Sermões

Assunto 19: A Epístola do Apóstolo Paulo aos EFÉSIOS

[Capítulo 1-4] (Efésios 1:1-14) Nós Nos Tornamos Possessão de Deus pela Sua Graça

(Efésios 1:1-14)
“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus: A vós outros graça, e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça, que ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra. Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo. É também nele que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da sua glória.”
 
 
Nós compomos recentemente novos hinos de louvor à justiça de Deus, e estes hinos me alegram muito. Sempre que recebemos novos membros em nossa Igreja, é importante darmos muito atenção a eles e ensiná-los estes hinos, a fim de que eles possam cantá-los conosco. Nós temos que nos colocar em seu lugar para poder ajudá-los. Até nós temos dificuldade às vezes para aprender um hino novo, quanto mais aqueles que estão vindo para nossa Igreja pela primeira vez. Deus nos pôs nessa terra para salvar essas pessoas também, e é por isso que temos que nos colocar no lugar delas e também ser gentis com elas. Seria um grande erro se não déssemos a devida atenção a elas.
O apóstolo Paulo se preocupava muito com todos ao seu redor e disse: “Fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus. Para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei” (1 Coríntios 9:20). Paulo tratava a todos com gentileza a fim de pregar o evangelho da água e do Espírito para eles. Nós somos liberais em termos de adoração, mas sempre seguimos a ordem do culto. E quando temos visitantes nos cultos de Santa Ceia, aí é que fazemos isso para que eles se sintam mais à vontade. E eu sempre peço aos nossos membros para fazer com que nossos visitantes se sintam muito bem vindos em nossa Igreja, a fim de que possamos salvar todos eles dos pecados do mundo. Isso é a coisa certa que todos nós temos que fazer perante Deus.
Ontem eu acabei de revisar meus sermões no evangelho de Mateus e já os entreguei aos tradutores. Meus sermões na epístola de Efésios já foram traduzidos e colocados no formato de e-livros no nosso website, mas eu quero revisá-los mais uma antes de publicá-los. Eu espero acabar esse trabalho o mais rápido possível para que eu possa ser grato a Deus e glorificá-lo ainda mais por Sua maravilhosa providência. Nós também estamos divulgando nossos livros em vários sites de busca em mandarim, para que as pessoas possam acessá-los quando elas entrarem nestes sites de busca. E muitos cristãos na China que estão à procura do evangelho da água e do Espírito agora podem encontrá-lo acessando nosso site.
 
