Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 12-5] (Lucas 12:13-34) Seu Coração Deve Estar nas Coisas Espirituais e em Fazer a Obra com Fé

(Lucas 12:13-34)
“E disse-lhe um da multidão: ‘Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança.’ Mas ele lhe disse: ‘Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?’ E disse-lhes: ‘Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.’ E propôs-lhes uma parábola, dizendo: ‘a herdade de um homem rico tinha produzido com abundância.’ E arrazoava ele entre si, dizendo: ‘Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos.’ E disse: ‘Farei isto: derribarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; e direi à minha alma: ‘alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.’’ Mas Deus lhe disse: ‘Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será?’ ‘Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus.’ E disse aos seus discípulos: Portanto, vos digo: não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo, mais do que as vestes. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura? Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras? Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. E, se Deus assim veste a erva, que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pequena fé? Não pergunteis, pois, que haveis de comer ou que haveis de beber, e não andeis inquietos. Porque os gentios do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que necessitais delas. Buscai, antes, o Reino de Deus, e todas essas coisas vos serão acrescentadas. Não temas, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o Reino. Vendei o que tendes, e dai esmolas, e fazei para vós bolsas que não se envelheçam, tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão, e a traça não rói. Porque onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração’”.
 
 
Não Fique Preocupado Dizendo: “O que Vamos Comer ou Beber?”
 
Não podemos viver sem as coisas materiais neste mundo. E é por isso que pensamos nelas o tempo todo. Mas quando meditamos na Palavra de Deus, nossos pensamentos e nosso coração buscam as coisas espirituais. Então, quanto mais lemos a Palavra de Deus, mas a obedecemos e dependemos dela.
Eu estive no Centro de Treinamento de Discipulado em Inje algum tempo atrás para fazer algumas coisas lá. A maioria das pessoas acha difícil pensar nas coisas espirituais quando fazem algum trabalho físico. E eu também não pude orar muito quando estava lá porque fiquei preso ao trabalho. Mas antes de cada refeição, e quando resolvia orar, eu orava por coisas específicas que desejo e tenho orado sempre, entreguei nossos propósitos a Deus e tentei não deixar de fazer a sua obra. Eu creio que seu coração é assim também.
Nós lemos a seguinte Palavra esta manhã, onde Jesus diz: “Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?” E diz também: “Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui”. Esta foi a resposta de Jesus a um homem que pediu: “Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança”. O que Jesus estava dizendo era isso: “Quem me fez juiz ou como alguém que divide bens materiais? Quem me fez alguém assim? Será que a obra que eu tenho para fazer é julgar seu irmão e mandar que ele divida sua riqueza e seus bens materiais com você?” Então o Senhor disse àqueles que estão preocupados com os bens materiais: “A vida de qualquer não consiste na abundância do que possui”.
Nós pensamos muito em bens materiais, de todas as formas. Se alguém nos pedisse para falar de coisas materiais, você e eu diríamos muitas coisas que desejamos agora, embora o Senhor tenha dito que não devemos ser tentados pelas coisas materiais. Por exemplo, não seria difícil calcular o lucro do aluguel de um edifício de 500 apartamentos. Mas nós não poderíamos responder tão rápido sobre as coisas de Deus que se referem à obra para salvar almas e proclamar a verdade. É por isso que precisamos ler a ouvir a Palavra de Deus sempre que pudermos.
O sermão que eu vou pregar hoje no texto bíblico deste capítulo é mais importante e especial para aqueles que querem bens materiais e pensam muito nisso. Jesus usou uma parábola para ensinar algo a um homem que pediu a ele que dissesse a seu irmão para dividir a herança com ele. Um homem rico teve uma colheita abundante em seu campo e pensou: “O que eu vou fazer, já que não tenho espaço suficiente para armazenar toda a minha colheita? Já sei. Vou construir um novo celeiro”. Esta foi a ideia que ele teve. Ele então construiu um celeiro maior, guardou sua colheita e disse à sua alma: “Alma, tens muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga”. Mas Deus o repreendeu, como está escrito: “Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será?” (Lucas 12:20-21).
