The New Life Mission

Sermões

Assunto 13: O Evangelho Segundo MATEUS

[Capítulo 26-5] (Mateus 26:17-29) Vamos Usar Tudo o que Temos para o Evangelho

( Mateus 26:17-29 )
“No primeiro dia da festa dos pães asmos, os discípulos se aproximaram de Jesus e lhe perguntaram: Onde queres que façamos os preparativos para comeres a páscoa? Respondeu-lhes ele: Ide à cidade ter com certo homem, e dizei-lhe: O Mestre diz: O meu tempo está próximo. Em tua casa celebrarei a páscoa com os meus discípulos. Os discípulos fizeram como Jesus lhes ordenara, e prepararam a páscoa. Chegada a tarde, assentou-se à mesa com os doze. Enquanto comiam, disse-lhes: Em verdade vos digo que um de vós me trairá. E eles, entristecendo-se muito, começaram um por um a perguntar-lhe: Por acaso sou eu, Senhor? Respondeu-lhes: O que mete comigo a mão no prato, esse me trairá. Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escrito. Mas ai daquele por quem o Filho do homem é traído! Melhor lhe fora se não tivesse nascido. Então, perguntou-lhe Judas, o que o traía: Por acaso sou eu, Rabi? Respondeu Jesus: Tu o disseste. Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, abençoando-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai, comei; isto é o meu corpo. Então ele tomou o cálice, e, tendo dado graças, deu-o aos discípulos, dizendo: Bebei dele todos. Isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão de pecados. E digo-vos que, desta hora em diante, não beberei deste fruto da vide, até àquele dia em que o beba de novo convosco no reino de meu Pai.’”
 
 
O Senhor fez a última Ceia antes da Páscoa. Quando o Senhor se preparou para a Última Ceia, Ele falou para os Seus discípulos irem à cidade procurar um certo homem e dizer-lhe que Ele e Seus discípulos passariam a Páscoa em sua casa. Os discípulos foram até a cidade e fizeram tudo o que Jesus lhes mandou fazer, e o homem obedientemente aceitou-os em sua casa. Então o Senhor pôde passar a Páscoa naquela casa com Seus discípulos.
Na passagem bíblica de hoje, vemos o Senhor e Seus doze discípulos fazendo a Última Ceia à noite. Existe uma obra-prima imortal chamada “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Se olharmos a pintura, a sala em que o Senhor fez a Última Ceia era mesmo muito espaçosa e havia uma longa mesa nela. Ela não era uma mesa comum que geralmente há na casa de uma família; ela era grande e longa na qual poderia se servir um banquete. Como Deus da Criação, nosso Senhor fez todas as coisas e Ele sabe de tudo. Então, o Senhor também sabia que havia um certo homem na cidade que tinha aquele tipo de mesa. Já que não havia nada que o Senhor não soubesse, Ele poderia dizer coisas absurdas sobre o que pensavam os Seus discípulos.
Olhando sob o ponto de vista humano, houve várias vezes em que o Senhor disse coisas absurdas. Um exemplo disso foi quando o Senhor mandou Seus discípulos entrarem na cidade e trazerem um jumentinho que estava preso lá. Isso não soa absurdo? Como alguém pode entrar em um lugar sem a permissão do dono, soltar um jovem jumento e levá-lo embora? Se olharmos isso sob o ponto de vista humano, já que isso foi um roubo, eles deveriam ser presos para pagar por seu ato e serem espancados também. No entanto, aos discípulos que estavam preocupados em ser presos, Jesus disse: “O Senhor necessita dele”. Isso era algo impossível de alguém dizer a não ser o Senhor.
Se alguém simplesmente repetisse essas palavras, ele poderia entrar em uma grande encrenca. É o bastante crermos que tudo isso só foi possível porque foi feito pelo Senhor. Ele é o único Senhor do universo e de tudo o que nele há, somente o Senhor poderia mandar alguém pegar algo que não lhe pertence para trazer a Ele. Quando a pessoa é pega no flagrante, ela pode dizer: “O Senhor necessita disso”, pois foi o Senhor que a enviou.
 
