The New Life Mission

Sermões

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 4-3] (Marcos 4:21-32) O Reino de Deus se Cumpriu pelo Evangelho da Água e do Espírito

(Marcos 4:21-32)
“Ele lhes disse: Vem a candeia para ser posta debaixo do alqueire, ou da cama? Não vem antes para ser colocada no velador? Pois nada há encoberto que não haja de ser manifesto, e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto. Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça. Então lhes disse: Atendei ao que ides ouvir. Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada. Ao que tem, ser-lhe-á dado; ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. Disse ainda: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra, e dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como. A terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga e, por último, o grão cheio na espiga. Quando o fruto está maduro, logo se lhe mete a foice, porque é chegada a ceifa. De novo ele disse: A que assemelharemos o reino de Deus? Ou com que parábola o representaremos? É como um grão de mostarda que, quando se semeia, é a mais pequena de todas as sementes sobre a terra. Mas tendo sido semeado, cresce e faz-se a maior de todas as hortaliças, e deita grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se à sua sombra.’”
 
 
Nós louvamos hinos novos juntos. A bíblia nos diz para louvarmos a Deus com salmos, hinos, e cânticos espirituais, e eu estou muito feliz porque fizemos isso hoje. Eu agradeço a Deus pelo evangelho da água e do Espírito que tem nos guiado no caminho da justiça.
A passagem bíblica que lemos juntos hoje foi em Marcos 4:21-32. O Senhor nos disse: “Vem a candeia para ser posta debaixo do alqueire, ou da cama? Não vem antes para ser colocada no velador? Pois nada há encoberto que não haja de ser manifesto, e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto” (Marcos 4:21-22). Aqui o Senhor fez uma analogia com uma lâmpada ao falar da pregação do evangelho da água e do Espírito pelo mundo todo.
Hoje em dia a eletricidade é usada para iluminar, mas no passado, as candeias eram usadas para iluminar. Na Coréia, as candeias eram colocadas em uma mesa baixa já que as pessoas costumavam se sentar no chão ao invés de usarem cadeiras, mas no Oeste, onde o uso de cadeiras era comum, a candeia era colocada no alto em um lampião para iluminar todo o cômodo. Da mesma forma, o evangelho da água e do Espírito também deve ser revelado para iluminar o mundo todo ao invés de ser escondido.
O evangelho da água e do Espírito não pode mais ser escondido. Nem há nenhuma razão para esconder esse evangelho da água e do Espírito que traz a remissão de pecados para todos. Esse é o mandamento do Senhor que diz que devemos mesmo pregar esse evangelho para encher o mundo inteiro com a sua luz. Assim como diz a bíblia: “Prega a palavra, insta a tempo e fora de tempo” (2 Timóteo 4:2), nós devemos pregar esse evangelho em todo o tempo. Então, ao invés de pensar que não há mais lugar para pregar o evangelho, devemos procurar lugares onde o evangelho ainda não tenha sido pregado. Devemos continuar seguindo em frente, entendendo que é a vontade de Deus que preguemos ainda mais o evangelho da água e do Espírito pelo mundo todo. Jesus também pregou avidamente o evangelho do Reino dos Céus durante Sua vida pública. Depois de Jesus ter sido batizado e crucificado, quando Ele ressuscitou dos mortos em três dias, Ele pediu aos Seus discípulos para também pregarem esse evangelho. Na verdade isso é o que cada crente deve fazer, e esse também é o nosso chamado como crentes.
Muitos cristãos crêem somente no sangue da cruz ao invés de crerem no completo evangelho da água e do Espírito. Quando pregamos o evangelho da água e do Espírito para eles, eles pensam que ele é estranho e misterioso. Porque eles pensam que naquilo que criam até então é que era a verdade e o certo, e se eles ouvirem a Palavra da água e do Espírito, eles ficarão preocupados se suas crenças estiverem erradas. Pelo contrário, nossa crença é inabalável; por isso eu agradeço ao Senhor por nos salvar de todos os pecados desse mundo através do evangelho da água e do Espírito, e por nos fazer filhos da luz ao nos tirar da escuridão espiritual e tirar todos os nossos pecados. O evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu é a verdade indiscutível que nos salvou, e não há outro evangelho verdadeiro além desse. Para nos salvar dos pecados do mundo o Senhor não nos deu outro evangelho, mas o evangelho da água e do Espírito. Aqui na passagem bíblica de hoje Ele disse que não há nada escondido que não seja revelado. Isso significa que o Senhor já revelou tudo sobre a verdade com o evangelho da água e do Espírito, e não há mais nada que esconder e também nada mais para ser revelado.
