Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 13-2] (Gênesis 13:1-18) O Senhor Está com Aqueles cujo Coração Está Nele

(Gênesis 13:1-18)
“Subiu, pois, Abrão do Egito para o lado do sul, ele e sua mulher, e tudo o que tinha, e com ele Ló. E era Abrão muito rico em gado, em prata e em ouro. E fez as suas jornadas do sul até Betel, até ao lugar onde a princípio estivera a sua tenda, entre Betel e Ai; Até ao lugar do altar que outrora ali tinha feito; e Abrão invocou ali o nome do SENHOR. E também Ló, que ia com Abrão, tinha rebanhos, gado e tendas. E não tinha capacidade a terra para poderem habitar juntos; porque os seus bens eram muitos; de maneira que não podiam habitar juntos. E houve contenda entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló; e os cananeus e os perizeus habitavam então na terra. E disse Abrão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti, e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos irmãos. Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei para a esquerda. E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do SENHOR ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar. Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-se um do outro. Habitou Abrão na terra de Canaã e Ló habitou nas cidades da campina, e armou as suas tendas até Sodoma. Ora, eram maus os homens de Sodoma, e grandes pecadores contra o SENHOR. E disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se apartou dele: Levanta agora os teus olhos, e olha desde o lugar onde estás, para o lado do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente; Porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e à tua descendência, para sempre. E farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que se alguém puder contar o pó da terra, também a tua descendência será contada. Levanta-te, percorre essa terra, no seu comprimento e na sua largura; porque a ti a darei. E Abrão mudou as suas tendas, e foi, e habitou nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e edificou ali um altar ao SENHOR.”
 
 
Eu creio que tudo que foi escrito na Bíblia é o que Deus quer nos dizer hoje. Eu creio assim.
Lemos no texto bíblico acima: “Subiu, pois, Abrão do Egito para o lado do sul, ele e sua mulher, e tudo o que tinha, e com ele Ló. E era Abrão muito rico em gado, em prata e em ouro” (Gênesis 13:1-2). “Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei para a esquerda” (Gênesis 13:9). Depois que Abraão deixou sua terra com seu sobrinho Ló, ele ficou muito rico graças a Sara, sua esposa. Mas houve um problema entre ele e seu sobrinho por causa da sua grande fortuna. O fato é que ambos eram criadores de ovelhas, e como seus rebanhos cresceram muito, a terra para alimentá-los ficou pequena. Ló, achando que seu tio Abraão havia tomado para si uma parte muito grande da terra, resolveu deixá-lo. E o que Abraão, nosso pai na fé, disse a Ló então? Ele disse: “Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei para a esquerda” (Gênesis 13:9). Podemos ver facilmente pelo que está escrito aqui como era a fé de Abraão e de Ló. Estes dois homens de fé tiveram uma divergência e não puderam mais habitar na mesma terra. A situação era tal que ambos não tiveram outra escolha senão cada um seguir seu caminho.
 
 
Aqueles que Têm Fé Querem Conviver Juntos
 
Nós que recebemos a remissão de pecados em nosso coração crendo no evangelho da água e do Espírito podemos passar pelo mesmo problema que Abraão. Já que convivemos nessa terra com pessoas que ainda não receberam a remissão de pecados e estamos pregando o evangelho para elas, é possível que passemos pelo mesmo conflito e não possamos mais estar junto a elas, como Abraão e Ló que tiveram uma divergência por causa do seu rebanho. Na verdade, há uma grande diferença entre aqueles cujo propósito é a obra de anunciar este evangelho de Deus, ou seja, pessoas como Abraão, e os que só buscam as coisas materiais, como Ló. No começo podemos até concordar e tudo parecer igual, mas depois seu coração mudará e não poderemos mais conviver juntos.
E isso acontece também com todos que fazem parte da igreja de Deus. Por um lado, temos pessoas sinceras que buscam o Espírito pregando o evangelho do Senhor, porém há outros que, independente do que fazem, no fim acabam desejando dinheiro e buscando realizar seus desejos carnais. Os que receberam a remissão de pecados podem até conviver, mas tudo vai depender de eles terem os mesmos desejos e, acima de tudo, da condição da sua fé. É como Abraão e Ló que tiveram que se separar porque sua fé era diferente. No começo, Ló ficou com seu tio porque era bom para ele. E Ló seguiu seu tio Abraão ainda mais porque sabia que com ele encontraria a Deus e creria nele. Não foi Abraão que o convidou para ir com ele. Eu acho que Ló dependia de Abraão, e quando este decidiu deixar sua terra, ele resolveu ir com seu tio. E depois que partiram da sua terra, eles conseguiram muitos bens materiais. Em outras palavras, eles ficaram ricos. Foi como se Ló tivesse realizado seus sonhos. E como havia realizados todos os seus sonhos, Ló não precisava mais seguir seu tio. Seu tio passou a ser um fardo para ele, um empecilho para ele alcançar seus objetivos.
Quando a situação ficou insuportável, Abraão disse a Ló: “Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei para a esquerda” (Gênesis 13:9). Ao ler estas palavras, eu creio que Abraão estava bem seguro da sua decisão em seu coração, pois sabia que não tinha mais como conviver com Ló. Ló então se apartou de Abraão e foi para a terra de Zoar. Mas Deus disse que ‘as pessoas na terra de Zoar naquela época eram muito más’ e que ‘eles eram terríveis pecadores perante ele’. E como Deus disse, Ló foi o precursor dos que buscam os bens materiais.
Por esta razão, Deus disse que enviaria seu juízo sobre a terra de Zoar, mas mesmo assim Ló foi para lá e viveu entre aquele povo ímpio. Quando chegou a hora de Deus destruir a terra de Zoar, ou seja, a terra de Sodoma e Gomorra, segundo havia prometido, ele livrou Ló, sua esposa e suas filhas. Mas a mulher de Ló, que não cria na Palavra de Deus, olhou para trás e se tornou uma estátua de sal. O que aconteceu depois com as filhas de Ló? Elas tiveram relação sexual com seu próprio pai para garantir sua descendência. E seus descendentes foram os amonitas e moabitas, que durante muito tempo foram inimigos de Israel. Dentre todas as nações inimigas de Israel, as maiores foram os amonitas e moabitas. E Deus nos mostra com a origem destas duas tribos gentias o que acontece com aqueles que buscam os bens materiais.
 
