The New Life Mission

Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 14-4] (Gênesis 14:17-24) Abraão Foi Mesmo um Grande Homem

(Gênesis 14:17-24)
“E o rei de Sodoma saiu-lhe ao encontro (depois que voltou de ferir a Quedorlaomer e aos reis que estavam com ele) até ao Vale de Savé, que é o vale do rei. E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo. E abençoou-o, e disse: ‘Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra; E bendito seja o Deus Altíssimo, Que entregou os teus inimigos nas tuas mãos’. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo. E o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas, e os bens toma para ti. Abrão, porém, disse ao rei de Sodoma: Levantei minha mão ao SENHOR, o Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra, jurando que desde um fio até à correia de um sapato, não tomarei coisa alguma de tudo o que é teu; para que não digas: ‘Eu enriqueci a Abrão; salvo tão-somente o que os jovens comeram, e a parte que toca aos homens que comigo foram, Aner, Escol e Manre; estes que tomem a sua parte.’”
 
 
Você e eu levamos uma vida de fé com o propósito de pregar o evangelho do Senhor. Nossa vida de fé está voltada para a pregação do evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos deu. Mas como devemos viver pela fé, agora que fomos salvos de todos os nossos pecados graças ao Senhor? Já que somos justos, qual deve ser nosso propósito de vida? Todos nós devemos viver para o único propósito de pregar o evangelho em todo o mundo.
Abraão, nosso pai na fé, deixou sua terra em Ur dos Caldeus e foi para a terra de Canaã. Ali ele levou uma vida de fé, pregando o evangelho de Deus e submetendo humildemente todo o seu coração a ele.
Todos nós também devemos viver como Abraão. Assim como é inútil alguém correr sem direção, se levarmos uma vida de fé sem propósito, mesmo depois de termos recebido a remissão de pecados do Senhor e sido salvos por ele, nossa fé estará totalmente errada. Sendo assim, você e eu precisamos ter um propósito de fé bem definido em nosso coração enquanto levamos uma vida cristã. E este propósito deve ser pregar no mundo todo o evangelho da água e do Espírito, a única verdade.
 
 
O Propósito da Nossa Vida de Fé Deve Ser Pregar o Evangelho da Água e do Espírito
 
O Senhor Jesus nos mandou ser testemunhas do seu evangelho em todo o mundo, da Judeia a Samaria e em todos os confins da terra. Então, é nosso dever como justos pregar o evangelho da água e do Espírito a todos neste mundo e de todas as formas. Não devemos nos ocupar com mais nada. A todo o tempo, seja dormindo ou acordados, devemos pensar sempre em como podemos pregar o evangelho do Senhor as inúmeras pessoas que vivem no mundo inteiro.
Ainda há muitos lugares onde este evangelho da água e do Espírito precisa ser pregado, e hoje estamos nos esforçando para cumpri esta obra. Para alguns de nossos irmãos é uma luta muito árdua doar nossos livros do evangelho para aqueles com quem eles convivem. E para falar a verdade, quando mais trabalhamos duro para pregar o evangelho da água e do Espírito, mais percebemos o quanto somos fracos e como temos falhas. Isso é algo muito decepcionante para todos nós, mas ainda assim lutamos para alcançar o objetivo que Deus determinou para nós.
Vemos no texto bíblico deste capítulo um homem que travou uma luta espiritual para pregar o evangelho do Senhor, e que no fim acabou prevalecendo. Este homem não é outro senão Abraão, o pai da fé. O texto bíblico deste capítulo descreve como Abraão, depois de ter voltado vitorioso da batalha que travou, deixou os despojos da guerra para o rei de Sodoma e seu povo. Ele havia levado consigo 318 homens treinados da sua própria casa para lutar contra um rei chamado Quedorlaomer e outros reis que se uniram a ele. E depois que venceu estes reis, ele não somente resgatou seu sobrinho Ló, mas muitas outras almas. E ao voltar triunfante, o rei de Sodoma, um homem carnal, foi recebê-lo e disse: “Fique com tudo que você quiser, mas devolva o meu povo.” O que o rei de Sodoma queria não era se apossar dos bens materiais, mas da alma das pessoas.
 
 
O que é Mais Importante para Nós do que Riquezas?
 
Depois de vencer esta guerra, Abraão voltou com tantos despojos que, se tivesse pensamentos carnais, se deixaria levar facilmente pela ganância ante tantas riquezas. E assim como o rei de Sodoma o sugeriu, ele podia tomar para si todos os despojos de guerra. Só que Abraão não fez isso. Ele abriu mão de tudo, a não ser a porção dos seus aliados e do alimento que seus soldados consumiram. Abraão valorizava mais a alma do que qualquer riqueza, e podemos dizer que isso era algo tão grandioso nele que o diferencia dos outros homens, assim como de todos os justos.
Até os justos podem ser gananciosos diante de muitas riquezas. Mas Abraão só estava interessado nas almas, pois cuidava muito delas em sua casa. Na verdade, Abraão era muito diferente da maioria dos justos. Nós chamamos Abraão de pai da fé até hoje porque ele nunca permitiu que seu coração ficasse preso às riquezas deste mundo. Ao contrário, ele sempre deu valorizou a preciosidade da alma. Já que travou uma luta espiritual ao longo de toda a sua vida e prevaleceu, Abraão merece mesmo ser chamado de o pai da fé.
 