O tamanho da colheita era a prova da riqueza de alguém naquela época. É por isso que todos acreditavam que o melhor a fazer era guardar toda a sua colheita nos celeiros. Era assim que as pessoas viviam antigamente nas comunidades agrícolas.
Um certo homem teve uma grande colheita em seu campo, mas só pensou nela materialmente. Ele não tinha onde guardar toda a colheita porque ela foi muito grande. Ele então pensou: “O que eu vou fazer?” A resposta é simples. Ele precisava construir um celeiro maior. E ele se sentiu realizado quando construiu um celeiro maior para guardar toda a sua colheita. Aí então ele disse à sua alma: “Muito bem, agora descansa, come, bebe e folga”. Mas o Senhor disse àquela alma que só pensava em bens materiais e dava muito valor a elas: “Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será?” (Lucas 12:20-21). E depois completou: “Assim é aquele que é tem riquezas materiais neste mundo, mas não é rico para com Deus”.
Depois o Senhor disse aos seus discípulos: “Portanto, vos digo: não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo, mais do que as vestes. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves? E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura? Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (Lucas 12:22-26). Quando meditamos nesta Palavra, vemos que é isso que ela quer dizer: “O que é mais importante? O corpo é mais importante do que as roupas e a vida é mais importante do que a comida. Vejam os corvos, que não semeiam nem segam, que não tem despensa ou celeiro, mas Deus os alimenta. Vocês não valem mais do que as aves? Por acaso vocês podem acrescentar um centímetro que seja à sua estatura?”
Eu nunca meditei muito nessa Palavra. Na verdade, a primeira coisa que me vinha à mente quando a lia é que talvez ninguém passasse necessidade, já que todos comiam bem e descansam, pois o Senhor disse carinhosamente que tinha poder para aumentar até a altura de alguém. Mas nossa altura não cresce e nosso corpo físico não se desenvolve por mais que sejamos bem alimentados pelos nossos pais na infância ou não. Por isso que eu ficava imaginando por que o Senhor disse isso.
 
 
Algo Impossível Pode Acontecer Se Ficarmos Ansiosos?
 
Vamos ver o que significa a palavra “cúbito” no texto aqui. “Cúbito” é uma unidade usada para medir o comprimento. Quantos centímetros tem um cúbito? Um cúbito tem cerca de 50 centímetros. Para ser mais preciso, um cúbito tem 45 centímetros. Isso significa então que o Senhor pode fazer uma pessoa crescer 45 centímetros com seu poder.
Alguém pode crescer 45 centímetros depois que chega à idade adulta? Isso só seria possível se Deus fizesse um milagre, ou será que a tecnologia ou o homem com seus próprios meios poderiam fazer isso? Eu estou perguntando se isso seria possível caso o homem se empenhasse bastante. Você crê que ele conseguiria fazer isso se tentasse? Ou você acha que isso seria totalmente impossível? Dizem que é possível aumentar o tamanho de uma pessoa alargando seus ossos com uma máquina, mas só aumenta poucos centímetros. A tecnologia no futuro será maior e talvez seja possível aumentar a altura de alguém alargando seus ossos, mas sabemos que é impossível aumentar de modo natural o tamanho de uma pessoa.
“Ficar ansioso” significa isso. Ficar ansioso é se preocupar com algo que já aconteceu, coisas que não podem mais voltar, e dizer: “Meu Deus. Eu tenho me esforçado tanto desde o começo”. O Senhor está questionando aqui se podemos fazer algo contra as leis da natureza. Ele está nos mandando olhar para os corvos que não semeiam nem segam, e muito menos têm um celeiro para guardar sua comida; que devemos pensar nas leis da natureza, que não devemos nos preocupar com o nosso corpo, com o alimento ou com a vida.
Mas você pode refutar isso dizendo: “Que tipo de pessoa pode viver sem se preocupar?” Quando olhamos para os corvos, vemos que os pássaros voam sem parar um momento sequer e conseguem seu alimento só fazendo isso. Mas será que eles podem conseguir alimento só porque voam sem parar? É assim que vivem os corvos? Claro que não. Por mais que eles batam suas asas, eles não poderão sobreviver se Deus não prover alimento para eles.