 
Nós Temos que Nos Preparar Antes para Pregar o Evangelho no Mundo inteiro
 
Algo muito importante é nos prepararmos para o futuro sabendo que enfrentaremos inimigos vis e terríveis. Na verdade, nós temos que olhar pelo menos para daqui a cem anos e fazer todos os preparativos para pregarmos o evangelho. Só quando nos prepararmos assim é que poderemos completar a pregação do evangelho da água e do Espírito em todo o mundo sem nos preocuparmos com as dificuldades que teremos.
Catástrofes naturais têm se tornado muito comum em todo o mundo hoje em dia, contudo, a mais preocupante delas é a elevação do nível do mar que está tomando as regiões costeiras. Mas embora isso esteja acontecendo, temos esperança na volta do Senhor; e é por isso que estamos nos preparando com fé e pregando o evangelho da água e do Espírito. É assim que o evangelho da água e do Espírito tem sido pregado no mundo todo. Mas se não pregarmos o evangelho da água e do Espírito no mundo todo agora, nós acabaremos sendo pegos de surpresa quando o Senhor voltar de repente. Assim como o dono de uma casa se prepara antes para que ela não seja invadida por algum ladrão, nós temos que estar prontos para pregar o evangelho da água e do Espírito enquanto podemos, antes que as catástrofes se tornem piores. Só se estivermos pregando o evangelho da água e do Espírito totalmente é que não teremos medo quando os tempos do fim chegarem. Nosso ministério de literatura é o meio pelo qual nós estamos pregando o evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus que deve ser pregada em todo o mundo; e seria um grande erro se nós não cumpríssemos essa tarefa, pois assim muitas almas perderiam a oportunidade de encontrar a Palavra da vida. Nós não podemos permitir que isso aconteça, ainda mais nestes últimos dias, e é por isso que eu estou cada vez mais atento a tudo. Entretanto, se nós nos prepararmos para pregar a Palavra de Deus confiando Nele e na Sua justiça, não teremos nada com que nos preocupar então.
Todos neste mundo devem aceitar de coração o evangelho da água e do Espírito que nós estamos pregando agora. Caso contrário, eles serão condenados por causa dos seus pecados. Então, tudo que eles têm a fazer é crer no evangelho da água e do Espírito. Nós não nos importamos com que tipo de pessoas aceitará o evangelho da água e do Espírito. Nós só estamos fazendo a vontade de Deus. Mas algo que muito O Entristece é o fato de as pessoas se recusarem a crer no evangelho da água e do Espírito. Sendo assim, todos neste mundo têm que conhecer a verdade do evangelho da água e do Espírito e crer nela se quiserem ser remidos de todos os seus pecados. E Deus está esperando por eles pacientemente porque quer que todos eles sejam salvos dos seus pecados. Até agora Deus está tendo misericórdia com eles.
É justamente por isso que estamos pregando o evangelho da água e do Espírito para todo mundo. Nossos livros têm sido muito divulgados no mundo inteiro, e o evangelho será pregado nos quatro cantos da terra através deles. O que nós fizemos até agora não foi suficiente, mas nós continuaremos pregando o evangelho no mundo inteiro com a ajuda de Deus e dos Seus servos. Por isso, é indispensável que todos tenham fé na justiça de Deus para que possam fazer Sua obra em todas as nações. Mas não há obreiros de fé suficientes, e é por isso que nós não estamos realizando totalmente o desejo de Deus. É isso que quebra meu coração. Então, eu oro para que haja mais obreiros de fé em todos os países, pois assim eu tenho certeza que eles pregarão o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro.
