Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 3-17] (Gênesis 3:1-24) Os Que Se Opõem a Deus Certamente Serão Lançados no Inferno

(Gênesis 3:1-24)
“Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais. Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus a Adão e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses? Então, disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi. E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isso? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi. Então, o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isso, maldita serás mais que toda besta e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás e pó comerás todos os dias da tua vida. E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua conceição; com dor terás filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará. E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. Espinhos e cardos também te produzirá; e comerás a erva do campo. No suor do teu rosto, comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado, porquanto és pó e em pó te tornarás. E chamou Adão o nome de sua mulher Eva, porquanto ela era a mãe de todos os viventes. E fez o SENHOR Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu. Então, disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, pois, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma, e viva eternamente, o SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra, de que fora tomado. E, havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida”.
 
 
Quem Se Opõe à Justiça de Deus?
 
Gênesis capítulo 3 deixa bem claro que Deus rejeita todos que se opõem à sua justiça entrando no seu Jardim. A vontade de Deus é que absolutamente ninguém se oponha à sua justiça e entre no seu Jardim. Isso nos mostra que se quisermos entrar no céu, jamais devemos nos opor à justiça de Deus. Todos nós só poderemos entrar no céu se crermos na sua justiça; mas, por outro lado, se nos opormos a ela, jamais seremos salvos do pecado e muito menos chegaremos às portas do céu. Sendo assim, todos que desejam entrar no reino dos céus precisam crer com sinceridade na justiça de Deus.
Gênesis 3:1 diz: “Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito”. Esse texto nos mostra como é astuto aquele que se opõe à Palavra da verdade de Deus. E é o próprio Satanás que se opõe a Deus e à sua justiça. Satanás é muito astuto e sagaz. E os que pertencem a ele também são muito astutos e dissimulados. Todos que se opõem a Deus são astutos e ardilosos.
Satanás disse as seguintes palavras ao tentar o homem: “É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?” E a mulher disse: “Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais”. Satanás conhece a fraqueza das pessoas e corrompe astutamente sua fé com palavras enganadoras. É assim que ele trabalha astuta e enganosamente para se opor a Deus.
Só que ninguém pode ser feliz se opondo abertamente à Palavra de Deus. Embora o diabo se oponha a Deus, ele acabará enfrentando o juízo da ira de Deus. Até entre os homens há inimigos da justiça de Deus. E como Satanás, estas pessoas são muito astutas e se opõem ao povo de Deus e à sua justiça.
Satanás trabalha entre as pessoas de uma forma enganosa. Seus servos trabalham para enganar o homem, a fim de que ninguém entenda a verdade de que Jesus levou sobre si todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista. Esta é a primeira coisa que Satanás faz. Os que são enganados por Satanás dizem que Jesus tirou o pecado original, mas não seus pecados pessoais. Mas todos que dizem isso foram enganados pela astúcia de Satanás. Ao enganar as pessoas e levá-las a crer assim, o diabo torna impossível elas entrarem no céu, por mais que elas creiam em Jesus como seu Salvador. Já que Deus pôs uma espada inflamada para guardar a entrada do Jardim do Éden e impedir que alguém nele entrasse, nem todos podem entrar no céu.
Muitos cristãos no mundo hoje estão espiritualmente enganados. E embora confessem crer em Jesus como seu Salvador, sua fé na verdade está posta nas doutrinas cristãs. E por crer que Jesus levou o pecado original, eles fazem orações de arrependimento todos os dias para remir seus pecados pessoais. É por isso que eles afirmam que ninguém pode entrar no céu se não for purificado dos seus pecados todos os dias.
Mas onde é que a Bíblia diz isso? Por mais que o homem se esforce ao máximo, ele pode estabelecer uma justiça melhor do que a justiça de Deus cumprida por Jesus? A malignidade horrenda e impura do homem e toda a sua natureza pecaminosa podem ser eliminadas com orações de arrependimento, o que não passa de um produto do esforço humano? Algum ser humano pode mesmo entrar no céu pelo seu próprio esforço ao invés de confiar totalmente na justiça de Deus? A resposta a todas estas perguntas é um sonoro não.
A ideia de que podemos de alguma forma alcançar a salvação com nosso próprio esforço é uma mentira enganosa e astuta. Hoje e como antes, este mundo está cheio de mentiras ardilosas. E embora muitos confessem crer em Deus, eles, na verdade, não conhecem sua justiça; e é por isso que eles se opõem à justiça de Deus. E são estas pessoas que se opõem à justiça de Deus de uma maneira extremamente astuta.
Deus quer ser o verdadeiro Deus do homem e de todas as criaturas. E este é o Deus benevolente de todos nós. Ele é o Ser Supremo. Sua verdade é a verdade absoluta, que não precisa ser provada, que é boa e linda. Deus fala conosco sempre que quer e para o nosso bem.
