The New Life Mission

Sermões

Assunto 19: A Epístola do Apóstolo Paulo aos EFÉSIOS

[Capítulo 1-9] (Efésios 1:23) O Que é a Igreja de Deus?

(Efésios 1:23)
“Que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos.”
 
 
Hoje eu quero compartilhar com vocês a Palavra da verdade que diz respeito à Igreja de Deus. Embora eu pudesse falar sem parar da Igreja de Deus aqui, começando pelo livro de Gênesis e indo por toda a Bíblia, eu quero me ater apenas ao seguinte versículo para explicar o que a Igreja de Deus e seus membros são realmente: “Que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos” (Efésios 1:23).
 
 
Vamos Começar Analisando a Etimologia da Palavra “Igreja”
 
Vamos analisar primeiro o que a palavra “igreja” significa. A raiz etimológica da palavra “igreja” vem da palavra grega “kuriakos”, que quer dizer “pertence ao Senhor.” E como a palavra “kurios” significa mestre ou senhor, esta palavra grega “kuriakos” se refere “àqueles que pertencem ao Senhor.” Então, a palavra “igreja” significa a congregação daqueles que pertencem a Ele. No Antigo Testamento, a palavra hebraica “qahal” era usada para se referir à igreja. No grego, a palavra grega é geralmente escrita como “ekklesia.” Essa palavra no grego é similar à palavra “qahal” no hebraico, que significa “congregação”, e “ekklesia” no grego significa literalmente “aqueles que foram chamados de algum lugar”, pois “ek” quer dizer “fora de” e “kaleo”, “chamar.” Numa breve análise da raiz etimológica da palavra “igreja”, vemos que é isso que ela significa.
De uma maneira geral, a palavra “ekklesia” é usada para descrever “o povo de Deus que foi chamado entre todos deste mundo e consagrado por Ele.” No Novo Testamento, com base nos ensinamentos de Paulo especificamente, a igreja tem um conceito especial e é definida como o Corpo de Cristo. E eu só estou dizendo o que as concordâncias bíblicas dizem a respeito da igreja. Como eu disse antes, a origem da palavra “igreja” vem da palavra grega “kuriakos” e significa “pertence ao Senhor.” No Novo Testamento, a palavra grega “ekklesia” (congregação) é usada para definir a igreja, e é igual à palavra hebraica “qahal” do Antigo Testamento. Em suma, a palavra “igreja” significa “chamados para a assembléia”, e diz respeito ao “povo de Deus que foi chamado entre todos deste mundo e consagrado por Ele.” Sendo assim, nós podemos definir igreja como “a congregação daqueles que pertencem ao Senhor” ou “a assembléia daqueles que foram chamados deste mundo.” Deus nos chamou deste mundo para sermos diferentes de todas as outras pessoas. Melhor dizendo, a palavra “igreja” significa a congregação dos que são diferentes das pessoas do mundo. É assim que devemos ver a igreja.
A igreja é o corpo de Jesus Cristo, assim como está escrito na passagem bíblica deste capítulo: “Que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos.” (Efésios 1:23). Ela também é a congregação daqueles que Deus chamou para ser diferentes das pessoas do mundo. A igreja é de fato o Corpo de Jesus Cristo. A Bíblia diz que ela é a plenitude daquele que enche tudo em todos. Isso significa que é através da igreja que Deus abençoa todas as coisas e todos nós.
Já que a Palavra de Deus diz que a Igreja é “Seu corpo”, ela é a congregação daqueles que receberam a remissão de seus pecados e, portanto, são a própria Igreja do Reino de Deus. Jesus Cristo é o Rei do Reino de Deus e nós somos Seu povo e Seus servos. Você e eu somos membros da Igreja que foi chamada e separada por Deus.
 
 
Como Deus Estabeleceu Sua Igreja?
 
