Khotbah-Khotbah

Assunto 19: A Epístola do Apóstolo Paulo aos EFÉSIOS

[Capítulo 1-1] Nós Fomos Salvos pela Justiça de Deus Antes da Fundação do Mundo (Efésios 1:1-4)

Nós Fomos Salvos pela Justiça de Deus Antes da Fundação do Mundo
(Efésios 1:1-4)
“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus: A vós outros graça, e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele.”
 
 

O Amor de Deus é Demonstrado Claramente no Tecido da Entrada do Átrio do Tabernáculo

 
No nosso hinário, a letra de um hino de uma irmã de nossa Igreja diz assim:
“Antes da criação Deus planejou a salvação;
O Senhor que nos criou e nos conhece tão bem
Chamou Moisés e lhe deu a lei da Sua salvação,
A água e o Espírito
(Deus de amor e misericórdia)
A entrada do Tabernáculo nos mostra o amor do Senhor,
O Rei foi batizado por João Batista,
Sejam gratos ao Senhor nosso Deus,
(Tecido azul e púrpura)
Que cumpriu toda a Sua Palavra, a lei da salvação,
Derramando Seu sangue em agonia mortal
(Tecido branco e carmesim); (a lei da vida)
Com Seu batismo e Sua morte no calvário
(Tecido azul, tecido púrpura)
O Senhor nos revelou Sua perfeita salvação
(Tecido carmesim).”
Uma estrofe deste hino cristão afirma que a entrada do Tabernáculo nos mostra o amor do Senhor. Sim, nós podemos ver o verdadeiro amor do Senhor na entrada do Tabernáculo. As Escrituras afirmam que o amor sincero do Senhor por nós é manifestado no tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido. E através deste amor de Deus, Jesus Cristo nos deu a remissão de pecados pelo batismo que recebeu de João Batista e Seu sangue derramado na cruz. As cores do tecido da entrada do Tabernáculo nos mostram de maneira muito clara a salvação que Jesus realizou ao ser batizado por João Batista, derramar Seu sangue na cruz e ressuscitar dos mortos.
Como nós sabemos, o grande amor da salvação de Deus se uniu ao amor de Jesus Cristo antes da fundação do mundo. E através deste amor, nós podemos receber o dom da remissão de pecados que Deus dá àqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito. O livro de Efésios afirma que a salvação do amor de Deus foi planejada em Jesus Cristo antes da fundação do mundo. Ele afirma também que somente aqueles que crêem na verdade do evangelho da água e do Espírito é que podem receber o dom da salvação através da remissão de pecados que Deus deu a todos nós. O evangelho da água e do Espírito é o maior dom que Deus nos deu.
Então, primeiro temos que receber a remissão de pecados de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito, que possui o amor de Jesus Cristo. Nós temos que entender que não é por meio das orações de arrependimento que nossos pecados são purificados. Nós que somos santos devemos dar graças a Deus pela remissão de pecados que recebemos através do evangelho da água e do Espírito. Nós temos que entender que o amor de Deus é revelado na verdade da salvação que é manifestada no evangelho da água e do Espírito. Nós temos que ser o povo que recebeu a remissão de pecados que Deus nos dá por crermos no evangelho da água e do Espírito. A maioria dos cristãos hoje em dia tem uma fé mística e não conhece o evangelho da água e do Espírito. E nós temos que entender que isso acontece por causa da sua fé errada que os afastou do grande amor de Deus. Essa fé mística é muito diferente da fé que Deus nos deu para crermos no evangelho da água e do Espírito. A fé mística que existe hoje dá muita ênfase às experiências emocionais, e, do ponto de vista do evangelho da água e do Espírito, é uma fé errada. As pessoas que têm esse tipo de fé têm visões, falam em línguas e ficam com o corpo todo tremendo.
Entretanto, nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito que nos salvou de todos os nossos pecados e, crendo na justiça de Jesus Cristo, desfrutar do privilégio que nos foi preparado antes da fundação do mundo. Nós temos que voltar a ter a fé que crê na verdade do evangelho da água e do Espírito agora rejeitando essa fé mística.
 
 

Aqueles que Têm uma Fé Mística Ainda Sofrem por Causa dos Pecados do Seu Coração

 
Essas pessoas fazem tudo para ter experiências diferentes ao invés de receber a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Além disso, sua fé mística se torna um grande obstáculo para que elas conheçam o evangelho da água e do Espírito. É por isso que elas precisam entender que sua fé mística está impedindo-as de conhecer o evangelho da água e do Espírito que pode purificar todos os seus pecados. Todavia, são poucos os cristãos que reconhecem que têm esse problema. Eles preferem, ao contrário, continuar com a fé mística que já possuem há muito tempo. Mas eles deveriam se preocupar mais em conhecer o amor do Deus triuno que foi planejado antes da fundação do mundo e que é revelado pelo evangelho da água e do Espírito.
Os cristãos de hoje têm que encontrar um jeito de deixar sua fé confusa, mas isso só é possível crendo na verdade da remissão de pecados que há no evangelho da água e do Espírito. E todos nós que somos crentes também temos que conhecer e crer na verdade da água e do Espírito que foi preparada antes da fundação do mundo em Cristo Jesus. Nós só podemos receber a eterna remissão de pecados se cremos neste poderoso evangelho. Nós só podemos escapar de todas as armadilhas de Satanás se tivermos fé na verdade do evangelho da água e do Espírito que é revelada no Tabernáculo.
O problema, no entanto, é que muitos cristãos estão presos a uma fé confusa que os leva a confiar nas experiências. Eles esperam ter experiências místicas, sensações paranormais e ver a Deus em seus sonhos dizendo assim: “Amado, você agora é Meu filho”. Mas experiências assim não vêm de Deus, mas dos espíritos malignos que trabalham no seu pensamento carnal (2 Tessalonicenses 2:9-10). Sendo assim, quando você tiver uma chance de ouvir o verdadeiro evangelho da salvação, ou seja, o evangelho da água e do Espírito, a primeira coisa que você tem a fazer para crer neste verdadeiro evangelho é deixar sua fé mística. Só então você poderá permanecer na verdade e estar na presença do Deus santo confiando no Seu amor que se encontra no evangelho da água e do Espírito. Você deve entender muito bem que experimentar essas sensações estranhas enquanto ora e falar em línguas não é obra do Espírito Santo.
 