Até hoje os que se opõem a Deus também se opõem aos justos. Estes inimigos astutos e traiçoeiros existem há muito tempo, e no texto bíblico deste capítulo vemos um deles, a serpente, dizendo a Eva: “Deus disse mesmo que você não pode comer da árvore do conhecimento do bem e do mal? Ele te proibiu de comer do fruto de toda árvore do Jardim?” Eva expressou sua falta de fé então dizendo à serpente: “Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais”.
Satanás fez uma pergunta muito astuta e capciosa a Eva: “É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?” Se esta não é uma pergunta capciosa, o que mais seria? E ao enganar Eva de uma forma tão ardilosa e astuta, Satanás enfraqueceu sua fé na Palavra de Deus e fê-la se desviar dele. Melhor dizendo, Satanás enganou o homem. Ele mentiu para Eva dizendo: “Você certamente não morrerá”. Isso não passou de um plano de Satanás contra a justiça de Deus. E assim como ele adulterou a Palavra de Deus antes, ele usa o mesmo método ardiloso hoje.
Você sabe como os inimigos de Deus se opõem a ele? E esse tipo de gente crê mesmo na Palavra de Deus, embora não creiam no evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus que é a justiça. Ao invés de aceitar tudo na Palavra de Deus como a verdade absoluta, eles acham que algumas partes dela não são de Deus. Então eles a interpretam de um ponto de vista humano.
Qual sua atitude em relação a Deus? Eles o corrompem tornando-o um Deus volúvel, afirmando que ele salva quem disse que iria matar, que sua Palavra não é um mandamento absoluto, e que como ele é um Deus de amor, eles só pensam nele deste modo, ignorando o fato de que ele também é um Deus de justiça. Mas Deus não é esse tipo de Deus; ele é o Deus da verdade. Nosso Deus é o Deus justo que envia todos que pecam para o inferno. Ele não faz vista grossa aos pecados das pessoas só porque elas se dizem cristãs. Deus permite que os pecadores entrem no céu? Não, claro que não. Ele considera justos todos que creem em Jesus, mesmo que eles ainda sejam pecadores? Não, não é bem assim.
Só depois que eu compreendi a justiça de Deus foi que eu finalmente entendi que Deus era o Deus da verdade e da justiça. Tudo que Deus já disse, mesmo que tenha sido uma só vez, ele certamente cumprirá. Como os inimigos de Deus se opõem a ele então? Eles se opõem a ele com sua própria justiça, recusando-se a crer nele e na Palavra da verdade, dizendo que ele é um Deus injusto. No fim, por não crerem na Palavra de Deus, eles serão destruídos. Os que se opõem a Deus hoje em dia afirmam que Jesus tirou o pecado original, mas onde diz na Bíblia que apenas o pecado original foi tirado?
Os que se opõem a Deus distorcem a Palavra. Assim como Satanás distorceu a Palavra de Deus ao tentar Eva, estes também corrompem sua Palavra. Satanás induziu Eva a dizer palavras de incredulidade; ele sussurrou no seu ouvido e fê-la duvidar da Palavra de Deus. Não foi Satanás que fê-la distorcer a Palavra de Deus, dizendo: “Você não pode comer nem tocar no fruto senão vai morrer?” O diabo ainda entra nas pessoas e as levam a adulterar a Palavra de Deus. Os que são enganados por Satanás corrompem a Palavra de Deus, dizendo: “Deus só tirou o pecado original, não os pecados pessoais. Então temos que nos santificar fazendo orações de arrependimento todos os dias”. Mas isso é o mesmo que repetir as mesmas palavras de Satanás. E são justamente estes que se opõem a Deus. Você tem que entender que os inimigos de Deus se opõem a ele de um modo bem astuto.
Seus olhos podem discernir os que se opõem à justiça de Deus? Não podemos discernir estes inimigos pela aparência porque seus truques são muito bem elaborados. Eles evitam o confronto direto, pois seu plano é colocar dúvida na mente das pessoas e assim corrompem a Palavra de Deus de uma forma indireta. Em outras palavras, eles fazem com que as próprias pessoas corrompam a Palavra de Deus. Este é mesmo ardil do astuto, traiçoeiro e soberbo Satanás. O que todos nós temos que entender aqui é que seja o que for que a Palavra de Deus diz, temos que aceitá-la como ela é, pois acrescentar a ela o que pensamos é pecado.
Hoje muitos cristãos se opõem a Deus com sua fé errada nas doutrinas cristãs. E todos eles juntos se opõem à justiça de Deus. Há muito tempo, quando os homens se reuniram para construir a Torre de Babel na planície do Sinar, eles tentaram se libertar do domínio de Deus, dizendo: “Vamos construir uma torre tão grande que alcance o topo do céu!” No entanto, Deus confundiu as línguas destes homens soberbos e os espalhou. Daí por diante o caos se instaurou na vida do homem, suas línguas forma misturadas e eles se espalharam por todos os lados.
