The New Life Mission

Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 1-5] (João 1:15-18) O Amor de Deus Revelado em Jesus, Seu Único Filho

(João 1:15-18)
“João testifica a respeito dele, e exclama: Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim tem a primazia porque foi primeiro do que eu. Da sua plenitude todos nós recebemos graça sobre graça. Pois a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém nunca viu a Deus, mas o Deus unigênito, que está ao lado do Pai, é quem o revelou.”
 
 
Na passagem bíblica acima, nós podemos ver que foi João Batista que batizou Jesus, e o apóstolo João que escreveu o evangelho está testificando de Jesus para nós, que Ele se tornou nosso Senhor e Salvador: “João testifica a respeito dele, e exclama: Este é aquele de quem eu disse: O que vem depois de mim tem a primazia porque foi primeiro do que eu” (João 1:15). João Batista deu testemunho de Jesus, dizendo: “Quando Ele vier julgará o mundo com fogo e o livrará com água”. O apóstolo João testificou de Jesus, dizendo: “Da sua plenitude todos nós recebemos graça sobre graça. Pois a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo” (João 1:16-17). E ele continuou dizendo: “Ninguém nunca viu a Deus, mas o Deus unigênito, que está ao lado do Pai, é quem o revelou” (João 1:18). Não existe ninguém entre nós que tenha visto a Deus com seus próprios olhos. Contudo, nós podemos vê-Lo através do Filho unigênito de Deus que está ao lado do Pai. Isso quer dizer que só Jesus que está ao lado do Pai nos revelou como Deus é.
De fato, nós nunca vimos a Deus com nossos próprios olhos. E também não podemos dizer que conhecemos a Deus de nenhuma outra maneira. Como é possível então nós termos um encontro com Deus e crer Nele? Através do batismo que Jesus Cristo recebeu e do Seu sangue derramado na Cruz é que sabemos que Ele, o Filho de Deus, é o verdadeiro Salvador.
 
 
Você Já Recebeu o Amor de Deus?
 
Nós sempre esperamos ansiosos pelo Natal quando chega dezembro. Neste dia, nós relembramos a vinda do unigênito de Deus a este mundo. O apóstolo João e João Batista sabiam que o unigênito de Deus, Jesus, era o verdadeiro Salvador e eles revelaram isso a nós. Eles tentaram fazer com que soubéssemos que Jesus estava entre nós. Nós sabemos que Jesus é o Deus de amor. Que tipo de pessoa era este Jesus Cristo que se revelou a nós? Nós sabemos que Ele é o Filho de Deus que nos livrou de todos os nossos pecados, e que Ele é o verdadeiro Deus que nos amou. Ele é o nosso verdadeiro Salvador, Aquele que nos livrou dos nossos pecados.
Deus amou de fato a todos nós, e não apenas por palavras. Ele mesmo nos mostrou o Seu amor nos livrando realmente de todos os nossos pecados. E já que Jesus é o Deus de amor e da justiça, Ele se revelou a nós e nos libertou de todos os nossos pecados com seu próprio amor e sacrifício, porque todos os pecados tinham que ser julgados e reputados a alguém. Este foi o amor absoluto de Deus por nós. Esse amor de Deus nos foi revelado por meio do Seu único Filho, Jesus Cristo.
A Verdade fundamental das Escrituras é que Deus amou o mundo de tal maneira que deu Seu único Filho para nos livrar de todos os nossos pecados. Se procurarmos ver como Deus revelou Seu amor a nós, veremos que foi assim: “Por Deus ter nos amado tanto, Ele enviou Seu Filho a este mundo para nos livrar de todos os nossos pecados de uma só vez através do Seu batismo e do Seu sangue derramado, e depois fez dos crentes Seus próprios filhos”. Assim, Deus nos revelou que Ele é como Seu Filho Jesus Cristo. Jesus entregou Sua vida completamente por nós para que recebêssemos a salvação através da Verdade e fôssemos livres da condenação. Deus revelou Seu amor a nós por meio de tudo isso.
