The New Life Mission

Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 8-3] (Lucas 8:40-56) A Quem Deus Concede a Graça do Seu Poder?

(Lucas 8:40-56)
“E aconteceu que, quando voltou Jesus, a multidão o recebeu, porque todos o estavam esperando. E eis que chegou um varão de nome Jairo, que era príncipe da sinagoga; e, prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que entrasse em sua casa; porque tinha uma filha única, quase de doze anos, que estava à morte. E, indo ele, apertava-o a multidão. E uma mulher, que tinha um fluxo de sangue, havia doze anos, e gastara com os médicos todos os seus haveres, e por nenhum pudera ser curada, chegando por detrás dele, tocou na orla da sua veste, e logo estancou o fluxo do seu sangue. E disse Jesus: ‘Quem é que me tocou?’ E, negando todos, disse Pedro e os que estavam com ele: ‘Mestre, a multidão te aperta e te oprime, e dizes: ‘Quem é que me tocou?’’ E disse Jesus: ‘Alguém me tocou, porque bem conheci que de mim saiu virtude.’ Então, vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se tremendo e, prostrando-se ante ele, declarou-lhe diante de todo o povo a causa por que lhe havia tocado e como logo sarara. E ele lhe disse: ‘Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz. Estando ele ainda falando, chegou um da casa do príncipe da sinagoga, dizendo: ‘A tua filha já está morta; não incomodes o Mestre.’ Jesus, porém, ouvindo-o, respondeu-lhe, dizendo: ‘Não temas; crê somente, e será salva.’ E, entrando em casa, a ninguém deixou entrar, senão a Pedro, e a Tiago, e a João, e ao pai, e a mãe da menina. E todos choravam e a pranteavam; e ele disse: ‘Não choreis; não está morta, mas dorme.’ E riam-se dele, sabendo que estava morta. Mas ele, pegando-lhe na mão, clamou, dizendo: ‘Levanta-te, menina!’ E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer. E seus pais ficaram maravilhados, e ele lhes mandou que a ninguém dissessem o que havia sucedido”.
 
