The New Life Mission

Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 1-2] (João 1:1-8) A Fé que Crê Somente na Palavra de Deus

(João 1:1-8)
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por meio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram sobre ela. Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio como testemunha para testificar a respeito da luz, a fim de que todos cressem por meio dele. Ele não era a luz, mas veio para testificar da luz.”
 
 
Está escrito em João 1:18, “Ninguém nunca viu a Deus, mas o Deus unigênito, que está ao lado do Pai, é quem o revelou.” Jesus que estava ao lado do Pai veio a este mundo encarnado como homem para nos salvar dos nossos pecados. Nenhum ser humano jamais viu a Deus com seus olhos carnais. No entanto, Deus apareceu e se revelou a nós através do Seu Filho. Deus Filho veio a essa terra como um ser humano e se revelou como o Filho de Deus a fim de ser visto por todos.
O Senhor nos disse: “Em nenhum outro há salvação, pois também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12). Deus está dizendo que nenhum outro nome pode nos salvar dos pecados do mundo senão o nome de Jesus, que Deus deu ao Seu Filho. Jesus Cristo é o único na terra que leva o nome daquele que pode salvar todos os pecadores? Sim, é verdade. Jesus Cristo é o salvador da humanidade, e Ele viveu nessa terra por 33 anos para salvá-la de todos os seus pecados. Ninguém além de Jesus tem o poder para ser o Salvador que pode salvar o homem dos seus pecados.
Hoje em dia há pessoas neste mundo que fingem ser o Salvador. Não tem algo de errado na cabeça dessa gente? Não pode haver outro Salvador neste mundo a não ser Jesus. Só Jesus é o verdadeiro Salvador da humanidade, porque Ele é o único que levou os nossos pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, purificando assim todos os pecados da humanidade. Só Jesus levou nossos pecados e derramou Seu sangue na Cruz para ser condenado pelos nossos pecados, e foi vitorioso ao ressuscitar dos mortos. Por isso, todos que dizem ser o Salvador, além de Jesus, são mentirosos. A Bíblia afirma que Jesus é o único Salvador, mas há uns líderes loucos de algumas seitas religiosas que dizem ser o salvador. Um deles disse que já leu a Bíblia mais de 3000 vezes. Quando eu o ouvi dizer isso ele já estava chegando aos 50. E as pessoas lideradas por ele disseram que ele leu a Bíblia 3000 mil vezes nos 10 anos após ele ter se convertido a Jesus. Mas se ele leu a Bíblia 3000 mil vezes em 10 anos, isso significa então que ele a leu 300 vezes ao ano, já que um ano tem 356 dias. Isso quer dizer também que ele teve que ler a Bíblia toda praticamente uma vez por dia. Esses falsos profetas estão enganando as pessoas afirmando que fazem coisas impossíveis.
Não devemos nunca ser enganados por essas pessoas. Está escrito que muitos aparecerão nos últimos dias dizendo ser o Cristo e enganarão a muitos (Mateus 24:5). Eu sei que aqueles que dizem ser o salvador são até atraentes fisicamente, e eles dizem que podem até fazer descer fogo do céu e operar sinais e maravilhas por causa da sua fé. Segundo eles, há outro salvador além de Jesus. Todavia, não há outro verdadeiro Salvador a não ser Jesus.
João Batista e Jesus trabalharam juntos para realizar a salvação da humanidade cumprindo a justiça de Deus. João Batista então foi outro salvador? Não, não foi. João Batista só fez o papel de assistente de Jesus quando Este levou todos os pecados do mundo. Jesus veio a essa terra e levou todos os pecados da humanidade de uma vez por todas quando João O batizou. Jesus levou os pecados do mundo ao ser batizado por João, e com Seu precioso sangue derramado na Cruz Ele completou o evangelho da água e do Espírito.
Aqueles que crêem apenas no sangue de Jesus dizem que João Batista fracassou. Eles afirmam que João foi tão radical que as autoridades daqueles dias não puderam tolerá-lo. No entanto, eles não entendem a missão principal de João Batista. Eles ensinam esse grande absurdo por causa da sua ignorância em relação às Escrituras.
Por isso, temos que conhecer a missão de João Batista de modo correto. Só então poderemos compreender a Verdade do evangelho da água e do Espírito. A Bíblia toda é a Palavra de Deus que revela a Verdade de que Jesus salvou o homem do pecado ao ser batizado por João e depois crucificado. Quem são as pessoas que tem a fé correta? Aqueles que crêem que Jesus Cristo veio pela água e pelo sangue. A fé que crê no evangelho da água e do Espírito é a fé correta.