 
O Propósito da Vida dos Justos Fica Bem Claro Quando Olhamos para a Vida de Abraão
 
Hoje, todos nós temos que fazer as seguintes perguntas quando olhamos para Abraão: “Qual deve o ser meu propósito de vida? Qual deve ser meu propósito agora que eu sou um justo? Será que estará tudo se apenas nossa igreja prosperar, nós tivermos uma vida confortável e tivermos o suficiente para nos alimentarmos?” Nós que somos pessoas de fé poderemos determinar qual o propósito da nossa vida quando respondermos a estas perguntas. Melhor dizendo, temos que determinar o propósito da nossa fé para pregarmos o evangelho da água e do Espírito.
E o nosso propósito é pregar a verdade dos nascidos de novo da água e do Espírito a todos neste mundo, independente de quem sejam – independente se estão perto de nós, em nossa família, na escola, no trabalho, nosso propósito é pregar o evangelho para todos eles. E este propósito também inclui pregar esta verdade nos seminários teológicos e junto a outros grupos religiosos em vários lugares. Se quisermos viver pela fé, este propósito deve estar bem definido para nós.
Na verdade, todos os cristãos nascidos de novo têm que viver para pregar o verdadeiro evangelho em todo o mundo. E ao falar do propósito que os justos devem ter nessa terra, Deus disse que devemos ser testemunhas dele em toda a Judeia, Samaria e nos confins da terra. Foi isso o que nosso Senhor disse aos discípulos antes de ascender aos céus: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado” (Mateus 28:19-20). Esta é a Grande Comissão que o Deus trino nos concedeu e comissionou. Deus nos mandou obedecer à sua Palavra, viver pela fé, lutar contra o inimigo e derrotá-lo com esta fé, e pregar o evangelho em todas as nações. Portanto, pregar o evangelho é algo que o Senhor nos confiou pessoalmente. É por isso que se quisermos realmente seguir o Senhor, temos que tornar nosso propósito pregar o evangelho da água e do Espírito, pois foi o ele mesmo quem nos confiou esta tarefa.
Quando pensamos em qual deve ser nosso propósito de vida, chegamos à conclusão que não pode haver outro propósito senão pregar o evangelho da água e do Espírito. Nossa única função, como justos que somos, é pregar o evangelho. A pregação do evangelho deve ser o único propósito da nossa vida. Pense nisso. Algo mais pode ser o propósito da nossa vida senão a pregação deste evangelho? O que mais pode fortalecer nossa alma senão a pregação do evangelho? O evangelho é o verdadeiro pão para nossa alma, e pregá-lo deve ser o único propósito da nossa vida para termos alimento para nosso espírito. Nós morreríamos de fome espiritualmente e não poderíamos mais viver se não fizéssemos esta obra. Nossa alma morreria de fome se não servíssemos a este evangelho e o pregássemos.
O Senhor disse que deseja nos fazer prósperos em todas as áreas da nossa vida e saudáveis, inclusive na nossa alma. Mas se nossa alma se desviar e perecer, tudo estará acabado. Se nossa alma morrer de fome, nosso corpo também perecerá com ela. Portanto, os justos devem pregar o evangelho com toda dedicação, a fim de que cumpram a vontade de Deus e, ao mesmo tempo, recebam dele o verdadeiro pão. E eu creio que todos nós podemos ser justos assim.
 
 
O que Devemos Fazer para Pregar o Evangelho?
 
