The New Life Mission

Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 8-7] (João 8:31-36) “Se Permanecerdes em Mim, Verdadeiramente Sereis Meus Discípulos”

(João 8:31-36)
“Disse Jesus aos judeus que criam nele: Se permanecerdes no meu ensino, verdadeiramente sereis meus discípulos. Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Responderam eles: Somos descendentes de Abraão, e jamais fomos escravos de ninguém. Como é que dizes que seremos livres? Disse Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. Ora, o escravo não permanece sempre em casa, mas o Filho aí permanece para sempre. Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”.
 
 
Hoje eu quero pregar a passagem que está no capítulo 8 de João, dos versículos 31 ao 36. Nessa passagem o Senhor diz: “Se permanecerdes no meu ensino, verdadeiramente sereis meus discípulos. Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Um discípulo do Senhor é algo que permanece na Sua Palavra pela fé. E se permanecermos na Palavra do Senhor pela fé, nós poderemos nos tornar realmente Seus discípulos. Sendo assim, para sermos alguém que segue ao Senhor, nós temos que presta atenção ao que Ele diz, que segue e obedece a tudo isso pela fé.
 
 
Ser um Discípulo é Ser Alguém que Possui uma Fé Assim
 
Você permanece na Palavra de Deus pela fé? Para nos tornarmos discípulos do Senhor, temos que crer no evangelho da água e do Espírito dado por Ele. Além disso, nós temos que pregar Sua justiça pela fé. Nós não poderemos ser verdadeiros discípulos de Jesus se cremos Nele mas não tivermos um conhecimento concreto da Palavra da água e do Espírito que Ele nos deu, mesmo que afirmemos crer em Jesus como nosso Salvador. Se você tiver essa fé, você poderá se tornar um discípulo de Jesus. Caso contrário, você não poderá.
Para sermos verdadeiros discípulos do Senhor, antes de tudo temos que ter fé no evangelho da água e do Espírito dado por Deus. Sem essa fé, não poderemos ser discípulos do Senhor nem santos. Somente aqueles que foram salvos de todos os seus pecados podem ser verdadeiros discípulos do Senhor. Por essa razão, sua tarefa mais importante agora é se livrar dos seus pecados e crer no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. Nós agora podemos viver como discípulos do Senhor porque fomos salvos de todos os nossos pecados ouvindo o evangelho da água e do Espírito e crendo nele. É por isso que não há outra maneira de sermos discípulos de Deus.
O fato de termos sido salvos de todos os nossos pecados e crermos na justiça do Senhor significa que cremos que Ele é o Deus que criou o universo e nos salvou através do evangelho da água e do Espírito. A primeira condição para se tornar um discípulo do Senhor é ter fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito que Ele nos deu. Para nós, ser discípulo do Senhor significa crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, entendê-la pela fé e também viver pela fé. Se nos apegarmos ao evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor pela fé, nós poderemos ser discípulos do Senhor.
Aqueles que dizem: “Eu creio que Jesus é meu Salvador, mas só creio no sangue da cruz e rejeito o evangelho da água e do Espírito”, não podem fazer a obra como discípulos de Cristo. Pessoas assim levam uma vida de fé confiando nas suas forças e fazem de Jesus seu Salvador à sua maneira. São eles que seguem as religiões mundanas que existem nas denominações cristãs. O significado de religião neste mundo vem da palavra “religio” no latim e significa “prender bastante”. Mas esse é um tipo de fé que o homem criou para se sentir bem e confiar nas suas próprias forças. É por isso que o Cristianismo hoje em dia se transformou numa religião do mundo. O Cristianismo basicamente não é diferente de nenhuma religião deste mundo. No entanto, o verdadeiro Cristianismo crê que Jesus Cristo, que é Deus, veio e nos salvou dos nossos pecados com o evangelho da água e do Espírito. Este é o verdadeiro Cristianismo que está à parte das religiões do mundo.
 
 
Cristianismo é Ter Fé no Senhor que Nos Salvou Totalmente
 
O Senhor, sabendo de antemão que você e eu cairíamos em pecado, veio a essa terra com o evangelho da água e do Espírito e nos salvou de um modo perfeito. Segundo o que foi profetizado no sistema sacrificial do Antigo Testamento, nosso Senhor veio a nós no Novo Testamento, salvou aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito e apagou todos os pecados do mundo de uma vez por todas. Ele nos salvou ao levar os pecados do mundo sobre si de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, derramando Seu sangue por nós, sendo condenado pelos nossos pecados e ressuscitando dentre os mortos. Deste modo, o Senhor nos salvou completamente segundo a promessa feita por Deus no Antigo Testamento. Crer no evangelho da água e do Espírito é crer na justiça de Deus de todo coração. E a verdadeira fé cristã é crer na justiça de Deus. A verdadeira fé é aceitar o amor de Deus e a salvação que o Senhor nos deu segundo o evangelho da água e do Espírito.
A palavra ‘fé’ no grego é ‘pistis’, que significa ‘certeza da verdade’. Isso significa que temos que fazer a obra do Senhor porque Ele nos amou. A verdadeira fé é aceitar o evangelho da água e do Espírito que nos foi dado pelo Criador do universo. Melhor dizendo, a verdadeira fé é aceitar que Jesus é Aquele que criou o universo e nos salvou dos pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado, derramando Seu sangue na cruz e ressuscitando dos mortos. Além disso, é crer também que Deus enviou Seu Filho a essa terra para tirar os pecados do homem, isto é, os pecados do mundo, sendo batizado e pregado na cruz para expiar todos eles. Em outras palavras, é crer que Deus fez Seu Filho tirar nossos pecados, morrer crucificado e ressuscitar dos mortos em nosso lugar. Se tornar discípulo do Senhor para nós significa, pelos olhos da fé, olhar para a obra que Ele fez por nós através do evangelho da água e do Espírito e crer nela. Essa é a verdadeira fé que faz de nós discípulos de Jesus.
 