João 1:1 afirma: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”. Deus é o Verbo que no começo criou o universo e tudo que nele há. Foi também Jesus Cristo que criou o universo quando o mundo foi criado, porque em Sua essência Ele também é Deus. Jesus é Deus e o Filho de Deus na Trindade – que são o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Esse Deus Triuno possui três Pessoas distintas, mas para nós eles são um só Deus.
Está escrito em Gênesis que Jesus criou este mundo. E está escrito no evangelho de João que Jesus é o Deus que nos salvou dos pecados deste mundo. Jesus é o Deus que veio a essa terra encarnado como um homem e nos salvou dos pecados do mundo de uma vez por todas.
Está escrito em João 1:4: “Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens”. “A luz dos homens” aqui se refere à posição de Jesus e à Sua missão pela qual Deus nos salvou dos pecados do mundo. E a “luz da vida” se refere ao amor de Jesus que salvou o homem do pecado. Todas as criaturas foram condenadas a morrer por causa dos seus pecados, mas o Senhor veio a essa terra e deu uma nova vida às pessoas que creram Nele. Deus enviou Jesus, que foi batizado por João Batista, e então derramou Seu sangue e ressuscitou dos mortos. O Senhor é o Salvador que nos deu uma nova vida. Jesus é a luz da salvação de todas as pessoas. Nosso Senhor é a luz da salvação. Ele veio a essa terra e levou os pecados deste mundo de uma vez por todas ao ser batizado. Só então Ele foi condenado em nosso lugar por causa dos nossos pecados e ressuscitou dos mortos pela justiça de Deus, eliminando todos os pecados de uma só vez. “E a vida era a luz dos homens”. Nosso Senhor nos salvou de todos os pecados nos dando Sua vida pela água e pelo sangue. Jesus se tornou a verdadeira vida para nós, e cumpriu a justiça de Deus ao ser batizado por João e derramar Seu sangue.
 
 
Jesus Se Apresentou Como o Pão da Vida
 
Jesus revelou a vontade do Pai: “Pois a vontade do meu Pai é que todo aquele que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia” (João 6:40).
Depois que Jesus operou o milagre da multiplicação com cinco pães e dois peixinhos no deserto e alimentou todos que ali estavam, Ele disse que era o pão da vida que havia descido do céu (João 6:32-35). Havia muito pão na terra, mas somente Um que havia descido do céu. Ele nos disse que o verdadeiro pão da vida ou o pão vivo era Jesus Cristo. Para que seus pecados sejam apagados, tudo que vocês têm a fazer é comer o pão da vida. Nós temos que crer em Jesus que é o pão que purifica os nossos pecados, o verdadeiro pão que nos faz herdar a vida eterna: “Aqueles que comerem a carne de Jesus receberão a remissão de pecados e a vida eterna”.
O que o Senhor quis foi eliminar os pecados das pessoas ao vir a essa terra, e por isso Ele se fez homem. Jesus quis dar Sua carne e Seu sangue a todas as pessoas na terra para salvar sua alma que estava morta para Deus por causa do pecado. Jesus veio a essa terra por livre e espontânea vontade no corpo de um homem e nos deu o evangelho da água e do Espírito a fim de que todo mundo recebesse uma nova vida, a vida eterna e a remissão de pecados.
Jesus era Deus em Sua essência. E foi justamente nosso Senhor Jesus que fez as árvores das montanhas, a relva, o sol brilhar no céu, a enorme Via Láctea, os oceanos, todos os animais, você e eu. Eu estou afirmando que nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus, veio como o Salvador. Deus criou o homem à Sua imagem, mas já que as pessoas pecaram o próprio Deus teve que nascer nessa terra encarnado como um homem através da virgem Maria, deixando Seu trono de glória para tirar os pecados dessas pessoas. O Senhor veio a essa terra por Sua própria vontade e permitiu que essas pessoas recebessem a remissão de pecados e a vida eterna dando a elas o Seu corpo e o Seu sangue.
Meus amados irmãos, vamos analisar porque Jesus nos deu Seu corpo e Seu sangue. O Senhor disse: “Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente comida, e o meu sangue é verdadeiramente bebida” (João 6:45-55). Vamos ver o que Jesus quis dizer nesta passagem.
Mas primeiro vamos analisar bem João 6:52-57. “Então os judeus começaram a discutir entre si: Como nos pode dar este homem a sua carne a comer? Jesus lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente comida, e o meu sangue é verdadeiramente bebida. Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim também quem de mim se alimenta, viverá por mim”.