As denominações cristãs em todo o mundo hoje em dia só creem nas suas próprias vaidades, não na Palavra de Deus. Há alguma diferença entre a fé dos que creem na Palavra de Deus e os que não creem? Sim. Hoje os que creem na Palavra de Deus exatamente como está escrita são só os que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. Não há ninguém que crê na Palavra de Deus exatamente como ela é entre os que não têm fé no evangelho da água e do Espírito. Isso significa que os inimigos da Palavra de Deus a corrompem de modo astuto. Assim como Eva distorceu a Palavra de Deus em sua incredulidade, embora tenha sido avisada que certamente morreria se fizesse isso, os cristãos de hoje também corrompem a Palavra de Deus. Eles dizem que embora o pecado original tenha sido tirado, no que diz respeito aos pecados pessoais, eles precisam fazer orações de arrependimento todos os dias para se santificar, receber a salvação e no fim ser glorificados e entrar no reino dos céus. Mas esse tipo de fé é correto? Não, claro que não! Por acaso Eva estava certa ao distorcer a Palavra de Deus, dizendo: “Deus disse: ‘Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais’”? Não, ela estava errada. Do mesmo modo, a ideia de que alguém pode entrar no céu pelo próprio esforço é uma crença enganosa.
As pessoas procuram receber a salvação se esforçando infinitamente justamente porque não conhecem a justiça de Deus nem crêem nela. Muitos cristãos atualmente dizem que se crerem em Jesus e fizerem orações de arrependimento fielmente, se Deus as escolheu, elas irão para o reino dos céus. Mas se Deus não as escolheu, elas serão condenadas. O que você tem que entender bem aqui é que esta é a própria fé que se opõem à justiça de Deus.
Olhe ao seu redor e veja quantas pessoas têm se levantado contra a justiça de Deus. Mas no entanto, Deus deixou bem claro que ele não permitirá que estas pessoas entrem no céu. Ele disse que a árvore da vida está além do alcance dos que possuem seus próprios padrões – ou seja, dos que já comeram da árvore do conhecimento do bem e do mal e possuem seu próprio padrão moral. Enganados por Satanás, muitos se desviam da verdadeira fé na Palavra de Deus e criam seu próprio padrão do bem e do mal. Estes não consideram como a absoluta verdade a Palavra de Deus, mas procuram ser deuses eles mesmos. Deus expulsa estas pessoas do Jardim do Éden e as proíbe de entrar novamente ali. Melhor dizendo, ele expulsa os que criam seu próprio padrão do bem e do mal ao invés de reconhecer sua soberania. Ele não permite que eles comam da sua Palavra pela fé, nem que eles conheçam a verdade revelada por ele. Muitos hoje estão estudam teologia, leem a Bíblia, pesquisam as Escrituras, porém os que dentre eles se opõem à justiça de Deus serão expulsos do Jardim. Todos que interpretam a Bíblia segundo seus pensamentos carnais são pessoas que não têm nada a ver com a justiça de Deus; e é por isso que é impossível que eles comam do pão da vida eterna pela fé. Estes não são apenas ignorantes em relação à Palavra escrita de Deus, mas também estão muito longe da sua verdade. E tudo isso porque eles se opõem à justiça de Deus.
Deus selou o reino dos céus para os que se opõem à sua justiça, a fim de que eles jamais possam entrar ali. É por isso que devemos fugir dos que se opõem à justiça de Deus e voltar para a fé que crê no evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus. Muitos precisam voltar para a fé na Palavra de Deus e crer dizendo amém quando alguém lhes disser que Jesus tirou todos os pecados do mundo ao ser batizado por João Batista. Eles precisam buscar a Palavra de Deus mais uma vez para ver como Jesus tirou os pecados do mundo e os levou à cruz, a fim de que sejam salvos entendendo-a e crendo nela. Só assim o homem que foi expulso do Jardim do Éden poderá voltar para ele e para Deus.
Como alguém que se opõem à justiça de Deus pode entrar no céu? Nada mais justo do que Deus lançar no inferno todos que se opõem à sua justiça. Não há ninguém que é lançado no inferno que não mereça isso. Se eles fossem para o inferno por se opor à justiça de Deus sem saber, Deus então lhes daria uma chance para que eles a conhecessem e cressem nela. Só que eles tiveram a chance de entrar no reino de Deus entendendo sua justiça e crendo na sua Palavra, mas escolheram não crer nela e se voltaram contra Deus. E é por isso que eles vão para o inferno. A culpa é deles mesmos então. Todos que não creem na Palavra da justiça de Deus, mas são enganados por Satanás e se opõem a ele, certamente sofrerão no fogo do inferno. Os que ainda se opõem a Jesus Cristo, que se tornou a justiça de Deus, nasceram neste mundo mas não morrerão apenas aqui – este não é o fim da história para eles, pois depois ainda enfrentarão o juízo de Deus. O juízo de Deus é o último julgamento.
