Sermões

Assunto 22: O Evangelho segundo LUCAS

[Capítulo 19-1] (Lucas 19:1-10) A Salvação de Zaqueu, o Publicano

(Lucas 19:1-10)
“E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um homem, chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos e era rico. E procurava ver quem era Jesus e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a uma figueira brava para o ver, porque havia de passar por ali. E, quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque, hoje, me convém pousar em tua casa. E, apressando-se, desceu e recebeu-o com júbilo. E, vendo todos isso, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador. E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se em alguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. E disse-lhe Jesus: Hoje, veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.”
 
 
Pessoas como Zaqueu é que São Salvas por Deus
 
Saudações calorosas a todos vocês! O acampamento para treinamento de discipulado de verão começa amanhã. Muitos santos já estão no centro de treinamento de discipulado, e todos nós estamos entusiasmados com ele. Eu peço a todos vocês que orem pelo bem dos que estão viajando para o centro e os que á chegaram. Acidentes de trânsito geralmente acontecem mais na época das férias de verão, levando muitos a se ferir e até a morrer. Então vamos todos orar a Deus para que ele cuide dos irmãos que estão vindo de todas as nossas igrejas da Coreia, para que ele proteja seus servos e garanta sua segurança. E vamos orar também para que o Senhor guarde cada família.
Acabamos de publicar um livro na língua híndi. E ficou muito bom. A publicação deste livro significa que agora podemos pregar o evangelho na Índia de forma mais efetiva. Eu sou muito grato por isso. A Índia possui várias línguas. Nossos livros foram traduzidos em duas destas línguas até hoje, em híndi e em télugo. Em breve traduziremos nossos livros em outras línguas indianas também, como o tâmil, o malaiala, o urdu e o marati. Nossos livros também foram traduzidos em tagalog, que é uma das muitas línguas das Filipinas. Como este, há muitos trabalhos pendentes, mas daqui para frente devemos deixar de lado o trabalho e nos concentrar no acampamento para treinamento de discipulado de verão.
Hoje o irmão Sakamoto do Japão e o diácono Soon-ok Park viajarão para o centro de treinamento de discipulado em Inje (DTC). Estou certo que pessoas do mundo todo irão para o DTC em Inje para participar do nosso próximo acampamento para treinamento de discipulado. Eu espero que possamos todos ter um descanso durante uma semana, compartilhando a Palavra e recebendo muitas bênçãos tanto no corpo como no espírito.
Recentemente compomos novos louvores. Este esforço também teve um ótimo resultado. Parece que se continuarmos assim logo ficaremos conhecidos por termos excelentes compositores e escritores de canções evangélicas.
Amados irmãos, muitos que não conseguem manter sua mente na direção certa. E é isso mesmo que acontece com a juventude de hoje. A adolescência é uma fase muito confusa, e é nesta fase que se formam os valores e o caráter, ao invés de apenas se aprender sobre as normas sociais. No entanto, estou confiante que neste tempo os jovens de nossa igreja terão seus pensamentos focados na direção certa e seguirão este caminho.
Hoje veremos como um homem chamado Zaqueu conseguiu receber a remissão de pecados. Jesus disse na passagem bíblica deste capítulo que ele veio a essa terra a fim de buscar e salvar os que estavam perdidos. Muitas perguntas surgem em nossa mente quando lemos esse texto: “Que tipo de pessoa recebe a remissão de pecados? O que é importante no tocante a receber a remissão de pecados?” Podemos ser gratos ao Senhor mais uma vez pela graça que ele nos concedeu. Queridos irmãos, o pensamento de Jesus está em todas as pessoas deste mundo, e em nada mais além disso.
O texto bíblico deste capítulo começa com as palavras: “E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando.” Havia um homem chamado Zaqueu em Jericó que era o chefe dos publicanos e também muito rico. Quando Jesus foi para Jericó, Zaqueu quis conhecê-lo, mas porque era muito baixo e havia uma grande multidão reunida ali, ele não pôde ver Jesus atrás dela. Então ele subiu numa figueira brava para ver Jesus.