Eu quero chamar sua atenção para Mateus capítulo 16 para responder essa pergunta. Vamos ler Mateus 16:13-19.
“Chegando Jesus à região de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos: Quem dizem os homens ser o Filho do homem? Responderam-lhe: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias, ou um dos profetas. Perguntou-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Respondeu-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, pois não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai que está nos céus. E também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus.”
O Senhor fala claramente aqui sobre a Igreja edificada por Ele. Quando Jesus chegou à região de Cesaréia de Filipe, Ele perguntou aos Seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do homem?” (Mateus 16:13). Jesus Cristo poderia ter feita essa pergunta aos Seus discípulos de outra forma: “Eu nasci neste mundo como o filho do Homem, mas quem os homens dizem que eu sou?” Os discípulos então responderam: “Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias, ou um dos profetas” (Mateus 16:14). Aí Jesus lhes perguntou novamente: “E vós, quem dizeis que eu sou?” (Mateus 16:15).
Simão Pedro então se antecipou e pela fé deu a resposta mais corajosa e clara: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.” No que Jesus disse a ele: “Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, pois não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai que está nos céus” (Mateus 16:17). Jesus aqui diz a Pedro que foi Deus Pai quem revelou isso a ele. E Ele continua dizendo nos versículos 18 e 19: “E também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus.”
Quando Jesus diz aqui: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja”, Ele está dizendo que edificaria Sua igreja sobre a fé de Pedro. Quando Pedro confessa sua fé em Jesus e diz: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”, Jesus o elogia pela sua fé e lhe diz: “Você não aprendeu isso sozinho, mas foi o Pai que te revelou.” Ele então continuou dizendo a Pedro: “Sobre essa rocha, ou seja, sobre sua fé, Eu edificarei a Minha igreja.”
Por que Jesus disse isso a Pedro? Para nos explicar como Deus estabeleceu Sua igreja. Nos dias de Jesus, alguns diziam que Ele era João Batista, outros, Elias, e outros, Jeremias ou algum dos profetas. Mas, ao contrário de tudo isso, Pedro disse ao Senhor: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16). E depois que Pedro fez essa confissão, o Senhor disse que sobre ele edificaria Sua igreja e lhe deu as chaves do Reino dos Céus.
Deus edificou Sua igreja através de Pedro. E sua fé foi demonstrada claramente em sua confissão, pois ele professou sua fé em Jesus dizendo: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.” E o Senhor Jesus é realmente o Cristo e o Filho do Deus vivo. O Senhor não é apenas o Deus que criou o universo, mas Ele também é seu Rei e Governante soberano. E Ele também é o Sumo Sacerdote do Reino dos Céus, nosso Salvador e Profeta. Pedro confessou que cria em todas essas funções de Jesus e lhe disse: “Tu és meu rei, o criador do universo, seu governante e Salvador. Tu tinhas mesmo que vir a essa terra como Salvador do universo, e, ao entregar Seu corpo a Deus Pai, Tu salvaste a todos nós. Tu és o Sumo Sacerdote eterno do Reino dos Céus e também o Profeta que nos diz a verdade.” Então, quando Pedro confessou sua fé assim, Jesus o elogiou por isso e disse: “Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas” (Mateus 16:17); e ainda lhe disse depois: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mateus 16:18).
O Senhor diz aqui que edificará Sua igreja sobre uma pedra. O nome “Pedro” significa “pedra.” É por isso que Jesus diz aqui: “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mateus 16:18). Sendo assim, o fato de Deus edificar Sua igreja nessa terra é o mesmo que Ele edificar Seu Reino; e Ele estabeleceu Sua igreja para chamar a todos neste mundo, para salvá-los, levá-los para o Seu Reino, para que Ele crescesse e abençoasse a tudo e a todos no universo. O Senhor disse que edificaria Sua igreja sobre a confissão de fé feita por Pedro. Foi sobre a fé de Pedro, que era sólida como uma rocha, que o Senhor disse que edificaria Sua igreja. Jesus quis dizer exatamente isso quando disse: “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mateus 16:18).
E Jesus disse mais a Pedro: “E também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus” (Mateus 16:18-19). E acima, na passagem bíblica deste capítulo, está escrito que é “Seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos” (Efésios 1:23). Juntas, essas passagens significam que Deus forma Sua igreja com aqueles que possuem a mesma fé de Pedro e abençoa tudo e todos no universo através do Seu Reino.
É sobre a fé daqueles que crêem em Jesus Cristo como Salvador que Deus edifica Sua igreja. Quando o Senhor diz a Pedro: “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do reino dos céus” (Mateus 16:18-19), as chaves do reino dos céus aqui não se referem a outra coisa a não ser à fé de Pedro. Pedro confessou sua fé dizendo ao Senhor: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”, e é esta fé que a Igreja de Deus está pregando. Em outras palavras, através da Igreja de Deus, as pessoas podem ouvir com o coração que o Senhor é o Cristo, o Criador do universo, o Rei, o Salvador, o Sumo Sacerdote e o Profeta. E quando nós cremos que o Senhor é o Filho de Deus, nosso Salvador, nosso mestre e nosso Deus, Ele edifica Sua igreja sobre nossa fé. Além disso, o Senhor não apenas edifica Sua igreja sobre nossa fé, mas também impede que todo poder prevaleça contra ela. Jesus disse que nenhum poder de Satanás nessa terra pode vencer a igreja. Deus tornou impossível qualquer tipo de poder prevalecer contra Sua igreja. O próprio Senhor deixou bem claro que absolutamente nada pode prevalecer contra Sua igreja.
Você e eu temos fé no evangelho da água e do Espírito, e o Senhor disse que edificaria Sua igreja sobre nossa fé. Nosso Senhor é o Cristo, o Filho do Deus vivo. E já que nós cremos no evangelho da água e do Espírito, nossa fé é a mesma que Pedro confessou. Deus disse que edificaria Sua igreja através dos Seus crentes, e Ele enche tudo em todos através da Sua igreja, do Reino de Deus. Isso quer dizer que todo mundo é abençoado através da Igreja de Deus. Melhor dizendo, é através da Sua Igreja que Deus concede Suas bênçãos espirituais a todo mundo.
 
