The New Life Mission

Sermões

Assunto 14: A Primeira Epístola de JOÃO

[Capítulo 3-2] (1 João 3:9-16) Que Tipo de Pecado Nós Não Devemos Cometer Contra Deus?

(1 João 3:9-16)
“Aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado, porque a semente de Deus permanece nele; não pode continuar pecando, porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão. Esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio, que nos amemos uns aos outros, não sendo como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más e as do seu irmão, justas. Meus irmãos, não vos admireis se o mundo vos odeia. Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte. Todo aquele que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanente em si. Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós. E devemos dar a nossa vida pelos irmãos.”
 
  
A Quem foi Dita a Passagem de 1 João 3:9, “Aquele que é Nascido de Deus Não Vive na Prática do Pecado”?
  
Que tipo de pecado aqueles que nasceram de Deus não cometem?
Eles não cometem o pecado de não crer que Jesus Cristo levou sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado e ao derramar Seu sangue por eles.
 
Aqui nessa passagem das Escrituras, 1 João 3:9-16 diz: “Aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado.” Antes de tudo, nós precisamos entender aqui que essa passagem foi dita aos crentes no evangelho da água e do Espírito. O Apóstolo João, em outras palavras, disse isso àqueles que crêem na divindade de Jesus, nosso Deus, e no evangelho da água e do Espírito. Aqueles que não crêem na divindade de Jesus, e aqueles que não crêem na Verdade do evangelho da água e do Espírito, estão todos se tornando inimigos de Deus. Nós temos que entender que sua fé é infrutífera e totalmente fútil.
Até mesmo entre os cristãos em todo o mundo hoje em dia, há muitos que não crêem na divindade de Jesus Cristo, que Ele é o próprio Deus, deixando se levar por um mundo religioso inventado por eles mesmos. Afundados em seus próprios pensamentos, eles estão vivendo sem a Verdade do evangelho dada por Deus. Seus pensamentos carnais não podem suportar o evangelho da água e do Espírito de Deus, tornando assim suas vidas infinitamente miseráveis. Ultimamente, eles têm vivido como inimigos de Deus.
Os religiosos deste mundo podem até parecer cativantes exteriormente, mas a realidade é bem diferente. Tendo caído nas suas próprias contradições teológicas, essas pessoas estão morrendo, tanto no corpo como no espírito. Os religiosos deste mundo perderam muito por causa das religiões feitas por homens que eles acreditam. Os altos muros das prisões das suas religiões os tornaram incapazes de encontrar a Verdade do evangelho da água e do Espírito, e de crer nela.
As religiões do mundo sempre fazem afirmações inúteis e sem sentido. Quando Deus diz na Sua Palavra que os seres humanos são totalmente incapazes de levar uma vida virtuosa (Marcos 7:21-23), nós vemos que os religiosos estão longe de seguir esse ensinamento, e ao invés disso encorajam as pessoas a viver ainda mais virtuosamente. Eles crêem e pregam que fazer boas obras é o propósito de toda vida cristã.
Ao contrário, a grande verdade do Cristianismo ensina que nosso propósito como cristãos é crer em Jesus Cristo, que veio pelo evangelho da água e do Espírito, e assim nos livrou de todos os nossos pecados, fez de nós Seus próprios filhos, e nos deu a vida eterna. Meu desejo e minha oração é que inúmeras pessoas passem a crer na divindade de Jesus e no evangelho da água e do Espírito, e assim se tornem o próprio povo de Deus.
Há muitos cristãos que na verdade pertencem às religiões deste mundo. Eles fazem tudo para colocar seus méritos acima da sua hipocrisia. Tais pessoas acham muito fácil dizer coisas sem sentido àqueles que são ignorantes em relação a grande verdade. Eles dizem: “Pense sobre a morte de Jesus que foi crucificado! Jesus derramou Seu sangue e morreu na Cruz por você. Como pode você então, tendo sido tão edificado e abençoado, não servir a Jesus Cristo com seus bens materiais?” Muitos cristãos, ouvindo essas palavras, tentam mostrar sua devoção então com seus bens materiais.
Essas são pessoas guiadas pela emoção que não conhecem a grande Verdade da salvação. Mas Deus aceita sua fé guiada pela emoção como a fé correta? Não, Ele não aceita esse tipo de fé. E por quê? Porque Deus não aceita como Seus filhos aqueles que ainda continuam no pecado.
Hoje em dia, há muitos cristãos que, embora creiam em Jesus como seu Salvador, conhecem apenas metade do evangelho, e por isso sua fé é colocada em Cristo em vão. Nós geralmente vemos que esses religiosos, colocando pele de ovelha só para caçar o rebanho inocente de Deus, estão ensinando mentiras inúteis. É muito perturbador ver que várias almas inocentes estão sendo caçadas por alguns predadores. Aqui está a razão pela qual todos nós devemos proclamar a Verdade do evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro. É por isso que devemos entender o significado da passagem que diz: “Pois muitos há, dos quais muitas vezes nos disse, e agora novamente digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo” (Filipenses 3:18). A transgressão que nos torna inimigos de Deus é o pecado de não crer no evangelho da água e do Espírito. Ao crermos no evangelho da água e do Espírito, todos nós devemos fugir dessa situação que nos torna inimigos de Deus.
O Apóstolo João está mais uma vez exortando as ovelhas que se desviaram do caminho por causa da sua ignorância em relação ao evangelho da água e do Espírito: para aqueles que não crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito, não pode haver remissão dos seus pecados, nem as bênçãos da vida eterna; e por eles, o que espera é somente maldição eterna e destruição. Se nós não crermos no Salvador de amor que veio a nós pela verdade da água e do Espírito, por toda a eternidade nós não veremos mais o Senhor.
 