 
Jesus Falou Durante a Última Ceia
 
Na passagem biblica de hoje o mesmo cenário desvelou-se. O Senhor disse aos Seus discípulos: “Ide à cidade ter com certo homem, e dizei-lhe: O Mestre diz: O meu tempo está próximo. Em tua casa celebrarei a páscoa com os meus discípulos.” Os discípulos fizeram o que Jesus lhes ordenou e tudo aconteceu como Ele dissera. Isso foi algo que somente poderia ter sido feito por Jesus Cristo, o verdadeiro Deus que fez o universo e veio a esta terra em forma de homem. Assim os discípulos prepararam a mesa e toda a comida, segundo o que o Senhor lhes tinha dito. Dessa forma, eles vieram fazer a Última Ceia na cidade na casa de um certo homem. Isso foi na hora da janta.
Jesus reuniu os discípulos e disse-lhes: “Um de vocês Me trairá”. Ao ouvir isto, eles começaram a sussurrar preocupados, então todos perguntaram: “Sou eu?” O Senhor falou: “O que mete comigo a mão no prato, esse me trairá.” Eles pegaram um pedaço de pão, o partiram, mergulharam-no em um prato de leite ou vinho e o comeram. Quando Jesus pôs Sua mão no prato, um dos discípulos também pôs sua mão junto com Ele. Jesus continuou: “Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escrito. Mas ai daquele por quem o Filho do homem é traído! Melhor lhe fora se não tivesse nascido.” Os outros discípulos também perguntaram, mas quando Judas perguntou: “Por acaso sou eu, Rabi?” Jesus respondeu: “Tu o disseste.”
Isso não está bem óbvio? É claro que está. O Senhor sabia de tudo o que ia acontecer. Quando Judas, que iria trai-Lo em pouco tempo, perguntou: “Sou eu?”, o Senhor, que já sabia de tudo, respondeu: “Sim, você que disse isso”. Jesus disse claramente a Judas que Ele já sabia que ele O trairia, mas mesmo assim, Judas não mudou sua atitude. Provavelmente ele não percebeu que o Senhor já sabia que ele já tinha ido trai-Lo. Isso porque ele não cria que Jesus era Deus. E Judas teve o desejo de trair Jesus porque Satanás já tinha entrado em seu coração. Apesar de Jesus ter falado com Judas para que ele pudesse desistir do seu plano maligno, ele não disse nem desistiu de nada só pensando no dinheiro que ganharia por trair Jesus.
Judas nunca chamou Jesus de “Senhor”. Ele normalmente chamava Jesus de “Mestre”. Ele considerava Jesus somente como um homem maravilhoso. Como ele tinha mais interesse nas honras desse mundo, ele não podia crer na Palavra de Deus com um coração puro. Já que sua ganância era maior que sua fé em Jesus, foi muito fácil para Satanás usá-lo.
Na verdade, havia muitas pessoas que odiavam Jesus assim como aqueles que O seguiam, criam e dependiam dEle. Os que não gostavam dEle pensavam: “Um caipira vindo de Nazaré chega e o país todo é levado a segui-Lo”. “O que esse caipira fez para atrair tanta atenção?” Assim, os maiorais do governo de Israel, incluindo o sumo sacerdote e os escribas que criam em Jeová, realmente odiavam Jesus. Por outro lado, aqueles que eram pobres, desprezados, doentes e sofredores, e os viúvos criam e seguiam a Jesus, mas Judas viu que os ricos e poderosos que governavam o povo odiavam Jesus, e ele foi atrás da maioria que tinha honra, poder e autoridade humanas. Já que Judas seguia a Jesus, ele sabia que Jesus não era má pessoa. Mas os líderes religiosos que ele respeitava caluniaram a Jesus e estavam irritados pois não podiam matá-Lo, então Judas ficou do lado deles a fim que pudesse ser bem visto por eles. Judas sempre teve esse tipo de ganância em seu coração.
À noite, dois dias antes da festa da Páscoa, Jesus e Seus discípulos estavam comendo. Naquele dia, Jesus disse: “Um de vocês Me trairá” E Judas disse: “Sou eu?” Jesus respondeu: “Você que disse isso”. Embora ninguém mais soubesse, Judas e Jesus sabiam que Judas O trairia. As pessoas conhecem bem a si mesmas. Já que Judas decidiu trair Jesus, quando todos os outros perguntaram: “Sou eu?” Judas nem se importou e perguntou também. Mas como Jesus já sabia o que Judas faria, Ele disse: “Você que disse isso”. Mesmo assim, Judas não voltou atrás, mas traiu Jesus. Depois que Judas traiu Jesus, Ele foi à corte de Pilatos, morreu na cruz e voltou à vida no terceiro dia.
Quando Jesus morreu na cruz, se tornou evidente que Ele era o Filho de Deus quando os céus escureceram por três horas, e Judas percebeu pela primeira vez que tinha feito algo errado e se encheu de remorso. Mas já era tarde demais. Como está escrito, Jesus fez o último sacrifício acabando com todos os pecados através de Seu batismo e morte na cruz, e foi para o Pai. Mas a vida de Judas acabou amaldiçoada já que ele nunca deveria ter nascido, como disse Jesus: “Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escrito. Mas ai daquele por quem o Filho do homem é traído! Melhor lhe fora se não tivesse nascido” (Mateus 26:24).
 