 
Qual Deve Ser Propósito de Nossa Vida?
 
Nós começamos nossa vida de servindo ao evangelho do Senhor. No entanto, por mais que tenhamos começado no caminho correto, nós sempre pensamos: “Qual deve ser o propósito da minha vida?” Se o propósito de alguém está nas coisas materiais, a pessoa só vai buscar fazer por onde ter o que deseja. E quando tiver riqueza suficiente, ela sem dúvida alguma começará a deixar sua fé, por mais que ela seja valiosa. Se isso acontecer conosco, cujo propósito está somente em servir ao Senhor e seguir o Senhor, que tipo de atitude devemos tomar? Devemos rejeitar isso na mesma hora. Abraão disse a Ló: “Se você for para a direita, eu irei para a esquerda; se você for para a esquerda, eu irei para a direita.” Esta atitude expressa a verdadeira fé.
Quando Abraão percebeu como era o coração de Ló, ele viu que tudo que dizia respeito à sua fé já tinha acabado. Ló, que teve uma divergência com Abraão porque só buscava as coisas materiais, deve ter expressado seu desejo de partir. Embora ele não tenha dito isso diretamente, ele devia estar procurando uma oportunidade para expressar ao seu tio o desejo de se afastar de dele. E o que Abraão, o pai da fé, disse a Ló depois de ver sua atitude? Ele disse: “Vamos nos separar. Ele não pensou duas vezes e disse claramente que ele deveriam se separar. Eu deixo você escolher. Olha para toda a terra, Ló. Se você escolher a esquerda, eu vou para a direita. Se você escolher ir para os montes, eu vou para as campinas. Se você escolher ir para as planícies, eu vou para a região montanhosa.” Ouvindo então as palavras de Abraão e aproveitando a chance, ele escolheu a terra de Zoar.
Naquela época a terra de Zoar era muito fértil. O texto bíblico deste capítulo a descreve como um lugar de muitas águas, como a terra do Egito. Isso significa então que essa terra era muito fértil. E como Ló escolher a terra fértil, Abraão teve que deixá-lo ir para lá e foi para a região montanhosa. Em outras palavras, Ló lhe disse que iria para aquela terra por causa da sua ganância. Abraão e Ló estiveram juntos muito tempo, mas tiveram que se separar por causa dos motivos gananciosos de Ló.
Depois que seu sobrinho partiu, Deus apareceu a Abraão e concedeu a ele sua graça e bênçãos, dizendo: “Levanta agora os teus olhos, e olha desde o lugar onde estás, para o lado do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente; porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e à tua descendência, para sempre” (Gênesis 13:14-15). Deus é fiel àqueles que são fiéis a ele.
Eu digo a você que tive muitas dificuldades desde que comecei a servir ao evangelho. E a verdade é que muitas vezes eu me irritei e pensei: “Eu não poderia buscar apenas ter conforto em minha vida?” Mas se o propósito dos nascidos de novo não fosse pregar o evangelho, que graça teria sua vida? Mas tudo que muitos querem é ter bens e viver disso. E depois de juntar muitas riquezas, eles dirigem carros luxuosos, viajam ao redor do mundo e jogam golfe com muitas secretárias ao redor. É claro que isso só é possível quando Deus permite. Não é algo que acontece de qualquer jeito. Mas o que aconteceria se Deus não nos desse prosperidade material? Nós andaríamos com uma garrafa no bolso caído numa rua hoje, em outra amanhã, falando alto e aborrecendo os outros, expostos ao frio, e no fim morríamos de frio e nossa vida miserável acabaria sem ninguém notar, com apenas uma nota triste no jornal. E a notícia da sua morte seria algo assim: “Homem encontrado morto congelado num beco.”
 