Há muitos servos de Deus muito úteis fazendo a obra de Deus em todo o mundo agora. Na minha opinião, esse número de servos é muito grande. Nos dias do Antigo Testamento, Gideão só tinha 300 homens e venceu todo o povo de Midiã. Do mesmo modo, se mais pessoas nessa terra passarem a crer no evangelho da água e do Espírito e seguir a justiça de Deus, nós triunfaremos em nossas batalhas espirituais contra as trevas que cobrem este mundo todo. Eu tenho certeza que poderemos lutar contra os falsos profetas deste mundo e vencê-los pela fé no evangelho da água e do Espírito.
Nós lemos nesse capítulo o texto de Efésios 1:1-4. Nesse texto, o apóstolo Paulo testifica da abundante misericórdia de Deus e do Seu plano majestoso. Ele fala sobre o grande plano da salvação de Deus e nos explica as insondáveis riquezas da salvação de Jesus Cristo, o Filho de Deus.
A mensagem de Paulo nos diz que é neste grande plano da misericórdia de Deus que nós podemos receber a remissão de pecados e nos tornar justos crendo na justiça de Cristo. E Paulo também nos ensina que Deus está cuidando da vida dos santos redimidos para que eles sejam cheios do Espírito Santo.
 
 
Toda Bênção Espiritual Vem da Obra de Deus Segundo o Conselho da Sua Vontade
 
Em Efésios 1:11 está escrito: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade”. A Bíblia diz que Deus tinha em mente a salvação do homem e trabalhou para isso. E todos nós que agora cremos no evangelho da água e do Espírito temos que entender que nossa salvação foi preparada segundo o plano e a vontade de Deus há muito tempo. E essa salvação que Deus Pai nos predestinou antes da fundação do mundo foi cumprida através da justiça do Seu Filho. Toda obra de Deus foi feita segundo o conselho da Sua vontade. Isso quer dizer então que essa bênção de salvação que recebemos nos foi dada segundo o plano de Deus cumprido em Jesus Cristo. Melhor dizendo, foi obra do próprio Deus nos salvar por Sua misericórdia.
A Palavra de Deus nos diz aqui que é em Jesus Cristo que recebemos a herança, e é segundo a Sua vontade que nós nos tornamos propriedade Sua. O apóstolo Paulo diz em Efésios 1:11: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade”. Esse versículo explica em detalhes como nos tornamos propriedade de Deus. E o fato de você e eu nos tornarmos propriedade de Deus significa que Ele resolveu tomar para Si todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, foi totalmente pelo desejo e plano de Deus que nos tornamos Seus.
Como foi que Deus planejou nos fazer Seus filhos? Ele planejou nossa salvação em Cristo Jesus segundo Seu conselho e Ele mesmo cumpriu Seu plano com Sua justiça que está em Seu Filho. Foi assim que Deus nos tornou Seus filhos através da Sua justiça, segundo Seu desejo. Foi Deus que tornou Seus filhos aqueles que crêem na justiça do Seu Filho.
Está escrito em Efésios 1:9-10: “E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra”. A “dispensação da plenitude dos tempos” aqui se refere ao grande plano de Deus. E foi segundo Seu grande plano que Ele fez de todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito Seus filhos em Jesus Cristo. Deus fez isso para “convergir em Cristo todas as coisas... tanto as que estão nos céus como as que estão na terra”. Melhor dizendo, Deus realizou Seu grande plano para reunir em Si todos nós que éramos meras criaturas. E Ele fez Sua vontade colocando em prática Seu grande plano. Em outras palavras, Deus realizou Seu grande plano na vida de todos que crêem na Sua justiça que se encontra em Cristo Jesus. Sendo assim, tudo que temos a fazer agora é crer neste maravilhoso plano de Deus segundo o que Ele mesmo fez por nós.
 