 
Nada Pode Prevalecer Contra o Poder da Igreja de Deus
 
O Senhor disse: “E as portas do inferno não prevalecerão contra ela [a Igreja]” (Mateus 16:18). Por isso, ninguém pode vencer a fé do justo que é membro da Igreja de Deus, muito menos nenhuma opressão ou perseguição das portas do inferno podem vencer a fé dos justos. E mesmo que os justos sejam levados à morte, sua fé na justiça de Deus jamais será vencida. Isso porque o Senhor é o cabeça da igreja e nós justos somos o Seu corpo. O Senhor não venceu a morte ao ressuscitar dentre os mortos? Na verdade, o Senhor não somente desfez todas as astutas ciladas do diabo, mas também purificou o pecado de todo mundo e foi condenado por ele. Portanto, nós que cremos nessa verdade jamais podemos ser derrotados pelo maligno.
O que é a Igreja de Deus então? Ela é o Reino de Deus. Foi por isso que Jesus disse que as portas do inferno jamais prevaleceriam contra ela. Jesus disse que as portas do inferno jamais prevaleceriam contra a Igreja de Deus. E foi por isso também que Jesus disse a Pedro: “Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus” (Mateus 16:19). Então, ninguém pode vencer a congregação daqueles que pertencem ao Senhor, daqueles que o Senhor chamou do mundo para ter um encontro com Ele e fazer parte da Sua igreja. Definitivamente, nenhum poder deste mundo, nenhuma autoridade política, nenhuma lei ou ética ou religião, nada pode prevalecer contra a Igreja.
O Senhor deu as chaves do Reino dos Céus àqueles cuja fé é igual a de Pedro, pois Ele disse: “Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus” (Mateus 16:19). Em outras palavras, o Senhor deu as chaves do Reino do Deus àqueles que têm a fé de Pedro. É por isso que a Igreja de Deus é a congregação daqueles que têm as chaves para entrar no Reino dos Céus. Hoje, já que nós cremos no evangelho da água e do Espírito, temos as chaves do Reino dos Céus e o poder de enviar as pessoas para este Reino. Portanto, tudo que a Igreja, Seus servos ou qualquer santo ligar na terra será ligado no Reino dos Céus. Tudo que a Igreja liga aqui é ligado no Céu, e tudo que ela desliga é desligado no Céu. Este é o poder que Deus deu à Sua Igreja.
Todos nós somos gratos por este poder que é magnífico e, ao mesmo tempo, assustador. Quando o Senhor disse que daria as chaves do Reino dos Céus a Pedro, o que Ele queria dizer era isso: “Eu te darei as chaves do Reino dos Céus. Tudo que ligares na terra será ligado no Céu, e tudo que desligares na terra será desligado no Céu. Proclame a fé que tu acabaste de confessar agora: ‘Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo’. Pregue o evangelho da água e do Espírito que tu crês. Todo aquele que ouvir tuas palavras e crer no verdadeiro evangelho será salvo e entrará no Reino dos Céus, mas todo aquele que não aceitá-las e se recusar a crer neste verdadeiro evangelho não entrará nele.” Como podemos ver, o poder da Igreja é muito grande.
Mas embora os membros da Igreja tenham tamanho poder, muitos são ignorantes e acabam perseguindo os santos. Mas eles deveriam tomar cuidado para não trazerem desgraças sobre si. Por exemplo, quando a igreja de Poncheon estava tentando pregar o evangelho da água e do Espírito naquela cidade, muita gente se levantou contra ela e a acusou. Me parece que isso foi feito por algumas pessoas que haviam deixado a igreja. Porém, depois eu ouvi que a casa de uma daquelas pessoas pegou fogo, outra acabou ficando louca, e outra se envolveu num acidente de carro – e isso aconteceu com elas realmente. É claro que nós jamais desejamos que isso acontecesse com elas, porém elas pediram para ser castigadas por Deus quando se levantaram contra a Igreja e a acusaram. Embora a Igreja de Deus tenha pregado o evangelho da água e do Espírito para elas, orado por elas e cuidado delas muito bem, elas a odiaram e a acusaram abertamente. E elas não apenas odiaram a Igreja, mas também espalharam falsos boatos para denegri-la. Por isso, tragédias terríveis aconteceram com elas. Mas isso não aconteceu porque desejamos isso a elas. Pelo contrário, isso aconteceu porque Deus disse que castigaria todos que denegrissem Sua Igreja; e nós simplesmente testemunhamos o cumprimento desta Palavra.
Nossa igreja em Seul fica no terceiro andar de um edifício e há uma padaria no andar de baixo. E eu ouvi dizer que alguns dos nossos pastores a chamam de “padaria de Jezabel.” Como muitos de vocês devem saber, Jezabel era mulher do rei Acabe, que adorava ídolos e se levantou contra o povo de Deus. Vocês então podem imaginar como o dono dessa padaria se levantou contra a Igreja, a ponto dos nossos pastores a chamarem de “padaria de Jezabel.” O dono dessa padaria era tão maligno, não tinha respeito algum pela Igreja, fazia de tudo para nos perturbar e nem queria dividir o estacionamento conosco. Mas vocês sabem o que aconteceu com sua padaria? Ela faliu e ele perdeu tudo. Se há uma lição que podemos tirar do passado é que ninguém deve se levantar contra a Igreja, pois todos que fizeram parte dela ao longo dos anos foram muito abençoados, ao passo que todos que se levantaram contra ela sem nenhuma razão e a odiaram acabaram sendo destruídos. Deus pisa nessas pessoas. Ele nos mostra claramente que ninguém consegue prevalecer contra o poder da Igreja.
 
