The New Life Mission

Sermões

Assunto 23: A Epístola aos HEBREUS

[Capítulo 6-4] (Hebreus 6:9-12) Já que Sabemos o que o Senhor Fez Por Nós, Todos Nós Temos que Servir ao Evangelho da Água e do Espírito

(Hebreus 6:9-12)
“Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores, e coisas que acompanham a salvação, ainda que assim falamos. Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis. Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança; Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas”.
 
 
Vemos no texto bíblico deste capítulo os servos de Deus nos exortando a tomar posse das suas promessas pela paciência. Nós cremos na justiça de Jesus Cristo, e ele nos ama e está nos servindo. Quando afirmamos que cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador, estamos dizendo que cremos que o Senhor nasceu nessa terra para nos salvar, que ele é o nosso Sumo Sacerdote que levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, que morreu na cruz por nós, ressuscitou dos mortos, ascendeu ao céu, e que tudo isso foi feito por Cristo com amor para nos servir.
Então, quando cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador e na justiça de Deus, cremos que ele está nos servindo. Nós também cremos que nosso Senhor veio a essa terra para salvar seu povo de todos os seus pecados. Na verdade, cremos que quando Jesus Cristo fez 30 anos, ele foi batizado por João Batista a fim de levar todos os nossos pecados. E assim como é de fundamental importância crermos que Jesus Cristo levou todos os nossos pecados de uma vez por todas através do batismo que recebeu de João Batista, também é importante crermos no seu sangue derramado na cruz. No entanto, não cremos apenas que nosso Senhor levou todos os nossos pecados ao ser batizado e foi condenado por eles de uma vez por todas ao derramar seu sangue na cruz, mas também que ele ressuscitou dos mortos para se tornar nosso Salvador, ascendeu ao céu e certamente voltará. Estas são verdades que todos nós devemos crer quando dissermos que cremos em Jesus Cristo, reconhecendo que ele está nos servindo porque nos ama.
 
 
Já Que Dizemos que Cremos em Jesus Cristo Como Nosso Salvador, Devemos Conhecer o Evangelho da Água e do Espírito e Pregá-lo
 
Já que dizemos que cremos em Jesus como nosso Salvador, devemos saber o que é o evangelho da água e do Espírito e crer nele, pois só assim pregaremos corretamente o verdadeiro evangelho. É imprescindível termos uma clara compreensão de como Jesus Cristo levou todos os nossos pecados e nos salvou, por que ele foi batizado por João Batista e teve que morrer na cruz. Todo aquele que quiser crer na justiça de Jesus deve compreender esta verdade da salvação desde o princípio e crer nela. Melhor dizendo, através do evangelho da água e do Espírito, devemos compreender por que Jesus foi batizado por João Batista, morreu crucificado, ressuscitou dos mortos, ascendeu ao céu, voltará novamente e nos deu o reino dos céus. Em suma, já que dizemos que cremos em Jesus como nosso Salvador, devemos primeiro construir um firme fundamento da fé. Desde o começo, Deus nos disse que devemos aprender o evangelho da água e do Espírito, entendê-lo claramente e crer nele de todo o coração. Você deve, portanto, entender que quem não crer neste evangelho da água e do Espírito, mesmo depois de ouvi-lo, será amaldiçoado, e quem trair a verdade, depois de nela crer, nunca mais poderá se arrepender novamente.
Quando Jesus Cristo veio a essa terra, ele foi batizado por João Batista quando tinha 30 anos, e com 33 anos morreu crucificado e ressuscitou dos mortos ao terceiro dia. Naquele tempo, Israel era um estado que prestava tributo ao Império Romano. Já tendo sido subjugado pelo Império Romano, Israel foi totalmente destruído pelo general Tito cerca de 70 d.C. em sua campanha arrasadora. Então, o Império Romano dispersou os judeus como punição por suas constantes rebeliões contra sua lei. Por isso, o templo de Herodes em Israel foi totalmente saqueado e demolido em 70 d.C. Os romanos puseram abaixo o templo, retirando até as pedras que ficavam abaixo do chão, e venderam o povo de Israel como escravo, espalhando-os assim por todo o mundo. Por isso, desde 70 d.C. até a fundação do atual estado de Israel, o povo judeu não teve um país para chamar de seu. Só depois que os judeus voltaram e lançaram uma campanha em conjunto para criar seu próprio estado é que eles recuperaram sua terra com a fundação de Israel em 1948. Então, já faz mais de seis décadas desde que o estado judeu foi restaurado, mas até hoje os israelitas ainda sofrem com os palestinos naquela terra.
Como você acha que o autor de Hebreus se sentiria se visse seus companheiros judeus agora? Embora o evangelho da água e do Espírito tenha começado em Israel, e foi em Israel que os doze apóstolos pregaram este evangelho no começo, dificilmente existe algum judeu que crê nele hoje. Tendo sido espalhados pelo mundo desde o ano 70 d.C, o povo judeu ficou perdido por tanto tempo que não têm mais fé no verdadeiro evangelho da salvação. Como um servo de Deus, o autor de Hebreus viu que essa tragédia estava prestes a acontecer. Então você pode imaginar como ele deve ter ficado triste. Por isso que o autor de Hebreus mais uma vez fala do evangelho da água e do Espírito em sua epístola, mostrando a eles novamente os divinos atributos de Jesus Cristo e sua grandeza.
 
