The New Life Mission

Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 3-3] (Gênesis 3:1-7) Em Que Nossa Fé Deve Estar Baseada?

(Gênesis 3:1-7)
“Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. Esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais. Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, os vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal. Vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, que estava com ela, e ele comeu. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; coseram, pois, folhas de figueira, e cingiram-se”.
 
 
Nossa Salvação é Alcançada pela Fé na Justiça de Deus ou pelas Nossas Obras Humanas?
 
No que se refere à vida de fé, todo aquele que dá muito valor às suas próprias obras está sendo enganado por Satanás. Todo aquele que diz que pode se santificar sozinho através das suas orações de arrependimento é alguém que já caiu na armadilha de Satanás. A estratégia de Satanás é incentivar as pessoas a fazer boas obras e se dedicar totalmente a elas, ao invés de crer na Palavra de Deus. Apesar disso, muitos cristãos ainda afirmam que podem receber a vida eterna e a salvação apenas crendo em Jesus, tendo uma vida correta e sendo fiéis a Deus também. Mas aqueles que dão muito valor às suas obras assim não foram salvos dos seus pecados, por outro lado, acabarão cada vez mais atolados no pecado.
É por isso que a fé legalista que valoriza as obras do homem é uma fé falsa. Os crentes legalistas jamais poderão se tornar justos. Sendo assim, os cristãos obstinados não têm outra coisa a fazer a não ser lamentar por suas imperfeições todos os dias. Enganados por Satanás, eles procuram aperfeiçoar suas obras até morrerem, mas no fim acabam sendo lançados no inferno.
A essa altura, nós precisamos entender de modo bem claro como devemos levar nossa vida de fé e crer pela fé. “Deus me deu a árvore da vida. Sabendo que eu me tornaria um pecador, Ele veio a essa terra, levou meus pecados de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, apagou todos eles e me salvou. Jesus Cristo me deu fé, e quando eu cri Nele, Ele me tornou filho de Deus, me deu os Céus, me trouxe a paz e me deu todas as Suas bênçãos”. Deste modo, minha salvação vem pela fé ou pelas obras? Apesar de crer em Jesus, eu alcanço a salvação pelas boas obras? Nós temos que estar bem seguros sobre este assunto.
É pela fé que alcançamos a salvação e recebemos bênçãos de Deus. Nós também servirmos ao Senhor pela fé. É pela fé no evangelho da água e do Espírito que nos tornamos servos de Deus e praticamos a Sua justiça. Deus disse: “Tudo o que não provém da fé é pecado” (Romanos 14:23). As obras vêm pela fé, não o contrário. Quando lemos o livro de Tiago, parece que ele enfatiza as obras, mas quando ele diz: “Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma”, isso é uma premissa da fé. Melhor dizendo, alguém não tem fé justamente porque não faz a obra.
Você e eu ouvirmos o evangelho da água e do Espírito e fomos salvos por crermos nele de coração. E já que nós fomos salvos pelo evangelho da água e do Espírito, devemos entender muito bem se esta salvação veio até nós pela fé ou pelas obras. Amados irmãos, você e eu temos que ter fé no coração que Deus nos deu a árvore da vida, que Ele nos deu tudo. A meta que temos que alcançar é ter fé em Deus, nosso alvo dever essa fé e é ela que devemos ter no coração. Se não tivermos essa fé, mais cedo ou mais tarde seremos enganados por Satanás, nos desviaremos e pereceremos.
Deus abomina aqueles que só dão importância às obras humanas sem crer no Seu evangelho, ou seja, no evangelho da água e do Espírito. Enquanto nosso Senhor se agrada daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, Ele odeia quem faz suas próprias obras sem crer neste evangelho. É algo muito importante servirmos ao Senhor com fé, mas essa obra só é correta aos olhos de Deus quando vem da fé no evangelho da água e do Espírito. Deus se agrada de nós e nos aceita quando buscamos a Ele conhecendo e crendo na Sua justiça.
Porque Deus me deu o evangelho da salvação, eu creio Nele; porque Ele apagou todos os meus pecados, eu prego o evangelho; porque Ele me deu o Céu e me abençoou, eu O sirvo e O sigo também. Nós que vivemos pela fé temos desejo no coração de ofertar tudo ao Senhor, fazer tudo que Ele quer e segui-Lo aonde quer que seja. Viver sem ter fé na Palavra de Deus para nós é um ato de suicídio, e pregar a Palavra sem fé no evangelho da água e do Espírito é um ato de engano. Pregar a Palavra de Deus sem crer nisso é o mesmo que ter um ministério maligno que enganas as pessoas.
 