 
Os Cristãos de Hoje Têm que Crer em Jesus Cristo, que Veio pelo Evangelho da Água e do Espírito
 
Os cristãos do mundo inteiro hoje têm que reconhecer de todo coração que o Senhor levou todos os seus pecados sobre si de uma vez por todas através do batismo que recebeu de João Batista, depois que veio a essa terra. Essa verdade está escrita no Novo Testamento, no evangelho de Mateus: “Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois assim nos convém cumprir toda a justiça. Então João consentiu. Assim que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Nesse instante abriram-se-lhe os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e pousando sobre ele. E uma voz dos céus disse: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” (Mateus 3:15-17).
Nós temos que olhar para o que o Senhor fez quando veio a essa terra, crer nisso de todo coração e segui-Lo. Esse é o verdadeiro caminho que nos leva a ter a verdadeira fé. Se nós cremos em Jesus como nosso Salvador, a primeira coisa que temos a fazer é conhecer o evangelho da água e do Espírito e crer nele também. A verdadeira fé é se apegar a essa Palavra e crer na seguinte confissão: “Todos os meus pecados foram transferidos para o Senhor quando Ele foi batizado por João Batista. E não somente os meus pecados, mas os de meus pais e de toda humanidade foram transferidos para Ele. Jesus Cristo disse quando foi batizado por João Batista no rio Jordão: ‘Nos convém cumprir toda a justiça!’ Ele fez assim a obra da justiça e apagou todos os nossos pecados”. Quando nós fazemos isso é que nos tornamos discípulos de Jesus Cristo. E depois disso então, o Senhor continua ministrando a Palavra do evangelho da água e do Espírito em nossa vida.
Se quisermos ser verdadeiros cristãos, temos que negar por completo a falta de fé do nosso coração e crer em Jesus como o nosso Salvador que veio pelo evangelho da água e do Espírito. Nós seres humanos sempre teremos pensamentos e desejos carnais. Se fôssemos fazer uma comparação, veríamos que a mente humana acabaria tendo 99,9% de desejos carnais. O restante, 0,1%, seria espiritual, uma busca por Deus. Quem não conhece o evangelho da água e do Espírito não pode ter uma mente espiritual, por mais que tente. Mas quando caímos em desespero, este 0,1% é o que nos leva a buscar a ajuda de Deus. De uma maneira geral, o ser humano só percebe em seu coração que pode buscar a justiça de Deus quando passa por sofrimentos terríveis.
Todavia, mesmo quando eles sentem isso em seu coração, já que eles não conhecem o Deus que veio pelo evangelho da água e do Espírito, eles não podem ser purificados dos seus pecados. Então, para que eles tenham um encontro com o Deus vivo, é necessário que eles primeiro recebam a purificação de seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. E até mesmo nós temos que reconhecer nossos pecados e o justo juízo de Deus antes de crermos em Jesus Cristo como nosso Salvador. Além dos nossos pecados, nós temos que reconhecer o amor de Deus e sujeitar nosso coração ao evangelho da água e do Espírito, ou seja, só receberemos a verdadeira salvação se tivermos fé na Palavra de Deus e crermos nesse evangelho.
Já que fomos salvos crendo no evangelho da água e do Espírito, temos que confiar na Palavra e segui-la. Nós temos que nos livrar dos nossos pensamentos carnais e imundos. Mas isso não será fácil se quisermos seguir o Senhor com fé. Porém, se não negarmos nossos desejos carnais, não poderemos seguir a Palavra de Deus. Mas aqueles que já foram salvos dos seus pecados crendo no evangelho da água e do Espírito receberam e continuam recebendo as bênçãos de Deus, além de serem usados poderosamente como Seus obreiros. Eles continuam trabalhando duro enquanto levam uma vida de fé, mantendo seu coração em Cristo.
Mas infelizmente, há muitos cristãos hoje em dia que não nasceram de novo pelo evangelho da água e do Espírito. Foi justamente por essa razão que Jesus disse: “Pois muitos são chamados, mas poucos escolhidos” (Mateus 22:14). Embora muitos digam que vão à igreja freqüentemente e crêem em Jesus como seu Salvador, ainda há pecado no seu coração e os desejos carnais continuam dominando-os. É por isso que se quisermos realmente ser discípulos do Senhor, nós temos que permanecer na Palavra do evangelho da água e do Espírito pela fé. Melhor dizendo, temos que crer em Jesus Cristo que veio pelo evangelho da água e do Espírito. Todos nós temos que aceitar pela fé em nosso coração a Palavra do Senhor crendo no evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus. O evangelho da água e do Espírito é algo imprescindível para aqueles que se consideram cristãos.
 