A maioria das pessoas que recebe a remissão de pecados por crer em Jesus é de fato como Zaqueu – elas têm muitos problemas, sofrem de complexo de inferioridade e são fracas. O que isso significa então? Resumindo, Zaqueu era um ladrão. A Bíblia diz que Zaqueu era o chefe dos publicanos e um homem rico. Mas ele tinha muitos problemas. Ele sofria de complexo de inferioridade e também era um homem fraco. Como chefe dos publicanos, ele recebia muitos subornos; ou seja, ele ficou rico de forma ilícita. O dinheiro tem o poder de seduzir a muitos – quanto maior for o suborno, mais eficaz ele é.
O que a Bíblia nos ensina aqui é que são pessoas falhas assim que recebem a remissão de pecados. Como já foi dito antes, Zaqueu era o chefe dos publicanos e rico também. Mas não importa o quanto fosse alto o seu posto dentro da coleta de impostos, ele jamais poderia ter ficado rico somente com seu salário. Afinal de contas, poucos trabalhadores conseguem realmente ficar ricos contando apenas com seu salário mensal. Como Zaqueu conseguiu ficar tão rico então? Ele construiu sua fortuna em cima de subornos. Como publicano, ele provavelmente recebia propina para fazer vista grossa na evasão de impostos. Ou seja, ele usava sua posição para ganhar muito dinheiro debaixo dos panos usando vários artifícios. Esta é a razão mais provável pela qual ele se tornou um homem rico.
 
 
Uma Grande Multidão se Ajuntou na Cidade de Zaqueu
 
Uma grande multidão se reuniu para ver Jesus quando ele passou na cidade de Zaqueu. As pessoas falavam o que Jesus tinha feito, dizendo como ele não apenas tinha curado leprosos, mas também ressuscitados os mortos, e também como ele mandou o mar se acalmar.
Como um dos habitantes desta cidade, Zaqueu também estava muito interessado em Jesus. Embora ele não soubesse quem era Jesus, ainda assim quis vê-lo, imaginando como ele seria. Então Zaqueu subiu em uma figueira brava para tentar ver um pouco Jesus. Por que ele subiu em uma figueira brava? Para pegar um fruto? Figueira brava produz amora, e se você comê-la sua boca fica toda preta. Não foi para pegar a fruta que Zaqueu subiu na figueira brava. Pelo contrário, ele subiu na árvore para ver Jesus. Como ele era baixinho, não conseguia ver Jesus com toda a multidão impedindo sua visão. Foi por isso que ele subiu na árvore para ver Jesus.
Eu quero que vocês entendam que os que são salvos crendo em Jesus Cristo são, na verdade, pessoas fracas que sofrem de complexo de inferioridade e inúmeros problemas, ao invés de serem pessoas inteligentes e perfeitas. Nós precisamos compreender que foram os imperfeitos, e não os perfeitos, que encontraram Jesus e receberam a salvação oferecida por ele. As pessoas exigem perfeição em tudo, mas não há ninguém que seja perfeito realmente. Assim como Zaqueu, todos são gananciosos e fracos e possuem fraquezas humanas. São estes que podem receber a remissão de pecados, e Zaqueu é sua representação simbólica. O texto bíblico deste capítulo mostra que são estes que são remidos dos seus pecados.
Zaqueu viu Jesus de uma figueira brava. E enquanto ele via Jesus passar dela, ele olhou para cima, o viu em cima da árvore e disse-lhe: “Zaqueu, desce depressa, porque, hoje, me convém pousar em tua casa.” Jesus disse a Zaqueu que pousaria em sua casa. Zaqueu estava olhando para baixo e Jesus olhou para cima e disse: “Desça daí, pois hoje me convém pousar em tua casa.” Feliz por ouvir isso, Zaqueu desceu e o recebeu com alegria, levando-o até sua casa. Jesus já sabia tudo sobre Zaqueu. Ele sabia que Zaqueu era um homem fraco, que ele se tornou rico por roubar e que, como ser humano, ele tinha muitos complexos. Jesus também sabia que Zaqueu era um homem imperfeito. Mas Jesus disse que Zaqueu conhecia suas falhas e as admitia, ao invés de tentar encobrir a si mesmo diante de Deus, e buscou nele a salvação e a remissão de pecados. Isso nos mostra que Jesus quer morar no coração daqueles que são como Zaqueu.