 
Jesus Nos Salvou Oferecendo Seu Corpo e Sangue
 
Deus decidiu antes da fundação do mundo que Ele mesmo viria a esta terra e nos salvaria através de Seu corpo e sangue ao receber o batismo e morrer na cruz. Esse foi o plano que Deus tinha estabelecido. Então, na Última Ceia nosso Senhor abençoou os discípulos, partiu o pão, deu-o a eles e disse-lhes: “Tomai, comei; isto é o meu corpo.” Então tomou do cálice, deu graças e deu a eles também, dizendo: “Bebei dele todos. Isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão de pecados.” O Senhor deu Seu corpo e sangue a fim de libertar a nós e também a todos nesse mundo do pecado.
Se nos colocarmos no lugar de Jesus, até um certo ponto nós também poderíamos dar o nosso corpo. Eu acho que nós também até um certo ponto podemos sacrificar nosso corpo e trabalhar com mais afinco. É claro que o Senhor deu Seu corpo de uma maneira diferente da que podemos nos sacrificar fisicamente. O Senhor ter dado Seu corpo significa que Ele recebeu a transferência dos pecados de toda a humanidade ao receber o batismo de João Batista depois de vir a esta terra em forma de homem.
Mas nosso Senhor tomou o cálice e disse: “Bebei dele todos. Isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, que é derramado por muitos, para remissão de pecados.” O Senhor deu Seu sangue. O que é o sangue? Ele é vida. O Senhor deu Sua própria vida por nós. Se vocês e eu estivéssemos naquela posição, vocês derramariam seu próprio sangue e morreriam por alguém? Isso seria mesmo uma tarefa difícil. Como nosso Senhor era mesmo poderoso, Ele podia mostrar Seu amor incondicional por nós.
Nos dar Seu corpo e sangue é nos dar Sua própria vida. Já que o Senhor deu Seu corpo e sangue por nós dessa maneira, vocês e eu recebemos a salvação. O quanto esse amor é grande? Como nosso Senhor realmente deu Seu corpo e sangue por nós, nós recebemos a remissão de pecados e a salvação. Foi por causa de Seu grande amor que vocês e eu recebemos a salvação. Se o Senhor não tivesse feito isso, como nós poderíamos ter recebido a salvação? O Senhor veio a esta terra, entregou Seu corpo para ser batizado, foi pregado na cruz e morreu derramando todo o sangue do Seu coração sobre a terra, nos deu Seu corpo e sangue, e realmente apagou os pecados da humanidade ao ressuscitar no terceiro dia após a Sua morte. O Senhor cumpriu o evangelho da água e do Espírito ao entregar Seu corpo e Sua vida a nós. Nós recebemos a salvação por crer na verdade do evangelho da água e do Espírito. Se o Senhor não tivesse Se sacrificado, nós não poderíamos receber a salvação, poderíamos? Nós recebemos a salvação porque o Senhor Se sacrificou por nós dessa maneira.
 
