The New Life Mission

Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 6-7] (João 6:26-40) Vivendo Segundo a Vontade do Espírito

(João 6:26-40)
“Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais miraculosos que vistes, mas porque comestes do pão, e vos fartastes. Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará, porque Deus, o Pai, o marcou com o seu selo. Perguntaram eles: Que faremos para executar as obras de Deus? Respondeu Jesus: A obra de Deus é esta: crede naquele que ele enviou. Então lhe perguntaram: Que sinal miraculoso, pois, fazes tu, para que vejamos e creiamos em ti? Que farás? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer pão do céu. Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: Não foi Moisés quem vos deu o pão do céu, mas é meu Pai quem dá o verdadeiro pão do céu. Pois o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe: Senhor, dá-nos sempre desse pão. Então Jesus lhes declarou: Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede. Mas como vos disse, vós me vistes e contudo não credes. Todo aquele que o Pai me dá virá a mim, e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou, que eu não perca nenhum de todos os que ele me deu, mas o ressuscite no último dia. Pois a vontade do meu Pai é que todo aquele que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia”.
 
 
A Verdade que Temos que Conhecer
 
Antes de nós começarmos, vamos ver algumas passagens na Bíblia. Romanos 8:5 diz: “Os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito”. Mais à frente, Romanos 8:12-14 diz: “De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne. Pois se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis, porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus”.
Nosso Senhor nos salvou de todos os nossos pecados. Nosso Deus veio a essa terra como nosso Salvador e nos salvou de todos os nossos pecados. Sabendo muito bem como éramos fracos, nosso Senhor veio a essa terra e levou todos os pecados do homem sobre Si ao ser batizado com 30 anos. E Ele levou os pecados do mundo até a Cruz, foi crucificado e derramou o Seu sangue, e assim foi amaldiçoado e condenado pelos nossos pecados. Sendo assim, já que Jesus nos salvou do pecado por meio do evangelho da água e do Espírito, Ele se tornou nosso verdadeiro Salvador. Já que vivemos neste mundo, nós temos muitas falhas e fraquezas, mas mesmo assim nosso Senhor veio a essa terra para se tornar nosso Salvador, foi batizado, morreu na Cruz, ressuscitou dos mortos e assim nos salvou a todos.
 
Nós seremos humanos devemos viver confiando em Deus. Já que vivemos nessa terra e por sermos fracos demais, nós não temos como deixar de tropeçar e cair em desespero. É por isso que temos que viver pela fé em Deus. Nós só podemos viver neste mundo por causa da nossa fé em Deus. Se nós não confiarmos Nele simplesmente não conseguiremos sobreviver. Quando nós colocamos nossa fé Nele é que conseguimos ser bem sucedidos e levar uma vida reta até o dia Dele nos chamar para Si. E é pela fé que todos nós somos libertos de todos os nossos pecados, fomos salvos, abençoados e protegidos por Deus em nossa vida.
Está escrito: “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11:6). Assim como Deus disse, ninguém sem fé pode realmente agradá-Lo. Porém, todo aquele que reconhece que é fraco e imperfeito, e que se apega ao evangelho da água e do Espírito cheio de gratidão e crendo nele, este tem paz. Além disso, a graça é dada por Deus aos justos que conhecem os seus limites humanos, que reconhecem sua incapacidade e confiam em Deus pedindo Sua ajuda, confiando Nele e O seguindo. Alguém assim tem uma vida cheia da graça de Deus.
 
Nós seres humanos temos que viver crendo em Deus. Em outras palavras, nós seres humanos não podemos sobreviver a não ser que creiamos em Deus. Foi por isso que Deus veio a essa terra para se tornar nosso verdadeiro Salvador. Foi para se tornar nosso Pastor que o Senhor veio a essa terra e salvou nossa alma perdida. Quando estávamos vagando pelo deserto, nosso Senhor veio até nós e nos guiou a verdes pastos junto às águas tranqüilas. Portanto, temos que crer em Deus. Quando colocamos nossa fé nele é que podemos viver neste mundo tão desolador.
Alguns cristãos acham que crer em Jesus é uma coisa, mas que viver em sociedade é outra coisa. Eles acham que devem viver sua vida secular por seu próprio esforço. Pensar assim, no entanto, nada mais é do que um produto da sua ignorância. Só pela fé é que recebemos a remissão dos nossos pecados e nos tornamos também filhos de Deus. Assim como somos salvos pela fé, também é pela fé que vivemos em sociedade.
 
