The New Life Mission

Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 25-6] (Mateus 25:31-46) Os Que Estão à Sua Direita

(Mateus 25:31-46)
“Quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória. Todas as nações se reunirão diante dele, e ele apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. Ele porá as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me. Então perguntarão os justos: Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou preso e fomos ver-te? Ao que lhes responderá o Rei: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a Mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Pois tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; fui forasteiro e não me recolhestes; estive nu e não me vestistes; enfermo e preso e não me visitastes. Então eles também lhe responderão: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou preso, e não te servimos? Então lhes responderá: Em verdade vos digo que, todas as vezes que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.”
 
 
Desde que eu os encontrei no dia do Senhor, e estamos juntos hoje de novo, quarta-feira, de lá para cá parece que já faz muito tempo. Ultimamente, eu tenho estado muito ocupado preparando os sermões para os livros sobre o evangelho de Mateus. Estou muito feliz em poder encontrá-los em meio a minha agenda tão cheia. Deus nos deu uma nova tradutora que irá traduzir nossos livros para o inglês, e eu tenho estado muito ocupado esses dias porque eu tenho que dar a ela o material para a tradução. Mas eu descobri que ela estava traduzindo “o evangelho da água e do Espírito” somente como “o evangelho” segundo o jeito americano de traduzir, por isso que eu tive que instruí-la para corrigir algumas expressões.
Independentemente de como esteja o mundo, o evangelho da água e do Espírito está sendo pregado a muitas pessoas do mundo todo. 1.890 pessoas visitaram nossa página na internet hoje. Depois que foi posto o segundo volume do meu livro sobre o tabernáculo na nossa página na internet, o número de visitantes aumentou consideravelmente. Porque nós estamos anunciando nosso site pela internet nesses dias, eu acho que já estamos vendo os resultados. De acordo com a Palavra: “Granjeai amigos com as riquezas da injustiça” (Lucas 16:9), como nós começamos a pagar pelos anúncios, pessoas de outros países que nós nem conhecemos estão visitando nossa página na internet, e centenas de livros estão sendo enviados a cada dia. O meu coração muito se alegra pelo fato da obra de Deus estar florescendo porque muitas cópias dos livros estão sendo enviadas todos os dias.
Agora estou planejando pregar a palavra de crescimento espiritual para os nascidos de novo escrevendo sermões sobre cada livro da bíblia. Para aqueles do mundo todo que receberam a remissão de pecados por terem fé no evangelho da água e do Espírito, eu senti o desejo de dar-lhes a palavra de crescimento espiritual em cada língua, porque ela é o seu alimento espiritual.
Nós conversamos com o nosso tradutor do Nepal para publicarmos nossa edição em nepalês, e nós finalmente decidimos publicar 1.000 cópias do nosso livro lá. Nós mesmos poderíamos tê-los publicado e enviado para ele, mas porque ele disse que poderia imprimi-los lá, nós deixamos que ele mesmo o fizesse. Hoje um e-mail chegou do Nepal dizendo que ele já imprimiu 1.000 cópias junto com arte da capa do livro. Olhando a fotografia, o livro parece ter sido bem feito. Ele disse que em breve mandaria duas cópias do livro como amostra. Agora com o amado obreiro no Nepal distribuindo cópias do livro, o evangelho será muito bem pregado lá. Em países como o Nepal, já que enviamos aos nossos colaboradores dinheiro para as despesas, tudo o que eles têm a fazer é imprimir diretamente os livros lá. E também em países da América do Sul, como Chile e Argentina, todos os nossos colaboradores têm que fazer o mesmo, enviando os livros para serem impressos em países mais próximos. Para que isso acontecesse, não foi tão fácil como parece, pelo contrário, foi muito difícil. Contudo, como os frutos da salvação começaram a aparecer, eu estou extremamente satisfeito.