 
Os Cristãos Precisam Conhecer Jesus, que Veio pelo Evangelho da Água e do Espírito
 
No evangelho de João capítulo 8 versículo 32, o Senhor diz aos Seus discípulos: “Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Toda Palavra de Deus é muito valiosa, mas essas palavras em particular, dentre tudo que Ele falou, são pepitas de ouro. O Senhor nos disse claramente que nós temos que conhecer a verdade. Portanto, de um modo ou de outro, todos têm que conhecer o evangelho da água e do Espírito. “E a verdade vos libertará”. Apesar de crermos em Jesus como nosso Salvador, se nós crermos Nele mas não conhecermos o evangelho da água e do Espírito, não seremos verdadeiramente salvos e libertos dos nossos pecados. Se alguém não conhecer a verdade do evangelho da água e do Espírito ou se recusar a crer nela, sua consciência continuará cativa, ele não será liberto dos seus pecados, não poderá se tornar filho de Deus nem receber as bênçãos celestiais, nenhuma delas. Portanto, é algo de suma importância que todos conheçam a verdade deste evangelho da água e do Espírito para que possam crer no Senhor como seu Salvador. Este evangelho da verdade nos permite ser libertos dos nossos pecados, da maldição, da dor e da destruição. E, além disso, ele nos leva a receber todas as bênçãos de Deus. O próprio fato de conhecermos essa verdade do evangelho da água e do Espírito significa que conhecemos algo de grande importância.
Embora haja muitos cristãos neste mundo, somente um pequeno número deles crê em Jesus tendo conhecimento do evangelho da água e do Espírito. A proporção, na verdade, é de 1 para 1.000.000. Entretanto, se todos que acham que crêem em Jesus da forma correta fossem questionados por Deus agora sobre o evangelho da água e do Espírito, eles não teriam idéia do que ele é.
Dentre todos que acusaram Jesus, Pilatos estava entre eles e O tentou perguntando: “Então, tu és rei?” No que Jesus respondeu Jesus: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz” (João 18:37). Pilatos então O interrompeu e perguntou: “O que é a verdade?”
Você crê que ‘a verdade’ é algo que não muda por toda a eternidade? A verdade é algo que não muda. Parece que nada neste mundo dura para sempre, tudo muda. Com o passar do tempo, tudo muda. Mas o evangelho da água e do Espírito dado por Deus não muda. Tragicamente, muitos não conhecem este verdadeiro evangelho da verdade que purifica todos os pecados do mundo ou simplesmente se recusam a crer nele. Há muitos cristãos hoje que não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Eles vão à igreja e acham que seus pecados foram purificados porque eles crêem em Jesus e continuam fazendo suas orações de arrependimento, fazendo trabalho voluntário e dando ofertas. Que diferença há entre os cristãos que ainda têm pecado no seu coração e aqueles que possuem outra religião e buscam levar uma vida santa? Quando uma comparação como essa é feita, não há diferença alguma realmente.
Não existe ninguém que não peque. Contudo, embora isso seja verdade, não pode haver pecado no coração daqueles que conhecem a verdade do evangelho da água e do Espírito e crêem nele, mas aqueles que não o conhecem nem crêem nele têm pecados no coração e, portanto, são inimigos de Deus. Foi por isso que o Senhor disse: “A verdade vos libertará”. O que nos liberta do pecado? É a verdade que nos liberta do pecado. O que é essa verdade então? O que seria ela? Essa Verdade é o evangelho da água e do Espírito, e foi o Senhor que veio a essa terra para salvar os pecadores.
O Senhor disse: “Eu sou o caminho a verdade, e a vida”. Isso significa que o que o Senhor fez por nós pela Palavra é a verdade. Nosso Senhor levou sobre si todos os nossos pecados através de João Batista e foi condenado pelos nossos pecados na cruz. Ele deu uma nova vida a todos nós que cremos nessa verdade da remissão de pecados. Ele foi batizado por você e por mim que estávamos condenados a morrer por causa dos nossos pecados; depois então, Ele morreu na cruz por nós e ressuscitou dos mortos. O evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor é a única forma de recebermos a remissão de pecados e irmos para o Céu. O Senhor é Aquele que nos deu a vida eterna; Ele é o Senhor da verdade.
Há muitos deuses neste mundo criados pelo homem. Mas embora o homem tenha criado muito deuses, só pode haver um verdadeiro Deus. Deus não mente. Em relação a Jesus Cristo, só pode haver uma bondade, amor, justiça, salvação, verdade e misericórdia verdadeiros. O Deus verdadeiro pode fazer todas as coisas, exceto mentir e fazer coisas más. O Deus da verdade é justo e santo. Ele é o Salvador absoluto que concede o perdão de pecados a todos que O buscam. Ninguém pode mudar Seus atos de justiça.
