The New Life Mission

Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 1-9] (Gênesis 1:9-13) Fazer Parte da Obra de Deus

(Gênesis 1:9-13)
“E disse Deus: Ajuntem-se as águas que estão debaixo dos céus num só lugar, e apareça a porção seca. E assim foi. Chamou Deus à porção seca terra, e ao ajuntamento das águas, mares. E viu Deus que isso era bom. E disse Deus: Produza a terra relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra. E assim foi. A terra produziu relva, ervas que davam semente conforme a sua espécie, e árvores que davam fruto, cuja semente estava nele, conforme a sua espécie. E viu Deus que isso era bom. E houve tarde e manhã - o terceiro dia.”
 
 
No princípio, Deus criou tudo que há no universo e depois criou o homem. Ele fez com que as pessoas nascessem de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Então, no terceiro dia Ele disse: “Produza a terra relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra” (Gênesis 1:11); e quando isso aconteceu, Ele viu que era bom.
Entre toda obra que Deus fez no terceiro dia, a que se refere a terra? Ela se refere ao nosso coração. Assim, esta passagem significa que ao semear a Palavra de Deus no nosso coração, Deus fê-la germinar, brotar e dar frutos dentro dele. Ela está nos dizendo que Ele fala e trabalha no nosso coração.
Levar uma vida de fé para nós é o mesmo que aceitar a Verdade de Deus e dar frutos do Espírito Santo pela fé. Porém, a maior barreira para que a Palavra da Verdade floresça e dê fruto em nosso coração é nossa mente humana e carnal. A mente humana é totalmente inútil para que uma alma seja salva do pecado e dê fruto do Espírito Santo. É por isso que Deus nos disse que as águas abaixo do céu se reuniam num só lugar. Na passagem bíblica deste capítulo, o Senhor nos ensina como dar o fruto do Espírito Santo.
 
 
Deus Faz com que Sua Palavra da Verdade Dê Frutos em Nosso Coração
 
No terceiro dia da criação, Deus fez aparecer a terra seca e, nessa terra que ficou fora das águas, Ele trouxe à existência todas as árvores e ervas do campo. O que significa quando Deus diz: “Apareça a porção seca?” Como eu já disse antes, a terra seca se refere ao coração das pessoas. Mas por que Deus diz aqui então: “Apareça a porção seca?” Porque as pessoas têm que conhecer o pecado que há no seu coração para que o poder da Palavra de Deus possa trabalhar dentro dele. Nosso Deus ordenou que a terra seca aparecesse justamente porque Ele queria apagar o pecado do coração das pessoas e fazê-los desaparecer de uma vez por todas.
Se o coração das pessoas fosse realmente justo, a salvação não seria necessária. Mas, porque as pessoas são realmente más em seu coração, todas elas precisam ser salvas destes pecados. Em outras palavras, Deus está dizendo aqui que os pecados do homem têm que ser expostos mesmo. Desde o seu nascimento, todo ser humano é pecador e não tem evitar o pecado até o dia da sua morte. Então, todas as pessoas têm que saber o quanto são pecadoras, e como são profanas e malignas na sua essência.
 
 
Quais São os Tipos de Pecado que o Homem Tem em Seu Coração?
 
Há doze tipos de pecado no coração das pessoas: os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba e a loucura. Quando residem no coração das pessoas, estes pecados as levam a cometer transgressões e a se tornar pecadoras perante Deus. Isso significa que, por causa destes pecados, as pessoas não têm outra escolha senão pecar sua vida toda. Isso significa também que todo mundo não tem outra escolha senão ser condenado por Deus e destruído. Por isso, é o pecado das pessoas que as corrompe. Como Jesus disse: “O que sai do homem é o que o contamina. Pois do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, e a loucura. Todos estes males procedem de dentro, e contaminam o homem” (Marcos 7:20-23).
Assim, as pessoas têm que entender que tipo de pecados basicamente residem em seu coração e aceitar a Verdade do evangelho da água e do Espírito, que é a Verdade da salvação que Jesus Cristo deu ao nosso coração. Temos que reconhecer que a natureza pecaminosa descrita no evangelho de Marcos capítulo 7 está em nossa carne, mesmo depois de recebermos a remissão dos nossos pecados. Quando admitirmos que somos pecadores é que nós podemos seguir, pela fé, a Palavra da Verdade que o Senhor nos deu. Todos nós temos que aceitar em nosso coração a Palavra do Senhor, também temos que reconhecer que não há nada de bom em nós e que só Deus é bom. Para que recebamos a salvação de todos os nossos pecados, temos que conhecer nossa própria maldade e aceitar o evangelho da remissão de pecados que Jesus Cristo nos deu. Caso essas duas condições primordiais não sejam cumpridas, ninguém poderá receber a remissão dos seus pecados.
Jesus veio a essa terra para salvar aqueles que antes iriam para o inferno por causa dos seus pecados. Como Jesus Cristo disse: “Eu não vim chamar os justos, e, sim, os pecadores ao arrependimento” (Lucas 5:32), e o que Ele quer de fato é salvar de todos os seus pecados aqueles que vivem nessa terra e aceitam totalmente o fato de serem pecadores.
A Bíblia diz que se as pessoas não reconhecerem que são pecadoras, elas não poderão dar frutos para a salvação crendo no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. Deus só permite receber a verdadeira remissão de pecados aqueles que admitem ser pecadores. Para que a graça da salvação de Deus seja concedida, é necessário aceitarmos o fato de que somos pecadores, mas isso não se consegue dizendo apenas: “Eu sou pecador”, sem nenhum critério. Ao contrário, isso é feito ao reconhecer a Palavra de Deus. Dependendo se reconhecemos a Palavra de Deus ou não, nós continuaremos sendo pecadores ou nos tornaremos justos.
Todas as pessoas, como o Senhor disse em Marcos 7:21-23, devem reconhecer que são um bando de pecadores, e precisam receber a salvação de todos os seus pecados crendo no Senhor. Desde seu nascimento, o coração do homem está naturalmente propenso a cometer pecados como homicídios, fornicação, roubo, avareza, inveja, engano, dar falso testemunho e daí por diante. Portanto, todos nós temos que crer e seguir o evangelho da água e do Espírito que cumpriu a justiça de Deus.
Quando a Bíblia diz que a terra seca foi revelada, isso quer dizer que o coração maligno das pessoas foi revelado. Isso quer dizer que Deus salva aquele que reconhece sua maldade com sinceridade pelo evangelho da água e do Espírito. E através dessa pessoa Ele dá muitos frutos para a salvação.
No entanto, aqueles que não reconhecem sua maldade, mas, ao invés disso, dizem que são bons, a salvação dada por Deus não chega até eles, pois eles buscam sua própria justiça em vez da justiça de Deus. É errado alguém chegar diante de Deus e dizer: “Eu sou bom. Você é correto”. Se você se acha bom e justo, eu espero que você entenda que, com sua própria virtude, é provável que você tenha se tornado alguém que se opõe à justiça de Deus. A virtude do homem é hipócrita, reconhecida somente por ele mesmo. Como foi dito antes, a figura básica do ser humano é aquela de alguém que tem pensamentos maus e comete homicídio, que está cheio de pecados como fornicação, furtos, adultérios, falso testemunho, orgulho, vaidade, etc. Por isso, o ser humano é como uma lata de lixo. Sendo assim, por que Deus disse: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível. Quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9)?
O problema é que as pessoas de fato não sabem quem são. Por isso, elas enganam a si mesmas. Elas projetam uma falsa imagem de si mesmas porque se escondem sob uma máscara de hipocrisia. E assim elas enganam a si mesmas até o fim, sem aceitar sua verdadeira natureza maligna. Há pessoas que até o fim não reconhecem seu pecado, e tentam enganar a Deus e a si mesmas. Certamente estes são aqueles que não aceitam a fé na Verdade do evangelho da água e do Espírito pelo qual o Filho de Deus nos salvou de todos os nossos pecados pelo evangelho da água e do Espírito. Portanto, os mais malignos são aqueles que tentam ocultar sua maldade com hipocrisia. Essas pessoas são os maiores inimigos de Deus nessa terra e os que mais se opõem a Ele.
Ninguém é justo por natureza. É por isso que a Bíblia diz: “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só” (Romanos 3:10-12).
Deus está dizendo a todos: “Vocês são homens impuros”. Você acha que alguém pode ter uma vida santa por si mesmo? Isto é um grande engano. Mesmo assim, o mundo tem ensinado às pessoas que elas podem ter uma vida justa, e a conseqüência deste falso ensinamento é que elas se tornam apenas hipócritas, agindo como se fossem justas.
Os enganadores no Cristianismo hoje em dia têm espalhado as cinzas da hipocrisia sobre os membros das igrejas. Pelo fato de os hipócritas continuarem vivendo todos os dias como se fossem justos, eles não conseguem ver que são maus diante de Deus. E por que eles não conseguem ver que são maus? Porque eles não conhecem sua própria natureza. Todo ser humano por natureza é pecador desde seu nascimento. Entretanto, Satanás espalha as cinzas da hipocrisia na nossa mente e coração todo o tempo, para que não conheçamos nossa verdadeira existência, para impedir que o homem receba de Deus a remissão dos seus pecados.
Gênesis 6:5 diz assim: “Viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente”. Por causa disso, Deus trouxe juízo a este mundo. Na antiguidade, só oito membros da família de Noé foram salvos, e todos que eram maus foram julgados. Noé, ao encontrar a graça da salvação de Deus, foi salvo do juízo das águas.
  