Muito tempo se passou desde que começamos a trabalhar com a publicação de livros para o crescimento espiritual dos santos, mas nós ainda não alcançamos nossa meta por volume. No entanto, nós publicaremos um livro que tem aproximadamente 300 páginas organizando o evangelho de Mateus desde o capítulo 1 até o 7 dividindo-o em 15 partes. O volume um do evangelho de Mateus terá os primeiros sete capítulos, e o capítulo 8 em diante entrará no volume dois. Como fazemos esses livros para o crescimento espiritual, eles deverão ajudar as pessoas do mundo todo que crêem no evangelho da água e do Espírito a crescer em sua fé. Eu também creio que elas entenderão bem o que Jesus disse nos quatro evangelhos. Ver vocês depois de ter trabalhado o dia todo é mesmo muito bom.
A menos que alguém pare o tempo para desfrutar dele, o tempo é algo que simplesmente passa como a água que corre e o vento que sopra. Se fôssemos passar algum tempo sozinhos dizendo: “Deixa o tempo passar”, assim como a água corre e o vento sopra, quando nos iríamos completar a obra de Deus nessa terra? Nós também fizemos muita obra nesse ano, mas mesmo assim, iremos fazer mais obra ainda antes que esse ano acabe. Fazendo isso, iremos cobrir o mundo inteiro com o evangelho o mais rápido possível. Hoje me disseram que no total recebemos e-mails de nove pessoas. Todas elas disseram que receberam a salvação através de nossos livros. O número de pessoas que lêem nossos livros está crescendo mais e mais, e há alguns que dizem ter lido desde o volume um ao dez de nossa séria sobre o evangelho da água e do Espírito. Eles disseram que nossos livros foram de grande utilidade. Eu me sinto muito bem em ouvir notícias como essas.
Como vocês bem sabem, a passagem bíblica que lemos hoje fala de o Senhor separando as ovelhas dos bodes e pondo-os em seu devido lugar na Sua vinda a esta terra junto com os santos anjos e se assentando no trono de Sua glória. Ele disse: “Quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória. Todas as nações se reunirão diante dele, e ele apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. Ele porá as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda.” Então, como nosso Senhor é o Rei, Ele diz aos que estão à Sua direita: “Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me.”
O Senhor realmente virá com todos os santos anjos, e assentado no trono de Sua glória, reunirá todas as nações. Então, assim como um pastor separa suas ovelhas dos bodes, o Senhor separará aqueles que receberam a remissão de pecados dos que não receberam a remissão de pecados. E assim Ele diz àqueles de nós que receberam a remissão de pecados: “Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”. Assim como Ele nos disse para possuirmos o Seu Reino que está preparado para o povo de Deus, Ele também nos elogiou por algo que fizemos. Ele disse que quando o Senhor estava com fome, nós os justos Lhe demos de comer, e que quando o Senhor estava com sede, nós Lhe demos de beber, que quando o Senhor era forasteiro, nós O hospedamos, que quando o Senhor estava nu, nós O vestimos, que quando o Senhor estava doente, nós O visitamos, e que quando o Senhor estava preso, nós fomos vê-Lo. O Senhor nos elogiou por termos ajudado-O assim quando Ele estava passando por situações difíceis.
Por que o Senhor diria algo assim? O fato é que o Senhor nos deu o Reino que estava preparado para nós porque Lhe fizemos tais coisas, mas nós realmente demos comida ao Senhor quando Ele estava com fome? Somente se tivéssemos tido a chance de nos encontrarmos com o Senhor nessa terra é que poderíamos ter dado a Ele algo para comer. Nós nunca nos encontramos pessoalmente com o Senhor, nem mesmo uma vez, então como poderíamos ter dado comida para Ele? Por isso devemos olhar esse texto sob uma perspectiva espiritual.
O ser humano é à imagem de Deus. Por essa razão, o Senhor está dizendo: “Quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a Mim o fizestes”. O Senhor disse: “Eu tive fome e Me destes de comer”. Isso não significa então que quando as pessoas estavam famintas, nós lhes demos uma refeição trazendo-lhes uma tigela de sopa e outra de arroz para ajudá-los? Quando nós fizemos isso? Mas o Senhor diz que nós os nascidos de novo demos comida aos pobres quando eles estavam famintos. Nós concluímos dessas palavras que Ele está se referindo ao alimento espiritual.