A Bíblia diz: “Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras? Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles”. Como são lindos os lírios! Está escrito que nem Salomão, que foi um rei que desfrutou de grande riqueza, se vestiu como os lírios. O Senhor disse isso, mas o que ele queria dizer mesmo é que as pessoas podem viver sem trabalhar duro se ouvirem a Palavra de Deus e crerem nela. No entanto, o verdadeiro significado desta Palavra é que não podemos conseguir as coisas só porque nos preocupamos com elas. Isso quer dizer que não devemos viver só para as coisas materiais, e que aquele que tem a plenitude da fé pode viver com as coisas que Deus lhe dá. Está escrito que “o justo viverá da fé”; então, aquele cuja fé é pequena é um tolo. Foi por isso que o Senhor disse: “E, se Deus assim veste a erva, que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pequena fé?” (Lucas 12:28).
O Senhor disse aos discípulos para não se preocupar porque ele provê o alimento diário àqueles que creem nele como seu Salvador. Ele disse isso porque os discípulos estavam preocupados com as coisas materiais. Na verdade, há muitos entre os nascidos de novo que ainda se preocupam com as coisas materiais em sua vida. E a primeira coisa com que eles se preocupam é com suas necessidades básicas e moradia. Eles não pensam primeiro em servir ao evangelho e ajudar os outros a receber a remissão de pecados. Ao contrário, eles pensam primeiro no que vão comer e como vão viver depois de receber a remissão de pecados.
É por isso que o Senhor está dizendo que se Deus veste tudo na natureza, toda a vegetação e os animais, ele certamente nos vestirá também. O Senhor fez isso na vida dos discípulos e dos seus servos. Ele está dizendo que derramou sua graça sobre os pássaros, os lírios, toda vegetação e animais e a todo ser vivo. Como ele poderia deixar de derramar sua graça sobre seu povo então? É por isso que o Senhor nos diz que não devemos nos preocupar com nada e apenas “buscar o reino de Deu. E ele promete que todas as coisas serão acrescentadas aos seus filhos obedientes (Lucas 12:31).
O que ele está dizendo é que não devemos nos preocupar com comida ou moradia porque somos o povo do Senhor e filhos de Deus. O Senhor está nos dizendo que devemos buscar primeiro o reino de Deus e a sua justiça ao invés de nos preocuparmos. Nós temos que saber o que agrada a Deus e guardar a Palavra, que nos diz que devemos viver para fazer a obra que agrada a ele. Foi isso que o Senhor nos disse sobre as coisas materiais, e quanto mais meditamos na Palavra podemos ver que isso é verdade.
Você se preocupa com o que vai comer ou beber para satisfazer seu corpo? É claro que não podemos nos livrar desta preocupação totalmente. Mas o Senhor nos adverte a diminuir nossa ansiedade o quanto pudermos para pensarmos no reino de Deus. O Senhor está nos dizendo que devemos pensar em como o reino de Deus pode crescer mais, como ele pode ser expandido neste mundo para que muitos possam fazer parte do mundo vindouro quando este desaparecer. Nós também somos muito obcecados por coisas materiais, embora o Senhor tenha nos dito palavras tão justas. Aqueles que receberam a remissão de pecados têm que crer na Palavra do Senhor e segui-la. Mas não podemos fazer isso por causa da preocupação. Pior ainda, há alguns entre os nascidos de novo que se aliam aos ricos para ter riqueza material. Eles dizem que poderão comer, beber e desfrutar a vida e fazer com que sua alma tenha paz se tiverem riqueza material.
 
 
Temos que Deixar Nosso Pensamento Materialista
 
Temos que mudar nossa maneira de pensar se quisermos seguir a Palavra de Deus. Apesar de vivermos num mundo materialista, nosso pensamento deve estar focado na Palavra de Deus e em como podemos buscar o seu reino e a sua justiça em nossa vida. Temos que pensar no que é a justiça de Deus e o que ela representa. Temos que nos lembrar que Deus nos salvou nos dando a remissão de pecados. Ele também veio a este mundo para dar testemunho do evangelho da água e do Espírito a fim de que pudéssemos entrar no reino de Deus. E já que o senhor criou e salvou o homem com este propósito, nós temos que nos lembrar sempre disso tudo em nosso coração enquanto vivermos neste mundo.
