The New Life Mission

Sermões

Assunto 14: A Primeira Epístola de JOÃO

[Capítulo 2-1] (1 João 2:1-5) Jesus Cristo é o Verdadeiro Deus

(1 João 2:1-5)
“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, porém, alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: eu o conheço, e não guardar os seus mandamentos, é mentiroso e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus nele tem-se verdadeiramente aperfeiçoado. E nisto conhecemos que estamos nele.”
 
 
O Tema Principal de 1 João
 
Em 1 João 2:1, o Apóstolo João diz: “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis.” Ele explica que o propósito por trás dessas palavras de 1 João é que os crentes não cometam o pecado de não crer em Jesus Cristo, o verdadeiro Deus. Numa frase dessa passagem, “para que não pequeis,” ‘pecar’ aqui indica ‘o pecado que leva à morte’ (1 João 5:16). João quer que todos os santos permaneçam firmes no evangelho da água e do Espírito. Ele também quer que eles creiam que Jesus é o próprio Deus, o Filho de Deus, e também o Salvador que levou os nossos pecados.
Lembrando a todos, mesmo santos e descrentes, que Jesus Cristo é o verdadeiro Deus e o Salvador, o Apóstolo João nos exorta para não cometermos o pecado de não crer na divindade de Jesus. Mesmo que seja possível que pequemos diante de Deus na nossa carne e no coração, existe um pecado que nunca devemos cometer. É o pecado de não crer no batismo que o Jesus o Filho de Deus recebeu para aceitar os nossos pecados, e o precioso sangue que este Filho de Deus derramou por nós. É esse o pecado que o Apóstolo João quer que evitemos cometer, porque ele certamente nos levará à morte eterna.
Nós cremos que Jesus Cristo é Deus, e que Ele é o Senhor da criação que nos fez e a todo o universo. A Bíblia está nos dizendo que o divino Jesus Cristo realmente existe, que Ele não é uma ilusão, mas de fato o próprio Deus e o Salvador da humanidade. Se não for Jesus, quem pode realmente se declarar como o verdadeiro Deus e o Salvador? Jesus Cristo é o Deus onipotente que teve o poder de criar o universo. Nenhum outro a não ser Jesus Cristo teve o poder para fazer este mundo.
Jesus é verdadeiramente o Filho de Deus, e para nós, Ele é o próprio Deus. Foi por Jesus Cristo que este mundo foi criado (João 1:10). Jesus Cristo é o Deus de todos nós. Quem é o Senhor de todas as coisas neste mundo? Quem é o Deus que nos salvou dos pecados deste mundo? Quem pagou o salário por todos os pecados? Foi Jesus Cristo, porque Ele, sendo o próprio Deus, nos purificou de todos os pecados que tínhamos no mundo com a Verdade do evangelho da água e do Espírito, e nos salvou ao ser condenado em nosso lugar. Jesus Cristo é o verdadeiro Deus e o Salvador de todos aqueles que crêem.
Por essa razão, se nós não cremos nEle, estamos pecando contra Deus. Você tem que entender que não crer nEle significa cometer um pecado mortal contra Deus. Assim como podemos ser perdoados praticamente de todos os pecados que nós cometemos diante de Deus, existe um pecado que não pode ser remido; isto é, o pecado de não crer em Jesus como Deus não pode nunca ser perdoado. Jesus Cristo, o Salvador da humanidade, pôde purificar nossos pecados através do batismo que Ele recebeu e do sangue que Ele derramou na Cruz. Todavia, este pecado de não crer em Jesus como verdadeiro Deus se tornou um pecado que de forma alguma pode ser purificado.
Sendo assim, nós podemos ter uma fé verdadeira quando passamos a crer primeiro que Jesus é o nosso verdadeiro Deus. O Apóstolo João está nos dizendo que ele não quer que nós cometamos o pecado de não crer que Jesus é o nosso Deus. Jesus Cristo, o verdadeiro Deus, veio a essa terra para cumprir o evangelho da água e do Espírito. Ele foi batizado, derramou Seu sangue na Cruz, e ressuscitou dentre os mortos, e assim se tornou o perfeito Salvador daqueles que crêem. O Apóstolo João de coração quer que todos creiam nesse evangelho da Verdade (1 João 5:3-6).
 
