Sermões

Assunto 15: A Epístola do Apóstolo Paulo aos GÁLATAS

[Capítulo 6-1] (Gálatas 6:1-10) Vamos Repartir com Todos a Boa Obra de Deus

(Gálatas 6:1-10)
“Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, corrigi o tal com espírito de mansidão. Mas olha por ti mesmo, para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Se alguém pensa ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo. Mas prove cada um a sua própria obra. Então terá motivo de glória só em si mesmo, e não em outrem, pois cada qual levará o seu próprio fardo. E o que é instruído na palavra, reparta todas as coisas boas com aquele que o instrui. Não vos enganeis: Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará. O que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer o bem, pois a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé.”
 
 
Eu perguntei a todos naquela noite se eles tinham jantado bem. E essa foi a primeira vez que não tivemos nenhum evento esportivo durante nosso encontro de avivamento. Nossos pastores e eu estávamos tão cansados que fomos direto para a cama e caímos no sono. Talvez estejamos tão esgotados e nos sentindo tão cansados assim estes dias no corpo e no espírito por causa do trabalho duro que nós temos feito para servir ao evangelho.
 
 
A Razão pela qual Temos que Repartir as Coisas Boas é Muito Clara
 
Gálatas 6:6-7 diz: “E o que é instruído na palavra, reparta todas as coisas boas com aquele que o instrui. Não vos enganeis: Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará”. O apóstolo Paulo nos diz aqui que o que é instruído na palavra deve repartir todas as coisas boas com quem o instrui. Eu creio que se levarmos uma vida de fé entendendo bem essa passagem, nós teremos uma vida de fé tranqüila e maravilhosa como um barco navegando numa brisa suave.
Nós temos que repartir todas as coisas boas com a Igreja de Deus. É algo de suma importância que nós compartilhemos nossa fé no Senhor e Suas obras junto com a Igreja de Deus. Se os servos de Deus e os santos que receberam a remissão dos seus pecados não repartirem as coisas boas com a Igreja eles passarão por inúmeras dificuldades. Já que Deus nos mandou repartir as coisas boas com Sua Igreja, temos que ser um com Deus colocando nossa fé no evangelho da água e do Espírito que nos salva de todos os nossos pecados. Os santos da Galácia não fizeram isso, e foi por isso que o apóstolo Paulo os exortou assim.
 