 
Meus Amados Irmãos, Vejam Este Salmo
 
Davi lutou em muitas guerras depois de ter se tornado rei, como nos mostra o livro de Salmos. Mas ele era um homem que cria em Deus. Como está escrito: “Contigo passo pelo meio de um esquadrão; com o meu Deus salto muralhas” (2 Samuel 22:30), foi pela sua fé que ele saltou muralhas e venceu suas guerras. Era pela fé que Davi orava e Deus respondia suas orações e o guiava. Sempre que era instruído pelos profetas de Deus, Davi cria na Palavra Deus e vencia as suas guerras, conquistava todas as nações ao redor de Israel e lhes cobrava tributos. Neste salmo nós podemos ver que Davi de fato viva pela fé.
Nós temos que viver pela fé, mesmo que ela seja menor que um grão de mostarda. E mesmo que você não tenha uma fé como um grão de mostarda, ainda assim eu te aconselho a crer em Deus, se apegar à Sua Palavra pela fé e aceitar o conselho dos servos de Deus, da Sua Igreja e dos que se converteram antes de você. Você deve se apegar de coração à Palavra de Deus para estar pronto para dizer: “Embora eu não tenha fé, se é isso que diz a Palavra de Deus, então está certo”. Isso então fará com que sua fé cresça como um grão de mostarda, você passará a fazer a obra de Deus e Sua Palavra virá até você. É assim que se cresce na fé.
 
Amados irmãos, vamos viver pela fé. Nosso Deus diz em Romanos 8:5: “Os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito”. A lição que o Senhor está nos ensinando é que os que vivem para a carne buscam somente os prazeres da carne. E Ele nos ensina de modo bem claro também que os que vivem segundo o Espírito buscam a salvação das outras almas.
Todos nós somos devedores do amor de Deus. É por isso que nós temos que pagar nossa dívida com o amor de Deus. Nós realmente somos devedores do amor de Deus e da graça da Sua salvação. Se Deus não tivesse nos salvado pelo evangelho da água e do Espírito, nós não teríamos nenhuma chance de nos salvar e seríamos lançados no inferno. Mas com o evangelho da água e do Espírito o Senhor nos salvou, nós que estávamos todos condenados ao inferno. Nosso Senhor salvou você e eu de todos os nossos pecados ao vir a essa terra, ao ser batizado e ao derramar Seu sangue na Cruz. Jesus levou todos os pecados do mundo através do seu batismo para que nós pudéssemos ser redimidos de todos os nossos pecados. Ele morreu na Cruz para que pudéssemos ser libertos de toda condenação. Ao fazer isso, Ele nos salvou de todos os nossos pecados.
 
Todos nós somos devedores do amor de Deus e da Sua salvação. É claro que nós não podemos pagar a Ele por todo o Seu amor, mas pelo menos podemos viver como Ele deseja que vivamos. Embora sejamos pessoas que nasceram de novo, às vezes temos atitudes carnais porque ainda vivemos na carne. Mas ainda assim continuamos sendo filhos de Deus nascidos de novo. Se você crê que Jesus veio a essa terra e apagou todos os pecados que você cometerá até o dia da sua morte, você pode ter certeza então que você é alguém que nasceu de novo de Deus e é guiado pelo Espírito.
Está escrito em Romanos 7:5-6: “Quando estávamos na carne, as paixões dos pecados, realçadas pela lei, operavam em nossos membros a fim de darem fruto para a morte. Mas agora estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos, a fim de servirmos em novidade de espírito, e não na velhice da letra”. Antes de nós nascermos de novo, as paixões carnais dominavam nosso corpo. E como Deus está nos ensinando aqui, elas nos faziam dar frutos para a morte. Porém, o apóstolo Paulo também diz que agora estamos trabalhando através do Espírito Santo para salvar almas, já que morremos para a lei da carne. É isso que ele quer te entendamos.
 