 
Quem Então Pertence a Deus?
  
Quem pertence a Deus?
Aqueles que crêem que Jesus é Deus e o Filho de Deus, e que Ele é o Salvador que veio pelo evangelho da água e do Espírito.
 
O Apóstolo João disse em 1 João 3:10, “Quem não pratica a justiça não é de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.” Para aqueles que se tornaram povo de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito, é algo instintivo amar seus irmãos. Por esse motivo, aqueles que não amam o povo de Deus que se tornou seus próprios irmãos no Senhor não podem mesmo crer no divino Jesus como seu Salvador, e nem pertencer a Deus. Eles dizem que crêem no divino Jesus Cristo só da boca para fora; na verdade, eles não crêem que Jesus Cristo veio a este mundo pelo evangelho da água e do Espírito e purificou os seus pecados.
Todo aquele que realmente crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito dado por Jesus Cristo consegue amar as outras almas, mas isso está além da capacidade daqueles que não crêem nesse verdadeiro evangelho. Alguém que cresceu tendo amor abundante na sua infância sabe como amar os outros. Mas alguém que cresceu sem ser amado não sabe como amar os outros. Já que nós recebemos o verdadeiro amor de Jesus Cristo através do evangelho da água e do Espírito, como não podemos amar nossos irmãos? Aqueles que não receberam esse amor de Jesus Cristo não são povo de Deus. Jesus Cristo veio a essa terra pela Palavra do evangelho da água e do Espírito (1 João 5:4-7).
Agora, crendo em Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito como nosso Salvador, todos nós recebemos a remissao de pecados em nosso coração e nos tornamos filhos de Deus. Jesus nos capacitou a crer que Ele é o Filho de Deus, e que Ele é o verdadeiro Salvador que veio até nós pelo evangelho da água e do Espírito. Por termos recebido a remissão dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, nós agora podemos amar a Jesus Cristo assim como aqueles que se tornaram nossos irmãos no Senhor.
 