 
Que Tipo de Pessoas Deus Despreza?
 
As pessoas que Deus mais despreza são aquelas que são hipócritas perante Ele. Aqueles que não reconhecem que são pecadores malignos são todos hipócritas. Hipócritas são os que não ouvem sua própria consciência, que lhes diz que eles estão condenados ao inferno por causa dos seus pecados, e rejeitam o batismo da remissão de pecados e o evangelho da salvação do sangue dado por Jesus Cristo. Os hipócritas são os que fingem ser justos apesar de serem grandes pecadores, e que dizem que receberam a remissão de pecados apesar de não tê-la recebido ainda. Os que agem com hipocrisia diante de Deus são aqueles que crêem Nele sem conhecer a Verdade do nascer de novo pela água e pelo Espírito; são aqueles que usam de hipocrisia em seus atos para esconder sua maldade.
O que mais Deus despreza é a hipocrisia do homem – isto é, sua falsa virtude – pois ela vai contra a verdadeira virtude de Deus. Mesmo assim, algumas pessoas nos criticam porque exaltamos somente a justiça de Deus e criticamos a virtude do homem. Elas dizem que estamos totalmente errados. O nosso ponto de vista pode até estar errado, mas se olharmos pelo lado de Deus, nós veremos que é justamente o contrário.
As pessoas são más por natureza, mas elas tentam ser justas enganando a si mesmas. Contudo, tentar esconder a maldade com pequenas virtudes é o mesmo que tentar cobrir o céu com a palma da mão. O homem em si mesmo é impuro e obsceno; como é que nós podemos dizer então que as pessoas são justas? Que bondade há no ser humano? Ao contrário, as pessoas têm que confessar sua maldade, receber a perfeita remissão de seus pecados e se tornarem mais alvas que a neve crendo na Palavra da Bíblia, que é a Palavra de Deus. Aí então, depois de terem se tornado justas ao receber a remissão dos seus pecados, elas devem buscar a verdadeira bondade de Deus, não a hipocrisia do homem. Elas devem deixar toda sua hipocrisia e maldade, e buscar a verdadeira bondade de Deus.
Como podemos saber se somos seres impuros e obscenos? Isso acontece não quando cometemos pecados em nossos atos, ao contrário, quando examinamos a nós mesmos pela Palavra de Deus, pois então não temos como deixar de reconhecer que todo tipo de maldade é encontrado em nosso coração. É assim que nos tornamos pecadores mediante a Palavra – ou seja, que reconhecemos que somos pecadores. Para que nós recebamos a salvação da graça de Deus, primeiro nós temos que nos tornar pecadores mediante a Palavra de Deus pelo menos uma vez. Apesar de todos nós sermos seres malignos, quando aceitamos o evangelho da salvação da remissão de pecados nós somos salvos de todos os nossos pecados e passamos a viver como justos. Além disso, todos os que receberam a salvação têm que deixar a hipocrisia e, de agora em diante, viver crendo apenas na justiça de Jesus Cristo.
Deus não coloca Sua esperança na hipocrisia do homem. Por todos serem hipócritas por natureza, Ele não coloca Sua esperança no ser humano. Da mesma forma, pelo fato de a hipocrisia ser algo que as religiões do mundo buscam também, Deus coloca Sua esperança naqueles que crêem na Sua Palavra, ao invés de colocá-la na religião. A hipocrisia não apenas leva o homem a cair, mas também leva todos para o mau caminho. Além disso, ela é uma barreira que impede as bênçãos de Deus, assim como a porta que traz maldição às pessoas. Sendo assim, todos têm que tirar a máscara da hipocrisia, não importa quem sejam, perante Deus e as pessoas, e voltar para o evangelho da água e do Espírito. Então, já que a hipocrisia é algo que destrói a alma, as pessoas têm que buscar a Verdade.
O que então é a Verdade da salvação que Deus nos deu? É o evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo nos deu. Todos nós temos que nascer de novo agora, pois Jesus Cristo já nos salvou de todos os pecados ao receber o batismo de João Batista e morrer na Cruz.
Além disso, por causa dessa Verdade, ficou muito claro que não há virtude alguma no ser humano. Quem quer que você seja, não engane a si mesmo. E também não se deixe enganar pela hipocrisia dos outros. Ninguém deve achar que é grande coisa.
Você aceitou o fato de que é maligno aos olhos de Deus antes de começar a crer no evangelho da água e do Espírito? Nós temos que aceitar de todo coração o fato de que nós somos seres malignos. De fato, por mais que o homem se esforce, o que vem dele é só maldade. A verdade é que só pensamentos de furto, homicídio, adultério, inveja, engano, dissensão, ira e loucura vêm do coração das pessoas. E essa imagem do mal é o que Deus tem como a imagem da natureza maligna do homem.
Mas apesar disso, muitas pessoas continuam vivendo neste mundo sem querer aceitar sua natureza pecaminosa. Enquanto seus atos malignos não forem revelados, elas não aceitarão o fato de que são más e estão condenadas ao inferno. É por isso que há muitas pessoas que não aceitam o evangelho da água e do Espírito. Mas o Deus que nos criou sabe que somos seres malignos em nossa essência, e por isso Ele continua dizendo: “Vocês são seres malignos”. Embora Deus tenha criado a Lei para entendermos nossa essência maligna, muitos continuam sem conhecer sua maldade. Ao contrário, eles tentam esconder suas culpas com folhas de figueira, isto é, com sua própria vida religiosa. Esta é a imagem mais maligna do ser humano.
Entretanto, ninguém pode esconder seus pecados impuros com nenhuma religião deste mundo. Todo aquele que deseja purificar seus pecados tem que crer que Jesus Cristo veio a essa terra por ele, foi batizado por ele, morreu em seu lugar na Cruz e ressuscitou por ele. Só quando cremos assim é que os nossos pecados desaparecem. Eu espero que você receba a salvação dos seus pecados também crendo no evangelho da água e do Espírito dado por Jesus Cristo. O Senhor quer que as pessoas deixem sua maldade e sejam aquelas que fazem a boa obra ao buscar Sua Verdade. Meus amados irmãos, para buscarmos a justiça de Deus, temos que crer somente no evangelho da água e do Espírito e seguir Jesus Cristo.
A passagem bíblica deste capítulo diz que quando Deus olhou para a terra seca e nela fez brotar árvores que produziu frutos, Ele viu “que era bom”. Deus concede a salvação pela remissão de pecados a todo aquele que reconhece sua imagem pecadora, e Ele nos faz dar frutos de justiça quando pregamos a Jesus Cristo, frutos que são lindos aos nossos olhos.
 
