Sermões

Assunto 21: O Evangelho segundo MARCOS

[Capítulo 8-2] (Marcos 8:22-26) A Fé que Lhe Permite Nascer de Novo

(Marcos 8:22-26)
“Chegaram a Betsaida, e lhe trouxeram um cego, rogando-lhe que o tocasse. Ele tomou o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia e, cuspindo-lhe nos olhos, e impondo-lhe as mãos, perguntou: ‘Vês alguma coisa?’ O cego, levantando os olhos, respondeu: ‘Vejo as pessoas como árvores que andam’. Tornou Jesus a pôr-lhe as mãos nos olhos e ele, olhando firmemente, ficou restabelecido, e já via ao longe e distintamente a todos. Mandou-o Jesus para casa, dizendo: ‘Não entres na aldeia.’”
 
 
Em muitas partes tanto do Novo quanto do Antigo Testamento, Deus nos explica o que significa verdadeiramente ser nascido de novo. O texto de Marcos 8:22-26 o qual eu vou compartilhar com vocês hoje também pode ser considerado como uma dessas partes. Jesus disse: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:21). Isso significa que aqueles que creem somente da boca para fora não podem entrar no Reino dos Céus, mas somente os que verdadeiramente conhecem a vontade de Deus e agem segundo a Sua vontade.
Então qual é a vontade de Deus aqui? A vontade de Deus para o pecador é que ele creia no evangelho da água e do Espírito e por isso seja salvo de seu pecado. O Senhor disse que o único meio para o ser humano nascer de novo do pecado é abrir seus olhos espirituais ao crer no evangelho da água e do Espírito. Para nós que cremos em Jesus como nosso Salvador, nascer de novo por crer no evangelho da água e do Espírito é um assunto extremamente importante que não pode passar em branco. Essa deve ser de fato uma tarefa imprescindível que Deus deu a vocês e a mim também.
Como Deus Pai enviou Seu Filho Jesus a esta terra, nosso Senhor foi batizado, derramou Seu sangue na cruz e ressuscitou dos mortos. Ao fazer isso, Deus abençoou todo aquele que crê nesse Jesus que veio pelo evangelho da água e do Espírito como seu Salvador, fazendo-o nascer de novo e dando-lhe todas as bênçãos celestiais. Em João capítulo 3, Jesus disse a Nicodemos quando este O visitou à noite: “Ninguém pode entrar no Reino dos Céus se não nascer de novo da água e do Espírito”. Portanto, se houver alguém entre nós que ainda tem pecado no coração, essa pessoa também deve nascer de novo crendo em Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito e assim então viver uma vida de fé adequada.
Estou certo que todos vocês estão familiarizados com uns visitantes de verão chamados cigarras. Essas cigarras passam muito tempo sob a terra sob a forma de ninfas. Embora dependa da espécie, em alguns casos, as cigarras vivem debaixo da terra durante 6-7 anos como ninfas, e em outros casos até por 17 longos anos. Independentemente da espécie, todas as cigarras não passam de pequenas ninfas subterrâneas antes de se tornarem cigarras adultas. Também chamadas de larvas, essa ninfas passam um longo tempo na escuridão do subsolo, mas quando vêm à superfície, elas se transformam em lindas cigarras. É mesmo um incrível e impressionante mistério essas ninfas subterrâneas serem transformadas em lindas cigarras. Deus permitiu esse misterioso fenômeno acontecer na natureza para que todos os pecadores pudessem compreender o mistério de como o evangelho da água e do Espírito os transforma em justos.
Assim como as ninfas subterrâneas são transformadas em cigarras adultas e ficam totalmente diferentes, todos nós que vivemos nesta terra também deveríamos nascer de novo como filhos de Deus ao crermos no verdadeiro evangelho da água e do Espírito, que está em uma dimensão completamente diferente de todos os outros ensinos religiosos. Até hoje, todos nós vivíamos como ninfas. Assim como as larvas de cigarra vivem na escuridão do subsolo sem nenhum tipo de luz, da mesma forma todos neste mundo estão vivendo aprisionados na escuridão do pecado. Davi, um homem de fé segundo a bíblia, confessou em Salmos 51:5: “Eu nasci na iniqüidade, e em pecado me concebeu minha mãe”. Todos que nasceram neste mundo eram “iníquos” e foram “concebidos em pecado” assim como Davi. Desde que Adão e Eva, nossos ancestrais, pecaram contra Deus, dali em diante todos nasceram em pecado. Você e eu éramos pecadores nascidos na escuridão do pecado e não podíamos evitar de pecar desde nosso nascimento até nossa morte.
