The New Life Mission

Sermões

Assunto 15: A Epístola do Apóstolo Paulo aos GÁLATAS

[Capítulo 5-5] (Gálatas 5:16-26) Ande Segundo a Vontade do Espírito

(Gálatas 5:16-26)
“Corríeis bem. Quem vos impediu de obedecer à verdade? Esta persuasão não vem daquele que vos chamou. Um pouco de fermento leveda toda a massa. Confio de vós, no Senhor, que não haveis de pensar de nenhum outro modo. Mas aquele que vos inquieta, seja ele quem for, sofrerá a condenação. Eu, porém, irmãos, se ainda prego a circuncisão, por que é que sou perseguido? Logo o escândalo da cruz está desfeito. Quanto aos que vos andam inquietando, oxalá se mutilassem. Vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis, porém, a liberdade para dar ocasião à carne; mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Toda a lei se cumpre numa só palavra, a saber: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros. Digo, porém: Andai no Espírito, e não satisfareis à concupiscência da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito o que é contrário à carne. Estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. As obras da carne são conhecidas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, pelejas, dissensões, facções, invejas, bebedices, orgias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos preveni, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito. Não nos tornemos convencidos, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.”
 
 
Os Desejos da Carne
 
Aqui nessa passagem bíblica, o apóstolo Paulo está dando uma explicação sobre as obras da carne e o fruto do Espírito comparando-os uns com os outros. Antes de mais nada, Paulo destaca que as obras da carne são evidentes, e então passa a listá-las como se segue: “prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, pelejas, dissensões, facções, invejas, bebedices, orgias, e coisas semelhantes a estas”. Paulo então fala sobre o fruto do Espírito, dizendo: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio”.
Deus diz aqui que o primeiro fruto do Espírito é o amor. Esse amor se refere ao amor da salvação de Deus concedida a toda a humanidade (1 João 4:10). Só quem recebeu esse amor de Deus é que pode pôr esse amor em prática. Deus permitiu que os pecadores recebessem Dele a remissão dos seus pecados, que entrassem no Céu, e compartilhassem o Seu amor uns com os outros; e este é o verdadeiro amor. A Bíblia chama esse amor de “o amor da verdade” (2 Tessalonicenses 2:10). Por isso, a maior expressão do amor para a humanidade é pregar o evangelho da água e do Espírito e todos os seres humanos, e assim fazer com que eles recebam a remissão dos seus pecados. Conforme os justos que receberam a remissão dos seus pecados têm comunhão uns com os outros através do amor de Deus, eles passam a compartilhar a alegria e a felicidade uns com os outros. E por causa desse amor os justos nascidos de novo não brigam entre si, mas suportam uns aos outros desfrutando a paz. Deste modo, os nascidos de novo podem dar frutos de amor, gozo, e paz por meio do Espírito Santo.
O que, então, são os frutos da carne que o apóstolo Paulo está falando? Ele os descreve como prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, pelejas, dissensões, facções, invejas, bebedices, orgias. Todos eles são completamente opostos ao amor, ao gozo, e a paz, que são frutos do Espírito. As obras carnais do homem são sempre acompanhadas de idolatria, feitiçaria, e inimizades. Entre essas obras da carne, a feitiçaria significa os truques para enganar os outros. Significa enganar as pessoas com trapaças magoando seu coração. Inimizades, por outro lado, é o mesmo que brigar e discutir uns com os outros, e matar uns aos outros ao invés de compartilhar a alegria.
Os desejos carnais dos seres humanos os fizeram inimigos de Deus, levando-os a buscar satisfazer suas ambições egoístas e a contender uns com os outros, incitando-os à violência, e fazendo com que sua ira os levasse a ser facciosos e se colocassem uns contra os outros. Dissensão significa agir separadamente quando há conflito de opiniões diferentes. As pessoas carnais que ainda não nasceram de novo buscam uma fé diferente da fé dos que crêem no evangelho da água e do Espírito, e querem pregar também esse outro evangelho. Em outras palavras, eles tentam de todo jeito subjugar o evangelho da água e do Espírito. Essa é a ganância tola da humanidade.