 
Jesus Curou a Filha de Jairo
 
A passagem em Lucas 8:40-52 nos diz que Jesus curou a filha de Jairo, príncipe da sinagoga, e eu quero compartilhar com você algo sobre a graça de Deus que se encontra na Bíblia. Jairo prostrou-se aos pés de Jesus e rogou que entrasse em sua casa, porque tinha uma filha única, de quase doze anos, que estava à beira da morte. Seu pedido desesperado levou Jesus a curar sua filha na hora. Foi assim que a misericórdia do Senhor salvou a menina que estava morta e a mulher que estava enferma, a fim de que ambas pudessem ter uma nova vida nesta terra.
Todos nós deveríamos ser gratos a Deus por demonstrar sua misericórdia e amor. Nós éramos pecadores que deveriam morrer por seus pecados. Porém, o Senhor de infinito amor nos curou totalmente de todos os nossos pecados e enfermidades. Nós estaríamos aguardando a morte como a filha de Jairo se não fôssemos alcançados pela justiça de Cristo. Eu imagino o que faríamos e a quem culparíamos nos momentos finais da nossa vida se não tivéssemos a salvação de Deus. É bem provável que morreríamos chorando amargamente lamentando nossa morte. Estaríamos sozinhos e vazios diante da morte, assim como uma folha seca que cai de uma árvore no outono.
Que tipo de misericórdia nosso Senhor nos mostrou então? Jesus Cristo, que é ao mesmo tempo o próprio Deus e também o Filho de Deus, curou-nos do pecado e nos salvou da morte espiritual. O texto bíblico deste capítulo conta a história da cura da filha de Jairo, de quase doze anos de idade. Por que Jesus a curou? Naqueles dias, a filha de Jairo tinha apenas doze anos. Hoje ela provavelmente estaria na sexta ou sétima série, mas aquela menininha estava morrendo precocemente de uma doença física. Você não acha que Jairo ficava muito triste quando olhava para sua filha? Pois ela, em idade tão tenra, estava morrendo aos poucos. Então ele implorou a Jesus com todas as suas forças por sua filha, pois ela poderia sofrer a vida toda ou logo morreria em agonia.
Nosso Senhor atendeu este pedido sincero. Ele foi até seu corpo já morto e trouxe-a de volta à vida com seu poder. Vamos ver o que a Bíblia relata sobre este milagre: “Jesus disse: ‘Levanta-te, menina! E o seu espírito voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer” (Lucas 8:54-55).
Amados irmãos, no texto bíblico deste capítulo, a filha de Jairo representa todos nós que estávamos condenados à morte por causa do pecado. Todos neste mundo nascem para um dia morrer, assim como a filha de Jairo. As pessoas podem morrer tanto de doenças espirituais como de doenças físicas. Diante de Deus, todos nós pereceríamos por causa da doença do pecado. Nós, seres humanos, não tínhamos como escapar da doença do pecado. Não importa quanto dinheiro você tenha, não importa a qualidade dos remédios que você toma, você não pode curar completamente a doença do pecado. As doenças físicas podem ser curadas, mas como alguém pode curar a doença espiritual como a doença do pecado? Pecados e doenças no coração não podem ser curados, não importa o que você tome; elas só podem ser curadas pelo evangelho da água e do espírito.
Pense nisso! Quantos médicos a filha de Jairo deve ter visto? Apesar de ter tomado todo tipo de remédio, ela não foi curada e ainda estava morrendo tão jovem. Então, o que isso significa? Significa que não importa quantas orações de arrependimento ou quantas obras façamos, é impossível sermos curados da nossa doença espiritual. Todos nós morreríamos da nossa doença espiritual. Agonizaríamos lentamente e morreríamos, assim como a filha de Jairo que não podia escapar da morte.
Mas o que diz a Bíblia? Ela diz que a menina se levantou como se nada tivesse acontecido quando Jesus disse: “Levanta-te, menina!” Isso mesmo. Jesus Cristo nos salvou da doença do pecado ao levar sobre si os pecados que cometemos durante toda a nossa vida ao ser batizado por João Batista. Ele acabou de uma vez por todas com os problemas dos nossos pecados com seu batismo, seu sangue na cruz, sua morte e ressurreição.
 
 
Às Vezes Ficamos Decepcionados Mesmo Quando Vivemos pela Fé na Justiça de Jesus Cristo
 
Frequentemente nosso coração se torna escravo da nossa fraqueza. No entanto, devemos sempre lembrar que o Senhor nos capacitou a levar uma vida poderosa, uma vida justa através da nossa própria vida. E isso acontece porque ele tirou todos os nossos pecados de uma só vez. Precisamos reconhecer diante de Deus o quanto este poder é grandioso. Jesus Cristo, que é Deus, veio a esta terra, tirou todos os pecados que tínhamos cometido e nos salvou da morte. Você e eu devemos ser gratos a Deus toda vez que lembrarmos da sua poderosa graça.
Nós que somos imperfeitos e fracos temos a tendência de ver somente o que está perto de nós, mas negligenciamos o que está distante. Contudo, ainda temos um coração grato a Deus porque sua graça redentora está sobre nós. Somos realmente gratos a Deus quando lembramos que Jesus Cristo tirou todos os nossos pecados e levou-os de uma vez por todas quando foi batizado. Devemos nos lembrar disso e permanecer fiéis a Deus, pois somos pessoas abençoadas sobre as quais Deus derrama sua graça.
Mesmo confiando e buscando a justiça do Senhor, ainda há momentos em que não cremos na sua justiça por causa da nossa imperfeição. No entanto, devemos sempre nos lembrar disso: Assim como Jesus curou na hora a menina, dizendo: “Levanta-te, menina!”, ele também derrama a mesma graça da salvação sobre nós. Devemos crer na graça redentora que está sobre nós e agradecer a Deus por ela.
A filha de Jairo não fez nenhuma boa obra para ser salva. Seu pai foi até Jesus implorar por sua vida e ele atendeu este seu pedido sincero. Ela não disse nada a Jesus, mas Jesus ainda assim foi até ela e a salvou de sua doença e da morte. Amados irmãos, o que devemos entender aqui é que o próprio Jesus foi até ela. Nosso Senhor Jesus Cristo foi em pessoa ver a filha de Jairo, curou sua doença e a salvou da morte.
O que isso significa para nós? Nosso Senhor em pessoa veio até nós e nos salvou dos nossos pecados. Pense nisso! Quando foi que buscamos a justiça de Jesus? Por acaso fazíamos outra coisa além de andar por aí pensando como poderíamos ser curados, já que sofríamos de uma doença espiritual que fatalmente nos levaria a uma morte também espiritual? Todavia, o Senhor veio até nós, curou nossa doença do pecado e nos deu sua justiça, que é o alimento espiritual. Não temos agradecer a Deus por sua graça que está sobre nós de forma física e espiritual.
 