 
Como Você e Eu Nos Tornamos Filhos do Deus Santo?
 
Deus colocou em prática Seu grandioso plano para nos salvar porque quis nos fazer Seus Filhos. E Seu plano para nossa salvação foi finalmente cumprido por todos nós com Sua justiça que há em Seu Filho Jesus Cristo. Foi assim que nós pudemos nos tornar filhos de Deus pela fé no evangelho da água e do Espírito.
Antes, todos nós não passávamos de simples criaturas de Deus. Para dar um exemplo da obra de Deus, vamos dizer que um cientista fez um robô igual a ele. E este cientista coloca este robô no mesmo nível que ele. Foi exatamente isso que Deus fez por nós. Talvez essa analogia não seja muito adequada, mas Deus nos criou para sermos Seus filhos. Foi por isso que nós pudemos receber a verdadeira salvação pela fé no evangelho da água e do Espírito que se encontra na justiça de Deus. E é essa a verdade da grandiosa salvação que o apóstolo Paulo tem nos falado até agora.
Deste modo, o Pai nos mostra a dispensação da plenitude dos tempos em Cristo Jesus. Isso significa que Deus, ao enviar Seu Filho Jesus Cristo como nosso Salvador, salvou todos que crêem na Sua justiça de todos os seus pecados e os tornou Seus filhos. Em outras palavras, todos nós que cremos na justiça de Cristo recebemos a remissão de pecados e nos tornamos filhos de Deus de uma vez por todas. Deus fez de nós Seus filhos pela fé que temos na justiça de Jesus Cristo. E para fazer de nós Seus filhos, Ele purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas através do sacrifício do Seu Filho. E embora nossos antepassados tenham pecado por cair na tentação de Satanás, Deus nos salvou de todos os nossos pecados pelo sacrifício do Seu Filho. Portanto, ao nos dar a fé no evangelho da água e do Espírito, Ele nos tornou Seus filhos de uma vez por todas.
Então, quando olhamos para o esboço do plano de Deus, nós vemos que ele foi realizado por Ele, por Jesus Cristo e pelo Espírito Santo através do evangelho da água e do Espírito. Por isso, não é crendo em Jesus de qualquer maneira como nosso Salvador que nós somos salvos dos pecados do mundo, porque nós só recebemos a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito que se encontra dentro do plano especial de Deus. É pela nossa fé na justiça de Deus que nós podemos entender o evangelho da água e do Espírito, e é crendo na justiça de Deus que podemos pertencer a Ele. Sendo assim, nós só podemos receber a salvação quando entendemos o evangelho da água e do Espírito e cremos nele corretamente.
A nossa salvação foi cumprida através do evangelho da água e do Espírito, e isso não significa apenas que os nossos pecados desapareceram, mas também que Deus nos deu uma vida gloriosa. Há muitas coisas neste mundo, contudo, o mais importante é a quem tudo isso pertence. Se não fosse o grande plano da salvação de Deus, nós não passaríamos de criaturas efêmeras como todas as outras. Todo ser humano foi criado por Deus e nasceu na terra por causa Dele. Apesar disso, a maioria das pessoas nessa terra não conhece Seu grande plano. Porém, você e eu que cremos no evangelho da água e do Espírito nos tornamos propriedade de Deus e somos Seus obreiros agora. Jesus Cristo só pôde fazer de nós os amados filhos de Deus porque entendemos o evangelho da água e do Espírito e cremos nele.
Para tornar isso possível a nós, Deus enviou Seu Filho Jesus Cristo a essa terra como nosso Salvador, O fez aceitar todos os nossos pecados de uma vez todas ao ser batizado por João Batista, ser condenado por eles e crucificado, derramando Seu sangue na cruz ao levar os pecados do mundo. E ao fazer com que Seu Filho fosse batizado por João Batista, morresse na cruz e ressuscitasse dos mortos, Deus eliminou todos os nossos pecados e a condenação. E já que nos tornamos propriedade de Deus, isso significa então que Sua Palavra foi cumprida, como está escrito: “De fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra” (Efésios 1:10). Em outras palavras, o evangelho da água e do Espírito cumpriu na nossa vida exatamente o que Deus havia prometido. O que significa que agora nos tornamos filhos de Deus, podemos viver com Ele e desfrutar da glória celestial junto com Ele também. Este é o grande plano de Deus para todos nós.
Quando Deus criou Seu plano para que recebêssemos as infindáveis bênçãos celestiais? Ele planejou tudo isso em Seu Filho Jesus Cristo antes da fundação do mundo e de criar todo o universo. Quando queremos fazer alguma coisa, nós temos que planejar antes. Quando você resolve fazer alguma coisa, você primeiro planeja como fazê-lo, não é isso? Até mesmo quando fazemos algo pequeno, nós primeiro sentamos e vemos o que vamos precisar, não é assim?
Do mesmo modo, quando o Senhor criou a porta da nossa salvação, Ele primeiro fez um esboço para decidir como e de que maneira Ele cumpriria nossa salvação. Nós podemos ver isso quando olhamos para o tecido azul, púrpura e carmesim de linho fino retorcido usado na entrada do átrio do Tabernáculo nos dias do Antigo Testamento. Como apenas alguns materiais específicos foram usados na construção do Tabernáculo, há certos elementos indispensáveis que Deus requer para fazer de nós Seus filhos, nós que nascemos nessa terra conforme à Sua imagem.
Então, quando foi que Deus planejou nossa salvação, nos deu a vida eterna e as bênçãos celestiais? Ele planejou tudo isto antes da fundação do mundo. Antes de criar o universo, Deus já tinha planejado nos trazer a essa terra e fazer de nós Seus filhos através da justiça de Jesus Cristo. Os cientistas calculam que o universo tenha surgido há bilhões de anos. Porém, antes mesmo do universo e tudo que nele há ter sido criado, Deus já havia planejado nos fazer Seus Filhos levando-nos a crer na Sua justiça que foi cumprida em Jesus Cristo. Em Seu Filho, Deus escolheu os crentes no evangelho da água e do Espírito e resolveu torná-los Seus filhos antes da fundação do mundo.
 