 
Essa Foi a Fé do Apóstolo João
 
O Apóstolo João nos exorta a crer que o divino Jesus é o Deus Criador que fez o universo e todas as coisas que nele há, e que Ele é o Filho unigênito de Deus Pai, e o verdadeiro Salvador de todos nós. Embora as pessoas geralmente reconheçam que Jesus é o Salvador, elas não reconhecem que esse divino Jesus Cristo não apenas levou os nossos pecados com o Seu batismo e com Seu sangue derramado, mas também que Ele é o verdadeiro Deus.
Até mesmo entre os cristãos de hoje que confessam crer em Jesus como seu Salvador, poucos de fato conhecem e crêem que Jesus é o Deus criador. Muitos pensam que Jesus é um tanto quanto insuficiente para ser Deus, já que Ele tem a Deus como Pai, e que para o Pai Jesus é apenas Seu Filho. Entretanto, o nome “Jesus” é um título que indica que Ele veio a este mundo como Salvador, e o nome “Cristo” significa o Messias, Aquele que é o Ungido de Deus. No Antigo Testamento, havia três tipos de pessoas que eram ungidas – reis, profetas e sacerdotes. Sendo assim, Jesus é o Salvador que veio como Rei, Profeta, e Sumo Sacerdote. Ele é realmente o verdadeiro Deus, que veio a essa terra com esses três ofícios, foi batizado por João Batista e derramou Seu sangue na Cruz para nos salvar dos pecados deste mundo, e assim libertou perfeitamente dos seus pecados todos aqueles que crêem nEle.
Quando Jesus, nosso Salvador, morreu na Cruz como o Salvador da humanidade, seus executores colocaram uma placa que dizia: “O Rei dos Judeus.” Eles fizeram isso com intenção de ridicularizá-Lo. Contudo, Jesus é realmente Deus para nós, e Ele é nitidamente o Criador do universo e de todas as coisas que nele há. Ele não é apenas o Rei dos judeus, mas o Rei de todo o universo. Para nós e para todo mundo também, este Jesus sempre existiu como Deus.
Portanto, crendo que Jesus é Deus, e que nos salvou dos nossos pecados com a Palavra do evangelho da água e do Espírito, devemos viver em gratidão. Essa Verdade não pode ser mudada, porque Jesus é Deus tanto para os crentes quanto para os não-crentes. Por um momento imagine aqui que alguém, cobrindo seus olhos com a palma das mãos, fica gritando para o sol: “Não existe sol!” Ele não vê o sol porque está tapando seus olhos, mas isso não significa que o sol não existe. Todos os outros vêem o sol, e se ele somente tirar as mãos dos seus olhos, ele, também, o verá. É exatamente assim que os não-crentes agem quando não admitem a Verdade que Jesus Cristo é o verdadeiro Deus e que Ele veio a essa terra para cumprir o evangelho da água e do Espírito.
Jesus Cristo é o Deus absoluto para todas as pessoas que crêem nEle, Ele também é o eterno Rei dos reis, e continuará sendo Deus por toda a eternidade. Para aqueles que não crêem em Jesus como seu Deus, Ele não pode mesmo ser o seu Rei, mas para aqueles que crêem nEle, Jesus Cristo é o Deus eterno, o eterno Juiz, e o eterno Sumo Sacerdote. Para todos os crentes, Jesus Cristo é o Deus soberano e perfeito.
Por essa razão, aqueles de nós que crêem no evangelho da água e do Espírito também devem ter essa fé que crê no divino Jesus como nosso Deus Salvador. Assim como o Apóstolo João confessou em 1 João 5:20, “Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna,” para nós também, Jesus é o verdadeiro Deus, o verdadeiro Salvador, e o Rei eterno. Devemos crer em Jesus Cristo que nos salvou de todos os nossos pecados e nos deu uma nova vida, que é o Deus eterno e o Filho de Deus Pai, como nosso próprio Salvador.
Devemos entender que Jesus nosso Deus nos criou no momento em que Ele fez os céus e a terra. Devemos crer que o Deus Triuno nos fez à Sua imagem, que Aquele que criou o universo é de fato Jesus Cristo, e que esse divino Jesus é o Deus que criou o mundo inteiro, o que nós vemos e o que não vemos com os nossos olhos.
Como Gênesis 1:27 diz: “Assim Deus criou o homem à sua imagem, a imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou,” o divino Jesus Cristo é o Deus soberano que criou o universo e tudo que nele há. Jesus Cristo nosso Deus é o Senhor da vida de toda a criação. Como diz a Bíblia: “Nele estava a vida” (João 1:4), e como ela diz também: “Mas a todos os que o receberam, àqueles que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus” (João 1:12). Tudo isso fala do poder de Jesus Cristo.
 
 
O Divino Jesus é para Nós o Deus Soberano
 
Você realmente crê em Jesus como Deus de todo o seu coração? O Apóstolo João quer que todos os leitores das suas epístolas tenham fé nesta Verdade. E ele não quer que cometamos o pecado de não termos essa fé. Se o Apóstolo João creu no divino Jesus como seu Deus, então nossa fé nesta Verdade está correta.
Os outros Apóstolos, embora dessem testemunho da divindade de Jesus, geralmente enfatizavam mais do que João que Ele, como Filho de Deus, se tornou nosso Salvador. Ao contrário, o Apóstolo João dá testemunho de Jesus mais como o verdadeiro Deus. É por isso que dos quatro Evangelhos, o evangelho de João é chamado do Evangelho da Águia. O Apóstolo João voou muito mais alto, a um nível muito superior, e contemplou o divino Jesus, Aquele que é Maior que todos.
Embora ele fosse o menor dos doze discípulos, ele era o discípulo que conhecia Jesus mais profundamente. É por isso que ele pôde testificar em João 1:10, “O mundo foi feito por ele mas o mundo não o conheceu.” Que discípulo de Deus com grande discernimento espiritual é João! O Apóstolo João disse que “o mundo foi feito por ele,” porque ele encontrou Jesus, o verdadeiro Deus. Ele também disse: “Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna” (1 João 5:20). João creu, em outras palavras, que este Deus não era nenhum outro senão Jesus Cristo, e que Ele é Aquele que nos deu a vida eterna.
Você reconhece a Jesus como o verdadeiro Deus, ou você O reconhece apenas como o Filho de Deus? Você reconhece e crê que o divino Jesus é o verdadeiro Deus para você? Sua fé não deve ser seriamente prejudicada por pensar de forma errada que o divino Jesus Cristo não é o Criador do universo e de todas as coisas, quando Ele, de fato, é o próprio Senhor e Deus.
Você não deve cometer o pecado de blasfemar contra o Espírito Santo. É um fato mais que evidente que o divino Jesus é o nosso Salvador. Ele é Deus realmente. Porque Jesus é o Deus que criou todo o universo é que Ele, para salvar Seu povo dos seus pecados, veio a essa terra no corpo de um homem, foi batizado, derramou Seu sangue na Cruz, e assim salvou todos os Seus crentes dos seus pecados e da condenação, dando a eles assim a remissão dos seus pecados e a vida eterna de uma vez por todas. Jesus é o Deus que deixou Sua glória para nos salvar dos nossos pecados aos 33 anos de vida. Mas na Sua essência, Ele é o próprio Deus.
 