Contudo, parece que muitas pessoas não compreendem o que Jesus disse aqui em Marcos 4:22-23: “Pois nada há encoberto que não haja de ser manifesto, e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto. Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.” Essa passagem pode ser um pouco confusa já que a sentença é bem complexa, mas simplificando, ela significa que o que está escondido está prestes a ser exposto, e o que está em segredo está prestes a ser revelado. Em outras palavras, isso significa que não existem segredos. O evangelho da água e do Espírito já foi revelado ao mundo todo, por isso não há mais o que revelar mesmo se alguém o quiser fazer.
O Senhor salvou toda a raça humana de seus pecados através do evangelho da água e do Espírito. Esse verdadeiro evangelho proclama que o batismo de Jesus, Seu sangue na cruz e a Sua ressurreição são elementos indispensáveis para a nossa salvação. Quando o Senhor veio a esta terra, Ele foi batizado por João Batista com trinta anos. Através desse batismo Ele apagou todos os pecados da humanidade. Daí em diante Jesus começou a viver Sua vida pública, tendo aceitado todos os pecados da raça humana através de Seu batismo. E Ele carregou todo o pecado deste mundo até a cruz, foi crucificado até a morte, ressuscitou dos mortos em três dias, pagando assim por todo o preço dos pecados desse mundo.
 
 
O Senhor Veio a esta Terra para Revelar a Verdadeira Salvação com o Evangelho da Água e do Espírito
 
Quando você tem uma candeia, você não a pega e coloca debaixo da cama ou de um lampião, mas a coloca num lampião no lugar mais alto do cômodo. Não é nesse lugar que as candeias são colocadas? O evangelho da água e do Espírito também já foi totalmente revelado, por isso não há nada mais para ser revelado. Vários documentos já foram revelados para mostrar que a bíblia é mesmo verdadeira, e agora estamos vivendo em um mundo onde alguém pode ser facilmente salvo por ouvir e crer na palavra do evangelho, pois ele está sendo amplamente pregado. Qualquer um pode ser salvo se simplesmente ouvir e crer no evangelho da água e do Espírito.
Além do evangelho da água e do Espírito que o Senhor deu a todos os seres humanos, não há nada mais que pode remir os seus pecados. Foi através do evangelho da água e do Espírito que o Senhor remiu todos os nossos pecados. Nascido nessa terra através do corpo da Virgem Maria, o Senhor aceitou todos os pecados do mundo através do batismo que Ele recebeu de João Batista, levou assim todos esses pecados e foi crucificado até a morte. Porque o Senhor pagou em nosso lugar todo o preço dos nossos pecados, não temos mais nada que pagar por eles. Foi assim que o Senhor nos salvou dos pecados do mundo. Portanto, não há nenhum outro evangelho além do evangelho da água e do Espírito. Esse evangelho da água e do Espírito é a única verdade da salvação. E assim como o Senhor disse, aquele que tem ouvidos deve ouvir este evangelho.
Em João capítulo 3 o Senhor diz que a não ser que alguém nasça de novo da água e do Espírito, ele não poderá entrar no Reino de Deus. Se você quer ser remido de todos os seus pecados e entrar no Céu, primeiro você deve nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito e ser purificado de todos os seus pecados. Em outras palavras, você deve crer no evangelho da água e do Espírito e assim receber a remissão de pecados para nascer de novo e passar a ser filho de Deus ao invés de filho do homem. Nascer de novo significa nascer uma segunda vez, e essa vez vem de Deus. Primeiro você nasceu como um pecador, mas agora você deve nascer de novo pela segunda vez como uma pessoa redimida. Por isso que você deve crer no evangelho da água e do Espírito.
Em Marcos 4:1-20, o Senhor falou sobre a parábola do semeador, e através dela Ele nos disse para nos tornarmos uma boa terra plantada com boas sementes. Isso significa que agora que o Senhor revelou a completa salvação para nós e não mais a escondeu, nós devemos nos tornar boas terras e aceitar a Palavra com alegria. Olhe bem para o evangelho da água e do Espírito. Ele não está bem claro? Durante a era da Igreja Primitiva, todos os apóstolos sabiam e criam no evangelho da água e do Espírito, e todos eles pregavam esse evangelho. Contudo, a grande maioria dos cristãos de hoje não conhece esse evangelho da água e do Espírito. Por isso eu repito, muitos cristãos não tem conhecimento suficiente do motivo pelo qual Jesus foi batizado por João Batista.