Os que seguem a Deus têm que saber que sua carne, assim como a Lei, morreram com Jesus. Eles têm que entender, crer e buscar isso. O que significa então a morte da nossa carne? Significa isso: todos iremos pecar até morrermos, mas nosso Senhor foi batizado, levou todos os pecados que cometemos na carne. E quando Ele levou esses pecados até a Cruz e foi crucificado no lugar de todo mundo, nossa carne também morreu com Ele. A morte de Jesus nada mais é do que a minha e a sua morte também. Quando Jesus foi crucificado e Sua carne morreu, nossa carne morreu também.
Sendo assim, todos os cristãos têm que crer no batismo de Jesus, na Sua morte na Cruz e na Sua ressurreição. Você tem que crer que Jesus foi batizado e todos os seus pecados foram passados a Ele. Jesus foi crucificado e morreu na Cruz por você, e levou todos os pecados do mundo sobre Si, até mesmo os que você e eu cometeremos até o dia da nossa morte. É nisso que você tem que crer. É pela fé que a carne não nos vence e não perecemos, mas ao contrário, somos salvos.
Nós também morremos para a Lei de Deus. Nós estamos mortos para a Lei por causa da Verdade de Deus. Contudo, o que a Lei requere? Como está escrito: “O salário do pecado é a morte”, e o juízo que a Lei requer de nós nada mais é do que a morte. Através do Seu batismo nosso Senhor levou todos os pecados que cometemos quebrando a Lei. Por isso que Jesus teve que ser crucificado até a morte. Agora, já que nós estamos mortos para a Lei, também estamos mortos para a carne, mas vivos para Deus – é nisso que temos que crer. Todos nós temos que crer que nossa alma foi salva pela fé e que o nosso corpo também será ressuscitado.
 
 
Hoje Estamos Estudando João 6
 
Num versículo deste capítulo, Jesus disse: “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará, porque Deus, o Pai, o marcou com o seu selo” (João 6:27). Nosso Senhor não nos ensinou a trabalhar pela comida que perece, mas por aquela que nos dá a vida eterna.
Os versículos 28 e 29 continuam dizendo: “Perguntaram eles: Que faremos para executar as obras de Deus? Respondeu Jesus: A obra de Deus é esta: crede naquele que ele enviou”. Basicamente, Jesus nos diz nesse texto que crer no Senhor é o mesmo que fazer a obra de Deus. As pessoas trabalham por duas coisas diferentes: pela comida que perece e pelo pão da vida eterna. Elas trabalham por essas duas coisas. Mas Jesus deixou bem claro que não devemos trabalhar pela comida que perece, mas pela vida.
 
Quando o Senhor fez um milagre com dois pães e cinco peixes do outro lado do Mar de Tiberíades, algo suficiente só para uma refeição, Ele alimentou tantas pessoas que a Bíblia diz: “Assentaram-se os homens, em número de quase cinco mil” (João 6:10). Uma multidão então começou a seguir Jesus, mas sua intenção em segui-lo era apenas para conseguir o pão carnal. Eles seguiam Jesus, melhor dizendo, para que pudessem ter seu jantar, visto que já tinham conseguido o almoço.
É claro que todos nós também precisamos do pão carnal. Entretanto, foi isso o que o Senhor disse: “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna” (João 6:27). O que acontece quando nós cremos de fato no nosso Senhor? Nós recebemos a vida. Nosso Senhor disse: “Eu sou o pão da vida” (João 6:35). Na verdade, nosso Senhor nos deu a vida eterna ao entregar Seu próprio corpo.
Está escrito: “A obra de Deus é esta: crede naquele que ele enviou” (João 6:29). Enquanto trabalhamos, devemos fazer o que nos traz salvação e compartilhar a salvação com outros. Como então podemos fazer a obra da salvação e compartilhá-la com outros? Podemos fazer isso comendo o pão do Espírito e o distribuindo também, crendo que Jesus é o pão da vida.
 
