説教集

Assunto 19: A Epístola do Apóstolo Paulo aos EFÉSIOS

[Capítulo 1-6] Nós Recebemos a Redenção Segundo as Riquezas da Graça de Deus (Efésios 1:7-14)

Nós Recebemos a Redenção Segundo as Riquezas da Graça de Deus
(Efésios 1:7-14)
“Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça, que ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra. Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo. É também nele que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da sua glória”.
 
 
O Senhor trouxe paz ao coração de todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito e nos deu a remissão de pecados. E o próprio Senhor testifica que não temos pecado algum, pois nós cremos no evangelho da água e do Espírito de coração. Pela fé na justiça de Jesus Cristo, Deus nos levou a entender que Ele purificou todos os pecados deste mundo.
Só quando pregamos o evangelho da água e do Espírito é que podemos entender como são grandes as riquezas da graça que Deus nos deu. E só então outros também poderão entender essa graça abençoada de Deus. Quem foi que provou da grande salvação de Deus então? Aqueles que receberam a remissão de pecados em seu coração crendo no evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, somente aqueles cujo coração foi remido de todos os seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito receberam a grande graça de Deus. É no coração dessas pessoas que a graça de Deus é abundante.
O Senhor Jesus apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista e derramar Seu precioso sangue na cruz. Mas Ele só levou o pecado original na cruz e tira os outros pecados sempre que fazemos orações de arrependimento? Não, claro que não! Se você crê que Jesus tirou apenas o pecado original quando foi pregado na cruz, e que Ele tira nossos pecados diários quando fazemos orações de arrependimento, sua fé está completamente errada. Por isso que é imprescindível entendermos a grandeza da graça que Deus nos deu.
A primeira coisa que você tem que entender e crer é que Jesus tirou os pecados da nossa vida toda de uma vez por todas ao ser batizado no rio Jordão. E depois de levar sobre si todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, Jesus morreu crucificado, salvando de todos os seus pecados todos que crêem nessa verdade. Jesus Cristo salvou os crentes de todos os seus pecados de uma vez por todas com o batismo que recebeu de João Batista e Seu sangue derramado na cruz. A fim de nos tornar santos, Ele nos salvou totalmente por meio do evangelho da água e do Espírito.
Por isso, todos nós temos que crer na graça da salvação de Deus sem a limitarmos, pois Ele a concedeu a todos nós em abundância através do evangelho da água e do Espírito. É algo absurdo pensarmos assim e dizermos ao Senhor: “Já que Tu levaste apenas meu pecado original e não os pecados pessoais que cometemos todos os dias, nós temos que fazer orações de arrependimento diariamente para que Tu os apagues. E quanto aos pecados que ainda iremos cometer, como podemos dizer que fomos remidos deles, já que nós não os cometemos ainda?” Se seu entendimento da graça de Deus é restrito assim, sua fé não é a verdadeira fé no evangelho da água e do Espírito então. Longe disso, ela é uma fé errada e inventada por você mesmo, uma fé que crê apenas nos seus pensamentos. Essa é a fé dos que provocam a ira do Deus da verdade. Esse tipo de fé é muito errado e vem de uma idéia muito perigosa. O evangelho da água e do Espírito é o dom perfeito da salvação que Deus nos deu, e se você crer neste evangelho de coração, você receberá Seu infinito amor com toda certeza. Mas se você rejeitar essa graça salvadora da água e do Espírito, você enfrentará a ira de Deus então.
A fé dos falsos cristãos de hoje está posta nas mentiras que eles mesmos inventaram e que não têm nada a ver com a Palavra de Deus. Eles criaram seus próprios deuses e crêem nas suas próprias doutrinas. Então, quando crer em Jesus não traz mais nenhum benefício para eles, eles facilmente o substituem por outra coisa. É assim que muitos cristãos hoje em dia crêem nas doutrinas que eles mesmos inventaram, da maneira que é mais conveniente para eles.
Mas alguém que crê na justiça de Jesus Cristo de maneira correta pode dizer que ainda tem pecado? Existe alguém entre nós que ainda acha que Jesus tirou apenas o pecado original e que temos que buscar a remissão dos nossos pecados diários fazendo orações de arrependimento sempre que os cometemos? Todo aquele que pensa assim rejeita o amor de Deus e a Sua misericórdia que nos foi dada através do evangelho da água e do Espírito. Essas pessoas criaram seu próprio caminho para a salvação.
Deus diz em Isaías 1:18:
“Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata,
Eles se tornarão brancos como a neve;
Ainda que sejam vermelhos como o carmesim,
Se tornarão como a branca lã”.
Melhor dizendo, Jesus nos disse: “Embora seus pecados sejam como as nuvens negras do céu, ainda assim vocês são Meus, pois Eu os salvei. Eu remi seus inúmeros pecados que eram como as nuvens do céu, por isso, voltem-se para Mim, todos vocês pecadores!” Se você realmente crê no Deus vivo, na Sua verdade e na Sua justiça descritas na Bíblia, você então tem que aceitar o evangelho da água e do Espírito. No entanto, se você rejeitar a justiça de Deus, você acabará dizendo que apesar de ter recebido a remissão do pecado original, ainda não recebeu a remissão dos seus pecados diários e futuros.
 