Na verdade, Deus nos ensina que Seu amor não pode ser comparado com nada neste mundo. Nós agora podemos sentir o amor de Deus através do evangelho da água e do Espírito. Às vezes os pais entregam sua vida pelos seus filhos, os patriotas pela nação e os amigos por seus amigos. Quando uma pessoa entrega sua vida pelo seu país, ela faz isso por uma grande causa.
Entretanto, isso não é comparado ao que Deus fez por nós para nos libertar de todos os nossos pecados e nos dar a vida eterna. Mesmo que uma pessoa dê a vida por um amigo, ela faz isso somente por causa da sua amizade, e isso não chega nem perto do amor de Deus. Às vezes as pessoas entregam sua vida por aqueles que amam. Mas embora elas entreguem sua vida porque não conseguem controlar suas emoções, ainda assim isso não pode ser comparado com o amor de Deus. Todas essas pessoas estão revelando no máximo só uma mínima porção do amor de Deus.
Porém, o amor de Deus é especial. O Filho único de Deus nos revelou a Sua natureza e nós não podemos entender a profundidade deste amor que O levou a se sacrificar por nós. Para dar uma nova vida aos pecadores, Jesus foi destinado a dar a Sua vida por nós. O amor do Senhor O fez entregar a sua vida por nós para que revivêssemos e tivéssemos a vida eterna. Como é que nós podemos falar do amor de Deus comparando-o com a maneira que as pessoas amam?
Cada nação tem seus patriotas que sacrificaram sua vida por seu país. Mas por que Jesus sacrificou a si mesmo? Para libertar toda a humanidade do pecado e da iniqüidade. Ele se sacrificou para dar uma nova vida a nós seres humanos, porque estávamos sendo destruídos e morrendo por causa dos nossos pecados. Porque Jesus nos amou, Ele nos deu o evangelho da água e do Espírito para que pudéssemos ter uma nova vida. Jesus Cristo nos vestiu de honra e glória ao nos tornar filhos de Deus, e ao nos dar poder e autoridade para reinar sobre todas as coisas. Além disso, Ele nos permitiu viver felizes por toda a eternidade. E para fazer isso, Ele revelou o Seu amor a nós. A razão pela qual Jesus Cristo se sacrificou foi para demonstrar o amor de Deus por nós.
Toda criatura neste mundo tem vida em si mesmo. Mas o Filho de Deus veio para dar a verdadeira vida a essas criaturas. O motivo Dele ter nascido e se tornado humano é diferente do nosso. Jesus o Filho único de Deus nasceu e viveu neste mundo para nos mostrar que tipo de ser Deus era. Jesus realizou as obras da justiça com Seu batismo e com Seu sangue derramado na Cruz para cumprir Sua razão de existir neste mundo. Nosso Senhor nos mostrou o Seu amor, e nós conhecemos e cremos nesse amor.
A Bíblia diz que Deus amou o mundo de tal maneira que nos deu Seu Filho unigênito. Ao longo dos seus 33 anos de vida neste mundo, Jesus percebeu que muitas pessoas tinham uma vida muito sofrida por causa das suas enfermidades e da morte, e que Seu povo sofria porque havia perdido sua terra. Por causa dos seus pecados, essas pessoas não tinham como deixar de enfrentar a condenação, a destruição, e perder a única vida que tinham. Antes de Jesus Cristo vir a este mundo, não havia ninguém que pudesse evitar o fogo do inferno, o lugar onde todos se tornariam escravos de Satanás e sofreriam toda a eternidade por não terem recebido a remissão de pecados.
Mas Jesus teve misericórdia de todos nós. E Foi por isso que em Seu próprio corpo Ele recebeu o batismo, pelo qual todos os pecados da humanidade foram transferidos para Ele, e derramou Seu próprio sangue na Cruz para que pudéssemos ter uma nova vida. Para fazer com que vivêssemos para sempre por meio da salvação de todos os nossos pecados, nosso Senhor se sacrificou e suportou toda dor e sofrimento. Este foi o amor que Deus nos deu a fim de nos livrar de todos os pecados do mundo, da morte e da condenação. O evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor é o amor de Deus que nos permite viver por toda eternidade por termos recebido uma nova vida. A Verdade foi um presente que o amor de Deus nos deu. Agora quando nos perguntam quem é Deus, nós podemos responder pela fé que Ele é Aquele que se sacrificou para que tivéssemos uma nova vida.