 
A Salvação de Deus Acontece Independente das Nossas Obras
 
Nós servimos ao Senhor e O seguimos porque cremos na Sua justa Palavra. Amados irmãos, vocês crêem que Deus nos deu paz, salvação, a remissão dos nossos pecados, a vida eterna e o Céu, tudo isso independente das nossas obras? Eu creio nisso também.
Já que todas as bênçãos que Deus nos deu não têm nada a ver com nossas obras, nós temos que firmar nosso coração na Sua Palavra mesmo que venhamos a ser julgados pelos outros. Não importa o que aconteça conosco, contanto que a obra do Senhor seja realizada. “O que importa se eu for acusado pelos outros? O que importa se zombarem de mim? Deixe que eles me acusem o quanto quiserem!” Se estivermos predispostos assim, nós estaremos preparados para fazer tudo pelo Senhor, contanto que isso não nos impeça de crer no evangelho da água e do Espírito e pregá-lo. Mas se isso nos impede de pregar o evangelho, temos que fazer algo a respeito.
O que eu quero perguntar a você e a mim agora, a nós que fomos salvos, se temos fé na justiça de Deus ou em nossas obras. Sua fé está firmada no evangelho da água e do Espírito? O que eu quero deixar bem claro agora é se nossa salvação vem pela fé ou pelas nossas próprias obras. Não há nenhuma dúvida de que todos nós somos salvos do pecado porque temos fé no evangelho da água e do Espírito. É totalmente pela fé no evangelho da água e do Espírito que nós somos salvos de todos os nossos pecados. Essa fé não requer nenhuma obra de nós, nem 0,01%. Tudo vem pela fé: ser salvo e entrar no Céu como herdeiro, ter paz, receber bênçãos de Deus, ter nossas orações respondidas, servir ao Senhor e segui-Lo. É pela fé que nós recebemos essas maravilhosas dádivas do alto. E nós servirmos a Deus e O buscamos cada vez mais porque recebemos tudo isso Dele.
É nisso que eu tenho convicção: eu creio em Deus e por isso dou ofertas para Ele; eu creio em Deus e por isso prego o evangelho; eu creio em Deus e por isso exorto todos vocês a servi-Lo também. Eu creio que Deus nos deu tudo, e é por isso que eu O sirvo e peço a vocês que façam o mesmo. Já que temos fé, o certo é que sirvamos a Deus; e é por isso que eu estou exortando vocês assim.
Nós servimos ao Senhor porque cremos no evangelho que Ele já completou e nos deu. Além disso, eu creio que se nós servirmos ao Senhor, Ele proverá todas as nossas necessidades cada vez mais a fim de que possamos dar mais frutos. Já que recebemos muitas bênçãos, cada vez mais temos que dar frutos, pois assim Deus suprirá todas as nossas necessidades sem falhar. É por isso que temos que viver pela fé. Nós pregamos o evangelho porque cremos em Deus e temos uma vida de fé.
A bíblia diz: “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!” (Romanos 10:14-15). Em outras palavras: “Como pode haver fé sem a Palavra de Deus? Alguém pode ser salvo assim? Alguém pode receber a vida eterna assim?”
Todos nós cremos que Deus remiu nossos pecados com o
evangelho da água e do Espírito, e é por isso que nós pregamos este evangelho. Deus nos deu toda sorte de bênçãos, o Céu e a vida eterna. E Ele nos fez Seus filhos para que recebêssemos tudo isso também. Nós oramos pela fé porque cremos nisso. E é por crermos nisso que também nos reunimos para adorar a Deus e ter uma vida em comum. Mas é claro que às vezes nos falta fé. Apesar disso, nós reconhecemos que o justo deve viver somente pela fé. Mas viver pela fé é algo que só podemos fazer quando sempre estamos espiritualmente atentos a tudo.
Creia que Deus já nos deu todas as bênçãos. Ele realmente já nos deu todas as Suas bênçãos. Ele já nos deu todas as bênçãos celestiais. A única coisa que nos resta aqui é a fé. O que determina se podemos receber todas as bênçãos de Deus ou não é a nossa fé. É pela fé que alcançamos todas as bênçãos.
Ninguém quer ser enganado por Satanás. Apesar disso, muitas pessoas tentam seguir a Deus, servi-Lo bem e pregar o evangelho com base nas suas boas obras – estas já foram enganadas por Satanás. Muitos neste mundo foram enganados pelo diabo em sua própria religião e estão espalhando o mal. E eles são zelosos, apesar de não perceberem que sua obra é maligna. Eu me lembro de todos eles como se estivesse vendo um filme. Aqueles que se tornaram crentes sem nascer de novo, que se tornaram presbíteros sem nascer de novo, que se tornaram pastores sem nascer de novo – todos eles fazem a obra muito bem, mas enganados por Satanás.