Então, precisamos mudar o pensamento materialista que temos agora. E isso não é algo tão difícil assim. Só temos que mudar nossa maneira de pensar. O Senhor não está dizendo que devemos tirar totalmente o desejo do nosso coração de ter bens materiais ou ganhar dinheiro. O que ele está dizendo é que não podemos ficar tão obcecados com isso a ponto de esquecermos a vontade de Deus. Só temos que entender bem isso e viver de modo natural, já que a Palavra do Senhor está correta.
Mas o problema é que sempre esquecemos de praticar a Palavra do Senhor. E este esquecimento acontece porque só pensamos em coisas carnais. Hoje até aqueles que receberam a remissão de pecados caem na armadilha de ficar obcecados só em ganhar a vida; e o Senhor disse essas palavras justamente porque se preocupou com isso. Se os nascidos de novo que receberam a remissão de pecados pensarem o tempo todo nas coisas materiais, eles acabarão deixando a igreja. E quando isso acontece, é difícil escapar desse estado de espírito. Passamos por lutas quando temos uma mente carnal. Você e eu também caímos nessa tentação porque pensamos assim. Quando damos lugar aos pensamentos carnais, não conseguimos pensar no que agrada a Deus e fazer a obra que realiza a sua vontade, apesar de dizermos que somos seus filhos. Assim como fez Abraão, podemos unir nossas forças com outras igrejas para cumprir o que o Senhor deseja a este mundo. Mas embora o Senhor supra todas as nossas necessidades, não conseguimos cumprir nossas tarefas. E não é exagero dizer que fazer isso é suicídio.
Podemos ver que há muitos cachorros no Acampamento para Treinamento de Discipulado em Inje. E alguns deles são muito teimosos. Nós cavamos um buraco, fincamos um pedaço de madeira no chão e amarramos a coleira do nosso cão ali quando queremos criá-lo. Ele então começa a andar bem alegre ao redor da madeira. Mas quando ela está toda enrolada, ele começa a andar na direção contrária. Mas os cães teimosos ficam latindo com a coleira apertando seu pescoço até que alguém venha soltá-los. Eles ficam sufocados e ficam latindo muito quando alguém vem para soltá-los. Quando eu vejo isso eu percebo como esses animais são tolos.
O homem é assim também. Jesus olha para quem se exalta porque tem riquezas, confia na sua alma e nos bens materiais que possuem em sua vida, e crê que podem ser salvos. Como um cão teimoso que corre até se cansar mas não sabe que pode correr para o outro lado, há muitos que agem assim também, embora não devessem ser tão teimosos e pensar desse jeito.
Deus supre as necessidades básicas daqueles que creem nele quando eles sabem o que o agrada e fazem isso pela fé. E isso está certo? Sim, está. Eu quero contar para vocês agora algo que aconteceu comigo. Eu creio que tenho sido um pouco chato por estar falando tanto de mim assim. Mas não pode ser de outra forma porque não há ninguém para falar em meu lugar, e eu acho que tenho que ser sincero com vocês e explicar as coisas de Deus através de tudo que eu vivi e aprendi durante esse tempo que tenho procurado fazer a vontade de Deus, não nos livros.
Depois que tive um encontro com o Senhor pela primeira vez através do evangelho da água e do Espírito, como era de se esperar, eu inconscientemente fiquei preocupado com o que ia comer, beber e vestir. Depois disso eu também pensei em abrir um negócio para ganhar dinheiro ou num trabalho em que eu pudesse trabalhar algumas horas por dia apenas para servir ao evangelho no restante do dia. Como eu não teria muito tempo se trabalhasse muitas horas por dia, eu pensava em coisas absurdas tipo conseguir um emprego onde eu pudesse trabalhar poucas horas e ganhar muito dinheiro. Eu não parava de pensar no que iria comer e vestir. Meu coração estava confuso devido a isso. O que eu estou dizendo é que não parava de me preocupar com as coisas materiais que o Senhor falou. De todo modo, eu continuei pregando o evangelho, apesar de toda preocupação.