Com relação à pergunta sobre que tipo de vida devemos ter, eu quero dizer que devemos viver como Sara. Sara, que recebeu este nome de Deus depois, foi sempre obediente ao seu marido Abraão e estava disposta a segui-lo aonde quer que ele fosse. Ele jamais disse uma palavra sequer para reclamar com Abraão.
Sara era totalmente obediente ao seu marido Abraão. Ela era tão obediente a ele que ia casar com outro homem só para salvar seu marido. E só há um motivo de ela ter feito isso: ela achou que seu marido, que havia recebido de Deus a remissão de pecados, era seu senhor. Se a esposa de Abraão fosse teimosa e uma mulher rixosa, seria quase impossível para ela seguir o Senhor. Se ela fosse obediente ao seu marido quando Abraão permitiu que faraó a levasse, ela teria dito a ele: “Como você pode fazer isso comigo? Como você pode deixar que eu me case com outro homem só para salvar sua vida? Se eu tiver que casar com outro homem, eu vou matar você antes disso.”
Já que você e eu estamos pregando o evangelho do Senhor, temos que ser totalmente obedientes a Deus, como Sara foi ao seu marido. Isso significa que devemos rejeitar nosso modo de pensar e nos submeter 100 por cento a Deus. Temos que vencer nossa teimosia, porque se insistirmos no que pensamos não poderemos pregar o evangelho. Durante toda a sua vida, Sara sempre viu sua vida como se fosse parte da vida de seu marido Abraão e as riquezas dele como suas riquezas. Melhor dizendo, todos os seus sonhos e esperança estavam em seu marido. Por isso que ela obedeceu Abraão sem hesitar e ele lhe disse: “Você é tão bonita que alguém pode querer me matar para ter você. Então, se alguém perguntar, diga que sou seu irmão. E se alguém quiser casar com você, então case com ele.” Pouco tempo depois, Abraão e Sara receberam a visita dos homens de faraó. E eles disseram a Sara: “Faraó nos mandou lhe buscar. Ele quer vê-la, pois toda a terra do Egito tem falado da sua beleza. Mas antes de irmos, temos que perguntar-lhe uma coisa: quem é este homem que está com você?” Sara então lhes disse: “Ele é meu irmão.”
O coração de Sara, esposa de Abraão, estava ligado ao do seu marido. Ela estava 100 por centro com Abraão. E esse tipo de união é imprescindível para que todos nós recebamos a remissão dos nossos pecados – ou seja, somente se nosso coração estiver ligado 100 por centro ao Senhor é que poderemos pregar o evangelho da água e do Espírito. Aonde quer que o Senhor nos mandar ir, temos que ir, mesmo se formos morrer. E o que quer que o Senhor nos mande fazer, temos que fazer. Se o Senhor nos disser para pregar o evangelho, temos que pregá-lo; se ele nos disser para servir ao evangelho, temos que servir a ele; e se ele disser que nosso propósito de vida deve ser pregar o evangelho, nosso propósito então deve ser pregar o evangelho, por mais que isso tenha um alto custo. Mas só vive assim aqueles cujo coração está 100 por cento com o Senhor. E são estes justos que podem pregar o evangelho fielmente junto com ele.
Está escrito em Salmos 133:1: “Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” O quanto devemos estar unidos com Deus? Como devemos unir nosso coração com ele? Assim como a esposa de Abraão estava ligada ao seu marido, nosso coração também deve estar ligado ao Senhor e pronto para ir aonde nosso Noivo nos mandar e fazer o que ele mandar. Assim como Sara estava totalmente ligada ao seu marido Abraão, nosso coração deve estar inteiramente ligado ao Senhor. Nós só poderemos pregar o evangelho no mundo inteiro se nosso coração for um com o Senhor.
Abraão ficou rico graças à sua esposa. É claro que ele ficou rico porque Deus o abençoou, mas a fé de sua esposa e sua dedicação também contribuíram muito. Pense nisso. Como Abraão tinha em sua casa 318 homens bem treinados, ele precisava de muita riqueza para prover suas necessidades. Imagine se você tivesse que suprir as necessidades de 318 homens. Isso não teria um alto custo? Além disso, a Bíblia diz que estes 318 eram homens de batalha, sem contar mulheres e crianças. Se todos fossem contados, o número provavelmente seria três vezes mais que 318, já que os servos de Abraão certamente deviam ter mulheres e filhos. Quantas pessoas Abraão tinha em sua casa então? Pelo menos mil pessoas. E o fato de Abraão poder manter tantas pessoas em sua casa nos mostra que ele era muito rico. Dentre os fatores que explicam por que Abraão se tornou tão rico, sua mulher Sara se destaca, pois teve um papel fundamental nisso.
Sara, mulher de Abraão, recebeu a remissão dos seus pecados, se tornou uma pessoa justa e sempre foi fiel a ele. Como pregadores do evangelho do Senhor, também devemos servir ao Senhor da maneira que pudermos, assim como fez Sara, mulher de Abraão. Se não obedecermos a Deus de todo o coração como Sara, será impossível pregarmos este evangelho. E a razão disso é que, como vocês sabem muito bem, não é fácil e simples pregar o evangelho.
 