Paulo também diz que os desejos da carne são facções, invejas, e bebedices. Os facciosos são pervertidos e vivem pecando, e já por si mesmos estão condenados (Tito 3:10-11), porque eles não crêem no evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, os facciosos são aqueles que buscam seus desejos carnais em detrimento à justiça de Deus.
A Bíblia nos diz que Jeroboão ficou conhecido como um homem que praticou a idolatria abertamente. Antes disso ele fazia parte do povo de Deus, mas quando se tornou rei de Israel, ele mandou fazer dois bezerros de ouro a fim de que o povo os adorasse e não fossem para Jerusalém. Por seguir os desejos da sua carne, ele acabou cometendo um grande pecado ao deturpar a Verdade de Deus.
A Bíblia diz que bebedices e orgias também são obras da carne.
 
 
A Vontade do Espírito Santo
 
Por outro lado, o fruto do Espírito é amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, e domínio próprio. Existe alguma coisa ruim nestes frutos do Espírito? Não, nenhuma. Você não quer produzir esses frutos do Espírito em abundância? Nós, os justos que nasceram de novo da água e do Espírito desejam ser guiados pelo Espírito Santo. Porém se quisermos ser realmente guiados pelo Espírito Santo, teremos que ter fé no evangelho da água e do Espírito, anunciar esse evangelho, servir ao Senhor que nos deu esse evangelho, e segui-Lo. Que tipo de frutos os Seus seguidores produzem? Eles produzem os frutos do amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, e domínio próprio.
Aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito amam as outras almas. E eles querem juntos compartilhar a alegria da salvação do pecado, e ter paz uns com os outros. Nós não queremos inimizades, mas, sim, ter paz com todos.
O apóstolo Paulo nos disse para fazermos a vontade do Espírito Santo. Nós que recebemos a remissão dos nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito recebemos também o dom do Espírito Santo em nosso coração, e agora o Espírito que habita em nós cumpre Sua vontade em nossa vida. Nós, os nascidos de novo, podemos fazer a vontade do Espírito Santo quando fazemos também o que agrada a Deus. E o que agrada a Deus é que creiamos e sigamos o evangelho da água e do Espírito, e anunciemos esse evangelho.
Entretanto, só porque alguém recebeu a remissão dos seus pecados, isso não significa que ele agora não tem mais nenhum desejo carnal? Não, a coisa não bem é assim. Como Paulo disse: “as obras da carne são conhecidas” (Gálatas 5:19), por isso até mesmo os santos não estão livres de ter esses desejos da carne. Todavia, já que os justos rejeitaram tudo isso pondo sua fé no evangelho da água e do Espírito e seguindo o Espírito, eles vivem uma vida diferente da dos pecadores. O desejo dos justos é fazer o que agrada a Deus, ter fé na Sua Palavra, servir ao Senhor, e se dedicar à pregação do evangelho da água e do Espírito conforme a Grande Comissão. É por isso que seu amor é grandioso. Aqueles que foram salvos crendo no evangelho da água e do Espírito servem ao evangelho compartilhando essa alegria indescritível neste mundo, vivem em harmonia, põem em prática o autocontrole, tudo suportam, são misericordiosos, e realmente fazem toda a obra de Deus.
Contudo, até mesmo nós, os nascidos de novo, podemos ceder às obras da carne se não andarmos no Espírito. E não tem nada haver o fato de algumas pessoas evitar as obras da carne porque em si mesmas têm autocontrole, enquanto que outras caem cedem às obras da carne por não terem esse autocontrole. A natureza humana é do tipo que alguém está 100 por cento propensos a buscar as obras da carne se não fazer a vontade do Espírito. Se formos nossos próprios reis servindo a nós mesmos ao invés do Senhor, então é 100 por cento garantido que nós inevitavelmente praticaremos as obras da carne. E se isso acontecer, não daremos os frutos de Espírito de forma alguma em nossa vida.
