The New Life Mission

Sermões

Assunto 9: Romanos

[Capítulo 8-12] ( Romanos 8:31-34 ) Quem Ousaria Permanecer Contra Nós?

( Romanos 8:31-34 )
“Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”.
 

Em Romanos 8: 31-34, Paulo testifica do amor incomparável de Cristo pelos crentes, sintetizando o evangelho da água e do Espírito e alcançando sua conclusão final. Esta passagem proclama a grande alegria da salvação alcançada no auge da fé.
Paulo disse em Romanos 8:31, “Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?”. Como Paulo, nós experimentamos que o evangelho da água e do Espírito se iluminou com o tempo e se tornou um evangelho de salvação ainda maior à medida que nossas fraquezas são reveladas. Quanto mais servimos ao evangelho da água e do Espírito, mais ficamos cheios de convicção e alegria.
Paulo chamou o evangelho no qual ele cria de “Meu evangelho”. (2 Timóteo 2:8). O evangelho que Paulo testemunhava não era outro senão a fé no batismo e no sangue de Jesus.
“Meu evangelho” que Paulo pregou não se refere ao evangelho da Cruz no qual as pessoas religiosas creem, mas ao evangelho da água e do Espírito que proclama a bênção de que Jesus levou todos os pecados da humanidade de uma vez por todas.
Este evangelho fez de Paulo um homem de grande coragem. Ao receber o perdão dos pecados, a Justiça de Deus encheu seu coração e, portanto, seu coração também foi cheio do Espírito Santo. Ele foi dedicado a testemunhar o evangelho da água e do Espírito durante toda a sua vida. Este evangelho tem poder e autoridade para tirar os pecados da humanidade de uma vez.
Quem, então, ousaria ser contra o evangelho da água e do Espírito que Paulo cria? Ninguém! Romanos 8:31 nos diz: “Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?”. Quem neste mundo pode ser contra aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito? Quando Deus salvou a humanidade dos pecados do mundo com o evangelho da água e do Espírito, quem pode considerar Seu poder em vão? Nem aqueles que creem em Jesus nominalmente, nem o próprio Satanás podem lutar ou vencer aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito.
 

Ele nos Justificou de Uma Vez Só
 
Romanos 8:29-30 diz: “Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou”.
Isso nos diz que Deus Pai planejou salvar todos os pecadores em Cristo e os chamou por meio do evangelho da água e do Espírito, lavando seus pecados de uma vez por todas e tornando-os Seus filhos. Quando nosso Senhor Jesus libertou todos os pecadores de seus pecados com o evangelho da água e do Espírito, quem poderia ser contra ao que Ele fez?
Quem poderia resistir e vencer aqueles que foram justificados por sua fé no evangelho da água e do Espírito? Isso não tem sentido. Você deve saber que todo aquele que é contra aqueles que foram justificados pela fé no evangelho da água e do Espírito é contra o próprio Deus. Você deve crer no evangelho da água e do Espírito para ser salvo de todos os seus pecados. Se em sua mente e coração você é contra o evangelho da verdade, então você não pode ser salvo dos seus pecados e será condenado ao inferno.
 

