The New Life Mission

Sermões

Assunto 18: GÊNESIS

[Capítulo 15-1] (Gênesis 15:1) Ame Mais a Deus do que o Mundo

( Gênesis 15:1 )
“Depois destas coisas veio a palavra do SENHOR a Abrão em visão, dizendo: ‘Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão.’”
 
 
Quem Devemos Amar Mais, Deus ou Este Mundo?
 
O livro de Gênesis capítulo 6 relata que os filhos de Deus se encantaram com a beleza das filhas dos homens e as tomaram como esposas. E fácil e ao mesmo tempo difícil viver pela fé neste mundo. Por isso que às vezes temos que comparar o homem com Deus para vermos quem devemos amar mais. Se virmos que não temos mais pecado porque recebemos a remissão dos nossos pecados e nos conformarmos com isso, nossa vida espiritual logo não terá sentido algum e será igual à fé dos religiosos deste mundo. E isso o que acontece quando confiamos no fato de não termos mais pecado e não nos preocupamos com mais nada. Mas os que conhecem a justiça de Deus realmente e dão valor a ela podem levar uma verdadeira vida espiritual na presença de Deus.
As pessoas geralmente dizem que ninguém pode escapar do poder da natureza. E nós que recebemos a remissão de pecados em nosso coração através da justiça de Deus crendo no evangelho da água e do Espírito do Senhor somos todos iguais. O mundo será o mesmo para nós enquanto vivermos aqui, apesar de termos recebido a remissão de pecados crendo de coração na justiça de Deus. No entanto, apesar de vivermos neste mundo, não devemos ficar tão fascinados com ele. O que é a verdadeira vida de fé? E como podemos viver esta fé? A Bíblia nos traz muitos questionamentos sobre este assunto.
Você conhece mesmo a justiça de Deus e crê nela? Eu estou certo que sim. Vamos meditar nisso então. Como podemos viver pela fé num mundo tão pecaminoso depois que cremos na justiça de Deus? Satanás não deixará em paz aqueles que vivem pela fé e creem na justiça de Deus. Por isso que estamos sujeitos às tentações do diabo o tempo todo. E erramos ao pensar que só poderemos exaltar a justiça de Deus se nos afastarmos deste mundo.
Temos que discernir bem quem são aqueles que amam a Deus e os que amam o mundo. Alguns conhecem a justiça de Deus através do evangelho da água e do Espírito, e outros só querem saciar seus desejos e sua ganância neste mundo, embora ao mesmo tempo digam que amam a justiça de Deus e creem nela. Deus não habita naqueles que ainda têm pecados. Ele só habita naqueles que se separaram do pecado crendo no evangelho da água e do Espírito. Quem devemos seguir então ao longo da nossa vida espiritual, Deus ou o mundo? Nós que fomos salvos dos nossos pecados pela fé na justiça de Deus temos que viver para ela ao longo da nossa vida.
No entanto, muitas agimos como se o mundo fosse mais importante para nós do que a justiça de Deus. Este é o ponto crucial que diferencia a verdadeira fé na justiça de Deus e a fé que não crê nela. É impossível crer na justiça de Deus e ao mesmo tempo amar as coisas deste mundo. Isso não é viver para glorificar a Deus. Para ser bem sincero, alguém que possui uma fé assim nunca conhecerá a justiça de Deus. Esse tipo de gente fiz que crê em Jesus e recebeu a salvação, mas na verdade não crê na justiça de Deus e não quer negar seus pensamentos carnais, apesar de dizer o contrário, que creem na justiça de Deus e levam uma vida espiritual.
 