A nossa carne é extremamente fraca. Mas mesmo assim nós queremos fazer o que agrada a Deus sendo guiados pelo Espírito Santo. Mesmo sendo incapazes, nós oferecemos nosso corpo e nosso coração ao Senhor e O seguimos pela fé, e por isso o Senhor dá testemunho do amor de Deus através de seres tão incapazes como nós. Em outras palavras, nós passamos a compartilhar a alegria que Deus nos deu. Os que receberam a remissão dos seus pecados não somente compartilham a alegria e a felicidade uns com os outros, como também exercem a compaixão, têm paz com todos, e suportam uns aos outros.
Todos esses frutos nascem naqueles que têm fé em Deus porque eles vêm do Espírito Santo. Se tivermos compaixão por cada ser humano e quisermos pregar o evangelho da água e do Espírito para todos, o Espírito Santo fará com que produzamos esses frutos então. Melhor dizendo, nós não damos esses frutos por nós mesmos. Nós não podemos dar esses frutos por contra própria. Somente quando seguimos o Espírito Santo, fazemos a vontade de Deus, e obedecemos Seu querer, é que nós podemos dar o fruto do Espírito.
 
 
Nós Temos que Ficar Longe dos da Circuncisão
 
Na passagem bíblica que vimos aqui, o apóstolo Paulo repreende os da circuncisão por causa da sua fé enganosa, ao dizer a eles: “Se desfaçam dessa mentira. Façam a vontade do Espírito Santo. Os que pertencem a Jesus Cristo crucificaram suas paixões e desejos. Eles não insultam nem invejam uns aos outros. Não brigam entre si por causa de uma glória vã. Não buscam ser maiores do que os outros. Eles somente buscam o Espírito Santo. Procuram fazer a Sua vontade. Isso que é fazer a vontade de Deus. E embora vocês sejam incapazes, é assim que vocês têm que viver.” Você eu também temos que ouvir a exortação do apóstolo Paulo.
Nós precisamos, através do livro de Gálatas, que aponta a fé errada dos da circuncisão, desmascarar essa fé enganosa dos cristãos que afirmam que a remissão de pecados é recebida por meio das orações de arrependimento. E guardando essas lições de Gálatas em nosso coração, temos que ter muito cuidado para não sermos enganados por essa fé legalista. Se nós não dermos ouvido ao aviso de Paulo, é muito provável que nós também fiquemos como os da circuncisão. Todavia, se fizermos apenas a vontade do Espírito Santo, por mais que sejamos incapazes, mesmo assim nós podemos produzir o fruto do Espírito com a Sua ajuda. Tudo é possível se fizermos a vontade do Espírito.
O apóstolo Paulo disse: “E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gálatas 5:24). Se quisermos fazer a vontade do Espírito, nós primeiro temos que crucificar as paixões e concupiscências da nossa carne. Meus amados irmãos, quando Jesus Cristo foi crucificado as paixões e concupiscências da nossa carne não foram crucificadas com Ele também? Você pode até negar isso, mas todos nós de fato morremos naquela hora. Nosso Senhor nos salvou ao levar sobre Si nossos pecados com Seu batismo, ao morrer na Cruz, e ao ressuscitar dos mortos, e por isso nossa vida de antes foi crucificada e ressuscitou com Ele se tornando uma nova vida. Mesmo que você e eu creiamos ou não, o Senhor já acabou com as paixões e concupiscências da nossa carne. E o Senhor nos deu uma nova vida, apesar Dele não ter ressuscitado nosso corpo ainda, mas nosso espírito. Mas Ele ressuscitará nosso corpo quando Ele voltar.