 
Devemos Fazer o que Deus Nos Mandar
 
Se Deus quiser nos usar para pregar o evangelho da água e do Espírito, temos que fazer tudo ele nos mandar então: se ele nos mandar atender ao telefone, temos que atender ao telefone; se ele nos mandar dormir no chão, temos que dormir no chão; se ele nos mandar ganhar dinheiro para o evangelho, temos que ganhar dinheiro; se ele nos mandar orar, temos que orar; se ele nos mandar pregar sua Palavra, temos que pregar sua Palavra então. Em outras palavras, temos que fazer o que Deus nos mandar, seja o que for. Só poderemos pregar o evangelho quando formos obedientes ao Senhor e fazer tudo que ele nos mandar, como Sara obedeceu ao seu marido, Abraão. Isso quer dizer que se não fizermos o que o Senhor nos mandou, não poderemos pregar o evangelho, por mais que sejamos talentosos.
Todo aquele que quer pregar o evangelho fielmente deve abandonar todo o seu modo de pensar. O evangelho só poderá ser plenamente proclamado quando você se submeter 100 por cento ao Senhor e obedecê-lo totalmente. O evangelho só será pregado de um modo eficaz nessa terra quando você e eu formos como a mulher de Abraão. Nós só poderemos pregar o evangelho se nos submetermos inteiramente ao Senhor; e só assim poderemos também vencer as lutas espirituais que com certeza virão. Ao levar 318 homens para a batalha, Abraão os dividiu e deu ordens específicas sobre cada campo de batalha eles deveriam lutar. E já que seus servos lutaram exatamente como ele determinou, eles venceram a guerra, libertaram todos os prisioneiros e ficaram com os despojos. Depois voltaram triunfantes porque deixaram seu modo de pensar e obedeceram às ordens de Abraão.
Deus confiou uma obra a cada um de nós que vive nessa terra. Ele mandou alguns servir ao evangelho em casa, e outros com os recursos financeiros para também ajudar os irmãos. Alguns de nós pregam o evangelho na igreja, outros o mantém com recursos financeiros; alguns de nós oram, enquanto outros ornamentam a igreja para deixá-la bonita. Ainda há outros que Deus confiou outras obras e os separou para dirigir o ônibus da igreja, enquanto outros preparam os livros que vão ser lançados pelo nosso ministério de literatura. Na verdade, o Senhor nos leva a servi-lo de várias maneiras. Portanto, temos que servir ao Senhor com dedicação e ser obedientes onde quer que ele nos coloque, crendo que tudo isso é o que ele nos manda fazer.
 
 
Nosso Coração Deve Estar 100 Por Cento na Obra que Deus Nos Confiou
 
Graças à total dedicação de Sara ao seu marido, Abraão não perdeu sua vida. Por isso que eu creio que o evangelho será pregado por aqueles que se dedicam 100 por cento ao Senhor. Mas todos nós precisamos unir nosso coração totalmente ao Senhor e obedecê-lo 100 por cento para pregarmos o evangelho por completo. Somente quando estivermos plenamente unidos com o Senhor e uns com os outros é que o evangelho poderá ser pregado.
Como você sabe muito bem, esta obra da pregação do evangelho requer o trabalho e o esforço de muitas pessoas. Afinal de contas, é preciso muitas pessoas trabalhando juntas para fazer um pequeno dispositivo numa fábrica. E assim como é preciso o esforço de muitos trabalhadores para se chegar ao produto final, a pregação de evangelho é algo que devemos fazer em conjunto. O evangelho da água e do Espírito é o próprio dom de Deus, por isso, tudo que precisamos fazer para sermos salvos é aceitá-lo. Mas para este evangelho ser pregado é preciso muito esforço e sacrifício. Pense nisso. Quando pessoas precisam trabalhar, servir e se sacrificar para pregar este evangelho e semeá-lo no coração de todos?
Nós recentemente plantamos uma igreja em Busan, a segunda maior cidade da Coreia. E através desta igreja, o evangelho do Senhor será pregado nesta cidade e as pessoas que vivem ali receberão a remissão dos seus pecados. Uma pessoa já visitou nossa igreja e começou a participar dos cultos. E embora esta alma ainda não tenha recebido a completa remissão dos seus pecados, eu tenho certeza que muitas outras serão salvas em nossa igreja em Busan. Só que para plantar esta simples semente do evangelho em Busan, nós precisamos de muitos recursos financeiros e de tantas horas de trabalho árduo dos nossos obreiros que eu nem sei dizer. E todo este esforço foi para plantarmos uma igreja em nosso próprio país, e não no exterior. Para pregarmos o evangelho nesta cidade tão próxima a nós foi preciso tantos recursos financeiros e trabalho duro dos nossos irmãos que todos nós tivemos que nos unir para este desafio.
Quando eu comecei a pregar o evangelho da água e do Espírito, eu me esforcei muito para encontrar a maneira correta de pregar este verdadeiro evangelho. Eu vivia me perguntando: “Como eu devo pregar este evangelho para que todos recebam a remissão dos seus pecados? Todos precisar ter a chance de ouvir este evangelho, mas como? Como eu posso fazer com que isso aconteça em todo o mundo? O que eu preciso fazer para pregar este a todos ao meu redor e distante também?” Naquela época eu queria ter um ônibus, não muito grande, mas com espaço para 25 passageiros. Minha ideia era transformar o ônibus numa livraria móvel para expor nele nossos livros e servir algo para beber para atrair as pessoas. Eu sonhava com o dia em que todos que buscavam a verdade entrariam nesta livraria e encontrariam o verdadeiro evangelho através dos nossos livros. E o meu desejo mais sincero era doar estes livros a todos interessados no Cristianismo e tirar as dúvidas que todos os visitantes tivessem sobre o evangelho e teologia, a fim de que eles tivessem a chance de conhecer o verdadeiro evangelho. Só que Deus não me deu este ônibus. Mas ele me deu estes membros que estão fielmente distribuindo nossos livros do evangelho em todo o mundo.
E há de fato muito trabalho a fazer. E seja como for, com uma livraria móvel ou não, não podemos alcançar somente os que estão ao nosso redor, mas as pessoas em todo o mundo, e pregar o evangelho da água e do Espírito para elas. E há uma coisa que todos não podemos esquecer: que devemos fazer esta obra fielmente, cada um de nós tem que obedecer a Deus 100 por cento, assim como temos que estar unidos 100 por cento a ele com nossa fé também. O que precisamos é de pessoas com fé que digam: “Eu farei qualquer coisa por este evangelho. Assim como Sara fez tudo por seu marido Abraão, eu também farei tudo pelo Senhor. Onde quer que eu vá e o que quer eu faça, eu farei tudo pelo evangelho e para pregá-lo.” Uma fé como esta e crentes assim são indispensáveis para a pregação do evangelho.
  
