The New Life Mission

Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 25-9] (Mateus 25:31-46) É Nossa Tarefa Pregar o Evangelho

(Mateus 25:31-46)
“Quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória. Todas as nações se reunirão diante dele, e ele apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. Ele porá as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me. Então perguntarão os justos: Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou preso e fomos ver-te? Ao que lhes responderá o Rei: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Pois tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; fui forasteiro e não me recolhestes; estive nu e não me vestistes; enfermo e preso e não me visitastes. Então eles também lhe responderão: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou preso, e não te servimos? Então lhes responderá: Em verdade vos digo que, todas as vezes que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.”
 
 
O Senhor virá algum dia com toda certeza. Esse mundo será destruído assim que Deus decidir fazê-lo, e um novo mundo virá. Mesmo que você ache que qualquer um pode dizer isso, eu digo novamente. É claro que o Senhor virá no Seu tempo. Quando Ele vier, ele falará conosco da maneira que está escrito na passagem bíblica de hoje.
O presidente dos Estados Unidos George Bush declarou: “No futuro, eu trarei muitas das forças militares que estão em alto mar pelo bem da nossa nação.” Isso significa que ele não vai se envolver em nenhum assunto que fuja aos interesses dos Estados Unidos. Os Estados Unidos são a maior super potência que controlam o mundo. A real condição agora é que nenhum país pode se indispor com os Estados Unidos porque suas palavras estão cheias de poder. Dizer que eles trarão muitos soldados de volta para casa significa que a América não se envolverá em assuntos que não trazem nenhum beneficio ao país e ao seu povo. Em outras palavras, os Estados Unidos irão negociar com os países que desafiam e se opõe a ele, mas ao mesmo tempo, não tomará parte em problemas que não interessam a eles. Não existem guerras internas e conflitos regionais que surgem nos países pequenos? Isso significa que os Estados Unidos não participarão muito das guerras que surgem nesses países, mas concentrará seus esforços nas relações internacionais relativas aos seus interesses nacionais.
Se isso acontecer, o que acontecerá com este mundo? Muitas guerras surgirão ou não? É claro que muitas guerras surgirão. Os cidadãos americanos querem a mesma coisa. É o fato de esses sentimentos estarem surgindo no coração do presidente dos Estados Unidos, é Deus começando a mostrar os sinais que surgirão nos últimos dias, como está escrito na bíblia. É uma prévia de muitas guerras onde “nação se levantará contra nação, e reino contra reino”. Se os Estados Unidos não se envolverem com outras nações e retirarem suas forças, “nação se levantará contra nação, e reino contra reino”, e muitas guerras começarão a acontecer, assim como confrontos fronteiriços e conflitos econômicos e religiosos.
Desde que os Estados Unidos estão participando das relações internacionais no Nordeste da Ásia (incluindo o nosso país), não surgiram guerras nessa área e a paz está sendo mantida. Os Estados Unidos estão desempenhando um grande papel. Contudo, está escrito na bíblia que guerras aconteceriam em vários lugares, e “nação se levantará contra nação, e reino contra reino”. Se a América tiver essa forte posição contra cada assunto de conflito, eu creio que muitas guerras surgirão. Não importa o que aconteça, o tempo dos últimos dias no qual as guerras e muita confusão surgirão em todos os lugares está chegando ao mundo, e por causa disso todos passarão por situações terríveis. Sob a hipótese de que os últimos dias chegarão em breve, nós devemos pregar o evangelho.
Em Mateus 25, o Senhor falou sobre muitas coisas. Ele falou sobre tudo: os sinais de Sua vinda, a condição do mundo antes de Sua vinda, o estado do universo, como devemos lidar com as coisas tendo a devida fé, e como todos os servos e santos de Deus devem trabalhar fielmente com a fé e os talentos que o Senhor deu a eles. Se atentarmos para o que está escrito em Mateus 25, poderemos saber sobre o final que Deus planejou para a terra.
 