 

“Nele Temos a Redenção pelo Seu Sangue, a Remissão dos Pecados, Segundo as Riquezas da Sua Graça” (Efésios 1:7)

 
Jesus Cristo se tornou o Cordeiro de Deus para remir todo mundo dos pecados. Para nos salvar de todos os pecados do mundo, o Senhor levou todos os nossos pecados quando foi batizado por João Batista e ao derramar Seu sangue na cruz em nosso lugar. E embora Ele fosse o próprio Deus e jamais tenha cometido pecado algum nessa terra, Ele se tornou nossa propiciação para apagar todos os nossos pecados. O Senhor foi batizado nessa terra para nos dar a verdadeira remissão de pecados; e Ele foi morreu crucificado para nos livrar de todas as nossas maldições.
Quantos pecados uma pessoa comete sua vida inteira? Já que pecamos até dar nosso último suspiro, quantos pecados nós cometemos contra Deus? E não pecamos de vez em quando, mas até morrermos. E já que nós não podemos evitar o pecado nossa vida toda, o Senhor nos salvou de todos eles e também da condenação. Nada além disso é a grandiosa graça de Deus.
Mas e você? Você já recebeu a remissão de pecados por crer no evangelho da água e do Espírito? Se nós nos tornamos justos crendo no evangelho da água e do Espírito, é possível nos tornamos pecadores novamente por causa dos pecados que cometemos em nossa fraqueza e das nossas falhas? Não, isso não é possível. É claro, embora tenhamos recebido a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, é algo inevitável continuarmos pecando porque nossa carne ainda é fraca. Mas se nós voltássemos a ser pecadores toda vez que pecássemos contra Deus ou contra o homem, isso significaria que a remissão de pecados que Deus nos deu é imperfeita. No entanto, a salvação que o Pai e Seu Filho Jesus Cristo cumpriu apagando nossos pecados jamais seria imperfeita.
O evangelho da água e do Espírito foi o meio através do qual Deus acabou com todos os nossos pecados. Em outras palavras, Deus não poupou nada para apagar todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Mas você acha que precisa fazer alguma coisa para ajudar a Deus a te dar a graça da salvação? Claro que não. Não importa quantas falhas você tenha e quantos pecados você cometeu até agora, o efeito da salvação é perfeito e eterno, porque Deus apagou todos os nossos pecados do passado. E como cremos no evangelho da água e do Espírito, é impossível ainda termos algum pecado, independente de quantos pecados cometemos, pois a salvação que Deus no deu não tem falha alguma. O poder da salvação de Deus é ilimitado e perfeito, por isso, nossa fé no evangelho da água e do Espírito é totalmente suficiente para nos salvar. A salvação que Deus nos deu através do evangelho da água e do Espírito é tão abundante que não tem limites. Se nós realmente cremos que nosso Senhor nos salvou abundantemente através do evangelho da água e do Espírito, então temos que entender aqui que nada mais do que nossos próprios pensamentos é que nos levam a pensar que ainda temos que fazer algo para sermos salvos. Ninguém é salvo hoje e se torna um pecador amanhã, pois a graça de Deus é imensa. A salvação que o Senhor nos deu é verdade eterna que veio através do evangelho da água e do Espírito.
Deus nos salvou de modo suficiente com o maravilhoso evangelho da água e do Espírito para nos livrar de todos os pecados do mundo. Diferentemente dos seres humanos, que são criaturas fracas, nosso Deus onisciente e onipotente é imutável e eterno. É por isso que a Bíblia diz:
“Deus não é homem para que minta,
Nem filho do homem para que se arrependa.
Porventura tendo ele dito não o fará,
Ou tendo falado não o realizará?” (Números 23:19).
O apóstolo Paulo diz na passagem bíblica deste capítulo: “Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça” (Efésios 1:7). Nós também recebemos a remissão de pecados segundo as riquezas da graça de Deus. E já que nosso Senhor levou todos os nossos pecados quando foi batizado no rio Jordão, nós recebemos a abundante remissão de pecados. Ele nos salvou de uma forma perfeita ao levar todos os nossos pecados e pagar o preço por eles na cruz. É assim que nós recebemos a completa remissão de pecados.
Você não está acostumado a ouvir sobre a remissão de pecados? Depois de pregar este sermão no dia de Pentecostes, o apóstolo Paulo disse ao povo: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados. E recebereis o dom do Espírito Santo” (Atos 2:38). E o próprio Jesus Cristo disse na última ceia: “Isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão de pecados” (Mateus 26:28).
Mas algumas pessoas não sabem o que essa remissão de pecados significa realmente e perguntam onde é que a Bíblia fala sobre isso. Elas dizem que embora o termo “perdão de pecados” seja encontrado na Bíblia, as palavras “remissão de pecados” se encontram nela muito mais (Marcos 1:4; Lucas 1:77, 3:3, 24:47; Atos 10:43; Hebreus 10:18).
Nosso Senhor fez tudo que era preciso para dar a remissão de pecados a toda humanidade. Foi para nos livrar e nos remir de todos os nossos pecados que Ele foi batizado, crucificado, ressuscitou ao terceiro dia, e agora está assentado à direita do trono de Deus como nosso Salvador.
Como é que recebemos a remissão de pecados? Como foi que você recebeu a remissão dos seus pecados exatamente? Foi graças ao batismo de Jesus e Seu sangue, ao grande amor de Deus e Sua abundante graça revelada em Cristo que recebemos a remissão de pecados crendo nessa verdade.
Mas se por acaso cometermos algum pecado no futuro, isso significa que nós nos tornaremos pecadores novamente e no fim seremos lançados no inferno? Não, isso não é verdade. De fato, só há uma razão pela qual todos somos lançados no inferno: as pessoas dizerem a Deus: “Senhor, Tu não apagaste todos os meus pecados. Eu ainda sou pecador”. Essas pessoas oram freqüentemente a Deus para que Ele apague seus pecados pessoais, como se Ele já não tivesse apagado todos eles de uma vez por todas; e é por isso que elas serão lançadas no inferno por causa da sua fé errada. Essas pessoas limitam a insondável graça de Deus e, conseqüentemente, não podem desfrutar dela e serão lançadas no inferno.
Meus amados irmãos, Deus nos salvou de todos os nossos pecados de uma maneira abundante e completa. Por isso, todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito de Jesus Cristo com certeza entrará no Céu. Onde podemos encontrar as riquezas da graça de Deus então? Nós podemos encontrá-la no próprio fato de que, para nos salvar, o próprio Deus veio a essa terra, foi batizado por João Batista, morreu na cruz, ressuscitou dos mortos. Para salvar do pecado criaturas corrompidas como nós, o próprio Deus veio a essa terra encarnado como homem e com o nome de Jesus Cristo. Nosso Deus Jesus Cristo, Criador de toda extensão dos céus e da terra, deixou Seu trono de glória e Seu divino poder, se humilhou e veio a essa terra na forma de homem como nós – estas são as riquezas da Sua graça. Ao vir a essa terra, o próprio Deus provou de todas as nossas fraquezas, e por causa da misericórdia que teve por nós, Ele levou todos os nossos pecados através de João Batista. Nada além disso são as riquezas da Sua graça. E nós podemos ver as riquezas da graça de Deus no rio Jordão, na cruz e no próprio nascimento de Jesus Cristo.
 