  
Aqueles que Tentaram Fazer Parte do Povo de Deus sendo Circuncidados
 
O apóstolo Paulo disse: “Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7). Em outras palavras, se alguém crê que pode ser tornar por completo descendente de Abraão só por aceitar o evangelho da água e do Espírito e sendo também circuncidado, sua fé em si está completamente errada. Deus nos salvou de todos os nossos pecados através da Verdade do evangelho da água e do Espírito, mas apesar disso, se criarmos um evangelho estranho e crermos nele, isso é o mesmo que cometer um erro muito grave contra Deus. A fé dos santos da Galácia não poderia estar mais errada porque eles tentaram fortalecer sua fé e fazer parte do povo de Deus por completo imitando a fé dos da circuncisão.
Os crentes das igrejas da Galácia não foram salvos sendo circuncidados. Sendo assim, a fé dos da circuncisão era uma fé errada que ignorava completamente a graça de Deus. Deus nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito. Portanto, nós temos que crer no evangelho da água e do Espírito de todo o coração como ele está escrito na Bíblia, e também temos que nos achegar a Deus pela fé. O problema nas igrejas da Galácia, entretanto, era que havia muitas pessoas que criam que eram salvas através de uma fé errada inventada por si mesmas ao invés de crerem nesse genuíno evangelho da água e do Espírito.
A palavra “escarnecer” na passagem bíblica aqui significa “rir de, desprezar ou desrespeitar”. Em outras palavras, Deus está dizendo aqui que aqueles que tentavam se tornar cristãos sendo circuncidados estavam na verdade escarnecendo e também desprezando a Deus com sua própria fé falsa. Já que sua fé na salvação estava colocada em algo inventado por mesmos, eles na verdade estavam afirmando que Deus não fez nada por eles.
Sempre que tenho tempo eu penso sobre missões mundiais e sobre toda a obra de Deus. Meu coração é todo dedicado a pregar o evangelho da água e do Espírito. Hoje mesmo eu tive uma conversa com meus pastores sobre como podemos servir melhor a este lindo evangelho. Eu tenho preparado muitos projetos e os implementado junto com a Igreja de Deus para servir a este evangelho dado por Deus. E quando você participa destes projetos comigo isso é o mesmo que participar da Grande Comissão e seguir ao Senhor. Ao invés de buscar fazer algo por si mesmo, é imprescindível que você reflita sobre como você pode ajudar a Igreja de Deus a servir ao evangelho da água e do Espírito, e sobre como você pode participar dessa obra pela fé. É quando nosso coração compartilha o evangelho da água e do Espírito que a obra de pregar o evangelho avança mais rápido.
Assim como o apóstolo Paulo disse: “reparta todas as coisas boas com aquele que o instrui”, todos os princípios que se referem a servir ao evangelho estão contidos nessa passagem. Paulo também disse: “Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo” (1 Coríntios 11:1). Já que Paulo nos disse para que não o seguíssemos em pecado, mas para que repartíssemos as coisas boas, é justo que façamos isso então. Já que a fé do apóstolo Paulo estava correta, o certo é que sirvamos ao Senhor como ele, fazendo a obra de Deus tendo um só coração com o apóstolo Paulo, pois isso é o mesmo que fazer a obra de Deus de fato. Foi por isso que o apóstolo Paulo nos disse: “reparta todas as coisas boas com aquele que o instrui”. Se nós entendermos essa Palavra e a seguirmos, receberemos bênçãos espirituais.
O apóstolo Paulo deixou claro que os justos tinham que crer no evangelho da água e do Espírito e pregá-lo, reprovando a fé enganosa dos que defendiam a circuncisão naquela época. Se o apóstolo Paulo nos disse para repartirmos todas as coisas boas, o que eu e você devemos fazer agora então? A nossa responsabilidade é simples: nós temos que nos achegar a Deus de coração e crer no evangelho da água e do Espírito, e meditar nesse genuíno evangelho todos os dias fazendo a obra de Deus na Sua Igreja. Assim como para tomarmos uma decisão nós consultamos alguém primeiro, tudo que nos resta agora é investir todos os nossos recursos para fazer essa obra.
Nós estamos trabalhando em certas áreas pela fé a fim de levantarmos recursos necessários para pregar o evangelho. De certa forma, esses projetos podem parecer irresponsáveis, mas eles não são para satisfazer as ambições pessoais de ninguém, e sim, para pregarmos o evangelho. Deste modo, se todos nós fizermos essa obra, nós receberemos juntos as bênçãos de Deus. Quando fazemos a boa obra passamos a servir bem ao Senhor e nossa fé é fortalecida, e também recebemos Suas abundantes bênçãos. Se você não participar da obra que faz a Igreja de Deus, e ao invés disso voltar sua atenção para outra coisa ao achar que Deus confiou a você algo diferente para fazer, você então não poderá mais servir ao Senhor.
Há alguns anos, algumas pessoas nos deixaram e foram para o mundo depois de terem servido ao evangelho da água e do Espírito junto conosco. Na verdade, elas deixaram a Igreja de Deus porque não creram totalmente no evangelho da água e do Espírito como nós. Melhor dizendo, essas pessoas saíram acusando a Igreja de Deus porque não tinham comunhão com os justos devido a sua falta de fé neste genuíno evangelho.
Na Verdade, se os servos de Deus servirem ao evangelho da água e do Espírito antes de tudo, os santos então seguirão os passos do seu líder pela fé. Sendo assim, os líderes pedem aos santos que dêem ofertas? Não, eles não podem, e mesmo assim algumas pessoas ainda acham difícil ficar na Igreja de Deus. Só há uma razão para isso: eles não crêem fielmente no evangelho da água e do Espírito. Tudo que a Igreja faz quando os exorta é para defender e anunciar sua fé no evangelho da água e do Espírito.
O que eles querem é que a Igreja lhes ofereça algo para satisfazer suas necessidades carnais, mas nós somos totalmente dedicados à missão mundial, realizando todo mês reuniões de avivamento, pregando o evangelho da água e do Espírito todos os dias, e vivendo para a justiça de Deus a todo o momento. É claro que eles agem assim em parte porque são levados pela tentação, mas falando francamente, os que deixaram a Igreja de Deus fizeram isso porque foram buscar satisfazer sua própria ganância e se recusaram a fazer parte da Igreja de Deus. Eles deixaram a Igreja porque sua fé não estava firme o suficiente em seu coração. Eles deveriam ter repartido as coisas boas com a Igreja, ouvido o evangelho da água e do Espírito com seus ouvidos, e crido nele com seu coração, mas eles não fizeram isso e acabaram deixando a Igreja por causa disso.
Quando nos reunimos no culto, eu deveria pregar citando alguns filósofos irrelevantes como Sócrates, Platão, Nietzche e Hegel? O que os argumentos desses homens trariam de bom à nossa vida de fé se os ouvíssemos? Nós não nos preocupamos em ficar discutindo os eventos culturais e os acontecimentos recentes. Tudo que precisamos é pregar em detalhes o que a Palavra de Deus está realmente dizendo e fazermos a boa obra de Deus. O problema, contudo, é que muitas pessoas não fazem isso, mas ao invés disso levam uma vida de fé da maneira que é melhor para elas – e é por isso que elas enfrentarão a morte espiritual.
Os santos das igrejas da Galácia estavam levando uma vida de fé segundo sua própria vontade. E mesmo o apóstolo Paulo não tendo ensinado isso a eles, os cristãos da Galácia tinham sua própria fé e seu próprio evangelho, e criam naquilo que eles escolheram. Foi por isso que o apóstolo Paulo disse: “Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema” (Gálatas 1:9).
 
 
Qual Era o Evangelho que o Apóstolo Paulo Pregava?
 