“A verdade vos libertará”. É o Senhor que nos diz isso. Ele é o Deus que nos dá a verdadeira liberdade e a salvação. Nosso Senhor é a verdade. Nosso Senhor e Salvador fez muito bem quando disse: “Eu vou tirar todos os seus pecados quando for batizado, os apagarei derramando meu sangue na cruz e serei condenado por eles”. Jesus Cristo só foi condenado na cruz e expiou todos os nossos pecados porque tirou todos eles de uma vez por todas quando foi batizado.
Durante a guerra da Coréia (1950-1953), muitas pessoas tiveram uma morte terrível. Naquela época, muitos intelectuais foram mortos. Quando os soldados norte-coreanos tomavam uma cidade na Coréia do Sul, eles incitavam os trabalhadores rurais para que eles matassem os donos de terra com lanças de bambu. Mas quando as Nações Unidas tomaram as cidades de novo, aqueles que ficaram do lado dos comunistas foram todos mortos. Infelizmente, muitos homens morreram e somente poucos sobreviveram. Morreram tantos intelectuais que restou pouca gente que sabia ler e escrever quando a guerra acabou. Foi aí que nasceu o provérbio que diz: “Para se tornar prefeito de uma cidade, só é preciso saber o alfabeto coreano”. Isso demonstra que quando a guerra acabou e a paz voltou a reinar, não sobrou ninguém alfabetizado que pudesse ocupar um cargo público. Por essa razão, aqueles que se aliaram aos japoneses durante seu domínio colonial tiveram que ser indicados como oficiais do governo; mas essas pessoas só estavam interessadas em riqueza e poder. É por isso que o governo coreano agora está fazendo de tudo para limpar as manchas do passado e pôr nossa história no caminho correto. E nós temos que entender o que quer dizer o provérbio: “Para se tornar prefeito de uma cidade, só é preciso saber o alfabeto coreano”. Naquela época, era preciso saber ler e escrever para ser um oficial do governo. É por isso que esse ditado estava na boca do povo e reflete nossa história no passado.
E este exemplo pode ser aplicado ao Cristianismo hoje em dia, ou seja, todos têm que conhecer Jesus corretamente, Ele que é o Mestre do evangelho da água e do Espírito, para que possamos crer Nele. Muitos dizem por dizer: “Eu creio em Jesus como meu Salvador”. Do seu modo de ver, eles acham que foram salvos porque ‘aceitaram Jesus como seu Salvador’ quando se converteram. Mas aqueles que pensam assim são mesmo ignorantes.
Nos cultos de avivamento, as pessoas são coagidas a ir à frente quando o pregador diz: “Vocês que querem aceitar Jesus como seu Senhor e Salvador, levantem as mãos bem alto. Eu vou orar por vocês; repitam comigo”. Aí ele ora: “Querido Pai, eu pequei muito neste mundo e estava condenado a ir para o inferno. Mas eu agora creio que Jesus apagou todos os meus pecados na cruz. Eu aceito Jesus como meu Senhor e Salvador agora”. As pessoas então repetem essas palavras. Deste modo, o pregador as leva a fazer a oração de confissão e afirma que todos que a fizeram receberam de Deus a remissão de pecados. Mas eu pergunto a vocês: todos se tornaram filhos de Deus realmente? Claro que não. A verdade bíblica é o que o Senhor disse: “A verdade vos libertará”. Portanto, é óbvio que todos precisam conhecer o evangelho da água e do Espírito a fim de que possam crer em Jesus corretamente. Mas crer em Jesus de qualquer maneira é “ignorância religiosa”. É o mesmo que criar um ídolo e crer nele com todas as forças.
Nós não podemos crer em Deus assim. Já que você e eu estávamos condenados ao inferno por termos pecado durante toda a vida, temos que conhecer bem Jesus agora e crer Nele tendo as respostas certas para as seguintes perguntas:
“Como foi que o Senhor tirou todos os nossos pecados de uma vez por todas ao vir a essa terra?”
“Como foi que Ele tirou todos os nossos pecados de uma vez por todas e os expiou ‘de uma vez’ ao ser batizado?”
“Como foi que Ele morreu por nós sendo condenado ‘de uma vez por todas’ na cruz?”
“Como foi que Ele nos salvou ao ressuscitar ‘de uma vez’?”
“Como foi que Ele se tornou nosso Salvador ‘de uma vez por todas?’”
Algo muito claro é que temos que conhecer o evangelho da água e do Espírito, assim como era preciso saber pelo menos o alfabeto coreano para se tornar prefeito de uma cidade. Por isso, para crermos em Jesus como nosso Salvador, temos que conhecer a verdade. É a verdade que nos liberta e nos salva do pecado. No entanto, ela não é algo que possa ser alcançada com nosso próprio esforço.
Muitos no Cristianismo hoje em dia confiam em Jesus confusos em suas obras, sua fé e sua salvação. Conhecer e crer no Senhor assim é uma total perda de tempo e o mesmo que ter uma fé inútil. Quando os Jogos Olímpicos foram sediados em Seul em 1988, nós cantamos o hino oficial das Olimpíadas chamado “De Mãos Dadas”. Este hino trazia uma mensagem de que seria algo maravilhoso se as pessoas andassem de mãos dadas, superando diferentes ideologias, vencendo todo tipo de barreiras, cultivando a fraternidade e se unindo para acabar com as guerras e conflitos através dos Jogos Olímpicos.