 

“Nele Temos a Redenção pelo Seu Sangue, a Remissão dos Pecados, Segundo as Riquezas da Sua Graça” (Efésios 1:7)

 
O que significa receber a remissão de pecados? Significa ser remido de todos os pecados e que todo pecado cometido neste mundo foi apagado? Sim, é exatamente isso que significa a remissão de pecados.
Agora que você foi remido de todos os seus pecados, você é um justo ou um pecador? Você é um justo. E já que cremos nessa verdade, nós ainda temos pecado no coração? Não, nós não temos mais nenhum pecado. Mas por que não temos mais nenhum pecado então? Porque nós cremos no batismo de Jesus e no Seu sangue na cruz. Graças à água e ao sangue de Jesus, nós nos tornamos o povo de Deus completamente sem pecado.
No entanto, muitos cristãos fazem orações de arrependimento por seus pecados em prantos dizendo que ainda são pecadores, apesar de crerem em Jesus. Você também acha que pode entrar no Céu fazendo orações de arrependimento em prantos pelos seus pecados diariamente, como estes cristãos desviados? Você acha que Deus se agrada de ver você derramando lágrimas dia após dia durante sua vida inteira? Não, isso não passa de um conceito errado criado pela mente enganosa do homem. Mas por muitos cristãos não conhecerem a verdade abundante do evangelho de Deus e terem muitas falhas que os impedem de viver segundo a Palavra, eles dizem que têm que fazer orações de arrependimento em prantos para ter atitudes corretas. Mas embora sejamos cheios de falhas, amados irmãos, nosso Senhor é totalmente perfeito. Apesar de sermos falhos, nosso Senhor nos salvou de uma maneira perfeita de todos os nossos pecados.
Hoje, por mais que todos os cristãos confessem crer em Jesus como seu Salvador, muitas igrejas acabaram se tornando nada mais do que empresas ou clubes sociais. Quando uma igreja pega um empréstimo no banco para construir um templo enorme e extravagante, as pessoas querem ser membros dessa igreja só porque acham seu templo lindo, e dão seus dízimos e ofertas ali pedindo a Deus que as abençoe materialmente. Elas usam seus contatos nessa igreja monumental para realizar seus desejos egoístas. É por isso que muitos empresários freqüentam essas grandes igrejas, para fazer mais negócios. E eles até oram a Deus para que venham a vendar mais seus produtos. Como é que essa pode ser a fé verdadeira então?
 