 
Todos os Servos de Deus, Tanto no Antigo Como no Novo Testamento, Sempre Creram na Salvação que Era Alcançada Através das Ofertas de Sacrifício
 
Todos os servos de Deus no Novo Testamento criam no batismo que Jesus recebeu de João Batista, em sua morte na cruz, em sua ressurreição, em sua ascensão e em sua volta. Eles criam que Jesus teve que vir a essa terra como seu Salvador como homem, que ele era o próprio Deus e que seu batismo e sangue foram o modelo definitivo da salvação. Por isso o autor da epístola aos Hebreus lembra os irmãos de hoje para aguardar com paciência e agir com justiça, pois Jesus é o Juiz que voltará a este mundo.
Está escrito em Hebreus 6:10: “Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis”. Podemos servir tanto aos nossos amados irmãos como às almas perdidas graças ao amor e à obra que o Senhor fez por nós. Melhor dizendo, nós servimos a justiça de Deus porque ele nos serviu primeiro, sacrificando a si mesmo sem nenhuma hesitação. Tudo que o Senhor fez por nós, vindo a essa terra para nos salvar de todos os pecados do mundo e levando todos eles de uma só vez através do batismo de recebeu de João Batista, morrer na cruz e ressuscitar dos mortos, foi feito para nos servir.
Jamais devemos esquecer a obra da salvação que Jesus fez para nos salvar através do evangelho da água e do Espírito. Todos nós devemos meditar nessa justa salvação que Jesus cumpriu através do evangelho da água e do Espírito e crer nela.
Pense como Jesus cumpriu a justiça de Deus. Por quem Jesus foi batizado? Ele foi batizado por João Batista. Por que ele foi batizado por João Batista, já que era o próprio Deus e não tinha pecado algum? Foi para apagar o seu e o meu pecado. Por causa do amor de Deus por nós, Jesus teve que vir a essa terra para apagar todos estes pecados. Melhor dizendo, Jesus teve que ser batizado por João Batista porque era o Cordeiro sacrificial que tinha que levar todos os pecados deste mundo de uma vez por todas e apagá-los. Foi por isso que quando Jesus disse a João Batista para batizá-lo, ele falou: “Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). O batismo que Jesus recebeu de João Batista foi para levar todos os nossos pecados de uma vez por todas. O problema, contudo, é que muitos cristãos ainda desconhecem esse fato incrível, achando e crendo de forma errada que Jesus foi batizado apenas para se humilhar e para nos mostrar sua humildade.
Se a verdade do batismo que Jesus recebeu de João Batista fosse apenas uma doutrina sectária de alguma denominação cristã, ela então não teria poder algum. Mas esta Palavra é o elemento indispensável que constitui a verdade do evangelho da água e do Espírito planejado pelo próprio Deus. Portanto, todos que creem neste evangelho podem testificar com seus próprios olhos seus pecados sendo apagados. E aqueles de nós que já creem no evangelho da água e do Espírito, toda vez que pregarem este evangelho terão suas forças são renovadas a cada dia graças ao Espírito Santo. Se o evangelho da água e do Espírito não fosse verdade, então seria impossível dizermos que estamos sem pecado; e se não experimentássemos o incrível poder deste evangelho, nunca poderíamos pregá-lo.
 
 
Alguém Pode Dizer que Jesus Foi Batizado por João Batista em Vão?
 