Há bem pouco tempo atrás enquanto eu estava pronto para vir à igreja para o culto da noite, eu estava assistindo na TV o canal cristão. Um certo pastor estava pregando sobre Mateus 3:11-13. Mas como eu tinha que sair logo para a igreja, eu olhei rapidamente só para ouvir a introdução, mas só por ouvir essa introdução eu já pude imaginar o que o pastor iria dizer em seu sermão. Basicamente ele estava dizendo que não havia motivo para Jesus ser batizado, que Ele foi batizado para se tornar igual ao homem, para que Ele pudesse levar todos a Deus e todos serem purificados dos seus pecados.
Contudo, deixe-me esclarecer aqui que o Senhor não foi batizado por João Batista simplesmente para se tornar igual ao homem. O Senhor disse claramente: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Como aqueles que crêem em Jesus, devemos entender claramente essa cena do batismo de Jesus em termos espirituais. Jesus disse aqui que Ele tinha que cumprir toda a justiça de Deus ao ser batizado por João Batista. Ele também explicou o porquê disso dizendo que era para Ele apagar todos os pecados da humanidade ao ser batizado por João Batista e assim cumprir toda a justiça de Deus. A palavra “assim” em grego é “οϋτως” (hoo’-tos), que significa “somente dessa forma” ou “nenhum outro meio além desse”. Em outras palavras, o método mais apropriado para a salvação foi Jesus salvar toda a raça humana apagando todos os seus pecados através do batismo que recebeu ‘de uma vez por todas’ de João Batista, e ser crucificado até a morte. Jesus, o sumo sacerdote dos Céus, veio a esta terra em forma humana. E o motivo espiritual para Ele ter procurado João Batista para impor suas mãos sobre Sua cabeça e O batizar, foi para se tornar o Cordeiro da expiação que apagaria todos os pecados do homem, assim como o cordeiro do sacrifício do Antigo Testamento apagava os pecados dos israelitas através da imposição de mãos do sumo sacerdote.
Assim o Senhor levou todos os pecados da humanidade sobre Seu corpo através de Seu batismo, e Ele desistiu de Seu corpo na cruz para se tornar o nosso Cordeiro do sacrifício para ser condenado pelos nossos pecados. O Senhor foi batizado para aceitar e apagar os nossos pecados. E Ele foi crucificado até a morte para pagar o preço por todos os nossos pecados. Isso não passa da justiça de Deus. A justiça de Deus é a prova que Jesus foi batizado, crucificado e ressuscitado para salvar todo o homem dos seus pecados, para que ele pudesse se tornar filho de Deus e viver com Ele para sempre, pois todo o homem era destinado à destruição por causa dos seus pecados. O Senhor se tornou o verdadeiro Salvador da humanidade porque Ele aceitou todos os pecados do homem através do batismo que recebeu de João Batista, morreu na cruz e ressuscitou dos mortos. E o Senhor trouxe até nós a salvação através do evangelho da água e do Espírito para dar o direito de se tornarem filhos de Deus todos aqueles que crêem nesse evangelho.
Eu ainda continuo ouvindo esses pregadores dizendo que Jesus foi batizado humildemente para se tornar igual ao homem, e isso é o que me motiva ainda mais a pregar o evangelho da água e do Espírito com todo afinco. A bíblia chama Jesus de Cordeiro de Deus, como João Batista testificou em João 1:29: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” Como esse Cordeiro de Deus, o Remidor da raça humana fez essa obra da salvação por nós? Deixe-me acrescentar um fato impressionante concernente a essa passagem em caracteres chineses. Justiça aqui é “Yi” (義) em chinês, e essa letra é composta de dois caracteres – ou seja, “Yang” (羊) que significa “ovelha”, e “Wo” (我) que significa “I”. Isso mostra que alguém é feito justo por crer em uma ovelha – ou seja, no Cordeiro de Deus. Em outras palavras, a justiça é alcançada graças ao sacrifício do Cordeiro. Diferentes dos animais comuns que chutam e gritam quando são arrastados para o abatedouro, o Cordeiro de Deus recebeu Seu batismo calmamente e derramou Seu sangue na cruz em silêncio. Jesus não mostrou nenhuma resistência, mesmo quando crucificado até a morte. Ele obedeceu a Deus Pai até o fim. Apesar de nosso Senhor ser Todo-poderoso, Ele ainda obedeceu a vontade de Deus Pai. Mesmo quando foi crucificado, ele não protestou, nem tentou evitar isso. Ele se tornou o próprio Cordeiro do sacrifício pelos nossos pecados. Jesus se tornou toda a “justiça” de Deus.