 
Deus Nos Mostrou a Enorme Graça da Sua Salvação?
 
Amados irmãos, vocês são gratos a Deus pela grande salvação que ele nos deu? Na verdade, todos nós só vemos o que está perto nós e geralmente rejeitamos a maravilhosa graça de Deus. Mas ainda assim Deus nos visitou e derramou esta tão grande salvação sobre nós e nos ensinou sobre ela. E esta graça de Deus nos dá esperança quando nos sentimos sem esperança, nos encoraja quando nos sentimos desencorajados e renova nossas forças quando estamos fracos. Já que vivemos neste mundo pecaminoso, nós enfrentamos muitos problemas e dificuldades. Contudo, toda vez que temos problemas nosso Senhor nunca falha em resolvê-los para nós. Você e eu somos verdadeiramente abençoados por esta imensa graça salvadora de Deus. Como deveríamos ser felizes e gratos! Mesmo que tenhamos um coração inconstante e muitas vezes abatido, o Senhor nos salvou com sua graça salvadora de uma vez por todas. Isso é muito gratificante e reconfortante para nós.
Como Deus derramou sobre nós esta perfeita graça da salvação? É assim que devemos pensar quando nos lembrarmos dela: “Eu estou vivo hoje e estarei amanhã também graças à eterna graça de Deus”. Não ficaríamos impacientes e irritados se Deus nos concedesse sua graça aos poucos e não de uma só vez? Mas ele não fez isso. Deus nos deu uma reserva ilimitada da graça para a usarmos, como se depositássemos uma grande quantia de dinheiro de uma única vez no banco e retirássemos um pouco sempre que precisássemos. Por isso que podemos viver nossa vida dia após dia desfrutando de toda a graça de Deus. Isso é algo muito, muito gratificante mesmo.
No texto bíblico deste capítulo, a filha de doze anos de Jairo morreu de uma doença. As pessoas diziam que ela estava morta, mas Jesus disse que ela estava dormindo. Todos riram do que Jesus disse. Mas o que aconteceu depois? Quando Jesus disse: “Levanta-te, menina!”, a menina ressuscitou e levantou. Então Jesus lhes disse para dar a ela algo de comer.
Queridos irmãos, precisamos crer que a imensa graça que Deus nos deu é a mesma que ele deu àquela menina. De onde tiramos forças para confiar no Senhor e segui-lo até hoje? Esta força vem de Jesus, pois ele apagou todos os nossos pecados, mesmo aqueles que cometeremos no futuro. O que aconteceria conosco se Jesus Cristo não tivesse nos dado as bênçãos eternas? Conseguiríamos vir até a Igreja de Deus e ouvir Sua Palavra, ter comunhão, cantar louvores e orar? Já que todos nós temos dificuldades neste mundo, como poderíamos nos reunir aqui com o coração alegre e juntos cantar louvores? Isso seria impossível sem a graça da eterna salvação.
Nenhuma religião neste mundo pode fazer isso. As pessoas procuram as religiões deste mundo quando se sentem muito sobrecarregadas, mas param de ir quando se sentem em paz. Por outro lado, pessoas como nós, que são abençoadas por Deus com a verdadeira fé, vão até ele e recebem sua eterna graça não importa como estejam, em tempos de prosperidade ou em tempos difíceis, quando estamos doentes ou aflitos. Os que estão nas mãos de Deus podem vir até ele, orar a Jesus, desfrutar de sua graça e ser grato a ele mesmo quando estão passando por lutas e tribulação; e mesmo quando estão felizes. E é isso mesmo. O único motivo de podermos sempre orar e adorar a Deus são as bênçãos que ele nos concede.
 
