Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 7-5] (Gênesis 7:1-24) Você Tem que Estar Preparado Para o Iminente Fim do Mundo

(Gênesis 7:1-24)
“Depois disse o SENHOR a Noé: Entra tu e toda a tua casa na arca, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração. De todos os animais limpos tomarás para ti sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea. Também das aves dos céus sete e sete, macho e fêmea, para conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra. Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites; e desfarei de sobre a face da terra toda a substância que fiz. E fez Noé conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara. E era Noé da idade de seiscentos anos, quando o dilúvio das águas veio sobre a terra. Noé entrou na arca, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio. Dos animais limpos e dos animais que não são limpos, e das aves, e de todo o réptil sobre a terra, entraram de dois em dois para junto de Noé na arca, macho e fêmea, como Deus ordenara a Noé. E aconteceu que passados sete dias, vieram sobre a terra as águas do dilúvio. No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram, E houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites. E no mesmo dia entraram na arca Noé, seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher e as mulheres de seus filhos. Eles, e todo o animal conforme a sua espécie, e todo o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil que se arrasta sobre a terra conforme a sua espécie, e toda a ave conforme a sua espécie, pássaros de toda qualidade. E de toda a carne, em que havia espírito de vida, entraram de dois em dois para junto de Noé na arca. E os que entraram eram macho e fêmea de toda a carne, como Deus lhe tinha ordenado; e o SENHOR o fechou dentro. E durou o dilúvio quarenta dias sobre a terra, e cresceram as águas e levantaram a arca, e ela se elevou sobre a terra. E prevaleceram as águas e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca andava sobre as águas. E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos. Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos. E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem. Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu. Assim foi destruído todo o ser vivente que havia sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; e foram extintos da terra; e ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca. E prevaleceram as águas sobre a terra cento e cinquenta dias”.
 
 
Nos dias de Noé o mundo estava tão cheio de maldade, engano e imundície que Deus não poderia deixar o mundo pecaminoso assim. Então ele avisou que enviaria as águas e com elas destruiria o mundo. Só que, ao mesmo tempo, ele arrumou um jeito de salvar do seu juízo os que criam na sua Palavra. Ele mandou Noé construir uma arca e pregasse a todos que o que entrasse na arca escaparia da morte e do juízo que ele traria a este mundo.
Deus mandou uma chuva torrencial sobre essa terra cem anos depois de ter dado sua palavra de advertência a Noé. Para ser mais preciso, Deus mandou a chuva sete dias depois que Noé e sua família, num total de oito pessoas, sua esposa, seus filhos e suas noras, entraram na arca. A Bíblia diz que as janelas dos céus foram abertas e romperam todas as fontes do grande abismo. Em outras palavras, as águas cobriram a terra com a chuva que foi derramada, pois as janelas dos céus foram abertas. Choveu tanto e as fontes verteram tantas águas que submergiram todos os altos montes que havia na terra. E como o dilúvio durou mais de 150 dias sobre a terra, toda forma de vida que respirava pelo nariz pereceu, como está escrito em Gênesis 7:21-22: “E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem. Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu”. Só a família de Noé e os animais separados por ele foram protegidos por Deus, pois ele acabou com todas as outras formas de vida sobre a terra. Assim, todos os homens pereceram junto com os pássaros, o gado, feras e répteis que não entraram na arca. Portanto, o mundo em que vivemos hoje é o segundo mundo.
Alguns cientistas hoje aceitam o que está escrito no texto bíblico deste capítulo como fato histórico que as águas acima do firmamento foram derramadas quando as janelas dos céus foram abertas nos dias de Noé. Ao criar os céus e a terra, Deus pôs uma camada de água na atmosfera (o firmamento) para impedir que os raios prejudiciais do espaço chegassem à terra (Gênesis 1:6-7), embora todas as águas tenham sido derramadas na terra nos dias do dilúvio de Noé. Alguns cientistas acreditam que depois do dilúvio de Noé, o clima do planeta terra, que era temperado antes, sofreu mudanças radicais. E como os raios prejudiciais do espaço passaram a chegar à superfície da terra, a expectativa média de vida do homem foi reduzida drasticamente.