Ninguém pode ser Contra Aqueles que têm a Justiça de Deus
 
“Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?”. (Romanos 8:31). Deus é por nós, é o que representa o fato de que Ele levou todos os nossos pecados por meio do evangelho da água e do Espírito e nos salvou. Quem, então, poderia ser contra aqueles que foram redimidos de seus pecados pela fé no evangelho da água e do Espírito, e quem poderia dizer que essa fé é errada? Seria um esforço inútil. Deus aprovou a fé daqueles que creem no evangelho da água e do Espírito.
Como alguém pode desafiar isso? Jesus levou todos os pecados do mundo por meio do Seu batismo e Seu sangue na Cruz. Quem pode dizer que aqueles que creem nisso estão errados? Ninguém!
Em Romanos 6:3 Paulo disse: “Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte?”. Paulo quis dizer que cria no batismo de Jesus e em Seu sangue na Cruz, por meio do qual todos os seus pecados foram transferidos para Jesus e purificados, e por meio do qual Paulo morreu e ressuscitou junto com Jesus.
Gálatas 3:27 também nos diz: “Porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes”. Esta passagem nos fala que Jesus levou todos os pecados do mundo com Seu batismo, foi crucificado por esses pecados e ressuscitou, tudo para liberar para nós a bênção de que todos os que crerem nesta verdade se tornem filhos de Deus. A fé de Paulo se baseava na crença de que ele foi batizado com Jesus, morreu na Cruz com Ele e ressuscitou com Ele. Portanto, uma vez que você crê no batismo de Jesus, todos os seus pecados são limpos e você se torna um filho de Deus, sendo ressuscitado com Cristo.
“Porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes”. Em outras palavras, aqueles que creem que Jesus veio a este mundo e foi batizado por João Batista para levar todos os pecados do mundo são batizados em Jesus. Além disso, eles também creem que morreram na Cruz com Jesus e que pela fé foram ressuscitados com Ele.
Todo aquele que crê no batismo de Jesus e em Seu sangue será salvo de seus pecados. Tão certo quanto Jesus é o Filho de Deus, aqueles que são redimidos de seus pecados pela fé no batismo e no sangue de Cristo se tornarão filhos de Deus. “Porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo vos revestistes”. Quando cremos no evangelho da água e do Espírito, nós confiamos na Justiça de Cristo para nos tornarmos filhos de Deus.
Paulo falou sobre o batismo de Jesus porque ele recebeu uma grande bênção por meio de sua fé no evangelho da água e do Espírito. Mas muitos ainda precisam receber essa bênção de Deus que vem com o evangelho da água e do Espírito. A maioria das pessoas pensa que o evangelho que Paulo pregou era o evangelho do sangue na Cruz, mas a verdade é que ele creu e pregou o evangelho da água e do Espírito, que combina o batismo de Jesus com Seu sangue na Cruz.
Por que, então, os seguidores de Jesus hoje não estão obedecendo a este evangelho da água e do Espírito? É porque o evangelho da água e do Espírito pregado na Igreja primitiva mudou com o tempo. Nos dias da Igreja primitiva, todos os crentes pregavam este evangelho e criam nele.
Com o tempo, porém, o evangelho foi alterado e pregado apenas como o sangue de Cristo, enquanto Seu batismo foi marginalizado. Isso explica por que, ainda hoje, muitas pessoas creem apenas no sangue de Cristo e acabam se afastando do verdadeiro evangelho do período da Igreja primitiva.
Essas pessoas ainda têm pecados. Eles ignoram o evangelho da água e do Espírito, no qual a Justiça de Deus é revelada e, portanto, eles ainda são pecadores e se opõem à Justiça de Deus, embora afirmem crer em Jesus.
O que uma pessoa cega espiritualmente pode ver? Um cego pode tentar entender um elefante por meio do toque. Ele pode tocar a perna do elefante e dizer que é uma coluna, e outro cego pode tocar seu nariz e dizer que é algo longo, já que nenhum deles viu um elefante antes. Da mesma forma, uma pessoa cega espiritualmente não pode falar da grandeza do evangelho da água e do Espírito.
Portanto, aqueles que não conhecem a bênção da água e do Espírito não podem pregá-la. Quem viu pode entender facilmente o que alguém tenta explicar com palavras, mas um cego não consegue entender.
