The New Life Mission

Sermões

Assunto 19: A Epístola do Apóstolo Paulo aos EFÉSIOS

[Capítulo 1-5] (Efésios 1:1-23) Como os Filhos de Deus Passaram a Existir?

(Efésios 1:1-23)
“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus: A vós outros graça, e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça, que ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra. Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo. É também nele que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da sua glória. Pelo que, ouvindo eu também falar da fé que entre vós há no Senhor Jesus, e do vosso amor para com todos os santos, não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação. Oro também para que sejam iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos, e qual a suprema grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e fazendo-o sentar-se à sua direita nos céus, acima de todo principado, e autoridade, e poder, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro. E sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos.”
 
 
Nós acabamos de ler Efésios 1:1-23, e baseado nesse texto, eu quero explicar como Deus planejou que Seus filhos viessem a existir. O livro de Efésios é a epístola de Paulo que testifica que o próprio Deus edificou Sua Igreja. Deus quis adotar todo ser humano como Seus filhos para que eles fizessem parte da Sua Igreja. Para fazer isso, Ele nos falou da salvação que é alcançada através do evangelho da água e do Espírito. No livro de Efésios, o apóstolo Paulo explica o processo pelo qual os filhos de Deus vieram a existir.
Está escrito em Efésios 1:3: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo.” Este versículo nos mostra que Deus planejou nos tornar Seus filhos em Cristo Jesus, Seu Filho, e através do evangelho da água e do Espírito. Por isso, antes de tudo, o que todos nós temos que entender aqui é que todas as bênçãos celestiais que os santos recebem vêm da sua fé no evangelho da água e do Espírito. Por quê? Porque Deus já tinha planejado nos fazer Seus filhos em Cristo Jesus. E quando chegou a hora, Ele nos salvou em Cristo Jesus com a verdade do evangelho da água e do Espírito. Não falta nada na obra de Deus e de Jesus Cristo, portanto, para que recebamos todas as bênçãos celestiais.
Ao nos dar o evangelho da água e do Espírito que apagou todos os pecados do mundo, o Senhor fez com que todos que cressem nele se tornassem filhos de Deus. Isso é explicado no seguinte versículo: “Pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo” (Efésios 1:4). Em outras palavras, foi em Cristo Jesus que Deus nos deu de uma vez por todas as bênçãos espirituais que Ele queria que recebêssemos. Deus nos predestinou para sermos Seus filhos antes da fundação do mundo em Cristo Jesus.
 
 
Por que Deus Quis Fazer de Nós Seus Filhos?
 
A resposta a esta pergunta é que Deus nos escolheu em Seu Filho Jesus Cristo antes da fundação do mundo para nos salvar de uma maneira perfeita com o evangelho da água e do Espírito.
Como nós sabemos, uma larva tem que passar por uma metamorfose para se tornar uma mosca, e uma cigarra também vem de uma larva, assim como uma lagarta se transforma numa borboleta. Do mesmo modo, os seres humanos só se tornam filhos de Deus quando recebem a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, nascendo de novo e se tornando filhos de Deus. Isso porque todos nós nascemos como pecadores por natureza, e a única forma de nos tornamos filhos de Deus é crendo no evangelho da água e do Espírito. O alvo principal da nossa fé na verdade do evangelho da água e do Espírito é recebermos a salvação de todos os nossos pecados e nos tornarmos filhos de Deus.
Nós nascemos neste mundo como seres limitados e fracos, que pecam o tempo todo. Entretanto, Deus resolveu nos salvar em Cristo Jesus através do evangelho da água e do Espírito e realizou Seu plano de modo perfeito. Por esse motivo, já que o evangelho da água e do Espírito é a verdade da salvação, todos nós temos que entender essa verdade, crer nela e nos revestir da graça de Deus. Deus resolveu nos salvar antes da fundação do mundo com o evangelho da água e do Espírito que se encontra em Jesus Cristo. Esta é a vontade de Deus e Seu propósito para nós.
Embora todos nós tenhamos nascido neste mundo como seres fracos que pecam o tempo todo, Deus escolheu todos nós em Cristo Jesus, pois Seu desejo era nos fazer Seus filhos. É por isso que Ele resolveu cumprir sua Vontade e realizar Seu plano em nossa vida com o evangelho da água e do Espírito em que cremos agora. E como a grande providência de Deus foi revelada em nós, todos nós que cremos nela fomos salvos dos nossos pecados. Todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito é abençoado; Deus salvou os crentes de todos os seus pecados no mundo e os fez Seus filhos. Por causa das nossas falhas e fraquezas, nós pecávamos todos os dias e, por isso, estávamos condenados por Deus por causa dos nossos pecados e transgressões. Todavia, Deus nos salvou de todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, e assim fez com que nada mais nos impedisse de sermos filhos de Deus. Melhor dizendo, embora pecássemos o tempo todo por causa da nossa fraqueza, em Seu amor Deus nos tornou Seus filhos. O dom da remissão de pecados que Deus nos deu é perfeito. O Senhor nos devolveu a vida eterna ao nos salvar por meio do evangelho da água e do Espírito. Portanto, todos nós temos que ser gratos a Ele pela salvação que Ele nos deu.
Está escrito na passagem bíblica deste capítulo que Deus “nos elegeu nele [Jesus Cristo] antes da fundação do mundo” (Efésios 1:4). Isso significa que Ele nos levou a alcançar a verdadeira salvação por crermos na verdade do que Seu Filho Jesus Cristo nos deu. Em outras palavras, Jesus Cristo tornou perfeitos todos que crêem no evangelho da água e do Espírito para que nada lhes impedisse de serem filhos de Deus.
 
