Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 5-3] (Lucas 5:36-39) Os Justos Devem Levar uma Nova Vida Agora

(Lucas 5:36-39)
“E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma veste nova para o coser em veste velha, pois que romperá a nova, e o remendo não condiz com a veste velha. E ninguém põe vinho novo em odres velhos; de outra sorte, o vinho novo romperá os odres e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão. Mas o vinho novo deve ser posto em odres novos, e ambos juntamente se conservarão. E ninguém, tendo bebido o velho, quer logo o novo, porque diz: Melhor é o velho”.
 
 
Que Tipo de Vida Devemos Levar?
 
Eu estou muito feliz por ter voltado hoje a esta cidade para pregar a Palavra de Deus para vocês. Vocês estão sempre no meu pensamento, e este lugar parece mais um pequeno céu. Eu cheguei de Seul esta manhã e me encontrei com o pastor-auxiliar Youngwha Lee e sua esposa, com todos os membros da igreja e também com os obreiros de nossas igrejas espalhadas pela cidade.
Eu quero começar falando de futebol hoje. Eu joguei futebol com os irmãos aqui e foi bom porque as esposas dos pastores nos animaram muito. Eu pude mostrar para eles minhas habilidades no futebol. Eu até fiz um gol. Eu faço geralmente um gol ou dois quando jogo futebol, mas eu acho que é por causa da bênção e da ajuda de Deus. Na verdade, eu poderia ter feito mais cinco gols; pena não ter feito mais porque os irmãos do meu time não me passavam a bola. Da próxima vez acho que vou fazer não somente um, mas muitos gols, pois creio que os irmãos vão me passar mais a bola.
Minha garganta está um pouco ruim, mas não é de pregar a Palavra de Deus. Infelizmente eu fiquei rouco de tanto gritar no campo hoje: “Aqui, passe a bola para mim”. Eles não me passavam a bola embora eu implorasse para eles fazerem isso. Eu acho que eles não confiam muito nas minhas habilidades. De todo modo, até quando jogamos futebol fazemos para o Senhor. Como poderíamos pregar bem a Palavra de Deus se fôssemos fracos, se nossa saúde não fosse boa ou nosso corpo fosse enfermo? Portanto, jogamos duas partidas para fortalecer nossas pernas. Mesmo assim, eu me sinto tão bem agora que poderia jogar outra partida novamente hoje à noite depois do culto.
Vamos parar de falar de futebol e começar a pregar a Palavra de Deus agora. Nós lemos a Palavra no livro de Lucas hoje. A irmã Younghee Lee me agradeceu enquanto dava seu testemunho há pouco, e eu estou realmente grato por ela ter tanto carinho por mim assim. De fato, como encontraríamos uns aos outros se não fosse pelo Senhor? Como teríamos tanta alegria em vermos uns aos outros assim?
Eu tenho pregado o evangelho da água e do espírito durante toda essa semana. Geralmente eu falo sobre como levar uma vida de fé correta entre várias outras coisas quando prego a Palavra de Deus, mas nesta semana eu só tenho pregado o evangelho da água e do espírito porque vieram muitas pessoas aqui pela primeira vez. Portanto, eu vim hoje aqui para falar mais uma vez sobre assuntos relacionados a uma vida de fé correta.
Deixe-me perguntar algo. Você já recebeu a remissão dos pecados crendo no evangelho da água e do espírito? Todos os seus pecados sumiram de verdade? Você está sem pecado? É claro que está. Nosso Senhor nos salvou de todos os nossos pecados. Não temos do que nos envergonhar diante de Deus porque nosso Senhor nos deu sua carne e sangue e nos salvou dos pecados do mundo. Deus verdadeiramente nos abençoou. Por isso sou grato e louvo o seu nome.
Quando eu conheci o evangelho da água e do espírito, já na presença do Senhor, e recebi a remissão dos pecados, eu fiquei muito feliz por saber que não tinha mais pecado. Eu também pensava como poderia viver só para a justiça do Senhor como a apóstolo Paulo. Eu tinha o desejo sincero de viver para a justiça do Senhor ao invés de viver para mim mesmo, pois ele apagou todos os meus pecados de uma só vez. O tempo passou, e eu quando penso no passado parece um milagre eu estar vivendo uma vida justa depois de conhecer a justiça do Senhor; e eu sou muito grato por isso.
Na verdade, nós que recebemos a remissão de pecados por crermos na justiça de Deus sofremos muitas perseguições por causa disso e ouvimos de tudo; mal dormimos à noite às vezes e passamos muitas dificuldades pelo Senhor por causa do evangelho. Mas que alegria há em servir ao Senhor? De fato, eu não imagino outro meio de ser feliz que não seja viver para a justiça do Senhor, e a obra do Senhor me permitir viver para ele também. Às vezes não conseguimos servir ao Senhor porque nossos sentimentos e vontades se misturam, mas em nosso coração há o desejo sincero de viver para ele.