Onde seria nosso destino final como pecadores? Deus disse que aquele que tiver pecado não pode jamais entrar em Seu Reino. É impossível alguém entrar no Reino de Deus até com o mínimo pecado. O único destino para todos aqueles que tiverem até o menor dos pecados é o inferno ardente. Foi por isso que Deus estabeleceu isso como punição e lei inviolável para todos cujo coração tem o mais ínfimo pecado.
No evangelho de Mateus, Jesus disse: “Em verdade te digo que não sairás dali, enquanto não pagares o último centavo” (Mateus 5:26). Isso quer dizer que aquele que tiver algum pecado irá para o inferno. Também está escrito em Romanos: “O salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23). Esse texto significa que aquele que tiver pecado enfrentará a punição eterna do inferno. Esse é o justo julgamento de Deus para quem é pecador: ser lançado no inferno por causa dos seus pecados. Então isso significa que você e eu somos definitivamente destinados a irmos para o inferno, já que todos nós nascemos como nada menos que uma montanha de pecado? Não, não é assim que acontece necessariamente. Como o Senhor é grande em amor, Ele já completou nossa salvação com o evangelho da água e do Espírito para que nós pecadores, pudéssemos ser salvos de todos os nossos pecados. Essa salvação é alcançada por crer no evangelho da água e do Espírito dado por Deus, e também é assim que todos podem receber a remissão de seus pecados e nascer de novo.
Todos cujo coração é cheio de pecado são como uma larva de cigarra antes de passar pela metamorfose. Assim como essa larva vive em uma eterna escuridão sob o solo, todos os que vivem no pecado ainda não nasceram de novo. Para aqueles cujo coração ainda é pecador, mesmo que confessem Jesus como seu Salvador, essa é uma clara evidência de que eles ainda não nasceram de novo. Pelo contrário, aqueles de nós que foram salvos por crerem no evangelho da água e do Espírito, agora já nasceram de novo como perfeitos filhos de Deus, assim como uma ninfa é transformada em uma cigarra. Hoje, através da Palavra de Deus, o Senhor está nos ensinando que todos devem nascer de novo por crerem no evangelho da água e do Espírito.
Amados irmãos, alguém que é cego pode curar-se a si mesmo? A bíblia diz que isso é absolutamente impossível. Assim como um cego não pode curar-se a si mesmo, ninguém que tem pecado em seu coração pode apagá-los por si próprio. Para você e eu apagarmos todos os pecados do nosso coração, temos que encontrar Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito. Isso significa que podemos receber a verdadeira remissão de pecados se tão somente encontrarmos Jesus nosso Salvador e nascermos de novo por crermos nEle.
Eu cheguei de Moscou ontem com meus amados pastores. A viagem foi longa, mas não chata, pois eu estava com muita saudade de ver vocês. Hoje, para todos os queridos crentes que vivem na Rússia, eu gostaria de pregar a verdade sobre nascer de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Vocês ainda não receberam a verdadeira remissão de pecados embora creiam em Jesus como seu Salvador? Esses pecados ainda permanecem em seu coração? Se estão, tenho certeza que Deus irá purificar todos os seus pecados agora, enquanto vocês ouvem a Palavra de Deus. Eu creio que assim como o homem cego da passagem bíblica de hoje teve seus olhos abertos quando encontrou Jesus, se tão somente vocês aceitarem em seu coração a Palavra de Jesus que veio pelo evangelho da água e do Espírito, os seus pecados também serão purificados nesta hora. A viva Palavra de Deus tem o poder de purificar todos os seus pecados e fazê-los nascer de novo. Deus é o Deus da Palavra. Eu aconselho todos vocês a crer que Deus fala a verdade para nós, e Ele cumpre todas as Suas promessas através dessa Palavra da verdade.