 
É um Grande Pecado Deixar a Ganância Nos Cegar
 
Cobiçar as coisas de alguém não é um pecado simples, pois a ganância pode nos cegar. Este é um pecado muito sério e quem o cometeu na Bíblia se chamava Acã. Você sabe quem foi Acã? Acã foi o responsável pela morte de inúmeros israelitas quando eles entraram na terra de Canaã. Depois que o povo de Israel atacou e conquistou Jericó, o Senhor Deus mandou trazer todo tesouro da cidade e guardá-lo num lugar específico. Mas Acã pegou parte do tesouro para si e o escondeu debaixo da sua tenda. E por causa deste pecado que Acã cometeu ao permitir que a ganância lhe cegasse, a ira de Deus se ascendeu e muitos israelitas morreram quando atacaram a pequena cidade de Ai, não podendo assim conquistá-la.
Então, todos nós precisamos entender que é um grande pecado dar lugar à ganância. E algo que deve estar bem claro para nós aqui é que viver para nós mesmos ao invés de vivermos para o Senhor é um grande pecado. Até o homicídio, na verdade, não se compara a este pecado. É um pecado muito mais sério e terrível perder ou destruir uma simples alma do que assassinar muitas pessoas. Todos nós não podemos esquecer que seguir apenas nossa ganância carnal ao invés de pregar o evangelho do Senhor é o mesmo que cometer o pecado de enviar para o inferno muitas almas que poderiam ir para o céu.
É um grande erro um nascido de novo trabalhar só para sua igreja. Isso significa que é errado dar prioridade às necessidades da igreja e não servir ao Senhor e pregar o evangelho. Se você tem condições de ajudar financeiramente o ministério do evangelho, não faça isso pensando apenas na sua igreja; ao contrário, faça isso para apoiar a pregação do evangelho. Esta deve ser a atitude de todos os justos que confiam no Senhor e o seguem de todo o coração.
No entanto, eu creio que nosso coração só nos leva a tomar essa atitude quando estamos 100 por cento ligados ao Senhor. Só poderemos fazer a obra que o Senhor nos confiou quando nosso coração estiver totalmente ligado à Igreja de Deus. Se nosso coração não estiver unido, a ganância poderá dominar nosso coração e nos deixar obcecados pelas cosias materiais. Se quisermos ter apenas prosperidade, isso será o fim do nosso ministério da pregação do evangelho. E se nosso ministério da pregação do evangelho não estiver bem, isso é porque ainda não temos a fé correta e ela não está 100 por cento ligada ao Senhor. E é por isso também que muitas almas a nosso redor, em nossa nação e no mundo todo ainda não foram salvas. Muitas almas estão indo para o inferno porque nosso coração ainda não está 100 por cento ligado ao Senhor.
 