 
Nossa Salvação Foi Planejada Antes da Fundação do Mundo
 
Está escrito em Efésios 1:4-7: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça”.
Quando foi que Deus planejou nos fazer Seus filhos? Ele planejou nossa salvação em Jesus Cristo antes mesmo de criar o universo? E qual era o Seu plano? Seu plano era nos salvar, nós que fomos escolhidos em Seu Filho, através do evangelho da água e do Espírito.
Entre tantas pessoas nessa terra, a quem Deus escolheu? Obviamente, Deus resolveu adotar como Seus filhos somente aqueles que confiam na Sua justiça. Por outro lado, Ele não escolheu os arrogantes que se acham fortes e sábios o bastante, que não passam de meras criaturas e rejeitam o justo amor de Deus que foi cumprido em Seu Filho Jesus Cristo.
Recentemente, enquanto o evangelista Byungi Ahn estava pregando em Efésios capítulo 2, eu o ouvi contando que ele era o melhor aluno enquanto estudava. Mas se alguém se exaltar só porque tirava notas excelentes quando estudava e como ele era elogiado pelos seus professores, ele com certeza terá muitos problemas em sua vida. Isso é um aspecto negativo realmente. E é por isso também as crianças mais inteligentes tendem a ser adultos arrogantes, achando que são melhores do que os outros porque eram excelentes alunos. Mas a vida não ser resume a boas notas. Mesmo que você tenha sido o melhor aluno quando estudava, o que você aprendeu na escola não é tão importante assim. Há muitas outras coisas que você precisa aprender neste mundo para poder lidar com os muitos problemas da vida. Mas é claro que quando alguém é aluno, tudo que importa para ele é tirar boas notas e ser elogiado por todos pelos seus As. Mas o problema é que muitos alunos acham erradamente que suas boas notas os acompanharam quando eles se tornarem adultos.
Deixe-me te dar um exemplo mais específico. Em meio às muitas reclamações que as esposas fazem aos seus maridos, uma em especial quase sempre surge quando elas encontram suas colegas do tempo de escola: elas ficam chateadas quando vêem que as suas colegas são mais bem sucedidas do que elas, embora não fossem boas alunas. Então, elas ficam com ciúme e reclamam assim com seus maridos: “Tudo meu era melhor do que minha colega quando nós estudávamos, mas agora ela tem um bom marido e uma vida muito melhor que a minha. Eu só tenho uma vida miserável assim porque eu me casei com você. É tudo culpa sua!” Elas reclamam por achar que deveriam estar numa situação melhor do que suas colegas, porque eram mais altas, mais bonitas e mais inteligentes na época da escola. É por isso que elas comparam sua situação atual com a situação das suas colegas e reclamam com seus maridos. Porém, isso não acontece só com as mulheres. Os homens também não acham justo que colegas que não eram tão inteligentes como eles na época da escola sejam mais bem sucedidos do que eles hoje em dia. De fato, no que diz respeito à inveja, homens e mulheres não são diferentes.
O que eu quero dizer é que a vida não se resume somente em boas notas. O importante não é se você é bom aluno ou não. E mesmo que você seja muito bem sucedido hoje em dia, isso é totalmente irrelevante no que se refere à salvação. O que mais importa é que Deus nos escolheu antes da fundação do mundo.
Quem foi que Deus escolheu entre tantas pessoas? Deus escolheu aqueles que, antes de mais nada, não tinham nenhum mérito próprio, mas confiavam apenas na Sua justiça.
O Antigo Testamento fala de Esaú e Jacó, que Deus amou a Jacó mas odiou Esaú. Como é a fé de Esaú que as pessoas têm hoje em dia, espiritualmente falando? Elas se consideram muito importantes, inteligentes, e que merecem o melhor. Esaú era um homem forte e exímio caçador. Ele também era muito bom de mira e costuma preparar para seus pais os animais que caçava.