A frase “toda a justiça” em grego é “πάσαν δικαιοσύνην” (pasan dik-ah-yos-oo’-nayn), o que significa justiça ou lealdade. Em outras palavras, a verdadeira justiça de Deus é correta, perfeita, justa e leal. Jesus nos mostrou a justiça de Deus. Tendo vindo a esta terra em forma humana, Jesus apagou todos os pecados da humanidade sobre Seu corpo ao ser batizado e sofreu toda a punição e o sofrimento por esses pecados ao ser crucificado. Ele levou o pecados de todos de uma vez por todas, não deixando nada para trás. Jesus veio a esta terra para cumprir a justiça de Deus, e para fazer isso, Ele voluntariamente foi batizado e crucificado com toda a coragem. Ele não implorou covardemente para pouparem Sua vida. Foi assim que Jesus nos salvou. O evangelho da água e do Espírito é precioso assim.
Depois que algumas pessoas lêem os meus livros sobre o evangelho da água e do Espírito, elas me criticam por enfatizar tanto o batismo de Jesus. Um deles me prometeu escrever depois, dizendo se este evangelho da água e do Espírito está certo ou errado, mas esse homem não disse nada até agora. Ele deveria ter apontado especificamente o que está errado e em que página esse erro foi encontrado. Eu teria então respondido a essa crítica mesmo que esse argumento gerasse uma discussão polêmica.
Contudo, esse caluniador não pode dizer de forma convincente que Jesus não levou os pecados deste mundo através do Seu batismo. Isso porque ele não conhece nem crê no verdadeiro evangelho da água e do Espírito. Sem nem mesmo procurar entender a fundo o evangelho da água e do Espírito, as pessoas simplesmente pensam que ele é estranho. Mas se o evangelho da água e do Espírito pregado por nós for comparado com a bíblia, ninguém pode dizer que ele está errado. A pessoa deve verificar por si mesma se o evangelho da água e do Espírito está certo ou errado antes de rejeitá-lo cegamente.
Uma vez eu vi celebridades na TV brincando de um jogo de descobrir uma frase somente lendo os lábios de alguém. Com um fone de ouvido tocando uma música bem alta, eles tinham que dizer o que a outra pessoa estava dizendo só de ler os seus lábios e passar isso adiante até chegar na última pessoa. Mas a frase raramente era passada no final como era no começo. Quando a frase chegava na última pessoa, ela estava completamente diferente da frase original. O processo pelo qual o evangelho da água e do Espírito foi corrompido também é parecido com esse.
Todos os apóstolos pregaram o batismo de Jesus, Sua morte na cruz e Sua ressurreição. E mesmo depois deles terem sido espalhados por todo o mundo depois da ascensão de Jesus, eles ainda continuaram pregando o evangelho da água e do Espírito. Com o passar do tempo, contudo, a palavra do evangelho da água e do Espírito ficou adulterada. Jesus disse aos Seus discípulos que Ele os salvou de uma vez por todas pelo evangelho da água e do Espírito. Então os discípulos também pregaram que todos tinham que nascer de novo através do evangelho da água e do Espírito, assim como disse o apóstolo Pedro: “Também agora, por uma verdadeira figura - o batismo” (1 Pedro 3:21).
Os pais da igreja aprenderam com os doze discípulos de Jesus, e esses pais da igreja também tinham discípulos. Mas daí em diante, o evangelho da água e do Espírito começou a ser corrompido. Como os ensinamentos foram passados de uma geração para outra, algumas pessoas acrescentaram seus próprios pensamentos e corromperam o evangelho da água e do Espírito que foi proclamado por Jesus. Como resultado disso, várias doutrinas começaram a aparecer no Cristianismo. Inúmeras doutrinas foram disseminadas, como a Doutrina da Predestinação e a Doutrina da Santificação Contínua. Antes diziam que a salvação foi incondicionalmente predestinada por Deus antes da fundação do mundo, e agora dizem que a salvação é completa quando alguém santifica a si mesmo, portanto, já que é assim, a pessoa só precisa guardar fielmente a lei e crer em Jesus para entrar no Céu. E também nos dias atuais, existem muitos cristãos que tolamente crêem que suas próprias doutrinas denominacionais são tudo o que importa, e ainda crêem e seguem essas doutrinas como se elas fossem a verdade. Embora o problema dos nossos pecados tenha sido claramente resolvido através do evangelho da água e do Espírito, eles ainda tentam purificar os seus pecados oferecendo suas orações de arrependimento. Outros crêem cegamente que já que a salvação foi predestinada antes da fundação do mundo, aquele que crê em Jesus irá para o Céu com toda a certeza. Assim, muitos cristãos hoje estão envolvidos em muitas falsas crenças. Mas é o evangelho da água e do Espírito que torna possível a todos nascerem de novo, e por isso todos vocês devem conhecer e crer neste evangelho.