 
Como Foi que Pudemos Nos Tornar Filhos de Deus?
 
Isso só foi possível porque Deus nos escolheu em Seu Filho Jesus Cristo. Foi algo que aconteceu pela boa vontade de Deus. Melhor dizendo, nós pudemos nos tornar filhos de Deus porque Ele salvou todos que crêem no evangelho da água e do Espírito em Cristo Jesus. Nós fomos aperfeiçoados como filhos de Deus no evangelho da água e do Espírito. Nossa salvação não foi alcançada através de doutrinas cristãs. Nós a recebemos unicamente pela fé no evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu. Deus planejou fazer de nós Seus filhos e Seu propósito se cumpriu segundo a Sua vontade.
Não foi por causa das nossas boas obras que nos tornamos filhos de Deus, mas foi Ele que nos adotou como Seus filhos por crermos no evangelho da água e do Espírito que Seu Filho Jesus Cristo nos deu. Em suma, nós recebemos a remissão dos nossos pecados em Jesus Cristo segundo a vontade de Deus. Ao nos dar o evangelho da água e do Espírito através do Seu Filho Jesus Cristo, o desejo de Deus era nos tornar Seus filhos. Nós nos tornamos filhos de Deus e recebemos a salvação em Jesus Cristo porque cremos no evangelho da água e do Espírito segundo a Sua vontade.
Agora, todos nós temos que crer no amor de Deus Pai segundo a Sua vontade e para que possamos receber a salvação verdadeira. O livro de Efésios explica como nós podemos nos tornar filhos de Deus segundo a Sua vontade. Mas para que nós aceitemos o amor de Deus e creiamos Nele, primeiro temos que entender o evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu e crer nele. Este é o evangelho maravilhoso que nos salvou de todos os nossos pecados. Todas as bênçãos de Deus foram cumpridas através da Sua justiça e dadas a nós por Jesus Cristo segundo a vontade de Deus. Deus nos deu o evangelho da água e do Espírito porque seu desejo era nos fazer Seus filhos. Em outras palavras, Ele nos fez Seus filhos ao nos dar o evangelho da água e do Espírito e nos fazer crer nele. Nossa salvação, que Deus planejou em Jesus Cristo, é o resultado da perfeita obra da salvação do senhor que ninguém pode negar.
É por crermos totalmente na obra de salvação que Deus realizou que você e eu nos tornamos Seus filhos. No entanto, a fé que fez com que nos tornássemos filhos de Deus não veio de nenhuma doutrina cristã deste mundo. Pelo contrário, a fé da nossa salvação foi criada somente por Deus sob a autoridade de Jesus Cristo. Nossa salvação não teve influência de ninguém mais a não ser do Senhor Jesus. Ela foi realizada unicamente pela justiça de Deus cumprida através de Seu Filho Jesus Cristo. Em outras palavras, Deus salvou os crentes unicamente pela justiça cumprida através de Seu Filho. Nenhuma criatura teve participação alguma na nossa salvação.
O evangelho da água e do Espírito trouxe a nós a justiça de Deus, mas se Deus não tivesse planejado e trabalhado para nos fazer Seus filhos através deste evangelho, nossa fé nunca seria firme. Se nossa fé tivesse sido edificada sobre a base da fé errada dos cristãos atuais e da teologia moderna, ela então seria sempre imperfeita. Mas nossa salvação do pecado foi realizada unicamente pela justiça de Deus e Jesus Cristo. Deus planejou nossa salvação em Jesus Cristo, e Ele, por Sua vez, salvou a todos que crêem no evangelho da água e do Espírito de uma só vez colocando em prática o plano de Deus. Todas estas coisas foram realizadas segundo a vontade de Deus.
Deus nos salvou de todos os nossos pecados segundo Sua vontade através de Jesus Cristo, Seu único filho. Ao nos dar o evangelho da água e do Espírito em Cristo Jesus, Ele purificou todos os nossos pecados.
Nossa perfeita salvação já havia sido predestinada por Deus antes da fundação do mundo. Por nos amar tanto, Deus quis fazer de nós Seus filhos, e foi por isso que Ele purificou todos os nossos pecados e nos adotou como Seus filhos justos e perfeitos. Por isso, você e eu nos tornamos filhos de Deus e membros de Sua Igreja não porque nós éramos merecedores. Longe disso, isso aconteceu unicamente por meio do plano da salvação de Deus que foi implementado em Jesus Cristo. E já que nos tornamos filhos de Deus totalmente pela Sua vontade, nós não temos mais nada a fazer senão sermos gratos ao Deus triuno e adorá-Lo. É isso que o apóstolo Paulo nos ensina aqui no primeiro capítulo do livro de Efésios, deixando bem claro a todos nós que alcançamos a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito, segundo a vontade de Deus.
