Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 13-2] (Mateus 13:10-23) A Vós é Dado Conhecer os Mistérios do Reino dos Céus

(Mateus 13:10-23)
“Acercando-se deles os discípulos, disseram-lhe: por que lhes falas por meio de parábolas? Respondeu-lhes Jesus: porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado. Ao que tem, se lhe dará, e terá em abundância. Ao que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. Por isso lhes falo por parábolas: porque eles, vendo, não vêem; ouvindo, não ouvem nem compreendem. E neles se cumpre a profecia de Isaías:
Certamente ouvireis, mas não compreendereis.
Certamente vereis, mas não percebereis.
Pois o coração deste povo está endurecido,
E ouviram de mal grado com seus ouvidos,
E fecharam seus olhos,
Para que não vejam com os olhos,
Ouçam com os ouvidos,
Compreendam com o coração,
Se convertam e eu os cure.
Mas bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem. Pois em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não o viram, e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram. Escutai vós, pois, a parábola do semeador. Ouvindo alguém a palavra do reino, e não entendendo, vem o maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho. Porém o que foi semeado em terreno pedregoso é o que ouve a palavra, e a recebe imediatamente, com alegria. Mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração. Chegada a angústia e a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. O que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas, sufocam a palavra, e fica infrutífera. Mas o que foi semeado em boa terra é o que ouve a palavra e a compreende. Ele dá fruto, e produz a cem, a sessenta e a trinta por um.”
 
 
Para que preguemos o evangelho da água e do Espírito ainda mais, nós devemos ir além apoiando cada ministério da pregação do evangelho, orando ainda mais, e devemos viver ainda mais pela fé. Se nós quisermos servir ao evangelho a cem por um mais ainda agora, então precisamos exercitar nossa fé cem vezes mais. Nós devemos perdir fé a Deus, e através das nossas oraçãos devemos nos preparar para receber as bênções de Deus.
 
 
Por Que o Senhor Falou aos seus Discípulos por Parábolas?
 
Na passagem aqui, quando os discípulos se achegaram a Jesus e disseram: “por que Tu falas a eles por parábolas?” nosso Senhor respondeu: “porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado.”
Em outras palavras, foi dado aos discípulos de Jesus conhecer os mistérios do Reino dos Céus. Mas os mistérios dos Céu não foram dados àqueles de coração duro. Colocando de uma forma diferente, enquanto aqueles cujos corações estavam endurecidos podiam ouvir a Palavra de Deus com seus ouvidos, eles por outro lado não a aceitaram em seus corações pela fé.
Esses de coração duro não fizeram nada para crer na Palavra de Deus; por outro lado, colocaram seus próprios pensamentos acima da Palavra de Deus. Eles não queriam servir a Deus como Rei em seus corações, porque eles mesmos queriam ser seus próprios reis. A “eles” nessa passagem, nosso Senhor está se referindo a tais pessoas de coração endurecido. Então quando Jesus disse: “porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado,” a palavra “vós” se refere àqueles que realmente aceitaram a Palavra de Deus em seus corações e creram nela, e a palavra “eles” se refere àqueles que não fizeram isso. Todos nós precisamos entender essa passagem corretamente antes de crermos nela.
 
 
A Razão Pela Qual o Senhor Teve que Explicar os Mistérios do Reino por Parábolas
 
Jesus teve que falar dos mistérios do Reino dos Céus por parábolas, a fim de que aqueles de coração duro não pudessem entendê-Lo para não fazer mal uso do significado oculto em benefício próprio. Foi por isso que Jesus teve que falar em parábolas. Jesus não queria que aqueles cujos corações eram malignos e se colocavam contra Deus compreendessem os mistérios do Reino dos Céus, e foi para impedir que tais pessoas entrassem no Céu que Ele lhes falou por parábolas. Ele tornou impossível para o povo de coração duro entrar no Céu com esse coração insensível. A intenção do Senhor foi que as pessoas de coração duro deixassem suas maldades e entrassem no Reino dos Céus ao colocar sua fé na Palavra de Deus. Já que o Senhor disse aqui que o Céu não é permitido àqueles cujos corações estão endurecidos, qualquer um que queira entrar no Céu deve se arrepender da sua mente maligna e se voltar para o Senhor.
Somente na Bíblia é que podemos descobrir a Verdade dita pelo Senhor. O Reino dos Céus é permitido apenas àqueles que adoram a Deus primeiramente, crêem nEle, O seguem e obedecem a Ele. Nosso Senhor, o Rei dos reis, estava falando a toda a criação sobre os mistérios do evangelho da água e do Espírito. Ele queria que todos aqueles que O adoram, que servem a Ele e O seguem, alcançassem o entendimento da Palavra do evangelho da água e do Espírito. Ele queria que eles entendessem: “esta é a Palavra da remissão de pecados.”
Mas esse não foi o caso daqueles cujos corações estavam endurecidos na presença do Senhor. O Senhor permitiu que a mente dessas pessoas endurecidas ficassem confusas, para que eles não pudessem entender os mistérios para entrar no Céu. A razão disso é para que aqueles cujos corações são duros não tenham temor a Deus, nem para que eles reconheçam Sua majestade. Isso porque eles não reconheceram a Deus como seu Senhor, mas ao invés disso tentaram exaltar a si mesmos mais do que a Deus. A essas pessoas, Deus não permitiu entender a Verdade do evangelho da água e do Espírito.
Para finalizar, nosso Senhor disse no versículo 12: “ao que tem, se lhe dará, e terá em abundância. Ao que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado.” Aqueles que realmente temem a Deus, que reconhecem o Seu poder, e que seguem a Ele por entender e crer que Ele é o Juíz e o Salvador, Deus capacitou a compreender Sua Palavra ainda mais, e deu a eles ainda mais bênçãos. Então aqueles que estão revestidos com o amor de Deus, Ele não apenas remiu seus pecados mais do que o suficiente pelo poder do evangelho da água e do Espírito, mas também os abençoou a fim de que eles vivam para a Sua justiça.
Nosso Senhor disse de forma decisiva: “ao que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado.” Ele tornou impossível, em outras palavras, que aqueles cujo coração não teme a Ele e está endurecido diante dEle entender o evangelho da água e do Espírito. Assim como determinou que todas as águas fluíssem de cima para baixo, Ele determinou que Sua Palavra da remissão de pecados fluísse até aqueles cujos corações estivessem humildemente ligados a Ele por um canal chamado ‘fé.’ O Senhor preparou os humildes de coração para receber as bênçãos da remissão de pecados através da sua fé no evangelho da água e do Espírito. Nesse evangelho da água e do Espírito, Ele permitiu que entendêssemos o que Ele quis dizer quando disse: “ao que tem, se lhe dará, e terá em abundância. Ao que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado.” Todas as Suas parábolas foram ditas com essa intenção.
Meditando na parábola do semeador que Jesus nos deu em Mateus 13, você e eu somos capazes de entender o desejo de Deus e Sua intenção. Assim sendo, precisamos agora examinar a nós mesmos para ver se temos nos colocado contra Deus com nosso coração endurecido. Dentre aqueles cujos corações estão endurecidos diante de Deus, existem os mais teimosos que não se arrependem da sua teimosia até o final. Eles dizem: “Deus não existe! Onde está Deus? Na verdade, Deus está em todo lugar! Já que eu cri nEle fervorosamente e O servi tanto, Ele deveria ter me abençoado; então por que Ele não me abençoou afinal de contas?”
Mas Deus ainda está muito vivo e de fato existe. E Ele veio até você por meio do evangelho da água e do Espírito. Ninguém então poderá chegar diante de Deus com um coração endurecido. Ao contrário, devemos lançar fora nosso coração duro, crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e obedecê-la com fé.
Na presença de Deus, devemos entender nosso próprio coração, e obedecer Seu evangelho da Verdade. Deus nos fez nascer nessa terra como Suas criaturas, e nos deu o evangelho da água e do Espírito para cumprir Seu amor em nós. Ele se achegou a nós por causa do Seu amor a nós: quando caímos em pecado, Deus nos salvou de todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Ao colocarmos nossa fé na Palavra de Deus, portanto, todos nós devemos crer na Verdade que nos tornou filhos de Deus.
Nós precisamos tirar dos nossos corações os maus pensamentos que não crêem na Palavra de Deus. Nós mesmos precisamos crer que Deus está vivo, e precisamos reconhecer e crer no evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu. Se nosso coração estiver endurecido, nós não poderemos entender a Palavra dada por Deus sobre a remissão de pecados mesmo quando a ouvirmos. Nós temos todos os motivos para nos desfazermos da nossa maldade e ouvirmos a Palavra de Deus afim de que não sejamos condenados para sempre.
Aqueles cujos corações estão endurecidos diante de Deus estão condenados a levar suas almas à destruição porque eles não podem entender o evangelho da água e do Espírito diante de Deus. Por isso, qualquer um cujo coração esteja endurecido diante de Deus deve acalmá-lo e ouvir a Palavra da salvação com os ouvidos do seu coração. De vez em quando, nós os nascidos de novo também podemos ter o coração endurecido, mas ninguém deve ter um coração assim diante de Deus. Nosso coração deve obedecer a Deus, e devemos ser capazes de ter esse tipo de coração. Se nosso coração estiver endurecido na presença de Deus, é indispensável que nos desfaçamos desse coração. Nosso Senhor disse a todos nós para nos desfazermos do nosso coração duro e ouvirmos a Ele.
 