 
É Algo Normal que os Nascidos de Novo Amem a Deus e Sigam Mais a Sua Justiça do que a Este Mundo
 
A verdade é que nós que cremos na justiça de Deus também amamos este mundo. E de vez em quando seguimos o mundo, apesar de crermos que nos salvou de uma vez por todas através da sua justiça e se tornou nosso eterno Pastor. Mas não podemos ter uma vida feliz se não for pela justiça de Deus. E por sermos humanos, também não podemos desprezar as coisas materiais.
A questão é a seguinte então: o que mais nos agrada enquanto levamos uma vida espiritual na presença de Deus? Obviamente não podemos amar este mundo e Deus ao mesmo tempo. Por exemplo, quando um homem encontra duas mulheres bonitas, ele não dizer que gosta das duas. Ele pode até dizer isso na frente delas para não decepcioná-las. Mas a verdade é que ele gosta mais de uma do que da outra. Na nossa vida espiritual é assim também: não podemos amar a Deus e o mundo ao mesmo tempo. E nós sempre estaremos inclinados a um destes dois enquanto vivermos neste mundo. Amados irmãos, nunca se esqueçam disso: se amarmos este mundo 0.1% mais do que a Deus, não levaremos uma vida espiritual correta.
Então, enquanto levarmos uma vida espiritual, não devemos desejar mais o mundo do que a Deus. Eu sei que podemos amar o mundo enquanto estivermos levando uma vida espiritual, mas Deus não ama alguém assim. Será que podemos seguir o Senhor de modo correto se amarmos o mundo? Claro que não. Melhor dizendo, se fizermos isso seremos apóstatas.
Deus nos diz que amar o mundo e a ele ao mesmo tempo é ter uma fé errada. O Espírito que habita em nosso coração vai ficar muito incomodado se amarmos a Deus e o mundo ao mesmo tempo. O que então devemos fazer para levarmos uma vida espiritual correta? Temos que honrar e amar a Deus e a sua justiça mais que tudo, pois é muito melhor amar a Deus do que o mundo. Está é a fé íntegra e correta. Nós somos amados e aprovados por Deus quando levamos uma vida espiritual como esta. E assim também poderemos receber suas bênçãos e sempre levar uma vida espiritual muito confortável.
No entanto, se nosso coração não for assim, isso será um grande problema. Por isso que devemos examinar a fundo nosso coração. Já que o homem ainda é revestido de carne, podemos amar o mundo e tudo que nele há. Porém o mais importante é que por mais que amemos o mundo, não devemos de modo algum amá-lo mais do que a Deus. Devemos levar uma vida espiritual tendo a compreensão de como Deus deve ser honrado e amado. E ter uma atitude como esta é algo imprescindível para todos nós que cremos no evangelho da água e do Espírito.
 
 
Se Você Amar Alguma Coisa Mais do que a Deus, Isso Será Idolatria
 
O ser humano gosta de muitas coisas. Alguns gostam muito das pessoas do sexo oposto, enquanto outros não se interessam por isso e só amam as coisas materiais. Outros ainda amam mais a bebida do que tudo que citei acima. Todas as pessoas gostam de coisas diferentes.
Mas se você amar qualquer destas coisas mais do que a Deus, você nunca será seu filho. Se alguém que foi salvo por Deus amar qualquer outra coisa neste mundo além dele, ele está adorando um ídolo. Quando alguém ama as coisas do mundo ou alguém do sexo oposto mais do que a Deus, ele na verdade está adorando um ídolo. As pessoas adoram várias coisas dependendo da sua personalidade, mas de modo algum devem amar mais a isso do que a Deus.
Por isso, você deve olhar bem dentro do seu coração para ver ele está inclinado a gostar das coisas do mundo. Você tem que considerar tudo e ver se há algo que valha mais a pena adorar do que a Deus. Mas você deve pensar nisso de modo objetivo, e não subjetivamente, para chegar à conclusão se as coisas do mundo são melhores que Deus. Se não pensar bem sobre isso, você não conseguirá entender a si mesmo. Portanto, você tem que olhar para si mesmo de modo bem objetivo de acordo com a luz de Deus para entender a si mesmo corretamente. E quando você meditar bastante sobre esta comparação, ou seja, entre as coisas do mundo e Deus, você chegará à conclusão de que não há nada neste mundo que valha mais a pena do que amar a Deus e a sua justiça. Eu quero que você saiba que se você amar outra coisa além de Deus, isso é porque sua forma de pensar é pequena e limitada.
Amados irmãos, a Bíblia diz: “Guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Provérbios 4:23). Isso quer dizer que é difícil voltar quando nosso coração está no mundo. É fácil nosso coração estar no mundo, mas muito difícil voltar. Quando nosso coração está no mundo, é difícil ele voltar ao que era antes. Para ser bem direto, não há nada neste mundo que valha mais a pena amar do que a Deus, mas às vezes nosso coração se deixa levar pelo mundo e nele fica perdido. O maior problema é que muitas pessoas vivem sem saber que estão erradas.
 