 
Vamos Viver Pela Fé Enquanto Servimos ao Senhor
 
Eu penso nessas coisas quando sirvo ao Senhor: “O Senhor nos salvou ao nos dar Seu corpo e sangue por Sua graça. O Senhor nos salvou ao tirar todos os pecados que cometemos e cometeremos até o fim dos tempos. Ele nos fez receber a remissão dos pecados. Ele nos fez filhos de Deus. Ele nos permitiu ir com ousadia diante de Deus Pai”. Eu penso nessas coisas. E enquanto penso sobre a remissão de pecados e em Seu corpo e sangue que Ele nos deu, eu decidi fazer a obra de pregar o evangelho da água e do Espírito de Deus em todo o mundo.
Tem vezes em que é realmente difícil viver nessa terra. Quando lemos a passagem de Mateus 26:6-13, ela fala de uma mulher com um vaso de alabastro cheio de precioso bálsamo. O Senhor disse que o ato daquela mulher de derramar o bálsamo sobre Sua cabeça seria lembrado onde quer que o evangelho fosse pregado.
Vamos pensar por um momento sobre a parte de servir ao Senhor. Quando pensamos na tarefa de servir ao Senhor, como poderíamos não fazê-lo já que recebemos a remissão de pecados e a salvação de uma maneira tão clara assim? Tudo o que temos a fazer é começar uma outra obra para servirmos a Ele ainda mais. Então, quando acabarmos essa obra, temos que começar a fazer outra. E nós só podemos servir ao Senhor incessantemente assim porque a graça da remissão de pecados que Ele nos deu é a fonte do poder que nos leva a servi-Lo até o fim da nossa vida. Enquanto vivemos nessa terra, nós fazemos muitos sacrifícios e trabalhamos com todo afinco; e entre esses sacrifícios, eu acho que o melhor deles e o que mais vale a pena é trabalhar para o evangelho da água e do Espírito. Já que a tarefa que estamos fazendo para servir ao Senhor é a obra mais preciosa que existe, quanto mais nós trabalhamos para o evangelho, mais nós o valorizamos; e quanto mais ele vale a pena, mais nós queremos trabalhar para ele. É por isso que quando nós terminamos uma tarefa, nós queremos continuar trabalhando para o evangelho fazendo outra coisa, e de fato desejamos fazer muito isso. Essa é a alegria que temos em servir ao evangelho.
Eu também estou na mesma situação, mas se alguém trabalha só para si não há valor algum nisso, além de ser algo difícil e irritante. Uma pessoa que vive como um prisioneiro se preocupando com comida, vestimenta e abrigo, não pode fazer nada para resolver esse problema e sua vida não tem valor algum. Por outro lado, se alguém trabalha para o Senhor nós vemos que humanamente isso é até difícil para ele, mas ele tem alegria no coração, suas forças são renovadas, e ele se torna muito grato por isso. Eu espero que todos vocês trabalhem para o Senhor, já que receberam a remissão de pecados. Se vocês fizerem isso, vocês verão como o seu coração será fortalecido. Está escrito em Isaías: “Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças. Subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão” (Isaías 40:31). O Senhor disse que todos os que vivem para Ele têm suas forças renovadas. E Ele também disse que “os que esperam no Senhor renovarão as suas forças”. Isso significa que quem crê no evangelho da água e do Espírito, trabalha para o Senhor e vive para Ele, tem sempre as forças do seu coração renovadas.