 
Você Crê na Salvação de Jesus Cristo que Veio pela Água e pelo Espírito?
 
Os nascidos de novo crêem na Verdade do batismo de Jesus Cristo no rio Jordão e aceitam isso em seu coração. O motivo pelo qual Jesus Cristo nasceu nessa terra foi nos salvar dos nossos pecados. Ele levou sobre si nossos pecados através do Seu batismo e morreu crucificado para receber a condenação por eles. Jesus Cristo ressuscitou ao terceiro dia depois da Sua morte para dar a nós os crentes uma nova vida. E Ele agora está assentado à destra de Deus Pai.
Amados irmãos, vocês crêem no evangelho da água e do Espírito que Jesus nos deu e que Ele é o próprio Deus? Sua fé é justamente aquela que permite que sua alma receba a remissão de pecados. Se vocês não tiverem essa fé, vocês viverão apenas como alguém que cheira muito mal, porque sua hipocrisia vai apodrecer vocês. Agora, contudo, nós podemos entrar no Céu e viver para sempre crendo na justiça do Senhor que veio a nós pelo evangelho da água e do Espírito.
Eu exorto todos vocês agora a conhecer sua maldade e ser salvos dos seus pecados crendo na Palavra da Verdade. E para aqueles que já se tornaram justos crendo no evangelho, eu peço que usem todo o tempo que lhes resta de vida como servos da justiça, aceitando a Palavra da Verdade de Deus e crendo nela. A verdadeira salvação de Deus vem àqueles que deixam a sua hipocrisia e conhecem a sua essência maligna. Para aqueles que conhecem seu verdadeiro eu, Deus deu a bênção de receber a remissão dos seus pecados e o Espírito Santo.
Deus não trabalha na mente carnal, ao contrário, Ele opera no nosso coração através da Palavra da Verdade. Deus semeia Sua Palavra no coração das pessoas e faz com que elas nasçam, cresçam e dêem frutos dentro dele.
Em João 1:12, o Senhor diz: “Mas a todos os que o receberam, àqueles que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus”. O Senhor está dizendo a nós: “Eu sou a porta do Céu. Eu te salvei com o véu azul, púrpura e escarlate da entrada do Tabernáculo”. Deus nos fez Seu povo e Seus filhos, e Ele nos disse: “Eu pessoalmente Me tornei seu Pai e seu Pastor”. Só quando aceitarmos em nosso coração a Palavra da Verdade que Deus nos falou é que a flor da salvação brotará dentro dele e dará o fruto do Espírito Santo.
Só é possível termos uma verdadeira vida de fé quando nós cremos na Palavra de Deus de coração. É crendo na Palavra de Deus de coração que nós podemos dar o fruto da salvação; e é crendo nessa Palavra que nós podemos louvar a Deus do fundo do coração, servi-Lo e receber todas as bênçãos celestiais. Nós temos que guardar na mente o que Deus diz na passagem deste capítulo: “Produza a terra relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra” (Gênesis 1:11). Eu exorto a todos vocês a se lembrar que a terra aqui de fato se refere ao seu e ao meu coração, e que é nele que Deus trabalha por meio da Sua Palavra.
Se a Palavra de Jesus Cristo não estivesse no nosso coração ela não poderia produzir nada. Corações assim não têm nada de bom. Corações assim estão sempre vazios. Só existe um vazio em corações como estes. Os pensamentos criados pelo homem residem em sua carne, mas o coração reside separadamente no espírito. Um coração sem a Palavra de Deus está vazio e não há nada nele. Quando nosso coração crê na Palavra dita por Deus a nós é que a erva que produz semente e a árvore que dá frutos começam a crescer dentro dele.
Nós recebemos a salvação e nos tornamos filhos de Deus crendo de coração na Sua Palavra, e também recebemos a vida eterna crendo nesta Palavra que está lá em cima no verdadeiro Céu. Nós recebemos todas as bênçãos de Deus em nosso coração. Não foi isso que aconteceu comigo e com você? Se nós confiarmos na nossa mente, muitas perguntam estranhas vão surgir. Então, nós temos que rejeitar todos os pensamentos carnais e confiar apenas na Palavra da Verdade de Deus. Onde Deus faz Sua obra? Ele trabalha no nosso coração por meio da Palavra. Deus está dizendo ao seu e ao meu coração: “Eu salvei vocês pela água, pelo sangue e pelo Espírito Santo, e foi assim que Eu fiz de vocês Meus filhos. Vocês são Meus filhos. Vocês são Meu rebanho. Vocês são justos”.
 
 
A Palavra de Deus é a Semente do Evangelho que Nos Leva à Salvação
 
Deus fala ao nosso coração. Ele diz: “Eu sou o teu Deus”. Onde a Palavra de Deus encontra pouso? Ela encontra pouso no coração dos que crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito de Deus. Aqui, as águas que estão acima dos céus caem na terra, a regam e fazem nascer nela a vida. A Palavra de Deus, ou seja, as águas acima dos céus, é a semente da vida. Está escrito que a semente da vida está na Palavra de Deus, não na terra. Todas as sementes caem na terra, e aquelas que são plantadas no solo, nascem para a vida gerando ervas, árvores e vegetação. Essas sementes crescem e se tornam verduras, macieiras e laranjeiras que dão fruto.
Em outras palavras, a terra não pode produzir nada por si mesma. A obra de Deus é realizada na terra porque Ele opera nela com Suas águas. Toda vegetação, ervas e árvores nascem na terra justamente porque a Palavra de Deus cai sobre ela e ela a aceita como a semente da vida. Já que nós cremos em Deus, como é que devemos crer? Crer na Palavra de Deus é o mesmo que crer em Deus.
O que Deus nos diz? Ele nos diz que já apagou os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, e que Ele nos deu as divinas bênçãos celestiais. Deus diz que Ele fez de nós Seus filhos com o véu de linho fino azul, púrpura e escarlate da entrada do Tabernáculo. Por isso, nós agora somos os filhos de Deus que crêem na Verdade do evangelho da água e do Espírito.
Que relação temos com Deus então? Nós podemos chamar Deus de Pai. E também podemos chamá-Lo de nosso Senhor, pois Ele é nosso Senhor e Salvador. É pela nossa fé na Palavra da Verdade que Deus falou ao nosso coração que nós agora levamos agora uma verdadeira vida de fé. Não podemos levar uma vida de fé correta seguindo nossos próprios pensamentos. Ter uma verdadeira vida de fé só é possível quando cremos na Palavra de Deus de coração. Louvar a Deus é algo que também temos que fazer de coração. Nós temos que entender que é no seu e no meu coração que Deus trabalha. Eu peço a todos vocês que creiam que Deus já trabalhou no seu coração pela Palavra do evangelho da água e do Espírito.
 