Jesus foi batizado por João Batista para levar todos os nossos pecados, pois todos nós lutamos contra nossa carne enquanto vivemos neste mundo. Melhor dizendo, nós deixamos uma trilha de pecado a cada passo que damos nesta vida. Foi por isso que o Senhor levou todos os nossos pecados, e se não fosse pelo batismo de Jesus, não teríamos outra alternativa a não ser ir para o inferno. Então, como podemos nos esquecer do batismo que Jesus Cristo recebeu por nós? O que poderia nos libertar de todos os pecados que cometemos em todas as horas de todos os dias? Não foi a graça de Jesus Cristo manifesta através do batismo que recebeu de João Batista e do sangue que ele derramou por nós? Já que o Senhor nos salvou assim de todos os nossos pecados e os levou de uma vez por todas, como poderíamos deixar de pregar esta maravilhosa graça? Na verdade, é por causa dela que não podemos parar de pregá-la, e por isso estamos testemunhando do evangelho da água e do Espírito a todos neste mundo. Nós que somos crentes no evangelho da água e do Espírito não podemos parar de meditar neste evangelho em todo o tempo e pregá-lo.
Quanto mais meditamos na Palavra de Deus da água e do Espírito, mais gratos somos ao Senhor e à grande graça da salvação. Quanto mais meditamos no evangelho da água e do Espírito pela fé, mais somos envolvidos por seu amor. No Antigo Testamento, os animais eram divididos entre puros e impuros, e o touro, o cordeiro e os bodes eram classificados por Deus como animais puros. Deus os considerava puros porque estes animais tinham o casco fendido e ruminavam o alimento. Já que a vaca tem quatro estômagos, ela rumina o alimento quando come. Melhor dizendo, os animais puros regurgitavam o que era engolido pelo primeiro estômago, depois regurgitavam o alimento semidigerido e o ruminavam novamente. Vacas e ovelhas eram considerados animais puros porque ruminavam assim o alimento.
Partindo do mesmo princípio, também podemos meditar no evangelho da água e do Espírito vez após outra, pois cremos na justiça de Deus. Sendo assim, devemos realmente neste evangelho e pregá-lo sempre que possível. É correto ruminarmos a Palavra de Deus toda vez que tivermos oportunidade.
Nosso Senhor de fato levou todos os nossos pecados de uma vez por todas e assim nos abençoou para sempre com o evangelho da água e do Espírito. E a Bíblia diz que o Senhor nunca para de nos servir com seu amor. E até hoje nos responde quando oramos em nome de Jesus Cristo. Até agora Jesus Cristo está nos servindo, nos protegendo e nos guiando. Isso não é maravilhoso? O Senhor está nos servindo até agora. Embora pareça que estamos servindo à justiça do Senhor, na verdade é ele que está nos servindo. O Senhor está cuidando bem de nós com a Palavra de Deus e nos guardando para que nossa fé não se perca. Ele está nos alimentando com o evangelho da água e do Espírito, que é o pão da vida para o nosso espírito, e nos dando poder para fazer sua obra. Quando oramos pedindo algo, o Senhor responde nossa oração e nos protege. Ele nos guarda para que o maligno diabo não nos governe. Portanto, nunca devemos nos esquecer da graça do Senhor.
Foi por causa do seu amor por nós que o Senhor apagou todos os nossos pecados com a água e o Espírito, nos salvou de todos os pecados do mundo e nos abençoou para vivermos pela fé. O Senhor está sempre conosco, nos guiando em verdes pastos para andarmos e descansarmos na Igreja de Deus; e não devemos esquecer disso até o dia em que o ele voltar. Existem aqueles que se esquecem da graça do Senhor, e estes acabam caindo da graça de Deus e se afastando da sua igreja. Estas pessoas vão para o mundo e tentam viver com seus próprios recursos porque não sabem que o Senhor está servindo a elas, ajudando e cuidando delas. Se você se tornar esse tipo de pessoa, tanto seu corpo como seu espírito serão destruídos. Você terá uma vida miserável, mal conseguirá se manter e desperdiçará sua vida na bebida e na preguiça. Já que estamos na Igreja de Deus, nós cuidamos da boa obra; mas se não estivéssemos na Igreja de Deus, faríamos apenas coisas carnais até o dia da nossa morte. Cada hora e cada minuto seriam desperdiçados com coisas fúteis, malignas e inúteis. Então, jamais podemos nos esquecer que é o Senhor quem está nos servindo, e não nós que o servimos primeiro.
 