 

O Evangelho da Água e do Espírito é a Verdade Absoluta e Indispensável que Você Tem que Conhecer e Crer

 
Somente quando você crer no batismo de Jesus e no Seu sangue na cruz é que todos os seus pecados serão purificados com toda certeza (Mateus 3:15; João 1:29; 1 Pedro 3:21). Por isso, se você dedicou sua vida a Deus até hoje e o serviu com sinceridade, isso não significa necessariamente que você foi salvo ou recebeu Seu amor, muito menos que você se tornou Seu filho só porque teve visões estranhas ou dons de cura. Já que sua fé é emocional, mística e baseada na experiência, você não pode dizer que recebeu o verdadeiro amor de Deus.
Mas já que todos nós cremos na Palavra de Deus, temos que entender claramente a verdade da purificação de pecados que é revelada no Tabernáculo – isto é, a verdade do evangelho da água e do Espírito e do amor de Deus – e crer nessa verdade. Deus concedeu o verdadeiro evangelho da remissão de pecados a todos os pecadores porque Seu desejo era salvar todos eles purificando seus pecados. Mas essa bênção da salvação só pode ser recebida crendo no evangelho da água e do Espírito que se encontra em Jesus Cristo. Assim, o próprio Senhor que ensinar a todos os pecadores o que é a grande salvação. A verdade do evangelho da água e do Espírito é a grande verdade da salvação revelada na entrada do átrio do Tabernáculo. Melhor dizendo, o legítimo evangelho da remissão de pecados dado a todo ser humano é o evangelho da água e do Espírito. E a sombra deste evangelho se manifesta na entrada do átrio do Tabernáculo. Então, é muito importante que você aprenda o que é o mistério da salvação revelado no tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido usado na entrada do átrio do Tabernáculo, e também entenda esse mistério.
O sistema sacrificial do Tabernáculo tem dois elementos absolutamente indispensáveis: a imposição de mãos e o sangue derramado do animal do sacrifício. Se você não entender essas exigências do sistema sacrificial, você não poderá entender o amor de Deus que é revelado no evangelho da água e do Espírito. É assim que o amor de Deus, que torna os pecadores Seus filhos, é revelado no evangelho da água e do Espírito; e a prova disso está na imposição de mãos e no sangue derramado do sacrifício no Antigo Testamento. Então, nos dias do Novo Testamento, Jesus nos salvou ao ser batizado por João Batista e ao derramar Seu sangue na cruz, concedendo assim a perfeita remissão de pecados a todos que crêem nessa salvação. Melhor dizendo, nosso Deus deu o evangelho da água e do Espírito, que é a Sua salvação, a remissão de pecados e o dom do Seu Espírito a todos que crêem neste verdadeiro evangelho (Atos 2:38).
 
 

Nossa Salvação Se Encontra no Evangelho da Água e do Espírito, Exatamente como Deus a Planejou Antes da Fundação do Mundo