 
Há Horas em que Até Mesmo os Justos Não Amam a Jesus Cristo. Quando é que isso Acontece?
 
Há horas em que nós, que nos tornamos justos crendo no evangelho da água e do Espírito, somos dominados pelos nossos desejos egoístas assim como pela concupiscência da carne, pela soberba da vida, e pela concupiscência dos olhos. Nessas horas nosso coração não é grato pelo amor de Deus, porque nós vivemos com nosso coração aprisionado pela concupiscência da carne deste mundo. É porque nós amamos mais a este mundo do que ao Senhor que somos incapazes de amar a Jesus Cristo de coração, nem amar as outras almas de todo nosso coração. Por isso nós precisamos entender aqui que o Apóstolo João está nos ensinando que se amarmos as coisas do mundo, o amor do Pai não pode habitar em nosso coração.
O que nos leva a voltar para o mundo é a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos, e a soberba da vida. Os desejos da carne do homem são manifestados quando somos atraídos pelo sexo oposto ou por bens materiais, e quando nós somos levados pelas nossas emoções e sentimentos mais do que pela Palavra de Deus. Na nossa ganância nós tentamos satisfazer nossos desejos que excedem os limites que são permitidos por Deus, e acabamos cometendo um grande pecado contra Deus: nós deixamos Deus e Sua Igreja, e no final acabamos nos tornando iminigos de Deus como aconteceu com Ló. Se no nosso coração há mais amor pelo mundo do que por Deus, isso será a causa de perdermos o amor de Deus por nós. Se isso acontecer, nossa alma será condenada às trevas.
Nós sabemos muito bem que só os nossos desejos não podem fazer tudo nosso neste mundo. Já que podemos cometer idolatria diante de Deus, devemos guardar nosso coração pela fé. Porque vivemos nossas vidas com a soberba da vida e a concupiscência da carne, nós podemos muito bem nos afastar de Deus.
Portanto, colocando nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, nós devemos mais uma vez nos revestir do amor do nosso Senhor. É quando nós temos essa fé que crê em Jesus, que veio pelo evangelho da água e do Espírito, que de fato podemos amar uns aos outros. Todos nós cremos na Verdade do evangelho da água e do Espírito que Jesus Cristo no deu. Nós cremos que, das profecias que Jesus Cristo nos falou, todas aquelas que ainda não se cumpriram sem dúvida ainda hão de se cumprir.
Aqueles que não crêem em Jesus Cristo como seu Salvador certamente serão amaldiçoados ao invés de receberem as bênçãos de Deus. Vindo a nós pela Verdade do evangelho da água e do Espírito, Deus salvou aqueles que crêem neste evangelho de todos os seus pecados. Sendo assim, Deus não quer que ninguém seja incapaz de ser revestido pelo Seu amor.
 
 
Nós Não Devemos Ser Como Caim
 
Quem é como Caim?
Aquele que vive para os seus desejos mesmo crendo no evangelho da água e do Espírito.
 