Eu não podia deixar de pregar o evangelho da água e do Espírito. Eu dava testemunho dele o tempo todo. E eu fazia isso junto a algumas pessoas todos os dias. E apesar de ser jovem naquela época, eu ficava exausto de pregar o evangelho por horas. Mas continuei pregando o evangelho por seis, sete horas por dia, por mais que ninguém quisesse ouvi-lo. E já que as pessoas podiam receber a remissão de pecados se eu pregasse o evangelho da água e do Espírito até o fim, às vezes eu ficava até sem comer. Eu queria pregar o evangelho até que a pessoa recebesse a remissão de pecados, mas como sua mente estava confusa, nós dois ficávamos sem comer. Mas ela não podia comer porque eu punha tanto fogo na sua alma ao pregar o evangelho que seu corpo não sentia fome. Eu estou aqui agora porque tenho pregado o evangelho e sei quando a alma da pessoa recebeu ou não a salvação.
Antes, embora eu fosse um pregador do evangelho muito entusiasmado, eu me preocupava o tempo todo com as contas e impostos que tinha que pagar todo mês. As preocupações eram como uma montanha diante de mim. Mas eu não tinha escolha senão pregar o evangelho, como Deus me disse para fazer. Então, depois de pregar o evangelho o tempo todo e de todo o meu coração, Deus me deu tudo que eu precisava. Ele também te deu alimento o suficiente para compartilhar com os outros como recompensa pelo seu trabalho, não é verdade? Sim, é.
No entanto, o problema é que sempre acabamos voltando ao problema. E os quatro evangelhos falam muito sobre isso. No evangelho de Lucas, um homem pede a Jesus que diga a seu irmão para dividir sua herança com ele: “Mestre, diga a meu irmão para dividir a herança comigo”. Mas o Senhor o responde com uma história de um homem rico que não sabia o que fazer com tantos bens materiais e achou que seria melhor construir um celeiro novo para guardar ali sua colheita. E após fazer isso, pensou: “Alma abençoada, tens depósito por muitos anos; come, bebe, folga e descansa”. E o Senhor explicou a todos sua ilustração assim: “Algumas pessoas só buscam as coisas materiais, mas vocês não devem ser como eles, pois eles são tolos”. Este é um assunto muito bem explicado nos quatro evangelhos.
Tudo que o Senhor diz aqui é para aqueles que querem ser seus discípulos, isto é, eu e você. O que você tem que entender aqui é que nossa alma sempre deseja as coisas materiais. Nós vemos que Deus alimenta os corvos que voam no céu e veste os lírios de forma mais esplêndida do que Salomão em toda a sua glória. Nós confessamos com nossos lábios que cremos que Deus cuida das flores e as faz brotar de uma maneira fabulosa. E ele nos diz que faz o mesmo conosco: “Vocês são maiores do que tudo isso. Então, eu vou suprir todas as suas necessidades. Não devemos então buscar primeiro o reino de Deus e sua justiça como ele quer?
O mais importante para nós então é o propósito que vamos ter e seguir a Palavra do Senhor ao invés de ficarmos pensando apenas o que vamos aprender com ela. O Senhor está nos dizendo que devemos nos dedicar à obra espiritual para que nossa alma seja salva. Não devemos ouvir a Palavra do Senhor com o coração dividido, mas considerar novamente o que ela de fato quer dizer e fazer tudo para segui-la fielmente. Algo notório é que todo aquele que busca as coisas materiais neste mundo é totalmente tolo e insensato. No entanto, aquele que firma um propósito de buscar o reino de Deus e a sua justiça, e vive de acordo com ela, é sábio e abençoado tanto espiritual como fisicamente.
Se Deus alimenta e veste todas as criaturas deste mundo, ele não fará isso também conosco que somos seus filhos? O Senhor disse: “Não temas, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o Reino. Vendei o que tendes, e dai esmolas, e fazei para vós bolsas que não se envelheçam, tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão, e a traça não rói. Porque onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração” (Lucas 12:32-34). “Não temas, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o Reino”, e significa que Deus se alegra em nos dar o reino.