Como a Bíblia descreve o inferno? Marcos capítulo 9 diz que o inferno é um lugar sempre ardente, onde o fogo nunca se apaga e os vermes nunca morrem. E os pecadores sofrerão para sempre no fogo do inferno. Está escrito no Antigo Testamento que se alguém transgredir a Palavra de Deus, só seria preciso algumas poucas testemunhas para que ele morresse apedrejado na hora. Desobedecer à Palavra de Deus é uma ofensa tão séria que todo aquele que a transgredia devia ser morto sem nem mesmo ser julgado. E mesmo quando estava morto, o povo continuava jogando pedras até que elas o cobrissem e formassem seu túmulo. Hoje também não há perdão para os que não creem na Palavra da água e do Espírito, que é a justiça de Deus, mas são contra este evangelho.
O fato é que os astutos inimigos de Deus estão atrás dos púlpitos dizendo que ele não mandará ninguém para o inferno, apenas aumentando sua ira. Eles dizem que a Palavra de Deus não é tão radical, e como Deus é muito tolerante, ele aceitará todos, independente de como creem, contanto que eles sejam humanamente justos.
Mas isso é um grande absurdo. A Palavra de Deus é a espada de dois gumes da verdade. Ela não é radical, mas afiada para julgar com precisão todos que devem ser julgados. Assim é a Palavra de Deus, firme e imparcial. Embora muitos a interpretem do seu próprio jeito, virá o dia em que todos eles se arrependerão. Eles analisam a Palavra como querem e a interpretam como bem entendem, e isso em si nos mostra que eles, em sua total ignorância, são contra a justiça de Deus.
 
 
Você Sabe Quantos Neste Planeta São Contra a Justiça de Deus?
 
Há muitos cristãos no mundo inteiro que ainda são contra Deus e a sua justiça. Será que Deus deseja que estas pessoas entrem no céu? Não, ele prefere queimá-las no fogo do inferno. E a única razão de Deus ter tolerado isso até hoje é que ainda há muitos nessa terra, embora o número seja pequeno, que creem na sua Palavra da justiça e a seguem. E é através destas pessoas que ele deseja que os outros voltem para ele.
Os cristãos que dizem que Jesus levou somente o pecado original, mas não os pecados pessoais, precisam voltar atrás e crer no evangelho da água e do Espírito. Estes cristãos afirmam que podem se santificar todos os dias e que no fim não terão mais pecado. Mas sua fé é contra a justiça de Deus. A verdadeira justiça de Deus é que Cristo veio a essa terra e apagou todos os pecados do mundo de uma vez por todas com seu batismo. Mas apesar disso, muitos ainda corrompem esta verdade do evangelho, e por isso certamente serão julgados por Deus.
Assim como o diabo enganou Adão e Eva e os colocou contra a justiça de Deus, muitos hoje estão caindo na armadilha de Satanás e se opondo a Deus também. Os cristãos de hoje podem receber a remissão de pecados fazendo orações de arrependimento? Se algum cristão crê que de alguma forma pode se santificar fazendo orações de arrependimento todos os dias, isso só significa que ele caiu nas astutas ciladas do diabo. Satanás é tão astuto que doutrinou os cristãos atuais a crer que eles só podem receber a remissão de pecados fazendo orações de arrependimento. É por isso que se desviam em sua fé.
Eles dizem que há dois tipos de arrependimento. O primeiro deles acontece quando cremos no Jesus crucificado. O segundo acontece quando somos purificados dos pecados pessoais fazendo orações de arrependimento toda vez que pecamos, dizendo: “Por favor, Senhor, me perdoe”. É por isso que estes cristãos pedem ao Senhor todos os dias que perdoe seus pecados. Mas sua fé não está errada? Já que Jesus recebeu todos os pecados do mundo ao ser batizado e os levou à cruz de uma vez por todas, por que os cristãos atuais tentam purificar seus pecados fazendo orações de arrependimento? Já que eles receberam a remissão de pecados quando se arrependeram, não está errado então pedir ao Senhor que os perdoe toda vez que eles pecam? Muitos cristãos hoje acham que foram salvos só porque aceitaram Jesus como seu Salvador. Mas eles também acham que têm que ser perdoados dos pecados que cometem todos os dias. É por isso que eles possuem uma fé astuta. E isso significa que eles foram enganados pelo astuto e ardiloso Satanás.
Muitos cristãos acham erradamente que só podem ir para o reino dos céus se forem piedosos o bastante, mas eles estão totalmente errados. Se a Bíblia diz que ninguém pode entrar no reino dos céus se não crer no evangelho da água e do Espírito, que é a justiça de Deus, isso só significa então que os cristãos que estão indo para o inferno estão errados por crerem que podem ser purificados dos seus pecados fazendo orações de arrependimento. Não podemos ver que sua fé está nitidamente errada? Ao lermos a Bíblia, vemos que muitos dos que profetizaram, expulsaram demônios e fizeram milagres são na verdade os que praticaram a iniquidade. E Jesus lhes disse: “Eu não vos conheço”.
