Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 6-18] (João 6:54-63) Jesus, Aquele que Nos Deu o Pão da Vida

(João 6:54-63)
“Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente comida, e o meu sangue é verdadeiramente bebida. Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim também quem de mim se alimenta, viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu. Vossos pais comeram o maná e morreram, mas quem comer este pão viverá para sempre. Ele disse estas coisas na sinagoga, ensinando em Cafarnaum. Muitos de seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso, quem o pode ouvir? Compreendendo que seus discípulos murmuravam a respeito disto, Jesus lhes disse: Isto vos escandaliza? Que aconteceria então se vísseis o Filho do homem subir para onde primeiro estava? O espírito é que vivifica, a carne para nada serve. As palavras que eu vos disse são espírito e vida”.
 
 
O Senhor Apagou Todos os Seus e os Meus Pecados
 
Ao vir a essa terra nosso Senhor levou todos os pecados da minha alma, os apagou a todos e foi condenado por eles. Ao fazer isso, Ele fez com que nós nos tornássemos pessoas sem pecado. Ter a alma sem pecado e ser uma pessoa que não tem pecado é algo extraordinário. A não ser aqueles que receberam a salvação, não há ninguém mais que não tenha pecado.
Nós somos carne mas também temos um espírito. Jesus é Deus, e por Ele ter apagado nossos pecados, nós nos tornamos justos sem nenhum pecado em nosso espírito e recebemos a salvação. Que bênção poderia ser maior do que nos tornarmos pessoas sem pecado? Nós temos que entender que a bênção que recebemos e nos tornou sem pecado é algo grandioso. A maior bênção é o fato de não termos mais pecado. E é por isso que há muitas vantagens para alguém que se tornou sem pecado. Antes de tudo, podemos viver neste mundo sem nos preocuparmos. O fato de podermos viver neste mundo honestamente sem medo do juízo, é uma bênção que só uma pessoa cujos pecados foram eliminados pela água e pelo Espírito pode ter. E somos gratos a Deus e damos toda a glória a Ele por isso realmente.
Amados irmãos, quando eu vejo que nós somos os únicos que podem desfrutar dessa bênção de não ter mais pecado, isso me leva a ter pena daqueles que não a possuem. E até mesmo o desejo de Deus não é que este evangelho seja conhecido apenas por nós. Por este motivo, o meu desejo é que, ao anunciarmos este evangelho, possamos fazer com que as pessoas não tenham mais pecados como nós. Nós estamos pregando este evangelho no mundo todo porque esta obra também é um mandamento de Deus (Mateus 28:19-20). Nosso Senhor nos mandou pregar a todas as pessoas. Como é grande e perfeito realmente o amor de Deus! Ele nos mandou fazer conhecido em todas as nações o quanto Ele nos amou e como o Senhor apagou todos os nossos pecados, e nos deu a vida eterna.
 
 
Nós Não Temos Pecado em Nosso Coração Porque o Senhor Apagou Todos os Nossos Pecados Pelo Evangelho da Água e do Espírito
 
Meus amados irmãos, já que as pessoas são seres humanos, como elas podem dizer que não têm pecado? O Senhor disse: “Eu, porém, vos digo: Qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração já cometeu adultério com ela” (Mateus 5:28). Já que as pessoas cometem pecado com seus olhos sempre que os abrem, como elas podem não ter mais pecado? O que eu estou perguntando é como alguém que foi criado pode se tornar uma pessoa sem pecado como Deus? Vocês sabem que vocês não têm mais pecado porque o Senhor apagou todos os seus pecados. E isso, meus amados irmãos, só é possível pela graça de Deus. De fato, nós podemos receber a salvação do pecado porque Deus teve pena de nós e nos salvou.
O que eu estou dizendo é que, já que é totalmente pela graça de Deus que estamos tendo uma vida honrada, como nós podemos ser também os únicos que se alegram nessa preciosa Verdade? Há muitas pessoas neste mundo com problemas por causa do pecado. Elas murmuram, se sentem envergonhadas, cometem suicídio e sofrem de doenças no coração e na alma por causa do pecado. E muitas delas estão morrendo porque nada dá certo, pelo fato delas estarem espiritualmente cegas e humanamente confusas. Sendo assim, como é que aqueles que receberam de Deus a remissão de pecados podem deixar de fazer a Sua vontade e se tornar ignorantes, haja vista que todos eles possuem a preciosa Verdade e podem se regozijar nela? É isso que eu estou tentando dizer.
Deus não apenas nos ama, mas Ele ama todas as pessoas também. Foi por isso que Ele salvou cada uma delas do pecado. A única diferença é que existem os que receberam a graça de Deus por conhecerem a crerem na Verdade, e existem aqueles que não receberam a graça porque não crêem na Verdade, pois não a conhecem. Mas a verdade é que Deus ama a todos.
Quando uma grande multidão começou a seguir Jesus, Ele teve misericórdia deles e saciou a fome de mais de cinco mil pessoas dando graças por cinco pães e dois peixes cedidos por um menino. As pessoas, depois de terem comido este alimento, tentaram fazer de Jesus o seu rei. No entanto, ao perceber suas intenções, o Senhor deixou aquele lugar. Os discípulos foram de barco para a outra banda do Mar de Tiberíades, mas Jesus não foi com eles. Quando os discípulos estavam no barco uma grande tempestade se levantou e eles temeram, sem saber o que fazer. Mas a Bíblia diz que Jesus andou sobre as águas e os acalmou.
No dia seguinte, aqueles que viram o milagre chamado de “o milagre dos cinco pães e dos dois peixes”, descobriram que Jesus não estava mais ali e começaram a procurar pelo Senhor. Jesus era alguém que havia curado os enfermos, ressuscitado mortos e alimentado mais de cinco mil almas com uma simples cesta de alimento. Pelo fato da sua vida ser muito difícil, pois seu país estava sob o domínio colonial de Roma, essas pessoas começaram a achar que se elas fizessem Jesus, que as havia saciado totalmente, seu rei e O servisse, elas não seriam mais destruídas e os romanos seriam expulsos. Foi por isso que elas começaram a procurar por Jesus. Portanto, seu motivo não era receber a bênção da vida eterna pela remissão de pecados, mas ao contrário, era comer o pão carnal para se satisfazerem.
Do mesmo modo, até nos dias de hoje há muitos cristãos que crêem em Jesus só para receber o pão carnal. Por que eles crêem em Jesus? Só para receber bênçãos materiais. O Senhor disse que devemos nos alegrar com a bênção da vida eterna que recebemos ao nascer de novo e que também devemos viver como discípulos compartilhando essa bênção. Porém, a fé da multidão que procurava Jesus era só para satisfazer seu desejo carnal. Foi por isso que o Senhor disse à multidão que, após terem visto Ele realizar maravilhas, foi atrás Dele esperando receber mais pão: “Em verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais miraculosos que vistes, mas porque comestes do pão, e vos fartastes” (João 6:26). O Senhor sabia que eles queriam o pão carnal. O que Ele está dizendo é que quando alguém busca o Senhor ele não deve buscá-Lo por causa do pão, por outro lado, ele tem que afirmar sua fé nos sinais que nos mostra que Jesus é o Salvador que apagou todos os nossos pecados. Isso significa que quando o Senhor realizou o milagre com cinco pães e dois peixes, as pessoas reconheceram que Ele era o Filho de Deus, como o Deus que criou os céus e a terra e Aquele que deu a vida a todos.
O que Jesus queria era que as pessoas soubessem que Ele era o Filho de Deus e o Salvador que apagaria todos os pecados do homem. No entanto, elas O viram como alguém que lhes havia dado o pão carnal. E por elas terem visto Jesus somente como alguém que as alimentaria com o pão carnal, Ele ficou chateado e lhes disse: “Como pode vocês não trabalharem pela comida que não perece, mas ao contrário, me buscarem só pela comida que perece? Vocês não estão me seguindo agora só para comerem mais pão? Vocês não vieram atrás de mim neste lugar tão distante só para comerem pão, como se vocês estivessem numa festa?” Jesus ficou ressentido e disse: “Eu darei a vocês a vida eterna se vocês buscarem em mim a vida eterna, e se vocês buscarem a remissão de pecados em seu coração Eu lhes darei a remissão de pecados e farei de vocês filhos de Deus. E se vocês buscarem as bênçãos celestiais Eu posso dar a vocês todas elas. Como pode então vocês ficarem buscando somente as bênçãos terrenas?”
Vamos ver a passagem do evangelho de João capítulo 6, do versículo 28 ao 40. “Perguntaram eles: Que faremos para executar as obras de Deus? Respondeu Jesus: A obra de Deus é esta: crede naquele que ele enviou. Então lhe perguntaram: Que sinal miraculoso, pois, fazes tu, para que vejamos e creiamos em ti? Que farás? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer pão do céu. Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: Não foi Moisés quem vos deu o pão do céu, mas é meu Pai quem dá o verdadeiro pão do céu. Pois o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe: Senhor, dá-nos sempre desse pão. Então Jesus lhes declarou: Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede. Mas como vos disse, vós me vistes e contudo não credes. Todo aquele que o Pai me dá virá a mim, e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou, que eu não perca nenhum de todos os que ele me deu, mas o ressuscite no último dia. Pois a vontade do meu Pai é que todo aquele que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia”.
Amados irmãos, por que nosso Senhor veio a essa terra e fez sinais e maravilhas? Jesus fez isso para nos ensinar que Ele é o filho de Deus e o Salvador de todos os homens. Se Jesus só tivesse vindo a essa terra para curar os enfermos, a verdade é que essas pessoas viveriam por mais alguns anos ou décadas, mas depois iriam para o inferno por terem morrido tendo ainda todos os seus pecados em seu coração. A vinda de Jesus a essa terra então não teria valor algum. Nosso Senhor fez milagres e as pessoas viram Seus sinais para que elas entendessem que Ele é o Salvador e Aquele com poder para apagar todos os pecados do homem de uma vez por todas.
Os vários milagres realizados por Jesus eram uma sombra da remissão de pecados. O Senhor fez um milagre com cinco e dois peixes para nos ensinar que tipo de fé nos levaria a receber a vida eterna. “Eu lhes dei Minha carne e Meu sangue. Quando Eu fiz isso Eu lhes dei Minha vida. Vocês recebem a remissão de pecados e a vida eterna comendo a Minha carne e bebendo o Meu sangue”. O Senhor realizou um milagre com cinco e dois peixes para nos ensinar a Verdade, que Ele mesmo é o pão que desceu do Céu e que se as pessoas comerem este pão elas irão receber a vida eterna. Amados irmãos, muitos falsos profetas estão fazendo vários milagres e maravilhas hoje, mas todos eles são uma farsa. Nosso Senhor realizou milagres a fim de apagar todos os nossos pecados ao vir a essa terra e para nos ensinar que Ele é o Filho de Deus e o nosso Salvador, o Redentor.
O que aconteceu quando Jesus disse às pessoas que Ele era o pão? Elas ficaram interessadas só no pão. Elas pensaram que nunca mais teriam fome pois poderiam comer o maná que desceu do céu, como nos dias de Moisés. Foi por isso que elas disseram: “Nossos pais comeram o maná no deserto, pois está escrito que ele nos deu de comer o maná do Céu”. Em resposta nosso Senhor disse: “Não foi Moisés que lhes deu o maná, mas Meu Pai”. No Antigo Testamento, Deus deu ao povo de Israel o maná quando eles vagaram no deserto por 40 anos e eles não tiveram que cultivar nenhum alimento. Da mesma forma, nos tempos do Novo Testamento, Deus nos deu Sua própria vida a fim de que vivêssemos por toda a eternidade. O que Ele estava dizendo é que, do mesmo modo que Deus usou o exemplo do maná que Ele enviou ao povo de Israel no deserto muitos anos antes, ao enviar Jesus Ele fez com que as pessoas recebessem a remissão de pecados comendo Sua carne e Seu sangue, e assim recebessem também a vida eterna.
 