Foi assim que Deus julgou o primeiro mundo com a água, e disse que o segundo mundo espera para ser julgado pelo fogo (2 Pedro 3:6-7). Deus consumirá este mundo com fogo no futuro. Este mundo repleto de pecado será julgado novamente como o foi nos dias do dilúvio de Noé. E este juízo não está muito longe de acontecer, mas já está às portas. Se Deus permitir que haja uma guerra nuclear, todo o mundo se tornará um mar de fogo devido às armas nucleares criadas pelo homem. Se isso acontecer, será impossível se esconder. E mesmo que alguém procure um lugar para se abrigar, isso não adiantará nada, já que todo o planeta será julgado e se tornará uma bola de fogo que contaminará a todos pela radiação.
O que você tem que entender aqui é que quando vier o juízo de Deus, nenhum lugar neste mundo será poupado. Se acontecer uma guerra nuclear na Coreia, todo o país será destruído em alguns segundos apenas. Um pequeno artefato nuclear já seria suficiente para transformar todo o território da Coreia em pouco tempo numa bola de fogo. Os edifícios seriam simplesmente evaporados. E como a água e o ar seriam contaminados pela radiação, até os poucos sobreviventes da primeira explosão não durariam muito. Além disso, mesmo se não houver uma guerra assim, haverá uma grande fome numa escala global antes de Jesus Cristo voltar a essa terra. Este mundo é perigoso como uma bomba-relógio prestes a explodir a qualquer momento. Mas apesar disso, muitos não têm medo e vivem despreocupados dando crédito ao ditado coreano que diz: “A ignorância é a fonte da bravura”.
Todos morreram nos dias de Noé, exceto ele e sua família de oito pessoas. Mas por que isso aconteceu? Porque o homem era pecador. Não há outra razão. Isso quer dizer que todos os pecadores morreram nos dias de Noé, exceto ele e sua família de oito pessoas, que foram salvos por Deus. Isso porque eles creram na Palavra de Deus. A família de oito pessoas de Noé foi salva por um simples motivo. O motivo foi muito simples. Para ser mais preciso, as pessoas nos dias de Noé não foram condenadas porque cometeram um único pecado, mas porque não creram na sua Palavra e, por isso, não nasceram de novo. Melhor dizendo, eles foram condenados porque tinham pecado no coração, só por isso. E todos nós precisamos entender isso.
As pessoas que vivem hoje também serão lançadas no inferno no futuro. E o motivo de elas serem lançadas no inferno é um só: porque ainda têm pecado no coração e não creem na Palavra de Deus. A maior tragédia e maldição do homem é ser julgado por Deus e lançado no inferno, mas este é um castigo que todo ser humano receberá se rejeitar a graça da salvação de Deus. Por isso que o juízo pelo fogo virá a essa terra. Embora ninguém de fato queira que venha esta tribulação, a Bíblia deixa bem claro que esta tragédia com certeza acontecerá. É claro que este juízo pelo fogo não virá agora, mas eu tenho certeza que cedo ou tarde ele acontecerá.
A iniquidade hoje se espalhou pelo mundo como nos dias de Noé. E como vivemos rodeados de pecados agora, não podemos distinguir o que é pecado e o que não é. Mas apesar disso, não há dúvida alguma de que o pecado domina este mundo. Isso significa então que a destruição da raça humana está prestes a acontecer, assim como o fim do mundo. Você sente isso em seu coração também? Você também sente em seu coração a iminente destruição do ser humano? Você sabe para onde vai quem tiver pecado no coração, não sabe? Quem não sabe disso? Todos que têm pecado serão amaldiçoados nessa terra e no mundo vindouro. Todos sabem disso, até as crianças. Você com certeza será amaldiçoado por Deus se ainda tiver pecado.
No entanto, Deus já resolveu o problema dos nossos pecados, a raiz da nossa maldição que nos condena ao inferno. E ao fazer isso, ele nos deu o céu. Além disso, Deus abençoa nossa alma agora, assim como nos abençoará na outra vida – foi justamente por isso que Jesus veio a essa terra. Jesus veio para nos salvar do juízo e da destruição. Mas o problema é que muitos não se preparam para o futuro, embora saibam que serão lançados no inferno se tiverem pecado. A maioria deles sabe que está condenado ao inferno, mas não encontram o caminho certo para resolver seu problema.