A passagem das Escrituras que vimos aqui também diz: “Esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio, que nos amemos uns aos outros, não sendo como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más e as do seu irmão, justas. Meus irmãos, não vos admireis se o mundo vos odeia. Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte” (1 João 3:11-14).
As palavras “seu irmão” nessa passagem, e “quem não ama permanece na morte”, se referem ao mesmo tempo a Jesus Cristo e aos santos nascidos de novo. Aqueles que não amam a Deus e a Jesus Cristo como seu verdadeiro Salvador irão perecer por causa dos seus pecados.
Quem são aqueles que não amam Jesus Cristo nosso Deus de maneira nenhuma? São aqueles que não crêem de todo o coração no nosso Senhor e Salvador que purificou todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. O coração dessas pessoas está completamente entulhado com seus pecados. Eles são, portanto, incapazes de sair da morte para a vida. Jesus nos amou tanto que nos livrou de todos os pecados do mundo. Se nós realmente cremos em Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito como nosso Salvador, então Ele com certeza nos dará a verdadeira remissão dos nossos pecados.
No entanto, aqueles que não amam a Deus são aqueles que não crêem no batismo de Jesus Cristo nem no Seu sangue derramado na Cruz. O Apóstolo João está nos dizendo agora que aqueles que não amam a Jesus Cristo são inimigos de Deus. E ele também nos disse que é impossível a tais pessoas, que se tornaram inimigos de Jesus, conviver com os verdadeiros santos na Igreja de Deus.
Não há nenhuma dúvida de que Jesus nos salvou de forma perfeita de todos os nossos pecados com “o evangelho da água, do sangue, e do Espírito.” Já que nós pecamos o tempo todo, nosso Senhor nitidamente apagou todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, e por isso Ele é o nosso Salvador. Nós não temos como não crer e confessar que este Jesus Cristo, que veio pelo evangelho da água e do Espírito, é o nosso Salvador. Já que esse verdadeiro evangelho nos livrou de todos os nossos pecados, nós também amamos a Jesus Cristo. É porque nós cremos no amor de Deus e em verdade O amamos que nos tornamos Seus verdadeiros santos.
Jesus Cristo é o Criador, o Rei dos reis, e o nosso verdadeiro Salvador. Porque nós cremos no amor de Jesus Cristo e no evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu, nosso coração se enche de alegria. E nós nos alegramos ainda mais quando a vontade do Senhor se cumpre uma a uma. Nós não estamos aumentando exageradamente o status de Jesus Cristo por nossa própria conta. Nós queremos apenas crer nEle como Ele é e pelo que Ele fez. Depois de nós entendermos e crermos que Jesus Cristo nosso Deus é o Salvador, não há nada melhor para nós a não ser que continuemos vivendo para a Sua glória. Por crermos no evangelho da água e do Espírito, nós damos graças a Deus e glorificamos o Seu nome. Ele é o nosso verdadeiro Salvador e o Rei dos reis.
 
 
Nós Não Devemos Cometer Homicídio Espiritual
 
1 João 3:15 diz: “Todo aquele que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanente em si.”
Todo aquele que odeia seu irmão é um homicida espiritual. E aquele que odeia Jesus Cristo é o próprio inimigo de Deus. Se nós não crermos que Jesus Cristo nos salvou de todos os nossos pecados, e se ao invés disso todos nós rejeitarmos o Seu amor, nós acabaremos como inimigos de Deus. Os inimigos de Deus são aqueles que rejeitam o amor de Jesus Cristo e de Deus, e que não crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Para nós, rejeitar o amor de Deus é o mesmo que cometer o pecado que nos faz merecer ser tratados como inimigos de Deus.
Está escrito: “E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanente em si.” Não há ninguém entre nós que possa ser salvo sem crer nas obras do evangelho da água e do Espírito que Jesus realizou por nós. Jesus Cristo é o nosso verdadeiro Deus, e Ele é o verdadeiro Salvador que nos salvou de todos os pecados deste mundo. Jesus Cristo é o Deus que nos salvou de forma perfeita ao ser batizado por João Batista, derramando Seu sangue na Cruz, e ressuscitando dos mortos. Embora Jesus seja realmente o próprio Deus, para nos salvar dos nossos pecados e da nossa destruição, Ele veio a essa terra humilhando a Si mesmo, e cumpriu toda a justiça de Deus através do Seu batismo e da sua crucificação sofrendo toda a perseguição e o desprezo.
Como podemos nós então não amá-Lo? Nós não podemos de maneira alguma fazer isso com Ele! Se nós realmente reconhecemos como nosso próprio Deus esse Jesus Cristo que levou sobre Si os nossos pecados, então nós não podemos rejeitar o Seu amor.
Mesmo que os tempos do fim cheguem durante a nossa vida, e sejamos entregues ao anticristo e soframos todas as tribulações, nós alegremente entregaremos nossa vida por Jesus Cristo, porque nunca deixaremos a nossa fé, de que Ele é o nosso Salvador. Porque Jesus Cristo nos ama, nós também podemos ser martirizados por Ele pela fé. Não porque você e eu somos fisicamente fortes ou que temos uma grande vontade de fazer isso, mas porque todos nós o amamos muito. Porque não podemos negar que Jesus Cristo é o nosso Rei e o nosso Deus. Por amarmos ao Senhor é que demonstramos esse amor em sofrer por Ele nossa própria morte carnal.
Nós cremos no amor de Jesus Cristo porque não podemos rejeitá-lo. O que o Apóstolo Paulo disse em 2 Coríntios 5:14: “Pois o amor de Cristo nos constrange,” e nada mais é do que esse amor. Assim como Paulo testificou: “Quem nos separará do amor de Cristo? A Tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?” (Romanos 8:35), ninguém pode separar nenhum de nós da nossa fé em Jesus Cristo e do Seu amor por nós. Porque nosso Senhor nos amou assim com o evangelho da água e do Espírito, nós não temos outra coisa a fazer senão confessar que O amamos também e praticar o Seu amor. Por Jesus Cristo, nós podemos suportar toda e qualquer tribulação com algria.
  