 
Está escrito na passagem bíblica que lemos: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado” (Efésios 1:3-6).
Pela fé, todo pecador tem que aceitar a salvação que nos foi preparada em Cristo Jesus antes da fundação do mundo. E até hoje Deus está operando da mesma maneira por meio do evangelho da água e do Espírito, segundo a salvação que Ele planejou para todos os pecadores e para o Seu povo. A grande verdade da salvação é revelada nas quatro cores dos materiais usados na entrada do átrio do Tabernáculo. E estes materiais foram o tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido. Nós encontramos no Deus triuno este plano pelo qual o Senhor resolveu nos salvar de todos os pecados deste mundo.
Deus Pai, o Filho e o Espírito Santo são o mesmo Deus para nós, mas cada um deles tem uma função diferente. Deus preparou o plano da salvação, Jesus Cristo implementou este plano, enquanto que o Espírito Santo nos garante que somos libertos do pecado através dele. Embora a função de cada uma das Pessoas da trindade seja diferente, todos eles são o mesmo Deus para nós. Deus deu o verdadeiro dom da salvação a todos nós no amor do Seu Filho através do evangelho da água e do Espírito.
Agora, segundo a predestinação de Deus, todos nós que cremos na Sua promessa de salvação recebemos o evangelho da água e do Espírito. Antes mesmo da fundação do mundo, Deus planejou nos salvar de todos os nossos pecados e fazer de nós Seus filhos em Cristo Jesus; e Ele realizou Seu plano. A vontade do Senhor então era fazer de nós Seus filhos apagando todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Sendo assim, a vontade de Deus era adotar todos os crentes no evangelho da água e do Espírito como Seus filhos em Cristo Jesus, além de viver para sempre com eles no Céu. E Ele nos deu o evangelho da água e do Espírito para cumprir este grande plano.
Deus torna possível recebermos a verdadeira remissão de pecados e desfrutar da glória do Reino dos Céus quando nós cremos na verdade da salvação revelada no tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido que há na entrada do átrio do Tabernáculo. Todos que crêem no evangelho da água e do Espírito agora podem conhecer a verdade que os salva de todos os seus pecados. Deus resolveu salvar todos os pecadores dos seus pecados com o evangelho da água e do Espírito (1 João 5:6-8). A salvação da remissão de pecados que Deus planejou foi totalmente decidida por Ele mesmo. Nós sabemos que nossa salvação foi preparada em Jesus Cristo antes da fundação do mundo e que está salvação é revelada no evangelho da água e do Espírito.
O amor de Deus foi relevado no tecido azul, púrpura e carmesim da entrada do átrio do Tabernáculo. Cada utensílio do Tabernáculo revela o amor de Deus e a verdade da salvação. A verdade revelada na entrada do átrio do Tabernáculo era a sombra da verdadeira remissão de pecados que Deus realizou com o evangelho da água e do Espírito. O verdadeiro elemento dessa salvação, em outras palavras, foi cumprido em Jesus Cristo segundo o plano de Deus. A vontade do Senhor foi nos livrar de todos os nossos pecados e nos fazer seus filhos; e Ele de fato fez isso segundo Sua providência. O propósito de Deus era nos tornar aptos a receber Seu abundante amor e a vida eterna para que desfrutássemos dela para sempre. E segundo este propósito, pelo qual Deus resolveu nos salvar de todos os nossos pecados, nosso Senhor nos fez conhecer o evangelho da água e do Espírito e nos abençoou para que nós viéssemos a entender o amor de Deus e a verdade da salvação, a fim de que pudéssemos receber a salvação de todos os nossos pecados. Em suma, Deus fez com que o adorássemos para sempre por causa da salvação que Ele nos deu.
O problema, contudo, é que alguns questionam o amor e o propósito de Deus planejado antes da fundação do mundo. Mas a resposta para toda questão se encontra na salvação que Deus planejou em Cristo Jesus antes da fundação do mundo pela Sua misericórdia. É claro, isso pode ser um problema para aqueles que questionam o amor de Deus, mas do nosso ponto de vista é algo totalmente perfeito. Todos nós estávamos condenados à morte porque caímos em pecado, mas Deus resolveu nos salvar em Cristo Jesus antes da fundação do mundo, fazer de nós Seus filhos e nos abençoar para desfrutarmos da Sua glória. Foi um erro Deus ter tomado essa decisão então? Não, claro que não! Este foi o plano de amor de Deus para nos salvar de todos os nossos pecados e nos abençoar para que desfrutássemos da Sua glória em Cristo Jesus; e este plano era totalmente perfeito.
Mas nós ainda vemos pessoas que reclamam do plano da salvação de Deus, reclamando que Ele planejou tudo sozinho sem perguntar ao ser humano. Eles dizem que Deus foi injusto por ter resolvido salvar toda a humanidade dos seus pecados e da destruição com o evangelho da água e do Espírito. Você por acaso não é um destes que reclamam? O que não te agrada na obra da salvação que Deus preparou para você? Se você de fato crê que Jesus Cristo te salvou de todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito, você não tem do que reclamar então. Já que você crê na salvação revelada no evangelho da água e do Espírito de todo o seu coração, você também tem que ser grato a Deus. Na verdade, já que você tem fé que Deus te salvou com o evangelho da água e do Espírito, você não tem do que reclamar então.
 
 

O Zelo Santo de Deus Vem do Seu Amor por Nós

 
Deus sempre se revela na Bíblia como um Deus que tem zelo por nós, como Ele mesmo diz: “Não te inclinarás diante de outro deus, pois o nome do Senhor é Zeloso, sim, Deus zeloso é ele” (Êxodo 34:14). O zelo de Deus é uma maneira de expressar Seu infinito amor pelo homem. Em Seu amor zeloso, nosso Deus que é santo puniu os anjos que desafiaram Sua autoridade e salvou o homem que Ele criou à Sua imagem. Seu amor por nós é tão grandioso que Ele não nos permite amar alguém ou alguma coisa neste mundo senão a Ele. E a salvação que Deus oferece a todos através do evangelho da água e do Espírito não revela somente Seu amor e misericórdia, mas nos mostra também o quanto Seu amor é justo.
Deus nos salvou na justiça de Jesus Cristo. E este amor de Deus por nós não tem falha alguma. Todos nós que caímos em pecado estávamos condenados à morte por causa dele. Apesar disso, Deus nos salvou com o evangelho da água e do Espírito; então, do que nós temos que reclamar? Como meras criaturas, nenhum de nós pode se tornar filho de Deus sem Sua graça. No entanto, para abençoar seres miseráveis como nós e nos tornar Seus filhos, Deus enviou Jesus Cristo a essa terra e nos salvou com o evangelho da água e do Espírito. Isso foi o cumprimento da vontade de Deus. Nós não tínhamos condição alguma de entrar no Reino de Deus devido aos nossos pecados, mas Deus criou Seu plano antes da fundação do mundo para adotar os crentes no evangelho da água e do Espírito e fazer deles Seus filhos. Então, se isso é verdade, ao invés de reclamarmos, nós temos que crer no plano de Deus e ser muito mais gratos a Ele.
 