Houve um tempo em que eu não tinha nem idéia de qual era ‘o evangelho pregado pelo apóstolo Paulo’. Eu pensava: “Na Bíblia existe o evangelho de Marcos e Mateus, mas qual era o evangelho que o apóstolo Paulo pregava? É estranho. Paulo disse: “Se alguém pregar outro evangelho além deste que eu estou anunciando a vocês, que ele se amaldiçoado”, mas isso significa que existe outro evangelho a não ser o evangelho do sangue da Cruz? Paulo era tão espiritual que o evangelho que ele cria era algo diferente?”
Antes de eu nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito eu não conhecia esse verdadeiro evangelho e cria somente no sangue da Cruz. Todavia, depois de nascer de novo, eu finalmente pude entender que o evangelho pregado por Paulo não era nenhum outro senão o evangelho que continha o batismo de Jesus e Seu sangue na Cruz.
Sempre que o apóstolo Paulo mencionava o evangelho ele falava claramente do evangelho da água e do Espírito. Deus se agradava quando os santos criam no evangelho pregado por Paulo e quando eles uniam seu coração ao de Paulo na tarefa de pregar esse evangelho, orando, crendo e servindo com Paulo. E se nós tivermos essa fé, não haverá problema algum.
No entanto, os santos das igrejas da Galácia estavam seguindo um evangelho diferente do evangelho da água e do Espírito. Eles estavam levando uma vida de fé baseada num evangelho inventado por eles. Foi por isso que eles acabaram se desviando quando os da circuncisão vieram para as igrejas da Galácia, apesar de Paulo ter pregado o evangelho da água e do Espírito inúmeras vezes num esforço para corrigi-los.
Agora nós temos que ouvir atentamente as palavras do apóstolo Paulo, repartir as boas obras, e levar uma vida de fé tendo a mesma fé que Paulo teve. Já que Deus nos disse para repartirmos as coisas boas, se quisermos servir ao evangelho da água e do Espírito, tudo que temos a fazer então é empenhar nossos esforços no que quer que façamos na obra de Deus.
Eu me alegro em ver que meus pastores não copiam o sermão de outras pessoas quando vão pregar. Nossos pastores têm trabalhado mais do que os santos. Como é maravilhoso ver que nossos pastores estão servindo ao Senhor na linha de frente junto com os santos, que eles querem obedecer ao mandamento de Deus e aceitar a Sua vontade, que eles estão fazendo a vontade de Deus e não buscando seus objetivos pessoais! É maravilhoso ver que não há discussões aqui nem razão alguma para nos exaltarmos. E tão bom sermos fiéis à tarefa que foi confiada a cada um de nós servindo ao Senhor junto com a Igreja. Como nossa vida é maravilhosa perante Deus!
Meus amados irmãos, nós estamos fazendo a obra de Deus juntos. Já que os anciãos da fé obedecem e servem a vontade de Deus antes de tudo, vocês então devem orar por essa obra também e trabalhar junto com eles. Para fazer isso, vocês têm que participar e fazer a obra de Deus de todo o coração também. Isso porque Deus nos disse para repartirmos as boas obras. Nós fazemos a obra de Deus para pregar o evangelho ao invés de satisfazer nossos desejos pessoais? Ao invés de dizermos com nossas palavras: “Eu vou viver para o Senhor! Senhor, eu creio em Ti”, e depois vivermos para nós mesmos, temos que crer realmente de coração e oferecer a nós mesmos para fazer a obra de Deus. O apóstolo Paulo encorajou os santos a fazer a obra de Deus juntos.
Mesmo que os pastores que ainda não nasceram de novo ministrassem com toda dedicação, pregando com todo o vigor diariamente, batendo no púlpito, e insistindo que sua igreja desse mais ofertas, eles conseguiriam alguma coisa? Por mais que eles sejam bem sucedidos em seu pastorado, tudo que eles podem conseguir durante toda sua vida é construir uma igreja.
Na Igreja de Deus, ao contrário, aqueles que nasceram de novo pelo evangelho da água e do Espírito trabalham juntos para pregá-lo no mundo inteiro. Nós estamos fazendo essa obra juntos porque ela é a obra de Deus. Quando nós repartimos as coisas boas, todas as coisas cooperam para que a vontade de Deus se cumpra e para que o evangelho seja pregado. É por isso que nós temos que levar uma vida de fé na Igreja.
 
 
Fazer a Boa Obra de Deus é o Mesmo que Levar uma Vida de Fé Correta
 
Já que cada um de nós tem que crer no evangelho da água e do Espírito individualmente para receber a remissão de pecados, também temos que fazer parte da Igreja de Deus se quisermos servir ao Senhor, obedecer a Sua vontade, e levar uma vida de fé correta. Já que nós recebemos a remissão dos nossos pecados, temos que fazer parte da Igreja de Deus. Em outras palavras, quando vemos que os nossos anciãos na fé e a Igreja de Deus tomaram a decisão de tomar certo rumo, temos que marchar juntos com eles então. Os santos que nasceram de novo há pouco só têm que seguir os que estão adiante deles. Quando aceitamos o que a Igreja de Deus determina que é certo é que podemos levar uma vida de fé correta, e também quando participamos das suas decisões. Nós temos que participar da boa obra de Deus pela fé e de todo coração. Este é o segredo para fazermos a obra de Deus. É assim que seremos aprovados por Deus. Participar da boa obra nada mais é do que levar uma vida de fé correta.
Uma vida de fé correta é algo que requer que nós oremos sozinhos, que tenhamos visões sozinhos, que compreendamos a Palavra sozinhos e que testemunhemos aos outros sozinhos? Não, a questão não é essa. Se a Igreja de Deus tem o objetivo de pregar o evangelho no mundo todo segundo Sua vontade, nós então temos que participar desta obra juntos, tendo também o objetivo de pregar o evangelho no mundo todo. Aqueles que não receberam o Espírito Santo não servem ao Senhor segundo a Sua vontade, mas ao contrário, quando eles crêem em Deus e confiam na Igreja, eles começam a participar da obra de Igreja naturalmente. Por isso, quando eu converso sobre a obra do evangelho com meus cooperadores, eu expresso minha opinião com firmeza, mas quando eles estão certos, eu concordo com eles também. Eu creio que, acima de tudo, é muito importante nos unirmos para fazer a obra de Deus.
Nós estamos comprometidos com o evangelismo mundial agora. Nosso simples esforço será bem sucedido nessa obra e vai impulsionar o ministério da pregação do evangelho. Tudo que fazemos tem o propósito de pregar o evangelho. Mas só se levantarmos recursos é que poderemos enviar o pão da vida de graça a todos no mundo; ao contrário, isso não será possível. Participar da boa obra de Deus a fim de pregarmos o evangelho da água e do Espírito para nós é o mesmo que levar uma vida de fé de sucesso. É muito fácil levar uma vida de fé correta. E quando a Igreja da Deus ora por esse ministério, nós temos que orar juntos, e se nós pudermos participar fisicamente desta obra, temos que fazê-la juntos. Nós temos que participar de toda boa obra que a Igreja de Deus está fazendo, só não podemos roubar.
Deus nos mandou repartir as coisas boas com aqueles que nos ensinam a Palavra, e é assim que devemos levar uma vida de fé correta. Nada mais é preciso para se levar uma vida de fé correta diante de Deus. Mas não podemos levar essa vida de fé sozinhos, por mais que nos dediquemos fielmente à obra de Deus e oremos com todo o fervor sozinhos. Se participarmos da obra de pregar o evangelho junto com a Igreja de Deus – isto é, se repartirmos as coisas boas que agradam a Deus – nossa fé irá crescer muito então.
 