Quem é homicida?
A Bíblia diz que todo aquele que odeia Jesus Cristo ou seu irmão é um homicida (1 João 3:15).
 
Para nós, odiar nossos irmaos que receberam a remissão de pecados é o mesmo que cometer homicídio espiritual. Nós, que de fato recebemos a remissão de pecados em nosso coração por crermos no evangelho da água e do Espírito, não podemos odiar ninguém em Cristo, não importa o quanto ele seja limitado ou tolo. Se você e eu, como nascidos de novo que receberam a remissão de pecados e servem ao evangelho na Igreja de Deus, ainda guardarmos ódio em nosso coração por outra pessoa, estamos claramente então comentendo um erro grave diante de Deus. Se os justos guardam rancor em seu coração pelos seus irmãos, eles estão comentendo então o pecado de homicídio diante de Deus, e por isso precisam primeiro examinar a si mesmos para ver se o Espírito Santo de fato habita neles ou não. Os crentes no evangelho da água e do Espírito não têm como não entender e não amar uns aos outros.
Isso acontece não porque temos um coração generoso, mas porque o Espírito Santo habita em nosso coração. É assim que nós, os justos, somos mais do que capazes de amar uns aos outros. E se erramos uns com os outros, a maneira de resolver o problema já está preparada no evangelho da água e do Espírito. Porque fomos salvos de todos os nossos pecados por crermos em Jesus Cristo, nós, os crentes, podemos amar uns aos outros.
Nosso Senhor nos disse: “Pelo fruto se conhece a árvore” (Mateus 12:33). É bem verdade que tem horas que nós somos levados pela concupiscência da carne em nossas vidas. Mas o que eu quero que vocês entendam é que Deus se agrada quando praticamos Sua justiça em nossas vidas. O Senhor disse: “O justo viverá da fé” (Romanos 1:17).
1 João 3:16 diz: “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós. E devemos dar a nossa vida pelos irmãos.”
Ele está nos dizendo que se nós realmente cremos que Jesus Cristo deu Sua vida por nós e nos deu uma nova vida, então é mais do que certo que nós também demos nossa vida pela justiça de Deus. Foi assim que o Apóstolo João chegou a conclusão sobre o amor de Deus: ele está nos dizendo que é apropriado que os justos que crêem no evangelho da água e do Espírito vivam para anunciar esse evangelho.
Tendo nossas necessidades básicas por roupas e alimentos supridas, é certo que nós então dediquemos todo o tempo que nos resta para viver para o Senhor, para a salvação das outras almas, e para nossos irmãos. É algo muito natural e adequado que todos nós vivamos para o evangelho da água e do Espírito. Para nós, servir ao Senhor não é algo que somos obrigados a fazer. Já que é apropriado que os justos vivam para o Senhor, e isso é um chamado e um dever que todos eles devem cumprir, quando eles realmente praticam a justiça de Deus, o Espírito Santo se alegra em seus corações.
O Apóstolo João está nos falando várias vezes sobre aqueles que não amam a Jesus. Ele está nos dizendo que aqueles que não amam a Jesus Cristo e não crêem no evangelho da água e do Espírito são homicidas diante de Deus, e que essas pessoas, para ser bem direto, pertencem ao diabo. Se existe alguém na Igreja de Deus que não crê no evangelho da água e do Espírito, ele é um mentiroso diante de Deus. Mas aquele que crê de todo o coração que Jesus veio a essa terra, levou sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado, e suportou toda a condenação do pecado ao ser crucificado, pode receber a remissão total de pecados. Todo aquele que recebe o amor da Verdade de Deus pode amar a Deus e praticar a Sua justiça.
  