As pessoas nascem pecadoras. Porque somos pecadores espiritualmente desde o nosso nascimento, não conhecemos a Verdade do evangelho da água e do Espírito. Aqueles que só creem no sangue da Cruz criaram uma nova versão do Cristianismo. Como seus pecados podem ser perdoados quando eles dizem que creem em Jesus, mas só creem no sangue na Cruz? Apenas mais e mais pecados se acumularão com o tempo.
Aqueles que creem somente no sangue de Jesus como salvação são aqueles que ainda não despertaram espiritualmente. Jesus nos diz claramente em João 3:5, “Quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus”. Devemos crer no evangelho da água e do Espírito para sermos abençoados com a glória de nos tornarmos filhos de Deus e entrarmos em Seu Reino.
Como Paulo cria no evangelho da água e do Espírito, ele disse pela fé, “Se Deus é por nós, quem será contra nós?”. (Romanos 8:31). Aqueles que não conhecem o evangelho da água e do Espírito podem ser contra os filhos de Deus? Eles podem até ser contra os filhos de Deus, mas nunca poderão vencê-los. Aqueles que só creem no sangue na Cruz não podem vencer aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito.
Aqueles que são contra a Justiça de Deus só podem se tornar Seus inimigos e, portanto, nunca receberão Suas bênçãos. Ninguém pode receber a salvação ou ter a fé que leva uma pessoa ao Céu sem crer no evangelho da água e do Espírito, o evangelho no qual a Justiça de Deus é revelada. Aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito podem vencer o falso evangelho e retornar para o verdadeiro. Os filhos de Deus podem vencer o mundo e o próprio Diabo.
Alguns não entendem claramente o batismo de Jesus e Seu sangue, e isso os leva à falsa fé. Se você crê no sangue da Cruz, mas não pensa muito em receber o perdão dos pecados por meio da sua fé no evangelho da água e do Espírito, então sua fé está errada.
Aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito diante de Deus são os que guardam Sua Justiça e têm a verdadeira fé. Deus nos diz que aqueles que creem apenas no sangue de Seu Filho na Cruz estão errados. Aqueles que não creem na Sua Justiça não creem ou reconhecem o evangelho da água e do Espírito, mas aqueles que creem na Sua Justiça também creem que o sangue de Cristo na Cruz e Seu batismo levou seus pecados.
Devemos jogar fora nossa teimosia. Aqueles que desaprovam o evangelho da água e do Espírito insistem que suas falsas crenças são verdadeiras. Aqueles que creem apenas no sangue têm meia fé em Sua Justiça. Somente aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito têm fé completa e também creem na Justiça de Deus e a guardam. (Mateus 3:15, 11:11).
Livros escritos por quem só crê no sangue estão transformando papel em lixo. Doutrinas antes debatidas por teólogos agora são ignoradas pelos cristãos, mas o evangelho da água e do Espírito está recebendo muita atenção. Esta verdade existe desde a Era Apostólica e nunca mudará. A Palavra de Deus permanece para sempre, mas aqueles que acreditam apenas no sangue serão apagados da memória das pessoas. Por que razão? É porque o sangue, que tem apenas metade da Justiça de Deus, não tem efeito sobre os pecadores por si mesmo.
Falando francamente, a maioria das pessoas hoje, sejam cristãs ou não, cometem muitos pecados. Como todos esses pecados podem ser perdoados pela crença somente no sangue? Doutrinas que enfatizam apenas o sangue ensinam as pessoas a orar por perdão sempre que pecarem, mas por quanto tempo elas podem orar para que seus pecados sejam perdoados? Não importa o que digam, eles não podem receber o perdão dos pecados.
Jesus veio a este mundo e simplesmente derramou Seu sangue sem primeiro ser batizado? Você sabe que isso não é verdade. Jesus veio a este mundo e, ao ser batizado, levou todos os pecados. (Mateus 3:15). Jesus foi batizado por João antes de derramar Seu sangue na Cruz, permitindo assim que Ele fosse crucificado depois. Foi assim que Jesus cumpriu toda a Justiça. Não há necessidade de você chorar por Sua misericórdia para ser perdoado de seus pecados todos os dias se você crer no batismo que Jesus recebeu de João. Em vez disso, creia na Justiça de Deus e receba a completa salvação.
Jesus foi batizado para levar todos os pecados do mundo sobre Seus ombros e foi crucificado sendo julgado por eles de uma vez por todas. A redenção só pode ser obtida pela fé no batismo de Jesus e em Seu sangue.
 

