The New Life Mission

Sermões

Assunto 16: O Evangelho Segundo JOÃO

[Capítulo 11-2] (João 11:15-46) Devemos Viver pela Esperança da Vida Eterna e da Nossa Ressurreição no Senhor

(João 11:15-46)
“E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis. Mas vamos ter com ele. Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele. Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura. (Ora, Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios.) E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão. Ouvindo, pois, Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa. Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Mas também, agora, sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar. Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último Dia. Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso? Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo. E, dito isso, partiu e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está aqui e chama-te. Ela, ouvindo isso, levantou-se logo e foi ter com ele. (Ainda Jesus não tinha chegado à aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.) Vendo, pois, os judeus que estavam com ela em casa e a consolavam que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali. Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Jesus, pois, quando a viu chorar e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito e perturbou-se. E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem e vê. Jesus chorou. Disseram, pois, os judeus: Vede como o amava. E alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também com que este não morresse? Jesus, pois, movendo-se outra vez muito em si mesmo, foi ao sepulcro; e era uma caverna e tinha uma pedra posta sobre ela. Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram, pois, a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido. Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isso por causa da multidão que está ao redor, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isso, clamou com grande voz: Lázaro, vem para fora. E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto, envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o e deixai-o ir. Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria e que tinham visto o que Jesus fizera creram nele. Mas alguns deles foram ter com os fariseus e disseram-lhes o que Jesus tinha feito”.
 