 
O Segredo para o Crescimento Espiritual
 
Nosso coração se exulta de alegria quando participamos da obra de Deus na Igreja. E quando fazemos isso, mesmo que nos cansemos fisicamente, ainda assim podemos nos alegrar. No capítulo 1 de Lucas está escrito que o bebê de Isabel saltou no seu ventre quando Maria foi visitá-la para contar as boas novas e a cumprimentou.
Da mesma forma, o Espírito Santo também se alegra em nosso coração quando nós participamos da obra de pregar o evangelho. Meus amados irmãos, vocês a princípio talvez não tenham gostado de ouvir que deviam sair para dar testemunho, mas quando vocês fizeram isso, vocês realmente viram por si mesmos que o Espírito Santo se alegrou dentro de vocês, e por isso seu coração se alegrou também. É quando fazermos a obra de Deus que nossa fé se fortalece. Na verdade, os que repartem as boas obras que agradam a Deus estão tendo uma vida muito melhor do que aqueles que somente lêem a Palavra de Deus quando jejuam e oram por três dias.
O apóstolo Paulo diz aqui: “reparta todas as coisas boas com aquele que o instrui”. Tudo que temos que fazer então é repartir a boa obra. Qual é o lema da nossa Igreja? Nosso lema é: “Pregar o evangelho no mundo inteiro”. O objetivo do nosso ministério é pregar o evangelho da água e do Espírito. E os dois lemas seguinte são: “Orgulhe-se da herança do Senhor”, e “Persevere na esperança”. O Senhor nos disse para não sermos soberbos nem nos entristecermos na nossa fé, mas para nos orgulharmos do evangelho do Senhor. É algo natural para nós proclamar o evangelho em todo o mundo, perseverar com toda paciência e ter esperança? Nós levamos uma vida correta de fé quando pregamos o evangelho no mundo inteiro com a Igreja de Deus tendo paciência e esperança.
Alguns de vocês podem pensar: “Como é que eu posso levar minha vida de fé? Por que é tão difícil e penoso para mim seguir ao Senhor? Por que eu continuo sendo tão fraco já que me esforço ao máximo todos os dias?” Se vocês estão passando por essas dificuldades é porque vocês estão tentando levar uma vida de fé por si mesmos sem fazer parte da Igreja de Deus. Nós temos que fazer a obra de Deus de todo coração. Assim o Senhor se alegrará e fará tudo para cumprir Sua vontade.
Salmos 133:1-2 diz:
“Quão bom e quão suave é
Que os irmãos vivam em união.
É como o óleo precioso sobre a cabeça
Que desce sobre a barba,
A barba de Arão,
E que desce à orla das suas vestes”.
As bênçãos de Deus são concedidas àqueles que fazem parte da Sua Igreja e participam da Sua boa obra. Se Deus falou com um servo Seu que é um líder e o abençoou, Suas bênçãos irão fluir então sobre aqueles que se unirem a ele. É por isso que o Senhor diz: “Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união”. Ele está dizendo que Suas bênçãos esperam por aqueles que vivem em comunhão.
Portanto, tudo que temos a fazer é somente ter comunhão com a Igreja de Deus. Se a Igreja de Deus por ela mesma já se dedica dia e noite à proclamação do evangelho da água e do Espírito, nada mais justo do que nos dedicarmos ao evangelho com a Igreja. Deus ficaria satisfeito se deixássemos de pregar o evangelho no mundo todo e o pregássemos apenas na Coréia? Não, Ele não ficaria nada satisfeito. O Senhor se alegraria se não participássemos do que a Igreja está fazendo? Não, Ele não se alegraria.
Eu dou muito valor a cada obreiro de Deus. Eu creio que aqueles dentre os santos que fazem parte da Igreja de Deus de todo coração também são Seus obreiros. Eu estimo muito cada um deles. Entretanto, eu não tenho nenhuma estima por aqueles que não fazem parte da Igreja de Deus. Quando alguém vem a algum dos nossos cultos e me vê pregando o evangelho da água e do Espírito, mas pensa assim: Eu estou cansado de tanto ouvir essa frase ‘evangelho da água e do Espírito’, eu peço a ele que vá para outra igreja que seja mais adequada ao seu gosto. Toda vez que eu abro minha boca, eu prego somente o evangelho da água e do Espírito. Aqueles entre nós que estão procurando algo mais do que o evangelho da água e do Espírito devem ir para outro lugar. Por quê? Porque eles não estão se unindo para participar da boa obra de Deus.
Nós somos servos de Deus. O Senhor nos salvou do pecado através do evangelho da água e do Espírito. Por isso é que somos o povo de Deus que recebeu a remissão de pecados crendo na Sua Palavra e participando da Sua obra. Nós cremos no evangelho da água e do Espírito, repartimos as boas obras com aqueles que estão pregando a Palavra de Deus, e também continuamos firmes na Palavra que Ele nos deu. E nós nos dedicamos a essa missão porque o Senhor disse que Ele se alegraria com a obra de pregar o evangelho em todo o mundo. Não é o que nós fazemos que agrada a Deus, mas o Senhor se agrada quando vê que temos objetivos e seguimos em frente sendo guiados pelo Espírito Santo.
No entanto, alguns pastores podem até dizer: “Esse não é o meu tipo de ministério. Eu decidi primeiro aumentar meu número de membros para 30.000, e só depois disso anunciar o evangelho no mundo inteiro”. Um certo pastor disse que nunca abriria sua igreja a não ser que ela tivesse 10.000 membros. Mas essa é a vontade de Deus? Não, e um homem desses só está buscando realizar seu sonho egoísta.
O que agrada a Deus é a pregação do evangelho. Aqueles que fazem parte da Igreja de Deus e têm o objetivo de pregar o evangelho são os que fazem a vontade de Deus. Independente se a fé de alguém é poderosa ou fraca, todo mundo tem que crer no evangelho da água e do Espírito primeiro para alcançar a salvação. Isso é o que todos têm que fazer com a máxima urgência. E é por isso que todos têm que fazer parte da Igreja de Deus. Isso é tudo que todo mundo tem que fazer; e se todos fizerem isso, eles serão então bem sucedidos na sua vida de fé.
 