 
Precisamos Ansiar pelo Reino dos Céus Em Nossa Vida
 
Está escrito em Hebreus 6:11-12: “Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança; Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas”.
Todos os servos de Deus e nossos antecessores na fé colocaram primeiro sua esperança no reino dos céus, como um exemplo a ser imitado. Quando as pessoas pensam em paraíso, elas geralmente pensam em uma linda praia numa ilha tropical, tal como Havaí ou Caribe. Quando elas veem um anúncio de TV mostrando um casal relaxando em uma cadeira de praia debaixo de uma palmeira, elas desejam estar lá. E muitas delas fazem isso nas férias. Quando nosso corpo está muito relaxado e ficamos muito satisfeitos por não fazer nada, geralmente falamos que isso é o paraíso na terra. Nosso Senhor prometeu nos dar este paraíso quando seu Reino Milenial for estabelecido. Este paraíso é o reino de Cristo. Mas é um reino que Deus dará somente aos que viveram e trabalharam para o Senhor. O reino dos céus é dado apenas aos que creem e servem à justiça do Senhor.
Então, é imprescindível entendermos de modo bem claro que nossos pais na fé nunca fizeram corpo mole para servir ao Senhor nessa terra, mas estavam sempre cheios de esperança aguardando o Reino Milenial e dedicaram toda a sua vida para servir ao evangelho da água e do Espírito. Estes pais da fé levaram uma vida exemplar a ser seguida por todos nós que seguimos seus passos, nos mostrando como devemos viver como seus descendentes da fé. Em que os nossos pais na fé criam? Todos eles criam no Reino Milenial que está por vir. Eles também criam que quando o Senhor voltasse a essa terra, seu corpo atual seria transformado em um novo corpo. E eles tinham uma crença inabalável que depois de reinarem por mil anos no Reino Milenial, eles entrariam no reino eterno de Deus e viveriam com ele para sempre, desfrutando dos mesmos privilégios que ele. É de extrema importância compreendermos isso com clareza. Os pais da fé são constantes em sua dedicação à obra do evangelho. Eles trabalham incansavelmente pelo evangelho da água e do Espírito, dedicam toda a sua vida à pregação do evangelho e o servem fielmente.
Embora os líderes de nossa igreja e os pais na fé pareçam às vezes que não estão trabalhando tanto assim, isso não quer dizer que eles de alguma forma estão negligenciando a obra de Deus. Por exemplo, eu tinha muitas coisas para fazer antes de vir aqui dar esse estudo bíblico para vocês. Desde a hora que acordei esta manhã, eu tenho estado muito ocupado com muito trabalho, preparando o relatório diário da missão e decidindo alguns assuntos urgentes. Então, quando nossos irmãos olham para os líderes da igreja, pode parecer que eles estão apenas conversando, mas na verdade estão servindo ao evangelho. Todos os nossos pastores estão trabalhando muito. E para quem estão trabalhando tanto? Eles estão trabalhando por aqueles que ainda não receberam a remissão de pecados, pelo bem do evangelho, para construir o reino de Deus.
Jamais devemos esquecer que Deus nos deu o evangelho da água e do Espírito, e quando dissermos que cremos neste evangelho, precisamos crer nele com clareza de entendimento. Devemos discernir qual é realmente a vontade de Deus, aceitá-la em nosso coração e incansavelmente correr para o nosso alvo pela fé.
 
 
Embora Seja Muito Difícil Construir Uma Casa na Rocha, Ela Se Torna Muito Sólida Depois de Construída
 