 
Jesus Ressuscitou Lázaro dos Mortos
 
João capítulo 11 traz o relato da morte de Lázaro como um exemplo para explicar a ressurreição dos mortos. A história contada aqui começa com três irmãos que moravam juntos: o irmão chamado Lázaro, que teve uma doença muito grave e acabou morrendo por causa dela, e suas duas irmãs, Marta e Maria. A principal personagem do capítulo 11 é Maria. Através desse relato, o Senhor está falando sobre a ressurreição futura.
Como lemos na passagem bíblica deste capítulo, mesmo depois de saber que o estado de Lázaro era muito grave, Jesus levou mais de dois dias para ir ao seu encontro. Então ele disse, quando finalmente se pôs a caminho de Betânia: “Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono”. Havia um homem entre os discípulos chamado Tomé, também chamado Dídimo, e este discípulo pensou que Jesus estava dizendo que todos eles deveriam ir até Lázaro para morrer com ele. Mas o Senhor disse claramente: “Lázaro está morto, e eu vou acordá-lo”. Tomé certamente não entendeu o que o Senhor estava dizendo, mas, por outro lado, ele demonstrou ser o mais fiel de todos os discípulos. Os outros discípulos entenderam o que Jesus quis dizer quando pediu a eles que fossem com ele para despertar Lázaro, mas Tomé entendeu tudo errado e pensou que Jesus estava pedindo que todos fossem com ele para que morressem juntos. Na verdade, Tomé foi um homem de pouca fé até que teve um encontro com Jesus ressuscitado em pessoa. Ele é o discípulo que só acreditou na ressurreição de Jesus depois que o tocou colocando seus dedos do seu lado.
Embora Jesus tenha dito: “Lázaro não está morto, mas dormindo”, ele havia sido informado de que Lázaro já estava morto. Marta então falou com Jesus já ressentida: “Se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido”. Como podemos ver no texto bíblico desse capítulo, marta estava ressentida ao dizer a Jesus: “Por que tu não te apressaste? Tu demoraste dois dias e não vieste até agora, mas ele já morreu”.
Apesar disso, Marta também disse: “Mas também, agora, sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá”. Ela também cria que Jesus era o Filho de Deus e o Salvador. E quando o Senhor disse a ela: “Teu irmão há de ressuscitar”, ela respondeu: “Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último Dia”. Os únicos que possuem essa fé hoje em dia são os santos que fazem parte da Igreja de Deus.
Jesus disse a Marta então: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá”. E Marta confessou a ele: “Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo”. Quando o Senhor disse: “Teu irmão há de ressuscitar”, ele estava falando literalmente. Só que Marta ainda não tinha entendido que seu irmão iria ressuscitar naquele mesmo dia. Foi por isso que ela confessou: “Eu creio que tu o ressuscitarás no último dia e lhe dará a vida eterna”. Melhor dizendo, embora Marta cresse que o Senhor ressuscitaria seu irmão e lhe daria a vida eterna, ela jamais poderia imaginar que ele faria isso naquela hora. Então, tendo entendido as palavras de Jesus segundo seu ponto de vista e as aceitado, Marta disse à sua irmã que o Mestre estava chamado-a.