Nós estamos pregando o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo. Assim como o Senhor nos elogiou por ter Lhe dado comida quando estava com fome, vesti-Lo quando estava nu, e cuidado quando estava doente, estamos fazendo exatamente o mesmo, só que espiritualmente. Estamos fazendo a obra de ajuda espiritual. Pessoas à imagem de Deus estão morrendo porque não têm se alimentado da Palavra de Deus, e nós estamos ajudando-as a receber esse alimento espiritual para assim terem vida, ao agirmos como cálices para que a flor do evangelho possa florescer, orando pela pregação do evangelho e publicando livros contendo o evangelho da água e do Espírito, ou seja, a verdadeira Palavra de Deus. Eles lêem nossos livros e recebem a remissão de pecados. E pelo menos, cinco mensagens de pessoas chegam a cada dia através de e-mail. Não deve haver muito mais pessoas que ensinam o evangelho da água e do Espírito em suas igrejas que não nos enviaram e-mail ainda?
Verdadeiramente, estamos fazendo a obra que é digna de louvor sob o ponto de vista de Deus. Como fizemos isso no passado, até hoje você e eu estamos compartilhando o alimento espiritual com outras almas. Nós continuaremos por toda a eternidade passando para elas o evangelho da água e do Espírito. Eu sei e creio que a obra de pregar o evangelho da água e do Espírito para as almas de todo o mundo é justamente cuidar delas quando estiverem doentes, e libertá-las dos pecados quando estiverem aprisionadas por ele. A obra que você e eu fazemos é essa.
Não somos daqueles que dão alimento físico para as pessoas. Aos olhos de Deus, nós servimos ao evangelho quando damos às pessoas coisas para comer, cuidamos delas quando estão doentes, as vestimos quando estão nuas, e as visitamos quando estão presas. Na verdade, quando as pessoas não conseguem continuar vivendo, pois estão famintas e sedentas por justiça, nós as vestimos com as vestes da justiça de Deus e as alimentamos com o alimento da vida. E também quando elas estão em agonia aprisionadas pelo pecado, nós as ajudamos a se libertarem da prisão ao levar o evangelho até elas através de nossos livros, fazendo-as receber a salvação dos seus pecados ao lerem esses livros. Portanto, tudo isso são as obras que fazemos diante de Deus e, além disso, Ele está muito satisfeito com as obras que fazemos.
Assim como um pastor separa suas ovelhas dos bodes, o Senhor irá pôr os justos à Sua direita e os pecadores à Sua esquerda. E como Ele disse aos que estavam à direita: “Possuí por herança o Reino que vos está preparado”, a verdade é que aos olhos do Deus Triuno nós é que estávamos à direita, nós é que recebemos as bênçãos de Deus Pai, e nós é que compartilhamos o alimento celestial com aqueles que são à imagem de Deus, os alimentamos, os vestimos, cuidamos deles, e os visitamos.
Na passagem bíblica de hoje, quando perguntaram: “Quando fizemos essas obras?”, o Senhor respondeu: “Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”. Embora os pecadores ainda tenham pecado no seu coração porque não nasceram de novo por não aceitarem o evangelho da água e do Espírito em seu coração e não crerem nele, ainda assim todos eles têm um conceito muito alto aos olhos de Deus porque são seres humanos criados à Sua imagem. Mas é por isso também que Deus glorifica a nós que estamos fazendo a obra e compartilhando o alimento espiritual, o evangelho da água e do Espírito, com todas as pessoas deste mundo, alimentando-as, vestindo-as, cuidando delas, e libertando-as da prisão. A verdade é que aqueles que fazem a obra do evangelho da água e do Espírito são aqueles que realmente recebem as bênçãos de Deus assim como herdam o Reino que Ele preparou para eles. Do ponto de vista de Deus, nós somos essas pessoas.