Nós vivemos neste mundo como filhos de Deus, mas às vezes ficamos decepcionados quando vemos nossas fraquezas e falhas. Mas o fato de termos falhas faz alguma diferença? Não, porque apesar de termos falhas, Deus nos salvou de um modo perfeito em Cristo Jesus com o evangelho da água e do Espírito. A verdade é que mesmo que nós tentemos seguir fielmente ao Senhor, às vezes nos desesperamos por causa das nossas falhas. No entanto, isso deve servir somente para aumentar nossa fé e nos fazer mais gratos ainda a Deus por ter planejado e realizado nossa salvação. Nossa salvação e adoção como filhos de Deus não aconteceu pela nossa vontade, nosso plano ou esforço, mas unicamente pela vontade de Deus. E agora, já que nós estamos servindo ao evangelho para agradar ao Senhor, nós temos este amor em nossa vida. Tudo que temos depende de Deus e das Suas bênçãos. Nós não recebemos nenhuma bênção pela nossa própria vontade ou pelo nosso esforço. Nós nos tornamos filhos de Deus unicamente pela Sua vontade.
Está escrito em Efésios 1:7: “Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça.” Isso significa que Deus nos deu todas as bênçãos celestiais em Cristo Jesus. Foi por causa do batismo de Jesus Cristo que Deus permitiu que nós recebêssemos a redenção e a remissão de pecados.
A palavra “redenção” significa “nos resgatar do pecado pagando o preço.” Por mais que todos cometam vários pecados, Deus já apagou todos eles ao nos dar o evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, quando tínhamos que ser punidos e mortos por causa dos nossos pecados, Jesus Cristo tirou todos eles ao ser batizado por João Batista e pagou o preço por eles em nosso lugar. Nós fomos salvos de todos os pecados porque Jesus Cristo pagou o preço por todos eles assim. Foi por Deus ter dado o evangelho da água e do Espírito a seres limitados e fracos como nós que nos tornamos Seus filhos.
O Senhor foi batizado por João Batista nessa terra para levar os seus e os meus pecados. E ao aceitar todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, Ele pagou o preço por todos eles. Foi por isso que o Senhor derramou Seu sangue na cruz, e foi assim que Ele concedeu a verdadeira salvação a todos que crêem no evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, Jesus purificou todos os nossos pecados ao levá-los de uma vez por todas através do batismo, pagando o preço por todos eles na cruz. E nós recebemos a remissão de pecados sem falhar quando cremos no evangelho da água e do Espírito.
Jesus foi batizado por João Batista para levar todos os nossos pecados e derramou Seu sangue na cruz para pagar o preço por eles. E ao ressuscitar dos mortos, Ele deu Sua graça a todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito a fim de que nada nos faltasse para nos tornarmos filhos de Deus. Deus nos deu uma nova vida na justiça de Seu Filho. Embora nós tivéssemos que ser castigados e condenados por causa dos nossos pecados, Deus enviou Seu filho a essa terra um corpo carnal para salvar de todos os pecados do mundo pecadores como eu e você. E Jesus foi batizado por João Batista e na cruz derramou Seu sangue em nosso lugar. Foi assim que o Senhor salvou os crentes no evangelho da água e do Espírito de todos os pecados do mundo.
Ao ressuscitar Seu Filho dos mortos, Deus fez com que Ele se assentasse à Sua direita. E já que o Filho de Deus veio a essa terra e pagou o salário por todos os nossos pecados ao entregar Sua própria vida, Ele nos salvou de todos os pecados do mundo e fez com que nos tornássemos filhos de Deus. Em outras palavras, ao nos dar o evangelho da água e do Espírito, o Senhor fez com que Sua graça abundasse sobre todos nós para que todo aquele que cresse nesse evangelho pudesse se tornar filho de Deus.
 
