas pessoas que querem receber as bênçãos de Deus ofertando somente uma nota de mil won (o equivalente a um dólar)”. E por acaso ele pegou um dos muitos envelopes que estavam à sua frente e pegou o dinheiro que estava dentro dele e realmente era uma nota de mil won.
Eu fiquei com o rosto vermelho quando vi esse pregador na TV. Sendo um pregador como ele, eu fiquei muito envergonhado. Em que tipo de situação difícil a pessoa que ofertou somente mil won deveria estar para ofertar essa quantia tão irrisória? A pessoa que ofertou mil won poderia ser uma avó. Vamos supor que ela tenha guardado a pensão que recebe de vez em quando de seu filho e tenha dado mil won aqui e ali para os seus netos quando viam lhe visitar e só lhe tenha restado mil won. Se ela ofertou todo o dinheiro que lhe sobrou para Deus, então aquele dinheiro é mais precioso do que cem mil dólares.
Ele disse: “É errado querer ver a manifestação de Deus e esperar receber as Suas bênçãos quando você só oferta mil won como parte das milhares ofertas queimadas” Eu quero dizer isso àquele pregador: “Que tipo de pregador é você? Há muitos desabrigados nesse mundo. Agora mesmo há muitas pessoas preocupadas com o que irão almoçar e jantar hoje! Por favor, não meça a fé com dinheiro”.
Já que entrei nesse assunto, deixe-me ir adiante. Você acha que Deus ficou mesmo feliz porque Salomão ofertou essas milhares de ofertas queimadas? Deus ama tanto assim receber ofertas? Não, não ama. Então por que o pregador está falando sobre milhares de ofertas queimadas hoje em dia e obrigando as pessoas a ofertarem dinheiro, quando o próprio Deus não faz isso? A pessoa não recebe a salvação somente por ofertar coisas valiosas ao Senhor, nem mesmo oferecendo milhares de ofertas queimadas.
Muitos cristãos pecadores têm uma gravidez imaginária em sua própria mente porque não conhecem a verdade da salvação, mas crêem no seguinte: “Eu recebi a salvação dos meus pecados porque fui predestinado por Deus para isso. Eu, no entanto, irei para o Reino dos Céus. Eu sou uma pessoa de Deus. Deus é o meu Pastor e eu creio que Ele me protegerá, me guiará, e continuará fazendo isso no futuro como Ele tem feito até agora”, Mas quando estão sozinhos acabam se sentindo solitários. E se sentem assim porque Deus não está dentro daqueles que crêem segundo seus próprios pensamentos e não nesse genuíno evangelho da água e do Espírito. Apesar de louvarem: “Eu não estou sozinho neste mundo porque Jesus está morando em meu coração”, eles declaram que não estão sozinhos, mas a verdade é que eles estão mesmo sozinhos porque não têm Jesus Cristo, mas somente o pecado. Esses cristãos devem ouvir o evangelho da água e do Espírito do qual o Senhor falou e crer nele também. Se eles fizerem isso, então todos os seus pecados desaparecerão de uma vez por todas através desse evangelho e eles receberão a genuína salvação do Senhor e o verdadeiro descanso em seus corações. Queridos irmãos, vocês me entendem?
Eu acho que nós ficamos na introdução por muito tempo hoje. De agora em diante, vou me concentrar na passagem bíblica de hoje.
 
 
A Palavra que o Senhor Falou ao Paralítico
 
Eu disse há poucos minutos atrás que a passagem bíblica de hoje descreve algumas pessoas trazendo um paralítico até Jesus que só tinha mesmo a sua fé em meio a uma situação tão difícil. Jesus viu a sua grande fé e disse ao paralítico: “Filho, perdoados estão os teus pecados”.
Mas os fariseus que estavam sempre à volta de Jesus criticaram-No, dizendo: “Por que profere Este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?” Naquele tempo, os fariseus eram o povo religioso que cria em Deus Jeová como o seu Deus. Sob a perspectiva do Antigo Testamento, eles eram o povo que cria fielmente em Deus. Contudo, eles não só não sabiam que Jesus era o Filho de Deus, mas também não demonstravam gostar nem um pouco do Seu ministério. Por isso eles apareciam quando Jesus estava ministrando para interferir e perseguir a Jesus.