 
As Pessoas Desejam Muito a Comida que Perece
 
Era nisso que aquela grande multidão estava interessada: “O que eu vou comer hoje para me saciar?” Mas nosso Senhor estava interessado em que as pessoas recebessem a remissão de pecados e vivessem para sempre, oferecendo a Si mesmo para que elas se alimentassem Dele. Jesus nos deu Sua carne e Seu sangue para que possamos viver em abundância nessa terra e entrar no Reino de Deus, porque se alguém se alimentar deles jamais terá fome e sede. Nosso Senhor veio a essa terra não para satisfazer nossa carne, mas para que a nossa alma seja liberta do pecado e possamos viver em paz por toda eternidade.
Por que você crê em Jesus? Será que não é porque você quer satisfazer sua carne? Você não deve trabalhar pela comida que perece. Ao contrário, você tem que trabalhar pela comida que não perece. Se alguém é saudável por dentro, seu exterior também é saudável. Meus amados irmãos, se cremos em Jesus de coração e conhecemos o verdadeiro evangelho em detalhes, e se o evangelho penetrar em nosso coração profundamente, as nossas enfermidades carnais serão curadas também. Mas se há pecado em nosso coração, ele e nossa alma ficarão doentes. E assim nosso corpo não vai agüentar. Nós temos que entender isso. É por essa razão que a Bíblia diz: “O espírito do homem o sustenta na enfermidade, mas ao espírito abatido quem o suportará?” (Provérbios 18:14).
Nosso Senhor veio a essa terra para apagar os pecados da nossa alma. Essa é uma verdade que você tem que conhecer. O Senhor não veio a essa terra num corpo carnal para que nós tivéssemos alimento, vivêssemos bem e fôssemos ricos. Meus amados irmãos, vocês entendem isso? Uma grande multidão foi atrás de Jesus quando Ele vivia na Judéia, pois eles queriam comer o pão carnal. Mas não devemos ser como essas pessoas. Nosso Senhor apagou todos os pecados da humanidade ao se entregar por todo mundo. Ele fez isso para que todas as pessoas cressem Nele e recebessem a vida eterna.
Meus queridos irmãos, antes de tudo, nós temos que estar bem em nosso espírito. Se nosso espírito estiver bem primeiro, tudo mais em nossa vida estará bem. Todas as bênçãos virão a nós. Uma pessoa que faz parte da Igreja de Deus depois de ter recebido a remissão dos seus pecados também terá um corpo saudável. Uma porta sempre se abre em tudo que ela for fazer. Isso porque o Senhor dá a este pessoa bênçãos sem medida. E mesmo que nada seja visível aos seus olhos, ela desfrutará das bênçãos e da ajuda que o Senhor lhe dá o tempo todo.
No entanto, amados irmãos, se o espírito não estiver bem, tudo isso acabará. Se o espírito for mal tudo se transformará em trevas, e mesmo com os dois olhos bem abertos será impossível encontrar o caminho. E até num dia bem claro a pessoa ficará vagando de um lado para o outro se perguntando: “Onde está o caminho?” Se o seu espírito não for reto ela vai começar a se perguntar: “Meu Deus, o que é que eu tenho que fazer? O que é que eu preciso fazer? O que eu devo fazer para encontrar um sentido para minha vida? No que eu devo trabalhar? Será que eu tenho que abrir um negócio? Como é que eu posso resolver meus problemas familiares?” Mas ela não achará respostas para essas perguntas. Isso porque, antes de tudo, seu espírito tem que estar bem. Se recebermos a remissão de pecados em nosso coração, o que faz com que nossos pecados desapareçam por completo por causa do Senhor, uma porta se abrirá. É por isso que nosso espírito tem que estar bem primeiro. O espírito tem que estar bem para que tudo também fique bem.
Houve um tempo em que minha saúde não estava bem. A propósito, foi por causa da minha doença que eu comecei a crer no Senhor aos 20 anos. Mas só foi quase depois de vinte anos que eu de fato encontrei o verdadeiro evangelho da água e do Espírito. Contudo, minha saúde não estava bem. Mas as coisas melhoram logo assim que eu encontrei o Senhor e meu espírito ficou bem? Não, não foi isso que aconteceu. A verdade é que minha saúde foi melhorando sem que eu percebesse, ao passo que eu meditava todo dia sobre como o Senhor havia apagado todos os meus pecados, confirmava isso na Palavra, ouvia a Palavra e pregava todos os dias a Palavra pela qual Ele havia apagado todos os meus pecados. E quando eu me senti melhor em meu coração minha saúde melhorou também, meus olhos ficaram mais brilhantes e o Senhor me abençoava em tudo que eu fazia. A princípio, se olharmos pelo lado carnal, há muitas perdas depois que nós recebemos a salvação. Mas conforme o tempo foi passando o Senhor começou a me abençoar de uma forma indescritível e, acima de tudo, minha fé se tornou mais fortalecida. O Senhor me deu a fé para crer que Ele que me salvou e apagou todos os pecados da minha alma iria cuidar de tudo para mim e me abençoar. Depois que eu passei a ter essa fé o Senhor nunca me decepcionou, nem uma só vez, embora em muitas ocasiões eu O tenha entristecido.
Por que nosso Senhor veio a essa terra? Ele não veio aqui para cuidar dos Seus interesses. O motivo pelo qual o Senhor veio a essa terra foi para cumprir a vontade de Deus Pai, como está escrito: “Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou, que eu não perca nenhum de todos os que ele me deu, mas o ressuscite no último dia” (João 6:38-39).
Você quer receber a remissão de pecados? Você quer se tornar um filho de Deus sem nenhum pecado em sua alma? Se você realmente quiser isso você receberá então a remissão de pecados. A quem se refere a passagem quando diz: “todos os que ele me deu?” A nenhuns outros senão àqueles que buscam ao Senhor com desejo de receber a remissão de pecados. Veja Zaqueu (Lucas 19:2-5). Embora ela tenha cometido os piores pecados e seu coração estivesse cheio de pecados, ele procurou Jesus quando quis ser purificado dos seus pecados e entrar no Reino dos Céus.
Amados irmãos, se alguém buscar a Deus Ele lhe dará o Seu amor. A verdade é que Deus Pai resolveu apagar todos os pecados das pessoas que realmente desejavam o Reino de Deus enviando Seu único Filho Jesus a essa terra. E Jesus, a fim de cumprir a vontade de Deus, veio a essa terra realmente, recebeu o batismo no rio Jordão e realizou a nossa salvação derramando Seu sangue e morrendo na Cruz.
 