A Salvação que Jesus nos deu é Muito Maior do que os Pecados que Cometemos?
 
A redenção dada por Jesus é muito maior do que os pecados que cometemos e iremos cometer. Se o batismo de Jesus e Seu sangue não fossem maiores do que os pecados da humanidade, então não poderíamos crer em Jesus como Salvador nem receber a redenção. No entanto, a bondade de Deus é tanta que Ele tirou os pecados do mundo de uma vez por todas por meio do Seu batismo.
Da mesma forma, a porta do Céu está aberta, mas ninguém pode passar por ela sem crer no evangelho da água e do Espírito. Você pode ser contra aqueles que creem no verdadeiro evangelho, mas não pode se esconder do terrível julgamento de Deus. Portanto, não pense que você pode vencer a fé no batismo e no sangue de Jesus, por meio da qual a Justiça de Deus foi cumprida.
Muitos daqueles que eram contra o evangelho da água e do Espírito também eram contra o Apóstolo Paulo. Mas ninguém podia dizer que o evangelho da água e do Espírito que Paulo cria estava errado. Eles então admitiram que Jesus era o Filho de Deus e Seu Salvador.
Romanos 8:32 nos diz: “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”. Deus Pai enviou Seu único Filho para o mundo e O fez carregar todos os nossos pecados por meio do Seu batismo, O deixou morrer na Cruz e O ressuscitou dos mortos para nos libertar de nossos pecados.
Para nos salvar dos pecados do mundo e nos tornar Seus filhos, como Jesus foi, Deus Pai nos deu Seu único Filho. Deus, para tornar todos os que creem no evangelho da água e do Espírito Seus filhos abençoados e justos, enviou Seu único Filho para ser batizado. Deus planejou entregar Suas bênçãos celestiais e o evangelho da água e do Espírito a toda a humanidade. Uma dessas bênçãos é se tornar Seu filho pela fé no evangelho da água e do Espírito.
“Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”. “Todas as coisas” aqui se refere aos presentes de Deus. Quais presentes? Deus deu àqueles que receberam Jesus e creram em Seu nome o direito de se tornarem Seus filhos – isto é, aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito são feitos filhos de Deus. Aqueles que creem neste evangelho não têm pecado. Eles são justos e verdadeiramente os filhos santificados de Deus.
Aqueles que se tornarem filhos de Deus pela fé em tudo isso serão presenteados com o Reino dos Mil Anos e o Reino dos Céus. Os justos são abençoados para herdar todas as Glórias do Céu. 
“Dará graciosamente com Ele todas as coisas” tem sido interpretado por alguns como dar o Espírito Santo. Eles pensam: “Isso não significa que, uma vez que cremos em Jesus, o Espírito Santo nos é dado separadamente?”. Isso não é verdade, porque quando você crê no evangelho da água e do Espírito, recebe a remissão dos seus pecados e o Espírito Santo ao mesmo tempo. O Espírito Santo não pode habitar em um coração pecaminoso. Ele vem até nós no momento em que todos os nossos pecados são perdoados.
Há mais coisas para o crente além de receber o Espírito Santo. Os presentes de Deus não terminam até que todas as bênçãos celestiais nos sejam dadas. Neste mundo, as pessoas tendem a pensar que dons como curar, falar em línguas e profetizar são presentes, mas os presentes mencionados aqui nesta passagem são todas as coisas celestiais que nosso Pai possui. Por presentes, Paulo está falando sobre as coisas que Deus deu aos Seus filhos que têm a Justiça de Deus.
Deus disse que daria todas as coisas boas como presentes para aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito. Deus deu o presente do novo nascimento para aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito. Deus dá todas as coisas do Céu como um presente para aqueles que creem neste evangelho. Os cristãos sofrem muito enquanto vivem neste mundo, mas quando o Reino dos Céus vier, eles serão agraciados com a Glória do Céu.
 

Não diga que Você é Escolhido sem Nenhum Critério
 
Romanos 8:33-34 afirma: “Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”.
“Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus?”. 
Você poderia intentar acusação contra aqueles a quem Deus salvou com o evangelho da água e do Espírito? É claro que não!
Os Teólogos citam Calvino dizendo que alguns foram escolhidos incondicionalmente, enquanto outros não. No entanto, nunca devemos usar o termo “incondicionalmente” na presença de Deus. Ao fazer isso, eles provam que não conhecem a Deus e que a sua doutrina é falsa. A eleição incondicional significa que Deus amou alguns sem nenhum critério e odiou outros também sem nenhum critério. Como poderíamos dizer que Deus é justo quando Ele ama alguns e odeia outros? Este não é o nosso Deus. Nosso Deus ama e cuida de toda a humanidade em Cristo.
Aqui, no versículo 32 está escrito: “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?”. Deus nos Deus Seu Filho para salvar toda a humanidade. Por meio Dele, Deus nos fez crer que Ele levou todos os nossos pecados pela Palavra da água e do sangue. No versículo 33 está escrito: “Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus?”. Aqui, a expressão “eleitos de Deus” não significa que Deus escolheu alguns incondicionalmente. Deus escolhe aqueles que não podem viver sem Jesus Cristo e aqueles sem sua própria justiça a fim de revesti-los com a Justiça de Deus.
Aqueles que são escolhidos pela Justiça de Deus são os que creem e descansam na verdade de que Jesus veio a esta Terra, foi batizado e se sacrificou na Cruz para levar todos os nossos pecados. Eles são aqueles que creem em Deus, que os salvou dos pecados do mundo e os revestiu com a Sua Justiça.
Quem poderia intentar acusação contra os justos? Ninguém! Ninguém pode dizer que a nossa fé está errada. Ninguém pode julgar aqueles que são salvos de seus pecados e são escolhidos como filhos de Deus pela fé no evangelho da água e do Espírito. Aqueles que creem apenas no sangue da Cruz não podem dizer que aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito são falsos e nem intentar acusação contra eles diante de Deus.
Algumas pessoas julgam errado aqueles que estão revestidos com a Justiça de Deus pela fé no evangelho da água e do Espírito. Mas isso está certo? Não! A fé daqueles escolhidos para serem justos na presença de Deus nunca pode ser erroneamente julgada por ninguém.
Quem pode dizer que aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito são pecadores e julgar de forma errada a sua fé? Nós temos pregado o evangelho da água e do Espírito, no qual a Justiça de Deus é revelada, a todas as pessoas no mundo.
Ninguém intentou acusação contra nós por pregar o evangelho da água e do Espírito. Alguns pediram que crêssemos apenas com a fé no sangue da Cruz. Mas mesmo esses não puderam dizer que ter a fé no evangelho da água e do Espírito é errado.
O verdadeiro evangelho é aquele que contém a Justiça de Deus. Este é o verdadeiro e todos os outros são incompletos. O Apóstolo Paulo, que pregava o evangelho da água e do Espírito, disse que não poderia haver outro evangelho além deste verdadeiro e afirmou: “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema”. (Gálatas 1:8-9).
Ninguém pode dizer que o evangelho da água e do Espírito está biblicamente errado. Aqueles que não creem nele são contra ele. Se você crê que o evangelho da água e do Espírito dado por Deus é falso, então vá em frente e proteste contra Deus. Nós também temos que lutar contra os falsos e incompletos evangelhos que enfatizam apenas o sangue de Cristo. Como Jesus poderia ser crucificado pelos nossos pecados sem primeiro levá-los sobre Si por meio do Seu batismo?
 