 
Só Aqueles que Destroem Conselhos e Toda Altivez e Creem na Justiça de Deus é que Podem Viver pela Fé
 
A Bíblia diz que aqueles que destroem conselhos e toda altivez (2 Coríntios 10:5) e nasceram de novo crendo no evangelho da água e do Espírito devem amar a Deus de todo o coração. Isso é o certo a fazer, e não há razão alguma para não fazermos isso. O conselho das pessoas é baseado na lógica humana, mas Deus simplesmente nos diz nas Escrituras: “Não terás outros deuses diante de mim” (Êxodo 20:3). Deus nos diz que devemos amar somente a ele e que esta é a atitude mais sábia que devemos tomar. Ele também nos diz que isso é o certo a fazer. E ele nos diz isso de uma maneira bem direta. Ele nos diz que se fomos salvos de todos os nossos pecados pela sua graça, o certo é o amarmos, segui-lo e adorá-lo. É assim que Deus fala conosco, de uma forma simples e direta. Amados irmãos, eu creio que a Palavra do Senhor é a verdade absoluta.
Às vezes seguimos este mundo sem nem mesmo perceber. E isso não é algo estranho para nós, e sim muito normal, porque ainda somos muito dominados pela nossa carne, pois ainda temos um corpo carnal. Mas nós que nascemos de novo também vivemos sob o domínio do Espírito Santo. A quem devemos seguir então? Só há uma resposta certa para esta pergunta: “O desejo de amar o Senhor deve ser maior do que o desejo de amar o mundo. Não devemos amar o mundo. Pelo contrário, devemos amar a Deus”. As pessoas deste mundo têm muitos argumentos, não gostam de ser contrariadas e são cheias de desculpas, mas independentemente do que as creem ou pensam, o que devemos fazer é amar a Deus, e não o mundo. E não temos condições de perguntar a ele: “Por que devemos fazer isso?” Nós não temos o direito de questionar a Deus, pois isso por si só já seria um pecado. Amados irmãos, não se esqueçam de uma coisa: não há nada bom no mundo para que o escolhemos, e não a Deus. Mas o problema é que podemos amar mais o mundo do que a Deus, apesar de sabermos que isso não é bom para nós, pois somos seres imperfeitos.
Todos nós somos seres tolos e fracos, inclusive os pastores famosos de todas as igrejas do mundo. E o que vai determinar se levaremos uma vida espiritual ou não é se destruiremos conselhos ou toda altivez que se levantam contra Deus e amaremos somente a ele. Se você amar mais o mundo do que a Deus ou amá-los da mesma maneira, você não é alguém que quer levar uma verdadeira vida espiritual. Alguém pode dizer: “Eu não o mundo mais do que ao Senhor. E eu também não amo o mundo como amo a Deus, assim como não o amo mais do que a Deus. Eu amo o mundo do mesmo modo que amo a Deus. Então eu sou alguém que crê no Senhor e leva uma vida espiritual correta”. Mas o que Deus diz sobre alguém assim? Ele diz claramente que alguém que o amo do mesmo modo que ama o mundo não pode levar uma vida espiritual correta. Ele disse que ninguém pode amar duas coisas ao mesmo tempo, pois sempre amará mais a um do que a outro.
Amados irmãos, não podemos mesmo amar duas coisas ao mesmo tempo. Quando encontramos duas pessoas, certamente amaremos mais a uma do que a outra. E se amarmos as duas do mesmo modo, com certeza haverá diferença no tamanho e qualidade do amor que temos por cada uma delas em nosso coração. Isso acontece conosco porque somos seres humanos, e não Deus. Nos enganamos se achamos que podemos levar uma vida de fé correta na presença de Deus amando-o do mesma maneira que amamos o mundo. Amar o mundo do mesmo modo que ama a Deus não é amá-lo ou muito menos honrá-lo.
O que devemos fazer então? A resposta é muito simples. Devemos destruir conselhos e toda altivez, rejeitar nossa vaidade e ganância, e amar somente a Deus. Temos que lutar contra as coisas do mundo e amar a Deus mais do que a ele. Esta é a fé legítima e a verdadeira vida espiritual dos santos.
 