 
“Que Ele Derramou Profundamente sobre Nós em Toda a Sabedoria e Entendimento” (Efésios 1:8)
 
Nosso Senhor derramou profundamente sobre nós toda sabedoria e entendimento. E se você quiser receber realmente a remissão de pecados, tudo que você tem a fazer então é crer no que o Senhor fez por você. Você recebe a verdadeira remissão de pecados quando crê na obra da salvação do Senhor. Mas como exatamente você tem que crer na obra do Senhor para ser salvo? Você tem que crer que todos os seus pecados foram passados para o Senhor através do Seu batismo, que Ele levou todos eles, morreu na cruz em seu lugar e ressuscitou dentre os mortos ao terceiro dia. Quando você entende que todos os seus pecados foram passados para Jesus e crê nisso é que todos eles são purificados por causa da sua fé. Se você quer realmente receber a remissão de pecados, você não tem outra escolha a não ser crer no evangelho da água e do Espírito.
O que significa “sabedoria” aqui? Significa que todos os seus pecados têm que ser passados para Jesus para você receber a remissão de pecados; se seus pecados não foram passados para Jesus, não adianta nada você crer Nele, por mais que sua fé seja fervorosa. Você pode crer em Jesus como você quiser e até dizer: “Jesus é o meu Salvador. Eu sou um pecador. Jesus morreu na cruz porque Ele me amou. Foi assim que Ele me salvou”, porém isso não pode te dar a verdadeira salvação através da remissão de pecados.
Todos os seus pecados têm que ser passados para Jesus através do Seu batismo para que você venha a receber de fato a remissão de pecados. E você também tem que crer que Jesus foi condenado na cruz derramando Seu sangue por você. Só então você poderá receber a verdadeira remissão de pecados pela água e pelo Espírito, e finalmente poderá dizer com toda convicção que não tem mais pecado. O Senhor veio a essa terra para apagar todos os nossos pecados, foi batizado para levar todos eles e morreu crucificado por nós – essa é a sabedoria pela qual Deus nos salvou de todos os nossos pecados. Essa é a sabedoria e o entendimento de Deus, como está escrito: “Nele temos a redenção pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça, que ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da sua vontade” (Efésios 1:7-9).
Nosso Deus nos fez conhecer Sua verdadeira sabedoria e entendimento. Isso significa que Ele mesmo nos deu a verdade da salvação e no-la fez conhecida a todos nós. Amados irmãos, nós fomos salvos de todos os nossos pecados porque Deus nos fez conhecer a verdade do evangelho da água e do Espírito; foi assim que Ele nos deu a verdadeira salvação. Deus nos salvou de uma forma perfeita em Sua sabedoria e entendimento, além de nos levar a conhecer este mistério através do evangelho da água e do Espírito.
Você crê neste evangelho da água e do Espírito? Você crê que a graça de Deus é abundante e que Ele remiu todos os nossos pecados por completo? Foi Deus quem nos levou a conhecer o mistério deste evangelho, pois essa é a Sua vontade. O mistério deste evangelho é o próprio fato de nosso Senhor ter sido batizado no rio Jordão e morrido na cruz. O mistério que salvou toda a humanidade não é outro senão o batismo de Jesus e Sua morte na cruz.
Nem o diabo sabe que Jesus Cristo cumpriu a remissão de todos os pecados do homem ao ser batizado por João Batista e morrer na cruz. Sem saber disso, ele pensou que venceria Jesus, o Filho de Deus e herdeiro deste mundo e de todas as riquezas que há no universo, se O matasse. Foi por essa razão que Ele manipulou o homem para matar Jesus crucificando-O.
Mas depois da morte de Jesus, o diabo disse: “Eu cometi um grande erro! Já que o Filho de Deus foi batizado e morreu na cruz, isso significa que todos os pecados do mundo foram remidos. Eu não deveria tê-Lo matado! Agora que eu O matei, eu não posso mais controlar o homem que eu tinha em minhas mãos. Eu o tinha cativo pelo pecado, mas agora não posso mais prendê-lo. Eu não posso aprisionar mais ninguém. Todos eles estão livres”. Deste modo, nem o diabo sabia que o mistério da salvação de Deus era Seu Filho vir a essa terra como homem, tirar todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista no rio Jordão e morrer na cruz em nosso lugar.
Mas quem sabia disso então? Somente Deus pai, o Filho e o Espírito Santo sabiam disso. E hoje, isso só é conhecido por aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito.
 