Eu sinto que fui um pouco negligente ao cuidar da igreja em nosso país esse ano. É por isso que agora eu desejo cuidar das nossas igrejas com mais cuidado, servir ao Senhor com esse desejo renovado e anunciar o evangelho em muitos outros países. Essa é a obra que eu quero fazer. Já que o Senhor entregou o Seu corpo para nos dar uma nova vida, eu quero trabalhar para entregar meu corpo e meu coração ao Senhor, valorizando a vida que Ele me deu, sendo grato, e compartilhando essa vida com outras pessoas. Eu espero que vocês também vivam para pregar o evangelho da água e do Espírito que traz uma nova vida e salvação a toda alma perdida. Eu espero que você que nasceu de novo da água e do Espírito seja alguém que possa abençoar as outras pessoas.
Eu fico pensando no corpo e no sangue que nos foi dado pelo Senhor. Eu sou muito grato por fazer a obra do Senhor. Se fôssemos capazes somente de dar nossos corpos e sangue pelo Senhor assim como Ele o fez, eu acharia isso muito importante. Eu quero sugerir a vocês e a mim que vivamos dando nossas vidas por outras pessoas como o Senhor nos deu Seu corpo e sangue. No passado, eu não conseguia muito bem me dar por outras pessoas, mas eu tenho um desejo e uma esperança de que possamos dar nosso corpo e coração pelo evangelho, por outras pessoas e por todos nós, assim como o Senhor nos deu uma nova vida e a salvação ao se entregar por nós. Vocês também têm esse desejo?
Já que o Senhor acabou com todos os pecados do mundo inteiro, Ele nos permite ficar diante de Deus. Eu espero que vocês realmente tenham se tornado o justo que faz a obra da qual Deus se agrada. Eu espero que vocês e eu nos tornemos pessoas que fazem o bem para os outros. Pessoas que fazem o bem são lindas, por isso eu quero que vocês tenham o desejo de levar o evangelho da água e do Espírito, que é a coisa mais valiosa do mundo, para todas as pessoas nele. Eu creio que todos os que nasceram de novo da água e do Espírito gostariam de fazer isso pelo Senhor. Eu realmente quero fazer o mesmo pelo Senhor.
Nós também trabalhamos muito nos países estrangeiros e não somente nas igrejas do nosso país. Nós realmente fizemos muita obra lá fora. Mesmo assim, há ainda muitas pessoas que ainda não conhecem o evangelho da água e do Espírito. Por isso eu tenho o sincero desejo de pregar o evangelho da água e do Espírito às almas que ainda não nasceram de novo antes do meu último suspiro. Da posição que me foi dada, eu penso em como e o que eu tenho que fazer pelo bem do evangelho, e eu sempre tenho o desejo de fazê-lo. Já que todos vocês estão trabalhando fielmente cada um fazendo sua parte, eu também sou fiel na minha e dessa maneira o evangelho vem sendo pregado.
Nós temos que trabalhar mais do que temos trabalhado até agora. Assim como o Senhor veio a esta terra e deu Seu corpo e sangue por vocês e eu, seria bom se nós também déssemos a nós mesmos pelo evangelho e déssemos a todos essa benção. Eu quero proclamar o evangelho ao mundo todo. Eu quero pregar esse evangelho para todos aqueles que ainda não puderam recebê-lo. Eu quero sinceramente que o evangelho do Senhor seja ainda mais abunbante e mais expandido. Eu quero pregar o evangelho aos muitos que ainda não o receberam, eu quero dar meu corpo pela obra, e se for necessário, dar até a minha própria vida. Nós temos o desejo de servir ao Senhor de todo o nosso coração porque Ele nos deu a salvação necessária. Então eu quero estar diante do Senhor depois que fizer a Sua obra.
 