 
Nós Obedecemos ao Senhor
 
O sucesso do nosso ministério do evangelho depende de estarmos totalmente ligados ao Senhor. Um bom exemplo disso é o trabalho recente do nosso ministério no nordeste da China. Nós temos pregado bastante o evangelho lá, e graças ao nosso esforço, muitas almas na China têm sido salvas. E isso está acontecendo porque temos ofertado nossos bens materiais sem hesitar para a pregação do evangelho. Melhor dizendo, o evangelho do Senhor tem sido pregado com sucesso na China porque todos nós temos sido totalmente obedientes como o Senhor nos mandou e trabalhado duro.
Hoje estamos pregando o evangelho em todo o mundo porque não estamos presos à prosperidade material. E também sabemos muito bem que isso só está acontecendo porque nosso coração está ligado ao Senhor. Assim como Sara, esposa de Abraão, foi totalmente submissa ao seu marido, nós também estamos nos submetemos ao Senhor e estamos inteiramente ligados a ele. E é por isso que temos pregado o evangelho do Senhor até hoje. Sara não buscou seus próprios interesses, mas os interesses do seu marido. E eu tenho certeza que estamos pregando o evangelho até hoje porque temos buscado os interesses do Senhor, e não o nosso.
Nós temos visto Deus levantando muitos obreiros e salvando muitas almas ao longo do nosso ministério, mas só alcançamos todas estas coisas maravilhosas porque temos obedecido ao Senhor e nosso coração está ligado a ele. Não estaríamos sentados aqui se não tivéssemos feito isso. Afinal de contas, se não obedecermos ao Senhor e nosso coração não estiver ligado a ele, nenhum de nós teria recebido a verdadeira salvação. Os que fazem parte da obra de pregar o evangelho do Senhor não pensam em gastar nada com eles. E mesmo se tivéssemos bilhões de dólares, sem dúvida alguma gastaríamos tudo para alcançar nosso justo propósito – ou seja, para salvar almas no mundo inteiro.
Eu tenho mesmo gastado muito dinheiro no ministério do evangelho, e vou continuar fazendo isso no futuro. A primeira coisa que eu faço com todos os recursos financeiros que entram na igreja é preparar um plano e orar a Deus para que ele me mostre o que fazer. Eu fico imaginando várias maneiras de apresentar o evangelho a todos neste mundo, onde plantar novas igreja e como abrir uma livraria cristã, se ela deve ser móvel ou não, quando devemos fazer cultos de avivamento, e como podemos publicar nossos livros de uma maneira mais eficiente e eficaz. Eu sempre penso muito em como posso preparar um plano para pregar o evangelho de várias formas. É claro que nem todos os nossos planos são postos em prática da noite para o dia, mas eu tenho certeza que um dia faremos isso. Não há nada que eu não possa fazer quando tomo uma firme decisão. Como eu disse antes, eu pensei em ter uma livraria móvel depois que recebi a remissão dos meus pecados. E apesar de não ter feito isso ainda, eu estou certo que um dia farei. Eu peço a vocês que unam seu coração ao meu e orem por este propósito.
Nosso Senhor quer que todos nós preguemos o evangelho. Então eu peço a vocês que o obedeçam. É através daqueles que se submetem 100 por cento ao Senhor e se unem totalmente a ele que Deus anuncia seu evangelho na terra. E é através destes servos fiéis que ele cumprirá sua vontade. Lembrem-se que o Senhor realiza sua obra através daqueles que estão 100 por cento ligados ao seu Mestre, como a esposa de Abraão, Sara.
 
 
É Preciso Muita Coisa para Pregar o Evangelho
 
Você imagina quantas coisas precisamos para a obra de pregação do evangelho? A obra do evangelho de fato requer recursos financeiros ilimitados, inúmeros obreiros e total obediência, esforço e dedicação destes obreiros. É algo muito custoso realmente.
Quem se levantará então para ajudar nesta difícil missão de pregar este precioso evangelho? Eu vou perguntar de outra forma: onde podemos encontrar pessoas que queiram ser como Sara, esposa de Abraão? Estas pessoas estão mais próximas do que imaginamos. Na verdade elas estão aqui. Estas pessoas são justamente eu e você. E é aqui em nossa igreja que Deus está procurando pessoas assim. Em outras palavras, Deus está procurando aqueles que dentre nós têm seu coração 100 por cento unido a ele, que servem a ele fielmente como seu Mestre, que estão dispostas a abrir mão da sua própria vida para viver a vida de Deus e nela cumprir seu propósito, e que assim se tornam um só coração com ele. É justamente a estas pessoas que Deus confia sua obra celestial, a obra de pregar o evangelho, e cumpre a vontade do Senhor.
Amados irmãos, todos nós temos que ser estas pessoas que buscam a Deus. Todos nós temos que ser aprovados por ele para que possamos pregar o evangelho em todo o mundo. Mas é claro que esta obra de proclamar o evangelho exige muito de nós e requer muito sacrifício. Ela também demanda muitos recursos financeiros, e é por isso que estamos sempre orando ao Senhor para que ele provenha estes recursos, pois eles são essenciais para a pregação do evangelho. Que vergonha seria se eu tudo que eu pedisse ao Senhor fosse para ter prosperidade material! Mas não é para isso que eu oro ao Senhor por recursos financeiros. Eu oro por isso porque quero servir ao evangelho do Senhor, a fim de que eu possa pregar este evangelho da melhor maneira possível. É por isso que quem pede ao Senhor recursos financeiros para servir a ele é um homem feliz. Aqueles que usam seus bens materiais para servir ao Senhor, e não a si mesmos, são pessoas felizes. Todo aquele que oferece o que tem de mais valioso a Deus é muito feliz. Em suma, as pessoas mais felizes são aquelas dentre nós que dedicam todo o seu coração, seu esforço e tudo que têm ao Senhor. Então eu peço a vocês que nunca se esqueçam que as pessoas mais felizes são as que vivem para o Senhor e para pregar seu evangelho.
Meu mais sincero desejo e minha oração é que todos nós sejamos justos e nosso coração esteja 100 por cento ligado ao Senhor, como Sara era com seu marido Abraão. Por acaso a obra do Senhor é diferente dos nossos negócios e deve estar separada deles? Não, pois temos que cuidar da obra do Senhor como se fosse nosso sócio em tudo. Temos que trabalhar para o Senhor, seja no que for. Isso quer dizer que o Senhor deve ser nosso sócio em tudo que fizermos. Se Deus quiser que você pregue o evangelho, você tem que pregar o evangelho então. Eu estou decidido a pregar o evangelho onde quer que o Senhor quiser que eu o pregue, seja em empresas e escolas, hospitais, presídios e seminários teológicos. Na verdade, nós estamos planejando fazer uma visita a um seminário teológico para apresentar nossos livros do evangelho e pregar para eles. Muitos ainda não foram salvos porque as pessoas ainda não conheceram o evangelho do Senhor. No entanto, quando eles conhecerem o poder deste evangelho, todos eles crerão nele e serão salvos. Portanto, precisamos ter como objetivo da nossa vida a pregação do evangelho e viver a partir de agora para cumprir este objetivo.
Temos que servir ao Senhor todos os dias não somente na nossa casa, mas também no trabalho e na escola. O Senhor é um membro invisível da nossa família que compartilha o pão conosco. Então eu peço a vocês que planejem tudo em sua vida tendo-o como seu sócio, a fim de que em tudo em sua vida vocês proclamem seu evangelho. Se forem sócios do Senhor, vocês serão bem sucedidos em tudo que fizerem. E vocês serão muito abençoados também se permanecerem com ele.
Mas o que acontece quando alguém pensa que seu trabalho não tem nada a ver com a obra do Senhor? Ele terá muitas dificuldades em sua vida. Tudo que ele fizer não dará certo, seja o que for. A esposa de Abraão obedeceu ao seu marido em tudo e o considerava seu senhor. Por isso o bom Deus sempre a protegeu. Quando lemos Gênesis capítulo 12, vemos que Deus protegeu a esposa de Abraão de farão e a fez voltar em segurança para o seu marido. Portanto, eu peço a todos vocês que entendam que Deus é justo e abençoa os que o seguem totalmente.
 