 
Nosso Objetivo Deve Ser Bem Definido
 
Independente de quem seja, todo ser humano é falho e sua carne é fraca. Assim é a nossa existência. Mas nossa vida pode ser muito fortalecida, dependendo qual seja nosso propósito nela. Mas podemos ter dificuldades para alcançarmos este propósito. Todos passam por situações adversas e tempos difíceis. E num mesmo dia estas situações podem até piorar. Mas se alguém tem o objetivo definido de viver para o evangelho de Deus em seu coração, Deus lhe dará forças para vencer as situações difíceis, e também poder e suas bênçãos. Ele fará com que as pessoas de fé superem os momentos mais difíceis. E só Deus pode fazer isso. Quem tem poder para vencer todos os seus problemas apenas com o esforço humano? Ninguém. O homem não é nada diante de Deus.
Eu pergunto aos nossos pastores, obreiros e obreiras: “Vocês têm um objetivo definido? Vocês já tomaram a decisão de viver para o evangelho do Senhor?” E eu pergunto o mesmo aos irmãos aqui. Se alguém não tomar esta decisão, ele será alguém como Ló, o personagem que vemos no texto bíblico deste capítulo.
O que acontece com aqueles que buscam seus desejos materiais e tentam realizá-los? Eles podem se tornar alguém como Judas Iscariotes, que traiu Jesus. E o fim de alguém assim é a destruição. Amados irmãos, esta é a verdade. Eu jamais vou obrigar vocês dizendo algo assim: “Vocês têm que ser espirituais.” Tudo que eu peço é que vocês tenham um objetivo claro em sua vida, como Abraão que creu totalmente em Deus e seguiu sua Palavra. Eu peço a vocês que tenham a mesma fé de Abraão, que creu que Deus prepararia um lugar para ele viver e o levaria até este lugar.
Nós lemos no livro de Hebreus: “Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa. Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus” (Hebreus 11:8-10). Desde o início Abraão já tinha tomado sua decisão, ao contrário do seu sobrinho Ló, embora este o tenha seguido. No começo Ló até seguiu o Senhor, agindo segundo a situação em que se encontrava, mas quando as coisas melhoraram, ele deixou Abraão. Ele pode ter partido porque ficou decepcionado, triste ou entediado. Mas independente do motivo, Ló deixou Abraão, seu líder espiritual.
Há um irmão em nossa igreja que é líder do coral. E nestes últimos dias de celebração, eu vi que ele deixou sua esposa para trás e foi para casa sozinho. Ele decidiu sair da nossa igreja e seguir seu próprio caminho. Eu então pedi sua esposa para arrumar suas coisas e ir para casa com seu marido. Mas ela me disse que não havia nada errado com eles. Então eu perguntei a ela por que eles não ficavam mais juntos, e ela me disse que queria servir ao evangelho aqui. Com isso, eu cheguei a uma conclusão e disse a ela: “Você não precisa ficar aqui. Vá logo atrás do seu marido. Embora você diga que está tudo bem agora, no futuro vocês acabarão brigando. Vá para junto do seu marido então. O certo é que esposa siga seu marido depois do casamento.” Depois disso, houve muitos problemas. Mas no fim ela seguiu seu marido e tudo acabou bem. E hoje parece que eles estão tendo uma vida muito feliz vivendo na mesma casa.
Como este casal, há pessoas que deixam nossa igreja. Mas a pergunta é: por que estas pessoas deixam de fazer a obra de pregar o evangelho do Senhor? Porque, como Ló, seu propósito não é fazer a obra de Deus, mas buscar as coisas materiais. Elas acham que devem deixar a igreja e começar a ganhar dinheiro porque seus planos são viver bem neste mundo. É claro que este propósito pode ser cumprido, mas as chances de não dar certo também são muito grandes. Se o propósito de todos fosse ter uma vida confortável, o resultado disso é muito óbvio.
Alguns irmãos dizem que estão cansados de ficar dentro da igreja, mas a verdade é que a vida neste mundo não é fácil, não é? Tudo na vida é muito difícil. E vocês acham que as coisas serão mais fáceis se vocês forem para o mundo? Claro que não. Eu sei o quanto vocês têm trabalhado duro na igreja. Mas eu posso lhes com toda segurança: “qualquer obra que vocês fizerem no mundo será mais dolorosa e agonizante do que a que vocês fazem aqui.” Por mais que vocês trabalhem fazendo entregas, recebendo um salário num escritório ou tendo um pequeno negócio, tudo será muito difícil. Algumas pessoas podem explorá-los, persegui-los, humilhá-los e fazer com que vocês sofram todo tipo de escárnio. É claro que para alguns a coisas podem ir muito bem, mas o certo é que não há uma só pessoa que não passe por lutas e momentos difíceis nesta vida.
 

Você Já Tomou Sua Decisão pela Fé?
 