 
Nosso Senhor Separará as Pessoas Quando Ele Voltar a Essa Terra nos Últimos Dias
 
Se olharmos a passagem bíblica de hoje de Mateus 25:31-36, o Senhor está falando dos eventos que irão acontecer quando Ele voltar a esta terra com Seus anjos. Depois desse mundo ser arruinado, e houver uma grande tribulação e o arrebatamento, o Senhor virá; Ele disse que quando voltar Ele se sentará no trono de Sua glória. Está escrito: “Então se assentará no trono da sua glória. Todas as nações se reunirão diante dele, e ele apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas. Ele porá as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda.”
Nesse tempo, o Senhor dirá a todos os que tiverem assentados à Sua direita: “Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” Isso significa que o Senhor separará e julgará devidamente os que irão receber as bênçãos e os que receberão a maldição. Ele dirá aos que estiverem à Sua direita: “possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”. Esse Reino que está preparado não é o Céu? E há um lugar preparado para os maus; é o inferno. O inferno é um lugar diferente do Reino preparado para o povo de Deus, e é um lugar onde ninguém gostaria de ir. É óbvio que há um Reino abençoado e um amaldiçoado, como vemos nas palavras no versículo 41: “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: ‘Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.’”
Como os pastores separam suas ovelhas dos bodes, o Senhor disse que Ele também separaria as pessoas quando Ele viesse a essa terra. O Senhor disse aos que estavam à Sua direita para possuírem por herança o Reino que estava preparado para elas. Então o povo de Deus ou, em outras palavras, os que receberam a remissão de seus pecados, é o povo que irá receber as bênçãos e herdar esse Reino que foi preparado por Deus para elas.
O Senhor disse aos que estavam à Sua direita: “Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me.” Contudo, os que iriam receber as bênçãos (os justos ou as ovelhas) duvidaram. No versículo 37, os que iriam ser abençoados perguntaram ao Senhor: “Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? ou com sede e te demos de beber?” Então o Senhor disse: “Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” Quando Ele diz “ovelha”, está falando dos justos e das pessoas que não têm pecado por terem recebido a remissão deles, e quando fala de pessoas amaldiçoadas e “bodes”, Ele está falando dos pecadores. O Senhor disse: “Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de bebe”, dentre outras coisas, mas quando fizemos isso, e do que Ele está falando? O Senhor está aprovando nossa obra espiritual descrevendo-a em termos práticos.
Então o que o Senhor quer dizer quando diz: “Quando Eu estava com fome e não tinha nada para comer você me deu comida?” Há muitos procurando por Deus neste mundo, e há muitas almas buscando ouvir a Palavra de Deus e receber a remissão de seus pecados. Quando essas pessoas estavam famintas porque não tinham o alimento espiritual da Palavra de Deus, os justos as alimentaram pregando o evangelho, que é a Palavra de Deus, as salvaram do pecado, e assim elas receberam a salvação por ouvir a Palavra de Deus e foram cheias dela. O Senhor disse essas coisas. Se você quer saber o que os justos devem fazer nessa terra, é dar comida às pessoas. “Comida” se refere ao alimento espiritual. Pregar a Palavra que Deus deu é dar alimento às pessoas. Essas palavras da bíblia foram registradas com letra, mas elas são essenciais para a alma das pessoas. Essas palavras da bíblia são alimento para as almas. Em outras palavras, a Palavra de Deus é a comida que as pessoas devem comer diariamente. Então, os que não receberam a remissão de seus pecados recebem a salvação, são cheios, e sua alma é farta porque os justos que já receberam a remissão de seus pecados as alimentam com alimento espiritual. Isso é o que essa palavra significa.
 
 
Os Justos Saciam os Espiritualmente Famintos e Sedentos ao Dar-lhes o Pão da Vida
 
“Pois tive fome, e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era forasteiro e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; estive enfermo, e me visitastes; preso e fostes ver-me.” Como os justos fazem a devida obra nessa terra, eles estão mesmo é dando o alimento da vida aos famintos e sedentos espirituais, saciando-os. Em outras palavras, os justos alimentam aqueles que gemem por causa do pecado para que eles não sintam nem fome nem sede novamente ao pregar-lhes o evangelho da água e do Espírito, e seus corações são purificados pela fé. Isso é o que o povo de Deus faz. Os que são justos devem fazer a obra de também ajudar essas pessoas que estavam perdidas, que se desviaram do caminho, e por isso estão ansiosas para que alguém pregue o evangelho da salvação de Jesus Cristo para elas. Quando elas estão espiritualmente nuas ou, em outras palavras, quando sua justiça está despedaçada e elas não têm nada do que se orgulhar, nós temos que vesti-las com a justiça de Deus.
Por isso o Senhor falou da obra que nós que somos justos devemos fazer pelas almas, enquanto estivermos nessa terra. Por pregarmos o evangelho às almas, Ele acabou com todos os pecados do mundo e tomou o fardo de todos os pecados do homem, e por causa disso os justos vestem as vestes da salvação e da justiça e podem ficar firmes diante de Deus sem ter do que se envergonhar. Quando a alma das pessoas está doente nós também a tratamos com a Palavra de Deus. Quando elas estão aprisionadas nós também vamos até elas; cuidar dos outros, alimentá-los e tratar de suas doenças são coisas que os justos devem fazer.
Deus disse para herdarem o Seu Reino os que fazem essas coisas. Às vezes alguns pegam essas palavras e pensam que irão receber recompensas e remuneração por cuidar fisicamente das pessoas. Mas está escrito na passagem bíblica de hoje no versículo 40: “Ao que lhes responderá o Rei: Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”. Nessas palavras: “a um destes meus pequeninos irmãos”, Ele não está falando de irmãos de sangue; Ele está se referindo a irmãos espirituais. Nós que recebemos a remissão dos nossos pecados através da água e do Espírito estamos pregando o evangelho da salvação a muitas pessoas nesse mundo, e alimentando-as com o pão espiritual para que elas possam receber a remissão de seus pecados e serem curadas das feridas de seu coração. Estamos fazendo essas coisas pelas pessoas do mundo que estão buscando a Deus, e querem receber a remissão de seus pecados ao aceitar a Palavra com temor. Todas as pessoas do mundo são ovelhas perdidas; nós estamos pregando a palavra da verdade e a palavra da vida para elas. Então nós ajudamos essas pessoas a se alimentar do pão da vida e se saciarem, a receberem a salvação do pecado, a vestir as vestes da justiça, a entrar na igreja, a receber a proteção de Deus, e ao receber a intervenção divina na igreja, fique firme nessa terra.
O Senhor disse: “O espírito é que vivifica, a carne para nada serve. As palavras que eu vos disse são espírito e vida” (João 6:63). A Palavra de Deus não se refere à carne. Se a passagem bíblica de hoje realmente se refere aos cuidados físicos a uma pessoa, nós os justos não podemos nem dar ajuda física tão bem quanto fazem os pecadores. Aqueles que não nasceram de novo estão preocupados em vender arroz e roupas aos nossos irmãos da Coréia do Norte, e estão envolvidos em várias coisas para servir à sociedade; há alguma dessas pessoas entre nós os justos? Há alguém dentre vocês vendendo roupas e arroz para a Coréia do Norte? Não, nem enviamos isso para elas. Mas enviaremos nossos livros assim que for possível. Se você olhar isso sob uma perspectiva carnal, será impossível nós recebermos o Reino de Deus como recompensa. Isso é ridículo.
Então, porque essas pessoas dão ajuda física a outros? É porque eles mesmos querem receber essa ajuda quando precisarem. Ou eles acham que essas ações serão levadas em conta quando estiverem diante de Deus. A Igreja Católica ajuda muito os vagabundos e incapazes. A Igreja Católica é o lugar onde se faz muito dessa obra. Olhando sob essa ótica, quando os justos foram até eles e os ajudaram, vestiram, e acolheram? Queridos irmãos, fomos nós que fizemos tudo isso? Olhando dessa forma, Deus poderia dizer aos que fizeram bem essa obra: “São vocês que receberão recompensas”.
Mas o povo que herdará o Reino de Deus e receberá as bênçãos não é desse tipo. Pelo contrário, eles estão no meio dos que, após ouvir a repreensão do Senhor de que eles não fizeram isso, ainda perguntaram: “Quando não fizemos isso?” A bíblia não pode ser interpretada lendo somente um versículo. Se alguém pretende compreender direito a Palavra de Deus, deve entender a vontade de Deus que está em toda a bíblia; ele deve olhar o Antigo e o Novo Testamento, ele deve examinar todos os contextos de antes e depois e deve entender o que estava no coração de Jesus Cristo quando disse aquelas palavras. Se olharmos a bíblia sob este ângulo, fica claro que a passagem bíblica de hoje não está falando sobre a carne. É claro que ela não está dizendo que não devemos cuidar das pessoas fisicamente. Quando está escrito: “Eu estava preso e foste ver-Me”, também quer dizer que os santos se preocupam uns com os outros quando passam por dificuldades.
O que os justos devem fazer até que o Senhor venha a esta terra? Eles devem vestir os que estão nus e alimentar os famintos. Essa é a obra que nós estamos fazendo agora. Em outras palavras, nós pregamos o evangelho, alimentamos espiritualmente as pessoas, oramos por elas, temos comunhão com elas, e as orientamos. O Senhor nos disse para fazer essa obra, mas que devemos fazer a outra também. A ovelha da passagem bíblica de hoje somos você e eu, os nascidos de novo.
 