 

“E Desvendou-nos o Mistério da Sua Vontade” (Efésios 1:9)

 
Sempre que aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito dão testemunho da sua salvação, eles falam sobre o batismo de Jesus no rio Jordão. O Senhor levou todos os nossos pecados no rio Jordão, e este é o mistério do Seu batismo. A maioria das pessoas não entende que Jesus levou seus pecados através do Seu batismo mesmo quando lêem isso na Bíblia e quando lhes explicamos isso. Embora a verdade da salvação esteja escrita no texto original das Escrituras e seja muito fácil de entender, a maioria das pessoas não a entende.
Jesus mesmo disse: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). O Senhor teve que vir a essa terra e aceitar todos os pecados do homem ao ser batizado para salvá-lo de todos os nossos pecados. Seu batismo foi a sabedoria e o entendimento de Deus que nos salvou. Este foi Seu grande mistério, embora o diabo não soubesse. Apenas Deus Pai, o Filho e o Espírito Santo sabiam disso. Como o Pai planejou nossa salvação através do Seu Filho e como o Espírito Santo nos faz saber disso através da Palavra da verdade, nós podemos entender a vontade de Deus plenamente e receber a verdadeira salvação agora. Melhor dizendo, nós entendemos a verdade do evangelho porque Deus nos deu Sua sabedoria e entendimento. É por isso que recebemos a remissão de pecados entendendo o evangelho da água e do Espírito e crendo nele.
Sempre que nós lemos a Palavra de Deus e a ouvimos, o Espírito Santo nos ensina seu sentido e nos dá entendimento; e é graças a este entendimento que nós recebemos a remissão de pecados, como está escrito: “E desvendou-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos” (Efésios 1:9-10). Nós recebemos a salvação, em outras palavras, pela providência de Deus.
As pessoas deste mundo não vêem necessidade de crer em Jesus Cristo quando estão felizes e tranqüilas. Como resultado, elas não podem se tornar filhas de Deus. É por isso que Deus permite que elas sofram e se entristeçam neste mundo. Melhor dizendo, a providência da salvação de Deus nos faz passar por dificuldades para que recebamos a remissão de pecados crendo no Seu Filho. Deus permite que haja tristeza e sofrimento neste mundo para Ele “fazer convergir em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos” (Efésios 1:10).
Na verdade, não há um dia sequer de paz na terra. Nós passamos por todo tipo de tribulação e sofrimento enquanto vivemos aqui, contudo, Deus deixa isso acontecer para que venhamos a buscá-Lo em meios às dificuldades, a confiar Nele e receber a remissão de pecados crendo Nele. O que todos nós temos que entender aqui é que as lutas e tribulações que temos nessa terra são tragédias que nos assolam para nos tornarmos filhos de Deus; e isso acontece por causa da providência de Deus. Nós sempre reclamamos por causa dos nossos problemas e culpamos Deus por eles, pensando assim: “Por que tudo isso está acontecendo comigo? Por que eu estou passando por essas dificuldades? Por que eu tenho que suportar esse sofrimento?” Mas ao invés de culparmos Deus por isso, temos que entender que isso está acontecendo pela Sua providência para nos salvar.
 
 

Nosso Coração Deve Estar no Evangelho da Água e do Espírito que o Senhor Nos Deu

 
Vamos ler Efésios 1:11-14 agora: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo. É também nele que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da sua glória”.
Está escrito acima que fomos “predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade”, o que significa que Deus fez tudo segundo o desejo do Seu coração. Nós somos salvos em Cristo Jesus e nos tornamos Seus filhos crendo em Deus segundo a Sua vontade, o que Ele planejou e predestinou. Tudo foi cumprido segundo o conselho da vontade de Deus e Seu plano pré-determinado. E algo imprescindível é que entendamos isso muito bem agora.
Muitos cristãos enganados não crêem no evangelho da água e do Espírito e dizem: “Todos nós cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador, então, por que é tão necessário assim crermos no Seu Batismo? Por acaso essa é a única verdade da salvação e o único caminho para alcançá-la? Ninguém é salvo crendo somente em Jesus como seu Salvador?” Quando nós pregamos o evangelho da água e do Espírito para os outros e explicamos para eles que eles só poderão receber a remissão de pecados e se tornar filhos de Deus se crerem neste evangelho, ao invés de crerem segundo a Palavra, a maioria deles nos questiona como eu descrevi acima.
Independente se questionamos ou não o que Deus fez por nós, isso não muda o fato de que Ele planejou e cumpriu todas as coisas segundo o Seu desejo. Deus quer que recebamos a remissão de pecados e nos tornemos Seus filhos em Cristo. Foi por isso que Ele enviou Jesus Cristo a essa terra. O plano de Deus era que Seu Filho aceitasse todos os pecados do mundo ao ser batizado no rio Jordão para que recebêssemos a remissão de todos os nossos pecados pela fé na Sua providência divina, segundo o plano da salvação pré-determinado por Ele.
A Bíblia nos diz que Deus “nos elegeu nele antes da fundação do mundo” (Efésios 1:4), e essa é a predestinação de Deus. Em outras palavras, Deus predestinou antes da fundação do mundo que salvaria o homem ao enviar Seu Filho a essa terra. Sabendo muito bem que o homem cairia na tentação do diabo e pecaria, Deus planejou sua salvação antes de criar o mundo. E também fazia parte da predestinação de Deus enviar Jesus a essa terra para que Ele aceitasse todos os pecados do homem ao ser batizado no rio Jordão. Foi assim que Deus nos predestinou. E tendo planejado nossa salvação segundo a Sua vontade, Ele a cumpriu com perfeição. E isso, amados irmãos, não é uma história inventada pelo homem.
Quando o coração dos santos é fortalecido? Quando eles se apegam à Palavra de Deus e confiam nela de todo coração. Aí é que eles podem vencer toda tentação. Em tempos de luta, nós poderíamos renovar nossas forças e encontrar conforto em palavras humanas? Não, claro que não! Somente a Palavra de Deus fortalece nossa alma, nosso coração e até nosso corpo.
 