 
O Evangelho de Deus Veio dos Céus
 
Existe em Israel um lago muito singular chamado de Mar Morto. Vida alguma sobrevive naquele lugar. As águas do rio Jordão, que nascem no Lago da Galiléia, fluem pelos vales do Jordão e deságuam nele. Só a superfície do Mar Morto está aproximadamente 400 m abaixo do nível do mar. E por não haver nenhum lugar mais baixo do nível do mar do que o Mar Morto, as águas que nele deságuam não fluem mais para lugar algum. E como suas águas evaporam muito rápido por causa do clima quente da região, o nível de salinidade das águas do Mar Morto é muito alto. Por isso, não existe nenhum peixe nele e nada pode sobreviver ali. Ao longo da costa do Mar Morto, é muito difícil crescer árvores ou alguma vegetação.
O mundo do pensamento humano é como o Mar Morto. A Palavra de Deus não opera nos pensamentos do homem. Se a Palavra de Deus cair nas águas do mar ela não terá efeito. Se a Palavra de Deus cair no mar dos pensamentos carnais, vida alguma poderá nascer ou crescer. Por essa razão, nós temos que ter uma vida de fé crendo no evangelho da água e do Espírito. Ter fé no Senhor é o mesmo que crer na Palavra de Deus. Nós temos que crer na Palavra de Deus de coração.
As pessoas criaram um título para Hebreus 11 e o chamam de capítulo da fé. Se nós lermos Hebreus 11:24-31, está escrito: “Pela fé Moisés, sendo já homem, recusou ser chamado filho da filha de Faraó. Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus do que, por algum tempo, ter o gozo do pecado. Teve por maiores riquezas o opróbrio de Cristo do que os tesouros do Egito, porque tinha em vista a recompensa. Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; ficou firme porque viu aquele que é invisível. Pela fé celebrou a páscoa e a aspersão do sangue, para que o destruidor dos primogênitos não os tocasse. Pela fé os israelitas atravessaram o mar Vermelho, como por terra seca; tentando-o os egípcios, se afogaram. Pela fé caíram os muros de Jericó, depois de rodeados por sete dias. Pela fé Raabe, a meretriz, tendo acolhido em paz os espias, não pereceu com os incrédulos”.
Além de Moisés e Raabe, mencionados na passagem acima, várias pessoas de fé são citadas em Hebreus capítulo 11. Mas que tipo de fé era a deles? A que cria de coração na Palavra que os servos de Deus falaram a eles. Por terem crido na Palavra de Deus, Moisés e Raabe puderam viver, provar da grande obra de Deus e receber a salvação. Nós também podemos receber a verdadeira salvação crendo na Palavra de Deus de coração. Nós agora temos que levar uma vida de fé confiando na Palavra de Deus de todo o nosso coração.
Nós temos que seguir a Cristo pela fé na Palavra de Deus. Por mais que confiemos em nossos pensamentos, isso não nos traz benefício algum. Um pensamento é só um pensamento, nada mais do que isso. A nossa fé só pode brotar como uma flor quando cremos nas águas que estão acima dos céus, isto é, na Palavra de Deus. Essa é a verdadeira vida de fé.
No passado, aqueles que nos precederam na fé viviam por ela segundo a Palavra de Deus, crendo na Palavra de cima dos céus, a Palavra da aliança de Deus. José tinha certeza que o povo de Israel entraria na terra de Canaã no futuro, pois ele cria na promessa passada a ele pelos seus pais da fé. Foi por isso que no seu leito de morte ele disse estas últimas palavras: “Mesmo que eu morra, Deus fará com que vocês entrem na terra de Canaã no futuro. Quando chegar a hora de vocês deixarem a terra do Egito, não deixem de desenterrar os meus ossos e levá-los com vocês para a terra prometida”. José disse estas últimas palavras porque ele cria na palavra que Deus havia dito a Abraão – que Ele salvaria o povo de Israel depois de 400 anos de escravidão e os levaria de volta para a terra de Canaã. Por isso, quando o povo de Israel deixou o Egito, eles desenterraram os ossos de José e os levaram para a terra de Canaã onde foram enterrados. É disso que se trata a fé. Onde Deus faz Sua obra? Ele a faz na terra. Isso quer dizer que Deus trabalha em nosso coração.
O que está em nosso coração? O que está dentro dele é a fé. Qual é a verdadeira natureza da fé? É crer na Palavra que está acima no céu, isto é, na Palavra de Deus. A fé é justamente isso. Crer de todo coração na Palavra de Deus que está no Céu, a Palavra que veio ao nosso coração, a Palavra que Deus nos deu – isso é ter fé. Todos nós temos que saber o que de fato é a fé.
Se fosse para haver um tesouro valioso no nosso coração, nós poderíamos dizer que ele seria ter fé na Palavra de Deus de todo coração. O que há de mais precioso é um coração que tem fé, e um coração sem fé não passa simplesmente de um monte de pensamentos carnais. Todo pensamento que vem da carne do homem é só um pensamento; não é algo que vem da Palavra da Verdade. O mar e a terra em si mesmos não têm vida. Só a água acima dos céus – isto é, a Palavra da Verdade e a semente da vida – é que vem sobre a terra e faz com que ela dê lindas flores, produza vegetação e dê árvores frutíferas. O fato é que todas estas lindas flores, frutos e vegetação vêm à existência pela Palavra de Deus que está nos céus.
O solo não tem nada a fazer senão aceitar tudo que cai nele. A terra não faz nada além de receber a semente quando esta cai sobre ela. O que eu estou tentando fazer com que você entenda é que a fé correta não é aceitar em nosso coração o que é criado pela nossa lógica e pensamentos, nem crer nisso. A fé edificada com base no pensamento humano vai e volta como as ondas do mar, e suas espumas são como dúvidas. Mas essa fé criada pelo pensamento humano é instável porque às vezes parece ser algo razoável, mas outras vezes não. Nossos pensamentos humanos são sempre assim, vão e voltam. Não é assim? Os pensamentos carnais não são assim? Entretanto, se tivermos discernimento de tudo pela Palavra de Deus, tudo vai ficar mais claro.
A verdadeira fé não tem nada a ver com os pensamentos carnais do homem. Deus não trabalha na vida das pessoas por meio dos seus pensamentos. Quando a Palavra da Verdade de Deus vem a essa terra, a semente da Verdade da vida floresce e dá fruto. O que é que tem o poder de fazer a água do mar e a terra florescer e dar fruto? É a Palavra da Verdade de Deus.
Eu espero que todos vocês entendam agora que a Palavra de Deus nasce e opera nessa terra. A obra pela qual Deus traz a vida não acontece nos nossos pensamentos carnais, mas, ao contrário, ela acontece apenas no coração que crê no evangelho da água e do Espírito. Deus só aprova nossa fé quando cremos na Sua Palavra com um coração sincero. Mas apesar disso, são poucas as pessoas que crêem na Palavra de Deus de coração. A Palavra de Deus é a Verdade e ela tem poder. Está escrito: “As armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas” (2 Coríntios 10:4). A fé na Palavra de Deus é uma arma poderosa que destrói as fortalezas, e os que têm essa fé receberão abundantes bênçãos do Senhor.
Uma fé correta não pode crescer crendo no engano, criado pela nossa tentativa de entender e crer na Palavra de Deus com nossos pensamentos carnais. Essa fé sempre vai e volta como uma onda, crê num momento e fraqueja um minuto depois. A nossa fé jamais deve ser uma fé meramente religiosa. A flor da verdadeira fé jamais pode florescer quando alguém confia em seus próprios pensamentos. O que eu quero que você entenda é que Deus não trabalha nos pensamentos carnais do homem. Onde é que Deus faz Sua obra então? Ele trabalha em cima da nossa fé que crê no evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus. A obra de Deus só acontece de fato quando cremos Nele de coração. O fato é que somente quando cremos no evangelho da água e do Espírito, na Palavra de Deus, é que Ele nos dá a salvação, nos torna Seus filhos, responde as nossas perguntas, nos fortalece e nos leva a dar frutos espirituais.
Deus trabalha no nosso coração por meio do evangelho da água e do Espírito. E até agora Ele continua trabalhando no meu e no seu coração com o evangelho da água e do Espírito. Amados irmãos, vocês crêem em Deus com seus pensamentos carnais ou com seu coração, crendo no evangelho da água e do Espírito? A fé na Palavra da Verdade está dentro de vocês? É preciso deixar os pensamentos carnais quando se crê em Deus. Deixemos nossos pensamentos diários do dia-a-dia e creiamos em Deus colocando nossa fé na Sua Palavra.
É porque Deus trabalha em nossa vida que nós cremos Nele de todo coração, O louvamos de todo coração, O seguimos de todo coração, oramos a Ele com toda certeza no nosso coração, e fazemos Sua obra de todo coração. Por crer que Deus é meu Pai, eu posso fazer minha oração da fé com toda confiança e dizer: “Pai, por favor, faça isso por mim”.
  