 
Nós Fomos Salvos Segundo as Riquezas da Sua Graça
 
Efésios 1:7 diz: “Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça.” Está escrito aqui que nós temos a redenção em Jesus Cristo por meio do Seu sangue e segundo as riquezas da Sua graça. Isso quer dizer que Jesus Cristo nos deu o verdadeiro dom da salvação pagando o salário por todos os nossos pecados com Sua própria vida. Assim como diz a Bíblia: “A vida da carne está no sangue” (Levítico 17:11), a vida da nossa carne está realmente no sangue. E foi por isso que Jesus Cristo, depois de ter levado todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, derramou Seu sangue na cruz para pagar o salário de todos eles. Foi pelo preço da vida do Seu Filho que Deus nos adotou como Seus filhos – todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, ao entregar a vida do Seu único Filho para tornar a você e a mim Seus filhos, Deus nos comprou com a vida de Jesus. E já que Jesus entregou Sua própria vida, este foi o preço que Ele pagou para fazer de nós filhos de Deus.
Para nos fazer Seus filhos, Deus nos purificou de todos os pecados do mundo de uma vez por todas em Seu Filho Jesus Cristo através do evangelho da água e do Espírito. O Senhor purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. E foi graças a essa redenção planejada por Deus e cumprida por Jesus Cristo que você e eu nos tornamos filhos de Deus. Foi assim que Deus nos salvou de todos os pecados do mundo. Foi assim que Ele nos adotou como Seus filhos – todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. E Deus nos fez membros de Sua Igreja para que louvássemos a Sua justiça.
Está escrito em Efésios 1:8-9 “que ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo.” Deus está nos dizendo aqui que Ele fez com que Sua vontade se cumprisse em nossa vida nos dando toda sabedoria e entendimento em Seu Filho. Tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, Deus nos ensina que Ele nos salvou de todos os pecados do mundo por meio do Seu Filho. Ao nos dar o evangelho da água e do Espírito para nos tornar Seus filhos, Deus também nos deu a sabedoria da salvação, nos levando assim a entender a Sua vontade.
Deus fez com que todos nós conhecêssemos Sua vontade em Cristo Jesus nos levando a entender a verdade do evangelho da água e do Espírito. Por isso, todo aquele que não conhece o evangelho da água e do Espírito dado por Deus é alguém que não tem a sabedoria celestial. Foi através do Seu Filho que Deus nos fez Seus filhos. Todos nós estávamos condenados à destruição, mas o Senhor purificou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Deste modo, Ele fez com que Sua graça fosse derramada de forma abundante sobre nós, para que todos nós que cremos nessa Verdade pudéssemos nos tornar filhos de Deus.
Jesus Cristo fez com que entendêssemos o evangelho da água e do Espírito. Nós que cremos no evangelho da água e do Espírito sabemos que Deus é o Deus do amor, o Deus da verdade e o Deus da justiça. E nós também sabemos muito bem que Jesus Cristo e o nosso Criador e o nosso Deus. Além disso, nós também sabemos que para se tornar nosso Salvador, Jesus veio nos buscar pelo evangelho da água e do Espírito. Mas Ele não nos salvou segundo a Sua vontade apenas, mas segundo o plano de Deus. Jesus Cristo veio a essa terra num corpo carnal para realizar toda a obra da salvação em obediência a Deus. E Ele nos salvou de uma vez por todas ao levar todos os nossos pecados com Seu batismo e Seu sangue derramado na cruz, ao pagar o salário por todos eles. Este é o evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu; este evangelho é o amor de Deus e Sua justiça. Foi nos comprando com Sua própria vida que Jesus Cristo nos fez filhos de Deus de uma vez por todas. E nós nos tornamos filhos de Deus entendendo o evangelho da água e do Espírito e crendo nele de coração. Além disso, foi Deus, nosso Pai santo, que nos levou a entender este evangelho e crer nele.
Quando lemos Lucas capítulo 10, vemos Jesus dizendo aos Seus discípulos: “Eu vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas não vos alegreis porque os espíritos se vos submetem, alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus” (Lucas 10:19-20). Mas essa palavra também foi dita para nós que vivemos hoje em dia. Foi o Senhor que nos deu o evangelho da água e do Espírito e assim nos trouxe a verdadeira salvação. Jesus Cristo é o nosso Salvador. Ele fez de nós filhos de Deus com o evangelho da água e do Espírito. Ao vir a essa terra como Filho de Deus, Jesus Cristo levou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, morreu na cruz, ressuscitou dos mortos, e assim nos salvou de uma vez por todas dos nossos pecados e da condenação.
O próprio Deus nos salvou entregando Sua própria vida. E este evangelho da água e do Espírito, o evangelho da salvação, é mais do que suficiente para nos dar uma nova vida. Jesus nos salvou para sempre ao se sacrificar. E a verdade do evangelho da água e do Espírito que o Senhor deu a todos nós é mais do que suficiente para nos tornar Seus filhos. A justiça de Deus nos transformou de uma maneira perfeita e completa em filhos de Deus. Deus não somente nos deu o evangelho da água e do Espírito, mas também nos fez entender que este evangelho é a verdade da nossa salvação. Ele trouxe a todos nós Sua perfeita salvação através do Senhor para que ninguém pudesse roubá-la de nós. O evangelho da água e do Espírito é a verdade que Deus nos levou a crer.
 