Esses fariseus criticaram a Jesus que perdoou os pecados do paralítico, dizendo: “Por que profere Este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?” Eles pensaram que Jesus era arrogante por perdoar os pecados de alguém, já que eles não sabiam que Jesus era o próprio Deus. Os fariseus que pensavam assim arrazoavam entre si. Eles trocavam palavras sarcásticas criticando Jesus, dizendo: “Ele é tão ridículo, não é? Ele diz que é Deus”. “Eu ouvi algo muito chocante hoje. Eu ouvi Jesus dizer algo que só Deus pode dizer. Ele disse a um paralítico: “Filho, perdoados estão os teus pecados’”.
E Jesus conhecendo os pensamentos dos fariseus que falavam entre si, disse: “Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Vocês estão falando entre si porque estão tristes por Eu ter dito: “Filho, perdoados estão os teus pecados?” E continuou dizendo: “Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Qual é mais fácil, dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda?” É claro que eles não puderam prontamente responder a essa pergunta ou não tinham o poder para dizer: “Filho, perdoados estão os teus pecados” ou ainda dizer: “Levanta-te, toma o teu leito, e anda”, tanto faz uma ou a outra. Qualquer um pode facilmente dizer essas palavras, mas ninguém pode realmente dizer isso se tal poder não for manifestado. Porque nós humanos não temos poder nem para perdoar os pecados de alguém, nem o poder para fazer um paralítico andar, por isso ninguém pode dizer nenhuma dessas duas coisas.
O nosso Senhor sabia bem que os fariseus que estavam à sua volta não podiam fazer nenhuma dessas duas coisas. Então Ele disse: “Vocês não podem fazer isso. Todavia, estou fazendo isso para que saibam que o Filho do homem tem o poder para perdoar pecado nesse mundo”. Através disso, o Senhor está nos fazendo saber que Ele é o verdadeiro Deus que veio em forma humana nascido de uma mulher. Por isso Ele tem o poder para perdoar o pecado de todos desse mundo. Está escrito: “Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico): A ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa”. Quando Jesus disse isso, o paralítico imediatamente levantou e andou. Muitos dos que estavam à volta de Jesus naquela hora testemunharam essa cena e ficaram maravilhados e deram glória a Deus, dizendo: “Nunca vimos tal coisa”.
 
  
O Quanto Você Sabe Sobre Jesus como Sendo o Salvador?
 
Eu tenho algo para perguntar-lhes. Nós dizemos que conhecemos e cremos em Jesus, mas até que ponto vocês conhecem esse Jesus? De que forma vocês O conhecem? Vocês sabem e crêem que Jesus é o Deus que criou esse universo? Eu estou perguntando se vocês sabem que o Jesus Cristo que veio a este mundo como seu Salvador é o mesmo Deus que criou o universo e tudo o que nele há. Ele criou o universo só por dizer: “Haja... haja”, como está escrito no livro de Gênesis do capítulo 1 ao 2. Jesus é o Criador. Jesus é o único Filho de Deus Pai, mas ao mesmo tempo, Ele também é o Deus que criou o universo e tudo o que nele há.
Você e eu devemos saber corretamente que esse Jesus Cristo é Deus. Se alguém crê em Jesus somente como o Filho de Deus embora diga que crê nEle como o Salvador, mas O considera inferior a Deus Pai em poder, então ele está equivocado quanto a Jesus. A pergunta: “Como nós conhecemos e cremos em Jesus?”, trata de um assunto muito importante. Nós não podemos ter a fé correta se não compreendermos corretamente a pessoa de Jesus. Mesmo crendo em Jesus, é difícil alguém crer em Sua Palavra e segui-Lo sem o devido entendimento de que Ele é, na verdade, Deus.