Nós também temos que entender que Deus não rejeita ninguém que vem a Jesus. Nosso Senhor disse que Ele é o pão da vida: “Creiam em Mim. Eu sou o Filho de Deus, o Criador de todo o universo. E Eu levei todos os seus pecados sobre o Meu corpo. Eu levei os pecados do mundo ao ser batizado e fui condenado na Cruz. Eu ressuscitei dos mortos e salvei a vocês todos. Se vocês crêem realmente que Eu sou o próprio Deus que os leva a receber a vida eterna, a ser salvos e a receber a remissão dos seus pecados, vocês comerão o pão da vida então, terão a comida que não perece e alcançarão a salvação eterna”. É isso que nosso Senhor está dizendo.
Na verdade, Deus Pai nos salvou enviando Seu Filho a essa terra. Crer em Jesus, o Filho de Deus e nosso Salvador, e receber a remissão dos nossos pecados é o mesmo que comer o pão que nunca perece. A vontade de Deus é que nós recebamos vida eterna, a remissão de pecados e a salvação, ou seja, é isso que Deus quer de nós.
 
Como foi que nosso Senhor nos salvou quando veio a essa terra? Como Ele se tornou o nosso pão da vida? Que tipo de pão nós devemos comer para termos vida?
Eu falei antes do imperador Qin Shi, que tentou encontrar o elixir da vida. Hoje em dia nós ouvimos dizer que as crianças podem crescer e ficar muito mais altas se tomarem hormônios do crescimento, e ouvimos também que novos hormônios têm sido desenvolvidos para revigorar os idosos. Entretanto, jamais ouvimos dizer de um medicamento que trouxesse a vida eterna. Mas se existisse um pão que fizesse com que você vivesse para sempre e nunca morresse, você não comeria este pão? É claro que sim. Isso porque todos querem viver para sempre, assim como o imperador Qin Shi que buscou o elixir da imortalidade.
 
Quando imperador Qin Shi ouviu que ele ficaria sempre jovem e jamais envelheceria se bebesse um extrato de certas ervas, ele enviou seus servos para procurá-las no mundo todo. Seus homens então viajaram o mundo todo e lhe trouxeram as melhores ervas que encontraram. O imperador tomou aquelas ervas, mas no fim acabou mesmo morrendo.
Mas existe nessa terra o pão da verdadeira imortalidade. Este pão é o corpo de Jesus. Comer o corpo de Jesus é o mesmo que receber a vida eterna. Comer o corpo de Jesus é o mesmo que alcançar a vida eterna.
 
Jesus nos deu Seu corpo. Durante a última ceia na noite de Páscoa, Jesus reuniu todos os Seus discípulos, partiu o pão e deu a eles. Então Ele disse: “Este é o Meu corpo”. Jesus disse que Seu corpo era o pão da vida eterna. Por que Jesus disse isso? Porque Ele levou todos os pecados do mundo sobre o Seu corpo quando veio a essa terra. O Senhor disse que Ele era o Alfa e o Omega. Isso significa que Ele criou todo o universo e julgou o mundo a fim de criar um mundo novo e eterno. Para nos salvar e acabar com este mundo com Seu amor e justiça, Ele levou sobre o Seu corpo os pecados que todos cometeram desde o início até o fim deste planeta. Foi por isso que Ele disse que Seu corpo era o pão da vida.
Vamos voltar para Mateus capítulo três. Aqui nós vemos Jesus começando Seu ministério público; e a primeira coisa que Ele fez foi receber em Seu próprio corpo o batismo de João Batista. Em Mateus 3:15-16 está escrito: “Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça. Então João consentiu”. Por que o Senhor foi batizado por João Batista? E por que Ele disse: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça?”
 
Jesus diz ao longo do capítulo seis de João: “Se alguém comer Minha carne, ele jamais terá fome, porque Minha carne é verdadeiramente comida e Meu sangue verdadeiramente bebida. Todo aquele que não comer Minha carne e não beber Meu sangue não receberá a vida eterna”. Por que Jesus disse isso? Por que nosso Senhor disse que Seu corpo era o pão da vida? Porque quando Jesus veio essa terra, Ele aceitou todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista, o maior de todos os nascidos de mulher. Foi por ter aceitado os pecados do mundo ao receber o batismo em Seu corpo que Ele disse que toda justiça foi cumprida, e que por isso Seu corpo se tornou o pão da vida.
 