Assim que Maria ouviu isso, ela se levantou e correu até Jesus. Está escrito: “(Ainda Jesus não tinha chegado à aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.) Vendo, pois, os judeus que estavam com ela em casa e a consolavam que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali. Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido”.
Você também tem a fé que te leva a crer que, não importa o problema que você passe, o Senhor irá resolvê-lo para você? É uma grande fé crer que o Senhor com toda certeza cuidará dos nossos problemas. Maria tinha essa fé; ela cria que se o Senhor estivesse ali antes seu irmão não teria morrido. Eu fico imaginando se você também tem essa fé hoje em dia.
Vamos continuar lendo o texto bíblico deste capítulo. Está escrito aqui que Maria, Marta e todos na cidade choravam muito de tristeza, e que quando Jesus viu isso, ele ficou muito triste também. Jesus sabia o quanto seu coração estava triste. E ele compartilhou deste sofrimento não somente com Marta e Maria, mas também com todos os amigos e vizinhos deles e os judeus daquela cidade. Enquanto confortavam Marta e Maria, as pessoas choravam ao se lembrar dos dias de vida de Lázaro. Deve ter sido inevitável para Jesus se conter ao ver aquela cena. Seu coração deve ter doído muito ao ver todas aquelas pessoas chorando por não poderem fazer nada, embora quisessem fazer algo para ajudar. Deve ter sido por causa disso que ele chorou.
O Senhor então lhes perguntou onde haviam colocado o corpo de Lázaro. Houve algumas situações que levaram Jesus a chorar nessa terra, e aqui podemos ver o quanto ele amava esta família e Lázaro em particular. E muitos ali diziam: “Já que Jesus abriu os olhos do cego, ele também não poderia ter evitado que Lázaro morresse?” E ao ouvir este lamento, Jesus percebeu como seu povo estava completamente indefeso diante da morte.
Quando chegou ao túmulo de Lázaro, Jesus disse ao povo para tirar a pedra que tapava o túmulo. Na cultura judaica daquela época, era costume enterrar os mortos num túmulo escavado na rocha. Todos os seus antepassados e descendentes eram enterrados numa caverna escavada na rocha e o túmulo era fechado com uma grande rocha. Com o tempo, os corpos se deterioravam e só ficavam os ossos.
Quando o Senhor mandou tirar a pedra, Marta disse que Lázaro estava fedendo, pois fazia mais de três dias que seu corpo havia sido colocado ali. Mas Jesus disse novamente: “Eu não disse que se tu creres na minha Palavra verás a glória de Deus? Tirem a pedra”. Depois que Marta mandou que tirassem a pedra então, ele olhou para o céu e orou: “Pai, graças te dou, por me haveres ouvido. Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isso por causa da multidão que está ao redor, para que creiam que tu me enviaste”. E depois de orar assim, Jesus clamou em alta voz: “Lázaro, vem para fora”. E segundo sua ordem, Lázaro ressuscitou dos mortos e caminhou para fora do túmulo envolto em panos como uma múmia. O Senhor então mandou desatá-lo para que ele caminhasse livremente, e muitos que testemunharam isso passaram a crer no Senhor.
 