 
Tenha Deus como Seu Sócio em Tudo que Vocês Fizerem
 
Amados irmãos, tudo que vocês fizerem, façam com o Senhor. E o que quer que vocês fizerem, tenham como alvo da sua vida a pregação do evangelho do Senhor. Só assim vocês serão abençoados por Deus. Vocês podem estar se perguntando o que seu trabalho e suas finanças têm a ver com a obra do Senhor. E saibam que tudo isso é muito importante para ele. Já que foram salvos pelo Senhor, vocês agora têm que viver para pregar o evangelho. E o evangelho só será pregado se vocês prosperarem. Sua prosperidade então é algo fundamental. Mas a única maneira de prosperar é fazer tudo tendo Deus como sócio. Quer comamos ou bebemos, temos que fazer tudo para o Senhor. É para o Senhor que respiramos. Alguns estudantes aqui podem até pensar: “Que diferença faz para o Senhor se eu sou um bom aluno ou não? Isso não tem nada a ver com ele.” Só que tem sim. Tudo que fazemos tem a ver com o Senhor. E isso diz respeito a todos nós, sejamos estudantes ou adultos. Em suma, todos nós temos que viver para o Senhor o tempo todo e a cada segundo dos nossos dias.
Você sabe quem são os cristãos mais tolos? Os que se recusam a se sócios do Senhor. Estes fracassarão em tudo que dizerem e no fim acabarão com o bolso vazio, pois o Senhor tirará tudo de bom que deu a eles. E o mesmo pode acontecer com nossos pastores. Se um pastor não tiver o Senhor como sócio, sua igreja não crescerá. Ela pode até ir bem no início, mas no futuro ela não perderá seus membros e nem conseguirá cuidar dos que sobrarem. No entanto, se esta igreja convidar o Senhor para ser seu sócio e doar a Deus seus recursos financeiros para que o verdadeiro evangelho seja pregado, ela irá prosperar muito. O Senhor abençoará tanto esta igreja que mesmo depois de dar tanto a ele, ela ainda será próspera. De um ponto de vista humano, ficamos maravilhados quando vemos o resultado disso. Mas só que isso é algo simples, amados irmãos, diante do muito que podemos receber. Não seremos abençoados se vivermos para nós mesmos, e sim quando tivermos o Senhor como nosso sócio e vivermos para fazer a sua vontade.
Eu tenho vivido segundo a vontade do Senhor – ou seja, toda a minha atenção está voltada para a pregação do seu evangelho. Mas não são apenas os pastores que devem viver assim, mas todos os justos devem ter como propósito de vida pregar o evangelho. Isso quer dizer que todos os irmãos aqui também devem ter a pregação do evangelho como propósito de vida. Tudo que fizermos então deve estar em conformidade com a pregação do evangelho seja o nosso modo de pensar, de agir, de trabalhar e até de dirigir nossos negócios.
O apóstolo Paulo disse: “Quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus 1 Coríntios 10:31” (1 Coríntios 10:31). Você entende o que que dizer esse texto? Como os outros discípulos de Jesus, o apóstolo Paulo dedicou toda a sua vida à pregação do evangelho. E foi assim também que todos os santos da Igreja Primitiva viveram. E como hoje nós somos os justos, se amarmos realmente o Senhor e quisermos segui-lo, temos que viver como nossos pais na fé. Os justos nasceram de novo graças ao Senhor, e por isso o trairão se não viverem para ele.
Deus quer realizar sua obra através de nós. Então, nada mais natural do que ele confiar cada vez mais sua obra. O Senhor que nos entreguemos muito mais a ele em prol do evangelho. Vamos nos entregar mais ao Senhor então! O Senhor dará muitas bênçãos e fará com que deem muitos frutos aqueles que vivem para pregar o evangelho e cujo coração está 100 por cento unido a ele. Se viver com o objetivo de pregar o evangelho do Senhor, nós sempre seremos felizes ao seu lado.