Jesus é mesmo o Filho de Deus Pai, mas Ele é o Deus absoluto para todos nós. Ele é o Salvador que nos salvou de todos os nossos pecados pelo evangelho da água e do Espírito e é também o Pastor que guia a você e a mim pelo justo caminho. Ele é claramente o Juiz dos Céus e o Onipotente Deus. Por isso Jesus disse na passagem bíblica de hoje: “Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados”. O Senhor quer que compreendamos que Ele tem nesse mundo o poder para perdoar os pecados das pessoas e que Ele é o Deus que pratica esse poder.
Nosso Senhor apagou todos os nossos pecados através desse evangelho verdadeiro da água e do Espírito. E Ele ressuscitou dos mortos e se tornou o nosso verdadeiro Salvador. Jesus é o Senhor que virá novamente no futuro no final dos tempos e nos levará para o Reino dos Céus, e Ele é o Juiz dos Céus que irá julgar todos os não crentes. As pessoas podem saber de todas essas coisas quando encontram ao Senhor através da Sua Palavra. Esse é exatamente o devido e o correto conhecimento de Jesus.
Como Jesus apagou os pecados do mundo? Como Ele apagou todos os nossos pecados? Ele concedeu a remissão dos nossos pecados somente ao derramar Seu sangue na cruz? É assim que você compreende isso? Então, o que o Senhor quis dizer, quando no evangelho de João capítulo 3, Ele disse que uma pessoa não poderia ver, entrar no Reino dos Céus e nem conhecer o Pai se não nascesse de novo pela água e pelo Espírito? Jesus disse claramente que a pessoa deve nascer de novo pela água e pelo Espírito a fim de entrar no Reino dos Céus e ver Deus. Ele estava dizendo que a pessoa certamente não entraria no Reino dos Céus ou veria a Deus se não nascesse de novo da água e do Espírito. O único meio de nós nascermos de novo e nos tornarmos perfeitos filhos de Deus é crendo no evangelho da água e do Espírito. Para isso, devemos primeiro entender claramente que tipo de pessoa Jesus é. Nós só poderemos entender corretamente o ministério da salvação que recebemos do Senhor se compreendermos como Jesus, que é Deus, veio a este mundo e nos salvou através da verdade do evangelho da água e do Espírito e como Ele nos fez nascer de novo.
Mas como as pessoas hoje em dia conhecem esse Jesus? Embora creiam em Jesus como seu perfeito Salvador, eles põem uma distância entre Jesus e Deus Pai na questão do Divino poder. Eles diferenciam Deus Pai de Jesus. Todavia, essas duas pessoas são o mesmo Deus. Apesar de os fariseus que apareceram na passagem bíblica de hoje criticarem Jesus por dizer algo que somente Deus diria, Jesus na verdade é o Deus que pode dizer a você e a mim: “Filho, perdoados estão os teus pecados”. Isso porque, na verdade, Ele é mesmo Deus. E porque o Senhor veio a este mundo, tomou todos os nossos pecados sobre Si exatamente como estava escrito no Antigo Testamento, foi crucificado para morrer na cruz e nos salvou de maneira perfeita ao ressuscitar dos mortos.
Você já passou todos os seus pecados para Jesus pela fé? Eu não tenho dúvida de que você crê no sangue da cruz. Mas a questão é se você passou ou não todos os seus pecados para Jesus através da Palavra. Embora você claramente creia que Jesus levou os pecados do mundo, foi crucificado e morreu ao derramar todo Seu sangue, ressuscitou dos mortos e ascendeu aos Céus, você ainda terá o pecado desse mundo em seu coração se crer apenas no sangue da cruz que Jesus derramou a fim de receber o julgamento em nosso lugar. Por isso temos que crer, junto com essa cruz, que Jesus veio a este mundo e levou todos os pecados que estavam em nosso coração sobre Seu corpo através do Seu batismo. Os pecados do seu coração só serão completamente apagados quando você compreender e crer nisso claramente.