 
Aqueles que Creem na Justiça de Deus Viverão Novamente
 
O fato de haver ‘ressurreição’ significa que aqueles que nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito com toda certeza viverão novamente. Nós temos que entender que todos que nasceram de novo através do evangelho da água e do Espírito com certeza ressuscitarão quando o Senhor voltar. Deus os trará de volta à vida e fará com que eles desfrutem da sua glória e majestade no céu. O Senhor já mostrou aos justos que eles viverão novamente. Nós temos que nos apegar a isso e crer que haverá ressurreição para nós e viveremos novamente. Você crê que viveremos para sempre? Você crê que o Senhor nos deu a vida eterna?
A ressurreição só é encontrada entre os justos. E já que teremos uma nova vida depois da morte e reinaremos mil anos com o Senhor, temos que pensar o que faremos com o restante de vida que ainda teremos nessa terra. O Senhor disse que nos daria a vida eterna. Nós seremos trazidos de volta à vida depois da morte e viveremos para sempre com o Senhor. Quando nós paramos para pensar que viveremos para todo o sempre, isso também nos leva a pensar como vamos viver agora, qual deve ser o propósito da nossa vida e o que devemos fazer enquanto vivermos nessa terra.
Há muitas passagens na Bíblia que falam sobre isso. Eu quero ler uma em especial com você, 1 Coríntios 15:48-58: “Qual o terreno, tais são também os terrenos; e, qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial. E, agora, digo isto, irmãos: que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção. Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então, cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor”. Foi assim que o apóstolo Paulo descreveu em sua carta como os mortos ressuscitarão incorruptíveis e seremos transformados quando a última trombeta soar.
 
 
Os que Participarão da Primeira Ressurreição
 
Todos que ‘realmente nasceram de novo’ participarão da primeira ressurreição. A última trombeta simboliza o último dia do planeta terra e o fim da Grande Tribulação. A Bíblia diz que quando o que é corruptível se vestir do que é incorruptível, a morte será tragada na vitória. Isso quer dizer que os nascidos de novo viverão novamente. Em outras palavras, isso se refere à ressurreição dos nascidos de novo. É por isso que os mortos são citados aqui como ‘os que dormem’. Aqueles que estão dormindo despertarão novamente, mas os que estão mortos não podem acordar. É por isso que, para o Senhor, nossa morte é como o sono, pois ele irá nos trazer de volta à vida. Esta é a bênção gloriosa que espera por todos que creem. E foi por isso que o apóstolo Paulo nos exortou: “Sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor”. Em outras palavras, Paulo está nos dizendo que já que nossa morte será temporária e nós ressuscitaremos para receber a vida eterna, temos que pensar em como vamos viver até que chegue esse dia. 
Também há outras passagens na Bíblia que falam da salvação e da vida eterna que Deus nos deu. Está escrito em Efésios 1:4-6: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em caridade, e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado”. Como você pode ver, essa passagem usa o termo “glória”. E isso se refere a uma vida extraordinariamente gloriosa. O Senhor nos deu a glória da ressurreição, e isso significa que ele irá nos ressuscitar dos mortos para vivermos para sempre com ele, a fim de que possamos glorificá-lo pela sua graça. Em outras palavras, isso significa literalmente que nós teremos uma vida gloriosa de adoração ao Senhor por todas as suas bênçãos, por termos recebido o dom da vida eterna, da salvação e da ressurreição.
Eu sempre penso no que a ressurreição e a vida gloriosa significam exatamente. O que é a vida eterna? É a imortalidade. Quando Deus nos trouxer de volta à vida, ele nos ressuscitará perfeitos. Isso quer dizer que ele nos dará um corpo espiritual como o de Cristo, nossas imperfeições se tornarão perfeitas, o que é corruptível em nós se tornará incorruptível e nosso corpo jamais fenecerá.
A Bíblia também diz que a vida dos nascidos de novo será para a glória da graça de Deus. Isso quer dizer que Deus fará com que o adoremos não somente por ele ter nos salvado do pecado, mas também por ter nos dado uma vida gloriosa com ele. O que é uma vida gloriosa? Quando envelhecermos, nosso corpo começará a falhar, como o motor de um carro velho, e acabaremos morrendo. Mas como nós cremos no evangelho da água e do Espírito, não seremos somente salvos dos nossos pecados, mas nosso corpo viverá novamente. E isso nada mais é do que ‘a ressurreição’.
Mas o que faremos depois da ressurreição? O que faremos quando chegarmos ao reino do Senhor? Nós teremos uma vida celestial, perfeita e gloriosa com Deus. Glória significa brilho. Isso quer dizer então que teremos uma vida inimaginável de tão magnífica que será. E assim como não sabemos como é viver no Palácio de Buckingham, pois nunca moramos lá, essa vida está além da nossa compreensão.
 