 
É Alegre o Viver Pela Pregação do Evangelho
 
No versículo 29 da passagem bíblica de hoje, disse Jesus: “E digo-vos que, desta hora em diante, não beberei deste fruto da vide, até àquele dia em que o beba de novo convosco no reino de meu Pai.” Eu também quero fazer isso. Se vocês pensarem agora sobre vinho, vocês estão loucos para beber uma taça dele? Vamos todos beber juntos com satisfação no Reino do Pai, ou seja, no Céu. Quando o Senhor disse: “Não beberei deste fruto da vide, até àquele dia em que o beba de novo convosco no reino de meu Pai”, isso significa que depois de ter bebido ali naquela hora, Ele não bebeu de novo enquanto estava na terra. Assim como Ele disse que não beberia mais vinho, Ele rejeitou o vinagre que Lhe foi oferecido quando estava pendurado na cruz.
Eu quero me guardar de buscar minha própria felicidade para cuidar das almas perdidas e dos que receberam a remissão de seus pecados até o dia em que estarei com o Senhor no Reino do Pai. Eu quero trabalhar ainda mais pelo evangelho e dar minha alma e coração pelo bem espiritual dos outros. E eu quero continuamente pregar o evangelho àqueles que ainda não ouviram sobre ele. Se nós trabalharmos pelo evangelho da água e do Espírito com todo nosso coração, o Senhor em breve virá. Quando Ele voltar, nós beberemos o vinho da alegria com Ele e o Pai em Seu Reino.
O que o vinho representa? O vinho representa alegria e vida. Se há vinho, o que mais há também? Também há comida. Em Apocalipse, está escrito que no Céu há um “Rio da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, em ambas as margens do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês” (Apocalipse 22:1-2). Tudo o que há nessa terra há no Céu. Tudo o que tem nessa terra e no mar tem também no Céu. Eu quero trabalhar para o evangelho da água e do Espírito e fazer a obra do Senhor até o dia em que desfrutarei dessas coisas. Há muita obra física, mental e espiritual para fazer; não importa em que área seja, se for pelo evangelho da água e do Espírito, eu quero me envolver completamente e trabalhar pelo evangelho. Vocês também têm esse desejo no coração?
Vocês crêem que o nosso Senhor nos redimiu de todos os nossos pecados ao nos dar Seu corpo e sangue? O corpo do Senhor significa que Ele tomou todos os seus e os meus pecados ao receber Seu batismo, e derramar Seu sangue na cruz significa que Jesus expiou todos os pecados que Ele tomou ao receber o castido por eles. Em outras palavras, Seu corpo e sangue se referem ao evangelho da água e do Espírito que salvou a vida que nós perdemos. O Senhor de todo o coração sujeitou a Sua vida para nos salvar. Por isso nós recebemos nova vida através da nossa fé no Senhor. E quando o Reino do Senhor chegar, vocês e eu viveremos com Ele para sempre. Até esse dia chegar, nós teremos o desejo de dar nossos corpos e sangue por outras pessoas assim como o Senhor deu Seu corpo e sangue por nós. Nós queremos dar às pessoas o caminho da vida, e queremos trabalhar para esse evangelho apresentando nosso corpo como sacrifício vivo e aceitável a Deus.
Não pense que você está se sacrificando e trabalhando muito pelo evangelho aqui na igreja. Ao invés disso, quando você pensar pela fé que tudo o está fazendo é pelo Senhor, não somente sua força será renovada, mas você também receberá novas bênçãos. E então muita alegria nascerá em seu coração. Quando você vive pelo evangelho da água e do Espírito e para proclamar a nova vida, o seu coração é renovado e você sempre recebe novas forças, mesmo que isso seja difícil fisicamente. Quando você vive assim, o seu estado de espírito melhora dia após dia.