 
Nossa Salvação Foi Realizada na Dispensação da Plenitude dos Tempos
 
Está escrito em Efésios 1:9-10: “E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra.”
Essa passagem quer dizer que nossa salvação foi cumprida segundo o plano de Deus na plenitude dos tempos. Foi por isso que você e eu fomos remidos de todos os nossos pecados por crermos no batismo do nosso Senhor e no Seu sangue na cruz. Através do evangelho da água e do Espírito, nós nos tornamos filhos de Deus e membros de Sua Igreja de uma vez por todas, além de podermos entrar no Reino dos Céus para lá vivermos para sempre.
Tudo isso aconteceu segundo o plano de Deus. Antes da fundação do mundo, Deus nos escolheu na Sua justiça para nos fazer Seus filhos. E quando chegou a hora, Ele cumpriu tudo isso em nossa vida através do evangelho da água e do Espírito, exatamente como Ele tinha predestinado. Foi assim que você e eu que vivemos atualmente fomos salvos de todos os nossos pecados crendo na justiça de Deus cumprida em Jesus Cristo. Jesus Cristo nos salvou de todos os nossos pecados entregando Sua própria vida. E já que agora cremos no evangelho da água e do Espírito, todos nós fomos salvos de todos os pecados deste mundo; e a nossa salvação foi totalmente realizada segundo a vontade de Deus. E a vontade de Deus era que Jesus levasse todos os nossos pecados sobre Seu corpo de uma vez por todas ao ser batizado, sendo condenado por eles em nosso lugar para assim salvar todos nós. E por crermos nessa verdade, sabemos que a vontade de Deus se cumpriu em nós. A salvação nos foi dada segundo a providência de Deus na plenitude dos tempos.
O Senhor disse que nossa salvação chegou na dispensação da plenitude dos tempos. Por isso, nós somos afortunados por termos nascido nestes dias. Embora pequemos o tempo todo, Deus já tinha resolvido nos fazer Seus filhos antes da fundação do mundo e nos salvou segundo o Seu plano. Sendo assim, já que todos nós que vivemos nestes dias cremos no evangelho da água e do Espírito, já fomos salvos de todos os nossos pecados. A verdade do evangelho da água e do Espírito trouxe a verdadeira salvação a todos nós que cremos nela, e também nos leva a pregar este evangelho. Deus enviou Seu filho Jesus Cristo e João Batista a essa terra para apagar todos os seus e os meus pecados. E também foi Deus quem fez com que Jesus Cristo fosse batizado por João Batista. Ao longo dos tempos, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, Deus preparou a salvação para todos os homens. Agora, Ele torna possível que todos sejam salvos dos seus pecados somente conhecendo o evangelho da água e do Espírito e crendo nele. Assim sendo, já que você e eu cremos na verdade do evangelho da água e do Espírito, nós somos os verdadeiros obreiros de Deus hoje em dia.
Está escrito em Efésios 1:10: “De fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra.” Este versículo quer dizer que Deus nos salvou e nos fez Seus filhos. Para irmos um pouco mais a fundo, isso significa que Deus nos salvou e nos elevou ao mesmo status que Ele. Melhor dizendo, assim como as larvas e lagartas se tornam cigarras e borboletas, Deus nos deu o dom da salvação para que tivéssemos uma vida transformada no Céu.
De fato, você e eu não somos melhores do que as larvas. E já que nascemos pecadores por natureza, não tínhamos como evitar o pecado enquanto vivêssemos nessa terra. Entretanto, o Senhor nos deu o evangelho da água e do Espírito e assim fez com que fosse possível nascermos de novo. Deus nos salvou a todos segundo o Seu plano. E nós fomos libertos de todos os nossos pecados e nos tornamos filhos de Deus porque Ele nos salvou. Nós recebemos a salvação não porque cremos em tudo, mas porque cremos apenas no evangelho da água e do Espírito dado por Deus.
A Bíblia diz que foi Deus quem nos trouxe essa salvação a fim de “fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra” (Efésios 1:10). Isso significa que Deus fez com que Seus filhos fossem como Ele nos tempo certo. O próprio Senhor nos deu o dom abençoado que fez de nós Seus filhos. Deus nos adotou como Seus filhos – todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito.
Efésios 1:11 diz: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade.” Essa passagem nos mostra claramente que nós recebemos a salvação segundo a vontade de Deus. Nós que somos crentes no evangelho da água e do Espírito somos todos propriedades de Deus. Nós nos vestimos da Sua graça para nos tornarmos Seus filhos segundo Seu propósito, que faz todas as coisas segundo o conselho da Sua vontade. Com o evangelho da água e do Espírito, Deus planejou salvar todos os homens que haviam caído em pecado; e Ele cumpriu Seu plano. Sendo assim, todos nós podemos nos tornar filhos de Deus se crermos no evangelho da água e do Espírito de todo o coração.
Todos nós temos que conhecer a vontade de Deus e crer nela. E também temos que crer que todos os nossos pecados foram apagados graças à nossa fé no evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo cumpriu nessa terra. Se crermos nisso, todos nós iremos pertencer a Deus. O evangelho da água e do Espírito fez de nós filhos de Deus. Todo aquele que nasceu de novo por crer no evangelho da água e do Espírito se tornou agora propriedade de Deus. E é segundo a vontade de Deus e do Seu conselho que hoje somos filhos de Deus e também sua propriedade.
A Bíblia diz: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade” (Efésios 1:11). Nós nos tornamos propriedade de Deus por crermos no evangelho da água e do Espírito conforme Seu propósito que faz todas as coisas segundo o conselho da Sua vontade. Não nos tornamos filhos de Deus por nenhuma outra influência a não ser da justiça de Deus; além disso, nos tornamos filhos de Deus graças à justiça de Jesus Cristo, crendo nela segundo o desejo de Deus. E já que fomos salvos por crermos na justiça de Jesus, nossa salvação é totalmente perfeita. Nossa salvação não foi alcançada através de nenhum ser humano, somente pela justiça de Deus. Como é grandiosa e perfeita nossa salvação então! De fato, a graça da salvação de Deus e infinitamente abundante e não tem limites.
 
 
“A fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo” (Efésios 1:12)
 
A Bíblia diz aqui que fomos salvos do pecado para glória de Deus. É algo absolutamente maravilhoso termos nos tornado filhos de Deus crendo neste evangelho da água e do Espírito. E foi para a glória da justiça de Deus que você e eu recebemos a remissão de pecados de uma vez por todas, e assim também nos tornamos Seus filhos e Sua propriedade particular.
A passagem bíblica deste capítulo continua dizendo: “É também nele que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da sua glória” (Efésios 1:13-14). Esse texto nos diz que foi segundo o desejo de Deus que nós nos tornamos Seus filhos, como está escrito no versículo anterior: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade” (Efésios 1:11).
 