Quem ama a Jesus Cristo?
Aqueles que crêem de todo o coração que Jesus Cristo veio a essa terra pelo evangelho da água e do Espírito.
 
O fato de Jesus Cristo ser tão amado por você e eu, que cremos no evangelho da água e do Espírito, é porque Ele se tornou nossa propiciação ao ser batizado por João e ao derramar Seu sangue por nós. Mas aqueles que não crêem de todo o coração que Jesus Cristo veio a essa terra pelo evangelho da água e do Espírito estão fadados a viver sua vida de fé afastados de Jesus conforme o tempo for passando. É assim que eles acabam sendo separados do amor de Jesus Cristo. Muitos cristãos confessam crer em Jesus como seu salvador no começo, e dizem que estão dispostos a dar sua vida por Ele, mas conforme o tempo passa, seu amor por Jesus se esfria, e no final eles acabam se afastando dEle. Isso porque eles não crêem em Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito.
Os justos que crêem no divino Jesus Cristo não podem nunca se afastar dEle. Ao contrário, quanto mais tempo nós, os justos, vivemos no amor de Jesus Cristo, mais nós fazemos a obra do Senhor. Para nós, não reconhecer a Jesus como nosso Deus e como nosso Salvador é o mesmo que se colocar contra Deus. Os justos que crêem neste Jesus Cristo, o verdadeiro Deus, como seu Salvador não podem cometer o pecado de blasfemar contra o Espírito Santo. Mas aqueles que não crêem em Jesus Cristo como seu Salvador não podem amá-Lo.
Sendo assim, há uma grande diferença entre os crentes e os não-crentes pois estes estão do lado contrário desde o começo. Nós, os justos, não temos como não amar a Jesus, mas ao contrário, aqueles que não crêem neste Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito são totalmente incapazes de amá-Lo. Assim como o joio e trigo, os crentes e os não-crentes estão nitidamente separados.
Entre os cristãos, há aqueles que fizeram de Jesus Cristo seu inimigo. Eles são aqueles que não amam o evangelho da água e do Espírito. Alguns podem até se colocar contra Deus afirmando que o Apóstolo Paulo mencionou somente “a mensagem da cruz (1 Coríntios 1:18)” para a sua salvação.
Você sabe o que é “a mensagem da Cruz?” Você tem que entender que o Apóstolo Paulo estava enfatizando o estágio final das obras de justiça de Jesus para a salvação de toda a humanidade nessa passagem. Por isso, “a mensagem da Cruz” é a própria Verdade do evangelho da água e do Espírito em que nós cremos agora. Para você e eu, Jesus Cristo foi batizado, suportou toda a condenação pelos nossos pecados derramando Seu precioso sangue na Cruz, e assim se tornou nosso Salvador – essa é “a mensagem da Cruz propriamente dita.”
Já que a Verdade nos diz que Jesus nosso Deus levou sobre Si os pecados da humanidade de uma vez por todas ao ser batizado por João, morreu na Cruz, ressuscitou dos mortos, e assim nos salvou de todos os nossos pecados, por que razão não deveríamos crer nessa Verdade? Nós também conhecemos o amor de Jesus Cristo, nosso verdadeiro Deus, e como a Verdade nos revelou que Jesus aceitou todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista, nós finalmente passamos a conhecer e crer nela.