 
O Senhor Foi Batizado para Levar os Nossos Pecados
 
Quando foi exatamente que Jesus levou todos os pecados que você e eu cometemos nossa vida inteira, e os pecados que todo mundo cometeu neste mundo? Ele levou os pecados do mundo quando recebeu o batismo em Seu corpo. Assim como Ele disse: “pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15), Jesus fez com que todos não tivessem mais pecado ao ser batizado. João Batista cumpriu sua função como sumo sacerdote passando os pecados do homem para Jesus por meio do Seu batismo. Assim como o sumo sacerdote no Antigo Testamento anualmente passava os pecados do povo de uma vez por todas impondo as suas mãos sobre a cabeça do bode, Jesus veio a essa terra como o Cordeiro do sacrifício e recebeu o batismo para salvar os pecadores do pecado. Ele cumpriu toda a justiça ao ser batizado, dizendo: “pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15).
Por causa do pecado ninguém pode evitar a morte. Mas todo mundo quer ser sempre jovem e viver muito. Além disso, todos querem entrar no Reino de Deus como justos que não têm pecado. Todavia, por causa do pecado nós morremos, por causa do pecado nós somos condenados, por causa do pecado nós somos amaldiçoados, por causa do pecado nada dá certo para nós, e por causa do pecado nós não temos como escapar do inferno.
 
Mas para salvar pessoas como nós, o Senhor recebeu o batismo em Seu corpo. Ao aceitar todos os pecados do mundo através do Seu batismo, Jesus cumpriu toda a justiça. Portanto, a salvação que traz a vida eterna habita naqueles que crêem que todos os seus pecados foram passados a Jesus. O batismo de Jesus representa a salvação que traz a vida. Nós recebemos a salvação dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito.
Como é que cremos em Deus e em Jesus para recebermos a remissão dos nossos pecados? Nós fomos remidos dos nossos pecados crendo que Jesus veio a essa terra a fim de salvar os pecadores, levou sobre Si mesmo todos os nossos pecados ao ser batizado e foi condenado como o Cordeiro de Deus que tirou os pecados do mundo. Jesus nos salvou por meio do Seu corpo e do seu sangue ao ser batizado e ao morrer na Cruz. Por isso, todo aquele que crê neste Jesus de coração pode receber a vida eterna, a remissão de pecados, se tornar filhos de Deus e entrar no Reino dos Céus.
 
Amados irmãos, o que o Senhor está tentando nos dizer em João capítulo seis? Ele está dizendo para trabalharmos pelo pão que nos dá a vida eterna. Que tipo de trabalho temos que fazer? Nós temos que fazer o que nos traz a vida eterna. Nós temos que crer em Jesus e segui-Lo realmente para recebermos a vida eterna.
E depois de recebermos a remissão dos nossos pecados, nós temos que fazer a obra de anunciar a vida eterna. Deus diz que só aqueles que nasceram de novo através do evangelho da água e do Espírito é que podem fazer a obra de compartilhar essa vida. Já que Jesus disse que crer Naquele que Deus enviou é o mesmo que fazer a obra de Deus, crer então é o mesmo que trabalhar. Crer Nele não é algo insignificante. Crer também é trabalhar.
Amados irmãos, por mais que o Senhor tenha feito vocês nascerem de novo da água e do sangue, isso não valerá de nada se vocês não crerem na Verdade. E mesmo que Jesus tenha salvado vocês ao vir a essa terra, sendo batizado, levando sobre Si os pecados do mundo e morrendo na Cruz, se vocês não se apegarem à Verdade pela fé, vocês não poderão receber a vida eterna. Se vocês não crerem a Palavra de Deus não valerá nada para vocês.
 