 
Você Pode Perguntar Algo Aqui Então
 
Você pode perguntar: “Isso significa então que alguns no mundo se tornaram filhos de Deus crendo em Jesus, enquanto que outros ainda não? Já que Deus planejou e predestinou a salvação de todos os homens, Ele não deveria ter predestinado também que todos recebessem a remissão de pecados para que todos nascessem de novo? Por que então há tantas pessoas que não nasceram de novo hoje em dia?”
O que você tem que entender aqui é que Deus só resolveu adotar como Seus filhos aqueles que crêem em Jesus Cristo. Então, todos nós temos que entender e crer que Deus preparou a salvação do pecado somente em Seu Filho Jesus Cristo. Mas se você não entender que pela Sua graça Deus nos predestinou para sermos salvos de todos os nossos pecados pela justiça de Jesus Cristo, você acabará crendo em coisas muito erradas. E se você deixar que isso aconteça, você não poderá conhecer a predestinação de Deus e sofrerá para sempre. Deus disse de modo bem claro que todos nós que cremos na justiça de Jesus Cristo nos tornamos a Sua glória. E Ele também disse que nossa salvação é Sua alegria e nós somos feitura de Suas mãos. Você e eu que fomos salvos de todos os nossos pecados somos a glória de Deus e Sua obra mais grandiosa. A salvação que Deus nos deu em Sua misericórdia é um presente lindo demais. Essa salvação que o Senhor nos deu é o maior dom de Deus e a misericórdia do Seu amor que ninguém pode imitar.
Tragicamente, contudo, há muitos neste mundo que ainda não foram libertos dos seus pecados porque se recusam a crer no evangelho da água e do Espírito, a personificação do amor de Deus. Apesar de Deus ter dado a verdadeira e imutável salvação a todos neste mundo através do evangelho da água e do Espírito, ainda há muitos que não crêem. Eles são tolos que não podem ser salvos nem por Deus. Eu só espero e oro para que você não seja um deles.
Deus fez tudo para salvar a humanidade de todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito. Apesar disso, muitos ainda estão sendo destruídos por causa de seus pecados por se recusarem a crer neste evangelho. E estes que ainda não foram salvos de seus pecados continuam a duvidar da salvação de Deus. Se alguém não crê no evangelho da água e do Espírito dado por Deus, e por isso ainda não foi salvo de seus pecados, isso é tudo por culpa dele mesmo. Estes serão completamente destruídos por causa dos seus pecados, pois Deus disse que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23).
 
 
Deus Escolheu Mesmo Alguns Mas Não Outros?
 
Esta é uma questão polêmica que ainda é muito debatida acirradamente entre os teólogos cristãos. Mas para responder a esta pergunta, vamos ler Romanos 9:14-24.
“Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma! Pois ele diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia. Assim, pois, não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece. Porque diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei, para em ti mostrar o meu poder, e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra. Logo, pois, ele se compadece de quem quer, e endurece a quem quer. Dir-me-ás então: Por que se queixa ele ainda? Pois quem resiste à sua vontade? Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Dirá a coisa formada ao que a formou: Por que me fizeste assim? Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra? E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição, a fim de que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para a glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?”
Essa passagem deixa bem claro que Deus nos preparou e predestinou para nos tornarmos Seus filhos em Cristo Jesus por causa do Seu misericordioso amor. E tendo nos escolhido em Cristo Jesus, Deus nos salvou com o evangelho da água e do Espírito. O Senhor nos salvou de uma forma perfeita através do evangelho da água e do Espírito a fim de que nada nos faltasse e recebêssemos a salvação. Portanto, tudo que temos a fazer para sermos salvos é crermos na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Melhor dizendo, se em nosso coração aceitarmos a justiça de Deus que Jesus Cristo cumpriu por nós e crermos nela, todos nós receberemos a salvação.
Atualmente, há muitos neste mundo que já receberam a remissão de pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito, se tornaram filhos de Deus e desfrutam da Sua glória e do Seu esplendor no Seu Reino. Ao mesmo tempo, há muitas pessoas que não fizeram isso. Em outras palavras, assim como há muitos que serão salvos, muitos também não se tornarão filhos de Deus e serão destruídos por se recusarem a crer no evangelho da água e do Espírito. Pelo fato de não conhecerem o evangelho da água e do Espírito, essas pessoas têm uma vida lastimável, cativas do pecado, e sofrem muito com a maldição que ele traz sobre elas.
Se você é alguém assim, isso só significa então que sua fé é legalista e só busca a salvação em suas próprias obras, e não confiando no amor misericordioso de Deus. A fé legalista é adquirida por se interpretar a Palavra de Deus literalmente, e é uma fé superficial professada pela falta de conhecimento no evangelho da água e do Espírito. E aqueles que possuem uma fé como essa fazem de Deus um Deus injusto, achando que “Ele deveria ter salvado a todos de qualquer forma desde o dia em que criou a humanidade.”
Entretanto, Deus nos diz a verdade sobre isso na passagem bíblica que está em Romanos 9:14-16: “Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma! Pois ele diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia. Assim, pois, não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece. Porque diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei, para em ti mostrar o meu poder, e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra. Logo, pois, ele se compadece de quem quer, e endurece a quem quer.”
Então, se você estiver buscando a salvação com todas as suas forças, isso não significa que você receberá a misericórdia de Deus só porque está fazendo isso. Melhor dizendo, nós não recebemos a salvação confiando em nossas próprias forças, e ela também não é influenciada pelas nossas virtudes ou valores. Deus também não é coagido a fazer de alguém Seu filho; pelo contrário, é somente pelo Seu amor misericordioso que nós nos tornamos Seus filhos. Em suma, nós só somos abençoados por Deus e nos tornamos Seus filhos segundo a Sua vontade.
Quando Deus olha para nós, Ele não quer nos ver tentando alcançar a salvação através do nosso próprio esforço. Ao invés disso, Ele quer nos ver buscando Sua misericórdia, admitindo que todos nós estávamos condenados a ser destruídos por causa dos nossos pecados, pois éramos fracos e incapazes de receber a salvação por nós mesmos. São estes que Deus quer salvar de todos os seus pecados dando a eles o evangelho da água e do Espírito, a verdade da salvação. Deus deixa bem claro que todo pecador está condenado ao inferno. Sendo assim, temos que reconhecer perante Deus que somos pecadores, dizendo a Ele: “Senhor Deus, eu estou indo direto para o inferno. Por favor, tenha misericórdia de mim!” Depois então, temos que crer no evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo nos deu.
O que todos nós temos que entender aqui é que Deus só tem misericórdia daqueles que buscam Sua misericórdia, não daqueles que O buscam com suas próprias virtudes (Romanos 9:15). Deus nos concedeu Seu misericordioso amor justamente porque nós estávamos indo direto para o inferno por causa dos nossos pecados. Todavia, embora Deus tenha concedido Sua misericórdia a todos, já que as pessoas não reconhecem que são pecadoras, Ele as deixa sozinhas para que enfrentem Sua ira por causa dos seus pecados.
Deus nos predestinou e nos escolheu em Seu Filho Jesus Cristo pela Sua justiça. E Ele deu a salvação a todos que crêem na Sua justiça cumprida por Jesus Cristo. Como pode alguém dizer então que existe algo errado na salvação que Deus trouxe a todos os homens? Todo aquele que diz isso é alguém que não conhece a justiça de Deus e Sua misericórdia. Essas pessoas estão totalmente erradas aos olhos de Deus.
Ao predestinar toda a humanidade para ser salva dos seus pecados em Cristo Jesus por meio do evangelho da água e do Espírito, Deus de fato nos livrou de todos os pecados do mundo segundo havia planejado e nos deu a salvação de uma vez por todas. Deste modo, todos nós fomos salvos de todos os nossos pecados crendo na verdade do evangelho da água e do Espírito que Deus nos deu. E todo mundo também pode receber essa salvação se crer no plano de Deus e crer Nele segundo a Sua vontade.
 