 
O Poder da Igreja de Deus é Muito Grande
 
Jesus disse: “Eu te darei as chaves do reino dos céus; tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus e tudo o que desligares na terra, será desligado nos céus” (Mateus 16:19). Este versículo nos mostra que todo aquele que crê de coração no evangelho pregado pela Igreja de Deus pode ser salvo e entrar no Céu. A Igreja de Deus prega o evangelho da água e do Espírito a todos. E todo aquele que ouve este evangelho e crê nele pode receber a remissão de pecados, mas aqueles que não crêem neste verdadeiro evangelho pregado pela Igreja de Deus jamais poderão recebê-la. Então, é a Igreja que determina se alguém foi salvo ou não. Se a Igreja diz para alguém que ele ainda não foi salvo e está condenado ao inferno, ele certamente irá para o inferno. Todo aquele que a Igreja amaldiçoa não tem outra saída senão ser amaldiçoado. E isso é porque o Senhor disse que não somente edificaria Sua Igreja sobre a rocha de fé de Pedro, mas também daria a ela um poder invencível.
Está escrito em 1 Pedro 3:21: “Que também agora, por uma verdadeira figura - o batismo - vos salva, o qual não é o despojamento da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo.” Isso quer dizer que Deus aceita no Céu, concede a vida eterna e torna membro de Sua Igreja todo aquele que ouve o evangelho da água e do Espírito que Pedro pregou e crê nele. Em outras palavras, todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito pertence ao Senhor e receberá Dele todas as bênçãos celestiais. Por outro lado, se alguém não crê neste evangelho da água e do Espírito que foi pregado por Pedro, ele será condenado por sua falta de fé e por ainda haver pecado no seu coração. Além disso, ele jamais receberá alguma bênção do Céu. O poder da Igreja de Deus é tão grande que enche tudo em todos.
O Senhor disse que a Igreja de Deus é a plenitude daquele que enche tudo em todos. Mas isso não significa somente que Deus está em todos os lugares, mas que por pregar o evangelho da água e do Espírito a todos neste mundo que estão afastados de Deus por causa do pecado, a Igreja leva todos eles a receber a remissão de pecados e a nascer de novo, renovando assim sua alma e seu corpo e os abençoando a todos. Foi por isso que Jesus disse que este mundo é abençoado por Deus graças ao evangelho da água e do Espírito que é pregado pela Sua Igreja e seus membros.
É pela fé de Pedro que podemos entender com que tipo de fé a igreja foi edificada. Quando o Senhor disse a Pedro: “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mateus 16:18), Ele estava dizendo que edificaria a Igreja de Deus sobre sua fé. Isso quer dizer que Deus edifica Sua Igreja sobre a fé que você e eu temos no evangelho da água e do Espírito. E Deus faz com que o evangelho da água e do Espírito seja pregado no mundo através de nós que somos membros da Igreja e nos abençoa por meio dela. Portanto, é através da Igreja de Deus que essa terra e todo o universo são abençoados.
Através de que instituição Deus trabalha nessa terra? Que instituição traz as bênçãos de Deus a essa terra? Esta instituição não é nenhuma outra senão a Igreja de Deus. Ela é a absoluta, eterna e imutável verdade.
No livro de Efésios, o apóstolo Paulo fala especificamente sobre a Igreja de Deus. No livro de Gálatas, ele fala da falsa fé, revela o engano da circuncisão física e a verdade do evangelho da água e do Espírito. A prática da circuncisão no Antigo Testamento mudou hoje para as orações de arrependimento, e o apóstolo Paulo ensina como isso está errado, e, por essa razão, desviou inúmeros cristãos da Igreja de Deus e do verdadeiro evangelho. O apóstolo Paulo diz que nós devemos nos apegar ao evangelho da água e do Espírito que ele cria.
Aqui no livro de Efésios, ele fala da Igreja de Deus e nos ensina que Deus nos escolheu e nos predestinou em Cristo para nos salvar antes da fundação do mundo, para que recebêssemos tudo que há nos Céus e na terra. O apóstolo Paulo diz aqui que Deus nos tornou Seus filhos em Cristo Jesus com o evangelho da água e do Espírito, e que Ele edificou Sua Igreja sobre nossa legítima fé. Isso significa que todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito pertence a Deus, a Cristo e à Sua igreja. Todos nós temos que entender o que Deus fez por nós através de Sua Igreja. E nós também temos que entender que todas as bênçãos vêm através da Igreja de Deus e que Sua vontade é cumprida através dela também.
Eu mesmo reconheço que sou limitado e imperfeito, mas por crer no evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu, eu tenho certeza que Ele está me abençoando e operando em minha vida através da Sua Igreja. Ele fez Sua Igreja apoiar o ministério do evangelho da água e do Espírito e fez de nós crentes Seus obreiros que pregam este evangelho da salvação no mundo inteiro. Deus está concedendo bênçãos espirituais a todos os Seus servos, obreiros e santos que fazem parte de Sua Igreja. Já que nós viemos para a Igreja de Deus por crermos no evangelho da água e do Espírito, entendemos nossa maldade e seguimos sendo obedientes ao Senhor, embora nossas atitudes sejam imperfeitas. Além disso, nós cremos que o Senhor com certeza nos recompensará com grandes bênçãos. E nós também cremos que Ele abençoará tudo que Sua Igreja fizer, contanto que esteja dentro da Sua vontade, e também abençoará o corpo e a alma daqueles que forem um só coração em Sua Igreja e fizerem fielmente a obra nela. É por isso que o poder da Igreja de Deus é tão grande.
Meus amados irmãos, as portas do inferno não prevalecem contra os nascidos de novo (Mateus 16:18). E mesmo que nós venhamos a morrer, ainda assim viveremos. Durante a primeira ressurreição (Apocalipse 20:5-6), nós seremos trazidos de volta à vida e viveremos para sempre com Cristo. Mas os que nos perseguem, por outro lado, ressuscitarão na época da segunda ressurreição e serão lançados para sempre no fogo eterno do inferno. Eles sofrerão por toda a eternidade sem poder morrer. E é o poder de Deus que fará com que isso aconteça.
Amados irmãos, quando nosso Senhor veio a essa terra, Ele levou nossos pecados através do Seu batismo, derramou Seu sangue até morrer na cruz e ressuscitou dentre os mortos ao terceiro dia. E assim como o Senhor ressuscitou, todo ser humano também ressuscitará. Aqueles que nasceram de novo viverão para sempre em meio às bênçãos eternas, mas todos os outros – aqueles que se recusam a crer no evangelho da água e do Espírito e os que perseguem a Igreja de Deus e se levantam contra ela – serão amaldiçoados por Deus por toda a eternidade. Deus jamais poderia tolerar essas pessoas que perseguem Sua Igreja e se levantam contra ela. Ninguém nesse planeta jamais se levantou contra a Igreja de Deus e prevaleceu.
Eu tenho certeza que você já teve a oportunidade de ver o filme Quo Vadis. O pano de fundo deste filme é o governo do imperador romano Nero e a grande perseguição que ele impôs aos cristãos. No entanto, Nero não foi o único imperador que perseguiu os cristãos, pois muitos outros imperadores romanos também os perseguiram. Quando citamos o credo dos apóstolos, nós dizemos: “Eu creio em Deus Pai Todo Poderoso, Criador dos céus e da terra e em Jesus Cristo, Seu Filho e nosso Senhor que foi concebido pelo Espírito Santo da virgem Maria e sofreu sob o poder de Pôncio Pilatos.” Pilatos, citado aqui no credo dos apóstolos, era o governador geral de Israel, que estava sob o domínio do Império Romano.
Pilatos presidiu o julgamento de Jesus no seu tribunal, e mesmo sabendo que Ele era inocente, deu um veredicto injusto porque temia que os israelitas se rebelassem. Quando o povo de Israel exigiu que Pilatos crucificasse Jesus, ele disse a eles primeiro: “Como é que eu posso crucificá-Lo, já que Ele é inocente?” Então os judeus lhe disseram: “O seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos” (Mateus 27:25). Pilatos então fez o que os israelitas queriam e sentenciou Jesus à morte. Mas o que aconteceu com todos aqueles que perseguiram Jesus e os santos? Todas as gerações futuras dos judeus que perseguiram Jesus foram amaldiçoadas, assim como todos os imperadores romanos que perseguiram os cristãos. Este é um fato histórico que de fato aconteceu à Igreja de Deus.
As pessoas do mundo só se levantam contra a Igreja de Deus por não conhecerem seu poder; mas se elas conhecessem todo o seu poder, elas jamais se levantariam contra ela. Jesus disse a Pedro: “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (Mateus 16:18). Jesus quis dizer com isso que Ele edificaria Sua Igreja sobre a fé de Pedro que era sólida como uma pedra. Pedro confessou ao Senhor: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16), e sua confissão significa que ele cria no Senhor como o Criador do universo. Mas ele também cria que Jesus era Rei, Sumo Sacerdote e Profeta. O Senhor veio a terra com essas três funções. Ele nos salvou de todos os pecados do mundo e completou nossa salvação através da verdade da água e do Espírito. Jesus Cristo é o nosso Salvador, nosso Mestre e nosso Pastor que nos libertou de todos os pecados do mundo. Todos nós cremos que o Senhor é o nosso Salvador, e foi sobre essa fé que Deus edificou Sua Igreja e Seu Reino. Ele disse que edificaria Sua Igreja com a congregação dos que pertencem ao Senhor e anunciaria o evangelho em todo o mundo através da Sua Igreja.
Foi sobre essa fé que a Igreja de Deus foi edificada. Que poder a Igreja de Deus possui então? O poder da Igreja de Deus é muito grande, tanto na terra como no céu, no mundo atual como no vindouro. E todos nós temos que entender isso e crer nisso também. Mas é claro que eu não estou dizendo que nós crentes temos esse poder material, muito menos que devemos buscar isso. A questão aqui é que a Igreja de Deus tem poder para cumprir tudo em todos. O Senhor é o cabeça da Igreja, seu Senhor e Rei, e tem todo o poder. Por isso, Ele abençoa aqueles que seguem a orientação da Igreja de Deus e pune aqueles que não a obedecem.
O que todos vocês têm que entender aqui, sem exceção, é que tudo que a Igreja de Deus liga na terra é ligado no Céu, e tudo que ela desliga na terra é desligado no Céu. Onde mais encontramos esse poder? Em nenhum outro lugar a não ser na Igreja de Deus. O Senhor tinha a igreja de Deus em mente ao falar deste poder. Ele estava falando sobre nós, que seríamos membros da Igreja de Deus pela fé. Mas se nosso coração não estiver na Igreja de Deus e não aceitarmos suas decisões, não lutarmos para cumprir seus objetivos e alcançar suas metas, nós não poderemos receber nenhuma bênção de Deus então.
 