Mas por que estes acabam tendo uma fé enganosa? Será por que eles não creem em Jesus como seu Salvador? Ou por que não escolheram a Deus, e por isso foram rejeitados, apesar de crerem em Jesus? Os que pertencem a Satanás dizem que se alguém conhecer Jesus Cristo e crer que ele é o Salvador, ele já foi escolhido em Cristo. No entanto, Deus disse que já escolheu todos em Cristo. É crendo no evangelho da água e do Espírito, e não se opondo à justiça de Deus, que todos podem receber a remissão de pecados de uma vez por todas. O problema, contudo, é que muitos cristãos estão sendo enganados pelo astuto Satanás e crendo que podem receber a remissão de pecados fazendo orações de arrependimento. Eles, na verdade, são tolos que não apenas buscam receber a remissão de pecados com orações de arrependimento, mas também estão aviltando o evangelho da água e do Espírito dado por Jesus e corrompendo o mundo.
Para ser mais duro ainda, os que hoje se opõem à justiça de Deus são iguais a Satanás. Está escrito no texto bíblico deste capítulo: “Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal” (Gênesis 3:4-5). Estas palavras de Satanás são as mesmas dos falsos profetas atuais, que dizem: “Se você crer em Jesus e fizer muitas orações de arrependimento, você se santificará e será como Deus, e entrará no reino dos céus”. A ideia de que o pecado original é remido crendo em Jesus e os pecados pessoais, fazendo orações de arrependimento fielmente todos os dias, e que os cristãos assim serão perfeitos como Deus e pessoas totalmente justas que poderão entrar no céu, é a mesma mentira que Satanás disse a Adão e Eva quando os enganou. Estas palavras são daqueles que se opõem à justiça de Deus. E todos que são enganados por Satanás dizem a mesma coisa.
Mas você não pode ser enganado por estes inimigos que dizem que você pode receber a remissão de pecados fazendo orações de arrependimento fielmente. Muitos cristãos fazem orações de arrependimento aos prantos porque aprenderam que não podem entrar no reino de Deus sem lágrimas e sacrifício. Mas embora eles estejam inteiramente certos de que esta é a única maneira de se santificar, eles não poderiam estar mais errados. Todos eles estão sendo enganados por Satanás.
Como diz corretamente um hino, nossos pecados não podem ser apagados por mais que clamemos e choremos por mil anos. Você acha que seus pecados desaparecem quando você faz orações de arrependimento? Não, isso está longe de ser verdade; ao contrário, não é apenas se arrependendo, mas crendo no evangelho da água e do Espírito que você pode receber a remissão de pecados e a salvação. Você deve conhecer o hino que diz:
“Chorar não vai me salvar,
Embora meu rosto esteja banhado em lágrimas,
Que não podem aliviar meus medos,
Que não podem purificar pecados de anos!
Chorar não vai me salvar...
A fé em Cristo me salvará.
Então confiarei no Filho sofredor,
Confiarei na obra que ele fez,
Em teus braços, Senhor, tu me ajudas a prosseguir;
A fé em Cristo me salvará”.
A maioria dos cristãos canta este hino inspirado em seus sentimentos. Mas embora eles cantem um hino que demonstra a impossibilidade de ser purificado do pecado com lágrimas, eles na verdade não têm a menor ideia do que estão cantando.
Adão e Eva creram nas palavras de Satanás, que disse: “No dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus” (Gênesis 3:5). Mas seus olhos foram realmente abertos? Não, longe disso, seus olhos espirituais, que viam a dimensão de Deus, ficaram completamente cegos. O que mais podemos ver quando nossos olhos estão cegos demais para vermos a dimensão de Deus? Tudo que podemos ver agora é carnal, maligno e demoníaco.
Alguém pode entrar no céu se esforçando ao máximo para não pecar? Você não pode purificar seus pecados derramando lágrimas. Os cristãos hoje em dia, de uma forma geral, dizem como Jesus lavou os pés de Pedro pessoalmente, não há nada de errado em tentar purificar seus pecados fazendo orações de arrependimento. Mas tudo ficará bem se você apenas lavar bem seus pés? Você pode até achar que vai para o céu porque crê em Jesus e faz orações de arrependimento regularmente. Mas isso não é verdade, pois só podemos entrar no céu crendo no evangelho da água e do Espírito. É assim que podemos ser santificados, nos tornar filhos de Deus e justos sem pecado. Se você lavar seus pés até o dia da sua morte para ser um justo – ou seja, se você quiser purificar seus pecados diários com orações de arrependimento todos os dias – você poderá dizer que crê na obra de Jesus? Não, isso só mostrará que você confia nas suas próprias obras. E já que isso também mostra seu esforço para lavar seus próprios pés, isso não é a obra de Jesus.
Os que creem que podem alcançar a salvação com seu próprio esforço estão sendo enganados por Satanás. Veja os que estão fazendo orações de arrependimento agora e sendo enganados pelo diabo. Mas ao invés de receber a remissão de pecados, eles estão lutando cada vez mais contra seus pecados. Não há dúvida alguma de que Satanás é mesmo um espírito maligno, mas o homem continua sendo enganado por ele e se tornando cada vez mais maligno. Há um provérbio coreano que diz: “Pior do que uma sogra megera é uma cunhada que finge ser boa”. Como diz o ditado, os que são enganados por Satanás acabam sendo mais perigosos do que ele, porque fingem que se preocupam conosco quando, na verdade, querem nos colocar contra Deus. E mais tolos ainda são os que acreditam neles. Eles agem como se amassem a Deus, fingem crer nele e adorá-lo, mas na verdade não adoram nenhum outro senão o próprio diabo. Quando estas pessoas glorificam a Deus, quem realmente está sendo glorificado? É o próprio diabo que se coloca entre o homem e Deus.