 
 
Existe Alguém entre Vocês que Tenha Visto a Deus Nitidamente?
 
Houve pessoas que viram o sacrifício de Jesus. Elas deram testemunho disso para nos livrar de todos os nossos pecados, que Jesus levou todos os pecados do homem com Seu batismo, entregou Seu corpo para ser crucificado, derramou Seu sangue e ressuscitou dos mortos. Através de tudo isso nós podemos crer e entender como Deus amou você e a mim.
Eu também creio no evangelho da água e do Espírito, mas não é fácil explicar o amor de Deus com palavras. O amor de Deus é grandioso demais para ser entendido. Mesmo assim eu posso desfrutar do amor de Deus através do evangelho da água e do Espírito. E obviamente eu sou muito grato pelo amor de Deus que veio pelo evangelho da água e do Espírito. Eu creio que Jesus purificou todos os nossos pecados e que Ele nos deu o dom da vida eterna, glória e honra. Eu também creio que Ele nos deu Sua própria vida. Mas a verdade é que nós ainda não podemos sentir e conhecer profundamente o amor do nosso Senhor, mesmo crendo nele. Isso porque ainda não amamos alguém até morrermos por ele. Nós nunca entregamos nossa vida por alguém para que essa pessoa pudesse ter uma nova vida e viver para sempre. Por essa razão, eu também não tenho conhecimento e habilidade para sentir o amor de Deus em toda a sua profundidade. Mas eu também creio que o amor de Deus é indescritivelmente grande. Por isso que eu creio firmemente nisso em meu coração. A verdade para mim, para vocês, e para todos neste mundo é que todos nós recebemos o amor para a salvação. E o Filho único de Deus nos mostrou quem é Deus. Por isso é que fomos libertos de todos os nossos pecados. Eu creio muito nisso. E tenho certeza que você crê também.
Nós sempre nos encolhemos quando está frio. Mas isso não significa que nosso coração se encolhe também. Embora não sejamos perfeitos em nossos atos, em nossa compaixão nós queremos compartilhar o amor de Deus com as almas perdidas. Embora não possamos amar a humanidade com perfeição como Jesus, ainda assim queremos ser instrumentos que doam o amor de Deus. Embora encolhamos nosso corpo quando está frio, nosso coração se aquece quando pensamos no grandioso amor de Deus por nós. Na verdade, somos gratos em nosso coração quando pensamos no Deus que nos deu uma nova vida e se sacrificou por nós. Embora nosso corpo fique tremendo de frio, temos paz no nosso coração e ele se aquece como se houvesse nele uma fogueira. Apesar da nossa fraqueza, é bom podermos compartilhar esse amor que nós recebemos primeiro.
Se olharmos para as obras que Jesus realizou neste mundo para nos salvar, nós poderemos entender facilmente como Deus é. É por isso que temos que crer. Ao olharmos para Jesus, nós temos que confessar: “Deus é realmente assim. Jesus é de fato onipotente, mas Ele não abusa do Seu poder. Jesus realmente humilhou a Si mesmo para dar uma nova vida a todos os homens e purificar nossos pecados. Jesus se sacrificou e nos livrou de todos os nossos pecados por amor com um sacrifício perfeito, não um falso amor”. E sabemos que Jesus nos vestiu com Sua glória para nos tornarmos filhos de Deus. Nós temos mesmo que dar graças, honra e glória a Deus por termos fé nessa Verdade. Neste inverno, assim como nos outros que virão, sempre que nos encolhermos de frio devemos meditar sobre o amor de Deus. Também temos que servir ao Senhor e fazer a obra de Deus tendo esse tipo de fé.