Devemos pensar no tipo de vida que realmente agrada a Deus. Já que recebemos a remissão de pecados e estamos sem pecado, como podemos servir direito ao Senhor e ter uma vida de fé se ficarmos presos novamente ao pecado por causa de nossas fraquezas e falhas? Não podemos servir à justiça do Senhor se voltarmos ao passado. Nosso Senhor nos fez justos de uma forma perfeita. E já que é assim, agora devemos servir ao Senhor e cuidar das almas perdidas. O que verdadeiramente agrada a Deus é pensarmos mais em sua obra e vivermos para pregar o evangelho da água e do espírito. Este é o tipo de vida mais correta para nós que nos tornamos justos.
Não temos que nos preocupar conosco porque o Senhor nos salvou. Não temos que nos preocupar com o que comer e no que fazer para viver. A única coisa com que temos que nos preocupar é em nos tornamos pecadores novamente, pois assim iremos para o inferno. Nosso Senhor não somente nos salvou do pecado, mas também tomou todas as nossas preocupações. Portanto, podemos viver agora para o Senhor com toda nossa força. Nós hoje temos o privilégio e a condição de viver para o Senhor, e também temos a responsabilidade de viver para ele. Lembre-se disso. Nós que recebemos a salvação devemos oferecer nosso corpo e nossa alma e uma fé firme para servir somente ao Senhor.
 
 
Nosso Senhor que Nos Salvou do Pecado é o Nosso Deus
 
Este Deus é o nosso mestre. Nosso Deus Jesus Cristo é o Mestre que tem toda autoridade sobre nós. Quem é o nosso verdadeiro Deus? É Jesus Cristo que veio a este mundo, nos salvou do pecado e se tornou nosso Mestre. Ele é o Deus que temos que servir de todo o coração. Ele é o nosso Deus que merece ser adorado por nós. A verdadeira fé é a que professa que servir ao Senhor é a coisa certa a fazer.
Pense nisso! Quem mais neste mundo é digno de ser adorado por nós que cremos e recebemos a remissão de pecados? O que mais vale a pena fazer neste mundo? O que nós que somos justos devemos fazer neste mundo? Nada mais senão servir ao Senhor. Eu creio que o mais certo a fazer é servir somente ao Senhor que nos salvou de todos os pecados, tirou todas as nossas preocupações, nossa ansiedade, nossos medos, e nos deu a bênção e a oportunidade de trabalhar para sua justiça, confiando-nos o trabalho de servi-lo. Eu creio que esta é a coisa certa a fazer. Vocês pensam o mesmo, não é? É claro que sim. Será bom demais podermos servir ao Senhor por toda a nossa vida.
A Palavra do texto no evangelho de Lucas diz: “E disse-lhes também uma parábola: Ninguém tira um pedaço de uma veste nova para o coser em veste velha, pois que romperá a nova, e o remendo não condiz com a veste velha.” Seria um erro terrível se nós que recebemos a salvação voltássemos a viver no passado. Teríamos uma fé errada se servíssemos ao Senhor e continuássemos a viver igual vivíamos no passado depois de recebermos a salvação.
Nossa vida tem que ser completamente nova depois de recebermos a salvação pela fé no evangelho da água e do espírito. Nosso jeito de viver é diferente do que o que vivíamos no passado. Se você realmente recebeu a remissão de pecados e o juízo que eles traziam acabou, então não há nada com que se preocupar ou algo que você possa fazer por si mesmo. Você entende o que estou dizendo? Eu estou dizendo que nós que recebemos a salvação não precisamos nos preocupar muito ou mesmo trabalhar demais. Leia a Palavra novamente. O Senhor disse claramente: “Ninguém tira um pedaço de uma veste nova para o coser em veste velha, pois que romperá a nova, e o remendo não condiz com a veste velha.”
Nossa vida após recebermos a salvação deve ser uma vida que serve ao Senhor, que se tornou nosso Mestre pela fé, uma vida de serviço ao evangelho que o Senhor nos confiou e também às coisas justas. Caso contrário, não poderemos seguir o Senhor ou receber suas bênçãos. Se após recebermos a salvação pela fé continuarmos a viver sem abandonar nosso antigo modo de vida, então este modo de vida não é o correto para os nascidos de novo. Todos nós vivíamos para nossa própria carne antes de nascermos de novo. Isso significa que vivíamos apenas para nós mesmos. É verdade. Antes de nascermos de novo costumávamos viver segundo os desejos da carne e também vivíamos preocupados e ansiosos para realizar estes desejos.
Contudo, isso deve mudar agora. Viver para si mesmo após receber a salvação do pecado, viver só para realizar seus próprios desejos definitivamente não é uma vida correta diante de Deus. E por quê? Porque agora pertencemos a Cristo Jesus e já não podemos viver mais para nós mesmos. Deus nos fez seus filhos através de seu sacrifício expiatório: ele tomou todos os nossos pecados sobre si ao ser batizado por nós, ao ser condenado por estes pecados e ao morrer em nosso lugar. Lembre-se disso. Nós que nascemos de novo devemos viver para servir ao Senhor e ao evangelho através da igreja de Deus. Eu estou dizendo que orar pela salvação dos outros e viver uma vida justa de serviço ao evangelho junto à igreja de Deus é a vida certa para os santos nascidos de novo. Continuar a viver para si mesmos depois de ter nascido de novo, e só viver para os desejos da carne é uma vida totalmente errada para os justos e os nascidos de novo.