 
Na Época do Antigo Testamento Também, Deus não Tolerou Ninguém de Coração Duro
 
Se referindo a Isaías 6:9, Jesus disse: “e neles se cumpre a profecia de Isaías: Certamente ouvireis, mas não compreendereis. Certamente vereis, mas não percebereis.”
Vamos então voltar para Isaías 6:9-13 aqui: “Então disse ele: vai, e dize a este povo: ouvis, de fato, e não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis. Engorda o coração deste povo, endurece-lhe os ouvidos e fecha-lhe os olhos. Não venha ele a ver com os seus olhos, e a ouvir com os seus ouvidos, e a entender com o seu coração, e a converter-se, e seja sarado. Então disse eu: até quando, Senhor? E respondeu: até que se assolem as cidades e fiquem sem habitantes, e nas casas não fique morador, e a terra seja assolada de todo, e o Senhor afaste dela os homens, e no meio da terra seja grande o desamparo. Mas se ainda a décima parte dela ficar, tornará a ser destruída. Como o carvalho, e como o terebinto, que, depois de se desfolharem, ainda ficam firmes, assim a santa semente será o seu toco.”
Jeová está furioso e resolveu arrancar aqueles de coração duro. Por que Deus ficou furioso com o povo de Israel? Porque seu coração estava endurecido diante de Deus. Porque com o coração duro, eles se colocaram contra Deus. O povo de Israel deveria reconhecer a Deus totalmente como o Deus perfeito, obedecê-Lo e crer nEle, mas no seu coração eles se colocaram frontalmente contra Deus e falharam em reconhecer Sua Palavra. Foi por isso que Deus ordenou a destruição desse povo.
Deus também disse: “mas se ainda a décima parte dela ficar, tornará a ser destruída.” Em outras palavras, não havia um simples descendente de Adão que adorava a Deus e praticava boas obras naquela época. Todavia, foi porque Deus trouxe a eles a vida especialmente se manifestando aos seus servos, falando a eles, e transformando seus corações com Sua Palavra, que surgiu o povo de Deus. Ele queria salvar a alma daqueles que conheciam a Sua vontade, e que obedeciam e criam nEle segundo a Sua Palavra.
Foi por isso que Ele deixou um toco que se tornaria a santa semente nessa terra, quando todos os pecadores estavam para ser destruídos, como está escrito: “como o carvalho, e como o terebinto, que, depois de se desfolharem, ainda ficam firmes, assim a santa semente será o seu toco.”
Deus Pai assentou o alicerce da salvação e a completou através de Jesus Cristo: Deus Pai fez com que Jesus nascesse nessa terra, levasse sobre Si os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser receber o batismo de João Batista, e fosse crucificado e derramasse Seu sangue na Cruz. Em outras palavras, Jesus Cristo se tornou o toco santo nessa terra, e Deus de forma perfeita salvou todos aqueles que receberam a remissão dos seus pecados ao conhecer esse Jesus e colocar sua fé nEle. Deus tornou possível a todos aqueles que entendem e crêem no evangelho da água e do Espírito se tornar o povo do Reino dos Céus.
 