  

O que Está Oculto no Zelo Santo de Deus?

 
No zelo santo de Deus está oculto Sua justiça, salvação e maldição. Na justiça de Deus, em outras palavras, não são revelados somente a remissão de pecados e o Seu amor. Pelo contrário, Deus também derrama Sua terrível ira sobre todos que rejeitam Sua autoridade e amor, embora conceda Sua misericórdia àqueles que a buscam humildemente. Isso mostra que Ele concede Suas bênçãos especiais àqueles a quem ama.
Deus quer nos mostrar Sua misericórdia através do Seu Filho Jesus Cristo, e foi por isso que Ele O enviou a essa terra. Jesus, por sua vez, tirou todos os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista e morrer na cruz levando todos eles, salvando a todos nós assim para sempre. E este é o zelo que vem da graça e do amor de Deus, do Seu plano misericordioso que foi criado antes que algo ou alguém viesse a existir neste mundo.
O plano de Deus era nos salvar de todos os pecados do mundo com a verdade da salvação, que Jesus Cristo realizou ao vir a essa terra, sendo batizado por João Batista, derramando Seu sangue na cruz e ressuscitando dos mortos para se tornar nosso Salvador. Essa salvação foi realizada segundo o amor de Deus, onde está incluído Seu zelo santo, Seu justo juízo e Seu plano. Essa verdade da água e do Espírito que Deus nos deu ao mesmo tempo demonstra Sua justiça e Seu amor a todos nós, tanto a crentes quantos a descrentes. Deus abençoa todo aquele que crê no Seu amor e O obedece como Seu filho, mas é justo ao condenar todos que pecam porque não crêem. Todos os pecadores têm mesmo que enfrentar o justo juízo de Deus e ser destruídos. É assim que a justiça e o amor de Deus se tornam completos na salvação que Ele nos deu e na Sua ira. Essa é a grande verdade da salvação realizada em Jesus Cristo, e além de entendê-la, você também tem que crer nela de todo coração.
Satanás era mesmo um arcanjo, mas pode ter se levantado contra a vontade de Deus, Ele o expulsou do Céu. Deste modo, ele não teve outra escolha senão sofrer miseravelmente para sempre. O ser humano, ao contrário, ainda pode ser liberto, pois Deus criou a lei da salvação para que todos neste mundo fossem salvos de todos os seus pecados. Quando lemos Isaías 14:12, nós vemos Deus dizendo a Satanás:
“Como caíste do céu,
Ó estrela da manhã, filha da alva!
Como foste lançado por terra,
Tu que debilitavas as nações!” Ao repreender o anjo que se levantou contra Ele e seus seguidores, Deus disse que os julgaria por sua arrogância. E até hoje nós vemos este anjo que se levantou contra Deus tentando afastar todo mundo Dele. Por ter desafiado a autoridade de Deus assim, Satanás se tornou Seu inimigo, pois seu orgulho se tornou notório aos Seus olhos. E por essa razão, o diabo acabou recebendo de Deus a justa condenação. Está escrito em Isaías 14:13-14:
“Tu dizias no teu coração:
Eu subirei ao céu;
Acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono;
No monte da congregação me assentarei,
Nas extremidades do norte.
Subirei acima das mais altas nuvens;
Serei semelhante ao Altíssimo”. Foi por isso que Lúcifer enfrentou o justo juízo de Deus.
Deus de maneira alguma aceita que uma criatura desafie a Sua autoridade, não importa quem ela seja. Ao invés disso, Ele pune com justiça toda maldade e transgressão. O juízo de Deus é não é apenas justo para todos, mas correto. Afinal de contas, quando alguém que foi criado por Ele se esquece do seu lugar e se levanta contra Sua autoridade, como o Deus Criador poderia ser injusto ao punir um ser arrogante e vil como este? Todos nós sabemos que Deus está certo em punir todo aquele que é rebelde. Mas até agora os anjos que se rebelaram contra Ele estão vivos e agindo na mente das pessoas, incitando-as a se opor ao Seu amor e a rejeitar a Sua graça, levando-as a confiar nas suas próprias obras para alcançar a salvação. E enganadas por estes anjos caídos, mais e mais pessoas estão rejeitando o amor de Deus. É por isso que Ele está amontoando brasas de fogo sobre a cabeça daqueles que rejeitam Seu amor. A justa condenação de Deus é o castigo mais correto para todos que rejeitam Seu amor.