Eu não vou ficar falando mal de algumas pessoas só porque elas deixaram a igreja do Senhor. Mas eu quero perguntar algo a vocês com todas as letras agora: será que todos nós que estamos aqui hoje já tomamos nossa decisão? Será que já decidimos viver para o evangelho do Senhor até o dia da sua volta? Se ainda não fizemos isso, vamos acabar passando por situações difíceis e pensar assim: “Já que eu estou enfrentando isso agora, eu não tenho outra escolha senão ficar aqui. Mas assim que eu conseguir algum dinheiro eu vou sair desta igreja na mesma hora.”
Amados irmãos, se vocês forem deixar esta igreja, vão logo. Por acaso vocês acham que a obra do Senhor vai parar se vocês forem embora? Claro que não. E quanto àqueles que nos deixaram para seguir seu próprio caminho, eu não tenho mais nada a dizer a eles. Deus é que os julgará à sua maneira, assim como galardoará os que são fiéis do seu jeito também. Isso é algo que Deus vai fazer. Mas tudo que vocês que estão aqui devem fazer é ser fiéis cada vez mais ao servir ao evangelho, pois tudo que aqueles que partiram farão é viver segundo seus propósitos para no fim perecerem como os animais.
Porque vocês acham que eu estou sendo tão duro ao falar com vocês assim? Porque se as pessoas pensassem bastante nos seus propósitos quando tudo está bem, elas não deixariam a igreja assim tão facilmente. Elas abandonam logo o Senhor porque só ficam pensando no que podem ganhar ou perder fazendo parte da igreja, e não aproveitam esse tempo para tomar uma decisão. E independente do que os servos de Deus digam, elas não dão valor às suas palavras, pois o propósito do seu coração ainda é muito obscuro. Embora tenham o desejo de seguir o evangelho e servi-lo, seu coração está voltado para outra coisa e elas dizem: “Se surgir alguma oportunidade para mim, eu vou embora na mesma hora para ter uma vida melhor.” Quando passam por momentos difíceis, essas pessoas deixam o Senhor, pois não conseguem negar seus pensamentos carnais. Só depois é que voltam à razão, se arrependem e confessam que não sabem por que fizeram isso. O que eu estou dizendo aqui é que vocês devem meditar nisso agora, enquanto vocês ainda tem paz aqui na igreja. Vocês precisam pensar nisso enquanto estão bem, pois os tempos difíceis ainda não chegaram.
 
 
Vocês Já Decidiram que Caminho Vão Seguir, o de Abraão ou o de Ló?
 
Já que nós ainda não enfrentamos tempos difíceis, temos que pensar nisso enquanto seguimos ao Senhor: “Será que eu devo viver totalmente para o evangelho do Senhor? Ou já que eu servi ao Senhor, será que eu devo viver para mim mesmo já que tudo está dando certo agora?” Temos que colocar tudo isso na balança e refletir sobre isso com sinceridade de coração. O que eu estou dizendo é que pensam no caminho que vamos tomar e no que vamos fazer. Só depois devemos seguir por este caminho. E só há dois caminhos a seguir: o caminho de Abraão ou o caminho de Ló. Mas se decidirmos seguir pelo melhor caminho e dissermos: “Eu vou onde a Palavra de Deus me levar, como fez Abraão”, o Deus onipotente nos guiará e nos concederá suas bênçãos.
Mas o que acontecerá se você não tomar a decisão certa? Satanás enfraquecerá a fé do seu coração como ele quiser. No início, Ló também tinham os mesmos objetivos de Abraão. Mas quando começou a prosperar materialmente, ele o deixou. Ele se separou de Abraão porque o tinha como inimigo? Não, ele o deixou porque pensou: “Eu quero ficar com meu tio, mas a terra se tornou muito pequena para criarmos nossos rebanhos juntos. Então eu vou me separar por algum tempo, pois não somos inimigos.” Foi assim no início, mas o que aconteceu depois? Ele se afastou cada vez mais e deu origem ao amonitas e moabitas, povos que acabaram se tornando inimigos dos descendentes de Abraão.
Eu tenho certeza que há alguns entre vocês que estão frequentando esta igreja contra sua vontade, mas porque não têm outra escolha. E também sei que alguns de vocês estão aqui por causa das lutas que estão enfrentando. Mas apesar disso, eu quero pedir a vocês que meditem bastante e decidam levar uma vida de fé inabalável.
Amados irmãos, o que vocês decidiram em seu coração? “Este é o verdadeiro evangelho e o certo é que eu o sirva de todo o meu coração e com todas as minhas forças. O certo a fazer é viver para este evangelho. Eu tenho que fazer parte da igreja e ali ser abençoado e também passar por lutas. Esta é a vida que eu desejo ter. De agora em diante eu vou viver para Cristo e morrer para ele. A vida que eu vivo agora pertence a Cristo.” Vocês já decidiram viver assim pela fé? Se ainda não tomaram esta decisão, será que vocês não estão pensando assim: “Eu estou vivendo assim porque não tenho outra opção. Se minha situação mudar, eu vou embora deste lugar?” Amados irmãos, temos que olhar para o nosso coração e o examinarmos bem. Mas a verdade é que há muitos que ainda não tomaram uma decisão em seu coração, embora já tenham recebido a remissão de pecados há mais de dez anos. E há outros que isso já dura dez, quinze, vinte e até trinta anos. Por esta razão, temos que decidir agora qual será o propósito da nossa vida.
 