 
No Passado, Nós Também Éramos Famintos Espiritualmente
 
Você e eu também éramos esse tipo de pessoa no passado. Não éramos famintos espiritualmente? Éramos mesmo famintos espiritualmente. Realmente não sabíamos para onde ir e estávamos vagando à beira do precipício. Todos nós éramos pessoas que tinham entrado em uma religião e estávamos perdidos nela. Nós nascemos nessa terra, não sabendo para onde ir, vivíamos de qualquer maneira, e como éramos pessoas que não conseguiam ser alimentadas espiritualmente, estávamos sempre sedentos e famintos, tendo realmente o coração vazio.
Não tínhamos nada. Existe um biscoito de arroz coreano que é vazio por dentro; nós éramos assim. Não havia nada em nossa alma. Nós não tínhamos Jesus Cristo, nem as palavras que Ele falou, a verdade, nem nada. Éramos pessoas cegas levadas pela nossa própria carne, naquilo que víamos e naquilo que pensávamos. Só havia maldade em nosso coração. Éramos pessoas que não tinham nada para fazer além de morrer. Éramos assim porque não tínhamos mesmo nada para alimentar o nosso espírito, como pessoas que morreriam depois de viver como estranhas nesse mundo, e como pessoas que não podiam vestir as vestes da justiça e eram constantemente atormentadas pelo pecado. Você e eu éramos pessoas que viviam com esses tipos de dificuldades.
Mas Jesus Cristo veio a esta terra, recebeu Seu batismo, tomou todos os pecados desse mundo, e morreu na cruz assim para pagar por nossos pecados. Ele levou todos os seus e os meus pecados. Desse jeito, Ele salvou você e eu dos pecados do mundo. Nos tornamos povo de Deus pela fé nessa verdade. E os que receberam a remissão de seus pecados continuamente fazem a obra de alimentar os famintos, dão de beber aos sedentos, recebem os estrangeiros, vestem os nus, cuidam dos doentes, e visitam os que estão na prisão até a volta do Senhor. Nós que somos justos fazemos essa obra. Agora Deus continua essa obra através dos justos.
Quando nos útlimos dias o Senhor voltar, ele trará de volta à vida todos os que viveram nessa terra. Ele também ajuntará todas as nações e as dividirá em duas partes, como o pastor separa suas ovelhas dos bodes. Ele porá uns do seu lado direito e outros do seu lado esquerdo, e julgará a todos imparcialmente. Ele disse aos da Sua direita para herdarem o Reino de Deus, dizendo a eles para herdar o Reino que está preparado para eles nos Céus. Por quê? Porque recebemos a salvação e fizemos a valiosa obra enquanto vivemos nessa terra, Deus não pode evitar de nos dar o Seu Reino. Ele não pode evitar de dar uma recompensa aos que estiverem à Sua direita.
 