Mas estamos sempre buscando as coisas materiais, apesar de ouvirmos a Palavra do Senhor e crermos nela. Além disso, o esforço que fazemos para ouvir, entender, crer e obedecer à Palavra de Deus é muito pequeno. Já que o Senhor disse: “Não temas, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o Reino”, esta alegria e este gozo na fé deveriam ser algo abundante em nós e nos levar a dizer: “Achávamos que essa terra não era nossa, mas este reino é realmente nosso porque é o reino de Deus. Este reino pertence a nós”. Porém não achamos isso muito importante porque não conseguimos ver este reino com nossos olhos. E também porque achamos que ele no-lo dará de qualquer jeito mesmo.
Mas o Senhor fará com que aqueles que valorizam tudo que diz respeito a ele e desejam guardá-las até o fim recebam todas as suas bênçãos. Por outro lado, embora Deus queira dar seu reino a todos, ele não pode fazer isso na vida daqueles que não têm esperança nele, mas, ao contrário, só continuam querendo as coisas materiais deste mundo depois que recebem a remissão de pecados. Não pense que Deus te dará seu reino só porque você recebeu a remissão de pecados. Se você pensar assim, você acabará traindo o Senhor um dia. Por isso que o Senhor falou assim dessa gente: “Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus”.
O Senhor nos deu algo valioso. E já que recebemos o evangelho que o Senhor nos deu, nós o traímos quando nos esquecemos de pregá-lo para as pessoas. Além disso, alguém assim está propenso a se voltar contra o Senhor. Alguns já não podem receber o reino de Deus, por mais que o Senhor queira dá-los a eles, pois Satanás entrou no seu coração e o controla agora. Muitos receberam um talento de Deus mas o perderam por causa dos poderes malignos. E já que ele nos deu o reino, ele nos diz: “Vendei o que tendes, e dai esmolas, e fazei para vós bolsas que não se envelheçam, tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão, e a traça não rói”.
O que você tem no seu coração agora? Seu coração está voltado para salvar almas ou está preocupado com o que vai comer e beber? A resposta que o Senhor quer é muito simples. Nosso coração tem que estar voltado para a salvação de almas, e já que o glorioso reino de Deus nos será dado, nosso coração tem que estar nele então. O que é o verdadeiro tesouro para nós e onde ele está? Está no Senhor e no reino em que ele habita. Em outras palavras, o que eu quero dizer é que ele está na obra de justiça que o Senhor quer que façamos.
Nós achamos que estamos seguindo o Senhor fielmente agora. Mas a verdade é que sempre nos esquecemos disso, seja conscientemente ou não. Quando começamos a fazer alguma obra, nós nos dedicamos a ela até que a cumprimos. Porém o verdadeiro tesouro do coração não está em coisas materiais. Se o Senhor for sempre o tesouro do nosso coração, ele então será o tesouro mais magnífico e valioso que teremos. Mas aquele que recebeu a remissão de pecados não pode ser um justo se o tesouro do seu coração for algo material, e não o Senhor ou o seu evangelho. O única desejo que devemos ter no coração é salvar almas no Senhor e buscar a justiça do reino de Deus. Aquele que não faz isso é um tolo.
Independente se vamos para o céu depois que deixarmos este mundo ou não, nós que recebemos a remissão de pecados temos que saber a missão que nos foi dada e buscar um tesouro para o nosso coração segundo isso. E temos que alcançar este tesouro pela fé. Nós somos o povo de Deus e seus filhos. E já que vivemos neste mundo, todos nós por vezes sentimos que somos falhos e a justiça de Deus não se aplica a nós. Só que quando nós pensamos nisso, vemos que somos simples seres humanos que não têm nada do que se exaltar. Quando estamos perante Deus, vemos como somos seres fracos e vergonhosos.