Meus amados irmãos, se vocês disserem com suas próprias palavras que crêem mas não crerem realmente de coração, sua fé então não serve para nada. Na verdade, a Bíblia diz que com o coração se crê para a justiça e com a boca se faz confissão para a salvação. A Palavra de Deus afirma que vocês têm que receber a vida eterna crendo de coração que Jesus levou todos os seus pecados ao ser batizado. Nós somos remidos de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito segundo a Palavra de Deus. Foi isso o que Paulo realmente quis dizer na passagem: “Pois com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” (Romanos 10:10).
Amados irmãos, por que Jesus veio a essa terra? Ele veio para nos salvar do pecado. Por que Jesus foi batizado? Ele foi batizado para aceitar todos os seus e os meus pecados. Por que Jesus teve que ir até a Cruz para ser crucificado? Ele tinha que ser crucificado para levar sobre Si todos os nossos pecados. Por que Jesus ressuscitou dos mortos? Para nos trazer de volta à vida, nós que estávamos mortos no pecado. Ao aceitar todos os nossos pecados através do Seu batismo, ao morrer na Cruz e ressuscitar dos mortos, Jesus deu uma nova vida àqueles que Nele crêem e também deu a eles a vida eterna e a justiça da Sua eterna salvação. Você tem que crer que foi para remir todos os seus pecados diante de Deus que Jesus ressuscitou. Amados irmãos, vocês têm que entender isso com sua mente e crer nisso com o coração.
 
Por que Jesus foi batizado? Porque no Antigo Testamento o pecado era passado para um animal sem mancha por meio da imposição de mãos, e Jesus veio a essa terra e foi batizado da mesma maneira como era feita naquela época. Nosso Senhor deixou bem claro que Ele jamais lançaria fora os que viessem a Ele. O Senhor nunca rejeitará os que crêem Nele.
O Senhor é o pão da vida. Nosso Senhor é o pão da vida para todo aquele que crê que Ele levou todos os pecados do mundo sobre Seu corpo ao ser batizado, ao morrer na Cruz e ao ressuscitar dos mortos para nos trazer de volta à vida. E quando cremos de coração no batismo de Jesus e no Seu sangue é que nós podemos comer este pão. Todo aquele que come este pão é salvo e recebe a vida eterna.
 
Nós temos que decidir para o que vamos viver o resto das nossas vidas. Nós temos que pensar em como vamos viver; se devemos viver para fazer a obra do Espírito, que é salvar almas, ou para nossa carne. Todo aquele que nasceu de novo livre do pecado crendo no evangelho da água e do Espírito tem que crer que ele morreu para a carne e para a Lei. E que, portanto, ele se tornou um obreiro cuja tarefa agora é salvar almas. Todos nós precisamos crer nisso. Nós temos que seguir o Espírito pela fé, e não a carne. Já que nós que recebemos a remissão de pecados não temos mais nada a ver com o pecado agora, nós temos que trabalhar para salvar outras almas. Ao invés de trabalharmos pela comida que perece, nós temos que fazer a obra do Espírito que faz com que os outros recebam a vida eterna e nunca mais tenham sede. Nós temos que fazer a vontade do Espírito.
Muitas vezes nós sucumbimos mesmo depois de termos recebido a remissão de pecados. Mas como é que nós devemos viver? O que o Senhor está nos dizendo agora? Ele está nos dizendo para seguirmos a carne? Ou Ele está nos dizendo para seguirmos o Espírito? Ele está nos dizendo para seguirmos o Espírito. E mesmo que busquemos sempre a carne, ainda assim somos filhos de Deus nascidos de novo. Por mais imperfeito que cada um de nós seja individualmente, se apenas tivermos fé que fomos salvos e tivermos fé na Palavra de Deus, todos nós ainda seremos então aqueles que seguem o Espírito. Então, vamos nos lembrar sempre que somos filhos de Deus, aqueles que seguem o Espírito, por mais imperfeitos que sejamos.
 
O correto é seguirmos a carne ou o Espírito? Embora às vezes buscamos a carne, o certo é seguirmos o Espírito levando outros a receber a vida. Aqui está a razão pela qual devemos seguir o Espírito. Mas o que vai acontecer se nós seguirmos a carne? Se seguirmos a carne ninguém receberá a vida através de nós. Melhor dizendo, as pessoas não serão salvas. Porém, se trabalharmos segundo a vontade do Espírito, outros receberão a vida. É por isso que temos que fazer a vontade do Espírito.
Algumas almas foram salvar por meio deste avivamento espiritual. Embora você e eu sejamos cheios de defeitos, nós trabalhamos duro para fazer a vontade do Espírito. Fazemos muitos sacrifícios para salvar almas, e também somos muito insultados para guiá-las no caminho. E como resultado disso, muitas almas têm sido salvas até agora. Embora você e eu sejamos imperfeitos, muitas almas receberão a remissão dos seus pecados ouvindo de nós o evangelho.
 