Quem são os que vivem neste mundo pelos outros além dos que nasceram de novo e crêem no evangelho da água e do Espírito? Somente estes podem dar seus corpos por outras pessoas. Assim como nosso Senhor deu Seu corpo e sangue a nós, somente os que receberam a remissão de todos os seus pecados por crerem no evangelho da água e do Espírito podem dar e sacrificar seu próprio corpo e sangue pelo Senhor e por outras pessoas. Nós somos pessoas que estão ansiosos para dar mais, e vivemos fazendo isso a muitos. A bíblia diz: “O ímpio toma emprestado, e não paga, mas o justo se compadece e dá” (Salmo 37:21). Os ímpios são aqueles que pensam somente em si mesmos e fazem mal fazendo outros sofrerem, enquanto os justos crentes são aqueles que dão aos outros tudo o que podem. Os justos que nasceram de novo da água e do Espírito trabalham por outras pessoas e pensam sempre no que podem fazer por elas.
Se não houvesse justos no mundo, ele já teria sido destruído. Eu acho que Deus está preservando esse mundo porque Ele pôe Sua esperança nos crentes justos que sempre desejam fazer o bem aos outros. Resumindo, a obra que fazemos servindo as outras pessoas é um trabalho espiritual que resgata suas almas do inferno. Humanamente falando, não podemos ajudar os que são pobres, doentes e os oprimidos deste mundo. Se pudéssemos nós o faríamos, mas se ficarmos preocupados com isso, não poderemos fazer a obra mais preciosa de salvar almas. Então nós damos mesmo nosso dinheiro suado para a proclamação do evangelho e para a salvação das almas.
Jesus disse que o ato da mulher que derramou um precioso bálsamo sobre Sua cabeça seria comemorado onde quer o evangelho fosse pregado. Contudo, Seus discípulos não se importaram com o que ela fez e a importunaram, dizendo: “Por que este desperdício? Pois este precioso bálsamo poderia ter sido vendido por muito dinheiro e dado aos pobres”. Mas Jesus disse: “Sempre tereis convosco os pobres, mas a mim não haveis de ter sempre.” Assim como disse o Senhor, pouco depois dessa mulher ter derramado o precioso bálsamo sobre Sua cabeça, Ele foi pregado na cruz, morreu e ascendeu aos Céus depois de ter ressuscitado. As pessoas não puderam mais ver o corpo de Jesus.
O que Jesus disse sobre a mulher que derramou um precioso bálsamo sobre Sua cabeça foi que trabalhar pelo evangelho da água e do Espírito não é algo que sempre poderá ser feito, mas há um tempo certo para se fazê-lo. Esse mundo não durará por muito tempo. Quando o evangelho da água e do Espírito for proclamado ao mundo inteiro e todas as pessoas que irão receber a salvação conseguirem recebê-la, então o fim do mundo virá. Não importa se eles são ricos, pobres, doentes ou miseráveis, os que dentre essas pessoas aceitarem o genuíno evangelho irão para o Reino eterno de Deus e os que não o aceitarem irão para o fogo eterno. Então Jesus disse: “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eternal” (João 6:27).
Não devemos trabalhar por comida, roupas e casa enquanto vivemos nesse mundo. Ninguém pode deixar de fazer essa obra. Mas caso isso aconteça, eu espero que você volte a ter o desejo de fazer a obra novamente. Mesmo que você lave pratos na igreja, limpe o templo, pregue o evangelho, doe dinheiro, ou faça qualquer outra coisa, você tem que saber que tudo isso que você faz é para servir ao Senhor. Deste modo, você fará muito mais, receberá mais bênçãos, seu coração será renovado e você será fortalecido. Você pode fazer qualquer obra para o Senhor depois que recebe poder dEle, e mesmo que seja humanamente difícil, isso não será difícil para você. Você receberá o refrigério porque o Senhor derramará águas vivas no seu coração, e você se sentirá totalmente realizado.
Depois que realizar uma tarefa você vai querer fazer outra e continuará sendo renovado como a águia que estende suas asas e voa no céu. Portanto, eu espero que aqueles que foram salvos resolvam fazer a obra que for com alegria, pois eles estarão fazendo-a para o Senhor. Assim, sua fé crescerá naturalmente, vocês terão um lindo coração, desejarão servir mais ao Senhor, e serão prósperos tanto material quanto espiritualmente.
 