 
Você Pode Imaginar os Privilégios de Viver no Reino de Deus?
 
Uma vez eu comprei um prato de macarrão chinês muito caro, por setenta dólares, enquanto que em muitos lugares aqui da Coreia ele custa normalmente três dólares. Isso aconteceu quando eu visitei um hospital em Seul. Eu estava com vários obreiros e já era quase a hora do almoço. Nós procuramos um restaurante, mas não conseguimos encontrar nenhum lugar para estacionar. Então, decidimos ir a um hotel ali perto onde era possível estacionar, pois a maioria dos hoteis na Coreia abre seu restaurante ao público. E quando chegamos ao elevador, eu vi no guia do hotel que havia um restaurante chinês no segundo andar, e nós fomos para lá. Quando nós sentamos e abrimos o menu, eu vi que um prato de macarrão chinês ali custava sete dólares. Era um pouco mais caro do que o normal, mas nós resolvemos provar e fizemos nosso pedido. Mas antes que o prato de macarrão fosse servido, eles nos serviram outros pratos menores. Então, conforme eles iam servindo nós íamos comendo, até que finalmente o prato principal foi servido. Depois que comemos o prato principal, nós perguntamos se ainda havia mais alguma coisa, e o garçom nos disse que ainda havia o último prato. Nós então pedimos a conta e, para nossa grande surpresa, descobrimos que a refeição custou setenta dólares ao invés de sete. Nós já tínhamos achado sete dólares caro, mas a refeição acabou saindo por setenta dólares. Eu pedi ao garçom para trazer o menu novamente, aí eu descobri que o tinha lido errado. Mas como reclamar do preço iria nos constranger mais ainda, nós acabamos pagando a conta. Isso aconteceu porque fomos totalmente ingênuos e não tínhamos a menor ideia de como aquele restaurante era caro, já que nunca tínhamos ido a um restaurante tão luxuoso antes.
Deixe-me te contar outra história, mas agora é sobre o ex-presidente da Coreia do Sul. Ela aconteceu quando o presidente Park Chung Hee, que assumiu o poder num golpe militar em 1961, visitou uma usina de energia em Busan quase 40 anos atrás. Naquela época, a estrada para a usina estava impecável e nem havia árvores plantadas ao longo do caminho. A Coreia naqueles dias era um país tão pobre que o povo ainda recorria à madeira para se aquecer; é por isso que não restava quase mais nenhuma árvore.
Mas quando anunciaram que o presidente iria visitar a usina, pinheiros enormes foram plantados ao longo da estrada. Na verdade, eles não foram de fato plantados, porque foram cortados em outro lugar e postos ao longo da estrada. E como se isso não fosse o bastante, toda a cidade passou por uma grande limpeza para a visita do presidente e as pessoas ficaram ao longo da estrada para acenar para ele. Naqueles dias, a Coreia vivia sob um regime militar e o povo nem ousava dizer o nome do presidente. Em menos de um mês antes da visita do presidente, a estrada estava toda pavimentada. Mas todos os pinheiros foram arrancados para ser usados na fogueira. Dizem que, a caminho da usina, o presidente reclamou com sua equipe dos buracos na estrada, e, por essa razão, seus subordinados mandaram que a asfaltassem na mesma hora. Isso nos mostra os privilégios que desfrutam os poderosos. Mas não podemos entender bem isso porque nunca tivemos uma vida privilegiada como essa.