Você e eu somos imperfeitos, e é por isso que achamos difícil viver assim. Mas é algo muito gratificante vivermos para a justiça e fazermos a obra para cuidar dos outros e dar-lhes uma nova vida. Alguns dias atrás, um obreiro da igreja de Busan, por não ter ouvido algo que o pastor disse, deixou a igreja e foi para a casa de seus pais com sua esposa e seu filho. Se alguém não quer viver para o evangelho, não há muito o que possamos fazer por ele. Então, nós entregamos a ele tudo o que ele ofereceu ao Senhor e dizemos: “Tente sobreviver no mundo lá fora”.
Os pais dele, contudo, o desprezaram porque ele estava vivendo com eles e não tinha trabalho. Aí então, ele disse que queria voltar para a igreja e servir ao evangelho. Ele não tinha emprego, mas de alguma forma se casou com uma de nossas irmãs que havia recebido a remissão de pecados, e começou a freqüentar a igreja com ela. Mas sem entender que viver assim era uma dádiva, ele disse que sua vida seria melhor se deixasse a igreja, mas no fim, ele viu que estava errado e nós permitimos que ele voltasse para a igreja. Quando ele decidiu deixar a igreja, ele tomou essa decisão depois de pensar em muitas coisas, mas quando enfrentou dificuldades lá fora, ele disse: “Eu quero voltar”. Sua atitude foi uma desgraça realmente. Como está escrito: “Tendo, porém, sustento e com que nos vestir, estejamos contentes” (1 Timóteo 6:8), a pessoa só precisa ter o que vestir e o que comer para poder viver bem. E o que nós temos que fazer realmente é viver para a justiça de Deus, nos dedicando ao bem da humanidade, engrandecendo nosso espírito, pois isso é o mais importante. Viver assim não é o que mais importa nessa terra?
Quando eu penso sobre a atitude do nosso irmão, eu vejo que isso aconteceu porque ele era espiritualmente imaturo, mas eu espero que ele se torne maduro agora que ele voltou para a igreja. Na verdade, nem eu nem ele somos importantes. É por isso que nós temos que agradecer a Deus por Ele nos ter permitido servir ao evangelho. Se não vivermos para servir ao evangelho, o que mais faremos da nossa vida então? O que mais poderíamos esperar da vida se apenas trabalhássemos duro para ganhar dinheiro? Não nos restaria mais nada a fazer.
Está escrito: “Não só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4:4). Por isso, as pessoas não devem viver somente para ter o que comer. Os nascidos de novo não podem viver só para comer, beber ou se divertir. Do que eles devem se alimentar então para viver? A verdade é que para que a nossa alma sobreviva, nós temos que nos alimentar da Palavra que sai da boca de Deus, receber a vida eterna nos alimentando da comida da vida, fazer a obra da justiça e compartilhá-la com os outros. Só então daremos frutos espirituais em nossa vida até que nossos cabelos fiquem brancos.
Nós estamos pregando o evangelho às pessoas do mundo inteiro. Nós estamos distribuindo nossos livros a essas pessoas, e é justamente essa obra que estamos fazendo para o Senhor. Por acaso o Senhor nos disse: “Não Me deste comida, não Me vestiste, não cuidaste de Mim, e não Me livraste da prisão?” na verdade, a obra que estamos fazendo é digna do galardão de Deus. As pessoas que vivem para o evangelho da água e do Espírito estão mais do que qualificadas para receber a herança do Reino de Deus. Nós recebemos a salvação de Deus sem termos feito nada para isso, e é por isso que a estamos levando aos outros também. E já que recebemos tudo gratuitamente de Deus, nós devemos dar tudo gratuitamente também. Já que recebemos a salvação, o evangelho, e também bens naturais como o ar e a luz, e tudo que é bom e vem de Deus nós estamos compartilhando com os outros. E porque Deus se agrada quando fazemos essa obra, nós estamos fazendo-a sem cessar. Nossa alma se alegra de viver assim. E já que o Espírito Santo habita em nosso coração, nós nos sentimos bem e felizes em fazer essa obra. E é por isso que nós somos muito gratos ao Senhor por Ele nos ter permitido fazer essa obra.