Se você creu em seu coração somente no sangue de Jesus derramado na Cruz para sua salvação, então o Jesus que você conheceu antes era outro Jesus. Se você ainda não conhece o evangelho da água e do Espírito, e como resultado disso você ainda crê apenas no sangue da Cruz, você deve voltar agora e crer na Verdade. Você deve rejeitar agora a tola confissão que crê em Jesus Cristo somente através do Seu sangue na Cruz para a sua salvação, e aceitar a Verdade que Jesus levou sobre Si todos os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado no rio Jordão.
Contudo, muitas pessoas ainda são ignorantes em relação ao evangelho da água e do Espírito, e por isso elas ainda crêem apenas no sangue da Cruz. Elas dizem então: “O evangelho da água e do Espírito não é a Verdade.” Já que Jesus mesmo, que os amou, está lhes dizendo que Ele purificou todos os seus pecados ao ser batizado por João Batista, e elas ainda crêem apenas no sangue de Jesus derramado na Cruz para sua remissão de pecados – o que poderia ser mais decepcionante e trágico do que isso? A triste realidade é que essas pessoas crêem na sua salvação confiando apenas nesse dogma religioso. Como isso é ridículo!
Você e eu também vivemos entre essas pessoas. Mas agora você crê no batismo que Jesus recebeu de João, e que Ele carregou os pecados do mundo até a Cruz e derramou o Seu precioso sangue para condenação dos nossos pecados, e você aceita essa Verdade em seu coração. Você assim foi remido de todos os seus pecados e se tornou obreiro da justiça de Deus – essa é uma alegria de tirar o fôlego! Nós temos que entender que pelo fato de Jesus Cristo ter levado sobre si todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, e pelo fato dEle ter derramado Seu sangue na Cruz, nós agora fomos salvos de todos os nossos pecados crendo de todo nosso coração nessas obras para nossa própria salvação.
Não há dúvida de que todo aquele que não crê na Verdade do evangelho da água e do Espírito é alguém que na verdade não ama a Jesus. Porque tais pessoas não crêem em Jesus como Deus, e porque elas amam mais a si mesmas do que a Deus, elas se tornaram Seus inimigos. Já que elas amam mais a si mesmas do que têm prazer em amar a Jesus e segui-Lo, elas não crêem no Seu amor como ele é.
Deus Pai amou o mundo de tal maneira que enviou Seu único Filho a este mundo, e O fez receber o batismo de João Batista e morrer na Cruz, e O ressuscitou dos mortos. Mesmo assim ainda há algumas pessoas que não crêem na Verdade do evangelho da água e do Espírito em seu coração, nem são gratas a Ele, e como resultado disso se colocam contra o Seu amor. A verdade é que há muitas dessas pessoas que confessam crer em Jesus como seu Salvador. Elas desprezam o batismo de Jesus e na sua teimosia se apegam somente ao sangue da Cruz. Se nós não cremos que Jesus Cristo é o próprio Deus, e se não amamos a Ele, que nos salvou de todos os nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito, então nós somos aqueles que nitidamente se colocam contra Deus.
Se nós realmente amamos a Jesus, não há nenhuma razão então para não crermos que, Ele que nos amou e levou sobre Si os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, foi crucificado enquanto levava esses pecados do mundo, e nos salvou dessa maneira. Se o Senhor mesmo está nos dizendo que Ele nos salvou de todos os nossos pecados ao ser batizado por João Batista e suportou o sofrimento na Cruz por nós, então nós devemos crer nisso como Ele está nos dizendo. Nós temos que crer em Jesus Cristo como nosso Salvador e de todo o coração dizer amém ao que Ele está nos dizendo, que Ele nos salvou de todos os pecados do mundo.