De fato, você e eu temos que ser gratos a Deus por Ele nos ter dado o evangelho da água e do Espírito e nos abençoado para que recebêssemos este evangelho da salvação pela fé. Se Deus não tivesse nenhum plano para nos salvar, nós estaríamos então na mesma situação miserável que os anjos caídos, que só estão esperando a destruição por causa da sua arrogância. E já que Satanás não somente está vivo neste mundo, mas também está reunindo todos que se levantam contra Deus para no fim serem destruídos com ele, algo muito óbvio é que, sem a graça de Deus, nós também estaríamos presos para todo o sempre na armadilha do diabo e sofreríamos por toda a eternidade. Mas felizmente Deus não nos abandonou, mas teve tanta compaixão de nós que nos abençoou para que recebêssemos o Seu amor, nos deu o evangelho da água e do Espírito, nos salvou de todos os nossos pecados, nos protege e nos usa como Seus obreiros. Portanto, já que você e eu cremos no amor de Deus, todos nós recebemos este amor e Sua misericórdia que são tão especiais para nós.
Por outro lado, aqueles que não receberam este amor de Deus serão condenados, pois se levantam contra Deus com sua falta de fé. E como eles não receberam a graça de Deus que pode salvá-los de todos os seus pecados, tudo que espera por eles é o justo juízo de Deus onde não há misericórdia.
Deus separou o anjo caído e todos os seus seguidores para puni-los por causa dos seus pecados, e este era o nosso destino também. É por isso que temos que escapar dessa condenação crendo no evangelho da água e do Espírito pelo qual Jesus Cristo salvou a todos nós. Nós temos que crer neste evangelho da água e do Espírito para recebermos o misericordioso amor de Deus e a vida eterna. E já que a misericórdia de Deus sobre nós é abundante, Ele nos deu a eterna salvação pela fé no evangelho da água e do Espírito que encontramos em Jesus Cristo. E já que nós cremos na grande misericórdia de Deus e no Seu amor, Deus nos livrou para sempre da condenação de todos os nossos pecados e nos deu uma nova vida. E é por isso justamente que devemos ser gratos a Ele. Se você ainda crê no evangelho da verdade pela fé, no evangelho da água e do Espírito que o leva a glorificar a Deus, você tem que viver para este evangelho agora então. Já que você só pode ser salvo de todos os seus pecados se crer no amor de Deus, você tem que crer no evangelho da água e do Espírito.
Quando Deus nos fez Seus filhos, Ele viu que tínhamos fé na Sua misericórdia, no Seu amor e na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e foi por isso que Ele resolveu nos adotar como Seus filhos, por causa da nossa obediência ao evangelho. A salvação dada por Deus pela remissão de pecados é o maior dom de Deus, e é por isso que é algo imprescindível todos nós cremos no evangelho da água e do Espírito de todo o coração. Este dom da remissão de pecados é o dom da salvação que nos foi dado gratuitamente, sem que tivéssemos que fazer esforço algum; é a verdade pela qual Deus nos fez Seus filhos. Para sermos salvos dos nossos pecados, temos que deixar de lado nossos esforços e méritos e crer apenas no evangelho da água e do Espírito. Nós só podemos receber a remissão de pecados se crermos no plano de salvação de Deus. O evangelho da água e do Espírito simplesmente nos livrou de todos os nossos pecados, e é por isso que todos nós temos que crer neste evangelho. E todos que confessam crer em Jesus só podem receber a verdadeira salvação se crerem no misericordioso amor do Senhor.
Quando olhamos para o Cristianismo hoje, podemos ver que ele é como uma das muitas religiões deste mundo. E uma característica comum a todas as religiões criadas pelo homem é que em todas elas as pessoas confiam em seus pensamentos e buscam a salvação pelo próprio esforço. As doutrinas cristãs não são uma exceção à regra, pois a maioria dos cristãos hoje em dia rejeita as bênçãos celestiais e as substituem pela sua própria justiça. Quando nós pensamos no motivo pelo qual o Cristianismo atual se tornou uma simples religião do mundo, vemos que isso aconteceu porque muitos cristãos procuram alcançar a salvação pelo próprio esforço, agindo de acordo com seus próprios pensamentos. E essas falsas doutrinas que há nas igrejas cristãs atualmente estão sendo pregadas pelos chamados “líderes” cristãos.
 