 
“Ela Dará à Luz um Filho e Lhe Porás o Nome de Jesus”
 
No evangelho de Mateus capítulo 1 versículos 21 a 23, está escrito: “Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta: A virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel, que quer dizer: Deus conosco”.
A virgem Maria concebeu o menino Jesus. Mas a verdade é que ela O concebeu pelo Espírito Santo. E o Espírito Santo é Deus. A fim de salvar o ser humano, Deus teve que nascer em um corpo carnal. Nosso Senhor veio a essa terra pelo corpo da virgem Maria porque as pessoas só poderiam ser salvas se Ele levasse os seus pecados sobre Sua própria carne. E através de um anjo Deus o menino que havia de nascer recebeu um nome: “Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles” (Mateus 1:21).
Está escrito que Jesus foi concebido pelo Espírito Santo. E o Espírito Santo é Deus. Isso então significa que para que Deus viesse como o Redentor do homem, Ele teria que nascer como o menino Jesus através do corpo de Maria. Como está escrito: “A virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel” (Mateus 1:23). O nome Emanuel significa que Deus está conosco (Isaías 7:14) e isso nos mostra que Deus veio a essa terra num corpo carnal.
 
Agora temos que descobrir porque Deus veio a essa terra num corpo carnal. Porque para que Jesus levasse os pecados do mundo em Seu corpo era necessário que Ele tivesse um corpo carnal. Era deste modo que o sacrifício era oferecido no Antigo Testamento, onde era necessário que houvesse um animal sem mancha para que os pecados das pessoas fossem passados para ele e fossem apagados.
No livro de Levítico, que faz parte do Antigo Testamento, se o povo quisesse receber a remissão de pecados eles tinham que sacrificar um cordeiro sem mancha. Quando um pecador trazia um cordeiro, um bode ou um bezerro sem mancha e impunha as mãos sobre sua cabeça, todos os seus pecados eram passados para o animal do sacrifício. Assim como está escrito: “Pois a vida da carne está no sangue... é o sangue que faz expiação pela vida” (Levítico 17:11), as pessoas passavam seus pecados para o animal e o imolavam derramando seu sangue. A verdade é que o povo de Israel recebia a remissão de todos os seus pecados desta maneira.
Nosso Deus, para nos salvar da mesma forma, veio a essa terra num corpo carnal. Portanto, nós descobriremos como Ele nos salvou lendo o texto bíblico que está em Mateus capítulo 3. Essa é a passagem que nos fala como Jesus nos deu Sua carne.
 
“Este é aquele de quem o profeta Isaías falou, ao dizer: Voz do que clama no deserto, preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. As vestes de João eram feitas de pêlos de camelo, e ele trazia um cinto de couro na cintura. Seu alimento era gafanhotos e mel silvestre. Então iam ter com ele Jerusalém, toda a Judéia e toda a região circunvizinha ao Jordão. Confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão. Mas, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao batismo, disse-lhes: Raça de víboras! Quem vos ensinou a fugir da ira futura? Produzi frutos dignos de arrependimento. E não penseis que basta dizer: Temos por pai a Abraão. Eu vos digo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão. O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore que não produz bom fruto, será cortada e lançada ao fogo. Eu vos batizo com água, para arrependimento. Mas após mim vem aquele que é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Na mão ele tem a pá, e limpará a sua eira, recolhendo o trigo no seu celeiro e queimando a palha com fogo que nunca se apagará. Então veio Jesus da Galiléia ter com João junto do Jordão, para ser batizado por ele. Mas João tentava dissuadi-lo, dizendo: Eu preciso ser batizado por ti, e vens tu a mim? Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça. Então João consentiu. Assim que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Nesse instante abriram-se-lhe os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e pousando sobre ele. E uma voz dos céus disse: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:13-17).
 
Há três pessoas na trindade – o Pai, o Filho e o Espírito Santo. A posição de cada um pode até ser diferente, mas todos eles são Deus de fato. Jesus é Deus. O Espírito Santo também é Deus. E Deus Pai também é Deus. Todas as três Pessoas da trindade tinham o mesmo objetivo, e entre eles, Jesus, que é o Filho de Deus, veio a essa terra num corpo carnal. Ao nascer de Maria nessa terra, Jesus foi batizado por João Batista que era o representante de toda a humanidade. Foi por isso que Deus Pai testificou do Seu Filho, dizendo: “Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:17), depois Dele ter sido batizado. Quem foi que testificou isso? Foi o próprio Deus que testificou que este Jesus que foi batizado é Seu Filho. Todos os pecados do mundo foram passados para Jesus através do Seu batismo. E foi por isso que um dia após o batismo João Batista apontou para Jesus e disse: “Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29).
Nosso Deus enviou do Céu o pão da vida eterna. Este pão não era nenhum outro senão Seu Filho Jesus. Ele enviou Jesus a essa terra, Ele que é o Criador de todas as coisas, o Rei dos Reis, o Senhor dos exércitos, o Filho de Deus que também é Deus. Jesus, que foi enviado a essa terra em um corpo carnal, levou todos os pecados do homem ao ser batizado. Deus fez com que os pecados do mundo fossem passados ao Seu Filho e com que toda a humanidade recebesse a remissão de pecados pela fé, pois Jesus levou todos os seus pecados em Sua carne.
 
Algumas pessoas dizem: “Jesus foi batizado no rio Jordão para dar um exemplo de humildade”. Mas isso não é verdade. A primeira obra do ministério público de Jesus, o batismo, não foi apenas para mostrar seu caráter humilde. Dentre todas as obras que Jesus realizou ao vir essa terra, nenhuma delas foi em vão.
Por que o Senhor, que veio salvar você e a mim, começou a obra da nossa salvação indo até João Batista, abaixando sua cabeça diante dele para ser batizado? Por que todos os quatro evangelhos começam falando sobre o batismo de Jesus? E por que todos os discípulos mencionam em diversas ocasiões o batismo que Jesus recebeu? Por que o apóstolo Paulo declara: “Pois todos vós que fostes batizados em Cristo, vos revestistes de Cristo” (Gálatas 3:27)?
Nosso Senhor veio a essa terra para nos salvar e Ele levou todos os pecados do homem em Sua carne quando fez 30 anos. Sua carne não tinha pecado. Mas por quê? Porque Jesus não foi gerado através de uma relação sexual entre homem e mulher. Ele simplesmente usou o corpo de Maria para vir puro como Deus num corpo humano. E a fim de levar todos os pecados do homem em Sua carne, que até então não tinha pecado, Ele foi batizado no rio Jordão. Este é o significado de “Jesus ter dado a Sua carne por nós”.
 
 
Por que Jesus foi Batizado por João Batista?
 