Mas só há coisas boas nisso tudo? Não, há muitas coisas que tiram nossa força, nos desanima e nos deixam exaustos fisicamente. Hoje foi justamente assim, mas muitas pessoas não receberam a remissão de pecados? Também não é verdade que através delas o evangelho será pregado a muitas outras almas também? Isso tudo acontece só porque estamos fazendo a obra de Deus, apesar das nossas imperfeições. Embora nossa justiça carnal continue nos enfraquecendo, e não fazemos a obra de Deus com perfeição, ainda assim somos gratos a Ele. A obra que os irmãos e irmãs da igreja em todo o país fazem assim como a que todos os servos de Deus fazem é a obra de Deus. E fazer a obra àqueles que são imagem de Deus é fazê-la ao próprio Deus. E por isso, salvar o povo de Deus é a boa obra de vesti-los quando estão nus. É mesmo uma benção sermos usados para essa obra.
Está escrito: “Sofrer é amargo, mas seus frutos são doces”? Fazer a obra da justiça nem sempre é fácil, mas os frutos da justiça produzidos pelo nosso sacrifício são sempre doces. Os servos de Deus parecem sem forças e esgotados depois de terem se dedicado à obra da justiça de todo o coração. Mesmo assim, devemos fazer a obra de Deus com esperança e esperar pelo dia que o Reino de Deus que está preparado para nós virá. Verdadeiramente não temos nada que nos orgulhar em nossa carne, nada do que nos alegrar nem nada que festejar. Contudo, com o cumprimento da vontade de Deus nessa terra, nós devemos fazer com que as almas comam o alimento da vida e recebam a salvação, louvem a Deus por vestir as vestes da justiça, e recebam a liberdade por saírem da prisão do pecado. E por todas essas coisas, a verdade é que deveríamos estar felizes, gratos, darmos glória a Deus e continuarmos vivendo pela fé.
É claro que sempre haverá trabalhos difíceis. Eu creio que todos vocês têm muitos problemas. Mas eu também creio que como pastores e obreiros que olham somente para o Senhor, O servem, e O seguem sem reservas, o Senhor irá resolver todos esses problemas. Não é verdade que o Senhor cuidará de todos os problemas só porque você tem servido e seguido somente a Ele como um bom soldado? Pois eu sou grato pelo Senhor me permitir viver a Seu serviço assim. Você também não sente o mesmo?
Se nós não estivéssemos adorando ao Senhor por causa dos muitos compromissos que temos nesse mundo, então que prazer teríamos aqui? Há mais ou menos 6 bilhões de pessoas neste mundo, e se pensarmos que não podemos passar para elas o evangelho, para o que mais nós viveríamos? O que nos restaria? Você também não se sente assim? Estou certo que se sente. Nós somos felizes e bons porque podemos fazer a obra de Deus, portanto o que mais nos faria felizes e bons? Não há mais nada de bom. Estou certo que vocês todos pensam assim porque o Espírito Santo habita em seus corações. E eu dou graças a Deus por nos ter dado a fé e o ambiente favorável para que possamos sempre nos alegrar, orar, e sermos sempre gratos. Eu dou graças a Deus por ter nos permitido depois de termos recebido a remissão de pecados, fazer a obra de alimentar, vestir e cuidar dos necessitados, cuidar dos doentes, libertar os cativos e assim por diante. Deus confiou a você e a mim essas obras, e eu sou verdadeiramente grato só por poder fazer a grande obra de Deus enquanto estamos nessa terra. Se fosse o caso de eu não poder mais fazer a obra de Deus, então eu desejaria ir logo para Ele pois eu não espero mais nada desse mundo.
Quando lemos o evangelho de Mateus capítulo 1 versículo 1, está escrito: “Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão”, aí a genealogia de Jesus Cristo vem logo depois. O evangelho de Mateus capítulo 1 fala sobre como podemos fazer parte da genealogia de Jesus Cristo. E o capítulo 2 fala que devemos crer e seguir a Palavra de Deus, assim como os sábios do Oriente encontraram o bebê Jesus e deram a Ele alguns presentes depois de sofrerem muito após perderem o rastro da estrela que os guiava até Ele, e de como voltaram a encontrá-la. Então, o capítulo 3 fala sobre o evangelho da água e do Espírito.