 
A Semente Santa Nessa Terra é Jesus Cristo e o Seu Povo
 
A semente santa nessa terra é Jesus Cristo, o Filho de Deus Pai. Ele veio a essa terra, apagou todos os nossos pecados, e fez daqueles que crêem nEle povo de Deus. Deus disse aqui que a Palavra de poder, a Palavra da remissão de pecados que Deus cumpriu, se tornou agora um toco nessa terra, e que por meio de Jesus Cristo, os crentes se tornaram povo de Deus, e Seu Reino foi fundado. Como nós aprendemos na parábola do semeador, todos nós podemos nos tornar filhos de Deus quando admitimos nossas iniquidades e cremos no evangelho da água e do Espírito.
Qual é o maior pecado que alguém comete contra Deus? É viver uma vida religiosa diante dEle. Adorar outros deuses diante dEle, crer em quase em tudo, é um grande pecado. Viver uma vida religiosa se constitue um grande pecado para Deus.
Deus nos ordenou: “não terás outros deuses diante de mim.” Além do nosso Deus que criou o universo, quem poderia ser o Deus da criação? Ninguém além de Deus é o Deus da criação. Mas ao invés disso, as pessoas acreditam e seguem outras coisas além de Deus, e isso se constitue um grande pecado.
Por esse motivo, os pregadores do verdadeiro evangelho devem primeiro ensinar a esses idólatras sobre suas falhas por meio da pregação do evangelho da água e do Espírito. Eles devem ensinar que Deus foi Aquele que criou o universo, que somente o Deus Triuno é o nosso Senhor e o Deus que nos concedeu a salvação pela Sua bondade, e que nenhum outro é o Deus da criação, mas todos são apenas falsos deuses.
Se, por outro lado, eles pregarem o evangelho da água e do Espírito às pessoas sem primeiro preparar a terra do seu coração, isto será um grande erro. Quando nós pregamos o evangelho da água e do Espírito aos outros, precisamos ensiná-los primeiro sobre os pecados que eles têm em seu corações, e que eles estão condenados a ir para o inferno por causa deles. Devemos primeiro dizer a eles que eles são as sementes do maligno, e ensiná-los que mesmo que eles tenham o menor dos pecados, eles serão lançados no inferno. Só depois disso nós devemos pregar o evangelho da água e do Espírito para eles, porque a não ser que eles reconheçam a sua maldade e o seu pecado, o evangelho não poderá se enraizar em seus corações.
Nós também precisamos ensiná-los que a vida neste mundo é completamente vazia, que é vão seguir os prazeres humanos, e que tudo neste mundo não vale nada, e não passa de um sonho de uma noite de verão. Devemos testemunhar a eles então quem é o Deus vivo, e pregar para eles como o Filho de Deus veio a essa terra, apagou todos os nossos pecados de um vez por todas através do evangelho da água e do Espírito, por meio do Seu batismo e do sangue derramado, e assim nos salvou de todos os nossos pecados. Sendo assim, quando nós pregarmos o evangelho da água e do Espírito, se ignorarmos esses procedimentos isso só resultará num trabalho infutífero.
Por isso, aqueles que pregam o evangelho da água e do Espírito sem antes preparar a terra do coração dos pecadores para revelar seus pecados devem admitir seus próprios erros a Deus. E aqueles que ouvem o evangelho da água e do Espírito de tais pregadores, não podem realmente se tornar bons campos. Se nós não conseguirmos preparar o coração das pessoas antes de pregarmos o evangelho da água e do Espírito a elas, nós não poderemos nos tornar os verdadeiros filhos de Deus, mas ao invés disso nos tornaremos apenas crentes nominais.
Como eu disse antes, os pecados no meu coração me atormentavam antes de eu encontrar o evangelho da água e do Espírito. Contudo, Deus me iluminou sobre a Verdade desse evangelho quando eu lia Mateus 3:13-17. Naquele momento, eu entendi que Jesus, ao ser batizado por João, levou sobre Si os pecados do mundo e cumpriu toda a justiça de Deus. Eu também entendi que o evangelho da água e do Espírito está ligado ao Antigo e Novo Testamento. Tanto o Antigo quanto o Novo Testamento testificam, em outras palavras, que nosso Senhor levou sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado por João, morreu na Cruz, ressuscitou dos mortos, e assim nos salvou de todos os nossos pecados.
Eu fiquei tão feliz quando descobri essa Verdade que eu só conseguia dar graças a Deus. A princípio, pelo fato de eu estar muito perturbado por causa dos cristãos que afirmavam crer em Jesus sem conhecer o evangelho da água e do Espírito, eu ensinei a eles apenas a parte principal da resposta correta. Eu estava tão entusiasmado que eu primeiro saí pregando o verdadeiro evangelho para todos que eu encontrava na minha frente, sem preparar seus corações antes. Eu cometi esse erro ainda por algum tempo depois.
Obviamente, aqueles que quiseram ouvir atentamente a Palavra de Deus e crer nela, também tiveram a terra dos seus corações preparada por mim. Entretanto, quando eu encontrava alguém de coração duro, eu na mesma hora pregava para ele: “foi assim que Jesus levou sobre Si seus pecados e os pecados de toda a humanidade no rio Jordão, e ao ser crucificado até a morte e ressurgindo dos mortos, Ele nos salvou a todos dos nossos pecados.” No final, eu acabava somente tornando essas pessoas religiosos ruins diante de Deus. Como seus corações ainda continuavam como os campos à beira do caminho e pedregosos, o evangelho da água e do Espírito plantado em seus corações se tornou sem valor com o tempo que passou: alguns foram devorados pelo diabo, alguns brotaram mas se secaram em pouco tempo. Tudo isso foi o resultado de eu não ter entendido profundamente o poder do evangelho da água e do Espírito.
 