 
Não é tão Difícil Assim Repartir as Coisas Boas
 
Eu enfatizo alguma coisa para vocês além do evangelho da água e do Espírito? Eu tenho andado muito ocupado estes dias porque eu estou começando o projeto de um novo negócio. E eu tenho gastado todo o meu tempo nesse negócio. Nós continuamos abrindo novos negócios para trabalharmos juntos a fim de apoiar a pregação do evangelho da água e do Espírito, e é por essa razão que você e eu temos participado da boa obra de Deus.
Não é essa a questão aqui? Claro que é. Nós não fazemos a obra do evangelho porque somos peritos em alguma área, mas porque queremos fazer a boa obra. Nós avaliamos se algo é bom ou ruim vendo se isso trará algum benefício à pregação do evangelho. Nós também traçamos cada diretriz segundo esse padrão. Você só tem que acreditar que a Igreja de Deus busca servir ao evangelho segundo a Sua vontade e segue os passos dos seus líderes. Só assim temos paz no coração. E já que não pedimos nada mais uns aos outros, nós nos sentimos à vontade para nos aproximar uns dos outros.
Só tem uma coisa que eu quero de vocês: aconselhá-los a crer que não há outro evangelho a não ser o evangelho da água e do Espírito. Todo mundo deve receber a remissão de pecados crendo de todo o coração no evangelho da água e do Espírito. E quando nós nascemos de novo, temos que servir ao evangelho pela fé. Deus se agrada quando nós anunciamos o evangelho da água e do Espírito no mundo todo.
É por isso que eu peço a vocês que participem dessa obra da Igreja de pregar o evangelho da água e do Espírito. Isso é tudo que eu quero de vocês. E já que também sou um membro da Igreja, eu me dedico aos seus ministérios do evangelho, e vocês também participam deles de alguma forma quando se envolvem. Não deve haver outro propósito ou objetivo em nossa vida a não ser anunciar o evangelho da água e do Espírito.
 
 
Nosso Objetivo Não Deve Mudar
 
Desde o começo até agora, depois de mais de uma década, eu nunca mudei o propósito da nossa Igreja, e nunca vou mudá-lo, mesmo que os céus venham abaixo. É por isso que eu digo a todos vocês com toda sinceridade: “O propósito da nossa Igreja é pregar o evangelho da água e do Espírito. Todo aquele que compartilha conosco desse objetivo é nosso amigo e nosso companheiro”. Não existe outro propósito em nossa vida a não ser proclamar o evangelho. O que quer que aconteça conosco, nós viveremos para a glória de Deus, levando uma vida mais adequada à Palavra de Deus, e fazendo parte da Igreja segundo o propósito pelo qual Ele nos chamou.
É muito fácil você se unir a um líder que é servo de Deus. Tudo que você tem a fazer é crer no evangelho da água e do Espírito, orar pela pregação do evangelho, e fazer essa obra de acordo com a capacidade e a sabedoria que Deus te deu. É assim que você pode se unir aos que creram antes de você.
Recentemente, a Igreja de Deus comprou um edifício. Nós fizemos essa compra por nenhum outro propósito a não ser porque isso seria bom para o evangelho. Todos os pastores concordaram com essa compra pela fé. Todos concordaram com o plano para a compra porque nosso propósito era servir ao evangelho ainda mais. Deus nos disse para repartirmos as coisas boas, e o que quer que façamos, temos que fazê-lo em prol do evangelho.
Embora possa parecer difícil e complicado levar uma vida de fé correta, isso na verdade é algo muito simples e fácil. Nós devemos participar de tudo que traz beneficio ao evangelho. Simples assim. Isso é tudo que o Senhor quer de nós. E já que o Senhor nos disse para crermos no evangelho da água e do Espírito, a única coisa que temos a fazer realmente e crer nele de todo o nosso coração. Deus considera um povo bom e fiel aqueles que foram salvos crendo no evangelho da água e do Espírito. E como Deus deseja que o evangelho seja pregado em todo o mundo, Ele está no encorajando a participar dessa obra, e se nós de fato fizermos essa obra, Ele nos chamará de bons e fiéis.
Não há nada difícil de entender aqui, nem razão alguma para nos preocuparmos com o que os outros possam dizer. Já que Deus nos mandou repartir as coisas boas, é muito justo que obedeçamos aos que nos antecederam na fé e os sigamos, nos unindo a eles pela fé. É assim que podemos levar uma vida de fé correta. É certo desprezarmos os que nos antecederam na fé? Não, não é certo. Se desprezarmos aqueles que estão à nossa frente nós também seremos desprezados. E justamente porque Deus nos mandou repartir as coisas boas, e porque pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo inteiro é uma coisa boa, que quando os anciãos da fé se dedicam a essa obra nós também temos que fazer parte dela.
Meus amados irmãos, vocês acham difícil levar uma vida de fé? Vocês devem estar passando por muitas dificuldades. Mas apesar disso, ao invés de pensar nos seus problemas, vocês têm que tomar sua cruz, olhar para o Senhor e segui-Lo. Só vocês que estão enfrentando tudo isso ou todos também estão enfrentados tempos difíceis? Todos têm problemas. Quando vocês pararem para pensar nisso, vocês verão que ninguém está realmente livre de um fardo. Quando nós passamos por tempos difíceis geralmente pensamos assim: “Eu sou o único que está passando por problemas”, mas se você olhar bem ao seu redor, você verá que todos estão enfrentando situações difíceis.
Considerando o fato de que somente encontramos paz por meio da fé, e que não há ninguém que esteja totalmente livre de problemas, todo mundo tem muitas preocupações e ansiedades. Foi por isso que Deus nos disse para levarmos as cargas uns dos outros (Gálatas 6:2). Não há razão para apontarmos o dedo uns para os outros. E mesmo que cada um de nós tenha que levar seu próprio fardo, às vezes precisamos animar e ajudar as pessoas tendo consideração e estendendo as nossas mãos uns para os outros. Não importa se somos melhores ou piores do que alguém, todos nós temos que levar uma vida de fé assim.
 