O Senhor disse em Marcos 4:24-25: “Atendei ao que ides ouvir. Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada. Ao que tem, ser-lhe-á dado; ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.” Esse texto significa que quando você ouve alguém pregando o evangelho da água e do Espírito, você deve crer neste evangelho, mas quando você ouve alguém pregando somente o sangue da cruz ao invés do evangelho da água e do Espírito, você deve ter cuidado com o que está ouvindo. Em outras palavras, o Senhor está lhe dizendo para rejeitar qualquer ensinamento que não vem do evangelho da água e do Espírito.
Hoje em dia, enquanto o evangelho da água e do Espírito está sendo pregado por todo o mundo, algumas pessoas estão tentando descobrir por si mesmas se o evangelho da água e do Espírito está certo ou errado. Em outras palavras, elas estão criticando esse evangelho pensando que sabem alguma coisa, avaliando-o segundo seus próprios padrões. Mas Deus disse a essas pessoas: “Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada. Ao que tem, ser-lhe-á dado; ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.” Todos os cristãos do mundo devem examinar a si mesmos para verificar se estão ouvindo o evangelho da água e do Espírito ou os sermões que só pregam a cruz. Eles devem analisar qual é o verdadeiro evangelho que traz a salvação e decidir no que crer baseados na Palavra de Deus.
Mas quando algumas pessoas ouvem o evangelho da água e do Espírito, ao invés de aceitá-lo, elas dizem que esse evangelho está errado. Elas dizem cinicamente: “Segundo o que eu entendi, o Cristianismo predominante tem pregado somente o sangue da cruz por cerca de 2.000 anos, então por que esse evangelho da água e do Espírito apareceu de repente? Mesmo os apóstolos de Jesus disseram que não tinham nada do que se gloriar exceto na cruz, então por que você diz que o evangelho da água e do Espírito é o único verdadeiro evangelho?” Essas pessoas não compreendem que o evangelho da água e do Espírito foi pregado nos primeiros 300 anos do Cristianismo, e desde então ele foi corrompido. É estimado que o evangelho da água e do Espírito foi pregado até 313 AD quando o Édito de Milão foi assinado. Mas desde então somente o sangue da cruz tem sido pregado. Esse é um evangelho corrompido. Ele foi totalmente distorcido, assim como o jogo de adivinhar as palavras.
João Batista teve um papel indispensável na obra da salvação de Jesus. Foi por causa desse batismo que Jesus pôde começar a Sua obra da salvação, e somente depois de Jesus receber esse batismo foi que Deus Pai disse: “Tu és o meu Filho amado em quem me comprazo” (Marcos 1:11). Foi assim que Jesus levou os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista. Se Ele não tivesse feito isso ao invés de subitamente só derramar Seu sangue na cruz um dia e se tornar o nosso Salvador, então essa não seria a salvação. Esse não é o evangelho da água e do Espírito com o qual o Senhor nos comprou.
Deus permitiu a nós pecadores que usássemos um Cordeiro do sacrifício que poderia em nosso lugar pagar o preço por todos os nossos pecados, por isso Jesus veio a esta terra como esse Cordeiro para ser sacrificado a Deus. A bíblia diz: “E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os nossos pecados. E nele não há pecado” (1 João 3:5). Jesus pôde oferecer a Si mesmo a Deus Pai como a nossa verdadeira propiciação, porque Ele tomou todos os nossos pecados sobre Seu corpo e entregou a Si mesmo na cruz. Por isso o preço que Jesus teve que pagar pelos nossos pecados foi o derramamento de Seu próprio sangue. Por isso que a bíblia diz: “Sem derramamento de sangue não há remissão” (Hebreus 9:22). A morte de Jesus foi o sacrifício que Ele fez pelos pecados da humanidade, pois Ele tomou todos eles através de Seu batismo. O Cordeiro de Deus pôde se tornar a nossa propiciação aceitável a Deus Pai somente depois de Ele ter sido batizado e crucificado até a morte na cruz. Jesus se tornou a propiciação por toda a raça humana ao levar os pecados da humanidade através de Seu batismo e do derramamento de Seu sangue. Deus declarou que porque Jesus foi batizado por João Batista e derramou Seu sangue até a morte, Ele fez expiação por todos os nossos pecados e pagou totalmente o preço por esses pecados.