Disse o Senhor: “Ninguém tira um pedaço de uma veste nova para o coser em veste velha, pois que romperá a nova.” Embora sejamos falhos, nós que nascemos de novo devemos viver para servir ao Senhor e ao evangelho da água e do espírito. Isso é agradável a Deus. Se continuarmos a viver com esta fé de antes, mesmo tendo nascido de novo, isso é como fazer uma veste nova e remendá-la com tecido velho. Se recebemos a salvação pela fé mas continuamos a viver do modo que vivíamos, não podemos viver com esta fé segundo a vontade de Deus. Se recebemos a salvação através do Senhor, então também devemos viver para o Senhor, para o evangelho e para a justa obra. Vocês entendem isso?
Nosso Senhor nos deu uma nova vida, sua carne, seu sangue, e nos salvou tirando de nós o juízo. Não há nenhum juízo sobre nós por causa dele. Nosso futuro está garantido porque nosso Senhor foi condenado pelos nossos pecados na cruz. Isso mesmo. Um futuro feliz está garantido para nós, os justos que nasceram de novo. E não só no futuro distante, mas hoje mesmo, nosso Senhor nos ajuda e nos abençoa quando vivemos com fé e para a sua justiça.
 
 
Buscai Primeiro o Reino de Deus e a Sua Justiça
 
O Senhor disse: “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). O que isso significa? Significa que o Senhor nos ajuda e nos abençoa em cada área de nossa vida quando vivemos para a sua justiça. Deus intervém e abençoa toda área da vida dos justos. O Senhor resolveu de verdade todos os nossos problemas.
Mas o que aconteceria se, mesmo sabendo o que o Senhor fez por nós, nos sentíssemos indignos e não vivêssemos para o Senhor e para o evangelho, e ao invés disso vivêssemos para nós mesmos? A mão do Senhor não estaria mais sobre nós. E ele nos diria: “Eu salvei e abençoei vocês. Então vivam para o evangelho que eu dei a vocês. Eu cuidarei de vocês se vocês cuidarem da minha obra. Dê-me sua mão, sua boca, seu coração, seus pensamentos, sua sabedoria, seu corpo e seu tempo. Eu abençoarei vocês. Portanto, façam a minha obra”.
O Senhor se importa conosco. Ele realmente se importa com os justos e os abençoa. Eu quero dizer que ele te ama e se importa com você. O Senhor de fato intervém em todas nossas ações, nos ajuda, nos guia no caminho reto e nos abençoa. Entre os justos e os que têm vivido segundo a direção da igreja não há ninguém que não tenha sido abençoado por Deus. Não há ninguém que não tenha sido ajudado pelo Senhor. Nós os justos continuaremos a desfrutar das bênçãos do Senhor e receber mais bênçãos ainda no futuro. Mas se nos sentirmos indignos de servir ao Senhor e só pensarmos em nós mesmos, tentando viver só para nós, o Senhor nos dirá algo assim: “Você não é digno. Eu vou parar de te ajudar, mesmo que você já tenha recebido a salvação. De agora em diante abençoe a você mesmo. Eu abençoarei os santos que se importam comigo”.
Eu quero que você não se esqueça disso: servir ao Senhor depois de nascer de novo é como servir a si mesmo. Você precisa saber que é certo viver para servir ao Senhor e devemos crer e viver segundo esta fé. Vocês entendem isso? Você realmente quer ter uma vida abençoada? Então se importe com o Senhor. Se importe com o evangelho. Nós servimos o Senhor e ele cuida de nós e nos serve; esta é a verdadeira amizade entre nós e o Senhor. Esta é a vida correta para nós, os santos de Cristo. O Senhor sempre nos abençoa depois que nascemos de novo. O Senhor nos abençoa em nossa vida diária e também nos abençoa em nossa vida de fé.
O que é a igreja? A igreja é o lugar onde os nascidos de novo se reúnem, se alegram, e juntos servem ao Senhor. No entanto, o que aconteceria se um pastor pecador e cristãos pecadores que não nasceram de novo voltassem novamente para a igreja de Deus e tentassem se unir com os santos justos? A Bíblia diz que não há comunhão entre estes dois tipos de pessoas. Esta fé dos nascidos de novo seria contaminada se eles se juntassem com os pecadores na Igreja de Deus. Os santos que se tornaram justos através do Senhor devem conviver na Igreja de Deus e lidar apenas com os justos.