 

Uma Dessas Doutrinas Cristãs Cheias de Hipocrisia é a Doutrina da Santificação Contínua

 
A doutrina da santificação contínua é uma doutrina muito influente nas principais igrejas, mas aqueles que a defendem de fato sabem que ela é uma afronta contra Deus? Na verdade, são poucas as pessoas que sabem disso. E pregar e ensinar esse tipo de doutrina bíblica infundada é fazer o mesmo que o anjo caído que desafiou a santidade de Deus. Muitas doutrinas que há no Cristianismo denigrem o amor misericordioso de Deus, e é por isso que você tem que crer no verdadeiro evangelho da água e do Espírito ao invés de crer num dogma inventado pelo homem. Os ímpios pensam que podem alcançar um estágio divino se praticarem o ascetismo e forem sempre disciplinados. Seguindo essa linha de pensamento, a doutrina da santificação contínua também ensina que é possível se santificar através da devoção. Mas o que você tem que entender muito bem aqui é que isso é um grande pecado que desafia a autoridade de Deus. Apesar disso, muitos cristãos desafiam a santidade de Deus por serem duros de coração e acabam tendo uma vida miserável.
Já que todo ser humano é uma geração de malignos que herdou doze tipos de pecado assim que foi concebido no ventre de sua mãe, nós pecamos o tempo todo e não podemos evitar isso. Por essa razão, já que o homem é pecador desde o íntimo de sua natureza, quanto mais ele tenta se santificar, mais ele se torna hipócrita e mais sua maldade é revelada. Na verdade, a única forma de o homem ser remido de todos os seus pecados é se tornando santo, reconhecendo diante de Deus que ele é um pecador condenado ao inferno, e crendo no evangelho da água e do Espírito, que é a graça da remissão de pecados, para que ele encontre assim a misericórdia de Deus. Todos nós temos que entender essa verdade.
Alguns de vocês já devem ter visto alguém meditando com seus olhos fechados para ter algum tipo de entendimento. Vamos tomar Buda como exemplo. Buda não passava de um homem que ficava meditando debaixo de uma árvore a fim de alcançar sozinho o Nirvana, mas ele acabou morrendo debaixo da árvore. No entanto, as pessoas continuam achando que Buda foi um grande homem, o exaltam como se ele fosse um grande sábio e até se tornam seus seguidores. Buda é tido como um Deus. As religiões do mundo são banais assim.
Um desejo natural em todo mundo é encontrar uma forma de escapar de todos os seus pecados e receber a perfeita justiça de Deus. O problema, contudo, é que a maioria deles procura estabelecer sua própria justiça e dá mais valor a ela do que à justiça de Deus. Mas a justiça humana é completamente inútil. O conceito do Nirvana que os budistas falam nada mais é do que ser liberto das preocupações, sofrimento e escravidão do mundo. Todavia, a única forma de conseguir isso é morrendo. Quem dentre nós pode libertar a si mesmo de todos os seus pecados e se tornar uma pessoa perfeita? Nenhum de nós pode ser liberto das amarras de Satanás se não tiver fé no batismo que Jesus recebeu de João Batista, na Sua morte na cruz e na Sua ressurreição. De fato, todo pecador tem que purificar seus pecados e receber a salvação crendo no verdadeiro evangelho da água e do Espírito dado por Jesus.
Entretanto, há muitos falsos profetas nas igrejas cristãs que enganam inúmeras pessoas com a doutrina da santificação contínua, como se o Cristianismo fosse uma religião pagã. Mas todos podem se tornar santos realmente, só porque fazem de tudo para isso? Claro que não! Os cristãos precisam entender que aqueles que defendem a doutrina da santificação contínua estão aprisionando-os ao pecado. Eles têm que abrir o coração para ouvir a verdade do evangelho da água e do Espírito, deixar essas falsas doutrinas e receber a remissão de pecados. Caso contrário, eles verão com seus próprios olhos o Cristianismo se corrompendo totalmente e se tornando uma religião pagã.
O evangelho da água e do Espírito é o justo evangelho que cumpriu a justiça de Deus, e é este evangelho que contém o verdadeiro amor de Deus e a verdade da salvação. O problema, entretanto, é que muitos cristãos ainda crêem nessas doutrinas falsas criadas pela mente humana. É por isso que eles acham que não há problema algum em seguir a Deus confiando nestes falsos dogmas. Como nós sabemos muito bem, toda doutrina pagã vem da mente humana. E todas as doutrinas cristãs não são exceção. Por exemplo, assim como todas as religiões pagãs ensinam aos seus seguidores que eles podem receber a salvação pelo seu próprio esforço, a doutrina da santificação contínua faz a mesma coisa ensinando a todos os cristãos pecadores que eles podem se purificar e ser libertos por si mesmos. Por essa razão, vários cristãos estão levando uma vida de fé errada hoje em dia tentando se santificar por seus próprios meios. É por isso que estes cristãos desviados têm tanta certeza de que foram salvos de todos os seus pecados crendo apenas no sangue que Jesus derramou na cruz e dedicam toda sua vida a essa falsa fé em vão. Eles se orgulham de seguir a doutrina da santificação contínua e a usam como uma ilusão espiritual para que possam se sentir seguros quanto à salvação da sua alma e a dos outros. Contudo, não há ninguém neste mundo que já tenha alcançado a salvação crendo somente na doutrina da santificação contínua e praticando-a.
 
 

Como os Filósofos Vêem a Palavra nas Escrituras?