Quando voltamos ao início de Hebreus capítulo 1, vemos que está escrito: “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo. Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas” (Hebreus 1:1-3). No evangelho de João lemos o seguinte: “A Palavra de Deus é o próprio Deus, a Palavra se fez carne, e esse Deus encarnado é Jesus Cristo”. A primeira coisa que você deve crer como crente fiel do Senhor é que a Palavra de Deus é a Verdade. A bíblia diz em Hebreus: “Com o poder de Sua Palavra Deus fez os céus e a terra e Ele reina sobre todas as coisas”. Isso mostra que o simples fato de estarmos respirando hoje também é graças ao poder da Palavra de Deus.
Queridos irmãos, o que mais essa viva e poderosa Palavra de Deus nos diz? Vamos juntos voltar para Hebreus 1:3. Está escrito claramente: “Depois de ter feito a purificação dos pecados”. Deus salvou de verdade a você e a mim de todos os nossos pecados. Creia nesta Palavra. Então, com relação a essa fé, o Senhor estará com você, e Ele também irá ensiná-lo o evangelho da água e do Espírito, e através dele Ele irá abençoá-lo para nascer de novo.
 
 
Para Nascer de Novo, Primeiro Você Deve Sair de Seu Pequeno Mundo Criado por Suas Próprias Experiências
 
Amados irmãos, para que você nasça de novo depois de crer no evangelho da água e do Espírito, primeiro você deve sair do pequeno mundo que você criou baseado em suas próprias experiências. Em outras palavras, você deve se livrar dos limites de sua própria experiência a fim de aceitar a verdadeira Palavra de Deus sem nenhum impedimento. Todos neste mundo vivem em sua própria redoma de vidro formada por suas próprias experiências. Vocês todos estão vivendo em seu pequeno mundo. Neste mundo formado pelas próprias experiências das pessoas, todos sabem disso tão bem que podem ir a qualquer lugar facilmente mesmo de olhos fechados. Você sabe o lugar de todas as coisas. Mesmo um cego consegue viver em seu próprio mundo sem nenhuma dificuldade.
Enquanto vivemos neste mundo tivemos que aceitar várias doutrinas cristãs e experiências religiosas em nosso coração. O nosso pequeno mundo de fé foi construído em cima de nossas próprias experiências. A maioria das pessoas se acostumou a esse falso mundo de fé que conheceram, e vivem confortavelmente nele, esquecendo que eles são pecadores que não receberam a remissão dos pecados e nem nasceram de novo ainda.
No entanto, queridos irmãos, se vocês realmente querem nascer de novo por crerem no evangelho da água e do Espírito, então é necessário vocês deixarem o seu próprio mundinho. Isso é necessário porque vocês jamais poderão abrir seus olhos para a verdade se permanecerem dentro de sua própria redoma de vidro, a qual já estão tão acostumados. Então, enquanto vocês estiverem nesse pequeno mundinho formado por suas próprias experiências, vocês continuarão vivendo segundo seus próprios preconceitos e interesses. Isso é tirado da vida daquele que segue totalmente a Deus. Viver em um mundo formado por suas próprias experiências é completamente diferente de viver segundo a Palavra de Deus.
Vamos voltar um pouco para o livro Gênesis. Como vocês sabem muito bem, Satanás enganou Adão, o primeiro homem a comer da árvore do conhecimento do bem e do mal, e assim o diabo fez Adão discernir o bem e o mal baseado em seus próprios conceitos. Satanás enganou adão com suas mentiras e o ensinou a julgar o bem e o mal por si mesmo para que ele não pudesse crer na verdadeira Palavra de Deus e assim se afastar definitivamente de Deus. Tendo comido da árvore do conhecimento do bem e do mal, dali em diante Adão e Eva passaram a ter seu próprio conceito do bem e do mal, um conceito totalmente diferente do de Deus. Antes da queda, seus pensamentos eram consoante a Palavra de Deus, mas depois, cada pensamento deles se tornou o oposto desta Palavra. E essa diferença entre o pensamento humano e a Palavra de Deus se aplica até hoje aos que vivem neste mundo como descendentes de Adão.