 
Volte Seu Coração para Deus
 
Nós temos que decidir que tipo de coração vamos ter: nós podemos ter um coração como o de Abraão e dizer: “Eu quero estar com Deus e é assim que vou viver”, ou como Ló e dizer: “Tudo isso está acontecendo comigo por causa do que eu estou passando agora, mas eu vou embora assim que as coisas melhorarem.” Contudo, precisamos entender que se deixarmos a Deus, as coisas vão ficar ainda piores. E isso diz respeito aos nossos irmãos do ministério, inclusive pastores e missionários. Eles podem até pensar no começo: “Eu nunca tive problemas com o senhor, pastor Jong. Nós nunca fomos inimigos. Eu só estou indo embora porque estou em dificuldade.” Só que com o passar do tempo seu coração se torna mau. O diabo aprisiona o coração de quem se afasta de Deus, e depois estes se tornam seus inimigos e adversários, que sempre estarão longe dele.
Amados irmãos, pensem nisso mais uma vez. Por sermos seres humanos, somos fisicamente fracos e imperfeitos, mas não se enganem, todos nós fomos assim. Eu sei que vocês se consideram bons cristãos, mas como vocês reagem quando sua situação muda e vocês enfrentam dificuldades? Nós não somos tão dignos e honrados como pensamos? Precisamos reconhecer então que somos seres fracos cujo coração muda facilmente. É por isso que precisamos estar bem firmados. Se vocês já receberam a remissão de pecados, vocês já morreram com Cristo, receberam dele uma nova vida e ressuscitarão com ele. Já que é assim, por vocês ficam inventando desculpas e buscam realizar seus desejos carnais e ganhar dinheiro dizendo que sua situação está difícil? Se vocês conviverem com os nascidos de novo na igreja, suas necessidades básicas como comida e bebida serão supridas. A verdade é que aqueles que fazem parte da igreja levam uma vida confortável. O que eu estou dizendo é que você deve viver como um justo, sem se preocupar com mais nada.
Seus pais na fé já puseram um fundamento para que vocês não tenham nenhum problema em sua vida se seu coração estiver voltado para viver para o evangelho. Se estivermos dispostos a levar uma vida de fé correta na igreja, teremos tudo que precisarmos. Imagine se você tivesse que fazer tudo sozinho para levar uma vida de fé. “Este é o verdadeiro evangelho, mas este outro não.” Imagine se você ainda tivesse que pôr cada fundamento para levar uma vida de fé. Isso lhe faria travar tantas batalhas que você não teria como levar uma vida de fé. Como seu líder, eu posso dizer com toda sinceridade que se estivesse no seu lugar, eu levaria uma vida de fé sendo muito grato àqueles que antes puseram o fundamento da igreja.
O fundamento da igreja já foi posto. Você não tem mais que lutar contra nenhum falso mestre. E como o fundamento já foi posto, é só você tomar a decisão de viver para o Senhor que sua vida será maravilhosa. Como devemos levar nossa vida de fé então, já que o fundamento já foi posto? Temos que levá-la na igreja. Se você deixar a igreja, você não poderá levar uma vida de fé correta. Imagine só o que vai acontecer se você deixar a igreja e pensar assim: “Meu coração sempre estará na igreja, embora eu não a frequente mais.” Alguém assim jamais poderá levar uma vida de fé correta.
Se alguém se afastar de Igreja de Deus, ele ficará ainda mais imundo e astuto, além de se voltar cada vez mais contra Deus. E como alguém assim pode levar uma vida de fé? Por isso que Deus lhe deu a igreja e os pais na fé. E ele nos diz por meio destes servos de Deus: “Tome uma firme decisão.” Nós temos que ser gratos a Deus pelas bênçãos que ele nos concede. Eu estou lhe dizendo isso para você não venha a pensar assim: “Este pastor diz isso sempre para me ter na palma da sua mão.” Mas se você pensa assim, você está enganado a meu respeito. Um adulto como você deixaria alguém te enganar só para lhe trazer à igreja? Então não fique pensando algo tão infantil assim. Você tem que seguir seus líderes porque Deus está certo e este é o verdadeiro evangelho do Senhor.
É claro que temos algumas dificuldades quando seguimos o Senhor e seu evangelho. E uma destas dificuldades vem das nossas próprias fraquezas, e a outra vem daqueles que buscam uma oportunidade para deixar o Senhor quando puderem. Neste exato momento há alguém querendo fazer isso porque ainda não tomou a decisão de seguir o Senhor. Eu quero dizer algo na Palavra de Deus para estes crentes: “Tome logo sua decisão, pois se não fizerem isso, vocês serão destruídos.” Eu posso dizer isso porque já tomei minha decisão, pois se não tivesse tomado não poderia dizer isso a vocês.
Na sua opinião, quais são os verdadeiros motivos que levam as pessoas a não tomar esta decisão? O fato é que elas só querem vir à igreja de vez em quando, comer e se vestir bem, mas não querem nenhum compromisso com a obra de Deus. E contanto que não tenham perdas materiais, está tudo bem para elas. O Senhor disse: “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:10). Pense nisso mais uma vez: “Será que eu estou tendo tantas dificuldades e sofrendo tanto por causa da justiça? Ou estou passando por tudo isso por causa dos meus desejos carnais?” Se fizer isso, você logo verá se é uma pessoa espiritual ou carnal.
Você está sofrendo porque a obra de Deus não está indo bem? Se está, será que isso não está acontecendo por causa dos seus desejos carnais? Quando isso acontece dá para ver muito se somos alguém como Abraão ou Ló.
Abraão disse: “E se escolheres a esquerda, irei para a direita” (Gênesis 13:9). Como Abraão já havia decidido seguir a Deus, ele viu que não podia mais conviver com alguém como Ló, por mais que ele fosse seu sobrinho. Por que você que isso aconteceu? Porque Abraão sabia que o coração de Ló era totalmente diferente do dele. Ele sabia que Ló só estava feliz porque seu rebanho cresceu bastante, mas que ele se voltaria contra Deus se tivesse alguma perda, por menor que fosse. O que eu estou dizendo é que o coração de Abraão e o de Ló eram totalmente diferentes.
 