Do mesmo modo, Deus não pode andar de mãos dadas conosco sem o evangelho da água e do Espírito. Ele não pode coexistir se não for numa relação familiar. De todo modo, nós temos que andar de mãos dadas com Ele através do evangelho da água e do Espírito. Nós não estamos no mesmo nível de Deus, portanto, não somos iguais a Ele. Em outras palavras, tudo que queremos é receber Sua graça e misericórdia. Nós temos que entender como Deus nos salvou do pecado e aceitar o evangelho da água e do Espírito. Só então poderemos crer na verdade.
Nós que somos humanos não podemos evitar a maldição, o pecado e a morte. E já que caímos no mar do pecado, mal conseguimos respirar e clamar: “Por favor, me ajudem!” Mas graças ao Senhor Jesus Cristo que com o poder do evangelho da água e do Espírito segurou nossas mãos e nos tirou de um lamaçal de pecado. Foi assim que fomos salvos de todos os nossos pecados. Este é o poder do evangelho da água e do Espírito. Essa verdade que tem mais poder do que dinamite.
“A verdade vos libertará”. As pessoas que conhecem a verdade do evangelho da água e do Espírito e crêem nela são libertos. E esta é a verdadeira liberdade que podemos desfrutar na Palavra de Deus. Mas ela é diferente desse tipo de liberdade que há por aí. Ela é a verdadeira liberdade. É a liberdade para ser liberto do pecado e praticar a justiça de Deus. E a liberdade que nos leva a viver na justiça de Deus.
Antes de nascer de novo, eu só conhecia essa passagem de um modo intelectual, mas agora eu a entendo plenamente. “A verdade vos libertará”. Você também já experimentou isso, não foi? Aqueles que conhecem a verdade do evangelho da água e do Espírito foram salvos do pecado. Por quê? Porque essa verdade é real. A verdade é essa: o evangelho da água e do Espírito nos diz que o Senhor levou todos os nossos pecados sobre si de uma vez por todas ao ser batizado no rio Jordão por João Batista. Mas depois de derramar Seu sangue e morrer na cruz, o Senhor ressuscitou ao terceiro dia. O evangelho da água e do Espírito é a verdade bíblica que nem por toda eternidade poderá ser mudada.
Os cristãos atuais que não conhecem o evangelho da água e do Espírito, ou se recusam a crer nele, são os crentes que não nasceram de novo. Eles não passam de pessoas que servem à religião deste mundo. Muitos pastores usam o ministério só para ganhar dinheiro e satisfazer seu desejo carnal. E já que o objetivo do seu ministério é lhes proporcionar uma vida boa, eles são conhecidos como “pastores devoradores”. Eles fingem ser gentis quando ganham muito dinheiro. Me disseram que os pastores presidentes das igrejas de médio e grande porte da Coréia não recebem menos do que 10.000 dólares por mês de salário, enquanto que a maior parte de suas igrejas sofrem para ganhar o pão de cada dia. Embora seus membros sofram muito todo dia por causa dos seus pecados, eles lhes dizem apenas isso: “Façam mais orações de arrependimento. Lutem pela sua santificação”. São estes que só tem um ministério para ganhar dinheiro e recebem milhares de dólares por mês. Aqueles que pastoreiam apenas para saciar seu corpo e ganhar dinheiro não passam de trabalhadores como outros quaisquer. É por isso que eu aconselho os pastores de todos mundo a crer no evangelho da água e do Espírito.
Porém, antes de tudo, os pastores que estão no ministério precisam conhecer, crer e pregar a verdade do evangelho da água e do Espírito. Nós somos salvos de todos os pecados da nossa consciência e de todos os pecados que cometemos neste mundo tendo fé no evangelho da água e do Espírito. E depois disso, temos que nos apegar à Palavra de Deus e segui-la, pois só assim poderemos ser discípulos do Senhor. Ir para o Céu sem ter fé na verdade do evangelho da água e do Espírito é um conceito humano que não faz sentido algum.
Todos devem conhecer o evangelho da água e do Espírito ‘primeiro’ para que depois possam crer em Jesus corretamente. Depois então, eles têm que rejeitar seus pensamentos que só se preocupam com sua carne. Nós temos pregado o evangelho da água e do Espírito para muitas pessoas que só se importam com sua carne, mas infelizmente elas não deixam seus pensamentos carnais, o que as leva a rejeitar este precioso evangelho dado por Deus e a buscar somente as coisas fúteis que elas ouviram no passado, achando que o Cristianismo é somente mais uma religião deste mundo. O ponto principal da Bíblia é a verdade do evangelho da água e do Espírito, e o principal personagem dessa verdade é Jesus Cristo. Muitos não crêem na Palavra da verdade porque não ouviram sobre este genuíno evangelho ou não tiveram tempo de aprendê-lo. Uma fé como essa é uma fé inútil. No fim, todos acabarão sendo destruídos por causa dos seus pecados. Quando conhecemos essa verdade e cremos nela, nós podemos ser libertos de todos os nossos pecados e receber a salvação e a vida eterna. Nós nos tornamos discípulos de Jesus Cristo quando cremos na Sua Palavra e a seguimos.
 