 
Nós Vivemos a Vida de Justos que Dão o Alimento Espiritual aos Famintos Até o Fim
 
E é o dever dos justos fazer esse tipo de obra enquanto vivem nessa terra. O dever dos justos é pregar o evangelho para alimentar aqueles que estão famintos e sedentos espiritualmente, morrendo e indo para o inferno. É da vontade de Deus que os justos que fazem essa obra herdem o Reino de Deus, e Ele certamente fará isso. Esse mundo uma hora acabará e todos um dia ficarão diante de Deus. Os justos ficarão diante de Deus depois de terem feito essa obra, e receberão a recompensa relativa a ela. Isso é o que a palavra da passagem bíblica significa.
Nós gostaríamos mais se o Senhor voltasse logo. Mas se nós pensarmos bem, não importa para nós quando Ele virá. Já que Ele virá só no fim, não importa quando exatamente Ele virá. Nós temos somente que saber qual é a nossa tarefa e cumpri-la. Eu creio que esse é o dever dos justos. Além disso, que tipo de expectativa ou esperança há em um mundo que está sendo arruinado? A única coisa que temos de fazer é dar o melhor na tarefa que temos para realizar. É o bastante sabermos agora qual a recompensa que o Senhor nos dará, pensarmos no que devemos fazer e sabiamente fazê-lo. Eu acho que é suficiente nós fazermos fielmente o nosso dever, pensarmos bem no que temos que fazer, e encontrarmos com o Senhor após cumprirmos o nosso dever.
Queridos irmãos, estamos pregando o evangelho ao mundo todo. Essa é a obra que temos que fazer. Dar de beber ao sedento e comida ao faminto é pregar o evangelho ao mundo todo. Segundo as informações passadas pela Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos, existem 271 nações, algumas áreas dependentes e outras organizações. Quantas pessoas famintas você acha que há nelas? Atualmente nós levamos nossos livros à maioria das nações e organizações não governamentais. Através das palavras do evangelho que pregamos, eles são saciados e recebem a salvação. Eles nos pedem para enviar outros livros além dos que nós já enviamos.
O que eu e você estamos fazendo? O que os justos farão até o Senhor voltar? O Senhor nos dirá: “Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” Há muitas pessoas no mundo inteiro que ainda estão buscando a Deus. Estamos fazendo a obra de pregar o evangelho para elas. Há alguma outra coisa que os justos fazem além de alimentar os famintos do mundo ao pregar a Palavra de Deus? Não há nada além disso. Nós estamos aqui para isso, e se nós o fizermos com zelo, quando o Senhor voltar, Ele dirá que somos servos bons e fiéis, nos colocará dentre os que receberão recompensas e nos dará bênçãos. Deus nos dá bênçãos, e é suficiente para nós herdar o Reino que está preparado para nós, assim que Ele mandar.
A obra que nós justos fazemos é a obra de alimentar com o alimento da vida (o evangelho da verdade) e salvar aqueles que estão espiritualmente famintos, nus, que inevitavelmente vão para o inferno, e que não podem se tornar justos mesmo se quiserem. Essa é a obra que Deus determinou e Ele a faz por todos através de você e de mim que já recebemos a remissão de pecados. Por colocarmos nosso coração na obra que Deus, é que estamos conseguindo fazê-la. É necessário que façamos a obra em todo o lugar. Os justos estão sempre fazendo essa obra de dar o alimento. Os pastores e obreiros da nossa Missão ganham a vida dirigindo seus negócios e servem ao evangelho com seu dinheiro. Por acaso isso não é a obra de alimentar, vestir, e suprir o povo de Deus? Você e eu vivemos para isso.
 