Amados irmãos, se existe pecado em seus corações e se vocês estão vivendo o oposto ao que a Palavra de Deus diz, longe de discernir o verdadeiro conceito do bem e do mal, então vocês devem renunciar ao seu pequeno mundinho de experiências agora mesmo. A primeira coisa que nosso Senhor fez ao abrir os olhos do cego foi tirá-lo de seu pequeno mundo de experiências. Todas as crenças que você manteve enquanto estava confinado em sua redoma de vidro, tais como as doutrinas cristãs que ensinam somente o sangue da cruz, estão todas erradas. Se você quiser encontrar a verdade do Senhor e crer em Sua Palavra, você primeiro deve se libertar dessas crenças erradas.
O livro de Segundo Reis capítulo cinco fala sobre o General Naamã. Naamã era o comandante do poderoso exército da Síria, mas ele era leproso. Apesar de fazer de tudo, ele não conseguiu ser curado de sua lepra, e no final, ele teve que ir diante de Eliseu, o servo de Deus. O general Naamã esperava que Eliseu impusesse suas mãos sobre ele e orasse. Contudo, Eliseu simplesmente mandou seu servo ir até ele e transmitindo a Palavra de Deus, disse-lhe: “Vá até o rio Jordão e mergulhe na água por sete vezes. Sua pele ficará limpa como a de um bebê”.
O general Naamã não entendeu nada. Foi porque a mensagem que foi enviada por Eliseu não fazia nenhum sentido no pequeno mundo que ele vivia. Como Naamã ainda não havia saído de seu pequeno mundo de experiências, ele ficou com muita raiva e disse: “Em meu próprio país, a Síria, existem rios maiores e mais limpos que esse rio Jordão. Não seria melhor para mim se mergulhasse em um desses rios do meu país ao invés desse lamacento rio Jordão?” Ele ficou tão furioso e sentiu-se tão insultado que pensou até em ir com seu exército para invadir Israel para destruí-lo.
Esse general Naamã fala sobre todos nós aqui presentes. Assim como ele preferiu os grandes e limpos rios da Síria, nós também achamos que poderíamos nascer de novo se fôssemos de uma igreja histórica e com muitos membros. Isso, porém, é um pensamento errado que ainda está guardado em nosso pequeno mundo de experiências. Nenhuma igreja do mundo pode fazer ninguém nascer de novo, não importa o quanto ela seja grande e suntuosa. A bênção de nascer de novo somente pode ser alcançada em um lugar que prega o evangelho da água e do Espírito de acordo com a Palavra de Deus. Em outras palavras, você só será purificado dos seus pecados se crer no evangelho da água e do Espírito, e só aí então você será curado tanto da sua lepra espiritual quanto física para ficar como uma criança.
Tomado de raiva pela mensagem de Eliseu, que disse-lhe para mergulhar no rio Jordão, o general Naamã não conseguiu dominar sua ira, e como dito anteriormente, ele pensou até em invadir Israel por vingança. Todavia, um de seus subordinados aproximou-se e disse-lhe: “General, se Eliseu tivesse dito para você fazer algo mais difícil, você não o faria? Se é assim, por que você não crê simplesmente na Palavra de Deus, já que é só isso que tens que fazer?” Ouvindo isso, o general Naamã mudou seu pensamento e creu nesta palavra, indo até o rio Jordão e mergulhando nele sete vezes. Naamã ter mergulhado na água sete vezes não significa que ele empregou seu próprio esforço para ser curado. Só significa que ele creu na Palavra. Ou seja, Naamã saiu de seu pequeno mundo de experiências e aceitou a Palavra de Deus exatamente como ela é.
O que aconteceu com sua lepra? Se você está curioso, olhe no Segundo livro dos Reis 5:14: “Então, desceu e mergulhou no Jordão sete vezes, consoante a palavra do homem de Deus; e a sua carne se tornou como a carne de uma criança, e ficou limpo”. Foi um resultado óbvio a pele desse leproso ter sido totalmente curada e ter ficado como a pele de uma criança.