João Batista era um mensageiro enviado por Deus. Nos tempos do Antigo Testamento, o sumo sacerdote Aarão, que era o representante de todos os israelitas, impunha suas mãos sobre o sacrifício no décimo dia do sétimo mês a fim de apagar os seus pecados de uma só vez (Levítico 16:20-22, 29). O sumo sacerdote passava os pecados anuais do povo de Israel para a carne do sacrifício de uma vez por todas, impondo suas duas mãos sobre ele como o representante do sistema sacrificial que Deus havia estabelecido. Sendo assim, havia a necessidade de se enviar a essa terra um representante da humanidade para que Deus apagasse seus pecados passando-os a Jesus. Foi por isso que seis meses antes de Jesus nascer, Zacarias teve um filho chamado João Batista, descendente do sumo sacerdote Aarão (Lucas 1:5-25).
Deus é o Deus da aliança. E assim como Ele prometeu por meio do sistema sacrificial e das profecias na Sua Palavra, Ele veio a essa terra realmente e ofereceu a Sua carne sem pecado por toda a humanidade. Através de que Ele levou os nossos pecados? Através do batismo de João Batista. Jesus recebeu o batismo de João Batista, o mensageiro de Deus e representante de toda a humanidade. O Senhor deu testemunho pessoalmente que João Batista era o representante da humanidade a todas as pessoas, dizendo: “João é aquele de quem está escrito: Adiante da tua face envio o meu anjo, que preparará diante de ti o teu caminho. Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista; contudo, o menor no reino dos céus é maior do que ele” (Mateus 11:10-11).
Ele disse que o menor no Reino dos Céus é maior do que João Batista porque ele era o representante da humanidade. O representante da terra, por maior que ele seja, ainda é menor do que o menor no Reino dos Céus. Mas o fato é que João Batista era o maior na terra. O maior entre os nascidos de mulher se refere ao representante de todos os homens. O Senhor também faz referência a ele no livro de Malaquias capítulo 3 versículo 1: “Vede, eu envio o meu mensageiro que preparará o caminho diante de mim” (Malaquias 3:1). Isso significa que Deus, para apagar os pecados das pessoas, enviou o representante delas 6 meses antes da Sua vinda a essa terra. Quem era ele? Nenhum outro a não ser João Batista.
“Vede, eu envio o meu mensageiro
que preparará o caminho diante de mim.
De repente virá ao seu templo o Senhor,
a quem buscais,
o mensageiro da aliança,
a quem desejais;
ele vem, diz o Senhor dos Exércitos” (Malaquias 3:1).
O mensageiro de Deus aqui se refere a quem? Jesus disse pessoalmente que é João Batista. Jesus testificou que o Elias que havia de vir não era nenhum outro a não ser João Batista (Malaquias 4:5).
Nos últimos dias do Antigo Testamento, a nação de Israel foi destruída e não havia mais esperança porque eles haviam se afastado de Deus. Deus então, por meio do profeta Malaquias, prometeu enviar um representante para todas as pessoas como o Seu mensageiro e sumo sacerdote. Ele prometeu enviar este representante antes do Senhor para que Ele levasse todos os pecados do homem sendo batizado por ele. A verdade é que o plano de Deus para a nossa salvação foi perfeito.
“Desde os dias de João Batista até agora, faz-se violência ao reino dos céus, e pela força apoderam-se dele” (Mateus 11:12). Desde os dias de João Batista até agora o Reino de Deus sofre com a violência dos opressores, dos homens da fé. Por que Jesus foi batizado, como podemos ver no capítulo 3 do evangelho de Mateus? No evangelho de João capítulo 6, Jesus diz: “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna. E se vocês fizerem isso vocês permanecerão em mim assim como eu permanecerei no Pai. Mas se vocês não comerem Minha carne nem beberem Meu sangue, vocês e Eu não temos nada a ver uns com os outros”. Se alguém ignorar a carne ou o sangue de Jesus ele não permanecerá Nele nem irá receber a vida eterna.
“Ah, eu gosto do sangue de Jesus mas não da Sua carne”. Será que existe alguém que fala isso? A fim de apagar nossos pecados, o Senhor veio a essa terra em um corpo carnal, levou todos eles ao receber o batismo em Seu corpo e assim fez com que não houvesse mais pecados no nosso coração. Se a verdade é que Ele planejou nos salvar, nós temos que crer nisso. Se nós rejeitássemos a carne ou o sangue de Jesus isso seria o mesmo que rejeitarmos o plano da salvação de Deus.
Nosso Deus foi batizado para nos salvar. E foi por isso que Ele disse a João Batista: “Deixa por agora”. “Você não é o sumo sacerdote da terra? Você não é o representante de toda a humanidade? Não diga nada, apenas imponha suas mãos sobre Minha cabeça como eu estou mandando. Só se você fizer isso é que os pecados do mundo passarão para Mim. É necessário que façamos isso para que as pessoas não tenham mais pecado. Só para que toda a justiça seja cumprida”.
E ela foi cumprida ou não, amados irmãos? Claro que foi. Jesus nos salvou e disse: “Hei, eu morri por vocês. Creiam em Mim”, ao morrer na Cruz para levar nossos pecados, pois eles ainda estavam em nós? O fato é que se Ele tivesse feito isso nossos pecados ainda estariam em nosso coração, pois eles não teriam sido levados. Essa é a razão pela qual ainda há pecado no coração daqueles que não crêem no batismo de Jesus.
Você não deve rejeitar o batismo de Jesus. Meus amados irmãos, se quisermos receber a remissão de pecados em nosso espírito nós temos que ter a fé que crê que nosso Senhor foi batizado no rio Jordão e que Ele levou todos os nossos pecados naquele momento. Se não tivermos fé no batismo de Jesus, que é nosso verdadeiro alimento, como podemos dizer que não há pecado em nossa alma? Nosso Deus é um Deus justo. Pelo fato de cometermos pecado em nossa carne a vida inteira, somos aqueles que devem morrer por causa desses pecados. Porém, o Senhor veio a essa terra num corpo carnal como o nosso para apagar todos os nossos pecados, para nos salvar levando-os por meio do Seu batismo e sacrificando Sua carne na Cruz.
Jesus recebeu o batismo no rio Jordão. E o que a palavra ‘batismo’ significa? Antes de tudo, a palavra batismo significa ‘purificar’. Amados irmãos, como nosso coração é purificado? Os pecados do nosso coração foram purificados porque eles foram passados a Jesus. E nossos pecados foram passados para Ele porque o representante de todo mundo impôs as suas mãos sobre Ele. A verdade é que todos os pecados do nosso coração desapareceram completamente através desta purificação porque eles foram transferidos. De acordo com o sistema sacrifical do Antigo Testamento, os pecados do povo não eram passados para o cordeiro só quando eles impunham suas mãos sobre ele? Eles ficavam com algum pecado depois então? Claro que não. E já que não havia mais nenhum pecado, isso significa que eles foram purificados. A redenção é isso. A redenção diz respeito ao fato de não haver mais pecado porque o preço por eles já foi pago.
No grande dia da redenção, o sumo sacerdote Aarão impunha as mãos sobre a oferta do sacrifico em favor do povo de Israel. E assim os pecados do povo eram purificados porque eles eram transferidos para o animal do sacrifico quando Aarão fazia isso. Portanto, a verdade é que recebemos a remissão dos nossos pecados tendo fé nisso. Do mesmo modo, o fato é que Jesus, para purificar os pecados do homem, levou todos eles ao receber o batismo de João Batista, que era o representante da humanidade. A verdade é que nossos pecados são purificados quando cremos nisso de coração.
Segundo, a palavra batismo tem o mesmo significado que “enterrar”. Em outras palavras, significa morte. Meus amados irmãos, por que Jesus morreu? Ele morreu na Cruz porque recebeu todos os nossos pecados no rio Jordão. Jesus não tinha pecado. E Ele não cometeu nenhum sequer. Por mais que nós procuremos nos evangelhos não existe nenhuma passagem que relata algum erro de Jesus. Ele não tinha nenhuma imperfeição, tanto espiritual quanto em relação à Lei. Todas as passagens declaram que Ele é o Filho de Deus, sem mancha, sem erro e sem pecado. É por isso que a Bíblia afirma: “Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós, para que nele fôssemos feitos justiça de Deus” (2 Coríntios 5:21).
Por que Jesus veio a essa terra e foi batizado? Ele fez isso para levar os pecados do homem. Jesus, ao nos dar Sua carne imaculada, levou totalmente nossos pecados sobre ela. Jesus foi condenado para salvar o homem dos pecados do mundo, e foi por isso que ele recebeu o batismo em Sua carne. Jesus levou todos os nossos pecados por completo. Nosso Senhor nos deu a Sua carne. Ele nos fez comer Sua carne. Assim como Ele disse: “Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15), os pecados de todo mundo sumiram e toda a justiça foi cumprida no momento em que Jesus recebeu o batismo. Isso nos mostra que todas as obras do pecado neste mundo acabaram e no seu lugar foi cumprida a justiça através do batismo de Jesus.
Assim como a oferta do sacrifico no Antigo Testamento levava os pecados, o fato é que Jesus levou todos os pecados do mundo ao ser batizado. Assim como os pecados do povo de Israel sumiam quando o bode morria depois de tê-los levado para o deserto gritando: “mééé, mééé”, Jesus veio a essa terra como o Cordeiro de Deus a fim de apagar todos os pecados do homem. E Ele também recebeu toda a condenação pelos nossos pecados quando os levou através do Seu batismo e morreu na Cruz. A verdade é que Jesus levou todos os nossos pecados ao ser batizado.
Terceiro, a palavra batismo significa “transferir para”. Na visão do pecador, só quando seus pecados são transferidos para a oferta do sacrifício é que ele se torna sem pecado e recebe a redenção. Jesus era a oferta do sacrifico pela redenção. A fim de salvar você e eu e todos os homens do pecado, Jesus mesmo se tornou a oferta que levou todos os nossos pecados. Se fosse verdade que o Senhor não levou todos os nossos pecados, então como seria possível todos eles serem tirados? “Eu não quero fazer isso. Eu não tenho pecado. Por que Eu tenho que levar esses pecados então? Por favor, não diga isso Pai. Eu não tenho pecado. Eu nunca errei. Não há pecado em Meu coração. Eu sou santo. A única diferença é que Eu sou Seu Filho, mas Eu não sou igual a Ti? Por que Eu tenho que me tornar um pecador para levar os pecados dessa gente vulgar então? Eu não quero fazer isso”. Se Jesus tivesse dito isso, isso seria o fim para nós. O homem não teria nenhuma esperança se Jesus não tivesse sido batizado por ele. E nós não teríamos nenhuma escolha a não ser irmos para o inferno.
Quando Jesus foi batizado, Deus disse: “E uma voz dos céus disse: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:17). Isso quer dizer que embora Jesus não tivesse pecado, nenhum sequer, para cumprir a vontade de Deus e salvar a homem, Ele abaixou a cabeça diante de João Batista e por vontade própria recebeu sobre Seu corpo nossos pecados. Foi por isso que Deus disse: “Em quem me comprazo” (Mateus 3:17). Deus se agradou por Jesus ter morrido em nosso lugar ao se tornar a oferta do sacrifício e receber os pecados do mundo. E apesar Dele ter morrido, Deus O trouxe à vida novamente.
Nosso Senhor morreu depois de ter vivido 33 anos nessa terra. Por 30 anos Ele teve Sua vida pessoal e depois por mais 3 anos, Sua vida pública. E estes 3 anos vão do momento em que Ele foi batizado até Sua morte na Cruz. Jesus morreu depois de ter tido Sua vida pública por 3 anos. Jesus foi batizado e nos deu Sua carne para apagar todos os nossos pecados. O texto deste capítulo no evangelho de João fala sobre esta Verdade.
  