Gênesis 3:6 diz: “E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela”. Quando Eva olhou para a árvore, ela pareceu boa tanto aos seus olhos como ao seu paladar. E assim como Eva, é compreensível por que tantas pessoas são atraídas pela ideia de que Jesus tirou o pecado original mas os pecados pessoais são purificados todos os dias com orações de arrependimento. Afinal de contas, não soa mais convincente ouvir que Jesus lavou os pés de Pedro para nos ensinar que somos santificados diariamente fazendo orações de arrependimento? Só que Jesus fez isso para ensinar que, como o Cordeiro pascal, ele apagou todos os pecados de Pedro de uma vez por todas, inclusive seus pecados pessoais.
As principais correntes do Cristianismo insistem que é possível ser perdoado do pecado original quando se crê em Jesus, mas que é preciso fazer orações de arrependimento pelos pecados pessoais todos os dias. E esta ideia, de religiosos a ímpios, parece muito sensata. Até parece uma jogada de mestre, não é? Mas o que precisamos entender aqui é que crer nisso é o mesmo que cair numa armadilha do diabo. Todos que creem na necessidade de orações de arrependimento já estão nas portas do inferno.
Já que cremos no evangelho da água e do Espírito, todos os nossos pecados já foram remidos e nos tornamos justos. Mas como nossos atos são sempre falhos, continuaremos a pecar mesmo depois de termos alcançado a redenção. É por isso que precisamos meditar na verdade todos os dias, lembrando que Jesus já tirou todos os nossos pecados e não deixou nem um sequer. Parece tolice crer assim? A fé que há entre os cristãos hoje é que Jesus tirou o pecado original, mas os pecados pessoais precisam ser purificados todos os dias com orações de arrependimento. E esta é a fé que o mundo aprova, sem contar como ela atrai. Então parece até algo sensato crer assim, mas temos que entender que o caminho para o inferno foi pavimentado com a sabedoria dos homens e de Satanás.
Embora os crentes no evangelho da água e do Espírito pareçam tolos aos olhos dos outros, eles são sábios aos olhos de Deus. Embora o mundo os veja como tolos, eles na verdade são sábios. Os que só creem no sangue da cruz confiam mais no conhecimento e na sabedoria do mundo do que no evangelho da água e do Espírito. E quem acredita que precisa fazer orações de arrependimento creem em Jesus de um modo enganoso e astuto. Por isso que todos eles vão para o inferno.
Não parece que os cristãos foram bem educados? Eles não parecem intelectuais? Não é maravilhoso quando os cristãos se reúnem uma semana e se sentem bem e felizes como uma família feliz? Quando eles fazem parte de uma igreja grande, eles são reconhecidos até pelas pessoas do mundo. E quando alguém pergunta: “De que igreja você é?”, eles dizem o nome de sua igreja com todo orgulho. Embora pareça maravilhoso e sábio fazer parte de uma igreja conhecida por todos, temos que entender que o diabo se levantou contra Deus porque se achou muito sábio, mas por sua soberba será lançado no inferno.
Por que as pessoas vão para o inferno? Porque elas não creem na justiça de Deus, porque eles creem segundo seu bem querer, e porque há pecado em seu coração. Todas estas respostas estão certas. E podemos responder de uma maneira também: as pessoas vão para inferno porque desafiam a justiça de Deus com sua própria justiça. Os que se acham melhores e mais sábios que Deus estão sempre desafiando-o, negando tudo que ele diz. Deus pode até suportá-los por algum tempo, mas se eles continuarem a desafiá-lo, no fim ele vai destruir todos eles e lançá-los no abismo sem fim.
Mas e o anjo caído? Por que Lúcifer, que era um anjo glorioso, foi lançado na terra? Por que o inferno foi preparado para ele? Porque ele desafiou a Deus. Do mesmo modo, o pecado que há no coração das pessoas não é remido porque elas ousam desafiar a Deus. E como seus pecados ainda estão intactos no seu coração, elas serão lançadas no inferno. Todas as criaturas criadas pelo Senhor Deus devem obedecê-lo. Não seria maravilhoso se todos criados por Deus obedecessem à sua Palavra e o servissem para sempre no seu imenso e eterno reino e a eterna glória de Deus fosse sua glória também? Se não quer acabar como o anjo que foi expulso do dia para a noite do céu por ter desafiado a Deus, você tem que ouvir atentamente a Palavra de Deus e crer nela exatamente como ela é.
Deus disse a Lúcifer, o anjo caído:
“E tu dizias no teu coração:
Eu subirei ao céu,
E, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono,
E, no monte da congregação, me assentarei,
Da banda dos lados do Norte.