 
Você Recebeu Jesus Cristo Realmente?
 
Nós lemos no versículo 33 do capítulo 8 do evangelho de João: “Responderam eles: Somos descendentes de Abraão, e jamais fomos escravos de ninguém. Como é que dizes que seremos livres?” Disse Jesus: “Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado”.
O Senhor disse claramente: “Todo aquele que peca é um escravo do pecado, alguém que não está liberto”. Há dois tipos de pecado. Aqueles que são expiados e os que não podem ser remidos. O Senhor veio a essa terra e nos salvou com a verdade do evangelho da água e do Espírito. Não crer nessa verdade é um pecado que não pode ser expiado; esse tipo de pecado leva direto ao inferno. O Senhor disse: “Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado” (João 8:34). Isso quer dizer que o escravo do pecado pode receber a salvação e ser liberto.
Mas aqueles que se recusavam a crer em Jesus como seu Salvador refutaram isso dizendo: “Somos descendentes de Abraão, e jamais fomos escravos de ninguém. Como é que dizes que seremos livres?” É assim o coração daqueles que são espiritualmente cegos. É por isso que quem tem pecado no seu coração vive como escravo do pecado. Aqueles que têm pecado no coração são escravos do pecado. Eles até que são livres para ir aonde quiserem, mas seu coração é escravo do diabo. É por isso que eles não podem evitar o pecado e continuam pecando segundo a vontade do diabo. Por esse motivo, eles não têm paz no coração, não se sentem seguros e não têm a consciência tranqüila. Além disso, sua consciência sempre estará pesada por causa do pecado, da lei e da maldição.
Você já viveu antes como escravo? Ser escravo significa não ter liberdade alguma. Um escravo não pode fazer o que ele quer. Você ‘nesse momento’ é alguém livre ou um escravo? Se você ainda tem pecado no coração, você não é livre então. Se você tem pecado no coração, o Espírito Santo não pode habitar dentro dele. Os escravos do pecado sempre pecam. Eles têm pecado no coração porque não conhecem o evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor; e mesmo que o conheçam, eles não conseguem crer nele. É por esse motivo que eles vivem como escravos do pecado, pois estão sob o domínio do diabo. Pessoas assim têm ódio, inveja, são rudes e ignorantes com os outros. Elas sempre tentam matar, atormentar e atrapalhar os outros. É assim que elas vivem de fato, como predadores que vivem à espreita, à espera da sua caça. Essa é a característica dos escravos do pecado.
Aqueles que realmente nasceram de novo e têm o Espírito Santo no coração não fazem essas coisas malignas. Por outro lado, eles dão frutos do Espírito Santo. Mas aqueles que têm pecado no coração sempre tentam atrapalhar os outros e no fim acabam matando alguém. Eles sabem que esse tipo de vida não é certo, mas não conseguem deixar de viver assim, pois são escravos do diabo. Mas como foi que eles se tornaram escravos do diabo? A Bíblia diz: “Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres” (Mateus 24:28). Esse versículo significa que o diabo controla seu coração e os leva a pecar assim. É por isso que eles são escravos do pecado. As pessoas tendem a ver a Bíblia como um romance ou um livro histórico quando não conseguem entender o que está escrito nela.
 