Mas e Jacó, seu irmão caçula? Ele era o filho favorito de sua mãe, corria sempre para seus braços e estava sempre onde ela estava. Eu também era como Jacó antes. Um outro exemplo é Caim e Abel. E eu tenho certeza que todos vocês sabem que Caim e Abel eram filhos de Adão, porém, a oferta que ambos ofereceram ao Senhor Deus foi totalmente diferente. Enquanto que Caim ofereceu o fruto da terra, Abel ofereceu as primícias do seu rebanho e sua gordura. O fato de Caim ter oferecido o fruto da terra significa que ele confiava em suas próprias forças e queria mostrar seu valor a Deus. Mas Deus rejeitou sua oferta por causa da sua arrogância. Estes que se acham muito justos não podem ser escolhidos por Deus, mesmo que já tenham tido seus pecados apagados por crerem no Seu Filho Jesus Cristo.
Abel, por outro lado, era pastor e cuidada das suas ovelhas no campo. Ele era um homem fraco, com muitas falhas, mas havia herdado a fé de seus pais e só confiava na justiça de Deus. São pessoas fracas assim, que confiam na justiça de Deus, que são escolhidas por Ele na Sua dispensação.
O que eu estou tentando dizer aqui é que você e eu fomos escolhidos por Deus na justiça de Jesus Cristo por causa da nossa fé. Será que Deus escolhe pessoas arrogantes como Esaú ou como Jacó, que reconheceu suas falhas e confiou na Sua justiça? É claro que Deus escolhe quem reconhece suas falhas e se veste da Sua graça celestial. Deus escolhe quem reconhece suas fraquezas e confia na Sua justiça. E essas pessoas não são outras atualmente senão aqueles que crêem de todo coração no evangelho da água e do Espírito.
Melhor dizendo, nós que cremos na justiça de Deus é que somos escolhidos por Ele. Mas como foi então que pudemos conhecer e crer no evangelho da água e do Espírito? Isso só foi possível porque encontramos a justiça de Deus no evangelho da água e do Espírito. Então, a questão principal é se você reconhece ou não que não há nada de valor em você mesmo, se você deseja crer no evangelho da água e do Espírito ou não. Deus está nos dizendo que Ele nos salva por causa da nossa fé; e essa fé está baseada na verdade de que Seu Filho tirou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista e condenado pelos nossos pecados ao morrer crucificado. Ele escolheu quem é grato e crê nessa salvação que Ele nos concedeu através da Sua justiça. Foram estes que Deus abençoou para se tornarem Seus filhos.
Portanto, todos nós temos que reconhecer nossas falhas e crer que o grande plano da salvação de Deus é uma bênção. E temos que nos vestir da graça da salvação crendo na justiça de Deus que é manifestada no evangelho da água e do Espírito. Eu estou convicto de que todos vocês que receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito entendem isso.
O que nos traz paz ao coração e nos enche de paz e alegria é o evangelho da água e do Espírito. Este evangelho afirma que quando Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio a essa terra, Ele levou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, também foi condenado de uma vez por todas ao morrer crucificado e nos livrou de todos os nossos pecados ao ressuscitar dos mortos. Vocês são salvos dos seus pecados quando crêem no evangelho da água e do Espírito. É assim que temos paz em nosso coração.
Quando é que seu coração encontra a verdadeira paz? A verdadeira paz entra no seu coração quando você crê que o Senhor acabou de uma vez só com todos os seus pecados com a verdade do evangelho da água e do Espírito. Essa é a verdade da salvação que há no evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, o que nos torna sem pecado é a graça do Senhor que há no evangelho da água e do Espírito. Este é o grande plano de Deus para nós. E foi graças a este grande plano da salvação realizado pela justiça de Deus que você e eu nos tornamos Seus filhos. E agora que nos tornamos filhos de Deus por crermos no evangelho da água e do Espírito, nós sabemos que temos paz no coração.
Quando nos tornamos filhos de Deus por crermos na Sua justiça, nós recebemos a vida eterna. Assim, tudo que nosso Pai possui se torna nosso também. É por isso que o fato de termos nos tornado propriedade de Deus é uma grande bênção.
 