 
Todo Mundo Era Pecador Desde o Começo
 
O coração das pessoas está cheio de coisas malignas desde o começo, mas geralmente elas levam um longo tempo para alcançar um entendimento claro da sua natureza pecaminosa. Isso é um problema para todo mundo. Então é algo muito normal que a maioria dos cristãos não entenda que seus corações são como os campos pedregosos, mas descubram isso em si mesmos só depois de um bom tempo.
Se alguém aceitar o evangelho da água e do Espírito enquanto não reconhece totalmente seus pecados, sua fé é tão frágil para resistir às tempestades causadas por esses pecados, assim como a casa construída sobre a areia que não pode resistir à tempestade.
Assim como continuamos a viver confessando crer no evangelho da água e do Espírito, nós, também, temos visto o que não tem valor em nós sendo revelado. Para alguns de nós, é difícil admitir os pecados que realmente estamos cometendo, achando duro demais suportar esse fato. Então estes se acham incapazes de dizer que crêem realmente no evangelho da água e do Espírito. Eles acabam se tornando religiosos no final, porque não têm a fé que se apega ao evangelho da água e do Espírito. Falando francamente, eles não são filhos de Deus e o Espírito Santo não habita neles. O resultado disso é claro como o dia. Eles no final acabam deixando a Igreja de Deus, porque não conseguem ser um só com a Palavra de Deus no Espírito Santo.
Através dessa passagem de Mateus 13, nosso Senhor está nos ensinando como nós devemos pregar, como nós devemos ministrar, e como nós devemos servir às outras almas. Ele está nos dizendo também como podemos entender a Verdade que nos capacita a receber a remissão dos nossos pecados, assim como descobrir os mistérios do Céu. Para entendermos todos esses ansinamentos, nós precisamos primeiro sujeitar nosso coração, reconhecer a Deus, admitir que Ele é o nosso Senhor e Senhor de todo o universo, e crer na Sua Palavra. Reconhecer a Deus adequadamente é o primeiro passo para receber todas as Suas bênçãos.
Nosso Senhor disse: “ouvi, ó céus, e dá ouvidos, ó terra, pois falou o Senhor; criei filhos e os engrandeci, mas eles estão revoltados contra mim. O boi conhece o seu possuidor, e o jumento a manjedoura do seu dono, mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende” (Isaías 1:2-3)
Foi realmente por causa de Deus que nós nascemos neste mundo, e é por crermos na Palavra do evangelho da água e do Espírito que nascemos de novo. Mas alguns de nós acabaram se tornando meros religiosos, porque falharam em conhecer a Deus, em reconhecer seus pecados, e em entender que eles eram sementes do maligno e estavam condenados ao inferno por causa dos seus pecados. Há alguém entre vocês que, de alguma forma, recebeu a Palavra do evangelho sem a terra do seu coração ter sido preparada antes? Eu desejo que essas pessoas tenham a terra do seu coração trabalhada agora, para que elas descubram e admitam o pecado em si mesmas, para verdadeiramente crerem no evangelho da água e do Espírito, e para serem salvas dos seus pecados. Meu desejo e mais sincera oração é que ao fazer isso, todos vocês sejam salvos dos seus pecados e se tornem povo de Deus.
Aqueles que pregam o evangelho de Deus nunca devem esquecer o fato de que quando estão pregando o evangelho da água e do Espírito, eles primeiro devem preparar a terra do coração do pecador, e então pregar o evangelho do Céu. Por quê? Porque o Senhor mesmo nos disse aqui que há campos à beira do caminho, pedregosos e com espinhos no coração do ser humano. Todos nós devemos entender que nunca é tarde para pregarmos o evangelho da água e do Espírito depois que primeiro explicamos suficientemente a Palavra de Deus para as pessoas. Devemos plantar a semente do verdadeiro evangelho depois que eles passarem a entender e admitir seus pecados, sujeitar seus corações a Deus, e reconhecer que são um poço de pecados condenados ao inferno. Somente quando primeiro nós trabalharmos nos seus corações e pregarmos o evangelho da água e do Espírito é que eles realmente se tornarão filhos de Deus por crerem nesse verdadeiro evangelho.
Somente quando ensinamos com a Palavra da Verdade os pecadores que estão de fato destinados ao inferno, e quando eles, também, passam a crer no evangelho da água e do Espírito, é que eles conseguem crer em Jesus adequadamente. Assim como o fazendeiro prepara seus campos, cultiva o solo, ara a terra, planta as sementes, e irriga seus campos, nós os fazendeiros espirituais também devemos pregar o evangelho da água e do Espírito dessa maneira.
A princípio, não sabíamos como cultivar adequadamente, porque nós começávamos a pregar o evangelho da água e do Espírito imediatamente, sem preparar a terra do coração das pessoas. Como resultado, aqueles dentre nós que ouviram o evangelho da água e do Espírito sem ter os campos do seu coração preparado adequadamente primeiro, não poucos se perderam à beira do caminho; alguns outros deixaram a Igreja, e outros se colocaram contra ela. Esses resultados desastrosos aconteceram por causa do nosso erro em não preparar e cultivar os campos dos seus corações adequadamente.
Eu me arrependo diante de Deus por todos esses erros. Meus cooperadores também se arrependem por seus erros. Já que eu mesmo cometi esses erros, muito mais erros cometeram os meus cooperadores! No começo, todos nós pregávamos muito facilmente apenas o básico do evangelho, considerando-o muito simples porque queríamos dar a resposta correta primeiro, e depois ensiná-los em detalhes ao longo do caminho. Então de certa forma, isto foi um aperitivo da edição do verdadeiro evangelho, mas ouvindo isto, muitos deles passaram a crer que isto era a sua salvação. Mas esta não é a verdadeira salvação do pecado.
Essas pessoas deveriam primeiro ter admitido que eram pecadoras como o profeta Isaías confessou quando viu a majestade e a glória de Deus: “Então disse eu: ai de mim que vou perecendo! Porque eu sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o rei, o Senhor dos Exército!” (Isaías 6:5) A verdadeira salvação é dada somente quando alguém confessa a Deus que é um pecador que inevitavelmente está condenado ao inferno por causa dos seus pecados, e depois crê no evangelho da água e do Espírito. Quando passamos a ter essa fé concreta, nós ficamos muito agradecidos ao Senhor que veio até nós e purificou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Nós não tínhamos como evitar de sermos julgados por Deus e lançados no inferno, mas ao confessarmos a Deus que éramos pecadores e crendo no evangelho da água e do Espírito, nós recebemos a remissão dos nossos pecados.
É por isso que eu desejo que todos vocês deixem de lado esse coração duro e creiam no evangelho da água e do Espírito. Se você tem um coração duro, você com certeza vai morrer na presença de Deus. Seu coração é duro, ou ele é puro diante de Deus? Ele deve ser puro diante da Palavra de Deus. O quanto é puro o seu coração? Ele deve ser muito puro, e não apenas um pouquinho puro. Já que a Palavra de Deus diz que os pecadores não podem evitar de serem lançados no inferno, devemos crer que tudo será cumprido conforme essa Palavra. Portanto, todos nós devemos crer com um coração puro que através do evangelho da água e do Espírito, nosso Senhor nos salvou de todos os nossos pecados, quando nós estávamos condenados ao inferno e incapazes de alcançar nossa salvação através do nosso próprio esforço, trabalho, ou lágrimas.
O Senhor disse: “a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus.” A quem foi dado conhecer a Palavra de Deus em relação ao Seu Reino? O Senhor disse que isso foi dado àqueles cujo coração é puro. Somente aqueles que realmente têm um coração puro podem aceitar a Palavra de Deus como ela está escrita, e somente eles podem receber a remissão dos seus pecados pelo poder desse evangelho. Ao contrário, aqueles cujos corações são impuros e duros não podem tomar posse do evangelho, dos mistérios do Reino dos Céus.
Enquanto nós ouvimos o evangelho da água e do Espírito, e conforme levamos um vida de fé até agora, nós temos nossos corações puros ou não? Nós precisamos pensar sobre isso com cuidado. Examinem-se a si mesmos para ver se vocês são puros ou não, e se vocês acharem que ainda não conseguiram ser puros, deixem de lado então sua teimosia e coloquem sua fé puramente no evangelho da água e do Espírito.
Eu não estou falando aqui que seus atos são insuficientes ou não. Eu estou exortando vocês a perguntar a si mesmos se seus corações que crêem no evangelho da água e do Espírito são realmente puros ou não, e para vocês examinarem se seus corações são puros ou não.
Se vocês descobrirem que seus corações são de fato duros, então vocês devem se arrepender e voltar atrás. Não devemos apenas implorar a Deus o Seu perdão, mas devemos todos nos voltar para Deus colocando nossa fé no evangelho da água e do Espírito.
Devemos admitir nossas crenças erradas do passado, admitir nossos corações desviados, submeter nossos corações ao evangelho da água e do Espírito, e crer nesse evangelho. Se nós acharmos difícil submeter nossos corações, então devemos pelo menos submeter nosso corpo carnal. Somente então Deus verá o fundo do nosso coração e nos dará a remissão dos nossos pecados. É meu desejo e mais sincera esperança que todos vocês, por meio da sua fé no evangelho da água e do Espírito, recebam a remissão dos seus pecados e vivam como povo de Deus, e quando o Senhor voltar, vocês O encontrem e vivam para sempre com todas as suas bênçãos.
Pode ser que vocês tenham encontrado um tipo errado de testemunhas do evangelho, e por isso sua fé tenha uma base errada. Enquanto não há dúvidas de que erros foram cometidos por essas testemunhas, basicamente falado, todavia, não são seus corações que estão realmente errados? Por que Deus está nos repreendendo? Ele está nos repreendendo pelo fato dos nossos corações não serem puros. É absolutamente essencial que vocês deixem a teimosia dos seus corações de lado e simplesmente creiam na Palavra de Deus, porque vocês não podem receber benção alguma de Deus com um coração duro.
 