 
Os filósofos do mundo jamais poderão conhecer a verdade da água e do Espírito na Palavra de Deus porque não conhecem nada da Sua justiça. É por isso que eles interpretam a Bíblia à sua maneira e defendem as falsas doutrinas que eles mesmos criaram. Quando os filósofos lêem a Bíblia, eles pensam assim: “Ah, então Deus criou os céus e a terra. Deve ter existido um Criador mesmo, e este Criador fez uma lei. Ele prometeu vir a essa terra como filho do Homem para salvar de seus pecados todos os pecadores. E Ele veio mesmo, como havia prometido. Para apagar todos os nossos pecados, Ele entregou Seu corpo e foi crucificado, morreu derramando Seu sangue e ressuscitou dos mortos. Depois, Ele ascendeu aos Céus”. Interpretando a Bíblia assim, eles inventam suas próprias doutrinas e dizem a todos para anunciar seus ensinamentos. Por essa razão, muitos acham que podem se tornar filhos de Deus crendo somente no sangue da cruz para serem salvos.
Quando estes filósofos lêem a Bíblia e passam a crer em Jesus como seu Salvador, eles fazem isso de acordo com seus próprios pensamentos e interpretações. De fato, as doutrinas que predominam no Cristianismo atual foram todas inventadas por estes filósofos-teólogos. E essas doutrinas cristãs que eles inventaram podem até fazer sentido para eles, mas estão muito distantes do evangelho da água e do Espírito, que a Bíblia diz que é o verdadeiro evangelho. Por interpretarem as Escrituras sem nenhum conhecimento do evangelho da água e do Espírito, estes filósofos defendem as doutrinas que inventaram e dizem a todos: “Ah, é muito fácil ser salvo. Nós podemos ser salvos crendo apenas no sangue da cruz. Só isso. Sim, Jesus Cristo é o nosso Salvador. Ele é o Filho de Deus e também é muito bom para nós”. Contudo, eles não podem ensinar a grande verdade da salvação a ninguém.
Tendo criado a doutrina da santificação contínua segundo seus próprios pensamentos, estes filósofos-teólogos anunciam suas doutrinas humanistas assim: “Quem poderia de fato me ajudar? Como você poderia caminhar comigo? Quem poderia morrer por mim nessa terra senão Jesus Cristo?” E sua filosofia cristã é mais do que suficiente para mexer com as emoções dos pecadores. Quando eles pensam que Jesus se sacrificou por eles na cruz, eles são tocados no coração e choram o tempo todo. E eles dizem: “Ninguém neste mundo jamais dedicou ao menos uma hora a mim, quanto mais morrer por mim. Porém, Jesus morreu para purificar todos os meus pecados ao ser crucificado e derramar Seu sangue por mim; como eu posso não me sentir emocionado com isso então?”
Embora várias doutrinas filosóficas tenham surgidos nas diversas denominações cristãs, há uma comum a todos elas que as leva à destruição: este conceito enganoso de que alguém é salvo crendo apenas no sangue da cruz. Os cristãos desviados de hoje acham triste, e ao mesmo tempo confortante, o fato de Jesus ter derramado Seu sangue por eles. Mas sua fé não pode apagar seus pecados, e mesmo que eles façam várias orações de arrependimento, ainda assim eles não podem ser santificados, pois seus pecados continuam intactos. Até hoje eles só crêem no sangue de Jesus na cruz para remissão de pecados, mas, na verdade, seu coração só está acumulando mais e mais pecados. Eles transformaram o verdadeiro Cristianismo numa religião pagã.
Muitos estão arruinando sua alma crendo nessas doutrinas cristãs filosóficas. Isso porque eles acham que sua fé filosófica é a fé correta e estão certos de que são bons cristãos, apesar de crerem em Jesus apenas com seus pensamentos. Todos eles são movidos pela emoção quando pensam no sangue de Jesus, e quanto mais meditam nisso, mais eles querem ser aprovados pelos outros como bons cristãos. No entanto, por causa de toda confusão causada pelos chamados “líderes” cristãos, que na verdade estão pregando doutrinas inventadas pelo homem, eles estão afundando cada vez mais numa fé falsa e movida pela emoção. Essas pessoas que estão presas a estas falsas doutrinas cristãs também se levantam cada vez mais contra a verdade do evangelho da água e do Espírito. Essas falsas doutrinas que há nas principais correntes do Cristianismo foram criadas pelos filósofos-teólogos, e a lógica difundida por eles trouxe apenas confusão às doutrinas cristãs.
Todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito, por outro lado, na verdade está à procura das ovelhas perdidas de Deus. A verdadeira salvação que todos estão procurando só pode ser encontrada no evangelho da água e do Espírito. Deste modo, todo mundo pode purificar os seus pecados crendo neste verdadeiro evangelho. Portanto, todo cristão pecador tem que voltar para o evangelho da água e do Espírito o quanto antes.
Você ainda está turbado por causa dos seus pecados e não sabe como resolver este problema? Eu te peço então que leia o primeiro volume da série de livros cristãos publicados pela Missão Vida Nova chamado “Você verdadeiramente nasceu da água e do Espírito?” Este livro fará com que você conheça o evangelho da água e do Espírito e te guiará pelo verdadeiro caminho da salvação.
Você ainda não conhece o evangelho da água e do Espírito? Você ainda se pergunta: “Por que eu não consigo resolver algo tão simples como meu problema com o pecado? Tudo que eu tenho a fazer é receber a remissão do meu pecado original, crer no sangue de Jesus na cruz, e depois ser remido dos meus pecados pessoais fazendo orações de arrependimento todos os dias”. Só que você não pode purificar nenhum de seus pecados se pensar assim e crer nisso. Até hoje você creu no sangue de Jesus, mas algum dos seus pecados de fato sumiram por causa disso? Se as orações de arrependimento feitas por você pudessem apagar todos os seus pecados pessoais, então o evangelho da água e do Espírito não serviria para mais nada. Mas não é verdade que ainda existe pecado no seu coração? E é justamente pelo fato de ainda haver pecados no seu coração que o evangelho da água e do Espírito é algo indispensável para você. O verdadeiro evangelho que você deve crer de uma forma ou de outra não é nenhum outro a não ser o evangelho da água e do Espírito.
No que você vai crer de todo coração então? Você vai crer nas doutrinas cristãs filosóficas inventadas pelo homem ou na verdade da remissão de pecados revelada no evangelho da água e do Espírito? Você tem todo o direito de escolher. A escolha não é de ninguém mais senão sua. Mas antes de você tomar sua decisão, você tem que entender que jamais pode purificar seus pecados fazendo orações de arrependimento todo dia. Você tem que crer na verdade sobre a purificação de pecados revelada na entrada do Tabernáculo e no evangelho da água e do Espírito.