A forma com que Jesus nos salvou do pecado foi injusta aos olhos de todos? Ele foi até a cruz sem realmente levar os nossos pecados, dizendo: “Eu não quero ser batizado por João Batista, então somente considere que Eu levei os seus pecados”? Ele teve que vir a esta terra em forma humana para nos libertar de todos os pecados do mundo e de todas as maldições da lei, e tendo levado todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, Ele voluntariamente entregou Seu corpo para ser crucificado até a morte na cruz. E ao ressuscitar dos mortos em três dias, Ele cumpriu toda a Sua obra de salvação para se tornar o Salvador para todos os que crêem nEle.
Jesus disse a todos: “Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada. Ao que tem, ser-lhe-á dado; ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.” Isso significa que quem crer no evangelho da água e do Espírito receberá ainda mais recompensas, mas quem não crer nesse evangelho perderá até mesmo a pequena fé que tiver. Para os que crêem no evangelho da água e do Espírito, quanto mais o tempo passa mais eles ouvem a Palavra de Deus, e mais a verdadeira fé cresce em seus corações. Por outro lado, os que rejeitam o evangelho da água e do Espírito perderão até a fé insignificante que têm com o passar do tempo. Em outras palavras, mais à frente, eles negarão até mesmo que Jesus é o próprio Deus.
 
 
A Bíblia diz que o Reino dos Céus é Como um Fazendeiro Semeando a Semente no Solo
 
O Senhor disse o seguinte em Marcos 4:26-29: “O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra, e dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como. A terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga e, por último, o grão cheio na espiga. Quando o fruto está maduro, logo se lhe mete a foice, porque é chegada a ceifa.’”
Como diz essa passagem, um homem lançou a semente na terra, e enquanto ele dormia e acordava para trabalhar de dia e de noite, a semente cresceu e frutificou. Isso significa que embora o homem dormisse de noite e acordasse de dia, a semente cresceu e deu fruto rápido. Essa parábola ilustra como o evangelho é pregado. O Senhor falou sobre pregar o evangelho fazendo uma analogia a agricultura. Isso porque assim como um fazendeiro pode colher frutos se ele cultivar a terra com carinho, o fruto do evangelho também brotará se o pregarmos com afinco.
Eu estou certo que aqueles de vocês que já tiveram alguma experiência em plantação ou plantaram uma pequena árvore frutífera no quintal sabem o que eu quero dizer. Quando a semente é lançada na terra, não há nada no começo. Não se pode nem vê-la mais, já que ela está coberta com uma fina camada de terra. Todavia, se ela for regada e receber luz do sol na hora certa e for cuidada, a semente crescerá rápido. E enquanto você continua regando-a e nutrindo-a com afinco, ela cresce mais rapidamente e então se transforma em um fruto ou um grão.
Da mesma forma, quando você prega o evangelho para alguém pela primeira vez, o coração dele está tão fechado que parece estar sem esperança. Mas se você continuar a orar por ele e tratá-lo bem, preparando o campo do seu coração para que possa se tornar fértil para aceitar a Palavra, então, pouco a pouco você vera o seu coração se abrir. Quando as pessoas ouvem a Palavra assim depois de você trabalhar duro pela sua salvação, elas realmente serão salvas e se tornarão nascidos de novo e povo do Reino de Deus. Então, quem prega o evangelho deve continuar a pregar a Palavra sem nunca desistir até o fim. Eclesiastes 11:6 diz:
“Pela manhã semeia a tua semente,
E à tarde não retires a tua mão;
Pois não sabes qual prosperará,
Se esta, se aquela,
Ou se ambas igualmente serão boas.” Isso significa que você deve pregar o evangelho com afinco sem nenhum preconceito, ao invés de antes ficar dizendo quem será salvo e quem não será.
Para aqueles que estão ouvindo a Palavra de Deus pela primeira vez, quando a Palavra é semeada em seu coração através dos pregadores do evangelho, você deve aceitá-la pela fé. Assim como a semente pode absorver nutrientes e brotar se estiver coberta de adubo, você deve aceitar a Palavra bem no fundo do seu coração. Se você desprezar a Palavra de Deus ao invés de aceitá-la em seu coração, então ela não poderá dar fruto algum, assim como a semente que não está coberta de adubo não pode absorver nutriente algum e por isso ela murcha sob o sol. Embora você possa se sentir frustrado quando não conseguir entender a Palavra na mesma hora, uma vez que a aceite em seu coração, a semente do evangelho crescerá dentro de você sem você nem mesmo perceber, e então verá ela se tornar em um broto, depois num grão e, finalmente, no fruto da salvação.