 
Nesses Dias Atuais, é uma Bênção para Nós Ouvir e Ver o Evangelho da Água e do Espírito, e Crer Nele com Nossos Corações
 
Nosso Senhor disse em Mateus 13:16-17: “mas bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem. Pois em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não o viram, e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram.”
Na verdade, nosso Senhor veio a essa terra a mais de 2000 mil anos atrás, e começou de fato a anunciar a Sua Palavra de remissão de pecados e do Reino de Deus quando tinha 30 anos. Quando nosso Senhor falou sobre a remissão de pecados, Ele falou às pessoas sobre o Reino de Deus explicando a Palavra do Antigo Testamento, e Ele também os ensinou como serem remidos dos seus pecados e abençoados. Aqueles que de fato O viram com seus próprios olhos e ouviram diretamente dEle naquele tempo foram realmente abençoados. Desde a fundação do mundo, dificilmente algum profeta ou crente do Antigo Testamento ouviu Deus mesmo falando sobre o Reino dos Céus como quando Ele veio a essa terra em carne e revelou a Si mesmo.
Quando Jesus andou nessa terra, o povo de Israel de fato O encontrou, O viu com seus próprios olhos, e ouviu o que Ele disse sobre Deus e sobre o Seu Reino. Tais pessoas foram tremendamente abençoadas, e assim mesmo dentre aqueles que ouviram a Palavra diretamente de Jesus, ainda houve muitos que não creram nEle. Naquele tempo também, em outras palavras, havia muitas pessoas que, ao endurecer seus corações, se colocaram contra Jesus e não creram nEle. Entre os quatro campos do coração do homem, os deles eram os três campos que precisavam ser arados.
  
 
Nós Podemos Ouvir a Palavra da Verdade de Deus dos Discípulos de Jesus que Crêem no Evangelho da Água e do Espírito
 
Nos dias atuais, vocês, também, podem ouvir o evangelho da água e do Espírito daqueles que se tornaram os verdadeiros discípulos de Jesus. Na verdade, vocês que encontraram os servos de Deus pregando a Palavra do evangelho da água e do Espírito são verdadeiramente abençoados. Ninguém é mais abençoado do que aqueles que conhecem a Jesus e crêem nEle de modo apropriado. Entretanto, mesmo se alguém encontrar Jesus, e seu coração for duro e ele não crer no que Ele falou, e por causa disso falhar em receber a remissão dos seus pecados, ele não é nada diferente dos mais miseráveis dos homens.
Nesses tempos agora, os verdadeiros bem-aventurados são aqueles que conhecem o evangelho da água e do Espírito e crêem nele precisamente. Porém entre aqueles que encontraram os pregadores anunciando o poder dessa Verdada do evangelho, existem aqueles que foram incapazes de receber a remissão dos seus pecados porque falharam em crer na Palavra de Deus. Estes são aqueles cujos corações são realmente duros. Tais pessoas devem se arrepender da sua teimosia e crer no evangelho da água e do Espírito, porque seus corações duros os levarão apenas para o inferno.
Meus amados irmãos, as palavras dos servos de Deus que anunciam o evangelho da água e do Espírito são meramente palavras de homens, ou elas são a Palavra de Deus? Elas são a Palavra de Deus. Não é difícil de vocês encontrarem os pregadores da Palavra do evangelho da água e do Espírito em qualquer lugar? Eles simplesmente não são encontrados em meio aos religiosos deste mundo. Não importa o quanto alguém possa ser o pastor mais famoso dessa época, e não importa o quanto ele possa exercer o poder de Deus, nenhum outro além dos pregadores de Deus pode pregar a Palavra do evangelho da água e do Espírito.
Vocês são abençoados, porque vocês podem ouvir o evangelho da água e do Espírito nos dias atuais através da nossa série de livros cristãos. A Palavra do verdadeiro evangelho é dada a vocês de graça, como está escrito em Romanos 10:8-9, “Mas que diz: a palavra está junto de ti; está na tua boca e no teu coração, isto é, a palavra da fé que pregamos. Se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.”
Mesmo assim ainda há pessoas que, por causa da dureza dos seus corações, não crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Essas pessoas estão realmente mal orientadas. Por quê? Porque elas não podem entender a Verdade da salvação, e como seus corações estão endurecidos, elas não podem ouvir mesmo que ouçam, e não podem ver mesmo que vejam com seus próprios olhos. Elas estão portanto condenadas a serem destruídas por causa dos seus pecados mesmo tendo em meio a si tantas oportunidades abençoadas.
Agora, você pode ouvir a Palavra do evangelho da água e do Espírito na Igreja de Deus e através dos nossos ministérios. Você agora pode ouvir a Palavra da água e do Espírito que contém os mistérios da própria fé que te capacita a entrar no Reino de Deus. É por ouvir e crer nesse evangelho da água e do Espírito com todo seu coração que você pode entrar no Céu. A menos que você ouça a Palavra desse evangelho da água e do Espírito, você não poderá entrar no Céu não importa o quanto você deseje isso.
Onde mais a não ser na Igreja de Deus você poderia ouvir a Palavra do evangelho da água e do Espírito? No mundo inteiro, somente os crentes no evangelho da água e do Espírito é que podem anunciar esse evangelho. Onde mais, então, você poderia ouvir esse evangelho, a não ser que você primeiro encontre esses servos de Deus? Nós não estamos nos exaltando, mas eu só estou dizendo que de fato não há ninguém mais que pregue esse verdadeiro evangelho além de nós. Não importa o quanto procuremos, simplesmente não há ninguém que esteja pregando esse verdadeiro evangelho. Nós ouvimos muitas pessoas nos confessando com suas próprias palavras que não puderam encontrar essa Verdade, por mais que elas tivessem procurado insistentemente no Cristianismo em todo o mundo.
Agora, no mundo inteiro também, tem se levantado uma multidão de nascidos de novo que viram, ouviram, e passaram a crer na Palavra desse evangelho da água e do Espírito através da nossa literatura, tanto nos livros como nos e-books. Se você é um deles, você, também, deve crer realmente na Palavra deste evangelho da água e do Espírito com toda a sinceridade do seu coração. Você deve de fato nos ouvir e crer na Palavra de Deus com humildade. Só então você poderá finalmente entender os mistérios da Palavra da Verdade que te capacita a entrar no Reino dos Céus.
O Cristianismo é a reunião daqueles que seguem a Jesus Cristo. Hoje, muitas pessoas alegam seguir a Jesus e querem se tornar Seus discípulos, mas elas precisam reconhecer que agora realmente crêem na única das muitas religiões do mundo. Elas não conhecem e crêem em Jesus adequadamente, não O obedecem nem seguem a Ele. Elas apenas pensam que estão sendo obedientes a Jesus, mas na verdade não estão seguindo o verdadeiro Jesus, mas somente uma ilusão criada por elas mesmas. Se elas não gostam do que a Palavra diz, elas até mudam a Palavra de Deus a seu próprio gosto para adequá-la às suas próprias crenças.
Muitos delas ainda têm uma imagem de um Jesus lindo. Ele realmente tinha o rosto de um homem de boa aparência, quando a Bíblia na realidade diz: “não tinha parecer nem formosura?” (Isaías 53:2) Elas crêem em tudo por si mesmas, modificando até mesmo a essência de Jesus, assim como a Sua Palavra. É por causa disso que pelo que elas estão fazendo eu posso sumariamente descrever seu coração como um coração teimoso.
Porém tudo que Deus diz na Bíblia é completamente infalível, se Ele realmente o disse. Tudo que nós temos que fazer diante da Sua Palavra é nos prostrarmos diante dela, crermos e obedecermos a ela com um sim. Mesmo que você ache difícil humilhar seu coração diante da Palavra de Deus, ainda assim você deve se esforçar para sujeitar seu corpo e seu coração a Deus e reconhecer que Ele tem razão. Se seu coração não é puro, você deve se arrepender. Só então você poderá aceitar a Sua palavra, e se tornar povo e obreiro de Deus.
 