O Senhor disse: “Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8:32). Sua fé é como uma gravidez imaginária se você não compreende essa verdade de que seus pecados passaram para Jesus Cristo pelo batismo que Ele recebeu. Eu quero dizer que você pensa que recebeu a salvação, mas não a recebeu, como uma mulher que acha que está grávida embora não esteja. Não importa o quanto você creia, e pense: “Eu creio absolutamente no Senhor. Eu creio no Senhor que levou todos os pecados desse mundo, foi crucificado na cruz, e me salvou ao ressuscitar dos mortos. Jesus é o Filho de Deus e o Deus que nos criou”, isso não passa de uma gravidez imaginária se você não compreender completamente o verdadeiro evangelho da água e do Espírito. Não importa com quanto fervor você creia em Jesus, os pecados do seu coração não foram apagados se você não crê assim. Mesmo se você crer com sua mente e também com o coração, os pecados do seu coração permanecem intactos da maneira como estavam quando você olhar para si mesmo.
Deus grava os pecados de alguém em dois lugares, como está escrito:
“O pecado de Judá está escrito com um estilete de ferro,
Gravado com ponta de diamante
Na tábua do seu coração
E nas pontas dos seus altares” (Jeremias 17:1).
O primeiro lugar que Deus grava os nossos peados é na tábua do nosso coração. A pessoa que pensa que tem pecado não é pecadora. Aquele cujo pecado Deus gravou em seu coração, esse é o verdadeiro pecador. Aquele que conhece os pecados que Deus aponta como sendo pecado é o verdadeiro pecador. Deus gravou assim os nossos pecados na tábua do nosso coração, e Ele também gravou os nossos pecados no Seu livro do julgamento. Ele registrou todos os pecados dos pecadores no livro do julgamento, a fim de julgar no fim dos tempos os que não crêem no evangelho da água e do Espírito.
Porque Deus registrou todos os nossos pecados em dois lugares, nosso Senhor teve que apagar completamente todos esses pecados em ambos os lugares ao vir a este mundo. Primeiro, como Ele apagou os pecados gravados na tábua do nosso coração? O Senhor passou os pecados do nosso coração para Si mesmo ao receber o batismo, apagando-os completamente. O Senhor nos fez o ‘povo justo’ sem nenhum pecado ao levar esses pecados para a cruz e ao ser crucificado derramando Seu sangue e morrendo por todos eles. Contudo, o Senhor teve que apagar os nossos pecados que também estavam no livro do julgamento, onde havia o nome daqueles que deveriam ser julgados por seus pecados. E Ele realmente completou essa justa obra através de Seu batismo e Sua morte na cruz. Ele assim nos salvou perfeitamente de todos os nossos pecados que estavam registrados nesses dois lugares.
Com certeza alguém que ainda tem pecado em seu coração não encontrou ao Senhor, apesar de o Senhor misericordioso ter apagado todos os pecados do mundo dessa maneira. Não importa o quanto ele creia que Jesus é o seu Salvador, ele é simplesmente alguém que tem uma gravidez imaginária. Certamente alguém assim não pode ser um só com Cristo. Essa pessoa não é um cidadão do Reino de Deus nem está no mesmo barco com Deus. Ele nada tem a ver com Deus.
Eu repito que sua fé é como uma gravidez imaginária se você não conhece devidamente a divindade de Jesus, como os fariseus daquela época, e também não poderá crer que Jesus veio a este mundo pelo evangelho da água e do Espírito e apagou todos os seus pecados, embora ache que conheça a Jesus da maneira certa. Primeiro você deve saber que é igual aquele paralítico que apareceu na passagem bíblica de hoje, a fim de que realmente compreenda e creia nesse evangelho da água e do Espírito.
Como você também sabe, um paralítico não pode fazer nada sozinho. Nós somos como esse paralítico. Você e eu também não podemos fazer nada para apagar nenhum dos nossos pecados. A paralisia é uma doença que ocorre por um dano ao cérebro. O lado esquerdo do corpo fica paralisado enquanto o lado direito do cérebro está desordenado, e o lado direito do corpo fica paralisado enquanto o lado esquerdo do cérebro está desordenado, e todo o corpo fica paralisado quando ambos os lados do cérebro são danificados. A pessoa não pode pegar a comida, comer direito e nem falar claramente quando está com paralisia. A característica fundamental da paralisia é que a pessoa não consegue pôr em prática aquilo que está pensando sem ter maiores problemas.