 
A Obra de Deus Acontece Dentro de Nós
 
Deus disse em todo o Seu poder: “Produza a terra relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nele, sobre a terra” (Gênesis 1:11). Quando a Palavra da Verdade que Deus falou em Seu poder veio a essa terra – em outras palavras, como uma semente – ela a aceitou e produziu fruto. Não havia mais nada que a terra pudesse fazer. Ela não age por conta própria nem faz sacrifício algum para conseguir água. Tudo que ela faz é receber a semente da Verdade que vem do alto, e permitir que ela brote e floresça recolhendo nutrientes do solo. Se olharmos bem, a terra é algo que Deus criou. Não há nada que tenhamos feito por nós mesmos.
Portanto, se alguém deixasse sua vida de fé achando que o certo é o que ele pensa, tudo isso seria em vão. Se ele deixasse sua vida de fé pensando assim: “Mesmo levando minha vida de fé assim eu ainda tenho que ser discipulado pelos outros? Qual seria a melhor forma de eu ser orientado na minha igreja? O que poderia ser feito para que a Palavra de Deus se adequasse mais aos princípios do homem?”, não haveria então nenhum mérito na sua vida de fé. Pessoas assim não têm levado uma vida de fé, ao contrário, elas têm escolhido por quais caminhos seguir em sua vida com muita astúcia. Para dizer isso de uma forma bem branda, eles estão numa busca pelo saber. Elas têm buscado a filosofia mais adequada a elas. Se alguém leva uma vida de fé buscando o que é melhor para si ao invés de crer na Palavra de Deus de coração, isso só significa que ele não leva uma vida de fé realmente, mas somente uma vida religiosa.
Deus trabalhou em nosso coração. E por ter trabalhado no seu coração e no meu, Deus nos tornou Seus filhos. Isso não é verdade? Claro que é! Nós agora nos tornamos filhos de Deus. Mas nós nos tornamos filhos de Deus por causa dos nossos pensamentos? Não, de forma alguma. Se fôssemos confiar nos nossos pensamentos, nós jamais nos tornaríamos sem pecado, pois isso seria como segurar o vento.
Como é que nos tornamos filhos de Deus então? Nós nos tornamos filhos de Deus crendo na Palavra do evangelho que apagou todos os nossos pecados. Ao cometermos um pecado em nosso pensamento, nós nunca temos certeza se ele sumiu ou não. Nossos pensamentos carnais ficam inquietos, mas nosso coração nos dá a certeza de que “nós não temos mais pecado”. Todos as pessoas da fé, sejam elas Moisés, Josué ou Raabe, a prostituta, resolveram seus problemas com o pecado.
Nós podemos ter uma vida de fé correta crendo de coração na Palavra de Deus. Quando nós cremos na Palavra de Deus de coração, a semente da vida que está na Palavra entra em nós e trabalha em nós. E ela faz brotar em nós um ramo da fé. Mas isso é algo que não podemos fazer por nós mesmos, e embora não haja beleza em nosso coração, ainda assim Deus fez brotar um lindo ramo, fez nascer flores e frutos. Em outras palavras, Deus faz uma linda obra em nós. E com que Ele faz isso? Ele faz isso com a Palavra da Verdade. A semente da Verdade entra em nós então, e essa semente faz uma linda obra dentro de nós.
A Verdade nos leva a pregar o evangelho às outras almas, a fazer a obra para servir a Deus, segui-Lo pela fé, lutar contra o diabo e vencê-lo. É a Verdade que nos capacita a fazer essas coisas. Todavia, por mais zelosos que tentássemos ser, jamais poderíamos fazer isso. Melhor dizendo, nós não podemos levar uma vida de fé baseados em nossos pensamentos. Você nunca poderá receber o evangelho da salvação se seu coração pensar assim: “Eu vou pensar sobre isso e, se eu puder entender, eu vou crer. Mas se eu não entender isso, mesmo depois de ler na Palavra e ouvi-la várias e várias vezes, eu jamais vou crer nisso então. O que eu quero dizer é que eu vou crer somente na parte que eu entender”. Se você pensa assim, você então tem que se desfazer disso rapidamente.
A fé é algo simples. Tudo que nós temos a fazer é meditar na Palavra de Deus de coração e crer nela simplesmente. A Verdade também é algo simples. A Verdade é só a Verdade. Ela não considera algo justo só porque nós pensamos que é, nem é confirmada pelos nossos pensamentos. A Verdade não se torna verdadeira porque nós a aceitamos, nem se torna falsa porque a rejeitamos. A Verdade é só a Verdade. É algo que nunca muda.
 