Por outro lado, se seu coração deseja nascer de novo, as portas certamente serão abertas para você. Afinal de contas, Jesus está ao seu lado, e ele é a porta e o caminho para a salvação. O evangelho da água e do Espírito, pelo qual Jesus apagou todos os nossos pecados de uma vez por todas, está bem aqui esperando por você. Se você buscar a Palavra de Deus e meditar nela conosco, você verá que seu problema com o pecado já foi totalmente resolvido. Todos podem ser salvos crendo na Palavra de Deus. Portanto, você também tem que ouvir esta Palavra, aceitá-la pela fé, e deste modo receber a verdadeira remissão dos seus pecados.
O salário do pecado é a morte (Romanos 6:23). E foi por esta única razão que muitos nos dias de Noé morreram afogados. Deus está mostrando aqui como é terrível e maldito o pecado, e você tem que entender isso também. A questão aqui não é alma de outra pessoa, mas a sua. E o problema do pecado é o problema mais grave que há nesta vida e na vindoura. Se você tem pecado, você será miserável tanto nesta vida como na outra; mas se você receber a remissão de pecados, você será a pessoa mais abençoada que existe, tanto nesta vida como na outra.
Você deve ter feito tudo por si mesmo e muito bem até agora, mas será que seu futuro está garantido? Melhor dizendo, sua alma está pronta para ir para o céu? Este problema não é de ninguém mais, só seu. E este também é um problema comum a todos os seres humanos.
Você será abençoado por Deus se receber a remissão de pecados. Eu sei muito bem como a minha vida hoje é diferente da vida que eu levava antes de ter um encontro com o Senhor. Eu tenho crido em Jesus por mais de trinta anos, mas nos primeiros dez anos eu não pude receber a remissão dos meus pecados. Por todos estes dez anos eu achava que Jesus só tinha tirado meu pecado original, não meus pecados pessoais, e por isso sempre tinha pecado em meu coração. Minha vida era um inferno naquela época. Eu me esforçava todos os dias para não pecar e levar uma vida de retidão, e por isso não tinha descanso e paz no meu coração. Eu não conseguia ter controle da minha vida espiritual naquela época lendo a Bíblia, muito menos ter paz lendo comentários bíblicos e coleções de sermões, ou até mesmo orando e jejuando – em suma, minha vida era uma luta constante. Isso porque ainda havia o jugo pesado do pecado em meu coração.
Um dia então, eu de fato tive um encontro com o Senhor na Palavra de Deus. Eu compreendi e cri que ele tinha apagado todos os meus pecados com o evangelho da água e do Espírito. E desde então minha vida começou a mudar. Como meu coração encontrou a paz, eu comecei a engordar, pois antes eu era magro como um esqueleto. É claro que eu não estou dizendo aqui que engordar é uma bênção. Afinal de contas, quem pode dizer que ser obeso é uma bênção? O que eu estou tentando dizer aqui, ao contrário, é que meu coração teve paz depois que eu recebi a remissão dos meus pecados de uma vez por todas. Em outras palavras, o alimento que Deus meu deu se tornou abundante em meu coração e minha alma foi ricamente abençoada.
Eu então parei de me preocupar com o inferno. Eu tinha recebido a remissão de pecados, e por conta disso, eu não seria mais destruído. Eu também não tive mais problema para preparar meus sermões. Como tudo que eu tinha que fazer era somente pregar sobre a graça de Deus, eu não precisa pegar outros sermões e adaptá-los aos meus. Para o meu coração é uma grande alegria poder pregar agora sobre a graça que o Senhor me concedeu. Nós que nascemos de novo jamais seremos lançados no inferno pelo simples motivo de termos recebido a remissão dos nossos pecados. E nunca seremos destruídos também. Assim como Noé e sua família foram salvos nos seus dias, nós também fomos salvos da destruição deste mundo. E como fomos recriados e agora somos os filhos amados de Deus, ele nos protege como se fôssemos algo de valor inestimável para ele. Nos dias do dilúvio de Noé, sua família de oito pessoas entrou na arca, foi protegida e amada por Deus e tinha um mundo novo à sua espera. Nós também fomos abençoados assim.
Mas por que recebemos bênçãos assim? Por que somos vestidos da graça de Deus todos os dias e assim vivemos dia após dia? Só há uma razão para isso: o fato de termos recebido a remissão de pecados. Nós jamais seremos destruídos pela única razão de termos sido remidos de todos os nossos pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. E também por termos nascido de novo de novo crendo neste evangelho é que fomos libertos de todas as maldições e agora vivemos com as bênçãos de Deus, sabendo que um futuro eterno nos aguarda.