 
Houve um Tempo em que Eu Também Lutava Física e Espiritualmente
 
Eu não estou trabalhando com ousadia para Deus porque eu acho fácil demais fazer isso. Não há ninguém que faz a obra com ousadia porque ela é fácil. Eu também tive muitas lutas e problemas que me abateram. Havia tantos obstáculos que me impediam de ir em frente que eu simplesmente resolvi ignorar todos eles e seguir a toda velocidade em direção ao evangelho.
Deus permite que todos passem por lutas. Melhor dizendo, Deus permite que as lutas venham se alguém for soberbo e quiser servir ao evangelho com seu próprio esforço. Quando o apóstolo Paulo teve uma enfermidade ele orou três vezes ao Senhor fervorosamente para que Ele o curasse, mas o Senhor lhe disse: “A minha graça te basta, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Coríntios 12:9). Melhor dizendo, o Senhor permite que cada um de nós tenha lutas para que possamos nos humilhar reconhecendo nossas fraquezas.
É porque isso que quando os santos passam por alguma luta os anciãos da fé têm que estar junto a eles, repreendendo-os se for preciso, mas tendo compaixão se eles precisarem ser consolados. Nós não podemos acusar nem desprezar uns aos outros, dizendo: “Esse aí não tem jeito!” Aquele que aponta o dedo para alguém tem dez vezes mais defeitos.
E por mais que alguns obreiros passem por lutas, se eles repartirem as coisas boas, eles então serão muito preciosos. No entanto, um problema muito grande é quando alguém não faz a boa obra na Igreja de Deus. Se algum santo fica muito soberbo na Igreja de Deus e busca levar uma vida de fé à sua maneira, nós então precisamos repreendê-lo com todo o rigor para que ele possa voltar atrás. Se por outro lado ele continuar na Igreja de Deus, nós temos que cuidar dele por causa da sua fraqueza. É assim que se deve guiar alguém de modo correto.
Já que Deus nos disse para repartirmos as coisas boas, como é que nós poderíamos ignorar essa ordem na Sua Igreja? Quando uma ordem espiritual é desprezada o evangelho da água e do Espírito não pode ser pregado. É por isso que se você quiser participar da boa obra, você tem que obedecer a ordem espiritual dada por Deus. Você não deve simplesmente desistir porque é muito difícil, ou porque você é soberbo e diz: “olhe para mim! Eu sou muito melhor que você”, só porque as coisas são fáceis para você. Ao contrário, mesmo que você seja fraco ou talentoso na Igreja de Deus, você tem que participar da obra que Deus te confiou e servir ao evangelho juntamente com os que te antecederam. A vontade do Senhor é que repartamos as coisas boas e que busquemos o bem do evangelho não importa como; sendo assim, não há razão alguma para desistirmos da obra do Senhor mesmo quando sentimos que não somos bons o bastante, assim como não devemos nos achar melhores do que alguém. Embora cada um de nós tenha uma personalidade diferente, o que o Senhor quer de todos nós é que façamos Sua obra conforme Ele mandou.
Na verdade, se apenas servirmos ao evangelho e a vontade de Deus for cumprida, nós então nos alegraremos mesmo que nosso orgulho seja ferido. Independente se estamos felizes ou tristes, nos alegrando ou sofrendo, temos que confiar no Senhor, olhar para Ele e seguir firmes na caminhada. Nós temos que confiar que o Senhor resolverá todos os nossos problemas, voltar nossa visão para Ele, orar e continuar a caminhada pela fé. A Bíblia diz: “Andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” (Amós 3:3). Se fizermos a obra de Deus juntos, então quando nos reunirmos mesmo depois de termos estado longe uns dos outros por um longo tempo, ainda teremos comunhão e ficaremos felizes por estarmos fazendo com que a vontade de Deus seja realizada. Nós ficamos felizes quando fazemos essa obra juntos, mesmo ela sendo difícil. Por outro lado, quando não estamos juntos, nosso coração desfalece.
Eu não me sinto bem quando vejo alguém que não faz a boa obra de Deus. Deus o repreenderá dizendo: “Você de fato se importa comigo? Você quer viver segundo a Minha vontade ou segundo a sua?” O Senhor sabe de todas as coisas. Ele sabe que nós somos fracos. Então, não há nada mais que possamos dizer a não ser: “Senhor, eu sou realmente fraco. Mesmo assim Tu me salvaste dos meus pecados com o evangelho da água e do Espírito, fez de mim parte do Seu povo, e me disse para fazer a obra em que Tu te deleitas e te agradas. Eu farei a minha parte nessa obra”. Não há mais nada que possamos dizer sobre isso. Não é tão complicado ou difícil levar uma vida de fé correta; tudo que temos a fazer é somente viver assim.
Quando fizermos a boa obra veremos nossa vida espiritual crescer assim como nossa vida material melhorar. Sabedoria e conhecimento também vão nascer em nosso coração e seremos revestidos da plenitude do Espírito Santo. E nós podemos ver nossa vida espiritual crescer quando fazemos a boa obra; mas por outro lado, se não trabalharmos juntos não teremos benção alguma.
Você acha que vai se tornar mais espiritual só porque você determinou que “se tornaria mais espiritual,” e porque vai ler a Bíblia o dia inteiro? Você tem que fazer a obra que agrada a Deus, orar junto com os santos pela obra do evangelho da água e do Espírito, fazer a obra com eles quando pedirem a você, e lutar com eles quando algo se levantar. Isso é o que significa repartir as coisas boas. Um homem de fé deseja ardentemente repartir todas as coisas boas. Por isso sua fé cresce bem rápido e ele também é abençoado materialmente. Você mesmo já deve ter testemunhado isso em sua vida.