Não diga que os Crentes na Justiça de Deus têm pecados
 
“Intentar acusação” significa buscar por um julgamento em um processo. O único que poderia intentar acusação contra aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito é um malfeitor. Aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito têm fé na Justiça de Deus, então quem poderia julgar erroneamente a sua fé? Quem poderia dizer que eles estão errados? Não há ninguém, porque é Deus quem os justifica. Ninguém pode acusar os crentes no evangelho da água e do Espírito de ter algum pecado.
“É Deus quem os justifica”. (Romanos 8:33). Quem pode declarar que os crentes no evangelho da água e do Espírito não têm pecados? Apenas Deus pode. Ele declara pela Sua Justiça que os crentes no evangelho da água e do Espírito são justificados.
“Justificado” é uma palavra que não se aplica àqueles que ainda têm pecado, mas é aplicada para aqueles cujos pecados foram realmente perdoados, tornando-os “sem pecado e justificados”. Quando Deus diz que aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito não têm pecado, quem pode ousar dizer que eles estão errados e não têm a Justiça de Deus? Nenhum teólogo neste mundo pode dizer isso.
O Cristianismo de hoje tem sido corrompido pela Doutrina da Santificação que tenta alcançar a santidade religiosa. Um teólogo da Inglaterra, após perguntar: “A Igreja de Deus é santa?”. Respondeu que a Igreja de Deus também tem falhas. É claro que esse teólogo não conhece o evangelho da água e do Espírito e não tem fé na Justiça de Deus.
Mas todos os crentes na Igreja de Deus creem no evangelho da água e do Espírito e são completamente sem pecado. Apesar de ainda permanecer fraca na carne, a pessoa tem a perfeita e infalível Justiça de Deus.
Todos na Igreja estão sem pecado? Sim! A Igreja é um lugar onde os crentes que são santificados e sem pecado se reúnem em Cristo. Se os crentes têm pecado, eles não são filhos de Deus. O que os santificou? É claro que foi a fé no evangelho da água e do Espírito que os fez sem pecado, recebendo a Justiça de Deus. Os teólogos dizem que mesmo a Igreja de Deus tem falhas porque eles não creem e nem conhecem o evangelho da água e do Espírito.
Quem ousaria dizer que os crentes no evangelho da água e do Espírito são pecadores? É Deus quem os “justifica”. Nós, que cremos no evangelho da água e do Espírito, podemos permanecer com pecados apenas porque somos fracos? Com certeza não podemos! Então, isso significa que não temos pecado, embora ainda cometamos pecado? Sim, não temos pecado! É por isso que precisamos crer no evangelho da água e do Espírito. As pessoas não procuram cometer pecados propositalmente, mas por causa de suas fraquezas.
Existem poucas pessoas que realmente procuram cometer pecados; quase todas as iniquidades são causadas pela fraqueza dos seres humanos. Aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito não têm pecado em seus corações porque eles têm a Justiça de Deus. Nós não temos pecado porque Deus levou todos os nossos pecados com a Sua Justiça. É por isso que a Bíblia afirma: “É Deus quem os justifica”. É Deus quem declara que os crentes no evangelho da água e do Espírito são sem pecado porque têm a Sua Justiça. Nós fomos libertos de todos os nossos pecados pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito.
Se Jesus não tivesse levado até mesmo os nossos pecados futuros, como nós poderíamos ser redimidos dos nossos pecados e como poderíamos dizer que não temos mais pecados? Se depois de crer na Justiça de Deus, nós cometemos pecados e vivemos em pecado, então isso nos torna menos santificados, desqualifica nossa redenção e nos manda de volta para o inferno? A resposta é não! Se a nossa salvação viesse pela autossantificação, quem neste mundo poderia ser salvo? Ninguém! Ninguém pode viver uma vida perfeita na carne e ser santificado guardando completamente os mandamentos. Então a Bíblia afirma: “Não há justo, nem um sequer”. (Romanos 3:10).
 