 
Podemos Agradecer a Deus por Sua Graça Todos os Dias da Nossa Vida
 
Você acha que a filha de Jairo ficou muito grata quando foi curada por Jesus? É fácil imaginar como ela ficou grata a Jesus depois que voltou à vida. Amados irmãos, nós estamos na mesma situação. Nossa alma saiu do estado de morte espiritual e voltou à vida através do nosso Senhor. Que coisa grandiosa aconteceu! É bem provável que a filha de Jairo não conseguiu esquecer que o Senhor a trouxe de volta dos mortos pelo resto de sua vida. Talvez ela tenha tido momentos tão difíceis em sua vida que tenha desejado ter morrido, mas jamais se esqueceu de Jesus e de ser grata pelo que ele fez. Assim como fez na vida da filha de Jairo, Jesus nos libertou da morte espiritual e da morte física. Jamais devemos esquecer de Jesus Cristo então. Ele não muda, não importa como ou onde estejamos. O que eu estou dizendo é que a graça de Jesus Cristo, que estará sobre nós durante toda a nossa vida, é inesquecível.
Amados irmãos, nós somos diferentes das pessoas do mundo. Mas que diferença é esta? A diferença está no fato de o Senhor ter nos dado a graça eterna. É isso mesmo! Aqueles que receberam a graça eterna do Senhor são totalmente diferentes das pessoas do mundo. Por fora podemos até parecer iguais a eles, mas temos uma alma totalmente diferente. Depois que recebemos a graça do Deus Todo-Poderoso, nós nos tornamos pessoas diferentes. Agora somos pessoas que superam quaisquer tribulações, dificuldades, perseguições ou intrigas. Nós somos um povo abençoado por Deus.
Veja as pessoas deste mundo. Aqueles que não receberam graça alguma do Senhor se alegram, se entristecem ou sofrem por coisas visíveis e temporárias; e geralmente perecem por causa de seus pecados. Mas e o povo da fé que está debaixo da graça eterna do Senhor? Eles são eternamente gratos, pois assim como ele fez na vida da filha de Jairo, eles também estão vivos porque Jesus Cristo derramou sua eterna graça sobre eles. Eles se tornaram diferentes desde que experimentaram da graça de Jesus Cristo, o qual vivificou sua alma e trouxe esperança ao seu coração. Nós somos ou não somos abençoados por tamanha graça? E justamente por sermos abençoados por essa graça, nós somos diferentes das pessoas do mundo. Enquanto houver vida em nós poderemos sempre agradecer ao Senhor e louvar o seu nome por causa da graça repleta das bênçãos de Deus que há sobre cada um de nós.
Amados irmãos, vocês crêem que Deus derramou sobre vocês esta eterna graça da salvação? Eu espero que, não importa o que aconteça, estejam vocês onde estiverem, vocês nunca se esqueçam da graça da salvação de Deus. Mas quando foi que o Senhor nos deu esta graça da salvação? Quando Jesus Cristo, através do seu batismo, nos visitou e tirou todos os nossos pecados. Foi aí que recebemos a graça eterna. No entanto, nós sempre nos esquecemos da graça, mesmo quando somos abençoados por ela.
Irmãos, gravem muito bem isso: aquele que foi abençoado com a graça eterna de Deus deve ser grato a ele todos os dias. Não importa o que enfrentemos, não devemos nos decepcionar; ao contrário, devemos lembrar que recebemos a eterna graça de Deus e ser gratos a ele por esta graça tão grandiosa. Também precisamos conhecer o Senhor e segui-lo todos os dias da nossa vida. Precisamos de forças para levar uma vida de gratidão a Jesus Cristo, que veio e nos mostrou esta grande graça da qual precisamos para viver. Nós estamos seguindo Jesus não porque esperamos que ele nos mostre este favor no futuro, mas porque ele já derramou sobre nós a graça que irá perdurar durante toda a nossa vida.