Deus abençoa aqueles que depois nascerem de novo pelo evangelho da água e do Espírito fazem a boa obra e vivem pela fé. Se alguém crê no evangelho da água e do Espírito e faz a boa obra de Deus, isso em si já é o mesmo que honrar a Deus. Por outro lado, se alguém diz que faz a obra de Deus fielmente mesmo não crendo no evangelho da água e do Espírito nem participando da boa obra, ele está então escarnecendo de Deus. Deus disse claramente que ninguém escarnece Dele, mas há pessoas que ainda fazem isso. Escarnecer de Deus é o mesmo que ridicularizá-Lo e zombar Dele. Se alguém que não tem seu coração na obra de Deus disser a Ele: “é assim que eu tenho vivido para Ti”, ele está somente zombando de Deus e tentando enganá-Lo.
Deus também zomba dessas pessoas. Já que o Senhor nos salvou com o evangelho da água e do Espírito, não crer nisto é o mesmo que escarnecer de Deus. Está escrito: “Não vos enganeis: Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7). Se nós cremos no evangelho da água e do Espírito nós seremos salvos. E se nós confiarmos em Deus e participarmos da boa obra de pregar o evangelho, nós receberemos as bênçãos da fé e seremos muito abençoados física e materialmente. Você já deve ter provado por isso antes, como Deus nos abençoa realmente quando nós fazemos Sua boa obra. Quando alguém faz a obra de Deus pela fé e de todo o coração Deus supre suas necessidades de várias maneiras e o ajuda. Nós temos mesmo que fazer boas obras. Nós não devemos apenas fingir que estamos fazendo. É difícil vivermos totalmente para o evangelho se ainda há muita sujeira em nosso coração. Contudo, quando fazemos parte da Igreja essa sujeira então é retirada, e nós podemos realmente provar da alegria e viver pela fé segundo a vontade de Deus.
Um certo pastor me disse uma vez: “Eu estou com estes e estes problemas, e eu estou sobrecarregado demais para seguir com meu ministério”. Mas isso não é algo que deveria ser dito por alguém que faz a obra de Deus. Como disse Jesus: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me” (Lucas 9:23), todos nós temos o nosso fardo. Mas onde estão aqueles que não tem fardo algum? Todo aquele que não tem fardo não está com o Senhor. Todo mundo tem seu próprio fardo.
Nós amamos e queremos bem uns aos outros porque nós fazemos boas obras juntos. E embora tenhamos personalidades diferentes, o desejo do nosso coração é servir ao evangelho, e é por isso que todos nós podemos deixar de lado nosso respeito próprio e nossa personalidade. Deus disse que “o amor cobre uma multidão de pecados” (1 Pedro 4:8), e se nós estivermos juntos realmente nessa obra de pregar o evangelho todas as nossas culpas serão enterradas.
Meus amados irmãos, é fácil ou difícil para vocês levar uma vida de fé? Já que vocês decidiram em seu coração fazer a boa obra de Deus colocando sua fé no evangelho da água e do Espírito, isso é fácil. No entanto, se vocês ficarem indecisos e tentarem levar uma vida de fé de acordo com as circunstâncias da maneira que vocês quiserem, aí então será muito difícil para vocês levar uma vida de fé. Vocês preferem mesmo levar esse tipo de vida, uma vida de fé que está sempre passando por lutas, onde um problema sempre segue o outro e nada é resolvido? Se vocês não preferem viver assim, vocês então têm que se decidir realmente e continuar a caminhada pela fé.
Você pode até pensar que é o único que está passando por essa situação difícil, mas existe alguém de fato que não esteja passando por isso também? Não, todos têm suas lutas. Eu estou enfrentando muitas dificuldades também. Mas na verdade eu não tenho luta alguma. Isso porque eu coloquei nas mãos de Deus todas as minhas dificuldades. O que eu posso fazer já que eu não tenho como resolver nenhum dos meus problemas sozinho? Eu enfrento muitas dificuldades justamente porque eu não tenho como resolvê-los, mas mesmo assim eu olho para o Senhor e coloco meus problemas aos Seus pés. Depois eu faço a parte que me cabe na obra que agrada a Deus.
É assim que todos nós devemos seguir em frente. Ficar deprimido não resolve problema algum, por isso ao invés de termos autopiedade, nós devemos olhar para o Senhor e fazer a obra que Lhe agrada. Essa é a maneira abençoada de se fazer isso. Se fizermos a obra de Deus pela fé nós poderemos viver sendo fortalecidos pela esperança da volta do Senhor, e Ele vai nos capacitar e abençoar para que nós venhamos a produzir abundantes frutos na Sua boa obra. Viver pela fé é o mesmo que ser abençoado física e espiritualmente. É por isso que nós somos tão felizes por fazer parte da Sua Igreja.
Como é que poderemos ser felizes em nosso coração se ainda não nascemos de novo? O que mais poderia te fazer mais alegre e feliz nestes dias tão terríveis? Se você não receber a remissão dos seus pecados, tudo que espera por você são mais afrontas. Até mesmo se você já recebeu a remissão dos seus pecados, a vida também não trará alegria alguma para você a não ser que você tenha fé o suficiente para fazer parte da pregação do evangelho. Como é que podemos nos alegrar se nós não temos nenhum propósito nem esperança? Que alegria haverá se você não servir ao evangelho? Não tem como haver nenhuma alegria realmente. As pessoas passam sua vida inteira obcecadas com alguma coisa, tentando fugir da sua vida vazia e sem sentido justamente porque elas não conseguem encontrar nenhuma alegria. Nós os nascidos de novo, ao contrário, temos alegria em nosso coração e somos felizes justamente porque estamos servindo ao evangelho.
Meus amados irmãos, vocês se sentem sobrecarregados? Eu também me sinto assim. Mas mesmo assim vocês crêem no evangelho da água e do Espírito. Meu desejo é que vocês sejam fortalecidos nessa fé e façam a boa obra que prega o evangelho da água e do Espírito no mundo todo. Vocês realmente querem participar dessa missão preciosa? Se querem, vocês então são pessoas abençoadas. Uma vida correta de fé não se resume apenas a frases vazias, mas é uma vida que tem um verdadeiro sentido. Para que todas as suas preocupações e suas ansiedades desapareçam, vocês têm que entregar todas elas ao Senhor. Quando vocês colocarem todas as suas preocupações aos pés do Senhor, Ele dirá a vocês que cuidará de todas elas. Se nós fizermos o que agrada a Deus Ele fará nossa vida prosperar e irá nos guardar.