 
Temos que Tirar a Sujeira que Há em Nós e Amar a Deus e a Sua Justiça Mais do que ao Mundo
 
Primeiro temos que deixar nossa ganância carnal para levarmos uma vida de fé correta na presença de Deus. Temos que tirar toda sujeira carnal do nosso coração, a ganância e a cobiça que há dentro dele. Só então poderemos seguir a justiça de Deus. É isso o que impera no mundo e os nascidos de novo podem ser dominados por eles. Temos que amar a justiça de Deus mais do que a este mundo. Só então teremos o amor de Deus em nosso coração e a luz e a verdade do Senhor habitará dentro de nós e nos levará a prosseguir corretamente. Esta é a verdade que o Senhor está nos dizendo hoje.
Nós podemos amar este mundo e a Deus do mesmo modo porque somos seres humanos. E ter este desejo na verdade é algo normal. Mas Deus não quer que vivamos assim. Por isso que eu e você temos que rejeitar os pensamentos e desejos carnais que sempre surgem em nosso coração. No entanto, só poderemos vencer estes desejos e pensamentos se amarmos mais a Deus do que o mundo.
As pessoas geralmente veem o coração do homem como uma taça. Mas como você sabe, há um limite para se encher uma taça. Por exemplo, alguém pode adorar a Deus ou amar o mundo dependendo de quantas coisas deste mundo encheram seu coração, ou seja, se a taça do seu coração foi cheia mais com as coisas do mundo que com a Palavra de Deus. Se há mais coisas do mundo na sua taça (coração), ele na verdade não crê em Deus nem está seguindo-o, apesar de confessar com seus lábios que ama a Deus.
Se usarmos essa taça como exemplo do nosso coração, Deus precisa enchê-lo muito para que possamos levar uma vida espiritual correta. Portanto, temos que rejeitar as coisas deste mundo que surgem em nosso coração a fim de levarmos uma vida espiritual correta. Somente se tirarmos as coisas deste mundo do nosso coração e o enchermos com o Senhor é que poderemos guardar nossa fé.
Amados irmãos, vamos pensar nisso novamente. Muitas coisas deste mundo não entram mesmo em nosso coração enquanto vivemos aqui? Nós temos um guardo no nosso coração? Não, não temos. O homem então não tem como evitar ser escravo das circunstâncias quando passa por alguma dificuldade. Quando alguém sabe que outras pessoas estão passando pelos mesmos problemas que os seus, como, por exemplo, com o que ela vê nos noticiários da TV, aí é que ela se deixa dominar ainda mais pela situação. O ser humano é suscetível assim. O que faz a diferença é o que vivenciamos todos os dias. A pessoa estará inclinada para as coisas do mundo se tiver contato com isso frequentemente a aceitá-las em seu coração. Mas qual serão as consequências se isso acontecer? Tal pessoa com certeza se afastará do Senhor. No entanto, nosso coração pode se voltar para o Senhor e podemos levar uma vida de fé correta se o Senhor estiver cada vez mais dentro dele e rejeitamos as coisas deste mundo, pois assim o Senhor terá o controle sobre ele.
Nós não podemos viver neste mundo de qualquer maneira só porque recebemos a remissão dos nossos pecados. Algumas acham que não pecarão mais se crerem na justiça de Deus e receberem a remissão de pecados, mas isso não é verdade. É claro que o único que pode levar uma vida de fé correta é aquele que crê na justiça de Deus. Naturalmente, aquele que não a conhece ou não crê nela jamais conseguirá isso, por mais que creia em Jesus ardentemente. Se alguém recebeu a remissão a remissão dos seus pecados mas seu coração está mais no mundo do que na justiça de Deus, não há diferença alguma entre ele e os pecadores. Ninguém pode ter a verdadeira fé se amar mais as coisas do mundo.