Subirei acima das mais altas nuvens
E serei semelhante ao Altíssimo.
E, contudo, levado serás ao inferno,
Ao mais profundo do abismo” (Isaías 14:13-15). Deus está dizendo que fez o inferno para aqueles que o desafiam com seus próprios pensamentos. Você acha que Deus gostou de fazer o inferno? Não, nosso Deus de modo algum é assim. Se Deus tivesse feito o inferno devido à sua maldade, ele não seria um Deus justo.
Deus criou o homem para ele ser feliz. Ele expulsará os que o desafiam, e enviará para o céu os que creem na sua Palavra. Deus quer que todos ouçam sua Palavra e vão para o céu. Mas como os que estão condenados ao inferno procuram sempre estar acima dele, ele não pode fazer mais nada por estas pessoas. O que temos que entender aqui é que muitas pessoas vão para o inferno porque estão desafiando a Deus.
A maioria dos cristãos acha que terão mais chance de ir para o céu se fizerem parte de igrejas grandes e conhecidas, e não de igrejas pequenas e não-denominacionais. Do mesmo modo, os judeus nos dias de Jesus também achavam que era mais fácil ir para o céu através do templo em Jerusalém do que em choupanas no interior da nação. Na parábola do bom samaritano, um homem é roubado por ladrões e levado para uma estalagem; só que essa estalagem é um lugar humilde numa vila do interior. O templo em Jerusalém, por outro lado, era imenso e lindo. O topo da sua torre era adornado com gravuras deslumbrantes. Mas só que se alguém continuasse escalando-o iria para o inferno. Muitos cristãos se gabam da sua igreja e denominação, do seu tamanho, da sua história, da sua tradição e daí por diante. Mas os que querem subir mais alto que Deus são pessoas superficiais que vão para o inferno. Todos que desafiam a Deus sem dúvida serão lançados no inferno.
É isso que diz Gênesis capítulo 3. Deus disse que expulsará todos que o desafiam e os impedirá de entrar no céu. Mas mesmo assim o homem continua desafiando a Deus, não é? As pessoas dizem que ninguém é justo, mas porque não pode haver um justo se há muitos justos na Bíblia? Quando lemos Salmos, Provérbios, Eclesiastes, vemos que eles falam de justos e pecadores. Desde o Gênesis a Bíblia fala de justos e pecadores. No primeiro dia da criação, Deus separou a luz das trevas e chamou a luz de dia, e as trevas, de noite (Gênesis 1:4-5). Isso significa que ele separou os justos dos pecadores com a verdade absoluta, o evangelho da água e do Espírito. Só que, ao contrário do que diz a Palavra de Deus, as pessoas dizem que não existem justos. Isso é o mesmo que desafiar a Deus. As pessoas desafiam tanto a Deus. Mas se não há nem um justo na Bíblia, por que então Jesus veio a essa terra e salvou os pecadores?
 
 
Deus Pode Tornar Justo um Pecador?
 
Dizer que Deus não pode tornar o homem justo é impor limite ao seu poder. A Bíblia diz que nada é impossível para Deus. E quando as pessoas dizem que não há nem um justo, elas fazem isso com base em seus próprios pensamentos. Mas elas com toda certeza vão para o inferno. Se elas tiverem pelo menos o ensino fundamental, elas devem ler a Bíblia antes de dizer estas coisas, nem que seja um capítulo. Um cego só pode falar sobre o que sente pelo toque. Mas como os pecadores são espiritualmente cegos, eles acham que conhecem a Bíblia só de ler uma passagem. Com base nesta simples passagem então, eles dizem: “Não há um justo, nem um sequer” (Romanos 3:10), e afirmam que, segundo a Bíblia, não há nenhum justo.
Você já ouvir falar do mito da caverna de Platão? A maioria dos cristãos está cativa e escravizada pelas suas respectivas denominações como os prisioneiros da metáfora. E pior ainda é que eles não sabem que estão aprisionados e nem querem escapar desta situação. Eles acham que algo terrível acontecerá com eles se deixarem sua igreja. Aqueles que já tropeçaram e caíram em pecado, e cujo coração ainda tem pecado acabam crendo nas doutrinas erradas das principais correntes do Cristianismo quando creem em Jesus. E já que seus pecados estão gravados na tábua do seu coração, eles jamais poderão escapar das doutrinas que para eles parecem sensatas, mas são uma armadilha. A razão pela qual eles não creem que existem justos, por mais que a Bíblia diga isso, é que ainda há pecado em seu coração. Eles não podem escapar da prisão que estão. E eles não têm ideia de como sua visão de Deus é ofensiva, e por isso continuam a desafiá-lo. Tanto que quando os vejo, eu penso: “Se eu fosse o Criador, eu os destruiria e os faria novamente”. Muitos estão indo para o inferno por causa disso; e eles merecem mesmo esse destino.