 
Pessoas Iguais a Abraão e a Ló
 
O mesmo acontece na igreja. Aos olhos humanos, todos parecem iguais, mas seu coração é muito diferente. Se alguém é como Ló e seu coração está no mundo, ele não pode ser um obreiro ou até mesmo um crente fiel. Ele não é ninguém. Mas se alguém pelo menos crê no evangelho de Deus e se dedica a pregá-lo, ele é muito diferente, embora seja uma pessoa terrível e às vezes se deixa levar pelos seus desejos carnais. “Já que eu morri com Cristo e fui trazido de volta à vida por ele, eu nunca mais o deixarei. Eu passo por algumas lutas às vezes por causa dos pensamentos carnais que surgem em meu coração, mas apesar de passar por estas lutas, eu não vou desistir de obra do Senhor. Agora eu sou de Cristo, sou seu obreiro, e por isso vivo para a justiça de Deus. Eu jamais vou desistir desta obra, não importa o que aconteça.” Uma pessoa que tomou esta decisão é alguém que possui a verdadeira fé, ou seja, é alguém como Abraão.
Até na Igreja de Deus deve haver alguns irmãos que pensam assim: “Eu só estou nesta igreja por causa da situação que tenho vivido, mas quando as coisas melhorarem para mim, eu vou embora na mesma hora.” Mas o que acontecerá com estes crentes fracos e indecisos? No fim eles serão destruídos, o mesmo que aconteceu com Ló, como vemos nas Escrituras. Amados irmãos, por isso que devemos tomar uma firme decisão. Deus é aquele que olha no fundo do nosso coração, não para nossa aparência. Ele sabe tudo sobre nós. Por isso que devemos ser pessoas espirituais, pois ele está sempre olhando para o nosso coração. Nós vamos nos alegrar e nos entristecer por causa da pregação do evangelho. O que eu estou dizendo é que devemos fazer a obra espiritual e nos entristecer por não conseguirmos outras libertar outras almas, não por causa das coisas deste mundo.
Como é uma pessoa carnal então? Ele se entristece e se alegra não por causa da obra de Deus, mas por si mesma. As alegrias e tristezas dos que não se decidiram ainda por seguir o Senhor têm a ver com si mesmos. Eles ficam felizes quando alcançam seus objetivos e tristes quando não conseguem realizar seus desejos.
Naturalmente, os que já decidiram por seguir a Deus não podem se livrar totalmente dos seus desejos, pois são seres humanos. Só que nosso propósito está sempre voltado para a salvação de almas, o que é o maior propósito da nossa vida. Eu peço a vocês que sejam alguém cujas alegrias e tristezas tenham a ver com a obra de Deus, ou seja, alguém que se às vezes se alegra, outras vezes se entristece, certas horas se sente cansado, outras vezes se sente motivado, mas tudo em relação a obra de pregar o evangelho. Eu sei que não conseguiremos fazer isso o tempo todo, mas devemos pelo menos as alegrias e tristezas que tivermos devem estar relacionadas com a obra de Deus, ou pelo menos dois terços do nosso coração.
“Será que eu estou passando por isso porque estou servindo ao Senhor? Será que eu vou perder tudo se continuar servindo ao Senhor?” Você pensa assim? Se pensa, se mate de trabalhar no mundo. Mas mesmo que faça isso, você verá que mal conseguirá alimentar sua família. Você não deve pensar que está passando por isso só porque está vivendo para o evangelho, apesar de que no mundo você viveria bem porque é muito capaz. Pare para pensar um pouco nas suas habilidades. Nós seres humanos não temos muito do que nos exaltar. E é por isso que eu digo aos irmãos do ministério: “Vocês são abençoados. Eu sei que nem todos são iguais, mas há muitos hoje vagando pelas ruas com uma garrada de bebida na mão. Outros não têm casa e mal podem se alimentar, não é verdade? E se forem para o mundo, vocês não terão outra escolha senão viver assim também. Vocês podem acabar dormindo nas ruas e se cobrindo com jornais. Vocês agora estão levando uma vida abençoada porque tiveram um encontro com o Senhor.” Embora haja pessoas que não concordam com o que eu digo, há muitos irmãos do ministério que concordam comigo. Eu sei também que todos eles são falhos e imperfeitos, mas o fato é que também sou alguém assim.