Tanto nossos pastores como todos os irmãos são filhos de Deus. Esta é a verdade, não há exceção. Mas quais são as coisas que realmente entram em nosso coração? Temos que deixar as coisas mundanas do lado esquecer dele, e as coisas espirituais do seu lado direito. Já que a taça do coração de cada um é diferente, alguns irmãos devem ter mais coisas do lado esquerdo, enquanto outros devem ter mais do lado direito; mas isso logo pode mudar. O coração do homem muda constantemente. Por isso que Deus quer que guardemos nosso coração de modo correto. Eu não sei exatamente ao que seu coração está apegado, mas podemos discernir se alguém é espiritual ou carnal vendo se em seu coração há mais coisas de Deus ou coisas do mundo. A situação do nosso coração é o que determina se podemos levar uma vida de fé ou não. Por mais que alguém tenha muito conhecimento espiritual, não é isso que determina sua fé. Só podemos levar uma vida espiritual correta quando aceitamos as coisas de Deus e rejeitamos as coisas do mundo. Mas se as coisas deste mundo entrarem mais em nosso coração, de modo algum poderemos levar uma vida espiritual correta. E este princípio vale para todos, sem exceção.
Às vezes eu me sinto mais inclinado para o que está do lado esquerdo, outros vezes, para o que está do lado direito. É claro podemos levar uma vida espiritual sem sinceridade. E o eu quero dizer com isso é que podemos ter uma fé legalista. Mas a questão é que podemos levar uma vida carnal sem percebemos se houver mais coisas do mundo em nosso coração. A Bíblia diz que conhecemos a árvore pelo seu fruto. Com certeza daremos frutos mundanos se nosso coração estiver no mundo. Amados irmãos, olhem para o fundo do seu coração mais uma vez. Se vocês ainda desejam algo deste mundo, eu quero dizer a vocês que isso é porque ainda há muitas coisas deste mundo enchendo seu coração.
A questão é por que ainda desejamos algo deste mundo se nosso desejo é levar uma vida espiritual. E a resposta é que ainda há coisas do mundo em nosso coração. Portanto, temos que reconhecer isso e confessar: “Ainda há muita coisa deste mundo dentro de mim”, além de jogar fora o mais rápido possível o que precisa ser descartado. E também temos que olhar para Deus novamente com um coração puro.
A verdade é esta. Assim como há dias ensolarados e dias chuvosos, nosso coração também titubeia assim todos os dias. Por isso que levar uma vida espiritual neste mundo é muito fácil e, ao mesmo tempo, muito difícil. Nossa vida espiritual s se torna um inferno quando há mais coisas do mundo em nosso frágil coração do que coisas de Deus. Isso é algo que nos deixa muito turbados. Se seu coração está turbado agora e sua vida espiritual, uma bagunça, você precisa entender que isso está acontecendo porque as coisas do mundo assumiram o controle do seu coração.
Quanto mais o tempo passa, mais difícil se torna levar uma vida espiritual sem a justiça de Deus. Então precisamos renovar nosso coração com a justiça de Deus sempre que possível, pois aqueles que se deixam levar por este mundo serão dominados pelo secularismo. Temos que varrer os desejos carnais do nosso coração como varremos nosso quintal todos os dias. Temos que limpar toda sujeira do nosso coração sempre que pudemos. E quanto mais crermos nisso, mais o faremos. Quando alguém conhece a justiça de Deus e recebe a remissão de pecados, 99% do seu coração é cheio com o amor do Senhor. E por mais que seja tentado, ele não vacila, pois o amor do Senhor está no centro do seu coração. Um coração que confessa, como diz o hino: “Meu medo desaparece quando habito com o Senhor porque ele sempre me protege”, está cheio de fé.
Mas que mudança ocorre neste coração depois de algum tempo? Ele muda tanto que a pessoa nem consegue mais cantar este lindo hino, pois sua consciência fica muito pesada. Nossa vida espiritual se enche de alegria e paz assim que recebemos a remissão de pecados, mas com o tempo é difícil manter nosso coração puro. Sendo assim, a vida espiritual não é algo fácil. Você não acha que é mais difícil obedecer a Deus, seguir o Senhor e guardar a fé agora do que antes, quando você recebeu a remissão de pecados? Isso acontece comigo também. Nossa fé se torna mais forte com o passar do tempo, mas isso não acontece com nosso coração.
 