 
“Este Pão é a Minha Carne, que Eu Darei pela Vida do Mundo”
 
“Eu sou o pão vivo que desceu do céu. Se alguém comer deste pão, viverá para sempre. Este pão é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo” (João 6:51).
Está escrito que Jesus é o pão vivo que desceu do Céu. Ele nos deu este pão. Isso significa que Ele nos deu Sua carne. Ele nos deu Sua carne porque ela era vida para o mundo. Jesus fez com que o homem não tivesse mais nenhum pecado ao levá-los de bom grado quando foi batizado em Sua carne. O Senhor nos salvou ao levar todos os seus e os meus pecados entregando o Seu corpo. Quem crê nisso não tem mais pecado, por mais que seja imperfeito. Jesus nos fez perfeitamente justos ao levar todos os pecados deste mundo. Amados irmãos, vocês crêem nisso? Foi assim que Jesus nos salvou ao nos dar Sua carne.
Existe pecado em sua alma? Não, não existe mais nenhum. Não existe pecado nem na sua nem na minha alma. Nós somos justos. Por mais que sejamos imperfeitos, somos os justos que receberam a graça de Deus. Os justos são como príncipes e reis do Reino dos Céus. Nós realmente nos tornarmos filhos de Deus pela fé. Os que têm fé nessa Verdade só vivem sorrindo agora. E esse sorriso brota do fundo do seu coração. “Aleluia! Eu não tenho mais nenhum pecado. Está escrito que o Senhor nos deu a Sua carne e todos os meus pecados foram passados para ela. E foi isso mesmo que aconteceu! Sim”. Quanto mais pensamos nisso mais sentimos o refrigério em nosso coração; e quanto mais nós descansamos em Deus mais nosso coração se alegra.
No evangelho de João capítulo 6 versículo 53, o Senhor nos diz com toda convicção: “Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos”. Por que as pessoas não comem a carne do filho do Homem então? Por que elas não crêem que o Senhor levou todos os pecados do homem? O Senhor veio a essa terra para nos salvar e levou todos os nossos pecados por completo ao nos dar Sua carne imaculada. Mas porque as pessoas não crêem num amor tão cheio de graça como este? Por que elas resistem tanto? Elas têm que comer pela fé. Se elas resistirem Ele as rejeitará. A vida do Senhor não pode estar em pessoas assim. O Senhor quer nos dar a vida, mas se nós resistirmos ela não poderá estar em nós. O Espírito Santo quer que recebamos a remissão de pecados e também uma nova vida, pois Ele não pode habitar no coração de quem tem pecado. Nós temos que crer que o Senhor levou todos os pecados do homem ao receber o batismo por mim e por você.
“Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos” (João 6:53). O Senhor nos deu Sua carne para nos salvar. Ele nos deu Sua carne para que eu e você, assim como todas as pessoas no mundo, todas elas mesmo, pudéssemos ser salvos. Ao nos dar Sua carne no rio Jordão, ou seja, ao levar todos os pecados do mundo sobre Seu corpo, o Senhor nos deu Sua carne pela fé. O que vai acontecer se não comermos a carne pela qual o Senhor levou todos os pecados do homem por completo? Está escrito: “Não tereis vida” (João 6:53). Está escrito que, por mais que tentemos, o Espírito Santo não habitará em nós.
O Espírito Santo habita em você? Como é que o Espírito divino, chamado Espírito Santo, habita em você? O Senhor sela nosso coração com o Espírito Santo quando cremos na obra de justiça que Ele realizou. O Senhor fez com que os que crêem recebessem a remissão de pecados dando a eles o evangelho da água e do Espírito. E para aqueles que receberam a remissão de pecados Ele deu o Espírito Santo para que Ele habite em seu coração. O fato é que nós recebemos o Espírito Santo crendo de coração no evangelho da água e do Espírito.
O Senhor levou todos os nossos pecados por completo ao ser batizado no rio Jordão. Ele levou todos os nossos pecados em Sua carne, derramou Seu sangue na Cruz e assim nos deu a vida. Nós temos que crer de coração na obra que acabou com todos os nossos pecados e no julgamento que o Senhor fez. As pessoas que crêem que o Senhor levou todos os seus pecados no rio Jordão não têm pecado em seu coração. Se os pecadores entendessem e cressem nisso não haveria nenhum pecado em seu coração, não importa quem eles sejam. O Espírito Santo coloca um selo sobre aqueles que não têm pecado e habita no seu coração. O Senhor habita em nós através do Espírito e nós vivemos com o Senhor pela fé; é assim que nos tornamos um só com Ele. O fato é que Deus habita na pessoa do Espírito Santo dentro daqueles que receberam a remissão de pecados e crêem que Ele os redimiu através do Seu Filho.
Está escrito: “Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos” (João 6:53). Nós temos que crer nisso. Jesus recebeu o batismo e morreu na Cruz, e por isso nós temos que entender que a Sua morte é a sua e a minha também. Nós temos que crer nisso. Jesus foi batizado no rio Jordão para salvar você e a mim do pecado. Nós temos que crer que Deus foi batizado para nos dar o Seu amor e nos salvar. E temos que entender que essa foi a melhor maneira de nos dar a salvação. Somente quando nós cremos nessas duas coisas, na carne e no sangue de Jesus, é que a salvação acontece de uma forma perfeita. É só assim também que o coração dos que foram salvos recebem a vida e o Espírito Santo passa a habitar neles. Se alguém negar um desses dois ele nunca poderá receber a salvação.
Quando nosso Senhor disse que nos daria a Sua carne os judeus disseram: “O que você está dizendo? Nós não estamos entendendo”. Amados irmãos, vocês também têm dificuldade de entender essas palavras da Verdade? Jesus salvou as suas ovelhas e deu a elas a Sua carne e o Seu sangue porque Ele é o bom Pastor. O Senhor é o nosso bom Pastor. Não é muito fácil de entender isso? Pelo fato do evangelho da água e do Espírito ser algo muito importante, nós o pregamos e o ouvimos todos os dias. Nunca haverá salvação se a carne ou o sangue de Jesus forem deixados de fora.
Eu vi um cartaz numa igreja que fazia a seguinte pergunta: “Vocês são pecadores apesar de terem fé?” De fato, a maioria dos cristãos crê em Jesus do seu jeito, mas ainda existe pecado em seu coração. Por que os cristãos do mundo são pecadores, já que eles têm fé em Jesus? Você sabe porque eles são pecadores apesar de terem fé? É porque eles somente bebem o sangue que o Senhor lhes deu. Eles ainda têm pecado porque só crêem na Cruz, mesmo confessando: “Senhor Jesus, eu creio. Eu creio que Tu morreste por mim. Eu creio que Tu apagaste todos os meus pecados. Aleluia!” Por mais que eles creiam piamente, o Espírito Santo não habita no seu coração. Eles não têm a Palavra que testifica que seus pecados foram transferidos, e por isso estão sempre pecando e seus pecados continuam em seu coração. Eles pensam: “Oh, que estranho! Eu tenho fé em Jesus mas ainda há pecado em meu coração. O Senhor levou meu pecado original assim como os pecados que eu cometi. Por que eu ainda tenho pecado então? Estranho, isso é muito estranho!” Se esse é o seu caso, você tem que analisar muito bem tudo que é estranho para você. Se você examinar a si mesmo você chegará à conclusão que você ainda tem pecado porque você não sabe como Jesus te salvou, apesar de você ter fé Nele.