 
Você Crê que Jesus é Deus, e que Ele é o Nosso Ajudador?
 
Você crê que Deus Pai é o Pai de Jesus, e que Ele é o nosso próprio Deus? Jesus Cristo é o Filho de Deus, mas para nós Ele também é o verdadeiro Deus. Jesus o verdadeiro Deus veio a essa terra no corpo de um homem para salvar a todos nós através do Seu batismo e do Seu sangue derramado. É por isso que o Apóstolo João disse: “este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo. Ele não veio só pela água, mas pela água e pelo sangue. E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. Pois três são os que dão testemunho no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um” (1 João 5:6-8). O batismo que Jesus Cristo recebeu de João Batista e Seu sangue derramado, portanto, são a Verdade da nossa salvação.
A Bíblia nos diz aqui que Jesus é o próprio Deus. E nos diz que esse divino Jesus é o Deus Salvador que veio a essa terra no corpo de um homem, levou sobre si os nossos pecados ao ser batizado, suportou toda a condenação pelos nossos pecados ao ser crucificado, e desta forma nos livrou de todos os nossos pecados. Pelo fato de Jesus Cristo ser o verdadeiro Deus, Ele foi mais do que capaz de se tornar o verdadeiro Salvador de todos nós que cremos na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Sendo assim, para aqueles que crêem em tudo que Ele fez quando Ele veio a essa terra, não pode haver somente remissão dos seus pecados, mas eles também são revestidos de grande poder que os tornam os próprios filhos de Deus.
 
 
Grande é o Poder do Evangelho da Água e do Espírito
 
Essa manhã, mais dois convertidos enviaram por e-mail seu testemunho de salvação, pelo qual eu agradeci ao Senhor. No testemunho eles diziam que agora foram libertos dos seus pecados por crerem que Jesus o verdadeiro Deus os salvou de todos os seus pecados ao vir a essa terra no corpo de um homem, sendo batizado e crucificado até a morte, e tendo ressuscitado dos mortos. Esses crentes testificaram: “Antes de conhecer o evangelho da água e do Espírito, eu sempre levava meus pecados comigo, e era como se minha vida de fé estivesse parada no mesmo lugar o tempo todo. Mas no momento em que eu entendi a Palavra do evangelho da água e do Espírito, eu passei a entender claramente a Verdade da salvação.”
Nós, também, cremos agora que Jesus é o próprio Deus. Nós cremos nisso de todo nosso coração, porque Ele é o Salvador que nada poupou para nos livrar e nos salvar dos pecados do mundo com o evangelho da água e do Espírito, e por isso Ele é verdadeiramente o próprio Deus.
Inúmeros cristãos em todo o mundo não têm problema algum em crer que Jesus é o Filho de Deus, mas muitos deles não reconhecem nem crêem que Ele é realmente o verdadeiro Deus, e que Ele se tornou o Salvador de todos nós ao vir a essa terra no corpo de um homem, levando sobre Si todos os nossos pecados ao ser batizado por João, e derramando Seu sangue na Cruz. Eles estão cometendo um pecado mortal contra Deus por não acreditarem na divindade de Jesus.
O local de nascimento de Martinho Lutero, o precursor da Reforma Protestante, foi a Alemanha. Assim como ele iniciou a Reforma, ele também traduziu a Bíblia para sua língua materna, o alemão. No entanto, mesmo na terra natal de Lutero, o assunto se Jesus é Deus ou uma mera criatura além de ser o Filho de Deus se tornou um ponto de discórdia entre os teólogos, e como resultado, muitas pessoas, não reconhecendo Jesus como Deus, acabaram criando um sofisma sem fundamento, o que levou a um sistema teológico hoje chamado de Crítica História ou Alta Crítica. Sua compreensão de Jesus, em outras palavras, chegou a seguinte conclusão errada: “Embora Ele seja o Filho de Deus, Ele é apenas uma das criações de Deus. Então assim como é verdade que Jesus Cristo é o Filho de Deus, basicamente falando, Ele não é divino.” Todavia, Jesus Cristo é de fato o próprio Deus em Sua essência. E Ele tem a Deus como Pai.
Algum tempo atrás, foi lançado um filme muito polêmico, chamado “A Última Tentação de Cristo.” Ele mostrava Jesus como um homem que se apaixonou por Maria Madalena, e que depois cumpriu suas funções. Dessa mesma maneira, muitas pessoas não entendem nem crêem que Jesus é realmente o verdadeiro Deus. Vemos então que mesmo que o Cristianismo tenha sido propagado ao longo desses dois mil anos até agora, ainda há muitas pessoas no mundo inteiro que não crêem firmemente que o divino Jesus Cristo é o próprio Deus. A verdade é que um sistema teológico biblicamente sensato ainda não foi estabelecido no Cristianismo até hoje. Como pode uma teologia biblicamente sensata ser construída sem a pedra fundamental da fé sensata que crê em Jesus como o verdadeiro Deus? Como resultado, eles continuam totalmente ignorantes em relação à verdade de que Jesus é de fato o Deus verdadeiro. Eles estudam sobre Jesus como se Ele fosse uma matéria teológica, mas não conseguem alcançar o pleno entendimento. Embora estudem sobre Jesus, eles ainda vivem como pecadores mesmo que confessem crer nEle, porque eles não conhecem o evangelho da água e do Espírito da pode purificar os pecados do seu coração.
Por isso, todo mundo deve agora entender e crer que Jesus é realmente o próprio Deus, que Ele, portanto, criou todo o universo, e que Ele é o Salvador que, pelo homem, que Ele criou, ter caído em pecado, veio a essa terra e salvou os pecadores de todos os seus pecados através do evangelho da água e do Espírito.
Tendo Colocado nossa fé dessa maneira em Jesus Cristo nosso Deus, nós temos pregado o evangelho da água e do Espírito. Por causa disso, muitas pessoas passarão a conhecer e crer em Jesus Cristo como o verdadeiro Deus e Salvador da humanidade. Eu desejo e oro para que todos vocês também creiam na Verdade que Jesus é o verdadeiro Deus e o Salvador.
  