Se tivermos uma fé legalista ao invés de meditarmos nos amor de Deus, nós não seremos nada. Se crermos no evangelho da água e do Espírito, que é o amor de Deus, seremos vestidos do verdadeiro amor da Verdade e permaneceremos firmes na Verdade dada pelo Senhor. E por termos recebido o amor de Deus e sido vestidos com ele, nós damos testemunho desse amor a todos neste mundo. Nós estamos servindo ao evangelho da água e do Espírito, embora nos sintamos muito cansados por causa da obra de Deus que fazemos todos os dias. Sempre que nos sentimos muito cansados servindo ao Senhor, nós devemos lembrar do amor de Deus, assim como a mulher sulamita que trabalhava duro para cuidar do jardim por causa do seu amor pelo rei Salomão. Nós temos que ir em frente segurando firme nas mãos de Deus apesar de toda luta que passamos por causa do evangelho da água e do Espírito, como está escrito:
“O meu amado fala e me diz:
Levanta-te, amada minha, formosa minha, e vem.
Vê! Já passou o inverno;
as chuvas cessaram, e se foram.
Aparecem as flores na terra;
o tempo de cantar chegou,
e a voz das rolas ouve-se em nossa terra” (Cânticos de Salomão 2:10-12).
Eu espero que Deus ouça as nossas orações sempre que orarmos. Mas o que lemos acima é uma resposta de Deus para nós: “Levanta-te, amada minha, formosa minha, e vem”. Você pode conhecer o amor de Deus através das respostas que Ele nos dá.
Às vezes ficamos esgotados quando trabalhamos muito. E coisas boas e ruins sempre acontecem conosco também. Eu gostaria que as coisas melhorassem com o passar do tempo, mas as preocupações sobre a obra de Deus sempre crescem em meu coração. O evangelho da água e do Espírito que é a Verdade de Deus tem que ser pregado até os confins da terra. Mas isso só será possível se continuarmos crendo no Senhor e vivendo para Ele. Embora nós os servos de Deus e Seu povo sejamos fracos e incapazes em muitas coisas, temos que ser fiéis ao nosso chamado porque conhecemos e temos fé no amor de Deus. A minha preocupação é que desistamos das nossas tarefas e passemos a viver para nós mesmos. A minha grande preocupação é que venhamos a desistir dessas preciosas tarefas por amarmos demais a nós mesmos, ao invés de anunciarmos o evangelho que proclama o amor de Deus que liberta todos os pecadores dos seus pecados por causa do Seu amor por eles.
Todo aquele que não dá importância ao amor de Deus tem uma vida egoísta e só pensa em si mesmo. Todo aquele que só vive para si não conhece o amor de Deus. Está bem claro que Deus nos amou, e mesmo que todos busquem satisfazer sua própria carne, nós que cremos no amor de Deus não podemos viver para nós mesmos, mas temos que continuar anunciando o evangelho da água e do Espírito. Por termos recebido o amor de Deus, ele agora está em nosso coração. E é por isso que nós podemos amar os outros e nos sacrificar por eles. Nós também podemos ter uma fé assim, e de acordo com ela colocar em prática o amor de Deus.
De uma só vez nós conhecemos e recebemos o amor de Deus, mas ao invés de vivermos para os outros, nós vivíamos para nós mesmos. Mas agora nós mudamos. Quando mais nós conhecemos nosso Senhor e nossa vida espiritual cresce, mas o Senhor nos permite compartilhar o amor que recebemos, apesar das nossas fraquezas e deficiências. Nós passamos a entender que o certo é compartilharmos o que pertence a Deus, embora seja uma parte pequena, até o dia da volta do Senhor.
Nós cremos plenamente que o amor sacrificial de Deus apagou todos os pecados deste mundo. Jesus Cristo realmente veio a este mundo por nós num corpo carnal e foi batizado para que todos os nossos pecados fossem transferidos a Ele. Além disso, Ele morreu crucificado na Cruz. Embora Deus seja o Todo Poderoso que criou o universo e tudo que nele há, Ele se tornou a propiciação por todos nós para cumprir o evangelho da água e do Espírito.