Espiritualmente falando, a lepra mencionada na bíblia pode ser interpretada como uma doença que todos têm. Assim como o general Naamã foi curado de sua lepra ao crer na Palavra de Deus da maneira como ela é, é também quando cremos nessa Palavra que somos purificados de todos os nossos pecados imundos. Apesar disso, várias pessoas que ainda não deixaram o pequeno mundo de suas experiências para trás, pensam que seus pecados podem ser apagados só por serem voluntários em alguma boa causa, praticando o asceticismo ou exercitando a autodisciplina.
Esse, todavia, é um conceito errado. Deus disse em Jeremias: “Pelo que ainda que te laves com salitre e amontoes potassa, continua a mácula da tua iniqüidade perante mim” (Jeremias 2:22).
Isso significa que seus pecados só são purificados quando você crê na palavra do evangelho da remissão, o evangelho da água e do Espírito. Da mesma forma, nosso Senhor deixa claro aqui que todos os pecados do seu coração só são apagados quando você deixa seu pequeno mundo experiências e aceita por completo a palavra do evangelho da água e do Espírito.
Será que existe alguém aqui que pensa que pode entrar no Céu só por fazer orações de arrependimento e ser santificado? Você acha que pode entrar no Céu se viver uma vida honesta e guardar a Lei de Deus como todo zelo? Você ainda está inseguro quanto à autenticidade do evangelho da água e do Espírito o qual Jesus lhe deu? Se está, essa é a prova que mostra que você ainda não deixou seu pequeno mundo experiências. Se há alguém aqui que pensa assim, agora é a hora de jogar fora esses pensamentos. Vocês precisam deixar esse pequeno mundo de vocês. Todo esse tempo vocês creram ardentemente no Senhor enquanto viviam em seu pequeno mundo de experiências, mas qual é a sua condição agora? O pecado de seu coração não desapareceu mas continua ali. Esse é o momento para você largar essas crenças errôneas de lado, pois você jamais entrará no Reino dos Céus com essa fé baseada em suas próprias experiências.
Só há um meio de escapar desses pecados, e é encontrando o evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor e crendo nele de todo o coração. O general Naamã foi totalmente curado de sua lepra porque ele encontrou Eliseu o servo do Senhor, ouviu dele a Palavra de Deus, e creu nela exatamente como ela é. Hoje acontece o mesmo, se você também crer de todo o coração no evangelho da água e do Espírito, a verdadeira Palavra de Deus, então na hora você receberá a completa remissão de todos os seus pecados e nascerá de novo.
Por isso é que você tem que deixar todas as crenças e pensamentos que você tinha até agora. Você deve abandonar completamente esse pequeno mundo de suas próprias experiências, ouvir a Palavra de Deus e crer nela pela fé. Deus deixou claro que todo o que tiver pecado jamais poderá entrar em Seu Reino. E o único meio de apagar todos os seus pecados, se devo repetir isso de novo, é crer no evangelho da água e do Espírito que o Senhor te deu para assim, nascer de novo.
 
 
Espiritualmente Falando, a Maioria dos Cegos que Aparece na Bíblia se Refere aos Pecadores
 
Então, o fato de o cego da passagem bíblica de hoje ter sido curado ao encontrar Jesus significa que um pecador foi remido de todos os seus pecados ao encontrar Jesus. Em outras palavras, isso mostra que através do Senhor um homem que vivia no pecado e na transgressão se tornou um justo filho de Deus ao crer no evangelho da água e do Espírito que trouxe vida à sua alma. Portanto, o Senhor nos ensina através de Sua Palavra que o único caminho para ser purificado de seus pecados é ter fé no evangelho da água e do Espírito.
Sem dúvida alguma, todos são purificados dos pecados de seu coração quando creem no evangelho da água e do Espírito. Embora nasçamos como pecadores impuros desde que nossas mães nos deram à luz, se crermos no evangelho da água e do Espírito de Deus, o evangelho de nosso Pai espiritual, nós alcançaremos a purificação de nossos pecados e nasceremos de novo como pessoas justas e puras.
Para um cego ficar curado—ou seja, para um pecador nascer de novo—duas coisas são necessárias. Como lemos na bíblia, acharemos uma história parecida em João 9:1-7. Nesse caso, o Senhor cuspiu no chão e fez lama com a saliva; e Ele ungiu os olhos do homem cego com essa lama. Essas duas coisas tinham que ser feitas antes que o homem pudesse enxergar. Isso é bastante esquisito. Afinal de contas, Jesus poderia ter curado o cego de um jeito melhor e mais limpo. Então por que a bíblia diz que Ele cuspiu no chão e fez lama com a saliva? Por que o Senhor fez isso?