 
A Confissão de Fé de João – “Jesus é o Verdadeiro Deus e a Vida Eterna” (1 João 5:20)
 
Nós devemos ter a mesma fé como aquela que o Apóstolo João teve. Todos nós, em outras palavras, devemos conhecer e ter a mesma fé que crê em Jesus como nosso verdadeiro Deus e o Senhor que nos deu o evangelho da água e do Espírito. Falando de outra forma, devemos conhecer e crer corretamente que Jesus é o nosso Deus, e que Ele é Aquele que nos deu a vida eterna. Jesus Cristo é o próprio Deus que apagou nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Nós devemos ter certeza dessa verdadeira confissão de fé.
O Apóstolo João, da mesma forma, creu em Jesus como o verdadeiro Deus, e também testificou que por ele crer no evangelho da água e do Espírito dado por Ele, ele foi purificado de todos os seus pecados, assim como foi salvo de toda a condenação por causa dos seus pecados.
Para nós, Jesus Cristo é verdadeiramente o próprio Deus, o verdadeiro Salvador, e nosso verdadeiro Advogado. Por isso, não devemos nos relacionar com aqueles que, não entendendo que Jesus é Deus, não crêem e duvidam da sua obra; ao contrário, devemos ter o tipo de fé que conhece e crê que Jesus Cristo é realmente divino, e porque Ele é Deus, Ele nos salvou de todos os pecados do mundo através do evangelho da água e do Espírito.
Na passagem das Escrituras aqui, o Apóstolo João diz: “Se, porém, alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo” (1 João 2:1). Se alguém disser de Jesus o verdadeiro Deus: “Jesus não é Deus. Eu não O conheço como Deus. Nem conheço a Verdade que Ele salvou as pessoas através da água e do Espírito,” ele tem que aprender de forma correta tudo sobre Jesus novamente e crer de novo. Jesus Cristo é o verdadeiro Salvador que intercede diante do Pai em nosso favor já que Ele purificou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, e nos salvou dos pecados do mundo. Jesus Cristo é o nosso Deus e o nosso verdadeiro Advogado.
 
 
Jesus Cristo se Tornou a Propiciação Entre Deus e Nós
 
Na Bíblia, o princípio comum nas ofertas pacíficas, nas ofertas pelo pecado, e nas ofertas queimadas é que o pecado era passado à oferta do sacrifício com a imposição de mãos sobre a sua cabeça. No Antigo Testamento, os Israelitas passavam os seus pecados ao animal do sacrifício impondo suas mãos sobre sua cabeça, matando-o, derramando seu sangue, colocando seu sangue nas quatro pontas do altar do sacrifício, e oferecendo sua carne e sua gordura a Deus queimanda-os no fogo.
Dessa mesma maneira, o próprio Jesus Cristo se tornou a perfeita propiciação ao ser batizado por João Batista e ao derramar Seu sangue. Para que Deus restaurasse Sua paz entre Ele e nós, que havíamos nos tornado seus inimigos por causa do pecado, o próprio Deus teve que vir nos salvar, e quando Ele veio, Ele levou sobre Si os nossos pecados ao ser batizado e ao morrer na Cruz derramando Seu precioso sangue. Para fazer tudo isso, Ele teve que remover todos os nossos pecados os quais nos levaram a nos tornar inimigos de Deus, teve que restaurar a paz, e nos fazer um com Ele novamente.
Quem mais poderia fazer essa obra? Nenhum outro senão Jesus Cristo nosso Deus. Para todos nós, Jesus é o próprio Deus, e esse Deus é o nosso próprio Advogado. Somente este divino Cristo poderia fazer as obras que nos salvaram dos nossos pecados.
Em Apocalipse 5, eis que surge o Cordeiro de Deus que é digno de abrir o livro com os sete selos. Quem é o Cordeiro aqui? Jesus Cristo o nosso Deus é o próprio Cordeiro que foi morto antes da fundação do mundo, e que agora está assentado à direita de Deus Pai. Deus Pai nos diz que esse divino Jesus Cristo é o Único que pode abrir os sete selos que contém Seus planos para toda a humanidade e que irá cumprir todos eles. Quem é este divino Jesus Cristo? Ele é o Deus de todo o universo, e o Advogado de todo aquele que crê no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Jesus Cristo se Tornou Seu Verdadeiro Advogado
 
1 João 2:1-2 declara: “Se, porém, alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.” Quem é o nosso Ajudador? É Jesus Cristo, o nosso verdadeiro Deus. É Jesus Cristo que nos ajudou a sermos salvos de todos os nossos pecados.
Este Jesus Cristo, o próprio Deus, é também o Advogado de todos os pecadores. Ele intercede em nosso favor, nos garante nascer de novo em nosso favor, e ao ser batizado, crucificado, e ressuscitando em nosso lugar, Ele salvou todos os crentes da morte. Aquele que fez essas coisas por nós é o próprio Deus, e esse Deus não é outro senão Jesus Cristo. Aquele que testificou em nosso favor, de que nos tornarmos justos e filhos de Deus através do evangelho da água e do Espírito é este próprio Jesus Cristo.
O divino Jesus Cristo é o nosso verdadeiro Advogado. Jesus Cristo é Aquele que nos salvou, Aquele que sofreu por nós, Aquele que se sacrificou por nós, Aquele que nos deu o direito e a glória de nos tornarmos filhos de Deus. É este divino Jesus que é o verdadeiro Deus e nosso Advogado que sempre nos ajuda.
 