 
Pensamentos Humanos: Impedimentos para uma Vida de Fé
 
Deus revelou a obra que Ele queria realizar no ser humano através da obra da criação. No primeiro dia, Deus falou sobre a obra da salvação. No segundo dia, Ele falou da obra da divisão. No terceiro dia, Ele falou como alguém poderia se tornar uma pessoa de fé. Apesar disso, há muitas pessoas cuja fé ainda não chegou ao terceiro dia. E para se tornarem servas de Deus, elas devem crer na obra de Deus feita no terceiro dia da criação. No quarto dia, Deus criou as estrelas do céu. No quinto dia então, a obra de podermos contemplar pela fé céu e mar, de reinarmos sobre tudo pela fé e de desfrutarmos de tudo por completo, foi realizada.
Qual é a maior barreira para que a obra do terceiro dia seja realizada em nosso coração? São nossos pensamentos carnais. Mas não qualquer tipo de pensamentos. São os pensamentos carnais. Muitas pessoas estão levando uma vida de fé baseada em seus próprios pensamentos carnais. E já que isso acontece, sua vida de fé está sujeita aos seus pensamentos, e a verdade é que ela vai ser sempre desencorajada se isso não mudar. Por mais que alguém pense assim: “Ah, isso parece tão correto. Por isso, vamos crer nisso. Eu creio”, se sua fé não estiver baseada na Palavra de Deus, quando ele passar por momentos difíceis então, tudo vai se perder de uma hora para outra. Sua fé vai perecer.
Por exemplo, quando um tufão chega à costa, ele causa um grande estrago ao longo dela. É como se fosse uma enorme onda que sai varrendo tudo de uma vez, destruindo tudo que há na praia e inundando as casas. Quanto mais uma pessoa tem uma mente carnal, mais sua fé enfraquece por causa disso. E chega uma hora que ela desaparece de uma vez por todas sem deixar vestígio. Quando alguém se deixa levar mais e mais pelos seus pensamentos carnais, isso acaba até com as coisas que ele antes cria, e, por fim, a fé que ainda restar, por menor que seja, se acabará.
Existem dois tipos de pessoas: as que crêem na Palavra de coração e as que levam uma vida de fé de acordo com o que elas acham que é certo. Os que levam uma vida de fé de acordo com seus próprios pensamentos ainda não conhecem a obra que Deus fez no terceiro dia. Amados irmãos, nós temos que crer na Palavra de Deus de coração. Temos que meditar nela de coração e crer nela da mesma forma. É com nosso coração que temos que crer. Só então Deus fará Sua obra em nós.
Os que aceitam a Palavra de Deus somente até o nível dos seus pensamentos e não crêem nela, tendem a ouvi-la como se fosse uma aula de história, e pensam assim: “Este não é o tema principal desta passagem... Hum, ele está falando sobre a fé hoje. Eu acho que esta passagem pode ser interpretada assim”.
Eu não estou dando aula de história agora. E eu não estou dizendo que “o tempo de Moisés foi tantos anos A.C. e que a cultura daquela época era assim e assim. Moisés se tornou o líder da nação de Israel naquela época assim e assim. Isso foi fabuloso. Todos nós devemos ser como Moisés”. Ao contrário, o que eu estou dizendo a vocês é que toda fé do povo de Israel, seja a fé de Moisés, de Raabe ou de Josué, estava baseada em crer na Palavra de Jeová de coração. Deus está nos dizendo que este é o reino da fé.
Se você quiser aceitar este sermão depois de tê-lo ouvido e entendido, tudo que você tem a fazer é tentar. Você sabe tanto assim para aceitar a Palavra de Deus logo depois de entendê-la? Quando você tentar entendê-la sozinho e aceitá-la com seus próprios pensamentos, aí já será tarde demais. Você só poderá entender o que te disserem agora depois de 10 anos, não, talvez daqui a 20 anos. Mas talvez seja bom para você levar 20 anos para dizer: “Ah, foi por isso que o pastor Chang disse aquilo naquela época”. Você pode até continuar levando sua vida de fé com seus próprios pensamentos, mas mesmo que passe 20 anos você não entenderá isso. Talvez você já tenha até morrido antes de despertar e ter este entendimento. Seus pensamentos são seus inimigos.
Conforme continuamos nossa vida de fé, nós até podemos pensar na Palavra de Deus com a fé do nosso coração, e se nós formos julgar a Palavra de Deus, fortalecer nossa fé e planejar nosso futuro baseados em nossos pensamentos carnais, eles se tornarão então nossos próprios inimigos. Nós temos que crer no que Deus nos disse, que uma vida de fé baseada nos próprios pensamentos de alguém, onde se tenta entender a Palavra e fazer planos baseados neles, não é uma vida de fé.
 
 
Onde Deus Trabalha?
 
No terceiro dia, Deus ordenou que a terra produzisse relva, que ervas dessem sementes e as árvores frutíferas dessem fruto segundo a sua espécie. Deus não disse isso ao mar. Para nós, o primeiro dia da criação já passou. E o segundo dia também já passou. As águas acima do firmamento foram divididas das águas da terra. Você agora sabe o que é a Palavra de Deus e quais são as palavras do diabo?
Nós temos que esperar pelo terceiro dia. Quando o segundo dia passar, logo o terceiro dia chegará. Na verdade, o terceiro dia já chegou para nós. No terceiro dia, aconteceram dois eventos. Deus juntou as águas que cobriam a terra num mesmo lugar e as chamou de mares. E a parte seca ele chamou de terra. Isso quer dizer que Deus separou os mares da terra de forma perfeita. Entre os dois que foram divididos, onde Deus faz Sua obra? Ele trabalha na terra. Foi para a terra que Deus disse: “Produza a terra relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que dêem fruto segundo a sua espécie” (Gênesis 1:11). Deus plantou Sua semente nessa terra e, através dela, Ele produziu frutos. Ao fazer isso Ele revelou Sua glória. É por isso que está escrito que o que Deus viu era bom.
Como é que Deus trabalha em nós então? Ele trabalha em nosso coração. Ele fez Sua obra no coração dos que crêem. Nós recebemos a salvação pela fé. Nós fomos salvos do juízo pela fé. Pela fé nós chamamos Deus de Pai. É pela fé que vivemos. Pela fé seguimos a Palavra de Deus. Tudo é feito pela fé.
Contudo, temos que entender que ainda há muitos irmãos, e até mesmo alguns servos de Deus, que ainda não passaram do terceiro dia. Até agora eles julgam a Palavra com seus próprios pensamentos. A Palavra de Deus é um objeto da fé e da Verdade, não um objeto da nossa análise e julgamento. Por mais que nós analisemos a Palavra de Deus com nossa mente humana, não podemos encontrar nela nenhum erro. Por isso, temos que desistir dessa tentativa inútil e crer de todo coração. Nós temos que crer em toda Palavra que Deus nos prometeu e completou, e em todas as promessas restantes que Ele cumprirá em nós com toda certeza.
Como você tem levado sua vida de fé até agora? Quando você ouve a Palavra de Deus ou lê a Bíblia, você a deixa de lado porque não a entende bem, não crê nela e nem a aceita até que você finalmente possa entendê-la?
Quando nós vamos a uma empresa, vemos sobre a mesa do diretor alguns documentos marcados assim: ‘resolvido’, ‘não resolvido’, e ‘com reservas’. O que quer dizer os ‘resolvidos’? Quer dizer que eles são documentos cuja decisão final já foi tomada. Aqueles que estão escritos ‘com reservas’ são os que tiveram um parecer favorável, mas cuja decisão final ainda não foi tomada.
Nós também podemos descrever a fé de alguém como resolvida, não resolvida e com reservas. Entre estes diferentes tipos de fé, a que Deus mais detesta é a com reservas. Uma fé com reservas é aquela que nem é quente nem fria, mas apenas morna e dividida. Embora a Palavra seja Verdade, ela é posta de lado porque discorda dos pensamentos das pessoas, e só é aceita mais tarde quando concordar com eles. Se uma pessoa coloca de lado sua fé indefinidamente, isso não é ridículo e totalmente ilógico aos olhos de Deus?
Talvez Deus diga: “Hei, você se acha tão esperto assim para dizer que pode julgar Minha Palavra e crer nela apenas quando a entender? Como foi que Eu te salvei então? Foi porque você entendeu que você pôde receber a salvação? Hei, o que você está tentando fazer é viver sua vida guiado totalmente pelos seus próprios pensamentos, apesar de ter recebido a salvação pela graça. Você está tentando levar uma vida de fé pelo seu próprio entendimento”.
Isto que chamamos de fé não finge entender. Fé é a certeza das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se vêem. A Bíblia diz que nossos pais na fé no passado sabiam que Deus havia criado este mundo não porque eles entendiam cada aspecto da criação de Deus, mas porque eles criam na Sua Palavra (Hebreus 11:1-3).
Amados irmãos, nós estávamos lá quando Deus criou este mundo com Sua Palavra? Nós vimos isso? Nós testemunhamos quando Deus criou os mares? Nós vimos quando Deus criou a terra, o homem e os nossos antepassados? Não, nós não vimos nada disso. Mas como nós sabemos que Deus criou o universo e tudo que nele há? O que eu estou dizendo é que nós sabemos de tudo isso pela fé.
No início, Deus criou todo o universo. E nós sabemos disso porque cremos na Palavra de Deus que diz que Deus criou os céus e a terra. O fato é que nós também recebemos a salvação pela fé. E é pela fé que nós sabemos que Deus se tornou nosso pastor também. Tudo é pela fé. Ir para o Céu é algo que nós conseguimos pela fé.
 