Amados irmãos, que alegria se nós que seguimos o Senhor teremos se não nos dedicarmos à justiça de Deus? Que valor teria nossa vida? Nós viveríamos bebendo e fazendo coisas suicidas para demonstrar nossa coragem. E faríamos isso porque não havia alegria em nossa vida. Os que ainda não receberam a remissão de pecados neste mundo geralmente vivem assim. E a verdade é que ninguém neste mundo tem do que se exaltar.
Mas é claro que há muitos de nós que não são assim. E eles me perguntam: “O senhor sabe quantos neste mundo não são assim?” Algo que está muito claro para mim é que muitos neste mundo adoram fazer alguma coisa e buscam ter prazer em sua vida. Seja ajudar o próximo, beber, fumar, usar drogas, dançar, jogar, pescar, praticar esportes ou se promiscuir, todos neste mundo adoram fazer alguma coisa, pois se não fizerem isso, eles não viverão. O mundo é um lugar assim. Mas o que acontece quando alguém adora fazer algo que não é certo? Sua alma acabará perecendo num estado miserável, não é verdade?
O que os estudantes pensam sobre isso? Eles dizem que não sabem por que ainda não pararam para pensar nisso? Eu quero falar um pouco com os jovens agora. Na sua idade, vocês devem pensar no universo e na história mundial. Vocês estão numa idade onde podem pensar sobre tudo isso e tirar conclusões acertadas. Já que vocês estão numa idade onde seu senso está muito apurado, vocês podem tirar conclusões mais precisas de tudo que um pastor disser a vocês. Quando vocês estiverem mais velhos, o mundo não lhes deixará sossegados, e vocês também não terão mais a oportunidade que tem agora de pensar nas coisas mais profundamente. Na verdade, alunos do ensino fundamental e do ensino médio tiram conclusões melhores e mais precisas do que os universitários e até dos adultos. O que eu estou dizendo é que os alunos mais jovens podem discernir melhor o que é certo ou errado. Quando alguém chega à fase universitária, ele pensa nas coisas de uma maneira muito egoísta e parcial, pois seus pensamentos já estão endurecidos e se tornaram carnais. Por isso que eu quero que nossos jovens estudantes se decidam logo pela justiça de Deus.
Vocês dizem: “Isso é difícil, muito difícil. Seguir o Senhor é muito difícil.” E vocês têm toda a razão. Muitos estão cansados e esgotados. Há obreiros que ficam acordados a noite toda fazendo a obra do Senhor. Eu tive um problema na coluna ao fazer o trabalho de revisão deste livro. Me disseram que foi porque distendi os nervos da coluna enquanto revisava meus originais. Houve uma época que eu fiquei à beira da morte com minhas costas tão inchadas que me fizeram parecer corcunda. Já houve dias em que eu trabalhei a noite inteira, mas hoje, por mais que queira fazer isso, eu não consigo. Eu trabalhava sem me importar com minha saúde quando era jovem, mas hoje eu fui tão bem tratado que posso trabalhar para o Senhor. E já que eu vivo para o evangelho do Senhor, ou seja, como estou fazendo um trabalho muito importante, eu sou muito grato a ele por isso. Eu sou grato a ele por ter me livrado da morte e me permitir fazer sua obra enquanto estou vivo. Mas eu seria grato a ele mesmo que morresse.
 