 
Nós Não Devemos Limitar Jesus Como Se Ele Fosse Apenas o Menino Jesus
 
Sempre que oramos a Deus, é no nome de Jesus Cristo que oramos. Mesmo que vejamos pessoas orando em nome da virgem Maria, ao invés de orar no nome de Jesus. Se você visitar as igrejas católicas, você facilmente poderá encontrar imagens da virgem Maria segurando o menino Jesus em seus braços. Eles oram não no nome de Jesus mas no nome de Maria, pedindo a ela para interceder a Deus por nós. Ao levantar esse assunto sobre tais doutrinas aqui, eu não estou querendo acusar a Igreja Católica. Eu só quero que vocês saibam que se nós tivermos realmente uma imagem limitada de Jesus somente como um menino, isto é o mesmo que cometer o pecado de rebaixar Jesus Cristo nosso Deus.
O que eu estou tentando te dizer é que todos nós temos que entender que o divino Jesus é o Deus de cada um de nós, e que esse Deus apenas tomou emprestado e usou o corpo de Maria, para se tornar o Cordeiro de Deus, por algum tempo. Você não deve se enganar pensando que Maria de alguma forma é a esposa de Deus Pai. Longe disso, nosso Pai usou Maria apenas como um instrumento da Sua obra de salvação – isto é, a obra que Jesus Cristo nosso Deus cumpriu para nos salvar de todos os nossos pecados de uma vez por todas ao vir a essa terra no corpo de um homem, levando sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, morrendo na Cruz, e ressuscitando dos mortos, tudo isso para livrar os pecadores dos pecados deste mundo. Por isso, exaltar mais a Maria do que a Jesus Cristo nosso Deus é o mesmo que cometer um grande pecado de blasfêmia. Maria, um mero ser humano, é alguém que não é maior do que Deus, mas somente Sua criação.
Assim como Maria recebeu uma graça de Deus na Bíblia, para você e para mim também, é crendo no evangelho da água e do Espírito que nós recebemos a graça da salvação de Jesus Cristo nosso verdadeiro Deus. Assim como Maria foi usada como instrumento de Deus por algum tempo, nós, também, fomos salvos por Deus e somos usados por Deus para a salvação de outras almas. Esta Maria que foi usada como instrumento de Deus de maneira nenhuma se tornou a mãe espiritual de Jesus. É porque as pessoas não conhecem Jesus em seus corações e não compreendem o evangelho da água e do Espírito, a grande Verdade da salvação, que elas ficam nutrindo essas idéias erradas, tentando ter Jesus em seus pensamentos carnais segundo sua própria lógica carnal.
Ao invés de Maria, é o divino Jesus que é o nosso Advogado. Em outras palavras, Jesus nosso Advogado é o nosso Ajudador. Quando nós caímos em pecado, Jesus Cristo nosso Deus nos ajuda, nos salvando dos nossos pecados e se tornando nosso próprio Salvador. Porque esse Jesus Cristo é Deus para nós, Ele verdadeiramente se tornou nosso Salvador.
A razão pela qual eu estou pregando em 1 João para vocês é porque eu preciso alimentar vocês, as crianças espirituais que nasceram de novo por crerem no evangelho da água e do Espírito, com o verdadeiro pão da vida. Porque vocês enfrentarão a morte espiritual se vocês não forem alimentados com o pão do evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor Jesus Cristo nos deu. No mundo inteiro agora, muitos cristãos que confessam crer em Jesus Cristo ainda continuam ignorantes em relação ao evangelho da água e do Espírito. Essa é a maior razão pela qual nós temos que continuar provendo ao mundo o verdadeiro alimento espiritual para nutrir suas almas.
Porque se todos conhecerem e crerem que Jesus é o próprio Deus, é muito óbvio que todos passarão também a crer que Jesus nos libertou de todos os nossos pecados de uma forma perfeita com o evangelho da água e do Espírito. Quando alguém passa a crer em Jesus como verdadeiro Deus, ele pode então facilmente crer nEle como seu Salvador que foi batizado e crucificado para apagar todos os nossos pecados sem nenhuma exceção.
Todos nós temos que crer nisso, porque o divino Jesus é o próprio Deus que nos deu a verdadeira remissão dos nossos pecados. Existem inúmeras pessoas no mundo neste momento, e elas cometem todo tipo de pecado. Nosso Senhor é o Advogado que nos salvou de todos os nossos pecados. Jesus expiou todos os nossos pecados e se tornou nosso verdadeiro Salvador. Não importa o tipo de pecado que venhamos a cometer, se nós apenas não cometermos o pecado de não crer que Jesus é Deus, e que nos salvou ao vir a essa terra, ao ser batizado, ao derramar Seu sangue na Cruz, e ressuscitando dos mortos – e se nós crermos nessa Verdade – então todos nós receberemos a vida eterna. Mesmo que você cometa todo tipo de pecado, Jesus se tornou seu Advogado que já levou todos os seus pecados. Este verdadeiro Deus Jesus Cristo é o Advogado de todos aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito.
  
 
Alguém Pode Pensar: “Jesus Apagou Todos os Pecados Menos o Meu Pecado.”
 