 
Temos que Guardar Nosso Coração pela Fé na Justiça de Deus
 
O coração do homem muda facilmente dependendo das circunstâncias. Por isso que devemos guardar nosso coração, pois isso é algo fundamental para nossa vida espiritual. Temos que reconhecer que o mais correto é amarmos Deus em nosso coração e viver assim. Não temos escolha. Não temos escolha senão crer nisso e viver com o que Deus nos concedeu. O que eu estou dizendo é que devemos sempre limpar nosso coração e tirar dele as coisas do mundo.
Nós que desejamos levar uma vida espiritual correta não temos como escapar deste mundo, e isso se torna uma grande problema. É muito difícil seguir o Senhor e servi-lo estando em contato com as coisas deste mundo. Não é fácil guardar a fé estudando ou tendo um trabalho secular. E por que você acha que isso acontece? Porque muitas coisas deste mundo entram em nosso coração. Por isso que devemos expulsar todas elas.
Às vezes as coisas deste mundo parecem bonitas quando as olhamos à distância. Até um lago poluído parece bonito quando olhamos de longe. Mas se conhecermos bem este mundo, nós o rejeitaremos e buscaremos o Senhor, pois veremos o quanto ele é imundo. Só assim poderemos viver totalmente para o Senhor. Só que não poderemos vencer as coisas do mundo que entram em nosso coração se pensarmos assim: “Eu não quero viver neste mundo. Eu vou viver só para o Senhor”. Nós temos que entender como este mundo é sujo, rejeitá-lo e deixá-lo se estivermos muito envolvidos com ele. Caso contrário, nosso coração ficará cheio das coisas que nele há sem nem mesmo percebermos. E o que isso quer dizer? Que é mais difícil para nós que vivemos no Senhor rejeitar as coisas do mundo do que para aqueles que vivem nele.
Por isso que devemos abrir nosso coração para Deus, a fim de encontrarmos resposta nele para a seguinte pergunta: “Eu creio mesmo em Deus ou estou seguindo o mundo?” Se não soubermos exatamente o que devemos jogar fora, as coisas do mundo sempre surgirão em nosso coração, por mais que as rejeitemos. E se isso acontecer, não podemos vencer o mundo. As ondas deste mundo virão e invadirão nosso coração. E por mais que queiramos impedi-las, não teremos forçar para fazer isso. Por mais que desejemos rejeitar as coisas do mundo, eles continuarão entrando em nosso coração como fortes correntes. E como podemos impedir isso então? A única maneira é amando o Senhor mais do que tudo.
Deus disse a Abraão, nosso pai na fé: “Não tema, Abraão, eu sou seu escudo”. Amados irmãos, será que o mundo é mais digno do nosso amor do que Deus? Claro que não. Então o certo a fazer é amar mais a Deus do que o mundo. É assim que devemos viver. Como eu disse antes, não podemos impedir que as correntes invadam nosso coração, por mais que tentemos impediu o fluir das águas. Mas eu creio que Deus trabalhará em nosso coração se entendermos que não devemos viver para as coisas do mundo, se aceitarmos sua justiça e o amarmos acima de tudo. Eu creio que teremos uma vida equilibrada se estas verdades espirituais encherem a taça do nosso coração com 70% de coisas espirituais e 30% de coisas do mundo.
Não podemos impedir que haja algo deste mundo em nosso coração. No entanto, temos que preenchê-lo com pelo menos 70% das coisas de Deus e rejeitar as coisas do mundo com este poder espiritual. Por mais que alguém seja cheio do Espírito Santo, ele não pode rejeitar totalmente as coisas do mundo. Mas elas não podem preencher mais de 40% do seu coração. Com o passar do tempo, quanto mais enchermos nosso coração com as coisas de Deus, mais teremos condições de lidar corretamente com esta luta espiritual.
 