 
Todos que Não Crêem no Evangelho da Água e do Espírito São Escravos do Pecado
 
A Bíblia diz que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. Pessoas assim não fazem boas obras nem a obra da justiça. Tudo que elas fazem é reclamar, invejar, brigar, matar; elas têm ambições egoístas, enganam os outros e aproveitam toda oportunidade para fazer isso. Elas só tratam bem aqueles que querem enganar. Mas por que elas fazem isso? Porque o diabo controla o pecado em seu coração. Portanto, algo de suma importância é que essas pessoas deixem esses pecados tendo fé e conhecimento da verdade para que sejam libertas agora. Quando deixamos o pecado, temos que garantir que ele e o diabo nunca mais habitem em nosso coração crendo no justo Senhor que nos salvou e na Palavra que Ele nos deu. Mas para que isso aconteça, temos que aceitar a Palavra da Verdade. Nós temos que crer em Jesus Cristo, o Senhor que se tornou nosso Salvador quando veio a essa terra, levou nossos pecados, morreu na cruz e ressuscitou dos mortos. Nós somos libertos tendo fé assim.
No evangelho de João 8:35, o Senhor diz: “Ora, o escravo não permanece sempre em casa, mas o Filho aí permanece para sempre” (João 8:35). Quem é escravo do pecado nunca poderá entrar no Reino de Deus. Aquele que tem pecado nunca poderá entrar no Reino de Deus. Todo mundo precisa receber a purificação de pecados primeiro para depois entrar no Céu. Já que é assim, como podemos receber a purificação de pecados? Algo que temos que saber é que fazer o bem e levar uma vida justa não é tão importante assim. É por isso que nós temos que receber a remissão de pecados antes de entrarmos no Céu. Mas para recebermos a remissão de pecados, primeiro temos que conhecer a verdade pela qual o Senhor salvou a humanidade do pecado. Nós temos que crer em toda a Palavra e saber como Jesus tirou todos os nossos pecados vindo a essa terra, como Ele foi condenado em nosso lugar, e como Ele nos salvou ao ressuscitar dos mortos.
Deus não ganha nem perde nada quando pecamos. Se nós pecarmos e nos tornarmos escravos do pecado, nós acabaremos pagando o preço no final. E Deus não tem nada a ver com isso. Nosso Senhor veio a essa terra e nos salvou por causa do Seu grande amor por nós. E como Ele nos salvou? Ele nos salvou com a verdade do evangelho da água e do Espírito.
Nós somos filhos de Deus porque cremos no evangelho da água e do Espírito. Está escrito de modo bem claro na oração do Senhor:
“Pai nosso que está no céu,
Santificado seja o teu nome.
Venha o teu reino”.
Se nós quisermos realmente ser filhos de Deus, primeiro temos que ser santos, ou seja, receber a remissão de pecados. Deus disse: “Portanto, sede santos porque eu sou santo” (Levítico 11:45). Em nenhum lugar desse versículo diz que não devemos pecar para ‘sermos santos’. Nós nunca conseguiremos ser alguém que não peca. Esse versículo está nos dizendo de modo bem claro que devemos receber a remissão de pecados no coração conhecendo o evangelho da água e do Espírito e crendo nele. Ele está nos dizendo que devemos aprender sobre Jesus Cristo, o Salvador do homem, conhecê-Lo e crer Nele, pois Ele nos salvou ao vir a essa terra, foi batizado, morreu na cruz e ressuscitou. Só assim nós poderemos nos tornar filhos de Deus. Quem é escravo do pecado não pode habitar na Casa do Senhor, mas seus filhos habitarão lá para sempre. Só aqueles que são filhos de Deus é que podem habitar na Casa do Senhor.
O evangelho de João 8:36 diz: “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8:36). Eu sei que vocês entendem o significado dessa frase: “Se o Filho vos libertar”. Ela não diz que nós seremos livres “se fizermos orações de arrependimento”. Ela também não quer dizer que “nós seremos santificados se tivermos uma vida virtuosa”. “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. Já que o Senhor remiu todos os nossos pecados pelo evangelho da água e do Espírito, nós não temos mais pecado. É isso que essa Palavra significa. Ela diz claramente: “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. Foi o Senhor que nos libertou? Nosso Senhor verdadeiramente nos libertou com a verdade do evangelho da água e do Espírito? Ele com certeza nos libertou. Nós somos fracos e imperfeitos, mas o Senhor nos libertou. Nós fomos libertos por Seus atos de justiça.
Essa Palavra é muito simples. Ela quer dizer que o Senhor apagou todos os nossos pecados; então, nós não temos mais pecado. É por isso que chamamos Jesus de ‘Salvador’. Porém, o fato de Jesus ter se tornado nosso Salvador não pode ser entendido com simples palavras. Ele nos salvou do pecado e da destruição sacrificando a si mesmo por nós porque alcançamos misericórdia aos Seus olhos. O Senhor salvou toda humanidade que estava condenada a ter uma vida miserável e iria morrer por causa dos seus pecados. Mas Ele não nos salvou somente com palavras, e sim com a verdade da justiça e Seu amor. Ele nos salvou pessoalmente vindo a essa terra, levando todos os pecados do homem sobre Seu corpo de uma vez por todas ao ser batizado por João Batista, o representante da humanidade, indo à cruz levando todos estes pecados sobre si, derramando Seu sangue ao ser pregado nela, morrendo em agonia quando clamou: “Está consumado!”, e ressuscitando dos mortos. Nós não alcançamos a salvação como nosso próprio esforço. Ao contrário, foi o Senhor quem nos salvou.