Nos seus próprios pensamentos racionais, essas pessoas sempre pensam de modo errado que alguns pecados não podem ser remidos. Mas isso é uma idéia errada. Precisamos conhecer Jesus corretamente como nosso verdadeiro Deus. E precisamos reconhecer que para nos salvar dos nossos pecados, Ele veio a essa terra no corpo de um homem, levou sobre Si todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, foi condenado por causa de todos esses nossos pecados suportando os pecados do mundo e derramando Seu sangue até a morte na Cruz, se tornando assim nosso verdadeiro Deus ao ressuscitar dentre os mortos.
Portanto, se nós não cometermos o pecado de não crermos que o divino Jesus se tornou nosso verdadeiro Salvador, todos nós então podemos ser salvos dos nossos pecados, qualquer que seja o tipo dele. Se você crê que Jesus Cristo é Deus, então você precisa entender que o Senhor remiu todos os pecados que você possa ter cometido. É por isso que Ele é o nosso Advogado e o Deus que nos salvou de todos os pecados do mundo.
O Apóstolo João declarou de forma bem clara: “Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo” (1 João 2:2). Jesus nosso Deus, em outras palavras, apagou todos os pecados que todo mundo cometeu até esse momento, e ao fazer isso, nosso Senhor nos salvou a todos. Porque Jesus é nosso Deus em Sua essência é que Ele nos salvou ao aceitar todos os pecados do mundo de uma vez por todas através do batismo que Ele recebeu de João Batista, suportando todos eles no Seu próprio corpo, derramando Seu sangue na Cruz e morrendo, e ressuscitando dentre os mortos. Foi por crer nesse divino Jesus que eu mesmo pude ser liberto de todos os meus pecados.
O Apóstolo João também está se referindo a este assunto. Assim como João, eu, também, estou dando testemunho de Jesus Cristo nosso Deus, testificando a fé fundamental, sobre o evangelho da água e do Espírito. Muitos cristãos, enganados pelas falsas doutrinas, até agora continuam sendo privados da única Verdade. Mas eu estou feliz em meu coração, graças a minha fé no divino Jesus Cristo e no evangelho da água e do Espírito que Ele me deu. Meu coração está em paz porque eu creio nas obras da salvação cumpridas pelo Senhor.
E quanto a você então? Seus pecados sumiram do seu coração, e seu coração também está em paz, graças a fé que você tem agora? Se a questão não é essa, então seu coração também deveria estar em paz agora por crer em Jesus Cristo nosso Deus e no evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu. Ao ser batizado, ao derramar Seu sangue, e ao ressuscitar dentre os mortos, Jesus Cristo, o próprio Deus, salvou a todos nós de todos os nossos pecados.
Esse divino Jesus não salvou você realmente? Jesus Cristo nosso Deus realmente nos salvou de todos os nossos pecados. Quem é este Salvador? Ele é Jesus Cristo. Quem é Jesus Cristo para todos nós? Ele é o próprio Deus. Quem, então, é este verdadeiro Deus Jesus Cristo? Ele é o Criador e o Redentor da humanidade. Todos nós temos que crer que Jesus Cristo é o nosso próprio Salvador e nosso Deus.
Através do evangelho da água, do sangue, e do Espírito, este verdadeiro Deus, Jesus Cristo, nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas. O divino Jesus Cristo nos deu a Palavra do evangelho da água e do Espírito, para que pudéssemos crer nEle como nosso Salvador. Ele nos garantiu essa Verdade através da Sua divindade, para que pudéssemos crer. Ele nos ajudou através do evangelho da água e do Espírito, para que nós pudéssemos ser libertos dos nossos pecados. Ele realmente cumpriu todas as obras da salvação. Jesus Cristo nosso Deus é realmente o verdadeiro Deus que nos trouxe a salvação.
 
 
Se Alguém Crê no Amor de Deus, é Algo Natural que Ele Creia no Evangelho da Água e do Espírito que o Senhor nos Deu
 
Você deve passar a crer nessa Verdade, que Jesus Cristo, o próprio Deus, veio a essa terra, foi batizado por João, derramou Seu sangue, e assim apagou todos os pecados do mundo. Eu, por mim mesmo, creio em tudo que o divino Jesus Cristo fez por nós. Eu consigo crer nesta Verdade – que Jesus Cristo é Deus; que para nos salvar dos pecados do mundo, Ele nasceu nessa terra através do corpo da virgem Maria e levou sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista; que para cumprir a Palavra que declara: “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23), Ele entregou a Si mesmo para ser condenado em nosso lugar por causa dos nossos pecados ao ser crucificado; que Ele ressuscitou dos mortos; que Ele agora vive para sempre; e que Ele, ao fazer todas essas coisas, se tornou o nosso próprio Salvador.
Você também pode crer nesta Verdade em seu coração? Você também pode crer que Jesus é o nosso Advogado, e que se tornou o nosso próprio Ajudador?
O divino Jesus Cristo é Aquele que nos ajuda. Sempre que sucumbirmos diante da nossa fraqueza e cairmos em pecado, Jesus Cristo nosso Deus vem sozinho nos resgatar e nos ajudar. Ele é Aquele que sozinho nos salvou completamente, Aquele que suportou todos os nossos pecados no Seu corpo e foi condenado em nosso lugar. É por isso que eu sou sempre grato a Jesus Cristo nosso Deus. E é por isso que eu sempre dou testemunho dEle.
 
 
Eu Estou Tão Aliviado e Agradecido por Jesus Cristo Ter se Tornado Meu Próprio Advogado
 