Há um arquivo em minha sala onde eu coloquei cuidadosamente todos os sermões passados que foram gravados em fitas. Se você for lá olhar, você verá que está cheio de sermões baseados nas passagens bíblicas do Antigo e Novo Testamento. Assim como Jesus disse: “Por isso todo escriba instruído a respeito do reino dos céus é semelhante a um pai de família que tira do seu depósito coisas novas e velhas” (Mateus 13:52), quando necessário, eu pego alguns desses sermões e os transformo em livros depois de fazer algumas correções. Fazendo isso assim, quando sai um volume novo de um livro, ele é traduzido em todas as diversas línguas do mundo. Uma vez um novo livro em inglês foi publicado, ele então teve que ser traduzido em dez línguas, e por isso deu muito trabalho. Mas porque essa é a obra do Senhor, todos os meus queridos obreiros ficaram felizes por fazerem essa obra.
O próximo livro terá mensagens para o crescimento espiritual dos nascidos de novo, e isso foi feito para que os que já receberam a remissão de pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito possam lê-lo mais facilmente. Quando eu publico os sermões começando do capítulo 1 do evangelho de Mateus, eu creio que esse será um farto alimento para a alma dos nascidos de novo. Eu tenho fé de que verdadeiramente Deus nos confiou a obra de alimentar, de vestir e de visitar na prisão as pessoas que são à imagem de Deus.
Quando vemos a passagem bíblica de hoje, está escrito que o Senhor irá colocar as ovelhas do Seu lado direito, e eu sou profundamente grato por você e eu podermos ficar do lado direito do Senhor. Dentro de mim, eu tenho absoluta certeza que estarei ao lado direito do Senhor quando Ele vier e dividir os povos e colocá-los uns à Sua direita e outros à Sua esquerda. Eu não estou me gabando por ter uma boa fé, pelo contrário, estou totalmente convencido disso porque a Palavra de Deus reconhece que a minha fé é verdadeira e também o Espírito Santo que habita em mim me confirma isso.
E quanto a você? Você também estará do Seu lado direito? Sim, estou certo que estará. Se eu estarei ao Seu lado direito, então você também estará à Sua destra. Se eu estivesse do esquerdo, você também estaria do esquerdo. É porque você e eu cremos na mesma coisa. E a verdade é que nós receberemos a mesma recompensa quando o dia do Rei chegar e disser: “Vocês benditos do Pai, possuam o Reino que Ele preparou para vocês”.
Acontece que você e eu servimos juntos ao evangelho. Assim como 11 jogadores jogam uma partida como um só, driblam para lá e para cá, fazem gols, vencem, e recebem uma recompensa, você e eu devemos nos mover com um mesmo objetivo até o tempo em que estivermos à direita de Deus. O que aconteceria se estivéssemos à esquerda? O Senhor disse: “Mas os bodes à esquerda”, com que um bode se parece? Ele faz sua própria vontade e insta contra seu mestre, é assim que ele se parece. Ovelhas e bodes podem parecer iguais, mas são muito diferentes. As características de um bode é que ele não sabe obedecer muito bem e faz o que der na cabeça. Apesar de uma ovelha não tentar fazer as coisas da sua própria maneira, mas uma vez que seu mestre lhe diga o que fazer, ela simplesmente o segue. Quando seu mestre a guia diz: “Ande”, a ovelha só o segue, mas um bode não segue nem se seu mestre guiá-lo e disser: “Ande”.
Da mesma forma, aqueles que receberam a remissão de pecados, independente de sua fraqueza, seguem ao Senhor assim que Ele os mande. Quando o Senhor diz: “Isso está certo”, os que receberam a remissão de pecados O seguem dizendo: “Sim isso está certo.” Contudo, os que não receberam a remissão de pecados não seguem nunca ao Senhor. Dando todo o tipo de desculpas, eles tentam resistir à vontade de Deus. Por isso é que o Senhor separa as ovelhas dos bodes. Aqueles que receberam a remissão de pecados são ovelhas guiadas pelo Pastor, mas os que não receberam a remissão de pecados são bodes que não seguem a orientação do Senhor. O que aconteceria se fôssemos bodes?