O mais importante agora é se aceitamos ou não isso em nosso coração. Já que nós cremos no evangelho da água e do Espírito, é imprescindível que reconheçamos também pela fé que nosso velho eu já morreu, e que agora ressuscitamos com Jesus Cristo. Aqueles que crêem nessa verdade podem de fato levar uma vida justa e sábia diante de Deus segundo a vontade do Espírito Santo.
Você crê que seu velho eu já foi crucificado com Cristo, e que seu espírito ressuscitou com Ele? Isso significa que agora temos novas paixões. E essa paixão nada mais é do que o amor a Deus, à verdade da salvação que Ele nos deu, e a produzir o fruto do Espírito. A desejo de servir ao evangelho da água e do Espírito para que outros também possam conhecer o amor de Deus é o ápice do desejo do Espírito Santo.
Nós podemos ver que um novo desejo surgiu em nosso coração, e esse desejo não é nenhum senão o desejo do Espírito Santo. Eu desejo sinceramente que busquemos satisfazer esse desejo.
Nós que nascemos de novo pelo evangelho da água e do Espírito temos que viver pela fé. Eu me alegro muito em viver pela fé que tenho no evangelho da água e do Espírito. Eu sou realmente muito grato a Deus por ter permitido que você e eu tivéssemos essa fé. Toda essa alegria é compartilhada pelos nossos parceiros em outros continentes e por todos os servos de Deus e irmãos na Coréia também.
Os da circuncisão insistiam que ao invés de crerem no evangelho da água e do Espírito, os cristãos tinham que receber a circuncisão e guardar o Sábado, e por causa deles, a Igreja Primitiva acabou sendo varrida da história. Assim como os da circuncisão que causaram confusão nas igrejas da Galácia e que as levaram à destruição estavam completamente enganados, os que hoje em dia defendem as obras da carne afirmando que é pelas orações de arrependimento que se alcança a remissão de pecados também estão enganados. Nós não temos nenhuma garantia de que não nos tornaremos como os da circuncisão que surgiram nas igrejas da galácia. Mesmo se não nos opormos ao evangelho da água e do Espírito, se nós seguirmos as paixões e concupiscências da nossa carne, isso acabará acontecendo.
Sendo assim, nós agora temos que ter uma nova paixão – isto é, paixão do Espírito Santo. A paixão do Espírito Santo é uma paixão sagrada. Portanto, temos que nos alegrar com tudo que agrada a Deus também, e temos que pregar o evangelho no mundo todo, obedecendo e cumprindo Sua vontade, como Ele mandou que fizéssemos. O Senhor disse que faria de nós Seus discípulos que pregariam o evangelho da água e do Espírito até os confins da terra, e assim, estamos pregando esse verdadeiro evangelho no mundo todo em obediência a Ele. Eu creio que essa é a vida correta para todos nós. Eu creio que é muito justo fazermos a obra de Deus, servir ao evangelho da água e do Espírito, e pregar esse evangelho em todo o mundo. Eu creio que a mais verdadeira e que vale a pena é aquela vivida para fazer a vontade do Espírito Santo. Você também acredita nisto?
Deus nos deu um desejo novo. E nós agora temos novos desejos. Nós temos que viver neste mundo com esse desejo e essa paixão pelo amor. É assim que eu e você e eu temos que viver. Nós temos que viver desse jeito até o fim. Uma vez que se nasce, todos terão que comparecer diante de Deus. Quando estivemos diante do trono do juízo de Deus, nós ouviremos Ele dizer: “Bem está servo bom e fiel”.
Deus disse que aqueles que, depois de terem sido salvos crendo no evangelho da água e do Espírito, viverem segundo os desejos da sua carne e não servirem ao evangelho, são mais vis do que aqueles que ainda não receberam a remissão dos seus pecados. Estes enfrentarão um julgamento ainda mais terrível (Mateus 25:14-30; Lucas 12:47-48). Nós temos que ter isso bem em mente.