Quando eu tinha vinte e poucos anos, eu era tuberculoso. E naquela época na Coreia era comum as pessoas morrerem de tuberculose. Eu era uma delas, e conforme minha doença piorou, eu comecei a tossir sangue. E como tinha tuberculose, eu pensei que minha vida tinha chegado ao fim. Era muito difícil para mim lutar contra minha doença naqueles dias, e como eu não tinha nada que me prendia a este mundo, eu resolvi deixá-lo mais cedo. Mas antes de morrer eu passei a crer em Jesus e resolvi tentar. Foi nesta época que eu tive um encontro com o Senhor, mas só nominal. Eu não sabia quem o Senhor realmente era naqueles dias. Mas pelo menos uma coisa eu sabia muito bem: que ele tinha morrido pelos perdidos como eu.
Então, pela primeira vez eu abri a porta de um lugar chamado igreja e entrei. E me ajoelhando naquela igreja escura, eu orei: “Senhor, embora eu não saiba quem tu és, eu creio que tu morreste pelos perdidos, e eu sou grato a ti. Tu disseste que perdoaria meus pecados se eu cresse em ti, e por causa desta promessa, eu creio em ti agora. Eu me coloco diante de ti agora e te peço que me aceite”. Assim, todos os pecados que eu tinha cometido nessa terra foram remidos. Surpreendentemente, depois que eu orei assim e saí da igreja, um desejo de continuar vivendo brotou em meu coração.
Embora eu não soubesse quem era Jesus, mesmo assim eu queria crer nele dali em diante. Então eu comprei uma Bíblia, comecei a frequentar a igreja e vivi dez anos como um ‘bom’ cristão. Eu cria em Jesus tão fielmente que nem invejava a fé do falecido diácono Chudal Bae, um mártir reverenciado por muitos cristãos na Coreia. Durante a guerra da Coreia (1950-1953), quando o exército da Coreia do Norte invadiu a Coreia do Sul, os soldados inimigos mandaram o diácono Bae trabalhar no domingo mas ele não cumpriu suas ordens para guardar o dia do Senhor. Então os soldados norte-coreanos atiraram nele e o mataram. Mais tarde, sua denominação lhe conferiu o título póstumo de diácono para honrar sua grande fé. Eu era um cristão tão bom que podia até ser comparado ao diácono Bae.
Eu vivi muito feliz por algum tempo depois que me tornei um cristão. No entanto, quanto mais eu cria em Jesus, mais meus pecados iam se acumulando. E como estava afligido pelos pecados que inundavam meu coração, eu perguntava aos presbíteros: “Meus pecados estão aumentado ainda mais agora que eu creio em Jesus. Por que está acontecendo isso?” Eles me diziam então para não me preocupar e me explicavam que isso era normal. Eles me diziam que quanto mais um cristão crê em Jesus, mais ele se torna um verdadeiro pecador. Eles também me diziam que embora eu ainda tivesse pecado, Deus me considerava justo e me chamava de santo. Só que estas palavras não traziam paz ao meu coração e eu continuava sendo tão afligido pelos pecados que existiam em meu coração que minha vida se tornou algo insuportável. Todos os dias eu orava a Deus assim: “Senhor, eu pequei. Eu fiquei com muita raiva de alguém hoje”.
Embora eu cresse em Jesus, meu coração estava sempre aflito. E nem um dia sequer minha consciência deixava de sofrer por causa do pecado. Eu tinha medo de que Jesus não pudesse apagar todos os meus pecados, e por isso eu fazia o possível para guardar a lei e não pecar. Assim era a minha vida de fé. Como então eu poderia levar uma vida de fé correta e feliz vivendo uma situação lamentável como esta? Eu creio que alguns de vocês já passaram por isso também. Eu vestia minha melhor roupa no dia santo do Senhor, ia à igreja em santidade, adorava a Deus em santidade, voltava para casa em santidade e vivia em santidade. Mas alguém consegue viver sempre assim? Eu estava muito cansado, cansado do pecado, mas mesmo assim fingia que era santo. Quando eu penso nisso hoje, eu vejo que isso é o que Deus mais abomina.
No entanto, após viver assim por dez anos, o Senhor teve um encontro comigo. Mesmo depois de viver como um cristão por dez anos, eu sentia que não podia mais crer em Jesus por causa dos meus pecados, mas ainda assim eu pedia a ele que me mostrasse uma saída, me apegando ao texto que diz: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”. Aí então é que eu tive um verdadeiro encontro com o Senhor.