Para todos aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, Jesus Cristo, o próprio Deus, se tornou o Advogado que está sempre os ajudando, e Ele cuidou de todos os seus pecados por todos os anos que virão. Por cuidar também de toda a condenação por todos os nossos pecados, esse divino Jesus Cristo nos salvou deles.
Aqueles que conhecem o evangelho da água e do Espírito devem reconhecer também que Jesus é Deus. Todos nós devemos entender que, no que se refere a nós, Jesus Cristo o verdadeiro Deus se tornou nosso Advogado que sempre nos ajuda. E sempre quando nós nos sentimos fracos, devemos crer nesta Verdade, que Jesus Cristo nosso Deus apagou todos os nossos pecados ao ser batizado e ao derramar Seu sangue.
Jesus Cristo nosso Deus realmente se tornou o Advogado de todos nós. “Sim, embora você seja fraco assim, eu suportei até mesmo esses pecados também, não foi?” Não é isso o que Jesus Cristo nosso Deus está nos dizendo? Ele está nos dizendo na verdade que Ele já levou todos os nossos pecados, e está nos ensinando, nos confortando, nos encorajando, tudo isso através do evangelho da água e do Espírito. Não é essa a questão?
Pessoas em todo o mundo que agora conhecem e crêem no evangelho da água e do Espírito devem olhar para Jesus Cristo nosso Deus e crer nEle. É este Jesus Cristo que está sempre advogando em nosso favor assim como em favor de todos os crentes no evangelho da água e do Espírito, encorajando-os, estimulando-os, e dando a eles força renovada para prosseguir.
No entanto, os crentes no evangelho da água e do Espírito, que estão pregando no mundo inteiro, estão dizendo agora: “Eu não consigo encontrar a Igreja de Deus onde eu moro. O que eu devo fazer?”
Eu gostaria de deixar isso bem claro para todos vocês: “Vocês, irmãos que foram salvos de todos os seus pecados por crer em Jesus Cristo nosso Deus e no evangelho da água e do Espírito, devem fundar uma Igreja de Deus e cuidar das almas aí.” Eu não estou dizendo aqui que vocês devem construir uma igreja primeiro. Ao invés disso, eu acho que vocês devem fazer do locar onde vocês moram um lugar de adoração, dar testemunho de Jesus nosso Deus, pregar o evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu pela fé, dividir com os outros os livros evangélicos que eu enviei para vocês, e assim levar muitas almas de volta aos braços de Jesus Cristo.
Para fazer isso, vocês devem continuar recebendo e lendo nossos livros que contém as verdades espirituais, conversar conosco sobre as suas dificuldades espirituais através da internet, e seguir nossos passos um a um. Vocês não devem temer com o que acontecerá com vocês. Jesus Cristo, o próprio Deus, está advogando a seu favor, defendendo vocês em sua fraqueza e ajudando-os em cada etapa. Meu desejo e minha oração por vocês é que através de Jesus Cristo, vocês sejam capazes de fundar uma Igreja de Deus aí, que inúmeras almas recebam a remissão de pecados através da sua Igreja, e que vocês se unam a essa preciosa missão de pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro.
 
 
Jesus é a Verdadeiramente a Nossa Ajuda
 
Quando eu me deixo levar pelo mundo profundamente, quando minha força espiritual se enfraquece, é que eu valorizo muito o fato de que o Senhor se tornou meu Advogado. Em tempos assim, quando eu vou à Igreja de Deus e ouço a Sua Palavra, quando eu O louvo, quando eu oro a Ele, e quando eu me deixo envolver por essa atmosfera espiritual de união com os crentes no evangelho da água e do Espírito, eu tenho a mesma experiência de antes e então Jesus Cristo conforta meu coração novamente, me encoraja, e renova as minhas forças. Eu posso contemplar em tempos assim que Jesus nosso Deus está advogando em nosso favor por todas as coisas. Sempre que nos unimos na Verdade, o Espírito Santo trabalha em nosso meio poderosamente, e enche os nossos corações por completo. É por isso que é tão importante se reunir na Igreja de Deus, como está escrito na Bíblia: “Não deixando de congregar-nos, como é costume de alguns, mas admoestemo-nos uns aos outros, e tanto mais quanto vedes que vai se aproximando aquele dia” (Hebreus 10:25).
Jesus Cristo é o Deus que renova as forças daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, limpa cada parte dos seus corações, purifica seus corações, lhes acrescenta a fé, os envolve e os ajuda. Este divino Jesus Cristo não é outro senão o próprio Deus para todos nós. Vocês recebem essa ajuda quando vêm para a Igreja de Deus. E o próprio Espírito Santo conforta os seus corações, os consola, faz sua fé ter raízes sólidas novamente, lhes dá entendimento, e os renova.
Se você é crente no evangelho da água e do Espírito, você certamente já experimentou tudo isso. A Igreja de Deus é dirigida pelo Espírito Santo, embora Ele seja invisível aos nossos olhos. Então quando vimos para a Igreja de Deus e O adoramos juntos, o Espírito Santo nos faz sentir bem quando há algo errado em nossos corações, e quando há algo errado em nosso conhecimento, Ele nos capacita a corrigi-lo. Deus nos ajuda de várias formas e em vários aspectos. É assim que, quando nosso culto acaba, nós temos nossas forças renovadas para reiniciar nossa obra com ainda mais vigor. Nós passamos então a ser ajudados por Deus assim: através do nosso louvor e comunhão, nós experimentamos a plenitude do Espírito Santo, e a verdadeira existência do amor de Jesus Cristo, que é o verdadeiro Deus.
 