O desejo carnal não escolhe idade; o desejo carnal surge na mente de todos, jovens ou adultos. Quando o desejo carnal crescer em você, primeiro você tem que pensar numa coisa, no evangelho da água e do Espírito. Você tem que reconhecer que é uma pessoa fraca, e que suas paixões e concupiscências já foram crucificados com o Senhor, porque Ele te salvou com Seu batismo e com Sua morte na Cruz. E por isso você tem que se dedicar à obra para servir ao evangelho.
A melhor maneira de ser abençoado é trabalhar para servir ao evangelho da água e do Espírito. Você e eu temos que ter o mesmo desejo do Espírito Santo e caminhar com Ele. O Senhor disse: “Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Se nós buscarmos a Sua justiça em nossa vida, o Senhor suprirá todas as nossas necessidades. Nós cremos que o Senhor suprirá todas as nossas necessidades humanas no Seu tempo.
Nós temos que pregar o evangelho da água e do Espírito todos os dias. Se não fizermos isso, não terá como as pessoas neste mundo conhecerem este genuíno evangelho. E já que a maioria dos cristãos não entende a Bíblia mesmo que afirmem crer em Jesus, muitos deles acabarão se desviando. Temos que pregar esse evangelho em todos os lugares até o dia da nossa morte.
Assim como você e eu, aqueles que servem ao evangelho da água e do Espírito são pessoas que procuram fazer a vontade do Espírito Santo. E eu sou muito grato a Deus por isso. Eu sou grato demais a Deus. Embora minha saúde seja fraca e meu corpo debilitado, eu jamais desistirei da obra que o Senhor me confiou. Eu não posso simplesmente desistir dessa obra valiosa, porque Deus a confiou a mim. Eu quero realizar a obra de Deus até meu último suspiro, e quero completar cada obra que Ele confiou a mim, pois eu não quero que elas deixem de ser feitas.
Nós colocamos um novo e-book no nosso website hoje. E só hoje tivemos mais de 5000 visitas ao nosso site. O número de visitantes aumentou muito só por termos oferecido de graça outro e-book. Os consumidores costumam freqüentar lojas que tem produtos novos na vitrine. Se alguém abrir uma grande loja, com muitas variedades, mas não tiver um estoque de produtos bons, as pessoas que comprarem lá nunca mais voltarão. Por outro lado, se uma loja renovar sempre seus estoques com produtos novos e variados, só de falar as pessoas correrão para comprar lá. Por isso nós continuaremos a oferecer o pão fresco espiritual através do nosso website.
Essas pessoas que conheceram o evangelho da água e do Espírito através do nosso website não podem nos conhecer pessoalmente, elas só nos conhecem pelos nossos livros, e por isso elas não têm outra escolha a não ser confiar no nosso ministério de literatura. É por isso que, através dos nossos livros, precisamos apresentar soluções concretas para todos os problemas que elas possam enfrentar, sejam eles espirituais ou de qualquer tipo. “Antes eu também achava que a remissão de pecados era alcançada fazendo orações de arrependimento, mas depois que eu li esse livro eu entendi que defender as orações de arrependimento é algo totalmente maligno. Eu achava que a diferença entre a minha fé e a deles era pequena, mas agora que eu entendi melhor posso ver que há uma grande diferença”. Se as pessoas conseguem entender isso neste livro, nós estamos sendo bem sucedidos então. Somente quando eles entenderem isso muito bem é que eles poderão pregar o evangelho da água e do Espírito às outras pessoas.
No tempo certo eles também não sentirão o mesmo desejo do Espírito Santo e O seguirão? É uma coisa maravilhosa o desejo de Deus que nasce em seu coração. Eles sentirão em seu coração o desejo de pregar o evangelho, de dar testemunho da sua fé, e de se encontrar e ter comunhão com os outros justos como eles. Quando esse desejo do Espírito Santo nascer dentro deles, nós poderemos servir ao evangelho da água e do Espírito juntos, e quanto mais eles servirem ao evangelho, mais o meu coração se encherá de alegria.