Quando eu tive um encontro com o Senhor, eu vi que todos os meus esforços para não pecar foram em vão, assim como foi em vão também todas as vezes que eu tentei apagar meus pecados fazendo orações de arrependimento e jejuando. Eu despertei para o fato de que vivi como um cego espiritual este tempo todo, pois eu não conhecia a verdade. E era por ser um cego espiritual que eu sempre caía e muitas vezes tirava conclusões erradas, pois eu era teimoso e sempre tropeçava achando que estava no caminho certo. A verdade é que eu andava num caminho de maldição apesar de crer em Jesus. Eu cria de forma errada porque minha fé se baseava nos meus próprios atos. Por isso que quanto mais eu cria em Jesus, mais meus pecados se acumulavam em meu coração, levando-me a sofrer ainda mais. Havia tanta dor em meu coração que a vida era uma tortura para mim. Tanto que, a certa altura, eu tentei me suicidar novamente, mesmo sendo um cristão.
Para onde eu teria ido se tivesse me matado naquela época? Apesar de crer em Jesus, eu ainda tinha pecado no meu coração. Para onde eu iria então se tivesse cometido suicídio? Eu iria para o inferno. Eu ainda fico todo arrepiado quando penso nisso. Eu teria sido lançado no inferno se tivesse morrido, assim como foram para o inferno todas as almas que foram destruídas pelo dilúvio nos dias de Noé. Mas hoje eu sou feliz porque recebi a remissão de pecados crendo no evangelho da água e do Espírito. Eu não tenho mais medo agora porque creio neste evangelho e recebi a remissão de pecados, embora este mundo esteja prestes a ser destruído. E eu não tenho mais medo justamente porque fui remido de todos os meus pecados. Mas se meu coração ainda estivesse no pecado como antes, eu ainda estaria lutando para viver neste mundo; e o que é pior, eu ficaria mais aterrorizado ainda com a aproximação do fim do mundo e a morte que logo viria.
Como este mundo é visto pela maioria das pessoas hoje? Ele não está caminhando para os últimos dias? Hoje, se eu ainda vivesse em pecado sem o evangelho da água e do Espírito, eu não saberia que estamos vivendo os últimos dias. E mesmo se eu soubesse, meu coração ficaria aterrorizado com a possibilidade de eu acabar no inferno. O fim dos tempos está diante dos nossos olhos. Mudanças climáticas catastróficas, desastres naturais, fome, falta de recursos naturais e doenças incuráveis ocorrerão numa escala global. Um assunto constante em Seul hoje em dia são os buracos na camada de ozônio que já alcançaram proporções enormes. Logo teremos que usar óculos escuros sempre que sairmos de casa por causa dos raios prejudiciais aos olhos que passam pela camada de ozônio.
No ano em que Noé completou 600 anos de idade, o céu estava claro e ensolarado, mas de repente escureceu. Nuvens negras começaram a se juntar e toda a terra foi coberta por elas, seguida de um silêncio antes da tempestade. Mesmo assim, as pessoas daquela época não se preocuparam muito e acharam que não choveria muito. Há um velho ditado na Coreia que diz: “Nenhum filhotinho tem medo de tigre”. Do mesmo modo, enquanto os que conhecem a Palavra de Deus, mesmo que não seja muito, estão se preparando para os últimos dias e temem quando veem as mudanças climáticas, os ignorantes e desavisados não temem o que está prestes a acontecer. As pessoas nos dias de Noé desprezaram os sinais do iminente dilúvio e não deram importância a eles. Eles continuaram fazendo tudo do mesmo jeito em sua vida, comendo, bebendo, dormindo, como se nada fosse acontecer.
Então começou a chover. Uma chuva torrencial, tão pesada a ponto de fazer desabar o céu, começou a cair. Como as pessoas devem ter ficado apavoradas ao ver a água inundando suas casas até o teto rapidamente! Os que não estavam em casa viram como era séria a situação e tentaram voltar para casa, mas só que muitos foram levados pela correnteza. Muitos deles foram levados pela correnteza e acabaram se afogando. Outros mais atentos procuraram se abrigar nas montanhas mais altas, e de lá podia se ouvir os gritos das pessoas se afogando em todos os lugares lá embaixo. Em apenas uma hora tudo lá embaixo foi inundado. Está escrito na Bíblia que tudo que rastejava no solo, todo o gado e todos os animais, assim como todo ser humano foi destruído, exceto Noé, sua família de oito pessoas e os animais que entraram na arca com ele.