O que aconteceria se decidíssemos ir às igrejas dos pecadores para ter comunhão com eles? Se pensássemos assim: “Não tem problema se eu fizer uma pequena concessão e aceitar algumas coisas. E não tem problema também se eu perder um pouco com isso. Eu só tenho que orar como eu já oro quando as pessoas começarem a chorar e fazer orações de arrependimento pelos pecados que cometeram no dia”, e nos sentarmos como pessoas civilizadas, então nossa fé que é justa também se tornará impura. É comum ficarmos sujos quando vamos a um lugar sujo. Alguns dos que aqui estão nasceram de novo esta semana, e os nascidos de novo têm crescido muito. Estes nascidos de novo devem vir e viver sua fé na Igreja de Deus com novas vestes e juntar-se a nós.
Para Deus, nem todas as igrejas são iguais. Há dois tipos de igreja neste mundo: a Igreja de Deus e a igreja do mundo. A Bíblia define a última como a “sinagoga de Satanás” (Apocalipse 3:9). O mesmo acontece com os cristãos. Nem todos são iguais só porque crêem em Jesus. Os justos devem estar em uma igreja onde o pastor nasceu de novo, sua esposa nasceu de novo, o pastor-auxiliar nasceu de novo e todos os crentes nasceram de novo. Os justos devem se unir a outros justos e louvar a Deus, dar graças, dar testemunho, se alegrar ao servir ao Senhor e ao evangelho, orar ao Senhor pelas almas perdidas, orar pelos irmãos, orar pelos servos de Deus e estar juntos na Igreja que está fazendo a obra de Deus como uma cidade de justiça. Deste modo, você receberá todas as bênçãos que Deus quer dar através da sua verdadeira Igreja.
O que a Bíblia fala sobre os justos, aqueles que nasceram de novo? Ela se refere a nós como novas vestes, ela diz: “As coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” Não importa como vivíamos antes e qual é a nossa herança, todos os que crêem na salvação que o Senhor conquistou para nós se tornam novas criaturas. Portanto, todos nós nos tornamos nova criatura. Você entende isso? Você de fato não é uma coisa velha. Nós nos tornamos novas criaturas quando nascemos de novo crendo no evangelho da água e do espírito. Nossa velha criatura morreu na mesma hora que nascemos de novo.
Nós nos tornamos nova criatura no Senhor. E agora então devemos fazer a obra de Deus porque nos tornamos nova criatura. Por termos nos tornado nova criatura, nosso desejo deve ser fazer a obra de Deus. Os santos que receberam a remissão de pecados desejam fazer algo novo. Eles realmente querem fazer coisas novas que são diferentes daquilo que faziam quando viviam sua vida antiga. Nosso Senhor colocou este desejo dentro do nosso coração e isso é o que nos faz realizar estas obras. A Igreja agora se fez nova, a pessoa se fez nova, o pastor se fez novo, o pastor-auxiliar se fez novo, suas esposas se fizeram novas e os irmãos se fizeram novos. Todos esses recém-nascidos de novo querem conhecer e se relacionar com outros nascidos de novo. E por quê? Porque eles também são novos agora. Isso indica que você também se tornou nova criatura.
Todavia, o que aconteceria se alguém não soubesse que se tornou nova criatura e se subestimasse demais? Ele pensaria assim: “Eu gosto mais desta velha Igreja, embora já tenha recebido a remissão de pecados” e viveria do mesmo modo que costumava viver antes. Ele faz isso porque não sabe quem ele é. A Bíblia diz: “As coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. Você e eu já nos tornamos novas criaturas em Cristo. Temos que saber como nos portar como nascidos de novo agora. É normal que os santos nascidos de novo não queiram mais ir à igreja que costumavam ir depois de nascer de novo e receber a remissão dos pecados. Há alguém que não consegue deixar de ir à as antiga igreja só porque isso se tornou um hábito?
Houve um general chamado Yoosin Kim no reinado Shinla durante o período dos Três Reinos da Coreia. Antes de se tornar um general, ele amava uma garçonete. Seus pais o repreenderam por isso, e ele prometeu a eles que não iria mais à taverna onde ela trabalhava. Um dia ele adormeceu voltando para casa em seu cavalo, pois estava muito cansado. Quando acordou, ao contrário do que imaginava, o cavalo o levou para a taverna onde ela trabalhava, onde costumava ir sempre. Então ele ficou furioso e cortou na hora o pescoço do cavalo com sua espada. Aí ele voltou para casa a pé e nunca mais voltou àquela taverna.
Alguns aqui sempre tentam voltar atrás do que fazem, mas vocês precisam se lembrar que já se tornaram novas criaturas. Vocês já morreram seus verdadeiros amigos agora não são mais seus amigos de antes. Como a diz Palavra de Deus, as coisas novas e as coisas velhas nunca devem se misturar depois que nascemos de novo. O Senhor não disse: “Eles não podem andar juntos?” Como disse o Senhor, não podemos mais andar juntos. Um pecador e um justo jamais podem andar juntos. Eu não sei se sua força de vontade é grande, mas vocês não podem mais andar com eles, por mai que vocês sofram e não possam suportar isso. Os justos e os pecadores são como água e azeite. A verdade é que eles não podem mais andar jutos.