Naturalmente, os Seres Humanos Não podem Receber a Justiça de Deus por suas Próprias Obras
 
Deus enviou Seu único Filho, que foi batizado por João Batista e permitiu que Ele morresse na Cruz para salvar a humanidade dos pecados do mundo. Aqueles que creem no evangelho da água e do Espírito se tornam justos pela sua fé. É por isso que pode haver pessoas justas neste mundo. Abraão também se tornou pai da fé por crer na Palavra de Deus.
Embora muitos cristãos afirmem que podem receber a Justiça de Deus por meio da Doutrina da Justificação, eles na verdade a ignoram. O que é a Justiça de Deus? É muito diferente da justiça humana. Em qual evangelho a Justiça de Deus é revelada? No evangelho da água e do Espírito a Justiça de Deus é revelada. Se nós rejeitamos o evangelho da água e do Espírito sem crer nele, isso significa que estamos nos colocando contra Deus.
Ninguém pode ser libertado do pecado ou receber a Justiça de Deus sem ter fé no evangelho da água e do Espírito. Alguém pode permanecer contra a Justiça de Deus? Eu tenho pregado o evangelho da água e do Espírito e crido nele, mas nunca vi alguém que pudesse permanecer contra este evangelho. Ninguém pode permanecer contra ele, porque este evangelho da Justiça de Deus nos dá a redenção completa e perfeita de nossos pecados.
 

Quem Pode Condenar Aqueles que têm a Justiça de Deus?
 
Vamos ler Romanos 8:34. “Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”. Alguém poderia condenar aqueles que creem na Justiça de Deus por se tornarem sem pecado? Ninguém pode.
Alguém poderia condenar os crentes no evangelho da água e do Espírito, que foram libertos de todos os seus pecados pela fé, a serem pecadores? Não! “Quem os condenará?”. Quem pode dizer que os crentes na Justiça de Deus são pecadores?
O salário do pecado é a morte. Se você tem pecado em seu coração, você irá para o inferno. Deus julga as pessoas porque elas têm pecado. Mas aqueles cujos pecados foram levados pela fé na Justiça de Deus não são julgados por Deus, porque eles não têm mais pecados para serem julgados. Quando o próprio Deus não julga aqueles que creem na Sua Justiça, quem ousaria condená-los? Se um crente em Jesus Cristo tem pecado, então ele é um pecador e será julgado e condenado por Deus. Os pecadores serão julgados por Deus por seus pecados em seus corações e serão evitados por outras pessoas. Mas se um crente em Cristo crê no evangelho da água e do Espírito e recebe a Justiça de Deus, essa pessoa não tem pecado diante de Deus e ninguém pode condená-lo. Não há mais pecado na consciência dessa pessoa.
“Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós”. Jesus, o Filho de Deus, veio a esta Terra para nos dar a Justiça de Deus, recebeu o batismo de João Batista para levar todos os nossos pecados, morreu na Cruz derramando Seu sangue e ressurgiu da morte para se tornar nosso Salvador. Ele agora está assentado à direta de Deus e intercede por nós, como nosso Salvador.
O Espírito Santo também ora por aqueles que têm a Justiça de Deus. Jesus intercede por nós no Céu. O Espírito Santo também ora por nós diante de Deus Pai, mas de uma forma diferente, com “gemidos” inexprimíveis sempre que estamos fracos em nosso coração.
Quão perfeita é a Justiça de Deus no coração daqueles que creem no evangelho da água e do Espírito? A perfeição da Justiça de Deus nos fala que o evangelho da água e do Espírito também é perfeito e infalível.