O Senhor disse àqueles que estavam à Sua direita: “Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”, mas Ele também falou aos que estavam à esquerda: “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”. O Senhor está dizendo que lançará no inferno os que O deixaram e viveram para o diabo e seus anjos, isto é, os que agiram como servos do diabo. O anjo caído é o diabo. Aqueles que ouvem o anjo caído e fazem o que ele diz são seus servos. O Senhor fala àqueles que não nasceram de novo para irem para o fogo eterno preparado para esses anjos do diabo.
O fogo eterno é o inferno. Queridos irmãos, o Céu e o inferno são lugares que realmente existem? Eles existem realmente. De vez em quando alguém diz que Céu e inferno não existem, mas se eles não existem, isso quer dizer que eles são um lugar imaginário que não existe de verdade. Se é assim, quer dizer que a Palavra do Senhor é mentirosa? É claro que o Céu e inferno existem mesmo.
O Senhor disse que quem realmente nasceu de novo deve levar o evangelho, o alimento da vida, para as pessoas. As pessoas morrem se não forem nutridas com alimento espiritual, assim como morrem se elas não comerem o alimento físico, por isso você e eu devemos continuar a obra de pregar o evangelho por todo o mundo sob a direção de Deus. Com relação à mulher que derramou perfume sobre Sua cabeça, o Senhor nos disse para lembrarmos para sempre a obra que ela fez.
“Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Pois tive fome e não me destes de comer”. Isso foi dito aos bodes que estavam à Sua esquerda. Nesse mundo, há muitos pastores fazendo a obra física, mas o Senhor está dizendo que eles não Lhe deram comida. Aqueles que não nasceram de novo fazem a obra de dar comida física aos famintos, mas por que você acha que o Senhor disse que eles não fizeram isso? É porque eles não deram comida espiritual para eles. O Senhor estava falando sobre o pão da vida, isto é, o evangelho da água e do Espírito.
Um ser humano só consegue ter uma vida eterna se ele comer o alimento, ou seja, o evangelho da água e do Espírito.
A verdade é que somente quando as pessoas passam a viver pela fé no evangelho da água e do Espírito, é que elas recebem a remissão de pecados e vivem por toda a eternidade. Assim como o Senhor disse que o homem não deveria viver só de pão, mas ter fé em cada palavra de Deus que sai de Sua boca, o ser humano tem que comer tanto o alimento espiritual quanto o físico. Os que não nasceram de novo não Lhe deram comida. E quando Ele estava nu, eles não O vestiram, e quando Ele estava com sede, eles não Lhe deram de beber.
Amados irmãos, muitas vezes vocês que receberam a remissão de pecados também têm sede espiritual. Mas quando ouvem a Palavra de Deus, a sede espiritual vai embora e o coração se alimenta do alimento da vida. Nesse mundo, certamente recebemos a remissão de pecados e continuamos vivendo adequadamente. Mas, o que acontece se passarmos uma semana sem irmos para a igreja? Nesse caso, seu espírito se sente mal e vazio. Apesar de a carne estar bem alimentada e cuidada, o fato de seu coração se sentir vazio é justamente porque seu espírito está sedento pela Palavra de Deus. Assim como o Senhor disse aos que não nasceram de novo que eles não Lhe deram nada de beber quando Ele estava com sede, eles também não podem dar nada às almas que estão sedentas. Como os bodes podem dar alimento para o espírito? Isso é impossível porque eles não têm comida nem para eles mesmos.
E quando o Senhor era um forasteiro, eles não cuidaram dEle. Essa igreja é a Casa de Deus, e todos nós somos forasteiros. Nos unirmos na igreja de Deus, termos comunhão uns com os outros, vivermos para o Senhor e servir ao evangelho é o que significa receber os forasteiros e alimentar os famintos. Essa é uma vida totalmente diferente da vida dos pecadores que não os vestiram quando estavam nus e não cuidaram deles quando estavam doentes e na prisão. Aqueles que realmente se importam com as pessoas que estão presas ao pecado, doentes na alma e em agonia somos você e eu que estamos à serviço do evangelho, e que nascemos de novo pela água e Espírito na igreja de Deus.