Em que tipo de coração Jesus quer morar? No coração daqueles que são como Zaqueu. Ou seja, Jesus quer chamar os que sofrem de complexo de inferioridade, os que são falhos e os que são imperfeitos; ele quer apagar todos os seus pecados com seu batismo e seu precioso sangue na cruz, e também quer morar em seu coração. Foram estas pessoas que Jesus salvou e é no coração delas que ele quer habitar na pessoa do Espírito Santo.
Todos nós queremos ser completamente perfeitos. Porém, Jesus disse: “O Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.” Jesus veio a essa terra para buscar e salvar do pecado os que estavam perdidos e os que estavam sofrendo, isto é, as almas perdidas que, nascidas da descendência de Adão e Eva, herdaram suas fraquezas e falhas, além de estar condenadas ao inferno. Melhor dizendo, Jesus veio para salvar todo ser humano dos seus pecados.
Jesus chamou Zaqueu porque conhecia suas falhas. Então disse a ele: “Desce depressa, porque, hoje, me convém pousar em tua casa.” Feliz por ouvir estas palavras de Jesus, Zaqueu desceu depressa da árvore e deu uma festa em sua casa.
Então Zaqueu disse a Jesus: “Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se em alguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.” Quem encontra o Senhor e recebe a remissão de pecados fica grato pelo fato de, mesmo sendo um ser imperfeito, Jesus tê-lo aceitado e apagado todos os seus pecados com seu batismo, ao morrer na cruz, ressuscitar dos mortos. E quando alguém assim crê no Senhor e ele passa a morar em seu coração, ele se torna uma nova pessoa. O que Zaqueu disse é que não iria mais roubar como fazia antes. Ele se tornou um novo homem.
Depois de encontrar o Senhor, Zaqueu se tornou um novo homem. Embora tenha sido um ladrão, ao encontrar o Senhor ele se tornou uma nova pessoa. Dali em diante ele quis viver de forma justa. Ele sempre viveu na fartura e na riqueza proveniente de seus atos ilícitos, defraudando e extorquindo pessoas descaradamente, mas agora ele não queria mais viver dessa forma, mas sim para os outros.
Quando alguém nasce de novo, ele passa a compreender todo o seu complexo de inferioridade, suas deficiências e sua fraqueza. Além do mais, quando alguém conhece a Palavra de Deus e admite que estava mesmo destinado ao inferno segundo esta Palavra, ele passa a crer que Jesus veio a essa terra, foi batizado, morreu na cruz e ressuscitou dos mortos para salvá-lo. E quando isso acontece, a salvação chega ao seu coração; a remissão de pecados vem sobre ele. A gratidão nasce no profundo do seu coração e ele tem este entendimento: “Jesus tirou todos os meus pecados. Ele se tornou meu Salvador. Agora eu sou realmente um homem justo. Eu sou justo embora não merecesse isso. Apesar das minhas atitudes não terem mudado tanto assim, pelo menos meu coração foi totalmente transformado. Antes eu costumava ter pecado em meu coração, mas agora não tenho mais pecado.” Esta pessoa então se torna uma nova pessoa por completo. Isso nada mais é do que “nascer de novo da água e do Espírito.”
Quando Jesus encontrou Zaqueu e o chamou foi que ele o transformou e seu coração foi renovado diante do Senhor. E foi com este coração renovado que ele disse para Jesus: “Eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se em alguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.” Isso significa que agora ele queria levar uma vida de retidão. Isso mostra que Zaqueu estava determinado a acabar com suas práticas do passado. Ele não mais viveria a vida que viveu até então.