 
“Nele, Digo, em Quem Também Fomos Feitos Herança, Havendo Sido Predestinados, Conforme o Propósito Daquele que Faz Todas as Coisas, Segundo o Conselho da Sua Vontade” (Efésios 1:11)
 
Toda a obra da salvação foi cumprida em Jesus Cristo segundo o plano de Deus. “Conforme o propósito daquele que faz todas as coisas” (Efésios 1:11), isto é, conforme a vontade de Deus, Jesus foi batizado no rio Jordão para levar todos os nossos pecados. E já que esse foi o modo pelo qual Jesus Cristo nos salvou, nós nos tornamos filhos de Deus crendo Nele de acordo com o que Ele fez para nos salvar; é isso que significa a verdadeira salvação. Todos os seus e os meus pecados foram passados para Jesus quando Ele foi batizado, e Cristo tirou toda condenação do pecado na cruz. Sendo assim, nós recebemos a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Nossa salvação foi predestinada pelo próprio Deus.
Entretanto, muitos cristãos nos dizem hoje em dia: “Vocês são fanáticos. Há muitas pessoas neste mundo que nasceram de novo sem crer como vocês”. Mas, na verdade, ninguém pode se tornar sem pecado sem crer no evangelho da água e do Espírito. Embora muitos tenham coragem de dizer que não tem pecado, essa sua afirmação errada não quer dizer que seu coração esteja realmente livre do pecado. O Senhor disse que mesmo que uma pessoa confesse crer em Deus, se seu coração não tiver a prova da verdadeira fé que é aceita por Ele, os pecados ainda estão intactos dentro dele. De fato, não passa de um engano alguém afirmar que não tem mais pecado, mesmo sabendo que ainda existe pecado no seu coração. E já que ainda existe pecado no seu coração, ele ainda é pecador.
Por mais que alguém conheça a Palavra de Deus, por mais que ele seja versado em ambos os testamentos, e por mais que ele seja respeitado como um renovado pregador do evangelho, se ele tem pecado no coração ele não passa de um pecador. Algumas pessoas podem até pensar que não têm pecado, mas como ainda há pecado em seu coração, ela continuam sendo pecadoras. Nós, por outro lado, não temos mais pecado. Isso não significa, é claro, que não temos pensamentos malignos, mas que apesar de termos pensamentos e desejos pecaminosos ainda, na verdade não há mais pecado em nosso coração. E são pessoas como nós, cujo coração não tem pecado, que recebem a verdadeira remissão de pecados.
Mas e você? Não existe nenhum pecado no seu coração? Você já recebeu a remissão de pecados e seu coração está mais alvo que a neve? Todos nós temos que respondem sim. Mas o que nos leva a receber a remissão de pecados? Nós recebemos a remissão de pecados crendo na obra da salvação que Jesus Cristo realizou para apagar todos os nossos pecados segundo o plano e a vontade de Deus. Mas essa salvação não é recebida crendo apenas em Jesus ou da maneira que você acha correto.
Em Efésios 1:11 está escrito: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade”. É em Deus que nós recebemos a salvação. É em Deus que alcançamos a fé e também recebemos a remissão de pecados. Não é do nosso jeito que recebemos a remissão de pecados. No entanto, vários cristãos neste mundo crêem que podem receber a remissão de pecados crendo apenas nos ensinamentos da sua denominação. A Igreja Presbiteriana diz que todos devem crer segundo as doutrinas presbiterianas; a Igreja Metodista diz que todos devem seguir as doutrinas metodistas; a Igreja Batista diz o mesmo; e até a Igreja do Evangelho Pleno diz que todos têm que crer segundo as suas doutrinas.
Mas Deus aprova esse tipo de fé? Onde são mencionadas na Bíblia a Igreja Presbiteriana, a Igreja Metodista, a Igreja Batista e a Igreja do Evangelho Pleno? É algo inútil dividir o Cristianismo em diferentes denominações e seitas, e cada uma ter sua posição doutrinária. De fato, uma fé assim é totalmente contrária à vontade de Deus, que deseja conceder a remissão de pecados a todos. Somente o Pai, o Filho e o Espírito Santo nos remiram dos nossos pecados. E somente aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito planejado e cumprido por estas três Pessoas da trindade é que podem ser salvos.
Quem no Cristianismo hoje em dia está preso a discussões denominacionais? O apóstolo Paulo nos disse que não devemos nos envolver com invejas e contendas (1 Coríntios 3:3-5). Mas os cristãos deste mundo que vão pelo seu próprio caminho não fazem outra coisa senão defender suas denominações e seitas. A Igreja Batista, Presbiteriana, Metodista, todas elas afirmam que sua denominação possui a doutrina mais perfeita. Mas só Jesus Cristo é soberano e perfeito. E já que Deus é soberano, como pode o homem questionar Sua preeminência? Aos olhos de Deus, é um grande absurdo as pessoas se compararem umas com as outras para ver quem é melhor. Além disso, há muitos que criam facções e acabam se levantado contra Deus. Mas o Senhor diz dessas pessoas: “Aquele que está entronizado nos céus se ri” (Salmos 2:4).
Amados irmãos, nós recebemos a remissão de pecados crendo na obra da salvação que Jesus Cristo realizou segundo o conselho da Sua vontade. A Bíblia diz claramente em Mateus 3:15 que todos os pecados do mundo foram passados a Jesus quando Ele foi batizado por João Batista, e que foi assim que Ele tirou todos eles. Mas muitas pessoas estão tão cegas para enxergarem a verdade que mesmo quando lêem a Bíblia não conseguem entendê-la.
 