É assim que o Reino dos Céus se parece. Esse ano já acabou. O sol continua nascendo e se pondo dia após dia, e as horas passam rapidamente. Não poderemos colher nenhum fruto se desperdiçarmos todas essas horas assim. Mas, se por outro lado, pregarmos o evangelho com afinco, então nós colheremos abundantes frutos da justiça. O evangelho da água e do Espírito no qual você e eu cremos é como uma semente de mostarda. A semente de mostarda é tão pequena que ela pode ser facilmente levada pela mínima brisa, mas ela está tão cheia de vida que assim que ela obedeça dentro da igreja, ela crescerá forte e se tornará rapidamente em uma grande árvore. Quando nós aceitamos o evangelho da água e do Espírito nós não sabíamos que esse evangelho era tão poderoso. Você sabia que o poder do evangelho da água e do Espírito era tão tremendo? Provavelmente, a idéia que tinha do seu poder era limitada, pois simplesmente pensava que o Senhor tinha apagado todos os seus pecados e o salvado de forma perfeita com o evangelho da água e do Espírito. E por isso você não tinha idéia de que por causa desse evangelho, você receberia de Deus a indescritível bênção da vida eterna e o direito de viver para sempre com Ele.
Quanto a mim mesmo, eu antes não sabia como o evangelho da água e do Espírito era precioso, mesmo depois de crer nele. Eu só sabia que esse evangelho da água e do Espírito tinha me salvado de todos os meus pecados, e que Deus me fez Seu filho para entrar no Céu, mas com o passar do tempo, como eu continuei vivendo pela fé, eu percebi que as bênçãos que eu recebi através desse evangelho não eram bênçãos comuns. Em outras palavras, nós recebemos essa incrível salvação tudo graças ao evangelho da água e do Espírito.
Onde o Reino de Deus começa? Ele começa no momento que alguém crê no evangelho da água e do Espírito. Ele é como uma semente de mostarda. Quando nós cremos no evangelho, nós não percebemos o quanto ele é maravilhoso. Nós simplesmente o aceitamos em nosso coração porque ele é a Palavra certa. Mas esse evangelho é uma semente tão cheia de vida que ele não só nos deu o direito de entrarmos pelas portas do Céu, mas também nos permite viver para sempre com Deus e desfrutar da Sua glória. O Senhor disse em Marcos 4:31-32: “É como um grão de mostarda que, quando se semeia, é a mais pequena de todas as sementes sobre a terra. Mas tendo sido semeado, cresce e faz-se a maior de todas as hortaliças, e deita grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se à sua sombra.”
Que grande bênção é essa! Agora nós podemos envolver as pessoas do mundo todo com o evangelho da água e do Espírito. Nós somos usados como preciosos instrumentos do Senhor para envolver a todos nesse mundo com nossos braços e para salvar todos os pecadores. Nossas bênçãos são tão grandes que nos recusamos a ser comparados até com as pessoas mais poderosas e ricas deste mundo, pois o que elas têm é insignificante perto de nós. O evangelho da água e do Espírito é tão precioso que nada pode se comparar com ele.
Quando o evangelho foi plantado pela primeira vez em nosso coração como uma semente de mostarda, nós pensávamos que ela era a menor de todas as sementes nessa terra. Mas agora nós sabemos que a semente de mostarda se tornou uma grande árvore, pois o Senhor disse: “É como um grão de mostarda que, quando se semeia, é a mais pequena de todas as sementes sobre a terra. Mas tendo sido semeado, cresce e faz-se a maior de todas as hortaliças, e deita grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se à sua sombra.” Ninguém mais pode se opor a nós. Nós não somos mais tímidos, mas fortes e corajosos, tudo porque nós cremos no evangelho da água e do Espírito. Ao crer nesse evangelho da água e do Espírito, você e eu nos tornamos justos soldados que salvam as pessoas do mundo todo.
Quem sabia que isso iria acontecer?
O Senhor disse:
“Os que forem sábios resplandecerão
Como o fulgor do firmamento,
E os que a muitos ensinam a justiça refulgirão
Refulgirão como as estrelas sempre e eternamente” (Daniel 12:3). Nós somos as pessoas mais felizes desta terra, mais felizes que as pessoas mais famosas e ricas que existem. Nós que cremos no evangelho da água e do Espírito somos as pessoas mais espirituais e abençoadas do mundo.
Isso aconteceu não porque, de alguma forma, nós herdamos algo grandioso, mas porque a semente da vida foi plantada em nosso coração pelo Senhor. Por isso eu não me importo com o que as pessoas falam sobre mim. Meras possessões e prazeres mundanos são suficientes para satisfazê-los, mas eles na verdade são mais felizes que eu, já que eu tenho a glória dos Céus me aguardando? Não, é claro que não!