Queridos irmãos, nada está escrito na bíblia por acaso. Deus disse claramente que nem um jota ou um til pode ser mudado de Sua Palavra até que os Céus e terra passem. Por isso, cada palavra de Deus contém uma verdade profunda, e essas verdades também podem ser encontradas nos textos que lemos hoje.
O cuspe da passagem significa julgamento e maldição. Pense em quando xingamos alguém. Nós o cuspimos e o amaldiçoamos. Em João capítulo 9 onde o Senhor cuspiu no chão e fez lama com a saliva e assim curou os olhos do cego, isso quer nos dizer que Ele quer que saibamos que ninguém além de nós merece ser julgado e condenado. Queridos irmãos, devemos definitivamente compreender que nós não poderíamos evitar de sermos condenados pelos nossos pecados. Devemos admitir diante da Palavra de Deus que éramos destinados a ir para o inferno por causa dos nossos pecados. Em outras palavras, devemos reconhecer diante de Deus que éramos pecadores desde o momento em que nascemos, e, portanto, deveríamos ser destruídos por isso. Tanto você quanto eu devemos admitir isso para nós mesmos, pois aquele que não reconhece que é destinado a ir para o inferno não pode receber de Jesus a remissão dos pecados.
Quando Jesus estava na terra, os fariseus daquele tempo não criam que eram destinados a ir para o inferno por causa dos seus pecados. Mesmo tendo estado pessoalmente com Jesus, eles ainda assim não puderam nascer de novo, e isso foi porque eles não conseguiram reconhecer a si mesmos. Por outro lado, aqueles que nasceram de novo ao encontrarem Jesus foram os que reconheceram que eram pecadores destinados a ir para o inferno por causa de suas iniquidades, e por isso creram em Jesus como seu Salvador. Disse o Senhor: “Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento” (Marcos 2:17). Isso significa que o Senhor procura e cura somente aqueles que admitem que são pecadores.
Amados irmãos, vocês estão destinados a ir para o inferno por causa dos seus pecados? Eu aconselho vocês a admitirem isso para Deus. Nosso Senhor então procurará por vocês que admitem para si mesmos que são pecadores imorais. Existe alguém entre nós que admite francamente que é destinado a ir para o inferno? Levante sua mão e admita isso. Aleluia! Deus realmente se agrada de todos os que levantaram suas mãos. Mesmo aqueles que não levantaram suas mãos, estou certo que muitos deles também admitiram de coração que são grandes pecadores. Talvez eles também se conscientizem de levantar suas mãos. Contudo, todo aquele que tem pecado em seu coração—ou seja, todos os pecadores—deve levantar sua mão diante de Deus e admitir que é pecador. É somente para essas pessoas que Deus dá a palavra de poder que apaga todos os seus pecados e os permite nascer de novo. É um absurdo dizer que alguém pode ir para o Céu mesmo sendo pecador ou que alguém pode deixar de ir para o inferno se não nascer de novo. Aqueles que pensam assim ainda não deixaram seu velho modo de pensar.
Deus disse ao Seu amado Abraão: “Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai” (Gênesis 12:1). Abraão então deixou seu país, sua família e a casa de seu pai—isto é, deixou sua própria raiz—e seguiu a Deus somente pela Sua Palavra, e por isso ele foi abundantemente abençoado por Deus.
Estou certo que você e eu também seremos como Abraão. As bênçãos de Deus são derramadas sobre aqueles que largam suas crenças errôneas e admitem diante da Sua Palavra: “Senhor, eu sou mesmo pecador. E não posso evitar de ir para o inferno”. Jesus disse claramente: “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus”. Como nesta passagem, aqueles que admitem para Deus que são pecadores e, consequentemente, são destinados a ir para o inferno, esses são os pobres de espírito, seu coração é sincero e pode levá-los para o Céu.