Nossa fé deve ser como uma casa construída sobre a rocha. Ao invés de apenas crer em Jesus cegamente sem nenhum entendimento, devemos saber por que devemos crer nele e como Jesus se tornou o nosso Salvador, pregando isso passo a passo. Quando ampliamos o nosso conhecimento da forma correta é que passamos a conhecer ainda mais o verdadeiro evangelho. E quando cremos assim é que conseguimos ter a fé correta. Somente quando o fundamento da fé é construído corretamente em nosso coração é que não erramos nem somos enganados. Algumas pessoas não creem na verdade da salvação mesmo depois de ouvi-la e serão todas destruídas. Por outro lado, aqueles que conhecem e creem no evangelho da água e do Espírito têm muita esperança no reino dos céus, e todos eles irão desfrutar desta grande glória.
O dia da volta do Senhor está bem próximo. A volta do Senhor está muito perto. Tem havido algumas mudanças radicais no mundo todo. Embora nosso país, Coreia do Sul, possua um clima relativamente agradável, isso está mudando rapidamente. Por exemplo, as inundações têm sido comuns aqui na Coreia. As tempestades não seguem mais seu padrão normal, mas quase virou regra agora as chuvas torrenciais e concentradas. Estas mudanças incomuns são evidentes no mundo todo. O mais preocupante é o rápido degelo das calotas polares, resultado do aquecimento global. As imensas camadas de gelo que cobriram o Polo Norte e a Antártica por milhares de anos estão derretendo. Dizem que o nível do mar em alguns países está subindo até 60 centímetros, ameaçando inundar muitas áreas litorâneas. Na verdade, isso foi previsto por cientistas tempos atrás. Os cientistas alertaram que se nada fosse feito para prevenir o aquecimento global e o derretimento das calotas polares, o nível do mar subiria dramaticamente até inundar muita área de terra. E isso na verdade está acontecendo agora. A única diferença é que o aquecimento global no passado era apenas uma teoria, mas agora é realidade.
Pense no que aconteceria se o nível do mar subisse 60 centímetros. Tudo ao longo da área litorânea que ficasse abaixo de 60 centímetros ficaria submerso pela água. A erosão seria grande o bastante para alterar o desenho de mapas, mudar a forma do litoral e faria desaparecer muitas praias que são hoje uma área de divertimento. Isso seria desastroso para muitos. Imagine que você construiu uma boa casa perto do mar, mas o nível da água subiu de repente mais de um metro e a inundou. Você não ficaria arrasado? Não se trata de palavras vazias quando eu digo que o fim do mundo está próximo, pois estamos testemunhando isso com nossos próprios olhos.
O evangelho da água e do Espírito hoje está sendo pregado em todo o mundo com êxito. Agora é tempo de desejar o Reino Milenial. Sem esta esperança, não conseguiremos servir ao Senhor com dedicação. Se não desejarmos o Reino Milenial ou se Deus não nos der este reino, então o que sustentará nossa vida de fé? Se isso fosse verdade, não haveria diferença entre nós e os ímpios, além de não termos pecado, é claro. Tanto nós como os ímpios somos feitos de carne, e precisamos comer para viver como qualquer um. Fisicamente falando, não somos diferentes de ninguém.
Mas já que temos as promessas de Deus, há duas coisas que nos separam uns dos outros. Uma é que não temos pecado em nosso coração, e a outra é que Deus nos dará o Reino Milenial para vivermos nele. Por outro lado, nenhum ímpio pode entrar neste reino; todos eles serão lançados no inferno. A diferença que nos separa dos ímpios é muito grande. Se a única coisa que nos separasse fosse termos recebido a remissão de pecado, mas não houvesse nenhum Reino Milenial nos esperando, então teríamos que aguardar um pouco por ele.
Todos os apóstolos e servos de Deus na Bíblia esperaram o Reino Milenial. E assim como estes pais da fé, você também deve aguardar o Reino Milenial e pôr sua fé nele. O que nos aguarda é tão maravilhoso que é muito melhor do que o lugar mais incrível que você já foi nessa terra. Precisamos entender que Deus preparou para nós um reino que está além da nossa imaginação e ele aguarda por nós. E devemos confiar nisso sem dúvida nenhuma. É fundamental termos esta esperança e fé.
Quando os cristãos equivocados citam a epístola aos Hebreus, eles geralmente falam apenas do sangue da cruz, mas os verdadeiros nascidos de novo conseguem ver o autor da epístola aos Hebreus falando do evangelho da água e do Espírito. Cada passagem em toda a Bíblia foi escrita por inspiração do Espírito Santo, e é por isso que cremos nela. E aqueles que foram inspirados pelo Espírito Santo foram justamente os que criam o evangelho da água e do Espírito.
Nós cremos no batismo de Jesus, na sua morte na cruz e na sua ressurreição, e como isso tudo compõe a verdade da salvação, o tempo atual permanece sendo um mistério para a maioria das pessoas. A maioria dos cristãos de hoje crê apenas no sangue da cruz, pois foi isso que eles ouviram, aprenderam e foram ministrados a fim de que cressem no Cristianismo dominante. Então, embora todo cristão tenha fé, a fé da maioria deles está equivocada, pois eles creem em Jesus e deixam de fora seu batismo. É obvio que praticamente todo cristão professa crer na encarnação do Senhor, na sua morte na cruz, na sua ressurreição e na sua volta, mas a maioria deles não tem a mínima ideia que o Senhor levou todos os seus pecados ao ser batizado, e, por esta razão, não podem entrar no Reino Milenial preparado por ele.
Jamais devemos permitir que isso aconteça conosco. Todos nós temos que crer que o Senhor é o próprio Deus que nos serviu através da água, do sangue e do Espírito, e que ele nos dará o Reino Milenial. Eu peço a cada um de vocês que creia nesta verdade.