 
A Verdade do Evangelho da Água e do Espírito Revelada em Mateus 13:18-23
 
Nosso Senhor mesmo interpretou a parábola do semeador em Mateus 13:18-23 ao dizer: “escutai, pois, a parábola do semeador” (Mateus 13:18). Ele nos deu uma explicação ao fazer uma analogia de algo que nós estávamos familiarizados, para que entendêssemos Sua Palavra sobre o mistério do Céu e a compreendêssemos mais facilmente.
Em Mateus 13:19, Jesus diz: “Ouvindo alguém a palavra do reino, e não entendendo, vem o maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.”
Não são todos, em outras palavras, que podem entender a Palavra do Céu. Quando alguém ouve a Palavra da salvação que explica sobre o Reino de Deus e ainda assim não a entende, o maligno vem e rouba o que foi plantado no seu coração. Para entendermos isso corretamente, precisamos entender primeiro que nós somos pecadores que adorávamos ídolos diante de Deus. Desde o dia em que nascemos, nós fracassamos em conhecer a Deus, em honrá-Lo e em servir a Ele. Esse fracasso de conhecer e crer em Deus como Deus é o pecado da idolatria, que é o maior dos pecados diante de Deus. E isso é o que nós éramos. Nós precisamos reconhecer como somos falhos e verdadeiramente teimosos.
Porque Adão e Eva, os primeiros pais da humanidade, pecaram contra Deus, eles passaram a nós as doze origens do pecado como nossa herança. E como resultado disso, desde o momento em que nascemos nós fomos afastados de Deus e nos tornamos o povo amaldiçoado que O deixou. Nós éramos essa semente de coração tão duro que não podíamos ser salvos de todos os nossos pecados, e ao mesmo tempo nos colocamos contra Deus e O desobedecemos, e por isso fomos destinados à maldição até o fim, a menos que Jesus Cristo nos salvasse primeiro. Devemos portanto admitir aqui que nós éramos sementes do pecado que não poderiam evitar de serem lançadas no inferno por causa da sua desobediência, e que nós éramos terríveis poços de pecados que estávamos condenados a viver dando frutos do pecado e estando contra Deus a nossa vida inteira. Devemos entender basicamente, quem somos de fato. Se falharmos em fazer isso, tudo será tirado de nós.
Efésios 2:1-3 diz: “Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre eles todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos. E éramos por natureza filhos da ira, como também os demais.”
Deus está nos dizendo aqui: “Vocês são sementes do maligno que adoram outros deuses diante de Mim. Vocês são na sua essência as sementes do maligno que frontalmente se colocaram contra Mim, estando ao lado de Satanás o diabo, o príncipe das potestades do ar.” Quando Deus disser isso a nós, devemos admitir diante dEle: “Nós realmente fizemos isso. Mesmo que não tenhamos feito isso intencionalmente, ainda assim éramos governados pelo diabo e não conhecíamos a Deus.”
Nós estávamos tão errados, nossos antepassados estavam errados também, assim como nossos descendentes. Essa falha é o pecado que torna inevitável sermos lançados no inferno. Nós realmente éramos esses pecadores tão terríveis que, se nosso Senhor não tivesse remido esse pecado com a água e o Espírito, nós simplesmente não poderíamos receber a remissão dos nossos pecados.
É por isso que nós primeiro temos que entender a base da nossa existência. Nós não devemos apenas ouvir a Palavra, mas temos que alcançar uma compreensão bem nítida dela. Nós devemos verdadeiramente entender como somos as sementes do pecado e do maligno; o quanto nós somos de fato incapazes de guardar a Lei e de fazer boas obras diante de Deus, mas somente cometer obras más; e como não podemos ser salvos dos nossos pecados a não ser por Jesus Cristo. Nós devemos reconhecer que estávamos fadados a seguir somente a nossa carne, a buscar apenas a fama, a glória deste mundo, e sermos lançados no fogo eterno e perecer eternamente. E depois de entender a maldade do nosso coração, devemos sujeitar nossos corações, e aceitar em nossos corações com ações de graça que o Senhor apagou todos os nossos pecados.
Nosso Senhor nos disse: “Vocês são sementes do maligno. Seus pecados não podem ser lavados, nem mesmo com sabão.” Foi por isso que quando Jesus o Filho de Deus veio a essa terra, Ele foi batizado por João, e disse: “pois assim nos convém cumprir toda a justiça.” E quando Ele saiu da água, o próprio Deus testificou: “este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.”
Quando Jesus foi batizado por João Batista, Ele levou sobre Si todos os nossos pecados. Nosso Senhor nos disse que Ele veio a essa terra para salvar você a mim que estávamos condenados ao inferno por causa dos nossos pecados, e que Ele levou todos os pecados da humanidade de uma só vez ao ser batizado por João Batista, o representante da humanidade. “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Foi isso que Jesus disse quando foi batizado. Jesus suportou todos os nossos pecados ao ser batizado. Vocês crêem agora que todos os seus pecados foram passados a Jesus Cristo?
Há alguém cujo coração está oprimido por um sentimento de culpa, pensando: “É verdade que eu creio nesse evangelho. Mas mesmo que eu creia na Palavra, eu cometi pecados muito graves, e estou afastado da presença de Deus até agora. Então eu não posso nem ousar dizer que não tenho pecados?”
Meus amados irmãos, porque não há pecado que nosso Senhor não tenha tirado de nós, é certo que todos os nossos atos errados, por mais graves que tenham sido, foram passados a Jesus Cristo. Nosso Senhor disse: “pois assim nos convém cumprir toda a justiça,” e então foi batizado por João Batista. Naquele exato momento, todos os seus pecados, não importa o tipo de pecado que você tenha cometido, e não importa quão grave ele possa ter sido, todos eles foram passados ao nosso Senhor. Se você realmente admitir sua natureza pecaminosa por completo, e lançar fora da presença de Deus seu coração endurecido, você agora então terá que reconhecer a Verdade do evangelho. Você deve reconhecer que Jesus é o Filho de Deus, o próprio Deus, e nosso Salvador, e que o Senhor levou sobre Si todos os seus pecados, por mais que você fosse deficiente, e qualquer que tenha sido o tipo de pecado que você cometeu. Nosso Senhor os levou a todos. Você admite isso agora?
A humanidade é sempre deficiente. Você nunca deve esquecer que quando você aponta o dedo para alguém, todos os outros dedos de fato estão apontados para você. Todo mundo peca. Eu e você da mesma maneira, todos nós cometemos pecados. Você acha que poderia jogar uma pedra na mulher adúltera quando Jesus disse: “aquele que dentre vós está sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra.” (João 8:7). Você com certeza não poderia. Você e eu estamos cometendo os mesmos pecados que todo mundo comete.
Porém ao ser batizado por João, Jesus levou todos os pecados desse mundo e os aceitou a todos sobre Si mesmo. Todos os seus e os meus pecados foram passados a Jesus quando quando Ele foi batizado por João Batista. Você reconhece isso? Você admite que se Jesus não tivesse levado os nossos pecados através do batismo, você e eu estaríamos 100% condenados ao inferno por causa dos nossos pecados?