Vocês compreendem isto? Se compreendem, então admitam honestamente para Deus que seu coração é pecador. Isso serviu para nos fazer entender porque nosso Senhor cuspiu nos olhos do cego. Ao cuspir nos olhos do cego, Jesus estava querendo nos dizer: “Vocês todos estão destinados a ir para o inferno porque têm pecado em seus corações”.
O que Jesus fez depois? Ele impôs Suas mãos sobre o cego e tocou em seus olhos. Então a visão dele foi restaurada e ele enxergou tudo claramente. Dizem que os olhos são a janela do coração. O Senhor falou sobre a importância dos olhos, dizendo: “A candeia do corpo são os olhos” (Mateus 6:22). Ao impor Suas mãos sobre os olhos do cego, que são a candeia do seu coração, o Senhor quis mostrar que levou todos os pecados que estavam em seu coração.
O fato de Jesus ter posto Suas mãos nos olhos do cego tem um significado profundo para nós. No tempo do Antigo Testamento, Deus estabeleceu o cerimonial de sacrifício para Seu povo como forma de eles obterem a purificação e a remissão dos seus pecados. Esse sacrifício, contudo, não era um sacrifício perfeito até a chegada de Jesus Cristo a esta terra. Isso porque não importava o quanto alguém oferecesse esses sacrifícios a Deus, seus pecados não eram totalmente apagados de seu coração. Pense nisso. O pecado do seu coração não desaparece independente do quanto você creia em Jesus e do quanto ofereça orações de arrependimento a Ele. Embora muitos pastores ensinem em suas igrejas que isso é possível, na realidade, nenhum pecado é apagado através dessas orações de arrependimento. Não existe nada na Palavra de Deus que ensine que seus pecados são purificados através das orações de arrependimento.
Deus só diz: “Porque a vida da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que fará expiação pela alma” (Levítico 17:11). Em outras palavras, o batismo que Jesus recebeu de João batista e o sangue que Ele derramou na cruz resultado desse batismo, é o único meio pelo qual você pode acabar com todos os seus pecados e a própria condenação.
Assim, porque Deus teve compaixão de nós que éramos fadados e condenados a ir para o inferno por causa dos nossos pecados, Ele nos deu um caminho seguro para eliminar todos os nossos pecados e sermos remidos deles. Ele nos ensinou o método de imposição de mãos, segundo o qual os pecados passariam a um cordeiro sem mácula ao impor as mãos sobre sua cabeça. Quando voltamos ao livro de Levítico no Antigo Testamento, vemos que muitas passagens registram como os pecados de alguém passavam para um cordeiro ao serem impostas as mãos sobre ele.
 
 
Você Deve Passar Seus Pecados para Jesus pela Fé
 
No ritual de oferta pelo pecado no Antigo Testamento, que era feito pelos israelitas, onde os pecados eram perdoados, o primeiro requisito era um cordeiro sem mácula. É claro que outros animais também eram usados para o sacrifício tais como bois, vacas e bodes, mas hoje eu vou usar o cordeiro como animal de sacrifício. Naqueles dias, para ser purificado de seus pecados, um pecador através da imposição de mãos, transferia seus pecados a impor as mãos sobre a cabeça do cordeiro. Espiritualmente falando, essa imposição de mãos significa transferência de pecados. Como Deus amou o povo de Israel, Ele deu-lhes a lei da remissão de pecados pela qual eles passariam o pecado de seu coração para um cordeiro sacrificial ao impor suas mãos sobre sua cabeça. E Ele permitiu que esse cordeiro sacrificial fosse condenado pelos pecados do povo tomando seu lugar.
O que eu gostaria de enfatizar agora é o fato de que no Antigo Testamento, os israelitas passavam seus pecados para um animal de sacrifício ao impor suas mãos sobre sua cabeça. Para verificarmos isso, vamos ver mais uma passagem no Antigo Testamento. A evangelista Bae Lydia da nossa igreja da Rússia irá ler dois versículos de Levítico 16:20-21: “Havendo, pois, acabado de fazer expiação pelo santuário, e pela tenda da congregação, e pelo altar, então fará chegar o bode vivo. E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo, e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, e todas as suas transgressões, e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á ao deserto, pela mão de um homem designado para isso”. Amém.