 
A Bíblia Nos Ensina Sobre isso Nos Dando uma Ilustração sobre o Oleiro
 
Um oleiro uso o barro para fazer todas as suas peças, de vasos a pratos ou jarras. Mas apesar de tudo feito pelo oleiro ser de barro, algumas peças são feitas para um propósito mais importante do que as outras. E já que o oleiro tem o direito de fazer tudo que quiser conforme a Sua vontade, pode o barro não gostar do que ele está fazendo e dizer: “Por que você me fez assim?” Não, claro que não!
Do mesmo modo, Deus está nos dizendo que nos salvou segundo havia planejado através da Sua justiça cumprida por Cristo Jesus. Como alguém pode ir contra o plano da salvação de Deus cumprido por Cristo Jesus e dizer que não é justo Ele salvar apenas quem crê na Sua justiça? Isso não faz sentindo algum!
Que tipo de vida nós tínhamos aos olhos de Deus antes de nascermos de novo? Nós não éramos seres desprezíveis e miseráveis que sofriam muito por causa dos seus pecados? É por isso que temos que orar a Deus para que Ele nos salve dos pecados do mundo, apague todos os nossos pecados e nos dê as Suas bênçãos. E quando confiamos em Deus e cremos na Sua justiça cumprida por Cristo Jesus, Ele nos dá a gloriosa bênção da Sua salvação e nos adota como Seus filhos. Isso é cumprido pelo evangelho da água e do Espírito na vida de todo crente. Melhor dizendo, Deus teve tanta compaixão pelos crentes que nasceram de novo que os vestiu com Sua misericórdia e fez de todos eles Seus filhos. Portanto, nós recebemos a salvação por crermos na justiça de Deus, e é assim que nós O glorificamos. Embora todos nós fôssemos seres miseráveis por natureza, nós nos tornamos os gloriosos filhos de Deus graças à Sua justiça. Foi assim que o esplendor da glória de Deus foi revelada a nós. Deus fez com que todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito o conhecêssemos. E já que cremos neste legítimo evangelho, Deus nos abençoou a todos e nos vestiu com a Sua glória.
Mas apesar disso, muitos ainda confiam nas suas próprias forças humanas e rejeitam a justiça de Deus. Deus condenou todos eles à destruição eterna. Portanto, todo aquele que não crê na justiça de Deus deve voltar atrás e crer nela, pois ela é o amor de Deus. Melhor dizendo, eles devem buscar o evangelho da água e do Espírito a aprender seus profundos ensinamentos desde o início.
O problema, no entanto, é que muitos neste mundo ainda continuam rejeitando a justiça de Deus e ignorando este Deus de misericórdia. Deus não somente nos deu tudo no universo, mas também nos deu Sua graça, Seu amor misericordioso e Sua salvação. Mas muitos ainda não reconhecem este Deus que tanto os amou. Embora a vida só exista por causa do amor e da misericórdia de Deus, as pessoas não conhecem a Deus e não têm a mínima intenção de conhecê-Lo. Estes que não adoram a Deus, portanto, rejeitam Suas bênçãos eternas.
Por essa razão, Deus não seria injusto se os rejeitasse por causa da maldição dos seus pecados. Injustos são aqueles que não reconhecem a Deus como seu Senhor e se voltam contra a Sua justiça. Deus permitiu que seu coração endurecesse para amaldiçoar todos eles.
Deus nos disse claramente que Ele realizou nossa salvação em Sua justiça. Deus salvou a você, a mim e a todos que crêem na Sua justiça por causa da Sua misericórdia. É imprescindível então que todos nós entendamos a Palavra de Deus quando ela nos diz em Efésios 1:11 que recebemos a herança em Cristo Jesus, pois fomos predestinados conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade. Deus não foi influenciado por nenhuma criatura quando nos salvou de todos os nossos pecados. Jesus Cristo nos salvou de todos os nossos pecados em obediência à vontade de Deus Pai segundo o Seu plano, e não por influência nossa ou do diabo. Ao vir a essa terra para nos salvar do pecado, Jesus Cristo nos salvou por completo ao levar todos os nossos pecados quando foi batizado e ao morrer na cruz em nosso lugar.
Antes de Jesus ser crucificado, Ele pediu ao Pai que se possível passasse Dele o cálice da crucificação, mas Ele acabou se submetendo à Sua vontade para que ela se cumprisse. Jesus então morreu crucificado para nos comprar com sua própria vida. Mas Ele só pôde fazer isso porque antes havia recebido todos os nossos pecados quando foi batizado. Melhor dizendo, foi para nos fazer filhos de Deus que Jesus levou todos os nossos pecados sobre Seu corpo ao ser batizado, entregou Sua vida na cruz e derramou Seu sangue até a morte, e assim salvou a todos nós. Deste modo, Jesus nos fez filhos de Deus ao nos comprar com Sua própria vida. Foi assim que Deus salvou cada um de nós de todos os pecados do mundo. Ele nos salvou ao fazer tudo conforme o conselho da Sua vontade.