Só quando os nascidos de novo se unirem ao Senhor é que eles poderão ser felizes em sua vida e abençoados por ele. Por isso que eu aconselho a vocês a unir seu coração com o Senhor de livre e espontânea vontade; e eu também digo isso a mim mesmo. Nós só poderemos ser prósperos quando estivemos unidos com o Senhor. E se não fizermos isso, no fim seremos destruídos. Teremos sorte se mal tivermos nossas necessidades supridas. E não pensem que estou amaldiçoando vocês, pois isso é um princípio inegável da fé.
No entanto, se vocês se unirem ao Senhor e viverem todo os dias com o propósito de pregar o evangelho do Senhor, além de receber tudo dele, vocês terão uma vida tão próspera que compartilharão com outros e ainda terão muito. Isso é algo que eu aprendi desde que conheci o Senhor. Pensem nisso. Se todos os irmãos reunidos aqui quiserem viver só para si mesmos, eles acabarão se tornando uns miseráveis. Mas o que acontecerá se eles unirem seu coração com o Senhor, oferecerem tudo que têm a ele, e viverem para ele mesmo não tendo muito, como a viúva de Marcos 12:42 que ofereceu apenas suas moedas a ele? Deus certamente abençoará muito mais todos os santos, os justos e os servos que agirem assim. Ele os glorificará ainda mais e lhes dará muito mais. Vocês creem nisso?
Eu nunca tive em mãos 100 mil dólares em dinheiro. Mas mesmo que fosse um trilhão, ainda assim não seria muito para mim. Eu ofereceria um trilhão ou um quatrilhão de dólares ao Senhor e ainda assim me sentiria como se não fosse o bastante. Para que todas as almas desde mundo recebessem a remissão de pecados, toda quantia seria pouca. Mesmo que eu ofertasse o mundo inteiro ao Senhor, ainda assim não seria o bastante. Mas, ao mesmo tempo, eu tenho fé que nosso Senhor proverá todos os recursos financeiros que precisamos para prosseguir com nosso ministério do evangelho.
Amados irmãos, é imprescindível vivermos com o propósito de pregar o evangelho do Senhor. Todos nós temos que viver assim, sem exceção, pois só assim teremos uma vida próspera e feliz e veremos todas as nossas preocupações desaparecer. Todos nós só poderemos ser felizes se unirmos nosso coração ao Senhor, nos submetermos a ele e pregarmos o evangelho segundo a sua vontade. Vocês creem assim também?
O que quer que vocês façam, quer comam ou bebam, façam tudo para a glória de Deus e para pregar o evangelho. O que é uma glória para Deus? Que todas as almas recebam a remissão de pecados. Então, como já a recebemos e nos tornamos justos, temos que pregar o evangelho a todas as tribos e nações do mundo inteiro para cumprir a glória de Deus. Todos nós reunidos aqui, jovens e adultos, homens e mulheres, leigos e irmãos do ministério, precisamos crer que este é nosso chamado.
Se fôssemos viver só para nós mesmos ou para a igreja, certamente acabaríamos sendo destruídos. Eu não tenho como expressar o quanto é importante viver para o Senhor. E eu oro a ele que nos dê prosperidade material porque eu quero gastar muito dinheiro na pregação do evangelho, fazendo o que ele quer que eu faça, mas não tenho este dinheiro. E independente de quanto dinheiro eu ganhe, eu vou usar tudo na obra do Senhor, como ele mesmo diz: “Mas ajuntai tesouros no céu” (Mateus 6:20). E eu peço a vocês que façam o mesmo. Tenha certeza que nenhum dos nossos pastores jamais desperdiçarão suas ofertas, mas as usarão na preciosa obra do Senhor.
Ultimamente temos tido tantas trabalhos para imprimir que estamos pensando em comprar uma nova impressora. E também precisamos de meios de transportes mais rápidos para enviar nossos livros ao mundo inteiro. Por isso eu estou até pensando em comprar um avião. Isso pode parecer loucura, mas tudo é possível se tivermos fé. Então eu tenho orado ao Senhor assim: “Senhor, eu estou disposto a fazer tudo para o evangelho. E meu desejo não é comprar somente uma nova impressora, mas um avião também, pois tudo isso será para pregar o seu evangelho. Se for pelo evangelho, eu oferecerei de bom grado minha vida a ti.”
Eu desejo que nosso Senhor nos responda e realize nossos sonhos. E creio de todo o meu coração que ele realmente nos responderá.