 
“É Também Nele que Vós Estais, Depois que Ouvistes a Palavra da Verdade, o Evangelho da Vossa Salvação. Tendo Nele Crido, Fostes Selados com o Espírito Santo da Promessa” (Efésios 1:13)
 
O que este versículo quer dizer é que nós recebemos a salvação ouvindo o verdadeiro evangelho da água e do Espírito e crendo nele. Como diz Romanos 10:17: “De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus”, é ouvindo a verdade que nós recebemos a remissão de pecados. Por mais orgulhoso que alguém possa ser, ninguém pode crer em Jesus por si mesmo, muito menos receber a remissão de pecados. Na nossa imaginação, podemos até supor que alguém poderia ter noventa e nove por centro de chance de salvar a si mesmo, só que ainda assim não seria suficiente, pois se alguma salvação fosse incompleta, mesmo que por um por centro, ela não seria perfeita.
Eu mesmo já estive preso ao sectarismo e ao legalismo um dia como muitos cristãos o são hoje. Antes de nascer de novo, eu não tinha a verdade no meu coração, embora eu buscasse ter conhecimento bíblico. Além disso, eu nunca perdi nenhum dos debates que tive com outros cristãos. Nem uma vez sequer um argumento meu sobre um assunto bíblico foi refutado, qualquer que ele tenha sido.
Mas o pior é que meus pecados continuavam intactos em meu coração. Embora eu sempre vencesse os debates que tinha, uma coisa bem clara para mim é que minha consciência ainda estava pesada. Apesar de achar que tinha recebido a remissão dos meus pecados, sempre que eu cometia outro pecado, eu via que continuava sendo pecador.
Essa é a diferença crucial que distingue aqueles que foram redimidos e os que não foram. Entretanto, mesmo que aqueles que não receberam a remissão de pecados achem que não têm pecado agora, eles se tornam pecadores sempre que cometem outro pecado. Aqueles que receberam a remissão de pecados, por outro lado, continuam sem pecado mesmo quando pecam. Essa é a diferença entre alguém que recebeu a remissão de pecados e alguém que não a recebeu.
  
 
“É Também Nele que Vós Estais, Depois que Ouvistes a Palavra da Verdade, o Evangelho da Vossa Salvação. Tendo Nele Crido, Fostes Selados com o Espírito Santo da Promessa, o qual é o Penhor da Nossa Herança, para Redenção da Propriedade de Deus, em Louvor da Sua Glória.” (Efésios 1:13-14)
 