Por outro lado, aqueles que não nasceram de novo ficam felizes e oram somente quando um deles coloca um envelope cheio de dinheiro no alto do púlpito. Apesar disso, eles dizem: “Quando Te vimos faminto ou sedento, ou forasteiro ou doente ou na prisão e não O ajudamos?” Então o Senhor diz: “Em verdade vos digo que, todas as vezes que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer”.
O Senhor continua dizendo: “E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.” Todos nesse mundo são à imagem de Deus. Por isso as pessoas têm o desejo de viver eternamente. Eles buscam a santidade mas não são santos, eles querem fazer algo criativo mas não têm o poder para fazer isso. Porque as pessoas são basicamente à imagem de Deus, todas elas buscam a Deus. E nós temos que entender que todas as coisas, como por exemplo, transmitir o evangelho àqueles que estão buscando a Deus e fazer com que eles recebam a remissão de pecados comendo o pão da vida, a fim de que também transmitam a Palavra de Deus, que é o alimento da vida, e cuidar das pessoas quando elas estão espiritualmente enfermas são exemplos das obras realizadas pelo Espírito Santo de Deus. Então você e eu temos sido muito abençoados por recebermos a vida eterna e podermos fazer essa obra para Deus, pois também temos fé no evangelho da água e do Espírito.
Nós somos aqueles que receberam grandes bênçãos diante de Deus. Deus se alegra dessa obra que você e eu fazemos. Especialmente por essas obras que fazemos junto aos que receberam a remissão de pecados serem justamente a mesma obra que fazemos para Deus. Disse o Senhor: “Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a Mim o fizestes”, assim, você e eu estamos fazendo um bem ao Senhor ao pregar incessantemente o evangelho às pessoas de todo o mundo. É só uma questão de os irmãos e irmãs que receberam a remissão de pecados se acostumarem a viver ajudando uns aos outros mesmo em suas necessidades carnais. O apóstolo Paulo nos disse para fazermos mais bem ainda aos da família da fé (Gálatas 6:10).
Nós que nos tornamos povo de Deus temos que ser daqueles que amam e cuidam uns dos outros, são generosos, obedecem aos mandamentos de Deus, crêem em Sua Palavra, O adoram pela fé e dão alimento às pessoas. Agora mesmo estamos fazendo essas obras. Eu dou graças ao Senhor por nos permitir fazer essas obras. Está escrito que os justos vão para a vida eterna, mas os pecadores para o castigo eterno. A verdade é que os pecadores vão para o inferno para sofrer o castigo eterno. Fazer algo pelos que receberam a remissão de pecados é fazer a vontade de Deus. E se alguém fizer algum bem ou boa ação aos que receberam a remissão de pecados, essa pessoa receberá as bênçãos de Deus.
O Senhor Deus prometeu a Abraão:
“Abençoarei os que te abençoarem,
E amaldiçoarei os que te amaldiçoarem;
E em ti serão benditas todas as famílias da terra” (Gênesis 12:3). Se alguém fizer bem aos justos, ele receberá bênçãos de Deus, mas se alguém fizer mal aos justos, ele receberá o castigo de Deus.

Por isso é que alguém deve fazer mais bem ainda aos justos. Mesmo se a pessoa ainda não é nascida de novo, se ela fizer bem aos justos, ela receberá uma benção. As obras que os nascidos de novo fazem diante de Deus são as obras de levar o evangelho da água e do Espírito a todas as pessoas do mundo, e de visitar, alimentar, vestir e cuidar delas espiritualmente. Por essa razão, você e eu devemos continuar com essas obras pela fé e orar para Deus nos dar o poder para fazê-las. Eu dou graças a Deus por ter permitido a você e a mim fazer essas preciosas obras.