Os discípulos de Jesus não creram que Ele era o Deus da salvação quando Ele andou sobre as águas. Por isso, Jesus teve que deixar bem claro para os Seus discípulos enquanto estava neste mundo quem Ele era, para que eles cressem Nele como Deus e fossem perdoados de todos os seus pecados. Foi por isto que Jesus teve que demonstrar Seu poder aos Seus discípulos andando sobre as águas. Porém, na maioria das vezes Ele agia como uma pessoa comum. Jesus se humilhou tendo uma fraca aparência ao se tornar nosso Salvador. Nosso Senhor se tornou o Cordeiro sacrificial de Deus, humilhando a si mesmo por completo para cumprir a obra da salvação: Ele levou todos os nossos pecados sobre Si ao ser batizado por João Batista no rio Jordão. E a fim de receber a condenação justa e terrível pelos nossos pecados, Ele ofereceu o Seu próprio corpo para ser crucificado. Ele libertou totalmente todos os crentes do pecado recebendo os insultos e as afrontas em nosso lugar. Pelo amor do Senhor, nós passamos a ter uma nova vida. Para que todos os homens voltassem à posição de povo criado à imagem de Deus, Ele ensinou a todos o evangelho da água e do Espírito. É por isso que nós cremos.
Contudo, ainda há muitas pessoas que não conhecem nem crêem nisso. É por isso que o Senhor nos adverte para que nós compartilhemos Seu amor com eles. E é por essa razão também que nós temos pregado a Palavra de Deus, e nós continuaremos pregando pela fé, agora e no futuro. As pessoas que receberam a mesma salvação que nós foram vestidas com o amor de Deus e receberam a vida eterna, porque elas passaram a conhecer e crer no amor de Deus que foi revelado a elas por Seu único Filho Jesus através do evangelho da água e do Espírito que nós pregamos.
Portanto, eu só tenho que dar graças a Deus. Não há nada que possamos fazer a não ser dar graças a Ele. Pelo fato do Filho único de Deus ter-nos revelado como Ele é, nós agora podemos conhecer o Seu amor, ter um encontro com Ele e receber a salvação de todos os nossos pecados crendo Nele. Nós podemos encontrar Jesus por causa do amor de Deus. Nós nos tornamos povo de Deus por termos sido vestidos com o Seu amor. Nós damos graças a Deus por causa da nossa fé no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Deus nos Revelou Seu Amor Através do Seu Único Filho
 
Embora ninguém tenha visto a Deus, as pessoas puderam conhecer, ver e crer Nele através de Jesus. Isso é verdade. Os religiosos que são altamente considerados homens inteligentes não contribuíram em nada para a redenção da humanidade. Sakyamani morreu debaixo de uma árvore meditando sobre as alegrias e tristezas da vida. Ele estava preocupado em resolver somente os problemas da vida relacionados com as alegrias e as tristezas. Melhor dizendo, ele decidiu resolver seus próprios problemas e encontrar a solução para eles de alguma maneira, mas essa conclusão não tinha nada a ver com resolver o problema dos pecados das pessoas. Ele realmente purificou os pecados de cada um de nós? O que ele fez para apagar nossos pecados, para ser condenado em nosso lugar por causa dos nossos pecados, para nos ajudar a evitar que a ira de Deus não viesse sobre nós, ou para nos ajudar a receber Suas bênçãos?
Por mais que as pessoas religiosas se esforcem, elas não têm condições de fazer com que as coisas aconteçam conosco primeiro. Todos os sábios deste mundo são assim. Nenhum deles pôde levar todos os nossos pecados sobre seu corpo para purificar o pecado de cada um de nós. Somente o Filho único de Deus Jesus Cristo, que é nosso Salvador, pôde levar todos os nossos pecados ao ser batizado se sacrificando com alegria para nos dar a vida eterna.