Muitos simplesmente acreditam que não existem justos porque na verdade nunca creram em Deus corretamente nem procuraram conhecê-lo. Mas eles têm certeza de que não há justos porque nunca tiveram a experiência de ser justificados. Em outras palavras, eles acham que não há nenhum justo porque eles mesmos são pecadores. Quando olhamos para o seu coração, vemos que eles de modo algum podem se tornar justos.
Como então descreveríamos Noé, Abraão, Paulo e Pedro, já que a Bíblia diz que todos eles são justos? Deus disse: “Noé era homem justo e íntegro entre os seus contemporâneos; Noé andava com Deus” (Gênesis 6:9). O apóstolo Paulo disse: “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” (Romanos 8:1). Isso não significa que os que estão em Cristo são justos? O fato de não haver condenação significa que não há pecado; e já que nenhum pecado é imputado, todos que estão em Cristo são justos. Em outras palavras, já que nossos pecados foram passados para Jesus Cristo, nós somos os justos que não têm pecado nem motivo para ser julgados.
No entanto, os que creem que não há nenhum justo não podem explicar esta passagem. Se alguém vive contradizendo o testemunho do evangelho da água e do Espírito só porque não o conhece bem, ele está indo direto para o inferno. Na verdade, nós também desafiávamos a Deus antes de nascermos de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Eu conheci um homem que foi missionário 70 anos em sua vida. Como todos nós, ele também nasceu pecador e queria ir para o céu fazendo boas obras. Mas tudo que ele conseguiu em sua vida foi somente desafiar a Deus para acabar indo para o inferno. As pessoas vivem desafiando a Deus. Há tantas pessoas desafiando a Deus que não há quase ninguém que não faça isso. Você consegue ver como em meio a leigos e pastores ainda há muitos que não receberam a remissão de pecados, que estão presos num círculo vicioso, que vivem num abismo espiritual por causa do pecado, que conseguem se levantar mas depois acabam caindo de novo? Muitos pastores têm sido expulsos de sua igreja por cometer pecados que nem podemos mencionar aqui.
Não há melhor maneira de expressar o que eles estão fazendo do que dizer que eles estão tentando subir mais alto que Deus. Ao olharmos atentamente para aqueles que ainda não receberam a remissão de pecados, vemos claramente que eles não puderam recebê-lo porque estão desafiando a Deus. Eles se opõem a Deus e o desafiam por não gostar do que ouvem quando alguém prega o evangelho para eles. Mas são só eles que perdem com isso, pois assim não podem receber a remissão de pecados e são condenados ao inferno. Eu não estou certo se eles entendem isso, mas é isso o que eles sempre fazem. Temos que tomar muito cuidado para não desafiarmos a Deus, pois às vezes até os servos de Deus fazem isso. Mas não poderemos ser abençoados se desafiarmos a Deus. Amados irmãos, ousar subir mais alto que Deus é o mesmo que se opor a ele e à sua justiça. Assim como há muito tempo o diabo se levantou contra Deus, o homem também está fazendo isso hoje. E a maneira com que fazem isso é desafiando-o com seus próprios pensamentos.
Amados irmãos, só podemos ir para o reino de Deus se crermos nele. E só poderemos crer nele se conhecermos sua Palavra. Já que somos muito falhos, temos que dizer com toda humildade: “Senhor, eu não sei nada; me ensine, por favor”. Assim jamais desafiaremos a Deus. É sobre alguém assim que Deus derrama sua misericórdia. No entanto, há muitos pastores desafiando a Deus com seus próprios pensamentos. E eu não entendo por que eles continuam enganando sua igreja, por mais que não tenham recebido a remissão de pecados, como sua prosperidade e seu ministério nunca fossem acabar. Isso é tão ridículo! Quanto tempo eles acham que vão viver enganando sua própria consciência e seu coração perante Deus? Isso é um absurdo! A própria ideia de desafiar a Deus é uma piada.
Amados irmãos, lembrem-se que as pessoas acabam indo para o inferno por causa da sua soberba. Todos na Bíblia que se desviaram e foram julgados por Deus acabaram no inferno porque desafiaram a Deus. Por isso eu peço a vocês que nunca desafiem a Deus e sempre se lembrem que as consequências disso são terríveis. E quando vocês verem os que ainda não receberam a remissão de pecados desafiando a Deus, exortem-nos com toda autoridade para que eles deixem sua insensatez. Sejam o mais ousado possível e digam a eles sem hesitar: “Não sejam tão soberbos!” Ao invés de tentar se colocar no nível deles usando palavras rebuscadas, ensine-os de modo bem claro quem eles realmente são, dizendo: “Vocês não têm a mínima ideia do que estão falando; então parem de ser tão soberbos. Por que vocês continuam desafiando a Deus? Vocês não passam de pecadores”.
Nós temos que avisar a todo mundo que se eles forem soberbos e desafiarem a autoridade de Deus, eles acabarão no inferno. Todos que se opõem ao evangelho da água e do Espírito, a verdade de Deus, certamente serão punidos. Os que ainda não conhecem o evangelho da água e do Espírito, e por isso não pertencem a Deus, não devem desafiá-lo, mas se render a ele e perguntar: “Como eu posso ser salvo do pecado?”