Como podem ver nessa passagem, todos os pecados do povo eram passados para o bode expiatório quando o sumo sacerdote impunha suas mãos sobre a cabeça dele. Da mesma forma, imposição de mãos significa transferência de pecados. Deus purificava todos os pecados do povo de Israel aos fazê-los transferir esses pecados para um animal de sacrifício através de imposição de mãos.
Agora vamos voltar para o Novo Testamento e ver o que está relatado na Palavra. O Senhor disse em Hebreus 10:10: “Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez”. Podemos deduzir desse texto que Jesus Cristo se tornou o nosso Cordeiro do sacrifício, assim como o bode que tomava o pecado dos israelitas no Dia da Expiação no Antigo Testamento. Jesus é o Cordeiro de Deus que veio a esta terra para tomar os pecados de todos neste mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista; e para purificar os pecados de todos os pecadores, Ele derramou Seu sangue e morreu na cruz. Jesus é o Filho de Deus que veio a esta terra cerca de dois mil anos atrás. Esse glorioso Jesus veio até este humilde planeta em forma humana para receber todos os seus e os meus pecados através do Seu batismo.
Quando Jesus veio a esta terra Ele foi batizado por João Batista (Mateus 3:13-15). Como João Batista era um descendente de Arão o sumo sacerdote, ele podia ser o representante da humanidade, e como ele pôs suas mãos sobre a cabeça de Jesus Cristo em benefício de todos, os pecados de toda a raça humana foram transferidos para Jesus. No Antigo Testamento, Arão o sumo sacerdote, como representante do povo de Israel fazia a transferência dos seus pecados anuais para o bode expiatório. Do mesmo modo, João Batista o sumo sacerdote desta terra e um descendente desse Arão, também era qualificado para transferir todos os pecados da humanidade para Jesus como o sumo sacerdote desta terra.
Referindo-se a João Batista, o Senhor disse que ele era o maior de todos nascido de mulher (Mateus 11:11). João Batista é o representante de toda a humanidade, incluindo você e eu. Os pecados do mundo passaram para Jesus porque João Batista batizou-O no rio Jordão. Espiritualmente falando, batismo tem o mesmo significado de imposição de mãos. Ou seja, Jesus foi batizado sob a forma de imposição de mãos.
Se João Batista, o representante de todo ser humano, impôs suas mãos sobre a cabeça de Jesus, não significa então que o pecado de todos deste mundo foram passados para Jesus? É claro que foram! Eu sei que existem algumas pessoas que não conseguem acreditar nesta verdade. Outros ainda dizem que isso vai além de seu entendimento. Contudo, a origem dessa incredulidade vem do fato de que eles ainda não deixaram seus próprios pensamentos formados por sua própria experiência. Se você se livrar de tudo aquilo que aprendeu até hoje e crer somente na Palavra de Deus como ela é, então todas essas coisas ficarão gravadas em seu coração como sendo a verdade pura e cristalina.
Deus disse em Mateus 3:15 que Jesus “dessa forma” aceitou todos os pecados deste mundo por este método—isto é, ao ser batizado por João Batista. Através desse batismo, todos os pecados do mundo foram transferidos de uma vez por todas para o corpo de Jesus, transcendendo tempo e espaço. Nenhum outro além desse evangelho da água e do Espírito se constitui na verdade da vida. Deus Pai purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas com o mistério da imposição de mãos e do batismo de Jesus. Portanto, se realmente cremos no Senhor, então é nosso dever natural aprendermos sobre o evangelho da água e do Espírito e também colocarmos nossa fé nele.
O Senhor disse:
“Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata,
Eles se tornarão brancos como a neve;
Ainda que sejam vermelhos como o carmesim,
Se tornarão como a lã” (Isaías 1:18).
Como agora nós recebemos a remissão de pecados e nos tornamos brancos como a neve por crermos no evangelho da água e do Espírito, não devemos nunca voltar para o nosso pequeno e passado mundo de experiências. A cada momento, até o dia de darmos nosso último suspiro, devemos todos confiar no evangelho da água e do Espírito que purificou todos os nossos pecados e nos permitiu nascer de novo. E é por essa fé que devemos seguir o Senhor.