Mas quando paramos para pensar nisso, vemos que o Senhor salvou de todos os pecados seres miseráveis como nós. Ele nos glorificou ao fazer com que o Espírito Santo habite em nosso coração. Deus preencheu nossas falhas com sua graça. Foi assim que ele nos fez vitoriosos. Nós podemos ver que o Senhor é o nosso verdadeiro tesouro, pois ele sempre nos encoraja quando percebemos que nossa justiça é totalmente imperfeita.
 
 
O Senhor é o Nosso Verdadeiro Tesouro
 
O Senhor nos salvou e nos fez vitoriosos. E apesar de sermos muito falhos, somos filhos de Deus. Somos os filhos preciosos de Deus e discípulos de Jesus Cristo. Somos nós que fazemos a obra da justiça. Mas há outros como nós que fazem esta obra também. Nosso ministério tem dado frutos em todo o mundo hoje. Muitos receberam a remissão de pecados, mas o número dos que nos enviam seu testemunho de salvação ainda é pequeno. É muito se recebemos ao menos vinte testemunhos de salvação por semana. Isso porque o número daqueles que receberam a remissão de pecados através dos nossos livros, mas não mandam seu testemunho, passe de cem, de mil. Portanto, mesmo aqueles que não nos mandam seu testemunho de salvação estão fazendo esta obra preciosa. Eles são um povo precioso porque o Senhor é o tesouro do seu coração e também fazem a obra da justiça, que também é um tesouro que o Senhor nos confiou.
Você e eu temos que ser pessoas altruístas, já que sabemos que somos um povo precioso e temos sonhos e projetos em nosso coração. Isso significa que somos pessoas que devem buscar o bem do próximo. Não devemos ser como o homem rico que só se preocupou porque seu celeiro já estava lotado e tinha que construir um celeiro maior para guardar sua colheita abundante e satisfazer sua alma. Nós somos filhos de Deus e discípulos de Jesus Cristo, embora por vezes sejamos muito materialistas e só pensemos em nós mesmos. Já que o próprio Deus fez a obra para expandir seu reino e salvar almas, ele confiou esta mesma obra no mundo inteiro aos seus discípulos. E somos nós que devemos fazer esta obra. Nós recebemos as infinitas bênçãos do Senhor e temos esta importante missão. Portanto, não podemos dizer que não somos preciosos.
Quanto mais eu leio a Palavra do Senhor, mais eu vejo o quanto ela é verdadeira. Por isso que eu creio totalmente nela. No entanto, isso não quer dizer que não temos vivido segundo a Palavra de Deus até agora porque nosso coração está sempre nas coisas materiais. Embora tenhamos vivido assim até hoje, temos que discernir o que é certo e errado e escolher a maneira certa de viver. Se tivermos que fazer sacrifícios por alguém agora, é isso que devemos fazer então. Esta é a vontade do Senhor, e ele disse que nos daria todas as coisas se vivêssemos para ele assim.
Quem não tem um sonho já foi destruído e é como um animal que só tem prazer nas coisas por pouco tempo. Todos precisam ter uma visão. Ninguém deve querer apenas ganhar dinheiro, mas servir ao Senhor com o dinheiro que tem. Aquele que considera quem é pobre materialmente como alguém pobre espiritualmente, e também acha que pode salvar sua alma com sua riqueza é uma pessoa que não tem uma visão correta. Pobre mesmo é aquele que não tem uma visão correta. Mas eu tenho certeza que somos pessoas de visão. Só que nós precisamos entender nossa visão de pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro, pois assim nosso Deus cumprirá sua visão através da nossa vida. É hora de termos visão e sonhos desafiadores na obra que estamos fazendo para que possamos cumpri-la.
Nós podemos fazer isso se quisermos? Sim, podemos. Por que começaríamos algo se não pudéssemos acabar? O que eu estou dizendo é que podemos fazer isso se nosso pensamento for espiritual. Você tem que entender que a diferença entre o pensamento carnal e espiritual é muito pequena. Nós podemos ser espirituais se pensarmos no reino de Deus e na sua justiça. Por outro lado, seremos carnais se nos preocuparmos somente com as nossas necessidades. E já que é tão fácil mudar nosso pensamento, é como se tivéssemos dois caminhos a escolher umas dez vezes por dia. Melhor dizendo, nós somos pessoas espirituais que se tornam carnais umas dez vezes por dia.
