The New Life Mission

Sermões

Assunto 9: Romanos

[Capítulo 8-11] ( Romanos 8:31-34 ) O Amor Eterno

( Romanos 8:31-34 )
“Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”.
 

Se Deus já havia decidido nos cobrir com Sua Justiça em Jesus Cristo, mesmo antes da Criação, ninguém poderia ficar no caminho. Pela fé na Justiça de Deus, e não pela Doutrina da Justificação, aqueles que se tornam genuinamente sem pecado são os verdadeiros filhos de Deus.
Portanto, nem todas as pessoas religiosas estão certas. Poucas pessoas são perseguidas apenas por crer em Jesus hoje, mas muitos daqueles que conhecem a verdadeira Justiça de Deus são perseguidos. No entanto, as pessoas que se tornam filhas de Deus pela fé na Sua Justiça nunca podem ser separadas Dele. Quando Deus nos deu Seu evangelho de Justiça, o que pode ser contra nós?
 

Deus nos deu Todas as Coisas como um Presente
 
“Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”. (Romanos 8:32)
Para aqueles que receberam a Justiça de Deus, pela fé em Seu Filho, Ele deu tudo como um presente – o Reino dos Céus, o privilégio de ser um filho de Deus, a Graça de entender Sua Palavra, a bênção de ser capaz de viver como um trabalhador da Justiça e a bênção da vida eterna.
Deus nos deu Seu Filho para nos tornar Seus filhos. O que mais Ele não nos daria? Deus deu para aqueles que receberam a verdadeira fé por meio de Sua Justiça todas as bênçãos do Céu e da Terra. Os crentes e servos de Deus O louvam para sempre por causa de Sua Justiça.
 

Quem Intentará Acusação contra os Eleitos de Deus?
 
“Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”. (Romanos 8:33-34).
Ninguém pode trazer acusações contra as pessoas que Deus escolheu com Sua Justiça em Jesus Cristo, porque Jesus, com a Justiça de Deus, os libertou de seus pecados. As pessoas que creem na Justiça de Deus através de Jesus Cristo não têm pecado em seus corações. Isso porque Deus, e nenhum outro, tornou sem pecado aqueles que creem na Sua Justiça.
O Filho de Deus, Jesus Cristo, veio a esta Terra em carne humana, foi batizado por João Batista, levou sobre Si o fardo de todos os pecados do mundo, morreu na Cruz e ressuscitou dos mortos em três dias, e tornou-se o Senhor para aqueles que creem.
É por isso que não podemos dizer que aqueles que se tornaram justos pela fé na Justiça de Deus são pecadores e malfeitores. Mesmo agora, Deus reconhece aqueles que creem em Sua Justiça. Como prova disso, o Espírito Santo habita em seus corações. É por isso que ninguém pode difamar a Justiça de Deus ou aqueles que foram perdoados pela fé em Sua Justiça.
A Justiça de Deus apareceu por meio do batismo de Jesus Cristo, o derramamento de Seu sangue na Cruz e Sua morte e ressurreição. Jesus Cristo, depois de cumprir toda a Justiça, está sentado à direita de Deus Pai como nosso Salvador e Intercessor.