Meus amados irmãos, vocês agora têm a resposta certa da pergunta sobre como devemos viver? Como é que nós devemos viver agora? Nós devemos viver segundo a vontade do Espírito Santo. Não há nada mais alegre e maravilhoso do que isso.
Meus amados irmãos, agora é realmente o tempo de nós despertarmos do nosso sono. É tempo daqueles que estavam dormindo despertar. Catástrofes terríveis vão acontecer. Se nós sofrêssemos algum acidente de repente ficaríamos chocados. Recentemente, uma avalanche de neve inesperada causou um transtorno num país inteiro. No fim de março desse ano, nós tivemos a maior nevasca em 100 anos que devastou muitos lugares na Coréia. Por perderem tudo que possuíam, ficando com seu coração triste e magoado, e sem esperança por causa desse desastre, muitas pessoas desistiram de viver. Ontem foi decretado estado de calamidade na província de Chungchung. Imagine você viajando por uma estrada. De repente seu carro é atingido por uma avalanche e você fica preso dentro do seu carro por 24 horas sem nenhuma comida. Isso é o que podemos chamar de desastre. E o problema é que isto está para se tornar pior e mais freqüente.
Não vai demorar muito para que estejamos diante de Deus, e eu desejo e oro para que nós, os últimos participantes da corrida do evangelho, possamos correr só mais um pouco para cruzar a linha de chegada em glória. E a linha de chegada não está muito longe. Se você por acaso pensa que o Senhor não vai voltar logo, e fica se divertindo cometendo pecados em sua vida jogando, bebendo, e buscando os prazeres carnais deste mundo, quando no dia do Senhor Ele envia suas pragas a este mundo, seu corpo certamente morrerá junto com seu espírito. Por esse motivo, todos nós temos que preparar nossa fé para enfrentarmos o dia final, e ao invés de cedermos a este mundo, devemos viver para a justiça de Deus para então estarmos na Sua presença. Se em nossa vida formos cativados pela beleza deste mundo, acabaremos deixando o Senhor mesmo que Ele não nos rejeite. Não vamos nos sujar com o pecado então, mas vamos viver tendo uma fé pura e imaculada segundo a vontade do Espírito Santo, para que nosso coração não se corrompido e acabe abandonando o Senhor.
Há muitas pessoas que deixaram a Igreja de Deus e agora não conseguem retornar. Elas não conseguem retornar porque amam mais o mundo do que o Senhor. Elas não conseguem vir para a Igreja imaculada porque seu coração está sujo com todo tipo de imundície. Você tem que ter isso muito bem em mente. A Bíblia nos adverte: “Lembrai-vos da mulher de Ló” (Lucas 17:32). Na verdade, não foi só a mulher de Ló que teve seu corpo e seu espírito destruídos por amar o mundo e seguir os desejo da carne, mas ele também. E mesmo que você não tenha passado por uma tragédia assim, você tem que saber que esse tipo de vida só pode terminar desse jeito e confiar na Palavra de Deus. Nós tiramos um lição muito importante vendo como tantos justos pereceram antes de nós por seguirem os desejos da carne. Portanto, não devemos ter inveja uns dos outros. Por que as pessoas são enganadas? Porque elas não se desfizeram das paixões e desejos da sua carne, e porque não querem viver segundo a vontade do Espírito Santo. Deus nos disse tudo. Ele nos disse para crermos na Palavra que ouvimos, para obedecê-la pela fé, e para a praticarmos em nossa vida com nossos atos.