Muitos cristãos estão perdidos em suas emoções e na sua fé errada, colocando-a apenas no sangue que Jesus derramou na cruz sem entender o poder e o mistério do Seu batismo. Porém, você precisa deixar essa fé infundada agora e crer no evangelho da água e do Espírito revelado na Bíblia para ser purificado de todos os seus pecados e receber a vida eterna. Só então você experimentará a remissão de pecados em seu coração.
Alguns cristãos usam as Escrituras para justificarem sua decisão de ter fé apenas no sangue da cruz dizendo: “Veja, está escrito aqui na Bíblia: ‘Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça’ (Efésios 1:7)”. Mas essas pessoas estão presas a um grande erro espiritual porque olham para a Palavra do sangue na cruz de modo literal.
Por outro lado, há aqueles que entendem e crêem no amor de Deus corretamente segundo a verdade do evangelho da água e do Espírito revelado nas Escrituras. Estas pessoas de fé dizem que Jesus só pôde derramar Seu sangue na cruz porque antes foi batizado. O sistema sacrificial revelado no Tabernáculo nos dias do Antigo Testamento mostra que o povo de Israel passava seus pecados para o animal sacrificial impondo as mãos sobre sua cabeça e derramando seu sangue; o que era uma profecia de que o Senhor remiria todos os nossos pecados da mesma forma (Levítico 4:21-27).
Melhor dizendo, o sistema sacrificial nos mostra que Jesus morreu crucificado porque antes foi batizado por João Batista para levar todos os seus e os meus pecados; foi por isso que Jesus foi condenado ao ser crucificado e derramar Seu sangue para pagar o salário pelos nossos pecados. O sangue que Jesus derramou na cruz, algo que todo cristão crê, foi precedido pelo batismo que Ele recebeu de João Batista. Em outras palavras, Jesus só pôde derramar Seu sangue na cruz porque antes foi batizado por João Batista no rio Jordão. Sem o batismo que recebeu de João Batista, Jesus jamais poderia ter derramado Seu sangue na cruz. Está escrito: “Quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue, e sem derramamento de sangue não há remissão” (Hebreus 9:22). Jesus foi batizado por João batista na forma de imposição de mãos segundo o sistema sacrificial da lei; e Ele só pôde ser condenado por todos os pecadores ao ser crucificado e derramar Seu sangue, salvando de um modo perfeito assim aqueles que crêem nessa verdade de todos os seus pecados, porque foi batizado antes.
Deus Pai e Jesus Cristo são nosso eterno Salvador que nos deu o evangelho da remissão de pecados, o evangelho da água e do Espírito. Em Sua sabedoria, Deus planejou nos salvar de todos os nossos pecados; e Ele realmente nos livrou de todos os nossos pecados através do evangelho da água e do Espírito, justamente como havia planejado. Deus nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas, de uma forma perfeita e definitiva, pois Sua sabedoria é infinitamente maior do que a sabedoria do homem. Essa dupla verdade do evangelho da água e do Espírito se aplica a todos os pecadores e traz a mesma remissão de pecados a todos. É por isso que todos que crêem no evangelho da água e do Espírito podem ser salvos e lavados de todos os seus pecados.
Contudo, Deus ocultou dos maus a verdade da água e do Espírito. Ele ocultou o mistério do batismo de Jesus daqueles cujo coração é mal, mas fez com que o entendêssemos. Ele deu entendimento a todos que são simples de coração e obedientes à Sua Palavra, além de salvar de seus pecados todos que crêem nela de todo coração. De fato, Deus deu a verdadeira salvação àqueles que tremem perante Sua Palavra, que reconhecem com sinceridade que são pecadores, e que confiam completamente no evangelho da água e do Espírito dado por Ele.
Deus deu o evangelho da água e do Espírito àqueles que são pobres de espírito. E ao dá-lo aos pecadores também, Ele os fez entender a grande verdade da salvação. Deus nos deu o evangelho da água e do Espírito e se também agrada de nos dar entendimento da grande verdade da salvação. Mas e você? Você crê no evangelho da água e do Espírito que te leva a entender o mistério do batismo e da imposição de mãos, que são a providência de Deus? Deus abençoou aqueles que são pobres de espírito a fim de que eles entendessem o mistério da purificação de pecados por meio do evangelho da água e do Espírito.
Por isso, só aqueles cujo coração é limpo e humilde que Deus leva a entender o evangelho da água e do Espírito e crer nele. Então, não importa quem você seja, eu peço a você que reconheça diante de Deus que você é um pecador destinado ao inferno. Deste modo, Ele o abençoará para que você entenda o evangelho da água e do Espírito, a fim de que você possa crer neste genuíno evangelho, porque assim você com certeza será liberto de todos os pecados. Deus criou a lei da salvação para que todos que crêem no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor sejam salvos de todos os seus pecados agora.
O meu mais sincero desejo é que todos vocês creiam que a Palavra do evangelho da água e do Espírito é a grande verdade da salvação. E vocês podem ter um entendimento maior dessa verdade vendo o sistema sacrificial descrito nas Escrituras. Eu aconselho vocês a ler minha série de livros cristãos gratuitos sobre o Tabernáculo chamado “O Tabernáculo: Um retrato Detalhado de Jesus Cristo”. Quando vocês lerem este livro, vocês entenderão de um modo mais claro ainda que Deus nos salvou com o evangelho da água e do Espírito e purificou todos os seus e os meus pecados.
Nós temos que ter o entendimento correto da salvação que é revelado no evangelho da água e do Espírito, entender de modo correto a verdade que há nele e crer nela de todo o nosso coração. É algo imprescindível todos nós crermos na Palavra de Deus, recebermos a salvação de todos os nossos pecados e entendermos a verdade, pois assim nós estaremos naturalmente mais próximos a Deus. Quando nós entendemos a Palavra do evangelho da água e do Espírito é que somos levados a admitir com nossos próprios lábios que o Senhor está sempre certo. E já que Deus nos leva a reconhecer o evangelho da água e do Espírito, Ele nos livrou de todos os pecados. Quando cremos no evangelho da água e do Espírito é que todos nós podemos dar graças a Ele e glorificá-Lo.
Aleluia!