 
Nosso Coração Deve Estar Voltado para Deus
 
Será que Deus não está ocupando 50% do seu coração e o mundo os outros 50? Se isso estiver acontecendo, você não tem a fé correta. Você precisa tirar do seu coração no mínimo 10% das coisas do mundo, pois deve haver dentro dele pelo menos 60% das coisas de Deus. Mas para fazer isso, seu coração deve estar voltado para a igreja, para Deus e para a salvação de almas. Você só poderá estar ao lado de Deus se houver em seu coração aquilo que vem dele. As coisas de Deus devem preencher pelo menos 60% do seu coração. E se ele estiver preenchido com 70%, isso significa que você está levando uma vida de fé muito bem. Se for 80%, você é alguém como o apóstolo Paulo. Se for 90%, é como se você fosse irmão de Jesus. Agora, se for 100%, você é um discípulo dele. E eu creio que isso acontecerá conosco se Deus permitir. Mas não devemos ser tão gananciosos no início. Podemos nos contentar com pelo menos 60%. Se isso não for possível, que seja no mínimo 55%. Jamais deve ser meio a meio. E se há alguém assim aqui, arrependa-se agora. Nosso Senhor não se agrada disso. Nós começamos a ter conflitos quando as coisas do mundo ocupam 50% do nosso coração. Se você pensa assim: “Eu não consigo nem olhar para a cara do meu líder. Irmãos? Que irmãos? Meus amigos no mundo são bem melhores. Eu estou cansado desta vida espiritual”, as coisas do mundo já ocuparam 50% do seu coração. E quando você pensa em desistir da sua vida espiritual, isso é sinal de que as coisas do mundo já ocuparam 60% do seu coração. Alguém assim rejeita o evangelho do Senhor e não demora muito para deixá-lo. Nós temos que entender isso muito bem e assumir o controle do nosso coração.
Amados irmãos, temos que entender esta questão muito bem. Já que a nota máxima é 10, devemos tirar pelo menos 6, pois esta é a média para passarmos. Mas eu sei que não é fácil tirar 6. As provas no colégio geralmente vêm com dez perguntas e não temos muito tempo para fazê-la; e é por isso que algumas pessoas não conseguem tirar 6. Para alguns é fácil tirar 6, para outros não.
Aqueles que foram salvos pelo Senhor já tiraram 5. Então só precisam de mais um ponto. Só que alguns deixam o Senhor porque não conseguem tirar mais pontos. Amados irmãos, nosso Senhor já nos deu 5. E se nosso coração se voltar para ele, conseguiremos mais um ponto. Mas se ele se voltar para o mundo um pouquinho que seja, perderemos este ponto. Eu quero que vocês guardem seu coração de modo correto. Assim como as ondas vão e voltam, o mesmo acontece com nosso coração.
 
 
Qual é o Ponto da Fé?
 