 
Os Crentes no Evangelho da Água e do Espírito é que são os Cristãos que Têm Vida
 
Jesus Cristo é nosso Deus que existe como Aquele que nos ajuda dessa maneira. Pelo fato dEle ser Deus para nós, nos dias atuais, através da Igreja de Deus e através de você, Ele pode lavar os pecados de todo mundo com o evangelho da água e do Espírito. É isso o que o Apóstolo João está nos dizendo, e até mesmo agora, nesse exato momento, é assim que Deus está trabalhando em nós, que somos Sua Igreja.
Então, se alguém que recebeu a remissão dos seus pecados não permanecer na Igreja de Deus e não ouvir a Palavra de Deus, ele fatalmente irá para o mundo e se afastará, como um filho que fugiu de casa. Se Jesus Cristo nosso Deus não guardar nossos corações cuidadosamente, nós então acabaremos nos desviando para tão longe que não seremos capazes de voltar para a Igreja de Deus mesmo se quisemos.
Entretanto, mesmo se sua fé em Jesus Cristo não for grande, se você só continuar vindo para a Igreja de Deus, ouvindo Sua Palavra, O adorando, e louvando junto com seus irmãos da Igreja, você então verá que o divino Jesus Cristo de fato cura todas as feridas e os erros do seu coração, e torna seu coração perfeito de novo. Então, é dando graças a Jesus Cristo nosso Deus e sendo ajudados por Ele que continuamos com nossa vida de fé. Ninguém pode nos dizer algo especial para nos confortar, mas mesmo assim somos confortados e ajudados grandemente. Nós realmente recebemos esse conforto e essa ajuda. Aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito podem realmente sentir o divino Jesus Cristo em seus corações nas suas Igrejas. Meu desejo e oração é que todos vocês, nossos cooperadores e santos em todo o mundo que estão trabalhando conosco, se reúnam aí agora como a Igreja de Deus para que vocês possam guardar sua vida espiritual e fortalecer sua fé com a ajuda do nosso Senhor Jesus, o verdadeiro Deus.
Por outro lado, aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito nunca poderão fazer a obra de Deus conosco. Nenhum deles, por mais que sejam educados e inteligentes, poderão estar aqui pregando para os justos. Ninguém pode sentar onde nós estamos sentados para pregar a Palavra ou receber a ajuda de Cristo em Sua Igreja. Apenas porque cremos no divino Jesus e no evangelho da água e do Espírito é que podemos nos tornar Seus filhos e membros da Sua Igreja.
Agora, o Apóstolo João está dizendo que todos aqueles que receberam a remissão de pecados de Jesus Cristo amem uns aos outros, e que somente então eles poderão guardar os mandamentos de Deus. Como está escrito em 1 João 2:5, “Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus tem-se nele verdadeiramente aperfeiçoado. E nisto conhecemos que estamos nele.” Aqui, a frase “qualquer que guarda a sua palavra” não significa guardar Sua Palavra como se fosse guardar a Lei, mas significa crer na Sua Palavra. Assim como Moisés quebrou as duas tábuas da Lei diante do povo de Israel quando ele desceu do monte, nós somos como aqueles que não conseguem guardar a Lei de Deus, mas a desobedecem e a quebram. Por isso, a Bíblia afirma: “Todos aqueles que são das obras da lei estão debaixo da maldição, pois está escrito: maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las” (Gálatas 3:10).
Nós não podemos guardar nem uma simples cláusula dos Seus mandamentos. Todavia, existe uma coisa que Jesus Cristo nosso Deus nos capacita a guardar, e isso nada mais é do que a Palavra do evangelho da água e do Espírito. Nossa fé no evangelho da água e do Espírito é o fundamento de toda nossa fé na Palavra de Deus. Em outras palavras, se nós não tivermos fé nesse verdadeiro evangelho, toda nossa fé na Sua Palavra será enganosa então. Por isso, o Apóstolo Paulo disse: “Pois nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: o justo viverá da fé” (Romanos 1:17).
Para nós que cremos na Sua Palavra, Deus purifica nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, nos salva da condenação do pecado, nos auxilia, nos torna Seus filhos, sempre nos cura, nos veste com Sua graça, nos guia, e nos glorifica. Essa passagem nos diz que Deus é encontrado naqueles que crêem em Jesus como Ele é. Estes são aqueles que “guardam a Sua Palavra”. Pelo fato de nós sermos aqueles que crêem no divino Jesus como nosso Salvador é que Deus guarda nossa fé. Se crermos em Jesus como nosso verdadeiro Deus em nossos corações, Deus irá nos guardar, mas se não crermos em Jesus com essa fé, Ele então não poderá nos guardar.
Mesmo assim muitas pessoas não entendem o que o Apóstolo João está tentando nos dizer nessa passagem. Eu creio que Deus está nos corações daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, e que Ele fortalece a fé deles na Sua Palavra ainda mais todos os dias. Porque àqueles que realmente crêem no evangelho da água e do Espírito, Deus concede a remissão de pecados e que o Espírito Santo habite em seus corações. E Jesus o verdadeiro Deus sempre intercede por nós, nos conforta, nos encoraja, nos abençoa, e nos protege o tempo todo. Em todos aqueles que crêem neste divino Jesus Cristo como Salvador, Deus Pai faz morada. Nos corações daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, e na sua Igreja, Deus está sempre presente. É isso que o Apóstolo João está tentando nos dizer aqui.
Essa passagem que o Apóstolo João está falando se cumpriu em nós hoje. Embora achássemos difícil falar dessa fé antes de nascermos de novo, agora somos capazes de anunciá-la aos outros. Nós nos tornarmos os principais personagens da passagem das Escrituras que vimos aqui. Todas as promessas da Bíblia não são para nenhum outro senão para você e para mim.
Eu agradeço a Deus pelo fato da Palavra que Ele falou em 1 João 2:1-5 ter se cumprido em todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito. Eu sou muito grato ao Senhor Jesus por Ele ter se tornado o Salvador e o Pastor de todos os crentes no evangelho da água e do Espírito, e por Ele sempre nos ajudar como nosso verdadeiro Advogado.
Quando Deus nos ajuda, Ele faz isso através da Sua Igreja. Portanto, eu exorto vocês, os cooperadores da nossa Missão, a visitar o nosso website freqüentemente e a continuar a receber de nós pão espiritual fresco, e a ficar em contato conosco para que possamos guiá-los pelo caminho correto.
Por favor, orem a Deus por nós para que possamos continuar cumprindo o nosso ministério, traduzindo nossos livros evangélicos para muito mais línguas e tornando-os acessíveis a todos aqueles que buscam a Verdade. Amém.