 
A Vida que o Espírito Santo Requer de Você e de Mim
 
O que o Espírito que está no seu e no meu coração espera de nós? Ele nos diz para comer e viver bem? Se fizermos isso, o Espírito ficará incomodado e soará um alarme em nós dizendo que somos como porcos que ficam felizes só em comer. Mas como Ele se sentirá se pregarmos a Palavra para as almas, servirmos o evangelho com o dinheiro que ganharmos com nosso trabalho duro, nos unirmos, orarmos e ajudá-los a nascer de novo da água e do Espírito Santo, e a viver bem? Desde que o Espírito nos apoie dizendo: “Você está indo bem”, nós O seguiremos felizes e satisfeitos. Mesmo se houver uma dificuldade física, ela porém, não será espiritual. Não acontece com você também? Isso é o que o Espírito faz. Não é algo que você e eu fazemos; o Espírito Santo que habita em nós, o Espírito de Deus está fazendo isso. Já que temos o Espírito de Deus, podemos fazer com alegria essa obra.
Já que cremos no evangelho da água e do Espírito, nos tornamos filhos de Deus, e já que somos filhos de Deus e justos, nós fazemos a justa obra. Estamos ajudando a todos a colocarem as vestes da salvação ao pregar o evangelho da salvação, que é o alimento da vida. E nos preocupamos com eles e os orientamos mesmo em tempos difíceis. Isso é tudo em nossa vida. Deus nos deu isso e nós estamos fazendo essa obra. Alguns podem estar fazendo essa obra sem saber que essa é a tarefa dos justos; se eles soubessem disso, eles poderiam fazê-la com mais entendimento e certeza. É assim que as coisas são. O Senhor disse: “Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (Atos 20:35). Nós justos estamos ansiosos demais porque queremos compartilhar o que é bom. Isso parece loucura.
Vamos aplicar a passagem bíblica de hoje ao mundo fisico por um segundo. Então é certo dar comida e roupas aos necessitados. As pessoas da igreja católica dão coisas aos pobres e cuidam deles, mas falando honestamente, elas fazem isso por si mesmas na verdade. “Se eu cuidar bem dessa pessoa, Deus me recompensará e me salvará, mesmo eu sendo imperfeito. E Ele me levará para o Céu”. Eles têm esse tipo de pensamento e fazem a obra a fim de obter a salvação. Mas como nós somos? Nós já alcançamos a salvação. E mesmo já tendo conseguido a salvação, nós estamos fazendo bem aos outros. Não estamos fazendo isso para receber a salvação. Estamos fazendo para nós mesmos? Não. Então, para quem fazemos isso? Fazemos isso pelos outros. Tudo é feito pelos outros. Você também é assim ou não? Nós somos assim. Os irmãos e irmãs estão pregando o evangelho, trabalhando duro para ganhar dinheiro, e fazendo a obra de Deus junto com a igreja por eles mesmos? Não. Eles estão fazendo tudo pelas pessoas. Mesmo se eles fossem pessoas que merecessem ir para o inferno um milhão de vezes, nós fazemos a obra por essas almas porque o Espírito Santo em nosso coração nos dá esse desejo. É nisso que eu creio. É assim que as coisas são.
Estamos fazendo agora essa obra graças ao Espírito. Já que recebemos a remissão dos nossos pecados e estamos fazendo essa obra, no futuro poderemos receber o Reino de Deus que está preparado para nós. Nós já fizemos muito essa obra. Por muitas vezes nos enfraquecemos porque ficamos exaustos fazendo essas coisas. Há momentos em que dizemos: “Eu nem posso mais pregar isso para as pessoas, pois eu também vou morrer agora.”
Mas Deus nos diz: “Qual é o dever dos justos? É cuidar espiritualmente dos outros.” Assim, nós os justos estamos fazendo a obra de alimentar e cuidar espiritualmente dos outros. Os justos herdarão o Reino que está preparado para eles. Os justos, incluindo você e eu, farão essa obra até herdarem o Reino que está preparado para eles. Mas se há alguém dentre os justos que não faz a obra de alimentar e vestir as almas, e despreza a recompensa deles só vivendo para si mesmo, este será excluído.
A parábola dos talentos vem antes da passagem bíblica de hoje, e temos que ter em mente as palavras sobre aquele que recebeu um talento. Aquele que recebeu um talento e voltou com ele como se não tivesse nada a ver com Deus. Como ele viveu e fez tudo só para si mesmo, ele enterrou o evangelho de Deus no chão. Ele enterrou o evangelho só no seu coração e nunca mostrou ou compartilhou-o com os outros. O que acontecerá com esse tipo de pessoa? Deus tirará até mesmo o que ele tem agora, e o mandará para um lugar amaldiçoado junto com os hipócritas.
Esse talento se refere às capacidades individuais de cada um. Nós temos habilidades que Deus deu a cada um de nós individualmente. Com relação a pegar as habilidades que Deus nos deu e usá-las na obra de alimentar as almas, não importa se estamos atrás, na frente, ou no meio; ao passo que unirmos nossos corações com a igreja e fizermos a obra, nós receberemos a mesma recompensa. Mas aquele que recebeu um talento não fez isso. O que ele fez? Ele escondeu o evangelho em seu coração depois de recebê-lo e ficou por isso mesmo. E ele não fez nada sobre isso. Ele não fez nada pela obra do evangelho ou pela obra da justiça. Ele empregou todas as suas forças a fazer somente seu prório trabalho, a viver e a comer bem e depois morreu. Obviamente ele foi alguém que aceitou o evangelho, mas cometeu um erro grave: ele viveu somente para si mesmo. O Senhor disse que esse tipo de pessoa teria sua sorte com a dos hipócritas.
Por outro lado, aqueles que estão unidos com a igreja e vivem por outras almas estão no rol dos que receberão as bênçãos. Essas pessoas fazem a obra de compartilhar o alimento da vida com aqueles que não têm a vida eterna, vestem-nos com as vestes da salvação, e após vesti-los, os alimentam com a Palavra se estiverem fracos, os ajudam a obter forças em meio as dificuldades, e a viverem vidas justas. Portanto, Deus disse a essas pessoas para herdarem o Reino que está preparado para elas. Uma pessoa que crê no evangelho da água e do Espírito e que nasceu de novo, não pode apenas viver para si mesma se não tiver sua consciência cauterizada com ferro quente diante de Deus. Se você tem uma fé legítima nesse evangelho e já nasceu de novo, você é justo, e alguém que não pode evitar de viver para outras pessoas.
Nós não falamos como as propagandas dos movimentos de rearmamento moral ou de reforma social que dizem: “Vamos viver para os outros” ou “Vamos trabalhar dessa forma. Essa é a coisa certa a se fazer.” A obra espiritual não progride se alguém inicia esse tipo de campanha. Já que o Espírito está no seu e no meu coração, e que recebemos coisas grandes de Deus, é suficiente para nós termos o desejo de viver para as pessoas que ainda não receberam a remissão dos seus pecados. Deus já fez tudo para que essas pessoas recebam a salvação porque Ele ama essas almas. Deus nos deu um coração que crê que: “Deus já salvou essas almas para que elas possam receber a salvação se tão somente crerem quando pregarmos o evangelho da água e do Espírito para elas. É o suficiente nós pregarmos a verdade para elas e elas somente crerem nela.” Então nós fazemos isso. Não é porque alguém sugeriu que fazemos isso, dizendo: “Vamos fazer isso.” Na verdade, estamos fazendo boas obras. Fazer isso é certo.
Então a pessoa da parábola dos talentos que recebeu um só talento é estranha. Esse tipo de pessoa é do tipo estranho que talvez não exista dentre umas 100 que receberam a remissão de pecados. Esse tipo de pessoa é daquela com a qual Deus lida especialmente. Ele lembra dessa pessoa em um acontecimento especial e a trata de maneira especial. “Você enterrou no chão o talento que Eu dei a você. Quando a hora certa chegar, faremos o acerto de contas.” Quando a hora chegar e o Senhor se assentar em Seu trono para o acerto de contas, elas serão lançadas para sempre no inferno. Eu não acho que há muitas dessas pessoas entre os que nasceram de novo pela água e pelo Espírito.
Não é correto uma pessoa justa viver só para si mesma, e jogar fora o evangelho depois de ser enganada por Satanás, ou não ter o propósito em sua vida de pregar o evangelho. É certo unir nossos corações na obra que a igreja faz, mesmo que sejamos imperfeitos. Contudo, há algumas pessoas com intenções excusas que caluniam e difamam a igreja. É óbvio que essas pessoas serão julgadas nos últimos dias. Talvez não haja nem um desse tipo de pessoa dentre umas cem que receberam a remissão de pecados, mas eu acho que seria bom se não existisse nem uma mesmo.
 