 
Você Tem que Viver pela Fé a Partir de Agora, Já que Reconhece o Poder da Igreja de Deus
 
Você acha que a igreja de Deus é simples? Você pode até achar que ela é simples e fraca, mas seu poder é maior do que qualquer outro. A Igreja de Deus é o corpo de Jesus Cristo. E se você crê no evangelho da água e do Espírito pregado pela Igreja de Deus, coloque seu coração nos seus propósitos e ore junto com ela, pois assim você será abençoado por Deus e será um instrumento da Sua justiça.
No entanto, se você desprezar a Igreja de Deus, seu corpo e sua alma serão amaldiçoados. Mas isso não acontece porque queremos que as pessoas sejam amaldiçoadas. Longe disso, nós queremos que elas se arrependam e sejam salvas dos seus pecados. Mas se elas se recusarem a voltar atrás e continuar se opondo a Deus, elas serão amaldiçoadas por ele. Sendo assim, eu exorto todos vocês a entender bem que tipo de instituição é a Igreja de Deus.
Deus edificou Sua Igreja e Seu Reino sobre aqueles que têm a mesma fé de Pedro. Ele estabeleceu Sua Igreja como a congregação daqueles que são Seus filhos pela fé e os levou a pregar o evangelho através dela. Então, já que somos membros da Igreja de Deus e cremos no evangelho, todos nós temos que fazer a obra de Deus juntos e servir ao Senhor na Sua Igreja. Deus abençoa obreiros como estes. Ele os abençoa ainda mais para que eles dêem muitos frutos. Além disso, Deus também abençoa todo aquele que crê no evangelho com estes obreiros e fazem a obra com eles. Essa é a vontade de Deus.
Você entende agora o que é a Igreja de Deus? O templo de uma igreja não é a Igreja de Deus. E já que nenhum templo em si é a Igreja de Deus, ele não tem importância alguma. O templo é apenas um lugar para se reunir; a Igreja de Deus é onde aqueles que nasceram de novo por crerem no evangelho da água e do Espírito e deixaram este mundo se reúnem para viver com Jesus Cristo obedecendo à vontade de Deus.
A Igreja de Deus é a instituição que compartilha com todo mundo Suas bênçãos. Se você quer receber as bênçãos de Deus, você tem que fazer parte da Igreja de Deus então. A Igreja de Deus também é a instituição que julga este mundo. Tudo que a Igreja de Deus diz que é certo é certo, e tudo que ela diz que é errado é errado.
Os católicos dizem que Pedro foi o primeiro Papa, já que o Senhor disse: “Eu te darei as chaves do reino dos céu” (Mateus 16:19). Mas isso é um grande erro. Pedro era alguém que tinha fé no evangelho da água e do Espírito como você e eu. Ele era um crente no evangelho da água e do Espírito. E ele mesmo confessou ao Senhor: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16). Ele era um servo de Deus que cria de todo coração que o batismo de Jesus purificou todos os seus pecados. Foi justamente por isso que Pedro confessou sua fé no Senhor antes da Sua crucificação e disse a Ele: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mateus 16:16). E foi por causa da confissão de fé de Pedro que o Senhor Jesus disse a ele: “Eu vou edificar Minha Igreja sobre essa pedra, sobre sua fé. Eu te dou as chaves do Reino dos Céus. Essas chaves são suas agora. Mas não é só você que terá as chaves do Reino dos Céus, mas todos que se tornarem Meus discípulos.
Está escrito em Efésios 1:23: “Que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos.” (Efésios 1:23). A Igreja de Deus é o corpo de quem? Ela é o corpo de Jesus Cristo. Você e eu somos o corpo de Jesus Cristo. O que a Igreja de Deus faz com todas as coisas no universo? A Bíblia diz que a Igreja é “a plenitude daquele que enche tudo em todos” (Efésios 1:23). Isso significa que Jesus Cristo enche tudo em todos através de mim e de você. Em outras palavras, é através da Igreja de Deus que Jesus Cristo abençoa a tudo e a todos, levando o homem a nascer de novo e a se tornar filho de Deus para que possa desfrutar da vida eterna. A obra institucional da Igreja não é outra senão proclamar o evangelho da água e do Espírito, anunciar a vontade de Deus, servir ao Seu evangelho e tornar possível que todos sejam abençoados por Deus. E essa obra não pode ser feita por mais ninguém senão por você e por mim; é por isso que nós somos tão gratos ao Senhor.
 
 
Você Já Abriu os Olhos Espirituais do Seu Coração?
 