Se fôssemos usar toda água que há nos oceanos como tinta e o céu azul como pergaminho, ainda assim não teríamos como descrever o amor de Deus por nós. O amor de Deus é infinito assim. O evangelho da água e do Espírito é a graça da salvação pela qual ficamos cientes de que Deus é realmente o Deus de amor. Quem foi que te confortou, que livrou sua alma de todos os seus pecados e te deu a vida eterna? Foi Jesus Cristo, que é o nosso Salvador. Nós recebemos a verdadeira salvação não de uma autoridade do mundo, mas de Jesus Cristo. Jesus Cristo é o verdadeiro Deus, o verdadeiro Salvador e o Rei do amor. Ele não pode ser comparado com ninguém deste mundo. Jesus é de fato Deus, o Rei dos reis que reina sobre os anjos no Céu, sobre o mundo visível e invisível.
Embora não haja ninguém que tenha visto a glória de Deus, o Filho único de Deus nos revelou o Pai, o Filho e o Espírito Santo quando veio a este mundo. Jesus revelou o amor e a justiça do nosso Deus através do Seu batismo e do sacrifício do Seu sangue derramado, depois de ter vindo a este mundo em um corpo carnal. Ele nos deu a remissão de pecados através do evangelho da água e do Espírito. Foi dessa maneira que Deus nos mostrou o Seu amor. Você crê nisso?
Meus amados irmãos, quando seu coração estiver triste e vocês se sentirem cansados, lembrem-se de como Jesus Cristo o único Filho de Deus revelou Seu amor a nós. E quando vocês reconhecerem esse amor de Deus em seu coração e guardarem esse amor, vocês então serão muito gratos e felizes. Nada mais neste mundo pode se tornar o verdadeiro amor, felicidade ou bênção para vocês. Só Jesus Cristo pode nos dar o verdadeiro amor, felicidade e bênção porque Ele é realmente o verdadeiro Deus e Salvador.
Quando eu vi pessoas recebendo a remissão de pecados através dos nossos livros, eu pude entender de fato o poder do evangelho de Deus. Muitos pastores do mundo inteiro dizem que nunca ouviram antes o evangelho da água e do Espírito. E eles também estão testemunhando que através desse evangelho receberam o verdadeiro amor de Deus, a graça da salvação, a bênção da vida eterna, e uma abundante paz no coração.
Na verdade, não há ninguém que tenha visto a Deus ou sentido Sua presença. Mesmo assim nós encontrarmos a Deus, recebemos Seu amor e cremos nele. É por isso que nós estamos anunciando o amor de Deus pela nossa fé. Pessoas no mundo todo estão encontrando Deus através da obra que nós estamos fazendo para o Senhor. E para falar a verdade, elas nunca iriam encontrar a Deus se não fosse pelo evangelho da salvação que estamos testemunhando a elas. É por causa do testemunho de João Batista, do apóstolo João e dos outros apóstolos que nós pudemos ter um encontro com Jesus Cristo. Todos eles deram testemunho do evangelho da água e do Espírito. Mas nós nunca teríamos encontrado a Deus se eles tivessem guardado este verdadeiro evangelho no coração e não o tivessem anunciado.
Houve muitos homens de Deus que foram chamados para serem os escritores bíblicos do Novo Testamento: os quatro evangelhos foram escritos por Mateus, Marcos, Lucas e João; Atos foi escrito por Lucas; o apóstolo Paulo escreveu as Epístolas Paulinas; o apóstolo Pedro e João, Tiago e Judas, irmãos de Jesus, também escreveram suas epístolas; e por fim, o Apocalipse foi escrito pelo apóstolo João.
Eles foram inspirados pelo Espírito Santo e escreveram o que viram e ouviram quando estavam com Jesus. Mas até eles enfrentaram muitas dificuldades para seguir a vontade de Deus. Apesar dessas dificuldades, eles registraram e nos deixaram o evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus. É claro que Deus lhes concedeu um poder especial para que eles não tivessem como não escrever isso. E Deus pode fazer Sua obra por meio deles porque eles eram obedientes a Ele. Mas se eles não tivessem feito a vontade de Deus, Ele teria feito isso por outros meios. Todavia, por eles terem obedecido à vontade de Deus, até hoje podemos conhecer e crer no amor de Deus.