Eu não estou dizendo isso para assustar você. Ao contrário, minha intenção é que você esteja preparado para o fim e entendam que este mundo será destruído também. Assim como Noé escapou do juízo crendo na Palavra de Deus, você também pode escapar dele crendo no evangelho da água e do Espírito. No entanto, se você não crer neste evangelho de coração, e ao invés disso continuar levando uma vida de pecado contaminado por este mundo, você será destruído pela simples razão de ainda ter pecado. E não é você apenas que será destruído, mas seus filhos e sua família também. E além de ser destruído nessa terra, você também será amaldiçoado para sempre no mundo vindouro. Por isso que você tem que estar preparado para os últimos dias.
O mundo todo tem passado por tribulações ultimamente. E embora os incautos continuem vivendo sem se preocupar com nada, como sempre, os que têm consciência disso precisam analisar a si mesmos para ver se não estão vivendo totalmente despreparados, para entender a gravidade da situação, e se preparar para o fim. Se você não se preparar e um dia acabar perante Deus com todos os seus pecados ainda, você não poderá entrar no reino de Deus e será destruído. Você crê que nos dias de Noé todos que comiam e bebiam e não se prepararam para o fim iminente foram condenados, exceto Noé e sua família de oito pessoas que se prepararam e entraram na arca? Você tem que entender que o Dia do Juízo virá e este planeta será destruído com fogo. E você tem que estar preparado para este dia.
Nós nos preparamos para o Dia do Senhor crendo no evangelho da água e do Espírito. E até hoje estamos dizendo a todos neste mundo que eles devem se preparar para o juízo iminente que virá a este mundo, assim como Noé tentou alertar seu povo naquela época por cem anos. Deus disse que embora tenha condenado o mundo pela água nos dias de Noé, ele condenará o mundo agora pelo fogo. E assim como Noé construiu uma arca e convidou as pessoas da sua época para nela embarcar, nós também estamos levando as pessoas a ter fé, a receber a remissão de pecados e a entrar na Igreja de Deus. Elas precisam buscar a Palavra de Deus, dar ouvidos ao que dizem os justos que a pregam, se preparar para o fim iminente ao ouvir esta Palavra na Igreja de Deus, e assim escapar da destruição que logo virá a este mundo.
Este mundo não está nada preocupado, não é verdade? Todos comem, bebem e aproveitam a vida como querem. Mas como podemos acabar com o vazio e a frieza que há sempre em nosso coração? O homem, criado conforme a imagem de Deus, conhece a sua vontade. Ele deseja o que é eterno e quer ser seu filho, conforme a sua imagem. Até mesmo quando alguém sofre muito neste mundo, este é um desejo constante em seu coração; e estes desejos são espirituais. Mas eles precisam voltar para a Palavra de Deus, segundo seus desejos espirituais, para que possam receber a bênção da vida eterna.
Os que entraram na arca a convite de Noé foram salvos. E você sabe muito bem que aqueles que continuaram com sua vida neste mundo morreram levados pelo dilúvio. Você tem que entrar na arca de Deus também para fazer parte do mundo vindouro. Todo este mundo será destruído, mas todo aquele que entrar na arca será salvo. Você precisa crer no que Deus disse e se preparar para o juízo que haverá.
As pessoas nos dias de Noé eram tão teimosas que apesar de terem ouvido a Palavra de Deus por cem anos, enquanto Noé construía a arca e clamava para que elas se preparassem para o dilúvio que viria, não deram atenção nem creram nele. Até hoje Deus está falando com aqueles que têm pecado no coração, até aos que confessam crer em Jesus. Deus está dizendo a eles que cumprirá a verdade do evangelho da água e do Espírito através de seu Filho Jesus, e que ele dará a chance de todos crerem nisso para ser salvos. Mas apesar disso, ainda há muitos que não querem se preparar para o juízo iminente e se recusam a crer na Palavra de Deus. Estes serão julgados pelo fogo, assim como as pessoas nos dias de Noé foram destruídas.