Por que há muitas reuniões em todos os departamentos já que temos muitos cultos durante a semana dentro e fora da igreja? Fazemos estas reuniões geralmente para nos reunirmos e pensarmos nas coisas espirituais, a fim de que nossa maneira de pensar não mude tão facilmente. Por isso que temos muitas horas de culto, tempo para pregar o evangelho e orar. E só podemos manter a fé quando temos tempo para ter comunhão uns com os outros. Caso contrário, poderíamos ser pessoas que não conseguem guardar sua fé e, por isso, são amaldiçoadas por Deus, embora tenham recebido a remissão de pecados. Se não aceitarmos a Palavra de Deus de coração, nós acabaremos deixando a igreja. Portanto, temos que nos reunir e orar para que nenhum de nós seja tentado a ir para o mundo e ser amaldiçoado.
Hoje é quarta-feira, e quarta é o dia em que temos muitas reuniões. Nós temos estas reuniões como o culto de mulheres na terça-feira, o encontro de homens na quinta-feira e os cultos de adoração nas sextas e sábados. E o Senhor ainda nos permite estar junto a ele no tempo que sobra. Nisso vemos o quanto ele nos ama. Embora a preocupação com as coisas materiais vem sempre à nossa mente, podemos evitá-la estando na presença de Deus. Eu pensei na obra de Deus o tempo todo destes três dias que estive em Inje porque eu estava com medo de cair neste abismo.
Eu não parei de pensar no que faremos para completar a construção do novo prédio do ATD em Inje enquanto estava trabalhando lá. Eu calculei o tamanho que deve ter a fundação. Eu não parava de pensar no tamanho do novo prédio, quantos sacos de cimento vamos precisar, onde a coluna principal deve ficar e etc. E eu também não parava de pensar na quantidade de dinheiro que precisaríamos para esta construção, tudo que o novo prédio precisaria antes de acabarmos a obra, mas que as famílias dos membros da nossa igreja teriam um prédio novo para trabalhar, pois eu sempre ficava preocupado porque eles tinham que trabalhar na estufa quando chovia.
Sem perceber então eu estava absorvido por pensamentos materialistas. Obviamente, quanto mais estamos envolvidos com a obra para apoiar o evangelismo, menos chance temos que estar espiritualmente próximos da Palavra de Deus, embora a obra que estamos fazendo seja a de Deus. E temos que fazer isso sem cessar. Só que não podemos deixar de ouvir a Palavra de Deus, por mais que estejamos ocupados fazendo algo. E a obra que devemos fazer é crer e obedecer à Palavra de Deus. Se seguir os ensinamentos de Deus não for nossa principal obra, que outra responsabilidade teríamos? É por isso que devemos viver pela fé. A Bíblia diz que “o justo viverá da fé”. E também está escrito: “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”.
Não devemos nos preocupar com o problema de comida ou moradia que temos hoje. Ao contrário, temos que pregar o evangelho com dedicação, estar em comunhão com a Igreja de Deus, e nos preocupar apenas com a volta do Senhor. Isso não é verdade? Sim, é. O Senhor então provê alimento e vestes os que se preocupam com sua volta ao invés de se preocupar com as coisas materiais? Sim, provê. Sendo assim, temos que orar sempre a Deus pelas nossas necessidades e dar graças a ele.
Além disso, temos que crer que o Senhor expiou todos os nossos pecados e nos levou a ter um novo coração, embora não haja nenhuma justiça em nós. Eu exorto vocês a não esquecer que só precisamos seguir o Senhor pela fé. Vocês têm mesmo esta fé? Sim. Então o Senhor venceu? Sim, ele venceu. E nós que cremos no Senhor e o seguimos também somos vitoriosos.
Quem faz a obra da justiça são aqueles que vivem sempre pela fé. Além disso, são eles que são sempre abençoados. Eu me sinto infinitamente grato a Deus agora. E também desejo sinceramente que ele acrescente mais fé e sempre abençoe no futuro aqueles que procuram ter pensamentos espirituais no Senhor.