Como é que nós somos então? Nós sabemos muito bem que não devemos pecar. Nós entendemos bem o que agrada e o que não agrada a Deus. Mas apesar de entendermos isso, nós continuamos a pecar com nossos atos. Contra a nossa vontade, nós fazemos coisas que desagradam a Deus; estes são os nossos pecados. É por isso que há um monte de pecado em nosso coração.
Embora a maioria dos cristãos de hoje ache que recebe a purificação de pecados fazendo orações de arrependimento, na verdade, eles não podem receber a remissão de pecados tão facilmente como imaginam, assim como um paralítico que não pode andar mesmo que pense muito nisso. Por mais que você faça orações de arrependimento, seus pecados não podem ser purificados. Eles simplesmente não podem ser apagados. Então, para ser salvo dos seus pecados você tem que ser alguém que deseje desesperadamente a salvação do Senhor. Você tem que entender que é alguém que ainda não recebeu a salvação.
Aquele que acha que não é um paralítico espiritual e pode fazer alguma coisa para receber a salvação de Deus, de maneira alguma pode recebê-la. Na passagem bíblica de hoje, somente o paralítico que foi trazido a Jesus por quatro homens recebeu a remissão dos seus pecados, embora muitos paralíticos tenham vindo até Jesus. O Senhor olha para a nossa fé e nos dá a remissão de pecados assim como Ele olhou para a fé dedicada do paralítico e o salvou. Ninguém pode ser salvo se pensar assim: “Eu posso fazer alguma coisa. Eu posso receber a purificação dos meus pecados se eu fizer corretamente orações de arrependimento. Eu não pude ir orar no monte até agora por que eu estava muito ocupado. Eu jejuei e orei por três dias, e depois por mais sete dias, mas eu não pude receber a purificação dos meus pecados porque eu não completei o meu jejum de 15 dias. Mas meus pecados teriam sido purificados se eu tivesse jejuado por 15 dias. Eu acho que Deus não purificou os meus pecados porque eu não orei corretamente. Ele purificou alguns pecados, mas certamente ainda ficaram alguns. Deus não teria ficado satisfeito e me dado a remissão de todos os meus pecados se eu não tivesse jejuado e orado por 40 dias?”
Alguém assim não é um paralítico espiritual. Ele é alguém que está condenado ao inferno. Nós temos que entender que somos paralíticos espirituais condenados ao inferno. Nós temos que reconhecer que não há nada que possamos fazer para receber a salvação. Nós só poderemos receber a salvação quando reconhecermos isso e buscarmos a Deus com fé.
A frase mais terrível do cristianismo hoje em dia é: “Posso todas as coisas”. Algum tempo atrás, um pastor disse: “Você me pergunta: ‘Nós podemos fazer isso?’ Do que você está falando? Nós podemos fazer tudo. O Senhor disse: ‘Se tu podes! Tudo é possível ao que crê’”.
Entretanto, esse versículo só vale para aqueles que nasceram de novo de uma forma perfeita através do evangelho da água e do Espírito. O que aqueles que ainda não foram aprovados como filhos de Deus por ainda terem pecado em seu coração podem fazer? Eles podem purificar seus pecados sozinhos? Eles podem apagar seus pecados só porque oram por arrependimento fervorosamente? A maioria daqueles que são cristãos há muito tempo sabem muito bem que seus pecados não são apagados pelo seu próprio esforço. Mesmo que alguém tenha sido purificado dos seus pecados momentaneamente através das orações de arrependimento e creia que recebeu do Senhor a graça da remissão de pecados derramando lágrimas, seus pecados surgem de novo quando ele vai orar no outro dia. E estes pecados dizem a ele: “Você acha que recebeu a remissão de pecados, mas isso é só a sua imaginação. Todos nós ainda estamos dentro do seu coração”. Não importa o que alguém faça, se ele não receber a completa remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito, seus pecados continuarão dentro dele.