Já que nós somos tão deficientes, por que não crer em Jesus Cristo? Já que o próprio Jesus Cristo está nos dizendo que Ele já nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água, do sangue, e do Espírito, não há razão para não crermos nessa Verdade de todo nosso coração. Porque nosso Senhor nos amou, Ele nos salvou de todos os pecados do mundo de uma vez por todas, e nos tornou os próprios filhos de Deus. Nosso Senhor nos deu Seu amor, e prometeu que nós viveríamos em glória e esplendor eterno. Nós cremos em toda a Palavra da aliança que o Senhor nos prometeu. Nós não temos como não crer em Jesus Cristo como nosso verdadeiro Salvador e dar graças a Deus.
Quem é Aquele que nos ama? Não é Ele o Deus Triuno – o Pai, o Filho, e o Espírito Santo? Quem deixou a glória e o esplendor dos Céus, levou sobre Si os pecados deste mundo ao ser batizado, foi amaldiçoado ao derramar Seu sangue na Cruz, e nos salvou de todos os nossos pecados? Quem te amou tanto assim? Se existe alguém que nos ama tão profundamente assim, nós podemos viver para Ele. Se Ele nos mandasse beijar o chão, nós o faríamos sem hesitar. O que não faríamos nós por alguém que nos amou tanto assim? Não houve nenhum outro que se tornou nossa propiciação, a não ser Jesus Cristo. Já que o amor que Jesus Cristo nos concedeu é tão grande, como nós não podemos amá-Lo? Mesmo que nossa carne vacile diante de Deus, nosso coração ainda ama ao Senhor.
No Antigo Testamento, quando o sacrifíco era oferecido no Tabernáculo, o sumo sacerdote coloca sua mão sobre a cabeça do animal do sacrifício e passava os seus pecados e os do povo para ele. Nós sabemos e cremos que era pela imposição de mãos do sumo sacerdote sobre a cabeça do animal do sacrifício que os seus pecados e os do povo eram passados para ele. E nós cremos que, porque as mãos eram impostas sobre este animal do sacrifício, o sangue dele tinha que ser derramado.
Sendo assim, agora na nossa época também, aqueles que crêem em Jesus Cristo como seu Salvador também crêem na imposição de mãos e no sangue derramado do sacrifício no Antigo Testamento como sendo a Palavra da remissão de pecados. A Verdade do evangelho da água e do Espírito, na qual Jesus Cristo nos salvou dos pecados do mundo, é para sempre imutável. Todos nós jamais devemos nos tornar inimigos de Deus nos recusando a aceitar a Verdade do evangelho da água e do Espírito. Ao invés disso, todos nós devemos amar ardentemente a Jesus Cristo. Aquele que ama o evangelho da água e do Espírito decididamente é aquele que ama Jesus. Se não amamos Jesus, nós não cremos nEle então.
Já que cremos em Jesus, vamos pensar primeiro em como Jesus Cristo no amou, em como Ele apagou os nossos pecados. Todos vocês devem se tornar pessoas que conhecem a Jesus de modo adequado e O amam. Eu creio que se vocês continuarem amando ao Senhor, chegará o dia em que vocês se alegrarão com toda a glória que Ele lhes dará.
Jesus é o Deus da salvação para você e para mim. Nosso Senhor é o nosso Salvador, o próprio Deus que nos deu uma nova vida. Ao nos dar o evangelho da água e do Espírito, este mesmo Senhor nos capacitou para recebermos a remissão dos nossos pecados.
Colocando minha fé no amor do nosso Senhor, eu dou graças a Jesus Cristo que se tornou nosso Salvador. Aleluia!