 
Vamos Ficar Diante do Senhor Após Fazer o Bem para as Outras Pessoas
 
Irmãos, eu fico vendo como o Senhor nos deu Seu corpo e Seu sangue e é por isso que eu não me exalto em minha justiça. Ao contrário, eu quero servir ao Senhor de uma maneira bem simples e calma.
Se houver algo que eu possa fazer por vocês, eu quero fazê-lo, e se ainda há pessoas que não receberam o evangelho da água e do Espírito, eu quero levá-las a ele. Eu acho que vocês também desejam a mesma coisa. Eu não estou certo? É isso que nós desejamos. Por falar nisso, o dia que nos foi prometido não está longe. Eu espero que você seja alguém que dê algo de bom às pessoas e ao Senhor enquanto estiver fazendo a obra do evangelho da água e do Espírito. Eu espero que todos vocês tenham essa fé e esse desejo em sua vida. Deste modo, Deus e o Espírito se agradarão e você receberá muitas bênçãos.
Eu sou muito grato a Deus. Eu sou profundamente grato ao Senhor porque Ele nos deu o evangelho da água e do Espírito e permitiu que trabalhássemos para Ele e em prol dos outros. Não nos restam muitos dias para pregar o evangelho da água e do Espírito. Não nos resta muito tempo, como diz a bíblia: “Todas as coisas são canseiras, mais do que ninguém o pode declarar” (Eclesiastes 1:8). Como é que vocês e eu poderemos trabalhar para o evangelho? Vocês e eu temos que trabalhar com sabedoria enquanto cultivamos e plantamos suas sementes. Eu quero ser um servo de Deus confiável e fiel.
Nós esperamos que os livros em húngaro e polonês sejam publicados depois de amanhã. Aí nós enviaremos 2.500 cópias à Rússia para que elas sejam impressas em quatro línguas do leste europeu. Mas se nossos colaboradores não fizerem um bom trabalho, nós enviaremos nossos obreiros da Coréia para fazer essa obra lá a fim de alcançarmos o mesmo sucesso que tivemos com a obra do Reverendo Kim e sua esposa nos Estados Unidos. Através desse ministério, nós pregaremos o evangelho para vários países do leste europeu. Assim como o Senhor nos deu Seu corpo, nós estamos trabalhando e pregando o evangelho sacrificando nosso corpo também. Assim como Ele nos deu a Sua vida, nós também estamos dando nossa vida a outras pessoas.
Nós começaremos a traduzir nosso terceiro livro para o inglês amanhã. E quando a tradução desse livro acabar, nós o publicaremos o mais rápido possível. E quando ele começar a ser distribuído, nós entraremos numa nova fase de proclamação do evangelho, e ele será pregado de uma maneira muito mais ampla do que já foi até hoje. E como pregamos o evangelho da água e do Espírito até hoje, através desse terceiro livro em inglês sobre o Espírito Santo, nós arrancaremos o joio que Satanás plantou e faremos com que surja uma nova obra para semear o evangelho.
Estes são os passos que estamos dando para pregar o evangelho da água e do Espírito. O primeiro passo é pregar o evangelho da água e do Espírito no mundo todo de várias formas, o segundo passo é publicar a série de crescimento espiritual para aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito. Com a série de crescimento espiritual, nós poderemos acabar com o joio da falsa doutrina que Satanás semeou no coração dos cristãos. Todo aquele que ler estes livros descobrirá que foi enganado por Satanás e que ainda tem pecado no coração, apesar de crer em Jesus. Muitas pessoas descobrirão nestes livros como é simples o evangelho da água e do Espírito, passarão a crer nele, e no fim, todos que quiserem crer neste evangelho crerão nele.
E já que eu creio que tudo isso acontecerá dentro e fora do nosso país, o trabalho que eu estou fazendo agora nem se parece com trabalho. Eu estou fazendo esse trabalho com todas nossas igrejas no nosso país. Os pastores se reúnem e têm encontros, e se precisam de alguma coisa, nós enviamos obreiros para as regiões que precisam ter uma igreja nossa. Ao fazermos isso, nós estamos pregando o evangelho da água e do Espírito o tempo todo. Mas é claro que, não importa o que façamos, isso é a obra de Deus. Enquanto trabalhamos para o evangelho, nós fazemos outras obras e doamos nosso corpo e nosso coração para ele como sempre fizemos.
Vocês que se acham incapazes mas querem entregar seu corpo ao Senhor, trabalhem juntos para o evangelho e ofereçam o que vocês tem de melhor às pessoas, pois eu creio que assim sua obra no evangelho crescerá muito. Sejam todos bem-vindos. Se nós que nascemos de novo nos unirmos para pregar o evangelho da água e do Espírito e trabalhar para ele, eu tenho certeza que nós faremos grandes obras.
Irmãos, eu realmente sou muito grato a Deus. Minha saúde não esteve boa por algum tempo, mas eu pude acabar meu trabalho porque Deus renovou minhas forças. É por isso que eu estou muito feliz. Eu entregarei todo o meu corpo ao Senhor quando Ele voltar. O Senhor disse: “Em verdade, em verdade vos digo que se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica só. Mas se morrer, produz muito fruto” (João 12:24). E não somente eu, mas todos nós devemos fazer o bem às pessoas nos sacrificando antes de encontrarmos o Senhor. E eu creio que o Senhor nos ajudará a fazer isso.

Ele disse: “Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (Atos 20:35). Eu espero que Deus faça com que vocês não dêem pouco, mas sim que vocês dêem muito. Aleluia!