Você acha mesmo que conseguirá andar com eles se aguentar um pouco mais? Você é Deus? Você está dizendo que consegue se juntar a uma coisa velha usando sua própria força, quando o Deus Todo-Poderoso já fez de você nova criatura? Isso não pode acontecer. Se um justo e um pecador andarem juntos, logo eles começarão a brigar. Humanamente falando, algo novo e algo velho não combinam. Uma coisa nova não pode se unir a uma coisa velha. Deus disse claramente que estas duas coisas não podem andar juntas. Você entende isso? Você precisa entender isso.
Mas o que aconteceria se alguém não conhecesse sua condição depois de ter nascido de novo e, errando o caminho certo, fosse a uma igreja de pecadores que não receberam a remissão dos pecados e dissesse junto com eles: “Senhor, por favor, perdoe este pecador”?. Ele estaria tentando ser humilde e orar na presença de Deus mesmo sabendo que não é pecador. Com o tempo ela ficaria arrogante. E quando alguém fica assim, terá sido em vão ter nascido de novo. Ela passará a agir como os outros pecadores. Guarde isso em sua mente. Você com certeza dirá: “Senhor, eu sou um pecador” como os outros pecadores se você, que certamente recebeu a remissão dos pecados, se juntar com as coisas velhas sendo já uma nova criatura.
O que isso significa? Significa que um justo que recebeu a remissão dos pecados desce novamente ao nível de um pecador. Futuramente ele trairá o Senhor. Ele nem sequer vai querer olhar para um justo. Ele será novamente um pecador por rejeitar a obra que o Senhor fez, não obedecer à sua Palavra e não crer nela de todo o coração. Há muitos assim entre nós.
 
  
Devemos Lançar Fora Toda a Nossa Justiça Humana
 
Isso significa que devemos lançar fora nosso egoísmo, nossa própria força, nosso orgulho e nosso amor humano. Nosso velho homem já morreu. Tudo isso já foi julgado. Foi tudo colocado numa lixeira. Você que nasceu de novo deve ouvir agora a nova Palavra na Igreja de Deus e encher seu coração com uma nova fé. Aquele que se tornou nova criatura deve encher-se de coisas novas. Ele deve encher-se com as coisas do reino dos céus. O justo que recebeu a remissão de pecados deve encher a si mesmo com as coisas do reino, com coisas espirituais.
Eu sirvo ao Senhor. Mas eu não sirvo o Senhor com minhas próprias forças, e sim com minha fé apenas, porque ele me faz servir só a ele. Deus tem me dado bênçãos abundantes. Eu não quero mais servir às coisas do mundo. Eu não quero servir as coisas que perecerão no futuro. Eu quero servir ao Senhor, trabalhar para o Senhor, fazer a obra da justiça, a obra de Deus que será lembrada por muito tempo. Você também quer fazer isso, não quer? Eu estou certo que sim. O Senhor é nosso mestre nosso precioso Salvador. Não existe ninguém no mundo mais precioso que o Senhor. Nem minha mulher é tão preciosa quanto o Senhor. O mesmo acontece com meus filhos. Não é que eu queria pensar assim, mas isso é a verdade. Eu não tenho como deixar de amar o Senhor porque só ele me abençoa de verdade. Eu realmente creio que ele tem o controle sobre toda a minha vida e me abençoa.
A única coisa que faço neste mundo depois de ter recebido a remissão de pecados e servir ao Senhor e viver somente para ele. Eu vivo para o Senhor. Ao invés de viver para mim, hoje eu vivo para o Senhor. Embora eu tenha poucos dons, tenha muitas falhas e nem trabalhe tão bem assim, uma coisa que eu tenho que é a fé que declara que viver somente para o Senhor é o certo a fazer. Eu creio totalmente que é certo servir apenas ao Senhor. Você também crê nisso? Eu creio que o Senhor o ajudará em todas as coisas e também derramará sua graça sobre você.
Eu sou muito grato. Eu morri para o mundo quando nasci de novo. Não há nada neste mundo que eu queira para mim. Isso também significa que eu não tenho que fazer nada para as coisas do mundo. Eu me tornei nova criatura pelo evangelho da água e do espírito. Eu não tenho mais nada para fazer para mim e nenhum trabalho a ser feito para o mundo porque o Senhor já fez tudo por mim. Na verdade, o único trabalho que tenho que fazer é só para o Senhor. Eu não tenho nada para fazer para mim mesmo. É verdade. Isso não é loucura.
Eu não estou dizendo isso para te apressar a servir ao Senhor, mas porque é exatamente isso o que devemos fazer. Na verdade, se vivermos apenas para o Senhor e crermos que este é o modo certo de viver, o Deus de todo o amor abençoará tudo o que fizermos então. O Senhor concede todas as suas bênçãos, desde o orvalho dos céus até as riquezas da terra, a todos que o servem. Deus nos dá bênçãos abundantes para receber mais glória ainda e ser mais servido por nós. Vocês crêem nisso?