Está escrito em Efésios 1:11: “Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade.” Nós nos tornamos filhos de Deus segundo a Sua vontade. Deus já havia planejado nossa salvação em Cristo antes da fundação do mundo para que adorássemos a Deus pela Sua glória. O apóstolo Paulo diz que Deus nos fez Seus filhos por Sua livre e espontânea vontade; e Ele quer que entendamos isso. Deus quer que os crentes saibam quem Ele é, como está escrito em Efésios 1:17-19: “Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação. Oro também para que sejam iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos, e qual a suprema grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder.”
O que Paulo está tentando nos ensinar na passagem acima é que o desejo de Deus é que todos nós entendamos como Ele nos salvou, nos libertou pelo Seu absoluto poder, e como são grandes as riquezas da Sua glória. É isso que o apóstolo Paulo está dizendo aos santos da igreja de Éfeso e aos seus servos. Ele também disse que o grande poder de Deus operou em Jesus Cristo quando Ele O ressuscitou dos mortos e O fez sentar à Sua direita. Deus deu todo poder e autoridade ao Seu Filho a fim de que Ele reinasse sobre todas as coisas, e não somente sobre este mundo, mas sobre tudo que viria a existir. Deus deu esse poder e essa autoridade a Jesus Cristo.
Deste modo, o Senhor salvou o homem segundo a vontade de Deus. Jesus Cristo nos salvou e nos tornou filhos de Deus segundo a vontade do Pai. E Ele glorificou a todos nós que cremos em Cristo. É isso que o apóstolo Paulo quer nos ensinar. O Senhor disse que cumpriria tudo em todos, e Ele quer que entendamos isso. Portanto, todos nós temos que entender como fomos salvos de uma forma perfeita e como é grande a nossa salvação.
 
 
Tendo Edificado Sua Igreja, Deus Agora Trabalha com Cada um de Seus Membros
 
Tudo que Deus criou nos céus e na terra obedecem a Ele. E apesar de alguns anjos terem sido desobedientes e também se revoltado contra Ele, Jesus Cristo fez com que tudo viesse a se dobrar diante de Deus Pai, do Filho e do Espírito Santo em submissão a Eles, pois Ele veio a essa terra e nos fez filhos de Deus. E Deus fez de Jesus Cristo o cabeça da Igreja, O colocou sobre todas as coisas e disse que a Igreja é “seu corpo, a plenitude daquele que enche tudo em todos” (Efésios 1:23).
Já que Deus pôs Sua Igreja neste mundo, Ele o governa através dela. Isso significa que Deus nos proveu um lugar onde podemos fazer Sua obra. É isso que Ele nos diz na Bíblia. Deus nos deu Sua Igreja, e ela é o lugar onde Ele chama todos para serem salvos do pecado, se tornarem Seus filhos e estarem com Ele. Ao edifica Sua Igreja e tornar Jesus Cristo o cabeça dela, Deus nos permitiu viver sob a orientação do Senhor.
Assim como a maioria dos países possui um governo local hoje em dia, o império romano também tinha um governo local. Em outras palavras, quando Roma conquistava uma nação, ele estabelecia um órgão administrativo semi-autônomo para que governasse a nação conquistada. Naqueles dias, os cidadãos de Roma gozavam de muitos direitos e privilégios. Na verdade, os cidadãos romanos gozavam de privilégios maravilhosos.
Do mesmo modo, já que nascemos de novo por crermos no evangelho da água e do Espírito, nós fomos selados como filhos de Deus. O Senhor Deus nos chamou do poder das trevas e nos transportou para o Reino do Seu Filho. Em suma, nós nos tornamos cidadãos do Reino de Deus. Deus nos chamou para fazer parte do Seu Reino quando nos tornou Seus filhos. E esta é a Igreja de Deus. Deus fala e opera através da Sua Igreja. É através da Sua Igreja de Deus trabalha. Deus disse que a Igreja é Seu corpo, Ele é o cabeça dela e nós somos seus membros. Melhor dizendo, Jesus Cristo, o cabeça da Igreja, opera através de nós por meio dela, que é o Seu corpo. É assim que o Senhor abençoa tudo em todos. E Deus nos abençoou assim para que participássemos da Sua glória. Já que cremos no evangelho da água e do Espírito, Deus viu a nossa fé, e foi por isso que Ele nos selou como Seus filhos e governa sobre todos nós. Ele reina sobre nós como nosso Rei, governa e trabalha em nossa vida. E já que Ele reina sobre todas as coisas, Ele faz com que todos recebam as bênçãos espirituais que Ele concede por meio de Sua igreja. E foi justamente como este propósito que Deus edificou Sua Igreja.
O que é a Igreja de Deus então? Ela é a congregação dos que foram chamados por Deus para serem libertos e remidos de todos os seus pecados. Deus disse que trabalha através da Sua Igreja, que é o Seu corpo.
Quando lemos 2 Coríntios 6:14-18, nós podemos ver bem que a Igreja de Deus foi dada a nós e a ninguém mais, como está escrito:
“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis. Pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Pois vós sois santuário do Deus vivente, como Deus disse:
Neles habitarei,
E entre eles andarei,
E eu serei o seu Deus
E eles serão o meu povo.
Pelo que saí do meio deles,
Apartai-vos, diz o Senhor.
Não toqueis nada imundo,
E eu vos receberei.
Eu serei para vós Pai,
E vós sereis para mim filhos e filhas,
Diz o Senhor Todo-poderoso.”
O que aconteceria se não houvesse pessoas que nasceram de novo na Igreja de Deus? O Senhor não operaria numa igreja assim; Ele ficaria muito preocupado de operar numa igreja assim e até ofendido. Além disso, a primeira coisa que Deus faz numa situação dessas é tirar os descrentes de Sua Igreja. Foi por isso que Deus tirou muitos descrentes da nossa igreja. Não fomos nós que os expulsamos da Igreja, mas foi o próprio Deus quem fez isso. Como nós que somos crentes poderíamos ter comunhão com os descrentes?
A Igreja de Deus é a congregação do povo privilegiado o qual Deus chamou do poder das trevas e fez deles Seus filhos, pois eles creram que Ele os salvou com o evangelho da água e do Espírito. A Igreja de Deus é o lugar onde Ele realiza Sua obra. Deus abençoou Sua Igreja a fim de que ela desfrutasse de toda a Sua glória e esplendor celestial e reinasse sobre todas as coisas. Deus fez de Jesus Cristo, que cumpriu o evangelho da água e do Espírito, o cabeça da Igreja para que Ele abençoasse todos os Seus filhos através dela.
Ao chamar Seus filhos dentre as pessoas deste mundo e salvá-los do pecado, Deus disse a eles:
“Neles habitarei,
E entre eles andarei,
E eu serei o seu Deus
E eles serão o meu povo” (2 Coríntios 6:16).
Em outras palavras, Deus nos diz aqui: “Eu estarei entre vocês. Vocês deixarão o mundo e serão separados dele. Então, Eu os receberei e serei seu Pai, e vocês serão Meus filhos.” Isso significa que é próprio Deus que edifica Seu Reino e o abençoa pessoalmente operando através dele. Deus também planejou toda a Sua vontade e abençoou todas as coisas através do Seu Reino; e Ele de fato realizou Seu plano.
 