Amados irmãos, vocês precisam se preparar para os últimos dias. Sábios são aqueles que se preparam para o juízo iminente. Todos que mereciam ser destruídos nos dias de Noé foram de fato destruídos por ele por uma razão muito simples: todos eles tinham pecado. Então, nestes últimos dias em que o fim do mundo está próximo, todos precisam receber a remissão de pecados, nascer de novo crendo na Palavra de Deus e estar preparados para o juízo que haverá. Ainda há tempo! Você vai acabar sendo destruído se não se preparar. Até parece que você vai viver mil anos nessa terra. Portanto, acima de tudo, você tem que resolver o problema do pecado da sua alma. Você não deve buscar os bens materiais e amar o mundo sem entender que sua alma está condenada ao inferno. Por mais que sua vida fosse longa, quanto tempo ela duraria? Sua vida neste mundo, que não é muito longa, lhe foi dada para que você recebesse a remissão de pecados. Você precisa então receber a remissão dos seus pecados agora, segundo o propósito para o qual você nasceu neste mundo.
Amados irmãos, eu aconselho todos vocês a encontrar algum tempo na sua agenda apertada para ouvir bem o evangelho da água e do Espírito e crer nele. Vocês precisam estar prontos para o mundo vindouro. Se vocês creem neste evangelho, todos os seus pecados de fato sumirão. E embora vocês pequem todos os dias, já que Jesus levou todos os seus pecados, vocês serão remidos de todos eles. Vocês terão a graça de Jesus em seu coração e poderão receber a verdadeira remissão de pecados se crerem no evangelho da água e do Espírito. Já que a Bíblia diz que “nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4:4), vocês precisam ouvir esta palavra que sai da boca de Deus, receber a remissão de pecados e esperar pelo Dia do Senhor com a certeza da salvação. Este mundo e todos que habitam nele com certeza vão perecer. Então virá o fim. Se vocês crerem no evangelho da água e do Espírito e receberem a remissão dos seus pecados, vocês estarão prontos para entrar no céu. Mas se vocês não receberem a remissão de pecados, vocês serão amaldiçoados e acabarão sendo lançado no inferno. E até aqui neste mundo passageiro sua vida será amaldiçoada e vocês no fim perecerão.
Qual a função da sentinela? A sentinela fica atenta aos passos do inimigo para manter a segurança da sua cidade. Toda sentinela tem que ser como um cão de guarda que late ao ouvir o menor ruído. Dia e noite a sentinela tem que ficar atenta ao ataque do inimigo à sua cidade, quando avista de longe seus movimentos em direção à sua cidade, ele toca a trombeta e avisa o povo do ataque iminente. Mas se a sentinela for relapsa e perceber o ataque do inimigo, ou se ela avistar o inimigo avançando e não der o alarme, todos na cidade serão pegos de surpresa e acabarão sendo massacrados.
Nós somos sentinelas. E isso significa que devemos avisar a todos neste mundo que ele logo será destruído. E, além disso, temos que levar as pessoas a crer no evangelho da água e do Espírito, a fim de que elas possam receber a remissão dos seus pecados, nascer de novo para Deus, receber a salvação e entrar no reino dos céus. Esta é a função das sentinelas, e se alguém for destruído por não ter sido avisado por elas, a culpa por sua morte será toda delas.
Amados irmãos, todos nós temos que ouvir as palavras das sentinelas e nos preparar para o futuro. Todos nós temos que preparar nosso corpo e nossa alma para os dias que virão. Temos que receber a remissão de pecados e purificar nosso coração antes que este mundo seja destruído, pois assim estaremos prontos para a volta do Senhor. Vocês precisam estar preparados para responder à seguinte pergunta: “O que eu preciso fazer para que todos os pecados do meu coração sejam purificados e eu fique mais alvo que a neve?” A resposta é ter fé no evangelho da água e do Espírito. E quando estivermos preparados, temos que cumprir nossa função como sentinelas e pregar a Palavra de Deus, a fim de que encontremos o Senhor sem pecado algum.
Eu estou certo que há várias pessoas em todos os lugares deste mundo que desejam ouvir a Palavra de Deus. A nós foi dada a função de sentinelas no exato momento que nossa alma nasceu de novo crendo no evangelho da água e do Espírito. Por isso, temos que cumprir fielmente esta função, fazer a obra de Deus e compartilhar sua Palavra em sua Igreja. É uma bênção de fato vivermos como testemunhas do evangelho, jamais nos esquecendo da nossa função e levando outras almas a se preparar para o juízo iminente. Assim como Noé levou animais para a arca, temos que trazer almas para a Igreja de Deus.