Amados irmãos, todos eles foram enganados pelo diabo. Vocês podem até estar pensando como eles foram enganados tão facilmente. Por não discernirem a mentira da Verdade, eles não reconhecem as ciladas do diabo e, no fim, são totalmente enganados e acabam enganando os outros também.
Como pode o diabo enganar tão bem? Deus disse de modo bem claro a Adão e Eva para que eles não comessem da árvore do conhecimento do bem e do mal, mas o diabo disse: “Deus não disse que vocês podem comer de todas as árvores? O diabo citou ‘todas as árvores’ aqui, menos uma em especial. No que Eva respondeu: “Deus nos disse que podíamos comer de todas as árvores, menos daquela que está no meio do jardim”. Apesar da sua inocência, Eva conseguiu evitar assim o primeiro ataque de Satanás. Mas o diabo continuou insistindo no fruto proibido e a tentou mais uma vez. Ele disse a ela então: “Deus disse a vocês para não comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal porque se vocês o comerem serão como Ele. Ele sabe que no dia que vocês o comerem vocês serão como Ele e terão conhecimento do bem e do mal”.
Deus é o único ser Supremo; como o homem ou Satanás podem ser supremos? Toda tentativa da criatura para se tornar suprema é arrogância, e todos que tentaram isso se tornaram servos de Satanás.
Tem um tipo de gente que eu chamo de geração do diabo. São estes que, assim como o diabo, enganam ardilosamente as pessoas e as fazem cair em tentação. O enganador sabe ler muito bem a mente de suas vítimas, e geralmente engana quem se acha muito justo e é ganancioso.
Há muitos crentes nominais no Cristianismo hoje que não nasceram de novo e levam uma vida de fé enganosa. E você? Você também não foi enganado por falsos profetas que dizem: “Você será abençoado se der muitas ofertas. Você será cheio do Espírito se orar muito”? Buscar ter uma vida justa perante Deus é que vale muito a pena, mas crer em Jesus de qualquer jeito sem conhecer a Palavra de Deus nada mais é do que ignorância e pecado. Ter a fé correta é o mesmo que crer e conhecer a Palavra da justiça de Deus, ou seja, o evangelho da água e do Espírito.
Você pode estar se perguntando então: “Mesmo que eu não creia na justiça de Deus, é algo ruim buscar ter uma vida justa?” Não necessariamente. Independente de ser certo ou errado, buscar levar uma vida justa em si não é ruim, mas se você quer crer em Jesus como seu Salvador, você tem que crer também que Deus te dá todas as Suas bênçãos pelo evangelho da água e do Espírito e caminhar deste modo – esta é a fé correta e verdadeira.
A razão pela qual eu sempre prego no livro de Gênesis desde que eu encontrei o evangelho da água e do Espírito é porque as pessoas deste mundo têm sido enganadas por Satanás quase sem perceber. Muitos ainda não entendem que foram enganados pelo diabo, continuam convictos da sua fé enganosa, seus olhos e ouvidos foram cobertos pela mentira, e é por isso que não podem ver nem ouvir a Verdade. Isso é uma tragédia terrível!
Muita gente nem se pergunta se o que eles crêem é de fato a Palavra de Deus ou não. Isso porque eles seguem aquilo que eles consideram certo, e ainda se acham bons cristãos. Seus próprios pensamentos e seu padrão mundano se tornaram a vara de medir da sua fé, quando, na verdade, a Palavra de Deus é que deveria ser sua bússola.
Amados irmãos, nossa fé começa quando nós cremos que Deus nos deu todas as bênçãos através do evangelho da água e do Espírito. Uma característica da falsa fé é dar muita ênfase às obras humanas. Dar muito importância às obras humanas pode nos fazer cair em pecado, cair em desespero e também sermos amaldiçoados.
Por outro lado, a fé no evangelho da água e do Espírito nos leva a alcançar a vida eterna, a descansar em paz, a receber todas as bênçãos que Deus nos dá nessa terra. É justamente por causa disso que você e eu devemos ter fé na Palavra da justiça de Deus. Essa fé é essencial a todos neste mundo. Os pecadores precisam ter fé na Palavra de Deus, no evangelho da água e do Espírito, e até mesmo nós que nascemos de novo e temos fé em toda a Sua Palavra. Mas apesar disso, nossa vida de fé tende a ser guiada em função das obras. Mas Deus não aprova uma fé que é guiada por obras.
 