Se você reconhece a Palavra que Jesus falou, isso significa então que você não tem um coração duro. Mas se você apenas reconhece isso com os seus pensamentos e não com o seu coração, então isso significa apenas que seu coração é de fato teimoso. Se recusar a aceitar a Palavra de Deus no coração é o pior pecado cometido por um coração endurecido, enquanto que aquele que reconhece isso de todo coração é alguém cujo coração é humilde. Você e eu portanto devemos reconhecer a Palavra com nossos corações.
Quando nosso Senhor foi batizado, as portas dos Céus se abriram, e Deus Pai disse: “Aquele que acabou de ser batizado é meu Filho amado, em quem me comprazo.” Deus Pai estava dizendo: “Meu Filho levou sobre Si todos os seus pecados ao ser batizado por João Batista, o representante da humanidade. Meu próprio Filho assim se tornou a propiciação pelos seus pecados. Como Sumo Sacerdote celestial, Ele aceitou todos os seus pecados sobre o Seu próprio corpo ao ser batizado, e ao sacrificar o corpo do Meu próprio Filho, eu purifiquei todos os seus pecados.” Você e eu devemos reconhecer essa Palavra em nossos corações. Somente quando reconhecermos essa Palavra em nossos corações é que isso significará que eles não estão endurecidos.
Meus amados irmãos, vocês reconhecem a Palavra de Deus sinceramente com seus corações puros? Vocês nunca devem endurecer seus corações para Deus. Ter o coração duro para Deus significa que vocês são realmente maus. Se colocar contra Deus e desobedecer a Sua Palavra com seus corações é mil vezes mais maligno do que ofender Sua Palavra em sua carne. Se colocar contra Deus com seus atos também é algo maligno, é claro, mas fazer isso com seus corações é realmente maligno.
Quando vocês fazem isso em seus corações, Deus sabe de tudo. Mas se vocês pensam que Deus não sabe disso, e vocês insistente e vergonhosamente rejeitam Sua Palavra com seus corações endurecidos, vocês estão cometendo blasfêmia contra o Espírito Santo, um pecado que é imperdoável diante de Deus. O que é a blasfêmia contra o Espírito Santo? Não crer na Palavra do evangelho é a blasfêmia contra o Espírito Santo. Deus Pai, o Filho, e o Espírito Santo consultaram um ao outro e planejaram apagar todos os pecados da humanidade, tendo cumprido tudo de acordo com o Seu plano, e garantido isso a nós. Em poucas palavras, a blasfêmia contra o Espírito Santo é o pecado de não crer que o Senhor apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito e nos fez filhos de Deus. Um coração que não crê que o Senhor salvou a nós que estávamos destinados ao inferno por causa de todos os nossos pecados, e que Ele assim nos fez filhos de Deus, é um coração que blasfema contra o Espírito Santo.
Algumas pessoas insitem que evitar que as pessoas falem em línguas e imponham suas mãos sobre a cabeça de alguém orando pela cura da pessoa é uma blasfêmia contra o Espírito Santo. Mas isso é totalmente absurdo. Aqueles que se colocam contra o evangelho da água e do Espírito é que estão cometendo blasfêmia contra o Espírito Santo. Todos os outros pecados podem ser perdoados, mas qualquer um que rejeita o poder do evangelho da água e do Espírito e não crê nele não pode ser perdoado desse pecado. Por esse motivo, o Apóstolo João definiu esse pecado também como ‘o pecado que é para a morte’ (1 João 5:16).
No evangelho da água e do Espírito encontra-se a Verdade da salvação, pela qual Deus nos salvou. Que Deus nos salvou do pecado pressupõe que caímos em pecado e não poderíamos portanto evitar de sermos condenados ao inferno. Foi por isso que Deus teve misericórdia de nós e nos salvou com o poder do evangelho da água e do Espírito. Por crermos nessa Verdade foi que Jesus Cristo nos salvou vindo a essa terra, sendo batizado, morrendo na Cruz, e ressuscitando dentre os mortos, para que você e eu nos tornássemos filhos de Deus e fôssemos libertos das astutas ciladas de Satanás. Foi por confiarmos no evangelho da água e do Espírito que pudemos ser removidos do antigo lugar onde nos colocávamos frontalmente contra Deus e O entristecíamos, e recebemos nossa salvação de Deus. Por esse motivo, longe de endurecermos nosso coração, você e eu precisamos sujeitá-los. É isso que nosso Senhor está nos dizendo aqui.
Seu coração ainda pode estar como o campo com espinhos, cheio dos cuidados deste mundo e da ilusão das riquezas, ou como o campo pedregoso que ainda tem muitos pecados ocultos. Vocês também levavam uma vida religiosa, adoravam outros deuses diante de Deus, cometiam idolatria, e se colocavam contra Deus. Em outras palavras, seus corações podem ter sido como o campo à beira do caminho. Quando seus pecados ocultos são revelados através dos seus atos, tudo o que vocês têm a fazer é admitir que esses são realmente quem vocês são. Mas além disso há tantos pecados terríveis em seus corações que vocês acham difícil demais admiti-los. Porém mesmo assim através do evangelho da água e do Espírito, o Senhor ainda nos salvou. Vocês crêem nisso em seus corações?
Isto é para que humilhemos nossos corações. A fé humilde que é abençoada por Deus é a fé que nos torna Seus filhos, que existe nos corações de quem foi salvo dos seus pecados. Com essa fé, vocês devem preparar a terra dos seus corações endurecidos, resistentes, e teimosos. E vocês devem aceitar em seus corações o que Deus fez por vocês com um sim. Isto é uma fé humilde. Isto é um campo bom.
Não foram poucos os crentes que deixaram a Igreja de Deus e esse abençoado evangelho para buscar a ilusão das riquezas, fama, poder, e sua própria luxúria, mesmo que eles tenham crido antes no evangelho da água e do Espírito. Mas mesmo assim, o Senhor apagou os pecados até dessas pessoas. Na verdade, com a água e o Espírito, o Senhor apagou os pecados do mundo todo, de todos aqueles que deixaram a Igreja para ir atrás dos prazeres sexuais e dos desejos carnais, ou porque eles não acharam a Igreja do seu gosto. Então essas pessoas decidiram por si mesmas: “por causa do que eu fiz, eu estou para sempre separado de Deus,” e se afastaram dEle. Nada mais do que isso se constitue o maior de todos os pecados contra Deus. Porque isso se constitue uma blasfêmia contra o Espírito Santo, tais pessoas no final encontrarão sua própria destruição.
Ainda há pedras no campo dos nossos corações? Ainda há pecados a serem revelados? Nós sabemos tudo sobre o pecado, mas apenas superficialmente. “Ah, então é isso que Deus está dizendo,” que nós tiramos conclusões por nós mesmos. Porém isso é tudo que sabemos, e ainda há muito que não entendemos, uma vez que pecados como assassinato, adultério, inveja, brigas, roubo, e imoralidade sexual não foram realmente cometidos mas apenas intencionados em nossos pensamentos malignos. Ainda não existe muitas coisas que seus corações desejam fazer? Claro que existe. Vocês não vão acabar fazendo isto então mais cedo ou mais tarde? Sim, vão. Isto não significa que vocês podem fazer tudo isto livremente? Não.