Aquele que tem o amor ao Senhor no centro do seu coração consegue tirar 9 na prova da fé, porque não importa o quanto seja tentado, jamais cairá. Alguém assim consegue levar uma verdadeira vida de fé. Mas aquele que tirou 5.9 precisa se arrepender. Todos que tiraram menos de 6 devem se arrepender.
O mínimo que podemos tirar é 6. Mas eu acho que deveria ser 7. O que eu estou dizendo é que nota da fé deveria ser pelo menos C. A maioria dos nascidos de novo hoje em dia mal conseguiram 6 para passar. Não foram muitos que tiraram 7 ou 8. Já que vivemos tempos difíceis, é difícil até para nós que nascemos de novo tirar 6 ou 7. Mas devemos manter pelo menos esta nota 7. Se isso for difícil, devemos ficar no mínimo com 6. Todos nós temos que fazer isso.
Nosso Senhor disse a Abraão: “Eu sou seu escudo. Eu o protegerei. Eu cuidarei de tudo para você. Eu sou seu galardão. Eu o abençoarei e continuarei abençoando-o”. O Senhor, que é tão cheio de amor, se revelou a nós que cremos nele. Deus é nosso Pastor e agora habita em nós como o Deus que nos abençoa. Só por que levamos uma vida espiritual neste mundo devemos amá-lo mais então? Devemos amar a Deus e o mundo do mesmo jeito? Não, jamais! Temos que amar mais a Deus. É assim que devemos viver, com toda a certeza.
Às vezes nosso coração está onde não deve estar. E eu sei muito bem que ele está pronto a voltar para o mundo. Isso é um plano de Satanás, que tem muito poder neste mundo. Por isso que nossa mente deve ser pura. Não há nada neste mundo que devamos amar mais do que a Deus. Devemos amar a Deus acima de todas as coisas. É óbvio que gostamos do mundo, mas devemos amar a Deus acima de todas as coisas. Esta é a coisa mais certa a fazer. É assim que devemos viver, sempre.
Eu não vou dizer que vocês devem amar a Deus 100%. Eu não posso esperar isso de seres humanos, pois somos muito fracos. Embora eu esteja falando de uma dimensão da fé muito superior, eu sei que na verdade não podemos fazer isso. Enfim, o que eu estou dizendo é que devemos amar mais a Deus que a este mundo. Você crê que isso é o certo a fazer? Você crê que esta é a maneira certa de se viver? E você crê também que pode viver assim? Você pode viver assim, pois o Senhor lhe faz entender tudo isso. É simples. Esta é a graça do nosso Senhor. Então só precisamos buscar mais um pouco a Palavra de Deus, viver na sua presença e fazer parte da igreja. Se buscarmos a Deus naturalmente nos entregaremos a ele. O que eu estou dizendo é que devemos buscar a Deus um pouco mais, pois assim o Senhor nos guiará e nos dará descanso. Uma vida de fé correta é justamente isso.
 
  
Buscar a Justiça do Senhor é a Verdadeira Vida Espiritual
 
Precisamos entender bem que devemos buscar o Senhor cada vez mais. Se não conhecermos esta verdade, não poderemos evitar que nosso coração viva para as coisas deste mundo. Mas devemos tirar tudo isso do nosso coração o mais rápido possível. Se há algo para ser limpo dentro dele, temos que fazer isso agora. É claro que não podemos limpar tudo, mas quando as coisas do mundo entrarem em nosso coração, devemos limpá-los e jogá-las fora na mesma hora.
Amados irmãos, temos que voltar nosso coração cada vez mais para Deus, ainda mais nestes últimos dias. Vivemos uma época em que não podemos esquecer estas verdades. Nosso Senhor em breve voltará. Em poucos anos este mundo ficará um caos. Tudo isso tem sido mostrado nas redes sociais. O melhor jogador de xadrez do mundo jogou contra um programa de computador e o venceu por três a um. Este enxadrista disse: “Eu não tendo medo do computador porque ele não tem emoção”. O que isso quer dizer? Que o homem perderia para o computador e seria dominado por ele se o aprimorasse um pouco mais. E também disse que logo o homem seria dominado pelos computadores.
Os computadores e a internet estão tão avançados que todas as nações do mundo estão conectadas a eles. Até as crianças e os idosos estão aprendendo a usar o computador. Vivemos um tempo em que o mundo está dando mais atenção aos computadores do que ao próprio homem. Por isso que o Senhor logo virá. Então eu aconselho a todos vocês a guardar sua fé nestes últimos dias. E o que eu estou dizendo é que devemos amar mais a Deus do que a este mundo.