 
A Fé no Evangelho da Água e do Espírito é a Nossa Força
 
Nós que cremos no evangelho da água e do Espírito confessamos nossa fé assim: “Eu sigo o Senhor porque Ele me abençoou assim e me concedeu essas bênçãos. E eu faço o que agrada a Deus porque eu creio no Senhor e recebi todas as suas bênçãos”. O que separa a fé da falta de fé são coisas muito diferentes. Quando alguém crê na Palavra de Deus, ele faz a obra segundo a sua fé voluntariamente. Entretanto, quem tenta caminhar por si mesmo e faz a obra sozinho, sem crer na Palavra de Deus, é um oportunista espiritual. Eles dizem: “Eu só faço o que está dentro das minhas condições, e eu não faço mais nada porque é só isso que posso fazer”. Pessoas assim não passam de oportunistas que procuram fazer a obra de Deus à sua maneira.
Por outro lado, a fé opera independente das oportunidades ou circunstâncias. Aqueles que têm fé fazem a obra de Deus porque o certo para eles é ter objetivos segundo a Sua vontade. Estes dois grupos, aqueles que têm fé e os que não a têm, são muito diferentes. Para nós, a fé não se trata de servir ao Senhor somente quando as circunstâncias nos permitem ou quando não há não dificuldades. Ao contrário, a verdadeira fé é dizer: “Eu sirvo ao Senhor mesmo passando por dificuldades, pois isso é o certo a fazer”.
O meu desejo é que todos realmente sirvam ao Senhor por livre e espontânea vontade, movidos pela sua fé e conhecimento no evangelho da água e do Espírito. É por isso que eu não questiono a conduta dos meus irmãos, pois eu sei o quanto eles são imperfeitos. Meu coração fica magoado quando eu vejo alguém que não crê na justiça de Deus e ainda despreza os que andam pela fé. Eu repreendo estas pessoas. Se o coração do meu irmão não é justo e ele não anda por fé, ele precisa ser repreendido então.
Quando nós cremos na Palavra de Deus e que Ele nos abençoou, até sem percebermos nós fazemos a obra pela fé e seguimos o Senhor, O servimos e pregamos o evangelho. E nós também oramos pelo Reino de Deus. Os justos são fortalecidos justamente porque eles vivem pela fé. E essa verdadeira fé no evangelho da água e do Espírito tem poder espiritual.
Esse poder da fé é algo tremendo, pois a fé no evangelho da água e do Espírito nos levar a servir ao Senhor sem ninguém nos pedir isso. Essa fé que temos, o qual nos salvou de todos os nossos pecados pelo evangelho da água e do Espírito, é algo simplesmente maravilhoso. E só quando você tem essa fé é que você pode pregar o evangelho da remissão de pecados para os outros e salvar almas; sem ele e impossível levar os outros a receber a remissão de pecados. Quando você crê que já recebeu todas as bênçãos de Deus, você passa a servir ao Senhor, mas quando você não tem essa fé, você não pode servir ao Senhor nem segui-Lo. Somente pelo Espírito Santo é que damos frutos do Espírito.
Eu creio na Palavra de Deus e que Ele me deu todas as Suas bênçãos. E você? Você também crê nisso? Quando lemos o livro de Gênesis, nós entendemos que apenas nossa fé pode ser reputada por justiça e cremos nisso. E também entendemos que quando cremos, isso é a vontade de Deus, pois a fé é o que agrada a Ele. Não podemos ser considerados justos com nossas próprias obras, por mais justas que elas sejam. Crer na Palavra de Deus é a verdadeira fé.
 