Mas o que vai acontecer quando você souber que o Senhor nos salvou ao nos dar Sua carne no rio Jordão? Mesmo quando você estiver dormindo você vai dizer: “Senhor, eu não sabia nada sobre isso. Mas agora eu vejo o que Tu fizeste. Sim, isso é verdade. É por isso que diversas passagens falam sobre a Sua carne e Seu sangue. Obrigado, Senhor! Eu sou realmente muito grato a Ti por Tu teres me salvado dessas duas maneiras, com Sua carne e com Seu sangue”.
Amados irmãos, eu espero que vocês creiam no evangelho da água e do Espírito. Foi assim que o Senhor nos salvou. Nós não temos mais pecado porque o Senhor veio num corpo carnal e levou nossos pecados em Sua carne, porque Ele morreu na Cruz após ter feito isso. Se fosse verdade que o Senhor não veio a essa terra num corpo carnal e não foi batizado, você e eu seríamos pecadores apesar da nossa fé.
O Cristianismo não é uma religião. É fé. Ela vem do alto. Ter fé é crer que o Senhor apagou todos os nossos pecados. Ao olharmos para a obra que o Senhor realizou nós recebemos a remissão de pecados tendo fé nisso. É isso que é fé. Religião é algo que cremos e confiamos pela nossa própria determinação. Se você confiasse em si mesmo e dissesse: “Oh Senhor, eu creio em Ti”, isso não valeria de nada. Você tem que olhar para a obra que o Senhor fez e dizer: “Senhor, Tu apagaste todos os meus pecados. Aleluia. Eu creio nessa Verdade”. Só assim o Senhor te aceitará.
Amados irmãos, vocês têm pecado? Não, vocês não têm. Jesus levou todos os nossos pecados ao nos dar Sua carne no rio Jordão. “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29). Quando Jesus foi à Cruz levando todos os pecados do mundo Ele acabou de uma vez por todas com toda a condenação pelos nossos pecados. O Senhor nos salvou de uma maneira perfeita para que nós recebêssemos a remissão de pecados crendo nisso de coração. O Senhor fez isso para que nós só pudéssemos receber a salvação pela fé, sem precisarmos de boas obras ou do nosso esforço.
Nosso Senhor nos salvou. O Senhor é o nosso Salvador. A fim de nos salvar, por 33 anos o Senhor teve paciência com os que O desagradavam; e não temos nem idéia de como Ele foi paciente. Os judeus, fariseus e escribas provocavam Jesus para tentar capturá-Lo e matá-Lo. Se eu fosse o Criador como Jesus eu os esmagaria na mesma hora, mas porque nosso Senhor é misericordioso, Ele os salvou ao invés disso. O Senhor quis levar os pecados dessas pessoas também e fazer com que elas recebessem a vida eterna, e foi por isso que Ele foi paciente como ovelha muda perante os seus tosquiadores (Isaías 53:7). Como a Verdade desse amor é nobre e maravilhosa! Por causa do grande amor do nosso Senhor, Ele quis que até aqueles que O pregaram na Cruz recebessem a salvação. Foi por isso que mesmo pregado na Cruz ele clamou ao Pai: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem” (Lucas 23:34).
Nosso Senhor veio a essa terra e nos deu Sua carne e Seu sangue para nos salvar. A salvação é isso. Ao fazer isso Ele nos permitiu respirar. Nosso Senhor purificou o nosso coração que era oprimido pelo pecado e o fez respirar. O Senhor nos deu a Sua carne e o Seu sangue. E agora, sentado à direita do trono de Deus, Ele espera que muitas pessoas recebam a salvação comendo Sua carne e bebendo Seu sangue pela fé. Ele deseja tanto isso que nós nem podemos imaginar. “Eu fui batizado por vocês e levei todos os seus pecados. Eu os salvei dando a vocês tudo que é Meu. Eu apaguei os pecados de todo ser humano. Eu os salvei com Minha carne e com Meu sangue”. Nós temos que entender como o Senhor quer que recebamos a remissão de pecados crendo nisso. E nós temos que entender também como o Senhor espera que recebamos a vida eterna pela fé, para que possamos entrar no Reino onde Deus habita. Você está pronto para conhecer o coração de Deus?
Por que nosso Senhor veio a essa terra num corpo carnal e sofreu todo tipo de injúrias? Por que nosso Senhor nos deu Sua carne? Quando nosso Senhor orava no Getsêmani, Ele viu que Seu sofrimento seria tão grande que clamou: “Aba, Pai, todas as coisas te são possíveis. Afasta de mim este cálice. Não seja, porém, o que eu quero, e, sim, o que tu queres” (Marcos 14:36). Este era o cálice do Seu sangue. Jesus levou todos os nossos pecados com Sua carne que Ele ofereceu por nós, e foi por isso que Ele teve que morrer na Cruz. Isso também significa tomar um cálice de terríveis sofrimentos. Foi por isso que Jesus quis evitar este cálice se fosse possível. Mas após de ter orado com todo fervor por três vezes, Jesus se rendeu à vontade de Deus, dizendo: “Não seja, porém, o que eu quero, e, sim, o que tu queres” (Marcos 14:36). Ele disse: “Pai, seja feita a Tua vontade”, e se entregou para ser crucificado. Apesar Dele mesmo não ter pecado, o Senhor teve que pagar o preço por todos eles porque, para salvar a humanidade de todos os seus pecados, Ele levou todos eles ao ser batizado. Na verdade, apesar do nosso Senhor não querer ser acusado por causa do pecado por Ele detestá-lo, o fato é que Ele suportou tudo isso para nos salvar. É pela fé em Jesus que recebemos a remissão de pecados e entramos no Reino dos Céus. E mesmo nesta terra temos que viver tendo paz, como aqueles que não têm pecado. É isso que Deus quer de nós. Amados irmãos, vocês crêem nisso? Nosso Senhor nos salvou ao nos dar Sua carne. Mas já que isso é verdade, por que as pessoas não crêem? Quando nós dizemos isso aos cristãos, a maioria deles não crê e diz: “Ora, como é que pode haver algo assim?” E o Senhor fica triste sempre que isso acontece. Todas as obras que o Senhor realizou ao vir a essa terra para nos salvar foram etapas para a nossa salvação. Mas por que eles têm fé somente em algumas obras que Ele realizou e não nas outras? Por que eles anulam algumas obras que Ele realizou em prol da expiação? Por que eles só adotam suas doutrinas denominacionais? O que Jesus disse é o mais importante. Pela fé temos que comer a carne e beber o sangue que Ele nos deu.
Uma seita religiosa não tem importância alguma. Eu não tenho uma seita religiosa. Antes de nascer de novo crendo no evangelho da água e do Espírito eu estudei teologia em uma universidade chamada Kosin, uma das mais conservadoras universidades da Igreja Presbiteriana. E o que eu estou fazendo agora não é a obra de uma seita. A verdade é que eu creio no Senhor e por isso quero segui-Lo, e por Ele ter apagado todos os meus pecados eu O amo pela fé e faço a obra de pregar este evangelho, algo que Ele deseja e O alegra. Não é verdade que eu estou trabalhando para expandir minha própria seita. Por acaso estamos pregando o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo para nos mostrar? Não, não estamos. Nós não estamos tentando mostrar que somos melhores do que os outros. Pelo Senhor ter apagado todos os pecados das pessoas, Ele quer que todas elas recebam a remissão de pecados e que os que a receberam primeiro se tornem instrumentos para anunciar o evangelho do Senhor.
 