 
Definitivamente Tudo o que é Feito Pelo Evangelho e Por Outras Almas é Feito ao Senhor
 
O povo que herdou o Reino que estava preparado para eles do qual falou a passagem bíblica de hoje, não é o povo que vivia para si mesmo. Eles tomavam conta de outros que estavam nus e não tinham nada para comer. Quando você e eu cuidamos de todas as pessoas do mundo? Quando demos comida àqueles que não tinham nenhuma? Então os justos do texto perguntaram: “Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer? ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou preso e fomos ver-te?”
O Senhor respondeu-lhes: “Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” Nós pregamos o evangelho da água e do Espírito ao mundo. Há muitas pessoas nesse mundo que são fracas e miseráveis e também muitas que não tem esperança e nem força. E dentre essas que aceitam o evangelho revelado na Palavra de Deus da água e do Espírito que nos pregamos, todas recebem a salvação. Assim, elas se tornam povo de Deus e seus e meus irmãos e irmãs. Elas também herdam conosco o Reino de Deus que Ele mesmo preparou e ainda morarão lá.
Então como isso acontecerá? Nós temos feito a obra de alimentar as pessoas do mundo inteiro. Essa obra é feita para as pessoas, mas nosso Senhor disse que a obra que é feita as pessoas é feita a Ele. Por quê? Deus tem um propósito específico para a humanidade e criou esse universo e nós humanos. Já que Seu propósito é fazer de todos Seus filhos em Jesus Cristo e dar-lhes a bênção da vida eterna nos Céus, nós somos os que receberam essas bênçãos e vivemos a vida que Deus escolheu para nós. Então, nos tornamos pessoas abençoadas que herdaram o Reino que está preparado para nós mesmo antes da fundação do mundo.
Quando pregamos o evangelho para todas as pessoas do mundo que são fracas, humildes e miseráveis, o fazemos pelo Senhor. O que eu fiz por você foi feito para o Senhor, e o que você faz pela igreja é feito para Ele. Na verdade, as coisas que são feitas pelo evangelho e por outras almas são feitas a quem? Elas são feitas para o Senhor. Assim como a lealdade dada a uma companhia é feita para o presidente da companhia, as coisas que são feitas pela igreja e pelos santos são feitas para Deus. É assim que acontece ou não? É assim que acontece. Ir trabalhar em uma companhia, fazer um planejamento e fielmente fazer o trabalho é algo feito pela companhia, e a quem o trabalho realizado na companhia é feito? Ele não é feito ao dono da companhia? Da mesma forma, tudo o que fazemos é feito para o Senhor.
Então você e eu herdaremos esse Reino. O Senhor preparou Seu Reino e o deu a nós que fazemos essa obra. Ele o chama de o Reino que está preparado para nós. Se nós prepararmos um presente ou algo, nós o chamaremos de o presente que preparamos para alguém. Assim como um milionário desse mundo pudesse preparar uma ilha, deixá-la linda para sua amada, e dá-la para ela, o Senhor fez o Reino dos Céus para seus filhos e o dará para eles quando o tempo chegar. Este é Reino que está preparado para eles. O Senhor disse que daria para nós o Reino que está preparado. Então, o Reino que está preparado para nós se refere ao Reino onde tudo já está preparado.
  