É isso mesmo! Nós estamos seguindo incondicionalmente o Senhor. Nós o seguimos por causa da graça que ele já nos deu, e não porque ele fará algo por nós no futuro. E qual a razão de não podermos negar ou nos esquecermos do Senhor? É porque já recebemos toda graça da qual precisamos para viver. Vocês concordam comigo sobre isso?
Irmãos amados, a graça de Deus é grande assim realmente. Nós somos desanimados e inconstantes mesmo, mas o Deus Criador Todo-Poderoso já nos deu toda graça que precisamos para viver. Ele nunca muda. Por esta razão é que aqueles que experimentaram da grande graça ainda conseguem buscar e servir ao Senhor com admiração, confiando sempre nele apesar das suas fraquezas. Verdadeiramente o Senhor nos deu sua graça abundante. Ele nos deu toda graça que precisamos para segui-lo durante toda a nossa vida. Nós temos graça abundante para viver para ele, e também a graça que nos faz superar as dificuldades. A graça de Deus é tão imensa que você e eu podemos segui-lo e não negá-lo. Nós podemos buscá-lo hoje, amanhã, depois de amanhã e para sempre. E podemos fazer isso porque o Deus de amor já nos concedeu toda graça de uma só vez.
Se ele não tivesse feito isso, nós já teríamos parado com este ministério. Mas qual é a verdade então? É que Jesus Cristo nos concedeu toda graça que precisamos para viver. Se isso não fosse verdade, não teríamos outra saída a não ser depender de nossas próprias forças para viver, pensando assim: “Vou viver pelas minhas próprias forças”. Mas no nosso caso, isso não acontece. Você e eu poderemos confiar no Senhor e segui-lo enquanto vivermos porque ele já deu aos seus seguidores toda graça da qual eles precisam para viver.
Existem tantas coisas que não acontecem da maneira que gostaríamos que acontecessem. Entretanto, devemos confiar e seguir a Jesus porque já nos foi dada a graça suficiente para vivermos, para que possamos seguir o Senhor a qualquer hora e em toda e qualquer situação. A graça do Senhor é tão grande e isso é algo que conforta a nós, que temos que viver neste mundo pecaminoso.
Queridos irmãos, não se esqueçam disso. Embora sejamos inconstantes, podemos seguir o Senhor com sinceridade por causa da graça que ele nos concedeu, e não por causa das nossas próprias forças. Seguimos o Senhor fielmente por gratidão a esta tão grande graça da salvação. Nos não estamos buscando-o com prazer por alguma razão específica, mas o buscamos porque ele é grande e muito bom para nós. Quando vemos Pedro e Tiago, temos que admitir como Deus é tremendo. Tanto Pedro comoo Tiago tinham um temperamento difícil. Estes dois homens disseram ao Senhor: “Senhor, mande fogo do céu e consuma agora toda esta gente. Não basta uma só palavra sua para que faças isso? Acabe com esta gente toda de uma só vez”. Mas o que aconteceu depois a estes homens? Pedro e Tiago, que eram impiedosos, evangelizaram todas aquelas pessoas. Já que eles tinham pavio curto, a qualquer hora poderiam ter virado as costas para aquela gente, já que não queriam se misturar com elas. E, na verdade, estes impacientes seguidores de Cristo o abandonaram depois que ele ascendeu aos céus.
Mas no mar de Tiberíades eles descobriram que Jesus não os tinha abandonado. Daquele dia em diante eles seguiram o Senhor até o dia da sua morte. Por quê? Porque Deus concedeu a eles toda graça que precisavam para viver. E mesmo sendo homens de temperamento difícil, eles puderam seguir o Senhor até o dia da sua morte. Da mesma maneira, todos os onze discípulos, inclusive o indeciso Tiago, puderam servir a Jesus fielmente.
 