O que Jesus deu a toda a humanidade para salvá-la do seu pecado e lhe permitir viver? Primeiro, Jesus deu Sua carne para salvar as pessoas do pecado. E isso significa que Jesus nos deu Seu próprio corpo. Segundo, Jesus também nos deu Seu sangue. Portanto, se comermos a carne e bebermos o sangue do Senhor, nós permaneceremos Nele, mas se não comermos sua carne nem bebermos o Seu sangue, nós não permaneceremos Nele. Vocês estão entendendo o que eu estou dizendo aqui?
Nosso Senhor veio a essa terra em carne. Por isso Ele nos deu Sua carne para nos salvar e a toda a humanidade. O que significa Ele ter dado Sua carne? Ele deu mesmo Sua carne cortando um pedaço do Seu corpo? Na última ceia, Jesus tomou o pão, o abençoou, o partiu e disse: “Tomai, comei; isto é o meu corpo”.
Vamos ler Mateus 26:26: “Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, abençoando-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai, comei; isto é o meu corpo”. O Senhor abençoou o pão e disse: “Tomai, comei; isto é o meu corpo”. Nosso Senhor instituiu a Santa Ceia pela Sua Palavra, e nós a celebramos até hoje em memória do Seu sacrifício pela nossa salvação. O Senhor tomou o pão, o abençoou, o partiu e o deu aos discípulos, dizendo: “Tomai, comei; isto é o meu corpo”. Ele nos salvou ao nos dar Sua carne, e nos fez receber a vida eterna ao nos dar Seu sangue. Meus amados irmãos, vocês estão entendendo? Quando nosso Senhor celebrou a primeira Santa Ceia, Ele não disse apenas: “Tomai, bebei; este é o meu sangue”, mas Ele também disse: “Tomai, comei; isto é o meu corpo”.
Quando nosso Senhor veio nos salvar do pecado, Ele veio em carne, no corpo de um homem. Se o Senhor não tivesse vindo a essa terra em carne, Ele não poderia salvar a nós, seres humanos. Nosso Senhor teve que vir em carne para nos salvar, isto é, com um corpo igual ao nosso. Onde está nossa vida? No sangue (Levítico 17:11). E por onde cometemos pecado? Nós pecamos através do corpo. Nós também pecamos com a mente junto com nosso corpo a vida inteira. Por isso, nosso Senhor teve que vir a este mundo encarnado como um homem para acabar com todos os pecados cometidos pelo homem. Foi por isso que Ele nos deu Sua carne, e também para levar todos os pecados do mundo sobre Seu corpo ao ser batizado por João Batista, o representante de toda a humanidade.
Jesus também nos deu Seu sangue. O Senhor nos deu a vida eterna e realizou a remissão de pecados nos dando Sua carne e Seu sangue. Nosso Senhor nos salvou levando todos os nossos pecados sobre Seu corpo. Foi por isso que nosso Senhor disse: “Tomai, comei; isto é o meu corpo”.
O que Jesus teve que fazer para nos salvar de todos os pecados? Primeiro, Jesus teve que nos dar Sua carne. Nós só podemos receber a salvação quando Jesus nos dá Sua carne. Se o Senhor não tivesse nos dado Sua carne, nós não poderíamos ser salvos. Então, nosso Senhor veio a essa terra encarnado no corpo de um homem para nos salvar, e nos deu Sua carne ao ser batizado no rio Jordão quando tinha 30 anos.
Jesus é o Salvador que veio a essa terra num corpo como o nosso.
Está escrito em João capítulo 1 versículo14: “O Verbo se fez carne, e habitou entre nós. Vimos a sua glória, a glória como do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade”.
O que significa “graça e verdade” aqui? Significa que Jesus se tornou nosso Salvador nos dando Sua carne e Seu sangue; que Ele nos deu a remissão de pecados ao ser batizado por João, morrendo na Cruz e ressuscitando dos mortos. O que temos que entender é que o Filho de Deus veio a essa terra encarnado como um homem segundo as profecias do Antigo Testamento. Isto é, o Filho de Deus veio a essa terra e nos salvou dos pecados do mundo. É muito importante que nós saibamos e creiamos nisso.
Você tem que entender que Jesus é Deus, Aquele que criou os céus e a terra. Você sabe que Jesus Cristo é nosso Deus e Salvador? Nossa salvação está garantida contanto que saibamos e creiamos que Jesus é o verdadeiro Deus e o nosso Salvador. Jesus não apenas criou os céus e a terra com Sua Palavra, mas Ele também veio a essa terra encarnado como um homem (Gênesis 1:1-2; João 1:1-14). Deus veio a nós como um Homem através de uma virgem chamada Maria para nos salvar do pecado. Jesus é o verdadeiro Deus do universo que veio para nos salvar dos pecados do mundo se fazendo homem.