 
Eu Tomei Minha Decisão num Momento Muito Difícil da Minha Vida
 
“Você está cansado porque ainda não tomou sua decisão. Como é que você pode dizer que seu corpo está cansado? Hoje em dia não há tanto trabalho assim!” Eu digo isso sempre aos irmãos do ministério. Primeiro eu ouço o que eles têm a me dizer, mas se eu vir que minha decisão está correta, é isso o que eu digo para eles. Então algum deles diz: “O que o senhor está dizendo é o certo. Seu julgamento sobre mim está certo. Eu sou alguém assim mesmo.” Deus disse que há pessoas como Abraão e como Ló. É justamente isso o que a Bíblia nos diz. Já que recebemos a remissão de pecados na mesma época, sempre encontraremos pessoas como Abraão e Ló. Os que são como Ló são aqueles que ainda não tomaram a decisão de seguir o Senhor, e os que são como Abraão são aqueles que já tomaram a firme decisão de crer na Palavra de Deus e segui-la.
Mas aqueles que decidiram seguir a Deus obviamente terão momentos difíceis também. E isso também aconteceu como Abraão, o pai da fé. O que aconteceu quando Abraão e Sara foram para o Egito? Faraó, o rei do Egito, viu a mulher de Abraão e mandou busca-la, pois ela era muito bonita. Naquela hora difícil, Abraão achou que o rei o mataria se ele dissesse: “Ela é minha esposa”, e acabou dizendo: “Ela é minha irmã.” Ele então deixou sua mulher ser levado por outro homem e lhe disse: “Até logo, minha irmã.”
Este foi um momento muito difícil para Abraão. Que momento poderia ser mais difícil do que aquele que levou Abraão a dizer que sua esposa era sua irmã? Se prestarmos bem atenção, veremos que Abraão naquela época não tinha tanta dignidade? Qualquer um não tentaria proteger sua esposa, por mais que fosse surrado até a morte? Por isso que eu estou dizendo que ele passou diversas vezes por momentos difíceis. Mas apesar disso, Abraão confiou totalmente em Deus. E por esta razão, ele foi salvo por Deus e levou uma vida de retidão. A vida de fé é justamente isso.
Se você já decidiu viver para o evangelho, você tem que pensar de modo positivo e criativo: “O que eu devo fazer para viver para este evangelho? O que eu preciso fazer para pregar este evangelho com mais eficácia?” Mas quando fizer isso, você deve estar preparado para enfrentar lutas e vencê-las. A verdadeira vida de fé é pregar o evangelho há muitas pessoas pela fé que alcançamos ao longo dos anos; não é uma vida sem propósito que flui como um rio. Uma vida assim é como a de Ló. Se viver assim, você também será alguém como Ló. E quando sua situação mudar, você desistirá da fé, voltará atrás e se tornará inimigo de Deus. Por isso que vocês precisam tomar uma decisão, amados irmãos. Tomem uma firme decisão então!
Eu quero dizer ao ministério, a vocês e a todos os santos nascidos de novo que eu já tomei minha decisão. E não pensem que se já fizeram isso há muito tempo, isso é o suficiente. Vocês têm que tomar esta decisão sempre que algo acontecer a vocês. Vocês têm que tomar esta decisão sempre que passar por um momento difícil. E sua esperança deve ser que Cristo realizará sua obra em sua vida, ainda que lhes falta alguma coisa. Esta é a atitude do coração dos que tomaram uma firme decisão. Quando vocês tomarem esta firme decisão e viverem para fazer a vontade de Deus, ele lhes guardará e lhe guiará pelo caminho certo. E ele também lhes protegerá. Mas se vocês não tomarem esta decisão e viverem do seu próprio jeito, Satanás entrará em vocês e saqueará seu coração. E no fim ele os tirará da presença de Deus. Por isso que alguns que já receberam a remissão de pecados estão nesta situação hoje em dia.
Há uma canção popular na Coreia que diz: “Faça algo por mim enquanto eu estiver aqui.” Em tempos de paz, quando ainda podemos levar uma vida de fé, ou seja, enquanto não somos proibidos de seguir o Senhor, temos que olhar para o nosso coração e tomar uma decisão. E quando tomarmos uma firme decisão nestes dias e passarmos por momentos difíceis em nossa vida, aí sim poderemos seguir o Senhor totalmente e diremos: “Meu coração não está em Deus?” No entanto, se não fizermos nada nestes dias de paz, quando enfrentarmos algum problema será tarde demais para tomarmos uma decisão. Aí então veremos que não conseguiremos mais seguir o Senhor e na hora desistiremos da nossa vida de fé. E nós mesmos chegaremos a esta conclusão: “Não tem jeito! Eu não consigo mais levar uma de fé.” Pessoas assim não conseguem mesmo levar uma vida de fé correta. Elas até que poderiam, mas como não tomam uma firme decisão, elas acabam sendo vencidas pelas dificuldades quando elas surgem. Por isso que elas acabam desistindo da fé.
“Apesar de ser imperfeito, eu vou viver para o Senhor.” Se tomarmos esta decisão em nosso coração, cessarão os maus pensamentos que nos oprimem, nos sufocam e querem nos levar aonde não devemos ir. Eles desaparecerão, assim como Satanás foge de nós quando o vencemos em nome de Jesus Cristo.
O apóstolo Paulo diz o seguinte no último versículo da epístola aos efésios: “A graça seja com todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo em sinceridade” (Efésios 6:24). Estas palavras não são apenas um simples cumprimento. Elas significam que a graça de Deus e suas bênçãos virão sobre os que decidiram permanecer firmes e amar a Cristo. Deus ama estas pessoas e lhes concede suas bênçãos celestiais.
Mas o que acontece com aqueles que não tomaram a decisão de ficar firmes mas seguem o Senhor? Eles podem trair o Senhor a qualquer momento. Por isso que precisamos tomar uma firme decisão em nosso coração. Temos que viver assim. Nós já recebemos a remissão dos nossos pecados, por isso temos que tomar estar decisão para recebermos as bênçãos de Deus. O que eu estou dizendo é que se não tomarmos esta decisão em nossa vida, seremos enganados pelo diabo e acabaremos nos voltando contra Deus.
Os que fazem a obra conosco mas depois acabam nos deixando, ou seja, aqueles que não vivem para o evangelho dizem algo assim quando saem da igreja: “Eu saí da igreja só porque sou fraco. Eu não tenho nada contra o evangelho, muito menos odeia a igreja. No começo eles dizem coisas assim, mas olhem para eles depois de algum tempo. Eles se tornam um empecilho, se levantam contra a obra da igreja e dizem aos outros: “Eles são heréticos.”
Amados irmãos, vocês precisam tomar uma firme decisão. E apesar de serem falhos, mesmo assim vocês podem se decidir por Deus. Vocês podem tomar esta decisão confessando: “Isso é o certo a fazer. O certo é viver para o evangelho, e os nossos pais na fé que vivem para o evangelho é que estão certos também. Embora minha força física seja pequena e eu não tenha nenhum poder ou fé, o certo a fazer é viver para o evangelho.” Do ponto de vista humano, todos neste mundo são diferentes, mas se tomarmos esta decisão, todos nós seremos filhos de Deus.
Amados irmãos, tomem a decisão de viver para Deus, pois ele só abençoa e concede sua graças àqueles que tomam esta decisão.