Há pouco tempo eu vi um documentário na televisão sobre o ciclo de vida da mariposa. Nesse documentário, eu aprendi que as mariposas põem seus ovos debaixo d´água, e mesmo depois que eclodem, eles continuam vivendo debaixo d´água por algum tempo e se alimentando de pequenos insetos. Depois eles sobem nas árvores, se transformam em mariposas, abrem suas asas e saem voando. As mariposas têm quatro asas, mas o interessante é que cada uma delas é independente. Elas conseguem se mover no ar às vezes usando uma asa apenas, subindo e descendo num giro de 90 graus de uma hora para outra. Como é lindo e espantoso o fato de uma larva que vive embaixo d´água poder voar quando se torna adulta! O mesmo acontece com as cigarras. Se você entrar num banheiro abandonado, você verá larvas nos dejetos que depois sairão dali e se tornarão moscas. Depois de rastejar para cima e para baixo nos dejetos, elas finalmente conseguem sair e se transformam em moscas. Isso não é glorioso?
Você pode entender agora, nem que seja um pouquinho, o que a Bíblia quer dizer quando diz: “Para louvor e glória da sua graça”? Você compreende agora que por mais que você entenda a graça, a salvação e a vida eterna, não há como entender o que é uma vida gloriosa, já que nunca a vivemos antes?
Jesus não passou pela parede após ressuscitar? Quando disseram a Tomé que Jesus tinha ressuscitado, ele demorou a acreditar e disse que só acreditaria quando colocasse as mãos nas suas feridas. Jesus então passou pela parede, apareceu diante de Tomé e o repreendeu dizendo: “Será que você é tão incrédulo assim? Ponha sua mão do meu lado, seus dedos nas feridas da minha mão e creia que eu ressuscitei dos mortos”. Só depois que tocou Jesus e colocou sua mão no seu lado é que Tomé acreditou na sua ressurreição.
Embora você possa até dizer que não sabe o que é uma vida gloriosa, pois jamais teve uma vida assim, eu posso te garantir que quando você for revestido de um corpo espiritual, você poderá transcender o tempo e o espaço. Nosso Senhor ressuscitou dos mortos e cumpriu tudo exatamente como disse que faria. Além disso, ele reina sobre toda a criação, tanto física como espiritual, e tudo que há no universo está submisso a ele. Como isso é glorioso! Nós também temos que viver esta vida gloriosa porque já fomos salvos crendo no Senhor.
Eu sou muito grato a Jesus, que resolveu o problema do pecado e da morte ao ressuscitar dos mortos. Eu o louvo por ter nos salvado dos pecados do mundo. Como está escrito no livro de Apocalipse que o povo de Deus olhará para a terra do mar de cristal e adorará o Senhor, inúmeras pessoas no seu reino irão adorá-lo por ele tê-las salvado. Todos adorarão o Senhor por ter dado a eles um corpo celestial que jamais morrerá, por ter dado a eles privilégios incomparáveis como filhos de Deus e permitir que tenham uma vida gloriosa e magnífica como reis. E isso não é tudo, pois já que o Senhor nos dará uma glória ainda maior, todos nós teremos uma vida gloriosa em louvor à justiça de Deus. Mas esta é uma honra reservada só para os justos. A glória dos crentes no evangelho da água e do Espírito se encontra na própria glória de Deus.
Eu mesmo, apesar de ser justo, às vezes fico decepcionado por ainda ser muito falho e as coisas não saírem como eu quero. Mas no fim eu terei uma vida gloriosa. Eu nunca morrerei, mas desfrutarei do esplendor e da glória para sempre.
Se você ler o livro de Apocalipse, você verá descrito ali um lindo lugar onde há casas construídas com doze pedras preciosas e cercadas por um mar de cristal. No meio de suas ruas, em cada lado do mar, a árvore da vida dá doze frutos todo mês. E as folhas dessa árvore são para a cura das nações (Apocalipse 22:2). Esse lugar é como o Jardim do Éden, que é geralmente chamado de paraíso na terra. Um lugar onde não há maldade nem morte, somente esplendor e glória. O Senhor deu a ressurreição da glória a todos os justos; é nessa ressurreição que está a vida eterna; e a vida de glória se encontra nessa vida eterna. Mas só poderemos entender bem isso se meditarmos muito sobre isso.
 