Eu tenho muitas falhas. Às vezes eu penso: “Será que eu estou mesmo servindo ao Senhor agora?” Eu não gosto de mim nestas horas. Há momentos em que eu não gosto nada de mim, não gosto mesmo. Porém quando me agarro novamente a esta fé e confesso: “Eu viverei somente para o Senhor. Posso até não fazer uma grande obra, mas é bom para a minha fé que eu viva apenas para o Senhor”, aí eu volto a crer novamente no Senhor e consigo viver com fé naquilo que ele me permite fazer. Eu quero que você não se esqueça disso. Para todos os crentes que receberam a remissão dos pecados, a verdadeira vida é viver para as coisas justas e para o Senhor.
A vida correta não é viver apenas para si mesmo após ter nascido de novo e continuar vivendo assim após ter crescido. Depois de receber a remissão de pecados, quando alguém ainda é um bebê recém-nascido, espiritualmente falando, ele ainda pode se importar consigo mesmo porque não conhece muito sobre a vida de um justo. E a Igreja também o entende. A Igreja o ama e ora por ele, pois ele ainda não tem entendimento algum. Contudo, não é certo um santo continuar vivendo para si mesmo quando já está crescido. Ninguém entenderá e se compadecerá de alguém assim a essa altura. Um adulto nunca vive para si mesmo, espiritualmente falando.
Todavia, quando eu olho para alguém que vive para si mesmo, embora tenha nascido de novo há muito tempo, eu penso: “Que infantil! Deus abençoaria alguém assim? Isso é uma grande problema. Sua fé alguma hora tem que crescer”. A pessoa não é assim quando sua fé cresce pelo menos um pouco. Contudo, há pessoas assim entre nós, que tem fé como uma criança. São pessoas que não se importam com nada além de si mesmas. Elas não se importam com Deus porque ainda estão presas às coisas do mundo, como o que irão comer, beber e vestir. É claro que, para aqueles que têm um emprego, trabalhar com zelo para servir ao Senhor e cuidar de sua família é o certo a fazer perante Deus. Até porque procurar levar uma vida social pensando só em si mesmo não é o tipo de vida que se deve levar.
Mas muitos ainda não vivem para Deus. E quando eu digo a eles: “Vocês receberam a salvação e estão pregando o evangelho para os seus conhecidos? Vocês estão vivendo em unidade com a Igreja”, eles respondem: “não”, sem hesitar. Deus fala para eles: “É correto vocês fazerem a obra da justiça no mundo? Vivermos juntos na pregação do evangelho, na oração, no trabalho e fazendo a obra da justiça não é viver uma vida correta? Como eu posso te abençoar se você não faz isso e vive apenas para si mesmo? Eu o recompensarei e o abençoarei se você fizer a obra da justiça com a igreja de Deus, certo?”
Você sabe o quanto Deus é misericordioso? Nosso Senhor espera por nós pacientemente, provém tudo que precisamos e nos abençoa. E ele faz isso porque quer que nós vamos para o seu reino após vivermos uma vida digna de um justo. Isso significa que ele quer que vivamos como seus filhos antes de irmos para o seu reino. Ele não quer nada de nós porque tudo no mundo pertence a ele. Isso mesmo. Deus nos pede para levarmos uma vida digna e espera para nos abençoar, porque ele quer que seus filhos façam o bem e vivam uma vida correta. Mesmo que Deus quisesse, ele não poderia abençoar alguém que vive sempre no erro. Deus não abençoa estas pessoas porque ele sabe que elas farão pior ainda se as abençoar. No entanto, Deus nos abençoa quando vivemos para ele e para o que é realmente justo. Deus nos abençoa para nos dar uma vida abundante neste mundo tanto no corpo quanto na alma.
O Senhor cuida mais dos que servem ao evangelho. O Senhor apontou para Maria, que derramava o unguento sobre sua cabeça, e disse: “Em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória” (Marcos 14:9). Nós agora somos os preciosos filhos de Deus porque ele nos salvou. O Deus Todo-Poderoso nos chama de filhos. Vocês crêem nisso? Sim, isso mesmo. Nós somos filhos de Deus. O Senhor ainda nos diz para vivermos uma vida digna de seus filhos. Isso mesmo. Um rei deve viver como um rei. Uma pessoa justa deve viver a vida de um justo e uma pessoa abençoada deve viver como alguém abençoado. Deus cuidará de cada uma de nossas necessidades se vivermos assim. Precisamos conhecer bem esta verdade.
Nós vivemos pela fé embora tenhamos muitas falhas. Não importa como seja nossa obra, tudo que fazemos se torna certo e abençoado, e tudo que fazemos é aprovado por Deus se vivermos com fé. Nós recebemos realmente as bênçãos de Deus. No entanto, o que acontece se não vivermos pela fé? Não receberemos bênção alguma do Senhor e simplesmente morreremos depois de tentarmos consegui-las por nós mesmos.