 
Será que Podemos Seguir a Deus Sem Sua Graça Sobre Nós?
 
A tremenda graça de Deus sobre nós nos capacita a seguir fielmente ao Senhor. Vocês concordam? É por isso que muitos nunca são inconstantes diante de Deus da maneira como o são diante das outras pessoas. Fazer a obra de Deus me deixa muito feliz mesmo. Como eu posso trabalhar para o Senhor! Eu sou sempre grato a Deus, mesmo quando as coisas não vão bem. E isso só acontece porque estou trabalhando para o evangelho e para o Senhor com o auxílio da sua graça.
Não importa o que eu faça, meu coração se alegra só em pensar o quanto Deus se agrada do meu trabalho. Nós ficamos orgulhosos e satisfeitos mesmo quando acertamos ou erramos na obra de Deus, pois sabemos que tudo que fazemos é para a obra da igreja, para a congregação, para o Reino de Deus e em prol das pessoas. Pense nisso! Tudo que nós fazemos na igreja além de orar e louvar ao Senhor é de suma importância; ficamos felizes e gratos mesmo quando fazemos algo pequeno, porque o Senhor nos ama e cuida de nós. O Senhor reconhece tudo que fazemos para ele, não importa o que seja.
É isso mesmo. Mesmo quando erramos por causa das nossas falhas, ele sempre se agrada de nós. Ele não se importa se o que fazemos para ele dá certo ou não, pois ele se alegra de nós. Os que têm um trabalho secular servem ao Senhor em seu ambiente de trabalho, e os estudantes servem a ele na escola. Alguns de nós servimos a Deus com nossos bens materiais ou com nossas orações. Mas ele sempre olha para nós com graça, não importa como o servimos. Mesmo quando nossa obra é curta e pequena, ele sempre se agrada de nós. Mesmo quando nosso coração está turbado, podemos agradecer a Deus por este amor.
A graça do Senhor curou a filha de Jairo; e foi esta grande graça de amor que ele derramou sobre nós. No texto bíblico deste capítulo, o Senhor trouxe a filha de Jairo de volta à vida; o que significa que ela recebeu toda graça de que precisava para viver. E é certo que ela não precisava pedir mais nada a Jesus depois que ele a trouxe de volta à vida. Aquela menina foi salva da maldição que a levaria à morte.
Mas e você e eu? Nós estávamos condenados a morrer em agonia com a enfermidade do pecado, mas o Senhor nos salvou assim como fez com a filha de Jairo. Graças a isso, recebemos toda a graça que podíamos receber do Senhor e precisávamos para a nossa vida. E já que recebemos esta graça, Deus não nos deixa faltar nada. E só precisamos fazer uma coisa. Precisamos nos lembrar da eterna graça de Deus, e viver com louvor e gratidão ao Senhor. E podemos fazer isso porque Deus também nos deu força para amá-lo e segui-lo pelo resto da nossa vida.
Eu sou grato ao Deus de amor. Eu sou grato a Deus por ter nos dado tamanha graça. “Eu vou seguir o Senhor porque ele me dá isso e aquilo”. Aqueles que pensam assim não conhecem a graça do Senhor e nem creem nele. Irmãos, nós não somos como eles, somos?
Nós seguimos o Senhor porque ele já nos salvou. E já que o Senhor nos encheu com sua abundante graça da salvação, nós podemos servi-lo, ser gratos a ele e glorificá-lo mesmo em nossas fraquezas. Graças te damos, Senhor!