João Batista foi desprezado e amaldiçoado por muitas pessoas da sua época. Embora nós respeitemos muito os doze apóstolos de Jesus, eles sofreram muito e foram desprezados pelas pessoas da sua época, sendo tratados pior do que animais. Mesmo assim, os discípulos tiveram comunhão com Deus pela fé no evangelho da água e do Espírito e nos transmitiram esta Verdade. Você e eu podemos conhecer o amor de Deus e saber como Ele é porque os discípulos de Jesus viveram pela fé. A fim de seguirmos seus passos, nós temos que servir ao Senhor e ao Seu evangelho para que outros também possam encontrar a Deus.
Até hoje não houve ninguém que tenha visto a Deus, mas todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito pode saber que tipo de Pessoa Deus é. Os que ouviram o evangelho da água e do Espírito fizeram a seguinte confissão: “O amor de Deus é grandioso demais. Embora eu tenha sido um pastor, eu nunca havia conhecido a Verdade do evangelho ou tido um encontro com Deus até agora”. Eu fico entusiasmado quando vejo pessoas se voltando para a Verdade e tendo um encontro com Deu através do evangelho da água e do Espírito.
Meus amados irmãos, parece até que as nossas fraquezas, deficiências e pensamentos carnais chegam ao limite quando o tempo esfria muito. Contudo, eu peço a vocês que se lembrem desse versículo da Bíblia: “Ninguém nunca viu a Deus, mas o Deus unigênito, que está ao lado do Pai, é quem o revelou” (João 1:18). Nós temos que nos lembrar sempre dessa Palavra enquanto vivermos, guardá-la pela fé, e meditar sempre nela. Nós temos que aceitar em nosso coração o amor pelo qual o único Filho de Deus nos livrou de todos os nossos pecados, e meditar e anunciar tudo isso pela fé. Eu espero que sua vida seja assim sempre que você fizer isso. Vamos meditar sobre o amor de Deus, anunciar o evangelho, e depois então ir para o Reino do Senhor para vivermos para sempre quando Ele voltar.
Quando o tempo fica muito frio, nós pensamos sempre em nos sentar num lugar bem quentinho perto da lareira. Nós nem pensamos nisso quando o tempo está quente, mas quando o calor vai embora nós ficamos logo com frio. Nós estamos no inverno e sentimos falta de uma comida bem quentinha para aquecer o coração. Agora, como é que nossa alma fica quando nosso corpo se sente assim?
De fato, Jesus Cristo o Filho de Deus nos revelou quem Deus é e o que é o Seu amor. Ele também nos revelou que Deus nos libertou de todos os nossos pecados por este amor. Nossa alma recebeu o afeto, o conforto, a bênção e a esperança para que meditemos e creiamos neste amor. E eu acho que nós deveríamos ter essa fé. Ao invés de pensarmos nas obras da carne, devemos pensar no amor de Deus. Isso é algo que deve estar sempre em nosso coração. Este é o amor de Deus com o qual Ele nos livrou de todos os nossos pecados. Nós temos que viver com este amor em nosso coração, não nos esquecendo dele, mas sempre meditando sobre ele. Nós temos que viver na esperança de receber todas as bênçãos e a glória que o Senhor nos prometeu. Meus amados irmãos, vocês crêem nisso?
A Lei na verdade veio por Moisés, mas o dom da graça, da Verdade, da salvação e do evangelho que traz a vida veio por Jesus Cristo. Nós não recebemos a salvação permanecendo na Lei, mas conhecendo Jesus Cristo e crendo de coração na Palavra do evangelho de Deus que o Senhor nos deu. Deus veio ao nosso coração pelo Espírito Santo e assim fez de nós Seus filhos. Nós temos que dar graças a Deus pela fé que vem do Espírito Santo e viver por essa fé.