 
A Fé com Reservas é um Inimigo Destemido
 
A fé com reservas é o inimigo mais destemido da nossa fé. Alguém com uma fé indecisa de fato tem muitos problemas. E já que os que ainda não tiveram um encontro com a Palavra é que têm essa fé, tudo que temos a fazer então é pregá-la para eles e guiá-los. No entanto, entre os indecisos, ninguém sabe quando se decidir e tomar sua decisão final. Nós podemos até nos afastar das coisas deste mundo, mas não precisamos perder nada sendo teimosos e tendo uma fé não resolvida. Na verdade, seria muito melhor e mais sábio nos tornamos a luz abençoada que crê na Palavra de Deus. Seria realmente uma tolice alguém aceitar a Palavra de Deus só para ter conhecimento e deixá-la oculta em seus próprios pensamentos. Imagine se um suntuoso banquete fosse preparado para você, mas você só olhasse para ele ao invés de comê-lo, apesar de estar morto de fome. Tudo isso não valeria de nada então. Uma vida de fé com reservas é assim.
O maior barreira para os nascidos de novo é o fato de eles quererem que Deus trabalhe em seus pensamentos, não crendo que é no seu coração que Ele trabalha, como Ele trabalhou na terra no terceiro dia. Isso é errado. Foi determinado que quando Deus trabalha, Ele trabalha no coração humano. Ele criou Seu esquema de trabalho, dizendo: “Eu vou continuar trabalhando para sempre em seu coração, até mesmo no futuro”.
Porém, as pessoas ainda esperam por algo absurdo. Os que tentam levar sua vida de fé segundo seus próprios pensamentos estão todos confusos, pensando assim: “A água do mar também é água, então Deus tem que trabalhar na água do mar também. Puxa, como minha mente está confusa. Isso é tão difícil de entender”. Assim como as ondas sempre arrebentam na praia, essas pessoas têm pressa de aprender a Palavra, mas só que por si mesmas. A Palavra de Deus é algo que simplesmente temos que crer.
Quando jogamos futebol, todos nós sabemos muito bem o que temos que fazer. Depois que formamos os times, sabemos instintivamente que temos que trocar passe uns com outros e chutar a bola no gol do adversário. Na hora de darmos um passe, nós não ficamos pensando no que fazer, tipo: “Para que lado eu devo chutar a bola?” Já que eu sei muito bem de que lado estou jogando, eu posso jogar com toda segurança. Porém, se eu não souber dessa regra tão simples, isto é, se eu não tiver certeza de que time eu sou, eu vou acabar fazendo um gol contra então.
A Palavra de Deus é algo que temos que crer como se nós fôssemos uma criança. Se nós deixarmos de colocar nossa fé na palavra de Deus, ela não estará em nós. Mas se a aceitarmos pela fé, ela estará em nós então. Apesar disso, muitos de vocês não entendem o quanto vocês perdem por agir com reservas, protelando sua decisão final ao invés de colocarem sua fé na Palavra de Deus. No passado, amados irmãos, eu também era como vocês, incapaz de dar um passo de fé e confiar totalmente na Palavra de Deus.
As pessoas ficam tentando entender a Palavra de Deus com seus próprios pensamentos. Vendo como Jesus lavou os pés de Pedro em João capítulo 13, alguém pode até pensar assim: “As pessoas usavam sandálias naquela época, e por isso seus pés ficavam cheios de poeira e tinham que se levados todos os dias. Eu acho que foi por isso que aconteceu aquilo”. É claro que isso não está 100% errado, mas não foi por isso que Jesus lavou os pés de Pedro. Essas pessoas pensam demais quando ouvem a Palavra, e é por isso que elas cruzam seus braços ao ouvi-la como se dissessem: “Eu posso confiar neste servo de Deus? O que ele está dizendo agora? Eu vou ouvi-lo agora, mas só uma vez”.
Nós temos que ouvir a Palavra de Deus com o coração, já que nós sabemos que os servos de Deus que a estão pregando estão falando da Palavra de Deus nas suas próprias palavras. Muitas pessoas, porém, não deixam nada entrar no seu coração pela fé justamente porque não tem discernimento se o que elas estão ouvindo é a Palavra de Deus ou as palavras da pessoa. Se essas pessoas ouvissem meus sermões, talvez elas dissessem: “Veja como ele fala de futebol! Por acaso tudo isso que ele está falando não é de si mesmo?”
Na verdade, o que eu falei sobre o futebol aqui também é a Palavra de Deus, não é? Mas aqueles que levam sua vida de fé segundo seus próprios pensamentos adoram escolher o que é melhor para si quando ouvem a Palavra de Deus. Eles decidem por si mesmos o que é a Palavra de Deus e o que não é. Muitos deles ficam protelando justamente por fazerem esse tipo de escolha quando ouvem a Palavra de Deus, se recusando a crer nela totalmente. E já que eles adiam sua decisão, a fé não cria raiz e não cresce dentro deles. Outras pessoas já crescem na fé rapidamente, todos os dias, mas os que pensam por si mesmos dificilmente vêem algum crescimento. E, por causa disso, sua fé cresce muito pouco, mesmo depois de eles terem passado por grandes sofrimentos, pois isso é o mesmo que tentar raspar o fundo de uma panela.
A Palavra de Deus trabalha no coração das pessoas. E nessa Verdade que temos que crer. A Palavra de Deus nunca trabalha nos nossos pensamentos. Se você dissesse a Deus: “Querido Deus, eu acho que isso é assim. O que Tu achas Deus?” Então Ele responderia: “Ah, sim. Me esqueça então! Já que você sabe tudo, faça o que você quiser. Você vai ter que se virar sozinho agora”.
Deus quer ter comunhão conosco através do nosso coração. Ele quer compartilhar o amor e se alegrar em nosso coração. Ele quer fazer a flor brotar. Deus quer vir a terra, plantar flores e árvores frutíferas nessa terra seca, e nos mostrar Seu caminho misterioso.
A verdade é que Deus quer firmar a raiz do verdadeiro evangelho no nosso coração, e fazer brotar suas flores para que Ele dê frutos espirituais através de nós. Você tem que saber disso. Você compreende? Você tem que renunciar sua vida de fé do passado que se baseava em seus próprios pensamentos. Mesmo que você pensasse por cem anos, nada viria deles. E mesmo que viesse, isso nada mais seria do que uma perda de tempo e energia.
 