 
Os que Nasceram e os que Não Nasceram de Novo Não Irão Receber a Mesma Recompensa
 
Para onde nós iremos quando essa terra for destruída? Não há outro lugar nesse universo para se viver além dessa terra. Algumas pessoas dizem que há extraterrestres. Também há muitos pregadores que crêem na existência de extraterrestres. Isso significa que em outro planeta nesse universo, há uma outra forma de vida inteligente além da nossa. Apesar de eu nunca ter viajado pelo universo, eu sei que essa é uma fé errada. Jesus Cristo nasceu nessa terra. Então não há vida fora dessa terra. Deus fez Seus planos para essa terra e então a criou. É nisso que eu creio.
Quando essa terra for destruída, Deus irá estabelecer um novo Reino, mas esse Reino de Deus é diferente do conceito do mundo. O Reino do Senhor é estabelecido nos Céus. Em outras palavras, o Senhor pegará uma estrela especial e fará o povo de Deus viver ali. Ele disse que quando essa terra for aniquilada, tanto ela quanto tudo dentro dela se fará novo, e Ele fará com que os justos vivam ali por mil anos. Esse é o Reino Milenial. Ele também disse que depois de mil anos, o primeiro céu e terra irão passar e Ele nos dará um novo céu e uma nova terra que estão preparados para nós (Apocalipse 21:1). Ele fará um novo mundo; Deus dará aos Seus filhos o Reino que está preparado para eles viverem. Nós herdaremos o Reino que está preparado para nós. Seremos o povo que herdará o Reino que está preparado para nós mesmo quando esse mundo estiver arruinado. Você e eu fazemos parte do povo abençoado que herdará o Reino que está preparado para nós, porque nascemos de novo da água e do Espírito.
Mas há pessoas que não são assim. Em Mateus 25:41-43 está escrito: “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Pois tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; fui forasteiro e não me recolhestes; estive nu e não me vestistes; enfermo e preso e não me visitastes.” Eles também fizeram ao Senhor algumas perguntas: “Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou preso, e não te servimos?” Então o Senhor disse: “Em verdade vos digo que, todas as vezes que o deixastes de fazer a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.”
As pessoas que não receberam a salvação de nada sabem. Elas são espiritualmente cegas. Cubra seus olhos por um instante. Se você cobrir seus olhos não vai conseguir enxergar nada. Se você cobrir seus olhos com uma folha de papel, não conseguirá enxergar nada. Se você cobrir seus olhos com um band-aid, não conseguirá enxergar nada.
Pode até parecer que a diferença entre a fé que faz com que as almas nasçam de novo e a fé que deixa as pessoas cegas é realmente muito pequena, mas os resultados são enormes. Já que as pessoas não ligam para o evangelho da água e do Espírito, elas não podem receber a salvação, elas ficam sob o pecado e então não conseguem servir ao Senhor. Nós temos os olhos abertos porque conhecemos o evangelho da água e do Espírito e cremos nele. Já que já recebemos de graça a bênção da vida eterna do Senhor, livremente nos a compartilhamos com os outros, e já que o Senhor nos fez Seus trabalhadores, nós fazemos a obra de plantar a semente do evangelho, mesmo que isso seja muito difícil. Nós cremos que colheremos muitos frutos e que agora devemos plantar muitas sementes do evangelho. Já que esse tipo de vida nos colocará no centro da vontade de Deus, nós receberemos muitas bênçãos do Senhor.
Os lugares que as pessoas entrarão serão diferentes dependendo de sua fé. O Senhor disse àqueles que não nasceram de novo: “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”. Mesmo no cristianismo, há inúmeros filhos do diabo. Dentre os que professam serem servos de Deus, a maioria não é servo de Deus, mas servo do diabo. Em outras palavras, não é nenhum exagero dizer que o cristianismo está cheio de servos do diabo e de pessoas que seguem suas palavras. Essas pessoas não se orgulham da justiça de Deus, mas da sua própria, e são pessoas que simplesmente escolheram o cristianismo dentre tantas outras religiões que poderiam ter escolhido. Elas irão para o fogo eterno que está preparado para elas.
Há algumas pessoas que dizem: “O inferno é aqui.” Os Testemunhas de Jeová dizem: “Não existe inferno. Inferno em hebraico é ‘seol’ e em grego é ‘hades’, mas ambas palavras significam sepultura. Isso também se refere a ‘Geena”, mas Geena é uma palavra que originalmente aponta para o Vale de Hinom, um lugar onde o lixo e os animais mortos eram colocados e queimados.” Isso vem da Palavra de Deus? Há uma única linha em que Deus mentiu na bíblia? Mas resumindo, lá é o inferno. O Senhor falou em Marcos 9 que inferno é o lugar aonde até os vermes não morrem e o fogo nunca se apaga (Marcos 9:48). E Ele disse que iria “juntar o trigo no Seu celeiro; mas o joio Ele queimaria no fogo que nunca se apaga.” Existe obviamente um lugar onde é o Céu e um lugar onde é o inferno. Há realmente um lugar onde o inferno existe.
Então aquele que verdadeiramente vive para o Senhor nessa terra herdará o Reino preparado para ele, e aquele que não vive para o Senhor receberá a maldição do fogo eterno preparado para ele. Todos nós humanos receberemos recompensas de Deus quando morrermos, mas os nascidos de novo e os que não nasceram de novo não receberão a mesma recompensa. E também a recompensa dos que nasceram de novo e vivem para o Senhor unidos com a igreja mesmo sendo imperfeitos, e a recompensa dos que não estão unidos com a igreja não pode ser a mesma. Aquele que boicota o evangelho recebe a recompensa, mas é a recompensa do fogo eterno. Por outro lado, aquele que crê no verdadeiro evangelho e vive pela fé recebe o Reino de Deus como recompensa. O Senhor disse: “E irão estes para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.” Isto significa que os justos irão para a vida eterna.
Amados irmãos, vocês sabem o que é a vida eterna? É nunca morrer, mas viver para sempre. Vida eterna é nunca ficar doente, nunca envelhecer, não ficar fraco, ser cada vez melhor, e é uma vida que nunca acaba. Vida eterna se refere a desfrutar das riquezas e alegrias de viver eternamente, assim como Deus nos fez. O castigo eterno se refere ao inferno. O lugar onde alguém recebe o castigo eterno é o inferno.
Não nos interessa saber se algo acontecerá algum dia a esta terra. A tarefa que os justos têm que realizar é alimentar as almas famintas, vesti-las, e cuidar delas. “Onde nós faremos isso?” Nós faremos essa obra no mundo inteiro. Essa é a tarefa que os justos têm que cumprir. Vocês compreendem isso? Os justos nunca dão somente o alimento físico aos outros. É verdade que os justos também têm que cuidar fisicamente dos próprios justos. Mas o que o Senhor realmente quer é que eles trabalhem para o evangelho e se unam para pregá-lo. Deus nos deu como um presente o Reino que está preparado para nós. Vocês crêem nisso? Sim. Você e eu recebemos o Reino que está preparado para nós.
Queridos irmãos, isso é difícil, não é? Eu também sei que isso é difícil para vocês, e que estão trabalhando muito duro. Mas tudo o que vocês estão fazendo é a obra do Senhor. Vocês devem saber que Deus sabe que estão fazendo essa obra e lhes dará o Reino que está preparado como um presente, e vocês têm que ter essa esperança. No futuro, a situação do mundo irá piorar até o ponto em que as pessoas que não nasceram de novo irão lamentar por suas vidas, mas haverá um povo que estará feliz vivendo abundantemente abençoado em graça. Vocês, os santos da Igreja de Deus de todo o país, todo o povo de Deus espalhado pelo mundo e eu, somos esse povo feliz.
Há alguns novos santos nascidos de novo na igreja. Enquanto eles estiverem na igreja, eles experimentarão a grande diferença entre a vida de alguém que recebeu a salvação e a vida de alguém que ainda não recebeu a salvação. Vocês irão realmente viver as coisas das quais vocês só ouviram falar. Aqueles que verdadeiramente receberam a salvação estão felizes pelo fim que virá. Mas aquele que não recebeu a salvação temerá o fim que virá. Isso é porque quanto mais o fim se aproxima, mais próximo está o dia que eles irão para o castigo eterno ou, em outras palavras, o fogo eterno. O dia em que os pecadores irão para o fogo está chegando cada vez mais próximo.
 