 
O Cristianismo como uma das Religiões do Mundo
 
Como a religião chamada Cristianismo veio a existir neste mundo? O Cristianismo como religião nasceu das obras ou da fé?
Na verdade, o Cristianismo nasceu da fé em Deus, mas por causa do engano de Satanás, ele acabou se tornando uma religião de obras. Como resultado disso, as pessoas consideram o Cristianismo uma das religiões do mundo. Eles ensinam a ciência da religião em todos os seminários teológicos. E nessas aulas, o Cristianismo é tratado eles como uma simples religião. Até mesmo alguns pastores consideram o Cristianismo uma das muitas religiões do mundo.
A palavra Cristianismo significa ‘a reunião daqueles que crêem em Jesus Cristo e O seguem”, e é por este motivo que o Cristianismo não é uma religião. Ele é uma fé. O Cristianismo não é uma religião que nasceu da nossa própria vontade ou das nossas obras. Ele foi fundada por Deus e é a reunião daqueles que compartilham a mesma fé dada por Ele.
“O Cristianismo é somente uma religião ou uma fé?” A palavra ‘religião’ vem do latim ‘religio’ e significa ‘atar firme’ ou ‘confiar’. Em outras palavras, religião é aquilo que o ser humano inventou para adorar seus próprios deuses, algo em que eles se apegam e confiam. Melhor dizendo, crer em algo feito pelo homem como Deus é o que é religião.
A fé, todavia, não é isso. Fé é crer nas bênçãos que Deus no deu, adorá-Lo e confiar Nele. Há duas crenças bem distintas aqui, não é? Uma que cria seu próprio deus e crê nele, ao passo que a outra crê que Deus nos criou e nos abençoou; é por isso que a diferença entre ambas não é muito grande. Crer no que Deus nos deu é totalmente diferente de crer em algo que nós mesmos criamos.
Se alguém perguntasse se nossa fé vem de Deus ou da nossa própria vontade, a resposta certa seria que a nossa fé vem de Deus. Foi Deus quem nos fez e nos deu todas as bênçãos. E tudo que temos a fazer é reconhecer e crer nisso de coração. Esta é a vontade de Deus, não a nossa.
Quando nós criamos um deus e cremos nele, isso vem da nossa própria vontade. Foi por causa dessa vontade centrada no homem que a religião se espalhou pelo mundo. A religião, que é o mesmo que tentar se cobrir com folhas de figueira, passou a existir porque ela tem o mesmo objetivo do diabo.
Os cristãos que não nasceram de novo – ou seja, aqueles que não crêem na água e no sangue de Jesus – são todos religiosos. Eles são 100% religiosos. Se alguém crê em Jesus com seus pecados intactos no coração, isso só significa que ele crê numa religião, não em Jesus. Todos estes pastores que são eloqüentes mas ainda têm pecado no coração e não ensinam a Verdade da remissão de pecados, que é a Verdade dos nascidos de novo, também não passam de religiosos.
Eles crêem em religiões feitas pelo homem e tem muita gente que sacrifica sua vida por estes religiosos. Foi por isso que Karl Max disse que “a religião é o ópio do povo”. Uma vez que alguém fica viciado em ópio, ele tem que usá-lo sempre. Do mesmo modo, quando alguém crê numa religião, ele tem que crer nela cada vez mais e também se esforçar mais ainda para conseguir isso, apesar de continuar escravo do pecado, só para perecer no final.
 