Seres humanos não são tão especiais assim. Todo mundo é deficiente. Mas o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados. Crer nisso é ter fé.
Jesus disse que os mistérios dos Céus nos foram dados. O que, então, são os mistérios dos Céus? São a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Algumas pessoas podem trazer a mente alguma ilusão relativa ao Céu pela frase ‘os mistérios dos Céus.’ Algum tempo atrás, um falso profeta místico, que insistia que havia estado no Céu, testemunhou aos cristãos coreanos que os anjos no Céu estavam acupados preparando muitos apartamentos para os santos que chegariam. Logo após esse falso profeta surgiram outros na Coréia com o mesmo testemunho e afirmavam que haviam visitado o Céu. Mas sobre ‘os mistérios dos Céus,’ nosso Senhor disse que isto não era ilusões enganadoras.
Jesus nos ensinou os mistérios dos Céus, o evangelho da água e do Espírito, para que testificássemos que o Senhor nos salvou de todos os nossos pecados, mesmo que sejamos deficientes. É por isso que eu dou testemunho a vocês agora que o Senhor se tornou nosso eterno Salvador, e que para nos salvar de todos os nossos pecados, Ele foi batizado, morreu na Cruz, ressuscitou dentre os mortos, e até agora vive. Você crê no poder do evangelho? Se você crê, então você está salvo.
O tipo de fé que é aprovada por Deus é a do coração. Se você tentar muito acreditar em alguma verdade da Sua Palavra embora você nunca a reconheça, isto em si mesmo não se constitue em fé. Fé é um conceito que pertence à graça. Por mais que tentemos ter fé na Verdade de Deus, nossos esforços nada podem fora da graça de Deus, porque o Senhor disse: “Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida. Não obstante, aquele que não trabalha, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça” (Romanos 4:4-5).
Tentar muito acreditar pela sua própria vontade já é em si mesmo trabalhoso. Somente aceitando a Palavra de Deus com seu coração puro é que se tem fé. Já que o Senhor disse que Ele levou sobre Si todos os nossos pecados ao ser batizado no rio Jordão, e que por causa disso todos os nossos pecados foram passados a Jesus Cristo, reconhecer essa Palavra é ter fé. O coração dos bem-aventurados que são pobres de espírito está somente em reconhecer a Palavra de Deus. Aqueles que têm um coração que teme a Deus não precisam ficar tentando acreditar na Sua Palavra.
Dizendo apenas: “Eu vou acreditar. Eu vou tentar muito acreditar na Sua Palavra,” indica que seu coração está endurecido. Quando a Palavra vem até nós, precisamos dizem sim para ela e crer nela. Não pode haver “não” para a Palavra de Deus. Existe alguma coisa na Palavra de Deus que possa ser negada? É claro que não! Nós devemos reconhecer que o Senhor nos salvou dos nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Sendo assim, apenas dizer relutantemente: “eu vou tentar acreditar,” não está certo.
O Senhor disse que “aquele que recebe a semente na boa terra é aquele que ouve a Palavra e a compreende, que de fato dá frutos, e produz a cem, a sessenta, e a trinta por um.” Ele disse que aqueles que compreendem a Palavra dão fruto. Você e eu também devemos compreender.
Na Coréia, há uma seita estranha chamada “Seita Eu Tenho.” Seus membros tentam muito convencer a si mesmos da sua própria remissão de pecados, porque eles não conhecem a Verdade completa do evangelho da água e do Espírito. Por causa da sua ignorância sobre a Palavra do evangelho, não há outro jeito deles explicarem a remissão de pecados a não ser usando todo tipo de ilustrações e metáforas. E quando eles por acaso chegam a alguma conclusão nesses ensinamentos, eles declaram ter nascido de novo por causa dessa conclusão. Hoje, eles nos consideram heréticos. Por quê? Porque eles acham que o evangelho deles é diferente do evangelho que nós estamos pregando.
Isso significa então que eles entenderam a Palavra de Deus corretamente, ou que eles não a entenderam? Eles só afirmam compreender quando seu entendimento vem de algo sem valor. É como se eles pulassem de alegria afirmando que encontraram uma mina de ouro, quando de fato estão apenas se revolvendo na sua própria sujeira. Todo entendimento, fora da Palavra da Verdade do evangelho da água e do Espírito, não passa de desperdício. Se alguém não entende essa Verdade oculta da água e do Espírito mesmo quando lê a Bíblia, todo seu entendimento é 100% vão.
Jesus disse que aquele que compreende Sua Palavra dá fruto a cem, a sessenta e a trinta por um. Aqueles que não compreendem a Palavra não podem dar fruto. E você? Você pode compreender a Palavra? Você agora a compreende com clareza em seu coração e a segue? “Ah, eu estava realmente condenado ao inferno, mas mesmo assim o Senhor me salvou pelo poder da água e do Espírito e se tornou meu Salvador. Eu posso crer agora que Ele me levará ao Reino dos Céus. Minha fé pode não ser grande, mas eu agora tenho fé, mesmo que ela seja pequena como um grão de mostarda.” Você finalmente entende que agora você se tornou povo de Deus? Se entende, você está certo então. Você agora deve ouvir a Palavra e continuar crescendo.
Aqueles que não compreendem a Palavra mesmo a ouvindo são os duros de coração. Você deve entender a Palavra do evangelho assim que ouvi-la, e sempre que suas deficiências forem reveladas em sua vida, você deve compreender como o poder do evangelho da água e do Espírito que salvou pessoas como você é a maravilhosa Verdade. “Ah, eu sou tão deficiente, e ainda assim o Senhor me salvou dessa maneira. Aleluia! Obrigado, Senhor!”
É assim que você pode não mais ser condenado por causa dos seus pecados, seguir ao Senhor, e servi-Lo com um coração renovado e limpo. Aqueles que alcançaram esse verdadeiro entendimento são de fato os bem-aventurados e cidadãos do Reino dos Céus.
Deus nos deu toda a Verdade para que possamos entendê-la. Qualquer um agora pode entender essa Verdade, basta apenas não endurecer o seu coração. Se nós lançarmos fora a maldade do nosso coração e o humilharmos, todos poderemos alcançar esse entendimento. Se você não tem tal entendimento agora, lance fora então a maldade do seu coração e continue a ouvir Sua Palavra através dos servos de Deus. O entendimento da Palavra algum dia virá então ao seu coração. Quando você tiver esse entendimento, a Palavra se tornará sua fé na verdade que dura para sempre, e nunca se acabará.
O que você entende por si mesmo não é o verdadeiro entendimento. Compreender o que a Igreja de Deus está te ensinando com o evangelho da água e do Espírito é o único entendimento adequado.
Eu sou grato ao Senhor por ter nos dado a Palavra dos mistérios dos Céus, e por nos permitir conhecer estes mistérios com o coração puro.
É meu desejo e oração que todos aqueles que ainda não conhecem os mistérios dos Céus deixem de lado a teimosia do seu coração, o humilhem ao invés disso, e orem para que Deus dê a eles o entendimento dessa Verdade.