O dinheiro não importa para mim; para mim 10.000 reais são iguais a 10 milhões, e eu não acho que 10 milhões é uma soma tão grande assim. Apesar de algumas pessoas pensarem que dinheiro é tudo o que importa, essas coisas passageiras são insignificantes. Elas não significam nada. Embora não tenhamos muito dinheiro como os bilionários deste mundo, no que diz respeito a nossa justa obra, nós somos totalmente diferentes deles. Eles são nada em comparação a nós. Enquanto eles são escravos do dinheiro, nós os crentes do evangelho da água e do Espírito somos os próprios filhos de Deus.
A Samsung se tornou uma companhia de nível internacional por desenvolver alguns dos mais avançados chips de memória. Apesar de essas realizações estarem a nossa frente, nosso trabalho é ainda mais importante, pois nós estamos ajudando aqueles que ainda não encontraram o verdadeiro evangelho da água e do Espírito a encontrar essa Verdade e a voltarem para Deus. Aos olhos de Deus, nós somos os melhores. Ele disse em Daniel 12:3:
“Os que forem sábios resplandecerão
Como o fulgor do firmamento,
E os que a muitos ensinam a justiça refulgirão
Refulgirão como as estrelas sempre e eternamente” Isso é exatamente o que nós somos.
Você já se sentiu inferior por causa da sua posição social? Mas quem serve ao evangelho da água e do Espírito é bem maior do que qualquer um neste mundo. Eu não estou dizendo isso para fazer você se sentir bem consigo mesmo. Esse é um fato inegável. O Senhor nos fez essas pessoas honradas. Embora sejamos pequenos neste mundo, nós recebemos bênçãos tremendas de Deus. Não existe ninguém mais abençoado que nós. Como o hino “Minha Vida Digna” que nós fizemos, nossas vidas também se tornaram valiosas.
Dê uma olhada no que diz a bíblia em Hebreus 11:6: “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” Sem fé é impossível agradar a Deus. Que tipo de fé temos que ter então? Temos que crer que Deus está vivo e recompensará os que O buscarem. Deus é o nosso galardoador. Tudo o que temos que fazer é buscá-Lo. Nós temos somente que servir ao evangelho da água e do Espírito com dedicação segundo a Sua vontade em nossas vidas. Além disso, você ainda desistiria da obra do Senhor e iria para o mundo para ganhar dinheiro, buscando a prosperidade material? Ao invés de se sentir sobrecarregado pela obra do Senhor, você deveria ser grato por ela e se alegrar pelo fato de poder fazê-la. Por isso é que como você faz a obra do Senhor, a recompensa que você receberá de Deus também aumentará. Você nunca deve se esquecer que a recompensa dada por Deus é maior e mais gloriosa que qualquer prazer que você pode ter neste mundo. Deus nos fez grandes, nos adotou como Seus filhos, nos fez povo de Seu Reino e Seus obreiros, e eu dou graças a Ele por essas maravilhosas bênçãos. Todos nós deveríamos ser gratos a Deus.
O Senhor também disse que quando o grão amadurece, o fazendeiro vai até o campo e passa a foice para colhê-lo. Isso significa que o Senhor irá colher Seu fruto e pô-lo em Seu celeiro. Assim como certamente vem o tempo da colheita, o dia virá em que o Senhor colherá o fruto da salvação em Seu celeiro. Todos nós devemos ter certeza hoje de que no dia que seremos postos no celeiro do Senhor, no dia que entraremos no Céu, nós seremos recompensados por Ele.
Deus abençoou a todos nós. Ele não só nos abençoou, mas Ele também prometeu nos recompensar. Palavras não conseguem descrever o quanto eu sou grato por Deus ter derramado Seu infinito amor sobre nós. Às vezes ficamos desanimados e sentimos que vamos desistir de receber alguma bênção nesse mundo. Mas não somos essas pessoas patéticas. Quando olhamos para nós mesmos através do microscópio do evangelho da água e do Espírito e nos vemos no centro da vontade de Deus, se torna claro para nós que recebemos mesmo bênçãos tremendas nos tornando grandes nessa terra para transformarmos a todos em justos. Por isso eu sou muito grato a Deus por nos abençoar assim.
Eu não sei como eu posso agradecer a Deus o suficiente por tudo o que Ele fez por nós. Eu sou muito grato por Ele nos dar essas bênçãos abundantes, e também sou grato, pois em breve, quando o tempo chegar, Ele irá nos colher e nos colocar em Seu celeiro. Você e eu iremos para o Reino do Senhor, e juntos com Ele desfrutaremos de todo o Seu esplendor e glória para sempre. A glória que nos aguarda não pode ser comparada com nenhum esplendor ou riquezas dessa terra. Eu dou graças ao Senhor por nos dar essas bênçãos maravilhosas!
Aleluia!