Então, o que devemos saber em primeiro lugar é qual a coisa certa a fazer, e fazer isso no momento certo segundo a nossa fé. Para vivermos corretamente, precisamos primeiro ter uma fé consciente do que é certo e saber como devemos viver. Não há nenhum irmão segue o Senhor fazendo a coisa errada. Não há ninguém entre os santos que viveu para seguir o Senhor depois de crer em Jesus e de nascer de novo fazendo o que era errado.
Todavia, o que acontece com os que buscam ao Senhor sem ter nascido de novo? Muitos já foram destruídos. Muitos já foram para o inferno. Aqueles que crêem em Jesus sem nascer de novo foram tão terrivelmente destruídos que tudo que tinham também foi destruído. Isso significa que aqueles que seguem a Jesus sem ter nascido de novo, embora creiam nele, serão todos destruídos de forma devastadora.
Por outro lado, não há ninguém entre os nascidos de novo que tenha sido destruído. Há alguém aqui que foi destruído? Eu sei muito bem disso. O Senhor nunca permite que aquele que o segue seja destruído. Eu sei que não há ninguém entre os que nasceram de novo que o Senhor tenha permitido ser destruído. E porque isso acontece? Porque o Senhor em que cremos é o Deus onipotente, o Todo-Poderoso.
Leiamos agora o versículo 37. Está escrito: “E ninguém põe vinho novo em odres velhos; de outra sorte, o vinho novo romperá os odres e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão”. Vinho aqui significa alegria. Para os crentes que receberam a salvação, há um novo vinho, uma nova alegria. Tem um louvor no nosso hinário que diz: “♬Minha nova alegria, Minha nova alegria, ♪O Senhor me salvou, Minha nova alegria ♬” Existe uma nova alegria como esta para os santos que nasceram de novo. Isso não é uma antiga alegria. Definitivamente isso é uma nova alegria.
 
 
O Vinho Novo Deve Ser Colocado em Odres Novos
 
Os justos que possuem uma nova alegria devem vir para uma nova igreja, a igreja da justiça de Deus. Se colocarmos vinho novo em odres velhos, o odre se partirá, o vinho novo será desperdiçado e o odre velho ficará imprestável. Nós os justos devemos estar numa igreja onde haja pastores e pastores-auxiliares que pregam claramente a remissão de pecados, uma igreja onde os pastores, as esposas dos pastores e os crentes que receberam a remissão de pecados estão unidos. Você entende isso? Somente assim nossa nova alegria será mantida até o fim; será alegria após alegria e a graça de Deus será ainda mais manifesta. Todas as bênçãos da Igreja de Deus são nossas bênçãos. Isso significa que todas as bênçãos que forem concedidas na Igreja serão nossas bênçãos também.
Os justos que alcançaram uma nova alegria devem vir mesmo para a igreja dos nascidos de novo. Somente assim eles viverão da forma certa e receberão as bênçãos de Deus. Está escrito claramente: “E ninguém põe vinho novo em odres velhos.” Isso significa que o vinho novo sempre deve ser posto em odres novos. Se colocarmos vinho novo em odre velho, o vinho novo romperá o odre velho, se espalhará pelo chão e o odre velho também se tornará inútil. Vinho novo sempre deve ser posto em odre novo. Aqueles que receberam a remissão de pecados devem vir para a Igreja que faz com que as pessoas recebam a remissão de pecados. Esta é a mais pura Palavra de Deus. E Deus nos vir para cá porque tem algo a dizer; ele tem bênçãos para dar a nós que nos tornamos justos.
E as bênçãos não acabam com o fato de termos recebido a remissão de pecados. A remissão de pecados se torna a base para recebermos todas as demais bênçãos e critério para as demais coisas. Por exemplo, quando alguém que tem todas essas qualificações fica na Igreja dos nascidos de novo, Deus abençoa sua vida, seus pensamentos, sua fé, seu coração e suas obras. Os que experimentam estas bênçãos de Deus sempre ficam na Igreja de Deus porque sabem que não podem ser destruídos por crerem nisso.
Nós podemos até pensar que nosso Senhor não nos ajuda muito. Mas ele se importa mesmo conosco e nos ajuda muito. Nosso Senhor derrama realmente muitas bênçãos sobre nós. Pense nisso. Nós conseguiríamos nos encontrar e viver juntos no Senhor se ele não nos abençoasse? Não poderíamos nunca poder falar assim. Eu também consigo ter saúde para pregar a Palavra para vocês por causa das bênçãos do Senhor. Devemos crer nas grandes bênçãos que o Senhor tem nos dado e na grande graça que ele tem derramado sobre nós.
Como diz a Bíblia: “Mas o justo viverá da fé”, você e eu também devemos viver pela fé. Nós recebemos bênçãos pela fé e obedecemos a Deus pela fé. Nós obedecemos à Palavra de Deus pela fé, recebemos bênçãos pela fé e fazemos boas obras pela fé. A fé está em primeiro, a fé está em segundo, e a fé está em terceiro lugar. Fé! A fé é tudo. Desde Abraão, o patriarca da fé, todos os justos têm vivido por esta fé até hoje.