Essa passagem nos mostra que foi graças ao evangelho de Deus que nos tornamos Seus filhos e Seus herdeiros no Reino dos Céus. Em outras palavras, a Bíblia está dizendo aqui que nós recebemos a salvação pela fé no amor de Deus e na obra do nosso Senhor Jesus Cristo, porque Ele apagou todos os nossos pecados e nos redimiu totalmente se sacrificando por nós. É por isso que nós glorificamos a Deus. Nós O louvamos por Ele ter nos vestido com Sua glória, por Ele nos ter feito justos e Seus filhos. Graças a Jesus Cristo, nós recebemos a remissão de todos os nossos pecados.
Nós recebemos a redenção pelo sangue de Jesus Cristo – ou seja, a remissão dos nossos pecados. E Ele só pôde derramar Seu sangue na cruz justamente porque tirou todos os nossos pecados ao ser batizado no rio Jordão. O sangue de Cristo na cruz, que as pessoas crêem totalmente para sua salvação, de fato foi só o resultado do Seu batismo. Jesus só pôde derramar Seu sangue na cruz porque foi batizado. E todos nós temos que crer nessa verdade, que o Senhor derramou Seu sangue na cruz só porque antes tirou nossos pecados no rio Jordão.
Em Gálatas 3:13 está escrito: “Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Jesus Cristo não fez nada para ser amaldiçoado. Mas por que Ele foi amaldiçoado sendo pregado na cruz então? Porque Ele tirou todos os nossos pecados no rio Jordão antes, quando Ele foi batizado, levando assim todas as nossas maldições. Deste modo, Ele foi amaldiçoado ao levar nossos pecados ao ser batizado por nos salvar.
Algumas pessoas podem até dizer: “O batismo que Jesus recebeu de João Batista é mesmo indispensável para a nossa salvação? Não há outra resposta para essa pergunta senão que o batismo de Jesus é realmente indispensável. Por quê? Porque o evangelho da água e do Espírito é a verdade da salvação que foi estabelecida pelo próprio Deus. Portanto, no que se refere ao verdadeiro evangelho, jamais devemos deixar de fora dele o batismo de Jesus ou Seu sangue derramado na cruz.
Mas muitos cristãos dizem que receberam a remissão de pecados crendo apenas no precioso sangue da cruz, apesar de não crerem no evangelho da água e do Espírito como nós. Mas todos eles estão enganados, pois já que admitem que pecam em sua vida, todos eles são pecadores então. Os cristãos pecadores afirmam conhecer bem a doutrina da salvação, porém tudo que eles sabem não passa de teoria. Eles são justos apenas em sua mente, pois em seu coração todos eles ainda são pecadores.
Isso é algo que esperamos de alguém que de fato recebeu a remissão de pecados? Não, claro que não! A Bíblia diz que no último dia toda alma confessará tudo a Deus. Todo aquele que tiver pecado no coração confessará a Deus que é pecador. Por outro lado, todo aquele que não tem pecado confessará a Deus que não é pecador. Só aquele que passou todos os seus pecados para Jesus Cristo crendo no evangelho da água e do Espírito, que sabe que Ele levou todos os seus pecados e que crê nessa verdade inegável da salvação de todo o se coração, é que poderá dizer a Deus com sua consciência tranqüila que não tem mais pecado.
Em 1 Pedro 3:21 está escrito: “Que também agora, por uma verdadeira figura - o batismo - vos salva, o qual não é o despojamento da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo”. Nós somos justos aos olhos de Deus e podemos chegar com ousadia e a consciência tranqüila na Sua presença porque Jesus Cristo levou todos os nossos pecados quando foi batizado e condenado por todos eles na cruz em nosso lugar. E nós que somos justos podemos estar na presença de Deus com toda ousadia porque cremos na justa obra da salvação que Deus realizou por nós. Embora nossa carne seja cheia de falhas, nós podemos nos aproximar de Deus sem hesitar porque cremos na Palavra da verdade.
Alguém poderá ser remido de todos os seus pecados se deixar de fora o batismo de Jesus? Claro que não! Ninguém poderá receber a remissão dos seus pecados se deixar de fora o batismo que Jesus recebeu de João Batista. Jesus Cristo deixou bem claro que se você não crer que Ele te salvou através do evangelho da água e do Espírito, você não receberá a remissão de pecados e, conseqüentemente, será lançado no inferno. E mesmo que você creia em Jesus Cristo, se você deixar de fora o batismo que ele recebeu de João Batista, isso não estará certo e você com certeza será amaldiçoado por causa disso, como o próprio Senhor diz em Mateus 7:21-23: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade!”
Por que o Senhor dirá a esses cristãos dedicados para se apartarem Dele? Porque eles crêem Nele segundo seus próprios pensamentos ao invés de crerem Nele pelo que Ele fez. Estes cristãos pecadores crêem em Jesus segundo seus pensamentos ao invés de negá-los, e é por isso que eles serão rejeitados por Deus no final. Mas se eles cressem em Jesus segundo a Palavra de Deus, sua fé seria aprovada. Contudo, eles serão rejeitados por Deus porque sua fé não está de acordo com a Palavra.
Na passagem bíblica deste capítulo, o apóstolo Paulo está testificando aos santos da igreja de Éfeso como é abundante e grandiosa a graça que ele recebeu de Jesus Cristo. Como Paulo, nós que somos santos agora também recebemos a remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito graças à abundante graça da salvação de Jesus Cristo.
Queridos irmãos, todos nós nos tornamos justos crendo no evangelho da água e do Espírito. Nós recebemos a remissão de pecados crendo tanto no batismo do Senhor quanto na Sua cruz, e também não rejeitamos a Palavra de Deus. Esta é uma bênção tão maravilhosa que palavras não podem descrever como todos nós somos gratos por ela.
Além disso, o Espírito Santo traz paz ao nosso coração. E já que cremos nisso, nós teremos sempre essa paz. Nós temos essa paz no coração porque o Espírito Santo habita Nele e foi Deus quem no-la deu. Foi nosso Senhor quem nos salvou, que nos deu a vida eterna, nos fez Seus filhos, nos concedeu Sua graça e nos trouxe a paz. Nosso Senhor nos deu a paz celestial que o mundo não pode dar. A graça eterna com que o Senhor nos abençoou não é nada mais do que o Reino dos Céus. É por isso que eu louvo ao Senhor Deus por Ele ter me dado este Reino maravilhoso e abençoado.