 
A Religião é o Ópio Criado pelo Homem
 
Se alguém abusar do ópio, ele acabará morrendo. A religião é um ópio para aqueles que são viciados nela. E ela talvez vicie mais do que qualquer droga. Para que alguém creia na religião chamada Cristianismo, ele tem que crer cada vez mais, se esforçar cada vez mais, servir cada vez mais, ter cada vez mais uma vida justa e nunca mais pecar. Isso engloba uma série de exigências que nunca acaba e sufoca seus seguidores até a morte. Se alguém é justo, ele tem que ser mais justo, e quando ele se torna mais justo, ainda assim ele tem que ser mais justo do que isso; e assim o homem se esforça para chegar à perfeição incansavelmente e acaba morrendo sem conseguir isso. É isso que acontece na religião chamada Cristianismo. Como isso é terrível!
Alguns até sacrificam sua vida pela religião que crêem. É o diabo que os ensina isso. Quando alguém começa a crer em uma religião, o diabo faz com que ele se sinta sem pecado, mas com isso ele o deixa viciado nela. Por isso, ele tem que ficar na sua religião, pois o diabo faz com que ele sinta que vai morrer se deixá-la. Para ser bem direto, Satanás injetou o ópio da religião no homem. A substância que ele colocou nessa seringa é um fluido vil chamado religião, e é essa injeção que Satanás aplicou no homem. Uma vez que tomam a injeção com o ópio da religião, todos tentam se tornar divinos como Deus, mas no fim acabam morrendo em vão. Em algumas pessoas, Satanás dá uma injeção com ópio nocivo da religião chamada budismo. E ele diz: “Vocês têm que ser divinos. Vocês têm que se libertar e alcançar o nirvana”. Todo aquele que tomou a injeção dessa religião tem que subir a um monte, se isolar e fingir que não se importa mais com este mundo.
Todo aquele que tomou a injeção dessa religião tem que jejuar e enganar a si mesmo. Todo aquele que tomou a injeção dessa religião, nem que tenha sido uma vez, está condenado ao inferno; eles acabam se colocando contra Deus, se opondo à Palavra da Verdade e rejeitando as bênçãos que Ele concedeu a eles. A injeção da religião é terrível assim. A injeção da religião é a droga mais temível deste planeta.
Eu ouvi que as drogas hoje em dia são muito poderosas, mais do que antes. Parece que usar uma vez só já é suficiente para ficar viciado. Então, quando alguém a usa pela primeira vez, a partir deste momento ele se torna totalmente viciado nela e tem que continuar usando-a sempre. Da mesma maneira, a injeção de todas as religiões, não somente do Cristianismo, é poderosa para viciar alguém já na primeira dose. E não importa de que religião nós estamos falando; pode ser o Islamismo, o Hinduísmo, o Budismo, o Adventismo, o Mormonismo, o Confucionismo, a Igreja da Unificação, o Xamanismo ou o Animalismo. Cada religião vicia apenas com uma dose e no fim elas são a porta de entrada para o inferno. Essa injeção da religião é algo mortal.
Quem foi que produziu essa substância da religião então? Foi o diabo. É o diabo que dá essa injeção de mentiras e diz: “Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, os vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal”. Todos que recebem essa injeção tentados pela promessa de “serem como Deus” acabam morrendo. Quando caem em pecado, eles tentam fugir deles; quando tentam fugir dos seus próprios pecados, eles sofrem; desesperados para esquecer seu sofrimento, eles usam uma droga chamada religião; e quando se tornam viciados, eles se enganam achando que já estão livres do pecado.
Você tem que entender que não é por não crer em Jesus Cristo ou rejeitá-Lo que alguém é lançado no inferno. Apesar disso, Satanás deu uma injeção noviça em muitas pessoas que as impede de se libertar. No entanto, até aqueles que tomaram essa injeção podem ser salvos agora crendo no evangelho da água e do Espírito dado por Jesus Cristo.
O capítulo três de Gênesis fala dessa injeção. Mas que tipo de injeção é essa? É a injeção que engana o homem e faz com que ele se desvie de Deus e se separe Dele. Satanás coloca dúvida na mente, perguntando: “Deus disse mesmo que vocês não podem comer de todas as árvores do jardim?” Ele torce a verdade para levar dúvida à fé. As pessoas receberam a injeção da religião, e é por isso que elas sempre perdem a esperança de entrar no Céu e fazem de tudo para se salvar por elas mesmas.
De Gênesis três em diante, a bíblia explica como Satanás aplicou no homem a injeção da religião. E é o diabo mesmo que aplica essa injeção. Mas que tipo de injeção o diabo aplica e que te tipo de antídoto Deus provê? O diabo aplica a injeção da religião e Deus aplica o antídoto que neutraliza seus efeitos tóxicos. O remédio específico que Deus nos dá gratuitamente e que nos cura da toxina mortal do diabo é o evangelho da água e do Espírito.
Amados irmãos, eu exorto a todos vocês que entendam que o evangelho da água e do Espírito é o que Deus quer dar a vocês, a fim de que vocês se voltem para a Verdade e possam nascer de novo crendo realmente nele.