Aqueles que receberam o amor de Deus não podem viver sem amar os outros, e, sim, amando a todos neste mundo. Você consegue viver sem amar ninguém neste mundo? Meus amados irmãos, a resposta para a pergunta “uma pessoa vive para que?” é muito simples quando a conhecemos. A resposta certa é que as pessoas vivem para amar. Sendo assim, os cristãos vivem para que? Eles também vivem para amar, porém o seu amor é diferente do amor egoísta das pessoas deste mundo. Pelo fato dos cristãos nascidos de novo terem recebido o amor de Deus primeiro, eles vivem amando a Deus e aos outros.
Algumas pessoas podem até dizer: “Agora que eu recebi a remissão de pecados eu só quero viver para mim mesmo”. Mas elas dizem isso porque não sabem que não existe alegria numa vida como essa. A vida só vale a pena ser vivida quando nós a vivemos em favor dos outros e nos sacrificamos por amor a eles. Você não sente isso quando serve ao Senhor de coração? Nós realmente nos sentimos assim.
Se alguém me dissesse para desistir de pregar o evangelho e fizesse de tudo para me impedir de pregá-lo, eu encontraria outros meios para fazer isso porque minha vida não teria sentido se eu não compartilhasse o amor de Deus com os outros. O que alcançaríamos em nossa vida se não pudéssemos viver para fazer as obras de Deus? Antes de nascermos de novo nós vivíamos para beber, comer, e nos divertirmos da maneira que mais gostávamos. Todavia, nós ainda gostarmos de viver assim? As pessoas que receberam a remissão de pecados há pouco tempo podem até se preocupar com o futuro, dizendo: “o que vamos comer?” ou “o que vamos beber?” ou “o que vamos vestir?” Entretanto, nossa maneira de viver e nossos propósitos de vida egoístas mudam a partir do momento que passamos a entender que Jesus Cristo nos revelou quem Deus é de fato.
Nós nos sentimos vivos quando pregamos o evangelho da água e do Espírito. Então, é por isso que estamos anunciando o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro agora e amando a todos. Antes achávamos que amar os nossos vizinhos era uma grande coisa. Mas como nós mudamos agora! Nós nos tornamos pessoas que amam a todos neste mundo. Deus tornou isso possível. Eu estou errado? Se não fosse Deus, como é que poderíamos ter mudado?
Antes nos sentiríamos realizados se pudéssemos construir uma boa casa e nos sentíssemos bem nela tendo um bom carro na garagem. Todavia, não podemos mais viver assim. Mesmo se tivermos que viver numa casa bem simples, nós vamos viver para os outros, assim como nós faríamos se vivêssemos numa grande mansão. Quer comamos, bebamos ou façamos qualquer outra coisa, devemos fazer tudo isso em prol dos outros. Nós temos que viver para o bem daqueles que ainda não receberam a remissão de pecados e proteger aqueles que já a receberam. Isso é uma verdade em sua vida também?
A Bíblia diz: “Ninguém nunca viu a Deus, mas o Deus unigênito, que está ao lado do Pai, é quem o revelou” (João 1:18). Como é perfeita a maneira que Jesus nos revelou o amor de Deus! Como é perfeita a maneira que Jesus nos libertou! Como é perfeita a Verdade da salvação que é o evangelho da água e do Espírito! Nós jamais nos arrependeremos de ter recebido a salvação pela nossa fé em Jesus Cristo, que veio pelo evangelho da água e do Espírito. Nós não temos vergonha de crer Nele. Ao contrário, nós somos gratos a Deus pela mais perfeita salvação e o mais perfeito amor. Você não se sente grato a Deus? Eu tenho certeza que sim.
Eu espero que todos vocês creiam em Jesus Cristo, que revelou o amor de Deus, guardem em seu coração a fé que vocês têm neste amor, e vivam todo dia para anunciar este amor. No tempo certo nós iremos nos encontrar com o Senhor e desfrutar da glória de Deus. Mas antes disso, eu espero que vocês alcancem a bênção da remissão de pecados encontrando Deus através do evangelho da água e do Espírito.