 
Algumas Pessoas Ignoram o Batismo de Jesus do Evangelho da Água e do Espírito
 
O que as Escrituras dizem que acontecerá se ignorarmos o batismo de Jesus? Está escrito claramente: “Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos” (João 6:53). Se alguém não crê no evangelho da água e do Espírito, a verdade é que ele irá para o inferno apesar de ter fé em Jesus. Ele não receberá a vida.
O Espírito Santo habita em você? Não há pecado algum no coração daqueles que têm o Espírito Santo. Aqueles que não têm o Espírito Santo até crêem em Jesus, mas quando cometem algum erro eles ficam cativos ao pecado novamente. E por eles estarem sempre presos ao pecado, eles fazem votos dizendo: “Eu não vou pecar. Eu não posso cometer pecado”. Mas já que eles são seres humanos, como é que eles não vão cometer mais pecados? E quando eles pecam de novo eles ficam com medo e dizem: “Eu pequei de novo. O que eu vou fazer agora?” Por que alguém que tem fé em Jesus tem medo do juízo? Porque ele não recebeu a salvação já que ele não crê no evangelho da água e do Espírito.
Já que Deus nos disse que nós teremos que pagar o preço do pecado sempre que pecarmos, nossa tristeza se multiplicará milhares de vezes então. Só pelos pecados que nós cometemos numa semana nós teríamos que ser chicoteados até a morte cem vezes ou mais. Se o juízo fosse aplicado segundo os pecados do nosso coração e dos nossos atos, nenhum ser humano restaria neste mundo. O que foi que nosso Senhor disse? Ele disse: “Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifícios. Pois eu não vim chamar os justos, e, sim, os pecadores ao arrependimento” (Mateus 9:13).
Amados irmãos, essa ‘misericórdia’ se refere ao fato do Senhor ter apagado todos os nossos pecados por Ele ter tido misericórdia de nós. E quando é dito no versículo “misericórdia quero e não sacrifício”, isso quer dizer que o Senhor não quer que façamos orações de arrependimento e fiquemos mostrando nossas obras, como fez o povo de Israel no Antigo Testamento, indo ao sacerdote com uma oferta e dizendo: “Eu pequei. Por favor, me perdoe. Eu pagarei pelo meu pecado”. Tudo que Ele quer é que venhamos a receber a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito.
Você come a carne do filho do Homem pela fé? Por favor, coma a carne do filho do Homem pela fé. No evangelho de João capítulo 6, versículos 54 e 55, o Senhor diz: “Quem come a minha carne, e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente comida, e o meu sangue é verdadeiramente bebida”. A carne do Senhor é verdadeiramente comida. O fato do nosso Senhor ter levado todos os nossos pecados com Sua carne é o verdadeiro sinal da nossa salvação. Amados irmãos, vocês crêem nisso? O fato é que recebemos o alimento para o nosso coração quando meditamos assim em nosso espírito: “Ah sim. O Senhor levou os pecados do mundo com Seu batismo. Sim, é isso mesmo”. Sendo assim, o evangelho da água e do Espírito é que dá a vida por toda eternidade, ainda mais quando o guardamos por muito e muito tempo e nos alimentamos dele.
O Senhor cumpriu toda a justiça por nós ao levar todos os nossos pecados no rio Jordão. Através do Seu batismo Jesus levou todos os pecados das pessoas por completo. Jesus veio como o Cordeiro de Deus e se foi levando todos os pecados do mundo. E se nos lembrarmos disso todo dia não haverá mais pecado em nosso coração. Jesus aos trinta anos levou todos os pecados que nós cometemos desde o nosso nascimento com o Seu batismo, e mesmo que vivamos até os setenta anos Ele já levou os pecados que cometeremos até lá. O alimento do nosso coração é ter fé que Ele levou não apenas nossos pecados, mas também os pecados dos nossos pais assim como os dos nossos filhos, isto é, os pecados de todo mundo começando em Adão e indo até o fim deste mundo.
A nossa alma não suporta o pecado quando o cometemos. Mas como nossa alma pode ter paz já que vivemos pecando? Isso é possível somente porque o Senhor nos deu o verdadeiro alimento. O que é o verdadeiro alimento para a alma de todo ser humano? A carne de Jesus é o verdadeiro alimento para a nossa alma. Nosso Senhor nos deu Sua carne no rio Jordão e isso é o alimento para nossa alma. A carne do nosso Senhor é o nosso verdadeiro alimento. E a nossa verdadeira bebida é o sangue do Senhor. A verdadeira bebida é o fato do Senhor ter recebido toda condenação que nós deveríamos receber. E nossa alma agora sente o refrigério porque todos os nossos pecados foram expiados.
Nenhuma outra comida, por melhor que ela fosse, poderia renovar nossas forças quando ficássemos fracos e preocupados por termos pecado de novo. O que é que nos traz refrigério e acalma nosso coração? É o sangue de Jesus. O sangue não tem a ver com mais nada a não ser com o juízo. Nós não podemos ser julgados por nada porque Jesus foi julgado em nosso lugar. E isso foi algo que nosso Senhor fez para nos salvar. É por isso que o Senhor é o nosso Salvador.
Como é que nós podemos viver tendo refrigério e paz em nosso coração? Nós podemos desfrutar dessa graça comendo o verdadeiro alimento e bebendo a verdadeira bebida que nos foi dada pelo Senhor. Nós podemos viver sempre cheios de paz e tendo nosso coração fortalecido porque Ele nos deu Sua carne e Seu sangue. E quando temos fé na obra da Sua carne e do Seu sangue é que podemos viver neste mundo sendo renovados e tendo paz e refrigério no coração; e é assim que nós viveremos com todo conforto no mundo vindouro. Isso é a nossa salvação. Essa é a salvação que apagou os pecados do homem. Amados irmãos, vocês crêem nisso? Eu também creio no Senhor. Nós não temos idéia de como o Senhor é bom.
Depois que eu cri em Jesus e me converti eu vivi dez anos como um cristão pecador. Foi por isso que eu vivi muito, mas muito angustiado por 10 anos. Eu cri no budismo antes de ter fé em Jesus, mas por causa da minha enfermidade eu comecei a crer em Jesus. Deste modo, eu passei a crer em Jesus e conheci o pecado e a Lei. A princípio eu senti paz no meu coração sabendo que Jesus havia morrido na Cruz. Eu cria assim e por cinco anos eu falei em línguas, era fervoroso em meu amor e era o primeiro a ajudar as pessoas. Sempre que eu tinha dinheiro na carteira eu o dava às pessoas que precisavam. Minha carteira ficava vazia sempre que eu andava na rua e via muitos mendigos. Um certo missionário disse que deu tudo que tinha, a não ser as roupas do corpo, e passou a viver sem ter nada. E por dez anos eu procurei viver assim também.
Contudo, por mais que eu tentasse ter uma vida de retidão eu percebi que ainda me faltava muita coisa. Então, os pecados começaram a se acumular em meu coração. Eu fiquei tão aflito por causa dos meus pecados que eu pensei que ia morrer. E quando percebi que minha alma estava sufocada pelos pecados eu nem podia olhar para as pessoas. E além de não conseguir olhar para elas eu também não conseguia olhar para o céu nem clamar ao Senhor. Depois de pecar eu não conseguia dizer uma palavra sequer quando eu orava a Deus. Somente uma Palavra, “Senhor”, saía da minha boca e eu não sabia mais o que dizer. Isso era agonizante. Eu até que orava bem antes, mas conforme o tempo passou estranhamente eu achei mais difícil orar. E já que palavras não vinham depois que eu dizia “Senhor”, e como eu ficava tentando orar a noite toda dizendo apenas: “Senhor, Senhor”, você pode imaginar como isso era estressante para mim. Eu tinha que buscar o Senhor e clamar muito a Ele. Mas eu não conseguia fazer isso. Não foi só uma ou duas vezes que eu vi o dia amanhecer depois de eu ter clamado a noite inteira: “Senhor, Senhor”.