Amados irmãos, nós temos que nos lembrar do que nosso Senhor nos diz aqui: “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna” (João 6:27). Nós temos que trabalhar pela comida que permanece para a vida eterna. Embora sejamos imperfeitos, mesmo assim temos que seguir o Espírito. Nós temos que seguir o Espírito com todas as nossas forças. Cada um de nós tem que dizer para si mesmo: “Por mais que eu seja imperfeito, eu sou um justo que pode seguir o Espírito. Eu sou alguém que pode salvar os outros. Eu posso me levantar para a vida e seguir o Espírito porque minha carne e a Lei morreram para o Senhor”. Nós precisamos dizer isso a nós mesmos, e também dizer isso: “Eu tenho que seguir o Espírito”. Por mais imperfeito que sejamos, ainda assim temos que estabelecer nossas metas. Nós temos que entender isso muito bem.
 
Apesar da sua imperfeição, de modo algum isso quer dizer que você não pertence ao Espírito e não é filho de Deus. Nós somos filhos de Deus porque cremos no evangelho da água e do Espírito, apesar das nossas imperfeições; o mais importante é se estamos ou não dispostos a seguir o Espírito e se estamos preparados para isso. Em suma, aqueles que nasceram de novo estão preparados para seguir o Espírito. Nós somos os filhos da justiça de Deus que podem seguir o Espírito pela fé, e que pela fé também podem fazer a obra para salvar almas. Meus amados irmãos, eu aconselho todos vocês a ter essa fé.
E eu aconselho vocês a seguir o Espírito. Vamos todos preparar nosso coração e vamos entender que, apesar de sermos imperfeitos, Deus nos abençoou para que sigamos o Espírito. Amados irmãos, por mais que vocês sejam imperfeitos, saibam que vocês podem seguir o Espírito, e sigam-No realmente pela fé. Deus fará com que muitos frutos sejam produzidos através de vocês quando vocês fizerem isso.
Sempre que realizamos um encontro de avivamento, nós vemos muitas almas sendo salvas. Porém, isso seria possível se cada um de vocês trabalhasse individualmente? Quantas falhas nós encontramos quando nós olhamos para nós mesmos! Você conseguiria seguir o Senhor pela sua própria capacidade? Não. Entretanto, por mais que você seja imperfeito, você é filho do Espírito ou filho do pecado? Você é filho do Espírito. Aqueles que têm o Espírito Santo são filhos do Espírito. Quando os filhos do Espírito se reúnem a fim de unir suas forças para segui-Lo, a obra da salvação começa a acontecer, por mais imperfeito que cada um de nós possa ser. Esse é o poder que Deus concedeu à Sua Igreja. Sabendo disso, jamais devemos desanimar ou cair em desespero devido às imperfeições que cada um de nós possui. Ao contrário, devemos seguir o Senhor pela fé junto com Sua Igreja.
Meus amados irmãos, a fé não é uma teoria. A fé não é algo apenas subjetivo para nós que recebemos a remissão dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito, que vivemos pela fé e damos frutos através dela. Nossa fé é real e verdadeira em todos os aspectos. E o que nosso Senhor está nos dizendo realmente é para seguirmos o Espírito, e não a carne. Nós temos que seguir o Espírito pela fé. Embora nós estejamos sempre tropeçando e caindo, nós nos levantamos, sacudimos a poeira e seguimos o Senhor novamente; algo que somente os justos podem fazer.
Meus amados irmãos, eu aconselho todos vocês a ter a fé verdadeira. Creiam que Deus os salvou de uma forma perfeita. Vocês crêem nisso, amados irmãos? Se vocês foram realmente salvos pelo evangelho da água e do Espírito, então creiam que vocês podem seguir o Espírito. Creiam que vocês podem fazer a obra de Deus se vocês fizerem isso crendo no evangelho da água e do Espírito. Todo aquele que é salvo tem que seguir o Espírito pela fé tendo um só coração com Ele.