Quanto mais levamos uma vida de fé, mais nosso lado fraco é revelado. Eu digo isso porque você também tem que meditar no evangelho da água e do Espírito sempre que suas fraquezas forem reveladas. Somente medite no evangelho de coração e faça parte da boa obra de Deus. Assim Deus cuidará de todas as suas falhas no tempo certo. Ele as corrigirá por meio de alguém certamente, por quem quer que ele seja.
Quando uma mulher põe os grãos de café no pilão para moer, alguns deles sem querer acabam caindo. Então ela pega primeiro o café que está no pilão, e só depois recolhe os outros que caíram, os coloca de novo no pilão, e os mói novamente. Mesmo assim outros grãos acabam caindo de novo. Só que dessa vez a mulher os coloca no pilão, mas ao invés de socá-los, ela os esmaga e os tritura para que eles não caiam de novo. Como deve doer ser esmagado e triturado!
Da mesma forma, Deus quer esmagar nosso ego e torná-lo um pó fino nos fazendo novas criaturas, e se ainda assim nós cairmos por continuar do mesmo jeito, ele acabará nos moendo e nos fazendo sofrer muito mais. Para falar a verdade, como o Senhor está vivo, Ele vai triturar todo aquele que é teimoso e se recusa a ser tornar um bom instrumento do evangelho de Deus. Deus nunca desiste até cumprir tudo aquilo que Ele planejou.
Existe alguém entre vocês agora que está sofrendo? Se existe você tem que entender então que Deus está fazendo de você um novo instrumento. E se nosso Senhor não conseguir fazer isso a princípio, Ele continuará a refiná-lo até que você finalmente se torne Seu instrumento. Por quê? Porque Ele te ama. Eu também tinha minhas deficiências como servo de Deus, mas eu me tornei o que sou agora depois de ter sido quebrado, socado e moído por Deus. Parecia que meu coração iria se endurecer por estar sendo machucado tanto assim sem misericórdia, mas Deus me fez entender que “Ele estava fazendo aquilo porque Ele me amava e para me encorajar a fazer Sua obra”. Então, ao invés de endurecer meu coração, quanto mais lutas eu passava mais meu coração se humilhava. No final eu cheguei a seguinte conclusão: “Eu prefiro ser o porteiro do Templo de Jeová a viver num palácio”. E eu vi que era melhor viver um dia no Reino de Deus do que mil anos neste mundo.
Quando eu percebi que era uma bênção servir ao Senhor, eu tive paz em meu coração dali para frente, a obra do Senhor se tornou minha obra, e tudo que era bom para o Senhor era bom para mim também. Depois de ter passado por muitas lutas e dificuldades eu estou muito feliz agora por ter uma fé ousada. Mas até eu chegar a esse ponto, eu fui assolado por muitos pensamentos carnais que me levaram a pensar: “O que eu vou comer? O que eu vou beber? O evangelho da água e do Espírito é a Verdade. Eu tenho mesmo que pregar esse evangelho. Mas como posso ganhar muito dinheiro para comprar uma grande igreja e pregar o evangelho ao mesmo tempo?” No entanto, o Senhor me quebrantou tanto que no fim meu coração veio a confessar: “Senhor, mesmo que Tu não me abençoes, e mesmo que Tu não me dês uma grande igreja, eu serei grato a Ti se Tu apenas permitires que eu Te sirva”. Meu coração então ficou em paz. Mas até isso acontecer, minhas alegrias e tristezas dependiam das circunstâncias.
Eu creio que o Senhor fará da mesma maneira com você, e eu vou deixá-lo livre para que Ele faça isso. Se você realmente crê no evangelho da água e do Espírito, eu vou deixá-lo então nas mãos de Deus. Aqueles que não foram quebrantados agora serão quebrantados depois. Mesmo se você se tornar um pastor, Deus irá quebrantar tudo em você se for preciso. Mesmo que você seja instruído agora ou mais tarde, você acabará sendo instruído no fim, e é por isso que eu estou deixando você sob os Seus cuidados. É muito mais difícil ser instruído novamente quando se tem mais responsabilidade e ainda não foi instruído o suficiente. Por isso que é melhor ser instruído no tempo certo.
Está escrito: “E o que é instruído na palavra, reparta todas as coisas boas com aquele que o instrui” (Gálatas 6:6). Embora pareça que o apóstolo Paulo tenha dito algo muito simples aqui, esta passagem é muito importante. Nós temos tudo planejado em nossa mente para servir ao evangelho, mas não temos o poder para realizar nosso plano. Porém, pelo fato do nosso Senhor nos ter dito para repartirmos as coisas boas, e porque cremos que o Senhor está conosco, nossas forças são renovadas para servir ao evangelho de Deus. O ministério de pregar o evangelho pertence totalmente a nós. Se Deus está conosco, não há nada a temer. Eu vou fazer a boa obra. O meu conselho é que todos vocês façam a boa obra.
A vida de fé é simples. Não há nada para se preocupar ou temer. Ao invés de tentarmos fazer a obra de Deus do nosso jeito, temos que trabalhar juntos com nossos anciãos como nos foi ensinado na Igreja de Deus. Isso é muito mais eficaz do que fazer tudo da nossa maneira.
Se você fizer a obra de Deus de forma independente e individual, você vai acabar trabalhando muito mais, e a obra dificilmente será realizada. Por quanto tempo podemos fazer a obra de Deus desse jeito, confiando no nosso próprio esforço? Isso tudo não seria feito em vão e você não acabaria desistindo e perecendo?
Nós somos fortalecidos apenas se fizermos a obra de Deus juntos. Por mais forte e determinado que alguém possa ser, se tentar fazer a obra de Deus sozinho, ele acabará desfalecendo antes de alcançar alguma coisa. No entanto, se nos unirmos ao evangelho da água e do Espírito, e se trabalharmos juntos para fazer a obra de Deus, nós encontraremos forças para realizar toda essa obra. A não ser que trabalhemos juntos, nós seremos totalmente impotentes.
Eu aconselho todos vocês a fazer a boa obra de Deus. E eu creio que é isso que vocês farão realmente. Eu oro para que Deus abençoe todos vocês que estão fazendo Sua boa obra.