Amados irmãos, vocês receberam a remissão de pecados? Vocês crêem na Palavra que diz que vinho novo deve ser posto em odres novos? Agora que nascemos de novo, vamos provar sempre desta nova alegria com a Igreja dos nascidos de novo, a alegria que é como uma fonte. Aqueles que se tornaram vinho novo e uma nova criatura agora devem ter uma nova maneira de viver, até em relação à sua vida espiritual. Nosso Senhor adotou um plano totalmente novo para nós.
Você vive pela fé na justiça de Deus? Você faz as coisas com fé? Você fala com fé? Você olha para Deus com fé? Nosso Deus nos guiará de uma forma perfeita no caminho reto se simplesmente crermos nele e orarmos com fé, obedecermos com fé, vivermos com fé e também estarmos juntos na Igreja pela fé. Portanto, todos nós devemos viver por esta fé.
Mas o que acontece quando alguém que não vive com fé depois de nascer de novo? Ele vive murmurando: “Certo. Está certo. Tudo está certo. Mas eu não sei exatamente o que fazer”, como um pintinho moribundo que comeu veneno de rato. Tudo é difícil e doloroso quando você não está na Igreja, quando você não vive pela fé e não a põe em prática. Tudo fica bem quando vivemos pela fé. Deus recebe a glória e nós recebemos as suas bênçãos quando o fazemos com fé, mas a vida se torna cansativa e estressante quando não vivemos pela fé. Então acabamos sempre pensando assim: “Que alegria é esta? Onde ela está? Há algo bom nisso? O pastor prega todos os dias, mas é cansativo servir ao evangelho diariamente. Isso é mesmo irritante, muito irritante”.
Creia no Senhor com todo o seu coração. Assim, você não se sentirá mais irritado e chateado. Esta Palavra de Deus é mesmo uma palavra abençoada. Nosso Senhor está dizendo isso para que nós os nascidos de novo não sigamos no caminho errado e sejamos atraídos pelo mundo. Vamos prestar bastante atenção à Palavra que o Senhor está nos falando hoje. Jamais devemos fazer algo como ser vestidos com velhas vestes ou viver em odre velho. Vocês crêem nisso?
A Palavra de hoje não é muito difícil de entender, certo? Ao contrário, é uma Palavra fácil e clara de entender. A Bíblia diz: “E ninguém, tendo bebido o velho, quer logo o novo, porque diz: ‘Melhor é o velho.’” Quem não nasceu de novo não sente falta desta alegria porque não conhece o vinho novo; por isso ele não conhece a nova alegria. Vocês entendem isso? Alguém assim não gosta de vir à Igreja dos nascidos de novo porque nunca conheceu algo novo, porque nunca experimentou o verdadeiro gosto de algo novo.
É claro que de vez em quando ele sentirá vontade de vir aqui. O Espírito Santo sussurra em seu ouvido quando ele está em sua casa.
“Eu quero ir. Você quer ir? Levante. Vamos”.
“Eu me sinto um estranho quando vou lá”.
“O que você quer dizer com estranho? Vamos”.
O Senhor tem tanto amor que faz questão que mesmo aquele que não nasceu de novo esteja junto a ele. No entanto, a maioria das pessoas que não nasceram de novo é como vinho velho, não como vinho novo. O vinho velho no mundo é melhor. Mas como é o vinho do reino dos céus? O vinho novo é o verdadeiro vinho do reino de Deus. Se provarmos o vinho do reino de Deus, nunca mais beberemos o vinho velho deste mundo. E aí vamos pensar: “Que nojo! O que eles fizeram para este vinho ter um gosto tão ruim? Eu não vou beber isso”. Nós não devemos nem provar este vinho. Prove do vinho celestial! Ele é tão fresco e delicioso, não é verdade?
A minha mensagem hoje na verdade foi muito branda.
Vamos servir a justiça de Deus juntos! Uma vida correta para os nascidos de novo é servir a justiça de Deus e buscar a ajuda do Senhor. Assim o Senhor certamente nos ajudará. Nosso Senhor nos ama e estará conosco até o fim deste mundo porque nascemos de novo, e não nos rejeitará. Ele nos ajuda, nos abençoa e nos protegerá para sempre.
E é isso mesmo. O Senhor é o Deus justo que sempre cuida de nós. Louvemos ao Senhor pelo seu amor. Vamos ser gratos a ele. Vamos orar ao Senhor com ação de graças na presença de Deus. “Senhor, eu te louvo. Tu salvaste muitas almas esta semana. Por favor, cuide de nós, Senhor. Por favor, nos proteja. Nos dê fé, cuide de nós, nos proteja e guia-nos para que possamos servi-lo corretamente. Abençoe a todos nós, nosso Senhor”. Amém.