Isso durou 5 anos e se tornou algo realmente entediante. E embora não há palavras para descrever este sofrimento, o pior é que eu sentia que estava morrendo porque minha alma estava sufocada. “Eu não tenho motivos para continuar vivendo. Eu acho que vou me aposentar deste mundo”. Era só isso que eu sentia em meu coração, pois eu me sentia sempre sufocado.
Então eu percebi algo quando estava lendo o evangelho de Mateus, capítulo 3 dos versículos 13 ao 15. Foi o fato de Jesus ter levado todos os meus pecados no rio Jordão. Quando eu vi que o Senhor tinha levado todos os meus pecados ao me dar a Sua carne e ser batizado, minha alma que estava sufocada começou a respirar na mesma hora. “Eu agora não tenho mais pecados então. Eu recebi a salvação sem nenhum problema. Eu teria morrido sufocado, apesar de ter fé em Jesus, se eu não tivesse conhecido a passagem da Bíblia que diz que o Senhor levou mesmo todos os meus pecados naquela hora. Eu recebi minha salvação na hora certa, graças a Deus”. Eu me enchi de gozo e alegria. Então, quando eu estava na cama eu lia essa passagem da Bíblia. E sempre que eu ficava entendiado ou cansado eu lia essa passagem bíblica que me dizia como os meus pecados foram passados ao corpo de Jesus.
E quando eu li essas passagens também: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29), e “Ora, onde há remissão destes, não há mais oferta pelo pecado” (Hebreus 10:18), eu tive a prova concreta que o Senhor já completou toda a minha salvação. Além disso, o Senhor disse: “Está consumado!” (João 19:30), e ao dizer: “Agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Romanos 8:1), não há mais nenhuma condenação no coração daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito através do qual o Senhor cumpriu toda a justiça.
Meus amados irmãos, sempre que eu me sinto fraco eu me apego a essas passagens bíblicas. E meu espírito é alimentando com a carne do Senhor todo dia. E mesmo que eu não leia essas passagens todo dia agora, meu coração é saciado quando eu medito no fato do Senhor ter levado todos os meus pecados em Sua carne. Eu louvo ao Senhor. Eu sou realmente grato a Deus. O verdadeiro alimento para mim é comer a carne do Senhor pela fé. Por isso, eu posso rir, pregar a Palavra, ter comunhão, orar pelos outros e pedir que Deus os abençoe.
Meus amados irmãos, nosso Senhor salvou você e a mim assim como Ele salvou as outras pessoas com Sua carne e Seu sangue. Vocês crêem nisso? Ele fez isso para que nunca mais fôssemos julgados.
Eu estou sempre ocupado com a obra do evangelho. Mas quando eu estou sozinho eu vejo o quanto eu sou imperfeito e fraco. Eu quero marchar espiritualmente apesar de eu ainda ter muitos pensamentos carnais. Eu nem me reconheço quando eu tenho esses pensamentos. Quando eu acordo eu falo para mim mesmo que eu devo ficar deitado mais um pouco. Eu digo a mim mesmo para dormir mais um pouquinho. E quando isso acontece fica mais difícil ainda eu levantar. Então eu olho para mim mesmo e começo a lamentar: “Senhor, pode haver alguém como eu? Senhor, Tu me salvaste. Mas ao invés de me levantar e orar pelos outros eu digo a mim mesmo para ficar mais um pouquinho na cama”. Apesar disso, eu posso voltar à realidade e seguir ao Senhor novamente porque não há pecado em meu coração. Alguém pode dizer: “Como é que você tem coragem de dizer que não tem pecado?” Ainda assim, a verdade é que não existe pecado em minha alma porque eu comi a carne do Senhor.
O Senhor nos deu Sua carne e Seu sangue. Portanto, nós podemos vencer o medo do pecado e do juízo pela fé sempre que ele tentar nos dominar. E por não estamos mais presos ao pecado hoje nós oramos: “Senhor, eu quero ajudar outras almas a receber a remissão de pecados agora”, e saímos para as ruas e para as universidades. E quando encontrarmos outras almas lá fora, começamos a pregar o evangelho da água e do Espírito perguntando: “Você tem pecado ou não? Você sabe que Jesus te salvou de uma maneira perfeita?” Quando fazemos isso nós encontramos várias pessoas com uma fé errada que dizem que crêem em Jesus mas têm pecados em seu coração. E nós começamos a pregar a elas o evangelho da água e do Espírito com alegria.
Quando nós perguntamos a algumas pessoas: “Vocês são justos?” elas respondem: “Eu sou justo porque eu tenho fé em Jesus, mas por pecar todos os dias eu sou um pecador”. Como é que alguém pode ser justo se ele ainda tem pecado? Nós temos que pregar o evangelho da água e do Espírito detalhadamente para essas almas que estão confusas. Eu já vi casos onde essas pessoas receberam a remissão de pecados depois de uma hora de comunhão com a Palavra de Deus. Depois de lhes explicar a Palavra de Deus por completo eu pergunto a elas: “Vocês têm pecado agora?” E quando elas respondem que não têm mais pecado meu coração se enche de alegria. E você também não pode imaginar como elas ficam felizes depois de ler a Palavra de Deus e ter a certeza no coração de que realmente não têm mais pecado. Elas confessam que não entendem como puderam viver até agora sem conhecer algo tão bom assim.
Nosso Senhor deu Sua carne e Seu sangue a mim e a você, assim como todas às pessoas deste mundo. E é por isso que o nosso coração sente o refrigério sempre que nos alimentamos com essa comida e essa bebida. A verdade é que nós podemos seguir adiante com retidão, ser gratos a Deus e Louvá-Lo pois não temos mais pecado. Eu sempre louvo ao Senhor e sou feliz por causa Dele. E mesmo sendo fraco eu posso sempre louvar o Senhor porque Ele salvou pessoas como eu com o evangelho da água e do Espírito. Eu sou grato por Ele ter acabado com a condenação salvando pessoas como eu com a água e o Espírito. Foi por essa razão que o apóstolo Paulo disse: “Regozijai-vos sempre; orai sem cessar; em tudo dai graças, pois esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Tessalonicenses 5:16-18). Amados irmãos, nós podemos ser gratos a Deus por todas as coisas porque nosso Senhor nos deu a Sua carne e o Seu sangue. Amados irmãos, isso é verdade ou não? Claro sim.
A carne de Jesus é o fato Dele ter sido batizado e o Seu sangue é o fato Dele ter sido condenado. A vida está no sangue, e foi por isso que Jesus foi condenado e amaldiçoado na Cruz em nosso lugar levando todos os nossos pecados por completo. Ele fez com que não fôssemos mais julgados. Há uma canção no hinário das nossas crianças que diz: ♬O sangue do Senhor cobre todos os meus pecados. ♬Porque Jesus morreu por mim, eu não serei condenado.♪” Meus amados irmãos, há alguma condenação esperando por vocês? Não, não há. Eu posso estar diante de vocês e pregar porque não tenho pecado e nenhuma condenação está preparada para mim. Como é que eu poderia levantar minha cabeça se houvesse condenação para mim?

Amados irmãos, por favor, olhem para o Senhor e creiam nas obras que Ele realizou. Por favor, comam a carne e bebam o sangue de Jesus. Ter fé é justamente isso, crer no Senhor é justamente isso, e a vida eterna é justamente isso. Louvado seja o Senhor!