O que é a coisa mais óbvia que devemos fazer diante de Deus então? Todos nós temos que clamar Sua misericórdia. De fato, não há nada de bom em nós. Nós somos tão fracos que geralmente nos desesperamos diante das coisas mais simples, caímos diante dos menores obstáculos e até o menor de todos os germes nos coloca de cama. No entanto, por mais que todos nós sejamos seres miseráveis e insignificantes, Deus resolveu nos salvar através da justiça do Seu Filho Jesus Cristo. Deus predeterminou adotar seres inferiores como nós como Seus filhos; e Ele realmente nos escolheu e fez de nós Seus filhos. Nós agora nos tornamos filhos de Deus para a Sua glória. Por isso, agora que recebemos a salvação, nossa vida na terra não é o que mais importa para nós, porque a glória de Deus que nós recebemos pela fé será revelada em nós um dia e viveremos para sempre com Deus no Seu Reino. Essa é a glória de Deus e a bênção que Ele nos deu.
Como nós nos tornamos filhos de Deus? Isso só aconteceu porque Deus adotou os crentes como Seus filhos em Cristo Jesus através do evangelho da água e do Espírito segundo Sua vontade. Como a Igreja de Deus veio a existir então? Ela veio a existir porque Deus teve misericórdia de nós e fomos remidos de todos os nossos pecados ao encontrarmos o evangelho da água e do Espírito segundo a vontade de Deus e crermos nele. E como nos tornamos filhos de Deus, nós nos reunimos para edificar Seu Reino; e este não é outro senão a Igreja de Deus. Sempre que os nascidos de novo, ou seja, os santos se reúnem para adorar a Deus, isso é Sua Igreja.
No livro de Efésios, Deus nos ensina através do apóstolo Paulo como Sua Igreja e Seus filhos vieram à existência. Deus está nos explicando ali que Ele nos fez Seus filhos segundo a Sua vontade, e que onde quer que estes filhos se reúnem, ali é Sua Igreja. Havia sete igrejas na Ásia Menor nos dias da igreja Primitiva, e todas estas igrejas eram a verdadeira Igreja de Deus. Hoje em dia, onde nós nos reunimos é que é a verdadeira Igreja de Deus.
Não importa o que os outros digam, você e eu fomos salvos em Cristo Jesus segundo a vontade de Deus. Agora, nós temos plena consciência de que nossos pensamentos, nossos planos e nossa vontade não têm nada a ver com o fato de nós termos sido regenerados e nos tornado filhos de Deus. É algo muito claro a todos nós que nossa vontade não teve nada a ver com o fato de termos sido adotados como filhos de Deus. Tudo que nos resta a fazer agora é aprendermos através da Bíblia que Deus predeterminou, planejou e preparou nossa salvação antes da fundação do mundo e crermos que essa foi a vontade do Pai. Não nos resta mais nada a fazer senão crermos nessa Verdade e sermos gratos a Deus por ela. É isso que o apóstolo Paulo está nos ensinando no livro de Efésios.
Tudo que temos a fazer é sermos gratos a Deus por Ele ter nos adotado como Seus filhos através do evangelho da água e do Espírito. Além da Palavra de Deus, não há nada mais que possamos subtrair ou adicionar à nossa salvação. Nós só temos que crer na graça de Deus e ser gratos a Ele por ela.
Mas e você? Você também crê na graça de Deus? De fato, foi realmente uma bênção maravilhosa Deus nos ter feito Seus filhos. E essa salvação que Ele nos deu é algo muito grandioso. Palavras não podem descrever como é maravilhoso o fato de Deus ter adotado a cada um de nós como Seus filhos e ter nos aceitado como membros de Sua Igreja, desde os mais jovens aos mais velhos, homens e mulheres igualmente. Ao planejar nos fazer Seus filhos antes da fundação do mundo, Deus nos predestinou para que fôssemos salvos segundo Sua boa vontade e realmente nos salvou de todos os nossos pecados em Cristo Jesus através do evangelho da água e do Espírito. Jesus Cristo nos redimiu ao nos comprar com Sua própria vida. Ele fez de nós possessão Sua ao nos comprar com a verdade do evangelho da água e do Espírito.
A salvação que Deus nos deu é tão fabulosa que palavras não podem descrever nossa alegria. Portanto, vamos dar graças a Deus, nosso Salvador, ao Filho e ao Espírito Santo. Aleluia!