 
As Pessoas de Fé que Crêem na Palavra de Deus
 
Nós temos que levar uma vida de fé tendo um coração que crê. Olhe para as pessoas em Hebreus que viveram pela fé. Uma delas, Raabe, a prostituta, ouviu um boato que dizia: “Há um ser divino, Deus, que se chama Jeová, em meio ao povo de Israel e que o guiou através do Mar Vermelho. E porque Deus estava com eles, eles foram libertos das dezenas de milhares de soldados egípcios, pois este Deus chamado Jeová acabou com o exercito egípcio afogando a todos no mar. Este é o ser divino que está com o povo de Israel”.
Embora a prostituta fosse uma estrangeira, ela creu com seu coração dizendo: “Se este ser divino existe, eu vou crer nele. Eu creio neste ser divino que salvou o povo de Israel como meu Deus”. E aconteceu que, quando chegou a hora, espias do povo de Israel foram à cidade de Jericó na terra de Canaã, onde Raabe morava.
Os historiadores dizem que as muralhas de Jericó eram tão largas e fortes que dois caminhões de 8 toneladas poderiam subir e descer delas sem nenhum problema. Estas muralhas eram duplas, uma por dentro e outra por fora, e dizem que eram muito largas. Assim, elas eram perfeitas para a defesa. Para os pensamentos humanos, essas muralhas jamais poderiam ser derrubadas. Naquela época, quando uma cidade era atacada, os exércitos invasores usavam aríetes para derrubar suas portas e invadi-la. Mas porque as portas de Jericó eram enormes e seus muros grandiosos, acreditava-se que a cidade dificilmente pudesse ser tomada e que nenhum exercito poderia penetrá-la. Em cima das muralhas, a prostituta Raabe tinha uma taverna. Raabe montou uma taverna em cima daquelas muralhas e sua família vivia da venda de vinho.
Contudo, essa prostituta Raabe, que havia ouvido falar de Jeová, o Deus do povo de Israel, creu nele de coração e disse: “Se este Deus é assim, eu vou crer Nele”. E quando os espias chegaram, ela teve fé e os escondeu. Eles ficaram na taverna e espiaram tudo ouvindo o que as pessoas diziam enquanto elas bebiam. Mas a prostituta Raabe sabia que eles eram israelitas. Entretanto, outro homem na taverna da Raabe percebeu que alguns estranhos tinham chegado à cidade e foi informar ao rei. Nesse ínterim, a prostituta Raabe escondeu os espias.
Ela perguntou para eles quando os escondeu: “Vocês são do povo de Israel?”
“Sim, somos”.
“Eu já ouvi falar do seu Deus, Jeová. Eu ouvi foi este Deus que salvou sua nação no Mar Vermelho. Isso é verdade?”
“Sim, é verdade”.
“Se isso é verdade, e se seu Deus quiser tomar essa cidade, ela então cairá. Nesse caso, eu tenho uma condição. Eu vou esconder vocês, mas quando seu povo tomar a cidade, eu quero que vocês salvem a mim e a minha família”. Os espias fizeram um acordo com ela então, que eles salvariam sua família.
Raabe então os escondeu entre as canas de linho que havia em seu telhado e disse a eles, em detalhes, como eles poderiam escapar. A prostituta Raabe deixou ir os espias porque creu em Deus, em Jeová. Então, quando o povo de Israel veio invadir a cidade, a prostituta Raabe, segundo o acordo, colocou um fio de escarlata na sua janela. A Bíblia diz que todos os da família de Raabe foram poupados segundo a ordem de Josué: “Não mateis ninguém na casa que estiver com um fio de escarlata”
O que significa essa atitude que Raabe tomou? Foi algo que ela fez por seus próprios pensamentos? Não, não foi. Ela fez aquilo pela fé. Embora os pensamentos de Raabe pudessem ser vagos como uma onda, mesmo não tendo certeza do que ela deveria fazer, ele teve fé. Se no seu coração não houvesse fé para crer que o ser divino realmente salvou o povo de Israel no Mar Vermelho – ou seja, se ela não cresse em Deus com seu coração – ela não poderia ter tomado aquela atitude.
A fé pela qual a prostituta Raabe foi salva é a mesma que permite a todos receber a salvação crendo no sangue (no fio de escarlata) de Jesus Cristo, que foi batizado no rio Jordão para levar nossos pecados. E, para nós, também é pela fé que crê no evangelho da água e do Espírito que recebemos a salvação.
Também foi pela fé que Moisés tirou o povo de Israel do Egito; e foi pela fé que ele se tornou parte do povo de Deus. Moisés rejeitou seus direitos de rei como se eles não valessem nada. Ele cria assim: “Eu não sou príncipe de uma só nação. Ao contrário, eu faço parte do povo de Deus e sou filho do Rei dos reis. Eu não sou um príncipe deste mundo. Ao contrário, eu sou um príncipe do Reino de Deus”. Por ter essa fé, ele pôde rejeitar o poder e a glória de um príncipe.
Amados irmãos, por Moisés crer na Palavra de Deus de coração, e por ele crer na Palavra de Deus dita pelos seus pais, ele pôde se alegrar e sofrer com o povo de Israel, e viver junto com eles. Tudo isso porque ele creu de coração. Onde é que Deus faz Sua obra nas pessoas de fé? Deus faz Sua obra no seu coração.
Em que lugar então Deus trabalha em nós, os santos? Ele trabalha na terra. Ele trabalha no seu e no meu coração. Deus já trabalhou em você e em mim. Todavia, muitas vezes tentamos fazer a obra de Deus no mar, como se procurássemos um lugar com o endereço errado. Até agora, há muitas pessoas tentando entender a Palavra com seus pensamentos, mas Deus já fez Sua obra em seu coração.
Nós temos que rejeitar nossos próprios pensamentos e crer de coração na Palavra de Deus que foi escrita. Nós temos que receber a salvação e levar uma vida de fé. É isso que significa ter uma vida de fé. Meus amados irmãos, vocês crêem nisso? Quando louvamos, nós devemos cantar crendo em Deus de coração, e quando levamos uma vida de fé, devemos crer na Palavra de Deus de coração. A fé é isso realmente.
Minha oração e minha esperança é que todos vocês levem uma vida de fé crendo na Palavra de Deus de coração, para que assim vocês recebam todas as benções que Deus já lhes deu.