Verdadeiramente Jesus conhece todas as nossas falhas. Segundo a lei de Deus, não tínhamos como evitar o inferno. Mas uma nova vida terá início se crermos que o Senhor nos salvou com a água e sangue, com seu batismo e seu sangue na cruz; se crermos que todos os nossos pecados foram passados para Jesus quando ele foi batizado e que não há mais nenhum pecado em nosso coração. Então seremos como Zaqueu.
Os que receberam a remissão de pecados são iguais a Zaqueu. Zaqueu era o chefe dos publicanos e rico, um homem de pequena estatura mal visto por seus vizinhos. Todos nós somos iguais a Zaqueu perante Deus. Somos imperfeitos, fracos e vulneráveis. Mesmo assim, o Senhor chamou pessoas como nós. O Senhor disse: “Eu não vim para chamar os justos, mas vim para chamar os pecadores e fazê-los justos.” Foi nosso Senhor que nos salvou de todos os pecados e nos tornou justos.
Nosso Senhor disse para Zaqueu: “Hoje, veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.” Embora sejamos falhos, mesmo assim o Senhor nos salvou. Ele apagou todos os nossos pecados. Ele nos fez justos. Ele nos tornou novas criaturas, prontos para fazer a boa obra. Ele deu a você e a mim as mesmas bênçãos que deu a Abraão, e hoje ele nos concedeu a mesma salvação que concedeu a Abraão.
Você e eu precisamos reconhecer aqui e perguntar a nós mesmos se somos iguais a Zaqueu. Por causa da sua baixa estatura, ele não conseguia ver Jesus muito bem, então subiu numa figueira brava para vê-lo mais nitidamente. Ao fazer isso ele pôde ver Jesus e se encontrar com ele. Este homem conhecia-se muito bem mesmo antes de encontrar-se com Jesus. Ele tinha desviado tanto dinheiro dos impostos que poderia ter levado apenas uma manhã para construir um local adequado para si. Zaqueu também sabia muito bem quantos subornos ele tinha aceitado. Quando comparava a si mesmo aos outros, ele sabia que tinha roubado mais do que nenhum outro, que ele era ética e moralmente pior do que os outros, e que ele tinha mais falhas que as demais pessoas. Mas este homem ouviu sobre Jesus e queria saber se o que tinha ouvido era mesmo verdade, para poder realmente crer nele. Então, aguardando para ver como era Jesus, Zaqueu subiu numa figueira brava para vê-lo, e Jesus olhou para cima e disse: “Desce depressa, porque, hoje, me convém pousar em tua casa.” Jesus é o Senhor que apagou todos os pecados que há no coração das pessoas, é aquele que mora em nosso coração e nos torna filhos de Deus para nos levar para o céu.
 
 
Devemos Deixar de Lado Nossos Conceitos Pré-Concebidos
 
Você acha que o Senhor o chamou e agora leva uma vida de fé porque é perfeito, porque sua ética e moral são dignos comparados à maioria das pessoas? Há muitas pessoas que são piores que Zaqueu, mas a maioria não conhece a si mesmo. Por outro lado, Zaqueu conhecia a si mesmo muito bem. Quando Jesus olhou para Zaqueu, ele viu que seu coração estava na salvação. Sofrendo por causa dos pecados em seu coração, Zaqueu realmente ansiava por Jesus Cristo e esperava que o Messias o libertasse. Ele estava pronto para confiar em Jesus e crer nele assim que ele apareceu. Como Zaqueu estava do alto olhando para baixo, Jesus olhou para ele e o viu ansiando por receber sua misericórdia. E sabendo tudo sobre Zaqueu, Jesus o mandou descer. Zaqueu também compreendeu que Jesus sabia tudo sobre ele. Então ele desceu rápido da árvore, levou Jesus até sua casa e o convidou para jantar.