 
Então, os Justos Não Podem Ter Comunhão com os Ímpios
 
Deus diz em 2 Coríntios 6:17-18:
“Pelo que saí do meio deles,
Apartai-vos, diz o Senhor.
Não toqueis nada imundo,
E eu vos receberei.
Eu serei para vós Pai,
E vós sereis para mim filhos e filhas,
Diz o Senhor Todo-poderoso.”
Deus também diz em 2 Coríntios 6:14: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis.” Este versículo deixa bem claro que não devemos nos unir aos descrentes para fazermos a obra de Deus. E Deus continua dizendo em 2 Coríntios 6:14-15: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis. Pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?” Isso quer dizer que somos diferentes de qualquer um neste mundo. Significa que os justos são completamente diferentes dos pecadores. Em outras palavras, os filhos de Deus que receberam a remissão dos seus pecados são totalmente diferentes daqueles que não são filhos de Deus. E por serem diferentes dos descrentes, eles também não devem andar com eles. Afinal de contas, como alguém que foi aprovado por Deus pode andar com alguém que não tem a aprovação celestial? Embora haja muitos cristãos no mundo, nós justos não podemos ter comunhão com eles porque a maioria deles não crê no evangelho da água e do Espírito e, por isso, eles são cristãos pecadores. E apesar de alguns deles entenderem plenamente o evangelho da água e do Espírito, eles não crêem neste evangelho de coração, e por isso não podemos ter comunhão nem fazer a obra com essas pessoas.
Mas por que temos que fazer isso? Para sermos obedientes à vontade de Deus. Se ainda andamos com alguém que não crê no evangelho da água e do Espírito, temos que deixar de fazer isso imediatamente, sair do meio deles, viver apenas pela nossa fé e servir ao Senhor longe deles. Nós temos que fazer isso porque só assim o Senhor nos usará. Sempre que o Senhor faz alguma coisa, Ele usa apenas os nascidos de novo. É por isso que nós não devemos ter comunhão com nenhum descrente. Só aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito é que são escolhidos pelo Senhor. O fato de termos sido salvos ou não crendo no evangelho da água e do Espírito é o padrão pelo qual Deus nos aprova como Sua Igreja, Seu povo e Seus servos. Isso porque o Senhor só trabalha na vida da congregação dos que nasceram de novo.
O que a justiça tem a ver com a injustiça? Como alguém que tem uma vida justa pode ter comunhão com alguém que pratica a injustiça? Como podemos nos unir com alguém que não vive segundo a vontade de Deus? Nós jamais podemos ser como essas pessoas.
É por isso que nos separamos das igrejas do mundo. Foi para que Deus operasse na nossa vida que Sua Igreja se afastou deste mundo e o deixou. A Igreja de Deus segue seu próprio caminho e jamais se alia a qualquer congregação deste mundo. Todos nós que nascemos de novo só nos unimos aos nossos irmãos crentes nascidos de novo para adorar a Deus, ouvir Sua Palavra e adorá-Lo.
E todos os cânticos de louvor que entoamos têm que ser compostos por aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, não importa se a letra ou o ritmo sejam bonitos. O que mais importa é se o hino foi composto por alguém que crê no evangelho da água e do Espírito. É por isso que só cantamos os hinos compostos por nossos irmãos que nasceram de novo e crêem no evangelho da água e do Espírito. Alguns de vocês devem pensar que eu tirei da nossa igreja tudo que diz respeito às outras igrejas do mundo porque eu sou muito teimoso, mas não é bem assim. Isso tinha que ser feito, pois é imprescindível que nos separemos de tudo que há nas igrejas dos pecadores.
A Igreja é o corpo de Cristo assim como está escrito na Bíblia. Jesus é seu cabeça e nós somos Seu corpo. Então, nós somos orientados e governados por Ele. E também somos Seu povo e estamos todos ligados a Ele. É por isso que a Igreja de Deus tem que se separar do mundo. Ela tem que se separar de todas as igrejas do mundo para que Deus habite em nós e o Espírito Santo trabalhe em nossa vida. E nós temos que fazer isso para obedecermos à Palavra de Deus. Só então o Senhor trabalhará em nós e através da Sua Igreja. E é justamente quando nós nos separamos do mundo que o Senhor trabalha em nossa vida e continua fazendo isso dia após dia.
 