Amados irmãos, nós não precisamos nem esquentar a cabeça em ficar falando sobre isso filosoficamente. Nós só temos que entender a nossa verdadeira natureza e confessar o evangelho da água e do Espírito exatamente como ele está escrito nas Escrituras. Nós temos que reconhecer isso fielmente e dizer: “Eu sou um paralítico. Eu não posso fazer nada sozinho. Mas eu creio na Palavra que diz que o Senhor apagou todos os meus pecados. Se o Senhor não apagou todos os meus pecados, eu ainda tenho pecados, mas se Ele apagou mesmo todos os meus pecados, eu não tenho mais pecado algum”.
Todavia, muitos daqueles que dizem crer no Senhor hoje em dia não reconhecem que são paralíticos espirituais. Eles ainda acham que podem purificar seus pecados com orações de arrependimento, jejuando desesperadamente e crendo na doutrina da santificação. Jesus veio a este mundo e salvou muitos enfermos. O Senhor alimentou uma multidão de pessoas ao realizar um milagre com cinco pães e dois peixes, expulsou demônios e curou muitas pessoas. Por isso, muitas pessoas O seguiram. Mas entre essas pessoas, somente aqueles que trouxeram o paralítico é que foram aprovadas por Ele. Naquela ocasião, havia tantas pessoas ao redor de Jesus que ninguém conseguia nem se mover direito, e não havia muitos entre eles que tinham a verdadeira fé. Havia muitos que criam em Jesus assim, mas havia muito mais falsos profetas e enganadores que diziam aos seus seguidores que eles podiam receber a remissão dos seus pecados pelo seu próprio esforço, embora todos ainda tivessem pecado no coração.
O conceito de que alguém pode ser santificado pelas doutrinas cristãs não passa de uma hipótese. Deus disse no Antigo Testamento que purificaria todos os nossos pecados e nos faria mais alvo que a neve (Isaías 1:18). E Ele disse isso novamente no Novo Testamento: “Ora, onde há remissão destes, não há mais oferta pelo pecado” (Hebreus 10:18). Nosso Senhor veio a este mundo e apagou todos os nossos pecados aos 33 anos de idade, levando-os sobre Si e sendo condenado por eles de uma forma perfeita. Isso está registrado claramente na Palavra de Deus. Você e eu temos que ratificar essa verdade em nosso coração mais do que nunca.
Mas muitos cristãos ainda não conhecem essa verdade. É por isso que você e eu estamos pregando-a para todos neste mundo agora. E qual é a reposta dessas pessoas que têm encontrado o nosso evangelho? Nós temos ou não temos visto que muitos neste mundo, até mesmo pastores e missionários famosos, têm encontrado a verdade e recebido a remissão dos seus pecados depois de lerem nossos livros do evangelho da água e do Espírito? Nós temos recebido essa resposta deles freqüentemente. E como você sabe, muitos pastores estão nos enviando cartas de agradecimento por terem finalmente encontrado o evangelho da água e do Espírito e se tornado totalmente sem pecado depois de 20, 30 anos de ministério. Fomos nós que pedimos a eles para nos escrever? Não, não fomos nós. Isso não seria possível, pois nós nem temos tempo para fazer isso.
Não somente na Coréia, mas aonde quer que vamos neste mundo, vemos que as igrejas cristãs são sempre muito relutantes e conservadoras. Elas têm medo de mudar e serem restauradas. Muitos líderes cristãos insistem em dizer hoje em dia: “O próprio cristianismo é que tem que se restaurar. O cristianismo, que deveria ser a luz do mundo, agora se tornou trevas neste mundo. É por isso que é necessário uma reforma religiosa”. Mas digamos que alguém tente fazer uma reforma. Já que eles não conhecem o evangelho da água e do Espírito, eles apontariam o dedo para o reformador e o criticariam sempre que encontrassem o menor erro nele, dizendo: “Ele insiste em fazer uma reforma na igreja, mas é cheio de erros”.