Quando ficamos diante de alguém que sabe tudo sobre nós, somos levados a falar tudo o que vem à mente. Jesus sabe tudo sobre você e sobre mim. Ele sabe até as coisas que você não sabe sobre você. É um erro pensar que o Senhor de algum modo não te conhece bem. Jesus conhece todo tipo de pecado que cometeremos no futuro. Você não pode se esconder dos seus olhos, não importa o quanto tente.
Alguns acham que são muito dignos, mas outros acham que têm apenas algumas falhas. Eu estou certo que entre nós há estes dois tipos de gente. Mas Jesus também sabia tudo sobre esse tipo de gente. Todos nós tínhamos nosso próprio jeito pecador de ser, e ainda assim Jeová apagou nossa iniquidade e morreu em nosso lugar. Todos nós somos falhos e imperfeitos. No entanto, Jesus sabe tudo sobre nossa fraqueza. Você reconhece a sua fragilidade? Quanto mais vivemos, mais nossas falhas serão expostas.
As pessoas da cidade de Zaqueu o denunciaram. Mas elas mesmas não eram melhores que ele, mas piores. Todos nós também temos fraquezas. Jesus sabe disso muito bem. Quando o Senhor disse para Zaqueu descer da árvore, ele rapidamente desceu e o levou até sua casa. O que o Senhor disse a ele então? Ele disse: “A salvação veio até sua casa.” Jesus mandou Zaqueu descer da árvore porque ele já sabia tudo sobre ele, e apagou todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito.
Foi o Senhor que chegou até Zaqueu e o encontrou com sua justiça. Foi o Senhor que apagou todos os nossos pecados. Nosso Senhor apagou todos os seus pecados com seu batismo e ainda levou todos os pecados do mundo na cruz ao morrer sobre ela. Foi assim que Jesus salvou a você e a mim.
Amados irmãos, se vocês são arrogantes, eu peço que se tornem humildes. Eu aconselho vocês a vir para Jesus Cristo, a confiar nele e a crer no seu batismo e no sangue da cruz. Eu peço que vocês recebam pela fé a remissão de pecados, como Zaqueu recebeu. Se vocês receberem a remissão de pecados, vocês nascerão de novo como novas criaturas, mesmo sem ter tentado fazê-lo.
As pessoas mudam quando recebem a remissão de pecados. Sua mente muda. Seus atos mudam. Sua fé muda. Sua sabedoria muda. Você realmente quer se tornar uma pessoa correta? Você quer se tornar em uma pessoa virtuosa? Então creia na salvação que Jesus está oferecendo a você através do seu batismo e do seu sangue. Aceite esta salvação em seu coração. Então você será uma nova criatura. Não é tentando com suas próprias forças que você será uma pessoa justa, mas crendo em Jesus Cristo de todo coração. Ou seja, se você crer que o batismo de Jesus e seu sangue na cruz garantam a sua salvação, você pode ser uma nova criatura pela fé em Cristo. Deste modo, suas ações serão corretas e seu coração será transformado.
Amados irmãos, vocês realmente querem ser um novo homem e uma nova mulher? Então creiam em Jesus. Se vocês querem se tornar servos de Deus e ser usados por ele como instrumentos seus na sua boa obra, levar uma vida correta e ir para o céu, tudo que devem fazer é crer na salvação de Jesus Cristo. Deus então dirá a vocês, assim como disse a Zaqueu: “Hoje me convém pousar em tua casa.” O Espírito Santo habitará em seu coração, o guiará, será com você e o ajudará a levar uma vida justa. Então se você realmente quiser levar uma vida justa, tudo que tem a fazer é crer neste evangelho. Se você crer no Senhor e em sua Palavra, você será uma pessoa justa. Mas se você não quiser fazer isso, você então continuará sendo um pecador e nunca conseguirá nascer de novo como uma nova criatura.
Eu consigo entender o que Zaqueu disse depois de ter tido um encontro com o Senhor. Eu gostei quando ele disse: “Eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens.” Se você encontrar o Senhor e realmente crer nele, ele te dará um novo coração. Você desejará levar uma vida realmente correta. Você desejará levar a vida que Deus quer que você tenha.