 
Os Sinais da Iminente Destruição do Mundo
 
Ultimamente, nós temos visto muitas notícias na televisão e programas falando de vários desastres naturais. Na Coréia, há um programa muito popular sobre a natureza que passa sexta-feira à noite, e num dos episódios eu vi um cientista falando da possibilidade de vários asteróides colidirem com a Terra, como no filme Impacto Profundo. Quando Deus criou este planeta, Ele colocou Júpiter no caminho dos asteróides para protegê-lo dos inúmeros cometas que viriam em sua direção. Deste modo, quando vêm em direção à Terra, muitos asteróides acabam se chocando com Júpiter. Mas se Júpiter não os bloqueasse e eles se chocassem com a Terra, ela já teria desaparecido há muito tempo. Mesmo assim, um asteróide já se chocou com a Terra, e dizem que os dinossauros foram extintos com a colisão porque isso mudou radicalmente sua atmosfera. É isso que os cientistas dizem. E muitos deles estão muito preocupados, pois acham que algo assim vai acontecer no futuro.
Há muitos asteróides vindo em direção ao planeta Terra até hoje. E já que ela será totalmente devastada se algum deles nos atingir, os cientistas estão sempre traçando suas rotas para encontrar uma maneira de destruí-los antes que isso aconteça. Dizem que há um enorme asteróide que tem grande chance de atingir a Terra em 2020.
Os cientistas também estão preocupados porque existe a possibilidade de haver muitos terremotos. Os terremotos são causados pelo deslocamento das placas tectônicas, e uma delas, chamada Placa do Pacífico, vai do Pacífico Sul à Costa Oeste da América do Norte e até o Japão. Essa placa já causou um grande terremoto no passado, e os cientistas estão preocupados porque novos sinais indicam que isso pode acontecer de novo. E eles também estão preocupados com os efeitos do El Ninho. O oceano tem um papel fundamental para o equilíbrio do clima na Terra. E uma forma com que o oceano controla o clima é através do movimento das correstes frias e quentes que têm influência na temperatura do mar, o que, por sua vez, afeta a temperatura atmosférica. Mas o grande problema atualmente é que isso tem sido muito alterado.
A Bíblia diz claramente que essa terra e todo o universo com certeza serão todos destruídos. Mas eu não estou falando sobre isso só para te assustar; ao contrário, eu quero saber se você tem mesmo fé que foi liberto de todos os seus pecados. Perguntando de outra forma, você conhece realmente a grande providência de Deus? Você crê mesmo no evangelho da água e do Espírito que Deus te deu por meio do Seu Filho? Você já recebeu a remissão de pecados crendo neste evangelho e já se tornou filho de Deus e propriedade Sua? Se você já se tornou propriedade de Deus, você não tem com o que se preocupar então.
Na passagem bíblica deste capítulo, o apóstolo Paulo está falando da nossa salvação e comparando-a com toda a história da humanidade. Alguns de vocês podem até dizer que já que receberam a remissão de pecados pela fé, tudo acaba aí. E não há dúvidas de que é muito importante recebermos a remissão de pecados, mas também é imprescindível entendermos que somos propriedade de Cristo. E já que Deus apagou todos os nossos pecados através de Seu Filho, tirou todos eles e foi condenado por eles em nosso lugar, agora podemos ser gratos a Ele, pois nós conhecemos a verdade da salvação e cremos nela.
De fato, é por isso que você e eu somos a glória de Deus e o Seu louvor. Mas por que Deus é tão digno de adoração? Ele é digno de adoração por causa da grande obra da salvação. Das diversas criaturas e pessoas que vivem nessa terra, você e eu que cremos no evangelho da água e do Espírito nos tornamos filhos de Deus; e isso em si é a glória de Deus. Nós louvamos a Deus, pois nossa salvação foi uma obra unicamente Sua. Afinal de contas, como é que meras criaturas como nós poderíamos nos tornar Seus filhos e ser como Ele? Você e eu nos tornamos filhos de Deus por causa do plano que Ele preparou em Cristo Jesus. Ele fez com que fôssemos salvos nos dando sabedoria, inteligência e entendimento. Mas e você então? Você crê nessa verdade da salvação?
Deus criou inúmeras pessoas, mas dentre elas, somente aquelas que entendem o plano de Deus é que são salvas pela fé no evangelho da água e do Espírito. Você e eu sabemos que Deus apagou todos os nossos pecados através do Seu Filho e que Ele nos tornou justos através da verdade do evangelho da água e do Espírito. É por isso que nós temos que aceitar essa verdade com convicção e ação de graças, pois o próprio Deus apagou todos os nossos pecados. Foi assim que nos tornamos filhos de Deus. E é por isso que eu estou dizendo que em meio a todas as pessoas que existem, você e eu somos propriedade de Deus. Essa é uma bênção tremenda. É uma indescritível e maravilhosa bênção que Deus nos deu, uma glória que Ele nos concedeu também. Simples criaturas agora se tornaram filhos de Deus. Eu sou filho de Deus, assim como você. Embora haja vários habitantes no mundo, Deus escolheu alguns apenas para serem Seus filhos, um de uma cidade e dois de uma geração (Jeremias 3:14). Nosso número não é muito grande. E não há muitos de fato que receberam essa maravilhosa bênção. Olhe ao seu redor. Quantos dos seus parentes são filhos de Deus? Quantos familiares seus são propriedade Dele? Quantos no seu país receberam essa bênção? Das mais de 6 bilhões de pessoas que há no mundo, quantas receberam a remissão de pecados? O número é muito pequeno, e é justamente por isso que eu estou dizendo que nós somos abençoados.
Dentre as inúmeras pessoas que vivem nessa terra, muito poucas receberam a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Embora haja bilhões de pessoas vivendo neste mundo, somente algumas delas receberam a remissão de pecados e se tornaram filhas de Deus, mas você e eu somos essas pessoas abençoadas. Mas com que freqüência pensamos na graça que Deus nos concedeu? Com que freqüência nós nos lembramos da sua graça em nossa vida diária?
Eu estou fazendo tantas perguntas assim para que todos nós possamos conhecer o grande plano de Deus. E quando nós o entendermos, não teremos outra escolha senão sermos gratos a Ele. Quando nós entendermos a grandeza dessa bênção da salvação que recebemos de Deus, conseqüentemente seremos levados a adorá-Lo.