O Senhor diz nas Escrituras: “Vocês são a luz do mundo”. O Senhor é a verdadeira Luz para nós que realmente nascemos de novo. Mas nós só poderemos ser a luz do mundo se tivermos um encontro com a verdadeira luz através do evangelho da água e do Espírito, e se pregarmos essa Luz para as outras pessoas. Nós temos que continuar pregando este evangelho como temos feito até agora. Não há nada de errado em ir aos asilos e dar alimento aos idosos, cuidar deles e lavar sua roupa, mas nós não podemos nos tornar a luz do mundo fazendo isso.
Vamos supor que você morra em um acidente de carro sem ter resolvido o seu problema com o pecado. Você poderia ir para o Céu? Você só pode ir para o Céu se não tiver pecado, mas se não resolver seu problema com ele, você irá para o inferno. Seus pecados seriam apagados se você fizesse orações de arrependimento desesperadamente na hora da sua morte? Você pensaria assim: “Por mais que eu faça orações de arrependimento agora, eu não posso receber a remissão de pecados, mas quando eu for morrer isso vai acontecer. Eu provavelmente irei para o Céu apenas fazendo orações de arrependimento, já que eu não vou cometer nenhum pecado depois de eu morrer”. Mas esse pensamento é tão errado quanto a gravidez imaginária.
Amados irmãos, vocês têm que se preparar para serem salvos. Vocês têm que preparar sua lâmpada. E não somente a lâmpada, mas o óleo para ela também. Aquele que vai para a igreja sem se preparar para ser salvo é como as virgens insensatas que há nas Escrituras. Alguém assim não encontrará o Senhor quando Ele voltar e não poderá entrar no Seu Reino quando estiver na presença de Deus. E nós não precisamos procurar muito para encontrar alguém assim. Alguém assim é facilmente reconhecido. E embora essa pessoa ouse dizer que não vai para o inferno, ele tem suas dúvidas e diz: “Será que eu vou mesmo entrar no Reino do Senhor?” Ele não tem muita certeza disso. Uma pessoa que não tem muita certeza assim da sua fé tem 99,999% de chance de ir para o inferno.
Embora eu seja imperfeito, eu tenho certeza que vou para o Reino do Senhor quando chegar a hora. É por isso que eu sou grato a Deus. Eu procurei muito ter um encontro com o Senhor, e Ele veio até mim pessoalmente e me salvou. O Senhor veio e me encontrou através da Sua Palavra, o evangelho da água e do Espírito. E este Senhor já te encontrou também. Nós de maneira alguma podemos ser separados do Senhor porque tivemos um encontro com Ele através da Palavra da vida. A bíblia afirma que essa Palavra existirá para sempre, mesmo que passem os Céus e a terra. Você e eu podemos dizer sempre e com toda a ousadia que não temos mais pecado no coração.
Nós recebemos a salvação do Senhor através da Palavra da vida, mas muitos ainda não a receberam. Há muitos falsos pastores que estão liderando suas igrejas com uma fé errada. E nós podemos ver isso na mesma hora que lemos um de seus livros ou ouvimos alguns dos seus sermões. Por isso, nós concluímos na mesma hora que eles só estão dizendo aos crentes para ofertar mais dinheiro e ter uma vida moralmente ética e virtuosa. Quando analisamos isso mais atentamente, nós podemos ver que os budistas têm uma vida mais ética do que os cristãos. Sua vida é mais virtuosa do que a dos cristãos. No entanto, os falsos cristãos não dizem que vão para o Reino dos Céus por crerem em Jesus, apesar de cometerem pecados mais graves do que os budistas? Isso é uma gravidez imaginária. Eles estão pensando erradamente que foram salvos.
Você e eu que estamos aqui temos que pregar essa Palavra para as pessoas que têm uma fé errada. Nós temos que pregar o evangelho da água e do Espírito para elas, pois ele é a vida, e dizer a elas o que é a verdadeira salvação e a verdadeira remissão de pecados.