Antes de nascer de novo, eu era como todos os demais. Embora quisesse ter uma vida de retidão, eu era muito pecador para levar uma vida assim. Contudo, depois que encontrei o Senhor, eu me tornei um homem transformado. Antes eu costumava fazer muitas coisas más, por mais que tentasse não fazê-las, mas depois que recebi a remissão de pecados tudo mudou. Eu queria dedicar o resto da minha vida ao Senhor, oferecer minha mente, minha vontade e tudo em mim para ele, e viver para sua boa obra. Agora eu tenho um motivo de alegria para viver neste mundo. Se você tiver um encontro com o Senhor, você também será transformado assim.
Se você realmente quiser ser uma pessoa correta, eu peço a você que creia no Senhor. Então ele o transformará. Primeiro creia no Senhor e ele sem dúvida o transformará. Mas se, por outro lado, você tentar mudar sem crer no Senhor, então você acabará piorando mais ainda.
Amados irmãos, hoje vocês ouviram como Zaqueu foi salvo. Espiritualmente falando, nós não éramos iguais a Zaqueu? Sim, todos nós éramos como ele. Nós tínhamos muitas falhas e fraquezas. Quando o homem passa por alguma dificuldade, suas fraquezas mais cedo ou mais tarde acabam sendo expostas. Mas quando desejávamos ser salvos e quando caíamos em desespero pensando quem poderia nos salvar de nossos pecados, Jesus veio nos procurar. Ele veio nos procurar através do evangelho do seu batismo e do seu sangue. E nós aceitamos este evangelho. E ao aceitarmos este evangelho, nos tornamos novas criaturas. Foi assim que passamos a ter uma vida completamente justa diante de Deus. Nós nos tornamos filhos de Deus.
Se você passar por momentos difíceis tentando corrigir seu comportamento errado, não fique desapontado com isso. Ao invés disso, medite neste evangelho, pregue-o, tenha orgulho dele e aprenda com ele. Lembre-se que todos os seus pecados passaram para Jesus quando ele foi batizado no rio Jordão. Creia que ele o salvou quando foi batizado e morreu na cruz. Então seu coração será renovado. É o Espírito Santo, e não você, que o transforma. Confie em Deus. Olhe para Jesus Cristo e confie nele. E quando nascer de novo, nunca perca de vista o caminho de Jesus, mas siga sempre por ele. Creia que quando você ouve várias vezes e aprende a Palavra de Deus, a sabedoria nasce e um novo caminho se abre para você. O Senhor nos deu mesmo a salvação. Em todo o tempo eu sou grato ao Senhor.
Agora que somos novas criaturas, damos aos pobres metade de nossos bens. Nós dedicamos totalmente nossa vida ao Senhor. Nenhum de nossos pastores tem algo em seu próprio nome. Nós nos dedicamos tanto à obra do Senhor que pode até parecer algo obsessivo. Mas estamos trabalhando para salvar muitas pessoas. O Senhor nos faz levar esta vida justa. Não é por mérito próprio que estamos levando uma vida justa, mas, ao contrário, porque o Senhor encontrou a nós que, como Zaqueu, somos cheios de falhas e fraquezas. Ele também nos diz: “Desce depressa, porque hoje, me convém pousar em tua casa.” Embora estivéssemos condenados a ir para o inferno por causa dos nossos pecados, o Senhor nos salvou de todos eles ao vir a essa terra, ao ser batizado e morrer na cruz. Foi ele que tornou nos tornou possível levar uma vida justa.
Palavras não podem expressar o quanto sou grato ao Senhor. Já que ele nos deu a salvação, devemos pregar o evangelho em todo o mundo e levar uma vida justa, a fim de que um dia possamos vê-lo face a face.
A metade deste ano já passou e já enfrentamos muitas dificuldades até agora. No entanto, neste acampamento para treinamento de discipulado de verão vamos nos encontrar com todos os servos de Deus de todo o país, ter comunhão com eles e dar o nosso testemunho. Deste modo, nossas forças serão renovadas.