Nosso coração deve ser totalmente dedicado ao Senhor. Nós temos que nos achegar a Deus e dizer: “Senhor amado, eu estou tentando ter uma vida correta, mas não é fácil. Apesar de estar lutando para viver assim, eu vejo que sou apenas um ser humano que não tem como levar uma vida correta, por mais que eu tente. Se eu não crer no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor, será impossível eu em tornar justo. Mas eu quero crer e ir para o Céu, pois tu salvaste toda a humanidade com o evangelho da água e do Espírito, com o batismo que Tu recebeste e com Seu precioso sangue derramado na cruz. Por favor, me aceite como eu sou”. Nós temos que aceitar o Senhor assim, confiando Nele de coração. Eu peço a todos vocês que não façam sua própria vontade, pois ela sempre fará com que vocês pensem assim: “Se eu buscar mais um pouco eu vou ser santificado”. Não tentem receber a salvação levando uma vida justa. Não busquem ser salvos dando muitas ofertas e tentando não pecar. Pelo contrário, procurem ter compromisso com o Senhor e digam: “Eu não posso fazer nada. Deus, por favor, me salve. Se Tu me salvares eu serei salvo, mas se Tu me rejeitares eu com certeza irei para o inferno”.
Amados irmãos, o rei Davi não caiu em pecado? Depois que dormiu com a mulher de Urias, Davi se entregou ao Senhor totalmente e disse: “Senhor amado, se Tu disseres que eu sou santo, então eu sou, mas se Tu disseres que eu sou pecador, eu sou pecador então. Eu serei julgado segundo o Teu juízo. Tudo depende de Ti. Tu és o Criador do universo, o meu Salvador, Aquele que tirou todos os meus pecados. Tu és tudo para mim. Eu não tenho mais nada a fazer senão aceitar o Teu juízo, pois ele é justo. Se Tu disseres que tiraste todos os meus pecados, eu não tenho mais pecado então, mas se Tu disseres que não tiraste os meus pecados, eu terei pecado por toda a eternidade, por mais que eu clame, chore, ore ou jejue por 40 dias”. Davi se entregou a Jesus dessa maneira.
Nós também temos que nos entregar ao Senhor assim. Os nossos olhos devem ter um alcance maior para contemplarmos o futuro. Você tem que ver se conseguirá deixar de pecar em sua vida e se entregar ao Senhor por completo. Se você olhar para sua vida e chegar à seguinte conclusão: “Eu pecarei ainda mais no futuro”, você tem que se entregar na mesma hora ao evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. Nós temos que crer e nos apegar à abençoada Palavra do evangelho da água e do Espírito pela qual o Senhor levou sobre si os nossos pecados ao ser batizado, nos deu a vida eterna e fez de nós Seus preciosos filhos. Só então a remissão de pecados, o Céu, a honra de nos tornarmos filhos de Deus, o gozo da vida eterna e todas as bênçãos serão nossos. Amados irmãos, vocês têm certeza disso?
“Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. Mas quem pode fazer algo assim realmente? Só Jesus pode. Sakyamuni pode fazer isso? Confúcio pode fazer isso? Sócrates pode fazer isso? Sócrates disse: “Conhece e ti mesmo”. Isso quer dizer: “O que você sabe? Você não sabe nada. Então, tente entender o quanto você é patético”. Confúcio disse que o certo é que todos tenham uma vida justa. Hsun-tzu disse a mesma coisa, e todos os filósofos disseram que o certo mesmo é que todos procurem levar uma vida justa, não má.
No entanto, nenhum deles pode dizer: “Creiam em mim. Eu salvarei vocês. E apaguei todos os seus pecados. Eu libertei vocês dos seus pecados”. Só Jesus pode dizer isso. Só Jesus nos salvou vindo a essa terra, tirando todos os nossos pecados, ou seja, todos os pecados do mundo de uma vez por todas ao ser batizado, sendo pregado na cruz, derramando Seu sangue e ressuscitando dos mortos. O Senhor nos salvou assim. Só Jesus pôde fazer essa obra indescritível.
Então, o único nome debaixo do sol que pode nos salvar é Jesus Cristo. É por isso que a Bíblia diz: “Em nenhum outro há salvação, pois também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (Atos 4:12). O nome Jesus Cristo é o nome mais lindo que existe; o nome do nosso Salvador é apenas Jesus Cristo. Só Jesus é o Rei de todos os reis. A palavra ‘Jesus’ significa ‘o Salvador’, e a palavra ‘Cristo’ significa ‘o Rei ungido’. Por ‘ser ungido’, Jesus é o Rei de todos os reis. Isso na verdade significa que só Jesus Cristo é o verdadeiro Deus e o verdadeiro Salvador. Só Jesus é Aquele que pode nos salvar do pecado, nos fazer felizes, nos libertar do pecado, fazer com que tenhamos uma vida justa e nos permitir ir para o Céu. Ele é o único que fez de nós, que vivemos nessa terra, Seus verdadeiros discípulos. Jesus apagou todos os pecados do homem com o evangelho da água e do Espírito.

Eu espero que vocês creiam no evangelho da água e do Espírito e possam entrar no Reino de Deus pela fé e viver lá para sempre. Quando nós permanecemos firmes na Palavra do Senhor, nos tornamos Seus discípulos; e depois de termos tido uma vida justa, nós entraremos no Seu Reino.