Nós não temos como dizer na Igreja de Deus agora: “Eu não posso fazer a vontade de Deus porque eu não a conheço”. Espiritualmente falando, a Igreja de Deus a qual pertencemos já tem 2000 anos de história, tendo seu início na Igreja Primitiva. Os sermões que pregamos regularmente na Igreja foram lançados como livros, e agora, além desses livros que edificaram a base do evangelho, nós estamos publicando livros para o crescimento espiritual daqueles que nasceram de novo. Todos estes livros são traduzidos e publicados em dezenas de línguas no mundo inteiro, e o total dos nossos títulos já passou de 200.
Nós temos que continuar ouvindo a Palavra que antes nós já havíamos ouvido, e nós temos que meditar nela e levar seus ensinamentos à Igreja pela fé. E temos que agir de acordo com essa fé, a obedecendo em nossas atitudes, e seguindo ao Senhor com os servos de Deus e aqueles que nos precederam na fé. É isso que temos que fazer. Assim então nós não seremos mais soberbos e não contenderemos uns com os outros.
O que significa ser soberbo, irritando e invejando uns aos outros? Isso é o mesmo que exaltar a si mesmo. Por que os da circuncisão a defendia nas igrejas da Galácia? “Você e eu fomos salvos da mesma forma por crermos no evangelho da água e do Espírito, mas existe uma forma de eu ser maior do que você. Olhando bem, eu posso ver que você não entende muito bem o que é a circuncisão. Você ainda não entendeu que era uma exigência no Antigo Testamento que para alguém se tornar descendente de Abraão e se unir ao povo de Deus Ele tinha que ser circuncidado fisicamente”. Pensando dessa forma, os da circuncisão se gabavam por terem sido circuncidados, e tentavam oprimir aqueles que receberam a remissão de pecados antes deles, dizendo: “Você já foi circuncidado? Eu posso ver que você não foi. Seja circuncidado. Se você for circuncidado agora, você será meu aluno. Você estará sob meus cuidados”. Eles recorriam a isso porque não conseguiam se livrar dos seus desejos carnais, e por isso procuravam se exaltar.
Que benefício há em se exaltar, já que se desfazer dos desejos da carne é o que nós realmente deveríamos fazer? Se alguém é muito exaltado, isso significa que ele tem que servir ainda mais. Não é verdade? É por isso que algumas pessoas dizem: “Eu quero continuar sendo só membro”. Por que elas dizem isso? Porque elas não querem servir. Quando olhamos mais atentamente, podemos ver que os membros na Igreja não são repreendidos com firmeza até mesmo quando eles não servem muito ao evangelho.
Os servos de Deus também não repreendem duramente os membros. É por isso que algumas pessoas querem continuar sendo leigas. Mas isso é uma idéia errada. Todos que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito devem servir a Deus e a este genuíno evangelho. Simples membros ou pastores, todos têm que servir como obreiros. É um grande erro pensar que não tem problema algum se os membros viverem conforme querem sem servir ao Senhor. Todo nascido de novo indubitavelmente está destinado a servir ao Senhor naquilo que foi chamado.
Em alguns aspectos, pode ser até mais difícil ter uma vida de fé sendo membro. Isso porque eles não vivem inteiramente para o Senhor, e ao mesmo tempo não vivem inteiramente para o mundo. Sendo assim, eles não poderiam ser bem sucedidos tanto na Igreja quanto no mundo também? Isso pode ser ainda mais difícil para eles. É muito mais fácil alguém ser totalmente fiel a um só senhor, porque assim ele poderá ser recompensado, e também honrado e abençoado sendo fiel a um só Senhor.
De qualquer forma, todos têm que servos de Deus pelo menos em seu coração. Embora sejamos filhos de Deus, nós também temos que ser Seus servos. Nós nascemos de novo da água e do Espírito, e por isso, devemos viver pela fé tendo o coração na obra do Senhor. Por menor que seja a consideração que alguém tenha por nós, não devemos nunca temer, mas, sim, devemos viver para fazer a vontade do Espírito Santo. Para nós essa é a maneira mais abençoada de viveremos e de termos a mais pura fé.