 
Nós Desfrutaremos da Glória e do Esplendor Celestiais Porque Deus Nos Deu Não Somente a Salvação, Mas Também a Vida Eterna
 
Já é algo maravilhoso termos sido salvos do pecado por crermos no evangelho da água e do Espírito enquanto vivemos nessa terra. E como se isso não fosse suficiente, nós também receberemos a vida eterna. O fato de o Senhor ter ressuscitado Lázaro é a prova cabal da ressurreição vindoura.
Que tipo de vida então teremos no futuro? Lembre-se do que a Bíblia diz aqui, que fomos salvos “para louvor e glória da sua graça”. Louvar a Deus significa exaltá-lo e adorá-lo. Os fãs de futebol adoram jogadores como Ronaldo da seleção brasileira e Zidane da seleção francesa. Nós coreanos ficamos muito orgulhos pela nossa seleção ter chegado às semifinais da Copa do Mundo de 2002. Menos de dez países tinham chegado às semifinais desde que a Copa do Mundo começou em 1930. Em 2002, o Japão chegou apenas às oitavas de final e a China nem chegou a se classificar. Se surgir um assunto sobre futebol e alguém de outro país falar da Coreia do Sul, podemos dizer agora: “Nossa seleção chegou às semifinais da Copa do Mundo de 2002. Sua seleção já chegou pelo menos às quartas de final alguma vez? De mais de 200 países do mundo, menos de dez já chegaram às semifinais”. Deste modo, assim como estamos orgulhosos da nossa seleção de futebol e amamos nossos jogadores, nós louvamos a Deus pelas suas bênçãos. E é com esse louvor e ações de graças que desfrutaremos da glória e esplendor celestiais.
A vida que espera por nós no céu não é uma vida simples, humilde. Ao contrário, é uma vida de glória maravilhosa e extraordinária. Embora seja difícil imaginar isso, eu quero voar nas costas de um anjo e reinar sobre toda a criação como filho do Rei. Não há como entendermos o que é essa vida de glória e esplendor que teremos. Nós só temos uma vaga ideia de como os milionários vivem em meio a tanta riqueza, mas o que espera por nós é algo incomparavelmente mais glorioso. É por isso que eu sou muito feliz.
O Senhor com toda certeza ressuscitará os crentes no evangelho da água e do Espírito. O diácono Myungchan Kim está dormindo no seu túmulo. Ele está dormindo à espera da volta do Senhor. E o Senhor irá despertá-lo quando voltar. Se ele tivesse morrido para sempre, não haveria mais esperança para ele, mas como os que estão dormindo serão despertados novamente, uma vida nova e gloriosa espera pelo diácono Kim. Eu não sei exatamente o que você fará no Reino Milenial, mas vamos pensar sobre isso agora baseados na Palavra de Deus. Nós teremos uma vida gloriosa, e, por isso, será impossível termos uma dor de cabeça que seja ou alguma dificuldade. Também não haverá nenhuma falha no nosso coração, na nossa mente ou no nosso corpo. Se não fôssemos viver lá, nossa vida não seria diferente da de um porco ou de um cachorro, mas nós teremos uma vida gloriosa. Nosso coração se encherá de alegria, e nosso corpo e nossa mente serão sempre perfeitos, pois não haverá nada que os prejudique. É por isso que a ressurreição é tão linda.
Apesar de nos sentirmos esgotados por servirmos ao Senhor todos os dias, e, por essa razão, até sofrermos em nossa vida de fé, temos que renovar nossas forças, nos lembrar que o Senhor nos deu a vida eterna e a ressurreição, e permitiu que desfrutássemos da sua glória e esplendor. Já que cremos que o Senhor nos deu a vida eterna, temos que crer também que a ressurreição espera por nós, e que assim como o Senhor trouxe Lázaro de volta à vida, ele nos ressuscitará também. Se Jesus não tivesse ressuscitado, seu ministério teria terminado com seu batismo e sua morte na cruz. Só que o Senhor não somente apagou todos os nossos pecados, mas ressuscitou dos mortos para nos dar uma vida nova e gloriosa. E ele garantiu nossa ressurreição e nos deu esperança através da sua ressurreição. Embora seja difícil imaginarmos a vida depois da ressurreição, nós temos certeza que uma vida gloriosa espera por nós, pois a Bíblia diz que somente os que são santos podem andar no reino dos céus, um lugar com estradas reais e palácios onde não há nenhum mal, dificuldade ou lágrimas. É por isso que somos gratos a Deus.
Você também crê que haverá ressurreição? Os que creem no evangelho da água e do Espírito também podem crer na ressurreição com toda certeza, pois eles têm o Espírito Santo em seu coração. Se você não tem essa esperança, você tem que examinar a si mesmo com toda cuidado. Alguns de vocês podem até achar difícil acreditar nessa nova vida, já que ainda não começaram a vivê-la, mas vocês têm que examinar a si mesmos para ver se isso é porque vocês estão muito ocupados, sobrecarregados e exaustos com seus afazeres diários.
 