O Senhor se humilhou para nos salvar do pecado e experimentou a fraqueza do homem. Ele sabe como nós somos fracos e maus, e como Satanás é astuto. Nós até acharíamos ótimo se o Senhor tivesse repreendido Satanás de uma vez com Seu poder e autoridade. Mas o Senhor não fez isso. O homem caiu em pecado por ter sido tentado pelo diabo, mas a vontade do Senhor foi salvar o homem da maneira correta com Sua justiça. Deste modo, Ele levou todos os nossos pecados sobre Seu corpo ao ser batizado por João Batista, e depois suportou toda a condenação por causa desses pecados de uma vez por todas ao derramar Seu sangue na Cruz. Este é o amor de Deus, a Sua Verdade e a Sua justiça. Se nós cremos no evangelho da água e do Espírito, podemos seguir a brilhante luz da Verdade, porque o Senhor nos amou tanto que nos salvou do pecado de modo adequado e completo com a lei da Sua justiça.
Nós não O adoramos só por causa do Seu poder. Nós não podemos adorá-Lo só por causa do Seu poder. Ele não mentiu para nós, e também não usou todo o Seu poder divino. Ao contrário, Ele se tornou uma criatura de carne e osso, e nos salvou do pecado e do juízo ao satisfazer totalmente a Lei que declara que o salário do pecado é a morte. Os seres humanos estavam condenados a morrer, a ir para o inferno, e a sofrer por causa dos seus pecados, mas Jesus levou todo o nosso pecado e foi condenado em nosso lugar por se compadecer da nossa situação. Jesus salvou a humanidade de forma justa vencendo a morte e sofrendo por todos os seres humanos para salvá-los. Esta é a graça gloriosa de Deus. O motivo pelo qual chamamos Jesus de Deus e cremos Nele como Deus é porque Ele criou os céus e a terra, além Dele ser o nosso Salvador. É por isso que nós também adoramos a Jesus.
Nos tempos do Antigo Testamento, Deus instituiu a Lei da expiação: se um pecador impusesse as mãos sobre o sacrifício, dizendo: “Deus, eu cometi um assassinato hoje, e também cometi adultério”, seus pecados seriam passados para ele. Deste modo, Deus instituiu essa lei para que os pecados fossem passados para o sacrifício impondo suas mãos sobre ele e confessando-os a Deus. Deus então aceitava o sacrifício no lugar do pecador, julgava o sacrifício ao invés do pecador, e lhe concedia a remissão de pecados. A oferta queimada no Antigo Testamento era a promessa de que Deus daria a eterna remissão de pecados daquela maneira no futuro.
O altar de ofertas queimadas ficava no átrio do Tabernáculo, o lugar onde Deus recebia a oferta queimada do animal do sacrifício. A lei de Deus afirma que “o salário do pecado é a morte”. Aqueles que pecavam tinham que pagar o preço devido pelo seu pecado, pagar com sua própria vida. Por isso que eles tinham que oferecer no lugar deles o sangue do animal do sacrifício para escapar do juízo de Deus.
Assim como os pecadores do Antigo Testamento podiam receber a remissão dos pecados impondo as mãos sobre o sacrifício e oferecendo a Deus o cheiro suave das ofertas queimadas sobre o altar, o homem também pôde receber a remissão de pecados crendo em Jesus Cristo que veio a essa terra como o Cordeiro de Deus, foi batizado por João Batista e derramou Seu sangue até a morte na Cruz. Este é o próprio evangelho da água e do Espírito que nos torna sem pecados quando cremos nele de todo o coração. Se nós não crermos no evangelho da água e do Espírito seremos condenados porque não poderemos receber a remissão de pecados, mas se crermos nele, nós iremos para o céu com certeza. Aqueles que já foram perdoados dos seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito poderão entrar no Reino dos Céus.
Deus instituiu o sistema sacrificial para salvar o homem, e prometeu nos salvar se crêssemos Nele segundo Sua promessa. Meus amados irmãos, esta é a promessa de Deus. Quando eu digo para buscarmos a luz isso não quer dizer que nós devemos buscar uma luz brilhante como uma miragem. Nós temos que seguir a Luz da Verdade em nosso coração.
A razão pela qual Jesus foi batizado no Jordão foi para salvar o homem por completo levando todos os nossos pecados pela Sua graça e para realizar toda a salvação. Nós temos que ser gratos a Deus por Ele ter vindo no corpo carnal e ter sido batizado para dar à humanidade esse grande presente.
Ao passo que você for lendo este livro você entenderá de fato quem é Jesus Cristo, receberá a remissão de pecados e a vida eterna por passar a conhecer o evangelho da água e do Espírito.