 
Vamos Todos nos Unir a Obra Pelo Evangelho e Receber a Mesma Recompensa
 
Amados irmãos, vamos ter bom ânimo e trabalhar. Um Chefe do Executivo de nosso país disse: “O mundo é grande, e há muito o que fazer”. O famoso Chefe do Executivo que disse essas sábias palavras falhou em fazer os pagamentos e ficou arruinado, mas nós não somos como ele. Você e eu fazemos a obra de Deus usando o que é dEle. Nós fazemos a obra como servos do tabernáculo.
Queridos irmãos, eu creio que muitos receberão a salvação no futuro. Se uma pessoa que está no mundo recebe a salvação, ela recebe 200 ou 300 cópias dos nossos livros e os distribuem para os outros. Então se alguém nasce de novo por ler nossos livros, ele dá 200 ou 300 vezes mais frutos. Dessa forma, o Senhor prega o evangelho no mundo todo. Ao dar a todos a oportunidade de nascer de novo, Ele traz de volta o povo que estará diante dEle, e faz com que todos os demais ouçam o evangelho através desse povo, e os salva. Deus faz essa obra através de nós, e é difícil nós fazermos isso, mas se agüentarmos um pouco mais, você e eu herdaremos o Reino de Deus.
Amados irmãos, vamos todos nos unir pela obra do evangelho e receber a mesma recompensa. Vamos concentrar nossos esforços nisso e trabalhar um pouco mais. Quanto mais livros forem editados no futuro, mais as pessoas serão alimentadas. Há também muitas pessoas à sua volta que valem a pena ser alimentadas.
Se todos trabalharem com toda sua força, com aquilo que Deus lhes deu e servirem ao Senhor, o Espírito em nosso coração ficará feliz. Isso não é algo que devemos apenas reclamar por estar sendo difícil; é bom para nós termos comunhão uns com os outros e cuidarmos uns dos outros nas dificuldades. Então, iremos trabalhar para o evangelho até o dia que o Senhor voltar, iremos segui-Lo, e definitivamente estaremos na lista dos que receberão as bênçãos.

Vamos viver dessa maneira. Aleluia!