 
A Igreja de Deus Tem que Ser um Lugar Onde o Espírito Possa Operar
 
Os tolos consideram a Igreja de Deus muito simples por causa da sua ignorância e acham que todos podem ser pastores nela. Mas a realidade é muito diferente. Nem todos podem ser pastores na Igreja de Deus. Você pode até achar que se existe um local onde as pessoas se reúnem para adorar a Deus, louvá-Lo, pregar sermões e orar, é uma igreja; pode até ser, mas não a Igreja de Deus. Para sermos uma Igreja de Deus, a primeira exigência é que sejamos uma congregação de santos que foram salvos dos seus pecados segundo a vontade de Deus, e seu líder tem que ser alguém aprovado por Ele. E não apenas um servo de Deus é indispensável para isso, mas também é preciso que haja filhos de Deus redimidos. O lugar onde as pessoas se reúnem para estudar a Palavra de Deus, pregá-la, orar a Ele, seguir a Jesus Cristo e viver pela fé de acordo com a vontade de Deus – esta é a Igreja de Deus. E é através de uma igreja como essa que Deus opera e cumpre Sua vontade. Esta é a Igreja de Deus.
Nossa igreja é assim, e nós fazemos cultos de adoração e de oração com nossos irmãos nascidos de novo, louvamos ao Senhor e trabalhamos juntos para servi-Lo. Esta é a Igreja de Deus. A Igreja de Deus é a congregação dos que receberam a remissão dos seus pecados segundo a vontade de Deus – isto é, é a congregação daqueles que receberam a remissão de pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito, daqueles que entendem a vontade de Deus e vivem pela fé. Nenhuma outra além desta é a Igreja de Deus. Só porque um prédio tem uma cruz na frente isso não significa que ele é uma igreja. Um lugar assim não é o Reino de Deus nem seus membros povo de Deus. Para ser bem direto, isso não passa de uma instituição religiosa, um lugar onde pecadores se reúnem para buscar seus próprios interesses segundo as habilidades e recursos humanos que eles possuem; um lugar onde a vontade humana e as boas obras são incentivadas como um meio para se alcançar a salvação.
Deus edificou pessoalmente Sua Igreja através dos Seus servos redimidos. E ao nos fazer Seus filhos, o desejo de Deus era que entendêssemos toda a revelação do Céu. Já que somos filhos de Deus, Ele quer que todos nós tenhamos o verdadeiro conhecimento de Jesus Cristo, toda sabedoria e entendimento de tudo que se diz respeito a Ele. Deus quer que entendamos como Ele trabalha na nossa vida através de Jesus Cristo e como é grande o Seu poder. Então, já que cremos nesse Deus, temos que deixar o mundo e nos separar dele, servir ao evangelho da verdade, seguir ao Senhor, defender nossa fé e guardar a pura verdade do evangelho para que o Senhor possa trabalhar em nossa vida. Nós temos que pregar este evangelho exatamente como ele é, crer nele na sua forma mais simples e defender sua integridade. Aí então, o Senhor trabalhará em nossa vida e se tornará nosso cabeça para nos guiar e governar. É por isso que a Igreja é tão importante e indispensável para todos nós.
O que é a Igreja de Deus? Em poucas palavras, ela é o Reino de Deus. Tem uma parte da oração do Senhor que diz: “Venha o teu reino.” Isso quer dizer que o Senhor já veio e agora trabalha na Igreja de Deus. O Senhor trabalha no nosso coração através da Igreja de Deus; e Ele interfere e trabalha em tudo que a Igreja faz. Reunidos em Sua igreja, os santos fazem a obra para agradar o Senhor e confiam totalmente Nele; e são estes santos que Deus protege e abençoa.
Por outro lado, o Senhor retira de Sua Igreja aqueles que não nasceram de novo e não têm um só coração com Ele. Mas por que Ele faz isso? Ele fez isso para que possamos dar mais frutos. E Deus realmente faz tudo isso em Sua Igreja. De fato, Ele não apenas nos salva, mas também nos reúne e faz de nós membros da Igreja. Ele nos tirou do mundo e nos reuniu. Deste modo, Ele se tornou nosso cabeça e nosso Rei, e nós, por nossa vez, nos tornamos Seu corpo e Seus servos. Através da Igreja, Deus nos leva a pregar o evangelho a todo mundo e faz com que todos nós sejamos abençoados. Portanto, todos nós temos que entender muito bem qual é função da Igreja e seu chamado enquanto vivermos nessa terra.
É através da Sua Igreja que Deus abençoa a todos nessa terra. É através dela que Ele abençoa Seus obreiros, Seu povo e a todos. Deus disse que “é seu corpo [a Igreja], a plenitude daquele que enche tudo em todos” (Efésios 1:23). Ele deixou bem claro que Ele trabalha mesmo através da Sua Igreja. Deus trabalha através da Sua Igreja, através de nós que fazemos parte dela. O que você tem que entender muito bem aqui é que Deus nunca trabalha através daqueles que não nasceram de novo. É somente através da Sua Igreja que Ele nos revela e nos mostra o que Ele fez por nós, e o que ainda fará no futuro. Ele nunca trabalha através de alguém que não nasceu de novo, somente através daqueles que têm seus olhos Nele, isto é, daqueles que nasceram de novo por meio do evangelho da água e do Espírito. Algumas pessoas não tiram os olhos de Deus, por mais que aos olhos humanos isso não pareça certo. Mas é justamente através dessas pessoas que Deus trabalha.
Qual foi a primeira coisa que Deus fez para edificar Sua Igreja? Ele nos fez Seus filhos. É algo totalmente indispensável entendermos isso muito bem. A Igreja não surgiu antes dos filhos de Deus, ao contrário, primeiro Deus fez de nós Seus filhos e depois nos reuniu e edificou Sua Igreja, Seu Reino. Os testemunhas de Jeová, um dos grupos religiosos deste mundo, dizem que somente eles fazem parte do Reino de Jeová, mas o verdadeiro Reino do Senhor Deus está bem aqui, o lugar onde os crentes espirituais nascidos de novo cujo coração não tem pecado se reúnem. E todo lugar que eles se reúnem para pregar o evangelho da água e do Espírito que apagou todos os seus pecados, este é o verdadeiro Reino de Jeová. Em suma, Deus mesmo edificou Sua Igreja como Seu Reino. E essa Igreja que foi edificada por Ele não é outra senão Seu Reino. Na verdade, onde quer que os salvos se reúnam, seja na Coréia ou outro lugar qualquer do mundo, este é o próprio Reino de Deus. Por essa razão, quando unimos nosso coração à Igreja, o unimos a Deus também, e quando unimos nosso coração aos Seus servos é que nos tornamos um só com o próprio Deus.
Amados irmãos, já que todos nós amamos o evangelho da água e do Espírito e dedicamos toda a nossa vida a ele, nada mais justo que unirmos nosso coração para ajudarmos uns aos outros. E o correto é vivermos assim, pois somos uma família e o corpo de Jesus Cristo. Deus nos salvou antes de edificar Sua Igreja, que é Seu Reino nessa terra. Ele nos salvou antes de todo mundo com o evangelho da água e do Espírito.
Nós cremos nessa verdade sem duvidar e agradecemos muito a Deus por nos ter feito Seu próprio povo. Nós também cremos que até agora Deus nos protege e nos ajuda para que cumpramos fielmente toda tarefa que o Senhor nos confiou. Eu sou grato a Deus por ter dado Sua Igreja a todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. Aleluia!