 
Vamos Viver com Esperança
 
A Bíblia diz que a fé, a esperança e o amor sempre existirão, mas que o mais importante deles é o amor. E por Deus ter nos amado, ele nos salvou de todos os nossos pecados de uma vez por todas com o evangelho da água e do Espírito, nos fez seus filhos e nos permitiu viver uma vida gloriosa. É por isso que podemos ter esperança. A época em que estamos vivendo particularmente precisa muito de esperança. E a esperança é algo imprescindível principalmente para mim e para você, pois somos aqueles que receberam a remissão de pecados. Nosso Senhor nos deu a vida eterna e a ressurreição espera por todos nós. Mas se não tivermos essa esperança, não agüentaremos quando surgir o anticristo. Embora tenhamos sido renovados, o mundo vai de mal a pior e cada vez se torna mais destrutivo.
Você já viu a sigla IRF? Ela significa Identificação por Rádio-Frequência. Pequenos chips eletrônicos são inseridos nos produtos e depois escaneados para identificá-los. Dizem que esses chips serão miniaturizados e implantados em seres humanos também. E ao serem implantados nas pessoas, esses chips não apenas poderão ser escaneados a mais de cem metros de distância, como também os satélites poderão rastreá-los onde eles estiverem. Os europeus começaram a desenvolver essa tecnologia cerca de quatro ou cinco anos atrás e já fizeram descobertas consideráveis. Mas recentemente a Coreia do Sul fez uma descoberta e desenvolveu chips ainda mais avançados. Compradores do mundo inteiro estão competindo para tomar posse dessa tecnologia.
Dizem que daqui a quatro ou cinco anos o mundo inteiro estará usando estes chips eletrônicos. A única questão agora é como fazê-los mais baratos e o menor possível. Quando isso for resolvido, será possível inserir chips eletrônicos em tudo. Só para te dar um exemplo, quando alguém compra algo no supermercado hoje em dia, todo produto tem que ser escaneado no caixa, mas quando os chips IRF estiverem em uso, não será mais preciso escanear cada produto, não importa o quanto seu carrinho esteja cheio. Nós só teremos que passar o scanner no carrinho e tudo será calculado automaticamente.
Microships já têm sido usados para controlar animais de estimação e gado. Chips minúsculos são inseridos debaixo da pele dos cães ou gatos, e um simples scanner pode identificar o dono e dar todas as informações sobre sua vacinação. Sistemas similares são usados pelos governos. Os vales-transporte, por exemplo, já está vindo com chip em alguns países. E como cada um deles tem um número de série único, ele naturalmente volta para a empresa que o criou. Alguns chips de memória são chamados dispositivos IRF, e essa tecnologia está sendo cada vez mais usada no mundo todo. A demanda dessa tecnologia hoje em dia é muito grande, pois o número de pessoas que desaparecem e perdem seus pertences aumenta a cada dia. 
A hora está chegando em que todos serão obrigados a usar a marca do 666, e quando o ditador mundial surgir e usar essa tecnologia, ele reinará sobre todos. O surgimento desse ditador será o cumprimento do livro de Apocalipse. Eu fiz um estudo apurado sobre isso e o que eu descobri é assustador. Os códigos de barra já são usados naturalmente hoje. Essa tecnologia em particular já está sendo comercializada faz tempo, só que agora ela está sendo usada em produtos, não em pessoas. No futuro, contudo, até as pessoas mais comuns serão rastreadas. E já que as pessoas estão nervosas quanto a sua segurança e querem proteger sua família e seus bens, elas procurarão uma forma de ter controle de tudo e, no fim, esse sistema onde tudo recebe um número em série alcançará o mundo inteiro rapidamente.
Mas nós podemos ter esperança. A Bíblia diz que Deus nos deu a vida eterna e que ninguém pode tirar-nos dele. Nosso Senhor nos deu a vida eterna, e por ter este poder, ninguém poderá nos tirar dele.
Foi o Senhor que falou da ressurreição. Ao longo dos seus 33 anos de vida nessa terra, ele nos disse que morreria, mas que também ressuscitaria. Ele nos mostrou a ressurreição. É por isso que a ressurreição espera por nós. Por essa razão, temos que ficar firmes no Senhor e nos dedicar mais ainda à sua obra. Temos que entender que nosso trabalho não é vão no Senhor. Ao invés de nos preocuparmos com as coisas deste mundo, temos que nos lembrar do que o Senhor nos disse. Em outras palavras, temos que pensar somente na nossa salvação e viver desde já desfrutando das bênçãos que teremos no futuro.
Embora eu não esteja vivendo no Reino Milenial ainda, eu me regozijo quando lembro que vou morar lá. Mas antes disso, eu quero jogar futebol. Imagine como eu fico alegre quando eu caio e não me machuco? Mas e as irmãs? Vocês querem jogar futebol também? Irmã Yunok, o que você quer fazer? Eu quero viajar por todo o mundo. Você quer voar nas costas de um anjo e provar uma comida deliciosa quando estiver no céu? A Bíblia diz que haverá abundância de comida lá. Está escrito: “No meio da sua praça e de uma e da outra banda do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações” (Apocalipse 22:2). O céu é um lugar maravilhoso.
E você, irmão Myungsun Jang? O que você quer fazer quando chegar lá? Eu acho que você vai querer pescar, não vai? Você poderá pegar todo tipo de peixe que quiser. Irmão Jongman, o que você vai querer fazer lá? Jogar futebol? E você, irmão Pilsu? Talvez provar uns sanduíches deliciosos. Irmão Jungyong, o que você vai querer fazer lá? Você vai querer viajar por todo o mundo? E você, irmão Dongwook? O que você vai querer fazer? Você também vai querer provar todos os pratos deliciosos que puder? Irmã Yu, o que você vai querer fazer? Você vai querer viajar? Você pode viajar com a irmã Yunok então. Eu estou certo de que quando este dia chegar, todos nós desfrutaremos mais de dezenas de milhões de vezes a saúde e a glória que nos está reservada. Eu sou muito grato a Deus por nos dar essas bênçãos maravilhosas!